Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios"

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios""

Transcrição

1 Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios" Nas crônicas urbanas do investigador João Seixas, agora publicadas em livro, a cidade é o reflexo das realizações e aspirações coletivas e individuais. São crônicas urbanas. Lisboa está em evidência, mas é de uma forma mais vasta a ideia de cidade, como espelho de nós próprios, que está no centro de Em Todas as Ruas (Escritório editora, 2015), o livro que reúne as crônicas publicadas no PÚBLICO pelo investigador e professor João Seixas, com ilustrações de Eduardo Salavisa, João Catarino ou José Louro. Com trabalho realizado na área da sociopolítica, da geografia

2 e da economia das metrópoles, João Seixas tem uma visão integradora e democrática das cidades, olhando para elas de forma íntima ou quotidiana, mas também como lugar de desejo coletivo onde, nestes tempos de transições, é possível ir concebendo uma existência mais criativa, justa e humana. Fica a ideia, lendo as suas crônicas, que costuma andar muito a pé, pelo olhar de proximidade que evidencia e pela atenção aos pequenos sinais que a cidade transmite. É assim? Sim. Ando cada vez mais a pé. Eu e a minha mulher tínhamos ambos carro e agora só temos um e habituámo-nos a andar a pé na cidade. Não é apenas uma preocupação ecológica, é também uma forma de usufruirmos mais da cidade. É quase como se tivesse voltado aos tempos da adolescência em que andava muito a pé. Dessa forma o reconhecimento da cidade é mais fácil e usufrui-se mais. Num dos textos escreve sobre a rede de metro de Lisboa, quase como se a mesma fosse um reflexo do país bonita, mas insuficiente, remediada, ainda não totalmente cosmopolita. É assim que vê também as cidades portuguesas? Sim. As cidades são grandes espelhos de nós próprios, seja de uma forma individual ou coletiva, refletindo as nossas realizações. Nesse texto o metro de Lisboa surge quase como uma metáfora do próprio país: uma rede de metro pequenina, semi-modernista, semi-cosmpolita, que foi crescendo lentamente, mas que ao mesmo tempo, apesar de pequena, cada uma das suas estações parece um palácio. Há a preocupação de haver transporte público coletivo, mas face à metrópole não deixa de ser reduzido comparativamente a outras cidades. Nas cidades contemporâneas a questão da mobilidade como um direito é central, porque a cidade é como uma grande molécula relacional, é uma construção social que tem maior ou menor dinâmica conforme a capacidade relacional que existe dentro dela. E dela para outras cidades.

3 Nesse sentido o direito à mobilidade de todas as escalas (seja andar de bicicleta, de skate ou andar pé, até andar de TGV ou de avião) é estrutural. Basta pensar que na nossa sociedade quando alguém se porta mal o que fazemos é tirar-lhe a mobilidade e, apesar desta era telemática e digital, continua a ser essencial. Antes as cidades eram construídas em função das suas necessidades e funções (espaços comerciais, de sociabilidade ou mercados) e a forma como os transportes eram modelados eram-no em função dessas necessidades. Hoje é o inverso: é a forma como estruturamos a nossa mobilidade que vai definir as diferentes funções da cidade. Na construção formal das crônicas há sempre um olhar de proximidade, quase afetuoso, mas também existe um tipo de reflexão mais distanciada, onde se vislumbra o investigador ou o professor. Essa dupla dimensão era consciente? Sim. Vivemos uma época de profunda transformação e portanto quem estuda o mundo contemporâneo tem obrigação de trabalhar a vários níveis. Em primeiro lugar sou professor e investigador e ao escrever as crónicas queria colocar no espaço publico dimensões que considero pouco debatidas em Portugal referentes ao urbano e aos grandes desafios sobre a cidade contemporânea. Elementos de debate onde punha as minhas dúvidas. E isso foi um desafio, conciliar o fator emocional e científico, numa linguagem comum. Essa ideia de que estamos a viver tempos convulsos está presente, mas mesmo quando aborda zonas conflituosas, há sempre uma visão integradora, como se a cidade, lugar por excelência do conflito, tivesse capacidade de superação. Sim. Gosto de pensar nas crónicas como algo de estruturante. A cidade é sempre palco de conflitos, de feridas, de interesses distintos, mas a longo prazo também de progresso. A história da cidade, da humanidade e da urbanidade diz-nos que, apesar

4 de tudo, tem havido progresso, mas estamos realmente perante novos desafios, nomeadamente a nível ecológico. A forma como sentimos e materializamos o progresso tem de sofrer uma mudança profunda. E é nas cidades que estão esses grandes desafios. A salvação ecológica do planeta será feita sobretudo nas cidades. Não é tanto onde se produz o bem ecológico, mas onde se consome ou na forma como se consome. Prefiro uma mensagem de esperança, que por vezes pode ser até um pouco ingénua, ou utopista, mas prefiro assim. E isso é assumido. No início de uma crônica escreve mesmo, de forma provocatória, que a cidade é mais ecológica que o campo. Sim, no sentido em que o grande desafio ecológico é na urbe. É aí que está a maior parte da humanidade. É aí que o desafio da sustentabilidade do planeta será ganho ou não. A cidade tem de ser mais ecológica, a nível mental e cultural, que o campo. Um dos assuntos sobre os quais reflete muito é o da pressão turística nas cidades, em particular o caso de Lisboa. Depois de uma fase de deslumbramento, parece que passamos para o extremo oposto, com muita a gente a reagir negativamente ao que está a acontecer. Qual a sua avaliação? Há um debate intenso a decorrer e é preciso avaliar certos aspectos: em primeiro lugar estamos apenas a falar do centro histórico de Lisboa. O impacto do turismo a nível espacial é acima de tudo aí, embora o coração da cidade seja importante, até pelo seu simbolismo. Mas o turismo não está a alterar Lisboa, está sim a alterar, e muito, o centro histórico. O turismo é um direito humano. Nós gostamos de ser turistas em férias. Não temos autoridade para dizer aos outros para não o serem. Creio mesmo que o turismo vai continuar a ampliar-se pelo mundo fora. E Lisboa está nos principais mapas mentais globais apesar de não ser Paris ou Londres e como tal é provável que a procura pela cidade vá continuar.

5 Em termos econômicos acredito que seja positivo, embora não tenha dados para avaliar o impacto na economia da cidade, ao nível do emprego que gera ou do tipo de reabilitação que propicia. Depois a nível mais urbano fico satisfeito que nos nossos espaços públicos haja mais turistas e formas de ver a cidade. Ou seja, uma cidade sem turismo não é concebível. Dito isto é preciso saber que impactos essa vaga turística está a provocar e monitorizá-los, porque o centro histórico pode mudar bastante, sobretudo a nível habitacional, cada vez com menos casas para residência permanente e mais de curta duração. E isso transforma a vivência, a urbanidade e o comércio desses territórios. E nesse sentido parece-me que Lisboa ainda não percebeu totalmente os impactos que isso pode provocar, apesar de estar a despertar para eles. Se o efeito do turismo se faz sentir sobretudo no centro histórico não deveria estar a ser equacionado desde já um planeamento que previsse que outras zonas pudessem ser também atrativas, no sentido da diversificação da oferta? Sem dúvida. Da parte da câmara de Lisboa parece-me que existe essa preocupação. O vereador Manuel Salgado referiu que estava a ser feito um estudo sobre o impacto do turismo na cidade, mas não sei quais as variáveis se o impacto do turismo na residência, na economia ou nos rendimentos familiares. O que sinto é que esta onda vai em crescendo. Espero que não sejamos submergidos e que a saibamos surfar. Nos últimos anos, através de políticas públicas, ou por dinâmicas de iniciativa privada, Lisboa e Porto criaram novas centralidades, em movimentos de regeneração, cruzando urbanismo, cultura e economia, mas ainda assim parece pouco. Ou seja, existe uma riqueza que continua por explorar. O título do meu livro tem vários sentidos. Em Todas as Ruas é uma evocação de um poema do Mário Cesariny, que remete para amor pela cidade, mas tem também a ver com o sentido da

6 transição, com o habitar literalmente todas as ruas. Portugal é ainda país muito centralista, principalmente na nossa própria mente. Por exemplo, quando falamos em Lisboa pensamos na Baixa ou quando falamos a nível cultural pensamos em manifestações para uma elite centralista. Isso está muito enraizado. Por vezes esquecemo-nos de tudo o resto o que nos rodeia e que é imenso. Existe um enorme potencial à nossa volta, ainda pouco explorado, para podermos criar essas novas centralidades. Concordo que, a pouco e pouco, elas têm surgido, seja por iniciativa privada, ou por alguns apoios públicos, como foi o caso da Mouraria, embora também aí as associações de moradores ou empresariais tenham sido importantes. Em Alcântara, no Intendente também se tem tentado criar essas novas centralidades. Agora todo o resto da metrópole continua por explorar. Carnide, Benfica, Olivais, ou mesmo saindo do município para Loures, Pinhal Novo ou Oeiras, enfim, tudo isso podem ser novas centralidades com uma vivencia fantástica e multiplicidade de funções possíveis. Portanto, é verdade, há potencial. Mas é preciso ativa-lo. Por Vítor Belanciano Fonte original da notícia: publico.pt

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 52 Discurso por ocasião da inauguração

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

III SEMANA DO MEIO AMBIENTE

III SEMANA DO MEIO AMBIENTE III SEMANA DO MEIO AMBIENTE Durante a Semana do Meio Ambiente de 2008, o CMJF procurou envolver todos os alunos na discussão e reflexão sobre questões relativas ao ambiente. Através dos coordenadores de

Leia mais

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s 1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s As Leis do Universo e Seus Princípios Ninguém esta destinado a viver uma vida infeliz consumida em medo em preocupação, sofrendo com doenças

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 56 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão

A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão (Comentário ao Painel: Mediação Intercultural) Maria José Casa-Nova Instituto de Educação, Universidade

Leia mais

TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores.

TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores. TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores. Aqui, a gente tem uma apresentação muito importante, e

Leia mais

R U I P E D R O R E I S

R U I P E D R O R E I S Quem: Rui Pedro Reis Idade: 30 anos Pretexto: É coordenador da SIC Notícias e editor do programa Música do Mundo Outros trabalhos: Foi uma das figuras de uma rádio nacional Imagem: Fanático pelos media

Leia mais

União das Polícias faz violência cair no Município Após assumir há seis

União das Polícias faz violência cair no Município Após assumir há seis 2 3 União das Polícias faz violência cair no Município Após assumir há seis meses a Seccional de Diadema, a delegada Martha Rocha de Castro (foto) afirma que está feliz com o trabalho da Polícia Civil,

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE Anexo 2 O documento que se apresenta em seguida é um dos que consideramos mais apelativos neste estudo visto ser possível ver Cecília Menano e João dos Santos e a cumplicidade que caracterizou a sua parceria

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver SESSÃO: 255-S0 DATA: 27/08/15 FL: 1 DE 5 O SR. TONINHO VESPOLI (PSOL) - Boa tarde novamente a todos e a todas. Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos RESUMO Elizane Pegoraro Bertineti 1 Tanise Stumf Böhm 2 O presente texto busca apresentar o trabalho realizado pela Patrulha Ambiental Mirim

Leia mais

Uma lição de vida? Nos meus últimos anos tenho aprendido muitas lições de vida mesmo. A que eu acho mais importante de transmitir são "os Resultados"

Uma lição de vida? Nos meus últimos anos tenho aprendido muitas lições de vida mesmo. A que eu acho mais importante de transmitir são os Resultados Gonçalo Carvalho Em entrevista exclusiva à Federação Equestre Portuguesa, meses antes do início dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, Gonçalo Carvalho fala da sua paixão pelo desporto equestre, da trajetória

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências Médicas Departamento de Saúde Coletiva Residência Multiprofissional em Saúde Mental e Coletiva Relatório Referente à experiência de Estágio Eletivo

Leia mais

Pensar incomoda como andar à chuva Quando o vento cresce e parece que [chove mais.

Pensar incomoda como andar à chuva Quando o vento cresce e parece que [chove mais. I Eu nunca guardei rebanhos, Mas é como se os guardasse. Minha alma é como um pastor, Conhece o vento e o sol E anda pela mão das Estações A seguir e a olhar. Toda a paz da Natureza sem gente Vem sentar-se

Leia mais

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você.

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. 13 SE VOCÊ CRÊ Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. Isto é assim porque os seus pensamentos surgem de suas características

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 109 Discurso na cerimónia de comemoração

Leia mais

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Um guia para identificar a sua grande idéia para um curso on-line Todo curso on-line de sucesso começa como uma idéia... Existem muitas formas de se identificar idéias

Leia mais

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957.

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. FORMAÇÃO

Leia mais

Cenários & Oportunidades 2012. QuorumBrasil 1

Cenários & Oportunidades 2012. QuorumBrasil 1 Cenários & Oportunidades 2012 QuorumBrasil 1 Com quem falamos? 1.100 entrevistas, distribuídas nas cidades de São Paulo, Porto Alegre, Fortaleza, Goiânia e Belém. 800 clientes com mais de 12 meses de relacionamento,

Leia mais

DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DIÁRIO DE BORDO E PROCESSOFÓLIO. INSTRUMENTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES Mercedes Bêtta Quintano de Carvalho Pereira dos Santos ( Centro Universitário São Camilo) GT 02 Formação de Professores As alunas

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS Até onde vai a força da Motivação? Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Uma proposta criativa motivadora na sala de aula pode deixar o professor bem impressionado

Leia mais

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA CONVIVER COM OS HUMANOS APRIMORADOS? http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=voce-esta-preparado-conviver-humanosaprimorados&id=010850090828 Redação do

Leia mais

Entrevista de António Paiva menção qualidade poesia

Entrevista de António Paiva menção qualidade poesia Entrevista de António Paiva menção qualidade poesia A poesia é útil na sua vida ou o poeta sente-se serviçal da palavra? (Dionísio) Tal como já escrevi; Às palavras tudo darei, até a minha vida. Não diria

Leia mais

Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais

Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais "LETRAR É MAIS QUE ALFABETIZAR" Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais Nos dias de hoje, em que as sociedades do mundo inteiro estão cada vez mais centradas na escrita,

Leia mais

Sou a nona filha entre dez irmãos. Nasci numa cultura com padrões rígidos de comportamento e com pouco afeto. Quando eu estava com um ano e quatro meses, contraí poliomielite que me deixou com sequelas

Leia mais

Cristina Fernandes. Manual. de Protocolo. Empresarial

Cristina Fernandes. Manual. de Protocolo. Empresarial Cristina Fernandes Manual de Protocolo Empresarial Lisboa Universidade Católica Editora 2014 Índice Prefácio de Catarina Zagalo 13 Parte I O enquadramento do protocolo 1 O protocolo 16 1.1. Definição de

Leia mais

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo.

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo. DINÂMICA DO ESPELHO Embrulha o espelho com papel de presente, mas dentro o espelho deve ser embrulhado com outro papel e colado a seguinte frase: Há pessoas que querem ser bonitas pra chamar a atenção,

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES

APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES Resumo Gabriela Jeanine Fressato 1 - Universidade Positivo Mariana Gomes de Sá Amaral

Leia mais

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas.

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas. AULA 1-) SABER QUERER Olá, amigos! Meu nome é Kau Mascarenhas e sou um arquiteto de gente. Sim, tenho formação acadêmica em Arquitetura mas atualmente trabalho como consultor e conferencista em Desenvolvimento

Leia mais

A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS

A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS Diana Carvalho (E. M. Argentina Sala de Leitura) Eixo temático: Fazendo escola com múltiplas linguagens RESUMO Este texto relata uma experiência em leitura

Leia mais

Quando um e-mail é enviado dentro de uma empresa, nem sempre todas as pessoas acabando lendo, o que torna a mensagem contida nele de alcance médio.

Quando um e-mail é enviado dentro de uma empresa, nem sempre todas as pessoas acabando lendo, o que torna a mensagem contida nele de alcance médio. 1- INTERAÇÃO É O SEGREDO Para as empresas que desejam fazer uso do WhatsApp como ferramenta de comunicação para aproximar seus funcionários, o principal atrativo é a interação, que é muito maior do que

Leia mais

Apresentação. Acompanho os acontecimentos relativos à sexualidade

Apresentação. Acompanho os acontecimentos relativos à sexualidade A Apresentação Acompanho os acontecimentos relativos à sexualidade desde 1966, ano da minha graduação na faculdade de Medicina. É difícil imaginar outro período de tempo assim curto no qual tenham ocorrido

Leia mais

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6 FIAT Q Questionário de Relacionamento Interpessoal Glenn M. Callaghan Department of Psychology; One Washington Square, San Jose University, San Jose CA 95192-0120 Phone 08) 924-5610 e fax (408) 924 5605.

Leia mais

Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris.

Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris. Duplo sentido ciclável. Experiência de Paris. Thiago Máximo É preciso pensar a mobilidade urbana, como um sistema. Muitas vezes a questão da circulação nas grades cidades é pensada apenas para sanar problemas

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

Rita FigueiRas * O seu mais recente livro, publicado em 2004, intitula-se Taking Journa- lism Seriously

Rita FigueiRas * O seu mais recente livro, publicado em 2004, intitula-se Taking Journa- lism Seriously Comunicação & Cultura, n.º 4, 2007, pp. 177-183 Entrevista a Barbie Zelizer Rita Figueiras * Barbie Zelizer é uma das mais notáveis investigadoras da actualidade na área do jornalismo e cultura. É professora

Leia mais

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil.

Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. 6. Humanização, diálogo e amorosidade. Reflexões sobre a prática docente na Educação Infantil. Santos, Marisa Alff dos 1 Resumo O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as práticas docentes

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Aos 4 anos. Desenvolvimento Psicológico. i dos Pais

Aos 4 anos. Desenvolvimento Psicológico. i dos Pais i dos Pais Aos 4 anos Aos 4 anos de idade várias competencias intelectuais e emocionais surgem mais integradas dando à criança um acréscimo de autonomia e iniciativa no contexto das relações com os adultos

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

Mensagem de Prem Rawat

Mensagem de Prem Rawat Mensagem de Prem Rawat na Conferência de Paz Nórdica 2012 Conf. Nórdica, Página 1 Gostaria de falar-vos sobre paz. Eu sei que quase toda a gente tem a sua interpretação do que é a paz. Para mim, a paz

Leia mais

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN e Responsabilidades do interesse público em relação aos Direitos Humanos e Valores Democráticos Terça feira, 24 de junho de 2014 09:00 a 09:30 ICANN

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Geografia A * Análise de Notícias Natureza das notícias: socio-económica Localização temporal: actualidade Localização espacial: Europa Jornal: Expresso Data de edição:

Leia mais

A Necessidade de Realizar a Avaliação de Desempenho dos Recursos Humanos: O Ponto de Concórdia

A Necessidade de Realizar a Avaliação de Desempenho dos Recursos Humanos: O Ponto de Concórdia A Necessidade de Realizar a Avaliação de Desempenho dos Recursos Humanos: O Ponto de Concórdia Alexandre Pires DREAlentejo "Aprender sem pensar é tempo perdido." Confúcio A avaliação é-nos familiar a todos.

Leia mais

Como será o futuro? 9º a n o do. Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio

Como será o futuro? 9º a n o do. Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio de educação ambie s e d a ntal id Ativ Como será o futuro? 9º a n o do tal n e Ensino Fundam Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio Tema: Problemas ambientais. Ano indicado: 9º do Ensino Fundamental.

Leia mais

GESTÃO DEMOCRÁTICA EDUCACIONAL

GESTÃO DEMOCRÁTICA EDUCACIONAL GESTÃO DEMOCRÁTICA EDUCACIONAL Nanci Cunha Vilela Rost ; Amanda Carvalho ; Edimara Soares Gonçalves ; Juliane Rocha de Moraes BILAC, Faculdade de pedagogia Bilac, graduação em Pedagogia, nancirost@hotmail.com

Leia mais

1. O conceito de cultura que suporta a argumentação apresentada no texto pode definir-se como

1. O conceito de cultura que suporta a argumentação apresentada no texto pode definir-se como Leitura Leia o texto e responda às questões: Se se toma a palavra cultura não no sentido quantitativo de conjunto de conhecimento, mas na acepção qualificativa do desenvolvimento de aptidões pessoais,

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado.

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Vania D'Angelo Dohme (Mackenzie) 1. Considerações iniciais Johan Huizinga foi um importante historiador alemão, que viveu entre

Leia mais

PROVA ERASMUS DA LINGUA PORTUGUESA 25 DE ABRIL DE 2014 25 DE ABRIL DE 2014

PROVA ERASMUS DA LINGUA PORTUGUESA 25 DE ABRIL DE 2014 25 DE ABRIL DE 2014 PROVA ERASMUS DA LINGUA PORTUGUESA 25 DE ABRIL DE 2014 Nome completo: 25 DE ABRIL DE 2014 PARTE 1: Compreensão da leitura e expressão escrita 1. Leia o seguinte texto e responda com verdadeiro ou falso

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS

UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS UMA EXPERIÊNCIA PSICOPEDAGÓGICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA PUCRS Jorge Ferreira da Silva Filho Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Viegas Ribas Pesquisador e Consultor Psicopedagógico

Leia mais

ATITUDES INOCENTES QUE REFORÇAM ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ATITUDES INOCENTES QUE REFORÇAM ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ATITUDES INOCENTES QUE REFORÇAM ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Marcela da Fonseca Lemos Grupo de Pesquisa Linguagem desenhadas e educação ProPEd/UERJ celalora_rj@hotmail.com INTRODUÇÃO O texto

Leia mais

STEVEN CARTER. Sou uma. mulher inteligente. porque... Dicas para você se valorizar e transformar sua vida amorosa

STEVEN CARTER. Sou uma. mulher inteligente. porque... Dicas para você se valorizar e transformar sua vida amorosa STEVEN CARTER Sou uma mulher inteligente porque... Dicas para você se valorizar e transformar sua vida amorosa Introdução Você se considera uma mulher inteligente? Antes de responder, tenha em mente o

Leia mais

Conferência o OE para 2016 CIDEEFF Faculdade de Direito de Lisboa 25 de fevereiro de 2016

Conferência o OE para 2016 CIDEEFF Faculdade de Direito de Lisboa 25 de fevereiro de 2016 Conferência o OE para 2016 CIDEEFF Faculdade de Direito de Lisboa 25 de fevereiro de 2016 Nazaré da Costa Cabral Professora Associada da Faculdade de Direito de Lisboa Boa tarde, antes de mais nada, os

Leia mais

Entrevistado por Maria Augusta Silva. Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração.

Entrevistado por Maria Augusta Silva. Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração. ANDRÉ LETRIA Entrevistado por Maria Augusta Silva Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração. Um traço sinónimo de qualidade. Desenho e cor para a infância. Aos 26 anos

Leia mais

VIAGEM BIOGRÁFICA AO SEU MUNDO INTERIOR. Por VIVIANE RIBEIRO

VIAGEM BIOGRÁFICA AO SEU MUNDO INTERIOR. Por VIVIANE RIBEIRO VIAGEM BIOGRÁFICA AO SEU MUNDO INTERIOR Por VIVIANE RIBEIRO VIAGEM BIOGRÁFICA AO SEU MUNDO INTERIOR Por VIVIANE RIBEIRO SUMÁRIO SUMÁRIO Introdução... 04 Boas-vindas e bases dos exercícios Preparativos...

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 14 Discurso: em encontro com professores

Leia mais

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Existem diversos textos sobre Gestão sendo publicados diariamente, e dentre eles, muitos tratam do tema liderança, que certamente é um dos assuntos mais

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO

QUANTO É? PALAVRAS-CHAVE: Aulas investigativas, lúdico, aprendizagem. INTRODUÇÃO QUANTO É? Danielle Ferreira do Prado - GEEM-UESB RESUMO Este trabalho trata sobre um trabalho que recebeu o nome de Quanto é? que foi desenvolvido depois de vários questionamentos a cerca de como criar

Leia mais

Metodologias de intervenção:

Metodologias de intervenção: Metodologias de intervenção: Algumas estratégias de intervenção Na intervenção directa com as crianças tenta-se reflectir o clima institucional da Casa da Praia. A dinâmica do funcionamento em Equipa,

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 6 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 6 I Ir Preposição para + artigo Preposição a + artigo Eu vou Para + o = para o

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso no encontro com representantes

Leia mais

Caminhos para a aprendizagem

Caminhos para a aprendizagem Page 1 of 5 Home Comunicação pessoal Educação Tecnologias na Educação Educação a distância Identidade Caminhos para a aprendizagem inovadora José Manuel Moran Especialista em projetos inovadores na educação

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal

Plano Atividades Câmara Municipal do Funchal 2015 Plano Atividades 1 Câmara Municipal do Funchal Departamento de Educação e Promoção Social 2 A Câmara Municipal do Funchal, no âmbito do seu Programa de Educação para a Cidadania, desenvolve, através

Leia mais

1- É importante conhecer os nossos pensamentos?

1- É importante conhecer os nossos pensamentos? DEFEITOS NO PENSAMENTO. E AGORA? Nosso pensamento ocorre de modo contínuo e automático, continuamos produzindo pensamentos até quando dormimos. São eles que determinam se teremos emoções e comportamentos

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

Revista OBSERVATORIUM (R.O): Conte-nos um pouco sobre sua formação acadêmica até sua chegada à Universidade Federal de Uberlândia.

Revista OBSERVATORIUM (R.O): Conte-nos um pouco sobre sua formação acadêmica até sua chegada à Universidade Federal de Uberlândia. Experiências de uma vida dedicada à Geografia e ao meio ambiente - Marlene Teresinha de Muno Colesanti Instituto de Geografia da Revista OBSERVATORIUM (R.O): Conte-nos um pouco sobre sua formação acadêmica

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável para controlo da população humana.

Desenvolvimento Sustentável para controlo da população humana. Desenvolvimento Sustentável para controlo da população humana. O aumento da população humana é frequentemente citado como a principal causa de problemas para o planeta. De facto a humanidade está a crescer

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento.

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. museudapessoa.net P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. R Meu nome é Kizzes Daiane de Jesus Santos, 21 de julho de 1988, eu nasci em Aracaju, no estado do Sergipe.

Leia mais

9. A realidade da inclusão

9. A realidade da inclusão 9. A realidade da inclusão A filosofia da inclusão ainda está muito aquém de ser posta em prática da forma como realmente se espera. Para que se tenha uma escola para todos, temos que conceber professores

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 24 Discurso na solenidade de entrega

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil.

O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil. O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil. Universidade Federal de Santa Catarina julianacmuller@hotmail.com Ficamos sabendo pelo narrador que as novas aventuras fizeram

Leia mais

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

NEWPLAY. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r NEWPLAY Este livro é para ajudar você a lidar melhor com seus traumas. Boa leitura! 01 VIVER É TRAUMATIZANTE

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

L í d e r de M ú s i c a d a

L í d e r de M ú s i c a d a L í d e r de M ú s i c a d a Primaria da Ala "A música é de enorme importância em nossos serviços de adoração. Acredito que aqueles que escolhem, regem, apresentam e acompanham a música podem influenciar

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

Atualmente o conceito mais aceito de dislexia é uma transtorno especifico da aquisição e do desenvolvimento da aprendizagem da leitura,caracterizado

Atualmente o conceito mais aceito de dislexia é uma transtorno especifico da aquisição e do desenvolvimento da aprendizagem da leitura,caracterizado Atualmente o conceito mais aceito de dislexia é uma transtorno especifico da aquisição e do desenvolvimento da aprendizagem da leitura,caracterizado por um rendimento em leitura inferior ao esperado para

Leia mais

Esta é uma breve análise de uma peça publicitária impressa que trabalha com o

Esta é uma breve análise de uma peça publicitária impressa que trabalha com o Chapeuzinho Vermelho ou Branca de Neve? O sincretismo imagem, texto e sentido. 1 Autor: Fernanda Rodrigues Pucci 2 Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar um anúncio de publicidade impressa em

Leia mais

Qual a dificuldade na venda de um serviço?

Qual a dificuldade na venda de um serviço? Por: Gerson Adoryan Qual a dificuldade na venda de um serviço? Vender um serviço não trata-se simplesmente de arrecadar valores, mas sim, fazer parte do sucesso do seu cliente COMO POSSO FAZER A VENDA

Leia mais

José Moreno. DESPERTE O PODER DO ALTO Um estudo bíblico que ajudará você a descobrir, buscar e receber vinte e sete dons espirituais

José Moreno. DESPERTE O PODER DO ALTO Um estudo bíblico que ajudará você a descobrir, buscar e receber vinte e sete dons espirituais José Moreno DESPERTE O PODER DO ALTO Um estudo bíblico que ajudará você a descobrir, buscar e receber vinte e sete dons espirituais Belo Horizonte/MG novembro/2011 Copyright 1992, 2011 by José A. Peraçoli

Leia mais

Escola da Espiritualidade na Matéria

Escola da Espiritualidade na Matéria Escola da Espiritualidade na Matéria Tudo aquilo em que pensamos molda as nossas vidas. Tudo parte da nossa consciência. As nossas crenças, os nossos apegos, as nossas emoções nãoconscientes são fonte

Leia mais

www.poderdocoachingemgrupos.com.br

www.poderdocoachingemgrupos.com.br Pesquisa de Mercado A condução de pesquisas de mercado é uma das atividades mais eficazes e importantes que você pode fazer quando você estiver projetando seu coaching em grupo. Você vai se surpreender

Leia mais

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer]

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] colagem, remix narrativa em banco de dados remix de referências de várias áreas novas tecnologias a maneira que eu trabalho Eu acredito, na verdade,

Leia mais