Storage PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Storage PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS"

Transcrição

1 EXTRA Storage PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

2 índice Capítulo 1 Storage: um desafio também para as pequenas e médias empresas Capítulo 2 A hora certa de adotar Capítulo 3 Como escolher a melhor solução de armazenamento Capítulo 4 E o backup? Capítulo 5 Casos de sucesso Capítulo 6 Glossário: para entender o storage Capítulo 7 Saiba mais sobre o assunto Capítulo 1 STORAGE: UM DESAFIO também para as pequenas e médias empresas Uma pesquisa divulgada recentemente pela IDC aponta que a armazenagem de dados representa um desafio para as corporações. Segundo o estudo The Diverse and Exploding Digital Universe, em 2007, o universo digital tinha 281 exabytes ou 281 bilhões de gigabytes, o que representa um volume 10% maior que o previsto no ano anterior. Mais que isso, o estudo diz que, até 2011, este volume será dez vezes maior que o registrado em Outro fator que coloca em alerta as organizações é que a velocidade de produção de dados digitais por empresas e usuários já é superior à do aumento da capacidade de armazenamento disponível mundialmente. Pela primeira vez na história, diz o relatório da IDC, o volume de dados criados, capturados ou replicados em 2007 excedeu a capacidade de armazenamento existente, o que levou à previsão de que, em 2011, cerca de 50% do chamado universo digital não terá endereço fixo. Embora a IDC não divulgue quanto exatamente desses dados digitais tiveram origem nas pequenas e médias empresas, o momento de automação de sistemas e processos pelo qual passam as companhias desse segmento seguramente responde por boa parte do crescimento de dados digitais criados, capturados e mesmo replicados. Até pouco tempo atrás, as pequenas e médias empresas utilizavam o computador para fazer controles apenas em planilhas Excel. Hoje, elas 3

3 Capítulo 1 Storage: um desafio também para as pequenas e médias empresas estão cada vez mais automatizadas, geram muito mais dados e, conseqüentemente, maior demanda por armazenamento, destaca Ricardo Miyaki, gerente de produtos para storage da Dell Brasil. Além disso, são dados que ganham maior importância para os negócios dessas empresas, completa o executivo. Se de um lado a questão do armazenamento de dados se torna um item ao qual também as empresas de menor porte começam a dedicar atenção e investimentos, de outro se vê fabricantes investindo em novas tecnologias e produtos mais simples, exatamente para tornar suas soluções de storage, até pouco tempo vistas como algo compatível apenas com orçamentos de grandes organizações, acessíveis também às pequenas empresas. Para completar o cenário, o mercado brasileiro de tecnologia da informação (TI) está aquecido e a baixa taxa do dólar leva os pequenos empresários a olharem o armazenamento como alternativa viável, segundo explica Waldemar Schuster, analista regional de disk storage para a IDC América Latina. As vendas para esse segmento devem se acelerar no curto prazo, prevê o especialista. Schuster revela que o mercado de armazenamento externo movimentou 250 milhões de dólares no Brasil em Desses, 63 milhões de dólares, ou aproximadamente 25%, vieram do chamado SMB (pequenos e médio negócios). As empresas de armazenamento estão buscando o mercado de médio porte. Os grandes fornecedores estão com dificuldade em conquistar novos clientes de maior porte. Então a saída para a expansão é descer um pouco o alvo e vir para o mercado intermediário, que também começa a ficar mais maduro, afirma Schuster. Do lado das pequenas empresas, as vantagens em investir em soluções específicas de storage são inúmeras. Entre elas estão a maior segurança, disponibilidade e facilidade de acesso aos dados da companhia questão fundamental para a boa saúde do negócio. 4 5

4 Capítulo 2 A HORA CERTA de adotar Apesar do cenário favorável aos investimentos em soluções como storage, antes de comprar equipamentos e soluções para armazenamento, no entanto, as pequenas e médias empresas precisam saber se o momento pelo qual passam é o ideal para a aquisição desse tipo de solução. Há várias questões: minha pequena empresa precisa mesmo desse tipo de ferramenta? Quando é o momento certo de investir em uma rede de storage? Vale mais a pena apenas adquirir um hardware para consolidar as informações da companhia? Na opinião de Fernando Hirama, gerente de canais da EMC Brasil, mais de cinco servidores já são o suficiente para o uso de storage. É um volume de dados que já justifica o investimento, sugere o gerente. Schuster, da IDC, explica que em um determinado momento, a empresa vai precisar passar os dados para soluções externas, que acabam por caracterizar a infra-estrutura de storage. Os servidores suportam upgrades de discos, mas chega um momento que é preciso adquirir outro servidor. E é assim que começa a dinâmica do storage, detalha o analista da IDC. Victor Baez, diretor-geral da Netgear para América Latina, é mais radical. Para ele, quando há na empresa mais de uma pessoa que precisa compartilhar os mesmos dados, uma solução de storage já é válida. Fazer isso por congestiona a rede. O ideal é ter os dados centralizados em um mesmo local, justifica Baez. A organização menor com interesse de evoluir deve pensar que, se o negócio crescer, vai precisar de um alicerce para estruturar esse crescimento de forma que ele não precise fazer grandes mudanças no decorrer do desenvolvimento da empresa, diz Fábio de Conti Santos, gerente de storage da Sun Microsystems Brasil. Se há uma visão de crescimento, a partir do momento zero o empresário já precisa se preocupar com o armazenamento dos dados, concorda Mauro Dryzun, diretor comercial da Symmetry, empresa nacional especializada em soluções de storage. Independente do porte da companhia, armazenar, consolidar, compartilhar e garantir a segurança das informações são competências que podem determinar um diferencial competitivo no mercado, pois resultam em mais agilidade e facilidade de comunicação com os clientes, colaboradores e parceiros, afirma Andrea Corrêa, gerente de marketing da divisão StorageWorks da HP Brasil. 6 7

5 Capítulo 3 COMO ESCOLHER a melhor solução de armazenamento A dica dos especialistas para a empresa disposta a investir em uma solução de storage é que ela estruture uma rede de armazenamento, mais conhecida como Storage Area Network (SAN). Como o próprio nome sugere, trata-se de uma rede de dispositivos conectados entre si e a vários servidores que podem compartilhar os dados armazenados, bem como o espaço disponível para a gravação das informações. Em uma SAN, os servidores acessam produtos que consolidam todas as informações da empresa, afirma Santos, da Sun. Ele explica que uma SAN ainda pode gerar redução de custos em TI, ao contrário do que muitos imaginam quando se fala em soluções de storage. É que, em lugar de investir em uma solução de alta disponibilidade para cada servidor (de arquivos, e aplicações, entre outros) para reduzir o risco de perda de dados, em uma SAN, essa solução pode ser instalada apenas no servidor central, uma vez que todas as máquinas estarão consolidadas. Ainda assim, o mercado está repleto de ofertas de equipamentos que se enquadram em um padrão denominado Direct Attached Network (DAS). Ele pode até ser uma alternativa mais econômica para a pequena empresa interessada em iniciar uma infra-estrutura de armazenamento. No entanto, como se trata simplesmente de um dispositivo ligado diretamente a um único servidor, os especialistas alertam: ele Clariion AX4, da EMC: opção de quatro a 60 discos para pequenas e médias empresas Ready NAS Duo, da NetGear: capacidade de até 1 TB, por reais acaba por criar ilhas de armazenamento, dificultando o compartilhamento e acesso às informações. Embora muitos ainda acreditem que o conhecimento especializado em Tecnologia da Informação (TI) seja imprescindível para quem quer implantar um sistema de armazenamento, especialistas afirmam que esta é uma opção real até mesmo para as empresas sem grandes equipes de tecnologia. O cliente consegue ele próprio fazer a implementação. Hoje existem tecnologias desenvolvidas especificamente para as pequenas empresas, afirma Andrea, da HP Brasil. De olho no mercado de pequenos negócios, os fabricantes de soluções de armazenamento desenvolveram o padrão SAN iscsi, que é uma evolução do SCSI matriz de armazenamento que pode se conectar a um ou dois servidores. Pelo novo protocolo, os comandos são transmitidos através de redes Ethernet usando o IP. E isso permite que um dispositivo de armazenamento iscsi seja conectado a uma rede existente para criar uma SAN. O usuário não precisa deter conhecimentos técnicos além daqueles que já possui, normalmente relacionados ao protocolo de internet, garante Andrea. Além disso, os custos também já são bastante acessíveis às organizações de menor porte. Hoje, a pequena empresa consegue implantar um sistema de storage desembolsando a partir de reais. A HP, por exemplo, oferece o All in One, pacote que permite o compartilhamento de dados entre os servidores é uma solução integrada que inclui consolidação de e- mail, banco de dados, servidor de aplicativos e software de backup a partir de reais. O equipamento usa discos 8 9

6 Capítulo 3 Como escolher a melhor solução de armazenamento de armazenamento. A configuração inicial, de acordo com Andrea, é o HP All-in-One 400, que possui 1 Terabyte de armazenamento - são quatro discos SATA de 250 GB cada. Na mesma linha de negócios, a EMC fundiu tecnologias de seus sistemas de grande e pequeno portes para trazer ao mercado SMB aquela que considera a solução ideal para o segmento: o Clariion AX4. Ele atende muito bem a pequenas e médias empresas. Começa com uma configuração de quatro discos, vendida pelo preço inicial de mil dólares, e chega até 60 discos. E permite conectividade iscsi ou fibre channel, detalha Hirama, da EMC. O sistema funciona com discos SATA ou SAS, para aqueles negócios que demandem ainda maior velocidade de acesso aos dados armazenados, diz o gerente da EMC. Além disso, possui funcionalidade completa para os diferentes sistemas operacionais utilizados atualmente no mercado, afirma Hirama. Com conectividade USB e sistema de compartilhamento de arquivos pela internet, a solução oferecida pela NetGear é a Ready NAS Duo, que possui capacidade de 1 TB (em dois discos). O produto é comercializado por um valor em torno de reais e é entregue com um disco de 500 GB, de acordo com Baez, da NetGear. Por um preço semelhante reais, a Dell oferece a unidade de fita PowerVault RD1000, com capacidade para um disco de até 300 GB (neste valor está incluído um disco SATA de 80GB). Sobre o espaço para armazenamento, os especialistas sugerem que a companhia comece com um pacote de três a cinco mídias, de forma que elas possam alternar seu uso a cada dia da semana. Dessa forma, a organização mantém intocados os dados de pelo menos cinco dias ou uma semana útil. Na hora de escolher o fornecedor, os especialistas, sejam eles de qual fabricante forem, são unânimes: é preciso saber de seu histórico em pós-vendas e buscar conversar com diretores de empresas do mesmo segmento ou com as mesmas necessidades DADOS BEM GUARDADOS Confira algumas soluções de armazenamento oferecidas para empresas de pequeno ou médio portes Fabricante Produto Características Preço* Onde saber mais Dell EMC HP NetGear Sun Microsystems que a sua para saber como foram atendidas e se a solução em questão está adequada de fato às suas necessidades. Também é importante que o cliente busque parceiros credenciados, capazes de dimensionar uma solução corretamente, diz Hirama, da EMC, referindo-se especialmente às soluções de fornecedores que vendem seus produtos através de canais. PowerVault RD1000 Clariion AX4 All-in-One 400 Ready NAS Duo Sun Storagetek 2500 Drive externo com suporte a um disco. Acompanha mídia de 80 GB e software de backup Drive com suporte para até 60 discos. Vem com quatro discos SAS de 146 GB cada e software de backup e gestão de dados Drive de armazenamento externo com quatro fitas de 250 GB cada e software de backup. Drive externo com duas entradas para discos. Acompanha um volume de 500 GB Drive com cinco discos SAS de 300 GB cada (capacidade de 1,5 TB) reais A partir de mil dólares reais Entre e reais 20 mil reais *Os preços são valores de referência fornecidos pelos fabricantes, e podem mudar conforme configurações e tecnologias específicas adotadas pelos clientes 10 11

7 Capítulo 4 E O BACKUP? É impossível falar de armazenamento sem falar de backup. Ter uma solução de backup independe de o usuário ter uma estrutura de armazenamento DAS ou SAN. A solução ideal, a forma e a freqüência como o backup é feito variam muito conforme as demandas da empresa. Normalmente ele é baseado no quão críticos os dados da companhia são para a manutenção de seus negócios. Andrea, da HP, diz que o backup deve ser estruturado sobre dois pilares: o da disponibilidade e de desempenho necessários. Fazer o backup em fita ou em disco, bem como estabelecer a sua freqüência, depende da velocidade com que a empresa precisa ter seus dados recuperados em caso de acidentes, orienta a gerente. Prós e contras de cada mídia O CD, devido à sua pequena capacidade de armazenamento, normalmente de 700 MB a 800 MB, não pode ser considerado alternativa de backup. Já o DVD pode ser outra opção para a cópia de dados. No entanto, apesar de muitas empresas de pequeno porte ainda adotarem esse tipo de mídia para guardar suas informações, os especialistas de plantão alertam que ela não é reconhecida como a melhor opção de armazenamento de dados para o ambiente corporativo. Entre outras coisas, o acesso aos dados do DVD é muito mais lento. Ele tem capacidade, mas é extremamente lento para empresas que precisem de velocidade na recuperação de dados, alerta Santos, da Sun, acrescentando que os dados que podem ser acessados em segundos em um disco tradicional de backup, ou mesmo nas fitas, podem levar minutos em um DVD. Sobre a escolha entre fita ou disco, cada um tem seus prós e contras. Apesar da redução no preço dos discos, as fitas ainda são muito mais em conta, mas têm velocidade de acesso aos dados mais lenta o acesso, que leva perto de apenas um segundo no disco, pode demorar até um minuto na fita. Assim, a necessidade da empresa é que deve nortear a decisão pela melhor mídia para o backup. Se você não precisa acessar dados rapidamente, até mesmo o DVD pode ser uma alternativa a ser considerada. Caso contrário, o disco pode ser a melhor opção

8 Capítulo 5 Casos de SUCESSO Prodigy3D adota storage para melhor gerenciar conteúdo Empresa de desenvolvimento de modelos 3D e realidade virtual troca DVDs por discos SATA e ganha velocidade de acesso Prodigy3D é uma empresa desenvolvedora de modelos A tridimensionais e vídeos de alta definição para os setores educacional, farmacêutico e corporativo, com ênfase nas indústrias metalúrgica e de montadoras. Partindo dessa descrição, seria natural imaginar que a companhia, incubada do Cietec (Centro Incubador de Empresas Tecnológicas), buscasse uma solução específica de storage por conta do alto volume de dados produzidos. Mas a real motivação para a adoção de equipamentos dedicados ao armazenamento de dados foi mesmo a necessidade de melhor gerenciar o conteúdo produzido. Emerson Hyppolito, diretor de TI da Prodigy3D, conta que originalmente a companhia, fundada em 2000, atuava especificamente com a produção de modelos 3D e realidade virtual. Até então o servidor que mantínhamos supria a nossa necessidade de armazenamento, lembra o executivo. Ele conta que passados alguns anos, os clientes da Prodigy começaram a solicitar trabalhos de vídeo e a empresa decidiu entrar nesta área. Segundo Hyppolito, ainda assim os servidores dariam conta de armazenar o conteúdo algo em torno de 1 Terabyte gerado por ano. A questão é que fazíamos o backup em DVD, afirma o diretor. Além de dificultar a localização e organização das informações, é um processo que toma tempo, diz Hyppolito, explicando que os discos SATA utilizados atualmente, além de mais práticos, têm maior capacidade e permitem o acesso mais rápido aos produtos de cada cliente

9 Capítulo 5 Casos de sucesso Cada parte de um vídeo é criada por um profissional. Um especialista conhecido como finalizador, então, reúne todas essas partes e compõe o produto final, explica Hyppolito. E localizar cada uma delas era algo que levava tempo, diz ele. Em 2003, a companhia adquiriu um servidor SCSI com oito discos de 50 GB cada. O investimento feito à época, de acordo com o executivo, equivaleria hoje a aproximadamente 25 mil reais. Isso porque ele funciona sob o padrão RAID 5, em que cinco discos dividem o conteúdo entre si, de forma que caso um sexto disco seja removido, todos os dados estarão a salvo nos demais. Além disso, recentemente a empresa pagou algo em torno de mil dólares por uma unidade externa Iomega com suporte para quatro discos SATA e tecnologia chamada hot swap (o valor não inclui os discos, adquiridos separadamente, a preços distintos e de fabricantes variados). Essa tecnologia permite que um disco seja removido sem que o equipamento precise ser desligado, detalha Hyppolito. Temos então sempre quatro discos SATA de 250 GB cada online, além de todos os que estão armazenados, contabiliza o diretor de TI da Prodigy3D. Ele revela que, para cada cliente, a empresa utiliza um disco próprio. Hyppolito admite que sua empresa não realiza backup das informações. Confiamos que cada profissional vá manipular devidamente o disco, diz ele, acrescentando que o conteúdo dessas mídias muito dificilmente é perdido. Exatamente por isso investimos em um equipamento com hot swap e a cada dois anos fazemos a troca dos discos quando em uso, migramos o conteúdo para um novo; quando não, utilizamos o disco antigo para rascunho, revela. No caso de um HD queimado (no servidor), os dados podem ser recuperados nas estações de trabalho ou em empresas especializadas. Processos em segurança Facilidade de uso e melhor desempenho de rede foram alguns dos benefícios obtidos pelo Brochetto Advocacia com a adoção de um sistema de storage Investir em tecnologia sempre foi uma característica da Brochetto Advocacia. Já em meados de 1999, o escritório disponibilizava arquivos e dados de todos os processos pela internet aos seus clientes. Todas as informações eram armazenadas em um servidor, que um dia teve o seu disco rígido queimado. Por sorte, a maioria das estações pessoais continha cópia dos dados do HD principal, mas tivemos muito trabalho para fazer uma compilação de todos os discos e reestruturar o servidor, lembra Carlos Brochetto Júnior, sócio do escritório. Foi quando a companhia optou por ingressar no universo das 16 17

10 Capítulo 5 Casos de sucesso Capítulo 6 soluções de storage de fato. Inicialmente optamos por um HD de gaveta para duplicidade, mas era necessário fazer o backup manualmente de tempos em tempos, conta o advogado. Um ano atrás, já com um volume de dados digitais que mais do que justificavam o investimento são digitalizados entre 15 GB e 20 GB de dados mensalmente, entre peças processuais e documentos, a Brochetto Advocacia adquiriu um sistema NAS (Network Attached Storage) da marca SimpleTech. O equipamento está integrado à rede do escritório por meio do protocolo iscsi, detalha Brochetto, acrescentando que o escritório utiliza hoje duas unidades de disco SATA 750 GB cada. E já temos uma terceira unidade de 1 TB pronta para ligação em cascata, assim que for necessário, revela o advogado. Segundo ele, um dos itens que chamou a atenção para a escolha do SimpleTech NAS foi a facilidade de configuração e uso. Não temos equipe própria de TI, portanto foi fundamental um sistema simples e que atendesse às nossas necessidades, diz o sócio do escritório. A rede de dados ficou mais rápida, pois não trafegamos mais pelo HD do servidor para acessar arquivos do dia-a-dia, diz o executivo. Além disso, filtros e firewall ativados reduziram o risco de invasão ao sistema, completa. O sistema, que custou ao Brochetto Advogados algo em torno de 10 mil reais, incluindo hardware, software e implementação, traz um software de automação de backup. Assim, a empresa conta com um backup diário das informações. Além da duplicidade de dados realizada nos dois discos do storage, a cada quinze dias geramos a triplicidade com a gravação de DVDs (apenas dos arquivos novos da quinzena), afirma Brochetto. E os DVDs ficam armazenados adequadamente fora do escritório, conta ele. GLOSSÁRIO Para entender o storage Fibre Channel É uma tecnologia de interface de transferência de dados com velocidade de até um 1 Gbps. Alternativa mais cara ao iscsi, a tecnologia de redes de computadores é bastante utilizada para armazenamento em sistemas que demandem maior velocidade de acesso e transferência de dados. SCSI Pronunciado como scuzzy, SCSI é a sigla para Small Computer System Interface (algo como interface para sistemas de microcomputadores). É um protocolo utilizado para conectar computadores a dispositivos periféricos, como alguns discos rígidos, drives de fitas e impressoras, bem como a outros computadores e redes locais. A interface para transferência de dados paralelos alcança velocidades de até 80 Mbps e permite que até 15 dispositivos sejam conectados por uma mesma porta. iscsi Protocolo de redes de armazenamento que permite que servidores e equipamentos de storage se comuniquem através de redes IP e Ethernet. Ele é utilizado para transportar os comandos SCSI através de redes TCP/IP, sem a necessidade de uma infraestrutura mais complexa (e cara), como a de Fibre Channel. NAS Sigla para Network Attached Storage (Storage Conectado em Rede). Neste caso o equipamento de storage roda um sistema operacional completo e funciona como um servidor de arquivos, ligado diretamente à rede. DAS Acrônimo para Direct Attached Storage (Storage Conectado Diretamente), que configura a utilização de dispositivos de armazenamento externo ligados diretamente ao servidor ou a qualquer outro micro da rede. SAN Sigla para Storage Area Network, ou área de armazenamento em rede, na tradução para o português

11 Capítulo 6 Glossário: para entender o storage Capítulo 7 Trata-se de uma rede construída especificamente para fins de armazenamento, cujo propósito principal é a transferência de dados entre computadores e dispositivos de armazenamento. Consiste em uma infra-estrutura de comunicação que provê conexões físicas com uma camada de gerenciamento, que organiza as conexões, os dispositivos de armazenamento e os computadores, tornando a transferência de dados robusta e segura. SAS Acrônimo para Serial-attached SCSI. Trata-se de um método utilizado para o acesso de periféricos que utilizam meios seriais (um bit por vez) de transferência de dados digitais. O SAS é uma evolução do SCSI paralelo, capaz de interconectar drives de disco diretamente aos controladores, além de permitir a conexão de até 128 equipamentos de diferentes tipos e tamanhos por meio de cabos mais longos e finos a uma taxa de transmissão de 3 Gbps. SATA Tecnologia de transferência de dados, também chamada de Serial ATA, é a sucessora da ATA (ou IDE). Diferentemente dos discos rígidos IDE, que transmitem os dados através de cabos de quarenta ou oitenta fios paralelos, o que resulta num cabo enorme, os discos rígidos SATA transferem os dados em série. Os cabos Serial ATA são formados por dois pares de fios (um para transmissão e outro para recepção) usando transmissão diferencial, e mais três fios terra, totalizando sete fios, o que permite o uso de cabos com menor diâmetro e que não interferem na ventilação do gabinete. Permite transferência de dados a até 300 Mbps. Storage em inglês, a palavra significa armazenamento. Tornou-se um termo técnico genérico utilizado para fazer referência a soluções de armazenamento. SAIBA MAIS sobre o assunto Fórum da Comunidade Dell O site reúne usuários das soluções Dell em suas diferentes áreas de atuação, incluindo a de storage. Nos fóruns sobre este tema, o internauta pode trocar informações com outros usuários e saber mais sobre os produtos da empresa. EMC Uma seção denominada Liderança e inovação no site da companhia traz avaliações, análises e relatórios sobre TI realizados por seus blogueiros e pesquisadores. No mesmo item, a EMC apresenta uma linha do tempo de seu desenvolvimento no setor de gestão de informações nos últimos 30 anos. Guia do Hardware Este site traz uma série de tutoriais interessantes para quem quer entender conceitos e funcionamento de tecnologias específicas antes de implementá-las. Neste link (www.guiadohardware. net/tutoriais/das-nas-san), ele explica as diferenças entre equipamentos DAS ou NAS, por exemplo. HP Em inglês, o site da HP lista uma série de informações e dicas sobre consolidação de dados e servidores e soluções oferecidas especificamente para pequenas e médias empresas. cache/ html 20 21

12 Capítulo 7 Saiba mais sobre o assunto NetGear Community Blog Apesar de estar em inglês, o blog da comunidade NetGear traz uma série de informações sobre storage, passando por notícias de eventos até o lançamento de produtos e dicas para facilitar instalações. Storage Search Para quem busca informações sobre armazenamento e lê e compreende inglês, este site é um prato cheio. Ele traz informações de todos os tipos sobre consolidação de dados, soluções e sistemas de armazenamento, incluindo dados sobre empresas do segmento, artigos e produtos. Sun Microsystems Na área de storage do site da Sun o visitante encontra (em inglês) informações sobre os produtos da companhia, vídeos, casos de sucesso, white papers e uma comunidade de usuários das soluções da empresa. Symmetry A fabricante nacional de equipamentos de armazenamento traz em seu site áreas com dicas sobre determinadas tecnologias e como interconectá-las, bem como uma seção com notícias, informações sobre seus produtos e serviços e dados e tendências do mercado. 22

Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma

Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma Aula 04 B Interfaces Prof. Ricardo Palma Interface SCSI SCSI é a sigla de Small Computer System Interface. A tecnologia SCSI (pronuncia-se "scuzzy") permite que você conecte uma larga gama de periféricos,

Leia mais

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Texto Técnico 005/2013 TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Parte 05 0 Vamos finalizar o tema Trabalho com Grandes Montagens apresentando os melhores recursos e configurações de hardware para otimizar a abertura

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

O que é RAID? Tipos de RAID:

O que é RAID? Tipos de RAID: O que é RAID? RAID é a sigla para Redundant Array of Independent Disks. É um conjunto de HD's que funcionam como se fosse um só, isso quer dizer que permite uma tolerância alta contra falhas, pois se um

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Dispositivo magnético ou na situação a ser estudada, dispositivo de armazenamento magnético,

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Unidade 8 - Periféricos de armazenamento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO... 3 DISCO RÍGIDO (HD)... 3 TECNOLOGIAS DE TRANSFERÊNCIA... 3 IDE/ATA/PATA...

Leia mais

Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4

Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4 Avaliação do sistema de armazenamento EMC CLARiiON AX4 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação prática do novo

Leia mais

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS.

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS. INTRODUÇÃO BARRAMENTO EXPRESS. O processador se comunica com os outros periféricos do micro através de um caminho de dados chamado barramento. Desde o lançamento do primeiro PC em 1981 até os dias de hoje,

Leia mais

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment)

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Introdução Os computadores são constituídos por uma série de tecnologias que atuam em conjunto. Processadores, memórias, chips gráficos, entre

Leia mais

Gerenciamento inteligente de dados

Gerenciamento inteligente de dados Gerenciamento inteligente de dados Sanjeet Singh Grupo de produtos de armazenamento de dados da Dell ÍNDICE Índice RESUMO EXECUTIVO... 3 O GERENCIAMENTO DE DADOS DE HOJE... 3 VISÃO DA DELL: IDM... 4 OBJETIVOS

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Redes de Computadores Possibilita a conexão entre vários computadores Troca de informação Acesso de múltiplos usuários Comunicação de dados

Leia mais

Admistração de Redes de Computadores (ARC)

Admistração de Redes de Computadores (ARC) Admistração de Redes de Computadores (ARC) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - Campus São José Prof. Glauco Cardozo glauco.cardozo@ifsc.edu.br RAID é a sigla para Redundant

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, Disco Rígido ou Winchester O disco rígido - ou HD (HardDisk) - é o dispositivo de armazenamento permanente de dados mais utilizado nos computadores. Nele, são armazenados desde

Leia mais

Organização de arquivos e pastas

Organização de arquivos e pastas Organização de arquivos e pastas Pasta compara-se a uma gaveta de arquivo. É um contêiner no qual é possível armazenar arquivos. As pastas podem conter diversas subpastas. Definir a melhor forma de armazenamento

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Anéis Ópticos em Backbone www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Em 1980 foi formado o grupo de trabalho ANSI X3T9.5 com a finalidade de desenvolver

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA BACKUP SYSTEM Com o Nevoa Backup System você garante não só o mais eficiente sistema de backup para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce, seus

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

SISTEMA DE ARQUIVOS. Instrutor: Mawro Klinger

SISTEMA DE ARQUIVOS. Instrutor: Mawro Klinger SISTEMA DE ARQUIVOS Instrutor: Mawro Klinger Estrutura dos Discos As informações digitais, quer sejam programas ou dados do usuário, são gravadas em unidades de armazenamento. O HD é uma unidade de armazenamento

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores.

Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores. Visite o endereço abaixo para obter mais apostilas, dicas, notícias, tutoriais e simuladores. http://www.btinformatica.com.br http://www.btinf.hpg.ig.com.br Esta apostila foi escrita em Março/04 Todas

Leia mais

PROPOSIÇÃO DE VALOR:

PROPOSIÇÃO DE VALOR: Caro Cliente, Na economia atual, você não pode permitir ineficiências ou sobreprovisionamento de nenhum recurso - recursos inativos custam dinheiro, recursos mal utilizados custam oportunidades. Você precisa

Leia mais

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20

Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Avaliação da plataforma de armazenamento multiprotocolo EMC Celerra NS20 Relatório elaborado sob contrato com a EMC Corporation Introdução A EMC Corporation contratou a Demartek para realizar uma avaliação

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CRIAÇÃO DA MÁQUINA VIRTUAL... 3 Mas o que é virtualização?... 3 Instalando o VirtualBox...

Leia mais

Rivolta Cloud Backup

Rivolta Cloud Backup Rivolta Cloud Backup Apresentação O que é o cloud backup? Cloud backup ou backup na nuvem é a forma mais economica e segura de manter as informações da sua empresa segura e sempre atualizada, caso haja

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes

Figura 1 Taxas de transmissão entre as redes Conceitos de Redes Locais A função básica de uma rede local (LAN) é permitir a distribuição da informação e a automatização das funções de negócio de uma organização. As principais aplicações que requerem

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

ÍNDICE. www.leitejunior.com.br 16/06/2008 17:43 Leite Júnior

ÍNDICE. www.leitejunior.com.br 16/06/2008 17:43 Leite Júnior ÍNDICE BACKUP E RESTAURAÇÃO(RECOVERY)...2 BACKUP...2 PORQUE FAZER BACKUP?...2 DICAS PARA BACKUP...2 BACKUP NO WINDOWS...2 BACKUP FÍSICO E ON-LINE...3 BACKUP FÍSICO...3 BACKUP ON-LINE(VIRTUAL) OU OFF-SITE...3

Leia mais

Planejamento Estratégico para as PMEs. Tecnologia da Informação a Serviço das PMEs

Planejamento Estratégico para as PMEs. Tecnologia da Informação a Serviço das PMEs Planejamento Estratégico para as PMEs Tecnologia da Informação a Serviço das PMEs Maio/2007 Rio Quente- Goiás Nivaldo Cleto Na era da tecnologia da informação, o mercado exige um empresário dinamicamente

Leia mais

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A

Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A PREGÃO PRESENCIAL N. 2010/169 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE ARMAZENAMENTO EXTERNO - STORAGE E TAPE LIBRARY. Ref.: Esclarecimentos A unidade de Tape Library será instalada em servidor dedicado a

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos

ISEP. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Análise de Sistemas Informáticos ISEP Instituto Superior de Engenharia do Porto Análise de Sistemas Informáticos Armazenamento de Dados em Rede A Revolução do Armazenamento Partilhado A crise económica e a crescente necessidade de armazenamento

Leia mais

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA STORAGE SYSTEM Com o Nevoa Storage System você garante não só o mais eficiente sistema de gerenciamento para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce,

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Sistemas de Armazenamento

Sistemas de Armazenamento M. Sc. isacfernando@gmail.com Especialização em Administração de Banco de Dados ESTÁCIO FIR Tipo de Não importa quanta memória seu smartphone tenha, ele nunca terá o bastante para guardar todas as suas

Leia mais

Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud

Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud CAPA Comparamos os melhores serviços de Cloud Computing do Brasil em três categorias de ofertas. Leia e descubra qual é o mais adequado para suas necessidades.

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores é um conjunto de equipamentos que são capazes de trocar informações e compartilhar recursos entre si, utilizando protocolos para se comunicarem e

Leia mais

Soluções em Armazenamento

Soluções em Armazenamento Desafios das empresas no que se refere ao armazenamento de dados Aumento constante do volume de dados armazenados pelas empresas, gerando um desafio para manter os documentos armazenados Necessidade de

Leia mais

Rede Corporativa. Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro. Introdução

Rede Corporativa. Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro. Introdução Tutorial 10 mar 2009 Fabio Montoro Rede Corporativa Introdução Rede corporativa é um sistema de transmissão de dados que transfere informações entre diversos equipamentos de uma mesma corporação, tais

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso

DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL. Case de Sucesso DUAS RODAS DESENVOLVE PORTAL COLABORATIVO E ELIMINA PROCESSOS EM PAPEL PERFIL Em 1925, surgiu a primeira fábrica de óleos essenciais do Brasil, em Jaraguá do Sul - SC. A autenticidade, a qualidade de seus

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência Pregão Conjunto nº 27/2007 VIDEOCONFERÊNCIA ANEXO I Termo de Referência Índice 1. Objetivo...3 2. Requisitos técnicos e funcionais...3 2.1.

Leia mais

Senado Federal Questões 2012

Senado Federal Questões 2012 Senado Federal Questões 2012 Sistemas Operacionais Prova de Analista de Sistemas Prof. Gustavo Van Erven Senado Federal Questões 2012 Rede Social ITnerante http://www.itnerante.com.br/ Vídeo Aulas http://www.provasdeti.com.br/

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Bruno Sanchez Lombardero Faculdade Impacta de Tecnologia São Paulo Brasil bruno.lombardero@gmail.com Resumo: Computação em nuvem é um assunto que vem surgindo

Leia mais

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux.

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux. A NOSSA HISTÓRIA A Infolux Informática possui seu foco de atuação voltado para o mercado corporativo, auxiliando micro, pequenas e médias empresas na tarefa de extrair o máximo de benefícios com investimentos

Leia mais

481040 - Programador/a de Informática

481040 - Programador/a de Informática 481040 - Programador/a de Informática UFCD - 0801 ADMINISTRAÇÃO DE REDES LOCAIS Sessão 1 SUMÁRIO Conceito de backups; Backups completos; Backups Incrementais; Backups Diferenciais; Dispositivos de Backups

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis

Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis Agregador de feeds RSS para dispositivos móveis Disciplina: Computação Móvel Professor: Mauro Nacif Rocha Data: 27/02/2007 Hadriel Toledo Lima 50290 Juliana Pinheiro Campos 47683 Luis Felipe Hussin Bento

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

FIREWIRE. O logotipo padronizado: Suas principais vantagens:

FIREWIRE. O logotipo padronizado: Suas principais vantagens: FIREWIRE O barramento Firewire, também conhecido como IEEE 1394 ou como i.link, foi desenvolvido inicialmente pela Apple Computer em 1996, como um barramento serial de alta velocidade, e transfere um grande

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções CA ARCserve

Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções CA ARCserve CUSTOMER SUCCESS STORY Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções CA ARCserve PERFIL DO CLIENTE Indústria: Varejo Empresa: Leroy Merlin Colaboradores: 7.000+ EMPRESA A Leroy Merlin

Leia mais

Virtualização de Sistemas Operacionais

Virtualização de Sistemas Operacionais Virtualização de Sistemas Operacionais Felipe Antonio de Sousa 1, Júlio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipeantoniodesousa@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Processo Aplicado Contabilidade EV Doc

Processo Aplicado Contabilidade EV Doc Processo Aplicado Contabilidade EV Doc EV DOC DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO ELETRÔNICA DE DOCUMENTOS (GED) Digitalize e gerencie de forma simples os documentos e informações de sua empresa utilizando uma plataforma

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES REDE DE COMPUTADORES Evolução histórica das redes de computadores Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Objetivos de Aprendizagem Ao final deste módulo você estará apto a conceituar

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

Um artigo técnico da Oracle Fevereiro de 2011. Reduzindo os custos de armazenamento com a unidade de fita mais rápida do mundo

Um artigo técnico da Oracle Fevereiro de 2011. Reduzindo os custos de armazenamento com a unidade de fita mais rápida do mundo Um artigo técnico da Oracle Fevereiro de 2011 Reduzindo os custos de armazenamento com a unidade de fita mais rápida do mundo Visão geral... 1 Introdução... 1 A unidade de fita mais rápida e com a maior

Leia mais

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral RCO2 LANs, MANs e WANs Visão geral 1 LAN, MAN e WAN Classificação quanto a alcance, aplicação e tecnologias Distâncias: WAN: : distâncias arbitrariamente longas MAN: : distâncias médias (urbanas) LAN:

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Configurando e Implantando o Windows Server 2003 Fabricio Breve Requisitos de Hardware de Sistema Processador Mínimo: 266 MHz Mínimo ideal:

Leia mais

Uma Proposta de Tecnologia Embarcada na Internação Domiciliar Capítulo 3 Implementação do SMD 93

Uma Proposta de Tecnologia Embarcada na Internação Domiciliar Capítulo 3 Implementação do SMD 93 Capítulo 3 Implementação do SMD 93 CAPÍTULO 3 IMPLEMENTAÇÃO DO SMD Este capítulo reserva-se à apresentação da implementação do SMD tomando como partida o desenvolvimento do Projeto Preliminar que consta

Leia mais

Escolhendo o Hardware para o Windows Small Business Server 2003

Escolhendo o Hardware para o Windows Small Business Server 2003 Escolhendo o Hardware para o Windows Small Business Server 2003 Comprar o computador correto pode tornar sua pequena rede corporativa rápida, permitir que ela funcione sem problemas e preparar sua empresa

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

ETEC RAPOSO TAVARES GESTÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS I. Máquina Virtual. Instalação de S.O. em dual boot. 1º Semestre 2010 PROF.

ETEC RAPOSO TAVARES GESTÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS I. Máquina Virtual. Instalação de S.O. em dual boot. 1º Semestre 2010 PROF. ETEC RAPOSO TAVARES GESTÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS I Máquina Virtual Instalação de S.O. em dual boot 1º Semestre 2010 PROF. AMARAL Na ciência da computação, máquina virtual é o nome dado a uma máquina,

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange PROPOSTA COMERCIAL Produto: Exchange Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES 8 www.locaweb.com.br/exchange

Leia mais

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394)

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) histórico Tudo começou em 1980 quando a IBM estava desenvolvendo seu primeiro micro PC. Já haviam definido que o barramento ISA seria usado para permitir que o IBM

Leia mais

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Conceitos principais Nuvem Local Dados (informações) Profissional Pessoal Procedimento padrão (modelo) Produzir Armazenar Como era... Como

Leia mais

Tecnologia PCI express. Introdução. Tecnologia PCI Express

Tecnologia PCI express. Introdução. Tecnologia PCI Express Tecnologia PCI express Introdução O desenvolvimento de computadores cada vez mais rápidos e eficientes é uma necessidade constante. No que se refere ao segmento de computadores pessoais, essa necessidade

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução A informática é uma área que atualmente vem evoluindo muito rapidamente. A cada dia se torna mais importante

Leia mais

Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções arcserve

Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções arcserve CASO DE SUCESSO Julho 2014 Leroy Merlin leva backup a toda sua rede de lojas com soluções arcserve PERFIL DO CLIENTE Indústria: Varejo Empresa: Leroy Merlin Colaboradores: 7.000+ EMPRES A DESAFIO SOLUÇÃO

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO www.origy.com.br UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO CARACTERÍSTICAS: E-MAIL IMAP * Acesso simultâneo e centralizado, via aplicativo, webmail e celular/smartphone * Alta capacidade de armazenamento

Leia mais