Lógica de Argumentação Diagramas e Operadores Lógicos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lógica de Argumentação Diagramas e Operadores Lógicos"

Transcrição

1 TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 Tópico do Edital Lógica de Argumentação Diagramas e Operadores Lógicos Quantidade de Questões 18

2 1) ( FCC - TCESP- 2015)Considere verdadeiras as afirmações: Daniel não bebe cerveja. Se André prefere doces, então Bernardo bebe água. Se Caio gosta de feijoada, então Daniel bebe cerveja. Bernardo bebe água ou Caio gosta de feijoada. A partir dessas afirmações é possível concluir, corretamente, que : a) Bernardo não bebe água ou André não prefere doces. b) Caio gosta de feijoada e Bernardo bebe água. c) André prefere doces e Daniel não bebe cerveja. d) Caio não gosta de feijoada ou André prefere doces. e) Caio não gosta de feijoada e Daniel bebe cerveja. 2)( ESAF- MF, 2014) Em um argumento, as seguintes premissas são verdadeiras: Se o Brasil vencer o jogo, então a França não se classifica. Se a França não se classificar, então a Itália se classifica. Se a Itália se classificar, então a Polônia não se classifica. A Polônia se classificou. Logo, pode- se afirmar corretamente que: a) a Itália e a França se classificaram b) a Itália se classificou e o Brasil não venceu o jogo. c) a França se classificou ou o Brasil venceu o jogo d) a França se classificou e o Brasil venceu o jogo. e) a França se classificou se, e somente se, o Brasil venceu o jogo. 3) ( FCC - TRT 2ª REGIÃO (SP), 2014)Considere as três afirmações a seguir, todas verdadeiras, feitas em janeiro de I. Se o projeto X for aprovado até maio de 2013, então um químico e um biólogo serão contratados em junho do mesmo ano. II. Se um biólogo for contratado, então um novo congelador será adquirido. III. Se for adquirido um novo congelador ou uma nova geladeira, então o chefe comprará sorvete para todos. Até julho de 2013, nenhum biólogo havia sido contratado. Apenas com estas informações, pode- se concluir que, necessariamente, que:

3 a) não foi adquirida uma nova geladeira. b) o chefe não comprou sorvete para todos. c) o projeto X não foi aprovado até maio de d) nenhum químico foi contratado. e) não foi adquirido um novo congelador. 4) ( FCC- TRF 3ª REGIÃO,2014) Diante, apenas, das premissas Nenhum piloto é médico, Nenhum poeta é médico e Todos os astronautas são pilotos, então é correto afirmar que: a) algum poeta não é astronauta. b) algum poeta é astronauta e algum piloto não é médico. c) algum astronauta é médico. d) todo poeta é astronauta. e) nenhum astronauta é médico. 5) ( FCC, TRF 3ª REGIÃO,2014) Diante, apenas, das premissas Existem juízes, Todos os juízes fizeram Direito e Alguns economistas são juízes, é correto afirmar que: a) todos aqueles que fizeram Direito são juízes. b) todos aqueles que não são economistas também não são juízes. c) ao menos um economista fez Direito. d) ser juiz é condição para ser economista. e) alguns economistas que fizeram Direito não são juízes. 6) ( FCC - TRF 3ª REGIÃO,2014) Diante, apenas, das premissas Nenhum piloto é médico, Nenhum poeta é médico e Todos os astronautas são pilotos, então é correto afirmar que: a) algum astronauta é médico. b) todo poeta é astronauta. c) nenhum astronauta é médico. d) algum poeta não é astronauta. e) algum poeta é astronauta e algum piloto não é médico.

4 7) (FCC- TRT 19ª Região (AL), 2014) Considere verdadeiras as afirmações: I. Se Ana for nomeada para um novo cargo, então Marina permanecerá em seu posto. II. Marina não permanecerá em seu posto ou Juliana será promovida. III. Se Juliana for promovida então Beatriz fará o concurso. IV. Beatriz não fez o concurso. A partir dessas informações, pode- se concluir corretamente que: a) Beatriz foi nomeada para um novo cargo. b) Marina permanecerá em seu posto. c) Beatriz não será promovida. d) Ana não foi nomeada para um novo cargo. e) Juliana foi promovida. 8) ( FCC- TRT 5ª Região (BA),2013) Leia a instrução fictícia reproduzida a seguir e suponha que ela seja sempre cumprida. Sempre que um Oficial de Justiça executar uma intimação, ele deverá estar acompanhado por um Policial Federal. Nessas condições, é correto concluir que, necessariamente, a) os Oficiais de Justiça deverão estar acompanhados por um Policial Federal durante todo seu horário de trabalho. b) um Oficial de Justiça só deverá solicitar o acompanhamento de um Policial Federal quando for executar uma intimação. c) sempre que um Oficial de Justiça estiver acompanhado por um policial, ele deverá estar executando uma intimação. d) se um Oficial de Justiça não estiver executando uma intimação, então ele não poderá estar acompanhado por um Policial Federal. e) se um Oficial de Justiça não estiver acompanhado por um Policial Federal, então ele não estará executando uma intimação.

5 9 )( FCC- TRT 5ª Região (BA), 2013) Na delegacia de atendimento ao turista de uma cidade, todos os funcionários que falam inglês têm formação superior. Já dentre os funcionários que atendem o público, somente metade tem formação superior. Apenas com estas informações, pode- se concluir que nessa delegacia, necessariamente, a) todo funcionário com formação superior fala inglês. b) nenhum funcionário com formação superior atende o público. c) nenhum funcionário que fala inglês atende o público. d) pelo menos um funcionário que atende o público não fala inglês. e) pelo menos um funcionário que atende o público fala inglês. 10 ) ( ESAF- MF,2013) Considere verdadeiras as premissas a seguir: se Ana é professora, então Paulo é médico; ou Paulo não é médico, ou Marta é estudante; Marta não é estudante. Sabendo- se que os três itens listados acima são as únicas premissas do argumento, pode- se concluir que: a) Ana é professora. b) Ana não é professora e Paulo é médico. c) Ana não é professora ou Paulo é médico. d) Marta não é estudante e Ana é Professora. e) Ana é professora ou Paulo é médico. 11) ( FCC- PGEBA, 2013) Três irmãs caminham pelo parque de mãos dadas. Cada irmã traz uma fita amarrada ao cabelo, nas seguintes cores: verde, rosa e amarela. Elas usam vestidos destas mesmas três cores, mas somente Lúcia usa um vestido da mesma cor da fita presa no cabelo. Nem a fita nem o vestido de Sílvia são amarelos. Márcia usa um vestido verde. Deste modo, a) a fita de Sílvia é verde e a de Lúcia é rosa b) a fita de Márcia é amarela e seu vestido é rosa. c) a fita de Lúcia é rosa e o vestido de Márcia é verde. d) o vestido de Sílvia é rosa e a fita de Lúcia é amarela. e) o vestido de Lúcia é rosa e a fita de Márcia é verde.

6 12) ( FCC- PGEBA,2013) Considere como verdadeiras as seguintes afirmações: Algum pândego é trôpego. Todo pândego é nefelibata. Deste modo, a assertiva necessariamente verdadeira é: a) Todo pândego trôpego não é nefelibata. b) Algum pândego trôpego não é nefelibata. c) Algum pândego é nefelibata. d) Todo pândego nefelibata é trôpego. e) Algum pândego que não é trôpego não é nefelibata. 13) ( FCC - PGEBA,2013) Há uma forma de raciocínio dedutivo chamado silogismo. Nesta espécie de raciocínio, será formalmente válido o argumento cuja conclusão é consequência que necessariamente deriva das premissas. Neste sentido, corresponde a um silogismo válido: a) Premissa 1: Todo maceronte gosta de comer fubá. Premissa 2: As selenitas gostam de fubá. Conclusão: As selenitas são macerontes. b) Premissa 1: Todo maceronte gosta de comer fubá. Premissa 2: Todo maceronte tem asas. Conclusão: Todos que têm asas gostam de comer fubá. c) Premissa 1: Nenhum X é Y. Premissa 2: Algum X é Z Conclusão: Algum Z não é Y. d) Premissa 1: Todo X é Y. Premissa 2: Algum Z é Y. Conclusão: Algum Z é X. e) Premissa 1: Capitu é mortal. Premissa 2: Nenhuma mulher é imortal. Conclusão: Capitu é mulher.

7 14) ( FCC- PGEBA,2013) A oposição é a espécie de inferência imediata pela qual é possível concluir uma proposição por meio de outra proposição dada, com a observância do princípio de não contradição. Neste sentido, que poderá inferir se da verdade, falsidade ou indeterminação das proposições referidas na sequência abaixo se supusermos que a primeira é verdadeira? E se supusermos que a primeira é falsa? 1ª Todos os comediantes que fazem sucesso são engraçados. 2ª Nenhum comediante que faz sucesso é engraçado. 3ª Alguns comediantes que fazem sucesso são engraçados. 4ª Alguns comediantes que fazem sucesso não são engraçados. a) Se a 1ª é verdadeira, a 2ª é falsa, a 3ª é falsa e a 4ª é verdadeira. Se a 1ª é falsa, a 2ª é verdadeira, a 3ª e a 4ª são indeterminadas ( tanto podem ser verdadeiras quanto falsas ). b) Se a 1ª é verdadeira, a 2ª é falsa, a 3ª é falsa e a 4ª é verdadeira. Se a 1ª é falsa, a 2ª é verdadeira, a 3ª e a 4ª são verdadeiras. c) Se a 1aª é verdadeira, a 2ª é verdadeira, a 3ª é verdadeira e a 4ª é falsa. Se a 1ª é falsa, a 2ª é falsa, a 3ª e a 4ª são falsas. d) Se a 1ª é verdadeira, a 2ª é falsa, a 3ª é verdadeira e a 4ª é falsa. Se a 1ª é falsa, a 2ª é falsa, a 3ª e a 4ª são indeterminadas ( tanto podem ser verdadeiras quanto falsas ). e) Se a 1ª é verdadeira, a 2ª é falsa, a 3ª é verdadeira e a 4ª é falsa. Se a 1ª é falsa, a 2ª e a 3ª são indeterminadas ( tanto podem ser verdadeiras quanto falsas ) e a 4ª é verdadeira. 15 )(FCC- PGEBA,2013) Ao se admitir por verdadeira a declaração Se Paulo é alto, então Gabriela não é alta, conclui se, de maneira correta e necessária, que se: a) Gabriela é alta, então Paulo não é alto. b) Gabriela é alta, então Paulo é alto. c) Gabriela não é alta, então Paulo não é alto. d) Gabriela não é alta, então Paulo é Gabriela. e) Paulo não é alto, então Gabriela é maior que Paulo.

8 16) ( FCC- TRT 12ª Região (SC), 2013) Cada um dos rapazes, Carlos, Julio e Marcos possui apenas um animal de estimação, cachorro, gato e peixe, não necessariamente nessa ordem. Cada um dos rapazes faz seu lazer com apenas um dos veículos moto, kart e bicicleta, também não necessariamente nessa ordem. Sabe- se que Julio anda de kart em uma pista que aluga. O rapaz que tem o cachorro leva o cachorro em um cesto que tem na bicicleta. Marcos não tem gato e não tem bicicleta. Dessa forma, pode- se concluir corretamente que: a) Carlos faz seu lazer com moto. b) Marcos é dono do peixe. c) Marcos faz seu lazer com bicicleta. d) Carlos é o dono gato. e) Julio é o dono do peixe. 17 ) (FCC- DPERS, 2013) Ao ser questionado por seus alunos sobre a justiça da avaliação final de seu curso, um professor fez a seguinte afirmação: Não é verdade que todos os alunos que estudaram foram reprovados. Considerando verdadeira a afirmação do professor, pode- se concluir que, necessariamente, a) somente alunos que não estudaram foram reprovados. b) pelo menos um aluno que estudou não foi reprovado. c) todos os alunos que estudaram não foram reprovados. d) pelo menos um aluno que não estudou foi reprovado. e) todos os alunos que não estudaram foram reprovados. 18 ) (FCC- SEFAZSP, 2013) Detalhes da retórica das autoridades podem ser presságios de estratégias do governo, suas motivações e sua solidez. O ministro Guido Mantega tem repetido que o governo conseguiu reduzir sua principal despesa, o pagamento de juros da dívida pública, o que finalmente permitirá a tão demandada redução da carga de impostos do país, sem riscos para a solidez fiscal. Seus auxiliares acrescentam que, com os credores tranquilos e a economia andando devagar, não faz mais sentido promover tanto aperto nas contas do Tesouro. Tudo parece muito razoável, mas, começando do começo, os juros da dívida pública não são a principal despesa do governo federal. Há mais de uma década, o posto, com folga, é da Previdência Social, e o quadro de pessoal disputa a segunda colocação. (...) Em sinal de que a desoneração tributária pode ser radicalizada, propôs- se reduzir os rigores da Lei de Responsabilidade Fiscal, pela qual queda de receita deve ser compensada por corte de despesa. O artigo foi incluído em um projeto sobre outro tema e enviado a um Congresso em recesso. E ninguém falou. (Folha de S. Paulo, 21/01/2012. Gustavo Patu. p. A2) No texto, o articulista Gustavo Patu analisa alguns argumentos do ministro Guido Mantega e de seus auxiliares. A partir dessa análise, pode- se inferir que Patu : a) discorda dos argumentos, questionando a premissa de que o governo reduziu sua principal despesa e demonstrando preocupação com a redução dos rigores da Lei de Responsabilidade Fiscal.

9 b) discorda dos argumentos, questionando a suposta tranquilidade dos credores e indicando que, sem alterações na Previdência Social, não será possível reduzir a carga de impostos do país. c) discorda dos argumentos, opondo- se à ideia, cristalizada nos governos da última década, de que a queda da receita fiscal deva ser compensada por corte de investimentos em infraestrutura. d) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que a redução do pagamento de juros da dívida pública permitirá diminuir o aperto nas contas do Tesouro. e) considera os argumentos muito razoáveis, uma vez que é favorável à radicalização da desoneração tributária, desde que ela seja compensada por corte de despesas. Respostas 01: D; 02:C ;03:C; 04:E; 05:C; 06:C; 07:D; 08:E; 09:D; 10:C; 11:D; 12:C; 13:C; 14:E; 15:A; 16:B; 17: B; 18:A.

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico do TCE/SP, aplicada em 06/12/2015.

Resolução da Prova de Raciocínio Lógico do TCE/SP, aplicada em 06/12/2015. de Raciocínio Lógico do TCE/SP, aplicada em 6/12/215. Raciocínio Lógico p/ TCE-SP Na sequência, criada com um padrão lógico-matemático, (1; 2; 1; 4; 2; 12; 6; 48; 24;...) o quociente entre o 16º termo

Leia mais

Quantificadores. Quantificador Universal. Quantificador Existencial. Seja um conjunto não vazio e ) uma propriedade associada aos elementos.

Quantificadores. Quantificador Universal. Quantificador Existencial. Seja um conjunto não vazio e ) uma propriedade associada aos elementos. Quantificadores Seja um conjunto não vazio e ) uma propriedade associada aos elementos. Quantificador Universal Se é verdade que todos os elementos de possuem tal propriedade, podemos afirmar que: Todo

Leia mais

Atenção: Material do grupo do. adquiriu com outra pessoa, foi vítima de um falso rateio e em

Atenção: Material do grupo do. adquiriu com outra pessoa, foi vítima de um falso rateio e em Atenção: Material do grupo do Roger Rodrigues se você adquiriu com outra pessoa, foi vítima de um falso rateio e em breve não receberá mais material. Aula 03 Raciocínio Lógico p/ INSS - Técnico do Seguro

Leia mais

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco.

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco. 1) BANESE - FCC 2012 Considere que em uma indústria todos os seus operários trabalham com desempenhos iguais e constantes. Sabe-se que 24 desses operários, trabalhando 6 horas por dia, durante 10 dias,

Leia mais

ANA CETRO - 2012. 01. Observe a sequência abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche. corretamente o espaço do ponto de interrogação.

ANA CETRO - 2012. 01. Observe a sequência abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche. corretamente o espaço do ponto de interrogação. ANA CETRO - 2012 01. Observe a sequência abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche corretamente o espaço do ponto de interrogação. (A) (B) (C) (D) (E) 1 Resolução: Essa sequência lógica

Leia mais

01. Considere as seguintes proposições:

01. Considere as seguintes proposições: 01. Considere as seguintes proposições: p: O restaurante está fechado. q: O computador está ligado. A sentença O restaurante não está fechado e o computador não está ligado assume valor lógico verdadeiro

Leia mais

TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br. Conjuntos

TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br. Conjuntos TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br Tópico do Edital Conjuntos Quantidade de Questões 9 01 (FGV/MRE/ 2016)Uma turma do curso

Leia mais

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA RESUMO DESTE ESTUDO Os principais jornais diários portugueses divulgaram

Leia mais

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC.

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. 01. (SEFAZ-SP 2009/FCC) Considere o diagrama a seguir, em que U é o conjunto de todos

Leia mais

LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL - LOA

LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL - LOA Depois do Plano Plurianual e da Lei de Diretrizes Orçamentárias, resta a Lei Orçamentária Anual LOA, conforme dispõe o art. 165 da Constituição Federal de 1988, in verbis: Art. 165. Leis de iniciativa

Leia mais

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 M A T E M Á T I C A PROPORÇÕES Nome: Data Prof: Manoel Amaurício P O R C E N T A G E M p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 Após um aumento de p% sobre C passamos a ter 100 p C.

Leia mais

O ensino aprendizagem da matemática no basquete

O ensino aprendizagem da matemática no basquete Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência Centro de Ensino Superior do Seridó-Campus Caicó Matemática Licenciatura Plena O ensino aprendizagem da matemática no basquete Caicó-RN 2013 Deisy

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/1/011 pelo CEPERJ 59. O cartão de crédito que João utiliza cobra 10% de juros ao mês,

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 1. INTRODUÇÃO 84% dos consumidores que não possuem conta corrente fazem compras parceladas O fato de não possuir conta em banco

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Campus Catalão Departamento de Matemática

Universidade Federal de Goiás Campus Catalão Departamento de Matemática Disciplina: Fundamentos de Lógica Professor: André Luiz Galdino Universidade Federal de Goiás Campus Catalão Departamento de Matemática 2 a Lista de Exercícios 10/05/2011 1. O silogismo é uma forma de

Leia mais

A MATEMÁTICA ESTÁ PRESENTE NA COPA DO MUNDO FIFA

A MATEMÁTICA ESTÁ PRESENTE NA COPA DO MUNDO FIFA Em seis anos, gastos com estádios já aumentaram mais de 200% Em Abril de 2013 na reforma do Maracanã foram aplicados R$ 1,2 bilhão, valor que equivale a 57% do que havia sido previsto em investimento para

Leia mais

WWW.CPCCONCURSOS.COM.BR

WWW.CPCCONCURSOS.COM.BR REVISÃO PRÉ-PROVA QUESTÕES DA FCC 1. (TRT 15ª região 2015 Analista Judiciário) O cadastro dos pacientes que se consultaram em uma clínica odontológica, em janeiro, indica que apenas 5 2 eram homens. Desses

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DESEMPENHO PESSOAL DA PRESIDENTE Resultados da 127ª Pesquisa CNT/MDA Brasília, 23/03/2015 A 127ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 16 a 19 de março de 2015 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos

Leia mais

CONTABILIDADE GERAL. Adquira esta e outras aulas em www.acheiconcursos.com.br CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL

CONTABILIDADE GERAL. Adquira esta e outras aulas em www.acheiconcursos.com.br CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO DA RECEITA FEDERAL CONTABILIDADE GERAL Adquira esta e outras aulas em www.acheiconcursos.com.br AULA Nº 1: Resolução da prova de Contabilidade Geral do TRF-2000 CONTABILIDADE GERAL CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO DA RECEITA

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4

QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4 QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4 1. (Banco do Brasil 2011 Escriturário) Certa máquina gasta 20 segundos para cortar uma folha de papelão de formato retangular em 6 pedaços

Leia mais

p: Breno é eletricista; q: Nestor passou no concurso; r: Ana se casou.

p: Breno é eletricista; q: Nestor passou no concurso; r: Ana se casou. EXERCÍCIOS EQUIVALÊNCIAS E DIAGRAMAS Prof. Walter Sousa 1) (Esaf) Maria foi informada por João que Ana é prima de Beatriz e Carina é prima de Denise. Como Maria sabe que João sempre mente, Maria tem certeza

Leia mais

QUESTIONÁRIO. Justifique as respostas apresentando um diagrama para a situação apresentada.

QUESTIONÁRIO. Justifique as respostas apresentando um diagrama para a situação apresentada. ALUNO: RA: ASSINATURA: DATA: PRIAD: Raciocínio Lógico Prof. Fábio Muniz do Amaral QUESTIONÁRIO 1-) Num grupo de motoristas há 28 que dirigem carro, 12 dirigem moto e 8 que dirigem carro e moto. a-) Quantos

Leia mais

LÓGICA 1 - B Prof. Aurimenes

LÓGICA 1 - B Prof. Aurimenes LÓGICA 1 - B Prof. Aurimenes 01. Considerando verdadeiras as proposições Se João cometeu um grave delito, então ele sonegou impostos. e João não sonegou impostos., pode-se concluir que: a) João sonegou

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Prefeitura evita fraude de R$ 40 mil

Prefeitura evita fraude de R$ 40 mil GOIÂNIA/URUAÇU Prefeitura evita fraude de R$ 40 mil Estelionatário que falsificou documentos da Prefeitura de Uruaçu para comprar tintas de sinalização viária em loja de Goiânia foi preso no sábado (9),

Leia mais

Prova de Raciocínio Lógico - Edição setembro de 2007

Prova de Raciocínio Lógico - Edição setembro de 2007 Prova de Raciocínio Lógico - Edição setembro de 2007 1. Em uma determinada maternidade estavam num mesmo quarto cinco mães: Marta, Juliana, Vanessa, Giovana e Rosa, e suas filhas: Betina, Clara, Renata,

Leia mais

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO.

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. Professor Joselias - http://professorjoselias.blogspot.com/. MATEMÁTICA 16. Segundo a Associação Brasileira de

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE a SÉRIE ENSINO MÉDIO ======================================================================= ) (UF SC) Em uma caixa há 8 bombons, todos com forma,

Leia mais

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF)

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Questão 01) Um viajante, a caminho de determinada cidade, deparou-se com uma bifurcação onde estão três meninos e não sabe que caminho tomar. Admita

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7 Sumário Introdução - O novo hábito... 1 Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3 Sobre o vocabulário... 4 Benefícios... 7 Perguntas Frequentes sobre o Orçamento Doméstico... 10 Capítulo 2 - Partindo

Leia mais

ANPAD CURSO LÓGICA 1

ANPAD CURSO LÓGICA 1 01. Três amigas, Tânia, Janete e Angélica, estão sentadas lado a lado em um teatro. Tânia sempre fala a verdade, Janete às vezes fala a verdade e Angélica nunca fala a verdade. A que está sentada à esquerda

Leia mais

QUESTÕES POTENCIAIS DE PROVA TROPA DE ELITE CURSO AEP PROF. ALEXANDRE AMÉRICO

QUESTÕES POTENCIAIS DE PROVA TROPA DE ELITE CURSO AEP PROF. ALEXANDRE AMÉRICO QUESTÕES POTENCIAIS DE PROVA TROPA DE ELITE CURSO AEP PROF. ALEXANDRE AMÉRICO Considere que o sistema contábil da empresa comercial Zeta S.A. tenha se extraviado logo no primeiro exercício de constituição

Leia mais

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 01. Cinco pessoas, Flávio, Méricles, Armênio, Clodoaldo e Igor, utilizam um mesmo programa de computador, o qual facilita a comunicação online pela Internet,

Leia mais

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4)

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4) Exercícios de para o ENEM (Habilidades 2 e 4) H2 Identificar padrões numéricos ou princípios de contagem 1. Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi

Leia mais

MATEMÁTICA LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS

MATEMÁTICA LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS MATEMÁTICA Prof. Sabará LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS 1. Numa pesquisa sobre preferência de detergentes realiada numa população de 100 pessoas, constatou-se que 62 consomem o produto A; 47 consomem o produto

Leia mais

IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO

IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO IQV INDICADORES DE QUALIDADE DE VIDA SUMÁRIO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA JOINVILLE, FLORIANÓPOLIS, BLUMENAU, CHAPECÓ, TUBARÃO Qualidade de vida é ter condições de vida plena, gozar de saúde e respeito,

Leia mais

Ao saber destes aumentos por jornais (impressos e TV), estimulamos a pergunta de se isso impacta na forma que ele gasta seu dinheiro:

Ao saber destes aumentos por jornais (impressos e TV), estimulamos a pergunta de se isso impacta na forma que ele gasta seu dinheiro: PESQUISA: 2015 AMOSTRA: 525 pessoas da classe AB 13 de dezembro 5 capitais brasileiros: Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador e Brasília A ideia da pesquisa foi entender as expectativas do brasileiro

Leia mais

12 perguntas. que você precisa fazer para o seu cliente.

12 perguntas. que você precisa fazer para o seu cliente. 12 perguntas que você precisa fazer para o seu cliente. Introdução Neste final de ano, a Icatu Seguros quer convidar a todos para uma reflexão sobre decisões aparentemente simples, mas que nem sempre são

Leia mais

Cidadania. O que é Cidadania? Boa cidadania se aprende. Cidadania significa responsabilidade

Cidadania. O que é Cidadania? Boa cidadania se aprende. Cidadania significa responsabilidade Exercitando o Caráter 6 a 9 anos Cidadania O que é Cidadania? Pessoas éticas são bons cidadãos. Elas vão além de seus próprios interesses, demonstram preocupação com as necessidades dos outros e procuram

Leia mais

Filosofia, investigação e ensino na universidade

Filosofia, investigação e ensino na universidade Filosofia, investigação e ensino na universidade Desidério Murcho King s College London desiderio.murcho@kcl.ac.uk I Congresso Internacional sobre Filosofia na Universidade VI Simpósio Sul Brasileiro sobre

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 57 - Data 20 de fevereiro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Somente há possibilidade de pagamento

Leia mais

Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países

Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países Para o Boletim Econômico Edição nº 45 outubro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países 1 Ainda que não haja receita

Leia mais

Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados

Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados Motivos de transferência do negócio por parte dos franqueados Por Maria Teresa Somma Com o intuito de entender os motivos que levam franqueados a transferir o seu negócio, foi realizada uma pesquisa exploratória

Leia mais

S U M Á R I O. Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo Revisão 4 Bateria de questões CONTEÚDO DA AULA 01

S U M Á R I O. Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo Revisão 4 Bateria de questões CONTEÚDO DA AULA 01 Olá pessoal! Este é o nosso quarto encontro. Nele faremos uma abordagem das mais variadas questões de Raciocínio Lógico. Assunto muito querido pela banca FCC. Aqui fiz uma seleção de muitas questões de

Leia mais

CONSUMO ALIENADO Desafios para os Profissionais do Século XXI

CONSUMO ALIENADO Desafios para os Profissionais do Século XXI CONSUMO ALIENADO Desafios para os Profissionais do Século XXI RESUMO Consumo é o ato de a sociedade adquirir algo para atender as suas necessidades e seus desejos. Quando a pessoa compra de uma forma para

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2

Leia mais

COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA.

COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA. COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA. Uma sequência de e-mail, follow-up ou auto responder é um sistema de resposta automática em uma série

Leia mais

Tendo como referência as informações apresentados no texto acima, julgue o item que se segue.

Tendo como referência as informações apresentados no texto acima, julgue o item que se segue. COMENTÁRIO PROA POLICIA EDERAL 2009 COMENTÁRIO GERAL A prova foi bem fácil para o aluno que estudou. A CESPE continuou impecável, abordando todos os assuntos do edital. Existe apenas uma questão cujo gabarito

Leia mais

Básico Fiscal. Contabilidade Avançada. Módulo 1. 20 Exercícios de Apoio. Prof. Cláudio Cardoso

Básico Fiscal. Contabilidade Avançada. Módulo 1. 20 Exercícios de Apoio. Prof. Cláudio Cardoso Básico Fiscal Contabilidade Avançada Módulo 1 20 Exercícios de Apoio Prof. Cláudio Cardoso 1. (Analista CVM/2003 FCC Adaptada) A Cia. Omega comprou, à vista, ações representativas de 20% do capital votante

Leia mais

PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 01 UFMG

PROVA DE FÍSICA QUESTÃO 01 UFMG QUESTÃO 01 Em uma corrida de Fórmula 1, o piloto Miguel Sapateiro passa, com seu carro, pela linha de chegada e avança em linha reta, mantendo velocidade constante Antes do fim da reta, porém, acaba a

Leia mais

DIAGRAMA DE ATIVIDADES

DIAGRAMA DE ATIVIDADES DIAGRAMA DE ATIVIDADES Profª Lucélia Oliveira Email: lucelia.com@gmail.com DIAGRAMA DE ATIVIDADES É o diagrama com maior ênfase ao nível de algoritmo da UML e provavelmente um dos mais detalhistas. Era

Leia mais

HP 12C Conhecimentos Básicos

HP 12C Conhecimentos Básicos HP 12C Conhecimentos Básicos 1 HP 12C Conhecimentos Básicos Apresentação Caro Participante, Este material foi criado objetivando ser uma base de estudo com o propósito de servir de apoio ao treinamento

Leia mais

SETES CONSULTORIA E TREINAMENTO DIRETORIA EXECUTIVA REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE PÔSTER NO I WORKSHOP SETES PARA AUTOESCOLAS

SETES CONSULTORIA E TREINAMENTO DIRETORIA EXECUTIVA REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE PÔSTER NO I WORKSHOP SETES PARA AUTOESCOLAS SETES CONSULTORIA E TREINAMENTO DIRETORIA EXECUTIVA REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE PÔSTER NO I WORKSHOP SETES PARA AUTOESCOLAS A diretoria executiva da Setes Consultoria e Treinamento, torna público

Leia mais

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA Maria Helena Marques Loth Professora da rede municipal de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. maria.loth@terra.com.br Amarildo Melchiades da Silva Professor da

Leia mais

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal.

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. Para que serve o Cadastro Único? O Cadastro Único serve para que as famílias de baixa renda possam participar

Leia mais

Colégio de Aplicação. Universidade Federal do Rio de Janeiro. são. 1 a série ensino médio. Matemática

Colégio de Aplicação. Universidade Federal do Rio de Janeiro. são. 1 a série ensino médio. Matemática Colégio de Aplicação Universidade Federal do Rio de Janeiro Admissão são 2004 1 a série ensino médio Matemática ADMISSÃO2004 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

Leia mais

Liderança Organizacional

Liderança Organizacional Liderança Organizacional Mauricio Lima Competência 07 Desenvolvimento de Recursos, Finanças e Legislação Corporativa Fundamentação Teórica Entre as atividades mais importantes do líder está a responsabilidade

Leia mais

Exercício 1 Investimentos Permanentes MC e Valor justo

Exercício 1 Investimentos Permanentes MC e Valor justo UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ATUARIAIS Curso: Ciências Contábeis Disciplina: Contabilidade Societária 2 Profª: Márcia Tavares Monitores: Caio Lidington, Carlos

Leia mais

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a Comentadas pelo professor: Vinicius Werneck Raciocínio Lógico 1- Prova: ESAF - 2012 - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal Sabendo-se que o conjunto X é dado por X = {x R x² 9 = 0 ou 2x

Leia mais

18/11/2005. Discurso do Presidente da República

18/11/2005. Discurso do Presidente da República Discurso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega de certificado para os primeiros participantes do programa Escolas-Irmãs Palácio do Planalto, 18 de novembro de 2005

Leia mais

Prática e Gerenciamento de Projetos. Prof. MS Galvez Gonçalves

Prática e Gerenciamento de Projetos. Prof. MS Galvez Gonçalves Prática e Gerenciamento de Projetos Prof. MS Galvez Gonçalves PMI PMI (Project Management Institute) fundado em 1969 é uma instituição sem fins lucrativos. Missão:fomentar o profissionalismo e a ética

Leia mais

Correção da Prova. Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral

Correção da Prova. Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral Correção da Prova Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral Questão 1 - Acerca das demonstrações contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA. I. O recebimento de caixa resultante

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2007 / 200 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONCURSO DE ADMISSÃO À 6ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CMBH 2007 PÁGINA: 2 RESPONDA AS

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Enem 2013) Na aferição de um novo semáforo, os tempos são ajustados de modo que, em cada ciclo completo (verde-amarelo-vermelho), a luz amarela permaneça acesa por 5 segundos, e o tempo em que a luz

Leia mais

Casos de uso Objetivo:

Casos de uso Objetivo: Casos de uso Objetivo: Auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente. Descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário. O cliente deve ver no diagrama de

Leia mais

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega.

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Prezado Editor, Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Gostaria de compartilhar com os demais leitores desta revista, minha experiência como mãe, vivenciando

Leia mais

Atividade Proporcionalidade (vídeo)

Atividade Proporcionalidade (vídeo) Atividade Proporcionalidade (vídeo) Atividade CNI/EM Presencial 1. Introdução O objetivo dessa atividade é estudar as relações de proporcionalidade (direta e inversa) entre grandezas. O material-base será

Leia mais

COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO

COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO PROLEILOES.COM COMO MINIMIZAR AS DÍVIDAS DE UM IMÓVEL ARREMATADO PROCESSOS QUE PODEM FAZER COM QUE VOCÊ CONSIGA QUITAR DÍVIDAS PENDENTES DE UM ÍMOVEL ARREMATADO EM LEILÃO, PAGANDO MENOS QUE O SEU VALOR

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Março 2015 1. PANORAMA DO CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Eletroeletrônicos, livros e calçados foram os itens mais comprados em 2014. Índice de satisfação do consumidor virtual brasileiro

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Maio de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear atitudes e comportamentos das pessoas que não possuem conta corrente em banco com relação

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Um jogo de preencher casas

Um jogo de preencher casas Um jogo de preencher casas 12 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: resolver um jogo com a ajuda de problemas de divisibilidade. Descrevemos nestas notas um jogo que estudamos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon)

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon) 1 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon) Acrescenta e altera dispositivos na Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para incluir no ensino fundamental e médio, e nos

Leia mais

CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS

CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS 1 CURSO ONLINE OS 8S s ADMINISTRATIVOS 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 Bem Vindo ao Curso! _Seiri _Seiton _Seiso _Seiketsu _Shitsuke _Shido _Sitsuyaki

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 2 CONCEITOS BÁSICOS

OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 2 CONCEITOS BÁSICOS OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 2 CONCEITOS BÁSICOS Autor do Conteúdo: Prof. Msc. Júlio Cesar da Silva juliocesar@eloquium.com.br Alterações eventuais e acréscimos:

Leia mais

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso Nesse artigo quero lhe ensinar a fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso. Elaborei 10 dicas para você fazer um excelente

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE TABELA-VERDADE 01) A negação da afirmação se o cachorro late então o gato mia é: A) se o gato não mia então o cachorro não late. B) o cachorro não late e o gato não mia. C) o cachorro late e o gato não

Leia mais

ESC. EST. PROF. ANTÔNIO ALADIM DE ARAÚJO

ESC. EST. PROF. ANTÔNIO ALADIM DE ARAÚJO ESC. EST. PROF. ANTÔNIO ALADIM DE ARAÚJO SIMULADO DE MATEMÁTICA ENEM 2015 1) Os povos egípcios foram um dos primeiros a criar um sistema de numeração. A figura mostra a representação de alguns números

Leia mais

PROJETO TENDÊNCIAS. Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa

PROJETO TENDÊNCIAS. Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa PROJETO TENDÊNCIAS Relatório Parcial Pesquisa de Mercado Etapa Quantitativa Preparado por Ibope Inteligência Para Associação de Marketing Promocional Maio/2009 Introdução Objetivos: Investigar o mercado

Leia mais

Dicas de Concursos Disciplina: Contabilidade Geral e Avançada Professor: Feliphe Araújo

Dicas de Concursos Disciplina: Contabilidade Geral e Avançada Professor: Feliphe Araújo Dicas de Concursos Disciplina: Professor: Feliphe Araújo RESUMO DAS CONTAS JUROS ATIVOS E PASSIVOS A VENCER Olá amigos, Tudo bem com vocês? Segue um resumo que fiz no meu curso de Contabilidade Geral para

Leia mais

Os sistemas de Segurança Social e da CGA utilizados pelo governo como instrumento orçamental

Os sistemas de Segurança Social e da CGA utilizados pelo governo como instrumento orçamental A MANIPULAÇÃO DO FATOR DE SUSTENTABILIDADE PELO GOVERNO, O AUMENTO TODOS OS ANOS DA IDADE DE REFORMA E DE APOSENTAÇÃO, E O DUPLO CORTE NA PENSÕES ANTECIPADAS Neste estudo vamos esclarecer cinco questões

Leia mais

DIRETRIZES PARA UTILIZAÇÃO DE FUNDOS

DIRETRIZES PARA UTILIZAÇÃO DE FUNDOS Página 1 de 7 DIRETRIZES PARA UTILIZAÇÃO DE FUNDOS O objetivo destas diretrizes é orientar os Leões, clubes e distritos (únicos, sub e múltiplos) sobre como deverão seguir as Normas de Utilização de Fundos

Leia mais

Professor conteudista: Hildebrando Oliveira

Professor conteudista: Hildebrando Oliveira Contabilidade Professor conteudista: Hildebrando Oliveira Sumário CONTABILIDADE Unidade I 1 CONCEITO DE CONTABILIDADE...1 2 OBJETO DA CONTABILIDADE...2 3 O BALANÇO PATRIMONIAL...3 4 A CONTA...4 O RESULTADO...6

Leia mais

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA PORCENTAGENS Razão centesimal Chamamos de razão centesimal a toda razão cujo conseqüente (denominador) seja igual a. 6 270 2, 5 ; e Outros nomes usamos para uma razão centesimal são razão porcentual e

Leia mais

Para se tornar um FRANQUEADO. www.helpdigitalti.com.br

Para se tornar um FRANQUEADO. www.helpdigitalti.com.br OS PRIMEIROS PASSOS OS PRIMEIROS PASSOS Para se tornar um FRANQUEADO www.helpdigitalti.com.br PROCURO UMA FRANQUIA MAS NÃO SEI POR ONDE COMEÇAR Para se tornar um franqueado é necessário avaliar se OS SEUS

Leia mais

TEXTO 1. x+y=600 100x+50y=40.000 (C) (A) (B) (D) 50x + 100y = 40.000 TEXTO 2

TEXTO 1. x+y=600 100x+50y=40.000 (C) (A) (B) (D) 50x + 100y = 40.000 TEXTO 2 TEXTO 1 Torcida Organizada Torcida organizada é a denominação dada a uma associação de torcedores de um determinado clube esportivo no Brasil. A maioria das torcidas brasileiras são uniformizadas, ou seja,

Leia mais

Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2012 e de 2011

Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2012 e de 2011 Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2012 e de 2011 Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo 1. (Uerj 015) Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B, M e C. De segunda a sábado, a criança consome um

Leia mais

MARCUS PEREIRA PUBLICIDADE LTDA

MARCUS PEREIRA PUBLICIDADE LTDA MARCUS PEREIRA PUBLICIDADE LTDA Caso coletado pelo Prof. Luiz Carlos Bresser Pereira. Revisto e atualizado pelo Prof. Ademir Araújo sob a coordenação do Prof. Raimundo Peres em janeiro de 1974. Certo dia,

Leia mais

Experiência na formação de estudantes do curso profissionalizante normal

Experiência na formação de estudantes do curso profissionalizante normal Experiência na formação de estudantes do curso profissionalizante normal Vanessa Fasolo Nasiloski 1 Resumo O presente texto tem como objetivo central relatar a experiência de ensino desenvolvida com os

Leia mais

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M.

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Material Teórico - Módulo de FRAÇÕES COMO PORCENTAGEM E PROBABILIDADE Fração como porcentagem Sexto Ano do Ensino Fundamental Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Neto

Leia mais

COMO COMEÇAR 2016 se organizando?

COMO COMEÇAR 2016 se organizando? COMO COMEÇAR 2016 se organizando? Como começar 2016 se organizando? Conheça estratégias simples para iniciar o novo ano com o pé direito Você sabia que, de acordo com o Sebrae, os principais motivos que

Leia mais

ESTATÍSTICAS, O ABECEDÁRIO DO FUTURO

ESTATÍSTICAS, O ABECEDÁRIO DO FUTURO ESTATÍSTICAS, O ABECEDÁRIO DO FUTURO Maria João Valente Rosa Membro do Conselho Superior de Estatística; Professora Universitária da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/ Universidade Nova de Lisboa;

Leia mais

DESPACHO DE JULGAMENTO

DESPACHO DE JULGAMENTO DESPACHO DE JULGAMENTO Referência: 99902.000265/2013-34 Assunto: Recurso interposto por cidadã à CGU, com fundamento no art. 23 do Decreto n o 7.724, de 16 de maio de 2012, contra negativa de acesso. I

Leia mais

CÓDIGO CIVIL. Livro III. Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III. Dos Atos Ilícitos

CÓDIGO CIVIL. Livro III. Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III. Dos Atos Ilícitos CÓDIGO CIVIL Livro III Dos Fatos Jurídicos TÍTULO III Dos Atos Ilícitos Art. 186. Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que

Leia mais

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB VII Olimpíada Brasileira de Astronomia VII OBA - 2004 Gabarito do nível 2 (para alunos da 3ª à 4ª série)

SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB VII Olimpíada Brasileira de Astronomia VII OBA - 2004 Gabarito do nível 2 (para alunos da 3ª à 4ª série) SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA SAB VII Olimpíada Brasileira de Astronomia VII OBA - 2004 Gabarito do nível 2 (para alunos da 3ª à 4ª série) Questão 1) (1 ponto) Como você já deve saber o sistema solar

Leia mais

PARECER Nº, DE 2013. RELATORA: Senadora LÍDICE DA MATA I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2013. RELATORA: Senadora LÍDICE DA MATA I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 451, de 2012, do Senador PAULO PAIM, que altera o art. 64 da Lei nº 12.663, de

Leia mais

Seis em cada dez mães cedem à vontade dos filhos na hora das compras, revela pesquisa

Seis em cada dez mães cedem à vontade dos filhos na hora das compras, revela pesquisa Seis em cada dez mães cedem à vontade dos filhos na hora das compras, revela pesquisa Quatro em cada dez mães gastam mais que o planejado quando levam os filhos às compras e 46% não impõem regras para

Leia mais