Planejando uma atividade com hipertexto ou Internet

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Planejando uma atividade com hipertexto ou Internet"

Transcrição

1 1

2 Planejando uma atividade com hipertexto ou Internet Luana Possebon, Simone Schneider Klein, Tatiani F. Richter Tema: A importância do xadrez Público alvo: Ensino Fundamental Anos Finais Objetivos: Utilizar a internet para acessar o blog com o texto, atividade e realizar pesquisas sobre a história e as regras do xadrez; Produzir um texto reflexivo sobre a importância do xadrez; Desenvolver habilidades diversas através da prática do xadrez; Confeccionar tabuleiros de xadrez. Justificativa Levar os alunos a ampliarem seus conhecimentos sobre o jogo, em vista que no nosso município acontece anualmente o Campeonato Escolar de Xadrez e ainda os alunos participam dos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (JERGS). A prática do xadrez traz inúmeros benefícios. Desenvolvimento No laboratório de informática, os alunos devem acessar o blog sugerido e acessar o texto disponível no link; Leitura individual do texto; Novamente no blog, os alunos devem acessar o link com a atividade (formulário); Além do texto e atividade os alunos serão conduzidos a visitar o seguinte link: para pesquisa sobre história, benefícios, regras, objetivos, tabuleiros, peças, etc. Produção textual sobre a importância do xadrez; Confecção de tabuleiro com tampas de garrafas pet e papelão; Recursos utilizados Laboratório de Informática; Materiais recicláveis. Avaliação A avaliação será realizada através da observação e registro de participação dos alunos nas atividades propostas, bem como o capricho e empenho na confecção do tabuleiro de xadrez. 2

3 Importância do xadrez para a matemática Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 Prática do xadrez traz inúmeros benefícios Uma indicação para o ensino da matemática é a aplicação do jogo de xadrez pelo menos uma vez por semana: o xadrez é considerado um esporte extremamente difícil, elitista e intelectualizado. Essa imagem afasta o interesse das pessoas. Porém, a prática do xadrez traz inúmeros benefícios para seus adeptos, além das emoções que proporciona. Todos esses benefícios são de grande valia aos alunos, pois seu desenvolvimento ajuda no aprendizado das disciplinas. Nesse sentido, o projeto xadrez tem um caráter lúdico e pedagógico que possibilita ao aprendiz desenvolver o raciocínio, as estratégias para solucionar problemas, compreender as técnicas do jogo, aprender noções de cálculos e geometria. O jogo de xadrez possibilita um trabalho interdisciplinar. Melhora a interação na relação professor- aluno; Estimula a autoestima dos alunos; Trabalha a interdisciplinaridade; Proporciona a melhoria do poder de concentração; Oferece uma atividade de lazer sadia e educativa; Desenvolve a capacidade de raciocínio lógico, memorização e criatividade de forma lúdica; Aprimora no aspecto moral o autocontrole, a paciência, a perseverança, o respeito aos outros e honestidade. Fonte: 3

4 Produção textual dos alunos Textos dos alunos do Ensino Fundamental Anos Finais Parte do formulário que deu início à produção textual 4

5 Produção de tabuleiros Trabalhos dos alunos do 6º ano Os alunos do 6º ano tiveram o desafio de confeccionarem o tabuleiro e peças do xadrez com material reciclável. Abaixo fotos do resultado desse trabalho. 5

6 Pesquisas dirigidas Pesquisa e textos dos alunos do 9º ano Com base no site os alunos realizaram pesquisas sobre: Os benefícios do xadrez; as peças e seus movimentos; história do xadrez e o tabuleiro. Na sequência foi montado um mini livreto com imagens e texto, como pode ser visto abaixo: 6

7 Filme: O xadrez das cores Os alunos dos 6º e 9º anos assistiram ao filme O xadrez das cores. O filme narra a história de uma senhora branca que gosta de jogar xadrez e um cuidadora/empregada negra que aprende a jogar xadrez sozinha para mostrar que todos somos iguais. Abaixo alguns comentários dos alunos sobre o filme. Achei o vídeo muito interessante. Pois ele fala bastante sobre o racismo. Falou também sobre xadrez, a importância das peças, sobre que quando o peão chegar à última linha, ele pode ser substituído por outra peça. (Stéfano Eduardo Kort 9º ano) Achei o vídeo muito interessante, pois fala bastante sobre o racismo. Achei também que a senhora foi muito preconceituosa com a empregada por ela ser negra. (Amanda Geovana H. Kamphorst 9º ano) O vídeo me chamou bastante atenção, pelo fato de tratar bastante sobre o racismo, fiquei bastante pasma pelo jeito que a empregada foi tratada. Outra coisa que é importante ressaltar é que o xadrez pode mudar uma vida as vezes, como no vídeo foi mostrado, este jogo tirou meninos da rua que brincavam com armas, fazendo apologia ao crime. Com certeza esse era o futuro deles, virar bandidos. O xadrez ajuda bastante a exercitar a mente, ele ajuda as pessoas a conseguirem ter um bom raciocínio lógico, e rapidez para fazer as coisas, enfim, ele ajuda muito e vários fatores. (Emilly Polese 9º ano) Eu achei o vídeo muito interessante, pois podemos ver o quanto as pessoas são racistas e ignorantes percebe-se que a nossa sociedade é muito intolerante com as pessoas negras e pobres, mesmo assim elas também podem ter a mesma dignidade que as pessoas ricas pois todos tem capacidade de enfrentar os seus problemas. (Maiza Cristini Wahlbrinck 9º ano) 7

8 Xadrez humano Os alunos do 6º ano confeccionaram as peças e pintaram o tabuleiro do xadrez humano na quadra de esportes da escola. Os alunos de todas as turmas jogaram, inicialmente apenas como peças, sendo que os alunos Stéfano Eduardo Kort e Maniel Radavelli foram os competidores, guiando-as pelo tabuleiro. No segundo jogo, os competidores eram uma equipe e todos deveriam ajudar nas decisões dos movimentos. A experiência foi ótima, pois todos colaboraram e gostaram da atividade. Abaixo alguns momentos registrados por fotos. 8

9 Eu achei que foi uma coisa boa, porque nós nos enturmamos mais e trabalhamos em equipe. Alguns jogadores puderam aprender novas jogadas e outros puderam até aprender a jogar xadrez... (Martin Ruan Prediger 8º ano) Eu achei muito legal e também considero muito importante, pois estimula o raciocínio e faz todos pensarem juntos. Também é muito importante, pois um time de alunos joga unido contra o outro... (Raiana S. Rex 8º ano) Achei o xadrez humano uma atividade muito interessante, pois os alunos interagem e todos pensam em jogadas para derrotar o outro time. Acho que poderia acontecer mais vezes. (Amanda Kamphorst 9º ano) Eu gostei da atividade, pois nos fez pensar em equipe, colaborar uns com os outros, conversar com pessoas com quem não temos contato. Essa atividade, ao menos para mim, ajudou muito a ter uma percepção melhor deste jogo. O jogo foi ótimo, pois aprendi coisas novas, como algumas regras que eu não sabia. (Emilly Polese 9º ano) Eu achei muito legal, essa atividade aproximou muito os alunos, porque alguns não tinham muito contato e também ela ajudou a nos mostrar que podemos trabalhar em equipe sem brigas e discussões, mas também notamos que alguns têm dificuldades e pode aprender com quem sabe. (Maiza C. Wahlbrink 9ºano) Para mim, o jogo de xadrez humano foi legal e divertido. O jogo também trabalhou com o trabalho de equipe, raciocínio em conjunto e a forma de pensar. Deu para notar que nesse jogo todo mundo ajudou. A ideia de fazer esse jogo na escola foi legal, pois deu para dar risadas e acabamos praticando alguma coisa diferente. Eu gostaria de fazer mais vezes esse jogo. (Camilly R. Marasca 7ºano) Eu achei a atividade legal, porque as pessoas vão se ajudando e vão fazendo as jogadas juntas. Além disso, nós vamos aprendendo jogadas novas, vamos aprendendo a trabalhar em conjunto, dando suas opiniões ao decorrer do jogo. Essa prática de xadrez é boa porque tem que pensar em todas jogadas em conjunto, tem que trabalhar em equipe e assim vai melhorando a relação com os colegas (Andréia S. Horst 7º ano) Achei bem interessante o jogo do xadrez humano, além de gostar da sensação diferente de sermos as peças do jogo. Mesmo caindo fora logo no começo, me diverti e a sensação é muito boa. Se pudéssemos fazer mais vezes o xadrez humano, eu aceitaria. (Alana Raquel Horst 6º ano) Eu não gostei muito, acho que as duas pessoas que estavam jogando deveriam ficar num lugar mais elevado que as pessoas no tabuleiro. Quando eu fui uma peça eu estava todo desorientado. Eu acho que poderíamos jogar de novo com alguns aprimoramentos pequenos que podem mudar a partida inteira. (Maiquel Jean Prediger 6º ano) 9

10 Considerações finais O projeto teve início nas discussões de oportunizar aos alunos jogar xadrez durante as aulas. Talvez alguns pais achariam que isso seria perda de tempo. Então propomos aos alunos, na semana da disciplina de Matemática no projeto Leitura e Escrita é tão importante quanto estudar, que eles a partir da leitura do texto da página 3, desenvolvessem textos com os benefícios do xadrez em sala de aula. Vários benefícios foram elencados e debatidos em aula. Os textos acompanharam os boletins do 1º trimestre letivo. A partir daí, diversas pesquisas na internet foram realizadas e outras atividades foram sendo desenvolvidas, em conjunto, nas disciplinas de Matemática, Ciências e Educação Física. Pesquisas essas que resultaram em um maior interesse dos alunos pelo xadrez e na confecção de tabuleiros com material reciclado. O ponto alto da atividade foi o xadrez humano, onde os alunos participaram desde a confecção dos crachás (para as peças) até o jogo em si, que foi de muito aprendizado para eles, conforme pode ser visto nos depoimentos da página 9. Abaixo os depoimentos das professoras participantes. Considero que o projeto xadrez desenvolvido na escola teve fatores bastante positivos. Os alunos puderam pesquisar e socializar as regras do jogo, construir seus próprios tabuleiros e as peças para poder executar o xadrez humano, exercer o espírito de cooperação e trocar ideias com os colegas no momento de realizar as jogadas em prol da equipe. Como professora, acredito que o projeto foi de suma importância, pois no desenrolar das atividades conseguimos motivá-los, desenvolver o raciocínio lógico, despertar interesse pelo assunto e atingir os objetivos traçados. (Profª. Luana Possebon) Considero que os objetivos foram alcançados, que pudemos através do projeto desenvolver um maior interesse dos alunos pela prática do xadrez. Eles viram que a prática é importante, que ajuda na concentração e na interação entre os colegas. O xadrez humano foi de grande valor para demonstrarem a compreensão e tolerância um com o outro. Além do mais, o trabalho foi proveitoso pelo desempenho conjunto das professoras envolvidas e também pela colaboração dos alunos (Profª. Tatiani Fiegenbaum Richter) Eu como professora de matemática achei muito válido colocar os alunos no lugar das peças do jogo de xadrez. No princípio as peças foram orientadas por uma pessoa fora do tabuleiro e no segundo jogo a equipe que formava as peças tiveram que decidir cada jogada. Vi que foi preciso colaboração com o grupo e um olhar diferente que se tem no tabuleiro pequeno. No vídeo também já se teve a ideia do xadrez humano. Na disciplina de ciências pensamos na construção do jogo a partir do reaproveitamento de materiais baratos e de fácil acesso. Refletimos sobre a reutilização de materiais que podem também ser reciclados para não parar no ambiente poluindo nossa água, solo e ar. O lixo, na sua maioria tem um período longo para se decompor e uma produção que necessita de uso e muitas vezes desperdício de recursos naturais como a água. É importante conscientizar os alunos para a preservação e melhor uso dos recursos naturais a partir da confecção de jogos que eles gostam. (Profª. Simone Schneider Klein) 10

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

O XADREZ COMO FERRAMENTA MULDISCIPLINAR

O XADREZ COMO FERRAMENTA MULDISCIPLINAR O XADREZ COMO FERRAMENTA MULDISCIPLINAR Lindsay Franciane da Costa Melo Reis * RESUMO O presente projeto busca proporcionar uma ação multidisciplinar através do xadrez na Escola de ensino Fundamental Santa

Leia mais

ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL?

ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL? 1 de 7 ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL? Jéssica Alves de Oliveira Maria José dos Santos Chagas Tatiane de Fátima Silva Seixas RESUMO: De uma maneira geral, existe, por parte

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR Introdução OBERJAN ROCHA KOZAN FABIANA LEIFELD RAFAEL TRENTIN SCREMIN FACULDADE SANT ANA, PONTA GROSSA/ PARANÁ/ BRASIL oberjan_15@hotmail.com O objeto de

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina Universidade Estadual de Londrina Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Londrina 2010 1 Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório final

Leia mais

JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO INICIAL COM A DISCIPLINA OFICINA DE MATEMÁTICA EM PARCERIA COM O PIBID

JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO INICIAL COM A DISCIPLINA OFICINA DE MATEMÁTICA EM PARCERIA COM O PIBID JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO INICIAL COM A DISCIPLINA OFICINA DE MATEMÁTICA EM PARCERIA COM O PIBID Cléia Ferreira da Costa da Matta Universidade Federal do Acre - UFAC libriana34@hotmail.com

Leia mais

FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO. Projeto Ensinando Educação Física com Jogos

FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO. Projeto Ensinando Educação Física com Jogos FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO Projeto Ensinando Educação Física com Jogos Escola Estadual Marechal Rondon Nova Andradina MS Outubro de 2009 FÁBIO JOSÉ DE ARAUJO Projeto Ensinando Educação Física com Jogos Projeto

Leia mais

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR LÉO LOHLER ENSINO FUNDAMENTAL II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA PROJETO: JOGOS - A MANEIRA DIVERTIDA DE FICAR INTELIGENTE PROFESSORA ORIENTADORA:

Leia mais

Atividade: Reflexão sobre Bullying e Uso consciente da internet

Atividade: Reflexão sobre Bullying e Uso consciente da internet Educação Infantil - Ensino Fundamental - Ensino Médio Atividade: Reflexão sobre Bullying e Uso consciente da internet Público: Sextos anos Data: 25/5/2012 Após a realização do Provão, nossos alunos do

Leia mais

DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA

DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA ISSN 2316-7785 DIA DA MATEMÁTICA O IMPACTO DO JOGO EM SALA DE AULA Juliana Diniz Lima ju.diniz.991@hotmail.com Olino Roger Kuffner orogerkd@hotmail.com Fernanda Souza nanda1988_sf@hotmail.com Vanessa Nolibos

Leia mais

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO

6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO 6. o ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF. FRANCISCA AGUIAR PROF. SUZY PINTO Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana. Aula 6.2 Conteúdo Porque construir seu próprio brinquedo? Habilidades (Re)criar

Leia mais

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Valéria Araújo Quando crianças, adolescentes, jovens e familiares do distrito da Brasilândia

Leia mais

O JOGO CONTRIBUINDO DE FORMA LÚDICA NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA

O JOGO CONTRIBUINDO DE FORMA LÚDICA NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA O JOGO CONTRIBUINDO DE FORMA LÚDICA NO ENSINO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA Denise Ritter Instituto Federal Farroupilha Campus Júlio de Castilhos deniseritter10@gmail.com Renata da Silva Dessbesel Instituto

Leia mais

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO Áreas: Matemática, Artes Plásticas Transversal: Meio Ambiente Faixa etária: 4 a 5 anos Turma com 30 crianças Duração: agosto a outubro/2004 Produto final:

Leia mais

EXPERIÊNCIAS DE UM PROJETO DE APOIO ESCOLAR COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL Extensão em andamento

EXPERIÊNCIAS DE UM PROJETO DE APOIO ESCOLAR COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL Extensão em andamento EXPERIÊNCIAS DE UM PROJETO DE APOIO ESCOLAR COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL Extensão em andamento Jéssica Albino 1 ; Sônia Regina de Souza Fernandes 2 RESUMO O trabalho

Leia mais

Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino. Tecnologias para Aprender e Ensinar

Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino. Tecnologias para Aprender e Ensinar Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino Tecnologias para Aprender e Ensinar Apresenta uma experiência na construção de jogos infantis

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PAULO CÉSAR DUTRA JUNIOR PIBID SUBPROJETO EDUCAÇÃO FÍSICA 0 física (03/06/2015) O primeiro assunto pautado na reunião foi sobre o V SEMINÁRIO INSTITUCIONAL PIBID/UFPR 2015,

Leia mais

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS

Leia mais

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA Amanda Aparecida Rocha Machado Universidade Federal do Triângulo Mineiro E-mail: amandamachado_56@hotmail.com

Leia mais

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Introdução Como foi explicitado no Projeto de Desenvolvimento de Produto, a minha intenção

Leia mais

TEdAM. Educação Ambiental

TEdAM. Educação Ambiental 290 Educação Ambiental TEdAM Resumo O projeto TEdAm tem como meta principal introduzir novas formas de construção, cooperação e circulação de conhecimentos e informações, capazes de auxiliar o processo

Leia mais

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 Claudemir Monteiro Lima Secretária de Educação do Estado de São Paulo claudemirmonteiro@terra.com.br João

Leia mais

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #11 - agosto 2014 - Não quero s o a negra a m e pr s s eu e n ta min Respostas r pais. So perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. h u a n ra a m cis o t r a a?

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

A ARTE DO BRINCAR. Metodologias para a arte educação. Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO

A ARTE DO BRINCAR. Metodologias para a arte educação. Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO A ARTE DO BRINCAR Metodologias para a arte educação Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO O presente trabalho tem por objetivo mostrar as etapas da arte educação e suas especificidades. Uma

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL NOS PROJETOS SOCIAIS E NA EDUCAÇÃO - UMA BREVE ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DO PROJETO DEGRAUS CRIANÇA Tamara Nomura NOZAWA 1 Telma Lúcia Aglio GARCIA 2 Edmárcia Fidelis ROCHA

Leia mais

JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO

JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO JOGOS NAS AULAS DE HISTÓRIA ATRAVÉS DO PIBID: UMA POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E DE INTERAÇÃO Rayssa Eutália Gurjão Coutinho Borges 1 Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) E-mail: rayssagurjao@hotmail.com

Leia mais

Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015

Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015 Observação na Escolinha EMEI Cebolinha no Dia 02 de setembro de 2015 Acadêmica: Ewelyn Sampaio Cardoso Ao chegar à Escola EMEI cebolinha ás 08h00min, a professora do pré I já estava na escola com uma aluna

Leia mais

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Oficina Integrada de Produção Teatral. Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013

FORMAÇÃO COMPLEMENTAR. Oficina Integrada de Produção Teatral. Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013 FORMAÇÃO COMPLEMENTAR Oficina Integrada de Produção Teatral Fundamental I Turma I (1º e 2º ano) Primeiro Semestre de 2013 Profa. Ana Paula Montecino Coordenação Lucy Ramos A Recreação da Escola do Sitio

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

9. A realidade da inclusão

9. A realidade da inclusão 9. A realidade da inclusão A filosofia da inclusão ainda está muito aquém de ser posta em prática da forma como realmente se espera. Para que se tenha uma escola para todos, temos que conceber professores

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS Resumo Tâmara Azevedo Nascimento tamara_an212@hotmail.com Darlysson Wesley da Silva darlyssonwesley@hotmail.com

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

Lógicas de Supervisão Pedagógica em Contexto de Avaliação de Desempenho Docente. ENTREVISTA - Professor Avaliado - E 5

Lógicas de Supervisão Pedagógica em Contexto de Avaliação de Desempenho Docente. ENTREVISTA - Professor Avaliado - E 5 Sexo Idade Grupo de Anos de Escola docência serviço Feminino 46 Filosofia 22 Distrito do Porto A professora, da disciplina de Filosofia, disponibilizou-se para conversar comigo sobre o processo de avaliação

Leia mais

WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta.

WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta. WEBQUEST NO ENSINO DE HISTÓRIA: Ligações interdisciplinares e aceitação dos alunos diante esta ferramenta. Michelle Mattar Pereira de Oliveira * Bianca Luiza Silva ** INTRODUÇÃO Primeiramente é necessário

Leia mais

O papel das TIC acessíveis para a educação inclusiva das Pessoas com Deficiência. Rita Bersch Assistiva Tecnologia e Educação www.assistiva.com.

O papel das TIC acessíveis para a educação inclusiva das Pessoas com Deficiência. Rita Bersch Assistiva Tecnologia e Educação www.assistiva.com. O papel das TIC acessíveis para a educação inclusiva das Pessoas com Deficiência Rita Bersch Assistiva Tecnologia e Educação www.assistiva.com.br Educação e Desenho Universal FATO: NA ESCOLA SOMOS TODOS

Leia mais

Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva

Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva Resumo: Este trabalho é resultado do curso de formação Gestar II Matemática,

Leia mais

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL GT 01 Educação Matemática no Ensino Fundamental : Anos iniciais e anos finais Maria Christina Schettert Moraes UNICRUZ

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS: UM DESAFIO À PRÁXIS PEDAGÓGICA

JOGOS MATEMÁTICOS: UM DESAFIO À PRÁXIS PEDAGÓGICA Universidade Federal de Pernambuco Centro de Educação PROJETO REDE ANAIS DO SEMINÁRIO JOGOS COM SUCATA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA JOGOS MATEMÁTICOS: UM DESAFIO À PRÁXIS PEDAGÓGICA LEOPOLDINA MARIA ARAUJO DE

Leia mais

SUBPROJETO PIBID-EDUCAÇÃO FÍSICA: XADREZ NA ESCOLA ESTADUAL TANCREDO NEVES

SUBPROJETO PIBID-EDUCAÇÃO FÍSICA: XADREZ NA ESCOLA ESTADUAL TANCREDO NEVES SUBPROJETO PIBID-EDUCAÇÃO FÍSICA: XADREZ NA ESCOLA ESTADUAL TANCREDO NEVES Lucas Duarte Passos¹; Wilson Claudino Bezerra²; Carlos Eduardo Zanetti de Albuquerque 3 ; Raquel Canazza de Macedo 4 ; Marina

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO Curso: Pedagogia - vespertino Disciplina: EDM0323 - Metodologia do ensino de português: a alfabetização. Docente: Prof.ª Nilce da Silva Aluna (nºusp): Flávia

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 14 Discurso: em encontro com professores

Leia mais

Resumo da dissertação de mestrado do Professor César Vicente da Costa. Da Escola Estadual Padre Ezequiel Ramin, Juina-MT.

Resumo da dissertação de mestrado do Professor César Vicente da Costa. Da Escola Estadual Padre Ezequiel Ramin, Juina-MT. Resumo da dissertação de mestrado do Professor César Vicente da Costa. Da Escola Estadual Padre Ezequiel Ramin, Juina-MT. O FACEBOOK COMO ESPAÇO DE CIRCULAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO DE TEXTOS DE UMA TURMA DO 9º

Leia mais

IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM!

IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM! IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM! Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história.

Leia mais

Educação Patrimonial Centro de Memória

Educação Patrimonial Centro de Memória Educação Patrimonial Centro de Memória O que é história? Para que serve? Ambas perguntas são aparentemente simples, mas carregam uma grande complexidade. É sobre isso que falarei agora. A primeira questão

Leia mais

Boas práticas da Gestão Municipal da Educação Seminário Regional da Educação

Boas práticas da Gestão Municipal da Educação Seminário Regional da Educação Boas práticas da Gestão Municipal da Educação Seminário Regional da Educação Parceria Coordenação Técnica Iniciativa Boas Práticas na Educação Infantil Projeto Brinquedos e Brincadeiras Tarumã Parceria

Leia mais

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV). PRÁTICAS DE LEITURA EM SALA DE AULA: O USO DE FILMES E DEMAIS PRODUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS EM AULAS DE LÍNGUA - PORTUGUESA 52 - Adriana da Silva* adria.silva@ufv.br Alex Caldas Simões** axbr1@yahoo.com.br

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores VIVENCIANDO A PRÁTICA ESCOLAR DE MATEMÁTICA NA EJA Larissa De Jesus Cabral, Ana Paula Perovano

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

Reuniões dos Bolsistas: momentos de. planejamento, estudo, organização das atividades, exposição dos trabalhos, integração e confraternização

Reuniões dos Bolsistas: momentos de. planejamento, estudo, organização das atividades, exposição dos trabalhos, integração e confraternização Reuniões dos Bolsistas: momentos de. planejamento, estudo, organização das atividades, exposição dos trabalhos, integração e confraternização Síntese dos estudos CTS com os bolsistas PIBID na UNIPAMPA-fevereiro

Leia mais

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA

Xadrez Pedagógico PROJETO XADREZ NA ESCOLA Xadrez Pedagógico Vantagens de aprender Xadrez O xadrez como disciplina escolar segundo Charles Partos, mestre internacional e professor do departamento da instrução pública do cantão do Valais (Suíça),

Leia mais

O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA

O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA 1 O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA: FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA UMA PRÁTICA DIDÁTICO-PEDAGÓGICA INOVADORA CEZÁRIO, Maria Angélica mangelicacezario@gmail.com 1 RESUMO O escopo desse texto

Leia mais

III ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS

III ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO RESULTADO QUESTIONÁRIO BOLSISTAS III ENCONTRO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO 1. Há quanto tempo você participa do Programa de bolsa-auxílio do Instituto Girassol? Até 1 ano 3 De 1 a 2 anos 8 De 2 a 3 anos 3 De 2 a 3 anos 21% Até 1 ano 22%

Leia mais

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA Apenas uma experiência que pode ser recriada para outros conteúdos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Terminada a audição, eu escrevi na lousa o título da música, o nome

Leia mais

NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE

NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE Projeto NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE 2012 ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ALEXANDRE DE GUSMÃO AUTORA: PROFESSORA AMANDA OLIVEIRA DE SOUZA ARAÚJO DISCIPLINA DE MATEMÁTICA PÚBLICO ALVO: TURMAS DO 5º ANO

Leia mais

ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO

ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO ESTUDO DE CASO PSICOPEDAGÓGICO Autora: Suellen Viviane Lemos Fernandes Co-autora: Maria Irene Miranda Bernardes Universidade Federal de Uberlândia suellenped65@hotmail.com Introdução O presente trabalho

Leia mais

OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA

OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA OS SABERES PROFISSIONAIS PARA O USO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS NA ESCOLA Suzana Marssaro do Santos - suzanamarsaro@hotmail.com Priscila Moessa Bezerra - p-moessabezerra@hotmail.com Célia Regina de Carvalho

Leia mais

OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA

OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA Luiz Cleber Soares Padilha Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande lcspadilha@hotmail.com Resumo: Neste relato apresentaremos

Leia mais

Visita de estudo a Monchique

Visita de estudo a Monchique Visita de estudo a Monchique PRA Portefólio Reflexivo de Aprendizagem Mediadora: Vera Ramos Data: 21.07.2010 No passado dia 16 de Julho de 2010, pelas 10h15, realizamos uma visita de estudo, acompanhados

Leia mais

Jeana Maria de Moura Telles

Jeana Maria de Moura Telles Jeana Maria de Moura Telles Brincar, compartilhar e aprender: A ludicidade como elemento norteador de uma aula mais proveitosa, atrativa e eficaz Araguaína TO 2013 Jeana Maria de Moura Telles Brincar,

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS (principal) Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto

Leia mais

RELATORIO DA AVALIAÇÃO DO I ENCONTRO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTIFÍCA DO IFCE

RELATORIO DA AVALIAÇÃO DO I ENCONTRO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTIFÍCA DO IFCE RELATORIO DA AVALIAÇÃO DO I ENCONTRO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTIFÍCA DO IFCE I. CAMPUS DE JUAZEIRO DO NORTE O NÚMERO DE BOLSISTAS PARTICIPANTES QUE RESPONDERAM AO QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO: 17 ALUNOS

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS RESUMO INTRODUÇÃO

JOGOS MATEMÁTICOS RESUMO INTRODUÇÃO JOGOS MATEMÁTICOS Patrícia Portella (UFAL) patriciaportella73@hotmail.com Fabíola Gama (UFAL) fabiolagama@hotmail.com RESUMO O presente trabalho tem como objetivo demonstrar que os jogos, podem ser utilizados

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR EM MATEMÁTICA RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PROGRAMA GESTAR II Sidnei Luís da Silva Escola Municipal Vereador Benedito Batista Congatem - MG sidneiluisdasilva@yahoo.com.br Camila

Leia mais

Mostra Cultural 2015

Mostra Cultural 2015 Mostra Cultural 2015 Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais. Iago Faria e Julio César V. Autores:

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO.

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. Autor: José Marcos da Silva Instituição: UFF/CMIDS E-mail: mzosilva@yahoo.com.br RESUMO A presente pesquisa tem como proposta investigar a visão

Leia mais

BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA

BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA BRINCANDO DE ATOR: UMA PEÇA DE TEATRO SOBRE A ÁGUA Elvis Alves de Oliveira 1 Maria José Mourato 1 Ana Patrícia Santos da Silva 1 Lisângela Costa dos Santos 2 1-Bolsistas PIBID Ciências-CAV 2- Supervisora

Leia mais

Palavras-chave: Educação Matemática; Interpretação de Gráficos; Didática e Ensino de Matemática.

Palavras-chave: Educação Matemática; Interpretação de Gráficos; Didática e Ensino de Matemática. UMA NOVA ABORDAGEM SOBRE GRÁFICOS COM O APOIO DE UM CAMPEONATO INTERCLASSE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ-SP Marina Ludugério de Souza Universidade Federal

Leia mais

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA Luciane de Oliveira Machado 1 INTRODUÇÃO Este artigo apresenta o projeto de educação para o

Leia mais

A PRODUÇÃO DE VÍDEOS COMO RECURSO METODOLÓGICO INTERDISCIPLINAR

A PRODUÇÃO DE VÍDEOS COMO RECURSO METODOLÓGICO INTERDISCIPLINAR A PRODUÇÃO DE VÍDEOS COMO RECURSO METODOLÓGICO INTERDISCIPLINAR Maria Aparecida Monteiro Deponti (cida_mw@yahoo.com.br) Carlos Henrique Campanher (carloscampanher@oi.com.br ) Resumo O presente trabalho

Leia mais

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Não se aprende por exercícios, mas por práticas significativas. Essa afirmação fica quase óbvia se pensarmos em como uma

Leia mais

Conhecendo o futebol!

Conhecendo o futebol! Conhecendo o futebol! Jacqueline Cristina Jesus Martins E.E. Alcides da Costa Vidigal Todos os anos, na Escola Estadual Alcides da Costa Vidigal, antes do início do ano letivo, os professores, a coordenação

Leia mais

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 IFES danielly.fraga@live.com Danielly Fraga Santana 3 IFES binecosta@gmail.com Dilza Côco 4 IFES/UFES dilzacoco@gmail.com

Leia mais

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR *

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * PSICODRAMA DA ÉTICA Local no. 107 - Adm. Regional do Ipiranga Diretora: Débora Oliveira Diogo Público: Servidor Coordenadora: Marisa Greeb São Paulo 21/03/2001 I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * Local...:

Leia mais

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA GREICY GIL ALFEN A LUDICIDADE EM SALA DE AULA

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA GREICY GIL ALFEN A LUDICIDADE EM SALA DE AULA SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA GREICY GIL ALFEN A LUDICIDADE EM SALA DE AULA Projeto apresentado e desenvolvido na Escola Estadual Domingos Briante

Leia mais

Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA

Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA Diretora: Simone de Oliveira Sousa Coordenadora: Zilmari Barbalho Araujo Educadores: Ana Paula Pereira, Demilson

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR

CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR ISSN 2316-7785 CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA O APERFEIÇOAMENTO DA PRÁTICA DOCENTE: INOVAÇÕES NO AMBIENTE ESCOLAR Gabriela Dutra Rodrigues Conrado Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA gabrielapof@hotmail.com

Leia mais

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre anterior, dentro de contextos que buscavam enfatizar o

Leia mais

Relatório Fotográfico de Atividades -1º Semestre 2015

Relatório Fotográfico de Atividades -1º Semestre 2015 Relatório Fotográfico de Atividades -1º Semestre 2015 Subprojeto... Colégio Estadual Professor Waldemar Amoretty Machado Supervisora: Gisele Machado Brites Rodrigues Bolsistas: Ariani, Camila Simões, Kamile

Leia mais

ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º.

ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º. ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º Caro(a) aluno(a), Esta atividade deverá ser desenvolvida em grupo, ao longo da disciplina,

Leia mais

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO O Processo de Design Vamos começar! Nós sabemos por experiência que o único jeito de aprender o design centrado no ser humano é aplicando-o. Por isso,

Leia mais

Arquivos de Áudio (Podcasts) para divulgação de Ciência no Ensino Médio

Arquivos de Áudio (Podcasts) para divulgação de Ciência no Ensino Médio RESUMO Arquivos de Áudio (Podcasts) para divulgação de Ciência no Ensino Médio Adriana Oliveira Bernardes Mestranda em Ciências Físicas LCFIS (Laboratório de Ciências Físicas) Uenf (Universidade Estadual

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM LICEU DE ARTES E OFICIOS

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM LICEU DE ARTES E OFICIOS UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA AMANDA DA FONSECA REGO ANA JÚLIA FREIRE CAMILLA DE CÁSSIA FIGUEIRÊDO JEANE FERREIRA GOMES DAS CHAGAS PABLO

Leia mais

PESQUISANDO O QUARTEL DO XX:

PESQUISANDO O QUARTEL DO XX: PESQUISANDO O QUARTEL DO XX: Um Olhar Sobre a Experiência de Integração Curricular no Curso de Conservação e Restauro na Modalidade EJA Renata Tavares de Brito Falleti* Diante do contexto pedagógico conflitante

Leia mais

Aprender a Distância na Previdência

Aprender a Distância na Previdência Relatório de Encerramento Aprender a Distância na Previdência (ADP-001-09) Brasília, 05 de março de 2009. 1 1. Identificação: Curso: Aprender a distância na Previdência Descrição do curso: Módulo introdutório

Leia mais

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES EMEF ANTÔNIO ANDRADE GUIMARÃES PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA: EDUCAÇÃO NÃO TEM COR. PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma, quando

Leia mais

EDUCAÇÃO ALIMENTAR PARA CRIANÇAS MATRICULADAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS/PB

EDUCAÇÃO ALIMENTAR PARA CRIANÇAS MATRICULADAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS/PB EDUCAÇÃO ALIMENTAR PARA CRIANÇAS MATRICULADAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS/PB LINS SANTOS 1, Carlos Augusto MARINHO DA SILVA FILHO 2, Carlos Roberto ARAÚJO SILVA 3, Débora

Leia mais

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso!

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso! GUIA DO ALUNO Olá! Seja bem-vindo novamente! Este guia apresenta algumas informações e orientações para auxiliá-lo na sua participação e aprendizagem. Também lhe ajudará a organizar seu estudo no decorrer

Leia mais

A LÓGICA DOS BLOCOS LÓGICOS E O INÍCIO DO PENSAR MATEMÁTICO

A LÓGICA DOS BLOCOS LÓGICOS E O INÍCIO DO PENSAR MATEMÁTICO A LÓGICA DOS BLOCOS LÓGICOS E O INÍCIO DO PENSAR MATEMÁTICO Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF) GT 09 RESUMO Este relato visa apresentar e discutir

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015

RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015 RELATÓRIO Formação Complementar 2º semestre/2015 Recreação1º ao 5º ano Professoras: Izabela Moreira Alves, Jéssica Caputti e Soraya Rombach Coordenação: Ludmila Santos Formação Complementar A Formação

Leia mais

JORNAL TURNO INTEGRAL

JORNAL TURNO INTEGRAL JORNAL TURNO INTEGRAL para saber qual oficina a Turma do full day TEm maior afinidade, foi feito um gráfico, no qual cada oficina representava uma cor, E os alunos colaram bolinhas nas cores correspondentes

Leia mais

QUANTO VALE O MEU DINHEIRO? EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PARA O CONSUMO.

QUANTO VALE O MEU DINHEIRO? EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PARA O CONSUMO. RESUMO QUANTO VALE O MEU DINHEIRO? EDUCAÇÃO MATEMÁTICA PARA O CONSUMO. Francinilda Raquel Cardoso Silva (1); José Jorge Casimiro dos Santos (2) Faculdade São Francisco da Paraíba raquelmk06@gmail.com ¹

Leia mais

20 ANOS DE UNESCO NO COLÉGIO BENJAMIN CONSTANT

20 ANOS DE UNESCO NO COLÉGIO BENJAMIN CONSTANT 20 ANOS DE UNESCO NO COLÉGIO BENJAMIN CONSTANT Fachada restaurada e preservada do Colégio Benjamin Constant (igual de 1924) Neste ano de 2012, o Colégio Benjamin Constant comemora 20 anos de associação

Leia mais

PATRIMÔNIO HISTÓRIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI: MÚLTIPLAS POSSIBILIDADES NO ESTUDO DA MATEMÁTICA MOVIDAS POR SUA ESTÉTICA APARENTE

PATRIMÔNIO HISTÓRIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI: MÚLTIPLAS POSSIBILIDADES NO ESTUDO DA MATEMÁTICA MOVIDAS POR SUA ESTÉTICA APARENTE PATRIMÔNIO HISTÓRIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI: MÚLTIPLAS POSSIBILIDADES NO ESTUDO DA MATEMÁTICA MOVIDAS POR SUA ESTÉTICA APARENTE Gilmara Gomes MEIRA 1 1 Departamento de Matemática Mestrado em Ensino de Ciências

Leia mais

UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA

UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA RESUMO José Jorge de Sousa; Francisco Aureliano Vidal Instituto Federal de Educação,

Leia mais