Universidade Centro. Candidato. Orientador Silvio Meira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Centro. Candidato. Orientador Silvio Meira"

Transcrição

1 Pré projeto de Pesquisa (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Backup incremental em redes P2P Tema: Realização de backup de dados em ambiente de GRIDS computacionais Pré projeto apresentado ao programa de pós graduação em Ciências da Computação do CIn/UFPE, como parte da documentação necessária para o processoo seletivo Candidato Vinícius de Melo Rocha Orientador Silvio Meira Área de Pesquisa Engenharia de Software Recife 2009

2 1. Introdução A facilidade para criação de arquivos em formato digital tem levado a um crescimento significativo na quantidade de dados armazenados nos computadores. Porém, sua fragilidade não o torna um local seguro para guardar essa gama de informações, uma vez que são factíveis a erros de operação, vírus, falhas de hardware, dentre outros. Pensando nisso, este pré projeto aborda a importância do aprofundamento nos estudos de sistemas de backup incremental em redes P2P. Na sessão dois (2) discorremos sobre a fundamentação teórica para a construção do objeto de pesquisa, enquanto a motivação e o objetivo são descritos nas sessões três (3) e quatro (4). A referência bibliográfica pode ser verificada na sessão cinco (5). 2. Fundamentação Uma forma simples de prevenir a perda de dados está em realizar regularmente uma cópia de segurança dos arquivos. Mesmo existindo várias formas para realizar essa tarefa, a abordagem mais comum é usando discos removíveis, o que não se mostrada muito prático uma vez que a quantidade de dados tem crescido cada vez mais e o armazenamento dos discos também está sujeito a acidentes físicos e desgastes naturais. Uma abordagem mais recente está em alguns serviços oferecidos para armazenamento dos arquivos online, como o Mozy [12] e DropBox [13]. No entanto, essas soluções de backup ainda possuem um elevado custo e risco, uma vez que os dados permanecem centralizados. Baseado no fato de que a capacidade de armazenamento dos computadores dificilmente é utilizada em sua totalidade [14], existem vários sistemas peer to peer (P2P) [1, 2, 4] que exploram esse espaço ocioso para construir uma rede cooperativa de backup de dados. Esses sistemas distribuídos possuem como requisitos fundamentais: promover a segurança, baixo custo e alta disponibilidade dos dados armazenados. Outros sistema, como o pstore [3], vão mais além, fazendo o uso de backup incremental. Essa abordagem promove três grandes benefícios: a possibilidade de versionamento de arquivos; redução do espaço necessário para replicação dos dados, uma vez que diferentes arquivos podem compartilhar os mesmos blocos; a redução do consumo de banda passante, já que não se faz necessário o tráfego de todo o arquivo pela rede. 1

3 A seguir descoremos mais sobre a disponibilidade dos arquivos em redes P2P, bem como o papel dos backups incrementais e redes sociais nesse cenário. 2.1 Disponibilidade Podemos definir disponibilidade como a probabilidade de um arquivo poder ser acessado em um dado instante de tempo. Para que isto ocorra em um grau de satisfação aceitável, faz se necessário a replicação (redundância) dos dados em vários computadores, o que gera um aumento de tráfego na rede. Toda vez que uma alteração é feita em um arquivo, é preciso que ele seja copiado novamente. Com o uso de backup incremental isso não é necessário, tendo apenas que enviar os blocos de arquivo que sofreram alterações. Essa técnica vem sendo aplicada em sistemas como o pstore [3]. A natureza distribuída dos sistemas P2P contribui para uma maior confiabilidade, uma vez que a distribuição geográfica intrínseca dos pontos de rede (peers) reduz as chances de falha simultânea por acidentes catastróficos. No entanto, computadores em uma rede P2P estão disponíveis apenas uma fração de tempo, ou estão sujeitos as mesmas falhas mencionadas na introdução, o que pode trazer prejuízos a disponibilidade dos dados armazenados. Para minimizar esses riscos, sistemas como o Cooperative Internet Backup Schema [10] e o Wuala [15], apresentam resultados satisfatórios na utilização de erasure codes Reed Solomon [11]. Nesta técnica o arquivo é segmentado em n blocos que são distribuídos na rede junto com outros m blocos calculados que serão usados para recuperação em caso de falhas. 2.2 Backup incremental Partindo da máxima de que as alterações sofridas na grande maioria dos arquivos são incrementais (documentos, códigos fonte e até alguns aspectos de arquivos binários), existem hoje vários trabalhos relacionados ao controle de versão (Bazaar, darcs, Git) que exploram essa similaridade dos arquivos para economia de consumo da banda e espaço de armazenamento em disco. Isto trás benefícios, também, quando falamos em backup, mesmo que o foco do backup não esteja no versionamento dos arquivos, mas sim a economia de tráfego de dados e do espaço necessário para armazenamento desses dados. Na maioria dos sistemas de backup P2P, esse controle incremental é feito através da segmentação dos arquivos. Segue uma proposta de backup incremental descrita no artigo produzido no MIT, pstore: a secure peer to peer backup system [3]. 2

4 O arquivo é segmentado em blocos que recebem uma assinatura. Essas assinaturas são estruturadas em metadados que informam como esse arquivo pode ser remontado novamente. Esses blocos e metadados são enviados para a rede e, caso o arquivo sofra alguma alteração, apenas os blocos alterados serão enviados novamente. Figura 1: Uma File Block List (FBL) e seus File Blocks (FB): (a) um arquivo composto de três FBs de mesmo tamanho, (b) mostra como uma nova versão pode ser atualizada apenas adicionando um único FB. Um arquivo é representado por um File Block List (FBL) e vários File Blocks (FB). Cada FB possui um pedaço do arquivo, enquanto a FBL forma uma lista ordenada de todos os FBs usados para compor esse arquivo. Cada FB possui ainda uma assinatura em código hash do conteúdo do arquivo que pode ser utilizado para validar a consistência dos dados. Outros atributos, como permissão de acesso, também podem ser adicionados ao metadado. Quando falamos em segmentação de arquivos, essa técnica assemelha se ao erasure codes, utilizado para aumentar a disponibilidade do sistema. Porém, o grande desafio está em conseguir utilizar as duas técnicas simultaneamente, no intuito de obter o melhor das duas abordagens: economia de banda e versionamento; alta disponibilidade. 2.3 Redes sociais No artigo On the Impact of the Data Redundancy Strategy on the Recoverability of Friend to Friend Backup Systems [7] encontramos um estudo substancial sobre os benefícios das redes sociais em sistemas P2P. Nessas redes o termo friend to friend (F2F) tem sido utilizado para definir sistemas P2P que fazem uso de redes sociais [9], a exemplo de projetos como o OurBackup [8]. 3

5 Ao contrário das redes F2F, nos sistemas anônimos existe uma grande chance de ocorrerem problemas como o free riding, termo comumente usado para expressar quando alguém utiliza um serviço sem oferecer nada em troca. No caso das redes P2P, quando existe um relacionamento entre os peers, eles tendem a permanecer conectados para um bem comum. Assim como o backup incremental, isto reduz o consumo de banda e armazenamento, uma vez que os dados não precisam ser novamente replicados pelo fato de algum peers ter deixado a rede. 3. Objetivos 3.1 Geral Desenvolver um sistema de backup incremental distribuído confiável e eficiente. 3.2 Específicos Desenvolver protótipos para validar tecnologias propostas em outros trabalhos. Documentar resultados, sugerindo melhorias a estudos já realizados. Validar a utilização de erasure codes em sistemas de backup incremental. 4. Justificativa Conforme constatado na dissertação de mestrado OurBackup: uma solução P2P de backup baseada em redes sociais [8], técnicas como o erasure codes têm se mostrado mais eficientes que outras, como a simples replicação dos dados. No entanto, conforme também descrito, sua aplicabilidade nas redes de backup distribuído incremental mostra se, ainda, pouco praticável, existindo, assim, uma grande carência acadêmica na abordagem desse tópico. Dessa forma, um estudo mais aprofundado das tecnologias já propostas levará as redes de backup distribuído incremental a um novo patamar. Vejo, então, no programa de pós graduação em ciências da computação, oferecido pelo CIn/UFPE, uma excelente oportunidade para promover o desenvolvimento profissional e acadêmico através de um ambiente de pesquisa tido como referência e excelência em suas áreas de atuação. 4

6 5. Referência bibliográfica [1] Martin Landers, Han Zhang, Kian Lee Tan. PeerStore: Better Performance by Relaxing in Peer to Peer Backup, p2p, pp , Fourth International Conference on Peer to Peer Computing (P2P'04), [2] Landon P. Cox, Christopher D. Murray, and Brian D. Noble. Pastiche: Making backup cheap and easy. In Proc. of the Fifth ACM/USENIX Symposium on Operating Systems Design and Implementation, Boston, MA, December [3] C. Batten, K. Barr, A. Saraf, and S. Treptin. pstore: A secure peer to peer backup system. Technical Memo MIT LCS TM 632, MIT Laboratory for Computer Science, December [4] Landon P. Cox and Brian D. Noble. Samsara: Honor among thieves in peer to peer storage. In Proc. of the 19th ACM Symposium on Operating Systems Principles, Bolton Landing, NY, October [5] Athicha Muthitacharoen, Robert Morris, Thomer M. Gil e Benjie Chen. Ivy: A read/write peer to peer file system. In Proc. of 5th Symposium on Operating Systems Design and Implementation, [6] John Kubiatowicz, David Bindel, Yan Chen, Patrick Eaton, Dennis Geels, Ramakrishna Gummadi, Sean Rhea, Hakim Weatherspoon, Westly Weimer, Christopher Wells e Ben Zhao. Oceanstore: An architecture for global scale persistent storage. In Proc. of ACM ASPLOS. ACM, November [7] OLIVEIRA, Marcelo Iury de Sousa ; CIRNE, W. ; BRASILEIRO, F. ; GUERRERO, D.. On the Impact of the Data Redundancy Strategy on the Recoverability of Friend to Friend Backup Systems. In: Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos, 2008, Rio de Janeiro. Anais do 26o. Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, v. v. 1. p. p [8] M. Oliveira. OurBackup: A P2P backup solution based on social networks, MSc Thesis, Universidade Federal de Campina Grande, Brazil, [9] Colaço, Eduardo M.; OLIVEIRA, Marcelo Iury de Sousa; Soares, Alexandro S.; Brasileiro, Francisco; Guerrero, Dalton S. Using a file working set model to speed up the recovery of Peer to Peer backup systems, SIGOPS Oper. Syst. Rev., Vol. 42, No. 6. (2008), pp

7 [10] Mark Lillibridge, Sameh Elnikety, Andrew Birrell, Michael Burrows, e Michael Isard. A cooperative internet backup scheme. In USENIX AnnualTech nical Conference, GeneralTrack, pages 29 41, [11] James S. Plank. A tutorial on Reed Solomon coding for fault tolerance in RAID like systems. Technical report, Knoxville, TN, USA, [12] Online Backup, Data Backup & Remote Backup Solutions from Mozy.com. Web Page found at accessed on October [13] Dropbox Home Secure backup, sync and sharing made easy. Web Page found at accessed on October [14] J.R. Douceur and W.J. Bolosky. A large scale study of filesystem contents. In Proc. of the 1999 ACM International Conference on Measurement and Modeling of Computer Systems (SIGMETRICS 99). Atlanta, Georgia, USA, May [15] Wuala Secure Online Storage Backup. Store. Share. Access Everywhere. Web Page found at accessed on October [16] Fernandes, S., Silvestre, G., Rocha, J., Dias, K., Kamienski, C. A., Sadok, D., Análise de Tráfego P2P no Backbone da RNP, In Proc. of 22º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores (SBRC 2004), Gramado/RS, May

Universidade Federal de Campina Grande CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA

Universidade Federal de Campina Grande CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA Universidade Federal de Campina Grande CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA Mestrado em Ciências da Computação COPIN MESTRANDO MARCELO IURY DE SOUSA OLIVEIRA INGRESSO: MARÇO/2005 TERMINO:FEVEREIRO/227

Leia mais

Um Sistema de Arquivos Compartilhado em Nível de Usuário Baseado em Tabelas Hash Distribuídas

Um Sistema de Arquivos Compartilhado em Nível de Usuário Baseado em Tabelas Hash Distribuídas Um Sistema de Arquivos Compartilhado em Nível de Usuário Baseado em Tabelas Hash Distribuídas Pedro Eugênio Rocha, Luiz Carlos Erpen de Bona Departamento de Informática Universidade Federal do Paraná Caixa

Leia mais

Um Modelo de Conjunto de Trabalho de Arquivos Aplicado à Recuperação de Backup P2P

Um Modelo de Conjunto de Trabalho de Arquivos Aplicado à Recuperação de Backup P2P Um Modelo de Conjunto de Trabalho de Arquivos Aplicado à Recuperação de Backup P2P Eduardo M. Colaço, Marcelo Iury S. Oliveira, Alexandro S. Soares, Francisco Brasileiro, Dalton S. Guerrero Universidade

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática BackUp Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 29 de setembro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 29 de setembro de 2014 1 / 19

Leia mais

Um cluster de servidores de email pode ser usado para servir os emails de uma empresa.

Um cluster de servidores de email pode ser usado para servir os emails de uma empresa. CLUSTERS Pode-se pegar uma certa quantidade de servidores e juntá-los para formar um cluster. O serviço então é distribuído entre esses servidores como se eles fossem uma máquina só. Um cluster de servidores

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM AMBIENTE DE ALTA DISPONIBILIDADE DE REDE E MONITORAÇÃO DINÂMICA DE INFRAESTRUTURA EM SERVIDORES WEB.

IMPLANTAÇÃO DE UM AMBIENTE DE ALTA DISPONIBILIDADE DE REDE E MONITORAÇÃO DINÂMICA DE INFRAESTRUTURA EM SERVIDORES WEB. IMPLANTAÇÃO DE UM AMBIENTE DE ALTA DISPONIBILIDADE DE REDE E MONITORAÇÃO DINÂMICA DE INFRAESTRUTURA EM SERVIDORES WEB. Marllus de Melo Lustosa (bolsista do PIBIC/UFPI), Luiz Cláudio Demes da Mata Sousa

Leia mais

O que é Grid Computing

O que é Grid Computing Grid Computing Agenda O que é Grid Computing Grid vs Cluster Benefícios Tipos de Grid Aplicações Ferramentas e padrões Exemplos no mundo Exemplos no Brasil Grid no mundo dos negócios Futuro O que é Grid

Leia mais

Adm. de Sist. Proprietários. Políticas e Ferramentas de Backup

Adm. de Sist. Proprietários. Políticas e Ferramentas de Backup Adm. de Sist. Proprietários Políticas e Ferramentas de Backup Se você tem dois tem um Se tem um não tem nenhum Backup Backup é uma cópia de segurança de um conjunto de dados Uma política de backup bem

Leia mais

Admistração de Redes de Computadores (ARC)

Admistração de Redes de Computadores (ARC) Admistração de Redes de Computadores (ARC) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - Campus São José Prof. Glauco Cardozo glauco.cardozo@ifsc.edu.br RAID é a sigla para Redundant

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Estudo Comparativo Entre Sistemas de Banco de Dados NoSQL e Relacional

Estudo Comparativo Entre Sistemas de Banco de Dados NoSQL e Relacional Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Graduação em Ciência da Computação Estudo Comparativo Entre Sistemas de Banco de Dados NoSQL e Relacional Marcelo Nascimento Oliveira Proposta de

Leia mais

Prof. Luiz Fernando Bittencourt MC714. Sistemas Distribuídos 2 semestre, 2013

Prof. Luiz Fernando Bittencourt MC714. Sistemas Distribuídos 2 semestre, 2013 MC714 Sistemas Distribuídos 2 semestre, 2013 Virtualização - motivação Consolidação de servidores. Consolidação de aplicações. Sandboxing. Múltiplos ambientes de execução. Hardware virtual. Executar múltiplos

Leia mais

Administração de Sistemas GNU/Linux

Administração de Sistemas GNU/Linux Administração de Sistemas GNU/Linux Backup do Sistema GRACO - Gestores da Rede Acadêmica de Computação Instrutor: Ibirisol Fontes Ferreira Monitor: Jundai Halim Abdon

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Tolerância a Falhas

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Tolerância a Falhas Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Tolerância a Falhas Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática / UFMA http://www.lsd.ufma.br

Leia mais

Peer-to-Peer. Introdução. Motivação. Definição. Definição. Definição. Everton Flávio Rufino Seára Murilo R. de Lima

Peer-to-Peer. Introdução. Motivação. Definição. Definição. Definição. Everton Flávio Rufino Seára Murilo R. de Lima Introdução Peer-to-Peer Everton Flávio Rufino Seára Murilo R. de Lima Peer-to-Peer (P2P) é a base da operação de sistemas distribuídos como SETI@home e Kazaa; caracterizada por compartilhamento direto

Leia mais

PEER DATA MANAGEMENT SYSTEM

PEER DATA MANAGEMENT SYSTEM PEER DATA MANAGEMENT SYSTEM INTRODUÇÃO, INFRA-ESTRUTURA E MAPEAMENTO DE ESQUEMAS AGENDA Data Management System Peer Data Management System P2P Infra-estrutura Funcionamento do PDMS Mapeamento de Esquemas

Leia mais

www.en-sof.com.br SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO

www.en-sof.com.br SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO SOLUÇÕES PARA CONTINUIDADE DO NEGÓCIO 1 Soluções Oracle Voltadas à Continuidade dos Negócios Luciano Inácio de Melo Oracle Database Administrator Certified Oracle Instructor Bacharel em Ciências da Computação

Leia mais

Métodos de Backup. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução

Métodos de Backup. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução Métodos de Backup Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução Backup pode ser entendido como sendo um mecanismo de realizar cópias de segurança de arquivos, diretórios e demais conteúdos pertinentes para

Leia mais

VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS

VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA VISUAL STUDIO TEAM SYSTEM IMPLANTAÇÃO DA SUITE DE FERRAMENTAS PARA APOIO AO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Leia mais

Análise do impacto de operações de live migration em ambientes de computação em nuvem Workshop MoDCS 2012.2

Análise do impacto de operações de live migration em ambientes de computação em nuvem Workshop MoDCS 2012.2 Análise do impacto de operações de live migration em ambientes de computação em nuvem Workshop MoDCS 2012.2 Matheus D'Eça Torquato de Melo (mdetm@cin.ufpe.br) Paulo Maciel (prmm@cin.ufpe.br) 12 Roteiro

Leia mais

Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com. http://www.tiagodemelo.info

Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com. http://www.tiagodemelo.info Bancos de dados distribuídos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiagodemelo@gmail.com Última atualização: 20.03.2013 Conceitos Banco de dados distribuídos pode ser entendido como uma coleção de múltiplos bds

Leia mais

Proposta para Grupo de Trabalho. GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados. Roberto Samarone dos Santos Araujo

Proposta para Grupo de Trabalho. GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados. Roberto Samarone dos Santos Araujo Proposta para Grupo de Trabalho GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de Dados Roberto Samarone dos Santos Araujo Agosto/2011 1 Título GT-Computação em Nuvem para Ciência: Armazenamento de

Leia mais

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Segurança Internet Fernando Albuquerque fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Tópicos Introdução Autenticação Controle da configuração Registro dos acessos Firewalls Backups

Leia mais

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Backup Prof. Marciano dos Santos Dionizio Passos para Formatar um Computador Fazer backup dos arquivos necessários, Verificar software instalados, Verificar drivers, Formatação e instalação Sistema Operacional,

Leia mais

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Copyright 2014 Oracle Corporation. All Rights Reserved. Oracle Database Backup Service é uma solução segura, escalável e sob demanda para backup

Leia mais

Stella: Sistema de Backup Peer-to-Peer

Stella: Sistema de Backup Peer-to-Peer Stella: Sistema de Backup Peer-to-Peer João Rocha Junior, Daniel Andrade, Lucas Moreira, Osvaldo Matos Júnior, Robério Almeida Filho, Jorge Lima, Paloma Santos Universidade Estadual de Feira de Santana

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Distribuídos Aula 03 Sistema de Arquivos Distribuídos

Desenvolvimento de Sistemas Distribuídos Aula 03 Sistema de Arquivos Distribuídos Desenvolvimento de Sistemas Distribuídos Aula 03 Sistema de Arquivos Distribuídos Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com Agenda Sistema de Arquivos Distribuídos Introdução Requisitos do sistema de arquivos

Leia mais

Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos. Plano de Testes. Versão <1.1> DeltaInfo. Soluções para web Soluções para o mundo

Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos. Plano de Testes. Versão <1.1> DeltaInfo. Soluções para web Soluções para o mundo Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos Plano de Testes Versão DeltaInfo Soluções para web Soluções para o mundo DeltaInfo 2 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autores

Leia mais

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Backup. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Backup Prof. Marciano dos Santos Dionizio Passos para Formatar um Computador Fazer backup dos arquivos necessários, Verificar software instalados, Verificar drivers, Formatação e instalação Sistema Operacional,

Leia mais

RAID Redundat Arrays of Inexpensive Disks

RAID Redundat Arrays of Inexpensive Disks RAID Redundat Arrays of Inexpensive Disks Criado em alternativa para os discos grandes e caros. Justificativa: Substituindo discos grandes por muitos discos pequenos, o desempenho melhoraria mais cabeças

Leia mais

GUIA DE BOAS PRÁTICAS

GUIA DE BOAS PRÁTICAS GUIA DE BOAS PRÁTICAS Sumário Requisitos para um bom funcionamento...3 Menu Configurações...7 Como otimizar o uso da sua cota...10 Monitorando o backup...8 Manutenção de arquivos...12 www.upbackup.com.br

Leia mais

MCITP: ENTERPRISE ADMINISTRATOR

MCITP: ENTERPRISE ADMINISTRATOR 6292: INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO WINDOWS 7, CLIENT Objetivo: Este curso proporciona aos alunos o conhecimento e as habilidades necessárias para instalar e configurar estações de trabalho utilizando a

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática RAID Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 1 de outubro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 1 de outubro de 2014 1 / 14 Introdução

Leia mais

Um modelo de armazenamento de metadados tolerante a falhas para o DDGfs

Um modelo de armazenamento de metadados tolerante a falhas para o DDGfs Um modelo de armazenamento de metadados tolerante a falhas para o DDGfs Alexandro S. Soares, Thiago Emmanuel Pereira, Jonhnny W. Silva, Francisco Brasileiro Universidade Federal de Campina Grande Laboratório

Leia mais

Arquitetura de Sistemas Distribuídos. Introdução a Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Sistemas Distribuídos. Introdução a Sistemas Distribuídos Introdução a Sistemas Distribuídos Definição: "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema de software distribuído." "Um sistema distribuído

Leia mais

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador O que é Gemelo Backup Online EMPRESA? É uma solução de administração e backup desenhada para Empresas que desejam controlar e proteger suas informações de forma simples, segura e confiável. É definido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE ENGENHARIA ELÉTRICA E INFORMÁTICA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA OurBackup: Uma Solução P2P de Backup Baseada em Redes Sociais Marcelo Iury

Leia mais

Confiabilidade em sistemas de backup distribuído seguro usando a plataforma peer-to-peer

Confiabilidade em sistemas de backup distribuído seguro usando a plataforma peer-to-peer Confiabilidade em sistemas de backup distribuído seguro usando a plataforma peer-to-peer Marcos Pinheiro Duarte 1 1 Centro de informática Universidade Federal do Pernambuco (UFPE) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Tendências, desenvolvimentos e dicas para tornar o seu ambiente de storage mais eficiente Smart decisions are built on Storage é muito mais do que

Leia mais

Padrões Arquiteturais e de Integração - Parte 1

Padrões Arquiteturais e de Integração - Parte 1 1 / 58 - Parte 1 Erick Nilsen Pereira de Souza T017 - Arquitetura e Design de Aplicações Análise e Desenvolvimento de Sistemas Universidade de Fortaleza - UNIFOR 11 de fevereiro de 2015 2 / 58 Agenda Tópicos

Leia mais

Pg. Autoria. Versão atual V10, nov 2008 C. Geyer. Sistemas de Arquivos Distribuídos: DFS. Projeto de. Sistemas de Arquivos Distribuídos (DFS) Súmula

Pg. Autoria. Versão atual V10, nov 2008 C. Geyer. Sistemas de Arquivos Distribuídos: DFS. Projeto de. Sistemas de Arquivos Distribuídos (DFS) Súmula Autoria 1 versão Alunos de disciplina do PPGC Sistemas de Arquivos Distribuídos: DFS Versão atual V10, nov 2008 C. Geyer Sistemas Distribuidos Sistema de Arquivos Distribuídos 1 Sistemas Distribuidos Sistema

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada CURSO DE FORMAÇÃO webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA Entidade de formação credenciada e homologada 1. Fundamentação A investigação nas ciências humanas e sociais tem passado nas últimas décadas

Leia mais

Desenvolvimento de uma Rede de Distribuição de Arquivos. Development of a File Distribution Network

Desenvolvimento de uma Rede de Distribuição de Arquivos. Development of a File Distribution Network Desenvolvimento de uma Rede de Distribuição de Arquivos Development of a File Distribution Network Desenvolvimento de uma Rede de Distribuição de Arquivos Development of a File Distribution Network Talles

Leia mais

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA BACKUP SYSTEM Com o Nevoa Backup System você garante não só o mais eficiente sistema de backup para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce, seus

Leia mais

O que é RAID? Tipos de RAID:

O que é RAID? Tipos de RAID: O que é RAID? RAID é a sigla para Redundant Array of Independent Disks. É um conjunto de HD's que funcionam como se fosse um só, isso quer dizer que permite uma tolerância alta contra falhas, pois se um

Leia mais

Projeto de Arquitetura

Projeto de Arquitetura Introdução Projeto de Arquitetura (Cap 11 - Sommerville) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Curso de Ciência da Computação Engenharia de Software I Prof. Rômulo Nunes de Oliveira Até agora, estudamos: Os

Leia mais

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP)

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) teste 1 Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) Rafael Fernando Diorio www.diorio.com.br Tópicos - Atualizações e segurança do sistema - Gerenciamento do computador -

Leia mais

GT Computação Colaborativa (P2P)

GT Computação Colaborativa (P2P) GT Computação Colaborativa (P2P) Djamel Sadok Julho de 2003 Este documento tem como objetivo descrever o projeto de estruturação do grupo de trabalho GT Computação Colaborativa (P2P), responsável pelo

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Soluções em Armazenamento

Soluções em Armazenamento Desafios das empresas no que se refere ao armazenamento de dados Aumento constante do volume de dados armazenados pelas empresas, gerando um desafio para manter os documentos armazenados Necessidade de

Leia mais

COMPUTADORES NAS EMPRESAS Cloud Computing Prof. Reginaldo Brito

COMPUTADORES NAS EMPRESAS Cloud Computing Prof. Reginaldo Brito COMPUTADORES NAS EMPRESAS Prof. Reginaldo Brito Os computadores são essenciais para enfrentar o desafio da concorrência global, na qual as empresas precisam ser eficientes e ágeis e tem de produzir produtos

Leia mais

Introdução. Definição de um Sistema Distribuído (1) Definição de um Sistema Distribuído(2) Metas de Sistemas Distribuídos (2)

Introdução. Definição de um Sistema Distribuído (1) Definição de um Sistema Distribuído(2) Metas de Sistemas Distribuídos (2) Definição de um Sistema Distribuído (1) Introdução Um sistema distribuído é: Uma coleção de computadores independentes que aparecem para o usuário como um único sistema coerente. Definição de um Sistema

Leia mais

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014

O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 O Portal de Periódicos da Capes Katyusha Madureira Loures de Souza Novembro de 2014 Breve histórico 1986 - Plano Nacional de Bibliotecas Universitárias Programa de Aquisição Planificada de Periódicos 1990

Leia mais

Armazenamento de Informação. André Zúquete, João Paulo Barraca SEGURANÇA INFORMÁTICA E NAS ORGANIZAÇÕES 1

Armazenamento de Informação. André Zúquete, João Paulo Barraca SEGURANÇA INFORMÁTICA E NAS ORGANIZAÇÕES 1 Armazenamento de Informação André Zúquete, João Paulo Barraca SEGURANÇA INFORMÁTICA E NAS ORGANIZAÇÕES 1 Problemas Os discos/ssd avariam E cada vez há mais informação digital vital É preciso minimizar

Leia mais

Sistemas Tolerantes a Falhas

Sistemas Tolerantes a Falhas Sistemas Tolerantes a Falhas Ténicas de TF para Diversidade de Dados Prof. Jó Ueyama 1 Introdução A diversidade de dados vem complementar as técnicas de diversidade vistas até agora A diversidade de dados

Leia mais

Proposta de infra-estrutura para Servidores Web baseado em Data Grids

Proposta de infra-estrutura para Servidores Web baseado em Data Grids Proposta de infra-estrutura para Servidores Web baseado em Data Grids Lucas Graebin Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas - Centro Universitário Feevale Cep 93.352-000 - Novo Hamburgo - RS - Brasil

Leia mais

EMC DATA DOMAIN OPERATING SYSTEM

EMC DATA DOMAIN OPERATING SYSTEM EMC DATA DOMAIN OPERATING SYSTEM Potencializando o armazenamento de proteção da EMC PRINCÍPIOS BÁSICOS Desduplicação dimensionável e de alta velocidade Desempenho de até 58,7 TB/h Reduz de 10 a 30 vezes

Leia mais

EA960 Redundância e Confiabilidade: RAID

EA960 Redundância e Confiabilidade: RAID EA960 Redundância e Confiabilidade: RAID Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Prof. Levy Boccato 1 Motivação Revisitando a lei de Amdahl:

Leia mais

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

Modelos de Sistemas Distribuídos. . Requerimentos de Projeto para Arquiteturas Distribuídas

Modelos de Sistemas Distribuídos. . Requerimentos de Projeto para Arquiteturas Distribuídas Modelos de Sistemas Distribuídos. Introdução. Modelos is. Requerimentos de Projeto para s Distribuídas 1 Introdução Introdução. Existem 2 conjuntos de modelos de sistemas distribuídos: -> Conjunto dos

Leia mais

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Cloud Computing (Computação nas Nuvens) 2 Cloud Computing Vocês

Leia mais

Obrigado. bravotecnologia.com.br (11)5543-2020 opção 5

Obrigado. bravotecnologia.com.br (11)5543-2020 opção 5 Obrigado bravotecnologia.com.br (11)5543-2020 opção 5 Barracuda Backup - Agenda Complexidade do Backup Tradicional Solução de Valor para os Clientes Perspectiva dos Cliente e dos Analistas Suporte da Barracuda

Leia mais

Ficha de Caracterização do Trabalho

Ficha de Caracterização do Trabalho Ficha de Caracterização do Trabalho Título: RAID : aumento do paralelismo e segurança no armazenamento de dados Resumo: Apresentam-se, através de uma linguagem objectiva, os sistemas de armazenamento RAID,

Leia mais

SGBD x Disponibilidade

SGBD x Disponibilidade SGBD x Disponibilidade Objetivo Escopo Motivação Conceitos básicos Disponibilidade Redundância de software Redundância de hardware 1 Objetivo: Objetivo Discutir tecnologias e práticas operacionais utilizadas

Leia mais

Falha benigna. Sistema. Sistema Próprio. Interrompido. Restauração. Falha catastrófica. Falha catastrófica. Sistema. Impróprio

Falha benigna. Sistema. Sistema Próprio. Interrompido. Restauração. Falha catastrófica. Falha catastrófica. Sistema. Impróprio INE 5418 Segurança de Funcionamento Tipos de s Detecção de s Recuperação de s Segurança de Funcionamento Representa a confiança depositada em um determinado sistema em relação ao seu correto funcionamento

Leia mais

Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services. Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos

Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services. Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos Programa de Nível de Serviço do Ariba Cloud Services Garantia de Acesso ao Serviço Segurança Diversos 1. Garantia de Acesso ao Serviço a. Aplicabilidade. A Garantia de Acesso ao Serviço cobre a Solução

Leia mais

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Quando se projeta um sistema cuja utilização é destinada a ser feita em ambientes do mundo real, projeções devem ser feitas para que o sistema possa

Leia mais

EMC DATA DOMAIN DATA INVULNERABILITY ARCHITECTURE: APRIMORANDO A INTEGRIDADE E A CAPACIDADE DE RECUPERAÇÃO DOS DADOS

EMC DATA DOMAIN DATA INVULNERABILITY ARCHITECTURE: APRIMORANDO A INTEGRIDADE E A CAPACIDADE DE RECUPERAÇÃO DOS DADOS White paper EMC DATA DOMAIN DATA INVULNERABILITY ARCHITECTURE: APRIMORANDO A INTEGRIDADE E A CAPACIDADE DE RECUPERAÇÃO DOS DADOS Uma análise detalhada Resumo Um mecanismo único não é suficiente para garantir

Leia mais

Roteiro. Sistemas Distribuídos. Sistemas de Arquivos Distribuídos. Sistema de arquivos distribuídos

Roteiro. Sistemas Distribuídos. Sistemas de Arquivos Distribuídos. Sistema de arquivos distribuídos Sistemas Distribuídos Sistemas de Arquivos Distribuídos Roteiro Sistema de arquivos distribuídos Requisitos Arquivos e diretórios Compartilhamento Cache Replicação Estudo de caso: NFS e AFS Sistemas Distribuídos

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP

MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP 1 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Exemplo de Backup...07 Figura 02: Produto...09 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...04 1.1 Objetivo do manual...04 1.2 Importância do Manual...04 1.3 Backup...04

Leia mais

Manual AGENDA DE BACKUP

Manual AGENDA DE BACKUP Gemelo Backup Online DESKTOP Manual AGENDA DE BACKUP Realiza seus backups de maneira automática. Você só programa os dias e horas em que serão efetuados. A única coisa que você deve fazer é manter seu

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS DISTRIBUÍDOS (DFS) Visão geral sobre o Sistema de Arquivos Distribuídos O Sistema de Arquivos Distribuídos(DFS) permite que administradores do

Leia mais

Caracterização dos Arquivos Armazenados no Dropbox

Caracterização dos Arquivos Armazenados no Dropbox Anais 9 Caracterização dos Arquivos Armazenados no Dropbox Idilio Drago, Alex Borges Vieira 2, Ana Paula Couto da Silva 3 University of Twente 2 DCC - Universidade Federal de Juiz de Fora 3 DCC - Universidade

Leia mais

http://www.cin.ufpe.br/~sd/disciplinas/sd/grad Características Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br

http://www.cin.ufpe.br/~sd/disciplinas/sd/grad Características Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br http://www.cin.ufpe.br/~sd/disciplinas/sd/grad Características Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br Características O que são os Sistemas Distribuídos? Benefícios : Não são consequências automáticas da distribuição;

Leia mais

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Marcello de Lima Azambuja A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Dissertação de Mestrado Dissertation presented to the Postgraduate Program in Informatics of the Departamento

Leia mais

SOLO NETWORK. Backup & Recovery

SOLO NETWORK. Backup & Recovery Backup & Recovery Backup rápido, Recuperação rápida Apresentamos o premiado sistema de aplicação de dados e de solução para recuperação em ambientes físicos e virtuais. StorageCraft oferece um pacote de

Leia mais

Backup rápido, Recuperação rápida

Backup rápido, Recuperação rápida Backup & Recovery Backup rápido, Recuperação rápida Apresentamos o premiado sistema de aplicação de dados e de solução para recuperação em ambientes físicos e virtuais. StorageCraft oferece um pacote de

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters

Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters Trabalho elaborado por: 980368 - Sérgio Gonçalves Lima 1010949 - Nisha Sudhirkumar Chaganlal Clusters O que é

Leia mais

481040 - Programador/a de Informática

481040 - Programador/a de Informática 481040 - Programador/a de Informática UFCD - 0801 ADMINISTRAÇÃO DE REDES LOCAIS Sessão 1 SUMÁRIO Conceito de backups; Backups completos; Backups Incrementais; Backups Diferenciais; Dispositivos de Backups

Leia mais

www.leitejunior.com.br 29/06/2012 14:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE BACKUP

www.leitejunior.com.br 29/06/2012 14:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE BACKUP QUESTÕES CESPE BACKUP QUESTÃO 01 - Analise as seguintes afirmações relativas a cópias de segurança. I. No Windows é possível fazer automaticamente um backup, em um servidor de rede, dos arquivos que estão

Leia mais

Faça mais com menos. Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix

Faça mais com menos. Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix Faça mais com menos Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix Índice 2 Descomplicado Concentre seus recursos no crescimento, e não na administração. 1 Ágil Amplie seus negócios

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

F-FORCE A FRAMEWORK FOR COLLABORATIVE ENVIRONMENTS PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

F-FORCE A FRAMEWORK FOR COLLABORATIVE ENVIRONMENTS PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA F-FORCE A FRAMEWORK FOR COLLABORATIVE ENVIRONMENTS PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno: Gabriel Fernandes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA Sistemas Distribuídos Mestrado em Ciência da Computação 1o. Semestre / 2006 Prof. Fábio M. Costa fmc@inf.ufg.br www.inf.ufg.br/~fmc/ds MSc2006 Aula

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes de Computadores. Introdução ao Gerenciamento de Redes Introdução ao Gerenciamento de Redes O que é Gerenciamento de Redes? O gerenciamento de rede inclui a disponibilização, a integração e a coordenação de elementos de hardware, software e humanos, para monitorar,

Leia mais

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Ricardo Terra 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Campus da Pampulha 31.270-010

Leia mais

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid)

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

Engenharia de Software: conceitos e aplicações. Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc tiagodemelo@gmail.com

Engenharia de Software: conceitos e aplicações. Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc tiagodemelo@gmail.com Engenharia de Software: conceitos e aplicações Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc tiagodemelo@gmail.com 1 Objetivos da aula Apresentar os conceitos de Engenharia de Software e explicar a sua importância.

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

Uma Ontologia para Engenharia de Requisitos de Software

Uma Ontologia para Engenharia de Requisitos de Software Uma Ontologia para Engenharia de Requisitos de Software Autor: Raul de Abreu Medeiros Júnior Orientadores: Arnaldo Dias Belchior Co-orientador: Pedro Porfírio Muniz Farias Nível: Mestrado Programa de pós-graduação

Leia mais

CA Protection Suites Proteção Total de Dados

CA Protection Suites Proteção Total de Dados CA Protection Suites Proteção Total de Dados CA. Líder mundial em software para Gestão Integrada de TI. CA Protection Suites Antivírus Anti-spyware Backup Migração de dados Os CA Protection Suites oferecem

Leia mais

MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA

MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA Através dos elementos que fazem parte do projeto do sistema é que podemos determinar quais as partes do sistema que serão atribuídas às quais tipos

Leia mais

Dispositivos de Memória

Dispositivos de Memória Chipset Conjunto de chips que fazem a comunicação entre a e os demais dispositivos do computador. Todas as informações que trafegam pela placa mãe passam necessariamente pelo Chipset, que tem dois chips:

Leia mais

Sistemas de Arquivos Distribuídos. Universidade Federal do ABC Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto

Sistemas de Arquivos Distribuídos. Universidade Federal do ABC Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto Sistemas de Arquivos Distribuídos Universidade Federal do ABC Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto Conceitos Dois tipos Stateless Statefull Statefull Mantém informações de estado Nome do arquivo Ponteiro

Leia mais

. RELATÓRIO PARCIAL.

. RELATÓRIO PARCIAL. UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. RELATÓRIO PARCIAL. Título do Projeto: Avaliação de escalabilidade e

Leia mais

MÓDULO 8 ARQUITETURA DOS SISTEMAS DE BANCO DE DADOS

MÓDULO 8 ARQUITETURA DOS SISTEMAS DE BANCO DE DADOS MÓDULO 8 ARQUITETURA DOS SISTEMAS DE BANCO DE DADOS Quando falamos em arquitetura, normalmente utilizamos esse termo para referenciar a forma como os aplicativos computacionais são estruturados e os hardwares

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS 1. Histórico Primeiros computadores Computadores dos anos 50 e 60 Primeiros computadores com sistemas operacionais Surgimento das redes de computadores Nos anos 70 início das pesquisas

Leia mais