SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS"

Transcrição

1 Versão Abril/2015 SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Passo a Passo: Cadastros, Configurações e Operações

2 SPED Contribuições O SPED Contribuições é um arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital - SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito privado na escrituração da contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins, nos regimes de apuração não-cumulativo e/ou cumulativo, com base no conjunto de documentos e operações representativos das receitas auferidas, bem como dos custos, despesas, encargos e aquisições geradores de créditos da não-cumulatividade. Além disso, com a Lei nº /2011, a EFD Contribuições passou a contemplar também a escrituração digital da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, incidente nos setores de serviços e industrias, no auferimento de receitas referentes aos serviços e produtos nela relacionados. Para maiores detalhes sobre a configuração do SPED Contribuições no ERP Pirâmide consultar o Manual SPED Contribuições, disponível no site da PROCENGE.

3 Passo a Passo Neste item do documento serão apresentados os procedimentos a serem realizados para a geração do arquivo SPED Contribuições a ser enviado para a Receita Federal. O passo a passo será divido em 3 (três) blocos: cadastros, configurações e operações para a geração do arquivo SPED. Em cada um dos blocos as tarefas serão agrupadas por módulo do ERP Pirâmide. 1. Cadastros Básicos Neste tópico serão descritos os cadastros que deverão ser realizados, dispostos separadamente por módulo do ERP Pirâmide. Módulo Administrador Cadastro de Empresa Rever os dados preenchidos no Cadastro da(s) Empresa(s), a fim de garantir que os dados das Abas Empresa e Contador estejam informados corretamente. Paras as empresas que atuam na Zona Franca de Manaus, o campo Inscrição SUFRAMA na Aba Empresa, deverá ser preenchido com o número da inscrição da empresa na Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA. : Cadastros - Empresa - Cadastro Atributos Informar o código da entidade na SUFRAMA no Cadastro de Fornecedor e Cadastro de Cliente, que deverá ser preenchido para os fornecedores/clientes que atuarem na Zona Franca de Manaus. Para as empresas que movimentam produtos controlados pela Agência Nacional de Petróleo deverá ser inserido o atributo para informar o código do produto na ANP, no Cadastro do Produto. Incluir um atributo para o Cadastro do Produto com a atividade econômica da empresa, para àquelas que irão efetuar a apuração de INSS. Posteriormente, associar o código deste atributo com a atividade econômica a partir do item P100-COD_ATIV_ECON da tabela adicional RAL. Associação de NDO X CFOP : Cadastros - Atributos - Cadastro Rever a associação entre a NDO e o(s) CFOP(s), a fim de identificar no Cadastro de NDO apenas o(s) CFOP(s) que deva(m) ser utilizado(s) na operação, a fim de reduzir os erros na seleção do CFOP dos itens para as Notas Fiscais de Entrada e Saída. : Cadastros - NDO - Cadastro - Aba CFOP

4 Associação de NDO X Classificação de Produto Efetuar a associação da(s) NDO(s) a ser(em) utilizada(s) nas operações de Autorização de Fornecimento, Pedido de Venda e Nota Fiscal de Saída, por cada classificação de material (tipo, classe e subclasse). Ressaltando que, este procedimento é facultativo. : Gerais - Configuração - NDO por Classificação de Produto Cadastro de CFOP Rever a configuração dos CFOP(s) cadastrados no ERP Pirâmide, a fim de garantir a associação adequada aos itens das Notas Fiscais de Entrada e Saída. : Gerais CFOP Cadastro da Observação Classificar as observações cujo tipo de observação for processo referenciado. Rever os dados informados nas observações, complementando se necessários. Adicionar novas observações, se necessário. Para este procedimento é possível utilizar a função Automação do Uso das Observações, para proporcionar a configuração de sugestões automáticas das observações na Nota Fiscal de Entrada e Nota Fiscal de Saída (menu: Módulo Administrador - Gerais - Configurações - Automação de Uso de Observação). Para esta sugestão, serão consideradas as seguintes combinações: tipo, classe, subclasse do material, produto e/ou NDO utilizados na NF. Remover as observações que não deverão ser utilizadas. : Gerais Observação Tabelas Adicionais Relacionar os dados exigidos nas tabelas adicionais RAL (Relação Atributos X SPED), SCT (Serviço Anexo Lei Complementar 116/03), SEC (Tipo de Serviço X Tabela do Ato COTEPE), TIP (Tipo de Material X Tabela do SPED). Ressaltando que, de acordo com o Guia Prático do SPED Contribuições, o relacionamento da tabela TIP não é obrigatório. : Cadastros - Tabelas Adicionais Módulo Estoque Tipo de Material Informar a identificação do bem associada ao tipo no Cadastro do Tipo de Material, de acordo com a classificação disponibilizada pela Receita Federal para o SPED Contribuições. : Cadastros - Classificação de Material - Tipo Cadastro Classe de Material Informar a identificação do bem associada à classe no Cadastro do Tipo de Material, de acordo com a classificação disponibilizada pela Receita Federal para o SPED Contribuições. : Cadastros - Classificação de Material Classe

5 Subclasse de Material Informar a identificação do bem associada à subclasse no Cadastro do Tipo de Material, de acordo com a classificação disponibilizada pela Receita Federal para o SPED Contribuições. Cadastro da Unidade de Medida : Cadastros - Classificação de Material Subclasse Rever se a(s) unidade(s) de medida utilizada(s) para a compra, venda e estocagem dos produtos está(ão) cadastrada(s) devidamente. Cadastro dos Fatores de Conversão : Cadastros - Unidade de Medida - Cadastro Garantir que existem fatores de conversão entre as unidades de medida que são diferentes entre compra, venda e estocagem. : Cadastros - Unidade de Medida - Fator de Conversão Cadastro do NCM Verificar se o(s) NCM(s) a ser(em) associado(s) ao Cadastro de Produto(s) está(ão) devidamente adicionados no ERP Pirâmide. Cadastro do Gênero dos Produtos : Cadastro - Nomenclatura de Mercadorias Checar os gêneros associados aos produtos estão devidamente cadastrados, e também se estão configurados corretamente de acordo com a classificação de combustíveis e medicamentos. : Cadastros Gênero Cadastro dos Produtos Rever o cadastro de todos os produtos e serviços utilizados para compra e venda da empresa, a fim de associar os dados de: NCM, gênero, atributos e tipo de serviço (exclusivamente para os serviços). : Produto Cadastro Módulo Contabilidade Histórico Padrão É recomendável a criação de novo histórico padrão para as operações de entrada e saída, a fim de contemplar informações de facilitem posteriores identificações do documento fiscal, como por exemplo: fornecedor, número da nota, série da nota, etc. Associação do Plano de Contas Referencial : Contabilidade - Cadastros Contábeis - Histórico Padrão Para as empresas que optarem por enviar os dados do registro 0500 do SPED Contribuições, será preciso realizar o mapeamento entre as contas contábeis e as respectivas contas contábeis do Plano Referencial. É necessário realizar a associação das contas contábeis que serão apresentadas no registro 0500 do SPED Contribuições, ou seja, as contas contábeis utilizadas pelo contribuinte informante em sua Escrituração Contábil, relacionadas às operações representativas de receitas, tributadas ou não, e dos créditos apurados. Ressaltando que, as empresas que fazem a geração

6 do SPED Contábil, já possuem este procedimento devidamente configurado. Lembrando que, o envio do registro é facultativo. Módulo Financeiro Cadastro de Fornecedor : Contabilidade - Cadastros Contábeis - Plano de Contas - Plano Referencial - Plano de Contas Rever o Cadastro de Fornecedores, complementando os dados (endereço, CNPJ, razão social, telefones, etc), e também remover os caracteres especiais dos dados. Cadastro de Cliente : Contas a Pagar - Fornecedor - Cadastro Rever o Cadastro de Clientes, complementando os dados (endereço, CNPJ, razão social, telefones, etc), e também remover os caracteres especiais dos dados. Preencher o código da natureza de retenção e o código da classe de consumo no Cadastro dos Clientes. Além disso, as empresas que possuem contratos de venda firmados com empresas que são pessoas jurídicas de direito público, empresa pública, sociedade de economia mista ou suas subsidiárias, deverão assinalar a opção Passível Diferimento no Cadastro dos Clientes. Cadastro de Tipo de Documento : Contas a Receber Cliente - Cadastro Rever os tipos de documentos adicionados no ERP Pirâmide e a associação desses com os modelos dos documentos, a fim de adicionar documentos que ainda não estão cadastrados, e também retirar os que estiverem duplicados. Cadastro de Tipo de Serviço : Cadastros - Tipo de Documento Cadastrar todos os tipos de serviços prestados e/ou adquiridos pela empresa, e posteriormente realizar a associação com o Cadastro do Produto. : Contas a Pagar - Recibo de Pagamento - Tipo de Serviço - Sistema Módulo Fiscal Situação Tributária Verificar os CSTs de entrada e saída cadastrados automaticamente na migração do ERP Pirâmide. É indispensável a atualização da data de validade final dos CSTs, a fim de permitir o uso nas operações de entrada e saída. Grupo de Apuração Contribuição Social Apurada Tipo de Crédito Base de Cálculo de Crédito : Cadastros Situação Tributária Na migração da revisão, todos os cadastros listados serão carregados com os dados disponibilizados pela Receita Federal para a configuração do SPED Contribuições. Desta forma, não será necessário realizar inclusões, alterações ou exclusões. É importante apenas a validação dos dados contidos nos cadastros.

7 Identificação de Bens Código de Natureza de Retenção Tabela de Natureza de Receita Natureza de Receita Ajuste de Contribuição Utilização de Crédito : Cadastros

8 2. Configurações Neste tópico serão descritas as configurações que deverão ser realizadas, dispostos separadamente por módulo do ERP Pirâmide. Módulo Estoque Cadastro de Produto Para as situações em que a empresa identificar a informação do CST no Cadastro de Produto, deverá identificar o CST de entrada e o CST de saída. : Produto - Cadastro Ativo Fixo Cadastro de Bens Preencher os dados da Aba Pis/Cofins para os bens já cadastrados no ERP Pirâmide. Informar a identificação do bem de acordo com a classificação disponibilizada pela Receita Federal para o SPED Contribuições. Ressaltando que, a sugestão deste campo será realizada de acordo com a configuração do tipo, classe e subclasse. Ativo Fixo Número de parcela de apropriação de Crédito : Bens Cadastro Definir o número de parcela de apropriação de crédito do PIS e da COFINS sobre os bens da empresa. Taxas de Depreciação dos Bens : Gerais - Parâmetros - Por Filial Verificar se as taxa de depreciação dos bens definida no Cadastro das Taxas corresponde às taxas estabelecidas pela Receita Federal. : Movimentação - Taxas de Depreciação Módulo Faturamento Parâmetro No parâmetro geral Observação padrão (código não informado) informar o código da observação que será admitida na Nota Fiscal de Saída, quando o sistema identificar complementos sem a associação do código da observação. Administrador Prioridade na Apuração : Gerais - Parâmetros - Gerais Configurar o parâmetro por filial Prioridade de Apuração PIS/COFINS de acordo com a regra definida pela empresa. Cadastro de NDO : Gerais - Parâmetros - Por Filial - Aba Geral As NDOs deverão estar cadastradas com a constribuição informada na Aba Impostos - Pis, Cofins e INSS. Lembrando que a contribuição INSS não é destacada no documento fiscal. As empresas que possuem contratos de venda firmados com

9 empresas que são pessoas jurídicas de direito público, empresa pública, sociedade de economia mista ou suas subsidiárias, deverão criar NDOs de compra e venda específicas para este tipo de operação. Desta forma, as NDOs de venda e financeiro existentes deverão ser duplicadas, para que nas novas seja assinalada a opção Passível de Diferimento no PIS/COFINS. Assim, na Apuração dos Débitos de PIS/COFINS, serão deduzidos os débitos referentes às receitas oriundas de operação configuradas para diferimento, e que também o cliente seja passível de diferimento. Na NDO informar o código do tributo para o imposto INSS. Cadastro de NDO, Cadastro de CBT, Cadastro de Produto e Cadastro da Exceção dos Impostos Parâmetro : Cadastro - NDO - Cadastro As operações de entrada e saída irão precisar de informações fiscais que serão obtidas no Cadastro da NDO, Cadastro do CBT, Cadastro do Produto e Cadastro da Exceção do Imposto. : Cadastro - NDO - Cadastro/ Gerais - Imposto Cadastro Informar o parâmetro do imposto INSS. : Gerais Parâmetros Gerais Aba Geral

10 3. Operações Neste tópico serão descritas as operações ou detalhamento de ações na operação deverão ser realizadas, dispostos separadamente por módulo do ERP Pirâmide. Compras Nota Fiscal de Entrada As operações de entrada, geradoras de crédito das contribuições, precisarão ter informados dados como: tipo de crédito, código da base de cálculo do crédito, código da situação tributária e alíquota do imposto. Conhecimento de Frete : Nota Fiscal - Cadastro No Cadastro de Conhecimento de Frete de entrada ou saída, deverá ser informada a natureza do frete. Faturamento Nota Fiscal de Saída : Conhecimento de Frete As operações de saída, geradoras de débito das contribuições, precisarão ter informados dados como: código da contribuição apurada, código da situação tributária, código da natureza da receita e alíquota do imposto. Comercialização de Produtos com Unidade de Medida Diferenciada diferente da Unidade de Venda: As empresas que efetuam a comercialização de produtos por unidade de medida diferente da unidade de medida estabelecida pela Receita Federal, caso dos CSTs 03 e 04, precisarão configurar a fórmula da base de cálculo da contribuição considerando a conversão. Por exemplo: a venda de álcool é padronizada para ser por metro cúbico - m³, porém a empresa comercializa por litro. Neste caso, a fórmula da base de cálculo deverá conter a conversão que neste caso é de 1m³ -> 1000 litros: Quantidade/1000. Neste caso a alíquota irá corresponder ao valor do imposto por m³. Venda de Produtos com Alíquota por Valor: Para as empresas que atuam na comercialização de produtos cuja alíquota é definida por valor, e não por percentual, para a identificação correta os dados da base de cálculo, alíquota e valor do imposto no arquivo do SPED Contribuições é necessária apenas desmarcar a coluna Alíquota por % no CBT da operação. Sendo assim, a fórmula da base de cálculo poderá ser configurada corretamente, sem a necessidade de manipulação da fórmula. Retenção de PIS e COFINS: Para as operações de venda de serviço para órgãos públicos que efetuam a retenção das contribuições Pis e Cofins ou nas situações que a empresa usuária do ERP Pirâmide é um órgão público e faz retenção na aquisição dos serviços, é necessário que os impostos da retenção PISRET e COFINSRET estejam configurados na NDO da operação.

11 Financeiro Recibo de Pagamento : Pedidos - Cadastro - Botão Na Inclusão de Títulos a Pagar (originados de Recibos de Pagamento) não será permitida a adição de duas ou mais NDOs cujos dados do CST, tipo de crédito ou código da base de cálculo sejam diferentes. Desta forma, se a origem das despesas for diferente, deverão ser adicionados títulos distintos. Títulos a Receber : Financeiro - Contas a Pagar - Recibo de Pagamento - Cadastro Na Inclusão de Títulos a Receber, não será permitida a adição de duas ou mais NDOs cujos dados do CST, tipo de crédito ou código da base de cálculo sejam diferentes. Desta forma, se a origem das receitas for diferente, deverão ser adicionados títulos distintos. Os valores referentes a multa e a mora são classificados como receitas financeiras, e deverão ser discriminadas no registro F100 do SPED Contribuições. Desta forma, a NDO a ser utilizadas para o lançamento dos valores de multa e mora, deverá estar configurada com o respectivo CST e alíquota. Ressaltando que, se houverem receitas tributadas e não tributadas, será necessária a existência de dois tipos de baixa, e para cada um desses, a respectiva NDO de mora e de multa. Ativo Fixo Cálculos da Depreciação : Financeiro - Contas a Receber - Título - Cadastro No caso da empresa realizar o cálculo do crédito sobre os bens do ativo fixo com base nos encargos de depreciação, ou seja, CST 09, será necessário realizar o cálculo do valor das depreciações dos bens. Geração do Valor de Crédito : Movimentação - Depreciação/Correção Realizar a geração do valor do crédito das contribuições. Este procedimento deverá ser realizado 2 (duas) vezes: para o PIS e a COFINS. : Movimentação - Apuração de Crédito CIAP Integração Cupom Fiscal Os dados dos registros C400, C405, C481, C482, C490, C491, C495 são referentes aos cupons fiscais emitidos pela empresa. Assim, os dados serão integrados de outro sistema responsável pela emissão desses documentos, que serão enviados para as tabelas de integração - TI_CUPOM_FISCAL, TI_ITENS_CUPOM_FISCAL, TI_ITENS_IMPOSTOS_CUPOM_FISCAL, TI_RESUMO_CUPONS, TI_ ALIQUOTA_RESUMO_CUPONS, e assim contemplados no arquivo do SPED Contribuições.

12 Fiscal Importação das Notas Fiscais Efetuar a importação das notas fiscais de entrada e saída na Escrita Fiscal da empresa. : Notas Fiscais - Importação Apuração Efetuar o lançamento dos créditos de PIS e COFINS da empresa existente de apurações realizadas antes da geração do arquivo SPED Contribuições no ERP Pirâmide (Botão ). O detalhamento completo dessa operação está descrita no Tópico Lançamento dos Créditos Anteriores; Apuração Nas situações em que a empresa for realizar o lançamento de créditos de PIS e COFINS manualmente no ERP Pirâmide, esta operação deverá obrigatoriamente ser realizada antes da Apuração do Pis e Cofins Inclusão da Apuração do Pis/Cofins (Botão ). O processo de apuração irá consistir nas etapas listadas abaixo: Criar 2 (duas) apurações do período para as contribuições PIS e COFINS (Botão ); Para cada uma das apurações deverão ser executados os demais procedimentos: Realizar a apuração dos débitos (Botão ); Realizar a apuração dos créditos (Botão ); Definir o(s) crédito(s) que será(ão) utilizado(s) na apuração (Botão ). Isto porque o usuário poderá utilizar os créditos apurados no item acima ou também créditos exsistentes de apurações anteriores. Se houver a necessidade de realizar ajustes nos débitos, créditos ou na apuração, esses deverão ser realizados antes do fechamento da apuração (Botão ); Realizar o fechamento da apuração, para a identificação do valor devido do PIS/COFINS a ser recolhido/pago (Botão ). O botão quando acionado permite realizar a reabertura de uma apuração que esteja fechada. O botão permitirá a Emissão dos Relatórios de Créditos no Período, Débitos no Período, Utilização dos Créditos e Fechamento do Período. E têm por objetivo proporcionar a conferência dos dados lançados na apuração. E identificando assim a composição dos valores da apuração. Apuração do INSS : Apuração - Apuração PIS/COFINS Efetuar a apuração de INSS, após informar o período o ERP Pirâmide irá carregar os dados. : Apuração - Apuração de INSS

13 Administrador Geração do Exportador de Dados Selecionar o exportador de dados SPED Contribuições e acionar o botão : Importação/Exportação - Configuráveis - Exportador de Dados

14

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 SPED Fiscal 2013 Conteúdo 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 2.0 Pré-requisitos para a elaboração do arquivo do SPED FISCAL... 3

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM)... 1 O que é o cadastro de Tributos de Mercadorias?... 2 O que é Tributação Padrão?...

Leia mais

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER A integração de dados do Controller com a contabilidade, seja com o sistema Contábil ou com qualquer outro sistema, é feita através de lotes. Os lançamentos seguem a estrutura

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS ATUALIZADA EM: 20/01/2012 ÍNDICE 1. CONFIGURAÇÃO NATUREZAS DE OPERAÇÕES... 1 1.1. Naturezas de Operações (COMPRAS)... 4 1.2.

Leia mais

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE?

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) tem como intuito emitir e armazenar eletronicamente, para fins fiscais,

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

1. Fluxo de documentação

1. Fluxo de documentação 1. Fluxo de documentação É de fundamental importância o envio de toda documentação financeira para atender as exigências impostas pelo fisco e evitar problemas futuros à empresa. Prazo de envio: É ideal

Leia mais

Nota: Para utilizar o quadro: LOCAL DE ENTREGA use as mesmas orientações acima, só que nesse caso, será para o local de entrega.

Nota: Para utilizar o quadro: LOCAL DE ENTREGA use as mesmas orientações acima, só que nesse caso, será para o local de entrega. EMISSÃO DA NF-E OBSERVAÇÕES: NF-e: Sugerimos que fale com um contador para que o auxilie sobre quais campos preencher e como preenchê-los para a emissão da NF-e. Informaremos aqui apenas os locais onde

Leia mais

Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias

Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias BIG AUTOMAÇÃO Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias Sumário Índice de Figuras... 3 Histórico de Revisões... 4 Introdução... 5 Imposto... 5 Taxa... 5 Contribuição... 5 Tributos... 5

Leia mais

Índice ...48...48. Módulo Empresa... Módulo Fiscal... ...8...8. Módulo Folha...28. Módulo Contabil... Integração Contabil...62...

Índice ...48...48. Módulo Empresa... Módulo Fiscal... ...8...8. Módulo Folha...28. Módulo Contabil... Integração Contabil...62... 1 2 Índice Módulo Empresa......4...4 Módulo Fiscal......8...8 Módulo Folha......28 Módulo Contabil......48...48 Integração Contabil......62...62 3 4 5 1. Cadastro de empresa Antes de iniciar os trabalhos

Leia mais

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer?

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? FAQ SPED Questionamentos Pré Geração: Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? Existe a possibilidade de

Leia mais

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT :

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : Importar tabela IBPT Através desta tela você pode importar a tabela Ibptax, fornecida pelo instituto brasileiro de planejamento tributário (IBPT). Esta tabela

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

Release 3.100. Resumo das alterações. Gerais. Livros Fiscais. Financeiro. Compras. ERP-23298 SPED Contábil SPED Contábil - Número da versão

Release 3.100. Resumo das alterações. Gerais. Livros Fiscais. Financeiro. Compras. ERP-23298 SPED Contábil SPED Contábil - Número da versão Release 3.100 Resumo das alterações Gerais Livros Fiscais ERP-23298 SPED Contábil SPED Contábil - Número da versão Corrigido o número da versão do layout gerado no arquivo para 3.00. Identificamos que

Leia mais

RELATÓRIO PIS E COFINS

RELATÓRIO PIS E COFINS RELATÓRIO PIS E COFINS [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Fiscal Autor:

Leia mais

Guia SPED. Sumário. Guia SPED. Introdução ... 4. Copyright 2014 MV. Todos os direitos reservados.

Guia SPED. Sumário. Guia SPED. Introdução ... 4. Copyright 2014 MV. Todos os direitos reservados. Sumário Introdução 3... 4 Programa validador e assinador do EFD-PIS/COFINS... 5 Configuração do... MV2000 8 Geração do arquivo digital em.txt... 12 2 3 Introdução Este guia tem por objetivo auxiliar na

Leia mais

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO 1 PARÂMETROS 1.1 Aba Geral 1. No quadro Período, no campo: Observação: Após ser efetuado o cálculo de qualquer período, o campo Inicial, não poderá mais ser alterado. Inicial, informe

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos.

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. 1. No cadastro de empresas 1.1. Informar o regime de apuração dos impostos 1.1.1. LUCRO PRESUMIDO

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital INTRODUÇÃO PIS/PASEP E COFINS SISTEMÁTICA DA NÃO-CUMULATIVIDADE AS DIFICULDADES Não é um regime pleno de não-cumulatividade, como o IPI e o ICMS. O legislador preferiu listar as operações geradoras de

Leia mais

Informativo de Versão 18.09cb

Informativo de Versão 18.09cb Informativo de Versão 18.09cb Índice Resulth Business... 3 Movimento Cobrança Eletrônica / Remessa (Chamado 23025)... 3 Movimento Digitação e Emissão NF-e (Chamado 23538)... 4 Cadastro de Produtos (Chamado

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - EXPORTAR E UNIFICAR ARQUIVOS GERADOS NA MATRIZ E SUAS FILIAIS ATUALIZADA EM: 02/06/2011 ÍNDICE 1. EXPORTAÇÃO... 1 2. UNIFICAÇÃO DOS ARQUIVOS... 9 3.

Leia mais

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2 EFD PIS/COFINS SUMÁRIO O que é a EFD PIS/COFINS?...2 A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2 1. Procedimentos Iniciais...2 a) Classificando as Empresas... 3 b) Conferindo os Cadastros que Influenciam

Leia mais

Seminário CIESP Campinas

Seminário CIESP Campinas www.pwc.com.br Seminário CIESP Campinas Bloco K Sua empresa está preparada para a entrega? Novembro de 2015 Briefing Entender o que muda e como se preparar para cumprir mais esta nova obrigação acessória:

Leia mais

GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0. Janeiro de 2012

GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0. Janeiro de 2012 GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0 Janeiro de 2012 AS INFORMAÇÕES (LEIS, DECRETOS, PORTARIAS, LAYOUTS) AQUI CONTIDAS FORAM EXTRAÍDAS DE VÁRIAS FONTES E PODEM TER

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PARÂMETROS DE LANÇAMENTOS PARAMETRIZAÅÇO PARA O MÉDULO LANÅAMENTOS NO SISTEMA ARQUIVO > LANÅAMENTOS > PARÑMETROS E CONFIGURAÅÖES PREENCHIMENTO DAS GUIAS: 1. GUIA IMPOSTOS: a) Contas relacionadas à apuração

Leia mais

Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD

Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD Sumário: 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EFD 1. 1 APRESENTAÇÃO 1. 2 LEGISLAÇÃO 1. 3 DA APRESENTAÇÃO DO ARQUIVO DA EFD 1. 4

Leia mais

Informativo de Versão 18.12

Informativo de Versão 18.12 Informativo de Versão 18.12 Índice ERP Posto... 2 Cadastro Contrato de Abastecimento (Chamado 21982)... 2 Resulth Business... 3 Entrada de Produtos (Chamado 24400)... 3 ERP Faturamento... 4 Consulta Preço

Leia mais

Histórico de mudanças no ERP

Histórico de mudanças no ERP 1:11:31 HW Sistemas e Computadores LTDA Data Inicial: 16/08/2014 - Data Final: 29/01/201 - Release 4.0.9.1 CAIXA AUXILIAR 4.0 Correção Correção 1.214 29/01/201 Após quitar parcial um crédito e valor do

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos PIS e COFINS sobre Reposição de Peça em Garantia

Parecer Consultoria Tributária Segmentos PIS e COFINS sobre Reposição de Peça em Garantia PIS e COFINS sobre Reposição de Peça em Garantia 06/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão...

Leia mais

SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura.

SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura. SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura. O que é? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos

Leia mais

SPED PIS COFINS ERROS

SPED PIS COFINS ERROS SPED PIS COFINS ERROS RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2 Tutorial UltraPDV - GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL ULT-027-GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA.... 2 1.1 - GERAR UMA

Leia mais

Alterações liberadas no período 21/09 a 06/10

Alterações liberadas no período 21/09 a 06/10 Alterações liberadas no período 21/09 a 06/10 Foram criados os seguintes relatórios para listagem de comissões de consultores e produtivos: o "Relatório 2058 - Comissão de Serviços por Consultor": Efetua

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.108A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.108A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material

COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML. Após abrir o sistema, localize o menu no canto superior esquerdo e clique em Movimentação > Entrada Material COMO FAZER ENTRADA DE MATERIAL POR XML Observação: O arquivo XML da nota fiscal deve estar salvo em seu computador. Se o seu fornecedor não enviou o arquivo por e-mail, você pode obter o arquivo pela internet,

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital? 2 SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Projeto do PAC 2007-2010 Instituído pelo Convênio ICMS 143/06.

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É?

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS ATUALIZADA EM: 02/06/2011 ÍNDICE 1. CONFIGURAÇÃO NATUREZAS DE OPERAÇÕES... 1 1.1. Naturezas de Operações (compras)... 3 1.2.

Leia mais

Manual Escrituração Fiscal Digital

Manual Escrituração Fiscal Digital Manual Escrituração Fiscal Digital NOVEMBRO/2013 Sumário Sumário... 2 1 Introdução... 3 2 Funcionalidade... 3 3 Navegação no Sistema... 4 3.1 Inicialização... 4 4 Configurações Gerais... 7 4.1 Domínios...

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

Auditoria Financeira

Auditoria Financeira Auditoria Financeira Processo de Uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

Manual de Processos. Versão 6.04.00 Junho/2013. Manual de. Versão 1.1. Agosto/2011. Módulo Financeiro. Processos. Financeiro

Manual de Processos. Versão 6.04.00 Junho/2013. Manual de. Versão 1.1. Agosto/2011. Módulo Financeiro. Processos. Financeiro Versão 6.04.00 Junho/2013 Versão 1.1 Agosto/2011 Manual de Processos Manual de Módulo Financeiro Processos Financeiro c 1 2 Sumário Introdução ao Manual de Processos... 7 Conceituado os Processos de Negócio...

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento

Desoneração da Folha de Pagamento Instruções de Configuração e Uso Pré-requisitos para adequação do Sistema para o Cálculo da Contribuição Previdenciária sobre o Faturamento. Estes procedimentos são realizados nos módulos: Fiscal (SIGAFIS)

Leia mais

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples Wagner Mendes Contador, Pós-Graduado em Controladoria, Auditoria e Tributos, Consultor Tributário, Especialista em Tributos Federais, Contabilidade e Legislação

Leia mais

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. SOBRE O GUIA... 3 1.2. INTRODUÇÃO AO EFD... 3 2. PRÉ-INSTALAÇÃO...

Leia mais

Neste bip. Configuração da Tributação do Simples Nacional. Você Sabia? Contabilização da diferença do FGTS. Edição 65 Janeiro de 2016

Neste bip. Configuração da Tributação do Simples Nacional. Você Sabia? Contabilização da diferença do FGTS. Edição 65 Janeiro de 2016 Neste bip Configuração da Tributação do Simples Nacional... 1 Contabilização da diferença do FGTS... 1 Importação de NF-e... 2 Relatório razão dos lançamentos da folha... 3 Inconsistências ao gerar relatórios

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 4 FUNCIONALIDADE... 4 4.1 Registrar Nota de Entrada... 4 4.1.1 Manual (Entrada das informações manualmente)...

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ESCRITURAÇÃO DA REDUÇÃO Z. Matéria Elaborada com base na legislação vigente em: 07.12.2010.

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ESCRITURAÇÃO DA REDUÇÃO Z. Matéria Elaborada com base na legislação vigente em: 07.12.2010. ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ESCRITURAÇÃO DA REDUÇÃO Z Matéria Elaborada com base na legislação vigente em: 07.12.2010. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - OBRIGAÇÃO DA UTILIZAÇÃO DO CUPOM FISCAL 2.1 - Dispensa

Leia mais

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem por objetivo trazer considerações relevantes quanto a dados inerentes à Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep

Leia mais

Processo: Vendas. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço

Processo: Vendas. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço Desenvolvimento 26700 Versão 2006 Release 96 Autor Francisca Cruz Processo: Vendas Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço Acesso Vendas Movimentações Motivação

Leia mais

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens:

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: 1.1 Subtela Cod.Grupo Bebidas Frias. Teclando ctrl+enter neste campo o sistema abre

Leia mais

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED No validador SPED poderão ocorrer erros e/ou advertências ao importar o arquivo. As advertências não impedem a transmissão do arquivo, no entanto é importante analisar e corrigir as informações. Os erros

Leia mais

SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS

SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS 1 SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS 2 INTRODUÇÃO Todas as Notas Fiscais geradas pelo sistema, estão amarradas com duas variáveis que vão determinar o cálculo do ICMS, ICMS-ST,

Leia mais

Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.3A-04 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância.

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. 1. Configuração Primeiramente para que os sistemas estejam aptos para a geração

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS.

Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS. Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS. Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo

Leia mais

Como consultar o histórico de pagamentos

Como consultar o histórico de pagamentos Histórico de Pagamentos Como consultar o histórico de pagamentos O histórico de pagamentos registra todos os pagamentos feitos no estabelecimento para todos os tipos de vendas. Pode ser considerado uma

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Roteiro de Escrituração das Contribuições Sociais (Pessoa Jurídica

Leia mais

2. Corrigida a pesquisa e filtro por grupo de estoque nível 1 que em alguns casos fazia com que o relatório fosse exibido em branco.

2. Corrigida a pesquisa e filtro por grupo de estoque nível 1 que em alguns casos fazia com que o relatório fosse exibido em branco. Release 3.99 Resumo das alterações Gerais Faturamento ERP-22761 Nota Fiscal Eletrônica v3.0 (XML) Falha na transmissão da NF-e Ao transmitir uma NF de entrada com frete internacional do tipo "Courrier",

Leia mais

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido 1º Acesse o menu Controle, opção Parâmetros, clique na guia Impostos, e certifique-se de que estão incluídos os impostos do regime 4- Pis e 5 Cofins. Na guia Federal,

Leia mais

EFD CONTRIBUIÇÕES. SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3

EFD CONTRIBUIÇÕES. SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3 EFD CONTRIBUIÇÕES SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3 ÍNDICE 1. APURAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO...4 1.1 OBJETIVOS...4 1.2 EFD CONTRIBUIÇÕES...4 1.3

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário:

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário: NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA (NFA-e) - Preenchimento por não Contribuinte do ICMS Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA

Leia mais

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Prezado cliente, Para mantê-lo informado sobre as liberações e procedimentos referentes ao SPED PIS/COFINS, destacamos nesse comunicado os principais pontos que devem ser

Leia mais

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

Manual de Integração Contábil Folha Phoenix

Manual de Integração Contábil Folha Phoenix Manual de Integração Contábil Folha Phoenix Para iniciar a parametrização da Folha Phoenix com a finalidade da integração para o Contábil Phoenix ou Contábil de Terceiros, será necessário primeiro definir

Leia mais

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 1 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 5.1 Digitações dos Sócios...2 5.1.1 Campo CPF...2 5.1.1.a Campo Saldo Anterior...3 5.1.1.b Campo Saldo...3 5.1.1.c Campo Isento...3 5.1.1.d Campo Tributado...3

Leia mais

Boletim Técnico. Transferência Crédito ICMS na NF-e

Boletim Técnico. Transferência Crédito ICMS na NF-e Transferência Crédito ICMS na NF-e Produto : Datasul Faturamento TOTVS 12 Chamado : TRFOE6 Data da criação : 26/01/2015 Data da revisão : 26/01/2015 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Efetuada

Leia mais

1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0.

1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0. 1- Principais alterações para COMPRAS entre a versão 2.9 e 3.0. - Data de Emissão/ Data Entrada ou Movimento. Considerando que o documento fiscal deve ser registrado sob o enfoque da empresa que recebe

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS. Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2.

Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS. Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2. Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2.6) Portaria SUACIEF nº 001/2009 SUMÁRIO 1. TELA PRINCIPAL... 3 2. MENU

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

Neste bip. Você sabia? Quando salvar um histórico no contrato? Contribuição Sindical para admitidos após o mês de março. edição 20 Abril de 2012

Neste bip. Você sabia? Quando salvar um histórico no contrato? Contribuição Sindical para admitidos após o mês de março. edição 20 Abril de 2012 Neste bip Contribuição Sindical para admitidos após mês de março... Quando salvar um histórico no contrato?... 1 Identificação dos dias de trabalho para retorno de férias... 2 Ferramentas de atendimento...

Leia mais

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Início Portal Coordenador... 2 2.1. Novos Pedidos... 2 2.2. Pendências... 3 2.3. Menu... 4 2.4. Sair... 4 3. Saldo de Projetos... 5 4. Extrato

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

1 Notas fiscais de Entrada

1 Notas fiscais de Entrada Gerando o SPED PIS / COFINS no SisMoura 1 Notas fiscais de Entrada Todos os produtos e fornecedores das notas fiscais de entrada devem ser devidamente cadastrados no sistema para evitar quaisquer problemas

Leia mais

Impostos Separados por Ente Tributário (Federal, Estadual e Municipal)

Impostos Separados por Ente Tributário (Federal, Estadual e Municipal) Impostos Separados por Ente Tributário Produto : Datasul, MFT (Faturamento), TOTVS 12 Chamado : TQWJCI Data da criação : 21/01/15 Data da revisão : País(es) : Todos Banco(s) de Dados 25/02/15 data em que

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ICMS na Base de Cálculo do PIS e da COFINS nos Registros F500 e 1900 da EFD Contribuições

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos ICMS na Base de Cálculo do PIS e da COFINS nos Registros F500 e 1900 da EFD Contribuições ICMS na Base de Cálculo do PIS e da COFINS nos Registros F500 e 1900 da EFD Contribuições 08/08/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria...

Leia mais

50 A 56 - VER TABELA DA NATUREZA DE CREDITO

50 A 56 - VER TABELA DA NATUREZA DE CREDITO TABELA CORRELAÇÃO CFOP x CST-PIS/COFINS x CST -ICMS/IPI OBS: Os Cfops assinalados em vermelho são os geradores de creditos reg (M105 e M505) do SPED CONTRIBUIÇÕES. VALIDOS PRA SPED CONTRIBUIÇOES ATUALIZADO

Leia mais

Notas de versão. Versão 3.16.1.0

Notas de versão. Versão 3.16.1.0 Notas de versão Sistema Gescor Versão 3.16.1.0 Lançamento Abril/2016 Interface - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 3 1. Nova interface e usabilidade do sistema.

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 1 ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 5. CADASTRO OPERAÇÕES FISCAIS (CFOP)...7 6. GERAR SINTEGRA...8 7. CONTROLE DE

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT.

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Versão: 01/2013 As presentes instruções aplicam-se a todas as Operações de Transportes

Leia mais

INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014

INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014 INSS Contribuição Previdenciária Transporte Rodoviário de Carga 01/2014 Áreas comprometidas Área Fiscal: Fará a apuração da receita bruta, com todas as particularidades de exclusões, CFOP, etc. Além disso,

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 02/04/2016 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.188a REA SSPlus 8.0

Leia mais

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe Manual de acesso e utilização do sistema Versão: 1.0.30 Maio/2011 SUMÁRIO 1. TELA INICIAL... 3 2. CADASTRO DO PRESTADOR... 4

Leia mais