LECTIO DIVINA Domingo V da Páscoa Ano B

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LECTIO DIVINA Domingo V da Páscoa Ano B"

Transcrição

1 LECTIO DIVINA Domingo V da Páscoa Ano B Autor: Ricardo Grzona e Cristian Buiani, frpo Tradução: Adriano Israel (PASCOM) PRIMEIR LEITURA: Atos dos Apóstolos 9, SALMO RESPONSORIAL: Salmo 21 SEGUNDA LEITURA: 1 São João 3,18-24 Invocação ao Espírito SAnto Vem Espírito Santo, Vem em nossas vidas, em nossos corações, em nossas conciências, Move nossa inteligência e nossa vontade para entender o que o Pai quer dizer-nos através de seu Filho, Jesus Cristo Que tua Palavra chegue a toda nossa vida e faça vida em nós. Amém TEXTO BIBLICO: João 15, 1-8 Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto 1

2 1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; 2 e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto. 3 Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado. 4 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. 5 Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6 Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á. 7 Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito. 8 Nisto é glorificado meu Pai, para que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos. Estudo Bíblico. 1.- LEITURA: O que diz o Texto? BIBLIA AVE-MARIA Este domingo, o quinto da Páscoa, oramos com o texto do Evangelista São João. Recordamos em primeiro lugar que este Evangelho tinha como destinatários as comunidades cristãs da Asia Menor, e gira em torno do tema fundamental: Jesus, o enviado de Deus. Embora este Evangelho apresente grandes elementos ou imagens, entre elas a água, o vinho, o pão, o pastor; ; no Evangelho deste domingo está presente a imagem da vieira. No antigo testamento a vinha era a imagem que representa o povo de Israel, a Esposa, eleita e cuidada por Deus ao longo da história. Ao ler, Isaías 5, 1-7, encontramos o poema da vinha, o profeta começa ressaltando o amor ela, e culmina inesperadamente condenando seu pecado. Isto é uma prefiguração da infidelidade da Esposa para com Deus, da qual se esperava muitos e bons frutos que não soube dar o resultado esperado. É por isso que no Novo Testamento a videira já não é imagem de Israel, mas é identificada com os vinhateiros homicidas (Marcos 12, 1-12). Aqueles que como expresso, mataram os profetas que o Pai enviou. O Evangelho de hoje começa dizendo: Eu sou a Videira Verdadeira, lembremos que a expressão Eu Sou expressava a identidade de Eus e vinculava a seu nome, como o Ser supremo a qualquer outro. É o nome que Deus disse a Moisés quando o perguntou quem era e este respondeu Eu Sou (que em hebreu é escrito com quatro consoantes YHWH) Jesus é a Videira verdadeira, o Filho de Deus se identifica com a Videira, ele mesmo se converteu na videira, se deixou plantar na terra por seu Pai, o vinhateiro; para dar vida nele. Os ramos são as ramas 2

3 da videira, de onde brotam folhas e aglomerados, que dizer os frutos. Se estes não estão unidos ao tronco principal, a seiva da planta não chega e, portanto, não produz nem folhas nem frutos. Chegado o momento oportuno, o vinhateiro poda os ramos, isto implica dor e perda, mas é necessário para que cresçam com força e produzam mais frutos. A centralidade do Evangelho de hoje, que nos coloca no lugar dos ramos, e ao Senhor como a Videira verdadeira, é um convite a permanecer aderidos ao Pai, porque os ramos para dar frutos têm que estar unidos à Videira, ao contrário secam e não dão frutos, porque são recolhidos e atirados ao fogo. A Viedeira e os ramos, é a figura da vida em Cristo. Os discípulos do Senhor serão reconhecidos por seus frutos, esta é a Glória de Deus. Reconstruimos el texto: 1. Como começa este relato? 2. Quem Jesus diz que é a Videira verdadeira? 3. Quem é o vinhateiro? O que ele faz? 4. Qual é o convite que Jesus faz? 5. Por que é fundamental que o ramo esteja unido à Videira? 6. O que acontece com aquele que não permanece na Videira? E com aquele que permanece? 7. Em que consiste a Glória de Deus? 2.- MEDITAÇÃO: O que o texto me ou nos diz? Façamos algumas perguntas para aprofundar mais esta Palavra de Salvação: 1. Sou consciente de que pelo batismo fui configurado partícipe da Missão de Cristo, a Videira verdadeira? 2. Como é minha permanência no Senhor: é uma permanência comodista e passiva? Ou, pelo contrário, é uma permanência no amor, que me leva a comunicar às bondades do Senhor? 3. Que classe de ramo sou? Sou um ramo vigoroso, que transporta e comunica Vida? Sou um ramo quebradoe que seca por causa do pecado, quer dizer, afasta-se da Videira? 4. Em que momento da minha vida experimentei que fui podado pelo Senhor? O que deixou de existir por causa da poda? O que foi que deixou de existir por causa da poda? O que mudou em mim? Entendi que a poda é necessária para poder dar frutos? 3

4 5. A Glória de Deus consiste em ser discípulos e que estes deem bons frutos. Ao examinar minha missionariedade discipular sou ramo estéril ou fértil? Quais são os frutos que dou ao Senhor? Quais são os frutos que devo dar, porém não cheguei a fazê-lo? 6. Tenho presente que quem colhe meus frutos é Deus Pai, o vinhateiro? De que maneira ele me desafia a isto? 3.- ORAÇÃO: O que digo ou dizemos a Deus? Orar é responder ao Senhor que nos fala primeiro. Estamos querendo escutar sua Palavra Salvadora. Esta Palavra é muito diferente a que o mundo nos oferece e é o momento de dizer algo ao Senhor. QUERO SER RAMO DE TUA VINHA, SENHOR Quero ser ramo verdadeiro, ramo que permanece ligado à folha que o sustenta, e que por ela recebe o alimento para manter-se vivo e fecundo. Quero ser o ramo que se limpa de tudo aquilo que o ameaça de arrancá-lo da videira, que se alimenta da seiva verdadeira para fertilizar-se e dar frutos formosos. Quero ser o ramo que recebe a poda necessária para ficar sempre bem enxertado na videira, sem perigo de ser arrancado pelos temporais, pela seca ou ervas daninhas que o destroem e distanciam de seu tronco verdadeiro. Quero ser enxerto teu, Deus meu, para que nunca tua Graça fique cortada no caminho do meu coração, e sempre esteja regado por tuas bênçãos e tua compaixão. Quero ser o ramo que vive de sua Vinha e que dá os frutos que a Vinha espera. Bons frutos que saciam a fome e a sede dos que se aproximam dela. Amém. Façamos um momento de silêncio e reflexão para responder ao Senhor. Hoje damos graça por sua ressurreição e porque nos enche de alegria. Acrescentos nossas intenções na oração. 4

5 4.- CONTEMPLAÇÃO: Como interiorizo ou interiorizamos a Palavra de Deus? Para o momento da contemplação podemos repetir várias vezes este versículo do Evangelho para que vá entrando em nossa vida, em nosso coração. Permanecei em mim e eu permanecerei em vós (Versículo 4) E assim, vamos pedindo ao Senhor ser testemunhas da ressurreição para que outros creiam. 5.- AÇÃO: A que me comprometo ou nos comprometemos com Deus? Deve haver uma mudança notável em minha vida. Se não mudo, então, porque não sou um cristão verdadeiro. Se estou só, volto a ler detalhadamente às leituras. E penso em uma ação concreta, para fazer verdadeira a palavra do dia de hoje. Uma ação que me leve a ser ramo vigoroso, que comunique a beleza e alegria da vida em Cristo, a Videira verdadeira. Para isso posso visitar enfermos, visitar aqueles privados de liberdade ou realizar uma obra de caridade, que é o fruto que darei para responder ativamente a Palavra de Deus. Em grupo, propomos uma ação ou atividade em comum que nos identifique como discípulos de Jesus, recordemos que isto é a Glória do Pai, e em dar frutos. Neste tempo Pascoal é um bom momento para ser testemunhas da alegria da ressurreição. Nos atrevamos a comunicar a alegria do Evangelho. Visitaremos como grupo a alguma família que necessite de ajuda em sua casa, como reparos, limpeza, alguma atividade humilde. Ou também visitar órfãos, enfermos... algo que demonstre que sim, somos testemunhas de Cristo. 5

LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B

LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B LECTIO DIVINA DOMINGO DO BAUTISMO DE JESUS ANO B Hno. Ricardo Grzona, frp Tradução: Adriano Israel (PASCOM/Ceará-Mirim-RN) PRIMEIRA LEITURA: Isaías 55, 1-11 Salmo Responsorial: Salmo Lemos Isaías 12, 2-6

Leia mais

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós!

Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! CELEBRAÇÃO DO 5º DOMINGO DA PÁSCOA 03 de maio de 2015 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós! Leituras: Atos 9, 26-31; Salmo 22; Primeira Carta de João 3, 18-24; João 15, 1-8. COR LITÚRGICA: BRANCA

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe.

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe. NOVENA O verdadeiro crente deve conscientizar-se da importância da oração em sua vida. O senhor Jesus disse : Rogai sem cessar ; quando fazemos uma novena que é uma de oração, estamos seguindo um ensinamento

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

Missa - 10/5/2015. Entrada

Missa - 10/5/2015. Entrada Missa - 10/5/2015 ntrada m F#m 1. Todos unidos formamos um só corpo, um povo que na Páscoa nasceu. G Membros de Cristo, no sangue redimidos, Igreja peregrina de eus. m F#m Vive conosco a força do spírito,

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA Assim nós invocamos a presença de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Hino: HPD II 330 Abraço de

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

LECTIO DIVINA 26 de julho de 2015 Domingo XVII do Tempo Comum Ano B. O mais bonito que o pão tem é poder ser partido e repartido. D.

LECTIO DIVINA 26 de julho de 2015 Domingo XVII do Tempo Comum Ano B. O mais bonito que o pão tem é poder ser partido e repartido. D. Perguntas para a reflexão pessoal Perante as necessidades com que me deparo, predisponho-me a dar da minha pobreza, a pôr generosamente à disposição o que sou e o que tenho? Acredito no potencial dos outros,

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

Curso Bíblico. Lição 7 FAZEI DISCÍPULOS

Curso Bíblico. Lição 7 FAZEI DISCÍPULOS Curso Bíblico Lição 7 Lembre-se que é da vontade de Deus que todos os homens se salvem: Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

Roteiro 3 João Batista, o precursor

Roteiro 3 João Batista, o precursor FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 3 João Batista, o precursor Objetivo Identificar a missão de João

Leia mais

A primeira razão pela qual Jesus chamou os discípulos foi para que estivessem consigo para que tivesses comunhão com Ele.

A primeira razão pela qual Jesus chamou os discípulos foi para que estivessem consigo para que tivesses comunhão com Ele. 1 Marcos 3:13 «E (Jesus) subiu ao Monte e chamou para si os que ele quis; e vieram a ele. E nomeou doze para que estivessem com ele e os mandasse a pregar, e para que tivessem o poder de curar as enfermidades

Leia mais

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem?

O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? O Batismo nas Águas O que é o batismo nas águas? Por que o fazemos? Como deve ser ministrado, quando e para quem? É UMA ORDENANÇA DE JESUS O batismo é uma ordenança clara de Jesus para todo aquele que

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Sola Scriptura Somos diferentes?

Sola Scriptura Somos diferentes? Sola Scriptura Somos diferentes? Introdução: 3 pilares da Reforma Protestante: sola Scriptura, sola fide, sola gratia Mesmo em forma de afirmação, cada pilar também é negação. Por exemplo, a expressão,

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20)

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20) DEZEMBRO 2014 Editorial Chegamos ao último mês do ano, um mês especial onde ainda temos a oportunidade de nos aproximarmos mais Dele, que é o Natal, período de nascimento de Cristo. O movimento Pólen nos

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

No entanto, por mais dedicado, íntegro e capacitado que um líder ou pastor seja, jamais chegará, se quer, aos pés do Senhor Jesus.

No entanto, por mais dedicado, íntegro e capacitado que um líder ou pastor seja, jamais chegará, se quer, aos pés do Senhor Jesus. A sociedade, em todas as nações, encontra-se doente. A maioria das pessoas tem a alma enferma. Nesses últimos dias, o que tem acontecido no Sebastião Norões, tem nos mostrado que até as crianças estão

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments)

Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments) Capítulo Vinte e Três (Chapter Twenty-Three) Os Sacramentos (The Sacraments) Jesus só deu à Igreja dois sacramentos: batismo nas águas (veja Mt. 28:19) e a Santa Ceia (veja 1 Co. 11:23-26). Estudaremos

Leia mais

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória,

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória, Livro 1 página 57 Lição Oito O Culto a Deus Que É Culto? O culto é o ato de reconhecer a Deus por quem Ele é. Inclui uma atitude de reverência, devoção e adoração da parte da pessoa que pensa acerca de

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9

SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9 SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9 Hino inicial = 13. Hino final = 303. IASD Central = 02/07/2011. INTRODUÇÃO Bom dia! Convidamos você a abrir sua Bíblia no Evangelho de São João, capítulo

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA

EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA HORA SANTA EUCARÍSTICA EUCARISTIA PÃO DE VIDA NOVA O texto inspira-se no da Comissão Pastoral-Missionária do Grande Jubileu do Ano 2000, editado entre nós com o título Eu sou a vida do mundo (Paulinas,

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

Dia 23 de Janeiro - Domingo

Dia 23 de Janeiro - Domingo Comunidade de Católicos Brasileiros Diocese de Arlington, Virginia EUA Leituras da missa para o domingo dia 23 de janeiro de 2011 III DOMINGO DO TEMPO COMUM Dia 23 de Janeiro - Domingo Antífona da entrada:

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP-

ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- 1 ASSOCIAÇÃO DOS COLABORADORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO -ACHUAP- DIA 15.06.2010 MOMENTO ORANTE ECUMÊNICO PELA PASSAGEM DO 59º ANIVERSÁRIO DA ACHUAP (para propiciar momento de silêncio e

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

TEXTO BÍBLICO: Lucas 9, 51-52

TEXTO BÍBLICO: Lucas 9, 51-52 LECTIO DIVINA Domingo 27 de Junho de 2010 13º Domingo do Tempo Comum Ano C A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho. Salmo 119,105 Os samaritanos não recebem TEXTO

Leia mais

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim

Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim 5º DOMINGO DA PÁSCOA 18 de maio de 2014 Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim Leituras: Atos 6, 1-7; Salmo 32 (33), 1-2,4-5.18-19; Primeira Carta de Pedro 2, 4-9; João

Leia mais

SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO

SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO Quinta-feira depois da Santíssima Trindade ou no Domingo seguinte SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO Solenidade LEITURA I Ex 24, 3-8 «Este é o sangue da aliança que Deus firmou convosco» Leitura do Livro

Leia mais

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D.

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

Prédica sobre texto do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo o evangelista Marcos 12.28-34. Falar mais do amor de Deus

Prédica sobre texto do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo o evangelista Marcos 12.28-34. Falar mais do amor de Deus Prédica sobre texto do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, segundo o evangelista Marcos 12.28-34. Falar mais do amor de Deus Prezada comunidade! O tema de nosso culto é Falar mais do amor de Deus.

Leia mais

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11 Batismo do Senhor Homilia comentada para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Mc 1,7-11 1. Introdução. Cenário. O tema do Batismo do Senhor poderia ser definido como construir uma igreja para

Leia mais

3º trimestre da caminhada sinodal PROPOSTA PARA JOVENS

3º trimestre da caminhada sinodal PROPOSTA PARA JOVENS 3º trimestre da caminhada sinodal PROPOSTA PARA JOVENS Esta é uma proposta de trabalho para grupos de jovens. Pretende-se que, a partir da Palavra e da reflexão acerca do seu próprio encontro com Jesus,

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Poesia. Palavras de Jesus

Poesia. Palavras de Jesus Poesia nas Palavras de Jesus (Ver. Preto & Branco) ( Ricardo Drummond de Melo Rio de Janeiro Primeira Edição 2012 PerSe Poesia nas Palavras de Jesus Ricardo Drummond de Melo 1ª Edição - 2012 Editora PerSe

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

LITURGIA DE ENTRADA. Prelúdio: Os passarinhos

LITURGIA DE ENTRADA. Prelúdio: Os passarinhos Prelúdio: Os passarinhos LITURGIA DE ENTRADA (Oração silenciosa individual) Acolhida: L: Jesus disse: Eu vim para servir. E Pedro falou: Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu. Bom dia

Leia mais

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus

FEB EADE - Livro III - Módulo II Roteiro 2 A autoridade de Jesus OBJETIVOS 1) Analisar em que se resume a autoridade do Cristo. 2) Esclarecer como o Espiritismo explica essa autoridade. IDEIAS PRINCIPAIS 1) Sob a autoridade moral do Cristo, somos guiados na busca pela

Leia mais

Se fizerem o que eu digo, terão paz

Se fizerem o que eu digo, terão paz Se fizerem o que eu digo, terão paz Vigília pela Paz, 2 de Abril de 2005, 21 Horas Celebrante - Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo Assembleia - Amen C. - Deus, vinde em nosso auxílio A. - Senhor,

Leia mais

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA TRILHO PEDRA VIVA ROTEIRO PARA PLANTAÇÃO DE VIDAS Um provérbio chinês nos lembra : se sua visão é para um ano, plante trigo; se sua visão é para uma década, plante árvores; se sua visão é para toda a vida,

Leia mais

Primeiros Passos na Vida Cristã

Primeiros Passos na Vida Cristã IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA D I S C I P U L A D O Primeiros Passos na Vida Cristã C a p í t u l o ADEUS 1À VIDA VELHA Discipulador: / / No Culto... APÓS O Culto... Agora você é um nascido

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ O BATISMO DO SENHOR JESUS CRISTO E O COMEÇO DE SEU MINIST ÉRIO Volume 03 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 5) VAMOS BRINCAR DE FORCA? Marque com um x na letra

Leia mais

Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus

Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus apóstolos na intimidade, falou a um grupo maior que se aproximava

Leia mais

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina.

O ÚNICO REFÚGIO ETERNO. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. Quarta-feira, 17de abril de 2013. Buenos Aires, Argentina. NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi pregada. Portanto, qualquer erro neste livreto

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I DOMINGO VII DA PÁSCOA (Onde a solenidade da Ascensão não é transferida para este Domingo). Semana III do Saltério Hi n o. Vésperas I Sa l m o d i a Salmos e cântico do Domingo III. Ant. 1 Elevado ao mais

Leia mais

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM

XV DOMINGO DO TEMPO COMUM XV DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus chamou os doze Apóstolos e começou a enviá-los dois a dois 1. Admonição de entrada 2. Entrada: Em nome do Pai Refrão: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito

Leia mais

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz Completando a coleção do quadriênio junto com o término do Planejamento IELB 2014, temos as imagens menores que apontam para os cartazes anteriores.

Leia mais

I DOMINGO DA QUARESMA

I DOMINGO DA QUARESMA I DOMINGO DA QUARESMA LITURGIA DA PALAVRA / I Gen 2, 7-9; 3, 1-7 Leitura do Livro do Génesis O Senhor Deus formou o homem do pó da terra, insuflou em suas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

PARA O BAPTISMO DAS CRIANÇAS

PARA O BAPTISMO DAS CRIANÇAS BAPTISMO DAS CRIANÇAS 301 PARA O BAPTISMO DAS CRIANÇAS Pode utilizar-se uma das fórmulas, de entre as que se propõem no Rito do Baptismo ou aqui. Também é lícito escolher vários elementos da mesma fórmula,

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

O PLANO CONTRA LÁZARO

O PLANO CONTRA LÁZARO João 12 Nesta Lição Estudará... Jesus em Betânia O Plano Contra Lázaro Jesus Entra em Jerusalém Alguns Gregos Vão Ver Jesus Anuncia a Sua Morte Os Judeus Não Crêem As Palavras de Jesus Como Juiz JESUS

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 1 Sumário Prefácio...3 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março

Leia mais

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS SOBRE ESTA REVELAÇÃO EDIFICAREI A MINHA IGREJA Mateus 16: 13 E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens

Leia mais

Seminários: para que Cristo se forme em nós!

Seminários: para que Cristo se forme em nós! Seminários: para que Cristo se forme em nós! Nesta vigília faremos um percurso pelas várias etapas da vocação. Há um dinamismo comum que se verifica em toda a nossa vida. Mais do que um momento vocacional

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B Solenidade da Assunção de Nª Senhora Admonição Inicial Cântico Inicial (Tu és o Sol) Refrão: Tu és o sol de um novo amanhecer! Tu és farol, a vida a renascer Maria! Maria! És poema de amor! És minha Mãe

Leia mais

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência.

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência. Introdução: muitos diálogos na Bíblia nos chamam a atenção. Principalmente, os que envolvem Jesus. Eles invariavelmente, nos ensinam lições, fazem exortações, nos alertam contra perigos, e até nos permitem

Leia mais

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br

Igreja Batista Renovada de Boituva www.igrejabatista.boituvasp.com.br 34 Lição 5 A Quem deve ser batizado? Antes de subir ao céu, o Senhor Jesus Cristo ordenou aos seus discípulos: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem crê e for batizado

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO 4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO O batismo nas águas é um dos passos importantes nos primeiros princípios da doutrina de Cristo. Ele não é apenas uma forma ou cerimônia sem sentido, mas uma experiência

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DEUS SE REVELA Revelação é o diálogo entre Deus e seus filhos, cuja iniciativa vem de Deus (8). A Palavra de Deus não se revela somente para

Leia mais

sinal de tristeza. Sinal de morte!

sinal de tristeza. Sinal de morte! CULTO FAMÍLIA: Reflexão sobre a morte e o luto Acreditamos que todos nós já sofremos a perda de alguém, seja familiar, amigo, vizinho ou apenas conhecido. Nos sentimos impotentes, indefesos, medrosos diante

Leia mais

1. QUAL É O MANDAMENTO?

1. QUAL É O MANDAMENTO? FAZER DISCÍPULOS Texto: Mateus 28:18-20 (18) E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. (19) Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

Lição Oito. Amando aos Outros. (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida)

Lição Oito. Amando aos Outros. (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida) Livrinho 2 Pàgina 60 Lição Oito Amando aos Outros (Desenvolvendo um Estilo Compassivo de Vida) O amor fica ao centro real do Cristianismo. Ele resume numa só palavra a própria essência da fé cristã. Foi

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

CSLD centro para desenvolvimento da vida espiritual

CSLD centro para desenvolvimento da vida espiritual *Adaptado de inúmeras versões Cristo comigo, Cristo à minha frente, Cristo atrás de mim, Cristo em mim, Cristo abaixo de mim, Cristo sobre mim, Cristo a minha direita, Cristo a minha esquerda, Cristo quando

Leia mais