Primeiro Reinado ( ) D. Pedro I

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Primeiro Reinado ( 1822-1831 ) D. Pedro I"

Transcrição

1 Primeiro Reinado ( ) D. Pedro I

2 D.João VI e Carlota Joaquina: um casamento em crise devido à indecisão do marido e às conspirações da mulher

3 Palácio de Queluz- Portugal Nasceu 12/10/1798

4 Infância e Mocidade de D. Pedro

5 D. Pedro I Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Serafim de Bragança e Bourbon

6 Acontecimentos > Brasil elevado a Reino Unido de Portugal e Algarves 1816 > D. João VI elevado a Rei de Portugal ( morte da mãe) e D. Pedro I >Príncipe Real Pedro tinha simpatia pelas idéias liberais e começou a demonstrá-las

7 Chegada da princesa Leopoldina ao Brasil 1817

8 D.Pedro e d. Leopoldina

9 Imperatriz Leopoldina e os filhos

10 A Revolução no Porto e o retorno da família real Irrompe a revolução constitucionalista de 1820 exigindo a restituição do Pacto Colonial > e o imediato retorno da Família Real Nesta época o Brasil estava rico e Portugal sem a sua principal colônia estava pobre D.João VI não queria retornar > dúvida entre quem iria 1821 D. João VI pressionado regressa a Portugal D.Pedro fica no Brasil mas os direitos concedidos ao Brasil foram sendo rescindidos pelas cortes portuguesa

11 A partida da Corte do Rio para Lisboa, em 1821: se dependesse só dele, D. João VI teria ficado.

12 Pedro Regente Pedro descobriu que o Brasil estava falido Bem orientado por seus conselheiros surpreendeu com medidas para tornar mais próspero o reino Portugal > Soberano Congresso / As Cortes de Lisboa > D. João VI e D. Pedro deviam obediência > Não mandavam mais Conflito de Pedro com as Cortes de Lisboa Novos decretos vindos de Lisboa anulando os de D. João VI que haviam tornado Pedro regente > Não restava ao príncipe nenhum poder Para vencer as tropas portuguesas > povo ao seu lado Ao contrário das províncias do norte, os paulistas reconheciam a sua autoridade( créditos a Bonifácio)

13 O Dia do Fico Imperatriz Leopoldina e José Bonifácio participaram ativamente para convencê-lo a ficar no Brasil Várias províncias aderiram ao movimento também Corte portuguesa > rebaixar o Brasil à categoria de colônia> exigia o retorno de D. Pedro ( inefetivo o título de príncipe regente) Frota portuguesa enviada ao Rio para repatriá-lo Recusa de D. Pedro de embarcar para Portugal > 9 de janeiro 1822

14 O Dia do Fico Como é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto: diga ao povo que fico. 9/01/1822

15 O gênio da Independência

16 Proclamação da Independência D. Pedro tomou medidas que desagradaram Portugal Convocou a Assembléia Constituinte Organizou a Marinha de Guerra Obrigou as tropas de Portugal a voltarem Nenhuma lei seria colocada em vigor cumpra-se > sem sua aprovação Divergências aristocracia rural do sudeste, norte e nordeste 7 de setembro 1822 às margens do rio Ipiranga declarou a independência do Brasil

17 D.Pedro tinha 24 anos quando proclamou a Independência do Brasil

18 O Grito do Ipiranga 7 de Setembro de 1822

19 Dia da Aclamação de D. Pedro I 12 de outubro de 1822, aniversário de D. Pedro - Aos 24 anos foi aclamado Imperador do Brasil Aceitava o título de Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil Naquela mesma noite foi apresentado o Hino da Independência A coroação foi marcada para 1º. Dezembro de 1822 Começava o Império do Brasil com harmonia entre governante e povo

20 Hino da Independência do Brasil Letra : Evaristo da Veiga Música: D.Pedro I

21 Coroação de D. Pedro I como Imperador do Brasil ( 01/12/1822)

22 O primeiro Imperador do Brasil D.Pedro I

23 O reinado da Marquesa de Santos (Domitila de Castro) Amante do Imperador

24 Amores, Casamentos e Descendentes Teve vários relacionamentos amorosos Casou-se 2 vezes Teve 19 filhos : 7 filhos com a Imperatriz Leopoldina ( 1ª. esposa) 1 filha com D. Maria Amélia (2ª esposa) 5 filhos com a amante Marquesa de Santos 1 filho com a Baronesa de Sorocaba (irmã Domitila) 2 filhos com a francesa Noémi Thierry 1 filho com a amante francesa Clémence 1 filho com a uruguaia Maria del Carmen 1 filho com a Monja portuguesa Ana Augusta * Sempre foi um pai zeloso e amoroso com a maior parte de sua prole, fosse ela legítima ou não

25 Imperatriz Leopoldina Marquesa de Santos

26 Guerras da Independência ( 1822 a 1824 ) Processo da região sudeste consolidado e o sul manteve coeso A independência não foi aceita por todos (norte,nordeste) > resistência portuguesa ( Bahia, Maranhão, Pará e Pernambuco ) Maria Quitéria( soldado Medeiros) > primeira mulher,no Brasil,a sentar praça num acampamento militar >heroína baiana Luta dos patriotas contra as cortes portuguesas Apoio diplomático e financeiro da Inglaterra ( Almirante inglêsthomas Cochrane, mercenários) Término guerra > todas as províncias estavam incorporadas ao Império Brasileiro

27 Problemas do novo país Construção da nação Crise econômica > Tesouro vazio > Sem apoio externo Necessidade de obter reconhecimento diplomático Divisão entre portugueses e brasileiros(conflito social ) > controle comércio nas mãos dos portugueses Preconceito de que os nascidos no Brasil Colônia eram inferiores Fazer a Constituição, implantar uma política econômica e traçar a estratégia de inserção do país no mundo Conflito político sobre a forma de governo Comerciantes portugueses > Republicanos > Maçonaria

28 As Constituições O novo regime constitucional entrou em vigor sem constituição > A constituição ainda ia ser preparada por uma Constituinte > maio de 1823 Aceitarei e defenderei a Constituição, se for digna do Brasil e de mim Impasses na Constituinte ( Quem era a maior autoridade o imperador ou os deputados reunidos? ) Conflito Central > Divisão de poder entre o Imperador e o Legislativo Distinção entre cidadãos brasileiros e portugueses Constituinte fechada > Queda e expulsão de José Bonifácio e irmãos Elaboração da nova Constituição 25 março de 1824 por um Conselho de Estado > Poder Moderador > Só o Imperador mandava As revoltas de 1824 > Reações à nova Constituição > Confederação do Equador > Pernambuco > Frei Caneca

29 O Imperador Constitucional do Brasil

30 Independência Reconhecida Os primeiros países que reconheceram a independência foram EUA e México Portugal exigiu pagamento de 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência de sua ex- colônia D.Pedro pede empréstimo à Inglaterra > dinheiro caro e com privilégios econômicos ( aceitou todas as exigências ) O tratado de 1825 assinado por Brasil, Portugal e Inglaterra de reconhecimento da independência desagradou a todos Ninguém gostou de saber que a única vantagem do tratado era garantir ao imperador do Brasil a Coroa Portuguesa

31 Declínio no Brasil Oposição provocada pelas atitudes erráticas do Imperador Situação econômica próxima ao caos Guerra da Cisplatina Morte do seu pai D. João VI ( 10 de março de 1826) e com ela a notificação que era herdeiro do trono e portanto poderia ser coroado Pedro IV de Portugal Sucessão portuguesa Morte da Imperatriz Leopoldina ( 11 de dezembro de 1826) Grupos portugueses próximos ao Imperador Falência do BANCO DO BRASIL em 1829 Tudo isso contribuiu para aumentar a impopularidade de D. Pedro

32 D.Pedro I do Brasil D.Pedro IV de Portugal

33 Segundas núpcias do Imperador com dona Amélia de Leuchtenberg 1829

34

35 Abdicação de D. Pedro I Permitiu a volta de José Bonifácio e irmãos a fim de diluir a oposição nativista O impasse entre o país e seu governante logo teve conseqüência A oposição fortalecia enquanto D.Pedro perdia margem de ação Não havia paz naquele coração aflito dividido entre portugueses e brasileiros > como provar aos dois que os amava igualmente Pedro percebeu, antes de todo mundo, que era ora de partir > soube abdicar melhor do que reinar Na madrugada de 7 de abril de 1831, D. Pedro I abdicou do trono Na mesma noite deixou o palácio sem se despedir do filho de 5 anos D. Pedro II que seria seu herdeiro e imperador do Brasil José Bonifácio, seu verdadeiro amigo,aceitou a tutoria dos príncipes ( 4 filhos ficaram no Brasil) Seis dias depois partiu para a Europa após 9 anos como Imperador do Brasil...

36 Prefiro descer do trono com honra a governar desonrado e envelhecido.todos quantos nasceram no Brasil estão nas ruas contra mim. Não me querem para governo porque sou português. Meu filho tem uma vantagem sobre mim: é brasileiro e os brasileiros gostam dele. Descerei do trono com a glória de findar como comecei, constitucionalmente. Eu imaginava que vinte e três anos nesta terra, dos quais dez dedicados à causa política, me haviam dado o direito de ser brasileiro. D. Pedro I

37 Jamais consentirei em expor o Brasil, por minha causa,às calamidades de uma guerra civil. Só existe um meio de tudo resolver com honra e dentro da Constituição: abdicar em favor do meu filho Pedro de Alcântara. D. Pedro I - 7 de abril de1831

38 Partida de D. Pedro I, D. Amélia e D.Maria da Glória para Portugal (13 abril de 1831)

39 Os filhos de D. Pedro I que ficaram no Brasil

40 D.Pedro II

41 A monarquia ainda seria a forma de manter o país unido em sua imensidão e quando viesse a república, certamente um dia viria, não haveria como destruir o que fora unido pela monarquia. Queriam apenas tempo para aprimorar a nação Reunião dos guardiões do trono do Brasil e dos deputados após abdicação de D.Pedro I

42 A Guerra entre dois irmãos D. Miguel, deu um golpe em 1828 e proclamou-se Rei de Portugal >tinha soldados ( 80 mil homens) mas não tinha generais D. Pedro não tinha soldados (10 mil homens ) mas tinha excelentes generais e almirantes no comando Durante a guerra D. Pedro lutou como soldado comum e por 2 vezes escapou da morte em combate Começava a lenda de Pedro > os soldados de Miguel começaram a temer não o exército liberal, mas a Pedro, cujo destemor os impressionava A guerra durou 2 anos ( ) e arruinou a saúde de Pedro Os sofrimentos, a abdicação, a separação dos filhos que ficaram no Brasil, a guerra, tudo havia contribuído para o que víamos agora: D.Pedro estava muito debilitado e não tinha mais forças para vencer os problemas de saúde

43 Carta de D. Pedro I para o filho que ficou no Brasil D. Pedro II... é mui necessário para que possa fazer a felicidade do Brasil, tua pátria de nascimento e minha de adoção, que tu te faças digno da nação sobre que imperas, pelos teus conhecimentos e maneiras. Meu adorado filho, espero que tu leias com atenção esta minha carta; nela verás o interesse que tomo por ti como teu pai, teu amigo, e pelo Brasil, que desejo ver bem governado, como brasileiro que sou, e muito amigo da minha pátria adotiva, à qual pertence meu coração.

44 Triunfo em Portugal 23 de maio de 1834 assinado tratado de paz > desagradou aos liberais > generosidade sem limite de Pedro com o inimigo Pedro vitorioso não vingou dos inimigos > buscava a reconciliação como sempre Reorganizou o exército e a a economia Foi antecipada a maioridade da filha Maria da Glória > seria a rainha Maria II Podia morrer tranqüilo : a filha começava a reinar em Portugal

45 Curiosidades... Em Portugal é conhecido como O Rei Soldado ou Rei Imperador Conhecido de ambos os lados do Oceano Atlântico como O Libertador > Libertador do Brasil do domínio português e Libertador de Portugal do governo absolutista Foi Imperador ( D. Pedro I ) e Rei ( D.Pedro IV ) D.Pedro abdicou de ambas as coroas: a de Portugal para a filha D. Maria da Glória e a do Brasil para o filho D. Pedro II Foi rei, filho e neto de reis, defensor perpétuo das instituições livres na América e na Europa, que dera constituições às duas pátrias e que deixou a filha reinando em Portugal e o filho no Brasil Pedro um jovem filho do rei que ousara fazer a independência de uma colônia existiria outro igual? criara um império no Novo Mundo e tinha idéias liberais seria isso possível? SIM! Isso foi possível!

46 Morte de D.Pedro 24 de setembro 1834 Palácio de Queluz Portugal aos 36 anos!

47 Informações sobre sua morte Morreu Tísico > autópsia :raro era órgão indispensável à vida que não apresentava lesões; coração e fígado hipertrofiado;pulmão esquerdo denegrido, friável; tinha crises renais ( cálculos) ; baço amolecido... Vestido como general e não como rei, como estabelecera em testamento Outro pedido que foi atendido: não houvesse separação de classes nas homenagens que lhe seriam prestadas, que pobres e ricos seguissem seu féretro lado a lado Recomendou a D. Amélia que seu coração fosse embalsamado e oferecido ao Porto como prova de sua gratidão A notícia de sua morte só chegou ao Brasil 1 mês depois> a cidade ficou comovida com a notícia...

48 Igreja da Lapa - Portugal Cidade do Porto

49 Restos mortais... O coração é guardado imerso em um líquido em um vaso de prata, dentro de um vaso de cristal na Capela mor da Igreja da Lapa, na Cidade do Porto De 4 em 4 anos o líquido é trocado pela guarda municipal do Porto Em 1972 (150 anos da independência do Brasil ),seus restos mortais foram transferidos para o Brasil e estão na Cripta Imperial no Monumento à Independência ou do Ipiranga em São Paulo, onde também repousam suas duas esposas: D. Leopoldina e D. Amélia

50 Museu do Ipiranga

51 Monumento do Ipiranga ou Monumento à Independência

52 Frei Antônio de Arrábida Pedi a Deus que ele fosse lembrado pelo que fizera de justo e injusto, porque das duas coisas é feito o homem. Mas não fosse esquecido, porque não o merecia tal ofensa. E me consolei pensando que o seu coração, o coração que tanto o havia amado e sofrido, o coração do rei, repousava em paz no lugar por ele desejado.

53

O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831. Professor Eric Assis Colégio Pedro II

O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831. Professor Eric Assis Colégio Pedro II O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831 Professor Eric Assis Colégio Pedro II OS DESAFIOS APÓS A INDEPENDÊNCIA I- Manter a unidade territorial do Brasil. II- Construir o Estado Nacional Brasileiro.

Leia mais

7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL

7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL 7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL A HISTÓRIA... A Independência do Brasil éum dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política.

Leia mais

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA http://plataformabrioli.xpg.uol.com.br/historiaresumo/2ano/epopeialusitana.pdf http://blog.msmacom.com.br/familia-real-portuguesa-quem-e-quem-na-monarquia/

Leia mais

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso

Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola Básica de Custóias/ Faculdade de Letras da Universidade do Porto Núcleo de Estágio em História e Geografia 2011/2012 Estagiária: Diana Barroso Escola: Básica de Custóias (sede) Ano: 8º ano Turma:

Leia mais

Período Joanino 1808-1821

Período Joanino 1808-1821 Período Joanino 1808-1821 Bloqueio Continental - 1806 Tratado de Fontainebleau - 1807 Guerras Napoleônicas Fatores Motivadores Invasão das tropas Napoleônicas - Espanha Invasão das tropas Napoleônicas

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL. Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL PORTUGAL

A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL. Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL PORTUGAL A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL De um lado, a pressão napoleônica para Portugal aderir ao bloqueio PORTUGAL De outro

Leia mais

Sete Trombetas (Lauriete)

Sete Trombetas (Lauriete) Sete Trombetas (Lauriete) Uma mistura de sangue com fogo A terça parte deste mundo queimará Eu quero estar distante, quero estar no céu Quando o anjo a primeira trombeta tocar Um grande meteoro vai cair

Leia mais

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D]

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D] Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: Somente a proposição está correta. Com a expansão napoleônica na Europa e a invasão do exército Francês em Portugal ocorreu a vinda da corte portuguesa

Leia mais

CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL O que seria necessário, para que o Brasil, após a independência fosse reconhecido como uma Nação Livre e soberana? Seria necessário que

Leia mais

Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009

Festa da Avé Maria   31 de Maio de 2009 Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009 Cântico Inicial Eu era pequeno, nem me lembro Só lembro que à noite, ao pé da cama Juntava as mãozinhas e rezava apressado Mas rezava como alguém que ama Nas Ave -

Leia mais

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de

Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Jefté era de Mizpá, em Gileade, terra de Jó e Elias. Seu nome (hebraico/aramaico - יפתח Yiftach / Yipthaχ). Foi um dos Juízes de Israel por um período de seis anos (Jz 2:7 ). Jefté viveu em Gileade e foi

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA

BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA Vinda da Família Real esteve ligada à conjuntura européia do início do século XIX Napoleão X Inglaterra X Portugal Bloqueio Continental Convenção

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

A VIDA DO REI SALOMÃO

A VIDA DO REI SALOMÃO Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME: DATA: 17/08//2014 A VIDA DO REI SALOMÃO Versículos para Decorar: 1 - Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente,

Leia mais

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 )

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 ) Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON -Após a derrota de Napoleão Bonaparte, restaurou-se a Dinastia Bourbon subiu ao trono o rei Luís XVIII DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright

Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright A MISSÃO DE DEUS Christopher Wright Christopher Wright faz duas contribuições importantes. Primeiro, ele demonstra que a Bíblia, do início até

Leia mais

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil.

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. SAMUEL, O PROFETA Lição 54 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. 2. Lição Bíblica: 1 Samuel 1 a 3 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus.

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus. Anexo 2 Primeiro momento: contar a vida de Jesus até os 12 anos de idade. Utilizamos os tópicos abaixo. As palavras em negrito, perguntamos se eles sabiam o que significava. Tópicos: 1 - Maria e José moravam

Leia mais

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos.

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família.

Leia mais

Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde Salmos 127:2

Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde Salmos 127:2 Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Joaquim Costa Jr 1 Enquanto dormimos. É inútil que madrugueis, que tarde 2 repouseis, Que comais o pão de dores: Aos seus amados ele o dá enquanto dormem.

Leia mais

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia *

Língua Portuguesa 4 º ano. A camponesa sábia * Avaliação 3 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na sétima unidade você leu algumas histórias com príncipes e princesas em seus majestosos castelos. O texto a seguir é mais uma dessas histórias. Ele nos conta

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

O rei Davi e o seu palácio

O rei Davi e o seu palácio O rei Davi e o seu palácio 2 Sm 11:1-5 Estes versículos registram um terrível e assustador período na vida do rei Davi que poderia ter sido evitado, se o mesmo não escolhesse desprezar suas responsabilidades

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Contradições entre o sistema colonial e as propostas liberais a partir do século XVIII Guerra de sucessão do trono espanhol (1702-1713) Luís XIV conseguiu impor seu neto

Leia mais

ONDAS REVOLUCIONÁRIAS LIBERAIS EUROPA NO SÉCULO XIX

ONDAS REVOLUCIONÁRIAS LIBERAIS EUROPA NO SÉCULO XIX ONDAS REVOLUCIONÁRIAS LIBERAIS EUROPA NO SÉCULO XIX 1820 Independência da Grécia submetida ao Império turco-otomano, o movimento conquista a autonomia política da região com apoio popular e internacional.

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA

NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA NÃO SE ENCONTRA O QUE SE PROCURA Do Autor: ficção Não te deixarei morrer, David Crockett (Contos e Crónicas), 2001 Equador (Romance), 2003 Premio Grinzane Cavour Narrativa Straniera (Itália) Rio das Flores

Leia mais

XVIII) e D. Pedro I (século XIX) defenderam posições políticas opostas e foram protagonistas de ações bastante distintas.

XVIII) e D. Pedro I (século XIX) defenderam posições políticas opostas e foram protagonistas de ações bastante distintas. Atividade extra Fascículo 2 História Unidade 4 Questão 1 Na unidade que você estudou, você pôde observar a foto da Praça Tiradentes no Rio de Janeiro, com a estátua de D. Pedro I ao centro. Tiradentes

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Lançamento da Campanha Contra a Poliomielite

Leia mais

Naamã, comandante do exército do rei da Síria, era muito respeitado e honrado pelo seu senhor, pois por meio dele o Senhor dera vitória à Síria. Mas esse grande guerreiro ficou leproso. Ora, tropas da

Leia mais

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede

PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO. Fome e Sede PERDOAR E PEDIR PERDÃO, UM GRANDE DESAFIO HISTÓRIA BÍBLICA: Mateus 18:23-34 Nesta lição, as crianças vão ouvir a Parábola do Servo Que Não Perdoou. Certo rei reuniu todas as pessoas que lhe deviam dinheiro.

Leia mais

Etapas da maturidade de Eliseu

Etapas da maturidade de Eliseu Etapas da maturidade de Eliseu TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 2.5-11 5 - Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

série de palestras: alma! da! de 30 de setembro a 18 de novembro

série de palestras: alma! da! de 30 de setembro a 18 de novembro série de palestras: 8 da! alma! de 30 de setembro a 18 de novembro 8 Evágrio Pôntico (345-399) A estrutura dos oito vícios se dá de acordo com a tríplice divisão da alma de Platão. Desejos: Cobiça, Luxúria

Leia mais

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Dr. Isaltino Afonso Morais Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas 10 de Junho de 2010 LOCAL: Figueirinha, Oeiras REALIZADO

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. 25 de janeiro de 1835, ao amanhecer o dia na cidade de Salvador, 600 negros entre libertos e escravos levantaram-se decididos

Leia mais

2009 Gilberto Gonçalves

2009 Gilberto Gonçalves No ano de 2004, um grupo de amigos pertencentes aos Bombeiros Voluntários de Fafe decidiu juntar-se para preparar uma pequena brincadeira para a festa de aniversário da Associação Humanitária, recorrendo

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO FACULDADE CASTELO BRANCO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO - CURSO DE HISTÓRIA ÉPOCA DE UM PAÍS DO IMPROVÁVEL

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO FACULDADE CASTELO BRANCO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO - CURSO DE HISTÓRIA ÉPOCA DE UM PAÍS DO IMPROVÁVEL FUNDAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO FACULDADE CASTELO BRANCO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO - CURSO DE HISTÓRIA 1822: MAIK CESAR HELL COLATINA 2012 MAIK CESAR HELL 1822: Resenha elaborada em cumprimento

Leia mais

O bom Jesus e o infame Cristo

O bom Jesus e o infame Cristo PHILIP PULLMAN O bom Jesus e o infame Cristo Tradução Christian Schwartz Copyright 2010 by Philip Pullman Publicado mediante acordo com Canongate Books Ltda., 14 High Street, Edimburgo EH1 1 TE Grafi a

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

ACOLHIMENTO Incentivamos nossas crianças, jovens e adultos à descoberta de novas amizades e ao desenvolvimento de relacionamentos sadios, duradouros

ACOLHIMENTO Incentivamos nossas crianças, jovens e adultos à descoberta de novas amizades e ao desenvolvimento de relacionamentos sadios, duradouros ACOLHIMENTO Incentivamos nossas crianças, jovens e adultos à descoberta de novas amizades e ao desenvolvimento de relacionamentos sadios, duradouros e de mútuo suporte. VIDA Comunicamos os ensinamentos

Leia mais

Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho

Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho 19 de novembro Hino à Bandeira Música de Francisco Braga Letra de Olavo Bilac Apresentado pela primeira vez em 15 de agosto de 1906 (Extraído do livro Bandeira

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca INAUGURAÇÃO DA NOVA CIDADE DE CANINDÉ

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA A A GERAÇÃO DO CONHECIMENTO Transformando conhecimentos em valores www.geracaococ.com.br Unidade Portugal Série: 6 o ano (5 a série) Período: MANHÃ Data: 12/5/2010 PROVA GRUPO GRUPO IV 2 o BIMESTRE PROVA

Leia mais

E alegre se fez triste

E alegre se fez triste Manuel Alegre Manuel Alegre nasceu em 1936 e estudou na Faculdade de Direito de Coimbra, onde participou activamente nas lutas académicas. Cumpriu o serviço militar na guerra colonial em Angola. Nessa

Leia mais

Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal

Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal 1ª Leitura Eclo 3,3-7.14-17a (gr.2-6.12-14) Leitura do Livro do Eclesiástico 3,3-7.14-17a (gr.2-6.12-14) 3Deus honra o pai nos filhos e confirma, sobre eles,

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

Há que imaginar a Europa nos séculos XII e XIII como um imenso tabuleiro de

Há que imaginar a Europa nos séculos XII e XIII como um imenso tabuleiro de SEXTA CRUZADA (1228 1229) O Desencadeamento. Desde 1187 Jerusalém permanecia em mãos dos Muçulmanos. Nenhuma das Cruzadas anteriores havia conseguido avanço algum em terra Santa. Desta forma havia a necessidade

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento).

1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento). HB. Expansão territorial da colônia. Expansão territorial Bandeirantes. 1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento). Mão-de-obra indígena.

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório. Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11.

Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório. Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11. Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11.11 Introdução Negar princípios parece ser uma coisa comum em nossos

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após encontro com a Senadora Ingrid Betancourt São Paulo-SP, 05 de dezembro de 2008 Presidente: A minha presença aqui

Leia mais

VOCÊ PERDOA FACILMENTE?

VOCÊ PERDOA FACILMENTE? VOCÊ PERDOA FACILMENTE? Você perdoa facilmente? Ama intensamente? Briga com facilidade? Tem muitos amigos? Confia em muitas pessoas? Sabe dizer quando está certa ou errada? Prefere morrer por quem ama,

Leia mais

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A Europa no século XIX Napoleão realizou uma série de batalhas para a conquista de novos territórios para a França. O exército francês aumentou o número

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal Sobral-CE, 17 de março de 2004 Meu caro governador do estado do Ceará, Lúcio Alcântara, Meu caro companheiro

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62

PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 PREGAÇÃO DO DIA 08 DE MARÇO DE 2014 TEMA: JESUS LANÇA SEU OLHAR SOBRE NÓS PASSAGEM BASE: LUCAS 22:61-62 E, virando- se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou- se da palavra do Senhor, como lhe havia

Leia mais

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 1 o Bimestre 5 o ano história Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia o texto a seguir e responda Na

Leia mais

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO 1. UM POUCO ALÉM DO PRESENTE (10º DOMINGO) 1. Um pouco além do presente, Alegre, o futuro anuncia A fuga das sombras da noite, A luz de um bem novo dia. REFRÃO: Venha teu reino,

Leia mais

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I história Unidade 1 A vinda da família real portuguesa para o Brasil Os desdobramentos sociais, políticos e econômicos da independência do Brasil Os aspectos históricos do início do Império brasileiro O

Leia mais

A VIDA DO REI SALOMÃO

A VIDA DO REI SALOMÃO Momento com Deus Crianças de 09 a 11 anos NOME: DATA: 17/08//2014 A VIDA DO REI SALOMÃO Versículos para Decorar: 1 - Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente,

Leia mais

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo Mineração e a Crise do Sistema Colonial Prof. Osvaldo Mineração No final do século XVII, os bandeirantes encontraram ouro na região de Minas Gerais Grande parte do ouro extraído era de aluvião, ou seja,

Leia mais

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PRIOR VELHO 12-05-2007 Cântico de Entrada: 1. A treze de Maio, na Cova da Iria, apareceu brilhando a Virgem Maria. Ave,

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Avé Maria. Anjinho da Guarda. S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Esta semana iremos tentar aprender a dar. A dar aos que mais precisam. E vamos ver que Dar é BRU TAL!!!! Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas

Leia mais

O que a Bíblia diz sobre o dinheiro

O que a Bíblia diz sobre o dinheiro Seção 2 O que a Bíblia diz sobre o A questão do e das posses é mencionada muitas vezes na Bíblia. Esta seção examina o que a Bíblia nos ensina sobre a nossa atitude para com o. Ela vai nos ajudar a considerar

Leia mais

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento Perguntas para a reflexão pessoal Qual o significado, hoje na minha vida concreta, desta pregação de João Batista? Animo-me a anunciar a Palavra de Deus como ele? Escuto a Palavra de Deus que me chega

Leia mais

Quadramais Produções-www.quadramais.com.ar.Apostila 1808-O Império está aqui. de Adrian Andrade. 2011 APOSTILA. 1808- O Império está aqui- ARGUMENTO

Quadramais Produções-www.quadramais.com.ar.Apostila 1808-O Império está aqui. de Adrian Andrade. 2011 APOSTILA. 1808- O Império está aqui- ARGUMENTO APOSTILA 1808. 1808- O Império está aqui- ARGUMENTO A Corte Portuguesa chega de Lisboa ao Rio de Janeiro, fugindo das garras de Napoleão Bonaparte. Encontram-nos no novo Palácio Real do Rio de Janeiro,

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR

Bíblia para crianças. apresenta O ENGANADOR Bíblia para crianças apresenta JACÓ O ENGANADOR Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot; Lazarus Adaptado por: M Kerr; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

Independência do Brasil

Independência do Brasil BRASIL COLÔNIA Independência do Brasil Enquanto o governo absolutista português reprimia com vigor os movimentos republicanos no Brasil, o absolutismo na Europa era contestado pela Revolução Francesa,

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA A nível mundial, o primeiro papel moeda surgiu na China, no séc. VII, na dinastia Tang, para facilitar aos comerciantes o transporte de grandes quantidades de moeda de metal,

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

2ª Feira, 2 de novembro Rezar em silêncio

2ª Feira, 2 de novembro Rezar em silêncio 2ª Feira, 2 de novembro Rezar em silêncio Já estamos em novembro e temos um novo 10-a-fio! O que nos é proposto para este mês é rezar. Esta semana vamos refletir no modo como Jesus rezava. Jesus, quando

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais