Observatório Nacional de Transportes e Logística

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Observatório Nacional de Transportes e Logística"

Transcrição

1 Observatório Nacional de Transportes e Logística

2 Lei Nº de 19 de dezembro de 2012 Art. 5 o Compete à EPL: V - promover a capacitação e o desenvolvimento de atividades de pesquisa e desenvolvimento nas instituições científicas e tecnológicas, organizações de direito privado sem fins lucrativos voltadas para atividades de pesquisa e desenvolvimento, e sociedades nacionais, inclusive de tecnologia industrial básica, relacionadas ao setor de transportes; VII - planejar e promover a disseminação e a incorporação das tecnologias utilizadas e desenvolvidas no âmbito do setor de transportes em outros segmentos da economia; XI - promover estudos voltados a programas de apoio, modernização e capacitação da indústria nacional, objetivando maximizar a participação desta no fornecimento de bens e equipamentos necessários à expansão do setor de transportes;

3 Objetivos Possibilitar a geração de indicadores de desempenho da infraestrutura do setor de transportes visando a realização de estudos e de planos de investimentos para a expansão da cadeia logística, incluindo rodovias, ferrovias, portos e aeroportos de forma integrada; Conhecer a situação atual da logística nacional e dotar a EPL de ferramentas e inteligência capazes de prever e planejar os cenários futuros, ao mesmo tempo que permite a integração entre os diversos participantes do cenário de transportes e logística nacional; Diminuir o Custo Brasil e aumentar a competitividade do setor produtivo Brasileiro.

4 Alguns números do setor de transportes e logística Roubo de veículos e mercadorias R$ 930 MM / 13k eventos/ano (Fonte: Pamcary) Acidentes nas estradas R$ 8,9 Bi/ 93,6k eventos/ano (Fonte: IPEA) Perdas médias dos grãos produzidos no Brasil 10% - 12 MM ton em 2012 (Fonte: MAPA/Conab/FAO) Idade média da frota de caminhões autônomos 16,4 anos (Fonte: ANTT) Idade média da frota de caminhões de empresas 8,6 anos (Fonte: ANTT) Tempo médio de caminhão parado por viagem?????????

5 O Problema Não existe órgão integrador dos sistemas relacionados à logística Não existe infraestrutura de conectividade no país Não existe base de dados consolidada e atualizada sobre o setor de transporte e logística Não existem dispositivos tecnológicos implantados para monitorar fluxos de carga

6 A Cadeia Logística do Século XXI Negócio Informação Inteligência Conhecimento

7 Ciclo de atuação Indústria, Agropecuária e Empresas ligadas à cadeia de transporte e logística, comércio e varejo Setor Privado Setor Público Governo Federal, Estados, Munícipios, Agências de Fomento Setor Acadêmico Instituições de Ensino e Pesquisa

8 Sistema Integrado de Gestão de Transportes O Sistema é estruturado com ferramentas inteligentes que capturam e integram as informações sobre a movimentação de transportes de todas as modalidades e circulação de mercadorias em território nacional. Implantação de um padrão único e aberto de tecnologia de Identificação por Radiofrequência (RFID) para identificação, rastreamento e autenticação de veículos e mercadorias em circulação no país. Instalados nos veículos, cargas e conteiners, chips com tecnologia de radiofrequência (RFID) conectam-se às antenas instaladas nas rodovias, ferrovias e portos e fornecem dados específicos para o banco gestor de informação da EPL e para os diversos atores da cadeia logística nacional.

9 Resultados a serem Alcançados Veículos e mercadorias identificados eletronicamente e de forma segura e unívoca, assegurando o monitoramento e controle da movimentação nos diversos modais que transportam cargas e passageiros; Integração dos diversos modais de transporte; Coleta de informações em tempo real; Reestruturação da qualidade do sistema de transporte de cargas; Integração dos recursos disponíveis nos postos de fiscalização; Fornecimento de serviços para a sociedade; e Geração de indicadores de desempenho da infraestrutura do setor de transportes visando à realização de estudos e de planos de investimentos para a expansão da cadeia logística, incluindo rodovias, ferrovias e portos.

10 DOU n. 211, Seção 3, Pág. 8 de DOU n. 25, Seção 3, Pág. 8 de

11 Convênio ICMS 12 de 05 de abril de 2013 Publicado no D.O.U.: 12 de abril de 2013 Dispõe sobre a criação do Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias ou Brasil-ID e institui um conjunto de instrumentos que promovam a modernização da fiscalização de mercadorias.

12 Brasil-ID Conceito Básico e Visão Geral

13 Brasil-ID ID eletrônico nasce c/ o Produto Leitor RFID Chips associados ao produto e/ou pallet durante o transporte RFID Reader RFID - IAV Inserção de chip de modo indelével nos produtos Selo RFID RFID produto Produtos identificados e autenticados a cada passo crítico da operação RFID dentro de documentos Chip no papel e em cartão: Documento DANFE

14 Identificação e gestão inteligente de mercadorias e transportes Sala de Situação Fiscalização Coletor RNTRC RFID ISO29167/ C Transporte Rodoviário Leitor de TAG Câmera OCR TAG RFID BackOffice de Transportes WIM Câmeras IP Posto de Fiscalização Pedágio RFID ISO29167/ C Portal Sistemas do setor de transporte e logística

15 SISTEMA DE LEITURA DE DISPOSITIVOS - SLD Brasil-ID 1 Portal 2 Sistema de Comunicação Remota com o Portal 3 Sistema de Controle RFID Local 4 Antena para Comunicação Remota 5 Tag SINIAV 6 Antena da Carga (Lacre)

16 Instituições envolvidas no Sistema Brasil-ID Cooperativa de ICTs/DHs Brasileiras PROJETO FINEP Parceria organizada para fornecer soluções Brasil-ID no modelo ODM fornecendo produtos sob demanda de Empresas de Marca (OEMs) ou diretamente aos interessados; Formada pelas instituições que compõe as desenvolvedoras designadas para o projeto Brasil-ID e outras; Reinveste [os resultados] em P&D para os sistemas Brasil-ID; Contratam manufatura de instituições Brasileiras preferencialmente (em silício e em PCB) conforme disponibilidade; Colaboram com Empresas de Semicondutores Brasileiras e Mundiais em IPs e soluções estratégicas USP Cooperativa Outros Futuros Parceiros Colaboração Clientes OEM e Operadores Brasil-ID Indústrias Brasileiras e Estrangeiras Start-ups Brasileiras Empresas de Tecnologia / Semicondutores Brasileiras e Estrangeiras

17 Outros exemplos de Sistemas de Suporte e Automação na Circulação de Mercadorias

18 Pesagem em Movimento Mapeamento de processo do Sistema Atual Verificação das Falhas e Dificuldades Definição dos Elementos a serem fiscalizados Modelagem do Sistema de Captação Automática de Informações Modelagem do BD Integrado (DNIT, ANTT e EPL) Integração ao Sistema Brasil Id Modelagem do CCO Modelagem do Sistema de Aferição Modelagem para Utilização Futura da Infraestrutura dos PPV s existentes e Novos PIAF s após implantação da Fase 2 Proposição de Legislação de regulamentação

19 A EPL como órgão integrador de sistemas logísticos RFB e Secretarias Estaduais Cadeia de armazenagem e distribuição Agências Reguladoras Operadores de meios de pagamento eletrônico Hub de integração Logística Governos Federal e Estaduais Gerenciadores de risco Polícias (PRF, PF e outras) Operadores Logísticos Setor Produtivo (Indústria e agronegócio)

20 Sala de Situação da Logística Nacional EPL

21 Sala de Situação da Logística Nacional A Sala de Situação da Logística Nacional, instalada na sede da EPL, funcionará como centro de controle, supervisão e monitoramento do observatório. Para ampliar a capacidade de inteligência estratégica aos órgãos, entidades e empresas credenciadas pelo sistema, a sala fornecerá um conjunto de dados organizados e estratificados em sistema de nuvem, com acesso seguro para cada setor. Esta mesma sala, em parte ou em todo poderá ser replicada em outros órgãos que dela necessitem para sua atividade.

22 Plataforma de Gestão Logística - PGL

23 Integração com outras salas de situação

24 Rede Nacional de Transportes e Logística Atualmente, o Brasil possui uma rede de 57 mil quilômetros instalados em trechos de rodovias e ferrovias nacionais. A EPL vai ampliar essa infraestrutura e criar uma rede de dados (Backbone) de alta velocidade para a gestão integrada dos dois modais. Por ela, serão conectados todos os equipamentos de campo, sistemas inteligentes de transportes, operadores logísticos, concessionárias e operadoras de serviços autorizadas. A Rede Nacional de Transportes será estruturada em parceria com os Ministérios dos Transportes, Comunicações, Ciência, Tecnologia e Inovação, a Rede Nacional de Pesquisa.

25 Rede Ipê Backbone de Ensino e Pesquisa da RNP

26 Parceiros Por meio da assinatura de convênios, a EPL irá compartilhar informações geradas pelo observatório com ministérios e órgãos do governo, setor privado e instituições científicas, de ensino e pesquisa. A colaboração em pesquisa e desenvolvimento de soluções tecnológicas especializadas no setor de transportes e logística é uma das prioridades do projeto.

27 Parceiros do Setor Público Casa Civil MT RFB ENCAT/CONFAZ MCTI MDIC MAPA ANTT DNIT ARTESP SEP SAC VALEC Estado Mato Grosso MPF PRF ECT Min. Defesa MiniCom Telebras RNP CPqD CEITEC MPA CTI ITI MPOG ANTAQ

28 Entidades que poderão se beneficiar destes projetos CONIT - Conselho Nacional de Integração de Politica de Transporte Mapeamento do SNV - SISTEMA NACIONAL DE VIAÇÃO Subsistema Rodoviário Federal Subsistema Ferroviário Federal Subsistema Aquaviário Federal Subsistema Aeroviário Federal DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) ARTESP e outras Agências Estaduais MCTI MDIC MAPA Órgãos de Controle (TCU, CGU, entre outros) ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) INFRAERO ( Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) FUNAI (Fundação Nacional do Índio) VALEC (Empresa Pública - Engenharia, Construções e Ferrovias S.A) Petrobras Eletrobras DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) DETRANs (Departamentos Estaduais de Trânsito e relacionados) Federações das Indústrias ABIEC Receita Federal CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária) ENCAT (Encontro Nacional dos Coordenadores de Administração Tributária) SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus) Polícia FederaL Polícia Rodoviária Federal Polícias Estaduais Polícias Rodoviárias Estaduais Departamento Penitenciário Nacional Secretaria de Portos - SEP Companhia Docas ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação) Embrapa (A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A.) CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) SeMob (Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana ) Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República Correios Telebras Marinha Exército Força Aérea Concessionárias de Rodovias e Ferrovias SAC Outras entidades públicas e privadas

29 Desafio Propor à FIESP/SESI/SENAI a elaboração de programas de formação de profissionais em microeletrônica

30 OBRIGADO Manuel Poppe Coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico Empresa de Planejamento e Logística EPL

Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias

Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias São Paulo, 21 de setembro de 2010 Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias e Dario Thober Centro de Pesquisas von Braun Centro de Pesquisa sem fins lucrativos Soluções inovadoras

Leia mais

BRASIL-ID: UMA PLATAFORMA

BRASIL-ID: UMA PLATAFORMA 10/Nov 2015 BRASIL-ID: UMA PLATAFORMA www.vonbraunlabs.com Dario Sassi Thober Presidente / Diretor thober@vonbraunlabs.com BRASIL-ID: Estrutura Instalada (FINEP) Evento Brasil-ID 2 BRASIL-ID: PLATAFORMA

Leia mais

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015

DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 DECRETO Nº - 8.614, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015 Regulamenta a Lei Complementar nº 121, de 9 de fevereiro de 2006, para instituir a Política Nacional de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas e para

Leia mais

A Experiência do Ministério dos Transportes na execução da estratégia

A Experiência do Ministério dos Transportes na execução da estratégia A Experiência do Ministério dos Transportes na execução da estratégia MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Política Nacional de Transportes SPNT Orlando Figueiredo Filho O contexto das mudanças SETOR

Leia mais

Fernando Fonseca Diretor

Fernando Fonseca Diretor 2ª Conferência OAB-RJ de Direito Marítimo e Portuário Desafios e Tendências da Navegação e da Logística Portuária no Brasil NAVEGAÇÃO DE APOIO MARÍTIMO E LOGÍSTICA OFFSHORE Fernando Fonseca Diretor Rio

Leia mais

O Caminho Natural de Inovação, Automação e Otimização dos Processos Fiscais desde a NF-e

O Caminho Natural de Inovação, Automação e Otimização dos Processos Fiscais desde a NF-e Oportunidades de Inovação e Negócio Ligada a Internet das Coisas IoT e aos Projetos Nacionais de Governo CCCCcc O Caminho Natural de Inovação, Automação e Otimização dos Processos Fiscais desde a NF-e

Leia mais

Brasil-ID. Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias

Brasil-ID. Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias Contextualização Brasil-ID Custo associado com risco de transporte Brasil-ID Panorama Atual Falta de suporte às transportadoras

Leia mais

PAINEL 2014 PACTO PELA INFRAESTRUTURA NACIONAL E EFICIÊNCIA LOGÍSTICA TEMA: CENÁRIOS PARA INVESTIMENTOS

PAINEL 2014 PACTO PELA INFRAESTRUTURA NACIONAL E EFICIÊNCIA LOGÍSTICA TEMA: CENÁRIOS PARA INVESTIMENTOS PAINEL 2014 PACTO PELA INFRAESTRUTURA NACIONAL E EFICIÊNCIA LOGÍSTICA TEMA: CENÁRIOS PARA INVESTIMENTOS BRASÍLIA, 03 DE SETEMBRO DE 2014 Luis Henrique T. Baldez Presidente Executivo OBJETIVOS E PRINCÍPIOS

Leia mais

ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SETOR DE CABOTAGEM NO BRASIL. WORKSHOP Nº2: Revisão do diagnóstico e dos incentivos à Cabotagem

ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SETOR DE CABOTAGEM NO BRASIL. WORKSHOP Nº2: Revisão do diagnóstico e dos incentivos à Cabotagem ESTUDO PARA O DESENVOLVIMENTO DO SETOR DE CABOTAGEM NO BRASIL WORKSHOP Nº2: Revisão do diagnóstico e dos incentivos à Cabotagem Brasília, 11 Junho 2015 Índice A. Objetivos da reunião B. Explicação da metodologia

Leia mais

PREÇOS X CUSTOS CUSTO PREÇO. t C TEMPO. Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio)

PREÇOS X CUSTOS CUSTO PREÇO. t C TEMPO. Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio) $ PREÇOS X CUSTOS Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio) CUSTO PREÇO Sobrevivência das empresas depende de redução de custos t C TEMPO

Leia mais

BRASIL-ID. Nota Técnica 2013/001. Especificações do Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias. Versão 1.

BRASIL-ID. Nota Técnica 2013/001. Especificações do Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias. Versão 1. BRASIL-ID Nota Técnica 2013/001 Especificações do Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias Versão 1.1 Data de publicação: 11/12/2013 Sistema Nacional de Identificação, Rastreamento

Leia mais

Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes

Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes Estratégia Unindo Ações OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Fortalecer a capacidade de planejamento buscando o alinhamento das esferas de governo e sociedade Incorporar

Leia mais

O USO DA TECNOLOGIA DE IDENTIFICAÇÃO DE VEÍCULOS POR RADIOFREQUÊNCIA RFID NO PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES

O USO DA TECNOLOGIA DE IDENTIFICAÇÃO DE VEÍCULOS POR RADIOFREQUÊNCIA RFID NO PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES O USO DA TECNOLOGIA DE IDENTIFICAÇÃO DE VEÍCULOS POR RADIOFREQUÊNCIA RFID NO PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES Rone Evaldo Barbosa Pastor Willy Gonzales-Taco O USO DA TECNOLOGIA DE IDENTIFICAÇÃO DE VEÍCULOS

Leia mais

III SEMINÁRIO SEG NEWS - SEGURO DE TRANSPORTES & GERENCIAMENTO DE RISCOS

III SEMINÁRIO SEG NEWS - SEGURO DE TRANSPORTES & GERENCIAMENTO DE RISCOS III SEMINÁRIO SEG NEWS - SEGURO DE TRANSPORTES & GERENCIAMENTO DE RISCOS III SEMINÁRIO SEG NEWS - SEGURO DE TRANSPORTES & GERENCIAMENTO DE RISCOS ASSUNTOS A SEREM ABORDADOS NESTA APRESENTAÇÃO Contexto

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES. Oficina Internacional Governança no Setor de Transportes. 8 a 10 de maio de 2012. Brasília/DF.

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES. Oficina Internacional Governança no Setor de Transportes. 8 a 10 de maio de 2012. Brasília/DF. MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Oficina Internacional Governança no Setor de Transportes 8 a 10 de maio de 2012 Brasília/DF Síntese Final 1. PALESTRANTES CONVIDADOS: ÁFRICA DO SUL: Nazir Alli ALEMANHA: Wofgang

Leia mais

2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística

2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística 2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística O Grande Desafio do Supply Chain e da Logística: o limite da Infraestrutura Brasileira 23 e 24 DE MARÇO HILTON MORUMBI SÃO PAULO, Brasil WTG-World Trade

Leia mais

Extinção do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem - DNER

Extinção do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem - DNER Programa 0225 GESTÃO DA POLÍTICA DE TRANSPORTES Objetivo Apoiar o planejamento, avaliação e controle dos programas na área de transportes. Público Alvo Governo Ações Orçamentárias Indicador(es) Órgão(s)

Leia mais

Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias

Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias Geraldo Marcelo Cabral de Souza Coordenador de Informática da Secretaria de Tributação do RN e Coordenador do Brasil-ID

Leia mais

Melhoria da Gestão Portuária

Melhoria da Gestão Portuária Melhoria da Gestão Portuária Jean Paulo Castro e Silva Diretor do Departamento de Gestão e Logística Portuárias Secretaria de Portos da Presidência da República Apresentação para o Painel Pacto pela Infraestrutura

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SECRETARIA ESPECIAL DE PORTOS A Visão dos Agentes Públicos nas Atividades Portuárias Sustentáveis Antonio Maurício Ferreira Netto Diretor do Departamento de Revitalização

Leia mais

Programa de Investimento em Logística

Programa de Investimento em Logística Programa de Investimento em Logística HÉLIO MAURO FRANÇA Empresa de Planejamento e Logística Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos para o desenvolvimento acelerado e sustentável: Ampla e moderna

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA N 573, DE 27 DE JUNHO DE 2012

MEDIDA PROVISÓRIA N 573, DE 27 DE JUNHO DE 2012 MEDIDA PROVISÓRIA N 573, DE 27 DE JUNHO DE 2012 Abre crédito extraordinário, em favor dos Ministérios da Justiça, da Educação, da Saúde, dos Transportes, do Planejamento, Orçamento e Gestão, do Desenvolvimento

Leia mais

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. 31 de julho de 2013

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. 31 de julho de 2013 QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL 31 de julho de 2013 PRINCIPAIS CADEIAS PRODUTIVAS Soja, milho e bovinos AGROPECUÁRIA AÇÚCAR E ÁLCOOL Soja, milho e bovinos Cana de açúcar MINERAÇÃO E SIDERURGIA

Leia mais

SPED e NF Eletrônica Atualizações

SPED e NF Eletrônica Atualizações SPED e NF Eletrônica Atualizações SPED EUROPEAN UNION OCDE ARQUIVOS MAGNÉTICOS NO MUNDO INGLATERRA HMRC SAF-T UK v 1.0.4 2008 PORTUGAL Portaria n 321-A/07 2008 BÉLGICA SAF-T-OECD 2008 AUSTRÁLIA (ATO) SAF-T

Leia mais

Marcelo Luiz Alves Fernandez Secretaria da Fazenda de São Paulo

Marcelo Luiz Alves Fernandez Secretaria da Fazenda de São Paulo Controle de fluxo de carga Manifesto de transporte, as perspectivas de implantação em nível nacional e o compartilhamento das informações com os demais sistemas do Governo Federal Marcelo Luiz Alves Fernandez

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR NO CONTEXTO MACROECONÔMICO

COMÉRCIO EXTERIOR NO CONTEXTO MACROECONÔMICO Salvador(BA),30deagostode2010 A EXPORTAÇÃO COMO INDUTORA DO DESENVOLVIMENTO JOSÉ MANOEL CORTIÑAS LOPEZ Assessor Especial Câmara de Comércio Exterior - CAMEX 1 COMÉRCIO EXTERIOR NO CONTEXTO MACROECONÔMICO

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas 8 de dezembro de 2011 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA AVIAÇÃO CIVIL PANORAMA INVESTIMENTOS CONCESSÕES INFRAERO

Leia mais

Resumo Executivo para Avaliação de Oportunidades

Resumo Executivo para Avaliação de Oportunidades Portfólio de Oportunidade associadas às Necessidades de Negócios dos Projetos Brasil-ID (MCTI, Receita Federal e Confaz) e Pedágio automático (ARTESP e ANTT) Resumo Executivo para Avaliação de Oportunidades

Leia mais

IMPACTO DO SPED NA LOGÍSTICA

IMPACTO DO SPED NA LOGÍSTICA IMPACTO DO SPED NA LOGÍSTICA Agenda Introdução Premissas do projeto SPED NF-e CT-e Até onde pode chegar... Brasil - ID Introdução Entendemos que a redução de custos administrativos, da burocracia comercial,

Leia mais

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32

NOTA DA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL - Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão Viernes 30 de Septiembre de 2011 17:32 There are no translations available. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL Perguntas e Respostas sobre o processo de concessão A concessão Por que o governo resolveu fazer a concessão? Nos

Leia mais

TRILHA DO CONHECIMENTO Governo Federal

TRILHA DO CONHECIMENTO Governo Federal TRILHA DO CONHECIMENTO Governo Federal IDE-T Infraestrutura de Dados Espaciais de Transportes Wagner de Lima Oliveira e Felipe Queiroz Secretaria de Política Nacional de Transportes Departamento de Informações

Leia mais

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014

DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.461, DE 29 DE AGOSTO DE 2014 Institui a Política Municipal de Estímulo à Inovação e ao Desenvolvimento de Startups na Cidade

Leia mais

LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006.

LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006. LEI Nº 8.798 de 22 de fevereiro de 2006. Institui a Política Estadual de fomento à Economia Popular Solidária no Estado do Rio Grande do Norte e estabelece outras disposições. O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA

Leia mais

RFID. Transportes e Outros Setores. Edson Perin editor. http://brasil.rfidjournal.com

RFID. Transportes e Outros Setores. Edson Perin editor. http://brasil.rfidjournal.com RFID Transportes e Outros Setores Edson Perin editor Radio Frequency Identification ou Identificação por Radiofrequência O que é RFID? Palavras recorrentes Chip, inlay Antena Tag, etiqueta Leitor, interrogador

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2010

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2010 Contas Regionais do Brasil 2010 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 28,1 Indústria extrativa 3,0 Indústrias de transformação 16,2 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 492. O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte

LEI COMPLEMENTAR Nº 492. O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte LEI COMPLEMENTAR Nº 492 Institui o Programa de Parcerias Público- Privadas do Estado do Espírito Santo e dá outras providências. Lei: O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa

Leia mais

TOTAL - FISCAL 931.387 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 931.387

TOTAL - FISCAL 931.387 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 931.387 ORGAO : 22000 - MINISTERIO DA AGRICULTURA, PECUARIA E ABASTECIMENTO UNIDADE : 22211 - COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB 0901 : CUMPRIMENTO DE SENTENCAS JUDICIAIS 931.387 931.387 931.387 F 3 1

Leia mais

CLEUSA REGINA HALFEN Presidente do TRT da 4ª Região/RS

CLEUSA REGINA HALFEN Presidente do TRT da 4ª Região/RS 1624/2014 Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região 2 A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições, e considerando o que consta no PA nº 0008096-80.2014.5.04.0000,

Leia mais

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016 Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 30, DE 26 DE JANEIRO DE 2016 Amplia o Programa Idiomas sem Fronteiras. O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o art.

Leia mais

Governança na prática: a Agenda de Ações para Modernização e Melhoria da Gestão Pública no Governo Federal

Governança na prática: a Agenda de Ações para Modernização e Melhoria da Gestão Pública no Governo Federal Governança na prática: a Agenda de Ações para Modernização e Melhoria da Gestão Pública no Governo Federal Valter Correia da Silva Chefe da Assessoria Especial para Modernização da Gestão Gabinete da Ministra

Leia mais

I - território nacional, compreendendo as águas continentais, as águas interiores e o mar territorial;

I - território nacional, compreendendo as águas continentais, as águas interiores e o mar territorial; DECRETO Nº 4.810, DE 19 DE AGOSTO DE 2003. Estabelece normas para operação de embarcações pesqueiras nas zonas brasileiras de pesca, alto mar e por meio de acordos internacionais, e dá outras providências.

Leia mais

Logística e desenvolvimento regional PRISCILA SANTIAGO

Logística e desenvolvimento regional PRISCILA SANTIAGO Logística e desenvolvimento regional PRISCILA SANTIAGO Brasília, 27 de agosto de 2013 O setor de transporte no Brasil Agente indutor de desenvolvimento e integração; Histórico de baixos investimentos em

Leia mais

MODAL FERROVIÁRIO DE CARGA

MODAL FERROVIÁRIO DE CARGA Rodrigo Vilaça Diretor-Executivo da ANTF São Paulo, dia 11 de maio de 2010 MODAL FERROVIÁRIO DE CARGA Fórum de Transporte Multimodal de Cargas Os entraves na Multimodalidade e a Competitividade Associação

Leia mais

Auditoria de Programas e Equipamentos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

Auditoria de Programas e Equipamentos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Auditoria de Programas e Equipamentos de Tecnologia da Regulamentação do Decreto nº 8.135/2013 Onde Estamos e Onde Queremos Chegar Anderson S. Araújo, M.Sc Analista em TI Ministério do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Plano BrasilMaior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer.

Plano BrasilMaior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer. Plano BrasilMaior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Foco e Prioridades Contexto Dimensões do Plano Brasil Maior Estrutura de Governança Principais Medidas Objetivos Estratégicos e

Leia mais

Capacitação de Recursos Humanos em Pesquisa e Desenvolvimento para o Setor de Tecnologia da Informação (CT-Info)

Capacitação de Recursos Humanos em Pesquisa e Desenvolvimento para o Setor de Tecnologia da Informação (CT-Info) Programa 0465 Sociedade da Informação Objetivo Universalizar o acesso e a inclusão de todos os brasileiros na sociedade da informação Justificativa Público Alvo Produtores e usuários do conhecimento, empresas

Leia mais

ANEXO VIII DESMEMBRAMENTO DOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS DA ANTT

ANEXO VIII DESMEMBRAMENTO DOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS DA ANTT ANEXO VIII DESMEMBRAMENTO DOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS DA ANTT 1. Fiscalização Técnica ANEXO VIII DESMEMBRAMENTO DOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS DA ANTT 1.1 Fiscalização da exploração de rodovias 1.1.1

Leia mais

Intermodalidade e Multimodalidade? Existem diferenças entre. Então qual a diferença?

Intermodalidade e Multimodalidade? Existem diferenças entre. Então qual a diferença? Intermodalidade e Multimodalidade Existem diferenças entre Intermodalidade e Multimodalidade? As duas não são irmãs como muitos acreditam, sendo apenas primas, pois embora partam de uma mesma matriz, tomam

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico. Março de 2009

Conhecimento de Transporte Eletrônico. Março de 2009 Conhecimento de Transporte Eletrônico Março de 2009 Histórico do Projeto Sucesso da implantação do projeto Nota Fiscal Eletrônica iniciado em 2005; Nov/2006 III Encontro Nacional de Administradores Tributários

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DECRETO Nº 45.463, de 30 de agosto de 2010 Dispõe sobre a política de aquisição e locação de bens e contratação de serviços da Família Frota de Veículos, cria o Comitê Executivo de Gestão Estratégica de

Leia mais

CISPED 2013. Álvaro Bahia. Coord Técnico Sistema NF-e. Coordenação Técnica

CISPED 2013. Álvaro Bahia. Coord Técnico Sistema NF-e. Coordenação Técnica CISPED 2013 Álvaro Bahia Coord Técnico Sistema NF-e Coordenação Técnica Tema de Nossa Palestra! Projeto A Terceira Geração da NF-e O Que há de novo por vir? Projeto Visão da Diretoria e Controladores das

Leia mais

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013 QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL Agosto de 2013 PRINCIPAIS CADEIAS PRODUTIVAS Soja, milho e bovinos AGROPECUÁRIA AÇÚCAR E ÁLCOOL Soja, milho e bovinos Cana de açúcar MINERAÇÃO E SIDERURGIA

Leia mais

NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL. Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza

NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL. Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza REFORMA DO SETOR PORTUÁRIO Lei n 12.815, de 05 de Junho de 2013 SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR

Leia mais

Superintendência de Serviços de Transporte de Cargas SUCAR Gerência de Transporte Ferroviário de Cargas - GEFER EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO

Superintendência de Serviços de Transporte de Cargas SUCAR Gerência de Transporte Ferroviário de Cargas - GEFER EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO Superintendência de Serviços de Transporte de Cargas SUCAR Gerência de Transporte Ferroviário de Cargas - GEFER EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE FERROVIÁRIO Brasília, agosto de 2012 Apresentação A Agência Nacional

Leia mais

Aprendendo a Exportar Seguro de Crédito à Exportação e Regimes Aduaneiros Logex

Aprendendo a Exportar Seguro de Crédito à Exportação e Regimes Aduaneiros Logex Aprendendo a Exportar Seguro de Crédito à Exportação e Regimes Aduaneiros Logex Grupo Danilo Correia, Caê Matta, Ágata Takara, Augusto Rinaldi, Felipe Marinoni, Isabella Lucas, Heitor Guimarães, Rafael

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES TRANSPORTE NO BRASIL. Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES TRANSPORTE NO BRASIL. Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006 AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES 1 TRANSPORTE NO BRASIL Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006 2 1 ROTEIRO GERAL DA PALESTRA 1) Função Transporte e Eficiência; 2) Considerações

Leia mais

VALEC POLÍTICA AMBIENTAL. Título: POLÍTICA AMBIENTAL Identificador: POL 5.03.01.16-001. Proponente: DIPLAN. Folha: 1 / 12.

VALEC POLÍTICA AMBIENTAL. Título: POLÍTICA AMBIENTAL Identificador: POL 5.03.01.16-001. Proponente: DIPLAN. Folha: 1 / 12. POL 5.3.1.16-1 1 / 12 POL 5.3.1.16-1 2 / 12 POL 5.3.1.16-1 3 / 12 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. DA VALEC S.A.... 6 3. OBJETIVOS PROPOSTOS E METAS PARA O PRIMEIRO ANO... 7 4. NORMAS AMBIENTAIS PROPOSTAS...

Leia mais

Conheça o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED

Conheça o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED Conheça o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED Apresentação Instituído pelo Decreto n º 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o projeto do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte

Leia mais

Intelligent Transportation Systems

Intelligent Transportation Systems Intelligent Transportation Systems Mauricio Consulo Diretor America Latina Clever Devices - Overview Sede em Nova Iorque, EUA. Provedora de sistemas de informações digitais, Sistemas de Inteligentes de

Leia mais

PLANO ESTADUAL DA CULTURA. Matriz Situacional da Cultura

PLANO ESTADUAL DA CULTURA. Matriz Situacional da Cultura PLANO ESTADUAL DA CULTURA Matriz Situacional da Cultura Fórum de Planejamento Regional Cidade Sede: Aranranguá 29 e 30 de agosto de 2012 Priorização de Diretrizes e Ações Objetivo: Discussão da proposta

Leia mais

TRANSPORTE E LOGÍSTICA

TRANSPORTE E LOGÍSTICA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA AGENDA TRANSPORTE E LOGÍSTICA 2015 Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina Glauco José Côrte Presidente da FIESC Mario Cezar de Aguiar

Leia mais

Projeto Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias e outros

Projeto Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias e outros Projeto Brasil-ID - Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias e outros IV Fórum SPED São Paulo, 22 e 23 de junho Eudaldo Almeida de Jesus Coordenador do Geral do ENCAT eudaldoaj@yahoo.com.br

Leia mais

PLATAFORMA LOGÍSTICA MULTIMODAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE

PLATAFORMA LOGÍSTICA MULTIMODAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE Fórum Nacional de Logística Belo Horizonte, 09 de novembro de 2011 PLATAFORMA LOGÍSTICA MULTIMODAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE: DESAFIOS E OPORTUNIDADES Paula de Medeiros Andrade Secretaria

Leia mais

EDITAIS: MARÇO DE 2015

EDITAIS: MARÇO DE 2015 DATA LIMITE DE ENVIO OBJETO QUEM PODE PROPOR ÓRGÃO FINANCIADOR LINK DO EDITAL 11/3/2015 Edital 24/2014 Apoio à Publicação Cientifica e/ou Tecnológica tem por finalidade incentivar o incremento das publicações

Leia mais

Intermodal 2015 CABOTAGEM NO BRASIL

Intermodal 2015 CABOTAGEM NO BRASIL Intermodal 2015 CABOTAGEM NO BRASIL São Paulo, 07 de abril de 2015 Fernando Fonseca Diretor da ANTAQ Definição legal da navegação de cabotagem BAHIA Art. 2º, IX navegação de cabotagem: a realizada entre

Leia mais

Seminário. Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços

Seminário. Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços Seminário Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços Santa Maria/RS 01/10/2013 A Finep. A FINEP Agência Brasileira da Inovação - é uma empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério

Leia mais

PROJETO DE LEI N 3476/04 EMENDA DE PLENÁRIO N

PROJETO DE LEI N 3476/04 EMENDA DE PLENÁRIO N PROJETO DE LEI N 3476/04 Dispõe sobre incentivos à inovação. EMENDA DE PLENÁRIO N Acrescente-se ao PL os seguintes dispositivos, renumerando os atuais Capítulo VII como IX e os artigos 24 a 27 como 37

Leia mais

Cartilha do. de TI. - com ênfase na segurança das informações. Assessoria de Segurança da Informação e Governança de TI

Cartilha do. de TI. - com ênfase na segurança das informações. Assessoria de Segurança da Informação e Governança de TI Cartilha do gestor de solução de TI - com ênfase na segurança das informações Assessoria de Segurança da Informação e Governança de TI Apresentação O sucesso da atuação do Tribunal de Contas da União depende

Leia mais

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP Programa de Investimentos, Arrendamentos e TUPs, e o Potencial do Pará como novo Corredor de Exportação LUIS CLAUDIO S. MONTENEGRO Diretor de Informações Portuárias SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição, tendo

Leia mais

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades

balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades balanço 1Oº março >> junho 2014 A gente FAZ um brasil de oportunidades Metrô de Salvador Linha 1 Trecho Lapa - Acesso Norte Salvador BA apresentação O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) completa

Leia mais

Política Nacional de Mobilidade Urbana - LEI nº 12.587/2012

Política Nacional de Mobilidade Urbana - LEI nº 12.587/2012 Política Nacional de Mobilidade Urbana - LEI nº 12.587/2012 Natal/RN, 18 de março de 2013 Ministério das Cidades - MCidades Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana SeMob Departamento de Cidadania e Inclusão

Leia mais

Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Carga TRANSPORTE E LOGÍSTICA NO BRASIL VISÃO DO SETOR PRIVADO

Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Carga TRANSPORTE E LOGÍSTICA NO BRASIL VISÃO DO SETOR PRIVADO Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Carga TRANSPORTE E LOGÍSTICA NO BRASIL VISÃO DO SETOR PRIVADO SEMINÁRIO SOBRE TRANSPORTE E LOGÍSTICA BANCO MUNDIAL / MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Eng Luis

Leia mais

SOBRE A TECNOLOGIA RFID

SOBRE A TECNOLOGIA RFID SOBRE A TECNOLOGIA RFID (*) - RFID Identificação por Rádio Freqüência Usa antenas que lêem e gravam informações em chips para monitoramento de ativos pessoas ou objetos fixos ou móveis. A tecnologia RFID

Leia mais

XXX Congreso Internacional ITS ARGENTINA. Eng. Civil Chequer Jabour Chequer, M.Sc Presidente do ITS Brasil

XXX Congreso Internacional ITS ARGENTINA. Eng. Civil Chequer Jabour Chequer, M.Sc Presidente do ITS Brasil XXX Congreso Internacional ITS ARGENTINA Eng. Civil Chequer Jabour Chequer, M.Sc Presidente do ITS Brasil 3 al 6 Noviembre Buenos Aires Argentina 2014 ATIVIDADES PLANEJADAS E EXECUTADAS PELO BRASIL 1.0

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

Ações do Ministério das Comunicações

Ações do Ministério das Comunicações Ações do Ministério das Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Brasília, março de 2012. Crescimento do setor alguns destaques Serviço Número de Acessos Taxa de Crescimento

Leia mais

A implantação da Nota Fiscal Eletrônica NF-e e seus Benefícios à empresa e a sociedade.

A implantação da Nota Fiscal Eletrônica NF-e e seus Benefícios à empresa e a sociedade. A implantação da Nota Fiscal Eletrônica NF-e e seus Benefícios à empresa e a sociedade. Cristiane Mamede Gislene Medrado Hapoliana Batista Lindemberg Ruiz Centro Universitário Candido Rondon Unirondon

Leia mais

Esfera: 10 Função: 20 - Agricultura Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 22101 - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Esfera: 10 Função: 20 - Agricultura Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 22101 - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Programa 0360 Gestão da Política Agropecuária Numero de Ações 11 Ações Orçamentárias 10HD Implantação do Projeto de Melhoria da Infra-estrutura da Sede do MAPA Produto: Projeto implantado Unidade de Medida:

Leia mais

GPS da Indústria. Medidas Legais. De 21 a 25 de fevereiro de 2011

GPS da Indústria. Medidas Legais. De 21 a 25 de fevereiro de 2011 GPS da Indústria Medidas Legais De 21 a 25 de fevereiro de 2011 1 Mauro Borges Lemos Presidente Maria Luisa Campos Machado Leal Diretora Clayton Campanhola Diretor Otávio Silva Camargo Chefe de Gabinete

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Seminário Banda Larga no Brasil e os direitos dos consumidores Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, maio de

Leia mais

O Congresso Nacional decreta:

O Congresso Nacional decreta: Autoriza o Poder Executivo federal a instituir serviço social autônomo denominado Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural - ANATER e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

Veja a íntegra da lei 12.587/2012. Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012.

Veja a íntegra da lei 12.587/2012. Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012. A presidente Dilma Rousseff sancionou com vetos a lei nº 12.587/2012, que institui no país as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, publicada no DOU (Diário Oficial da União), nesta quarta-feira

Leia mais

MANUAL DE GOVERNANÇA PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO COMPETITIVO PARA A CADEIA DE VALOR DA INDÚSTRIA NACIONAL DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

MANUAL DE GOVERNANÇA PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO COMPETITIVO PARA A CADEIA DE VALOR DA INDÚSTRIA NACIONAL DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL 1 MANUAL DE GOVERNANÇA PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO COMPETITIVO PARA A CADEIA DE VALOR DA INDÚSTRIA NACIONAL DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL OBJETIVOS DO MANUAL Elaborar Manual de Governança Específico para cada

Leia mais

Logística e infraestrutura para o escoamento da produção de grãos no Brasil

Logística e infraestrutura para o escoamento da produção de grãos no Brasil Logística e infraestrutura para o escoamento da produção de grãos no Brasil Denise Deckers do Amaral 1 - Economista - Assessora Técnica - Empresa de Planejamento e Logística - EPL, Vice Presidente da Associação

Leia mais

Gestão patrimonial e a Lei de Responsabilidade Fiscal na Contabilidade Pública, utilizando um software com tecnologia

Gestão patrimonial e a Lei de Responsabilidade Fiscal na Contabilidade Pública, utilizando um software com tecnologia Gestão patrimonial e a Lei de Responsabilidade Fiscal na Contabilidade Pública, utilizando um software com tecnologia O conceitos e as determinações legais que norteiam as gestões de patrimônio e almoxarifado

Leia mais

OFICINA DE SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTE NTU 2014 Os desafios do ITS no Brasil CT ITS da ANTP TENDÊNCIAS EM CURSO

OFICINA DE SISTEMAS INTELIGENTES DE TRANSPORTE NTU 2014 Os desafios do ITS no Brasil CT ITS da ANTP TENDÊNCIAS EM CURSO TENDÊNCIAS EM CURSO Bilhetagem e Tarifação Eletrônica Planejamento, Gestão e Monitoramento Telemetria, Monitoramento por Imagens e Sensoriamento Informação ao usuário Priorização e Gestão do Tráfego Implantação

Leia mais

CUSTOS LOGÍSTICOS NO BRASIL 2014. Logística, Supply Chain e Infraestrutura. Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura

CUSTOS LOGÍSTICOS NO BRASIL 2014. Logística, Supply Chain e Infraestrutura. Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura CUSTOS LOGÍSTICOS NO BRASIL 2014 Logística, Supply Chain e Infraestrutura Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura Autores Paulo Tarso Vilela de Resende Paulo Renato de Sousa Bolsistas Fapemig

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Audiência Pública CCTCI/Câmara dos Deputados PROJETOS E AÇÕES DO MINISTÉRIO PARA O ANO DE 2013 Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília, 24 de abril de 2013 Dados setoriais 2 O

Leia mais

Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná.

Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná. Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná. Artigo 1. Fica instituída a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária

Leia mais

Nos trilhos do progresso

Nos trilhos do progresso Nos trilhos do progresso brasil: polo internacional de investimentos e negócios. Um gigante. O quinto maior país do mundo em extensão e população e o maior da América Latina, onde se destaca como a economia

Leia mais

2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística

2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística 2o. Congresso Brasileiro de Supply Chain & Logística O Grande Desafio do Supply Chain e da Logística: o limite da Infraestrutura Brasileira 23 E 24 DE MARÇO HILTON MORUMBI SÃO PAULO, Brasil WTG-World Trade

Leia mais

Projeto de Disseminação da Informação para ME e EPP no Brasil Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação

Projeto de Disseminação da Informação para ME e EPP no Brasil Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação Projeto de Disseminação da Informação Ação conjunta Secretaria Técnica e Comitê Informação Introdução Detalhamento da Proposta do Projeto Estratégia e desenvolvimento tático Atividades e ações Resultados

Leia mais

LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012.

LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012. LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana; revoga dispositivos dos Decretos-Leis n os 3.326, de 3 de junho de 1941, e 5.405, de 13 de abril

Leia mais

0267 - Equalização de Juros para Promoção das Exportações - PROEX (Lei nº 10.184, de 2001)

0267 - Equalização de Juros para Promoção das Exportações - PROEX (Lei nº 10.184, de 2001) Programa 2024 - Comércio Exterior Número de Ações 13 Tipo: Operações Especiais 0027 - Cobertura das Garantias Prestadas pela União nas Operações de Seguro de Crédito à Exportação (Lei nº 9.818, de 1999)

Leia mais

A A Mineração e o Novo Cenário Socioeconômico Painel 3: A Infraestrutura no Brasil e a Expansão da Produção dos Bens Minerais José de Freitas Mascarenhas Vice-Presidente e Presidente do Coinfra (CNI) Belo

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Page 1 of 7 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.958, DE 26 DE JUNHO DE 2009. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências.

Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências. Lei nº 18995 DE 03/09/2015 Norma Estadual - Goiás Publicado no DOE em 08 set 2015 Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências. A Assembleia Legislativa do Estado de

Leia mais

Histórico. n n. n n. n n

Histórico. n n. n n. n n Agosto 2015 Histórico 1994 Zetax abre centro de P&D em Campinas 1997 Batik abre centro de P&D em Belo Horizonte 1999 Lucent adquire Zetax e Batik 2000 Unificação dos centros de P&D como FITec 2001 FITec

Leia mais

Identificação de produtos via RFID

Identificação de produtos via RFID Identificação de produtos via RFID As capacidades do Centro von Braun em desenvolver e fornecer soluções para identificação e rastreabilidade de produtos desde sua fabricação até o consumo final Our mission

Leia mais