(6) Apelação Cível nº

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(6) Apelação Cível nº 0381210-41.2013.8.19.0001 1"

Transcrição

1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº ª VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL APELANTE: EDMILSON JOSÉ RUSSEL DO NASCIMENTO APELADO: BANCO BMG S/A RELATORA: DESEMBARGADORA MYRIAM MEDEIROS DA FONSECA COSTA APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO INDENIZATÓRIA. RITO SUMÁRIO. EMPRÉSTIMO BANCÁRIO ASSOCIADO A CARTÃO DE CRÉDITO. CONSUMIDOR QUE, IMAGINANDO ESTAR CONTRATANDO UM EMPRÉSTIMO CONSIGNADO COM JUROS MAIS BAIXOS, ADERIU A NEGÓCIO JURÍDICO DIVERSO. CONSIGNAÇÃO DE DESCONTOS PARA PAGAMENTO DE EMPRÉSTIMO E CARTÃO DE CRÉDITO. VALOR MÍNIMO DO CARTÃO DESCONTADO TODO MÊS DA FOLHA DE PAGAMENTO DO AUTOR, GERANDO O CRESCIMENTO DESENFREADO DA DÍVIDA. CONDUTA ABUSIVA COM O NÍTIDO PROPÓSITO DE BURLAR O LIMITE ESTABELECIDO PARA MARGEM CONSIGNÁVEL. VIOLAÇÃO AO DEVER INFORMACIONAL. CONVERSÃO DO CONTRATO DE CARTÃO DE CRÉDITO EM EMPRÉSTIMO CONSIGNADO, COM A APLICAÇÃO DA TAXA MÉDIA DE JUROS APURADA PELO BACEN PARA NEGÓCIOS SIMILARES, MANTENDO-SE O VALOR DESCONTADO EM FOLHA ATÉ A QUITAÇÃO TOTAL DA DÍVIDA, COMPENSANDO-SE OS VALORES PAGOS INDEVIDAMENTE, A TÍTULO DE ENCARGOS PERTINENTES AO CONTRATO DE CARTÃO DE CRÉDITO, EM DOBRO (ART. 42, PARÁGRAFO ÚNICO DO CPC), TENDO EM MIRA A MÁ-FÉ DO PRESTADOR DE SERVIÇOS. PROVIMENTO DO RECURSO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação Cível nº , em que é Apelante EDMILSON JOSÉ RUSSEL DO NASCIMENTO e Apelado BANCO BMG S/A, ACORDAM, por unanimidade, os Desembargadores que integram a Vigésima Sexta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, em conhecer e dar provimento ao recurso do autor, nos termos do voto da Relatora. (6) Apelação Cível nº

2 VOTO Trata-se de ação indenizatória ajuizada por EDMILSON JOSÉ RUSSEL DO NASCIMENTO em face de BANCO BMG S/A. Relata, em síntese, que, em maio de 2013, acreditou ter celebrado com a instituição financeira ré um contrato de empréstimo consignado no valor de R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais), sendo informado, na ocasião, que tal valor poderia ser retirado nos caixas eletrônicos, por meio de saques, com a utilização do cartão de crédito, que seria enviado para a sua residência. Aduz que, posteriormente, foi surpreendido com descontos, em sua folha de pagamento, denominados BMG CARTÃO DE CRÉDITO (BMG C.C.). Alega que desconhece os termos do referido contrato, ressaltando que o saldo devedor não diminui, devido à cobrança de encargos rotativos, que considera abusiva. Sentença de fls. 80/83, que julgou improcedente a pretensão autoral por não ter vislumbrado conduta abusiva ou ilegal por parte do banco réu. Ademais, condenou o autor ao pagamento das custas processuais e dos honorários advocatícios, estes fixados em 10% do valor da causa, observado o benefício da gratuidade de justiça. Apelação da parte autora, a fls. 92/97. Pugna pela reforma da sentença, reiterando os argumentos expostos na petição inicial. Contrarrazões, a fls. 105/123, prestigiando a sentença. É o relatório. Conheço e admito o recurso de apelação, porquanto presentes os pressupostos de admissibilidade recursal. (6) Apelação Cível nº

3 Com efeito, a parte ré se apresenta como fornecedora de serviços, nos termos do art. 3º, caput e 2º, da Lei nº 8.078/90, sendo o autor considerado consumidor, por força do art. 2º do mesmo diploma legal. Caracterizada, portanto, a relação de consumo entre as partes, impõe-se a inteira aplicação das normas previstas no Código de Defesa do Consumidor, inclusive, no que se refere à natureza da responsabilidade civil da parte ré, que é objetiva e só pode ser afastada se comprovada uma das causas excludentes do nexo causal (art. 14, caput e 3º, do CDC). Em sua narrativa, o autor alega que, em maio de 2013, acreditou ter celebrado com a instituição financeira ré um contrato de empréstimo consignado no valor de R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais), sendo informado, na ocasião, que tal valor poderia ser retirado nos caixas eletrônicos, por meio de saques, com a utilização do cartão de crédito, que seria enviado para a sua residência. Analisando as faturas juntadas a fls. 21/22, verifico que, de fato, o demandante efetuou diversos saques, no período de 30/05 a 18/06/2013, totalizando R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais). Ressalto que, nas faturas seguintes (fls. 23/25), não houve a utilização de qualquer outro serviço, seja a título de saque, seja a título de pagamento de compras a crédito. Note-se que tão somente o pagamento da fatura em seu valor mínimo, mediante desconto em folha de pagamento, em vez de reduzir o saldo devedor, dava ensejo ao crescimento desenfreado da dívida, em efeito cascata, tanto é que, nas faturas subsequentes, o saldo devedor sempre era superior ao anterior, porquanto os encargos contratuais devidos, a cada mês, sempre superavam as amortizações mensais. (6) Apelação Cível nº

4 Concretamente, o que se tem é que, além dos descontos, referentes ao valor mínimo do cartão de crédito, efetuados sobre a folha de pagamento do consumidor, a instituição financeira emitia faturas do serviço, em nítida violação ao limite imposto pela lei para a margem consignável. Veja que o empréstimo, nos moldes contratados, representa vantagem excessiva para a instituição financeira, em detrimento do mutuário, impondo-se lembrar que, nos termos do art. 39, IV, do CDC, é vedado ao prestador de serviços prevalecer-se da fraqueza ou ignorância do consumidor (...) para impingir-lhe seus produtos ou serviços. Sobreleva destacar, ainda, que, por força do art. 6º, III, do CDC, a informação é direito básico do consumidor. Cabe, portanto, ao fornecedor o dever de esclarecer previamente os seus clientes sobre todas as nuances do objeto contratado; o que, certamente, não ocorreu in casu. Entendo que a instituição financeira não foi suficientemente diligente ao fiscalizar o modo como os seus prepostos concebem a contratação dos serviços oferecidos aos consumidores, notadamente, porque atenderia a expectativa do autor/apelante a contratação de um empréstimo consignado. Ocorre que o assédio é trivial e o vício informacional é constante e, sem dúvida, muitos são os que a ele cedem com extrema facilidade. Resta evidente, assim, a falha na prestação do serviço do banco réu, valendo ressaltar que, a situação, ora retratada, está inserida na teoria do risco da atividade empresarial (ou do empreendimento), segundo a qual todo aquele que se disponha a exercer alguma atividade no mercado de consumo tem o dever de responder pelos eventuais vícios ou defeitos dos bens e serviços fornecidos, independentemente de culpa. Esse dever é imanente ao dever de obediência às normas técnicas e de segurança, bem como aos critérios de lealdade, quer perante os bens e serviços ofertados, quer perante (6) Apelação Cível nº

5 os destinatários dessas ofertas (Des. Sergio Cavalieri Filho, em sua obra, Programa de Responsabilidade Civil, 5ª edição, pág. 178). Neste passo, imperiosa a conversão do contrato de cartão de crédito impugnado em crédito consignado, com a aplicação da taxa média de juros apurada pelo BACEN para negócios similares, mantendo-se o valor que vinha sendo pago até a quitação total da dívida, compensando-se os valores pagos indevidamente a título de encargos pertinentes ao contrato de cartão de crédito, em dobro (art. 42, parágrafo único do CPC), tendo em mira a má-fé do prestador de serviços. A propósito: Responsabilidade Civil. Ação de indenização por danos material e moral. Empréstimo consignado. Desconto em folha de pagamento e emissão de cartão de crédito não solicitado pelo consumidor. Burla ao limite imposto por lei para a margem consignável. Sentença de procedência, determinada a devolução em dobro dos valores indevidamente cobrados e arbitrada a indenização por dano moral em R$ 5.000,00. Apelação do Réu. Rejeição do requerimento do Apelado de uniformização de jurisprudência uma vez que os julgados apresentados não se mostram divergentes. Apelante que, ao realizar desconto em folha de pagamento do Apelado, e, concomitantemente, emitir fatura relativa ao cartão BMG Card, agiu de modo a burlar o limite imposto por lei para a margem consignável em folha de pagamento, sendo tal cláusula nula de pleno direito. Deveres de informação e transparência que foram violados, configurando-se a falha prestação de serviço, a impor o dever de indenizar. Restituição dos valores cobrados indevidamente que, diante da má fé do Apelante, deverá ser realizada em dobro. Dano moral in re ipsa. Indenização arbitrada segundo critérios de razoabilidade e de proporcionalidade. Precedentes do STJ e TJ/RJ. Desprovimento da apelação. (Apelação nº DES. ANA MARIA OLIVEIRA OITAVA CAMARA CIVEL Julgamento: 13/09/2011) APELAÇÃO CÍVEL. RITO SUMÁRIO. RELAÇÃO DE CONSUMO. AÇÃO REVISIONAL CUMULADA COM INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAL E MATERIAL COM PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA. SENTENÇA QUE JULGA PARCIALMENTE PROCEDENTES OS PEDIDOS PARA DETERMINAR: QUE A (6) Apelação Cível nº

6 INSTITUIÇÃO FINANCEIRA SE ABSTENHA DE REALIZAR A COBRANÇA DAS PRESTAÇÕES, SOB PENA DE MULTA DIÁRIA; A REVISÃO CONTRATUAL APLICANDO-SE A TAXA DE JUROS DE 01% (HUM POR CENTO) AO MÊS; A DEVOLUÇÃO, EM DOBRO, DA DIFERENÇA APURADA EM FAVOR DO APELADO; O CANCELAMENTO DO CARTÃO E O PAGAMENTO DE INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL NO VALOR DE R$2.578,07 (DOIS MIL, QUINHENTOS E SETENTA E OITO REAIS E SETE CENTAVOS). IRRESIGNAÇÃO DO RÉU QUE ALEGA CERCEAMENTO DE DEFESA E REQUER A IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO. O JUIZ É O DESTINATÁRIO DAS PROVAS, COMPETINDO-LHE ANALISAR A NECESSIDADE PARA SUA PRODUÇÃO. CONSUMIDOR QUE VISAVA CONTRATAR EMPRÉSTIMO CONSIGNADO. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA QUE OFERECE PRODUTO VINCULADO AO CRÉDITO ROTATIVO DE CARTÃO DE CRÉDITO. RÉU QUE NÃO TROUXE AOS AUTOS O CONTRATO FIRMADO ENTRE AS PARTES, O QUE IMPEDE A ANÁLISE DE SEU CONTEÚDO. VIOLAÇÃO AOS PRINCÍPIOS DA BOA-FÉ OBJETIVA, DA TRANSPARÊNCIA MÁXIMA E DO DEVER DE INFORMAÇÃO. DÉBITO GERADO ATRAVÉS DE SAQUE CONSIGNADO, COM O PAGAMENTO APENAS DO MÍNIMO MENSAL DA FATURA, DESCONTADO DIRETAMENTE DOS VENCIMENTOS DO CONSUMIDOR, POR TEMPO INDETERMINADO, O QUE TORNA O DÉBITO EXCESSIVAMENTE ONEROSO, TRANSFORMANDO O CONSUMIDOR EM DEVEDOR CATIVO. RECURSO AO QUAL SE NEGA SEGUIMENTO, NA FORMA DO ART. 557, CAPUT, DO CPC. (Apelação nº DES. GILDA CARRAPATOSO DECIMA TERCEIRA CAMARA CIVEL Julgamento: 19/04/2012) Por conseguinte, inverto os ônus da sucumbência, que devem ser suportados integralmente pela parte ré, ora condenada ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios, estes fixados em 10% do valor da condenação, na forma do art. 20, 3º, do CPC. Por tais razões e fundamentos, voto no sentido de dar provimento ao recurso da parte autora. Rio de Janeiro, DESEMBARGADORA MYRIAM MEDEIROS DA FONSECA COSTA Relatora (6) Apelação Cível nº

357 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0005263-56.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

357 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0005263-56.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL APELANTE: BANCO DO BRASIL S/A APELANTE: CLAUDIO FELIPE CUSTODIO LESSA APELADO: OS MESMOS RELATOR: DES. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA Relação de consumo.

Leia mais

FILIZZOLA DECISÃO APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO REVISIONAL C/C INDENIZATÓRIA. REPETIÇÃO

FILIZZOLA DECISÃO APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO REVISIONAL C/C INDENIZATÓRIA. REPETIÇÃO SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0380643-15.2010.8.19.0001 Apelante: SAMOEL FÉLIX DA SILVA Apelado: BANCO BMG S.A. Relatora: Des. ELISABETE FILIZZOLA DECISÃO APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO REVISIONAL C/C INDENIZATÓRIA.

Leia mais

GILDA MARIA DIAS CARRAPATOSO Desembargadora Relatora ACÓRDÃO

GILDA MARIA DIAS CARRAPATOSO Desembargadora Relatora ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0111747-64.2011.8.19.0001 APELANTE 1: NET RIO LTDA APELANTE 2: FLÁVIO RODRIGO SCHMITT (RECURSO ADESIVO) APELADOS: OS MESMOS RELATORA: DES. GILDA MARIA DIAS CARRAPATOSO ORIGEM: 39ª VARA

Leia mais

D E C I S Ã O. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG

D E C I S Ã O. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG APELAÇÃO CÍVEL Nº 0193026-72.2011.8.19.0001 Apelante (Autor): AMANDA PEIXOTO MARINHO DOS SANTOS Apelado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº. 0120754-14.2010.8.19.0002 Apelante: UNIMED SÃO GONÇALO NITERÓI SOCIEDADE COOPERATIVA DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES LTDA Apelado: MARIA EMÍLIA

Leia mais

Nº 70028459576 COMARCA DE PORTO ALEGRE KELLY BORCHARDT GREGORIS CLARO DIGITAL S/A A CÓRDÃO

Nº 70028459576 COMARCA DE PORTO ALEGRE KELLY BORCHARDT GREGORIS CLARO DIGITAL S/A A CÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE CANCELAMENTO DE DÉBITO E INDENIZAÇÃO. TELEFONE MÓVEL. SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET. Não foi comprovado o satisfatório esclarecimento da consumidora sobre os termos da contratação,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO Nº: 0284066-04.2012.8.19.0001 APELANTE 1: DEPIL LASER CENTRO AVANÇADO DE DEPILAÇÃO A LASER LTDA. APELANTE 2: PAULA FORTES SANCHES (RECURSO ADESIVO) APELADOS: OS MESMOS RELATORA: DES. SANDRA SANTARÉM

Leia mais

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça

23 a Câmara Cível / Consumidor do Tribunal de Justiça Apelação nº 0001938-89.2009.8.19.0008 Apelante: ITAÚ SEGUROS S.A Apelado: SELMA SILVA DE ABREU DIAS Relator Des. SÉRGIO RICARDO DE ARRUDA FERNANDES AÇÃO DE RITO SUMÁRIO. DIREITO DO CONSUMIDOR. CONTRATAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 26ª CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR Proc. nº 0008489-07.2014.8.19.0042 APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 26ª CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR Proc. nº 0008489-07.2014.8.19.0042 APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR RECURSO...: APELANTE (S)...: APELADO (S)...: JUÍZO DE ORIGEM.: JDS. DES. RELATOR: APELAÇÃO CÍVEL CONSUMIDOR BRUNO MACEDO BASTOS. BANCO SANTANDER BRASILO S/A. 3ª VARA CÍVEL DE PETRÓPOLIS. RICARDO ALBERTO

Leia mais

RECURSOS IMPROVIDOS.

RECURSOS IMPROVIDOS. 1 APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO ORDINÁRIA. COMPRA E VENDA DE IMÓVEL NA PLANTA. ENTREGUE DA UNIDADE DENTRO DO PRAZO PREVISTO. DANO MORAL. ALTERAÇÃO DA PLANTA DO IMÓVEL, SEM O CONSENTIMENTO DOS COMPRADORES. MODIFICAÇÃO

Leia mais

VOTO Nº : 13821 APEL.Nº : 991.08.054479-8 COMARCA : SÃO JOSÉ DO RIO PRETO : BANCO FININVEST S/A : HILDA SOUZA LOPES (JUST GRAT)

VOTO Nº : 13821 APEL.Nº : 991.08.054479-8 COMARCA : SÃO JOSÉ DO RIO PRETO : BANCO FININVEST S/A : HILDA SOUZA LOPES (JUST GRAT) VOTO Nº : 13821 APEL.Nº : 991.08.054479-8 COMARCA : SÃO JOSÉ DO RIO PRETO APTE. APDO. : BANCO FININVEST S/A : HILDA SOUZA LOPES (JUST GRAT) CRÉDITO - Legalidade da cobrança de juros que englobem o custo

Leia mais

ENGENHARIA LTDA. E RENATO LUIZ GONÇALVES CABO

ENGENHARIA LTDA. E RENATO LUIZ GONÇALVES CABO Tribunal de Justiça 12ª Câmara Cível Apelação Cível nº 0001159-62.2008.8.19.0011 Apelante 1: CARLOS ÁLVARO FERREIRA VAIRÃO Apelante 2: DEYSE LÚCIA COUTO PEREIRA DOS SANTOS Apelante 3: JOÉCIO PEREIRA DOS

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO SEXTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Agravo de Instrumento nº 0030022-85.2013.8.19.0000 Agravante: LUCIENE FERREIRA DA SILVA Agravado: LEASING PANAMÁ EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA Relatora: DES.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008. Ntátuald, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA - APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.012051-0/002, ORIGEM :Processo n. 001.2008.012051-0 da 3 a Vara

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho 1 ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL n 200.2008.034405-0/001 RELATOR: Juiz Aluízio Bezerra Filho (convocado em substituição

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CIVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0371286-11.2010.8.19.0001 APELANTE 1: BRADESCO SAÚDE S/A APELANTE 2: VALÉRIA MELLO DA SILVA APELADOS: OS MESMOS RELATOR: DESEMBARGADOR JOSÉ ROBERTO PORTUGAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES APELAÇÃO CÍVEL Nº. 0373149-36.2009.8.19.0001 APTE: VIVO S.A. APDO: MINISTERIO PUBLICO Apelação Cível. Ação civil

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0002479-12.2012.8.19.0043 Vara Única da Comarca de Piraí Apelante: Município de Piraí Apelada: Luíza dos Santos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº. 0096526-41.2011.8.19.0001 Apelante: Amil Assistência Médica Internacional S/A Apelado: Raul Ricardo Raposo Filho Relator: Des. Elton M.

Leia mais

E M E N T A: RESPONSABILIDADE POR DANO MORAL. DÍVIDA PAGA. TÍTULO INDEVIDAMENTE PROTESTADO. ILEGALIDADE. PROVA. PRESUNÇÃO DO DANO.

E M E N T A: RESPONSABILIDADE POR DANO MORAL. DÍVIDA PAGA. TÍTULO INDEVIDAMENTE PROTESTADO. ILEGALIDADE. PROVA. PRESUNÇÃO DO DANO. APELAÇÃO CÍVEL Nº 338.882 - PB APTE : CAIXA ECONOMICA FEDERAL ADV/PROC: VALCICLEIDE ALVES DE FREITAS RANGEL E OUTROS APDO : DJANIO ANTONIO OLIVEIRA DIAS ADV/PROC: GILVANA RIBEIRO CABRAL E OUTRO RELATOR

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA SÉTIMA CAMARA CIVEL/ CONSUMIDOR JDS RELATOR: DES. JOÃO BATISTA DAMASCENO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA SÉTIMA CAMARA CIVEL/ CONSUMIDOR JDS RELATOR: DES. JOÃO BATISTA DAMASCENO TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA SÉTIMA CAMARA CIVEL/ CONSUMIDOR JDS RELATOR: DES. JOÃO BATISTA DAMASCENO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0017303-37.2014.8.19.0000 AGVTE : UNIMED DE VOLTA REDONDA COOP. TRABALHO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.11.112845-0/003 Númeração 1128450- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Wanderley Paiva Des.(a) Wanderley Paiva 04/12/2013 13/12/2013 EMENTA: AÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0002465-39.2013.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Shirlane Guillen dos Santos Requerido: Banco Bradesco S/A SENTENÇA Vistos, etc... RELATÓRIO. SHIRLANE

Leia mais

DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO N.º 0045124-85.2009.8.19.0066 APELANTE: TATIANA PRADO MONTEIRO DA SILVA APELADA: UNIMED VOLTA REDONDA RELATOR: DES. WAGNER CINELLI DE PAULA FREITAS Apelação

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL ACÓRDÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 0287773-14.2011.8.19.0001 Apelante 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO AUSER Apelante 2: RICARDO MIRANDA MOTTA Apelados: OS MESMOS Origem: Juízo de Direito da

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 17ª Câmara Cível APELAÇÃO CÍVEL Nº 0018776-5.2009.8.19.0206 APELANTE: ALENCAR DA SILVA NOGUEIRA FILHO APELADO 1: AMICO SAÚDE LTDA APELADO 2 : ASSOCIAÇÃO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores VITO GUGLIELMI (Presidente) e PAULO ALCIDES. São Paulo, 12 de julho de 2012.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores VITO GUGLIELMI (Presidente) e PAULO ALCIDES. São Paulo, 12 de julho de 2012. ACÓRDÃO Registro: 2012.0000334706 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0009544-94.2000.8.26.0007, da Comarca de São Paulo, em que são apelantes LEOBINO COSTA FIGUEREDO (E OUTROS(AS))

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 204 ACÓRDÃO Registro: 2015.0000452090 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1004570-29.2014.8.26.0161, da Comarca de Diadema, em que é apelante ITAÚ UNIBANCO S/A ( ATUAL DENOMINAÇÃO

Leia mais

Ação Revisional Bancária

Ação Revisional Bancária Ação Revisional Bancária Em relação as taxas de juros a jurisprudência do STJ fixou que a limitação dos juros a 12% a.a prevista na Lei da Usura não se aplica as instituições financeiras. No entanto aquela

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECLAMAÇÃO Nº 7.971 - MG (2012/0031718-1) RELATORA RECLAMANTE ADVOGADO RECLAMADO INTERES. ADVOGADO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : ROSILENE DE MOURA SOUZA : DOUGLAS CARVALHO ROQUIM E OUTRO(S) : PRIMEIRA

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO CIVIL. AÇÃO DE COBRANÇA DE DIFERENÇAS DE COMISSÕES DE CORRETAGEM. PLANO DE SAÚDE. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA. RECURSO DA AUTORA. Inexistência de cerceamento de defesa em razão de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO N 0005961-97.2014.8.19.0042 Apelante: IBERIA LINEAS AEREAS DE ESPAÑA S.A. Apelados: MARCIA SANTOS RAMOS MOURA E OUTRO Origem: Juízo de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Petrópolis APELAÇÃO.

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA. A indenização deve ser compatível com a reprovabilidade da conduta e a gravidade do dano produzido.

DECISÃO MONOCRÁTICA. A indenização deve ser compatível com a reprovabilidade da conduta e a gravidade do dano produzido. DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº. 04239-85/2009.0209 APELANTE: AMIL ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNANCIONAL LTDA. APELADO: ILTON GAZANO RELATOR: DES. LINDOLPHO MORAIS MARINHO DECISÃO MONOCRÁTICA CONSUMIDOR.

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0004150-49.2007.8.19.0042 APELANTE: MERCADOLIVRE.COM ATIVIDADES DE INTERNET LTDA. APELADA: LÍVIA SANTUX ANDRADE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2014.0000671514 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1005199-16.2014.8.26.0577, da Comarca de São José dos Campos, em que é apelante ENNES DISTRIBUIDORA DE EXTINTORES,

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível M Poder Judiciário Apelação Cível nº. 0312090-42.2012.8.19.0001 Apelante: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS CEDAE Advogado: Dr. Luiz Carlos Zveiter Apelado: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 35 Registro: 2016.0000031880 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0003042-68.2011.8.26.0003, da Comarca de, em que é apelante/apelado JOSUÉ ALEXANDRE ALMEIDA (JUSTIÇA

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 4ª Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 4ª Câmara Cível EMBARGOS INFRINGENTES nº. : 0113034-96.2010.8.19.0001 Embargante: ANGELA GIL SOBRAL MARTINS Embargado: BANCO CITICARD S/A Relator: Des. Sérgio Jerônimo Abreu da Silveira Embargos infringentes. Acórdão

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000XXXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº XXXXXX-XX.2014.8.26.0000, da Comarca de Santo André, em que é agravante CR2 SÃO PAULO 2 EMPREENDIMENTOS

Leia mais

ACÓRDÃO. São Caetano do Sul, em que são apelantes GAFISA S/A (E. OUTROS(AS)) e ABYARA BROKERS INTERMEDIAÇÃO

ACÓRDÃO. São Caetano do Sul, em que são apelantes GAFISA S/A (E. OUTROS(AS)) e ABYARA BROKERS INTERMEDIAÇÃO Registro: 2014.0000543XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXXXX-97.2011.8.26.0565, da Comarca de São Caetano do Sul, em que são apelantes GAFISA S/A (E OUTROS(AS)) e

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA NONA CÂMARA CÍVEL RELATOR: DES. MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES APELAÇÃO CÍVEL Nº. 0002183.65.2008.8.19.0001 APTE: CRISTOVÃO JERONIMO SOARES LOPES APDO: ITAU SEGUROS S.A. Apelação

Leia mais

Florianópolis, 29 de fevereiro de 2012.

Florianópolis, 29 de fevereiro de 2012. Apelação Cível n. 2011.025929-8, de Imbituba Relator: Des. Jaime Luiz Vicari AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA CUMULADA COM INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ALEGAÇÃO DE DOENÇA PRÉ-EXISTENTE À CONTRATAÇÃO. SEGURADO

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº: 0110168-33.2001.8.19.0001 Apelante: Jucimar Alves da Silva Barros Apelado: Banco Itaú Unibanco SA Desembargador

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0001225-65.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: TELEMAR NORTE LESTE S/A AGRAVADO: OCA ORGANIZAÇÃO CULTURAL ALTERNATIVA RELATORA: DESEMBARGADORA TEREZA

Leia mais

369 OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

369 OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA OITAVA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0008685-71.2012.8.19.0001 APELANTE: SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO RIO DE JANEIRO APELADO 1: CLYMENE PENNA PONDE APELADO 2: ELIANA PONDE GRINGO RELATOR: DES. ANA MARIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Registro: 2014.000079XXXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXX-XX.2011.8.26.0309, da Comarca de Jundiaí, em que é apelante VASSOURAL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA.

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA

QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA QUINTA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0362045-42.2012.8.19.0001 Relator: DES. HENRIQUE CARLOS DE ANDRADE FIGUEIRA ADMINISTRATIVO. RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO. AÇÃO DE COBRANÇA. TRATAMENTO MÉDICO PRESTADO

Leia mais

Decisão. Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Desembargadora Denise Levy Tredler

Decisão. Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Gabinete da Desembargadora Denise Levy Tredler VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL ORIGEM: 35ª VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL APELAÇÃO CÍVEL Nº: 0177784-10.2010.8.190001 APELANTE: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO PRAIA GUINLE APELADOS: ADÃO CARVALHO RIBEIRO E OUTROS

Leia mais

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 2008.001.56923 APELANTE: BRADESCO SAÚDE S/A APELADA: VÂNIA FERREIRA TAVARES RELATORA: DES. MÔNICA MARIA COSTA APELAÇÃO

Leia mais

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO Acórdão 4ª Turma REDUÇÃO DE AULAS FALTA DE COMPROVAÇÃO DE DIMINUIÇÃO DE ALUNOS A alegação de redução de alunos que justifique a diminuição de aulas, in casu, não foi comprovada. Como pode ser observado

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE

APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE APELAÇÃO CÍVEL N. 283218-56.2009.8.09.0015 (200992832187) COMARCA DE AURILÂNDIA APELANTE : MUNICÍPIO DE AURILÂNDIA APELADA : GERALDA GUILHERMINA DE JESUS RELATOR : DES. ROGÉRIO ARÉDIO FERREIRA RELATÓRIO

Leia mais

Apelação Cível e Remessa Ex-Officio nº 1-92169-6

Apelação Cível e Remessa Ex-Officio nº 1-92169-6 Órgão : 2ª TURMA CÍVEL Classe : APELAÇÃO CÍVEL E REMESSA EX-OFFICIO N. Processo : 2000 01 1 092169 6 Apelante : DISTRITO FEDERAL Apelados : FRANCISCO MASCARENHAS MENDES, SANDRA MARIA REIS MENDES Relatora

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0355516-46.2008.8.19.0001 Apelante 1 : AZZURRA PARIS VEÍCULOS LTDA. Apelante 2 : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS Apelados 1 : OS MESMOS Apelado 2

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. AÇÃO DE COBRANÇA C/C INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA. BENEFICIÁRIO DO

APELAÇÃO CÍVEL. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. AÇÃO DE COBRANÇA C/C INDENIZAÇÃO SECURITÁRIA. BENEFICIÁRIO DO (AÇÃO DE COBRANÇA) APELANTE: FERNANDA DE OLIVEIRA PORTO (AUTORA) APELADO: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S.A. (RÉU) DESEMBARGADORA RELATORA: MARCIA FERREIRA ALVARENGA APELAÇÃO CÍVEL. PROCEDIMENTO ORDINÁRIO.

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON-MA

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON-MA FA nº 0109-009.244-4 CIP nº 92444/0109 Reclamante: Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Cidadania Reclamada: TIM Celular S/A DECISÃO Trata-se de reclamação formulada pela Secretaria de Estado dos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 12 a CÂMARA CÍVEL Desembargador Mario Guimarães Neto APELAÇÃO CÍVEL Nº 0000496-11.2007..19.0024 ORIGEM: 2 a VARA CÍVEL DA COMARCA DE ITAGUAÍ APELANTE: GRUPO

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 14ª Câmara Cível

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 14ª Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0013075-53.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: LUIZ MARIO DE AZEVEDO CONCEBIDA AGRAVADO: MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES Relator: Desembargador JUAREZ FERNANDES FOLHES AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP

PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP PROCESSO Nº 0022004-30.2013.8.19.0209 APELANTE: DECOLAR. COM LTDA APELADO: RODRIGO GONÇALVES COIMBRA RELATORA: JDS DESEMBARGADORA KEYLA BLANK DE CNOP APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO DO CONSUMIDOR. AQUISIÇÃO DE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0010478-77.2014.8.19.0000 Agravante: Othelo Fernando Schaefer Agravado: Levinda Fernandes de Souza Pinto

Leia mais

APTE: FLAVIO COELHO BARRETO (Autor) APTE: CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA DOS LAGOS S.A. APDO: OS MESMOS

APTE: FLAVIO COELHO BARRETO (Autor) APTE: CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA DOS LAGOS S.A. APDO: OS MESMOS APTE: FLAVIO COELHO BARRETO (Autor) APTE: CONCESSIONÁRIA DA RODOVIA DOS LAGOS S.A. APDO: OS MESMOS RELATORA: DESEMBARGADORA MARIA REGINA NOVA APELAÇÕES CÍVEIS. DIREITO ADMINISTRATIVO E DO CONSUMIDOR. ACIDENTE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 1ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO fls. 1 Registro: 2014.0000358062 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 1064890-68.2013.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que são apelantes SEBASTIÃO MIGUEL MAÇON e NILZA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo ACÓRDÃO Registro: 2014.0000XXXXX Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXX-XX.2014.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante CELSO (OMITIDO), são apelados ODEBRECHT REALIZAÇOES

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004

APELAÇÃO CÍVEL Nº 460.698-6 - 26.08.2004 -1- EMENTA: ANULATÓRIA ADMINISTRADORAS DE CARTÃO DE CRÉDITO NÃO INTEGRAÇÃO AO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL ENCARGOS LIMITAÇÃO CLÁUSULA MANDATO VALIDADE APORTE FINANCEIRO OBTIDO NECESSIDADE DE COMPROVAÇÃO.

Leia mais

A=C=Ó=R=D=Ã=O Vistos e etc.

A=C=Ó=R=D=Ã=O Vistos e etc. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 12 a CÂMARA CÍVEL Desembargador Mario Guimarães Neto AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 002003-41.2010..19.0209 ORIGEM: 1ª VARA CÍVEL REGIONAL DA BARRA

Leia mais

CONCLUSÃO. Em 10 de junho de 2015, submeto estes autos à conclusão do Dr. GUSTAVO DALL'OLIO, MM. Juiz de Direito. Eu, (Mariana Gatti Pontes), subscr.

CONCLUSÃO. Em 10 de junho de 2015, submeto estes autos à conclusão do Dr. GUSTAVO DALL'OLIO, MM. Juiz de Direito. Eu, (Mariana Gatti Pontes), subscr. fls. 302 CONCLUSÃO Em 10 de junho de 2015, submeto estes autos à conclusão do Dr. GUSTAVO DALL'OLIO, MM. Juiz de Direito. Eu, (Mariana Gatti Pontes), subscr. SENTENÇA Processo nº: 1008716-34.2015.8.26.0564

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 907.718 - ES (2006/0266103-0) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI RECORRENTE : LUCIANO DA SILVA MAYRINK ADVOGADO : LUCIANA MARQUES DE ABREU JÚDICE E OUTRO(S) RECORRIDO : ASSOCIAÇÃO DE

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores VITO GUGLIELMI (Presidente sem voto), FRANCISCO LOUREIRO E EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores VITO GUGLIELMI (Presidente sem voto), FRANCISCO LOUREIRO E EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE. Registro: 2015.000023XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº XXXXXXX-82.2012.8.26.0462, da Comarca de Poá, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO AÇÃO REVISIONAL - Contrato imobiliário firmado pelas regras da Carteira Hipotecária - Reajuste das prestações pelo Plano de Equivalência Salarial por categoria profissional (PES/CP) - Obrigatoriedade da

Leia mais

APELANTE: ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A APELADO: MARIA SHIRLEA PACÍFICO ROSA RELATORA: DES. INÊS DA TRINDADE CHAVES DE MELO

APELANTE: ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A APELADO: MARIA SHIRLEA PACÍFICO ROSA RELATORA: DES. INÊS DA TRINDADE CHAVES DE MELO APELANTE: ALFA PREVIDÊNCIA E VIDA S/A APELADO: MARIA SHIRLEA PACÍFICO ROSA RELATORA: DES. INÊS DA TRINDADE CHAVES DE MELO APELAÇÃO CIVEL. INDENIZATÓRIA. CONTRATO DE SEGURO DE VIDA. RECUSA DA SEGURADORA

Leia mais

ACÓRDÃO. apelante CAMARGO CORREA - RODOBENS EMPREENDIMENTOS. IMOBILIARIOS SPE LTDA., são apelados ISAAC (Omitido) e outra.

ACÓRDÃO. apelante CAMARGO CORREA - RODOBENS EMPREENDIMENTOS. IMOBILIARIOS SPE LTDA., são apelados ISAAC (Omitido) e outra. Registro: 2014.0000707XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXXXX-55.2013.8.26.0405, da Comarca de Osasco, em que é apelante CAMARGO CORREA - RODOBENS EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.09.640755-6/001 Númeração 6407556- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Alberto Henrique Des.(a) Alberto Henrique 13/03/2014 21/03/2014 EMENTA:

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0055626-48.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: JAQUELINE MACIEL LOURENÇO DA SILVA AGRAVADO: INSTITUTO ANALICE LTDA RELATOR: DES. AUGUSTO ALVES MOREIRA JUNIOR AGRAVO DE INSTRUMENTO. DIREITO

Leia mais

AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA com pedido de liminar

AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA com pedido de liminar Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Empresarial da Comarca da Capital Vara Banco Bradesco Cartão de crédito Cobrança dos juros de mora duas vezes, em patamares superiores ao limite legal O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO DO CONSUMIDOR. AÇÃO ORDINÁRIA. CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL COM CONSTRUTORA. ALEGAÇÃO DE ATRASO NA ENTREGA DE IMÓVEL E DE PUBLICIDADE ENGANOSA. SENTENÇA DE PROCEDÊNCIA

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete da Desa. Maria das Graças Morais Guedes

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete da Desa. Maria das Graças Morais Guedes Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete da Desa. Maria das Graças Morais Guedes ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL NQ 001.2010.018987-5/001 Relatora Apelante Advogada Apelada Desembargadora

Leia mais

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO REGIMENTAL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0040369-87.2007.8.19.0001 AGRAVANTE: DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DETRAN/RJ AGRAVADA: UNIÃO DAS CLÍNICAS DE TRÂNSITO

Leia mais

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda.

SENTENÇA. XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. fls. 1 SENTENÇA Processo nº: Classe - Assunto Requerente: Requerido: XXXXXX-XX.2012.8.26.0100 Procedimento Ordinário - Perdas e Danos D. (Omitido) Jonica Investimentos Imobiliários Ltda. (Tecnisa) Juiz(a)

Leia mais

devolutivo. Ao apelado. Transcorrido o prazo, com ou sem contrarrazões, subam ao Eg. Tribunal de Justiça..

devolutivo. Ao apelado. Transcorrido o prazo, com ou sem contrarrazões, subam ao Eg. Tribunal de Justiça.. AGRAVO DE INSTRUMENTO 0064220-51.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MERIDIANO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS MULTISEGMENTOS AGRAVADO: CELMO HITLER DOS SANTOS OLIVEIRA RELATORA: DES. MARIA LUIZA DE

Leia mais

Apelante: R W Factoring Fomento Mercantil Ltda Apelado: Beauty Dental Clinic Ltda Apelado: Egberto Jose Hallais França Carneiro Junior

Apelante: R W Factoring Fomento Mercantil Ltda Apelado: Beauty Dental Clinic Ltda Apelado: Egberto Jose Hallais França Carneiro Junior FLS.1/cl Apelante: R W Factoring Fomento Mercantil Ltda Apelado: Beauty Dental Clinic Ltda Apelado: Egberto Jose Hallais França Carneiro Junior RELATOR: DES. VALÉRIA DACHEUX APELAÇÃO CÍVEL. EMBARGOS À

Leia mais

Nº 70048989578 COMARCA DE PORTO ALEGRE BARBARA DE PAULA GUTIERREZ GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA A C Ó R D Ã O

Nº 70048989578 COMARCA DE PORTO ALEGRE BARBARA DE PAULA GUTIERREZ GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA A C Ó R D Ã O APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. SITE DE BUSCA. O trabalho da demandada é tão somente de organizar o conteúdo já existente na internet, cuja elaboração é realizada por terceiros. Ou seja,

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Terceira Câmara Cível

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Terceira Câmara Cível APELANTES: APELADOS: RELATOR: ADMINISTRADORA CARIOCA DE SHOPPING CENTERS LTDA. ITAU SEGUROS S.A. JOSÉ AUGUSTO GONÇALVES AMORIM Desembargador MARIO ASSIS GONÇALVES Indenizatória. Agressões sofridas por

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA. Tipo A

PODER JUDICIÁRIO SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA. Tipo A SEçAo JUDICIÁRIA DA BAHIA PROCESSO N 21857-43.2014.4.01.3300 CLASSE: 1900 - AÇÃO ORDINÁRIA I OUTRAS AUTOR: PAULO RENATO LIMA CASTRO RÉ: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ~~--- -----S-E-NTE-N-Ç-A Tipo A 1- RELATÓRIO

Leia mais

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2

A C Ó R D Ã O. Documento Assinado Eletronicamente SANDOVAL OLIVEIRA Relator GABINETE DO DESEMBARGADOR SANDOVAL OLIVEIRA 2 Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Fls. Órgão : 5ª TURMA CÍVEL Classe : APELAÇÃO N. Processo : 20130111009823APC (0026373-45.2013.8.07.0001) Apelante(s)

Leia mais

CONCLUSÃO. Vistos. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Fernando Oliveira Camargo. fls. 1

CONCLUSÃO. Vistos. Juiz(a) de Direito: Dr(a). Fernando Oliveira Camargo. fls. 1 fls. 1 CONCLUSÃO Em 16 de março de 2012, faço estes autos conclusos a(o) MM. Juiz(a) de Direito, Dr(a). Fernando Oliveira Camargo. Eu, LEILA MACEDO FIROOZMAND, Escrevente Técnico Judiciário, lavrei este

Leia mais

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança.

: Município de Cascavel, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança. APELAÇÃO CIVEL E REEXAME NECESSÁRIO Nº. 917060-5, DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CASCAVEL. APELANTE: MUNICÍPIO DE CASCAVEL APELADO: PROSEGUR BRASIL S.A. TRANSPORTADORA DE VALORES E SEGURANÇA. RELATOR:

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Pará BELÉM SECRETARIA 1ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA ACÓRDÃO - DOC: 20160138558352 Nº 158029

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Pará BELÉM SECRETARIA 1ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA ACÓRDÃO - DOC: 20160138558352 Nº 158029 ACÓRDÃO - DOC: Nº 158029 APELAÇÂO CÍVEL Nº RELATORA: DESA. Trata-se de apelação cível interposta por CONSTRUTORA LEAL MOREIRA LTDA. inconformada com a sentença prolatada pelo Juízo de Direito da 1ª Vara

Leia mais

Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Dr. Juiz Leonardo de Castro Gomes. Em 08/05/2013. Sentença

Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Dr. Juiz Leonardo de Castro Gomes. Em 08/05/2013. Sentença Fls. Processo: 0482611-20.2012.8.19.0001 Classe/Assunto: Procedimento Sumário - Dano Moral Outros - Cdc; Cobrança de Quantia Indevida E/ou Repetição de Indébito - Cdc; Promessa de Compra e Venda / Coisas

Leia mais

1005895-57.2016.8.26.0100 - lauda 1

1005895-57.2016.8.26.0100 - lauda 1 fls. 372 SENTENÇA Processo Digital nº: 1005895-57.2016.8.26.0100 Classe - Assunto Procedimento Comum - Planos de Saúde Requerente: Requerido: UNIMED PAULISTANA SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS PODER JUDICIÁRIO BELO HORIZONTE 10ª TURMA RECURSAL DE BELO HORIZONTE

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS PODER JUDICIÁRIO BELO HORIZONTE 10ª TURMA RECURSAL DE BELO HORIZONTE TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS PODER JUDICIÁRIO BELO HORIZONTE 10ª TURMA RECURSAL DE BELO HORIZONTE RUAPADRE ROLIM, 424, EDIFÍCIO ANEXO 1º ANDAR, SANTA EFIGÊNIA, BELO HORIZONTE - MG, FONE: (31)3289-9416

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL NONA CÂMARA CÍVEL Apelação nº 0455812-71.2011.8.19.0001 Apelante: RADIO PANAMERICANA SA Apelado: HI MIDIA SA Relator: Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA DIREITO AUTORAL. USO INDEVIDO DE MARCA. VIOLAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000022703 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0010470-39.2012.8.26.0562, da Comarca de Santos, em que é apelante/apelado EDMAR CARLOS LEME FILHO, são apelados/apelantes

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0694.10.000510-7/001 Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 08/03/2012 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:21/03/2012 Estado: Minas Gerais Cidade: Três Pontas

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0052654-08.2013.8.19.0000 Agravante: Município de Armação de Búzios Agravado: Lidiany da Silva Mello

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 5 Registro: 2016.0000053604 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0000973-35.2012.8.26.0292, da Comarca de Jacareí, em que é apelante RUSTON ALIMENTOS LTDA, é apelado JOSAPAR

Leia mais

Relator Desembargador PEDRO SARAIVA DE ANDRADE LEMOS

Relator Desembargador PEDRO SARAIVA DE ANDRADE LEMOS 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA 10ª CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento n.º 0005250-24.2014.8.19.0000 Agravante: BAR E RESTAURANTE SIRIOCO LTDA. (Autor) Agravado: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS - CEDAE (Ré)

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0035092-08.2012.8.19.0004 APELANTE: BANCO BRADESCO S/A APELADO: BRUNO GARCIA DE SÁ RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO DO CONSUMIDOR AÇÃO SOB O RITO SUMÁRIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0023257-48.2012.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Renata Terezinha Souza de Moraes Paschoal Rodrigues Requerido: Banco Bradescard S.A; Makro Atacadista

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Décima Nona Câmara Cível Apelação nº 0009610-50.2011.8.19.0212

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Décima Nona Câmara Cível Apelação nº 0009610-50.2011.8.19.0212 Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Décima Nona Câmara Cível Apelação nº 0009610-50.2011.8.19.0212 Apelante: L.L.P. ENTRETENIMENTO E LANCHONETE LTDA Apelado: BANCO BRADESCO S A Relator: DES. GUARACI

Leia mais

Assinatura do autor por RUI PORTUGAL BACELLAR FILHO:7624 , Validade desconhecida. Estado do Paraná

Assinatura do autor por RUI PORTUGAL BACELLAR FILHO:7624 <rpf@tjpr.jus.br>, Validade desconhecida. Estado do Paraná Assinatura do autor por RUI PORTUGAL BACELLAR FILHO:7624 , Validade desconhecida Estado do Paraná AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1206389-5, DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA

Leia mais