PESQUISA CPA Curso de Administração

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA CPA Curso de Administração"

Transcrição

1 PESQUISA CPA Curso de Administração Perfil socioeconômico do Aluno Trabalha e Estuda Trabalha Sim Não 56,7% Estado Civil Trabalha Solteiro Casado União

2 II Quanto ao Curso Conhecimento da matriz Curricular Conhecimento da matriz Curricular 1 Ótimo = 8 2 Bom = 9 3 Regular = 13 30% Conhecimento do perfil do profissional a ser formado Conhecimento da matriz Curricular Ótimo = 7 Regular = 14 Fraco = 1 46,7% Articulação entre as disciplinas Articulação entre as disciplinas Ótimo = 7 Bom = 9 Regular = 12 Fraco = 2 40% 30% Satisfação geral com seu curso

3 Satisfação geral com seu curso Ótimo = 4 Regular = 17 Fraco = 1 56,7% III Quanto a Instituição Qualidade atendimento Recepção Qualidade atendimento Recepção Ótimo = 3 Regular = 15 Fraco = 4 Qualidade atendimento Portaria Qualidade atendimento Portaria Ótimo = 6 Bom = 6 Regular = 16 Fraco = 2 53,3%

4 Qualidade do atendimento prestado pelo Setor de Fotocopiadora Qualidade do atendimento prestado pelo Setor de Fotocopiadora Ótimo = 3 Bom = 6 Regular = 13 Fraco = 8 Qualidade de atendimento Setor Financeiro Qualidade de atendimento Setor Financeiro Ótimo = 3 Bom = 10 Regular = 17 56,7% Avaliação da Secretaria Avaliação da Secretaria Ótimo = 6 Bom = 7 Regular = 15 Fraco = 2 Salas de aula (Tamanho, iluminação climatização, mobiliários)

5 Salas de aula (Tamanho, iluminação climatização, mobiliários) Ótimo = 7 Bom = 9 Regular = 14 46,7% 30% Limpeza e conservação dos ambientes acadêmicos Limpeza e conservação dos ambientes acadêmicos 30% Ótimo = 9 Bom = 7 Regular = 13 Fraco = 1 Área de convivência e prática de esportes Área de convivência e prática de esportes Ótimo = 3 Regular = 16 Fraco = 3 53,3% Cantina (qualidade dos produtos, atendimento, limpeza) Cantina (qualidade dos produtos, atendimento, limpeza) Ótimo = 6 Regular = 13 Fraco = 3

6 Segurança do Campus Cantina (qualidade dos produtos, atendimento, limpeza) Ótimo = 3 Bom = 11 Regular = 15 Fraco = 1 36,7% Laboratórios (Equipmentos e adequação às práticas) Laboratórios (Equipmentos e adequação às práticas) Ótimo = 4 Bom = 7 Regular = 15 Fraco = 4 Qualidade de atendimento prestado pela Biblioteca Qualidade de atendimento prestado pela Biblioteca 16,7% Ótimo = 5 Bom = 10 Regular = 15

7 Qualidade do acervo bibliográfico disponível Qualidade do acervo bibliográfico disponível Ótimo = 4 Bom = 7 Regular = 17 Fraco = 2 56,7% Disponibilidade de áreas de estudo na biblioteca Disponibilidade de áreas de estudo na biblioteca Ótimo = 3 Bom = 10 Regular = 17 56,7% Qualidade do laboratórios de Informática Qualidade do laboratórios de Informática Ótimo = 3 Bom = 6 Regular = 17 Fraco = 4 56,7% Qualidade de atendimento do TI (Tecnlogia da Informação)

8 Qualidade de atendimento do TI (Tecnlogia da Informação) Ótimo = 2 Bom = 10 Regular = 16 Fraco = 2 53,3% Acesso, adequação aos portadores de necessidades especiais Acesso, adequação aos portadores de necessidades especiais 16,7% Ótimo = 5 Regular = 16 Fraco = 1 53,3% Empresa Junior Empresa Junior Ótimo = 4 Bom = 6 Regular = 18 Fraco = 2 60% Atendimento do Núcleo de Apoio Psico pedagogico Atendimento do Núcleo de Apoio Psico pedagogico Ótimo = 4 Bom = 7 Regular = 18 Fraco = 1 60%

9 IV Quanto aos alunos Cunpro os horários previstos (sou pontual) Cunpro os horários previstos (sou pontual) Ótimo = 6 Bom = 10 Regular = 12 Fraco = 2 40% Permaneço na sala e participo efetivamente das atividades Permaneço na sala e participo efetivamente das atividades Ótimo = 8 Regular = 14 46,7% Comporto me com disciplina Comporto me com disciplina Ótimo = 8 Bom = 9 Regular = 13 30% Realizo as tarefas propostas

10 Realizo as tarefas propostas Ótimo = 10 Bom = 10 Regular = 10 Trato com cordialidade professores e colegas Trato com cordialidade professores e colegas 30% Ótimo = 9 Regular = 13 Participo de seminários, eventos, palestras Participo de seminários, eventos, palestras Ótimo = 7 Bom = 10 Regular = 13 Prezo pela conservação das instalações, mobiliários e equipamentos Prezo pela conservação das instalações, mobiliários e equipamentos Ótimo = 10 Bom = 4 Regular = 15 Fraco = 1

11 V Quanto ao corpo docente do curso de Administração Comparece regularmente para as aulas, é assíduo? Comparece regularmente para as aulas, é assíduo? Sempre = 10 Freqüência = 9 As vezes = 10 Nunca = 1 30% Cumpre os horários previstos, é pontual? Cumpre os horários previstos, é pontual? 40% 36,7% Sempre = 11 Freqüência = 7 As vezes = 12 Usa material didático adequado (áudio visual, texto) etc Usa material didático adequado (áudio visual, texto) etc 40% 16,7% Sempre = 5 Freqüência = 13 As vezes = 12 Expressa de forma clara e objetiva

12 Expressa de forma clara e objetiva 40% 16,7% Sempre = 5 Freqüência = 13 As vezes = 12 Tem conhecimento do conteúdo que ministra? Tem conhecimento do conteúdo que ministra? Sempre = 4 Freqüência = 13 As vezes = 13 Respeita os alunos e trata os com cordialidade? Respeita os alunos e trata os com cordialidade? 46,7% Sempre = 8 Freqüência = 8 As vezes = 14 É etico com os alunos e outros professores É etico com os alunos e outros professores 40% Sempre = 7 Freqüência = 10 As vezes = 12 Nunca = 1 Estabelece relação entre teoria e prática?

13 Estabelece relação entre teoria e prática? 53,3% 36,7% Sempre = 2 Freqüência = 11 As vezes = 16 Nunca = 1 Responde perguntas e esclarece dúvidas? Responde perguntas e esclarece dúvidas? 36,7% Sempre = 4 Freqüência = 15 As vezes = 11 É receptível às criticas, sugestões e questionamentos É receptível às criticas, sugestões e questionamentos 46,7% Sempre = 4 Freqüência = 12 As vezes = 14 40% Diversifica as foras de avaliação?

14 Diversifica as foras de avaliação? Sempre = 3 IMPRIMIR Freqüência = 13 As vezes = 13 Nunca = 1

PESQUISA CPA Curso de Serviço Social

PESQUISA CPA Curso de Serviço Social PESQUISA CPA Curso de Serviço Social Perfil socioeconômico do Aluno Trabalha e Estuda Trabalha Sim Não 88,9% Estado Civil Trabalha Solteiro Casado 93,8% II Quanto ao Curso Conhecimento da matriz Curricular

Leia mais

PESQUISA CPA Curso de Direito

PESQUISA CPA Curso de Direito PESQUISA CPA Curso de Direito Perfil socioeconômico do Aluno Trabalha e Estuda Trabalha Sim Não 59,1% Estado Civil Trabalha 47,6% Solteiro Casado União Estável Divorciado 38,1% II Quanto ao Curso Conhecimento

Leia mais

Caderno da Avaliação Institucional PEDAGOGIA

Caderno da Avaliação Institucional PEDAGOGIA Caderno da Avaliação Institucional PEDAGOGIA 2 semestre 2010 Comissão Própria de Avaliação - CPA 1 Coordenação de Avaliação Institucional - COGEAV Equipe Técnica / Elaboração do Relatório Catarina Capella

Leia mais

SUMÁRIO RELAÇÃO DE PONTUAÇÃO.3 01 AVALIAÇÃO DOS COORDENADORES PELA DIREÇÃO.4 02 AVALIAÇÃO DO CORPO DOCENTE PELOS COORDENADORES.21 14.22 14.

SUMÁRIO RELAÇÃO DE PONTUAÇÃO.3 01 AVALIAÇÃO DOS COORDENADORES PELA DIREÇÃO.4 02 AVALIAÇÃO DO CORPO DOCENTE PELOS COORDENADORES.21 14.22 14. SUMÁRIO RELAÇÃO DE PONTUAÇÃO...3 01 AVALIAÇÃO DOS COORDENADORES PELA DIREÇÃO......4 02 AVALIAÇÃO DO CORPO DOCENTE PELOS COORDENADORES...5 03 AVALIAÇÃO DA DIREÇÃO PELA COORDENAÇÃO...6 04 AVALIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

CPA Comissão Própria de Avaliação

CPA Comissão Própria de Avaliação CPA Comissão Própria de Avaliação AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Avaliação do Curso e da Faculdade VISÃO DISCENTE ÍNDICE. Quesitos avaliados pelos Discentes.... Resultados...0. Média Geral FATECE AVALIAÇÃO DOS

Leia mais

FACULDADE CIDADE DE COROMANDEL

FACULDADE CIDADE DE COROMANDEL Avaliação: DIMENSÃO 1: A MISSÃO E PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2015 Unidade: (1) - FACULDADE CIDADE DE COROMANDEL (GRADUAÇÃO) Curso: (32) - ANÁLISE E DES. DE SISTEMAS Indicadores:

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CURSO COORDENAÇÃO DE CURSO DOCENTES E UNIDADE CURRICULAR ATENDIMENTO AO ALUNO INFRAESTRUTURA COMUNICAÇÃO E IMAGEM

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CURSO COORDENAÇÃO DE CURSO DOCENTES E UNIDADE CURRICULAR ATENDIMENTO AO ALUNO INFRAESTRUTURA COMUNICAÇÃO E IMAGEM FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE FSPOA AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CURSO COORDENAÇÃO DE CURSO DOCENTES E UNIDADE CURRICULAR ATENDIMENTO AO ALUNO INFRAESTRUTURA COMUNICAÇÃO E IMAGEM CPA 2013/2 PARTICIPAÇÃO

Leia mais

Análises de resultados da pesquisa

Análises de resultados da pesquisa 1 of 9 30/03/2010 13:19 Idiomas: Español English Português Italiano Français Deutsch Análises de resultados da pesquisa MOSTRE NOVA PESQUISA MINHAS PESQUISAS MINHAS LISTAS MINHA CONTA Visualização dos

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO DE PROFESSOR. Professor: Data / / Disciplina:

QUESTIONÁRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO DE PROFESSOR. Professor: Data / / Disciplina: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA de São Paulo, Campus Avançado de Matão, base em Sertãozinho Relatório de Avaliação Interna RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO INTERNA DO CAMPUS AVANÇADO DE MATÃO

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA PERSPECTIVA DO ALUNO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE DE ILHÉUS HORÁRIO: 8

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS DOCENTES 2009/1

AVALIAÇÃO DOS DOCENTES 2009/1 Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Araguaia AVALIAÇÃO DOS DOCENTES 2009/1 Membros da CPA: Prof.ª Kátia Cilene Costa Fernandes (Coordenadora Geral) Prof. Antônio Evaldo de Oliveira Prof. Gustavo

Leia mais

ENADE UEG 2012 - POTENCIALIDADES E FRAGILIDADES

ENADE UEG 2012 - POTENCIALIDADES E FRAGILIDADES ENADE UEG 2012 - POTENCIALIDADES E FRAGILIDADES UNIDADE CURSO ENADE FORÇAS/POTENCIALIDADES Anápolis - CSEH Anápolis - CSEH Administração 5 Econômicas ) a maior parte dos professores com domínio do 4) currículo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 4% 25% 42% 27%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 4% 25% 42% 27% ADMINISTRAÇÃO Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 4% 25% 42% 27% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem

Leia mais

PONTUAÇÃO DOS CRITÉRIOS Total de Pontos 225. Projeto Pedagógico 70 Coordenação 20 Corpo Docente 60 Infra Estrutura 50 Instituição 25

PONTUAÇÃO DOS CRITÉRIOS Total de Pontos 225. Projeto Pedagógico 70 Coordenação 20 Corpo Docente 60 Infra Estrutura 50 Instituição 25 1 CRITÉRIOS RESTRITIVOS 1. Coordenador Farmacêutico; 2. Projeto Pedagógico de Curso (que atenda as DCN), com no mínimo CHT (4.000h relógio); 3. Biblioteca (com Referências básicas nos Planos de Ensino);

Leia mais

UNIESP CPA - COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RESULTADO GERAL DO QUESTIONÁRIO ALUNOS 2013_2/2014_02

UNIESP CPA - COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RESULTADO GERAL DO QUESTIONÁRIO ALUNOS 2013_2/2014_02 UNIESP CPA - COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RESULTADO GERAL DO QUESTIONÁRIO ALUNOS 2013_2/2014_02 1 SP/GUARATINGUETÁ DIMENSÃO 1 - MISSÃO INSTITUCIONAL 1. Como você classifica o Plano de Desenvolvimento

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso de Graduação Tecnológica em Logística

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso de Graduação Tecnológica em Logística Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso de Graduação Tecnológica em Logística A presente pesquisa foi realizada em março de 2012, nos campi: Duque de Caxias,

Leia mais

PESQUISA INSTITUCIONAL CAMPUS RIO DE JANEIRO. Cursos Técnicos Integrado ao Ensino Médio

PESQUISA INSTITUCIONAL CAMPUS RIO DE JANEIRO. Cursos Técnicos Integrado ao Ensino Médio PESQUISA INSTITUCIONAL CAMPUS RIO DE JANEIRO Cursos Técnicos Integrado ao Ensino Médio PESQUISA INSTITUCIONAL IFRJ - CAMPUS RIO DE JANEIRO CURSO TÉCNICO EM BIOTECNOLOGIA INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO 1 Capa

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEISDA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEISDA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEISDA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2013/01 a 2013/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Diagnóstico

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO SÃO LOURENÇO/2014 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar a monitoria,

Leia mais

AI - RESULTADO ALUNOS GERAL - POR CURSO DIREITO AUTO AVALIAÇÃO 2010

AI - RESULTADO ALUNOS GERAL - POR CURSO DIREITO AUTO AVALIAÇÃO 2010 AUTO AVALIAÇÃO 2010 A Avaliação Institucional é um dos pilares na construção de uma instituição de Ensino Superior democrática comprometida com os desafios que são impostos pela sociedade, portanto é importante

Leia mais

Indicador 1: Objetivos, organização e relevância do conjunto das unidades curriculares. 1 2 3 4 5 N respostas NOTA 1 2 14 12 4 33 6,2

Indicador 1: Objetivos, organização e relevância do conjunto das unidades curriculares. 1 2 3 4 5 N respostas NOTA 1 2 14 12 4 33 6,2 AVALIAÇÃO DE UCs RESUMO GERAL DOS INDICADORES 2012 LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS(BACHARELADO) - VESPERTINO Indicador 1: Objetivos, organização e relevância do conjunto das unidades curriculares 1 2 14 12 4 33

Leia mais

Avaliações feitas pelo corpo discente dos Cursos de Tecnologia em Gestão Comercial. 2011

Avaliações feitas pelo corpo discente dos Cursos de Tecnologia em Gestão Comercial. 2011 Avaliações feitas pelo corpo discente dos Cursos de Tecnologia em Gestão Comercial. 2011 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC), por meio da implantação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação

Leia mais

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Relatório descritivo DA Avaliação Institucional Novembro/Dezembro de 2005 Nome do Curso Perfil da Amostra Número de Professores Gestão

Leia mais

Avaliação Geral Institucional

Avaliação Geral Institucional Avaliação Geral Institucional COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Cursos Superiores de Graduação: - ADM - CCO Tecnólogo em - HOT Ano: 29-1 Capivari de Baixo, Julho de 29 SUMÁRIO Introdução...3 Avaliação

Leia mais

FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2015 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2015 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2015 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Constituída em atendimento à Lei nº 10.861/2004, regulamentada pela Portaria

Leia mais

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA 12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA Mensagem de Boas-Vindas Diretor Atividade Cultural PROJETO ESTADUAL FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO O Projeto FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO compõe uma

Leia mais

I - Suporte Acadêmico Administrativo

I - Suporte Acadêmico Administrativo I - Suporte Acadêmico Administrativo MISSÃO Desenvolver, de modo harmônico e planejado, a educação superior, promovendo a formação e o aperfeiçoamento acadêmico, científico e tecnológico dos recursos

Leia mais

ATENDIMENTO. Itens Avaliados : Setor :

ATENDIMENTO. Itens Avaliados : Setor : Avaliação Institucional 00/ Período da Avaliação : 05/00 ATENDIMENTO 5 Os funcionários técnico-administrativos da Faculdade de Tecnologia Faesa são selecionados para darem o melhor atendimento. Desde a

Leia mais

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN 978-85-99643-11-2

Londrina, 29 a 31 de outubro de 2007 ISBN 978-85-99643-11-2 INCLUIR NA UFU ACESSIBILIDADE E PERMANÂNCIA COM QUALIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Valéria Manna Oliveira FAEFI - Universidade Federal Uberlândia Claudia Dechichi CEPAE - Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

SETORES ADMINISTRATIVOS DAS FACULDADES PONTA GROSSA

SETORES ADMINISTRATIVOS DAS FACULDADES PONTA GROSSA Faculdades Ponta Grossa Comissão Própria de Avaliação Avaliação Institucional 2015/1 INÍCIO SAIR SETORES ADMINISTRATIVOS DAS FACULDADES PONTA GROSSA 01.01. 01 Conheço os meus direitos e deveres como acadêmico.

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas Capítulo I DA CONCEITUAÇÃO E DOS OBJETIVOS ARTIGO 1º O Trabalho de conclusão do Curso (TCC) é componente

Leia mais

Instruções. Formulário de Gerenciamento de Estágio Probatório

Instruções. Formulário de Gerenciamento de Estágio Probatório Instruções Formulário de Gerenciamento de Estágio Probatório 1. O instrumento de gerenciamento do estágio probatório está dividido em Dimensões (constituídas por Fatores) e Comportamentos, de acordo com

Leia mais

Avaliação Geral Institucional

Avaliação Geral Institucional Avaliação Geral Institucional Cursos Superiores de Graduação Administração - ADM Ciências Contábeis - CCO Tecnólogo em Hotelaria - HOT COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Ano: 2007-1 Capivari de Baixo,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO ESPECIALIZADA / PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL DOMINIO COGNITIVO E MOTOR

AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO ESPECIALIZADA / PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL DOMINIO COGNITIVO E MOTOR AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO ESPECIALIZADA / PÓS- GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL DOMINIO COGNITIVO E MOTOR Outubro 2009 ÍNDICE 1. Introdução 3 2. População e Amostra 3 3. Apresentação de Resultados 4 3.1. Opinião

Leia mais

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Resultado na ótica discente Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Metodologia PÚBLICO-ALVO: Discentes dos cursos de graduação da FAESA. METODOLOGIA DA PESQUISA: A metodologia utilizada por meio de

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Formação Continuada em Inglês para professores de Inglês

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Formação Continuada em Inglês para professores de Inglês MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

Introdução. Laboratórios de informática

Introdução. Laboratórios de informática Descrição da infraestrutura física destinada aos cursos, incluindo laboratórios, equipamentos instalados, infraestrutura de informática e redes de informação. Introdução Relação de laboratórios, oficinas

Leia mais

ANEXO I. AUTO-AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE (formulário preenchido pelo professor avaliado)

ANEXO I. AUTO-AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE (formulário preenchido pelo professor avaliado) ANEXO I AUTO-AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE (formulário preenchido pelo professor avaliado) Nome do docente: Matrícula: Regime de Trabalho: Campus Universitário: Departamento: Função/Titulação: Cargo

Leia mais

Instruções para visita da Secretaria Municipal de Educação às escolas

Instruções para visita da Secretaria Municipal de Educação às escolas Instruções para visita da Secretaria Municipal de Educação às escolas Prezado participante, Como já explicado, iniciamos agora a etapa de diagnóstico do processo de desenvolvimento do Plano Municipal de

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado o Regulamento para Atividades Práticas do Curso de Enfermagem, bacharelado, da Faculdade do Maranhão FACAM.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado o Regulamento para Atividades Práticas do Curso de Enfermagem, bacharelado, da Faculdade do Maranhão FACAM. RESOLUÇÃO CSA N 10/2010 APROVA O REGULAMENTO PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DO CURSO DE ENFERMAGEM, BACHARELADO, DA FACULDADE DO MARANHÃO FACAM. O Presidente do Conselho Superior de Administração CSA, no uso

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL

RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL MARÇO/2011 APRESENTAÇÃO Á Comunidade Acadêmica, Órgãos Colegiados Superiores e Unidade Acadêmicas

Leia mais

1.1. ANÁLISE DOS DADOS 1.1.1. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INTERNA: respondida por alunos, professores e coordenadores

1.1. ANÁLISE DOS DADOS 1.1.1. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INTERNA: respondida por alunos, professores e coordenadores 1.1. ANÁLISE DOS DADOS 1.1.1. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INTERNA: respondida por alunos, professores e coordenadores No primeiro semestre de 2013 o questionário aplicado na Avaliação Interna passou por algumas

Leia mais

Representante da Sociedade Civil Organizada Calixto Nunes da França. Representante Discente Artur da Costa Júnior

Representante da Sociedade Civil Organizada Calixto Nunes da França. Representante Discente Artur da Costa Júnior I DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte Código da IES INEP: 1547 Caracterização da IES: Instituição Privada Sem Fins Lucrativos Estado: Ceará Cidade: Juazeiro do Norte Composição

Leia mais

DOCUMENTO NORTEADOR PARA COMISSÕES DE AUTORIZAÇÃO E RECONHECIMENTO DE CURSO DE PEDAGOGIA

DOCUMENTO NORTEADOR PARA COMISSÕES DE AUTORIZAÇÃO E RECONHECIMENTO DE CURSO DE PEDAGOGIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DO ENSINO DE PEDAGOGIA

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia

MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia MANUAL DO ALUNO PEDAGOGIA Salvador - Bahia Caro(a) Estudante(a) Baseado no Regulamento do Curso, o Manual do Estudante da Graduação de Pedagogia do Instituto Superior de Educação Ocidemnte ISEO resumido

Leia mais

I RELATÓRIO: 6030/2014, de 10/12/2014 PARECER CEE/PE Nº 115/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 17/11/2014

I RELATÓRIO: 6030/2014, de 10/12/2014 PARECER CEE/PE Nº 115/2014-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 17/11/2014 INTERESSADA: POLITEC CARUARU/PE ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO - EIXO TECNOLÓGICO: SEGURANÇA, NA MODALIDADE PRESENCIAL, COM ALTERAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR RELATOR:

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS RELATÓRIO DO CURSO DE FISIOTERAPIA Porto Velho RO 2011/2012 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Profª Drª. Nelice Milena Batistelli Serbino COORDENADORA

Leia mais

ANEXO II (Artigo 5º) (fls. de 01 a 12) DAS ATRIBUIÇÕES E ATIVIDADES PRÓPRIAS DOS CARGOS E FUNÇÕES

ANEXO II (Artigo 5º) (fls. de 01 a 12) DAS ATRIBUIÇÕES E ATIVIDADES PRÓPRIAS DOS CARGOS E FUNÇÕES ANEXO II (Artigo 5º) (fls. de 01 a 12) DAS ATRIBUIÇÕES E ATIVIDADES PRÓPRIAS DOS CARGOS E FUNÇÕES I CARGOS EFETIVOS (MONITOR) A) PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA: INFANTIL-MON Habilitação: Ensino Médio ser

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL LEVANTAMENTO DAS MEDIDAS REALIZADAS RELATÓRIO DO CURSO PEDAGOGIA CPA 2011/12 Porto Velho RO 2011/2012 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Profª Drª. Nelice Milena Batistelli Serbino

Leia mais

Faculdade LEÃO SAMPAIO. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL IES/2015.1 Resultados DOCENTES

Faculdade LEÃO SAMPAIO. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL IES/2015.1 Resultados DOCENTES Faculdade LEÃO SAMPAIO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL IES/2015.1 Resultados DOCENTES AVALIAÇÃO IES - DISCENTE / 2015.1 UNIVERSO: 245 Professores em 2015.1 COBERTURA AMOSTRAL: Participaram 231 docentes nas três

Leia mais

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional Faculdade Promove de Sete Lagoas 1.º-213 Sete Lagoas (MG) Membros da CPA Nome Segmento que representa Ludimila Tavares Rocha Silva Antônio Marcos de Oliveira

Leia mais

PIM - I. Cursos de Comunicação Digital. Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 UNIVERSIDADE PAULISTA

PIM - I. Cursos de Comunicação Digital. Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA Cursos de Comunicação Digital PIM - I Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 1. APRESENTAÇÃO DO PROJETO: O PIM, Projeto Integrado Multidisciplinar, é uma atividade prática que

Leia mais

FACULDADES ADVENTISTAS DE MINAS GERAIS

FACULDADES ADVENTISTAS DE MINAS GERAIS FACULDADES ADVENTISTAS DE MINAS GERAIS Análise de 04 questionários referentes a avaliação institucional TÉCNICO ADMINISTRATIVO da FADMINAS campus II, localizado na cidade de Lavras/MG. O período contemplado

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE ITUVERAVA

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE ITUVERAVA RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE ITUVERAVA CPA - 2013 RELATÓRIO DO RESULTADO DAS PESQUISAS INSTITUCIONAL Sumário 1. PESQUISA COM EGRESSOS.... 4 2 PESQUISA

Leia mais

INSTRUMENTOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

INSTRUMENTOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO GERÊNCIA DE GESTÃO E AVALIAÇÃO DA REDE DE ENSINO INSTRUMENTOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO GOIÂNIA 2010 SEDUC/GO Matrícula

Leia mais

Instituto Machadense de Ensino Superior (IMES) Relatório sobre a Comissão Própria de Avaliação (CPA) Auto-Avaliação Institucional 2013

Instituto Machadense de Ensino Superior (IMES) Relatório sobre a Comissão Própria de Avaliação (CPA) Auto-Avaliação Institucional 2013 Instituto Machadense de Ensino Superior (IMES) Relatório sobre a Comissão Própria de Avaliação (CPA) Auto-Avaliação Institucional 2013 Machado-MG 2014 Sumário 1) Introdução... 3 2) Informações Institucionais...

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25% PEDAGOGIA Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 0% 26% 48% 25% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem utilizado

Leia mais

DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO

DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO REGULAMENTO DISCENTE (NAPED) DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO CAPÍTULO I DO NAPED E SEUS FINS Art. 1º O Núcleo de Apoio Pedagógico ao Discente (NAPED) é um serviço de apoio pedagógico e psicológico

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Barretos SP 2016 A Atividade Complementar do Curso de Administração da FACULDADE BARRETOS é componente curricular, que visa complementar

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32% MARKETING Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 2% 35% 29% 32% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem utilizado

Leia mais

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 1% 15% 47% 35%

[1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 1% 15% 47% 35% AGRONEGÓCIO Save as PDF Dimensão 2.1 - AVALIAÇÃO DO ENSINO [1] O conhecimento adquirido no Curso/Instituição para sua formação profissional 0% 1% 15% 47% 35% [2] O sistema de avaliação da aprendizagem

Leia mais

Centro de Desportos AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Centro de Desportos AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Desportos AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA Comissão Designada pela Portaria n o 05/CCEF/06 Alex Fensterseifer Luiz Guilherme Markus

Leia mais

Análise por Curso Cursos do Sistema de Aprendizagem 997

Análise por Curso Cursos do Sistema de Aprendizagem 997 Análise por Curso Cursos do Sistema de Aprendizagem 997 Análise por Curso SA I Assistente Comercial Bancário 998 Análise por Curso SA I Assistente Comercial Bancário 999 Componente de Formação SC T Disciplinas

Leia mais

UNIESP COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO CADERNO DE CONTROLE E REGISTRO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO: LETRAS

UNIESP COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO CADERNO DE CONTROLE E REGISTRO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO: LETRAS UNIESP COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO CADERNO DE CONTROLE E REGISTRO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO: LETRAS LICENCIATURA: HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA, LÍNGUA E SUAS RESPECTIVAS LITERATURAS Aluno(a):

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES

REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES Considerando o artigo 84 da LDB nº 9.394/96 o qual estabelece que: Os discentes da educação superior poderão ser aproveitados em tarefas de ensino e pesquisa

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Formação Musical - 2º Ciclo Contínua COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Leitura - Ler frases rítmicas em diferentes unidades de tempo e compassos; - Entoar afinadamente, melodias nos modos

Leia mais

FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE ANCHIETA DE ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 1SEM2013 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Constituída em atendimento à Lei nº 10.861/2004, regulamentada pela Portaria

Leia mais

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013

ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 ASSOCIACAO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIAO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL DE REPOSTA DE PROFESSORES. 2º SEMESTRE DE 2013 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão da

Leia mais

PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE

PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE EDITAL SEDU Nº 052/2013 PROGRAMA BOLSA ESTÁGIO FORMAÇÃO DOCENTE A SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CONVIDA OS ESTUDANTES DOS CURSOS DE LICENCIATURA PLENA CONSTANTES NO ANEXO III DESTE EDITAL A SE INSCREVEREM

Leia mais

PROCESSO N.º 1703/2007 PROTOCOLO N.º 9.578.711-8 PARECER N.º 744/07 APROVADO EM 05/12/07

PROCESSO N.º 1703/2007 PROTOCOLO N.º 9.578.711-8 PARECER N.º 744/07 APROVADO EM 05/12/07 PROTOCOLO N.º 9.578.711-8 PARECER N.º 744/07 APROVADO EM 05/12/07 CÂMARA DE PLANEJAMENTO INTERESSADO: SENAI NÚCLEO DE ASSESSORIA ÀS EMPRESAS DE PATO BRANCO MUNICÍPIO: PATO BRANCO ASSUNTO: Pedido de Reconhecimento

Leia mais

Anexo 7. Questionário on line para a comunidade externa

Anexo 7. Questionário on line para a comunidade externa Anexo 7. Questionário on line para a comunidade externa Anexo 8. Padrão de respostas do questionário do estudante aplicados aos alunos do ENADE 2009 e 2010. Os dados foram estimados a partir do relatório

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 346/2005 Publicada no D.O.E. de 20-09-2005 Pág.17 Estabelece normas para a alteração de Regime de Trabalho, Controle

Leia mais

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de janeiro e fevereiro/2012

Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC. nos meses de janeiro e fevereiro/2012 Relatório das atividades da Ouvidoria da UNISC nos meses de janeiro e fevereiro/2012 Considerações Em, a Ouvidoria da UNISC recebeu 110 solicitações. Das solicitações dos dois meses, 53,63% foram encaminhadas

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013/1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

PLANO DE AÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013/1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2013/1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO 2013 APRESENTAÇÃO O Plano de Ação ora apresentado planeja o processo da Autoavaliação Institucional, que vem se consolidando na Faculdade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1 -

Leia mais

PRD-2014: PALESTRAS e OFICINAS - CICLO 1. SISTEMA DE INSCRIçÕES: de 27 de fevereiro a 12 de março de 2014

PRD-2014: PALESTRAS e OFICINAS - CICLO 1. SISTEMA DE INSCRIçÕES: de 27 de fevereiro a 12 de março de 2014 PRD-2014: PALESTRAS e OFICINAS - CICLO 1 SISTEMA DE INSCRIçÕES: de 27 de fevereiro a 12 de março de 2014 As inscrições nos eventos do ciclo 1 deverão ser feitas on-line a partir da página do Programa (www.cp2.g12.br/blog/prdcp2).

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece com regularidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1

Leia mais

Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral

Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral 29/09/2010 Semestre: 2010/2 Perfil do Aluno Ingressante no Campus Porto Alegre Relatório Geral Qual é o seu sexo? Página 1 de 41 Como você se considera? Página 2 de 41 Qual é a sua idade? Página 3 de 41

Leia mais

ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO ESTATÍSTICA BÁSICA NO CURSO DE TÉCNICO INTEGRADO DE SEGURANÇA DO TRABALHO Fabíola Nascimento dos Santos Paes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco fabiola.paes@gmail.com Dorghisllany

Leia mais

DIRETORIA EXECUTIVA DE GENTE E GESTÃO II PROGRAMA DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DE IES REGULAMENTO

DIRETORIA EXECUTIVA DE GENTE E GESTÃO II PROGRAMA DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DE IES REGULAMENTO DIRETORIA EXECUTIVA DE GENTE E GESTÃO II PROGRAMA DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DE IES REGULAMENTO 1. Das disposições preliminares O Programa de Especialização em Gestão de Negócios em Instituição

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES. CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Versão 2016.1 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES. CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Versão 2016.1 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Versão 2016.1 PLANO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO RIBEIRÃO PIRES, FEVEREIRO DE 2016 Prezado acadêmico Este manual destina-se

Leia mais

A INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NUMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA: DA TEORIA À PRÁTICA

A INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NUMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA: DA TEORIA À PRÁTICA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NUMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA: DA TEORIA À PRÁTICA Paloma Cristina Gadens de Almeida UNICENTRO, CAPES palomagadens@gmail.com

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA. Relatório da Auto Avaliação Institucional 2014

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA. Relatório da Auto Avaliação Institucional 2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA Relatório da Auto Avaliação Institucional 2014 1 FACULDADE SENAI CETIQT COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO O SENAI CETIQT, atento ao seu compromisso com a excelência de ensino,

Leia mais

Análise por Curso EP IV Técnico de Comunicação - Marketing, R. P. e Publicidade 661

Análise por Curso EP IV Técnico de Comunicação - Marketing, R. P. e Publicidade 661 Análise por Curso EP IV Técnico de Comunicação - Marketing, R. P. e Publicidade 661 Análise por Curso EP IV Técnico de Comunicação - Marketing, R. P. e Publicidade 662 Componente de Formação SC C T Disciplinas

Leia mais

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO E CONSULTA DO ACERVO BIBLIOTECA DA FANORPI. Capítulo I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO E CONSULTA DO ACERVO BIBLIOTECA DA FANORPI. Capítulo I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO EMPRÉSTIMO E CONSULTA DO ACERVO BIBLIOTECA DA FANORPI Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º- A Biblioteca, presta seus serviços à comunidade acadêmica da FANORPI e região, com a intenção

Leia mais

Professor On Line. Manual do Professor. UNIP Universidade Paulista. Digitação e alteração de notas. Lançamento de faltas

Professor On Line. Manual do Professor. UNIP Universidade Paulista. Digitação e alteração de notas. Lançamento de faltas UNIP Universidade Paulista Manual do Professor Professor On Line Digitação e alteração de notas Lançamento de faltas Inserção de conteúdo programático Impressão de listas de presença Emissão de avisos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de /5/011, Seção 1, Pág.11. Portaria n 500, publicada no D.O.U. de /5/011, Seção 1, Pág.9. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Regimento ento de Estágio Supervisionado Licenciatura em Pedagogia

Regimento ento de Estágio Supervisionado Licenciatura em Pedagogia Regimento ento de Estágio Supervisionado Licenciatura em Pedagogia OBJETIVO GERAL De acordo com a Resolução CNE/CP nº 1 do Inciso IV, Art. 8º, o Estágio Supervisionado deve ser entendido como uma proposta

Leia mais

autorizados terão acesso ao preenchimento do check list eletrônico. do evento deverá solicitar ajuda ao Apoio à Coordenação dos Cursos.

autorizados terão acesso ao preenchimento do check list eletrônico. do evento deverá solicitar ajuda ao Apoio à Coordenação dos Cursos. A PUC Minas no São Gabriel em seus sete anos de existência tem desenvolvido, por meio dos seus cursos de graduação, grande número de eventos acadêmicos e institucionais. Devido à complexidade dos eventos,

Leia mais

Faculdade de São Paulo. Regimento do ISE

Faculdade de São Paulo. Regimento do ISE Faculdade de São Paulo Regimento do ISE 2 INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO (ISE) Art. 1. O Instituto Superior de Educação ISE é o órgão responsável pela supervisão dos cursos de licenciatura, zelando pela

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇO, ENSINO E PESQUISA - UNISEPE FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO RIBEIRA

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇO, ENSINO E PESQUISA - UNISEPE FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO RIBEIRA Faculdades Integradas do Vale do Ribeira FVR. Comissão Própria de Avaliação CPA Relatório de ações e melhorias norteadas pelas 10 Dimensões De acordo com o regulamento da CPA - FVR, bem como, o plano de

Leia mais

Informações Importantes e Condições

Informações Importantes e Condições Informações Importantes e Condições 32. Após a autorização do curso, a instituição compromete-se a observar, no mínimo, o padrão de qualidade e as condições em que se deu a autorização, as quais serão

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Setor de Ciências Sociais Aplicadas Departamento de Economia REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS O aluno do Curso de Ciências

Leia mais

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar)

ESCOLA OFFICINA DO SABER. DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) ESCOLA OFFICINA DO SABER DIREITOS E DEVERES DO ALUNO (Texto retirado do Regimento Escolar) O aluno, razão de ser da escola, tendo em vista o seu próprio crescimento e o dos seus colegas, procurará sempre

Leia mais

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA - UNISANTA RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA NÚCLEO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NAI É preciso avaliar para aprimorar CONSIDERAÇÕES INICIAIS A UNISANTA desenvolveu,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL INTERESSADA: Universidade Regional do Cariri URCA EMENTA: Reconhece o Programa Especial de Formação Pedagógica ofertado pela Universidade Regional do Cariri URCA, nas áreas de Física, Matemática e Biologia,

Leia mais