Soluções Recomendadas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Soluções Recomendadas"

Transcrição

1 Cement Wood Board Soluções Recomendadas

2 Fachadas Fichas de Aplicação

3 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s de cabeça externa Espessura: 12 mm ou 16 mm Dimensão máxima do painel: Estrutura de madeira: 3000 x 1250 mm Estrutura de metal: 1500 x 1250 mm 1. Descrição O Viroc é um painel de madeira e cimento. Um material compósito, constituído por uma mistura de partículas de madeira e cimento comprimido e seco. A sua aparência não é homogénea, sendo uma característica natural do produto, e é produzido em diferentes cores. 2. Efeito da humidade relativa Os painéis Viroc sofrem pequenas variações dimensionais com a variação da humidade relativa do ar. Em situações de amplitudes extremas de humidade e temperatura, é de esperar que o painel Viroc tenha de acomodar uma variação dimensional máxima de +1.0 a A fixação do painel, junto aos bordos e cantos, terá de possibilitar a sua deformação sem introdução de esforços, daí ser fundamental respeitar as distâncias de fixação e as juntas entre painéis. 3. Condições de aplicação O painel deverá adaptar-se à humidade relativa do local de aplicação durante 48 horas antes de ser aplicado, devendo permanecer em local seco sem incidência directa do sol. É da responsabilidade do instalador verificar as condições da estrutura de apoio (distância entre apoios e respectiva largura) para uma correcta aplicação. 4. Estrutura de suporte Podem ser usadas vigas de madeira seca e tratada ou perfis de aço como estrutura de suporte. As estruturas que irão suportar o painel Viroc têm de estar niveladas e aprumadas e o painel não pode estar empenado. É necessário manter as distâncias entre as estruturas de suporte conforme a seguir descrito. 5. Fixação Os painéis devem ser aparafusados com parafusos de cabeça externa. No exterior usar parafusos de aço inoxidável ou que tenham sido tratados contra a corrosão. É necessário proceder à pré-furação para possibilitar o livre deslocamento dos parafusos periféricos (10 mm de diâmetro). Os parafusos no centro do painel podem permanecer fixos (5 mm de diâmetro). Colocar os parafusos no centro do furo. A distância entre o eixo dos furos periféricos e os bordos do painel deve ser no mínimo 50 mm e no máximo 100 mm. As juntas devem ter uma abertura mínima de 5 mm. Aconselha-se a utilização de uma aparafusadora com regulador de profundidade de forma a não apertar demasiado o parafuso e impedir a normal dilatação do painel. 6. Tratamento de superfície Os painéis devem ser protegidos com tinta ou verniz. Antes de aplicar verniz sobre os painéis, as superfícies devem estar totalmente limpas e secas, sem gorduras ou pó a Viroc, SA tem discos de limpeza adequados, fornecidos por pedido. A primeira demão deve cobrir ambos os lados e os bordos do painel. As restantes demãos só são necessárias na superfície e bordos expostos. Notas & recomendações Por favor consulte a ficha do produto para saber as tolerâncias do painel e propriedades. Verifique sempre os procedimentos standard de segurança e as exigências da legislação local. Recomendamos a solicitação da respectiva ficha técnica e instruções de aplicação directamente ao fabricante dos acabamentos a utilizar. Página 1 / 40

4 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7. Estrutura de madeira As vigas de madeira devem ser da Classe de resistência C18 no minimo, de acordo com a norma EN338 e durabilidade correspondente à Classe 2 ou 3, de acordo com a norma EN Fixação do painel 1250mm 625mm M - Apoio móvel F - Apoio fixo 7.2 s 16mm 16mm 4.8mm 4.8mm 3000mm 600mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 12mm 60mm 12mm 44mm 16mm 4.8mm 1250mm 600mm 50mm 12mm 38mm Página 2 / 40

5 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.3 Junta horizontal (secção vertical) Perfil de madeira Banda EPDM mm 7.4 Junta horizontal (secção vertical - com perfil) Perfil de madeira Banda EPDM mm Perfil Página 3 / 40

6 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.5 Junta vertical (secção horizontal) Perfil de madeira Banda EPDM mm 7.6 Junta vertical (secção horizontal - alternativa) Perfil de madeira Banda EPDM mm Página 4 / 40

7 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.7 Bordo lateral 7.8 Bordo lateral (variante) mm mm Perfil de madeira mm Perfil de madeira mm Banda EPDM Banda EPDM 7.9 Junta de dilatação Isolamento térmico Perfil de madeira Banda EPDM mm Página 5 / 40

8 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.10 Ângulo interior e bucha mm Banda EPDM Perfil de madeira Isolamento térmico 7.11 Ângulo interior (variante) e bucha Perfil de canto Perfil de madeira Isolamento térmico Perfil de canto Página 6 / 40

9 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.12 Ângulo exterior (secção horizontal) Isolamento térmico Banda EPDM Perfil de madeira mm 7.13 Ângulo exterior (secção horizontal - variante) Banda EPDM Perfil de madeira Perfil de canto Página 7 / 40

10 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.14 Revestimento sobre solo sem pavimento Perfil de madeira e bucha Banda EPDM 10-25mm Grelha min. 150mm 7.15 Revestimento sobre solo com pavimento Perfil de madeira Banda EPDM e bucha Grelha 10-25mm min. 50mm Página 8 / 40

11 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.16 Lintéis e parapeitos de janela Secção de lintéis Perfil de madeira Banda EPDM e bucha Secção de parapeitos 20mm Ventilação Perfil de madeira Banda EPDM Página 9 / 40

12 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.17 Painel de batente Perfil de madeira Banda EPDM mm 7.18 Compartimento de ventilação horizontal Perfil de madeira Perfil metálico 20mm 20mm 20mm Banda EPDM Página 10 / 40

13 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.19 Capeamento Perfil de aço galvanizado Inclinação mínima 5% 20mm 20mm Ventilação e bucha Perfil de madeira Banda EPDM 7.20 Bordo superior 20mm Banda EPDM e bucha Perfil de madeira Isolamento térmico Página 11 / 40

14 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.21 Seccionamento estrutural (perfis com comprimento 5.40m) Perfil de madeira Banda EPDM min. 25mm mm Banda EPDM e bucha Perfil de madeira 7.22 Seccionamento estrutural (perfis com comprimento > 5.40m) Perfil de madeira Banda EPDM Perfil de alumínio min. 50mm 20mm Banda EPDM Perfil de madeira Página 12 / 40

15 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.23 Tecto 600mm Perfil de madeira 600mm Banda EPDM 7.24 Tecto (variante) e bucha Perfil de madeira 600mm 600mm Banda EPDM 7.25 Detalhe da ligação entre a fachada e o tecto FACHADA Perfil de madeira e bucha Isolamento térmico Banda EPDM TECTO Perfil de madeira Banda EPDM Página 13 / 40

16 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 7.26 Secção horizontal, casas com estrutura de madeira Estrutura de madeira Isolamento térmico Painel interior Madeira (50x25mm) Banda EPDM Membrana impermeável Painel exterior Estrutura de madeira Estrutura de madeira Wood (130x25mm) mm 7.27 Secção vertical, casas com estrutura de madeira 7.28 Sobreposição de membrana impermeável Membrana impermeável Banda EPDM Estrutura de madeira Membrana impermeável 100mm Painel exterior Estrutura de madeira Painel interior Página 14 / 40

17 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8 Estrutura de metal 8.1 Fixação dos painéis 1250mm 625mm M - Apoio móvel F - Apoio fixo 8.2 s 16mm 16mm 16mm 14.5mm 50mm 21mm 12mm 44mm 18mm 16mm 5.5mm 16mm 5.5mm 4.8mm 5.5mm 4.8mm 600mm 1500mm 600mm 1500mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 50mm 14.5mm 38mm Adaptador para rebitadora Página 15 / 40

18 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.3 Perfis de aço Espessura mínima de 1,5 mm, em aço galvanizado de acordo com a norma EN 10326, Classe Z 275, no mínimo. Perfil OMEGA para fixação de 2 painéis Pefil em C para fixação de cantos e zonas centrais 1.5mm Z 1.5mm Z Y Y 40mm Y 40mm 30mm 80mm Z 30mm 30mm Z Iy = mm 4 Iz = mm 4 A = mm 2 Wy = mm 3 Iy = mm 4 Iz = mm 4 A = mm 2 Wy = mm Perfis de alumínio Espessura mínima de 2,5 mm, liga de aluminio 6060-T5 ou 6063 de acordo com a norma EN 573. Perfil em T para fixação de 2 painéis Z Perfil em L para fixação Z 2.5mm 2.5mm Y Y 50mm Y Y 50mm 150mm Z Z 42mm Iy = mm 4 Iz = mm 4 A = mm 2 Wy = mm 3 Iy = mm 4 Iz = mm 4 A = mm 2 Wy = mm 3 Página 16 / 40

19 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.5 Junta horizontal (secção vertical - aço) e bucha mm Perfil metálico Isolamento térmico 8.6 Junta horizontal (secção vertical com perfil - aço) e bucha mm Perfil metálico Isolamento térmico Perfil Página 17 / 40

20 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.7 Junta horizontal (secção vertical - alumínio) e bucha mm Perfil metálico Isolamento térmico 8.8 Junta horizontal (secção vertical com perfil - alumínio) e bucha mm Perfil metálico Isolamento térmico Perfil Página 18 / 40

21 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.9 Junta vertical (secção horizontal - aço) Perfil metálico mm 8.10 Junta vertical (secção horizontal alternativa - aço) Perfil metálico mm Página 19 / 40

22 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.11 Junta vertical (secção horizontal - alumínio) Perfil metálico mm 8.12 Junta vertical (secção horizontal alternativa - alumínio) Perfil metálico mm Página 20 / 40

23 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.13 Secção horizontal (zona central do painel - aço) Perfil metálico 8.14 Secção horizontal (zona central do painel - alumínio) Perfil metálico Página 21 / 40

24 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.15 Bordo lateral mm Perfil metálico mm Página 22 / 40

25 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.16 Junta de dilatação (aço) Perfil metálico 8.17 Junta de dilatação (alumínio) Perfil metálico Página 23 / 40

26 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.18 Ângulo interior (aço) mm Perfil metálico e bucha 8.19 Ângulo interior (alternativa com perfil - alumínio) Perfil de canto Perfil metálico e bucha Página 24 / 40

27 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.20 Ângulo interior (alumínio) mm 8.21 Ângulo interior (alternativa com perfil - alumínio) Perfil de canto Página 25 / 40

28 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.22 Ângulo exterior (secção horizontal - aço) Isolamento térmico e bucha Perfil metálico mm 8.23 Ângulo exterior (secção horizontal - alumínio) Isolamento térmico e bucha Perfil metálico mm Página 26 / 40

29 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.24 Ângulo exterior (secção horizontal - alternativa) Perfil de canto 8.25 Ângulo exterior (secção horizontal - alternativa) Perfil de canto Página 27 / 40

30 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.26 Revestimento sobre o solo sem pavimento (aço) Perfil metálico Isolamento térmico 10-25mm Grelha min. 150mm 8.27 Revestimento sobre o solo sem pavimento (alumínio) Perfil metálico Isolamento térmico 10-25mm Grelha min. 150mm Página 28 / 40

31 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.28 Revestimento sobre o solo com pavimento (aço) Perfil metálico Isolamento térmico Grelha 10-25mm min. 50mm 8.29 Revestimento sobre o solo com pavimento (alumínio) Perfil metálico Isolamento térmico Grelha 10-25mm min. 50mm Página 29 / 40

32 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.30 Lintéis e parapeitos de janela (aço) Secção de lintéis Perfil metálico e bucha Isolamento térmico Secção de parapeitos Perfil metálico 20mm Ventilação Perfil metálico Isolamento térmico Página 30 / 40

33 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.31 Lintéis e parapeitos de janela (alumínio) Secção de lintéis e bucha Perfil metálico Isolamento térmico Secção de parapeitos Perfil metálico 20mm Ventilação Perfil metálico Isolamento térmico Página 31 / 40

34 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.32 Painel de batente (aço) Perfil metálico mm Perfil metálico 8.33 Painel de batente (alumínio) Perfil metálico mm Perfil metálico Página 32 / 40

35 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.34 Compartimento de ventilação horizontal (aço) Perfil metálico 20mm 20mm 20mm e bucha Isolamento térmico 8.35 Compartimento de ventilação horizontal (alumínio) Perfil metálico 20mm 20mm 20mm e bucha Isolamento térmico Página 33 / 40

36 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.36 Capeamento (aço) Perfil metálico Inclinação mínima 5% 20mm Ventilação 20mm e bucha Perfil metálico Isolamento térmico 8.37 Capeamento (alumínio) Perfil metálico Inclinação mínima 5% 20mm Ventilação 20mm e bucha Perfil metálico Isolamento térmico Página 34 / 40

37 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.38 Bordo superior (aço) 20mm e bucha Perfil metálico Isolamento térmico 8.39 Bordo superior (alumínio) 20mm e bucha Perfil metálico Isolamento térmico Página 35 / 40

38 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.40 Seccionamento da estrutura (perfis de aço com comprimento 6m) min. 25mm mm e bucha 8.41 Seccionamento da estrutura (perfis de alumínio com comprimento 6m) e bucha min. 25mm mm Página 36 / 40

39 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.42 Seccionamento da estrutura (perfis de aço com comprimento > 6m) min. 50mm 20mm 20mm 8.43 Seccionamento da estrutura (perfis de alumínio com comprimento > 6m) min. 50mm 20mm 20mm Página 37 / 40

40 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.44 Perfis de tectos de aço galvanizado Detalhe do pivô Perfil de tecto 6,5mm Perfil de tecto Pivô Varão roscado 1mm 8.45 Detalhe da ligação entre a fachada e o tecto (aço) FACHADA 18mm 47mm Varão roscado Pivô Perfil de tecto e bucha Isolamento térmico Perfil metálico Painel Viroc TECTO Página 38 / 40

41 Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas 8.46 Detalhe da ligação entre a fachada e o tecto (variante de aço) FACHADA e bucha Isolamento térmico Perfil metálico Painel Viroc TECTO Perfil metálico 8.47 Detalhe da ligação entre a fachada e o tecto (alumínio) FACHADA e bucha Isolamento térmico Perfil metálico Painel Viroc TECTO Perfil metálico Página 39 / 40

42 Página 40 / 40

43 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: Oculta com parafusos Espessura: 15 mm Dimensão máxima do painel: 2440 x 300 mm 1. Descrição O Viroc é um painel de madeira e cimento. Um material compósito, constituído por uma mistura de partículas de madeira e cimento comprimido e seco. A sua aparência não é homogénea, sendo uma característica natural do produto, e é produzido em diferentes cores. 2. Efeito da humidade relativa Os painéis Viroc sofrem pequenas variações dimensionais com a variação da humidade relativa do ar. Em situações de amplitudes extremas de humidade e temperatura, é de esperar que o painel Viroc tenha de acomodar uma variação dimensional máxima de +1.0 a A fixação do painel, junto aos bordos e cantos, terá de possibilitar a sua deformação sem introdução de esforços, daí ser fundamental respeitar as distâncias de fixação e as juntas entre painéis. 3. Condições de aplicação O painel deverá adaptar-se à humidade relativa do local de aplicação durante 48 horas antes de ser aplicado, devendo permanecer em local seco sem incidência directa do sol. É da responsabilidade do instalador verificar as condições da estrutura de apoio (distância entre apoios e respectiva largura) para uma correcta aplicação. 4. Estrutura de suporte Podem ser usadas vigas de madeira seca e tratada ou perfis de aço como estrutura de suporte. As estruturas que irão suportar o painel Viroc têm de estar niveladas e aprumadas e o painel não pode estar empenado. É necessário manter as distâncias entre as estruturas de suporte conforme a seguir descrito. 5. Fixação A aplicação de Viroclin é realizada por encaixes sucessivos com recobrimento parcial das tábuas. No lado inferior do painel deverá existir uma ranhura que se ajusta ao calço existente no painel onde encaixa. A fixação do sistema Viroclin à estrutura de suporte é realizada através de parafusos. Na primeira fiada de Viroclin, é colocado um calço inicial sobre cada elemento de estrutura, que serve como suporte do calço anti-arrancamento e garante a idêntica inclinação de todas as tábuas. Os painéis devem ser dispostos de forma a que as juntas verticais nunca coincidam. Essas juntas devem ter 3 mm, no mínimo, e ficam sempre localizadas sobre os elementos de estrutura mais largos. 6. Tratamento de superfície Os painéis devem ser protegidos com tinta ou verniz. Antes de aplicar verniz sobre os painéis, as superfícies devem estar totalmente limpas e secas, sem gorduras ou pó a Viroc, SA tem discos de limpeza adequados, fornecidos por pedido. A primeira demão deve cobrir ambos os lados e os bordos do painel. As restantes demãos só são necessárias na superfície e bordos expostos. Notas & recomendações Por favor consulte a ficha do produto para saber as tolerâncias do painel e propriedades. Verifique sempre os procedimentos standard de segurança e as exigências da legislação local. Recomendamos a solicitação da respectiva ficha técnica e instruções de aplicação directamente ao fabricante dos acabamentos a utilizar. Edição 01-08/01/2013 Página 1 / 10

44 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 7. Sistema de fixação Estrutura larga Calço de apoio Estrutura estreita Estrutura larga Calço de apoio Painel Viroclin Calço de apoio Estrutura estreita Estrutura larga 30mm 300mm 610mm 610mm 610mm 610mm 8. s para estrutura de aço para estrutura de madeira 8mm 39mm 9mm 50mm 9. Estrutura de apoio 2440mm 300mm 220mm 300mm 220mm 300mm 610mm 610mm 610mm 610mm 610mm Estrutura em madeira: As vigas de madeira devem ser da Classe de resistência C18 no minimo, de acordo com a Norma EN338 e durabilidade correspondente à Classe 2 ou 3, de acordo com a norma EN Estrutura de aço: Espessura mínima de 1,5 mm, aço galvanizado acordo com a norma EN Classe Z 275, no mínimo. Estrutura de alumínio: espessura mínima de 2,5 mm, liga 6060-T5 ou 6063 de acordo com a norma EN 573. Página 2 / 10 Edição 01-08/01/2013

45 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 10. Ângulo interior (estrutura de aço) Calço e parafuso Estrutura metálica Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutura metálica Isolamento térmico lin Estrutura metálica Calço e parafuso Edição 01-08/01/2013 Página 3 / 10

46 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 11. Ângulo interior (estrutura de madeira) Calço e parafuso Estrutura de madeira Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutura de madeira Isolamento térmico lin Estrutura de madeira Calço e parafuso Página 4 / 10 Edição 01-08/01/2013

47 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 12. Ângulo exterior (estrutura de aço) Isolamento térmico Estrutura metálica Calço e parafuso lin Estrutura metálica Calço e parafuso Perfil de ângulo Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutura metálica Painel Viroclin Edição 01-08/01/2013 Página 5 / 10

48 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 13. Ângulo exterior (estrutura de madeira) Isolamento térmico Estrutura de madeira Calço e parafuso lin Estrutura de madeira Calço e parafuso Perfil de madeira Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutra de madeira Painel viroclin Página 6 / 10 Edição 01-08/01/2013

49 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 14. Secção horizontal Estrutura de aço Estrutura de madeira Painel Viroclin Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutura metálica Painel Viroclin Isolamento térmico Calço e parafuso Estrutura de madeira Estrutura metálica Calço e parafuso Estrutura de madeira Calço e parafuso Isolamento térmico Painel Viroclin Isolamento térmico Painel Viroclin Edição 01-08/01/2013 Página 7 / 10

50 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 15. Secção vertical Estrutura de aço Estrutura de madeira 20mm 20mm 20mm 20mm Calço de apoio Calço de apoio Estrutura metálica Estrutura de madeira Isolamento térmico Isolamento térmico Painel Viroclin Painel Viroclin Isolamento térmico Estrutura metálica Isolamento térmico Estrutura de madeira Calço inicial Calço inicial 50mm 50mm Página 8 / 10 Edição 01-08/01/2013

51 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 16. Secção vertical (detalhe) Estrutura de aço Estrutura de madeira Isolamento térmico Isolamento térmico Painel Viroclin Estrutura metálica Calço inicial Painel Viroclin Estrutura de madeira Calço inicial Estrutura metálica Estrutura de madeira Painel Viroclin Painel Viroclin Edição 01-08/01/2013 Página 9 / 10

52 Fachadas Ventiladas Viroclin Fachada 17. Junta de dilatação Estrutura de aço Estrutura de madeira Isolamento térmico Estrutura metálica Isolamento térmico Estrutura de madeira Calço de apoio Calço de apoio Painel Viroclin Painel Viroclin Página 10 / 10 Edição 01-08/01/2013

53 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Metal Fixação: s em T Espessura: 16 mm Dimensão: 1200 x 600 mm 3000 x 600 mm 1. Descrição O Viroc é um painel de madeira e cimento. Um material compósito, constituído por uma mistura de partículas de madeira e cimento comprimido e seco. A sua aparência não é homogénea, sendo uma característica natural do produto, e é produzido em diferentes cores. 2. Efeito da humidade relativa Os painéis Viroc sofrem pequenas variações dimensionais com a variação da humidade relativa do ar. Em situações de amplitudes extremas de humidade e temperatura, é de esperar que o painel Viroc tenha de acomodar uma variação dimensional máxima de +1.0 a A fixação do painel, junto aos bordos e cantos, terá de possibilitar a sua deformação sem introdução de esforços, daí ser fundamental respeitar as distâncias de fixação e as juntas entre painéis. 3. Condições de aplicação O painel deverá adaptar-se à humidade relativa do local de aplicação durante 48 horas antes de ser aplicado, devendo permanecer em local seco sem incidência directa do sol. É da responsabilidade do instalador verificar as condições da estrutura de apoio (distância entre apoios e respectiva largura) para uma correcta aplicação. 4. Estrutura de suporte A estrutura de suporte é constituída por perfis de alumínio, em forma de T e em forma de L, fornecidos pela Strow (www.strow.es). Ambas as peças devem ter 3mm de espessura no mínimo. As estruturas de suporte têm de estar niveladas e o painel não pode estar empenado. É necessário manter as distâncias entre as estruturas de suporte conforme a seguir descrito. 5. Fixação O sistema Virocnail T é constituído por dois tipos de suportes: suportes de apoio inicial e suportes de apoio intermédios. Ambas as peças são de alumínio e devem ter 3 mm no mínimo. de apoio inicial de apoio intermédio 6. Tratamento de superfície Os painéis devem ser protegidos com tinta ou verniz. Antes de aplicar verniz sobre os painéis, as superfícies devem estar totalmente limpas e secas, sem gorduras ou pó a Viroc, SA tem discos de limpeza adequados, fornecidos por pedido. A primeira demão deve cobrir ambos os lados e os bordos do painel. As restantes demãos só são necessárias na superfície e bordos expostos. Notas & recomendações Por favor consulte a ficha do produto para saber as tolerâncias do painel e propriedades. Verifique sempre os procedimentos standard de segurança e as exigências da legislação local. Recomendamos a solicitação da respectiva ficha técnica e instruções de aplicação directamente ao fabricante dos acabamentos a utilizar. Página 1 / 6

54 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas 7. Sistema de painéis 1200x600mm 1200x600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm 600mm 600mm 600mm 600mm 600mm Página 2 / 6

55 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas 8. Secção horizontal (ângulo interior) de painel Isolamento térmico Perfil em L Painel Viroc Isolamento térmico de painel Perfil em T 5mm 5mm 9. Secção horizontal (ângulo exterior) Perfil em L de painel Isolamento térmico Painel Viroc Perfil em L de painel Perfil em T Isolamento térmico de painel Página 3 / 6

56 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas 10. Secção horizontal (detalhe de janela) 11. Secção vertical (detalhe de janela) Viroc board Isolamento térmico Perfil em L de painel Painel Viroc Isolamento térmico Perfil em L de painel de painel Perfil em L de painel Painel Viroc Isolamento térmico Painel Viroc Perfil em L Isolamento térmico Página 4 / 6

57 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas 12. Secção vertical inicial Detalhe A 20mm 20mm Esquadro de carga Isolamento térmico Painel Viroc max. 1500mm Detalhe A entre painéis Perfil em L Perfil em T 5mm entre painéis max. 3000mm max. 1500mm Esquadro de suporte Painel Viroc Perfil em L Perfil em T Isolamento térmico Detalhe B Isolamento térmico Painel Viroc Perfil em L Perfil em T inicial Detalhe B Esquadro de carga inicial 50mm Página 5 / 6

58 Fachadas Ventiladas Virocnail Fachadas 13. Secção horizontal (junta de dilatação) Perfil em T de painel Isolamento térmico Página 6 / 6

59 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou Metal Fixação: s e sistema de colagem Espessura: 12 mm ou 16 mm Dimensão máxima do painel: 3000 x 1250 mm 1. Descrição O Viroc é um painel de madeira e cimento. Um material compósito, constituído por uma mistura de partículas de madeira e cimento comprimido e seco. A sua aparência não é homogénea, sendo uma característica natural do produto, e é produzido em diferentes cores. 2. Efeito da humidade relativa Os painéis Viroc sofrem pequenas variações dimensionais com a variação da humidade relativa do ar. Em situações de amplitudes extremas de humidade e temperatura, é de esperar que o painel Viroc tenha de acomodar uma variação dimensional máxima de +1.0 a A fixação do painel, junto aos bordos e cantos, terá de possibilitar a sua deformação sem introdução de esforços, daí ser fundamental respeitar as distâncias de fixação e as juntas entre painéis. 3. Condições de aplicação O painel deverá adaptar-se à humidade relativa do local de aplicação durante 48 horas antes de ser aplicado, devendo permanecer em local seco sem incidência directa do sol. É da responsabilidade do instalador verificar as condições da estrutura de apoio (distância entre apoios e respectiva largura) para uma correcta aplicação. Durante a aplicação a temperatura terá de estar compreendida entre +5ºC e +30ºC, a temperatura do painel tera de ser de +3ºC acima da temperatura do ponto de orvalho. A aplicação de primários ou de colagens não poderá ser efetuada se estiver a chover ou na presença de um ambiente muito húmido (ex. Nevoeiro). Este sistema só deve ser realizado por empresas especializadas, com conhecimento neste tipo de fixações no painel Viroc. 4. Estrutura de suporte Podem ser usadas vigas de madeira seca e tratada ou perfis de aço como estrutura de suporte. As estruturas que irão suportar o painel Viroc têm de estar niveladas e aprumadas e o painel não pode estar empenado. É necessário manter as distâncias entre as estruturas de suporte conforme a seguir descrito. 5. Fixação As fixações localizadas na zona central do painel funcionarão como apoios fixos, pelo que os furos a realizar no painel serão de diâmetro suficiente para permitir a entrada dos parafusos. As fixações localizadas na periferia terão de permitir os normais movimentos de dilatação e retracção no plano do painel, funcionando como apoios móveis. Estas fixações serão realizadas através do sistema de colagem com adesivo mástique. O sistema de fixação com adesivo mástique é constituido por 4 elementos: 1 - Adesivo mástique: MS Polimero, Mástique de poliuretano ou Mástique Hibrido 2 - Fita adesiva dupla-face 3 - Primário de aderência expecífico para a estrutura de suporte 4 - Primário de aderência expecífico para o painel Viroc 6. Tratamento de superfície Os painéis devem ser protegidos com tinta ou verniz. Antes de aplicar primário ou verniz sobre os painéis, as superfícies devem estar totalmente limpas e secas, sem gorduras ou pó a Viroc, SA tem discos de limpeza adequados, fornecidos por pedido. A primeira demão deve cobrir ambas as faces e bordos do painel. As restantes demãos só são necessárias na face visível e nos bordos laterais. O primário de aderência do sistema de colagem aplicado na face tardoz do painel não poderá ser misturada nem sobreposta com a aplicação de tinta ou verniz. Página 1 / 14

60 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas Notas & recomendações A Viroc, SA não recomenda esta solução em Viroc Preto. Por favor consulte a ficha do produto para saber as tolerâncias do painel e propriedades. Verifique sempre os procedimentos standard de segurança e as exigências da legislação local. Recomendamos a solicitação da respectiva ficha técnica e instruções de aplicação directamente ao fabricante dos acabamentos a utilizar. 7. Fixação do painel (horizontal) 3000mm 1250mm Adesivo mastique max. 600mm Fita adesiva dupla-face max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm F - Apoio fixo 8. Fixação do painel (vertical) 9. Elementos de fixação para estrutura metálica 1250mm 16mm 4.8mm 18 / 21mm 16mm 5.5mm Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face 3000mm 16mm 12mm 44mm 5.5mm 14.5mm 38 / 50mm 9mm 4.8mm 42mm max. 625mm max. 625mm Página 2 / 14

61 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 10. Elementos de fixação para estrutura de madeira 16mm 4.8mm 12mm 5.5mm 12mm 18 / 21mm 38 / 50mm 11. Perfis Madeira: Classe de resistência C18 acordo com a norma EN mm 50mm 95mm 45mm Aço: O perfil deve ter 1,5 mm de espessura no mínimo, aço galvanizado uma acordo com a norma EN Classe Z 275, no mínimo. 1,5mm 40mm 40mm 95mm 45mm Alumínio: Espessura mínima de 2,5 mm, liga de aluminio 6060-T5 ou 6063 de acordo com a norma EN ,5mm 50mm 2,5mm 90mm 42mm Página 3 / 14

62 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 12. Estrutura de suporte para painel na horizontal 3000mm e bucha e bucha max. 1500mm 1250mm 1250mm max. 1500mm U90 U45 U45 U45 U45 U90 max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm Página 4 / 14

63 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 13. Estrutura de suporte para painel na vertical 1250mm 1250mm max. 1500mm max. 1500mm U90 U45 U90 U45 U90 max. 625mm max. 625mm max. 625mm max. 625mm Página 5 / 14

64 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 14. Corte horizontal - ângulo reentrante Estrutura metálica 5mm Isolamento térmico Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Esquadro de suporte Perfil metálico Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face e bucha Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil metálico Pormenor A e bucha Isolamento térmico Estrutura de madeira 5mm Isolamento térmico Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Esquadro de suporte Perfil de madeira Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face e bucha Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil de madeira Pormenor B e bucha Isolamento térmico Página 6 / 14

65 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 15. Corte horizontal - ângulo saliente Estrutura metálica Pormenor C e bucha Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil metálico Esquadro de suporte Isolamento térmico e bucha Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Estrutura de madeira Isolamento térmico Painel viroc Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Perfil metálico Pormenor D e bucha Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil de madeira Esquadro de suporte Isolamento térmico e bucha Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Esquadro de suporte Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Isolamento térmico Painel viroc Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Perfil de madeira Página 7 / 14

66 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 16. Corte horizontal - detalhe de janela Estrutura metálica Estrutura de madeira Isolamento térmico e bucha Perfil metálico Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Isolamento térmico e bucha Perfil de madeira Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Perfil metálico e bucha Isolamento térmico Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Perfil de madeira e bucha Isolamento térmico Página 8 / 14

67 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 17. Corte horizontal - junta de dilatação Estrutura metálica Estrutura de madeira Isolamento térmico Isolamento térmico 50mm e bucha Perfil metálico 50mm e bucha Perfil de madeira 50mm Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Esquadro de suporte 50mm Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Esquadro de suporte Página 9 / 14

68 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 18. Corte vertical 20mm 20mm Adesivo mastique e fita adesiva dupla-face max. 1500mm Perfil metálico ou de madeira Esquadro de suporte e bucha 5mm max. 1500mm Isolamento térmico Esquadro de suporte e bucha max. 1500mm Adesivo mastique e fita adesiva dupla-face Perfil metálico ou de madeira Esquadro de suporte 50mm 50mm Página 10 / 14

69 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 19. Corte vertical - detalhe de janela Adesivo mastique e fita adesiva dupla-face Esquadro de suporte e bucha max. 200mm Perfil metálico ou de madeira Isolamento térmico Perfil metálico ou de madeira max. 200mm Isolamento térmico e bucha Esquadro de suporte Adesivo mastique e fita adesiva dupla-face Página 11 / 14

70 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 20. Pormenores das fixações Pormenor A Pormenor B 3mm 3mm 5mm 5mm Primário para o painel Viroc Primário para o perfil metálico Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil metálico Esquadro de suporte Primário para o painel Viroc Primário para o perfil de madeira Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil de madeira Esquadro de suporte Pormenor C Pormenor D 3mm 3mm Primário para o painel Viroc Primário para o perfil metálico Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil metálico Esquadro de suporte Primário para o painel Viroc Primário para o perfil de madeira Adesivo mastique Fita adesiva dupla-face Perfil de madeira Esquadro de suporte Página 12 / 14

71 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas 21. Procedimentos de aplicação a) Limpeza do painel Verniz ou pintura Proceder à limpeza do painel Viroc, removendo qualquer sujidade, gordura ou poeira, através de uma lixagem suave com disco de limpeza. A Viroc, SA disponibiliza sob pedido discos adequados à limpeza dos painéis. Verniz ou pintura Verniz ou pintura Verniz ou pintura b) Aplicação da primeira de mão de tinta ou verniz na face tardoz do painel Viroc Verniz ou pintura Proteger com fita adesiva de pintor ou com um gabarito previamente preparado, numa largura de pelo menos 45mm, as zonas do painel Viroc que irão receber o adesivo do sistema de colagem. Aplicar a primeira demão de verniz ou tinta nas zonas referidas. Com a tinta ou o verniz ainda fresco, remover a fita adesiva da zona protegida sem deixar resíduos no painel Viroc Verniz ou pintura 2 - Primário de aderência para o painel Viroc c) Aplicação do primário de aderência do sistema de colagem Para garantir a aderência do sistema ao painel Viroc, será aplicado o primário adequado para o painel Viroc nas zonas anteriormente protegidas pela aplicação da fita de pintor ou gabarito. Por questões de rentabilidade, poderá ser aplicado em toda a face tardoz o primário de aderência específico para o painel Viroc, cobrindo-o completamente. d) Aplicação da primeira demão de tinta ou verniz na face visível do painel e nos bordos Aplicar a primeira demão de tinta ou verniz nas restantes superfícies do painel, face à vista e nos quatro bordos do painel. 1 2 e) Aplicação das demãos necessárias de acabamento de tinta ou verniz na face visível do painel Em geral, a aplicação de duas demãos é suficiente, embora para determinadas cores, possa ser necessário aplicar demãos adicionais. É recomendada a realização de um ensaio prévio para aceitação do acabamento final. f) Instalação do painel sobre a estrutura de suporte O painel Viroc será aplicado sobre a estrutura através dos sistema de fixação misto que consistem em aparafusar o painel à estrutura de suporte na zona do centro e utilizar o sistema de colagem que é constituido por um adesivo mástique e fita adesiva de dupla face. Estando a estrutura colocada e devidamente alinhada, respeitando o afastamento máximo entre perfis, é aplicado um primário na estrutura, nas zonas que irão receber a fita adesiva e o mástique. Existe um primário específico para estruturas de madeira e para estruturas de metal. Coloca-se a fita adesiva de dupla face no perfil estrutural, logo de seguida o adesivo mástique com um afastamento máximo de 1,5cm. 3mm Fita adesiva dupla-face Adesivo mastique Página 13 / 14

72 Fachadas Ventiladas Sistema Misto Fachadas A fita adesiva de dupla face tem duas funções: garantir uma espessura de 3mm entre a estrutura e o painel e suportar o peso deste enquanto o mástique se encontra fresco e ainda sem resistência. A fita deixa de ter qualquer função resistente assim que o cordão de mástique endurece e faz presa. Numa zona de junta entre dois painéis, a fita adesiva de dupla face é sempre colocada do lado de fora, de forma a impedir que o mástique ao ser apertado deforme para a zona da junta e fique visível. Em determinadas aplicações, quando os painéis são colocados em zonas de grande incidência solar poderão ter tendência a empenar os bordos imediatamente após a colocação, enquanto o mástique se encontra fresco e sem resistência. Este efeito de encurvadura é mais acentuado se sobre as placas não tiver sido aplicado qualquer tipo de primário/ verniz ou se só tiver sido aplicado numa das faces. Possível empenamento dos bordos do painel Colocação de um calço adicional de forma a impedir o empenamento dos bordos do painel Nestas situações, enquanto o mástique ainda permanece fresco, a fita adesiva poderá não ter resistência para impedir a ocorrência desta deformação. Para evitar este empenamento deverão ser colocados uns calços adicionais, aparafusados à estrutura de suporte entre juntas de painéis. Os calços só deverão ser retirados 3 dias após aplicação, altura em que o mástique já se encontra sólido e com resistência suficiente para suportar as cargas. Localização dos calços adicionais de forma a impedir o empenamento dos bordos do painel Página 14 / 14

73 Paredes Fichas de Aplicação

74 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes Aplicação: Interior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s / rebites Espessura: 10 mm para interior 12 mm para ambientes húmidos ou exterior Dimensão máxima do painel: 3000 x 1250 mm 1. Descrição O Viroc é um painel de madeira e cimento. Um material compósito, constituído por uma mistura de partículas de madeira e cimento comprimido e seco. A sua aparência não é homogénea, sendo uma característica natural do produto, e é produzido em diferentes cores. 2. Efeito da humidade relativa Os painéis Viroc sofrem pequenas variações dimensionais com a variação da humidade relativa do ar. É de esperar que o painel Viroc tenha de acomodar uma variação dimensional máxima de +0.5 a -1.0 para interior. A fixação do painel, junto aos bordos e cantos, terá de possibilitar a sua deformação sem introdução de esforços, daí ser fundamental respeitar as distâncias de fixação e as juntas entre painéis. 3. Condições de aplicação O painel deverá adaptar-se à humidade relativa do local de aplicação durante 48 horas antes de ser aplicado, devendo permanecer em local seco sem incidência directa do sol. É da responsabilidade do instalador verificar as condições da estrutura de apoio (distância entre apoios e respectiva largura) para uma correcta aplicação. 4. Estrutura de suporte Podem ser usadas vigas de madeira seca e tratada ou perfis de aço como estrutura de suporte. A distância entre os perfis nunca deve exceder os 625 mm. As estruturas que irão suportar o painel Viroc têm de estar niveladas e aprumadas e o painel não pode estar empenado. 5. Fixação A fixação dos painéis à estrutura deve ser realizada através de parafusos ou rebites galvanizados. A distância mínima entre os furos e os bordos do painel deve ser 35 x 50 mm. 6. Tratamento de superfície Os painéis podem ser protegidos com tinta ou verniz. Antes de aplicar verniz sobre os painéis, as superfícies devem estar totalmente limpas e secas, sem gorduras ou pó a Viroc, SA tem discos de limpeza adequados, fornecidos por pedido. A primeira demão deve cobrir ambos os lados e os bordos do painel. As restantes demãos só são necessárias na superfície e bordos expostos. Notas & recomendações Por favor consulte a ficha do produto para saber as tolerâncias do painel e propriedades. Verifique sempre os procedimentos standard de segurança e as exigências da legislação local. Recomendamos a solicitação da respectiva ficha técnica e instruções de aplicação directamente ao fabricante dos acabamentos a utilizar. Página 1 / 24

75 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7. Paredes divisórias 7.1 Fixação do painel 7.2 Distância entre os parafusos e os bordos 35mm 590mm 1250mm 590mm 35mm 35mm 50mm 50mm 50mm 35mm 3000mm 50mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm 50mm F1 F4 F4 F4 F4 F6 625mm F2 F9 F9 F9 F9 F7 625mm F3 F5 F5 F5 F5 F8 F1 F2 F3 35mm 35mm F4 F9 F5 35mm 35mm 50mm 50mm 50mm F6 F7 F8 7.3 Elementos de fixação para estrutura metálica 16mm 8mm 4.2mm 32mm 4.8mm 16 / 18 / 21mm s alternativos para estrutura metálica 16mm 5.5mm 12mm 44mm 16mm 5.5mm 14.5mm 38 / 50mm Página 2 / 24

76 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7.4 Elementos de fixação para estrutura de madeira 12mm 5.5mm 1mm 38mm 35mm alternativo para estrutura de madeira 16mm 4.8mm 12mm 38 / 44 / 60mm 7.5 Perfis Aço: O perfil deve ter 1 mm de espessura no mínimo, aço galvanizado uma acordo com a norma EN Classe Z 275, no mínimo. Perfil MT90 Perfil MT70 Perfil MT52 Z 6mm Z 6mm Z 6mm 90mm Y Y 70mm Y Y 52mm Y Z Y 6mm Z 6mm 42mm Z 6mm 42mm 42mm Perfil CN92 Z Perfil CN72 Z Perfil CN54 Z 92mm Y Y 72mm Y Y 54mm Y Z Y Z 42mm Z 42mm 42mm Madeira: Classe de resistência C18 acordo com a norma EN 338. Página 3 / 24

77 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7.6 Estrutura de apoio 1250mm 1250mm 3000mm max. 625mm max. 625mm max. 625mm max. 625mm Página 4 / 24

78 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7.7 Secções horizontais Estrutura metálica Detalhe A Detalhe B Camada acústica Isolamento acústico Elemento estrutural Camada acústica Estrutura de madeira Detalhe C Detalhe D Camada acústica Isolamento acústico Elemento estrutural Camada acústica Página 5 / 24

79 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7.8 Secções horizontais (detalhes) Detalhe A - Estrutura metálica Juntas de fixação entre painéis Detalhe B - Estrutura metálica Fixações na zona central do painel 35mm Painel Viroc Elemento estrutural Banda acústica Isolamento acústico Elemento estrutural Banda acústica Painel Viroc Detalhe C - Estrutura de madeira Juntas de fixação entre painéis Detalhe D - Estrutura de madeira Fixações na zona central do painel Painel Viroc Elemento estrutural Isolamento acústico Elemento estrutural Banda acústica 35mm Painel Viroc Página 6 / 24

80 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 7.9 Secção vertical Estrutura metálica Estrutura de madeira Banda acústica Banda acústica Isolamento acústico Isolamento acústico Elemento estrutural Elemento estrutural Página 7 / 24

81 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 8. Isolamento acústico Viroc 12mm 117mm 90mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 47 (-4; -11) db f (Hz) R(dB) Viroc 12mm 106mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 47 (-1; -1) db f (Hz) R(dB) Viroc 12mm 121mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) 2 Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 55 (-1; -5) db f (Hz) R(dB) Página 8 / 24

82 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes Viroc 12mm 220mm 70mm 50mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 52 (-4; -13) db f (Hz) R(dB) Viroc 12mm 232mm 70mm 50mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 59 (-3; -11) db f (Hz) R(dB) Página 9 / 24

83 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 2 Viroc 12mm 244mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 62 (-2; -7) db 244mm 70mm 50mm 70mm 70mm 50mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) 2 Viroc 12mm f (Hz) R(dB) Viroc 12mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 61 (-4; -11) db f (Hz) R(dB) Página 10 / 24

84 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 3 Viroc 12mm 256mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 64 (-2; -7) db 268mm 70mm 50mm 70mm 70mm 50mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) 2 Viroc 12mm f (Hz) R(dB) Viroc 12mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) 3 Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 52 db f (Hz) R(dB) Página 11 / 24

85 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 3 Viroc 12mm 256mm 70mm 38mm 70mm Lã de rocha 50mm (70kg/m 3 ) Viroc 12mm 2 Viroc 12mm Índice de isolamento sonoro: Rw (C; Ctr) = 65 (-2; -7) db f (Hz) R(dB) Página 12 / 24

86 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 9. Resistência ao fogo - EI Secção horizontal Solução Vedação Isolamento EI90 96 min. 96 min. Banda acústica incombustível Perfil CN92 Detalhe A 35mm 35mm Reforço de juntas (Viroc 16mm) Perfil MT90 Viroc 16mm Detalhe B Mástique intumescente (corta-fogo) Reforço intermédio (Viroc 16mm) Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) 35mm Perfil MT90 Mástique intumescente (corta-fogo) 35mm 35mm Página 13 / 24

87 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 9.2 Secção horizontal - Detalhes Detalhe A - Juntas de fixação entre painéis Perfil CN92 Reforço de juntas (Viroc 16mm) 35mm Perfil MT90 Mástique intumescente (corta-fogo) 35mm Viroc 16mm Detalhe B - Fixações na zona central do painel Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Reforço intermédio (Viroc 16mm) Viroc 16mm Página 14 / 24

88 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 9.3 Secção vertical Detalhe C - Fixação do painel à laje Viroc 16mm Fixação Mástique intumescente (corta-fogo) Reforço intermédio (Viroc 16mm) Perfil CN92 Banda acústica incombustível Mástique intumescente (corta-fogo) Viroc 16mm Reforço intermédio (Viroc 16mm) Mástique intumescente (corta-fogo) Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Viroc 16mm Reforço intermédio (Viroc 16mm) Perfil CN92 Banda acústica incombustível Mástique intumescente (guarda-fogo) Detalhe C Página 15 / 24

89 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 10. Resistência ao fogo - EI Secção horizontal Solução Vedação Isolamento EI min. 159 min. Mástique intumescente (corta-fogo) Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Detalhe A 35mm 35mm Mástique intumescente (corta-fogo) Detalhe B Mástique intumescente (corta-fogo) Perfil MT52 Perfil CN54 35mm Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Perfil MT52 35mm 35mm Mástique intumescente (corta-fogo) Página 16 / 24

90 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 10.2 Secção horizontal - Detalhes Detalhe A - Juntas de fixação entre paineis Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) 35mm Perfil MT52 Mástique intumescente (corta-fogo) 35mm Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Perfil CN54 Detalhe B - Fixações na zona central do painel Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Perfil MT52 Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Página 17 / 24

91 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 10.3 Secção vertical Detalhe C Fixação do painel à laje Mástique intumescente (corta-fogo) Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Perfil CN54 Viroc 16mm (com juntas desfasadas) Mástique intumescente (corta-fogo) Perfil MT52 Lã mineral incombustível 2x60mm, 70kg/m 3 (com juntas desfasadas) Perfil CN54 Mástique intumescente (corta-fogo) Detalhe C Página 18 / 24

92 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 11. Revestimento de paredes 11.1 Fixação de painéis 11.2 Distâncias até aos bordos 35mm 590mm 1250mm 590mm 35mm 35mm 50mm 50mm 50mm 35mm 50mm F1 F2 F3 F1 F2 F3 3000mm 50mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm max. 600mm F4 F4 F4 F4 F6 625mm F9 F9 F9 F9 F7 625mm F5 F5 F5 F5 F8 35mm 35mm F4 F9 F5 35mm 35mm 50mm 50mm 50mm F6 F7 F Elementos de fixação para estrutura metálica 16mm 8mm 4.2mm 32mm 4.8mm 16 / 18 / 21mm s alternativos para estrutura metálica 16mm 16mm 5.5mm 12mm 44mm 5.5mm 14.5mm 38 / 50mm Página 19 / 24

93 Paredes e Revestimento de Paredes Paredes 11.4 Elementos de fixação para estrutura de madeira 12mm 5.5mm 1mm 38mm 35mm alternativo para estrutura de madeira 16mm 4.8mm 12mm 38 / 44 / 60mm 11.5 Perfis Aço: O perfil deve ter 1 mm de espessura no mínimo, aço galvanizado uma acordo com a norma EN Classe Z 275, no mínimo. Perfil U90 Z Perfil U45 Z Y Y 42mm Y Y 42mm Z 90mm Z 45mm Perfil Omega45 Z Y Y 40mm 25mm Z 45mm 25mm Madeira: Classe de resistência C18 acordo com a norma EN mm 30mm 100mm 50mm Página 20 / 24

Fachadas Fichas de Aplicação

Fachadas Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação Ventiladas - Sistema de s Ventiladas - Viroclin Ventiladas - Virocnail Ventiladas - Sistema Misto Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads.

Leia mais

Pavimento Fichas de Aplicação

Pavimento Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação Virocfloor Virodal Viroc Bruto Revestimento de Técnico Sons de Percussão Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros

Leia mais

Paredes Fichas de Aplicação

Paredes Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação e Revestimento Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções Recomendadas Viroc

Leia mais

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede

Ralos lineares. Características do ralo linear de parede Ficha técnica Ralos lineares O ralo linear da butech é um ralo para bases de duche construídas, com saída horizontal. Caracteriza-se por um bandeja amplo em torno da grelha, o que facilita a ligação à

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE Estúdio de Arquitetura: Sustentabilidade Steel Framing Aluna: Gabriela Carvalho Ávila Maio de 2014 ÍNDICE 1 Introdução... 4 2 Sistema Ligth Steel Framing... 5 2.1

Leia mais

Escoamento. Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta

Escoamento. Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta Schlüter -KERDI-DRAIN Escoamento 8.2 Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta Aplicação e funcionamento Schlüter -KERDI-DRAIN é um sistema de escoamento de águas no solo destinado

Leia mais

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall.

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. ANEXO 01 Sala MEV DW DW B B Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. 1 Figura 2 Detalhes das portas em drywall. A porta P11, destinada a acesso à

Leia mais

Painéis Sandwich de Fachada

Painéis Sandwich de Fachada Arval PAINEL HARISOL 1025LD PAINEL ARGA 900 Índice Página Painel com fixação oculta 3a15 HAIRISOL 1025 F HAIRISOL 1025 M HAIRISOL 1025 MD 2 3 4 HAIRISOL 1025 L 5 HAIRISOL 1025 LD TABELA DE UTILIZAÇÃO ARGA

Leia mais

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK A nova placa GYPCORK reúne dois produtos portugueses de excelência: as placas de gesso Gyptec produzidas na Figueira da Foz, utilizando matérias primas

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca glass block argamassa para

Leia mais

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais.

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais. Parabond Zinco Produto elástico para todo tipo de metais. Produto: Parabond Zinco é um elastómero de alta qualidade, de rápido endurecimento, permanentemente elástico, à base de MS polímero com elevada

Leia mais

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177 Chapas onduladas P177 As chapas de fibrocimento fazem parte da paisagem tradicional do nosso país há mais de 60 anos. De norte a sul é comum encontrá-las nos locais mais recônditos e nas mais variadas

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

Steel frame - fechamento (parte 3)

Steel frame - fechamento (parte 3) Página 1 de 6 Steel frame - fechamento (parte 3) Hotel Villa Rossa, fechamento em steel frame No segundo artigo desta série sobre steel frame, abordamos a estrutura da edificação. Nela são aplicadas as

Leia mais

Manual técnico de instalação de sistemas em gesso laminado Do laboratório à obra. Liliana Sousa Patrícia Ferreira www.itecons.uc.

Manual técnico de instalação de sistemas em gesso laminado Do laboratório à obra. Liliana Sousa Patrícia Ferreira www.itecons.uc. Manual técnico de instalação de sistemas em gesso laminado Do laboratório à obra Liliana Sousa Patrícia Ferreira www.itecons.uc.pt ITECONS Vocação para a prestação de serviços na área das ciências da construção

Leia mais

Outras Soluções Fichas de Aplicação

Outras Soluções Fichas de Aplicação Outras Soluções Fichas de Aplicação Cofragem Perdida Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções

Leia mais

Construção de varandas e terraços. Variantes 1-6

Construção de varandas e terraços. Variantes 1-6 Construção de varandas e terraços Variantes 1-6 IMPERMEABILIZAÇÃO, DESACOPLAMENTO E COMPENSAÇÃO DA PRESSÃO DE VAPOR ESTRUTURA DA CONSTRUÇÃO 1 Construção de varandas com Schlüter -DITRA Conjunto impermeável

Leia mais

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto.

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. Chapas NaturoCimento P177 Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. As características técnicas do produto bem como as suas performances

Leia mais

Construção de varandas e terraços Variantes 1-8

Construção de varandas e terraços Variantes 1-8 Construção de varandas e terraços Variantes 1-8 CONSTRUÇÃO DE VARANDAS E DE TERRAÇOS ESTRUTURA DE CONSTRUÇÃO 1 Construção de pavimentos com Schlüter -DITRA Conjunto impermeável Desacoplamento conjunto

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO PLACAS DECORADAS - PROCESSO DE COLAGEM O produto deve ser aplicado sobre alvenaria, gesso ou madeira. A superfície deve estar lisa, completamente seca, sólida e forte o suficiente

Leia mais

PORTÃO SECCIONADO 2P

PORTÃO SECCIONADO 2P PORTÃO SECCIONADO 2P 1: MODELO RESIDENCIAL : 5000 x 3000 mm ( largura x altura ) Altura mínima de padieira calha dupla ( HPcdmin) : 200 mm Altura mínima Padieira calha simples ( HPcsmin): 375 mm Largura

Leia mais

Chapa colada na alvenaria. Corte Vertical. Alvenaria-Pilar. Corte Horizontal - Revestimento do Pilar. Revestimento Knauf W611 Detalhes Técnicos 00-01

Chapa colada na alvenaria. Corte Vertical. Alvenaria-Pilar. Corte Horizontal - Revestimento do Pilar. Revestimento Knauf W611 Detalhes Técnicos 00-01 Revestimento Knauf W611 Detalhes Técnicos Corte Vertical Chapa colada na alvenaria Fita para juntas Alvenaria existente Massa Perlfix Chapa Knauf Massa Perlfix Chapa Knauf Chapa Knauf Massa Perlfix Corte

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes O SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO DA VIERO O sistema de isolamento térmico da VIERO

Leia mais

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1!

! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA !!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA' DRYWALL' PORTAS' !!!!!!!!!!!! !!! ! 1! ! ESTÚDIO!DE!ARQUITETURA:!SUSTENTABILIDADE!AMBIENTAL!! FERNANDA MOURA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PESQUISA'!!! DRYWALL' E'' PORTAS'! 1! !!! SUMÁRIO!!! PAREDES!DRYWALL! 1. 'FABRICANTE:'KNAUF 1. 1 PAREDE

Leia mais

FACHADA. Perfil de encaixe. Guia de utilização

FACHADA. Perfil de encaixe. Guia de utilização FACHADA Perfil de encaixe Guia de utilização Descripción del sistema Vantagens Estética, Durabilidade e nobreza do VMZINC. Sistema por módulos segundo as exigências do projecto. Garantia do líder mundial

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES DE AMBIENTES COMERCIAIS BOLETIM TÉCNICO INTRODUÇÃO

DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES DE AMBIENTES COMERCIAIS BOLETIM TÉCNICO INTRODUÇÃO DuPont Surfaces SUPERFÍCIES SÓLIDAS DUPONT CORIAN INSTALAÇÃO DE SUPERFÍCIES EM INTERIOES BOLETIM TÉCNICO SUMÁRIO PÁGINA SEÇÃO 3 A. Adesivo de silicone 4 B. Limites da extensão das paredes INTRODUÇÃO Este

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 33

MÉTODO EXECUTIVO ME 33 Objetivo: FOLHA 1 de 8 O objetivo do MÉTODO EXECUTIVO ME 33 é detalhar o Processo Membrana Acrílica Estruturada Impermeável (MAI), de modo a propiciar o treinamento da mão de obra e por conseqüência garantir

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE-UNIBH DRYWALL. Miriã Aquino

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE-UNIBH DRYWALL. Miriã Aquino CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE-UNIBH DRYWALL Miriã Aquino Belo Horizonte 2014 1 SUMÁRIO: APLICAÇÕES... 3 Paredes:... 3 Separação de Ambientes internos... 4 Isolamento Acústico Superior... 8 Isolamento

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

kit imperband standard

kit imperband standard Ficha técnica kit imperband standard O kit imperband standard é um sistema de impermeabilização de interiores formado por um ralo de ABS termossoldado a uma membrana impermeável de 150 x 225 cm. Especialmente

Leia mais

veneza Armário de automação IP 55

veneza Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 veneza A solução flexível para compor A oferta da Hager acaba de ser ampliada com a nova série veneza, a solução ideal para realizar armários de automação,

Leia mais

Informação para Profissionais

Informação para Profissionais Informação para Profissionais O soalho em madeira maciça pode ser aplicado e finalizado de diversas formas. Apresentam-se de seguida aquelas que são mais comuns. 1. Fixação 1.1. Fixação sobre sarrafos

Leia mais

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS Coberturas Inclinadas de Telhado 1 de 10 1.Objectivos 1.1 A presente especificação estabelece as condições técnicas a satisfazer em coberturas inclinadas de telhado LightCob

Leia mais

Catálogo de apresentação Divisórias Deslizantes

Catálogo de apresentação Divisórias Deslizantes Catálogo de apresentação Divisórias Deslizantes Adaptar o espaço à necessidades Acabamentos Variados Fácil Manuseamento Inovação Calha de Deslizamento Superior Mono - direccional e Multi - direccional

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos

O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias. Aspectos técnicos e jurídicos O impacto da ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho sobre Esquadrias Aspectos técnicos e jurídicos Enga. Fabiola Rago Beltrame AFEAL - Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio

Leia mais

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias

Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Associação Nacional de Fabricantes de Esquadria de Alumínio Aplicação das normas ABNT NBR 15575 Edificações habitacionais Desempenho e ABNT NBR 10821 - Esquadrias Enga. Fabiola Rago Beltrame Coordenadora

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

Catálogo Geral 2013.01

Catálogo Geral 2013.01 PAVILHÕES para indústria e agricultura Sistema amovível de apoio e armazenamento Catálogo Geral 2013.01 03 CHAVE NA MÃO PAVILHÕES CHAVE NA MÃO solução chave na mão Solução completa chave na mão que inclui

Leia mais

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com.

MANUAL - POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS. SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 www.vick.com. MANUAL POLICARBONATO POLICARBONATO CHAPAS E TELHAS TELEVENDAS SÃO PAULO: +55 11 3871 7888 CAMPINAS: +55 19 3772 7200 wwwvickcombr POLICARBONATO COMPACTO O Policarbonato Compacto é muito semelhante ao vidro

Leia mais

Instruções para utilização

Instruções para utilização Instruções para utilização MÁQUINA DE LAVAR ROUPA Português AWM 129 Sumário Instalação, 16-17-18-19 Desembalar e nivelar Ligações hidráulicas e eléctricas Primeiro ciclo de lavagem Dados técnicos Instruções

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DE CASAS DE BANHO

GUIA DE INSTALAÇÃO DE CASAS DE BANHO GUIA DE INSTALAÇÃO DE CASAS DE BANHO Guia passo a passo para instalar a sua nova casa de banho Esta brochura é o seu guia para preparar e instalar você mesmo a sua casa banho. No interior, vai encontrar

Leia mais

Gesso Acartonado CONCEITO

Gesso Acartonado CONCEITO CONCEITO As paredes de gesso acartonado ou Drywall, são destinados a dividir espaços internos de uma mesma unidade. O painel é composto por um miolo de gesso revestido por um cartão especial, usado na

Leia mais

ESCORAMENTO ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 3

ESCORAMENTO ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 3 ESCORAMENTO PÁGINA 1/16 MOS 4ª Edição ESPECIFICAÇÕES MÓDULO 05 VERSÃO 00 DATA jun/2012 SUMÁRIO OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 3 0501 ESCORAMENTO DE MADEIRA... 3 0502

Leia mais

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO DE FACHADA DE ARGAMASSA P R O M O Ç Ã O Início dos Serviços Alvenarias concluídas há 30 dias e fixadas internamente há 15 dias Estrutura concluída há 120 dias Contra marcos chumbados

Leia mais

Steel frame - cobertura (última parte)

Steel frame - cobertura (última parte) Página 1 de 8 Steel frame - cobertura (última parte) A cobertura destina-se a proteger as edificações da ação das intempéries. Pode ser vista também como um dos elementos de importância estética do projeto,

Leia mais

Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo

Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo Diogo Mateus (dm@contraruido.com) Conteúdo da apresentação: Enquadramento e objectivos do trabalho Problemas típicos na execução de soluções construtivas

Leia mais

TRADUÇÃO DA EDIÇÃO ORIGINAL Edição: 2008-07-31

TRADUÇÃO DA EDIÇÃO ORIGINAL Edição: 2008-07-31 Gütegemeinschaft Schlösser und Beschläge e.v. (Associação fechaduras e ferragens e.v.) Directiva: VHBE TRADUÇÃO DA EDIÇÃO ORIGINAL Edição: 2008-07-31 Directiva Ferragens para janelas e portas- janela Índice

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME Sistema de ds A SOLUÇÃO INTELIGENTE PARA A SUA OBRA SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME www.placlux.com.br VOCÊ CONHECE O SISTEMA CONSTRUTIVO LIGHT STEEL FRAME? VANTAGENS LIGHT STEEL FRAME MENOR CARGA

Leia mais

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II E ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II MÉTODO EXECUTIVO Cuidados no Recebimento Formas de Instalação

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA Orçamento Unidade Básica de Saúde - Fronteira Estrutura para o acesso e identificação do

Leia mais

Sistema de Medição. Hilti. Melhor performance. Maior durabilidade. Sistemas de Medição. Sistemas de Medição. Medidores Laser. Lasers Multidirecionais

Sistema de Medição. Hilti. Melhor performance. Maior durabilidade. Sistemas de Medição. Sistemas de Medição. Medidores Laser. Lasers Multidirecionais Serviço de calibração Página 6 Sistema Pulse Power Página 7 Medidores PD 40 PD 4 Página 8 Página 9 Página 30 Página 31 s Multidirecionais PML 4 Página 3 Página 33 Página 34 Página 35 Página 36 s Rotatórios

Leia mais

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE

ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE ORIENTAÇÕES DE INSTALAÇÃO PARA TELHAS SHINGLE 1 ÍNDICE 1 ESTRUTURA DE SUPORTE... 3 2 INSTALAÇÃO DOS PAINÉIS (CHAPAS)... 4 3 VENTILAÇÃO DO TELHADO... 5 4 INSTALAÇÃO DA SUBCOBERTURA... 7 5 INSTALAÇÃO DOS

Leia mais

Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais

Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais Luís Silva Dina Frade Nelson Moreira Associação Portuguesa de Fabricantes de Argamassas e ETICS Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais AICCOPN, Porto, 2014.03.13

Leia mais

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/100/imprime31592.asp

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/100/imprime31592.asp 1 de 11 01/11/2010 22:14 Juntas em drywall O termo drywall é aqui adotado para designar genericamente sistemas construtivos de paredes internas não-estruturais constituídas de chapas de gesso acartonado

Leia mais

FICHA TÉCNICA Isolamento acústico

FICHA TÉCNICA Isolamento acústico Página 1 de 7 O isolamento acústico é caracterizado por três tipos de isolamento distintos, sendo eles: - Correcção acústica - Isolamento de ruídos aéreos - Isolamento de ruídos de percussão CORRECÇÃO

Leia mais

Telha TopSteel. Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência.

Telha TopSteel. Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência. Telha TopSteel Telhas termoacústicas. Leveza e conforto aliados à eficiência. Telha TopSteel Leveza e conforto aliados à eficiência. As novas telhas termoacústicas TopSteel da Brasilit são de fácil transporte

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO O manual tem como objetivo auxiliar e responder algumas perguntas sobre o processo de instalação, conservação e limpeza das placas Decopainel. Aplica-se para todas as linhas (placas,

Leia mais

Isolamento Térmico EZ

Isolamento Térmico EZ Catálogo de produtos Grazimac Isolamento Térmico EZ www.grazimac.pt 2 GRAZIMAC O isolamento térmico EZ é a solução indicada para uma cobertura inclinada. Permite aumentar o conforto térmico e diminuir

Leia mais

Manual Técnico e Certificado de Garantia

Manual Técnico e Certificado de Garantia Parabéns! Você acabou de adquirir um ventilador de teto com luminária, especialmente criado para trazer mais conforto e beleza aos ambientes. Com design diferenciado o Efyx Nauta é pré-montado. Siga todas

Leia mais

VIGAS HT 20 E HT 12. + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm. Características da capacidade de carga. Q adm. = 7 kn M adm.

VIGAS HT 20 E HT 12. + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm. Características da capacidade de carga. Q adm. = 7 kn M adm. VIGAS HT 20 E HT 12 TABELA DE MEDIÇÃO Dimensões HT 12plus Tolerâncias Altura da viga Altura da mesa Largura da mesa Espessura da alma 120 mm 35 mm 65 mm 26,6 mm + / - 2,0 mm - 1,5 % - 1,5 % + / - 0,5 mm

Leia mais

M7 Estantes para picking

M7 Estantes para picking M7 Estantes para picking 2 PICKING M7 PARA CARGA MÉDIA E GRANDE Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar

Leia mais

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos Instruções de Instalação Pisos Vinílicos LinhadePisosLaminadosemPVC 2,3mmeClick Recomendações e Responsabilidades Os serviços de colocação devem ser repassados a profissionais instaladores de pisos com

Leia mais

Guia Técnico GUIA TÉCNICO

Guia Técnico GUIA TÉCNICO GUIA TÉCNICO 1 Conteúdo Introdução... 3 Planeamento dos trabalhos... 4 Preparação... 4 Inspeção da base... 4 Requisitos da base... 5 Instalação sistemas de isolamento térmico TYTAN EOS EPS e MW... 6 Perfil

Leia mais

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 07.502 Versão nº 1 Sikagard 186 Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

TECNOLOGIA DE EDIFÍCIOS

TECNOLOGIA DE EDIFÍCIOS Universidade do Algarve Instituto Superior de Engenharia TECNOLOGIA DE EDIFÍCIOS ACÚSTICA DE EDIFÍCIOS António Morgado André UAlg-EST-ADEC aandre@ualg.pt 1 Exercício 2.1 Considere uma sala de aula de 4,5x

Leia mais

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas o mundo das aplicações estruturais adesivas Baseado em 75 anos de experiência na produção de fitas e soluções adesivas, a tesa tornou-se num dos fornecedores líderes mundiais em muitos campos de aplicação

Leia mais

Complementos para telhas Brasilit

Complementos para telhas Brasilit Complementos para telhas Brasilit A mais completa linha de cumeeiras, rufos, espigões, arestas, cantoneiras, terminais, pingadeiras, tampões, calços, venezianas, claraboias e placas de vedação. TECNOLOGIA

Leia mais

PARA ENCOMENDAR LIGUE:TEL:21.811.03.80 FAX:21.813.42.69 MASTIQUES. Página 13

PARA ENCOMENDAR LIGUE:TEL:21.811.03.80 FAX:21.813.42.69 MASTIQUES. Página 13 MASTIQUES Page 13 Página 13 Mastique de silicone Formflex 600 cart.310ml (Sistema Acético) Cores: Branco, Transparente, Bronze, Alumínio, Preto, Verde, Castanho. Aplicações: Este silicone é utilizado em

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DIVISÃO DE MATERIAL DIM Maria Edite Jesus Brandão DIVISÃO DE MATERIAL

Leia mais

FORRO DE PVC DATASHEET

FORRO DE PVC DATASHEET Pág. 1 / 7 Os forros são perfeitos para o acabamento de teto e/ou ocultamento de redes elétricas e hidráulicas em obras prediais. Isolamento térmico e acústico com acabamento perfeito. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Acústica em Reabilitação de Edifícios

Acústica em Reabilitação de Edifícios Parte 4-1 Transmissão de vibrações Transmissão em elementos simples => Fraco isolamento Soluções correctivas Material separador flexivel Duplicação do elemento e criação de caixa de ar Separação com material

Leia mais

Ganzglasgeländer. Guardas em vidro sem prumos. Sistema de perfis para montagem frontal e superior

Ganzglasgeländer. Guardas em vidro sem prumos. Sistema de perfis para montagem frontal e superior Ganzglasgeländer Guardas em vidro sem prumos Sistema de perfis para montagem frontal e superior Índice Conjuntos, aplicações, ajudas de montagem 1402... 08 1400... 12 1404... 16 Componentes Perfis... 21

Leia mais

Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO

Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO Página 1 de 15 MANUAL TÉCNICO Antes de iniciar a montagem: Aconselhamos que as tábuas Easydeck sejam desembaladas 48 horas antes de proceder à sua montagem, de forma a permitir que estas se adaptem às

Leia mais

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Knauf Folheto Técnico 2008 Paredes Knauf Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Estabilidade, resistência a impactos, proteção termoacústica e outras características inovadoras que não dividem

Leia mais

21 55 102 Volume de ar (fluxo livre) 24 55 100 Volume de ar (com filtro de exaustão instalado) m³/h. 14 40 75 Nível de ruído

21 55 102 Volume de ar (fluxo livre) 24 55 100 Volume de ar (com filtro de exaustão instalado) m³/h. 14 40 75 Nível de ruído Série - Ventilador com Filtro (24 630) m³/h SÉRIE.50.8.xxx.1020.50.8.xxx.2055.50.8.xxx.3100 Ventilador com Filtro adequado para armários e painéis elétricos, versões de 120V ou 230V AC Baixo nível de ruído

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO OBRA: C.E.P. EM ARTES BASILEU FRANÇA E ESCOLA DE ARTES VEIGA VALLE LOCAL: GOIÂNIA - GO ASSUNTO: REFORMA NA COBERTURA, FORRO, ESQUADRIAS, INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, PINTURA E PISO. DATA: 15/04/2005. MEMORIAL

Leia mais

SÉRIE MBB SISTEMA 2000 1 FOLHA / 2 FOLHAS BATENTE ENVIDRAÇADOS

SÉRIE MBB SISTEMA 2000 1 FOLHA / 2 FOLHAS BATENTE ENVIDRAÇADOS SÉRIE MBB SISTEMA 2000 1 FOLHA / 2 FOLHAS BATENTE ENVIDRAÇADOS PORSEG, SISTEMAS DE SEGURANÇA, S.A. PRODUTOS CORTA-FOGO E/OU ACÚSTICOS PORTAS DE VIDRO E ENVIDRAÇADOS SÉRIE MBB SISTEMA 2000 SÉRIE MBB SISTEMA

Leia mais

Comportamento ao fogo de lajes mistas aço-betão Observações de incêndios reais

Comportamento ao fogo de lajes mistas aço-betão Observações de incêndios reais Comportamento ao lajes mistas aço-betão Conteúdos da apresentação Ensaio a viga com queimadores Ensaio à estrutura com queimadores Ensaios de canto com paletes de madeira Ensaios de demonstração com equipamentos

Leia mais

Nº 170768. www.ipt.br

Nº 170768. www.ipt.br COMUNICAÇÃO TÉCNICA Nº 170768 Patologia de paredes dry-wall: formas de prevenção Claudio Vicente Mitidiéri Filho Trabalho apresentado no Seminário Patologias Precoces de Obras: o Risco do Passivo Técnico

Leia mais

CIMENTOS COLA ADHERE

CIMENTOS COLA ADHERE CIMENTOS COLA ADHERE Cimentos Cola Adhere. Introdução 03 A utilização de revestimentos cerâmicos como elemento decorativo nas paredes e pavimentos remonta à antiguidade, constituindo uma parte integrante

Leia mais

ESQUADRIAS DE PVC. Linha 30mm. www.isoperfil.com.br - (51) 3554 0574

ESQUADRIAS DE PVC. Linha 30mm. www.isoperfil.com.br - (51) 3554 0574 MANUAL TÉCNICO ESQUADRIAS DE PVC Linha 30mm www.isoperfil.com.br - (51) 3554 0574 PERFIS 3001 MARCO MAXIMAR FOLHA MAXIMAR 3007 FOLHA DE CORRER 3008 FOLHA DE CORRER 3004 MARCO DE CORRER 3 TRILHOS 3005 MARCO

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

1. FERRAMENTAS. Elevação e Marcação. Trenas de 5m e 30m. Nível a laser ou Nível alemão. Pág.4 1. Ferramentas

1. FERRAMENTAS. Elevação e Marcação. Trenas de 5m e 30m. Nível a laser ou Nível alemão. Pág.4 1. Ferramentas ÍNDICE: 1. Ferramentas 2. Equipamentos de Proteção Individual - EPI 3. Serviços Preliminares 4. Marcação da Alvenaria 5. Instalação dos Escantilhões 6. Nivelamento das Fiadas 7. Instalação dos gabaritos

Leia mais

COLECTOR PFM + PFM-G FIXAÇÕES NO TELHADO. Visão geral. Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal

COLECTOR PFM + PFM-G FIXAÇÕES NO TELHADO. Visão geral. Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal FIXAÇÕES NO TELHADO Visão geral Imagem Tipo de fixação PFM PFM-G Tipo de montagem Paralela Estabelecida Instalação livre Parafuso duplo Fixação universal - Parafuso duplo Duo Fixação universal Âncora de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

MEMORIAL DESCRITIVO CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES MEMORIAL DESCRITIVO Contratante: Federação das Indústrias do Estado Santa Catarina CNPJ: 83.873.877/0001-14 Empreendimento: Edifício Sede do Sistema FIESC Endereço: Rua Admar Gonzaga, nº 2765 Bairro Itacorubi

Leia mais

Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos

Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos 1 Prefácio Este é o primeiro manual de projeto de sistemas drywall publicado no Brasil um trabalho aguardado por arquitetos, engenheiros,

Leia mais

Resina de epoxi bicomponente para ancoragens

Resina de epoxi bicomponente para ancoragens Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 04.202 Versão nº 1 Sika Anchorfix -3+ Resina de epoxi bicomponente para ancoragens Descrição do produto Cola à base de resina de epoxi para

Leia mais

PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES

PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES PISCINAS PÚBLICAS R.P. INDUSTRIES Piscina Pública Esta tecnologia nasceu da ideia e da necessidade de obter uma piscina funcional, fácil de instalar, económica, capaz de dar o máximo de conforto, que respondesse

Leia mais

APRESENTAÇÃO. São também fabricados nas nossas instalações todos os perfis metálicos de remate e fixação necessários aos diferentes tipos de painel.

APRESENTAÇÃO. São também fabricados nas nossas instalações todos os perfis metálicos de remate e fixação necessários aos diferentes tipos de painel. APRESENTAÇÃO Constituída em 1971, a ISOTERME começou por desenvolver a sua actividade na indústria do ramo dos isolamentos térmicos (frio e calor) e acústicos tradicionais. Em 1980 e com a crescente necessidade

Leia mais

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME Gesso O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato de cálcio hidratado.

Leia mais

COMPORTAMENTO DE ESTRUTURAS DE AÇO ENFORMADAS A FRIO E DIMENSIONAMENTO

COMPORTAMENTO DE ESTRUTURAS DE AÇO ENFORMADAS A FRIO E DIMENSIONAMENTO COMPORTAMENTO DE ESTRUTURAS DE AÇO ENFORMADAS A FRIO E DIMENSIONAMENTO DE ACORDO COM O EC3-1-3 NUNO SILVESTRE DINAR CAMOTIM Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura Instituto Superior Técnico RESUMO

Leia mais

Calibradores de Minerais

Calibradores de Minerais uma Companhia Astec Industries Calibradores de Minerais Calibradores de Minerais/Calibradores de Rolos para Aplicações Primárias/Secundárias e Terciárias A gama Osborn de Calibradores de Rolos de Eixo

Leia mais

Instruções de montagem e de manutenção

Instruções de montagem e de manutenção Instruções de montagem e de manutenção Acumulador combinado Logalux P750 S Para técnicos especializados Ler atentamente antes da montagem e da manutenção 6 720 619 324-03/2001 PT Ficha técnica Para a montagem

Leia mais