ANEXO Capítulo II - Elenco Sintético das Contas 2013 ATIVO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO Capítulo II - Elenco Sintético das Contas 2013 ATIVO"

Transcrição

1 SUB CIRCULANTE DISPONÍVEL CAIXA CAIXA CAIXA CAIXA Caixa NUMERÁRIO EM TRANSITO NUMERÁRIO EM TRANSITO Numerário em Trânsito Numerário em Trânsito Numerário em trânsito BANCOS DEPÓSITOS BANCOS DEPÓSITOS Bancos Conta Depósitos Bancos Conta Depósitos Bancos Conta Depósitos APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ IMEDIATA APLICAÇÕES DE LIQUIDEZ IMEDIATA Aplicações de Liquidez Imediata Aplicações de Liquidez Imediata Aplicações de liquidez imediata APLICAÇÕES FINANCEIRAS APLICAÇÕES VINCULADAS A PROVISÕES TÉCNICAS TÍTULOS DE RENDA FIXA - PRIVADOS Títulos de Renda Fixa - Privados Depósitos Bancários a Prazo - CDB/RDB Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado 1/24

2 SUB Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados TÍTULOS DE RENDA FIXA - PÚBLICOS Títulos de Renda Fixa - Públicos Títulos da Dívida Pública Interna Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos TÍTULOS DE RENDA VARIÁVEL Títulos de Renda Variável Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Variável Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável OUTRAS APLICAÇÕES Outras Aplicações Outras Aplicações Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações APLICAÇÕES NÃO VINCULADAS TÍTULOS DE RENDA FIXA - PRIVADOS 2/24

3 SUB Títulos de Renda Fixa - Privados Depósitos Bancários a Prazo - CDB/RDB Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados TÍTULOS DE RENDA FIXA - PÚBLICOS Títulos de Renda Fixa - Públicos Títulos da Dívida Pública Interna Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos TÍTULOS DE RENDA VARIÁVEL Títulos de Renda Variável Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Variável Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável OUTRAS APLICAÇÕES Outras Aplicações Outras Aplicações Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações 3/24

4 SUB (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações CRÉDITOS DE OPERAÇÕES COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA/PRÊMIO A RECEBER CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA/PRÊMIOS A RECEBER DE ASSISTÊNCIA MÉDICO HOSPITALAR Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Contraprestação Pecuniária/Prêmios a Receber Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Contraprestação Pecuniária/Prêmios a Receber Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA/PRÊMIOS A RECEBER DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Contraprestação Pecuniária/Prêmios a Receber Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Contraprestação Pecuniária/Prêmios a Receber Individual Coletivo 4/24

5 SUB Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Individual Coletivo Administradora de Benefícios - Contratos Estipulados Administradora de Benefícios - Contratos Não Estipulados CRÉDITOS DE OPERAÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO DE BENEFÍCIOS ADMINISTRAÇÃO DE BENEFÍCIOS DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Administração de Benefícios de Planos de Assistência Médico-Hospitalar Taxa de Administração de Benefícios a Receber Contratos Estipulados Contratos Não Estipulados (-)Provisão para Perdas Sobre Créditos Créditos a Receber de Contraprestações a Repassar Contratos Estipulados Contratos Não Estipulados (-)Provisão para Perdas Sobre Créditos ADMINISTRAÇÃO DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Administração de Benefícios de Assistência Odontológica Taxa de Administração de Benefícios a Receber Contratos Estipulados Contratos Não Estipulados (-)Provisão para Perdas Sobre Créditos Contraprestações/Prêmios a Receber Contratos Estipulados Contratos Não Estipulados (-)Provisão para Perdas Sobre Créditos PARTICIPAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS EM EVENTOS/SINISTROS INDENIZADOS PARTICIPAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS EM EVENTOS/SINISTROS INDENIZADOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO- HOSPITALAR Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos PARTICIPAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS EM EVENTOS/SINISTROS INDENIZADOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA 5/24

6 SUB Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados Participação dos Beneficiários em Eventos/Sinistros Indenizados (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos OPERADORAS DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE OPERADORAS DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Cosseguro Aceito Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Cosseguro Cedido Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Outros Outros (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Cosseguro Aceito Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Cosseguro Cedido Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Outros Outros (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos 6/24

7 SUB OPERADORAS DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Cosseguro Aceito Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Cosseguro Cedido Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Outros Outros (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Contraprestação Corresponsabilidade Assumida Cosseguro Aceito Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Cosseguro Cedido Prêmios Sinistros Comercialização Outros Créditos Outros Outros (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos OUTROS CRÉDITOS DE OPERAÇÕES COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE OUTROS CRÉDITOS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Resseguros Sinistros pendentes de liquidação Sinistros liquidados Outros créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos 7/24

8 SUB Outros Créditos de Operações de Assistência Médico-Hospitalar Outros Créditos de Operações de Assistência Médico-Hospitalar (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Outros Créditos de Operações de Assistência Médico-Hospitalar Outros Créditos de Operações de Assistência Médico-Hospitalar (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos OUTROS CRÉDITOS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Cobertura Assistencial com Preço Preestabelecido Resseguros Sinistros pendentes de liquidação Sinistros liquidados Outros créditos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Outros Créditos de Operações de Assistência Odontológica Outros Créditos de Operações de Assistência Odontológica (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Cobertura Assistencial com Preço Pós-estabelecido Outros Créditos de Operações de Assistência Odontológica Outros Créditos de Operações de Assistência Odontológica (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos CRÉDITOS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE NÃO RELACIONADOS COM PLANOS DE SAÚDE DA OPERADORA CRÉDITOS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE NÃO RELACIONADOS COM PLANOS DE SAÚDE DA OPERADORA CRÉDITOS A RECEBER DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Contas a Receber de Prestação de Serviços Médico-Hospitalar Contas a Receber Contas a Receber (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Intercâmbio a Receber - Atendimento Eventual Taxa de Administração Reembolso (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Outros Créditos Operacionais de Prestação de Serviço Médico-Hospitalar Outros Créditos Operacionais de Prestação de Serviço Médico-Hospitalar (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos CRÉDITOS A RECEBER DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Contas a Receber de Prestação de Serviços Odontológica Contas a Receber Contas a Receber (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos 8/24

9 SUB Intercâmbio a Receber - Atendimento Eventual Taxa de Administração Reembolso (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Outros Créditos Operacionais de Prestação de Serviço Odontológico Outros Créditos Operacionais de Prestação de Serviço Odontológico (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos DESPESAS DIFERIDAS COMISSÕES DIFERIDAS COM OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE COMISSÕES/AGENCIAMENTOS DIFERIDOS COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Comissões/Agenciamentos Diferidos - Contraprestações Pecuniárias Comissões/Agenciamentos Diferidos - Seguros Comissão/Agenciamentos de Seguros Comissão/Agenciamentos de Cosseguro Aceito COMISSÕES/AGENCIAMENTOS DIFERIDOS COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Odontológica Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Odontológica Comissões/Agenciamentos Diferidos - Contraprestações Pecuniárias Comissões/Agenciamentos Diferidos - Seguros Comissão/Agenciamentos de Seguros Comissão/Agenciamentos de Cosseguro Aceito DESPESAS DE RESSEGURO DIFERIDAS PRÊMIO DE RESSEGURO DIFERIDO COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Prêmio de Resseguro Diferido com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Prêmio de Resseguro Diferido com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Prêmio de Resseguro Diferido PRÊMIO DE RESSEGURO DIFERIDO COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICO Prêmio de Resseguro Diferido com Planos de Assistência Odontológico Prêmio de Resseguro Diferido com Planos de Assistência Odontológico Prêmio de Resseguro Diferido CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E PREVIDÊNCIÁRIOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E PREVIDÊNCIARIOS 9/24

10 SUB CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS Créditos Tributários Imposto de Renda Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF Imposto de Renda a Compensar/Restituir Antecipações de Imposto de Renda Contribuição Social Sobre o Lucro Liquido - CSLL Contribuição Social Retida na Fonte Contribuição Social a Compensar/Restituir Antecipações da Contribuição Social Crédito de Previdência Social Crédito de Previdência Social Créditos de PIS e COFINS Créditos de PIS e COFINS Imposto Sobre Serviços - ISS Imposto Sobre Serviços - ISS Outros Créditos Tributários e Previdenciários Outros Créditos Tributários e Previdenciários BENS E TÍTULOS A RECEBER ESTOQUE ESTOQUE Estoques Estoques Estoques Almoxarifado BENS A VENDA BENS A VENDA Bens a Venda Bens a Venda Imóveis a Venda Outros Bens a Venda DEPENDÊNCIAS NO PAÍS DEPENDÊNCIAS NO PAÍS Dependências no País Dependências no País Dependências no País 10/24

11 SUB EMPRÉSTIMOS E DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS EMPRÉSTIMOS E DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS Empréstimos e Depósitos Compulsórios Empréstimos e Depósitos Compulsórios Empréstimos Depósitos (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos TÍTULOS A RECEBER TÍTULOS A RECEBER Títulos a Receber Títulos a Receber Notas Promissórias Cheques e Ordens a Receber Outros Títulos a Receber (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos DIREITOS RESULTANTES DA VENDA DE CARTEIRAS Direitos Resultantes da Venda de Carteira Direitos Resultantes da Venda de Carteira Direitos Resultantes da Venda de Carteira de Beneficiários de Planos de Saúde (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS - OUTROS CRÉDITOS OPERACIONAIS Administradora de Benefícios - Outros Créditos Operacionais Administradora de Benefícios - Outros Créditos Operacionais Créditos a Receber de Outras Atividades Operacionais Faturas a Receber de Prestação de Serviços OUTROS BENS E TÍTULOS A RECEBER OUTROS BENS E TÍTULOS A RECEBER Outros Bens e Títulos a Receber Outros Bens e Títulos a Receber Aluguéis a Receber Participação em Lucros a Receber Dividendos e Juros sobre Capital Próprio a Receber Direitos Resultantes da Venda de Imóveis Adiantamentos a Funcionários Adiantamentos Diversos Outros Créditos ou Bens a Receber 11/24

12 SUB (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos DESPESAS ANTECIPADAS DESPESAS ADMINISTRATIVAS DESPESAS ADMINISTRATIVAS Despesas Administrativas Despesas Administrativas Despesas Administrativas DESPESAS PATRIMONIAIS DESPESAS PATRIMONIAIS Despesas Patrimoniais Despesas Patrimoniais Despesas Patrimoniais DESPESAS OPERACIONAIS DESPESAS OPERACIONAIS Despesas Operacionais Antecipadas Despesas Operacionais Antecipadas Despesas Operacionais Antecipadas OUTRAS DESPESAS ANTECIPADAS OUTRAS DESPESAS ANTECIPADAS Outras Despesas Antecipadas Outras Despesas Antecipadas Outras Despesas Antecipadas CORRENTE COM COOPERADOS CRÉDITOS A RECEBER DE COOPERADOS CRÉDITOS A RECEBER DE COOPERADOS Créditos a receber de Cooperados Créditos a receber de Cooperados Créditos a receber de Cooperados 1 3 NÃO CIRCULANTE 12/24

13 SUB REALIZÁVEL A LONGO PRAZO APLICAÇÕES VINCULADAS A PROVISÕES TÉCNICAS TÍTULOS DE RENDA FIXA - PRIVADOS Títulos de Renda Fixa - Privados Depósitos Bancários a Prazo - CDB/RDB Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados TÍTULOS DE RENDA FIXA - PÚBLICOS Títulos de Renda Fixa - Públicos Títulos da Dívida Pública Interna Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos TÍTULOS DE RENDA VARIÁVEL Títulos de Renda Variável Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Variável Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável OUTRAS APLICAÇÕES 13/24

14 SUB Outras Aplicações Outras Aplicações Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações APLICAÇÕES NÃO VINCULADAS TÍTULOS DE RENDAS FIXA Títulos de Renda Fixa - Privados Depósitos Bancários a Prazo - CDB/RDB Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Privados TÍTULOS DE RENDA FIXA - PÚBLICOS Títulos de Renda Fixa - Públicos Títulos da Dívida Pública Interna Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Fixa Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Fixa - Públicos TÍTULOS DE RENDA VARIÁVEL Títulos de Renda Variável Cotas de Fundos de Investimentos Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado Outros Títulos de Renda Variável Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado 14/24

15 SUB (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável (-) Provisão para Desvalorização de Títulos de Renda Variável OUTRAS APLICAÇÕES Outras Aplicações Outras Aplicações Valor Original Ajuste ao Valor de Mercado (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações (-) Provisão para Desvalorização de Outras Aplicações CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E PREVIDENCIÁRIOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E PREVIDÊNCIÁRIOS Créditos Tributários Créditos Tributários Imposto de Renda Contribuição Social Crédito de Previdência Social Créditos de PIS e COFINS Imposto Sobre Serviços - ISS Outros Créditos Tributários e Previdenciários TÍTULOS E CRÉDITOS A RECEBER CRÉDITOS A RECEBER Créditos a Receber Direitos Resultantes da Venda de Imóveis Direitos Resultantes da Venda de Imóveis (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Direitos Resultantes da Venda de Carteira de Beneficiários de Planos de Saúde Direitos Resultantes da Venda de Carteira de Beneficiários de Planos de Saúde (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos TÍTULOS A RECEBER Títulos a Receber Notas Promissórias Notas Promissórias (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos Outros Títulos a Receber Outros Títulos a Receber 15/24

16 SUB (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos EMPRÉSTIMOS E DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS Empréstimos e Depósitos Compulsórios Empréstimos Empréstimos (-) Ajuste a Valor Presente Depósitos Depósitos (-) Ajuste a Valor Presente OUTROS VALORES E BENS Outros Valores e Bens Outros Valores e Bens Outros Valores e Bens (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos DESPESAS DE COMERCIALIZAÇÃO DIFERIDAS COMISSÕES/AGENCIAMENTOS DIFERIDOS COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Médico-Hospitalar Comissões/Agenciamentos Diferidos - Contraprestações Pecuniárias Comissões/Agenciamentos Diferidos - Seguros Comissão/Agenciamento de Seguros Comissão/Agenciamento de Cosseguro Aceito Outras Comissões Diferidas - Assistência Médico-Hospitalar Outras Comissões Diferidas - Assistência Médico-Hospitalar COMISSÕES/AGENCIAMENTOS DIFERIDOS COM PLANOS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Odontológica Comissões/Agenciamentos Diferidos com Planos de Assistência Odontológica Comissões/Agenciamentos Diferidos - Contraprestações Pecuniárias Comissões/Agenciamentos Diferidos - Seguros Comissão/Agenciamentos de Seguros Comissão/Agenciamentos de Cosseguro Aceito Outras Comissões Diferidas Assistência Odontológica Outras Comissões Diferidas Assistência Odontológica FISCAL DIFERIDO FISCAL DIFERIDO 16/24

17 SUB Crédito Tributário sobre Diferenças Temporárias Crédito Tributário sobre Diferenças Temporárias Imposto de Renda (IRPJ) Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) Crédito Tributário sobre Prejuízo Fiscal Crédito Tributário sobre Prejuízo Fiscal Imposto de Renda (IRPJ) Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) DEPÓSITOS JUDICIAIS E FISCAIS DEPÓSITOS JUDICIAIS E FISCAIS Depósitos Judiciais e Fiscais Depósitos Judiciais e Fiscais Depósitos Judiciais - Eventos / Sinistros Depósitos Judiciais e Fiscais - Tributos Depósitos Judiciais - Civeis Depósitos Judiciais - Trabalhistas OUTROS CRÉDITOS A RECEBER A LONGO PRAZO OUTROS CRÉDITOS A RECEBER A LONGO PRAZO Outros Créditos a Receber a Longo Prazo Outros Créditos a Receber a Longo Prazo Outros Créditos a Receber a Longo Prazo (-) Ajuste a Valor Presente (-) Provisão para Perdas Sobre Créditos CORRENTE COM COOPERADOS CRÉDITOS A RECEBER DE COOPERADOS Créditos a Receber de Cooperados Passivo Tributário a Receber de Cooperados Passivo Tributário a Receber de Cooperados INVESTIMENTOS PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS AVALIADAS PELO METODO DE EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL PARTICIPAÇÕES EM OPERADORA DE PLANOS DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE Participações em Operadora de Planos de Assistência à Saúde Ações / Quotas de Empresas - Controladas 17/24

18 SUB Valor Patrimonial Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização Ações / Quotas de Empresas - Coligadas Valor Patrimonial Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS EM REDE ASSISTENCIAL NÃO HOSPITALAR Participações Societárias em Rede Assistencial não Hospitalar Ações / Quotas de Empresas - Controladas Valor Patrimonial Ágio mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização Ações / Quotas de Empresas - Coligadas Valor Patrimonial Ágio mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS EM REDE HOSPITALAR Participações Societárias em Rede Hospitalar Ações/Quotas de Empresas - Controladas Valor Patrimonial Ágio mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização Ações/Quotas de Empresas - Coligadas Valor Patrimonial Ágio mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização PARTICIPAÇÕES EM INSTITUIÇÕES REGULADAS Participações em Instituições Reguladas Ações / Quotas de Empresas - Controladas Valor Patrimonial Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização Ações / Quotas de Empresas - Coligadas Valor Patrimonial 18/24

19 SUB Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização PARTICIPAÇÕES EM INSTITUIÇÕES NÃO REGULADAS Participações em Instituições Não Reguladas Ações / Quotas de Empresas - Controladas Valor Patrimonial Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização Ações / Quotas de Empresas - Coligadas Valor Patrimonial Mais valia de ativos Goodwill (-) Provisão para Desvalorização INCENTIVOS FISCAIS INCENTIVOS FISCAIS Incentivos Fiscais Incentivos Fiscais Ações de Incentivos Fiscais Quotas de Fundos Outros (-) Provisão para Desvalorização de Incentivos Fiscais IMÓVEIS DESTINADOS À RENDA IMÓVEIS DESTINADOS À RENDA Imóveis destinados à renda Custo de Aquisição Terrenos Edificações (-) Provisão para Desvalorização (-) Terrenos (-) Edificações (-) Depreciação Acumulada Edificações OUTROS INVESTIMENTOS OUTROS INVESTIMENTOS Outros Investimentos 19/24

20 SUB Títulos Patrimoniais Títulos Patrimoniais Outros Investimentos (-) Provisão para Desvalorização (-) Provisão para Desvalorização - Títulos Patrimoniais (-) Provisão para Desvalorização - Outros Investimentos IMOBILIZADO IMÓVEIS DE USO PRÓPRIO IMÓVEIS - HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Imóveis - Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Terrenos Edificações (-) Provisão para perda por redução de valore recuperável Terrenos Edificações (-) Depreciação acumulada Edificações Reavaliação Terrenos Edificações IMÓVEIS - NÃO HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Imóveis - Não Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Terrenos Edificações (-) Provisão para perda por redução de valore recuperável Terrenos Edificações (-) Depreciação acumulada Edificações Reavaliação Terrenos Edificações IMOBILIZADO DE USO PRÓPRIO HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Instalações 20/24

21 SUB Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos (-) Provisão para perda por redução de valore recuperável Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos (-) Depreciação acumulada Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Reavaliação Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos NÃO HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Não Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos (-) Provisão para perda por redução de valore recuperável Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos (-) Depreciação acumulada Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Reavaliação Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware 21/24

22 SUB Móveis e utensilios Veiculos IMOBILIZAÇÕES EM CURSO HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Bens em uso na fase de implantação Imóveis em construção Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Outras imobilizações (-) Provisão para perda por redução de valor recuperável Bens em uso na fase de implantação Imóveis em construção Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Outras imobilizações NÃO HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Não Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Bens em uso na fase de implantação Imóveis em construção Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Outras imobilizações (-) Provisão para perda por redução de valore recuperável Bens em uso na fase de implantação Imóveis em construção Instalações Máquinas e equipamentos Equipamentos de Processamento Eletrônico de Dados - Hardware Móveis e utensilios Veiculos Outras imobilizações 22/24

23 SUB OUTRAS IMOBILIZAÇÕES HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Hospitalares/Odontológicos Custo de aquisição Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações (-) Provisão para perda por redução ao valor recuperável Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações (-) Depreciação/amortização acumulada Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações Reavaliação Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações NÃO HOSPITALARES/ NÃO ODONTOLÓGICOS Não Hospitalares/Não Odontológicos Custo de aquisição Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações (-) Provisão para perda por redução ao valor recuperável Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações (-) Depreciação/amortização acumulada Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações Reavaliação Benfeitorias em imóveis de terceiros Outras imobilizações INTANGÍVEL INTANGÍVEL HOSPITALARES/ODONTOLÓGICOS Hospitalares/Odontológicos Custo de Aquisição Aquisição de Carteira de Plano de Assistência à Saúde Sistema de Computação Marcas Comerciais Gastos com Promoção e Prevenção à Saúde Outros Ativos Intangíveis 23/24

24 SUB (-) Provisão para Perda por Redução ao Valor Recuperável (-) Aquisição de Carteira de Plano de Assistência à Saúde (-) Sistema de Computação (-) Marcas Comerciais (-) Gastos com Promoção e Prevenção à Saúde (-) Outros Ativos Intangíveis (-) Amortização Acumulada (-) Amortização da Aquisição de Carteira de Plano de Assistência à Saúde (-) Amortização do Sistema de Computação (-) Amortização de Marcas Comerciais (-) Gastos com Promoção e Prevenção à Saúde (-) Amortização de Outros Ativos Intangíveis NÃO HOSPITALARES/NÃO ODONTOLÓGICOS Não Hospitalares/Não Odontológicos Custo de Aquisição Sistema de Computação Marcas Comerciais Outros Ativos Intangíveis (-) Provisão para Perda por Redução ao Valor Recuperável (-) Sistema de Computação (-) Marcas Comerciais (-) Outros Ativos Intangíveis (-) Amortização Acumulada (-) Amortização do Sistema de Computação (-) Amortização de Marcas Comerciais (-) Amortização de Outros Ativos Intangíveis 1 9 COMPENSAÇÃO COMPENSAÇÃO COMPENSAÇÃO COMPENSAÇÃO Compensação - Ativo Compensação - Ativo Ativos Garantidores do Mantenedor Outros 24/24

PLANO DE CONTAS PADRÃO ANS

PLANO DE CONTAS PADRÃO ANS MICROFLEX Informática Folha 1 1 ATIVO 1.2 ATIVO CIRCULANTE 1.2.1 DISPONÍVEL 1.2.1.1 CAIXA 1.2.1.1.1 Caixa 1.2.1.1.1.9.1.0.0 Caixa 1.2.1.2 VALORES EM TRÂNSITO 1.2.1.2.1 Valores em Trânsito 1.2.1.2.1.9.1.0.0

Leia mais

ANEXO Capítulo II - Elenco Sintético das Contas 2013 PASSIVO DESCRIÇÃO 2 1 1 PROVISÕES TÉCNICAS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE

ANEXO Capítulo II - Elenco Sintético das Contas 2013 PASSIVO DESCRIÇÃO 2 1 1 PROVISÕES TÉCNICAS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE SUB 2 2 1 CIRCULANTE 2 1 1 PROVISÕES TÉCNICAS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE 2 1 1 1 PROVISÕES TÉCNICAS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE 2 1 1 1 1 PROVISÕES TÉCNICAS DE OPERAÇÕES DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

Código Grau Título Legenda 1 Ativo. 1.1.1 Caixa e Equivalentes de Caixa (A)

Código Grau Título Legenda 1 Ativo. 1.1.1 Caixa e Equivalentes de Caixa (A) 6. PLANO DE CONTAS É apresentada abaixo a estrutura do Plano de Contas elaborada para o Manual de Contabilidade do Serviço Público de Exploração da Infraestrutura Rodoviária Federal. Legenda: (A) Rubrica

Leia mais

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1 ATIVO 1 11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1113 BANCOS CONTA DEPÓSITOS 11131 BANCOS CONTA DEPÓSITOS - MOVIMENTO

Leia mais

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal após a Lei 11638/07 Quando informado o registro: as instituições sujeitas

Leia mais

0001 CNPJ: Código T Classificação Nome

0001 CNPJ: Código T Classificação Nome 000..678/000-9 S ATIVO S. ATIVO CIRCULANTE S.. DISPONIVEL S...0 CAIXA...0.00 CAIXA GERAL 6...0.00 FUNDO FIXO DE CAIXA 7 S...0 BANCOS CONTA MOVIMENTO 8...0.00 BANCO DO BRASIL 9...0.00 CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Leia mais

Plano de Contas RECURSOS NO EXTERIOR DECORRENTES DE EXPO 01 CONTAS BANCÁRIAS SUBVENÇÕES 01 CONTAS BANCÁRIAS DOAÇÕES 01

Plano de Contas RECURSOS NO EXTERIOR DECORRENTES DE EXPO 01 CONTAS BANCÁRIAS SUBVENÇÕES 01 CONTAS BANCÁRIAS DOAÇÕES 01 1 1.00.00.00.000000 10000 **** A T I V O **** 01 1 1.01.00.00.000000 10050 CIRCULANTE 01 1.01 1.01.01.00.000000 10100 DISPONIBILIDADES 01 1.01.01 1.01.01.01.000000 10150 CAIXA 01 1.01.01.01.00 1.01.01.02.000000

Leia mais

Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Contabilistas e Corretores de Seguros da Grande Belo Horizonte Ltda. SICOOB CREDITÁBIL

Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Contabilistas e Corretores de Seguros da Grande Belo Horizonte Ltda. SICOOB CREDITÁBIL BALANÇOS PATRIMONIAIS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DEZEMBRO DE 2015 E 2014 A T I V O 31/12/2015 31/12/2014 Circulante 16.397.472,20 12.860.303,16 Disponibilidades 290.217,28 156.007,88 Relações Interfinanceiras

Leia mais

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603 Conta Descrição 0/06/0 //0 Ativo Total.0.76.05.68.0 Ativo Circulante 955.080 89.60.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 5.8 7.9.0.0.0 Bens Numerários.0.0.0 Depósitos Bancários.69 6..0.0.0 Aplicações Financeiras.9.5.0.0

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001. Empresa: Plano referencial 4 - Seguradoras

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP:91010-001. Empresa: Plano referencial 4 - Seguradoras 1 ATIVO 1.01 CIRCULANTE 1.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01 Caixa 1.01.01.02 Valores em Trânsito 1.01.01.03 Bancos Conta Depósitos 1.01.01.04 Aplicações no Mercado Aberto 1.01.02 APLICAÇÕES 1.01.02.01 Títulos

Leia mais

Jonilson Lima da Silva Diretor Administrativo CRC/DF 13305/00

Jonilson Lima da Silva Diretor Administrativo CRC/DF 13305/00 BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO ATIVO CIRCULANTE 38.455.315,35 29.551.124,31 Disponível 87.037,02 29.289,05 Realizável 38.037.154,40 29.516.935,26 Aplicações 23.329.701,27 15.413.999,65 Créditos de Operações

Leia mais

PLANO DE CONTAS - GÁS NATURAL

PLANO DE CONTAS - GÁS NATURAL 1 Ativo 1.1 Ativo Circulante 1.1.1 Disponibilidades 1.1.1.1 Caixa e Equivalentes de Caixa 1.1.1.1.01 Caixa 1.1.1.1.02 Depósitos Bancários em Moeda Nacional 1.1.1.1.03 Contas de Poupança 1.1.1.1.04 Numerários

Leia mais

ANEXO - CAPÍTULO III - Modelo de Publicação BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO

ANEXO - CAPÍTULO III - Modelo de Publicação BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO 200Y 200X ATIVO Contas ATIVO CIRCULANTE 12 Disponível 121 Realizável 122+123+124+125+126+127+128+129 Aplicações Financeiras 122 Aplicações Vinculadas a Provisões Técnicas 1221

Leia mais

PLANO DE CONTAS ATIVO - CONTAS DEVEDORAS PASSIVO - CONTAS CREDORAS DESPESAS - CONTAS DEVEDORAS RECEITAS - CONTAS CREDORAS APURAÇÃO DE RESULTADO

PLANO DE CONTAS ATIVO - CONTAS DEVEDORAS PASSIVO - CONTAS CREDORAS DESPESAS - CONTAS DEVEDORAS RECEITAS - CONTAS CREDORAS APURAÇÃO DE RESULTADO PLANO DE CONTAS O plano de Contas normalmente é composto de cinco grupos. ATIVO - CONTAS DEVEDORAS PASSIVO - CONTAS CREDORAS DESPESAS - CONTAS DEVEDORAS RECEITAS - CONTAS CREDORAS APURAÇÃO DE RESULTADO

Leia mais

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar A seguir um modelo de Plano de Contas que poderá ser utilizado por empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços, com as devidas adaptações: 1 Ativo 1.1 Ativo Circulante 1.1.1 Disponível 1.1.1.01

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL. FASF - Faculdade Sagrada Família - Curso de Administração - Disciplina Contabilidade Geral - 3º periodo

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL. FASF - Faculdade Sagrada Família - Curso de Administração - Disciplina Contabilidade Geral - 3º periodo ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Contabilidade Decifrada Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Demonstrações Contábeis - balanço patrimonial; - demonstração do resultado do exercício; e, - demonstração de lucros ou prejuízos acumulados.

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007 PLANO DE S FOLHA: 000001 1 - ATIVO 1.1 - ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 - DISPONÍVEL 1.1.1.01 - BENS NUMERÁRIOS 1.1.1.01.0001 - (0000000001) - CAIXA 1.1.1.02 - DEPÓSITOS BANCÁRIOS 1.1.1.02.0001 - (0000000002)

Leia mais

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO CIRCULANTE Notas 6.637.617 7.393.842 Disponibilidades 1.048.777 742.707 Créditos a receber de clientes 4.1 1.832.535 2.646.556 Créditos a receber - outros

Leia mais

ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais)

ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais) 4.1 ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais) NOTA 1 CONTEXTO OPERACIONAL A Itaú Seguros S.A. (ITAÚ

Leia mais

Fornecedores. Fornecedores de Serviços (passivo. circulante) Salários e ordenados a pagar. Pró-labore (resultado) Caixa

Fornecedores. Fornecedores de Serviços (passivo. circulante) Salários e ordenados a pagar. Pró-labore (resultado) Caixa V Pagamento de fornecedores Retenção de IRF sobre serviços Retenção de IRF sobre salários Pró-labore Integralização de capital em dinheiro Integralização de capital em bens Depreciação ICMS sobre vendas

Leia mais

Análise das Demonstrações financeiras

Análise das Demonstrações financeiras Estrutura de Capitais A empresa pode contar com duas fontes de recursos: Capital Próprio; São recursos aplicados na empresa pelos sócios, ou gerados pelo resultado das operações ( lucros e reservas) CAPITAL

Leia mais

CONCEITO BALANÇO PATRIMONIAL 24/8/2012. Renato Tognere Ferron

CONCEITO BALANÇO PATRIMONIAL 24/8/2012. Renato Tognere Ferron BALANÇO PATRIMONIAL Renato Tognere Ferron CONCEITO É a demonstração contábil destinada a evidenciar, qualitativa e quantitativamente, numa determinada data, o Patrimônio e o Patrimônio Líquido da Entidade.

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.S.as o Relatório da Administração e as Demonstrações Financeiras da SUHAI Seguros S.A. relativas ao semestre findo em, apuradas

Leia mais

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS 11 MODELO DE PLANO DE CONTAS Apresentamos a seguir uma sugestão de plano de contas, para as empresas de construção civil, utilizável também por aquelas que trabalham com obras por empreitada MODELO DE

Leia mais

Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p. Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa):

Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p. Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa): Pesquisa Industrial Anual Fonte: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pia/default.asp?o=16&i=p Conceituação das variáveis (Dados a partir de 1996 - Empresa): Aluguéis e arrendamentos Despesas com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PRÓ-HOPE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER CNPJ 02.072.483/0001-65 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009

ASSOCIAÇÃO PRÓ-HOPE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER CNPJ 02.072.483/0001-65 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009 ATIVO 31/12/2010 31/12/2009 PASSIVO 31/12/2010 31/12/2009 CIRCULANTE 2.067.853,08 1.156.034,03 CIRCULANTE 1.444.697,99 375.899,34 DISPONIBILIDADES 1.284.699,22

Leia mais

PLANO DE CONTAS E CÁLCULO DE ÍNDICES

PLANO DE CONTAS E CÁLCULO DE ÍNDICES PLANO DE CONTAS E CÁLCULO DE ÍNDICES Introdução Em abril de 2009, a Fitch Ratings modificou a estrutura dos demonstrativos sintéticos que acompanham os relatórios dos bancos analisados, adotando um novo

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56.

UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56. UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56.302-390 CNPJ (MF) 40.853.020/0001-20 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31.12.2007 Mutações Capital

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO: MÊS DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c = (a-b)

Leia mais

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.442.880,41 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.144.421,39 1.549.437,08

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.442.880,41 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.144.421,39 1.549.437,08 Pág. : 1 ATIVO 1 ATIVO 2.442.880,41 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.144.421,39 1.549.437,08 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 361.818,48 125.969,11 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 361.818,48

Leia mais

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização

Intercâmbio Nova Sistemática de Contabilização Nova Sistemática de Contabilização Impactos financeiros, contábeis, operacionais e fiscais Lycia Braz Moreira (lycia@fblaw.com.br) Assessoria Jurídica Unimed Federação Rio Definição O que é Intercâmbio?

Leia mais

Prof. Walter Dominas

Prof. Walter Dominas Unidade II CONTABILIDADE AVANÇADA Prof. Walter Dominas Consolidação das demonstrações contábeis A Consolidação das Demonstrações Contábeis é uma técnica que permite conhecer a posição financeira de um

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64 1.... ATIVO 152.101.493,67 50.040.951,48 153.182.697,98 1.10... ATIVO CIRCULANTE 12.634.079,13 49.780.167,34 14.042.894,83 1.10.10.. DISPONIBILIDADES 10.621.727,62 40.765.261,82 12.080.213,47 1101001 BENS

Leia mais

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.495.467,76 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.213.089,40 1.549.437,08

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.495.467,76 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.213.089,40 1.549.437,08 Pág. : 1 ATIVO 1 ATIVO 2.495.467,76 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.213.089,40 1.549.437,08 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 348.629,69 125.969,11 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 348.629,69

Leia mais

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30.

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30. Você acessou como Administrador Usuário (Sair) Info Resultados Visualização prévia Modificar Visualização prévia de Contabilidade Geral Iniciar novamente 1 Considerando: I- A contabilidade estuda e controla

Leia mais

8.2. Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2013 e 2012

8.2. Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2013 e 2012 EletrosSaúde ELETROS 8.2. Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2013 e 2012 (Em milhares de reais) 8.2.1. Contexto Operacional A Fundação Eletrobrás de Seguridade Social ELETROS

Leia mais

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Niterói Administradora de Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Adiantamento para futuro Capital Prejuízos aumento Explicativa n o social acumulados Subtotal de capital Total SALDO EM 01 DE DEZEMBRO DE 2010 255.719.100

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012, de 2011 e de 2010

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012, de 2011 e de 2010 ABCD Gonçalves & Tortola S.A. Demonstrações financeiras em Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 7 Demonstrações

Leia mais

ADE COFIS nº 31 - DOU DE 08/09/2011

ADE COFIS nº 31 - DOU DE 08/09/2011 ADE COFIS nº 31 - DOU DE 08/09/2011 Anexo II TABELAS DE CÓDIGO E plano de contas referencial INTRODUÇÃO As tabelas de códigos internas ao Sped terão o seguinte leiaute (separados por ; ponto e vírgula):

Leia mais

RECEITA FEDERAL Coordenação-Geral de Estudos Econômico- Tributários, Previsão e Análise da Arrecadação

RECEITA FEDERAL Coordenação-Geral de Estudos Econômico- Tributários, Previsão e Análise da Arrecadação RECEITA FEDERAL Coordenação-Geral de Estudos Econômico- Tributários, Previsão e Análise da Arrecadação ESTATÍSTICAS TRIBUTÁRIAS Consolida DIPJ 2006 Consolidação da Declaração do Imposto de Renda das Pessoas

Leia mais

10. Balanço Patrimonial. 10.1 Plano de Contas

10. Balanço Patrimonial. 10.1 Plano de Contas 10. Balanço Patrimonial 10.1 Plano de Contas É um elemento sistematizado e metódico de todas as contas movimentadas por uma empresa. Cada empresa deverá ter seu próprio plano de contas de acordo com suas

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade

Leia mais

Unidade II CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro

Unidade II CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro Unidade II CONTABILIDADE Prof. Jean Cavaleiro Objetivo Conhecer a estrutura do balanço patrimonial: ativo; passivo. Conhecer a estrutura do DRE. Conhecer a estrutura do DFC: direto; indireto. Balanço patrimonial

Leia mais

Relatório do Plano de Contas

Relatório do Plano de Contas 1 10000 ATIVO 1.01 10001 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 10002 DISPONIVEL 1.01.01.01 10003 CAIXA 1.01.01.01.00001 10004 CAIXA GERAL S 1.01.01.02 10020 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.02.00001 10021 BANCO DO BRASIL

Leia mais

------ Saldo Anterior ------ --------- Movimento no Período --------- ------- Saldo Atual ------- ARMINDO/27/01/2015 15:56 41.401,12 41.

------ Saldo Anterior ------ --------- Movimento no Período --------- ------- Saldo Atual ------- ARMINDO/27/01/2015 15:56 41.401,12 41. 27/01/2015 * * * S. C. C. 32 - SISTEMA DE CONTROLE COOPERATIVISTA * * * PÁG. 1 Código da Conta Descrição da Conta 1.0.0.00.00-7 C I R C U L A N T E E R E A L I Z. A L O N G O 805.210,35 306.096,11 298.659,00

Leia mais

Contabilidade Financeira

Contabilidade Financeira Contabilidade Prof. Dr. Alvaro Ricardino Módulo: Contabilidade Básica aula 04 Balanço Patrimonial: Grupo de Contas II Aula 4 Ao final desta aula você : - Conhecerá os grupos de contas do Ativo e Passivo.

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008. (Em milhares de reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008. (Em milhares de reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 (Em milhares de reais) NOTA 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A Seguradora está autorizada a operar em seguros do

Leia mais

Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras

Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras EletrosSaúde Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras Em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 Em milhares de reais 1 Contexto Operacional A Fundação Eletrobrás de Seguridade Social ELETROS é uma entidade

Leia mais

Centauro Vida e Previdência S/A Demonstrações Contábeis em 30 de junho de 2013

Centauro Vida e Previdência S/A Demonstrações Contábeis em 30 de junho de 2013 Centauro Vida e Previdência S/A Demonstrações Contábeis em 30 de junho de 2013 Direitos Autorais Centauro Vida e Previdência S.A.. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser reproduzida,

Leia mais

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional Comparativamente com o mesmo período de 2013, o percentual de crescimento dos custos assistenciais (atendimentos a beneficiários locais - 158) foi de 20,06%, enquanto que as receitas oriundas de mensalidades

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 ITR Informações Trimestrais 30/06/2012 NEOENERGIA S.A Versão : 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial

Leia mais

Banco Honda S/A Demonstrações financeiras do Conglomerado Prudencial das empresas Banco Honda, Honda Leasing, Administradora de Consórcio Nacional

Banco Honda S/A Demonstrações financeiras do Conglomerado Prudencial das empresas Banco Honda, Honda Leasing, Administradora de Consórcio Nacional Banco Honda S/A Demonstrações financeiras do Conglomerado Prudencial das empresas Banco Honda, Honda Leasing, Administradora de Consórcio Nacional Honda 1 Conteúdo Relatório dos auditores independentes

Leia mais

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_...

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... Página 1 de 14 CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Considerações ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

REFORMULAÇÃO DO PLANO DE CONTAS DAS SOCIEDADES SEGURADORAS

REFORMULAÇÃO DO PLANO DE CONTAS DAS SOCIEDADES SEGURADORAS REFORMULAÇÃO DO PLANO DE CONTAS DAS SOCIEDADES SEGURADORAS 1. OBJETIVO A presente reformulação do Plano Contábil das Sociedades Seguradoras tem por finalidade uniformizar os registros contábeis, racionalizar

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS EM 30 DE JUNHO DE 2014

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS EM 30 DE JUNHO DE 2014 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS INTERMEDIÁRIAS EM 30 DE JUNHO DE 2014 ANGELUS SEGUROS S.A CNPJ 18.133.809/0001-57 Curitiba - PR Senhores Acionistas, apresentamos as Demonstrações Financeiras da empresa Angelus

Leia mais

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.225.971,91 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.936.427,45 1.549.437,08

Conta Especificação 2015 1 ATIVO 2.225.971,91 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.936.427,45 1.549.437,08 Pág. : 1 ATIVO 1 ATIVO 2.225.971,91 1.827.298,27 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.936.427,45 1.549.437,08 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 255.562,12 125.969,11 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 255.562,12

Leia mais

Contabilidade Empresarial

Contabilidade Empresarial Contabilidade Empresarial PROGRAMA DO CURSO Conceitos básicos de contabilidade Balanço patrimonial Demonstrativo de resultado de exercício Demonstrativo de fluxo de caixa Demonstrativo das Origens e Aplicações

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público 1. Ativo 2. Passivo 1.1. Ativo Circulante 2.1. Passivo Circulante Bancos/Caixa (F) Obrigações em circulação pessoal a pagar (F) Créditos a receber (P) Dívida Ativa Provisões a curto prazo 13º salário (P)

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL

ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL ANEXO I MODELO DE PROJEÇÕES FINANCEIRAS BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) MÊS 1 MÊS 2 MÊS 3 MÊS N ATIVO ATIVO CIRCULANTE Disponível Aplicações Aplicações Vinculadas a Provisões Técnicas Aplicações

Leia mais

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328 Conta Descrição (em R$ mil) /0/0 //00 Ativo Total.6.77..98.0 Ativo Circulante.0.5.80.8.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 69.7 8.657.0.0.0 Bens Numerários.0 05.0.0.0 Depósitos Bancários.07.57.0.0.0 Aplicações

Leia mais

Centauro Vida e Previdência

Centauro Vida e Previdência Centauro Vida e Previdência DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 1º SEMESTRE 2011 SUMÁRIO 1. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO... 3 2. BALANÇO PATRIMONIAL... 4 3. DRE... 6 4. DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO...

Leia mais

1º CASO Cia. INVESTIDORA S.A.

1º CASO Cia. INVESTIDORA S.A. 1º CASO Cia. INVESTIDORA S.A. O quadro a seguir apresenta o Balancete de Verificação da Cia. Investidora S.A. em 31/12/X1. Contas Saldo ($) Contas Saldo ($) Depósitos Bancários 182.000 Financiamentos L.

Leia mais

Notas Explicativas. CERNHE Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento CERNHE:

Notas Explicativas. CERNHE Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento CERNHE: Notas Explicativas CERNHE Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural da Região de Novo Horizonte 2012 CERNHE: Distribuindo Energia com qualidade, tecnologia e competência em prol do bem estar

Leia mais

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes... 1 Demonstrações financeiras auditadas

Leia mais

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Balanço Patrimonial - Conglomerado Prudencial em 30 de Junho ATIVO 2014 CIRCULANTE 1.893.224 Disponibilidades

Leia mais

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES... 1 CLASSE 2 - TERCEIROS*... 2 CLASSE 3 - EXISTÊNCIAS*... 4 CLASSE 4 - IMOBILIZAÇÕES*... 5 CLASSE 5 - CAPITAL, RESERVAS E RESULTADOS TRANSITADOS...

Leia mais

Plano de Contas Pag.: 1 de 7

Plano de Contas Pag.: 1 de 7 Plano de Contas Pag.: 1 de 7 1 ATIVO 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 ATIVO DISPONIVEL 1.1.1.001 NUMERARIOS 1.1.1.001.0001-0 CAIXA PEQUENO 11110 X 1.1.1.002 BANCOS CONTA MOVIMENTO 1.1.1.002.0001-5 BANCO BRADESCO

Leia mais

PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração

PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração Sumário 1. Considerações Iniciais 2. Codificação 3. Abertura de Contas Novas 4. Manual de Contas 5. Estrutura e Classificação Das Contas Patrimoniais 6. Modelo

Leia mais

Elenco de Contas Prof. Me. Laércio Juarez Melz 1

Elenco de Contas Prof. Me. Laércio Juarez Melz 1 Elenco de Contas Prof. Me. Laércio Juarez Melz 1 Classificação CONTA 1. ATIVO 1. 1. ATIVO CIRCULANTE 1. 1. 1. DISPONIBILIDADES 1. 1. 1. 01. CAIXA GERAL 1. 1. 1. 01. 1001 Caixa 1. 1. 1. 02. BANCOS CONTA

Leia mais

11 A redução nas taxas de juros que afetem o retorno necessário. 12 O cálculo do valor em uso de uma unidade geradora de caixa

11 A redução nas taxas de juros que afetem o retorno necessário. 12 O cálculo do valor em uso de uma unidade geradora de caixa De acordo com o comando a que cada um dos itens a seguir se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais) 1. CONTEXTO OPERACIONAL O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Autarquia Federal nos termos da

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCICIO DE 2013 (Valores expressos em R$ mil)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCICIO DE 2013 (Valores expressos em R$ mil) COOPERATIVA CENTRAL DE CRÉDITO URBANO - CECRED CNPJ: 05.463.212/0001-29 Rua Frei Estanislau Schaette, 1201 - B. Água Verde - Blumenau/SC NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO EXERCICIO DE

Leia mais

Atendendo aos dispositivos legais, estatutários e à regulamentação do mercado de valores mobiliários, a administração da Brasil Brokers Participações S.A. vem submeter à apreciação de V.Sas. nossos comentários

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE

ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO BASE DE 2011 ASSOCIAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS EMPREGADOS DA COPASA COPASS SAÚDE

Leia mais

CEMIG SAÚDE. Demonstrações financeiras referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes

CEMIG SAÚDE. Demonstrações financeiras referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes Deloitte Touche Tohmatsu Rua Paraíba,

Leia mais

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações

Enquadramento Page 1. Objectivo. Estrutura do documento. Observações. Limitações Objectivo No âmbito do processo de adopção plena das Normas Internacionais de Contabilidade e de Relato Financeiro ("IAS/IFRS") e de modo a apoiar as instituições financeiras bancárias ("instituições")

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

ANEXO I PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS PPA SOBRE A PROVISÃO DE EVENTOS/SINISTROS A LIQUIDAR - DIOPS/ANS

ANEXO I PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS PPA SOBRE A PROVISÃO DE EVENTOS/SINISTROS A LIQUIDAR - DIOPS/ANS ANEXO I SOBRE A PROVISÃO DE EVENTOS/SINISTROS A LIQUIDAR - DIOPS/ANS Data-base do DIOPS: trimestre de. 1 DIOPS Financeiro e Balancete 1.1 - Com base no balancete de verificação devidamente assinado pelo

Leia mais

ICATU SEGUROS S.A. CNPJ: 42.283.770/0001-39

ICATU SEGUROS S.A. CNPJ: 42.283.770/0001-39 A Icatu Seguros apresentou o lucro líquido de R$ 79 milhões no exercício e o faturamento* nas linhas de negócios de Vida e Previdência alcançou R$ 907 milhões em 2010, 8% acima do ano anterior. Após a

Leia mais

Módulo 11 Instrumentos Financeiros Básicos Módulo 12 Outros Assuntos sobre Instrumentos Financeiros

Módulo 11 Instrumentos Financeiros Básicos Módulo 12 Outros Assuntos sobre Instrumentos Financeiros ESTUDO DE CASO Uma entidade possui o seguinte balancete para o ano encerrado em 31 de dezembro de 20X2. Usando as colunas da direita, marque quais itens estão dentro do escopo da Seção 11 e, para aqueles

Leia mais

BALANCETE ANALÍTICO - JUNHO/2015

BALANCETE ANALÍTICO - JUNHO/2015 : 1 1 ATIVO 6.696.323,89D 1.488.250,06 1.434.586,10 6.749.987,85D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 4.489.543,31D 1.482.146,36 1.418.329,94 4.553.359,73D 1.1.1 DISPONIBILIDADES 4.192.202,67D 1.192.026,76 1.128.756,69

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I

GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA I BALANÇO PATRIMONIAL 2 CONCEITO É a demonstração contábil destinada a evidenciar, qualitativa e quantitativamente, numa determinada data, o Patrimônio e o Patrimônio Líquido

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS CONTÁBEIS

GLOSSÁRIO DE TERMOS CONTÁBEIS GLOSSÁRIO DE TERMOS CONTÁBEIS AMORTIZAÇÃO: Representa a conta que registra a diminuição do valor dos bens intangíveis registrados no ativo permanente, é a perda de valor de capital aplicado na aquisição

Leia mais

ATIVO Notas 2009 2008

ATIVO Notas 2009 2008 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2009 2008 CIRCULANTE Caixa e bancos 20.723 188.196 Contas a receber 4 903.098 806.697 Outras contas a receber 5 121.908 115.578 Estoques 11.805 7.673

Leia mais

ANEXO I PLANO DE CONTAS BÁSICO

ANEXO I PLANO DE CONTAS BÁSICO ANEXO I PLANO DE CONTAS BÁSICO Conta do ATIVO 1 ATIVO 1. Circulante 1.. Disponível 1.. Realizável 1... Créditos 1... Estoques 1... Combustíveis 1... Lubrificantes 1... Peças, Acessórios, Materiais 1...

Leia mais

Press Release Novembro/07

Press Release Novembro/07 Press Release Novembro/07 Lucro Líquido de R$395,4 milhões ou R$ 5,14 por ação, de Janeiro a Novembro de 2007. São Paulo, 02 de janeiro de 2008 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Conteúdo Balanços Patrimoniais

Leia mais

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2012 Índice Página Relatório dos auditores

Leia mais

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 1.474.008,93D 717.680,43 804.036,65 1.387.652,71D 1.1 - ATIVO

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) ATIVO Nota Explicativa CIRCULANTE 39.755 68.651 Disponibilidades 522 542 Relações Interf./Aplicações R.F. 5 13.018 27.570 Relações Interdependências 6-1.733 Operações

Leia mais