ATOS DO PODER EXECUTIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATOS DO PODER EXECUTIVO"

Transcrição

1 DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE BOA VISTA - Nº 3666 Ano XXI MARCIO BATISTA HERCULANO: de Abril de 2014 Nº Sexta-feira 25 de Abril de 2014 Assinado de forma digital por MARCIO BATISTA HERCULANO: DN: cn=marcio BATISTA HERCULANO: , c=br, o=icp-brasil, ou=secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB, RFB e-cpf A3, (EM BRANCO), Autenticado por AR Certa Motivo: Estou aprovando este documento Dados: :58:57-03'00' ATOS DO PODER EXECUTIVO GABINETE DA PREFEITA GABINETE DA PREFEITA DECRETO Nº 015/E, DE 24 DE FEVEREIRODE INSTITUI O REGULAMENTO DE UNIFORMES DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL RUGCM. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE BOA VISTA, no uso das atribuições que lhe são conferidas no art. 62, incisos II e IV, da Lei Orgânica do Município de Boa Vista e de acordo com a Lei Municipal nº 1.529, de 08 de novembro de 2013, DECRETA: Art. 1º Fica instituído o regulamento de uniformes da Guarda Civil Municipal - GCM, nos termos do anexo que integrante o presente Decreto. Parágrafo único.para o presente no caput, serão expedidas pelo Superintendente da Guarda Civil Municipal a Normas Gerais de Ações NGA. Art. 2º As despesas decorrentes da execução do presente Decreto correrão por conta de verbas orçamentárias próprias. Art. 3º Todos os integrantes da Guarda Civil Municipal, terão o prazo máximo de 01 (um) ano para aquisição dos uniformes constantes neste Regulamento, a contar desta data. Art. 4º Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 5º Revogam-se as disposições em contrário, especialmente os Decretos nº 198/E, de 17 de agosto de 2005, e nº 209/E, de 09 de outubro de Boa Vista, 24 de fevereiro de Teresa Surita Prefeita de Boa Vista GABINETE DA PREFEITA ANEXO ÚNICO REGULAMENTO DE UNIFORMES DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL (RUGCM) TÍTULO I GENERALIDADES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento contém as prescrições sobre os uniformes da Guarda Civil Municipal, peças complementares, insígnias, distintivos e condecorações, regulando a sua posse, composição e uso. Art. 2º O uso dos uniformes é fator primordial na boa apresentação individual e coletiva do pessoal da Guarda Civil Municipal de Boa Vista (GCMBV), contribuindo para o fortalecimento da disciplina e do bom conceito da Institui- ção perante a opinião dos munícipes. Art. 3º Constitui obrigação de todos os componentes da Guarda Civil Municipal zelar por seus uniformes e pela correta apresentação individual. Parágrafo único. O zelo e o capricho com as peças do uniforme são uma demonstração de respeito e amor à farda que o Guarda veste, mais que isto, externam o seu ânimo profissional e o seu entusiasmo com a carreira. Entre esses cuidados estão a limpeza, a manutenção do brilho nos metais, o polimento dos calçados e a representação dos vincos verticais nas calças e nas camisas do uniforme de gala ou passeio. Art. 4º Os uniformes de que trata o presente Regulamento constitui privilégio da Guarda Civil Municipal e terá como cor oficial o azul-marinho. 1º É expressamente proibido o uso de uniforme e peças complementares por pessoas não autorizadas pela autoridade competente. I - Para efeito desse parágrafo podem ser autorizadas as pessoas dos incisos III, IV e V do art 3 do regimento interno da GCMBV. 2º É proibido alterar as características dos uniformes, bem como sobrepor aos mesmos, acessórios esportivos, porta objetos diversos, peças, insígnias ou distintivos não previstos neste Regulamento ou das Forças Armadas e Corporações Militares Estaduais. 3º É vedado aos componentes da Guarda Civil Municipal o uso de uniformes de forças armadas estrangeiras, exceção feita para os brevês de cursos, as condecorações e distintivos devidamente autorizados pela autoridade competente. I - Para efeito desse parágrafo considera-se uniforme, o conjunto de todas as peças dos uniformes das forças armadas estrangeiras, sendo elas as vestimentas, calçados e acessórios, bem como os brasões, emblemas, distintivos e bandeiras. 4º Os guardas que comparecerem fardados a solenidades e atos sociais, devem fazê-lo com um mesmo uniforme. 5º A designação do uniforme para solenidade ou atos sociais é de competência do Executivo Municipal ou do Superintendente da Guarda Civil Municipal, em correspondências, quando for o caso, com o traje previsto para o civil ou com o uniforme determinado por outra Unidade. 6º Em solenidade interna, cabe ao Superintendente competente fixar uniforme da cerimônia, em entendimento com o escalão superior, no caso de participação deste na solenidade. Art. 5º Ao Superintendente da Guarda Civil Municipal caberá baixar os atos complementares a este regulamento, quanto: I - à modificação de: a) detalhes dos uniformes ou alteração de sua matéria prima, de acordo com a evolução tecnológica e as dis-

2 2 ponibilidades de mercado; b) insígnias ou distintivos; c) medalhas; d) estandartes das unidades da Guarda Civil Municipal; II às ocasiões e locais de trabalho nos quais pode ser dispensado o uso do uniforme. III às convocações para desfiles, formaturas e o tipo de uniformes adequados a cada solenidade. Art. 6º Os uniformes dos guardas e alunos, em curso de formação, serão adquiridos pelos supracitados, desde que percebam remuneração para tal; caso contrário será fornecido pela Secretaria a qual a Guarda Civil Municipal esteja subordinada, com autorização do Executivo Municipal. Art. 7º Ficam revogados os Decretos nº 198/E de 17 de agosto de 2005, nº 209/E de 09 de outubro de 2007 e todas as disposições em contrário. TÍTULO II UNIFORMES DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE BOA VISTA CAPÍTULO I UNIFORMES MASCULINOS Art. 8º A classificação, a posse, a composição e o uso dos uniformes obedecem às seguintes prescrições: - Sapatos pretos. 3)Uso: - Recepções de gala, solenidades e casamentos ou cerimônias em que exijam rigor para os civis; obrigatório à noite e quando determinado. I 1º Uniforme Gala. a) 1º Uniforme A (1º A) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Quepe azul-marinho; - Túnica branca; - Camisa branca manga comprida; - Gravata vertical azul-marinho; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; b) 1º Uniforme B (1º B) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Quepe azul-marinho; - Túnica azul-marinho; - Canícula azul-claro manga comprida; - Gravata vertical azul-marinho; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; - Sapatos pretos. Prefeita Maria Teresa Saenz Surita Jucá Vice-Prefeito Marcelo Hipólito Moreira Neto Chefia de Gabinete da Prefeita Edileusa Barbosa Gomes Lóz Procuradoria Geral do Município Marcela Medeiros Queiroz Franco Controladoria Geral do Município Ana Lúcia da Silva Ziegler Comissão Permanente de Licitação Artur José Lima Cavalcante Filho Consultor Geral Marcello Guimarães Machado Freire PODER EXECUTIVO SECRETARIAS MUNICIPAIS Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas - SMAG Edimir Alvares Ribeiro Neto Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC Lucivane Lima de Freitas Secretaria Municipal da Saúde - SMSA Marcelo de Lima Lopes Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo - SMOU Marcelo Mauro Barboza Tenório Secretaria Municipal de Gestão Social SEMGES Moacir Carlos Collini - Interino Secretaria Municipal de Economia, Planejamento e Finanças - SEPF Márcio Vinicius de Souza Almeida Secretaria Municipal de Gestão Ambiental e Assuntos Indígenas - SMGA Daniel Pedro Rios Peixoto Secretaria Municipal de Comunicação Social - SEMUC Eliane de Souza Rocha Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito - SMST Gerson da Costa Moreno Júnior Secretaria Extraordinária de Relações Institucionais - SERI Cremildes Duarte Ramos Secretaria Extraordinária de Inclusão Digital - SEID Arthur Henrique Brandão Machado Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional - EMHUR Edgard Dias Magalhães Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura de Boa Vista - FETEC Márcio Vinicius de Souza Almeida - Interino DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE BOA VISTA Editado pelo Departamento do Diário Oficial do Município - GPDO/SMAG ADMINISTRAÇÃO E DIAGRAMAÇÃO Palácio 9 de Julho - Rua General Penha Brasil, Nº São Francisco - Boa Vista - Roraima Telefone: (95) Telefax (95) Site: Nazareno Soares das Neves - Diagramador Marcio Batista Herculano - Diretor

3 3 3) Uso: - Reuniões, solenidades ou atos sociais quando for exigido traje passeio completo para festividades públicas e quando determinado. público externo e quando determinado. II 2º Uniforme Passeio. a) 2º Uniforme A1 (2º A1) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente, gorro sem pala (bibico) ou quepe azul-marinho; - Canícula azul-claro manga comprida; - Gravata vertical azul-marinho; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho, fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; - Sapatos pretos. c) 2º Uniforme B1 (2º B1) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga curta; - Camiseta azul-marinho, alaranjada ou preta, conforme diretorias, grupamentos ou sub-unidades; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho, fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; - Sapatos pretos. 3) Uso: - Em trânsito, atividades diárias e em passeio e quando determinado. 3) Uso - Nas atividades burocráticas de atendimento ao público externo e quando determinado. b) 2º Uniforme A2 (2º A2) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga comprida; - Gravata vertical azul-marinho; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho, fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; - Coturnos pretos. 3) Uso - Nas atividades burocráticas de atendimento ao d) 2º Uniforme B2 (2º B2) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga curta; - Camiseta azul-marinho, alaranjada ou preta, conforme diretorias, grupamentos ou sub-unidades; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho, fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meias pretas; - Coturnos pretos.

4 4 3) Uso: - Em trânsito, serviço em órgãos públicos, atividades diárias e em passeio e quando determinado. 3) Uso: - Instrução, serviço interno e operacional, e em missões em geral e quando determinado. III 3º Uniforme Operacional. a) 3º Uniforme A1 (3º A1) 1) Posse: - Facultativo para todos. - Gorro de pala ou boina correspondente, conforme for determinado; - Gandola azul-marinho manga longa; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos; 3) Uso: - Instrução, serviço interno e operacional, e em missões em geral e quando determinado. c) 3º Uniforme A3 (3º A3) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes da Defesa Civil e ROMU; - Facultativo aos demais. - Gorro de pala ou boina correspondente e chapéu canadense azul-marinho, conforme for determinado; - Braçal para ROMU; - Gandola azul-marinho com 4 bolsos manga longa; - Camiseta alaranjada meia manga para Defesa Civil; - Camiseta azul-marinho meia manga para ROMU; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Botas pretas para Defesa Civil; - Coturnos pretos para ROMU. 3) Uso - Nas atividades diárias de Defesa Civil e ROMU e quando determinado. b) 3º Uniforme A2 (3º A2) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Gorro de pala ou boina correspondente, conforme for determinado; - Gandola azul-marinho manga curta; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos; d) 3º Uniforme B (3º B) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes do GTAM. - Boina preta, gorro de selva preto ou gorro de pala preto conforme for determinado; - Braçal; - Gandola camuflada digital azul manga longa; - Camiseta preta meia manga; - Calça camuflada digital azul; - Cinto de nylon preto com fechamento em velcro; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos;

5 5 3) Uso - No serviço e atividades diárias, formaturas, missões, apresentações e demonstrações dos integrantes do GTAM. - Sunga azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias brancas, tipo soquete; - Tênis preto. 3) Uso: - Nas atividades de patrulhamento nas praias. IV 4º Uniforme Patrulhamento especial. a) 4º Uniforme A (4º A) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes da Ciclo Patrulha. - Capacete branco de ciclista, com pala preta; - Gorro de pala preto, da CICLO PATRULHA; - Óculos pretos; - Camiseta branca manga longa, nas costas o nome Guarda Civil Municipal, em arco, fechando com o nome Ciclo Patrulha, ambos na cor preta; - Luvas pretas; - Bermuda azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias brancas, tipo soquete; - Tênis preto. 3) Uso: - Nas atividades diárias de ciclo patrulheiro. c) 4º Uniforme C (4º C) 1) Posse: - Obrigatório para todos os integrantes da Defesa Civil. - Gorro de pala azul-marinho ou alaranjado, chapéu canadense azul-marinho, conforme for determinado; - Óculos pretos; - Camiseta de guarda-vidas sem manga, tipo regata ou com manga longa; - Calção azul-marinho; - Sunga preta; - Sandália de borracha preta. 3) Uso: - Nas atividades de guarda-vidas e da Defesa Civil nas praias. b) 4º Uniforme B (4º B) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Gorro com pala azul-marinho; - Gorro de pala alaranjado, ou chapéu canadense azul-marinho para a Defesa Civil, conforme for determinado; - Óculos pretos; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa Civil, nas costas o nome Defesa Civil, em arco, fechando com o nome Boa Vista-RR, ambos na cor preta; - Bermuda azul-marinho; Civil; V 5º Uniforme - Treinamento Físico. a) 5º Uniforme A (5º A) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Camiseta branca meia manga; - Camiseta preta meia manga para o GTAM; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa - Calção azul-marinho; - Meias brancas, tipo soquete; - Meias pretas para o GTAM;

6 6 - Tênis preto. 3) Uso: - Treinamento físico e outras atividades quando necessário; VI 6º Uniforme - Para Alunos. a) 6º Uniforme A (6º A) 1) Posse: - Obrigatório para todos os alunos. b) 5º Uniforme B (5º B) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Sunga preta; - Sandália de borracha preta (opcional). - Boina, a cor definida pela instituição de formação; - Camiseta branca meia manga; - Calça jeans, índigo; - Meias brancas, tipo soquete; - Tênis preto. 3) Uso: - Atividades diárias no curso de formação de GCMBV. 3) Uso: - Treinamento físico aquático e outras atividades quando necessário. CAPÍTULO II UNIFORMES FEMININOS Civil; b) 5º Uniforme C (5º C) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Camiseta branca meia manga; - Camiseta preta meia manga para o GTAM; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa - Calça de tac tel azul-marinho; - Meias brancas, tipo soquete; - Meias pretas para GTAM; - Tênis preto. 3) Uso: - Treinamento físico de lutas, defesa pessoal e outras atividades quando necessário. Art. 9º A classificação, a posse, a composição e o uso dos uniformes obedecem às seguintes prescrições: I 1º Uniforme Formal. a) 1º Uniforme A (1º A) 1) Posse: - Obrigatório todos. - Quepe azul-marinho; - Túnica branca; - Camisa branca manga comprida; - Fita preta; - Saia azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meia-calça na cor da pele; - Sapatos pretos (salto alto). 3) Uso:

7 7 - Recepções de gala, solenidades e casamentos ou cerimônias em que exijam rigor para os civis; obrigatório à noite e quando determinado. - Sapatos pretos (salto médio). 3) Uso - Nas atividades burocráticas de atendimento ao público externo e quando determinado. b) 1º Uniforme B (1º B) 1) Posse: - Obrigatório todos. - Quepe azul-marinho; - Túnica azul-marinho; - Canícula azul-claro manga comprida; - Fita preta; - Saia azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meia-calça na cor da pele; - Sapatos pretos (salto médio). 3) Uso: - Reuniões, solenidades ou atos sociais quando for exigido traje passeio completo para festividades públicas e quando determinado. b) 2º Uniforme A2 (2º A2) 1)Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga comprida; - Fita preta; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Coturnos pretos. 3) Uso - Nas atividades burocráticas de atendimento ao público externo e quando determinado. II 2º Uniforme Passeio. a) 2º Uniforme A1 (2º A1) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente, gorro sem pala (bibico) ou quepe azul-marinho; - Canícula azul-claro manga comprida; - Fita preta; - Saia ou calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada com Distintivo da GCMBV; - Meia-calça na cor da pele; c) 2º Uniforme B1 (2º B1) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga curta; - Camiseta azul-marinho, alaranjada ou preta, conforme diretorias, grupamentos ou sub-unidades; - Saia ou calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada; - Meia-calça na cor da pele; - Sapatos pretos (salto médio). 3) Uso: - Em trânsito, atividades diárias e em passeio e

8 8 quando determinado. b) 3º Uniforme A2 (3º A2) 1) Posse: - Obrigatório para todos. d) 2º Uniforme B2 (2º B2) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Boina correspondente ou gorro sem pala (bibico); - Canícula azul-claro manga curta; - Camiseta azul-marinho, alaranjada ou preta, conforme diretorias, grupamentos ou sub-unidades; - Calça azul-marinho, tipo social; - Cinto azul-marinho com fivela prateada; - Coturnos pretos. 3) Uso: - Em trânsito, serviço em órgãos públicos, atividades diárias e em passeio e quando determinado. - Gorro de pala ou boina correspondente, conforme for determinado; - Gandola azul-marinho manga curta; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos; 3) Uso: - Instrução, serviço interno e operacional, em missões em geral e quando determinado. III 3º Uniforme Operacional. a) 3º Uniforme A1 (3º A1) 1) Posse: - Facultativo para todos. - Gorro de pala ou boina correspondente, conforme for determinado; - Gandola azul-marinho manga longa; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos; 3) Uso: - Instrução, serviço interno e operacional, em missões em geral e quando determinado. c) 3º Uniforme A3 (3º A3) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes da Defesa Civil e ROMU; - Facultativo aos demais. - Gorro de pala ou boina correspondente e chapéu canadense azul-marinho, conforme for determinado; - Braçal para ROMU; - Gandola azul-marinho com 4 bolsos manga longa; - Camiseta alaranjada meia manga para Defesa Civil; - Camiseta azul-marinho meia manga para ROMU; - Calça azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Botas pretas para Defesa Civil; - Coturnos pretos para ROMU.

9 9 3) Uso - Nas atividades diárias de Defesa Civil e ROMU e quando determinado. - Tênis preto. 3) Uso: - Nas atividades diárias de ciclo patrulheiro. d) 3º Uniforme B (3º B) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes do GTAM. - Boina preta, gorro de selva preto ou gorro de pala preto conforme for determinado; - Braçal; - Gandola camuflada digital azul manga longa; - Camiseta preta meia manga; - Calça camuflada digital azul; - Cinto de nylon preto com fechamento em velcro; - Cinto de guarnição; - Meias pretas; - Coturnos pretos; 3) Uso - No serviço e atividades diárias, formaturas, missões, apresentações e demonstrações dos integrantes do GTAM. b) 4º Uniforme B (4º B) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Gorro com pala azul-marinho; - Gorro de pala alaranjado, ou chapéu canadense azul-marinho para a Defesa Civil, conforme for determinado; - Óculos pretos; - Camiseta azul-marinho meia manga; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa Civil, nas costas o nome Defesa Civil, em arco, fechando com o nome Boa Vista-RR, ambos na cor preta;; - Bermuda azul-marinho; - Sunga azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias brancas, tipo soquete; - Tênis preto. 3) Uso: - Nas atividades de patrulhamento nas praias. IV 4º Uniforme Patrulhamento especial. a) 4º Uniforme A (4º A) 1) Posse: - Obrigatório para os integrantes da Ciclo Patrulha. - Capacete branco de ciclista, com pala preta; - Gorro de pala preto, da CICLO PATRULHA; - Óculos pretos; - Camiseta azul celeste manga longa, nas costas o nome Guarda Civil Municipal, em arco, fechando com o nome Ciclo Patrulha, ambos na cor preta; - Luvas pretas; - Bermuda azul-marinho; - Cinto azul-marinho com fivela prateada lisa; - Cinto de guarnição; - Meias brancas, tipo soquete; d) 4º Uniforme C (4º C) 1) Posse: - Obrigatório para todos os integrantes da Defesa Civil. - Gorro de pala azul-marinho ou alaranjado, chapéu canadense azul-marinho, conforme for determinado;

10 10 - Óculos pretos; - Camiseta de guarda-vidas sem manga, tipo regata ou com manga longa; - Calção azul-marinho; - Sunga preta; - Sandália de borracha preta. 3) Uso: - Nas atividades de guarda-vidas e da Defesa Civil nas praias. d) 5º Uniforme C (5º C) 1) Posse: - Obrigatório para todos. Civil; V 5º Uniforme - Treinamento Físico. a) 5º Uniforme A (5º A) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Camiseta branca meia manga; - Camiseta preta meia manga para o GTAM; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa - Calção azul-marinho; - Meias brancas, tipo soquete; - Meias pretas para o GTAM; - Tênis preto. Civil; - Camiseta branca meia manga; - Camiseta preta meia manga para o GTAM; - Camiseta alaranjada meia manga para a Defesa - Calça de tac tel azul-marinho; - Meias brancas, tipo soquete; - Meias pretas para GTAM; - Tênis preto. 3) Uso: - Treinamento físico de lutas, defesa pessoal e outras atividades quando necessário. 3) Uso: - Treinamento físico e outras atividades quando necessário; b) 5º Uniforme B (5º B) 1) Posse: - Obrigatório para todos. - Maiô preto, tipo nadador; - Sandália de borracha preta (opcional). 3) Uso: - Treinamento físico aquático e outras atividades quando necessário. BV. VI 6º Uniforme - Para Alunos. a) 6º Uniforme A (6º A) 1) Posse: - Obrigatório para todos os alunos. - Boina, a cor definida pela instituição de formação; - Camiseta branca meia manga; - Calça jeans, índigo; - Meias brancas, tipo soquete; - Tênis preto. 3) Uso: - Atividades diárias no curso de formação de GCM-

11 11 Do lado direito acima do bolso 3cm a bandeira do município, entre eles o sutache de identificação do GCM. Os outros bolsos, mede-se 17cm da faixa azul da linha da cintura para cima de ambos os lados por 14cm de largura. O brasão medirá 8cm de largura por 8cm de comprimento e a bandeira 5cm de altura por 7cm de largura. Nas costas a inscrição DEFESA CIVIL em arco, fechando o arco com a inscrição BOA VISTA-RR. É autorizado o uso de colete identificador da Defesa Civil, quando não estiverem fardados, em atividades tipicamente operacionais. - Nas atividades de Defesa Civil. VII 7º Uniforme Gestantes. a) 7º Uniforme A (7º A) 1) Posse: - Obrigatório para todas as gestantes. - Quepe ou boina azul-marinho, - Vestido Jumper, confeccionado em tecido microfibra para gestante, azul-marinho; - Canícula azul-claro meia manga; - Meia-calça cor da pele; - Sapatos pretos (salto baixo ou mocassim). 3) Uso: - Nas atividades diárias das gestantes. entre eles o sutache ixa azul da linha da II Agasalho esportivo 1) Camisa Em tecido de tactel na cor azul-marinho, com um friso azul-claro, com 40 mm de largura, na lateral externa das mangas, partindo do ombro até o início do punho, aberta a frente e fechada por um zíper, gola simples, mangas compridas, punho e cintura sanfonados, na cor azul-claro, com 40 mm de largura. Na frente e parte superior do lado esquerdo o Brasão da Guarda Civil Municipal e na parte inferior dois bolsos inclinados fechados com zíper. Faixas em diagonal azul-claro, partindo do ombro, com 100 mm de altura, em direção ao zíper, formando um V, de forma que o brasão fique na parte azul-claro. Nas costas o nome Guarda Civil Municipal, em arco, fechando com o nome Boa Vista-RR, ambos na cor branca, com 40 mm de altura. 2) Calça Do mesmo tecido e cor da camisa, com um friso azul-claro, com 40 mm de largura, na lateral externa das pernas, partindo do cós, sem bragüilha, bolsos chapados à frente, dos dois lados. Cós ajustado por um elástico de 20 mm, costurado internamente, com cadarço branco atado na frente, internamente. CAPÍTULO III PEÇAS, DISTINTIVOS, EMBLEMAS, INSÍGNIAS, SÍMBOLOS E ACESSÓRIOS Art. 10. São peças, distintivos, brasões, emblemas, insígnias, símbolos e acessórios da Guarda Civil Municipal de Boa Vista o constante deste artigo: - Em atividades esportivas, comitivas esportivas, datas comemorativas e quando for determinado. - As unidades, grupamento e diretorias poderão confeccionar Agasalho Esportivo de acordo com o modelo determinado pelo comando da respectiva unidade, grupo ou diretoria. - Durantes as atividades da Guarda Civil Municipal, o Agasalho Esportivo terá status de uniforme, tendo todas as prerrogativas e obrigações dos demais uniformes. I Colete Defesa Civil Tecido hipstop de cor laranja, 70% poliéster e 30% algodão. Terá 4cm de uma faixa de cor azul no contorno da gola descendo até a linha da cintura fechando todo seu contorno com elástico na parte de traz. Duas faixas de tecido refletivo de cada lado paralelas entre si a altura do pescoço medindo 2cm de largura por 16cm de comprimento entre a gola azul e o contorno que seria a manga, que terá seu contorno de tecido azul. Quatro bolsos, dois com inicio a altura dos mamilos medindo 14cm de largura por 17 de comprimento com brasão da Defesa Civil no bolso esquerdo, 17cm abaixo da linha dos mamilos.

12 12 III Bermuda azul-marinho De terbrim ou hipstop, com seis bolsos aplicados externamente, sendo dois na parte anterior embutidos na parte superior, iniciando-se no cós com tamanho máximo de 300 mm; dois costurados à perna da bermuda, na parte externa, na altura da coxa, tendo em sentido vertical uma prega em forma de macho, pespontada a 5 mm das bordas, de largura média de 50 mm, ambos 20 mm acima do joelho com no máximo 250 mm de altura e 210 mm de largura, com as pestanas de pontas curvas de 70 mm de largura, fechadas com velcro; e os outros dois costurados na parte posterior, iniciando-se à 60 mm do cós, tendo em sentido vertical uma prega em forma de macho, pespontada a 5 mm das bordas, de largura média de 50 mm, com 170 mm de altura e 150 mm de largura, com as pestanas de pontas curvas de 70 mm de largura, fechadas com velcro. No cós, cinco presilhas de 55 mm de altura por 30 mm de largura, disposta na frente, nos lados e atrás, para receber o cinto. As pernas com o comprimento que não ultrapasse a altura da parte superior dos joelhos e nem 150 mm acima do mesmo. Podendo ser acolchoada. - No uniforme 4º A e 4º B. IV Boinas De lã impermeabilizada, forrada em tecido na cor preta, de forma circular, debruada com napa de 10 mm de diâmetro, por onde corre um cadarço de algodão na cor preta, de 10 mm de largura, que se destina ao ajustamento da boina. Na copa, no lado oposto ao do reforço existem dois ilhoses de alumínio, na cor preta, com 10 mm de diâmetro, separados em 15 mm. Internamente, no lado direito possui um reforço de plástico de formato semi-circular com 60 mm de raio, destinado a servir de suporte ao distintivo utilizado pela instituição. Na cor preta para o grupamento do GTAM; na cor cinza para o grupamento da Ciclo Patrulha; e na cor azul-marinho para os demais. O distintivo de boina será o Distintivo da GCM/BV-RR ladeado de dois ramos, confeccionado em metal e em alto relevo (3D), com altura mediana de 55mm e largura mediana de 80,78mm, conforme Anexo A. - Nos uniformes 2º A1, 2º A2, 2º B1, 2º B2, 3º A1, 3º A2, 3º A3 e 3º B. - Cor azul-marinho: Todos; - Cor preta: Somente para os integrantes do GTAM; - Cor cinza: Somente para os integrantes da Ciclo Patrulha. V Botas cano longo De vaqueta couro, preta, de forma anatômica cano longo. Fechado com zíper, que inicia-se no tornozelo indo até parte superior da panturrilha, embutido por velcro, na parte interna das pernas. Com refletivos. Na parte superior, região anterior da perna é composta de cano com uma proteção. Com reforço no bico. Na parte inferior é composto de palmilha, visa enfeite, alma, solado e salto de borracha, com desenho antiderrapante, fixado por processo de vulcanização direta ao cabedal e costurado. - Nos uniformes 3º A3. VI Brevês Será bordado, emborrachado, em metal ou acrílico, de acordo com os cursos concluídos. Sendo permitido o uso de até 03 (três). No uniforme operacional, deverá ser afixado no lado esquerdo acima do bolso da gandola. Nos uniformes, formal e passeio, do lado direito acima do bolso, das túnicas e canículas. O de curso de formação de GM deverá ser afixado sobre o bolso esquerdo, no uniforme operacional, e no bolso direito nos uniformes, formal e passeio. Todos os brevês deverão ficar centralizados, tendo como referência os bolsos. devidamente publicados em documento oficial da instituição; - Nos uniformes, formal e passeio: de metal e/ou acrílico; - Nos uniformes operacionais: bordados e/ou emborrachados; - No uniforme 3º B: bordados e/ou emborrachados e somente em escala de cinza. VII Cadarços para coturno De nylon ou algodão com mm de comprimento e 5 mm de diâmetro, nas cores preta. - Nos uniformes que utilizem coturnos; - Na cor branca, conforme for determinado. VIII Sutache identificação individual Formado por um retângulo da mesma largura do bolso, na cor azul-marinho, para as gandolas. O nome de guerra do Guarda Civil Municipal bordado em linha, na cor amarelo ouro para os demais e alaranjado para os integrantes da Defesa Cilvil e na cor cinza para os integrantes da ROMU. No 3º B, na cor preta com o nome bordado em cinza. Em linha vermelha para todos, o tipo sangüíneo e fator RH, tudo em letras de 13 mm de altura, em caixa alta, devendo ser aplicado logo acima do bolso direito. - Nos uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3, na cor azul- -marinho; - No uniforme 3º B, na cor preta. IX Cachecol branco Feito em tergal de algodão branco, no formato de um retângulo de 320 mm x 300 mm, com acabamento em overlock em toda a largura e comprimento. Em um dos lados maiores será aplicada uma tira dobrada, do mesmo tecido, com 20 mm de largura, tendo por dentro outra tira de tecido mais encorpado, ultrapassando 100 mm de cada lado. Sendo o ajuste das tiras, com velcros na mesma cor ou com, no máximo, 03 (três) botões de pressão de 10 mm, na cor branca. - Nos uniformes 2º B1, 2º B2 e 3º A1, devidamente autorizado. X Calça azul-marinho e camuflada De terbrim ou hipstop, com seis bolsos aplicados externamente, sendo dois na parte anterior embutidos na parte superior, iniciando-se no cós com tamanho máximo de 300 mm; dois costurado à perna da calça, na parte externa, na altura da coxa, tendo em sentido vertical uma prega em forma de macho, pespontada a 5 mm das bordas, de largura média de 50 mm, ambos 20 mm acima do joelho com no máximo 250 mm de altura e 210 mm de largura, com as pestanas de pontas curvas de 70 mm de largura, fechadas com velcro; e os outros dois costurados na parte posterior, iniciando-se à 60 mm do cós, tendo em sentido vertical uma prega em forma de macho, pespontada a 5 mm das bordas, de largura média de 50 mm, com 170 mm de altura e 150 mm de largura, com as pestanas de pontas curvas de 70 mm de largura, fechadas com velcro. No cós, cinco presilhas de 55 mm de altura por 30 mm de largura, disposta na frente, nos lados e atrás, para receber o cinto. Bainha lisa, para colocação de bombachas, de forma que permita diminuir a largura da boca da calça, variando de acordo com o calçado. Podendo ser acolchoada. - Azul-marinho: nos uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3. - Camuflada digital: no uniforme 3º B. XI Calça azul-marinho, tipo social - A todos que comprovarem a conclusão dos cursos e 1) Masculino:

13 13 De tecido tipo panamá, na cor azul-marinho, ligeiramente tronco-cônica, na frente 02 (duas) pinças, bainha simples, com quatro bolsos embutidos, sendo dois nas laterais e dois na parte traseira com pestanas de 35 mm de largura nas duas pontas das extremidades e 45 mm no centro, um de cada lado. No cós, sete passadores simples e dispostos na frente, nos lados e atrás, para receber o cinto; 2) Feminino: De feitio e pormenores idênticos às masculinas, possuirá somente dois bolsos embutidos nas laterais, um de cada lado. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1, e 2º B2, para os masculinos; - Nos uniformes 2º A1, 2º A2, 2º B1, e 2º B2, para os femininos. Os bolsos possuem os ângulos inferiores chanfrados, 10 mm no sentido horizontal e 10 mm no vertical, têm dimensões de 120 mm x 140 mm nos mesmos sentidos e são fechados por pestanas, também de forma retangular, com dimensões mínimas de 120 mm por 50 mm, abotoando no centro por um botão de cor branca ou transparente. Os bolsos e as pestanas variarão suas dimensões, proporcionalmente ao tamanho da camisa; 2) Feminino: De feitio e pormenores idênticos às masculinas, sendo as pestanas e parte inferior dos bolsos e a gola, com os cantos arredondados. - No uniforme 1º A. XV Camiseta manga longa branca XII Calção azul-marinho 1) Masculino: Para Superintendente, Inspetor Geral, Inspetor de Área e Inspetor: De tactel, na cor azul-marinho, com duas listras brancas verticais, de 10 mm de largura cada, dispostas nas laterais, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. Para Sub-Inspetor: De tactel, na cor azul-marinho, com uma listra branca vertical, de 10 mm de largura, dispostas nas laterais, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. Para os demais: De tactel, na cor azul-marinho, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. 2) Feminino: De malha grossa de algodão, tipo elanca, cintura elástica sanfonada, para ajustamento, sem bolsos, pernas com comprimento até o meio das coxas. As cores e as listras laterais são idênticas aos modelos masculinos. - Nos uniformes 4º C, 5º A1 e 5º A2. XIII Calça de tactel azul-marinho 1) Masculino: Para Superintendente, Inspetor Geral, Inspetor de Área e Inspetor: De tactel, na cor azul-marinho, com duas listras brancas verticais, de 10 mm de largura cada, dispostas nas laterais, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. Para Sub-Inspetor: De tactel, na cor azul-marinho, com uma listra branca vertical, de 10 mm de largura, dispostas nas laterais, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. Para os demais: De tactel, na cor azul-marinho, preso à cintura por um elástico sanfonado e por um cadarço branco internamente. 2) Feminino: De malha grossa de algodão, tipo elanca, cintura elástica sanfonada, para ajustamento, sem bolsos, pernas com comprimento até o meio das coxas. As cores e as listras laterais são idênticas aos modelos masculinos. - No uniforme 5º C. XIV Camisa branca manga comprida 1) Masculino: De poliéster/algodão (67% poliéster e 33% algodão). Punhos singelos com 60 mm de altura, abotoados por botões. Aberta à frente, ao meio, abotoando por uma ordem de cinco ou seis botões de matéria plástica de 11 mm, cor branca ou transparente, sendo o primeiro na altura da gola, o último na do quadril e os demais eqüidistantes. Colarinho duplo comum. Externamente, na frente e parte superior, dois bolsos, aplicados à altura do peito, de forma retangular, tendo no sentido vertical uma prega em forma de macho, de largura média de 40 mm, eqüidistante dos lados. De tecido de malha de algodão ou pdv (malha fria), fio penteado, de corte reto, gola olímpica de 25 mm de largura com ribana, na mesma cor, mangas até o punho com ribanas, na mesma cor. Bandeira do município na manga direita e logo acima o nome Boa Vista, nas cores cinza ou amarela e o seu comprimento não devendo passar o da bandeira, em arco. Brasão da GCM/BV-RR na manga esquerda. Na altura do peito esquerdo o Brasão da Ciclo Patrulha. Nas costas a inscrição GUARDA CIVIL MUNICIPAL em arco, fechando com a inscrição CICLO PATRULHA em linha reta. - No uniforme 4º A; XVI Camiseta meia manga alaranjada, azul-marinho, branca e preta De tecido de malha de algodão ou pdv (malha fria), nas cores supracitadas, fio penteado, de corte reto, gola olímpica de 25 mm de largura com ribana, na mesma cor, mangas até a metade do braço e bainhas simples com ribanas, na mesma cor. Com o brasão do Grupo/Unidade na altura do peito esquerdo. - Alaranjada: No uniforme 3ºA1, 3º A2, 3º A3, 4º B, 5º A e 5º C, para os integrantes da Defesa Civil; - Azul-marinho: Nos uniformes 2º B1, 2º B2, 3º A1, 3º A2, 3º A3 e 4º B; - Branca: Nos uniformes 5º A1 e 5º C; - Preta: No uniforme 3ºA1, 3º A2, 3º A3, 3º B, 5º A e 5º C, para os integrantes do GTAM; XVII Camiseta regata de Guarda-vidas De tecido Dri-fit ou tela esportiva de secagem rápida na cor laranja. Brasão da Defesa Civil do lado esquerdo com início a altura dos mamilos medindo 8cm por 8cm, Logo abaixo do brasão, com 1cm de intervalo uma faixa azul, medindo 11cm de largura até a extremidade vertical. O nome do GCM na cor azul e o tipo sanguíneo na cor vermelha do lado direito. Nas laterais uma faixa azul, medindo 11cm de largura, de uma extremidade a outra, com a inscrição DE- FESA CIVIL na cor branca. Nas costas as inscrições GUARDA- -VIDAS na cor azul, em linha reta horizontal, medindo 3cm de altura. O símbolo universal de socorreste centralizado. Abaixo a inscrição GUARDA CIVIL MUNICIPAL 153, linha reta horizontal e centralizado. - No uniforme 4º C; XVIII Canícula azul-claro manga comprida 1) Masculino: Na cor azul claro (código da cor #6699FF), de poliéster/algodão (67% poliéster e 33% algodão). Punhos singelos com 60 mm de altura, abotoados por botões. Aberta à frente, ao meio, abotoando por uma ordem de cinco ou seis botões de matéria plástica de 11 mm, cor preta, sendo o primeiro na altura da gola, o último na do quadril e os de-

14 14 mais eqüidistantes. Colarinho duplo comum. Externamente, na frente e parte superior, dois bolsos, aplicados à altura do peito, de forma retangular, tendo no sentido vertical uma prega em forma de macho, de largura média de 40 mm, eqüidistante dos lados. Os bolsos possuem os ângulos inferiores chanfrados, 10 mm no sentido horizontal e 10 mm no vertical, tem dimensões de 120 mm x 140 mm nos mesmos sentidos e são fechados por pestanas, também de forma retangular, com dimensões mínimas de 120 mm por 50 mm, abotoando no centro por um botão de cor preta. Os bolsos e as pestanas variarão suas dimensões, proporcionalmente ao tamanho da camisa; XXII Capacete Conforme estabelece as leis vigentes. Com a identificação refletiva, GAM para os motociclistas e Ciclo patrulha para os ciclistas. Fornecidos pela instituição de acordo com cada atividade. - Nos uniformes 3º A1, 3º A2, 3º A3 e 3º B. XXIII Cinto azul-marinho e preto 2) Feminino: De feitio e pormenores idênticos às masculinas, sendo as pestanas e parte inferior dos bolsos e a gola, com os cantos arredondados. - Nos uniformes 1º B, 2º A1 e 2º A2. XIX Canícula azul-claro manga curta 1) Masculino: Na cor azul claro (código da cor #6699FF), de poliéster/algodão (67% poliéster e 33% algodão). Mangas curtas, com 50 mm acima dos cotovelos, bainha lisa de 25 mm, costas lisas, ligeiramente cintada, aberta na frente, ao meio em toda extensão, sem cancela, abotoando por uma ordem de cinco botões de matéria plástica de 11 mm, cor preta, ficando o primeiro a 30 mm acima da linha das pestanas dos bolsos, o último à altura do quadril e os demais eqüidistantes. Externamente na frente e parte superior, dois bolsos, aplicados à altura do peito, de forma retangular, tendo no sentido vertical uma prega, em forma de macho, 40 mm de largura, eqüidistante dos lados. Os bolsos possuem os ângulos inferiores chanfrados, 10 mm no sentido horizontal e 40 mm no vertical, nas dimensões de 120 mm x 140 mm nos mesmos sentidos e são fechados por pestanas, também em forma retangular, com dimensões mínimas de 120 mm x 50 mm, abotoado ao centro. Gola entretelada, tipo colarino esporte, inteiriço. A abertura central, a gola, os bolsos, as pestanas e machos serão pespontados a 5 mm da borda. Caseados verticais, lapelas do mesmo tecido e tonalidade, terão na base 50 mm de largura e 45 mm de extremidade oposta, abotoadas por botões de cor preta, de 11 mm; 2) Feminino: De feitio e pormenores idênticos às masculinas, sendo as pestanas e parte inferior dos bolsos e a gola, com os cantos arredondados. - No uniforme 2º B1 e 2º B2. XX Canícula azul-claro manga curta para gestante Na cor azul claro (código da cor #6699FF), de poliéster/algodão (67% poliéster e 33% algodão). Gola aberta tipo esporte. Prega macho do lado direito e esquerdo, com 90 mm de profundidade, com costura de 20 mm de largura, distante até 200 mm do ombro. Aberta à frente, ao meio, sem cancela, abotoada por uma ordem de três botões pretos de matéria plástica de 11 mm, sendo o primeiro a 10 mm do início da gola e os demais eqüidistantes entre si. Mangas curtas com 10 mm acima dos cotovelos, com bainha simples de 25 mm. - No uniforme 7º A. XXI Capa de chuva azul-marinho De plástico, impermeável ou impermeabilizado. Comprimento até 50 mm abaixo do joelho. Abotoada na frente, sem trespasses, com cinco botões grandes de jarina azul-marinho, embutidos. Gola simples, costas lisas com costura central. Anestas nas costas, de 350 mm a 400 mm da extremidade inferior da capa. Dois bolsos laterais com abertura para dentro. Mangas lisas. - Sobre qualquer uniforme. De correia de NYLON, cor preta e sem fivela para o uniforme 3º B e na cor azul-marinho para os demais uniformes que exigirem sua utilização, forma plana, lisa com duas auréolas, tendo no mínimo mm e no máximo mm de comprimento, largura de 35 mm e espessura de 0,25 mm. Com fivela prateada com distintivo da GCM/ BV-RR em alto relevo nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2. E com fivela prateada lisa, nos demais uniformes que exigirem a sua utilização. - Todos os uniformes que exigirem a sua utilização. XXIV Cinto de guarnição De correia de NYLON, lona ou em couro na cor preta, forma plana, altura de 50 mm. Fecho plástico ou de metal. - Todos os uniformes que exigirem a sua utilização. XXV Colete balístico De feitio e material idêntico ao utilizado pelas instituições de segurança do estado, na cor preta, nos modelos para motociclistas e ciclistas. Nas costas os nomes GAM, CANIL ou CICLO PATRULHA, refletivos, afixados com velcro, de acordo com a utilização de cada um. Será fornecido pela instituição. - Todos os uniformes que exigirem a sua utilização. XXVI Coturno preto De vaqueta couro ou couro nobuc, preto, de forma anatômica. Na parte superior, é composto de cano, gáspea, biqueira, duas ordens de ilhoses ou ganchos, que atacam por um cadarço de algodão de 6 mm de largura. Na parte inferior é composto de palmilha, visa enfeite, alma, solado e salto de borracha, com desenho antiderrapante, fixado por processo de vulcanização direta ao cabedal e costurado. Admite-se o uso do coturno de cano de lona impermeável (de selva), desde que seja na cor preta, para empregos operacionais. Permitido a utilização de zíperes. - Todos os uniformes que exigirem a sua utilização. XXVII Brasões Bordado ou emborrachado, com o comprimento de 80 mm e largura mediana de 70 mm. Modelo do Brasão da Guarda Civil Municipal e dos demais Grupamentos, Diretorias e Unidades, conforme anexo A. - Nas gandolas, camisas manga longa, meia manga e regata e blusas. XXVIII Fiel preto Confeccionado com cordão preto, trançados e com presilha para afixação do apito.

15 15 - Sempre que utilizarem apito. XXIX Fita preta Fita de seda azul-marinho, armado em forma de laço, confeccionada de modo que o laço tenha 120 mm de comprimento e as pontas fiquem pendentes, com o comprimento de 170 mm. No meio do laço e entre as pontas pendentes é colocado um passador com a mesma fita, tendo cerca de 15 mm de altura, simulando o nó. O sistema de fixação da fita será através de elástico e colchete de gancho. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1 e 2º A2. XXX Fivela prateada De latão polido. É constituída de uma fivela e uma ou duas presilhas. A fivela é ligeiramente abaulada e tem a forma aproximada de um retângulo onde estará esculpido o distintivo da GCM/BV-RR e terá a opção lisa. - Todos os uniformes que exigirem a sua utilização. XXXI Gandola azul-marinho manga curta a dobra do dedo polegar, quando o branco estiver sobre a perna, na posição vertical. É permitida a dobra da manga, iniciando-se pelo punho até que atinja o limite da altura superior do cotovelo, salvo quando o GCM estiver em dispositivo de formatura e de instrução ou quando estipulado pelo Comandante direto. - Nos uniformes 3º A3. XXXIV Gandola camuflada manga longa Em tecido terbrim ou hipstop, to tipo camuflado digital, na cor predominante azul-marinho, com 02 bolsos inclinados com velcro nos dois braços, com dimensões variando entre 0,9 m de largura x 0,10 m de altura por 0,12 m de largura x 0,12 m de altura, à esquerda bolsos inferiores porta caneta. Com 02 bolsos frontais inclinados de peito com velcro, com dimensões variando entre 0,11 m de largura x 0,125 m de altura por 0,145 m de largura x 0,145 m de altura. Gola estilo Mandarim com fecho em velcro. Velcro para patch/insígnias. Reforçado no colovelo. Gancho e laço de velcro. Ziper frontal com fecho de velcro e aba. Regulador de cintura interno. É permitida a dobra da manga, iniciando-se pelo punho até que atinja o limite da altura superior do cotovelo, salvo quando o GCM estiver em dispositivo de formatura e de instrução ou quando estipulado pelo Comandante direto. Em tecido terbrim ou hipstop, com cinco botões na cor preta, medindo 15 mm de diâmetro cada, com dois bolsos dianteiros, na parte superior, com pestanas de 60 mm de largura, fechadas com velcro. Gola tipo blusão com um botão de 15 mm no lado esquerdo e uma casa no lado direito para sua fixação. Mangas curtas, com 50 mm acima dos cotovelos. Cadarço de identificação acima do bolso direito. Podendo ser acolchoada. - No uniforme 3º A2. XXXII Gandola azul-marinho manga longa Em tecido terbrim ou hipstop, com cinco botões na cor preta, medindo 15 mm de diâmetro cada, com dois bolsos dianteiros, na parte superior, com pestanas de 60 mm de largura, fechadas com velcro. Gola tipo blusão com um botão de 15 mm no lado esquerdo e uma casa no lado direito para sua fixação. Mangas longas, de punho com 70 mm de altura, ligeiramente apertada com velcro nas suas extremidades, de maneira que permita seu ajuste completo. Cadarço de identificação acima do bolso direito. Podendo ser acolchoada. - Nos uniformes 3º A1. XXXIII Gandola azul-marinho manga longa 4 bolsos Em tecido terbrim ou hipstop, na cor azul-marinho, sem trespasse, com cinco botões na cor preta, medindo 15 mm de diâmetro cada, com quatro bolsos dianteiros, sendo fixados (fechados) com utilização de velcro na cor do tecido ou preto. Os bolsos superiores com dimensões variando entre 0,11 m de largura x 0,125 m de altura por 0,145 m de largura x 0,145 m de altura, com faixa refletiva nas lapelas. Os bolsos inferiores com as dimensões variando entre 0,16 m de largura x 0,2 m de altura por 0,175 m de largura x 0,22 m de altura, conforme o tamanho da gandola. As pestanas dos bolsos superiores terão um mínimo de 0,05 m de altura e as dos bolsos inferiores um mínimo de 0,06 m. Gola tipo blusão com botão de 15 mm e uma tira de segurança do mesmo tecido, costurada no lado esquerdo, com velcro na extremidade e no lado direito da gola, para sua fixação. Mangas de punho com 70 mm de altura, ligeiramente apertada com velcro nas suas extremidades, de maneira que permita seu ajuste completo. Forrada em tecido duplo pespontado em xadrez na frente, partindo da costura de ombro até a sua extremidade final. Mesmo forro na parte de trás até a altura da cintura e nas mangas, conforme a figura. O comprimento da gandola deve atingir no máximo - No uniforme 3º B. XXXV Gorro com pala alaranjado e azul-marinho De terbrim ou hipstop, com forro de modo a conservar sempre a sua armação, dotado de fecho regulável com velcro, colocado na sua parte posterior. Sua capa será formada de cinco partes distintas, com pespontos em ambos os lados das costuras que as unem e com ilhoses em cada uma das duas laterais e das duas posteriores. Na parte anterior é colocado o distintivo da GCMBV, bordado, ladeado com dois ramos, com tamanho médio de 80mm de altura e 117mm de largura, conforme Anexo A. - Alaranjado: para todos os uniformes de serviço e instrução, para os integrantes da Defesa Civil; - Azul-marinho: Nos uniformes que exigirem a sua utilização; XXXVI Chapéu canadense Com estilo clássico canadense com proteção de pescoso; chapéu esportivo, produzido em tecido rip stop, brim ou em poliamida de alta tenacidade com propriedades de resistência e secagem rápida; tela nas laterais superiores para ventilação; botões nas laterais; possui cordão para segurança; proteção de pescoço não destacável, fixado por três botões de pressão internos ao chapéu; possui cordinha para segurança; cor: azul-marinho. Com o distintivo previsto para o gorro de pala azul-marinho. - Todos os uniforme operacionais, para os integrantes da Defesa Civil. XXXVII Gorro de selva preto Com estilo clássico canadense; chapéu esportivo, produzido em tecido rip stop, brim ou em poliamida de alta tenacidade com propriedades de resistência e secagem rápida; tela nas laterais superiores para ventilação; botões nas laterais; possui cordão para segurança; possui cordinha para segurança; cor: preta. Com o brasão do GTAM fixado em velcro na parte inferior da aba, no lado direito, alinhado com a cordinha de segurança, podendo ser bordado ou emborrachado, com tamanho médio de 60mm de altura por 42mm de largura. - Todos os uniforme operacionais, para os integran-

16 16 tes do GTAM. XXXVIII Gorro com pala azul marinho e alaranjado De terbrim ou hipstop, com forro de modo a conservar sempre a sua armação, dotado de fecho regulável com velcro. Na parte anterior, colocado o Distintivo da GCM/BV- -RR, bordado, conforme Anexo A. Sua capa será formada de seis partes distintas, com pespontos em ambos os lados das costuras que as unem e com ilhoses em cada uma das duas laterais e das duas posteriores. - Todos os uniformes: 3º A1, 3º A2, 3º A3; - Azul-marinho: Todos; - Alaranjado: Integrantes da Defesa Civil. XXXIX Gorro com pala preto De terbrim ou hipstop, com forro de modo a conservar sempre a sua armação, dotado de fecho regulável com velcro, colocado na sua parte posterior. Sua capa será formada de seis partes distintas, com pespontos em ambos os lados das costuras que as unem e com ilhoses em cada uma das duas laterais e das duas posteriores. Na parte anterior é colocado o nome GTAM, em linha reta, para os integrantes do GTAM, de forma que fique centralizado, nome ROMU, em linha reta, para os integrantes da ROMU, de forma que fique centralizado e CICLO PATRULHA, para os integrantes da ciclo patrulha, sendo CICLO, em arco, e PATRULHA, abaixo no sentido horizontal, ficando centralizado, ambos na cor cinza. - Todos os uniformes 3º A1, 3º A2, 3º A3, 3º B e 4º A; - Grupamentos: Ciclo Patrulha, GTAM e ROMU. XL Gravata vertical azul-marinho De poliéster ou seda, lisa, na cor azul-marinho, feitio comum. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1 e 2º A2. XLI Identificações Bordadas, contendo a abreviação do cargo, seguida da sigla GCM e o nome de guerra, tipo sanguíneo e fator RH, com 11 mm de altura, sendo o nome preto e o tipo sanguíneo e fator RH vermelho, nas camisas alaranjadas e brancas, o nome amarelo ouro e o tipo sanguíneo e fator RH vermelho, nas camisetas azul-marinho e o nome cinza e o tipo sanguíneo e fator RH vermelho, nas camisetas pretas. No colete balístico, utiliza-se um cadarço de identificação, afixado com velcro, na cor preta, contendo a abreviação do cargo, seguida da sigla GCM e o nome de guerra, na cor cinza, e o tipo sanguíneo e fator RH, na cor vermelha, medindo 11 mm de altura. Com as abreviações dos cargos utilizadas nas plaquetas de identificação. - Todas as camisetas manga longa, meia manga e regata; - Todos os coletes balísticos (opcional). XLII Insígnias dos braços Bordados que serão utilizados nas mangas dos uniformes, conforme abaixo: 1) Brasões: Bordado ou emborrachado, com altura mediana de 80 mm, largura mediana de 70 mm e deverá ser afixado do lado esquerdo, conforme for o brasão do grupamento, unidade ou diretoria onde o GCM estiver lotado; 2) Bandeira do município: Bordada ou emborrachada, em forma de retângulo, medindo 50 mm de altura por 75 mm de largura; e deverá ser afixada do lado direita; em escala de cinza somente no uniforme 3º B; 3) Manicacas: Bordadas em forma de arco, com 30 mm de altura por 120 mm de largura, na cor cinza no uniforme 3º B e na cor amarelo ouro, para os demais uniformes. Podem ser utilizadas no máximo de quatro unidades, duas de cada lado, sendo que uma com o nome Boa Vista, afixada acima da bandeira, será obrigatória; Deverão ser afixadas nas mangas acima do item 1 e 2, deste inciso; 4) Divisas de identificação dos cargos: As divisas de identificação dos Guardas Civis Municipais serão confeccionadas em tecido idêntico ao da farda; na cor preta no uniforme 3º B e na cor azul-marinho para os demais uniformes, no tamanho, altura e largura especificados no Anexo A. Os barretes ao centro, em cinza com fundo preto para o uniforme 3º B, em alaranjado para os integrantes da Defesa Civil, neste caso somente nos uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3, em cinza para os integrantes da ROMU somente nos uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3; e amarelo para os demais, conforme Anexo A. - 1ª Classe GCM: 03 (três) barretes. - 2ª Classe GCM: 02(dois) barretes. - 3ª Classe GCM: 01 (um) barrete. - Itens 1, 2 e 3: Em todos os uniformes; - Item 4: Conforme Anexo A. XLIII Insígnias dos ombros a) Luvas: Na cor azul-marinho, forro interno de tecido endurecido, mantendo-a armada; consiste de uma tira fechada em forma de camisa tronco-cônica, medindo 100mm de comprimento, com 60mm na base inferior e 50mm na base superior; possui as insígnias referentes à especialidade do GCM em bordado dispostas de forma centralizada e distribuídas simetricamente em linha longitudinal; é adaptável às ombreiras, revestindo-as, conforme Anexo A. b) Platinas: Na cor azul-marinho; confeccionada em placa de cloreto de polivinil ou outro material similar que seja sintético e rígido, revestida de tecido panamá; de forma pentagonal, medindo 130mm de comprimento por 60mm de largura, com uma extremidade em base reta e a outra convergindo incisivamente a 25mm da outra extremidade para terminar em um ângulo obtuso, onde existe um botão de 15mm de metal dourado com o distintivo da GCM/BV-RR em auto-relevo; possui na parte inferior uma tira plástica flexível com 13mm de largura e 105mm de comprimento, disposta longitudinalmente, fixada próximo á extremidade obtusa e prendendo-se junto à base através de um botão metálico de pressão, tendo, como finalidade, sustentar a platina ao ombro das camisas e túnicas através da passagem da tira pelo passante existente nessas peças de fardamento; serve como base para a fixação das insígnias metálicas dos Subinspetores, Inspetores e Superintendente, sendo que neste caso as estrelas terão dimensões de 25mm; os triângulos terão dimensões de 27mm; o brasão do município de Boa Vista, ladeado por ramos, medindo 32mm de altura por 40mm de largura; contorno bordado, na mesma cor do tecido da platina; usadas nas túnicas e canículas. - Superintendente GCM: com três estrelas na horizontal, rodeado por uma borda em amarelo ouro; - Inspetor Geral GCM: com um brasão de Boa Vista- -RR e três estrelas, na cor amarela, sendo uma estrela acima e duas abaixo na forma de um triângulo; - Inspetor de Área GCM: com um brasão de Boa Vista-RR e duas estrelas, na cor amarela, sendo as estrelas na vertical; - Inspetor GCM: com um brasão de Boa Vista-RR e uma estrela, na cor amarela, centralizada; - Subinspetor GCM: com um triângulo, na cor amarelo, centralizado. - Platinas: Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2; - Luvas: 3º A1, 3º A2 e 3º A3; - Modelos conforme Anexo A. XLIV Luvas De feitio comum, comercial, modelo conforme as leis vigentes para uso dos motociclistas e ciclistas, sem logomarca, sendo cano curto abotoada por botão de pressão ou velcro, na cor preta. Deixando expostas as falanges média e distal, dos cinco dedos. - Nos uniformes 2º B1, 2º B2, 3º A1 e 3º A2.

17 17 XLVI Maiô de banho De LYCRA preto, tipo olímpico, pernas não cavadas, com alças de 20 mm de largura, com elástico de 7 mm de largura, embutido nos pespontos das cavas, decote, braços e pernas. Decote das costas cavado, frente inteiriça. A parte interna do maiô, possui dois forros do mesmo tecido, na altura do busto e no fundilho, guarnecido internamente. O acabamento é todo OVERLAKADO. Com listras brancas nas laterais para identificação do cargo, idênticas as utilizadas nos calções. - Nos uniformes 4º B, 4º C e 5º B. XLVII Meias brancas esportivas Feitio tipo desportivo, forma lisa, cano curto e sem enfeites. - Nos uniformes 4º B, 5º A e 6º A. XLVII Meia-calça cor da pele De feitio comum, comercial, em tonalidade compatível com a cor da pele da usuária, social, não desfiável, 100% poliamida. - Nos uniformes femininos 1º A, 1º B, 2º A1, 2º B1 e 7º A. XLVIII Meias pretas Feitio comum, forma lisa, tipo social ou desportivo, sem enfeites, cano longo, terminado por sanfona, dobrada e sem enfeites. - Tipo social: Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2; - Tipo desportivo: Nos uniformes 3º A1, 3º A2, 3º A3, 3º B e 5º A. XLIX Óculos pretos Feitio comum, forma lisa, em plástico ou metal, todo preto e sem enfeites. - Conforme a necessidade do serviço. L Paramentos brancos Feitio e modelo, conforme os utilizados pelas Forças Armadas, Polícia Militar e/ou Corpo de Bombeiros Militar, confeccionados na cor branca, os seguintes materiais: Luvas, cinturão e outros que forem necessários. - Nos uniformes 2º B1, 2º B1 e 3º A1, em apresentações coletivas e cerimônias, determinadas pelo comando. LI Plaqueta de identificação Em acrílico, na cor azul-marinho, medindo 80 mm x 15 mm, com 2 mm de espessura, com a abreviatura dos cargos, seguida do nome de guerra do GM, em letras amarelas com 7 mm de altura e o tipo sangüíneo e fator RH, em vermelho. A retaguarda dispõe de dois pinos para fixação ao tecido. As abreviaturas dos cargos serão as seguintes: SUPERINTENDENTE SUP GCM; INSPETOR GERAL IG GCM; INSPETOR DE ÁREA IA GCM; INSPETOR INSP GCM; SUBINSPETOR SI GCM; 1ª CLASSE 1ª CL GCM; 2ª CLASSE 2ª CL GCM; 3ª CLASSE 3ª CL GCM. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2. LII Polainas brancas De terbrim, de lona e de algodão, de forma anatômica, devendo cobrir o tornozelo e o peito do pé. Aberta no lado de fora, abotoado por cinco botões matéria plástica, brancos, de 11 mm. Dispõe de uma correia de tecido, com fivela de metal cromado, costurada ao meio das bordas inferiores, servindo para fixar as polainas ao calçado. - Nos uniformes 2º B1, 2º B2 e 3º A1. LIII Gorro sem pala (bibico) Cor azul-marinho; confeccionado em tecido panamá; com a aba virada em todo seu redor, cruzando as duas pontas na frente, a esquerda sobre a direita, tendo na parte central da aba 70mm de altura, na parte da frente 50mm, e na parte traseira 30mm; carneira do mesmo tecido; possui debrum de 3mm ao longo da aba virada que diferencia o escalão hierárquico do usuário da seguinte forma: 1 para Subinspetores, Inspetores e Superintendente: debrum amarelo ouro; 2 para os demais: debrum cinza prata; - Nos uniformes 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2. LIV Quepe azul-marinho masculino 1) Copa: De tecido poliéster na cor azul-marinho, com armação de aço inoxidável e entretela da de crina; 2) Armação: De papelão-fibra, forrada de oleado preto, debruada em toda a volta com o mesmo oleado, tendo uma lâmina metálica com 90 mm de altura na parte dianteira superior. Cinta de seda ou veludo na cor azul ferrete, com a costura sob o emblema, tendo 50 mm de largura distintivo para quepe; 3) Cinta: De veludo ou gorgorão de seda na cor preta. Envolve a parte inferior da copa do quepe, pelo lado externo, com 30 mm de largura, sendo costurado a ele na parte da frente e sob a costura do crachá; 4) Forro: Costurado à copa, de tecido sintético de cor azul claro; 5) Jugular: Regulável, dourada, de 15 mm de largura, confeccionada com galão de fio dourado, presa nas extremidades em dois botões dourados de 15 mm de diâmetro, em forma de laço na parte frontal mediana do quepe; 6) Carneira: De oleado ou couro marrom, com 40 mm de largura; 7) Pala: De couro ou fibra pregada e embutida na cinta da armação, tendo 55 mm de comprimento na frente, diminuindo na altura dos botões na jugular e aumentando na parte de trás para 40 mm. A parte à frente dos botões da jugular é projetada para baixo, formando com a armação um ângulo de 125º. Confeccionada em feltro endurecido na cor preta, inteiriça em toda a volta da copa. 8) Brasão: Distintivo da Guarda Civil Municipal nas suas cores oficiais, bordado e afixado na parte frontal da copa acima da pala, centralizado. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1 e 2º B1. LV Quepe azul-marinho feminino 1) Copa: Reforçada com entretela grossa, forrada com tecido sintético e revestida de poliéster/algodão de cor azul-marinho, de formato semi-esférico, com aro flexível na extremidade da pala; 2) Armação: De papelão-fibra, forrada de pano oleado em toda

18 18 volta, na cor azul-marinho; 3) Cinta: De veludo ou gorgorão de seda na cor preta. Envolve a parte inferior da copa do quepe, pelo lado externo, com 30 mm de largura, sendo costurado a ele na parte da frente e sob a costura do crachá; 4) Forro: Costurado à copa, de tecido sintético de cor azul claro; 5) Jugular: Regulável, dourada, de 15 mm de largura, confeccionada com galão de fio dourado, presa nas extremidades em dois botões dourados de 15 mm de diâmetro, em forma de laço na parte frontal mediana do quepe; 6) Carneira: De oleado ou couro marrom, com 40 mm de largura; 7) Pala: De couro ou fibra pregada e embutida na cinta da armação, tendo 55 mm de comprimento na frente, diminuindo na altura dos botões na jugular e aumentando na parte de trás para 40 mm. A parte à frente dos botões da jugular é projetada para baixo, formando com a armação um ângulo de 125º e a parte de trás dos mencionados botões é dobrada para cima, encostando-se à copa. Confeccionada em feltro endurecido na cor preta, inteiriça em toda a volta da copa. 8) Brasão: Distintivo da Guarda Civil Municipal nas suas cores oficiais, bordado e afixado na parte frontal da copa acima da pala, centralizado. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º B1 e 7º A. LVI Rede para o coque Feito em linha de crochê ou elástica, de forma que segure o cabelo, em forma de coque, tendo um cordão de elástico para amarração do mesmo. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1, 2º B2 e 7º A; - Nos demais uniformes ou durante o expediente administrativo, seu uso é facultativo. LVII Saia azul-marinho Do mesmo tecido e cor do uniforme formal, ligeiramente EVASÉE, sobre os joelhos. Na parte de trás terá um zíper de 180 mm, saindo do cós; cós inteiriço, fechado no transpasse por um gancho metálico. O cós tem 35 mm de altura. Partindo do cós uma costura vertical na parte traseira, que mantém justa até a parte média das coxas, onde se desajusta numa fenda suave que prossegue unindo o tecido até 270 mm antes da bainha, deixando ali uma abertura. Duas pences na parte de trás. A bainha será na altura dos joelhos. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1 e 2º B1. LVIII Sandália de borracha azul-marinho ou preta Com solado e tiras de borracha e palmilha nas cores supracitadas. - Nos uniformes operacionais, quando estiver impossibilitado de usar bota, coturno ou tênis; - Nos uniformes 4º C e 5º C, devidamente autorizado. LIX Sapatos pretos masculinos De vaqueta cromada, com biqueira arredondada, sem enfeites, atado no peito do pé com cadarço preto, solado e salto de borracha vulcanizada ou palmilhada, com acabamento diversificado, desde que o aspecto geral do sapato não seja alterado. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1 e 2º B1. LX Sapatos pretos feminino 1) Salto alto: A parte superior de bico arredondado de médio para fino, é feita de vaqueta cromada inteiriça, sem lingüeta, costurada na calcanheira, salto alto e fino de 70 mm de altura e forrado com a mesma vaqueta. A parte interna é forrada com cetim e a palmilha acolchoada. O acabamento deverá ser todo pespontado à beira; 2) Salto médio: A parte superior do sapato, de bico arredondado de médio para fino, é feito de vaqueta fosca, forrado com um couro plástico e palmilha acolchoada. Salto largo de 50 mm de altura (sem forro). Solado de sola e salto de borracha sintético ou natural vulcanizada na cor preta; 3) Mocassim: De vaqueta fosca, cor preta, salto baixo e solado de borracha, bico arredondado, lingüeta curta e decotada, reforçada por uma tira de mesmo material, sem fivelas e sem enfeites. Salto com 30 mm de altura; 4) Salto baixo: Mesmo formato e material do sapato salto médio, porém com salto baixo idêntico ao mocassim. - Nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º B1, e 7º A. LXI Sunga preta De tecido de LYCRA ou similar, costurado em ponto de luva, com reforço interno e cadarço embutido no cós para ajuste à cintura. Com listras brancas nas laterais para identificação do cargo, idênticas as utilizadas nos calções. - Nos uniformes 4º B, 4º C e 5º B. LXII Tênis preto Todo preto, de couro ou lona, com cadarço preto e solado de borracha. - Nos uniformes 4º A, 4º B, 5º A, 5º C e 6º A. LXIII Top preto Todo preto ou azul marinho, de cotton, lycra ou elanca, de alça ou regata, justo ao corpo, seu comprimento ficando a 70 mm do umbigo. - Em todos os uniformes operacionais para o seguimento feminino. LXIV Túnica azul-marinho De tecido tipo panamá, na cor azul-marinho, gola aberta de paletó, sem trespasse, folgada no peito e nos ombros, sem enchimento e ligeiramente cintada. Costuras a meio das costas de alto à baixo, aberta no centro a partir da cintura. Mangas com punhos retos, altos, de canhões de 100 mm de altura nas costuras internas e 120 mm de altura nas externas. Quatro bolsos. Os bolsos possuem os ângulos inferiores chanfrados. Os bolsos superiores com dimensões variando entre 110 mm de largura x 125 mm de altura ou 145 mm de largura x 145 mm de altura. Os bolsos inferiores com as dimensões variando entre 160 mm de largura x 200 mm de altura ou 175 mm de largura x 220 mm de altura, conforme o tamanho da túnica. As pestanas dos bolsos superiores terão um mínimo de 50 mm de altura e as dos bolsos inferiores um mínimo de 60 mm, ambas abotoadas com botões pequenos, dourados, sendo o primeiro colocado na linha das costuras inferiores das pestanas dos bolsos superiores e o ultimo na linha das costuras das pestanas dos bolsos inferiores. Lapelas do mesmo tecido da túnica partindo das mangas abotoando na túnica em suas extremidades superiores através de um botão dourado de tamanho pequeno. O comprimento da túnica deve atingir no máximo a dobra do dedo polegar, quando o braço estiver sobre a

19 19 perna, na posição vertical. - No uniforme 1º B. LXV Túnica branca A mesma descrição da túnica azul-marinho, quanto ao feitio e por menores, sendo, no entanto, na cor branca. - No uniforme 1º A. LXVI Túnica azul-marinho ou branca (feminina) A mesma descrição da túnica azul-marinho ou branca masculina, quanto ao feitio, sendo as pestanas e parte inferior dos bolsos e a gola, com os cantos arredondados. - Nos uniformes 1º A e 1º B. LXVII Vestido Jumper para gestante Confeccionado em idêntico ao da saia, na cor azul- -marinho, com decote em V a 220 mm da altura do ombro. Sem mangas. Com prega costurada até a altura dos quadris. Com faixa de 40 mm de largura e 800 mm de comprimento, fixada até 380 mm da altura do ombro. Zíper de 600 mm nas costas, iniciando a 20 mm do colchete. - No uniforme 7º A. Figura 2. c. Brasão da Ciclo Patrulha Constituído por uma flâmula na cor preta e bordas na cinza, com as inscrições: CICLO, em linha reta, na cor cinza, na parte superior e em fonte arial ; CILCO PATRULHA MUNICIPAL, em arco, na cor cinza, na parte superior e em fonte arial ; Com a imagem de um bicicleta, no centro, em cor cinza, conforme figura 3. GABINETE DA PREFEITA ANEXO A DESCRIÇÃO DOS BRASÕES, DISTINTIVOS, E DIVISAS DE ESPECIALIDADE 1.BRASÕES E DISTINTIVOS a. Brasão da Guarda Civil de Boa Vista-RR O Brasão da GCM/BV-RR é constituído de uma flâmula na cor azul-marinho, com borda amarela, com o brasão do município de Boa Vista-RR ao centro, ladeado por 02 (dois) ramos verdes, acima a inscrição GUARDA CIVIL MUNICIPAL, com fonte arial black1, em formato de arco. Entre o brasão do município e a inscrição, um castelo na cor amarelo e borda preta, simbolizando o Forte São Joaquim. Abaixo do brasão do município, uma faixa branca com as inscrições Protetor e Amigo, logo abaixo as inscrições BOA VISTA-RR, em formato de acro e a data anual 1990 em linha reta, ambos na fonte arial black1, conforme figura 1. Figura 3. d. Brasão do Grupo Tático Municipal Constituído por uma flâmula no formato de um escudo anti-tumulto, com bordas pretas ou vermelhas na parte superior a sigla GTAM, em cor preta ou vermelha, em fonte Arial Black, e na parte inferior a sigla GCM/BV-RR, em cor preta, em fonte Arial Black. Ao centro a imagem da cabeça de um cão, em preto e cinza, que simboliza as ações de Operações com Cães (Canil); a imagem de uma máscara contra-gases, em preto e cinza, que simboliza as ações de Controle de Distúrbios Civis - DCD (Choque); a imagem de uma motocicleta, em preto, que simboliza as ações de intervenções táticas com motocicletas (GAM); a imagem de um raio, em vermelho ou cinza, que simboliza a velocidade e poder do GTAM. Conforme figura 4. Figura 4. Figura 1. b. Distintivo da Guarda Civil Municipal de Boa Vista-RR Em polígono em formato circular, com 28 pontas, na cor amarela; ao centro o Brasão do município de Boa Vista-RR, ladeado por ramos na cor verde; acima do Brasão do município de Boa Vista-RR um castelo na cor amarelo e borda preta, simbolizando o Forte São Joaquim; circulando o Brasão do município de Boa Vista-RR a inscrição GUAR- DA CIVIL MUNICIPAL, fonte arial black1, na cor branca, de fundo à inscrição, uma linha circular na cor azul. Conforme figura 2. e. Brasão da Ronda Ostensiva Municipal O Brasão em forma de hexágono representa forma moderna de proteção e segurança, trazendo consigo símbolos e cores com os seguintes significados: a Rama revela a missão que tem o grupamento, o que deve fazer ou ser durante sua existência, para que atinja sucesso e alcance suas metas e objetivos, ainda revestidos de Lealdade e responsabilidade. O Circulo dentro do Hexágono representa flexibilidade, o infinito, ilimitado, predominando a ideia de totalidade e especialidade, de movimento, de inovação. A Águia símbolo de força, dignidade e renovação é representada no centro do circulo e consequentemente do Brevê, sempre presente quando a população precisar. O Branco quadriculado representa presença constante, a união entre os integrantes do grupamento ROMU e a população de Boa Vista. A cor Cinza vem transmitir tranquilidade, o suces-

20 20 so e a qualidade pelo serviço que é prestado pela unidade ROMU. A cor Preta favorece a auto-análise, prevalecendo à dignidade do serviço levado pelo grupamento ROMU a população boa-vistense. Conforme figura 5. Figura 10. Figura DIVISAS DE ESPECIALIDADE a. Superintendente, Inspetores e Subinspetores 1) Luvas As luvas de Superintendente, Inspetores e Subinspetores, serão fixadas nas ombreiras nos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 2º B2, 3º A1, 3º A2 e 3º A3, conforme a figura 6. Para os integrantes da Defesa Civil, o modelo será de acordo com a figura 7, neste caso somente para os uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3. Para os integrantes da ROMU, o modelo será de acordo com a figura 8, neste caso somente para os uniformes 3º A1, 3º A2 e 3º A3, conforme as especificações a seguir: Figura 11. 3) Divisas de gola As divisas de gola serão usadas pelos Inspetores e Subinspetores somente no uniforme 3º B (GTAM), podendo ser bordadas ou emborrachadas, conforme as especificações das figuras 12 e 13 e serão posicionadas nos uniformes conforme figura 14. Figura 6. Figura 7. Figura 8. Figura 12. Figura 9. 2) Platinas As platinas de Superintendente, Inspetores e Subinspetores, serão fixadas nas ombreiras dos uniformes 1º A, 1º B, 2º A1, 2º A2, 2º B1 e 2º B2. Conforme as figuras a seguir: Figura 13. Figura 14. 4) Estrela e Triângulo O diâmetro da estrela das Platinas e Luvas dos Superintendente e Inspetores, tanto bordada, quanto em metal, será conforme a figura 14. O diâmetro do triângulo das

DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS DO RUCBMRN

DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS DO RUCBMRN CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMRN (RUCBM) ANEXO I DA PORTARIA Nº 153 GAB CMDO, DE 29 DE AGOSTO DE 2014. DESCRIÇÃO DOS UNIFORMES, INSÍGNIAS E DISTINTIVOS

Leia mais

S.R. DA HABITAÇÃO E EQUIPAMENTOS. Portaria n.º 8/2004 de 5 de Fevereiro

S.R. DA HABITAÇÃO E EQUIPAMENTOS. Portaria n.º 8/2004 de 5 de Fevereiro S.R. DA HABITAÇÃO E EQUIPAMENTOS Portaria n.º 8/2004 de 5 de Fevereiro Atendendo a que os modelos dos uniformes e distintivos a utilizar pelos elementos do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros

Leia mais

Art. 1º. Fica aprovado o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/RN), anexo ao presente Decreto.

Art. 1º. Fica aprovado o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/RN), anexo ao presente Decreto. Decreto nº 16.039, de 3 de maio de 2002. Dispõe sobre o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte(RUCBM/ RN). O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando da

Leia mais

REGULAMENTO DE UNIFORMES

REGULAMENTO DE UNIFORMES POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS ANEXO III REGULAMENTO DE UNIFORMES TÍTULO I Generalidades Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS ESTADO DO PARÁ

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS ESTADO DO PARÁ 1. Dados Gerais da Licitação Número do Processo Licitatório PA 031/2016 Exercício 2016 Modalidade Tipo Objeto Registro de Preços Originário de Pregão Presencial Menor Preço Status Publicada Contratação

Leia mais

Palácio Paiaguás, em Cuiabá, 18 de outubro 2012, 191º da Independência e 124º da República. Transc. D.O. n 25911 de 18/10/2012

Palácio Paiaguás, em Cuiabá, 18 de outubro 2012, 191º da Independência e 124º da República. Transc. D.O. n 25911 de 18/10/2012 DECRETO Nº 1.400, DE 18 DE OUTUBRO DE 2012. Aprova o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso RUPM/MT e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso

Leia mais

SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS

SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR DA PARAÍBA (RUPMPB) SEÇÃO III DOS UNIFORMES DAS UNIDADES ESPECIALIZADAS I - 8º UNIFORME CAVALARIA 8º UNIFORME A (8ºA) - CAVALARIA HISTÓRICO NEGO a) 8º UNIFORME

Leia mais

FICHAS REFERENCIAIS UNIFORMES SENAC

FICHAS REFERENCIAIS UNIFORMES SENAC FICHAS REFERENCIAIS UNIFORMES SENAC RECEPÇÃO - SECRETARIA ESCOLAR - CENTRAL DE MATRÍCULA CAIXAS - CONTACT CENTER - BIBLIOTECA FEMININO - INVERNO 01 RECEPÇÃO - SECRETARIA ESCOLAR - CENTRAL DE MATRÍCULA

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 14 / 15

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 14 / 15 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 14 / 15 CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 12 / 14 Aos dezesseis dias do mês de abril do ano de 2015, nas dependências do Departamento de Compras e Licitações, situado na Avenida Presidente

Leia mais

APÊNDICE V. Modelos de Uniforme e Crachá

APÊNDICE V. Modelos de Uniforme e Crachá APÊNDICE V Modelos de Uniforme e Crachá MARÇO DE 2016 1 23 ÍNDICE 1.1. Apresentação...3 1.2. Tecidos...3 2.1. Gerente Feminino...5 2.2. Atendente Feminino...7 2.3. Gestante...9 2.4. Orientador Feminino...

Leia mais

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS 1- COLETE : - Azul marinho; - 02 (duas) faixas refletivas, na direção horizontal, na cor laranja;

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA 8428-(2) Diário da República, 1.ª série N.º 185 22 de setembro de 2015 PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Portaria n.º 304-A/2015 de 22 de setembro A Lei n.º 19/2004,

Leia mais

Anexo ao Decreto XXXXXXXXX. CAPÍTULO I Das Disposições Gerais

Anexo ao Decreto XXXXXXXXX. CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Anexo ao Decreto XXXXXXXXX CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Art. 1º - O presente Regulamento contém as prescrições sobre os uniformes, peças complementares, insígnias e distintivos do Corpo de Bombeiros

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015. Série. Número 34

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015. Série. Número 34 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS Portaria n.º 50/2015 Aprova o Regulamento do Fardamento

Leia mais

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado.

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado. DECRETO N.º 18.063, de 06 de agosto de 1986 Aprova o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Ceará e dá outras providências O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais que

Leia mais

ATO Nº 173/2004. I - Técnico Judiciário - Área Administrativa - Especialidade Transporte; (Redação dada pelo Ato nº 121/2009)

ATO Nº 173/2004. I - Técnico Judiciário - Área Administrativa - Especialidade Transporte; (Redação dada pelo Ato nº 121/2009) ATO Nº 173/2004 Dispõe sobre o uso de uniforme de serviço por servidores ocupantes dos cargos que especifica ou requisitados, dentre outras providências. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA

Leia mais

Uniformização das Unidades de Atendimento Integrado

Uniformização das Unidades de Atendimento Integrado Uniformização das Unidades de Atendimento Integrado 1 POSTOS UAI - PROJETO DE UNIFORMIZAÇÃO ARTIGO COD. PAG FUNÇÃO AGASALHO FEMININO BEGE T- 11/ T-12 58 COPEIRA AGASALHO FEMININO PRETO T-13 13 ATEN. RECEPÇÃO,

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 04-059/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 051/2014

PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 04-059/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 051/2014 Estado da Paraíba PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 04-059/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 051/2014 Aos vinte e dois dias do mês de outubro do ano de 2014 a, através da Comissão Especial de Registro de Preços,

Leia mais

ANEXO IX ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Referente ao Pregão nº 038/2010

ANEXO IX ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Referente ao Pregão nº 038/2010 ANEXO IX ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Referente ao Pregão nº 038/2010 LOTE 01: ESPECIFICAÇÕES DO ITEM 1: Blusa para usuários do sexo feminino, colarinho, com pence de busto no sentido horizontal frente e pence

Leia mais

DESCRIÇÃO UNIFORMES BLAZER FEMININO

DESCRIÇÃO UNIFORMES BLAZER FEMININO DESCRIÇÃO UNIFORMES BLAZER FEMININO Blazer padrão alfaiataria, acinturado, modelo tradicional com três botões bolsos com lapelas. Tecido composto c/ 100% poliéster, (padrão Sanyotex ou Superior); Sanyotex:

Leia mais

UNIFORME SESI. Especificação Técnica

UNIFORME SESI. Especificação Técnica UNIFORME SESI Especificação Técnica 2015 SUMÁRIO 1. CAMISETA MANGA CURTA 3 2. CAMISETA MANGA LONGA 10 3. REGATA 17 4. POLO MASCULINA 24 5. POLO FEMININA 32 6. JAQUETA MASCULINA - TACTEL 40 7. JAQUETA MASCULINA

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA

COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E HISTÓRICO DA AERONÁUTICA Fl. nº 1 Rio de Janeiro, 13 de abril de 2005 ADITAMENTO AO BOLETIM DO COMANDO DA AERONÁUTICA Nº 068 Para conhecimento do Pessoal

Leia mais

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul 11-1 0-1977 Diário Oficial Estado de Mato Grosso do Sul ANO XXXII n. 7.655 CAMPO GRANDE-MS, QUARTA-FEIRA, 68 PÁGINAS GOVERNADOR ANDRÉ PUCCINELLI Vice-Governador MURILO ZAUITH Secretário de Estado de Governo

Leia mais

R E G U L A M E N T O UNIFORMES ESCOLARES E FARDAS DE TRABALHO

R E G U L A M E N T O UNIFORMES ESCOLARES E FARDAS DE TRABALHO R E G U L A M E N T O UNIFORMES ESCOLARES E FARDAS DE TRABALHO Outubro 2015 1 UNIFORMES E FARDAS DE TRABALHO Os uniformes escolares e fardas de trabalho integram a imagem das Escolas de Hotelaria e Turismo

Leia mais

7518 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 273 24 de Novembro de 2001 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. c) Uniforme n. o 2; d) Uniforme n. o 3.

7518 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 273 24 de Novembro de 2001 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. c) Uniforme n. o 2; d) Uniforme n. o 3. 7518 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 273 24 de Novembro de 2001 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Portaria n. o 1314/2001 de 24 de Novembro Nos termos do disposto no artigo 43. o do Regulamento Geral

Leia mais

REGULAMENTO DO UNIFORME N.º 2 FARDA DE TRABALHO DO REGIMENTO DE SAPADORES BOMBEIROS. CAPÍTULO I Disposições gerais

REGULAMENTO DO UNIFORME N.º 2 FARDA DE TRABALHO DO REGIMENTO DE SAPADORES BOMBEIROS. CAPÍTULO I Disposições gerais REGULAMENTO DO UNIFORME N.º 2 FARDA DE TRABALHO DO REGIMENTO DE SAPADORES BOMBEIROS CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Objecto O presente regulamento define o uniforme n.º 2, farda de trabalho, dos

Leia mais

INSTITUCIONALIZA O UNIFORME

INSTITUCIONALIZA O UNIFORME DECRETO Nº29.482, de 03 de outubro de 2008. INSTITUCIONALIZA O UNIFORME DO PROGRAMA RONDA DO QUARTEIRÃO E MODIFICA O DECRETO Nº18.063, DE 06 DE AGOSTO DE 1986 (REGULAMENTODE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR

Leia mais

REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMAL

REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMAL 2014 REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE ALAGOAS Maceió-AL 1 COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO NOVO REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CBMAL Presidente Cel. QOBM/Comb. Mat. 139983-4 - Adriano

Leia mais

FICHA TÉCNICA DATA: 18-05-12 FARDAMENTO ALUNO TÉCNICO

FICHA TÉCNICA DATA: 18-05-12 FARDAMENTO ALUNO TÉCNICO 1 FICHA TÉCNICA FARDAMENTO ALUNO TÉCNICO DATA: 18-05-12 DESCRIÇÃO: CAMISETA COM RECORTES LATERAIS, MANGA MEIA CAVA COM RECORTE NO CORPO DA CAMISETA, GOLA EM ESTILO MANDARIM COM ABERTURA EM ZÍPER E PUNHO

Leia mais

Coordenadoria Geral de Licitações ATA PUBLICADA DOC 16/08/2007 PÁG. 63/64. Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO

Coordenadoria Geral de Licitações ATA PUBLICADA DOC 16/08/2007 PÁG. 63/64. Anexo I MEMORIAL DESCRITIVO ATA UBLICADA DOC 16/08/2007 Á. 63/64 Anexo I EORIAL DESCRITIVO I DA DESCRIÇÃO DO OBJETO 1 O presente emorial presta-se a DESCRIÇÃO DE UNIFORES ARA O USO DE SERVIDORES JUNTO AS RAÇAS DE ATENDIENTO DAS SUBREFEITURAS,

Leia mais

PREGÃO Nº 008/2012 CML/PM ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2013 GERP/SEMAD EMPRESA VENCEDORA: COMÉRCIO E INDÚSTRIA EQUILÍBRIO LTDA

PREGÃO Nº 008/2012 CML/PM ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2013 GERP/SEMAD EMPRESA VENCEDORA: COMÉRCIO E INDÚSTRIA EQUILÍBRIO LTDA PREGÃO Nº 008/2012 CML/PM ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 003/2013 GERP/SEMAD No dia 16 de abril de 2013, no Órgão Gerenciador, foram registrados os preços das empresas abaixo identificadas, para eventual

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO E QUANTIDADE DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO E QUANTIDADE DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÃO E QUANTIDADE DO OBJETO LOTE 0 Item DESCRIÇÃO DO MATERIAL Código Quant. Unid. 2 3 4 5 6 7 8 9 0 CURTA, GOLA CARECA, IMPRESSÃO EM SILK SCREEN, TAMANHO P (66CM X 46 CM), CONFORME LAY-OUT

Leia mais

COMO TIRAR MEDIDAS. Na modelagem industrial, as medidas são padronizadas, mas é sempre bom saber como elas são tiradas.

COMO TIRAR MEDIDAS. Na modelagem industrial, as medidas são padronizadas, mas é sempre bom saber como elas são tiradas. COMO TIRAR MEDIDAS Na modelagem industrial, as medidas são padronizadas, mas é sempre bom saber como elas são tiradas. MEDIDAS HORIZONTAIS OU DE CIRCUNFERÊNCIA. 1. PESCOÇO OU DEGOLO: passe a fita métrica

Leia mais

DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006

DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006 1 DECRETO Nº 39.034, DE FEVEREIRO DE 2006 APROVA O REGULAMENTO DE UNIFORMES DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,

Leia mais

O que é um traje típico?

O que é um traje típico? O que é um traje típico? Conta a história que os nobres se revoltavam com o povo por eles imitarem suas vestimentas. Foi criada então uma lei que proibia o povo usar trajes iguais aos da nobreza. Quem

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 43.430, DE 29 DE OUTUBRO DE 2004. (republicado no DOE nº 03, de 06 de janeiro de 2005) (vide abaixo publicação

Leia mais

ANEXO V PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA PREGÃO N. 038/2010

ANEXO V PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA PREGÃO N. 038/2010 À DME Distribuição S/A - DMED PREGÃO N. 038/2010 A empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob o n..., estabelecida à Av./Rua..., n..., bairro..., na cidade de..., CEP..., telefone..., fax..., e-mail..., vem pela

Leia mais

MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI. MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI

MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI. MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI MATERNAL A e B Dança: BUMBA MEU BOI Chapéu de palha encapado com veludo preto, decorado com renda branca franzida na borda arabescos e acabamento feito com galão dourado,

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA ICA 168-6/2011 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA PESSOAL-MILITAR RCA 35-2 REGULAMENTO DE UNIFORMES PARA OS MILITARES DA AERONÁUTICA (RUMAER) 2012 MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DIRETORIA

Leia mais

SUMÁRIO. Apresentação. I. Instrução Normativa da Presidência... 05 II. Despacho da Corregedoria... 16

SUMÁRIO. Apresentação. I. Instrução Normativa da Presidência... 05 II. Despacho da Corregedoria... 16 SUMÁRIO Apresentação I. Instrução Normativa da Presidência... 05 II. Despacho da Corregedoria... 16 SEPARATA DO BOLETIM DE SERVIÇO Nº 20 ANO XXV Outubro - 2012 APRESENTAÇÃO Esta Separata do Boletim de

Leia mais

CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO

CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO A OSCIP INSTITUTO DE GESTÃO DE PROJETOS DA NOROESTE PAULISTA, organização da sociedade civil de interesse público, inscrita no CNPJ sob nº. 07.393.885/0001-85, estabelecida

Leia mais

DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994

DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994 DECRETO Nº 16.144, DE 27 DE JULHO DE 1994 APROVA o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Amazonas e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, usando das atribuições que lhe são

Leia mais

Página 1 de 6 KIT ENXOVAL PARA RECÉM-NASCIDOS COMPOSTO DE: - 01 cobertor; - 02 macacões curto tipo short; - 02 conjuntos tipo pagão;

Página 1 de 6 KIT ENXOVAL PARA RECÉM-NASCIDOS COMPOSTO DE: - 01 cobertor; - 02 macacões curto tipo short; - 02 conjuntos tipo pagão; KIT ENXOVAL PARA RECÉM-NASCIDOS COMPOSTO DE: - 01 cobertor; - 02 macacões curto tipo short; - 02 conjuntos tipo pagão; - 02 gorros de moletom; - 02 calças compridas; - 02 pares de meia recém-nascido; -

Leia mais

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL. Capítulo I Das disposições preliminares

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL. Capítulo I Das disposições preliminares DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL INSTRUÇÃO 02 / 2012. DEEAS Regula o uso de uniformes do Colégio Tiradentes da Policial Militar de Minas Gerais. Capítulo I Das disposições preliminares

Leia mais

Regulamento de Uniformes APLICÁVEL AO CBM/AP

Regulamento de Uniformes APLICÁVEL AO CBM/AP COLETÂNEA DA Regulamento de Uniformes APLICÁVEL AO CBM/AP VOLUME 1 GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAPÁ Antônio Waldez Góes da Silva SECRETÁRIO ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO DA DEFESA SOCIAL Aldo Alves Ferreira

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL N. o 138 17 de Junho de 2003 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 3535 5 Estabelecer que a Comissão é presidida pelo Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro e tem a seguinte composição: a) Um representante da Presidência

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR

RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR REGULAMENTO DE UNIFORMES DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 1ª EDIÇÃO 2012 1 RIO GRANDE

Leia mais

CONSIDERANDO que cabe às OS o fornecimento dos insumos e equipamentos para as Unidades de Saúde sob contrato de Gestão com a SMSDC;

CONSIDERANDO que cabe às OS o fornecimento dos insumos e equipamentos para as Unidades de Saúde sob contrato de Gestão com a SMSDC; Circular S/SUBPAV/SAP n.º 08/2011. Rio de Janeiro, 09 de maio de 2011. Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Organizações Sociais e às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Uniformes para as Equipes

Leia mais

MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC

MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC CALÇA ADIDAS MASCULINA Tecido: Elanca 28% Algodão e 72% Poliéster Pantone Verde: 190415 ESPECIFICAÇÃO DOS DETALHES: Largura do Cós: Elástico

Leia mais

UNIFORME DE OFICIAL R/2 (ORIENTAÇÕES)

UNIFORME DE OFICIAL R/2 (ORIENTAÇÕES) UNIFORME DE OFICIAL R/2 (ORIENTAÇÕES) PEÇA ESPECIFICAÇÃO USO AQUISIÇÃO OBSERVAÇÕES SAPATO Social preto, padrão militar, com cadarço. Preferencialmente em lojas militares Evitar uso de sapato social com

Leia mais

REPUBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO INTERIOR GABINETE DO MINISTRO RELATÓRIO

REPUBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO INTERIOR GABINETE DO MINISTRO RELATÓRIO REPUBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO INTERIOR GABINETE DO MINISTRO RELATÓRIO À medida que a Polícia Nacional vai atingindo um desenvolvimento que se pode considerar à altura dos objectivos traçados para a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CONSELHO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CONSELHO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 032/2009, de 03 de setembro de 2009. Aprova, ad referendum do Conselho Superior, as

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Diário da República, 1.ª série N.º 153 9 de Agosto de 2010 3259 MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Aviso n.º 173/2010 Por ordem superior se torna público ter a Etiópia depositado, junto do Director -Geral

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012 1. JUSTIFICATIVA A presente aquisição justifica-se pela necessidade de atender a demanda do Projeto PLANTEQ /2012,

Leia mais

DOCUMENTO Nº 31 - SETEMBRO/08. Manual de Uniformes

DOCUMENTO Nº 31 - SETEMBRO/08. Manual de Uniformes DOCUMENTO Nº 31 - SETEMBRO/08 Manual de Uniformes ROBERTO REQUIÃO Governador do Estado do Paraná VALTER BIANCHINI Secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento INSTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ -

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA CENTRO DE ENSINO BOMBEIRO MILITAR ACADEMIA DE BOMBEIRO MILITAR

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA CENTRO DE ENSINO BOMBEIRO MILITAR ACADEMIA DE BOMBEIRO MILITAR SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA CENTRO DE ENSINO BOMBEIRO MILITAR ACADEMIA DE BOMBEIRO MILITAR Caro futuro Cadete, Nós, da Academia de Bombeiro Militar

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1-OBJETO: Registro de preço para eventual aquisição de uniformes, ternos e coturnos para a Justiça Federal de Primeiro Grau - Seção Judiciária do Espírito Santo, conforme especificações

Leia mais

Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis

Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis Impermeáveis fabricados com matéria prima de alta qualidade, soldados eletronicamente, muito resistentes e disponíveis em diversos modelos que se adequam

Leia mais

SUMÁRIO. José de Anchieta Junior - Governador do Estado Boa Vista-RR, (quarta-feira) 19 de Dezembro de 2007

SUMÁRIO. José de Anchieta Junior - Governador do Estado Boa Vista-RR, (quarta-feira) 19 de Dezembro de 2007 SUMÁRIO Página Atos do Poder Executivo...01 Governadoria do Estado...01 Casa Militar...37 Casa Civil...37 Controladoria Geral do Estado...38 Secretaria de Estado da Gestão Estratégica e Administração...38

Leia mais

CONCORRÊNCIA SESC/MA Nº 13/0003-CC REGISTRO DE PREÇOS ANEXO I DESCRIÇÕES DOS ITENS. Sesc Administração 48 3 9 60 PAR

CONCORRÊNCIA SESC/MA Nº 13/0003-CC REGISTRO DE PREÇOS ANEXO I DESCRIÇÕES DOS ITENS. Sesc Administração 48 3 9 60 PAR Item 1 2 3 Uso Interno (RCMS) 12 6634-1 12 7132-4 12 0738-13 12 0911-69 12 6634-2 12 7265-8 12 6607-4 12 7268-6 12 0738-6 12 0911-75 12 6634-3 12 7131-3 12 6607-2 12 7268-7 12 7266-8 12 0738-5 12 0911-74

Leia mais

MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC

MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC MANUAL DE PRODUÇÃO PADRONIZAÇÃO DOS UNIFORMES ESCOLARES DA SATC CALÇA MASCULINA Tecido: Elanca (PA) ou Seletel Pantone Verde: 190415 (Beckauser) ESPECIFICAÇÃO DOS DETALHES: Largura do Cós: Elástico de

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE ANEXO I REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE PADRÃO DE ATENDIMENTO VAPT VUPT DENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE GOIÁS FINALIDADE Art. 1º A Unidade Padrão de Atendimento Vapt Vupt da Defensoria Pública do Estado de

Leia mais

ENXOVAL PARA OS ALUNOS QUE IRÃO INICIAR O CURSO: Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública

ENXOVAL PARA OS ALUNOS QUE IRÃO INICIAR O CURSO: Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública ENXOVAL PARA OS ALUNOS QUE IRÃO INICIAR O CURSO: Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública 1. MATERIAL ESCOLAR BÁSICO - Caneta esferográfica azul, preta e vermelha; - lápis preto,

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO ESTADO DA PARAÍBA Nº 14.621 João Pessoa - Domingo, 17 de Abril de 2011 Preço: R$ 2,00 ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO Nº 32.101, DE 15 DE ABRIL DE 2011 Aprova o Regulamento de Uniformes do Corpo de Bombeiros

Leia mais

Separata ao Boletim do Exército

Separata ao Boletim do Exército Separata ao Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO SEPARATA AO BE Nº 11/2014 PORTARIA COMANDANTE DO EXÉRCITO Nº 158, DE 6 DE MARÇO DE 2014. Altera o Capítulo

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIFORME EXECUTIVO PARA ATENDENTE COMERCIAL

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIFORME EXECUTIVO PARA ATENDENTE COMERCIAL ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIFORME EXECUTIVO PARA ATENDENTE COMERCIAL 1. PALETÓ MASCULINO 30039 Paletó padrão alfaiataria, três botões, 03 (três) bolsos embutidos (externo) 01 (um) bolso embutido (interno)

Leia mais

CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO

CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO CARTA CONVITE 015/2015 MATÃO A OSCIP INSTITUTO DE GESTÃO DE PROJETOS DA NOROESTE PAULISTA, organização da sociedade civil de interesse público, inscrita no CNPJ sob nº. 07.393.885/0001-85, estabelecida

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL PORTARIA Nº 005/BM-1/07

ESTADO DE MATO GROSSO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL PORTARIA Nº 005/BM-1/07 ESTADO DE MATO GROSSO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR COMANDO GERAL PORTARIA Nº 005/BM-1/07 Aprova as Normas Gerais de Ação (NGA) para o Corpo Feminino do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso.

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE GESTÃO E PLANEJAMENTO GABINETE 1 2 ANEXO I REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE PADRÃO DE ATENDIMENTO VAPT VUPT DO PROCON-GOIÁS FINALIDADE Art. 1º A Unidade Padrão de Atendimento Vapt Vupt do PROCON - Goiás tem por finalidade: I. Responsabilizar-se

Leia mais

MARCOS AURÉLIO MACEDO DE MELO TENCEL PM (ORG)

MARCOS AURÉLIO MACEDO DE MELO TENCEL PM (ORG) 0 MARCOS AURÉLIO MACEDO DE MELO TENCEL PM (ORG) LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR INCLUI UNIFORMES DO COLÉGIO E DA GUARDA PALACIANA FORTALEZA - CEARÁ MARÇO - 2012 ATÉ AQUI O SENHOR NOS AJUDOU 1 MARCO AURÉLIO MACÊDO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 14/0005-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO I DESCRIÇÕES DOS ITENS

PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 14/0005-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO I DESCRIÇÕES DOS ITENS PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 14/0005-PG REGISTRO DE PREÇOS ANEXO I DESCRIÇÕES DOS ITENS Item Uso Interno (RCMS) Descrição Sesc Administração Sesc Deodoro QUANTIDADE ESTIMADA Sesc Turismo Sesc Saúde Sesc

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DA BAHIA. Subcomando Geral - Nº 012-12 de agosto de 2003 LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA E NORMAS GERAIS LJNG

POLÍCIA MILITAR DA BAHIA. Subcomando Geral - Nº 012-12 de agosto de 2003 LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA E NORMAS GERAIS LJNG POLÍCIA MILITAR DA BAHIA Subcomando Geral - Nº 012-12 de agosto de 2003 LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA E NORMAS GERAIS LJNG SUMÁRIO SUPLEMENTO LJNG N.º 012 06 DE AGOSTO DE 2003 QUARTA - FEIRA 1 - PORTARIA N.º

Leia mais

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos:

Os princípios da composição do vestuário levam em conta os seguintes aspectos: Princípios de Composição do Vestuário Para trabalhar com roupas mais elaboradas é importante conhecer os princípios de composição do vestuário. Neste nicho de mercado, este tipo de peça é desenvolvido

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES ITEM 11 - QUEPE MASCULINO

ESPECIFICAÇÕES ITEM 11 - QUEPE MASCULINO ESPECIFICAÇÕES ITEM 11 - QUEPE MASCULINO 01 - NOMENCLATURA: Quepe masculino 02- UNIDADE: Um 03 - APLICAÇÃO: Comandante Geral, Corregedor, Diretores, Gerentes, Inspetores, Guardas Municipais. 04 - MATERIAL:

Leia mais

DIRETRIZES PARA OS TRAJE ATUAL PEÃO ADULTO, VETERANO E JUVENIL

DIRETRIZES PARA OS TRAJE ATUAL PEÃO ADULTO, VETERANO E JUVENIL MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO DIRETRIZES PARA A PILCHA GAÚCHA ATUALIZADA conforme as Convenções Tradicionalistas nºs 76ª (Taquara, julho de 2011), 77ª (Guaporé, julho de 2012) e 78ª (Porto Alegre, julho

Leia mais

INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processos Administrativos Nº 2408/2013

INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processos Administrativos Nº 2408/2013 INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processos Administrativos Nº 2408/2013 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, em obediência ao disposto no art. 5º do Decreto Federal

Leia mais

Maceió - Terça-feira 23 de maio de 2006 3

Maceió - Terça-feira 23 de maio de 2006 3 23 de maio de 2006 3 DECRETO Nº 3.192, DE 22 DE MAIO DE 2006. APROVA O REGULAMENTO DE UNIFORME DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS. ALAGOAS, no uso das atribuições que lhe confere o inciso

Leia mais

Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Organizações Sociais e às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Uniformes para as Equipes de Saúde da Família

Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Organizações Sociais e às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Uniformes para as Equipes de Saúde da Família Circular S/SUBPAV/SAP n.º 07/2011. Rio de Janeiro, 15 de abril de 2011. Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Organizações Sociais e às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Uniformes para as Equipes

Leia mais

Portaria n.º 254/2011 de 30 de Junho. Regulamento de Uniformes dos Militares do Exército (RUE)

Portaria n.º 254/2011 de 30 de Junho. Regulamento de Uniformes dos Militares do Exército (RUE) Portaria n.º 254/2011 de 30 de Junho Regulamento de Uniformes dos Militares do Exército (RUE) 2011 MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL Portaria n.º 254/2011 de 30 de Junho O Decreto-Lei n.º 249/95, de 21 de

Leia mais

II - NORMAS PARA O PENTEADO E O CORTE DE CABELO FEMININO PARA OFICIAIS E PRAÇAS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE (CBMRN).

II - NORMAS PARA O PENTEADO E O CORTE DE CABELO FEMININO PARA OFICIAIS E PRAÇAS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE (CBMRN). II - NORMAS PARA O PENTEADO E O CORTE DE CABELO FEMININO PARA OFICIAIS E PRAÇAS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO GRANDE DO NORTE (CBMRN). 1. FINALIDADE Estabelecer procedimentos uniformes para a apresentação

Leia mais

Sábado, 9 de novembro de 2013 - nº 1542 - Ano XVII EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE AUDIENCIA PÚBLICA

Sábado, 9 de novembro de 2013 - nº 1542 - Ano XVII EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE AUDIENCIA PÚBLICA Imprensa Oficial da Estância de Atibaia EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA A Prefeitura da Estância de Atibaia, por esse edital CONVOCA os interessados e o público em geral, para a Audiência Pública

Leia mais

Camiseta Gola Redonda para os alunos da Rede Pública Estadual

Camiseta Gola Redonda para os alunos da Rede Pública Estadual Camiseta Gola Redonda para os alunos da Rede Pública Estadual Especificação Técnica SEEDUC01E/2013 1 OBJETIVO Esta norma fixa as condições exigíveis para a confecção e recebimento da camiseta escolar que

Leia mais

ALTERADA RESOLUÇÃO 050, de 02 de OUTUBRO DE 2001

ALTERADA RESOLUÇÃO 050, de 02 de OUTUBRO DE 2001 ALTERADA RESOLUÇÃO 050, de 02 de OUTUBRO DE 2001 Altera o regulamento de Uniformes e Insígnias do Corpo de Bombeiros Militar (RUICBM), aprovado pela resolução nº 013 de 29 de janeiro de 2000 Minas Gerais

Leia mais

Intro. O Banco BiG decidiu proteger cada um dos 95 bombeiros voluntários de Carregal do Sal, adquirindo equipamentos de combate a fogos que incluem:

Intro. O Banco BiG decidiu proteger cada um dos 95 bombeiros voluntários de Carregal do Sal, adquirindo equipamentos de combate a fogos que incluem: Intro. O Banco BiG decidiu proteger cada um dos 95 bombeiros voluntários de Carregal do Sal, adquirindo equipamentos de combate a fogos que incluem: _Casaco _Calças _Botas _Luvas _Cógula Estes equipamentos

Leia mais

LOTE 01 LOTE 02 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA

LOTE 01 LOTE 02 ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 1 - OBJETO: Aquisição de uniformes de uso diário para agentes de segurança lotados na Seção de Transporte e Vigilância SETRAV e Grupo Especial de Segurança - GES, conforme

Leia mais

(P 2 ) Exames de ELIMINATÓRIO Aptidão Física (P 3 ) Inspeção da. ELIMINATÓRIO Saúde (P 4 ) Avaliação. ELIMINATÓRIO Psicológica (P 5 ) Investigação

(P 2 ) Exames de ELIMINATÓRIO Aptidão Física (P 3 ) Inspeção da. ELIMINATÓRIO Saúde (P 4 ) Avaliação. ELIMINATÓRIO Psicológica (P 5 ) Investigação CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA DE PESSOAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NAS FILEIRAS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL NA QUALIFICAÇÃO

Leia mais

Profissionalismo, organização, asseio, segurança, confiança. Muitas são as mensagens que uma equipe uniformizada passa para clientes e fornecedores e

Profissionalismo, organização, asseio, segurança, confiança. Muitas são as mensagens que uma equipe uniformizada passa para clientes e fornecedores e Manual de Uniformes Profissionalismo, organização, asseio, segurança, confiança. Muitas são as mensagens que uma equipe uniformizada passa para clientes e fornecedores e que justificam o investimento no

Leia mais

RESULTADO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 689/2010 SES/SENAI PR

RESULTADO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 689/2010 SES/SENAI PR RESULTADO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 689/2010 SES/SENAI PR A Comissão de Licitações do Sistema FIEP, instituída pela Portaria nº 06/2010, informa o RESULTADO do Pregão Presencial nº 689/2010: Protocolo: 6018/2010

Leia mais

DESIGN E FUNCIONALIDADE

DESIGN E FUNCIONALIDADE P5341 P. 13 Touca em sarja com tiras de ajuste no mesmo tecido e tom. DESIG E FUCIOALIDADE ao serviço dos profissionais de hotelaria e restauração P4422 P. 125 Avental comprido. Disponível em 23 cores.

Leia mais

PORTARIA Nº 12/GCG/PMMT/07 BCG N. 3393 DE 21-01-2008.

PORTARIA Nº 12/GCG/PMMT/07 BCG N. 3393 DE 21-01-2008. PORTARIA Nº 12/GCG/PMMT/07 BCG N. 3393 DE 21-01-2008. Dispõe sobre aprovação do Regulamento para Apresentação Pessoal dos Policiais Militares da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso. O COMANDANTE GERAL

Leia mais

Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo.

Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo. Dicas para orientar a cliente na escolha de biquínis e da roupa mais adequada para cada tipo de corpo. Biquíni Ideal Aquelas que têm seios grandes precisam antes de tudo de sustentação. Tops com alças

Leia mais

1º ANO A - CALYPSO 1º ANO A - CALYPSO

1º ANO A - CALYPSO 1º ANO A - CALYPSO 1º ANO A - CALYPSO - Flor - Braceletes de elástico com folhos verde e amarelo - Top em tecido algodão azul Royal com folhos em verde limão e amarelo. OBS: O bracelete é separado do top. - Saia estilo tchu

Leia mais

S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 22/2008 de 6 de Março de 2008

S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 22/2008 de 6 de Março de 2008 S.R. DO AMBIENTE E DO MAR Portaria n.º 22/2008 de 6 de Março de 2008 Considerando que os Serviços de Ambiente de Ilha são serviços periféricos da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, nos termos da

Leia mais

TOPTUXEDO WORKWEAR FORCES FISHERMAN UTILITIES FABRICADO EM PORTUGAL P1 //

TOPTUXEDO WORKWEAR FORCES FISHERMAN UTILITIES FABRICADO EM PORTUGAL P1 // WORKWEAR FORCES FISHERMAN UTILITIES P1 // SIMBOLOGIA Produto impermeável dupla fita reflectora Vestuário de alta visibilidade EN471 fita reflectora Produto resistente a flexão em baixas temperaturas com

Leia mais

LOTE 1 CALÇAS E CAMISAS SOCIAIS Quantidade Geral

LOTE 1 CALÇAS E CAMISAS SOCIAIS Quantidade Geral ADENDO N. 01 PREGÃO Nº 09/2014 PUSP-SC PROCESSO N. 2014.1.499.52.3 OBJETO: Aquisição de uniformes para diversas seções da PUSP-SC. DATA E HORA DA SESSÃO DO PREGÃO PRESENCIAL: Dia 25/07/2014, as 09h00min.

Leia mais

Regulamento de hino, uniformes, distintivos, símbolos, bandeiras, cerimónias e outros objectos de identificação colectiva ou individual

Regulamento de hino, uniformes, distintivos, símbolos, bandeiras, cerimónias e outros objectos de identificação colectiva ou individual Regulamento de hino, uniformes, distintivos, símbolos, bandeiras, cerimónias e outros objectos de identificação colectiva ou individual da Associação dos Escoteiros de Portugal P.O.R. (Princípios, Organização

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013 1 2 AVENTAL EM RASPA INTEIRO Avental de proteção confeccionado em raspa de couro, com emendas, com altura de 1,00m e largura de 0,60m. AVENTAL IMPERMEÁVEL Avental de segurança tipo frontal, em Trevira,

Leia mais

Projeto de Uniformização. Gerente: Mara Nogueira Machado Consultor: Sidney Araújo

Projeto de Uniformização. Gerente: Mara Nogueira Machado Consultor: Sidney Araújo Projeto de Uniformização Gerente: Mara Nogueira Machado Consultor: Sidney Araújo DETALHE Camisa Fem Tradicional TECIDO: Tricoline Elastano TECIDO DETALHE: Microleve COR: Branco COR DETALHES: 10 Verde Bandeira

Leia mais

POLÍTICA DE F E M I N I N O

POLÍTICA DE F E M I N I N O POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DO UNIFORME F E M I N I N O PROPOSTA O Grupo Villela já conta com mais de 160 profissionais em seu quadro funcional, por isso estamos trabalhando pela padronização e pela profissionalização

Leia mais