- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09"

Transcrição

1 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - ANALISE GLOBAL - UGLIONE COMÉRCIO DE VEÍCULOS LTDA - AGÊNCIA CHEVROLET - NOVEMBRO / 2012 SANTA MARIA - RS 1

2 1 APRESENTAÇÃO Para o pleno funcionamento do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA fazse necessário a realização de avaliações periódicas. Assim, a UNIMED Santa Maria vem por meio deste documento reavaliar o Documento-Base realizado na respectiva empresa em JULHO / 2010, bem como suas posteriores análises globais. Esta reavaliação busca, prioritariamente, manter atualizado o PPRA, verificando se as medidas de segurança sugeridas pelo mesmo foram atendidas, pois neste inclui-se metas e prazos, atendendo às determinações legais constantes na NR-09 da Portaria de 08/07/1978, alterada em 24/12/1994 pela Portaria nº 25 do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. 2

3 2 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão social: UGLIONE COMÉRCIO DE VEÍCULOS LTDA Nome fantasia: AGENCIA CHEVROLET Endereço: Avenida Ângelo Bolson, 1545 Vila Formosa CEP: Fone: / CNPJ: / IE: 109/ Código Atividade: Atividade: Comércio a varejo de automóveis, caminhonetas e utilitários novos; Grau de Risco: 02 (dois), conforme Quadro 1 da NR-4; 3 ASPECTOS AVALIADOS 3.1. Quadro funcional Constatou-se alteração do quadro funcional da empresa. Atualmente, o mesmo está composto por 93 (noventa e três) funcionários, conforme quadro abaixo: FUNÇÃO Nº FUNCIONÁRIOS ADMINISTRAÇÃO Gerente Financeiro 01 Analista Financeiro 02 Auxiliar Contábil 02 Auxiliar Administrativo 02 Auxiliar de CPD 01 Telefonista 01 Motorista 02 Operador de Sistema 01 Recepcionista 01 Caixa 01 FUNÇÕES NOVAS ADMINISTRAÇÃO Servente de Limpeza (administrativo) 02 3

4 FUNÇÃO Nº FUNCIONÁRIOS VENDAS Gerente de Vendas 01 Analista de Negócios 01 Supervisor de Vendas 01 Vendedor 06 Vendedor Externo 07 Consultor de Vendas 01 FUNÇÕES NOVAS Encarregado Avaliação Veículos Usados 01 Secretária Vendas 01 Entregador Técnico 01 ASSISTÊNCIA TÉCNICA Gerente pós Vendas 01 Supervisor de Peças 01 Supervisor de Oficina 01 Supervisor de Funilaria e Pintura 01 PEÇAS Vendedor de Peças 03 Estoquista 03 MECÂNICA Auxiliar de Mecânico 01 Eletricista 02 Menor Aprendiz 05 Mecânico 11 Mecânico Tapeceiro 01 Técnico Mecânico 03 Ferramenteiro 01 ASSESSÓRIOS Auxiliar de Colocador de Assessórios 01 Colocador de Assessórios 01 LAVAGEM Lavador 04 4

5 FUNÇÃO Nº FUNCIONÁRIOS FUNILÁRIA E PINTURA Auxiliar de Funilaria e Pintura 02 Chapeador 01 Montador 04 Preparador Pintor 03 FUNÇÕES NOVAS ADM Auxiliar Administrativo 03 Auxiliar Escritório 01 Escriturário 01 Servente Limpeza (Assistência técnica) 01 Mantenedor 01 5

6 3.2 FUNÇÕES NOVAS RECONHECIMENTO E ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS FUNÇÃO: SERVENTE LIMPEZA (ADM) Nº COLABORADORES: 02 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de limpeza do setor administrativo, vendas EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: Pano, vassoura, balde e utensílios de limpeza. MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): Calçado tipo sapato CA: 20541, Luva para proteção contra agentes químicos CA: Tipo: QUIMÍCO Embasamento Legal: NR 15 Anexo 13. Agente ou Fator de Risco Hipoclorito Fonte geradora ou Atividade geradora Limpeza da área administrativa Exposição Intermitente Meios de Propagação no Ambiente de Trabalho Metodologia utilizada Avaliação qualitativa ambiente de trabalho Intensidade e concentração EPC's existentes Tipo Eficaz (S/N) N.A Nível de Ação NR EPI's existentes Tipo Calçado tipo sapato CA: luva para proteção contra agentes químicos CA: Limite de Tolerância NR 15 Anexo Segundo estabelece pela NR 15 Anexo 13, conforme inspeção em local de trabalho. Vias de penetração no organismo Ações preventivas Via Cutânea (pele) Danos a saúde Dermatites de contato. FONTE TRAJETÓRIA INDIVÍDUO Verificar a possibilidade da substituição do produto por outro que não contenha na sua composição agente de risco; Treinar os funcionários periodicamente sobre a necessidade e maneira correta de uso, manutenção e higienização do EPI. Eficaz (S/N) S 6

7 3.2.3 FUNÇÃO: ENCARREGADO AVALIAÇÃO DE VEÍCULOS USADOS Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de vistoriar os veículos entregue pelos clientes na troca por outro. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): -- ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS ATRAVÉS DA ANÁLISE DO AMBIENTE DE TRABALHO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA FUNÇÃO, VERIFICOU-SE QUE A MESMA NÃO ESTA EXPOSTA A AGENTES FÍSICOS, QUÍMICOS E BIOLÓGICOS CONFORME NR 09, ITEM FUNÇÃO: SECRETÁRIA VENDAS Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de atendimento aos clientes; Direcionar os clientes aos locais pretendidos. Servir café. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): -- ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS ATRAVÉS DA ANÁLISE DO AMBIENTE DE TRABALHO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA FUNÇÃO, VERIFICOU-SE QUE A MESMA NÃO ESTA EXPOSTA A AGENTES FÍSICOS, QUÍMICOS E BIOLÓGICOS CONFORME NR 09, ITEM

8 3.2.5 FUNÇÃO: ENTREGADOR TÉCNICO Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de entrega técnica de veículos novos aos clientes, explicando o funcionamento do mesmo. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): -- ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS ATRAVÉS DA ANÁLISE DO AMBIENTE DE TRABALHO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA FUNÇÃO, VERIFICOU-SE QUE A MESMA NÃO ESTA EXPOSTA A AGENTES FÍSICOS, QUÍMICOS E BIOLÓGICOS CONFORME NR 09, ITEM

9 FUNÇÃO: AUXILIAR ADMINISTRATIVO Nº COLABORADORES: 03 AUXILIAR ESCRITÓRIO Nº COLABORADORES: 01 ESCRITURÁRIA Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de executar serviço de apoio nas áreas de administração, finanças e logística; atender fornecedores e clientes, fornecendo e recebendo informações sobre produtos e serviços; tratar de documentos variados, cumprir todo o procedimento necessário referente aos mesmos. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): -- ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS ATRAVÉS DA ANÁLISE DO AMBIENTE DE TRABALHO E DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA FUNÇÃO, VERIFICOU-SE QUE A MESMA NÃO ESTA EXPOSTA A AGENTES FÍSICOS, QUÍMICOS E BIOLÓGICOS CONFORME NR 09, ITEM

10 FUNÇÃO: SERVENTE LIMPEZA (ASSISTÊNCIA TÉCNICA) Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de limpeza do setor de assistência técnica. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: Balde, vassoura e utensílios de limpeza. MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): Calçado tipo sapato CA: 20541, Luva para proteção contra agentes químicos CA: ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS Tipo: FÍSICO Embasamento Legal: NR 09 e NR 15 Anexo 1 Agente ou Fator de Risco Ruído Fonte geradora ou Atividade geradora Máquinas e equipamentos Exposição Intermitente Meios de Propagação no Ambiente de Trabalho Ar e óssea Metodologia utilizada Avaliação quantitativa dosimetria de ruído Intensidade e concentração (Média ponderada) EPC's existentes Tipo Eficaz (S/N) EPI's existentes Nível de Ação NR db Segundo intensidade acima citada, a mesma ultrapassa o nível de ação sendo necessárias a adoção de ações preventivas. Limite de Tolerância NR 15 Anexo db - 8 horas NÃO ultrapassa o limite de tolerância estabelecido pela NR 15 Anexo 1. Vias de penetração no organismo Ações Preventivas Danos a saúde FONTE TRAJETÓRIA INDIVÍDUO Via auditiva - Perda auditiva induzida por ruído - PAIR Realizar manutenções preventivas nas máquinas, com o intuito de reduzir o ruído desnecessário na fonte ou substituição das mesmas; Enclausurar das fontes geradoras (máquina ou setor de trabalho) de ruído; Treinar periodicamente os funcionários sobre a forma correta de uso, manutenção e substituição do mesmo quando necessário. Tipo Eficaz (S/N) 10

11 Tipo: QUIMÍCO Embasamento Legal: NR 15 Anexo 13. Agente ou Fator de Risco Hipoclorito Fonte geradora ou Atividade geradora Limpeza da assistência técnica Exposição Intermitente Meios de Propagação no Ambiente de Trabalho Ar Metodologia utilizada Avaliação qualitativa ambiente de trabalho Intensidade e concentração EPC's existentes Tipo Eficaz (S/N) N.A Nível de Ação NR EPI's existentes Tipo Calçado tipo sapato CA: luva para proteção contra agentes químicos CA: Limite de Tolerância NR 15 Anexo Segundo estabelece pela NR 15 Anexo 13, conforme inspeção em local de trabalho. Vias de penetração no organismo Ações preventivas Via Cutânea (pele) Danos a saúde Dermatites de contato. FONTE TRAJETÓRIA INDIVÍDUO Verificar a possibilidade da substituição do produto por outro que não contenha na sua composição agente de risco; Treinar os funcionários periodicamente sobre a necessidade e maneira correta de uso, manutenção e higienização do EPI. Eficaz (S/N) S 11

12 FUNÇÃO: MANTENEDOR Nº COLABORADORES: 01 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS: Realizar as atividades de manutenção predial das instalações da empresa. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PARA TRABALHO: MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO COLETIVA EXISTENTE(S): -- MEDIDA(S) DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EXISTENTE(S): Calçado tipo sapato CA: 20541, luva para proteção contra agentes químicos CA: ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS Tipo: FÍSICO Embasamento Legal: NR 09 e NR 15 Anexo 7 Agente ou Fator de Risco Radiações não ionizantes Fonte geradora ou Atividade geradora Trabalho a céu aberto Nível de Ação NR 09 Limite de Tolerância NR 15 Anexo 07 Vias de penetração no organismo Ações Preventivas Danos a saúde FONTE -- TRAJETÓRIA INDIVÍDUO Exposição Ocasional Cutânea (pele) Meios de Propagação no Ambiente de Trabalho Ar Queimaduras, Câncer de pele, desidratação; Metodologia utilizada Avaliação qualitativa Intensidade e concentração EPC's existentes Tipo Eficaz (S/N) Sempre que possível evitar os horários entre 10:00 hs e 16:00 hs para atividades ao céu aberto; EPI's existentes Fornecer protetor solar, chapéu e beber bastante água. Treinar periodicamente os funcionários sobre a forma correta de uso, manutenção e substituição do mesmo quando necessário. Tipo Eficaz (S/N) 12

13 Tipo: QUIMÍCO Embasamento Legal: NR 15 Anexo 13. Agente ou Fator de Risco Álcalis caustico (cimento) Fonte geradora ou Atividade geradora Manutenção Exposição Ocasional Meios de Propagação no Ambiente de Trabalho Ferramentas manuais Metodologia utilizada Avaliação qualitativa ambiente de trabalho Intensidade e concentração EPC's existentes Tipo Eficaz (S/N) N.A Nível de Ação NR EPI's existentes Tipo Calçado tipo sapato CA: luva para proteção contra agentes químicos CA: Limite de Tolerância NR 15 Anexo Segundo estabelece pela NR 15 Anexo 13, conforme inspeção em local de trabalho. Vias de penetração no organismo Ações preventivas Danos a saúde FONTE TRAJETÓRIA INDIVÍDUO Via Cutânea (pele) Verificar a possibilidade da substituição do produto por outro que não contenha na sua composição agente de risco; Treinar os funcionários periodicamente sobre a necessidade e maneira correta de uso, manutenção e higienização do EPI. Eficaz (S/N) S 13

14 3.3. Estrutura Física Não se constatou alterações na estrutura física da empresa que implicassem na exposição dos funcionários a riscos diferentes dos já mencionados no Documento-Base do PPRA Riscos Ocupacionais e Medidas de Controle Não foram verificadas alterações que implicassem na exposição dos funcionários a riscos diferentes dos mencionados no Documento-Base do PPRA, permanecendo válida as descrições dos riscos ambientais e recomendações constantes no mesmo. - Quanto a NR 06, a empresa fornece equipamentos recomendados no documento base aos funcionários. Devendo realizar a entrega dos EPI's mediante ficha de controle individual, conforme modelo anexo. OBS: É OBRIGAÇÃO DO EMPREGADOR: Fornecer gratuitamente os EPI s adequados ao risco e em perfeitas condições de conservação e funcionamento; tornar obrigatório o seu uso e treinar o colaborador sobre o uso adequado. OBS: É OBRIGAÇÃO DO EMPREGADO: Usá-lo apenas para finalidade a que se destina; responsabilizar-se por sua guarda e conservação e comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para o uso. EPI entregue aos funcionários pela empresa ASSISTÊNCIA TÉCNICA MECÂNICA E ASSESSÓRIOS EPI CA Protetor Auditivo(Atenuação 14 db) 4398 Creme protetor de segurança 4234 Calçado tipo sapato / Óculos Luva para proteção contra agentes abrasivos e escoriantes Respirador purificador de ar P1 448 Luvas para proteção contra agentes químicos /

15 ASSISTÊNCIA TÉCNICA FUNILARIA E PINTURA EPI CA Protetor Auditivo (Atenuação 14 db) 4398 Creme protetor de segurança 4234 Calçado tipo sapato / Óculos 6874 Luva para proteção contra agentes abrasivos e escoriantes Respirador purificador de ar P1 (contra poeiras e névoas) Respirador purificador de ar (contra gases e vapores) 4115 Luvas para proteção contra agentes químicos / Mascara de solda 9852 Vestimenta tipo avental 7008 ASSISTÊNCIA TÉCNICA LAVAGEM EPI CA Protetor Auditivo (Atenuação 14 db) 4398 Creme protetor de segurança 4234 Calçado tipo sapato Calçado tipo bota (impermeável) 3151 Óculos Respirador purificador de ar (contra gases e vapores) 7957 Respirador purificador de ar P Luvas para proteção contra agentes químicos / Avental impermeável S/ CA 15

16 3.5. Recomendações Gerais ITEM AÇÃO SITUAÇÃO PRAZO NR-01 Ordens de serviço Implementar I NR 05 CIPA Comissão OK NR 06 EPI Eficaz / Eficiente OK Treinados I NR-07 PCMSO Exames em dia OK NR-08 Edificação Adequação (piso, ventilação) OK NR-09 PPRA Atualizado OK NR-10 Máquinas e equipamentos Aterrados e Isolados OK NR-13 Relatório de inspeção (vaso de pressão) Existente OK Cadeiras ergonômicas / bancos Adequados OK NR-17 Transporte de peso (manual/equipamentos) Treinamento OK Telemarketing Treinamento I NR-23 Extintores Adequados OK Treinamento (Prevenção e Combate) Existente I Banheiro (toalha papel / sabonete liquido) Existente OK NR-24 Vestiários (Armários / chuveiros) Existentes OK Refeitório Organizado OK NR-25 Programa de resíduos industriais Existente I NR-26 Sinalização de segurança Adequada I I Imediato 1 mês após a data de entrega do documento; C Curto prazo 3 meses após a data de entrega do documento; M Médio prazo 6 meses após a data de entrega do documento; L Longo prazo 9 meses após a data de entrega do documento; NOTA: Os serviços de manutenção e/ou reparos em partes de instalações elétricas, sob tensão, só podem ser executadas por profissionais qualificados, devidamente treinados, em cursos especializados, com emprego de ferramentas e equipamentos especiais, atendidos os requisitos tecnológicos e as prescrições previstas no subitem Estabelecer normas de proteção e medidas de segurança na operação de máquinas e equipamentos, especialmente quanto à proteção das partes móveis, distância entre estas, vias de acesso às 16

17 máquinas, emprego de ferramentas, sua adequação e medidas de proteção exigidas quando motorizadas ou elétricas; - Realizar treinamento prático sobre o uso correto dos extintores de incêndio, sob a direção de pessoas capacitadas, na ocasião da substituição da carga vencida dos mesmos; - Todas as instalações da empresa (banheiros, cozinhas, alojamento, etc.) devem ser mantidas em perfeito estado de conservação e higiene, conforme estabelece esta norma; - Acidentes de trânsito (sugere-se curso de reciclagem e de direção defensiva ao motorista). Observar sempre o prazo de vencimento do exame médico da Carteira Nacional de Habilitação e sua categoria; - Fazer sempre a revisão visual no veículo (pneus inclusive os estepes, equipamentos obrigatórios de segurança, sinaleiras, setas de indicação de direção, triângulo, macaco, chave de roda, entre outros acessórios que fazem parte do veículo), revisão preventiva e corretiva, para garantir o bom estado do veículo e evitar acidentes. 17

18 4 CONCLUSÃO É importante salientar que a empresa deve atender a todas às recomendações sugeridas no Documento-Base do PPRA e no presente relatório, procurando permanentemente a melhoria das condições de trabalho de seus funcionários. Para a melhoria do ambiente de trabalho, da produtividade, da qualidade dos serviços e da vida dos funcionários faz-se necessário realizar avaliações periódicas e o envolvimento de todos na implantação de medidas preventivas e/ou corretivas. A Unimed Santa Maria Departamento de Saúde Ocupacional coloca-se a disposição da empresa para o esclarecimento de eventuais dúvidas na rua Barão do Triunfo, 862, Centro - Santa Maria/RS, ou pelo fone/fax (55) , de segunda à sexta-feira das 08:00 às 18:00 horas ou na rua Germano Hentschke, 647, sala 01, no horário das 14:00 às 17:00 nas quartas feiras, pelo telefone (55) Santa Maria, Novembro de Dr. Renor Paulo Beltrami Médico do Trabalho CRM / NIT Pedro Trevisan Junior Técnico em Segurança no Trabalho Registro MTE RS/

19 5. ANEXOS ANEXO I - MODELO DE FICHA DE ENTREGA DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EPI - NR-06 DA PORTARIA Nº 25 DE 15/10//2001 DO MTE Razão Social: Nome do Funcionário: Função (conforme CTPS): Declaro, para os devidos fins, que recebi os EPIs abaixo descritos e comprometo-me a: -Usá-los apenas para a finalidade a que se destinam; -Responsabilizando-me por sua guarda e conservação; -Comunicar ao empregador qualquer alteração que os tornem impróprios para o uso; -Responsabilizar-me pela danificação dos EPIs devido ao uso inadequado ou fora das atividades a que se destinam, bem como seu extravio; -Declaro, ter recebido treinamento para o uso correto, guarda e conservação dos equipamentos de proteção individual fornecidos pela empresa. Estar ciente que o uso é obrigatório, sob pena de ser punido, conforme CLT, art 158 obrigações dos empregados em matéria de saúde e segurança do trabalho, e art 482, constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador, letra H ato de indisciplina e insubordinação. Assinatura do funcionário Data Entrega Tipo EPI Nº CA Data Devolução Duração Rubrica 19

20 ANEXO II MODELO DE ORDEM DE SERVIÇO Função: LOGOTIPO 1. Descrição da Função ORDEM DE SERVIÇO (O.S.) POR ATIVIDADE SEGURANÇA DO TRABALHO Data Elaboração: Data Última Revisão: Setor: 2. Riscos Associados às Atividades 3. EPI's de Uso Obrigatório 4. Recomendações - Atenção e cuidado no manuseio das máquinas e equipamentos, não manter contato direto com partes móveis em movimento. - Fume somente nos locais permitidos que estão sinalizados. - Comunique a Direção qualquer irregularidade que possa colocar você ou seus companheiros em risco de acidentes. - Nunca levantar e transportar materiais que ultrapassem o limite individual (60 Kg), sendo para o transporte contínuo a metade deste valor. - Use os EPI's designados a sua função. - Comparecer ao consultório do Médico do Trabalho sempre que solicitado. 5. Procedimentos em caso de acidentes - Todo e qualquer acidente de trabalho, deverá ser comunicado para a Direção da empresa, para que possa ser providenciada a emissão da CAT Comunicação de Acidente do Trabalho, cujo prazo é de 24 horas. Obs: O acidente não comunicado, não será considerado para efeitos legais. 6. Observações - As orientações aqui contidas não esgotam o assunto sobre prevenção de acidentes, devendo ser observadas todas as instruções existentes, em especial as Normas e Regulamentos da Empresa. - Não executar qualquer atividade sem treinamento e pleno conhecimento dos riscos e cuidados a serem observados. Ass. Empresa: Data: Ass. Funcionário: Data: 20

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - ANÁLISE GLOBAL - DESTAQUE AVIAÇÃO AGRÍCOLA LTDA. - SÃO PEDRO DO

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 MARÇO/ 2004 SANTA MARIA - RS Rua Barão do Triunfo, 862, Santa Maria/RS - CEP: 97015-070 - Fone/Fax: (55) 222-8151 1 SUMÁRIO 1 Aspectos Gerais...3

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RICO AMBIENTAI Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria T n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - DOCUMENTO BAE - UGLIONE COMÉRCIO DE VEÍCULO LTDA. JULHO/2010 ANTA

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 9 - DOCUMENTO BASE - STANGHERLIN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA - ARENAL

Leia mais

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES (AS) DA EMPRESA. 03 EPI s EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Rua Doutor Faivre, 888 - Fone: (41) 3264-4211 Fax: (41) 3264-4292 01 - DADOS GERAIS DA EMPRESA NOME: CNPJ: ENDEREÇO: MUNICÍPIO: CEP: FONE / FAX: PROPRIETÁRIO: ENCARREGADO: 02 - NÚMERO DE TRABALHADORES

Leia mais

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS SETEMBRO / 2005 SANTA MARIA - RS Avenida. Medianeira 1900, Centro Santa Maria/ RS, CEP 97060-002- Fone (55) 3027 8911 Sumário 1 INTRODUÇÃO... 3 2

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCO AMBIENTAL - PPRA NR 09

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCO AMBIENTAL - PPRA NR 09 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCO AMBIENTAL - PPRA NR 09 Prof. Me. Vítor Hugo Magalhães Vono Engenheiro de Segurança do Trabalho Lei 6514 de 12/77 Capítulo V da CLT da Segurança e Medicina do Trabalho (art.

Leia mais

Sistema de Gestão de SMS

Sistema de Gestão de SMS DESCRIÇÃO DA EMPRESA Nome SMART EXPRESS TRANSPORTES LTDA EPP CNPJ 12.103.225/0001-52 Insc.Est. 79.477.680 Atividade: transporte rodoviário de carga em geral Código: 206-2 Nº de funcionários (inclusive

Leia mais

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno PPRA MANUAL PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO FORMULÁRIO PARA RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Esse Formulário deve ser aplicado

Leia mais

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente

Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Engenharia de Segurança e Meio Ambiente Introdução A Engemix possui uma equipe de Engenheiros de Segurança e Meio Ambiente capacitada para dar todo subsídio técnico para implantação, operação e desmobilização

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO

PROGRAMA DE PREVENÇÃO - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE nº 3214/78 Portaria SSST nº 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - DOCUMENTO BASE - VIDUTY Indústria de Artigos Decorativos FEVEREIRO

Leia mais

ANEXO VII: NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (109.000-3)

ANEXO VII: NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (109.000-3) ANEXO VII: NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (109.000-3) NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (109.000-3) 9.1. Do objeto e campo de aplicação. 9.1.1. Esta Norma Regulamentadora

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL TÍTULO : SAÚDE E SEGURANÇA 1. OBJETIVO: Informar, conscientizar e instruir os colaboradores, sobre possíveis riscos inerentes as funções desempenhadas em seu dia a dia do trabalho.

Leia mais

Procedimento Institucional Gestão de EPI

Procedimento Institucional Gestão de EPI Tipo de Documento Procedimento Institucional Título do Documento Equipamento de Proteção Individual Elaborado por Paulo Sérgio Bigoni Área Relacionada Saúde e Segurança do Trabalhador Processo ESTRUTURAÇÃO

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (PPRA) PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL (PCMSO)

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS (PPRA) PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL (PCMSO) Portaria 3.214/78 do M.T.E. PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA) E PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL PCMSO) MOVELLARE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA - MATRIZ - MAIO/2013

Leia mais

a) sempre que se produza uma mudança nas condições de trabalho, que possa alterar a exposição aos agentes biológicos;

a) sempre que se produza uma mudança nas condições de trabalho, que possa alterar a exposição aos agentes biológicos; Os 32 itens da NR-32 a serem trabalhados nesta primeira etapa do projeto 32 para implantação nos estabelecimentos de saúde até 2009 foram selecionados e estudados pela diretoria do Sinsaúde por serem os

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS

LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS LISTA DE VERIFICAÇÃO / CHECK LIST EM MARMORARIAS Manuel Adacio Ramos Paulo Médico do Trabalho Subgerência da Vigilância em Saúde do Trabalhador/GVISAM Coordenação de Vigilância em Saúde/SMS/PMSP LISTA

Leia mais

- PPRA NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria 3.214/78 do M.T.E. MOVELLARE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA - MATRIZ -

- PPRA NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria 3.214/78 do M.T.E. MOVELLARE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA - MATRIZ - - PPRA NR 9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria 3.214/78 do M.T.E. MOVELLARE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA - MATRIZ - MAIO/2013 RESTINGA SECA - RS )* 2 1 Aspectos Gerais 1.1 Aspecto

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 MARÇO/ 2004 SANTA MARIA - RS Rua Barão do Triunfo, 862, Santa Maria/RS - CEP: 97015-070 - Fone/Fax: (55) 222-8151 1 SUMÁRIO 1 Aspectos Gerais...3

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - DOCUMENTO BASE - JANEIRO / 2011 SANTA MARIA - RS 1 SUMÁRIO

Leia mais

A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Legislação sobre equipamentos de proteção individual (EPI) A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A Lei

Leia mais

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas

Procedimento de Segurança e Medicina do Trabalho na execução de obras e serviços por empresas contratadas 1. Objetivo Este Procedimento tem como objetivo fixar os requisitos de segurança e medicina do trabalho para as atividades de empresas contratadas, que venham a executar obras e/ou serviços nas dependências

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI 1. FINALIDADE: Regulamentar a utilização do Equipamento de Proteção Individual EPI, no âmbito do DEMLURB, a fim de proporcionar melhores

Leia mais

A SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso de suas atribuições legais, e

A SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso de suas atribuições legais, e PORTARIA SSST Nº 11, de 13/10/1994 "Publica a minuta do Projeto de Reformulação da Norma Regulamentadora nº 9 - Riscos Ambientais com o seguinte título: Programa de Proteção a Riscos Ambientais". A SECRETARIA

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS As Normas Regulamentadoras estabelecem critérios e procedimentos obrigatórios relacionados à segurança e medicina do trabalho, que devem ser seguidos por empresas de acordo com

Leia mais

Legislação sobre equipamentos de proteção individual (EPI)

Legislação sobre equipamentos de proteção individual (EPI) Legislação sobre equipamentos de proteção individual (EPI) A legislação que trata de EPI no âmbito da segurança e saúde do trabalhador é estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A Lei

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 25, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1994 (*) (DOU de 30/12/94 Seção 1 págs 21.280 a 21.282) (Republicada em 15/12/95 Seção

Leia mais

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA.

MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. MEDIDAS DE CONTROLE COM NORMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA CONTRATADAS QUE PRESTAM SERVIÇOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. CLAUSULA PRIMEIRA: OBJETIVO. 1.1. Estabelecer diretrizes de

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora - NR 09 - DOCUMENTO BASE - COOPERATIVA MISTA DOS AGRICULTORES DE TOROPI

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA / NR - 9 SETEMBRO / 24 SANTA MARIA - RS 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES...4 3 OBJETO E CAMPO DE APLICAÇÃO...5 3.1 Da Obrigatoriedade

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) 6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual EPI, todo dispositivo ou produto, de

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - DOCUMENTO BASE - JANEIRO / 2009 SANTA MARIA - RS 1 SUMÁRIO

Leia mais

PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95

PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95 PORTARIA Nº 25, DE 29.12.94, DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO DOU DE 30.12.94, REPUBLICADA NO DE 15.02.95 Norma Regulamentadora NR 9 Riscos ambientais Nova redação Programa de Prevenção de

Leia mais

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes.

SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S. Objetivo: Instruir quanto ao campo de aplicação das NR s e direitos e obrigações das partes. SÚMULA DAS NORMAS REGULAMENTADORAS NR S NR-1 DISPOSIÇÕES GERAIS O campo de aplicação de todas as Normas Regulamentadoras de segurança e medicina do trabalho urbano, bem como os direitos e obrigações do

Leia mais

LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS

LEVANTAMENTO DE PERIGOS E DANOS E AVALIAÇÃO DE RISCOS fl. de 7 Endereço Local Aprovado Data Rev. UNIOP-SP Av. Paulista, 06 São Paulo SP 9º, 5º, 7º e 8º andares JMn (SESMS) 0/08/ C Atividade Perigo Dano (Todas) Agressão Física Assédio Discriminação Energizadas

Leia mais

M P METÁLURGICA LTDA

M P METÁLURGICA LTDA RELATÓRIO DE REVISÃO DO PPRA (PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS) - PPRA NR 9 - M P METÁLURGICA LTDA MAIO/2010 SANTA MARIA - RS 1 SUMÁRIO 1 Aspectos Gerais 1.1 Aspecto Legal 1.2 Objetivo Legal

Leia mais

Polyclínica Médica e Operadora de Planos de Saúde S/S Ltda. PCMSO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL CREDIOESTE

Polyclínica Médica e Operadora de Planos de Saúde S/S Ltda. PCMSO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL CREDIOESTE PCMSO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL CREDIOESTE Chapecó-SC, Julho de 2012 Documento base com validade de 1 (um) ano 1 Dados da Empresa Empresa: Credioeste Endereço: Avenida Porta Alegre

Leia mais

NR 6 - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EPI

NR 6 - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EPI Portarias de Alteração Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Portaria SSMT n.º 06, de 09 de março de 1983 14/03/83 Portaria DSST n.º 05, de 28 de outubro de 1991 30/10/91 Portaria DSST

Leia mais

Equipamento de Proteção Individual

Equipamento de Proteção Individual Equipamento de Proteção Individual NR 6 Equipamento de Proteção Individual De acordo com a NR-6 da Portaria nº 3214 de 8 de junho de 1978, do Ministério do Trabalho e Emprego, considera-se Equipamento

Leia mais

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Equipamento De Proteção Individual - EPI Definição: EPI é todo dispositivo de uso individual, destinado a proteger a integridade física do trabalhador. EPI (s)

Leia mais

PPRA E PCMSO EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES. Elizabeth Sadeck Burlamaqui 09.01.2015

PPRA E PCMSO EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES. Elizabeth Sadeck Burlamaqui 09.01.2015 EXIGÊNCIAS E COMPATIBILIDADES PCMSO (NR-7) estabelece que o programa deverá ser desenvolvido sob a responsabilidade de um médico coordenador (OBRIGATORIAMENTE MT, podendo este repassar responsabilidades

Leia mais

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho;

Aplicar os princípios de ergonomia na realização do trabalho; Curso: Técnico de Segurança do Trabalho Curso Reconhecido pelo MEC: PORTARIA N 959/2007 Apresentação: O curso de Técnico de Segurança do Trabalho da Conhecer Escola Técnica é reconhecido pela excelência

Leia mais

Documentos Obrigatórios em UANs

Documentos Obrigatórios em UANs Documentos Obrigatórios em UANs Profa. Ms Kelly Ribeiro Amichi DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Para o funcionamento de uma UAN, existe a documentação obrigatória exigida pela legislação. Essa documentação deve

Leia mais

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização 1º FORUM LISTER DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Antônio Sampaio Diretor Técnico INTRODUÇÃO Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos

Leia mais

PORTARIA N. 3.214, 08 DE JUNHO DE 1978

PORTARIA N. 3.214, 08 DE JUNHO DE 1978 MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N. 3.214, 08 DE JUNHO DE 1978 Aprova as Normas Regulamentadoras - NR - do Capítulo V, Título II, da Consolidação das Leis do

Leia mais

RELATÓRIO DO ICP 10/2009 (HOSPITAL MATERNO INFANTIL)

RELATÓRIO DO ICP 10/2009 (HOSPITAL MATERNO INFANTIL) RELATÓRIO DO ICP 10/2009 (HOSPITAL MATERNO INFANTIL) OBJETIVO DO ICP : Implantação do programa de saúde ocupacional (Decreto 5.757/2003) para os servidores do Hospital Materno Infantil. Conquistas de 2010

Leia mais

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa.

Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. Analise as Normas Regulamentadoras abaixo e apresente parecer sucinto comparando atendimento de cada item pela empresa. NR 01 - Disposições Gerais Descrever alguns tópicos do que cabe ao empregador. Verificar

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 3 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45

PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 45 QUESTÃO 26 Sobre os Limites de Tolerância para exposição ao calor, em regime de trabalho intermitente, com períodos de descanso no próprio local de prestação de serviço, de

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno

SEGURANÇA NO TRABALHO. Eng. Daiana Paterno SEGURANÇA NO TRABALHO Eng. Daiana Paterno ATUALMENTE?? PORQUE? O cenário atual da Segurança e Saúde no Trabalho no Brasil ainda é muito distante do desejável. A Previdência Social registra, anualmente,

Leia mais

TLONAN LOGÍSTICA. PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Março de 2016

TLONAN LOGÍSTICA. PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Março de 2016 TLONAN LOGÍSTICA PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Março de 2016 T. Lonan Logística LTDA Est. do Lameirão Pequeno, 136 Campo Grande, Rio de Janeiro, RJ Tel.: +55 21 2411-1317 Fax : + 55

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS

NORMAS REGULAMENTADORAS NORMAS REGULAMENTADORAS De que trata cada Norma Regulamentadora (NR), urbanas e rurais. Nos links (sublinhados), você pode conferir o texto original das Normas, direto no site do Ministério do Trabalho

Leia mais

III ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DO ALTO SAPUCAÍ PCMSO E SAÚDE DO SERVIDOR

III ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DO ALTO SAPUCAÍ PCMSO E SAÚDE DO SERVIDOR III ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DO ALTO SAPUCAÍ PCMSO E SAÚDE DO SERVIDOR Sônia Cristina Bittencourt de Paiva Consultora em Saúde Ocupacional e Ergonomia A RELAÇÃO

Leia mais

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EP I) - NR 6 Em muitos servicos, o trabalhador precisa

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI 1. FINALIDADE

NORMA PROCEDIMENTAL SEGURANÇA NO AMBIENTE DE TRABALHO E USO DO EPI 1. FINALIDADE 50.05.007 1/10 1. FINALIDADE Regulamentar a utilização do Equipamento de Proteção Individual EPI, no âmbito da UFTM, visando proporcionar condições de trabalho mais seguras, evitar o risco de acidentes

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (206.000-0/I0) * NR aprovada pela Portaria MTb 3.214/1978. * Texto de acordo com a Portaria SIT/DSST 25/2001. * V. Portaria SIT/DSST 162/2006 (Estabelece procedimentos

Leia mais

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6

ESCOPO DE FORNECIMENTO DOS DOCUMENTOS DO PROJETO 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 3RFOLLOWGOGREENER Pág. 1 de 6 Projeto N o Data de entrada: 3RFollowGoGreener-001-10-2010 Data de saída: Título do Projeto: Programa 3RFollowGoGreener - Sistema Follow é composto por Modelos de Documentos

Leia mais

Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no Trabalho Curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio. Higiene e Segurança no Trabalho EPI & EPC Joinville, outubro de 2014 Medidas de Proteção no Trabalho Quando se fala em Segurança e Saúde no Trabalho

Leia mais

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ECOMAX SERVICOS AMBIENTAIS LTDA.

PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ECOMAX SERVICOS AMBIENTAIS LTDA. PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ECOMAX SERVICOS AMBIENTAIS LTDA. 15/10/2012 Vigência do PPRA Identificação Empresa ECOMAX SERVICOS AMBIENTAIS LTDA. Endereço Rua dos Ciclames, 802 Cep Cidade

Leia mais

PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA -PCA -

PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA -PCA - FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. DEPTº SEGURANÇA E HIGIENE INDUSTRIAL - DSH.G PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO -PCA - ENGª LÍLIAN RABELLO C. COELHO PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO -HISTÓRICO- Atividades preventivas voltadas

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir.

O sistema de gerenciamento de risco é composto pelas etapas de identificação e avaliação de controle dos riscos, descritas a seguir. 2.6.16 - Este programa contém as principais ações que têm sido tomadas para prevenir os danos à saúde e integridade física dos trabalhadores e da população da região, os prejuízos materiais e possíveis

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral)

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Curso Técnico Segurança do Trabalho Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS MODELO PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS NOME DA EMPRESA PERÍODO Dia / Mês / Ano a Dia / Mês / Ano 1 SUMÁRIO 3 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 4 4 OBJETIVO GERAL CONDIÇÕES PRELIMINARES 5 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO

NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NORMAS REGULAMENTADORAS - NR ABAIXO ESTÃO AS NORMAS REGULAMENTADORAS VIGENTES DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO NR 1 - Disposições Gerais As Normas Regulamentadoras são de observância obrigatória por

Leia mais

ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA

ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA ORDEM DE SERVICO nº 4-2011/PR Unidade Transporte Função: MOTORISTA O Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás - IPASGO, C.N.P.J. 01.246.693/0001-60, em cumprimento às determinações

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO LTCAT

LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO LTCAT LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO LTCAT - SANTA MARIA/RS - MARÇO/2006 SANTA MARIA RS 1 1. DADOS DA EMPRESA Empresa: AUTO MECÂNICA UNIVERSITÁRIA LTDA. Endereço: Rua Tuiuti 835, Centro.

Leia mais

REQUISITOS DE SEGURANÇA PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS

REQUISITOS DE SEGURANÇA PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS REQUISITOS DE SEGURANÇA PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS 1. EPI s (Equipamentos de Proteção Individuais): Equipamento de Segurança de fabricação nacional ou estrangeira destinado a proteger a integridade física

Leia mais

e-book PPRA E PCMSO O QUE ISSO TEM A VER COM SEU PROJETO ARQUITETÔNICO OU MOBILIÁRIO? índice express

e-book PPRA E PCMSO O QUE ISSO TEM A VER COM SEU PROJETO ARQUITETÔNICO OU MOBILIÁRIO? índice express e-book PPRA E PCMSO O QUE ISSO TEM A VER COM SEU PROJETO ARQUITETÔNICO OU MOBILIÁRIO? índice express Apresentação 2 PPRA perguntas & respostas 3 PCMSO perguntas & respostas 5 Links Úteis 6 apresentação

Leia mais

Procedimento de Segurança para Terceiros

Procedimento de Segurança para Terceiros Página 1 de 6 1. OBJETIVO Sistematizar as atividades dos prestadores de serviços, nos aspectos que impactam na segurança do trabalho de forma a atender à legislação, assim como, preservar a integridade

Leia mais

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09

- PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS. Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 09 - PPRA - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS Portaria MTE n.º 3214/78, Portaria SSST n.º 25, de 29/12/94 Norma Regulamentadora NR 9 - DOCUMENTO BASE - FILIAL 2 ADMINISTRAÇÃO E ARMAZÉNS DONA FRANCISCA

Leia mais

ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS

ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS ROTEIRO EMPRESA DE CONTROLE DE VETORES E PRAGAS ROTEIRO DE INSPEÇÃO PRESTADORA DE SERVIÇOS / DEDETIZADORAS Data: A - IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA: 1-Razão Social: 2-Nome de Fantasia: 3-Alvará/Licença Sanitária:

Leia mais

Secretaria da Administração

Secretaria da Administração Secretaria da Administração Procedimento para Elaboração de Programas de Segurança para Empresas Contratadas PCMSO / PPRA / PCMAT / ARO Revisão 00 2014 1. Objetivo Estabelecer as exigências mínimas sobre

Leia mais

"L.T.C.A.T" LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO. Demonstração LTDA CST INFORMÁTICA LTDA.

L.T.C.A.T LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO. Demonstração LTDA CST INFORMÁTICA LTDA. LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO TRABALHO "L.T.C.A.T" Demonstração LTDA Fevereiro / 2008 SUMÁRIO Demonstração LTDA 4 Administração 7 Assistente Administrativo 8 Auxiliar de Escritório 9 Manutenção

Leia mais

Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional

Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional Manual de Regulamentação Saúde e Segurança Ocupacional Normas Regulamentadoras (NR) As Normas Regulamentadoras (NR s), criadas pelo Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), tem como objetivo estabelecer

Leia mais

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação:

ANEXO Nº I. Liberação: ¾ Termo de Liberação dos gestores da área solicitante para inicio das atividades; Prorrogação: ANEXO Nº I Item: SERVIÇO Unidade Requisitante: Código Cadastro: Empresa Contratada Especificações de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho para realização de integração na contratante. 1) Itens obrigatórios

Leia mais

Portaria DSST n.º 05, de 28 de outubro de 1991 30/10/91. Portaria DSST n.º 03, de 20 de fevereiro de 1992 21/02/92

Portaria DSST n.º 05, de 28 de outubro de 1991 30/10/91. Portaria DSST n.º 03, de 20 de fevereiro de 1992 21/02/92 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação

Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação Checklist aplicável ao Fornecedor ou Subcontratado e Pontuação Segue abaixo checklist que será utilizado na auditoria no fornecedor ou subcontratado das empresas signatárias.. Formalização da Empresa Peso.

Leia mais

ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS EM POSTO DE REVENDA DE COMBUSTÍVEIS

ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS EM POSTO DE REVENDA DE COMBUSTÍVEIS Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 124 ANÁLISE DOS RISCOS AMBIENTAIS EM POSTO DE REVENDA DE COMBUSTÍVEIS Fernando Henrique Camargo Jardim¹ 1 Engenheiro

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ROTEIRO DE INSPEÇÃO EM LAVANDERIA ESTABELECIMENTO: DATA DA INSPEÇÃO:

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI)

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) Transcrito pela Nutri Safety * 6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO - SST No Brasil a Segurança e Medicina no Trabalho é regulamentada pela portaria 3214/78, atualmente com 36 Normas Regulamentadoras do Ministério

Leia mais

TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho. 1 0 Dia

TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho. 1 0 Dia TREINAMENTO NR 10 MÓDULO SEGURANÇA NO TRABALHO Engenheiro/técnico de Segurança no trabalho 1 0 Dia Realizar a apresentação dos participantes 1. Técnica de Lista de presença; apresentação e O multiplicador

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARCOS PCT ADM.2013 a 2016 PCT. Programa de Condições de Trabalho Serviços Terceirizados LOCAL : GUARITAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARCOS PCT ADM.2013 a 2016 PCT. Programa de Condições de Trabalho Serviços Terceirizados LOCAL : GUARITAS PCT Programa de Condições de Trabalho Serviços Terceirizados Programa de Gerenciamento e Prevenção de Acidentes no Trabalho com a Utilização de Equipamentos de Proteção Individual EPI S Prefeitura Municipal

Leia mais

Peculiaridades do PCMSO na Indústria de alimentação

Peculiaridades do PCMSO na Indústria de alimentação Associação Cearense de Medicina do Trabalho ACEMT Reunião Científica 12/11/11 Peculiaridades do PCMSO na Indústria de alimentação Glauber Paiva Médico do Trabalho Especialista AMB/ANAMT Empresa referenciada

Leia mais

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS MARÇO DE 2013 A MARÇO DE 2014 PPRA NWN Logística LTDA - Aparecida de Goiânia PRRA-2013/2014 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Atendendo a Lei N

Leia mais

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho

Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Noções de Segurança e Higiene do Trabalho Sinópse Generalidades. Antecedentes Históricos. Conceitos Básicos: - Acidente do Trabalho; - Atividades e Operações Insalúbres; - Riscos Ocupacionais; - Equipamentos

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho DISCIPLINA: Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas, Equipamentos e Instalações Aula

Leia mais

Gerenciamento de Resíduos Segurança Ocupacional

Gerenciamento de Resíduos Segurança Ocupacional Gerenciamento de Resíduos Segurança Ocupacional Maio / 2016 Eng. Jose Arnaldo Acidentes envolvendo produtos químicos Em 2014, ocorreram: Mais de 83.000 óbitos e 7,4 milhões de trabalhadores feridos decorrentes

Leia mais

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO PARA

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO PARA 1/5 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS COOPERCON COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO E ATIVIDADES AFINS DE MINAS GERAIS

PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS COOPERCON COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO E ATIVIDADES AFINS DE MINAS GERAIS PPRA PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS COOPERCON COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO E ATIVIDADES AFINS DE MINAS GERAIS SEDE ANO BASE: MAIO 2016 / MAIO 2017 1- PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

Leia mais

HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO

HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO HOSPITAL DE CARIDADE DR. ASTROGILDO DE AZEVEDO CGC 95.610.887/0001-46 Inscrição Municipal 0315.411.661-0 Entidade Filantrópica reconhecida como Utilidade Pública Municipal. Estadual e Federal PPRA PROGRAMA

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARCIA- FATTEP FUNDAÇÃO ADOLPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE-FABET EDICLÉIA KARINE MANTHEI

FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARCIA- FATTEP FUNDAÇÃO ADOLPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE-FABET EDICLÉIA KARINE MANTHEI 0 FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARCIA- FATTEP FUNDAÇÃO ADOLPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE-FABET EDICLÉIA KARINE MANTHEI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Concórdia- SC 2014 1 EDICLÉIA KARINE

Leia mais

Paulo Renato Soares. Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional

Paulo Renato Soares. Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional Paulo Renato Soares Palestrante Segurança e Saúde Ocupacional Porque é tão importante investir em Segurança e Saúde no Trabalho? 1. Aspecto Econômico Acidentes do Trabalho muitas vezes geram perdas econômicas

Leia mais

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo.

Proteção para os prestadores de primeiros socorros: evitar contato cutâneo e inalatório com o produto durante o processo. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: OIL TREATMENT Aplicação: Aditivo concentrado para óleo de motor. Fornecedor: Orbi Quimica Ltda. Avenida Maria Helena, 600 - Leme SP Brasil - CEP

Leia mais

NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde. Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br

NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde. Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde Profª Andréia Ap.Tavares Martins E-mail: andreiatmenf@yahoo.com.br A Saúde e a Segurança do Trabalhador no Brasil Em 2009 foram registrados 723.452

Leia mais

Exemplo de Relatório de Auditoria. Geral

Exemplo de Relatório de Auditoria. Geral Exemplo de Relatório de Auditoria Geral Período 29/1/2009 Reavaliação para 15//2009 Dados da Auditoria Auditoria: Cliente: Setor: Nr Funcionários: Dt. Início: Dt. Término Usou a NR: Exemplo de Relatório

Leia mais