GERENCIAMENTO E MONITORAMENTO DE AMBIENTES DE TI UTILIZANDO ZENOSS. Cássio Duarte Melgaço*

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GERENCIAMENTO E MONITORAMENTO DE AMBIENTES DE TI UTILIZANDO ZENOSS. Cássio Duarte Melgaço*"

Transcrição

1 GERENCIAMENTO E MONITORAMENTO DE AMBIENTES DE TI UTILIZANDO ZENOSS Cássio Duarte Melgaço* Resumo Este artigo tem como objetivo analisar características no quesito gerenciamento e monitoramento de redes de computadores em ambientes de TI que envolvem o uso do Zenoss Core, uma ferramenta gratuita. A análise e coleta de dados são mostradas nos mais diversos aspectos, tais como, cadastramento de dispositivos, inventário, alerta e geração relatórios para auxiliar a tomada de decisões dos administradores, visando minimizar falhas, economia de custos e de investimentos, sem que se perca o objetivo de modernização, atualização e competitividade. Palavras-chave: Zenoss. Monitoramento de redes. Gerenciamento. Tecnologia da informação. 1 INTRODUÇÃO A evolução constante e a criação de novas tecnologias juntamente com a demanda cada vez maior por preço e qualidade obrigam as equipes técnicas das empresas a buscarem fornecimento de soluções mais ágeis, eficientes e baratas possíveis. Exatamente nesse contexto tem-se notado a transformação das pequenas redes em grandes infraestruturas interligadas. Assim, os profissionais da área precisam, além de obter as melhores respostas em menor tempo, assumir uma postura multidisciplinar, tendo conhecimento dos diversos aspectos do ambiente de rede e mantendo a capacidade competitiva de suas empresas no mercado. A figura 1 ilustra como exemplo, de maneira simplificada, a composição de uma estrutura de rede de computadores que pode ser monitorada, com o intuito de realizar uma gestão pró-ativa dos equipamentos e serviços. * Graduado em Ciência da Computação pela Universidade Vale do Rio Doce, atua como Analista de TI na área de redes na Prefeitura Municipal de Governador Valadares -

2 2 Figura 1 Estrutura de Rede de Computadores Conforme Black (2008) é fundamental que os administradores de redes utilizem ferramentas que os auxiliem no monitoramento dos componentes de suas infraestruturas. Com base em relatórios e/ou alertas administrativos, o administrador poderá prever futuras situações onde seja necessária a sua intervenção. Seja para uma correção de configuração incorreta ou até mesmo a substituição de algum dispositivo em mau funcionamento ou obsoleto. Dessa maneira, o estudo tenta mostrar, através de um método abrangente e uma abordagem investigativa, a lógica de planejamento e coleta de dados sobre o software Zenoss Core, auxiliar no grande desafio que os administradores têm em gerir suas redes. O Zenoss foi escolhido por ser uma ferramenta completa, de configuração intuitiva e visualmente agradável. Ainda, segundo Guimarães (2010), o Zenoss possui uma arquitetura modular, facilitando assim a incorporação de novas funcionalidades à ferramenta e sendo capaz de monitorar vários tipos de dispositivos.

3 3 2 DESENVOLVIMENTO Segundo o Zenoss Wiki (2016), o projeto Zenoss Core foi iniciado por Erik Dahl, um veterano engenheiro de redes que já havia utilizado inúmeros monitores de redes comerciais. Ele estava desapontado com a quantidade de ferramentas isoladas que eram necessárias para monitorar o status, o desempenho ou os alertas dos sistemas, entre outros. Em 2005 Erik se juntou com seu colega Bill Karpovich e fundaram a empresa Zenoss. Eles lançaram então a primeira versão do Zenoss Core sobre a licença GNU GPL Versão 2. Desde o seu lançamentos o Zenoss já foi baixando mais de 1 milhão de vezes e é utilizado por usuários em todos os continentes. O Zenoss Core é um software de monitoramento que oferece uma visibilidade completa da infraestrutura de rede, desde dispositivos até aplicações. As características incluem: descoberta automática de dispositivos, inventário, status, sofisticado sistema de alertas incluindo mensagens via e sms, gráficos de desempenho e portal web de fácil utilização entre outros. É conhecido também por não necessitar de agente instalado nos dispositivos a serem monitorados, utilizando basicamente o protocolo SNMP. Guimarães (2010) afirma que, o Zenoss suporta tecnologias de monitoramento e gerenciamento como SNMP, WMI, ping, varreduras de portas e monitoramento de portas baseado em SSH. O SNMP é o padrão para obtenção de informações e gerenciamento, sendo suportado pela grande maioria de dispositivos de rede. O Zenoss é distribuído sobre dois formatos de licenciamento: o Core e o Enterprise, sendo o Core sua versão de software gratuita e comunitária e o Enterprise que conta com um contrato de suporte e algumas configurações pré-instaladas além de plug-ins avançados. 2.1 INSTALAÇAO Para o desenvolvimento do estudo foi feita a instalação do Zenoss Core versão no sistema operacional CentOS 6 64 bits (sistema básico, sem interface gráfica), seguindose as recomendações descritas no manual de instalação disponível do site da Zenoss Community (2016). Foi utilizado como hardware um PC Intel Dual Core 2.4GHz, 4GB de memória RAM e 250GB de HD. O Zenoss Core é distribuído através de um pacote RPM précompilado com os requisitos necessários para o seu funcionamento. Finalizados os passos para instalação e a configuração inicial do usuário de administração, seguindo-se o manual, é apresentada a tela de login.

4 4 Figura 2 Tela de Login Depois de instalado, o servidor do Zenoss foi colocado em um ambiente de produção para que o desenvolvimento do trabalho e a coleta de dados correspondessem o mais próximo possível de uma real utilização Configuração do protocolo SNMP nos Servidores Uma das vantagens do Zenoss, como foi abordada, é não necessitar de agente para monitorar os dispositivos, utilizando-se basicamente o protocolo SNMP. Com o intuito de monitorar os dispositivos via SNMP é necessária a ativação deste, caso já não esteja ativado. Figura 3 Ativação do SNMP no Windows

5 Para ativar o serviço SNMP no Windows Server 2008, deve-se ir ao Gerenciamento de Recursos do Servidor e ativar os serviços destacados na figura 3. 5 Figura 4 Configuração do SNMP no Windows A configuração do serviço é feita pelo console de serviços no painel de controle, clicando com o botão direito em Serviço SNMP e depois em configurações. Deve-se preencher os campos marcados na figura 4 com as informações relevantes, como contato responsável pelo servidor e local de instalação, na outra guia deve-se preencher o nome da comunidade SNMP e o endereço IP do servidor onde está instalado o Zenoss e reiniciar o serviço. Para a ativação nos sistemas operacionais Linux como Debian 8 e CentOS 6, primeiro instala-se o pacote do serviço SNMP através do gerenciador. Para Debian: apt-get install snmp snmpd Para CentOS: yum install snmp snmpd Após cria-se um novo arquivo em /etc/snmp/snmpd.conf com o seguinte conteúdo, alterando as informações relevantes e reinicia-se o serviço: rocommunity public <IP DO SERVIDOR ZENOSS> sysadmin <FULANO> syslocation <LOCAL DO SERVIDOR>

6 6 2.2 ZENOSS CORE VISÃO GERAL Dashboard Figura 5 Dashboard A primeira tela vista depois de feito o login é a Dashboard, ela pode ser considerada como uma central de informações sobre todos os acontecimentos no Zenoss. É composta por portlets que são as janelas com as informações que são personalizáveis quanto à disposição, tamanho, quais ficam visíveis e quais não. Um portlet que se destaca nesse ponto é o de geo localização que faz integração com a API do Google Mapas, e mostra os dispositivos como pontos no mapa quando são cadastrados no Zenoss com a informação de localização onde se encontram. Também é possível visualizar no mapa informação de alertas, caso os dispositivos mostrados apresentem algum Infrastructure A guia Infrastructure é a mais importante do Zenoss. É nela onde é possível cadastrar novos dispositivos e onde pode ser visualizada a lista de todos os dispositivos já cadastrados com suas respectivas classes, também é possível visualizar a contagem de alertas na parte superior caso haja algum, como destacados na figura 6. As classes de dispositivos são usadas pelo Zenoss para identificar quais informações ele deve buscar de cada dispositivo para coleta.

7 7 Figura 6 Infrastructure Para inserir um novo dispositivo deve-se selecionar no lado esquerdo a classe do dispositivo e clicar no ícone de monitor na parte superior, será então mostrada a janela da figura 7. Figura 7 Adicionar Dispositivo Na janela que se abre é necessário informar o IP do dispositivo, um nome, confirmar se a classe do mesmo está correta e clicar em ADD. Se ocorrer tudo bem o mesmo deve aparecer na lista de dispositivos cadastrados, caso contrário, dados adicionais como senhas de acesso, podem ser necessários para que o cadastro seja efetivado.

8 8 Figura 8 Informações do dispositivo Se o dispositivo foi cadastrado corretamente e apareceu na lista, clicando-se no nome do mesmo abre-se a guia do dispositivo com as informações que o Zenoss coletou, como em destaque na figura 8. As figuras 9 e 10 mostram servidores Windows e Linux, respectivamente, monitorados pelo Zenoss e as informações coletadas dos mesmos, como também gráficos de desempenho gerados a partir das informações. A visualização de dados a partir de gráficos torna mais fácil a análise e o entendimento das informações coletadas, bem como a familiarização com a interface do ambiente em geral. Figura 9 Servidor Windows monitorado pelo Zenoss

9 9 Figura 10 Servidor Linux monitorado pelo Zenoss Algumas funções sendo monitoradas pelo Zenoss nos dispositivos e servidores: Figura 11 Bancos de dados com espaço ocupado e número de transações Figura 12 Ocupação de Disco

10 10 Figura 13 Tráfego de dados nas interfaces do roteador e qualidade do link VPN Figura 14 Serviços em execução Figura 15 Auditoria de softwares instalados Events Na guia Events estão agrupados os eventos dos dispositivos que apresentam algum alerta, não necessariamente sendo algum erro ou parada crítica. Clicando-se no nome do dispositivo o administrador é levado à guia de informações do mesmo. Também é possível visualizar mais informações sobre o evento clicando-se duas vezes sobre o mesmo em qualquer guia do Zenoss onde os alertas aparecem.

11 11 Figura 16 - Eventos Figura 17 Detalhes do Evento Reports É através da guia Reports que podem ser gerados os relatórios dos componentes monitorados pelo Zenoss. Estão disponíveis vários tipos prontos de relatórios consolidados, mas é possível também customizar algum tipo determinado com dados de interesse dos administradores.

12 12 Figura 18 Relatórios Zenpacks No menu Zenpacks da guia Advanced, podem ser adicionados os ZenPacks, que facilitam a incorporação de novas funcionalidades à ferramenta. Os Zenpacks em sua maioria são desenvolvidos pela comunidade, podendo ser encontrados na internet e no próprio site Zenoss Wiki (2016) e expandem a capacidade do Zenoss quanto ao monitoramento de novos dispositivos, sistemas, banco de dados, software e hardware em geral. Vale ressaltar que o Zenoss possui pré-instalados vários Zenpacks em sua configuração básica. Figura 19 ZenPacks

13 13 3 CONSIDERAÇÕES FINAIS Ao analisar fatos relevantes durante a implantação e utilização do Zenoss, durante a pesquisa, alguns pontos se revestem de significativa importância. A instalação foi considerada simples e eficiente através de pacote RPM pré-compilado já com os requisitos necessários para o funcionamento e a configuração sendo fácil tanto para usuários iniciantes como avançados. Do ponto de vista da usabilidade, a navegação através das guias, menus e gráficos do Zenoss é bastante intuitiva, bastando pouco tempo para familiarizar-se com o funcionamento do mesmo, tendo assim uma curva de aprendizado pequena. As funcionalidades de tratamento de logs e alertas são bem sofisticadas, inclusive com envio de alertas por e sms, fornecendo informações concisas para o tratamento dos eventos. O Zenoss Core é open-source, sendo gratuito, nesse segmento o enfoque que mais chama a atenção é a economia de recursos e consequentemente a possibilidade de aplicação desses recursos em melhoria de equipamentos e treinamentos. Por outro lado pode existir uma lacuna quanto ao suporte, resolução de problemas, possíveis correções de bugs e atualizações, pois a comunidade fica a par do desenvolvimento do software. Considerando que, os objetivos principais das ferramentas de gerenciamento e monitoramento são ajudar a manter o bom funcionamento das redes melhorando a confiabilidade e segurança dos dados e recursos disponível, auxiliar na modernização da infraestrutura para que o ambiente não se torne obsoleto e ao mesmo tempo facilitando o trabalho dos administradores de rede, foi possível comprovar através do estudo e da análise dos dados que o Zenoss Core cumpre o seu papel.

14 14 REFERÊNCIAS AMARAL, Marcos Prado. FARIA, Thiago de Freitas. Estudo Comparativo entre as Ferramentas Cacti E Mrtg no Gerenciamento de uma Rede Computacional com Tráfego Heterogêneo. Novembro/2013. Disponível em: < info19/>. Acesso em: Fevereiro/2016 BLACK, Tomas Lovis. Comparação de Ferramentas de Gerenciamento de Redes. Dezembro/2008. Disponível em: < /handle/10183/15986/ pdf>. Acesso em: Fevereiro/2016 GUIMARÃES, Matuzalém. Monitoramento de Redes com o Zenoss. Junho/2010. Disponível em: < Zenoss>. Acesso em: Março/2016 ZENOSS COMMUNITY. Disponível em: < Acesso em: Março/2016 ZENOSS CORE ADMINISTRATION. Disponível em: < /sites/default/files/documentation/zenoss_core_administration_ v08.pdf>. Acesso em: Março/2016 ZENOSS CORE INSTALLATION AND UPGRADE. Disponível em: < zenoss.com/documentation/core_docs/zenoss_core_installation_upgrade_ v20.pdf>. Acesso em: Fevereiro/2016 ZENOSS WIKI. Disponível em: < Acesso em: Fevereiro/2016.

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO 1 SUMÁRIO REQUISITOS MÍNIMOS... 3 INSTALAÇÃO A PARTIR DO ARQUIVO RPM...4 Download do Arquivo...4 Instalação pela linha de comando...4 Regras de Firewall...4 Acessando o Monsta...5

Leia mais

Painel de Gerenciamento. APIs. Orquestração - Cloudstack. Hypervisors. Rede Servidores Storages

Painel de Gerenciamento. APIs. Orquestração - Cloudstack. Hypervisors. Rede Servidores Storages Empresa: Contato: Fones: E-mail: Objeto da Proposta: Cloud Painel Data: Proposta Nº: Cml-17- Consultor Onda: Nome:Carlo Simon Moro moro@ondacorp.com.br Fone: 41 33318200/41 984058206 1.SOBRE O ONDA Visite

Leia mais

Ponto de Presença da RNP na Bahia - PoP-Ba. Pacote RedeComep

Ponto de Presença da RNP na Bahia - PoP-Ba. Pacote RedeComep Ponto de Presença da RNP na Bahia - PoP-Ba Pacote RedeComep Última atualização: 14/02/2013 1. Sistema de Gestão do PoP-Ba. A Rede Metropolitana de Salvador - Remessa - é fruto do sucesso do projeto RedeComep

Leia mais

TOTVS Utilização dos Aplicativos. Arquitetura e Instalação

TOTVS Utilização dos Aplicativos. Arquitetura e Instalação Arquitetura e Instalação Sumário 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos do Treinamento... 3 1.2 TOTVS Application Server... 3 1.3 TOTVS SmartClient... 4 1.4 TOTVS DbAccess Monitor... 5 2 TOTVS SmartClient

Leia mais

Plataforma de Jogos e Programas Manual de Instalação e Utilização

Plataforma de Jogos e Programas Manual de Instalação e Utilização VERSÃO 2.50.25.37 MANUAL DE INSTALAÇÃO E ULTILIZAÇÃO Desenvolvido por: Jones Rodrigues Rodrigo Silveira 1 Índice 1. Objetivo do Manual... 02 2. Requisitos... 02 3. Download... 03 4. Instalação... 04 5.

Leia mais

TUTORIAL DE INSTAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2008 R2

TUTORIAL DE INSTAÇÃO DO WINDOWS SERVER 2008 R2 Curso: Gerenciamento de Redes Matéria: Sistemas Operacionais de Rede (Windows\Linux) Grupo: Aldenice Nascimento, Anatanael França, Daniel Soares, Edvaldo Santos, Walter Rocha. TUTORIAL DE INSTAÇÃO DO WINDOWS

Leia mais

Meios de Comunicação de Dados.

Meios de Comunicação de Dados. Meios de Comunicação de Dados www.profjvidal.com Instalação do ELASTIX Configurando a Máquina Virtual Abra o VirtualBox e clique em novo no canto superior esquerdo. Depois selecione conforme na imagem

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE 1 WSAuto MANUAL DE INSTALAÇÃO DO SOFTWARE CFC-B 2 INTRODUÇÃO O WSauto é o mais novo sistema de gerenciamento de CFC-B, foi criado pela empresa S MARQUES INFORMÁTICA LTDA ME, e lançado o seu primeiro modulo

Leia mais

ASPSOFT TECNOLOGIA (SIAE- SISTEMA INTEGRADO DE AUTOMAÇÃO ESCOLAR ) Site: -

ASPSOFT TECNOLOGIA (SIAE- SISTEMA INTEGRADO DE AUTOMAÇÃO ESCOLAR ) Site:  - Guia de Instalação do SIAE Site: http://www.aspsoft.com.br - Email: suporte@aspsoft.com.br Pág: 1 Requisitos para Instalação do SIAE CONFIGURAÇÃO HARDWARE Processador: A partir de 1 Ghz Memória RAM: 4

Leia mais

Administração de Redes Linux

Administração de Redes Linux Administração de Redes Linux Alberto Felipe Friderichs Barros alberto.barros@ifsc.edu.br Users As contas de usuário são projetados para fornecer segurança no sistema operacional Linux. Cada pessoa no sistema

Leia mais

Monitoramento de rede com o uso do Zenoss Core

Monitoramento de rede com o uso do Zenoss Core Monitoramento de rede com o uso do Zenoss Core Camilo Kaneviecher 1 1 Faculdade de Tecnologia - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) Pelotas RS Brasil cecaene@gmail.com Resumo. O projeto

Leia mais

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Para instalar e desinstalar o Deployment Plug-in em computadores-cliente O Deployment Solution está instalado no Symantec Management Platform.

Leia mais

Sistema ADOTI. Eficiência na Gestão de Infraestrutura de TI

Sistema ADOTI.  Eficiência na Gestão de Infraestrutura de TI Sistema ADOTI DESENVOLVEDOR O sistema ADOTI é um software desenvolvido integralmente pela empresa esystech Sistemas sediada em Curitiba- PR e que possui ampla experiência em sistemas de informação e de

Leia mais

Inclusão de NOTAS FISCAIS. Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina

Inclusão de NOTAS FISCAIS. Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina Inclusão de NOTAS FISCAIS Guia Rápido Audatex Web Perfil Oficina 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso... 3 3. Home Tela Inicial... 4 4. Sinistros... 5 5. Dados Gerais... 6 6. Notas Fiscais... 6 7. Ações...

Leia mais

GUIA RÁPIDO PARA INSTALAÇÃO DO CURUMIM

GUIA RÁPIDO PARA INSTALAÇÃO DO CURUMIM GUIA RÁPIDO PARA INSTALAÇÃO DO CURUMIM Para poder utilizar o Curumim pela primeira vez, é necessário ter instalado no computador os seguintes arquivos: 1. Java JRE - máquina virtual java 2. Driver do Rádio

Leia mais

Lojamundi Tecnologia Sem Limites br

Lojamundi Tecnologia Sem Limites  br Banana Pi Torrent - Servidor Torrent Dedicado para Downloads em Massa Com o avanço da tecnologia, os dados estão ficando mais detalhados e maiores em tamanho. Alguns anos atrás, um disco rígido comercial

Leia mais

MÁQUINAS VIRTUAIS EM SISTEMAS DISTRIBUÍDOS. Luiz C. Vieira

MÁQUINAS VIRTUAIS EM SISTEMAS DISTRIBUÍDOS. Luiz C. Vieira EM SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Luiz C. Vieira Origem na Virtualização de Mainframes IBM, 1960 Executar várias aplicações e processos ao mesmo tempo. Otimização de recursos M44/44X 7044 Máquinas virtuais Em 1980

Leia mais

Asterisk introdução. Carlos Gustavo A. da Rocha. Implantação de Serviços de VoIP

Asterisk introdução. Carlos Gustavo A. da Rocha. Implantação de Serviços de VoIP introdução Carlos Gustavo A. da Rocha Asterisk (the future of telephony) Uma das principais soluções para a implementação de PABX em software e gateways VoIP OpenSource Linux, solaris, FreeBSD, OpenBSD

Leia mais

Sistema Operacionais II. Linux e Software Livre

Sistema Operacionais II. Linux e Software Livre Sistema Operacionais II Linux e Software Livre Objetivos Entender o que é um software livre; Conhecer as licenças livres mais populares; Conhecer basicamente o Linux e suas principais distribuições.. O

Leia mais

Online Help????????????????????? SOPAS-SUI SOPAS ET

Online Help????????????????????? SOPAS-SUI SOPAS ET Online Help????????????????????? SOPAS-SUI Versão de software Manual de instalação Software/Tool Função Versão Software para a parametrização de dispositivos V 2.36 Copyright Copyright 2012 SICK AG Erwin-Sick-Str.

Leia mais

ROTEIRO: DUAL BOOT. Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando dois sistemas operacionais em uma mesma máquina virtual.

ROTEIRO: DUAL BOOT. Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando dois sistemas operacionais em uma mesma máquina virtual. ROTEIRO: DUAL BOOT IMPLANTANDO OS SISTEMAS OPERACIONAIS LINUX E WINDOWS. OBJETIVO Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando dois sistemas operacionais em uma mesma máquina virtual.

Leia mais

Manual do Usuário SinFAT Web

Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Manual do Usuário SinFAT Web Versão 1.1 Última atualização: 26/04/2014 Sumário 1.0 O que é o SinFAT Web?...4 1.1 Quem pode usar?...4 2.0 Como acessar?...4 2.1 Como se cadastrar?...5

Leia mais

Bruna Freire Pedroso da Costa Guilherme Carvalho Lucas Henrique Muniz Raul Vinícius Nascimento Vanessa Baptista. D&D Info

Bruna Freire Pedroso da Costa Guilherme Carvalho Lucas Henrique Muniz Raul Vinícius Nascimento Vanessa Baptista. D&D Info Bruna Freire Pedroso da Costa Guilherme Carvalho Lucas Henrique Muniz Raul Vinícius Nascimento Vanessa Baptista D&D Info Sistema de gerenciamento O SisAlu pode ser usado via rede e instalado em até 5 (cinco)

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Competências: SOP 1. Compreender as abstrações de um sistema operacional e operar um sistema operacional Unix/Linux como

Leia mais

Sistemas Operativos 10º ano

Sistemas Operativos 10º ano Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Sistemas Operativos 10º ano Módulo II- Sistema Operativo Cliente Sistema Operativo Cliente Existem vários Sistemas Operativos Cliente Para o Windows

Leia mais

Manual do Usuário. Uma plataforma:

Manual do Usuário. Uma plataforma: Uma plataforma: Manual do Usuário Construmanager é a plataforma online para gestão de projetos e obras mais completa e funcional do setor de construção civil. Com recursos exclusivos como a notificação

Leia mais

Importação de referências de bases de dados

Importação de referências de bases de dados Importação de referências de bases de dados Elaborado por Jane Rodrigues Guirado, Márcia Meireles de Melo Diniz e Marco Antônio Lorena Queiroz, bibliotecários da Escola de Arquitetura da Universidade Federal

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO - APP MONIVOX ROIP

MANUAL DO USUÁRIO - APP MONIVOX ROIP 1. INFORMAÇÕES DO PRODUTO 1.1 INTRODUÇÃO Bem vindo ao manual do usuário do app RoIP. Neste você encontrará instruções de como configurar e colocar em operação o MoniVox app RoIP. 1.2 DIREITOS AUTORAIS

Leia mais

Guia de Instalação I. Instalação e Administração do Fluig. Título do documento

Guia de Instalação I. Instalação e Administração do Fluig. Título do documento Guia de Instalação I Instalação e Administração do Fluig Título do documento fluig.com 0800 882 9191 Av. Braz Leme 1717, Casa Verde 02511-000 São Paulo - Brasil 1 Sumário 1. Introdução... 3 1.1. Objetivos

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

LINUX Revenda de Hospedagem

LINUX Revenda de Hospedagem LINUX Revenda de Hospedagem Guia de Início Índice! Características da Revenda de Hospedagem! Cadastre-se para a Revenda de Hospedagem! Revenda de Hospedagem é para todo Mundo Como começar a revender imediatamente

Leia mais

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology

Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Symantec IT Management Suite 8.0 powered by Altiris technology Para instalar ou desinstalar o Deployment Package Server Component O Deployment Solution instala um Deployment Package Server Component nos

Leia mais

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR

Guia do AirPrint. Versão 0 BRA-POR Guia do AirPrint Versão 0 BRA-POR Definições das observações Utilizamos o ícone a seguir ao longo deste manual do usuário: Observação Os ícones de Observação ensinam como agir em determinada situação ou

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML

Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML 1 Manual de instalação, configuração e utilização do Enviador XML 1. Conceitos e termos importantes XML Empresarial: é um sistema web (roda

Leia mais

McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0

McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0 Notas de versão McAfee epolicy Orchestrator Pre-Installation Auditor 2.0.0 Para uso com o McAfee epolicy Orchestrator Conteúdo Sobre esta versão Novos recursos Aprimoramentos Problemas resolvidos Visão

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores Zabbix Instalação. Prof. Alex Furtunato

Gerência de Redes de Computadores Zabbix Instalação. Prof. Alex Furtunato Gerência de Redes de Computadores Zabbix Instalação Prof. Alex Furtunato alex.furtunato@ifrn.edu.br Introdução Sistema de monitoramento de rede enterprise open source, com solução de monitoramento distribuído

Leia mais

Colocando um site na Internet

Colocando um site na Internet AULA: Colocando um site na Internet Autoria Web http://docentes.ifrn.edu.br/albalopes alba.lopes@ifrn.edu.br Servidores de Hospedagem Hospedagem de sites é um serviço que possibilita pessoas ou empresas

Leia mais

MANUAL DO SOFTWARE SPYLINK ANDROID

MANUAL DO SOFTWARE SPYLINK ANDROID MANUAL DO SOFTWARE SPYLINK ANDROID 1º PASSO >> configuração do google >> Segurança >> Verificar ameaças a segurança >> desmarcar ameaças a segurança 2º PASSO - para instalar o software no sistema android

Leia mais

Administração de Sistemas GNU/Linux

Administração de Sistemas GNU/Linux Administração de Sistemas GNU/Linux Configurações de Hardware e Instalação do Sistema GRACO - Gestores da Rede Acadêmica de Computação Instrutor: Ibirisol Fontes Ferreira Monitor:

Leia mais

Linguagens e Técnicas de Programação III Aula 01 Introdução ao Android

Linguagens e Técnicas de Programação III Aula 01 Introdução ao Android Aula 01 - Introdução ao Android 1 Linguagens e Técnicas de Programação III Aula 01 Introdução ao Android Prof. Othon Marcelo Nunes Batista othonb@yahoo.com Mestre em Informática Aula 01 - Introdução ao

Leia mais

Benefícios da Solução de Gerenciamento Dell KACE. Sales Engineer

Benefícios da Solução de Gerenciamento Dell KACE. Sales Engineer Benefícios da Solução de Gerenciamento Dell KACE Airton_Leal@Dell.com Sales Engineer Gerenciamento de sistemas continua sendo uma terefa bastante complexa Gerenciamento de Sistemas Ambientes mistos Inventário

Leia mais

MANUAL TÉCNICO PROCEDIMENTO DE RECUPERAÇÃO DE FIRMWARE P/ FAMÍLIA WOM 5000

MANUAL TÉCNICO PROCEDIMENTO DE RECUPERAÇÃO DE FIRMWARE P/ FAMÍLIA WOM 5000 MANUAL TÉCNICO PROCEDIMENTO DE RECUPERAÇÃO DE FIRMWARE P/ FAMÍLIA WOM 5000 1. Introdução Eventualmente, caso o WOM 5000 seja desligado no meio de uma atualização de firmware ou restauração de backup (mesmo

Leia mais

Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi

Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi Desenvolvimento do centro de gerenciamento de FireSIGHT em VMware ESXi Índice Introdução Pré-requisitos Componentes Utilizados Configuração Distribua um molde OVF Potência sobre e iniciação completa Configurar

Leia mais

Como criar o seu Servidor Metatrader5 na Nuvem (cloud) da Amazon

Como criar o seu Servidor Metatrader5 na Nuvem (cloud) da Amazon Como criar o seu Servidor Metatrader5 na Nuvem (cloud) da Amazon 1. Comece abrindo o seu browser na página da Amazon Web Services https://aws.amazon.com/pt/ 2. Na página de abertura, clique no botão Crie

Leia mais

Instalação do KenCast Fazzt no CentOS.

Instalação do KenCast Fazzt no CentOS. Instalação do KenCast Fazzt 8.2.0.9 no CentOS - Para a recepção de dados de satélite usando o software Kencast Fazzt é necessário a instalação do banco de dados PostgreSQL, desativação do firewall, bem

Leia mais

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN

Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Encaixe da importação RDP ASA 8.x para o uso com exemplo de configuração WebVPN Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Configurar Etapa 1. Obtenha o plug-in de Java

Leia mais

INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 FRENTE DE CAIXA

INSTALAÇÃO DA ROTINA 2075 FRENTE DE CAIXA Apresentação A rotina 2075 Frente de Caixa foi desenvolvida com a finalidade de atender as empresas do segmento varejo, sendo utilizada para a venda de produtos em pequenas quantidades. Este tutorial descreve

Leia mais

Instalando o Driver de Impressora Custom PostScript ou PCL para Windows

Instalando o Driver de Impressora Custom PostScript ou PCL para Windows Instalando o Driver de Impressora Custom PostScript ou PCL para Windows Este arquivo Leiame contém instruções para instalar o Driver de Impressora Custom PostScript ou PCL em sistemas Windows. Os Drivers

Leia mais

LUIS GUILHERME MACHADO CAMARGO PEDRO ALBERTO DE BORBA RICARDO FARAH STEFAN CAMPANA FUCHS TELMO FRIESEN MAPEAMENTO DE AMBIENTES COM O ROBÔ BELLATOR

LUIS GUILHERME MACHADO CAMARGO PEDRO ALBERTO DE BORBA RICARDO FARAH STEFAN CAMPANA FUCHS TELMO FRIESEN MAPEAMENTO DE AMBIENTES COM O ROBÔ BELLATOR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO LUIS GUILHERME MACHADO CAMARGO PEDRO ALBERTO DE BORBA

Leia mais

Instalação do Oracle VM Virtual Box

Instalação do Oracle VM Virtual Box 1 de 14 09/08/2012 12:56 Instalação do Oracle VM Virtual Box Após fazer download do Oracle VM VirtualBox o próximo passo é a instalação. Seguindo este tutorial passo-a-passo não haverá qualquer dificuldade

Leia mais

*pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC.

*pfsense é uma marca registrada da Electric Sheep Fencing LLC. O E.A.D pfsense é o primeiro treinamento on-line de pfsense da Vantage Brazil. Onde aluno ficará capacitado a aplicar configurações em cenários de implantação, regras de firewall, configurações gerais

Leia mais

SPED EFD DAS CONTRIBUIÇÕES. Geração e transmissão do SPED fiscal- EFD PIS/COFINS no pva. Walison de Paula Silva

SPED EFD DAS CONTRIBUIÇÕES. Geração e transmissão do SPED fiscal- EFD PIS/COFINS no pva. Walison de Paula Silva Geração e transmissão do SPED fiscal- EFD PIS/COFINS no pva Walison de Paula Silva Agenda Instalação do Programa Navegação Exemplo Prático Requisitos mínimos para instalação (Hardware) Microcomputador

Leia mais

Resolução de Problemas da Informática Básica. Roger Daniel Boeira

Resolução de Problemas da Informática Básica. Roger Daniel Boeira Resolução de Problemas da Informática Básica Roger Daniel Boeira boeira.roger@gmail.com Usuário: userlab Senha: Equileus rogerdanielboeira.weebly.com Práticas de Backup O que é backup e como fazer? Backup

Leia mais

AULA 2. Prof.: Jadiel Mestre. Introdução à Informática. Introdução à Informática Componentes de um Sistema de Informação

AULA 2. Prof.: Jadiel Mestre. Introdução à Informática. Introdução à Informática Componentes de um Sistema de Informação AULA 2 Prof.: Jadiel Mestre. Componentes de um Sistema de Informação Os componentes de um sistema de informação são divididos em três partes 2 1 Componentes físicos do computador Dispositivos de Entrada/Saída

Leia mais

No com código de ativação, você também receberá um link para o Centro de Licenciamento e Download da Harris:

No  com código de ativação, você também receberá um link para o Centro de Licenciamento e Download da Harris: Guia de instalação e Licenciamento ENVI 5.4 / IDL 8.6 Novidades no sistema de licenciamento! Com o ENVI 5.4 e IDL 8.6 foi alterado o modo de licenciamento para um sistema mais moderno. Agora as licenças

Leia mais

Manual Windows (PC) Instalação Configuração 3CX 6.0 Softphone

Manual Windows (PC) Instalação Configuração 3CX 6.0 Softphone Manual Windows (PC) Instalação Configuração 3CX 6.0 Softphone Quando se trata de softphones configuráveis pelo usuário, o Softphone 3CX é uma das melhores opções. Além do fato do 3CX ser muito confiável,

Leia mais

Requisitos de Ambiente para Central SAVER OmniLink

Requisitos de Ambiente para Central SAVER OmniLink Documentação Técnica N. 0073/10 Requisitos de Ambiente para Central SAVER OmniLink Histórico de Alterações Revisão Data Autor Principais Alterações 3 27/07/2010 Marcilio Machado Criação do Documento 27/07/2010

Leia mais

Sistemas Operacionais Abertos

Sistemas Operacionais Abertos Sistemas Operacionais Abertos Instalação de pacotes Na última aula... Instalação de pacotes Dpkg Apt-get Synaptic Porque? Quando você instala um sistema Linux, normalmente você instala uma grande seleção

Leia mais

Waldemar Dibiazi Junior Engenheiro de Computação Especialista em Banco de Dados

Waldemar Dibiazi Junior Engenheiro de Computação Especialista em Banco de Dados Waldemar Dibiazi Junior Engenheiro de Computação Especialista em Banco de Dados Objetivos da Palestra Entender o que é uma distribuição Linux Visão geral sobre algumas distribuições Linux existentes Evolução

Leia mais

Este documento não se restringe a versões de software e hardware específicas.

Este documento não se restringe a versões de software e hardware específicas. Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes usados Informações de Apoio Configurar Desenvolvimento de Anyconnect WebSecurity com o ASA Verificar Versão de Anyconnect promova/downgrade Troubleshooting

Leia mais

ATIVIDADE EXTRA COMPONENTE CURRICULAR (AEC)

ATIVIDADE EXTRA COMPONENTE CURRICULAR (AEC) FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS FUDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Isadora Mesquita Julia Gabriella ATIVIDADE EXTRA COMPONENTE CURRICULAR (AEC) Professora: Lúcilia Ribeiro GOIÂNIA, 2016 Isadora Mesquita

Leia mais

Treinamento em GLPI - Help Desk e Service Desk Open Source

Treinamento em GLPI - Help Desk e Service Desk Open Source Treinamento em GLPI - Help Desk e Service Desk Open Source Sobre o treinamento GLPI é uma solução web Open-source completa para gestão de ativos e helpdesk. O mesmo gerência todos os seus problemas de

Leia mais

ResellerClub Visão Geral

ResellerClub Visão Geral ResellerClub Visão Geral Um Programa Rico em Recursos! Realiza transações em sua Moeda Local! Métodos de Pagamento Locais! Todas as Interfaces no seu Idioma Local! 24x7x365 Suporte por telefone, email

Leia mais

Zimbra e Squirrelmail - Um Comparativo em Instalação e

Zimbra e Squirrelmail - Um Comparativo em Instalação e Zimbra e Squirrelmail - Um Comparativo em Instalação e Administração Eduardo Garcia de Medeiros 1 Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas (FATEC) Rua Gonçalves Chaves, 602 - Centro 2 Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas Operacional. Lista de Produtos. Guia de Prático de Utilização. Descrição das funções do Gerenciador (Botões)

SUMÁRIO. Sistemas Operacional. Lista de Produtos. Guia de Prático de Utilização. Descrição das funções do Gerenciador (Botões) SUMÁRIO Sistemas Operacional Windows...2 Linux...7 Mac OS X...10 Lista de Produtos SafeNet etoken Pro 32k SafeNet etoken Pro 64k SafeNet etoken Pro 72k SafeNet etoken Pro 510x SafeNet ikey 4000 Guia de

Leia mais

Informática Aplicada. Introdução

Informática Aplicada. Introdução Informática Aplicada Introdução Breve histórico da computação moderna Principais eventos 1000ac - Ábaco 1614 - Logaritmos (John Napier) 1623 - Sistema Binário (Francis Bacon) 1642 - Máquina de Turing 1946

Leia mais

Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos

Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos Amarildo Roberto Ribeiro CASCAVEL- 2016 SUMÁRIO 1. ACESSO AO CURSO... 3 2. LOGIN DO SISTEMA... 4 3. TELA PRINCIPAL DO ALUNO... 5 4. TELA PRINCIPAL DO CURSO...

Leia mais

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos.

Consulte as Convenções de Dicas Técnicas da Cisco para obter mais informações sobre convenções de documentos. Índice Introdução Como eu autorizo os usuários a ver os Relatórios de Histórico nos CRS? Como eu pesquiso defeitos a introdução de não poder entrar ao aplicativo histórico do relatório? Como eu adiciono

Leia mais

PROJEDATA INFORMÁTICA LTDA. IRINEU TEZA NUNES. INSTALAÇÃO DO ORACLE ENTERPRISE LINUX 6.3

PROJEDATA INFORMÁTICA LTDA. IRINEU TEZA NUNES. INSTALAÇÃO DO ORACLE ENTERPRISE LINUX 6.3 PROJEDATA INFORMÁTICA LTDA. IRINEU TEZA NUNES. INSTALAÇÃO DO ORACLE ENTERPRISE LINUX 6.3 TUBARÃO 2012 PROJEDATA INFORMÁTICA LTDA. IRINEU TEZA NUNES. INSTALAÇÃO DO ORACLE ENTERPRISE LINUX 6.3 Manual técnico

Leia mais

Informática. Cloud Computing e Storage. Professor Márcio Hunecke.

Informática. Cloud Computing e Storage. Professor Márcio Hunecke. Informática Cloud Computing e Storage Professor Márcio Hunecke www.acasadoconcurseiro.com.br Informática COMPUTAÇÃO EM NUVEM Cloud Computing ou Computação em Nuvem pode ser definido como um modelo no

Leia mais

Manual SISTEMA GERENCIADOR DE SENHAS Versão GUICHÊ

Manual SISTEMA GERENCIADOR DE SENHAS Versão GUICHÊ Manual SISTEMA GERENCIADOR DE SENHAS Versão 22.2.0 GUICHÊ Índice I INTRODUÇÃO... 3 II INSTALAÇÃO DO SOFTWARE... 4 III UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE... 6 ANEXO 1 GUIA DE REFERÊNCIA RÁPIDA... 9 ANEXO 2 SOLUÇÕES

Leia mais

Guia de instalação do REIS

Guia de instalação do REIS Guia de instalação do REIS Este guia foi desenvolvido para explicar o processo de instalação e configuração do REIS em ambiente de produção. Organização do projeto: O projeto REIS é configurado em dois

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO (RFQ) Nº JOF /2016 ERRATA 02. Com referência ao processo em epígrafe, segue errata 02 que deverá ser considerada:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO (RFQ) Nº JOF /2016 ERRATA 02. Com referência ao processo em epígrafe, segue errata 02 que deverá ser considerada: JOF - JOINT OPERATIONS FACILITY SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO (RFQ) Nº JOF-0162-29944/2016 ERRATA 02 Brasília, 28 de setembro de 2016. Senhores(as): Com referência ao processo em epígrafe, segue errata 02 que

Leia mais

AIDA mini. Grandes resultados em um design compacto. Small, Smart and Simple

AIDA mini. Grandes resultados em um design compacto. Small, Smart and Simple Grandes resultados em um design compacto Small, Smart and Simple AIDA mini é a mais nova solução da KARL STORZ para usuários sem muita experiência no uso de aparelhos de gravação de arquivos de imagem

Leia mais

Orientações para efetuar a inscrição no Programa de Iniciação Científica. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa

Orientações para efetuar a inscrição no Programa de Iniciação Científica. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Orientações para efetuar a inscrição no Programa de Iniciação Científica Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Fevereiro de 2016 Informações gerais sobre o processo de inscrição

Leia mais

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos

O Que É VRRP? Índice. Introdução. Pré-requisitos. Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP. Requisitos O Que É VRRP? Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Como o VPN 3000 Concentrator Implementa o VRRP? Configuração do VRRP Sincronização das Configurações Introdução

Leia mais

Este curso pretende dotar os participantes dos conhecimentos e conceitos básicos envolvidos na operação dos sistemas operativos Linux (GNU/Linux).

Este curso pretende dotar os participantes dos conhecimentos e conceitos básicos envolvidos na operação dos sistemas operativos Linux (GNU/Linux). Linux Fundamentos Tecnologias de Informação - Redes e Sistemas Localidade: Lisboa Data: 05 Jun 2017 Preço: 420 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes. ) Horário:

Leia mais

Estas etapas preliminares devem ser executadas para todas as impressoras:

Estas etapas preliminares devem ser executadas para todas as impressoras: Windows NT 4.x Este tópico inclui: "Etapas preliminares" na página 3-26 "Etapas de instalação rápida em CD-ROM" na página 3-26 "Solução de problemas do Windows NT 4.x (TCP/IP)" na página 3-30 Etapas preliminares

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais

Fundamentos de Sistemas Operacionais Fundamentos de Sistemas Operacionais Aula 3 Princípios de Sistemas Operacionais Prof. Belarmino Existem dezenas de Sistemas Operacionais executando nos mais variados tipos de maquinas. Os mais conhecidos

Leia mais

Manual Operacional. Colibri Food - Radiant Systems. Colibri Food - Radiant

Manual Operacional. Colibri Food - Radiant Systems. Colibri Food - Radiant Manual Operacional Colibri Food - Radiant Systems Colibri Food - Radiant Colibri Food - Radiant 2012 - Colibri Solutions Todos os direitos reservados. Nenhum conteúdo deste material - textos e ilustrações

Leia mais

Copyright 2016 HP Development Company, L.P.

Copyright 2016 HP Development Company, L.P. Guia do Usuário Copyright 2016 HP Development Company, L.P. AMD é uma marca comercial registrada da Advanced Micro Devices, Inc. 2012 Google Inc. Todos os direitos reservados. Google é uma marca comercial

Leia mais

Manual de acesso ao Portal do Contribuinte - SIGET

Manual de acesso ao Portal do Contribuinte - SIGET Manual de acesso ao Portal do Contribuinte - SIGET Versão 1.0 (Atualizado em 04/05/2016) - 2011 - Governo do Estado do Ceará - Todos os direitos reservados. Conteúdo Requisitos de Instalação... 3 Área

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX. Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX. Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. Download 1 Efetue o download acessando o endereço: https://www.hesolucoes.com.br/iso/printertux-2.1.iso MD5SUM: 844d318e9672fdbffec0ad354b642d5b 2. Pré-Requisitos (Hardware)

Leia mais

Especificação do Caso de Uso

Especificação do Caso de Uso Especificação do Caso de Uso Histórico de Revisão Sumário Data Versão Descricão Autor 22/0/2011 1.0 Versão Inicial de Desenvolvimento Maurício Santos 31/0/2011 1.1 Correções e atualizações Maurício Santos

Leia mais

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Componentes Utilizados

Índice. Introdução. Pré-requisitos. Requisitos. Componentes Utilizados Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Configuração alternativa SCE da corrente Instale ou promova SCOS e PQI Promova SCOS e PQI com GUI Promova SCOS com CLI Promova PQI com

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO E INSERÇÃO DE IMÓVEIS

MANUAL DE CADASTRO E INSERÇÃO DE IMÓVEIS MANUAL DE CADASTRO E INSERÇÃO DE IMÓVEIS 2 BEM-VINDO AO PORTAL IMOBILIÁRIO MORAR IMOB ÍNDICE: Páginas: 2 Índice / Introdução 3 Layout da home 4 Cadastro login e senha 5 Inserção dos dados cadastrais e

Leia mais

Internet Explorer 8.0 Navegador (Browser)

Internet Explorer 8.0 Navegador (Browser) Internet Explorer 8.0 Navegador (Browser) O Internet Explorer 8 foi projetado para facilitar a navegação e a interação com sites na Internet ou na intranet. Sempre que você usa a Internet, ou um software

Leia mais

Antes de instalar qualquer programa do ifox PDV, verificar e instalar os programas do Windows necessários:

Antes de instalar qualquer programa do ifox PDV, verificar e instalar os programas do Windows necessários: Antes de instalar qualquer programa do ifox PDV, verificar e instalar os programas do Windows necessários: 1. No Computador onde vai instalar o software do GERENCIADOR, verifique se o Microsoft.Net Framework

Leia mais

Manual de Instalação do NB-TV 220

Manual de Instalação do NB-TV 220 Manual de Instalação do NB-TV 220 Conteúdo Versão 2.1 Capítulo 1 : Instalação da Placa de TV do NB-TV 220...2 1.1 Conteúdo da Embalagem...2 1.2 Exigências do Sistema...2 1.3 Instalação do Hardware...2

Leia mais

Protocolo de rede do Cisco Unified Wireless e matriz da porta

Protocolo de rede do Cisco Unified Wireless e matriz da porta re do Cisco Unified Wireless e matriz da porta Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações Apoio Visão geral da re Informações Relacionadas Introdução Este

Leia mais

Tutorial Google Docs

Tutorial Google Docs Tutorial Google Docs Drive virtual onde você cria, faz upload e compartilha documentos (textos, planilhas, formulários,etc). Podemos utiliza-lo como alternativa para salvar os documentos criados pelos

Leia mais

GESTÃO PARA EXCELÊNCIA, ESSE É O CAMINHO.

GESTÃO PARA EXCELÊNCIA, ESSE É O CAMINHO. GESTÃO PARA EXCELÊNCIA, ESSE É O CAMINHO. Tutorial Capacitação de Avaliadores Voluntários do Prêmio MPE Brasil Inscrição Acesso Certificado Inscrição Em primeiro lugar, para inscrever-se no curso, é necessário

Leia mais

Dicas para melhorar a performance do sistema

Dicas para melhorar a performance do sistema Dicas para melhorar a performance do sistema A baixa performance do sistema pode ser ocasionada por diversos fatores, com por exemplo, pouca memória para iniciar o banco de dados, problemas de rede, baixa

Leia mais

LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA

LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA Infraestrutura Campus Sede Laboratório de Aula LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA 24 computadores Processador Intel Celeron E3200 2.4GHz, 1GB RAM, Hd 60 GB Windows XP Laboratório de Pesquisa 12 computadores Processador

Leia mais

Estação de Trabalho para utilização de Softwares. Computador Positivo Premium DR7560

Estação de Trabalho para utilização de Softwares. Computador Positivo Premium DR7560 Estação de Trabalho para utilização de Softwares Computador Positivo Premium DR7560 R$: 1.999,00 Processador Intel Core i3-4160 Dual Core 3.6 GHz Cache 3 MB Memória RAM 4 GB Sistema operacional Windows

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB Índice CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 DADOS DO PROJETO... 4 OBJETIVO(S) DO PROJETO... 4 ESCOPO... 6 PREMISSAS... 11 LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES... 11 OBSERVAÇÕES...

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Capítulo 4: Introdução às Telecomunicações nas Empresas Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet James A. O'Brien Editora Saraiva The McGraw-Hill Companies, Inc., 1999 Objetivos

Leia mais

Instalação do sistema Precision NF-e Versão 1.00

Instalação do sistema Precision NF-e Versão 1.00 Instalação do sistema Precision NF-e Versão 1.00 Desenvolvido por Maggiore em 11/2016 Sumário 1 Download do instalador do sistema... 3 2 Instalação do sistema... 6 3 Desinstalação do Firebird... 10 4 Configuração

Leia mais

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2

Secure Client. Manual do Usuário. IPNv2. Secure Client IPNv2 Secure Client Manual do Usuário IPNv2 Índice 2 de 24 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. OBJETIVO, APLICAÇÃO E DEFINIÇÕES... 4 a. Objetivos... 4 b. Aplicação... 4 c. Responsabilidades... 4 d. Configuração de hardware

Leia mais

1 Introdução 5. 3 Uso avançado Controle remoto e scripting via D-Bus... 11

1 Introdução 5. 3 Uso avançado Controle remoto e scripting via D-Bus... 11 Gaurav Chaturvedi Desenvolvedor: Christian Esken Desenvolvedor: Helio Chissini de Castro Desenvolvedor: Brian Hanson Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2

Leia mais