Sumário. 8. Relacionamento com a Comunidade e com o Meio Ambiente. 9. Relacionamento com os Lojistas. 10. Relacionamento com os Fornecedores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário. 8. Relacionamento com a Comunidade e com o Meio Ambiente. 9. Relacionamento com os Lojistas. 10. Relacionamento com os Fornecedores"

Transcrição

1 Manual de Conduta

2

3 ntrodução O Shopping Recife é um empreendimento imobiliário tipo shopping center, sendo primordial que nossos colaboradores atuem com base em valores e objetivos comuns. A postura ética é uma exigência a ser diariamente observada por todos, ou seja, além de todos agirem coerentemente com nosso discurso, devem evitar que atos antiéticos sejam cometidos ao seu redor. Este Manual de Conduta tem como base nossos valores e os mais elevados patamares de conduta ética, sendo um guia de orientação e consulta para ser adotado na condução do nosso negócio e nas suas diversas relações. O comprometimento com este manual é esperado de todos nós, colaboradores do Shopping Recife: superintendente, gerentes, funcionários, estagiários e prestadores de serviço.

4 Sumário 1. Nossos Relacionamentos 2. Nosso Ambiente 3. Conflito de Interesses 4. Brindes, Favores, Presentes e Entretenimento 5. Eventos de Negócios 6. Relacionamento com os Parceiros 7. Relacionamento com os Cliente e Lojistas 8. Relacionamento com a Comunidade e com o Meio Ambiente 9. Relacionamento com os Lojistas 10. Relacionamento com os Fornecedores 11. Relacionamento com a Mídia 12. Relacionamento com a Concorrência 13. Gestão da Ética 14. Termo de Ciência e Acordo 15. Declaração de Transparência

5 1. Nossos Relacionamentos Valorizamos as relações respeitosas, responsáveis e confiáveis com os diferentes públicos, interno e externo, em que não há espaço para as situações especificadas a seguir. Preferências, favorecimentos, preconceitos ou discriminação em função de raça, cor, nacionalidade, religião, sexo, idade, estado civil, orientação sexual, necessidades especiais ou posição social. Atitudes abusivas (gesto, palavra, comportamento) contra a integridade moral e física de qualquer pessoa, tais como assédio sexual, assédio moral, intimidações ou ameaças. Pautar seu comportamento profissional pela isenção no julgamento e pelo comedimento nas suas manifestações públicas. 2. Nosso Ambiente A transparência, o fácil acesso às hierarquias, o foco no resultado e a comunicação constante propiciam um ambiente de trabalho aberto, agradável, com competição saudável e favorável ao desenvolvimento profissional de nossa gente. Agimos como donos do negócio, e como donos, temos orgulho de nosso empreendimento e de nossa gente. Nossas ações refletem nossa imagem, assim, reforçamos o comportamento responsável, requerendo consciência e maturidade para questões que possam vir a interferir no desempenho de nossas funções e em nossa conduta profissional.

6 Os nossos líderes/ gestores desempenham um importante papel no desenvolvimento de nossa equipe. Seu comportamento deve ser um exemplo e ser coerente com suas palavras. Tratamos os nossos colaboradores com respeito, independente de cargos ocupados ou tempo de serviço no Shopping Recife. O que é obrigação de todos nós. Respeitar as leis vigentes, políticas e regulamentos internos. Zelar pelo patrimônio do empreendimento usando de forma correta os bens e recursos para que não ocorram danos, manuseio inadequado, perdas, furtos ou retirada sem prévia autorização. Compreender que os condôminos empreendedores são proprietários de toda e qualquer informação/ comunicação trafegada em seus meios eletrônicos de comunicação. Não utilizar materiais e equipamentos da empresa para fins pessoais ou não relacionados com o trabalho. Ter responsabilidade na utilização dos sistemas do Shopping Recife, tendo como exemplos os procedimentos abaixo Utilização de aplicativos licenciados pelos fabricantes. Acesso somente a sites permitidos. Não trocar mensagens de conteúdo impróprio, racista ou discriminatório, bem como imagens e textos obscenos ou ofensivos ao pudor. Compreender que o Shopping Recife tem uma postura isenta em relação a assuntos políticos e

7 religiosos e não fazer campanha religiosa, política de partido e/ou candidato utilizando-se de quaisquer recursos do empreendimento. Somente divulgar ou compartilhar informações confidenciais 1 com outros colaboradores ou terceiros que delas necessitem para o desempenho de suas atividades no Shopping Recife, independente do meio de transmissão da informação, seja impresso, eletrônico ou oral. 1. Esta regra prevalece, mesmo após o término do contrato de trabalho/ prestação de serviço. 2. Deve-se ter atenção e prudência ao realizar reuniões em locais públicos (restaurantes, aeroportos, elevadores, cafés, etc.). 3. Em caso de dúvidas sobre a confidencialidade da informação, procure o seu superior hierárquico. Não consumir bebida alcoólica durante o expediente, bem como estar sob efeito desta durante a jornada de trabalho. Ter consciência e comportamento responsável frente a situações que podem acarretar em vícios (o consumo excessivo de álcool e drogas lícitas medicamentos e práticas de jogos de azar) e prejudicar o desempenho das suas atividades, como também a sua vida e o ambiente de trabalho. Ter conhecimento de que o uso ou porte de drogas ilícitas pode ser considerado crime. Manter-se asseado e com roupas limpas. 1- Informações não-públicas, estratégias do negócio, prospecção de novos negócios, tabela de salários, contratos e aluguéis, etc.

8 3. Conflito de nteresses Algumas situações podem sugerir ou gerar um conflito entre nossos interesses pessoais e os do empreendimento, ou de outros públicos. Devemos estar atentos para evitar e/ ou lidar com estas situações de forma imparcial, com foco nos interesses do empreendimento. Devemos agir com transparência em tais situações para não pôr em risco a nossa reputação. Portanto, veja o que é necessário. Não valer-se da sua posição no empreendimento para obtenção de favores e/ ou benefícios 2. Não manter negócios próprios ou atividades que tirem o foco e o esforço do trabalho no Shopping Recife. Informar as seguintes situações, por , ao Comitê do Manual de Conduta, para análise e autorização Qualquer atividade paralela que interfira ou que possa interferir no trabalho ou desempenho do colaborador. Ser sócio majoritário de algum negócio, mesmo que não participe da gestão / operação. Declarar-se impedido ou não participar, como também não influenciar qualquer decisão nas situações determinadas a seguir: No processo de contratação de fornecedores e colaboradores, indicados ou não, que sejam de seu estreito relacionamento. No processo de negociação com empresas pertencentes a familiares (pais, irmãos, companheiro (a) e filhos).

9 Não admitir relação de liderança/ subordinação entre colaboradores com relacionamento afetivo ou amoroso 3. Não participar de sociedade em lojas do Shopping. Não contratar familiares de nossos colaboradores em 1º grau: pai, mãe, filho (a), companheiro (a). É recomendável que colaboradores com envolvimento afetivo ou amoroso não trabalhem na mesma área. Tais situações devem ser reportadas ao superior hierárquico/superintendente da área para análise e decisão. 2 - Não estão incluídos neste item os convênios firmados pela administração do empreendimento para desconto em favor dos colaboradores, tais como escolas, academias, descontos padronizados para todos os colaboradores e administração do Shopping. 3 - Namorados(as), irmãos(as).

10 4. Brindes, Favores, Presentes e Entretenimento Devemos eliminar qualquer situação que possa interferir em nossas decisões ou causar algum descrédito na pessoa ou na gestão do empreendimento em função da postura apresentada, frente a receber cortesias, brindes, presentes, gratificações, descontos em transações de caráter pessoal, viagens, convites para participar de eventos, oriundos de cliente, lojista, parceiro ou fornecedor. Desta forma, observe o que é nossa responsabilidade. Não aceitar nem oferecer, direta ou indiretamente, favores, dinheiro ou presentes de caráter pessoal que possam afetar decisões, facilitar negócios ou benefi ciar terceiros, agindo com integridade e dignidade ética quando lidar com clientes, fornecedores e equipe de trabalho. Evitar qualquer situação de desconforto quanto ao recebimento de brindes/ presentes, sendo permitido ao colaborador receber, única e exclusivamente, brindes promocionais sem valor comercial, tais como material de escritório em geral, camisetas, entre outros similares, além de exemplares de brindes desenvolvidos na campanha do Shopping ou outros objetos que não ultrapassem o valor de R$ 100,00 (Cem Reais), como chocolates, livros, etc. Encaminhar todo e qualquer brinde/ presente (inclusive convite para shows, espetáculos, etc.), diferente do descrito acima, para o responsável da área, a fim de realização de sorteio entre todos os colaboradores ou até mesmo doação para instituições de caridade.

11 5. Eventos de Negócios A participação em eventos patrocinados/ promovidos por terceiros está condicionada à aprovação do gestor formal por . Quando envolver viagem e hospedagem, deve ter aprovação do superintendente. Despesas com clientes e empreendedores, tais como refeições, transporte e acomodação, só podem ser realizadas em casos de eventos relativos à atividade do Shopping e por pessoas autorizadas pela superintendência. As refeições de negócios devem acontecer durante o horário de trabalho, preferencialmente, almoços, e no Shopping. Jantares não são incentivados. Almoços com fornecedores, durante a fase de negociação/ contratação, não são incentivados e, caso aconteçam, cada parte deve arcar com suas despesas.

12 6. Relacionamento com os Parceiros Consideramos nossos lojistas como parceiros e nosso relacionamento está pautado na imparcialidade e transparência. Da mesma forma que respeitamos a confidencialidade das informações e estabelecemos relacionamentos isentos de favorecimentos, esperamos o mesmo de nossos parceiros. 7. Relacionamento com os Clientes e Lojistas Proporcionamos aos nossos clientes e lojistas um Shopping agradável e seguro. Buscamos transparência no relacionamento entre clientes, lojistas e o Shopping Recife. Buscamos encantar e satisfazer as necessidades de nossos clientes por meio de um mix diversificado de lojas, serviços e lazer. 8. Relacionamento com a Comunidade e com o Meio Ambiente Respeitamos o meio ambiente e as comunidades onde estamos inseridos, o que sempre está se refletindo na adoção das práticas de gestão ambiental e campanhas de solidariedade detalhadas em nosso site, na Internet. Estamos estimulando entre os colegas as ações sociais e de proteção ao meio ambiente.

13 9. Relacionamento com os Lojistas Tratamos nossos lojistas com respeito e de forma imparcial. Proporcionamos encontros para troca de melhores práticas comerciais entre nossos lojistas e gestores do empreendimento. Contamos com uma política de portas abertas, nossos lojistas têm acesso direto à administração do Shopping. Reforçamos que não incentivamos o recebimento ou oferecimento de brindes diferentes dos descritos neste documento e contamos com o comprometimento de nossos lojistas no cumprimento desta regra. Ressaltamos que não é permitida a utilização da posição no empreendimento para obtenção de benefícios pessoais junto aos nossos lojistas. 10. Relacionamento com os Fornecedores Prezamos por relações isentas de favorecimentos e privilégios com nossos fornecedores. A seleção e a contratação de fornecedores são realizadas com base em critérios técnicos, profissionais e éticos. Todos os fornecedores têm acesso à mesma base de informações durante um processo de cotação e compras. Veja a seguir o que é exigido dos nossos fornecedores. 1. Idoneidade, cumprimento da legislação vigente 4, como também a não-utilização de mão-de-obra infantil ou escrava. 4 - Legislação trabalhista, previdenciária, tributária e outras aplicáveis ao seu negócio.

14 2. Confidencialidade e sigilo sobre dados e informações que venham a ter acesso por qualquer meio ou forma, quer sejam esses do Shopping Recife, quer sejam de nossos clientes e lojistas. Reforçamos que não incentivamos o recebimento/ oferecimento de brindes diferentes dos descritos neste documento, tampouco a realização de almoços com fornecedores durante a negociação e contamos com o comprometimento de nossos fornecedores no cumprimento desta regra. Esperamos de todos os nossos fornecedores a adequada orientação a seus funcionários em exercício de atividades nas dependências do Shopping, em relação aos preceitos deste Manual, e o seu devido comprometimento. 11. Relacionamento com a Mídia É obrigação de todos zelar pela imagem do empreendimento. Apenas o superintendente e os colaboradores por ele designados estão autorizados a falar em nome do empreendimento. As solicitações de informações de qualquer veículo de comunicação devem ser direcionadas ao superintendente. 12. Relacionamento com a Concorrência Mantemos uma relação profissional com os concorrentes e não buscamos conseguir de forma imprópria segredos comerciais ou informações confidenciais dos concorrentes.

15 13. Gestão da Ética A aplicação das diretrizes deste Manual e a manutenção de um ambiente com padrões elevados de conduta ética constituem um compromisso de todos os colaboradores. Eventuais dúvidas sobre como agir em alguma situação devem ser esclarecidas com o superior hierárquico. Para as situações de descumprimento deste Manual, estão disponíveis o canal e o Os relatos podem ser anônimos, caso seja assim desejado, contudo reforçamos que será de suma importância a consistência e veracidade das informações relatadas. Contamos com o Comitê do Manual de Conduta formado pelos empreendedores e seus representantes. A seguir destacamos suas principais responsabilidades. Análise de situações não previstas no Manual e definição de como proceder. Avaliação das situações de descumprimento do Manual e decisão da(s) ação(ões) a ser(em) tomada(s). Revisão e atualização do Manual de Conduta.

Valorizamos as relações respeitosas, responsáveis e confiáveis com os diferentes públicos, interno e externo, em que não há espaço para:

Valorizamos as relações respeitosas, responsáveis e confiáveis com os diferentes públicos, interno e externo, em que não há espaço para: Introdução A BRMALLS é uma empresa que atua em diversos estados e para manter unida nossa companhia, nossos funcionários devem agir com base em valores e objetivos comuns. Isso se reflete nas atitudes

Leia mais

Cliente Empreendedorismo Metodologia e Gestão Lucro Respeito Ética Responsabilidade com a Comunidade e Meio Ambiente

Cliente Empreendedorismo Metodologia e Gestão Lucro Respeito Ética Responsabilidade com a Comunidade e Meio Ambiente Código de Ética OBJETIVO Este código de ética serve de guia para atuação dos empregados e contratados da AQCES e explicita a postura que deve ser adotada por todos em relação aos diversos públicos com

Leia mais

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta 1 de 7 Revisão Data Assunto / revisão / modificação 00 16/04/15 Emissão Inicial. Nome Cargo Data Assinatura Consultor / Gerente EMITENTE Maciel Amaro Técnico / RD Valéria Ap. R. Amaro Diretora administrativa

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA SUMÁRIO 1 ÉTICA...03 2 APRESENTAÇÃO...04 3 APLICAÇÃO...05 4 FINALIDADES...06 5 DEFINIÇÕES...07 6 CULTURA ORGANIZACIONAL...08 6.1 MISSÃO...08 6.2 VISÃO...08 6.3 VALORES...08 6.4

Leia mais

Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1

Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1 Código de Ética CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 1 CÓDIGO DE ÉTICA GRUPO BONSUCESSO 2 Sumário 1. Introdução...3 2. Postura pessoal e profissional...4 3. Relacionamento com público interno...6 4. Relacionamento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC

CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC CÓDIGO DE CONDUTA 1. MENSAGEM IESC De origem grega, o termo ethos significa costumes e deve ser entendido com um conjunto de princípios básicos que visam disciplinar e regular, a moral e a conduta das

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Estrutura do Código de Ética e Conduta 1. Introdução pág. 03 2. Mensagem da Diretoria pág. 04 3. Relações no Ambiente de Trabalho pág. 05 4. Relacionamento Externo pág. 07 5.

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Índice Nossos princípios diretivos 03 Proteção do patrimônio e uso dos ativos 04 Informação confidencial 05 Gestão e Tratamento dos Colaboradores 06 Conflitos de interesse 07

Leia mais

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL Março de 2015 1ª edição MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta da RIP ( Código ) é a declaração formal das expectativas que servem

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da empresa com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

Código de Ética - Ultra

Código de Ética - Ultra Código de Ética - Ultra Ética na gestão - Equidade, transparência e responsabilidade - Cumprimento das leis - Desenvolvimento sustentável Ética nos relacionamentos - Acionistas e investidores - Colaboradores

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E EMPRESARIAL GRUPO VIVO SABOR

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E EMPRESARIAL GRUPO VIVO SABOR MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E EMPRESARIAL GRUPO VIVO SABOR INTRODUÇÃO Ciente de sua responsabilidade como fornecedora de refeições coletivas e prestadora de serviços, o Grupo Vivo Sabor divulga seu Manual

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA

CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA CÓDIGO DE ÉTICA RECEBA MAIS QUE TECNOLOGIA Código de Ética e de Responsabilidade Social Propósitos A ACE Schmersal tem uma atuação corporativa pautada em valores éticos e morais. Estes mesmos valores regem

Leia mais

Código de Ética e de Conduta do. Grupo Energisa

Código de Ética e de Conduta do. Grupo Energisa Código de Ética e de Conduta do Grupo Energisa Caro colaborador, A prática do Código de Ética e de Conduta do Grupo Energisa é tão importante que fazemos questão que cada colaborador tenha seu próprio

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CREDITÁ S.A. Crédito, Financiamento e Investimento SUMÁRIO 1. Conceito 2. Objetivo 3. Abrangência 4. Regras e Normas 4.1 Conceito de Ética. Ponto de vista empresarial 4.2 Princípios

Leia mais

Código de Conduta e Ética

Código de Conduta e Ética CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA BC CONSULT Página 1 de 9 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PRINCÍPIOS... 4 INTEGRIDADE... 4 DISCRIMINAÇÃO... 4 CONFLITO DE INTERESSE... 4 CONFIDENCIALIDADE DE INFORMAÇÕES... 5 PROTEÇÃO AO

Leia mais

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética

Código de Ética. Responsabilidades: Lideranças Colaboradores. Aplicação do Código de Ética Código de Ética Sobre nossos Relacionamentos: Relacionamento com Clientes Relacionamento com Acionistas Relacionamento com Colaboradores Relacionamento com Parceiros de Negócio e Fornecedores Relacionamento

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética SUMÁRIO 1 Objetivo... 03 2 Abrangência... 03 3 Valores... 03 4 - Conduta ética da PPL com os diversos públicos 4.1 - Cliente: Foco de nossa atuação... 03 4.2 - Relação e interação com fornecedores e parceiros...

Leia mais

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência Código de Ética Conduzimos nossos negócios dentro de uma estrutura de padrões profissionais, legislações, regulamentações e políticas internas. Entretanto, temos consciência que essas normas não necessariamente

Leia mais

A SINIGAGLIA, endossa e pratica de forma sistemática os princípios do Pacto Global 1 da ONU, integrando-os a seus processos:

A SINIGAGLIA, endossa e pratica de forma sistemática os princípios do Pacto Global 1 da ONU, integrando-os a seus processos: INTRODUÇÃO O regime da livre iniciativa impõe às organizações e seus integrantes a conduzirem-se dentro de um ambiente de respeito e entendimento, zelando para que toda e qualquer forma de relacionamento,

Leia mais

JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578

JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578 JHSF PARTICIPAÇÕES S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF Nº. 08.294.224/0001-65 - NIRE Nº. 35.300.333.578 CÓDIGO DE ÉTICA Escopo Este Código de Ética ( Código ) reúne as principais normas de conduta que devem

Leia mais

Sumário. Declaração de seus princípios fundamentais... 4 Missão... 4 Visão... 4 Valores... 4

Sumário. Declaração de seus princípios fundamentais... 4 Missão... 4 Visão... 4 Valores... 4 1 Sumário Declaração de seus princípios fundamentais... 4 Missão... 4 Visão... 4 Valores... 4 Política de Responsabilidade Social... 4 Partes interessadas... 5 Público externo... 5 Público interno...

Leia mais

GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1

GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1 GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 1 07/12/15 17:39 GU-0017-15BF-Codigo-Etica2.indd 2 07/12/15 17:39 APRESENTAÇÃO Carta do Presidente do Conselho de Administração Pessoas e equipes são valorizadas na Concessionária

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING O Código de Conduta Ética é um instrumento destinado a aperfeiçoar os relacionamentos da organização e elevar o clima de confiança nela existente. Este Código tem

Leia mais

PREÂMBULO TOV colaboradores, Compliance Outubro/2010

PREÂMBULO TOV colaboradores, Compliance Outubro/2010 PREÂMBULO A TOV, ciente da importância da ética nas relações profissionais nas comunidades onde atua e dos benefícios advindos do comprometimento e execução de diretrizes de conduta ética, divulga a todos

Leia mais

Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research

Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research Código de Ética e Conduta em Relações Comerciais Bridge Research Missão Ser a referência no Brasil em soluções de pesquisa de mercado que utilizem tecnologia como uma plataforma para melhorar a decisão

Leia mais

O Banrisul no relacionamento com os diversos setores da sociedade terá suas posições e ações baseadas nas seguintes disposições:

O Banrisul no relacionamento com os diversos setores da sociedade terá suas posições e ações baseadas nas seguintes disposições: 1.0 - CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO BANRISUL Preâmbulo O compromisso é servir como Guia Prático de Conduta Pessoal e Profissional, a ser utilizado por todos os Colaboradores do Banrisul, possibilitando a

Leia mais

POLITICA DE QUALIDADE

POLITICA DE QUALIDADE CÓDIGO ÉTICA ÍNDICE: PALAVRA DO DIRETOR POLITICA DE QUALIDADE MISSÃO VISÃO VALORES CONFIDENCIALIDADE DE INFORMAÇÃO CLIENTES FORNECEDORES ACIONISTAS COMUNIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL IMPRENSA ORGÃOS GOVERNAMENTAIS

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA ABRANGÊNCIA Este Código de Ética e Conduta destina-se aos colaboradores e, no que couber, aos prestadores de serviços, visitantes e fornecedores da Panificação Tocantins. INTEGRIDADE

Leia mais

O Banrisul no relacionamento com os diversos setores da sociedade terá suas posições e ações baseadas nas seguintes disposições:

O Banrisul no relacionamento com os diversos setores da sociedade terá suas posições e ações baseadas nas seguintes disposições: 1.0 - CÓDIGO DE ÉTICA DO BANRISUL Preâmbulo O compromisso maior da instituição deve ser o de possibilitar continuamente a consecução de sua missão, a saber: Ser o agente financeiro do Estado para promover

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO

CÓDIGO DE ÉTICA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO CÓDIGO DE ÉTICA DA AGÊNCIA DE FOMENTO DE GOIÁS S/A GOIÁSFOMENTO 0 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO... 2 2 - ABRANGÊNCIA... 2 3 - PRINCÍPIOS GERAIS... 2 4 - INTEGRIDADE PROFISSIONAL E PESSOAL... 3 5 - RELAÇÕES COM

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Carta do CEO Caros colaboradores, Apresento a vocês o nosso código de ética. Este importante documento é um conjunto de atitudes a serem praticadas por todos nós no exercício da nossa atividade profissional.

Leia mais

Apresentação. Vinicius Lino Ventorim Diretor da Politintas

Apresentação. Vinicius Lino Ventorim Diretor da Politintas Apresentação Seriedade, comprometimento e ética na condução de seus negócios. Esses são os princípios que regem a conduta da Politintas desde sua inauguração até os dias de hoje. Para que esses ideais

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL POLÍTICA DE PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO DO BANRISUL A Política de Prevenção à Corrupção tem como objetivo dar visibilidade e registrar os princípios e valores éticos que devem nortear a atuação dos empregados,

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Código de Ética Índice Mensagem da Diretoria... 07 Princípios Cooperativistas... 09 Política da Qualidade... 11 Nosso Negócio, Missão, Visão... 12 Nossos Valores... 13 Nosso Relacionamento com: Associados...

Leia mais

Apresentação... Introdução... 2. Observância às leis e regulamentos... 4. Política Anticorrupção... 4. Relacionamentos com clientes...

Apresentação... Introdução... 2. Observância às leis e regulamentos... 4. Política Anticorrupção... 4. Relacionamentos com clientes... SUMÁRIO Apresentação... Introdução... 2 Observância às leis e regulamentos... 4 Política Anticorrupção... 4 Relacionamentos com clientes... 6 Ambiente de Trabalho... 7 E-mail e Internet... 8 Saúde e Segurança

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA MAPFRE INVESTIMENTOS

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA MAPFRE INVESTIMENTOS CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA MAPFRE INVESTIMENTOS Riscos e Compliance Página 1 Colaborador MAPFRE Investimentos Código: MINV-P-009 Você está recebendo o Código de Conduta Ética da MAPFRE Investimentos, mais

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria 2007 A Mensagem da Diretoria história da Responsabilidade Social na Copacol está intrínseca desde que abriu as portas do cooperativismo no Oeste do Paraná, em 1963. Com a assinatura do Pacto Global, essa

Leia mais

Código de Ética Rastru

Código de Ética Rastru CÓDIGO DE ÉTICA RASTRU O objetivo desse Código de É tica é definir com clareza os princípios éticos que norteiam as ações e os compromissos da organização Rastru, tanto da parte institucional como da parte

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS

SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS ELETRONORTE SUPERINTENDÊNCIA DE SUPRIMENTO DE MATERIAL E SERVIÇOS GSS CÓDIGO DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS 1 2

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA ISA CAPITAL DO BRASIL S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA ISA CAPITAL DO BRASIL S.A. CÓDIGO DE ÉTICA ISA CAPITAL DO BRASIL S.A. 1 INTRODUÇÃO O Grupo ISA e suas empresas avançam para metas a cada vez mais exigentes e ambiciosas, desenvolvendo suas práticas em contextos diversos e inovadores

Leia mais

CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA CÓDIGO DE ETICA E CONDUTA Outubro de 2010 1 Carta da Diretoria, Prezado (a) colega; Trabalhar em uma empresa acaba se confundindo com a própria identidade pessoal, e poder orgulhar-se dela torna-se um

Leia mais

Código de Ética e de Conduta Empresarial

Código de Ética e de Conduta Empresarial O da Irmãos Parasmo S/A leva em consideração os elementos essenciais existentes nas suas relações com os seus diferentes públicos acionistas, clientes, colaboradores, fornecedores, prestadores de serviços,

Leia mais

[CÓDIGO DE ÉTICA] Interinvest

[CÓDIGO DE ÉTICA] Interinvest [CÓDIGO DE ÉTICA] Este documento determina as práticas, padrões éticos e regras a serem seguidos pelos colaboradores, fornecedores e a todos aqueles que, direta ou indiretamente, se relacionem com a Interinvest.

Leia mais

2 CÓDIGO DE ÉTICA RUDLOFF

2 CÓDIGO DE ÉTICA RUDLOFF 2 CÓDIGO DE ÉTICA RUDLOFF ÍNDICE Sobre o Código de Ética... 05 Missão, Visão e Valores... 06 Colaboadores... 07 Legislação... 08 Conflito de Interesse... 09 Uso adequado dos Bens da Empresa... 10 Publicidade

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta 2015 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ALIANSCE I. Abrangência A Aliansce, todas as sociedades, direta ou indiretamente por ela controladas ou sob mesmo controle, e os Shopping Centers

Leia mais

Denominada Companhia no decorrer deste documento.

Denominada Companhia no decorrer deste documento. INTRODUÇÃO A BRMALLS 1 é uma empresa com ampla atuação no setor de shopping centers sendo primordial que nossos colaboradores atuem com base em valores e objetivos comuns. A postura ética é uma exigência

Leia mais

Código de Ética ENGENHARIA AMBIENTAL

Código de Ética ENGENHARIA AMBIENTAL Código de Ética Índice Mensagem do Conselho de Administração... 3 Valores e Crenças... 5 Abrangência e Escopo... 7 Compromissos de conduta... 9 Ambiente de trabalho... 9 Bens da VITAL Utilização e Preservação...

Leia mais

c. Promover o comportamento ético no ambiente em que atuamos.

c. Promover o comportamento ético no ambiente em que atuamos. Introdução O Código de Ética e Conduta foi aprovado em reunião do Conselho de Administração em 03/08/2015. É um documento que resume as principais políticas e diretrizes que definem as regras orientadoras

Leia mais

Manual de Diretrizes de Conduta Ética da BB Consórcios S.A

Manual de Diretrizes de Conduta Ética da BB Consórcios S.A Manual de Diretrizes de Conduta Ética da BB Consórcios S.A Versão Atualizada Outubro/2015 Introdução Este Manual define as diretrizes que obrigam e devem ser observadas por todos os colaboradores, em todos

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE MENSAGEM DO PRESIDENTE A construção de uma empresa sólida e capaz de tornar perene sua marca no mercado só acontece com o esforço conjunto de pessoas comprometidas com a verdade e a ética. Ao longo de

Leia mais

Hermes Chipp Diretor Geral do ONS

Hermes Chipp Diretor Geral do ONS Nossa vida é feita de escolhas. Seja no âmbito pessoal ou profissional, a cada dia escolhemos caminhos a trilhar. A ética deve ser a premissa básica para pautar as nossas opções cotidianas. O ONS, desde

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS 1. O CÓDIGO Este Código de Ética (Código) determina as práticas e padrões éticos a serem seguidos por todos os colaboradores da SOMMA INVESTIMENTOS. 2. APLICABILIDADE Esta política é aplicável: 2.1. A

Leia mais

TIPO DOC. RESOLUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO

TIPO DOC. RESOLUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL DO SERPRO TPO DOC. 1/7 1. CONSDERAÇÕES O papel social de uma instituição vai além do que preveem as leis que a regem. O Serviço Federal de Processamento de Dados - SERPRO, ao prestar serviços baseados na tecnologia

Leia mais

COMPROMISSO HONESTIDADE PARCERIA TRANSPARÊNCIA CÓDIGO DE ÉTICA INTEGRIDADE VALORES RESPEITO SUCESSO. Versão 01-13

COMPROMISSO HONESTIDADE PARCERIA TRANSPARÊNCIA CÓDIGO DE ÉTICA INTEGRIDADE VALORES RESPEITO SUCESSO. Versão 01-13 COMPROMISSO HONESTIDADE PARCERIA TRANSPARÊNCIA CÓDIGO DE ÉTICA INTEGRIDADE VALORES RESPEITO SUCESSO Versão 01-13 1 C Ó D I G O D E É T I C A Introdução A ÉTICA é o ideal de conduta humana, desenvolvido

Leia mais

A Global e todos os seus Colaboradores comprometem-se a seguir os princípios abaixo como diretrizes de conduta em todas as suas relações:

A Global e todos os seus Colaboradores comprometem-se a seguir os princípios abaixo como diretrizes de conduta em todas as suas relações: POLÍTICAS CORPORATIVAS Assunto: Código de Ética e Conduta Objetivo O Código de Ética e Conduta objetiva estabelecer os princípios, conceitos e valores que orientam o padrão ético de todos os Colaboradores

Leia mais

Código de Ética LLTECH

Código de Ética LLTECH Código de Ética LLTECH Quem somos A LLTECH é uma empresa que oferece soluções inovadoras para automação e otimização de processos industriais, fornecendo toda a parte de serviços e produtos para automação

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. 1 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. Este código de ética e conduta foi aprovado pelo Conselho de Administração da INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. ( Companhia

Leia mais

Caro parceiro, Queremos fornecedores e parceiros que tenham nível de comprometimento com a sociedade tão amplo quanto o do Rio 2016.

Caro parceiro, Queremos fornecedores e parceiros que tenham nível de comprometimento com a sociedade tão amplo quanto o do Rio 2016. Caro parceiro, O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 trabalha para entregar Jogos excelentes, com celebrações memoráveis que irão promover a imagem global do Brasil, baseados

Leia mais

Código de Ética e Conduta. Trabin Software & Consulting

Código de Ética e Conduta. Trabin Software & Consulting Trabin Software & Consulting Sumário 1. Apresentação... 4 2. Empresa... 5 2.1. Histórico... 5 2.2. Missão... 5 2.3. Visão..... 6 2.4. Valores... 6 2.5. Princípios... 6 3. Conceito de Ética... 8 3.1. Ética

Leia mais

Código de Conduta Empresarial

Código de Conduta Empresarial Código de Conduta Empresarial Conteúdo Mensagem do Conselho de Administração 2 O que é este Código de Conduta 3 Objetivos do Código de Conduta Empresarial do Grupo Camargo Corrêa 3 A quem este Código se

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA 1. Introdução Os princípios éticos que orientam nossa atuação também fundamentam nossa imagem de empresa sólida e confiável. Este Código de Ética e Conduta da UTC Participações

Leia mais

MANUAL DO COLABORADOR

MANUAL DO COLABORADOR MANUAL DO COLABORADOR Versão 1 Setembro de 2012 INTRODUÇÃO Ser ético significa pensar e agir de forma correta, a partir de valores estabelecidos e aceitos pela sociedade em que se está inserido. A criação

Leia mais

Apresentação. Direcionadores Organizacionais. Introdução. Condutas nos Relacionamentos com os Públicos de Interesse

Apresentação. Direcionadores Organizacionais. Introdução. Condutas nos Relacionamentos com os Públicos de Interesse CÓDIGO DE ÉTICA Apresentação Direcionadores Organizacionais Introdução Condutas nos Relacionamentos com os Públicos de Interesse Sistematização (procedimentos de denúncias e resolução de conflitos) do

Leia mais

Norma de Política. Sistema Integrado de Normas. Título da Norma. Código de Ética - Área Suprimentos. Código COM011. Responsável

Norma de Política. Sistema Integrado de Normas. Título da Norma. Código de Ética - Área Suprimentos. Código COM011. Responsável Sistema Integrado de Normas Norma de Política Título da Norma Código Responsável Área: Processo: Subprocesso: Sistema: Cia de Alcance Código de Ética - Área Suprimentos COM011 Flavio Licio/CEN/BFE/Bunge

Leia mais

Ética. Semeie onde você for. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO SISTEMA INTEGRADO MARTINS

Ética. Semeie onde você for. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO SISTEMA INTEGRADO MARTINS Ética. Semeie onde você for. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO SISTEMA INTEGRADO MARTINS ética para vida A planta dente-de-leão é uma espécie popular e comum de se encontrar devido à facilidade de semeação.

Leia mais

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO CONCEITO OBJETIVO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS CONFLITOS DE INTERESSE CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESERVAÇÃO

Leia mais

Código de Conduta BM&FBOVESPA

Código de Conduta BM&FBOVESPA Código de Conduta BM&FBOVESPA Julho de 2010 CÓDIGO DE CONDUTA DA BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS APRESENTAÇÃO Este é o Código de Conduta da BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS

Leia mais

Política de Relacionamento com Fornecedores

Política de Relacionamento com Fornecedores Política de Relacionamento com Fornecedores Publicado em: 25/06/2013 1. Conceito O Santander tem como compromisso promover a sustentabilidade, conduzindo seus negócios em plena conformidade com a legislação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO 1/8

CÓDIGO DE CONDUTA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO 1/8 CÓDIGO DE CONDUTA DA FPP - FUNDAÇÃO PORTUGUESA DO PULMÃO Lisboa, Julho de 2015 1/8 I - ÂMBITO Artigo Primeiro Âmbito Pessoal O presente Código integra um conjunto de regras e princípios gerais de ética

Leia mais

DIRETRIZES DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES

DIRETRIZES DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES DIRETRIZES DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES INTRODUÇÃO Para a seleção e contratação de Empresas Fornecedoras e Prestadoras de Serviços e em todas as relações aplicáveis aos negócios, as Empresas Alibem/Agra

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA de PSIQUIATRIA. Código de Condutas Éticas

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA de PSIQUIATRIA. Código de Condutas Éticas 1 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA de PSIQUIATRIA Código de Condutas Éticas I - Mensagem do Presidente II Premissas III Condutas Éticas nas atividades da ABP 1. Cumprimento das leis 2. Relação com o Governo 3. Atividades

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE FORNECEDORES SUMÁRIO 1. Introdução... 04 2. Abrangência... 04 3. Objetivo... 04 4. Princípios Éticos... 05 5. Preconceitos e Discriminação... 05 6. Respeito à Legislação e Integridade nos Negócios... 05 7. Documentos,

Leia mais

ALUPAR INVESTIMENTO S.A. CNPJ/MF nº 08.364.948/0001-38 NIRE 35.300.335.325 CÓDIGO DE ÉTICA, CONDUTA & COMPLIANCE. 19 de janeiro de 2015

ALUPAR INVESTIMENTO S.A. CNPJ/MF nº 08.364.948/0001-38 NIRE 35.300.335.325 CÓDIGO DE ÉTICA, CONDUTA & COMPLIANCE. 19 de janeiro de 2015 ALUPAR INVESTIMENTO S.A. CNPJ/MF nº 08.364.948/0001-38 NIRE 35.300.335.325 CÓDIGO DE ÉTICA, CONDUTA & COMPLIANCE 19 de janeiro de 2015 I. INTRODUÇÃO O presente Código de Ética, Conduta & Compliance ( Código

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA TOMBINI

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA TOMBINI CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA TOMBINI Palmitos, SC Jundiaí, SP Campo Grande, MS Cuiabá, MT 49 3647-9500 Avenida Brasil, 351 Centro 11 4525-2575 11 2923-0200 Rua Antônio Ovidio Rodrigues, 693 Parque Industrial

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE PADRÕES DE CONDUTA DOS SERVIDORES DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

CÓDIGO DE ÉTICA E DE PADRÕES DE CONDUTA DOS SERVIDORES DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL CÓDIGO DE ÉTICA E DE PADRÕES DE CONDUTA DOS SERVIDORES DA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Fica instituído o Código de Ética e de Padrões de Conduta Profissional

Leia mais

Código de Ética Versão 1.0 Maio de 2015

Código de Ética Versão 1.0 Maio de 2015 Código de Ética Versão 1.0 Maio de 2015 Sumário 1 Introdução... 4 2 Condutas não toleradas nos princípios da empresa... 5 2.1 A transparência e ética fundamentam a sua relação com o mercado... 5 2.1.1

Leia mais

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL Ano 2013 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Caro Colaborador Estamos entregando o Código de Ética e Conduta da Instituição, o qual fará parte

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Jeito de Ser Índice 3 Introdução 3 Carta do Presidente 3 Missão do Grupo Marisa 3 Valores do Grupo Marisa 3 Código de Conduta Ética v Áreas de Relacionamento Colaboradores Fornecedores

Leia mais

Código de Ética e Conduta Sabesp

Código de Ética e Conduta Sabesp Código de Ética e Conduta Sabesp 1 MENSAGEM DA ALTA ADMINISTRAÇÃO Aos Empregados, Gerentes, Clientes, Acionistas, Investidores, Fornecedores, Parceiros, Terceiros, Governo, Comunidade e toda sociedade,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANUNCIANTES MANUAL DE GOVERNANÇA 2015 ABA MANUAL DE GOVERNANÇA I. INTRODUÇÃO É norma e política da Associação Brasileira de Anunciantes ("ABA"), o estrito cumprimento de todas

Leia mais

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 Sumário 1 Introdução... 2 1.1 Finalidade do documento... 2 1.2 Abrangência... 2 2 Objetivos do código de conduta... 2 3 Princípios éticos... 3 4 Relações entre os Profissionais... 4 4.1 Oportunidade no

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A.

CÓDIGO DE CONDUTA TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. CÓDIGO DE CONDUTA TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. 1 > Sumário Introdução... 3 Definições... 3 Conduta no ambiente de trabalho... 5 Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional... 5 Meio ambiente e sustentabilidade...

Leia mais

GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA

GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA GRUPO SAG CÓDIGO DE CONDUTA 1. Preâmbulo O perfil das empresas e a sua imagem estão cada vez mais interligados não só com o desempenho económico e financeiro, mas também com o quadro de valores, princípios

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO BANCO COOPERATIVO SICREDI S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO BANCO COOPERATIVO SICREDI S.A. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO BANCO COOPERATIVO SICREDI S.A. Versão: Maio 2013 Página 1 Introdução Alinhado com o disposto na Instrução CVM nº 497/11 ( ICVM 497/11 ), o Banco

Leia mais

Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS

Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS Prefácio Este Código de Conduta nos Negócios e Ética do UBS (o Código) estabelece os princípios e práticas aos quais os funcionários e diretores do UBS estão

Leia mais

Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral

Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral Carta de Convivência da Fundação Dom Cabral Mensagem de Abertura Elaborada na sua primeira versão em 2006, a Carta de Convivência da FDC expressa o compromisso da instituição com a transparência e com

Leia mais

1. OBJETIVO E ÂMBITO. 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas

1. OBJETIVO E ÂMBITO. 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas 1. OBJETIVO E ÂMBITO 1.1 Objeto 1.1.1 A Mota-Engil Africa N.V. ( Mota-- Engil Africa ou a Empresa ) e respetivas subsidiárias (juntamente com a Empresa, o Grupo ) comprometem-se a conduzir todos os seus

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM PARTES INTERESSADAS STAKEHOLDERS DO GRUPO MRV (via original, arquivada na sede da Companhia, em apenso ao livro próprio) *** ABRANGÊNCIA: Este documento é aplicável à holding

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PROATIVA. Rio de Janeiro, RJ 26/07/2008

CÓDIGO DE ÉTICA PROATIVA. Rio de Janeiro, RJ 26/07/2008 CÓDIGO DE ÉTICA DA PROATIVA Rio de Janeiro, RJ 26/07/2008 Índice Mensagem do Fundador 2 Introdução 3 Aplicação 4 Capítulo I Conduta 5 Capítulo II Atitude Capítulo III Comprometimento Capítulo IV Direitos

Leia mais

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig de Ética Código CÓDIGO de Ética Código de Ética Código DE de Ética Código de Ética de Ética Código de Ética Código ÉTICA de Ética Código de Ética Código de Ética Fazendo Negócios com Integridade Realizamos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL 1. Disposições Preliminares Este Código de Ética tem como principal objetivo informar aos colaboradores, prestadores de serviço, clientes e fornecedores da Petronect quais são os princípios éticos que

Leia mais

Conselho Estratégico de Planejamento e Administração Empresarial.

Conselho Estratégico de Planejamento e Administração Empresarial. G7 PRO UNIIDADE BRASIIL SSOLLUÇÕEESS EESSTTRRATTÉÉGI IICASS EEM SSEEGURRANÇA CÓDIGO DE ÉTICA Conselho Estratégico de Planejamento e Administração Empresarial. Este documento possui informações INTERNAS

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP 2008-2 1 Apresentação A SABESP a partir da sua própria missão de prestar serviços de saneamento, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente constitui-se

Leia mais

Política de Código de Ética e Conduta

Política de Código de Ética e Conduta Política de Código de Ética e Conduta VISÃO Manter-se como empresa referência no segmento do agronegócio MISSÃO Garantir o sucesso do Agronegócio, superando desafios e ultrapassando fronteiras Negócio

Leia mais

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP 1 Código de Ética e Conduta da Argus MENSAGEM DO PRESIDENTE Este Código de Ética e Conduta foi elaborado com a finalidade de explicitar

Leia mais

Código de Ética. 31 de março

Código de Ética. 31 de março Código de Ética 31 de março 2015 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 4 2. MISSÃO, VISÃO E VALORES DA CETIP... 4 3. PÚBLICO-ALVO... 4 4. REGRAS E PRINCÍPIOS NORTEADORES DAS ATIVIDADES... 4 4.1. RELACIONAMENTO INTERNO...

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA. Capítulo I Das Regras Deontológicas

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA. Capítulo I Das Regras Deontológicas CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Capítulo I Das Regras Deontológicas O Código de conduta e ética reflete o padrão ideal de comportamento e valores que devem nortear os membros da Fundação Technos de Previdência

Leia mais