Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios"

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios""

Transcrição

1 Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios" Nas crônicas urbanas do investigador João Seixas, agora publicadas em livro, a cidade é o reflexo das realizações e aspirações coletivas e individuais. São crônicas urbanas. Lisboa está em evidência, mas é de uma forma mais vasta a ideia de cidade, como espelho de nós próprios, que está no centro de Em Todas as Ruas (Escritório editora, 2015), o livro que reúne as crônicas publicadas no PÚBLICO pelo investigador e professor João Seixas, com ilustrações de Eduardo Salavisa, João Catarino ou José Louro. Com trabalho realizado na área da sociopolítica, da geografia

2 e da economia das metrópoles, João Seixas tem uma visão integradora e democrática das cidades, olhando para elas de forma íntima ou quotidiana, mas também como lugar de desejo coletivo onde, nestes tempos de transições, é possível ir concebendo uma existência mais criativa, justa e humana. Fica a ideia, lendo as suas crônicas, que costuma andar muito a pé, pelo olhar de proximidade que evidencia e pela atenção aos pequenos sinais que a cidade transmite. É assim? Sim. Ando cada vez mais a pé. Eu e a minha mulher tínhamos ambos carro e agora só temos um e habituámo-nos a andar a pé na cidade. Não é apenas uma preocupação ecológica, é também uma forma de usufruirmos mais da cidade. É quase como se tivesse voltado aos tempos da adolescência em que andava muito a pé. Dessa forma o reconhecimento da cidade é mais fácil e usufrui-se mais. Num dos textos escreve sobre a rede de metro de Lisboa, quase como se a mesma fosse um reflexo do país bonita, mas insuficiente, remediada, ainda não totalmente cosmopolita. É assim que vê também as cidades portuguesas? Sim. As cidades são grandes espelhos de nós próprios, seja de uma forma individual ou coletiva, refletindo as nossas realizações. Nesse texto o metro de Lisboa surge quase como uma metáfora do próprio país: uma rede de metro pequenina, semi-modernista, semi-cosmpolita, que foi crescendo lentamente, mas que ao mesmo tempo, apesar de pequena, cada uma das suas estações parece um palácio. Há a preocupação de haver transporte público coletivo, mas face à metrópole não deixa de ser reduzido comparativamente a outras cidades. Nas cidades contemporâneas a questão da mobilidade como um direito é central, porque a cidade é como uma grande molécula relacional, é uma construção social que tem maior ou menor dinâmica conforme a capacidade relacional que existe dentro dela. E dela para outras cidades.

3 Nesse sentido o direito à mobilidade de todas as escalas (seja andar de bicicleta, de skate ou andar pé, até andar de TGV ou de avião) é estrutural. Basta pensar que na nossa sociedade quando alguém se porta mal o que fazemos é tirar-lhe a mobilidade e, apesar desta era telemática e digital, continua a ser essencial. Antes as cidades eram construídas em função das suas necessidades e funções (espaços comerciais, de sociabilidade ou mercados) e a forma como os transportes eram modelados eram-no em função dessas necessidades. Hoje é o inverso: é a forma como estruturamos a nossa mobilidade que vai definir as diferentes funções da cidade. Na construção formal das crônicas há sempre um olhar de proximidade, quase afetuoso, mas também existe um tipo de reflexão mais distanciada, onde se vislumbra o investigador ou o professor. Essa dupla dimensão era consciente? Sim. Vivemos uma época de profunda transformação e portanto quem estuda o mundo contemporâneo tem obrigação de trabalhar a vários níveis. Em primeiro lugar sou professor e investigador e ao escrever as crónicas queria colocar no espaço publico dimensões que considero pouco debatidas em Portugal referentes ao urbano e aos grandes desafios sobre a cidade contemporânea. Elementos de debate onde punha as minhas dúvidas. E isso foi um desafio, conciliar o fator emocional e científico, numa linguagem comum. Essa ideia de que estamos a viver tempos convulsos está presente, mas mesmo quando aborda zonas conflituosas, há sempre uma visão integradora, como se a cidade, lugar por excelência do conflito, tivesse capacidade de superação. Sim. Gosto de pensar nas crónicas como algo de estruturante. A cidade é sempre palco de conflitos, de feridas, de interesses distintos, mas a longo prazo também de progresso. A história da cidade, da humanidade e da urbanidade diz-nos que, apesar

4 de tudo, tem havido progresso, mas estamos realmente perante novos desafios, nomeadamente a nível ecológico. A forma como sentimos e materializamos o progresso tem de sofrer uma mudança profunda. E é nas cidades que estão esses grandes desafios. A salvação ecológica do planeta será feita sobretudo nas cidades. Não é tanto onde se produz o bem ecológico, mas onde se consome ou na forma como se consome. Prefiro uma mensagem de esperança, que por vezes pode ser até um pouco ingénua, ou utopista, mas prefiro assim. E isso é assumido. No início de uma crônica escreve mesmo, de forma provocatória, que a cidade é mais ecológica que o campo. Sim, no sentido em que o grande desafio ecológico é na urbe. É aí que está a maior parte da humanidade. É aí que o desafio da sustentabilidade do planeta será ganho ou não. A cidade tem de ser mais ecológica, a nível mental e cultural, que o campo. Um dos assuntos sobre os quais reflete muito é o da pressão turística nas cidades, em particular o caso de Lisboa. Depois de uma fase de deslumbramento, parece que passamos para o extremo oposto, com muita a gente a reagir negativamente ao que está a acontecer. Qual a sua avaliação? Há um debate intenso a decorrer e é preciso avaliar certos aspectos: em primeiro lugar estamos apenas a falar do centro histórico de Lisboa. O impacto do turismo a nível espacial é acima de tudo aí, embora o coração da cidade seja importante, até pelo seu simbolismo. Mas o turismo não está a alterar Lisboa, está sim a alterar, e muito, o centro histórico. O turismo é um direito humano. Nós gostamos de ser turistas em férias. Não temos autoridade para dizer aos outros para não o serem. Creio mesmo que o turismo vai continuar a ampliar-se pelo mundo fora. E Lisboa está nos principais mapas mentais globais apesar de não ser Paris ou Londres e como tal é provável que a procura pela cidade vá continuar.

5 Em termos econômicos acredito que seja positivo, embora não tenha dados para avaliar o impacto na economia da cidade, ao nível do emprego que gera ou do tipo de reabilitação que propicia. Depois a nível mais urbano fico satisfeito que nos nossos espaços públicos haja mais turistas e formas de ver a cidade. Ou seja, uma cidade sem turismo não é concebível. Dito isto é preciso saber que impactos essa vaga turística está a provocar e monitorizá-los, porque o centro histórico pode mudar bastante, sobretudo a nível habitacional, cada vez com menos casas para residência permanente e mais de curta duração. E isso transforma a vivência, a urbanidade e o comércio desses territórios. E nesse sentido parece-me que Lisboa ainda não percebeu totalmente os impactos que isso pode provocar, apesar de estar a despertar para eles. Se o efeito do turismo se faz sentir sobretudo no centro histórico não deveria estar a ser equacionado desde já um planeamento que previsse que outras zonas pudessem ser também atrativas, no sentido da diversificação da oferta? Sem dúvida. Da parte da câmara de Lisboa parece-me que existe essa preocupação. O vereador Manuel Salgado referiu que estava a ser feito um estudo sobre o impacto do turismo na cidade, mas não sei quais as variáveis se o impacto do turismo na residência, na economia ou nos rendimentos familiares. O que sinto é que esta onda vai em crescendo. Espero que não sejamos submergidos e que a saibamos surfar. Nos últimos anos, através de políticas públicas, ou por dinâmicas de iniciativa privada, Lisboa e Porto criaram novas centralidades, em movimentos de regeneração, cruzando urbanismo, cultura e economia, mas ainda assim parece pouco. Ou seja, existe uma riqueza que continua por explorar. O título do meu livro tem vários sentidos. Em Todas as Ruas é uma evocação de um poema do Mário Cesariny, que remete para amor pela cidade, mas tem também a ver com o sentido da

6 transição, com o habitar literalmente todas as ruas. Portugal é ainda país muito centralista, principalmente na nossa própria mente. Por exemplo, quando falamos em Lisboa pensamos na Baixa ou quando falamos a nível cultural pensamos em manifestações para uma elite centralista. Isso está muito enraizado. Por vezes esquecemo-nos de tudo o resto o que nos rodeia e que é imenso. Existe um enorme potencial à nossa volta, ainda pouco explorado, para podermos criar essas novas centralidades. Concordo que, a pouco e pouco, elas têm surgido, seja por iniciativa privada, ou por alguns apoios públicos, como foi o caso da Mouraria, embora também aí as associações de moradores ou empresariais tenham sido importantes. Em Alcântara, no Intendente também se tem tentado criar essas novas centralidades. Agora todo o resto da metrópole continua por explorar. Carnide, Benfica, Olivais, ou mesmo saindo do município para Loures, Pinhal Novo ou Oeiras, enfim, tudo isso podem ser novas centralidades com uma vivencia fantástica e multiplicidade de funções possíveis. Portanto, é verdade, há potencial. Mas é preciso ativa-lo. Por Vítor Belanciano Fonte original da notícia: publico.pt

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Um guia para identificar a sua grande idéia para um curso on-line Todo curso on-line de sucesso começa como uma idéia... Existem muitas formas de se identificar idéias

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA CONVIVER COM OS HUMANOS APRIMORADOS? http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=voce-esta-preparado-conviver-humanosaprimorados&id=010850090828 Redação do

Leia mais

Rita FigueiRas * O seu mais recente livro, publicado em 2004, intitula-se Taking Journa- lism Seriously

Rita FigueiRas * O seu mais recente livro, publicado em 2004, intitula-se Taking Journa- lism Seriously Comunicação & Cultura, n.º 4, 2007, pp. 177-183 Entrevista a Barbie Zelizer Rita Figueiras * Barbie Zelizer é uma das mais notáveis investigadoras da actualidade na área do jornalismo e cultura. É professora

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 52 Discurso por ocasião da inauguração

Leia mais

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo 2013 Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo Ana Fonseca, Bárbara Nazaré e Maria Cristina Canavarro Pontos de interesse especiais: Porque

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo.

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo. DINÂMICA DO ESPELHO Embrulha o espelho com papel de presente, mas dentro o espelho deve ser embrulhado com outro papel e colado a seguinte frase: Há pessoas que querem ser bonitas pra chamar a atenção,

Leia mais

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6

1. Eu tenho problema em ter minhas necessidades satisfeitas. 1 2 3 4 5 6 FIAT Q Questionário de Relacionamento Interpessoal Glenn M. Callaghan Department of Psychology; One Washington Square, San Jose University, San Jose CA 95192-0120 Phone 08) 924-5610 e fax (408) 924 5605.

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 109 Discurso na cerimónia de comemoração

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos RESUMO Elizane Pegoraro Bertineti 1 Tanise Stumf Böhm 2 O presente texto busca apresentar o trabalho realizado pela Patrulha Ambiental Mirim

Leia mais

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado.

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Vania D'Angelo Dohme (Mackenzie) 1. Considerações iniciais Johan Huizinga foi um importante historiador alemão, que viveu entre

Leia mais

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE Anexo 2 O documento que se apresenta em seguida é um dos que consideramos mais apelativos neste estudo visto ser possível ver Cecília Menano e João dos Santos e a cumplicidade que caracterizou a sua parceria

Leia mais

Mensagem de Prem Rawat

Mensagem de Prem Rawat Mensagem de Prem Rawat na Conferência de Paz Nórdica 2012 Conf. Nórdica, Página 1 Gostaria de falar-vos sobre paz. Eu sei que quase toda a gente tem a sua interpretação do que é a paz. Para mim, a paz

Leia mais

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957.

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. FORMAÇÃO

Leia mais

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade.

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Plano de Aula de Matemática Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Habilidade: H27. Resolver situações-problema de adição ou subtração envolvendo medidas ou

Leia mais

Análise spot publicitário

Análise spot publicitário Análise spot publicitário Trabalho Realizado por: Carlos Nunes carlosmmnunes@gmail.com Nº 20240 Para a disciplina: Multimédia Scriptwriting Leccionada por: Profª Joana Carvalho Porto, 13 de Abril de 2011

Leia mais

Uma análise da Odontologia brasileira atual e o papel dos meios de divulgação 1

Uma análise da Odontologia brasileira atual e o papel dos meios de divulgação 1 43 Entrevista Uma análise da Odontologia brasileira atual e o papel dos meios de divulgação 1 Por Fernando Luiz Brunetti Montenegro Lilian Castilho Lilian Castilho - Como o senhor enxerga o momento atual

Leia mais

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver SESSÃO: 255-S0 DATA: 27/08/15 FL: 1 DE 5 O SR. TONINHO VESPOLI (PSOL) - Boa tarde novamente a todos e a todas. Sempre estou tranquilo nesta Casa, mas aqui temos posição política. Eu fico admirado de ver

Leia mais

Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais

Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais "LETRAR É MAIS QUE ALFABETIZAR" Entrevista com Magda Becker Soares Prof. Universidade Federal de Minas Gerais Nos dias de hoje, em que as sociedades do mundo inteiro estão cada vez mais centradas na escrita,

Leia mais

como a arte pode mudar a vida?

como a arte pode mudar a vida? como a arte pode mudar a vida? LONGE DAQUI, AQUI MESMO 1 / 2 Longe daqui, aqui mesmo 1 Em um caderno, crie um diário para você. Pode usar a escrita, desenhos, recortes de revista ou jornais e qualquer

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 24

Transcrição de Entrevista n º 24 Transcrição de Entrevista n º 24 E Entrevistador E24 Entrevistado 24 Sexo Feminino Idade 47 anos Área de Formação Engenharia Sistemas Decisionais E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 OJE 3 de Dezembro 2008 (1/5) A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 O take-up de ESCRITÓRIOS vai regredir em 2009 para o nível dos anos de 2004 e 2005, embora o preço das

Leia mais

ENTREVISTA - Precarização no trabalho virtual do call center e da TI

ENTREVISTA - Precarização no trabalho virtual do call center e da TI ENTREVISTA - Precarização no trabalho virtual do call center e da TI O que os trabalhadores do call center e de programação e produção de software têm em comum? Esta é uma das questões que o sociólogo

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN e Responsabilidades do interesse público em relação aos Direitos Humanos e Valores Democráticos Terça feira, 24 de junho de 2014 09:00 a 09:30 ICANN

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO Enquete Algumas reportagens e matérias dão conta que o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo e o trabalho é apontado como uma das principais causas desse mal. Porém, nem só de trabalho vive

Leia mais

Roteiro VcPodMais#005

Roteiro VcPodMais#005 Roteiro VcPodMais#005 Conseguiram colocar a concentração total no momento presente, ou naquilo que estava fazendo no momento? Para quem não ouviu o programa anterior, sugiro que o faça. Hoje vamos continuar

Leia mais

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1

EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 EDUCAÇÃO ALGÉBRICA, DIÁLOGOS E APRENDIZAGEM: UM RELATO DO TRABALHO COM UMA PROPOSTA DIDÁTICA 1 Claudemir Monteiro Lima Secretária de Educação do Estado de São Paulo claudemirmonteiro@terra.com.br João

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 56 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

Pesquisa x Pesquisa. do Setor Editorial Brasileiro revelou uma venda de quatro bilhões de reais em livros, com

Pesquisa x Pesquisa. do Setor Editorial Brasileiro revelou uma venda de quatro bilhões de reais em livros, com A Bíblia Sagrada já vendeu, aproximadamente, 3,9 bilhões de cópias. O livro Ágape, do Padre Marcelo Rossi, já vendeu 8 milhões de exemplares. O livro erótico, Cinquenta Tons de Cinza, chegou ao número

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

5 Considerações finais

5 Considerações finais 5 Considerações finais 5.1. Conclusões A presente dissertação teve o objetivo principal de investigar a visão dos alunos que se formam em Administração sobre RSC e o seu ensino. Para alcançar esse objetivo,

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso no encontro com representantes

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Projetos e Referencial Curricular Nacional par a a Educação Infantil

Projetos e Referencial Curricular Nacional par a a Educação Infantil Projetos e Referencial Curricular Nacional par a a Educação Infantil Maévi Anabel Nono UNESP Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas Departamento de Educação São José do Rio Preto A descoberta

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA

A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA A GLOBALIZAÇÃO UM MUNDO EM MUDANÇA Que dimensões sociológicas existem numa passeio ao supermercado? A variedade de produtos importados que costumamos ver nos supermercados depende de laços econômicos

Leia mais

A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão

A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão A mediação intercultural e a construção de diálogos entre diferentes: notas soltas para reflexão (Comentário ao Painel: Mediação Intercultural) Maria José Casa-Nova Instituto de Educação, Universidade

Leia mais

Álvaro de Campos e Ricardo Reis: convergências, divergências e importância no sistema heteronímico de Fernando Pessoa

Álvaro de Campos e Ricardo Reis: convergências, divergências e importância no sistema heteronímico de Fernando Pessoa Crátilo: Revista de Estudos Linguísticos e Literários. Patos de Minas: UNIPAM, (3):118 123, 2010 ISSN 1984 0705 Álvaro de Campos e Ricardo Reis: convergências, divergências e importância no sistema heteronímico

Leia mais

TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores.

TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores. TOBY MENDEL (Consultor Internacional da Unesco): [pronunciamento em outro idioma] INTÉRPRETE: Deixa eu começar agradecendo para os apresentadores. Aqui, a gente tem uma apresentação muito importante, e

Leia mais

1- É importante conhecer os nossos pensamentos?

1- É importante conhecer os nossos pensamentos? DEFEITOS NO PENSAMENTO. E AGORA? Nosso pensamento ocorre de modo contínuo e automático, continuamos produzindo pensamentos até quando dormimos. São eles que determinam se teremos emoções e comportamentos

Leia mais

INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Adriana Oliveira Bernardes UENF (Universidade do Estado do Norte

Leia mais

COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO

COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO 1 COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO UM GUIA PRÁTICO PARA COMPRAR SEU PRIMEIRO TÍTULO PÚBLICO BILLY C. IMPERIAL Copyright 2015. Todos os Direitos Reservados. EDITADO POR ALEXSANDER GUEDES LIMA ISBN:1508888582

Leia mais

Felipe Oliveira, JPMorgan:

Felipe Oliveira, JPMorgan: Felipe Oliveira, JPMorgan: Bom dia a todos. Minha pergunta é em relação ao nível de despesa operacional, se você acredita conseguir, ao longo dos próximos trimestres, capturar no seu resultado operacional

Leia mais

Os sintomas como caminho para a transformação e o crescimento

Os sintomas como caminho para a transformação e o crescimento 2 Os sintomas como caminho para a transformação e o crescimento 33 Na relação social é contar com uma presença humana positiva que seja capaz de ver a força e a beleza dessa presença e manifestação do

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação

Jairo Martins da Silva. FOTOs: divulgação Jairo Martins da Silva FOTOs: divulgação E N T R E V I S T A Disseminando qualidade e cultura Superintendente-geral da Fundação Nacional da Qualidade, Jairo Martins da Silva fala sobre o desafio da qualidade

Leia mais

Educação para os Media e Cidadania

Educação para os Media e Cidadania Educação para os Media e Cidadania Sara Pereira Instituto de Estudos da Criança Universidade do Minho Com este artigo procura-se reflectir sobre a educação para os media como uma forma e uma via de educar

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 24 Discurso na solenidade de entrega

Leia mais

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã Com certeza, esse final de século XX e começo de século XXI mudarão nossas vidas mais do que elas mudaram há 30-40 anos atrás. É muito difícil avaliar como será essa mudança, mas é certo que ela virá e

Leia mais

RELATÓRIO FINAL ALFABETIZAÇÃO 2010

RELATÓRIO FINAL ALFABETIZAÇÃO 2010 RELATÓRIO FINAL ALFABETIZAÇÃO 2010 Débora Rana Introdução Participar da seleção do Prêmio Victor Civita, pela segunda vez, é uma experiência bastante interessante, pois permite estabelecer relações entre

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s

1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s 1 A s L e i s d o U n i v e r s o R i c a r d o S a n t o s As Leis do Universo e Seus Princípios Ninguém esta destinado a viver uma vida infeliz consumida em medo em preocupação, sofrendo com doenças

Leia mais

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa

O PASTOR AMOROSO. Alberto Caeiro. Fernando Pessoa O PASTOR AMOROSO Alberto Caeiro Fernando Pessoa Este texto foi digitado por Eduardo Lopes de Oliveira e Silva, no Rio de Janeiro, em maio de 2006. Manteve-se a ortografia vigente em Portugal. 2 SUMÁRIO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências Médicas Departamento de Saúde Coletiva Residência Multiprofissional em Saúde Mental e Coletiva Relatório Referente à experiência de Estágio Eletivo

Leia mais

ED WILSON ARAÚJO, THAÍSA BUENO, MARCO ANTÔNIO GEHLEN e LUCAS SANTIGO ARRAES REINO

ED WILSON ARAÚJO, THAÍSA BUENO, MARCO ANTÔNIO GEHLEN e LUCAS SANTIGO ARRAES REINO Entrevista Cláudia Peixoto de Moura Nós da Comunicação tendemos a trabalhar com métodos qualitativos, porque, acredito, muitos pesquisadores desconhecem os procedimentos metodológicos quantitativos ED

Leia mais

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você.

13 SE VOCÊ CRÊ. Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. 13 SE VOCÊ CRÊ Venho para tentar despertar em você a compreensão de que todos os seus problemas, angústias e limitações já estão dentro de você. Isto é assim porque os seus pensamentos surgem de suas características

Leia mais

Um jogo de preencher casas

Um jogo de preencher casas Um jogo de preencher casas 12 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: resolver um jogo com a ajuda de problemas de divisibilidade. Descrevemos nestas notas um jogo que estudamos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 97 Discurso no banquete oferece/do

Leia mais

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Português A2 Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Direção de Serviços de Língua e Cultura Composição Gráfica: Centro Virtual Camões

Leia mais

Uma globalização consciente

Uma globalização consciente Uma globalização consciente O apelo a uma globalização mais ética tornou se uma necessidade. Actores da globalização como as escolas, devem inspirar por estes valores às responsabilidades que lhes são

Leia mais

Motivação. Robert B. Dilts

Motivação. Robert B. Dilts Motivação Robert B. Dilts A motivação é geralmente definida como a "força, estímulo ou influência" que move uma pessoa ou organismo para agir ou reagir. De acordo com o dicionário Webster, motivação é

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA PARA A FORMAÇÃO DO CIDADÃO

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA PARA A FORMAÇÃO DO CIDADÃO A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA PARA A FORMAÇÃO DO CIDADÃO MENDES, C. A, IFMG - Campus Ouro Preto, c.arcanjomendes@gmail.com; CÂNDIDO, T. F, IFMG - Campus Ouro Preto, thiagoferreira750@yahoo.com.br; SILVA, C.

Leia mais

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR *

I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * PSICODRAMA DA ÉTICA Local no. 107 - Adm. Regional do Ipiranga Diretora: Débora Oliveira Diogo Público: Servidor Coordenadora: Marisa Greeb São Paulo 21/03/2001 I - RELATÓRIO DO PROCESSADOR * Local...:

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

DEBATE SOBRE O PLANO E O ORÇAMENTO PARA 2015

DEBATE SOBRE O PLANO E O ORÇAMENTO PARA 2015 DEBATE SOBRE O PLANO E O ORÇAMENTO PARA 2015 Marta Couto Horta, 27 de novembro de 2014 Exma. Sr.ª Presidente da Assembleia Legislativa Sr.ªs e Srs. Deputados Sr. Presidente do Governo Srs. Membros do Governo

Leia mais

CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA.

CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA. 9 CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA. Adriana A. Silva Éderson O. Passos INTRODUÇÃO Vergnaud (1982) propôs, em sua Teoria dos Campos Conceituais, que o

Leia mais

Área - Relações Interpessoais

Área - Relações Interpessoais Área - Relações Interpessoais Eu e os Outros ACTIVIDADE 1 Dar e Receber um Não. Dar e Receber um Sim. Tempo Previsível 60 a 90 m COMO FAZER? 1. Propor ao grupo a realização de situações de role play, em

Leia mais

O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil.

O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil. O espetáculo do consumo: a relação entre crianças e mídia na educação infantil. Universidade Federal de Santa Catarina julianacmuller@hotmail.com Ficamos sabendo pelo narrador que as novas aventuras fizeram

Leia mais

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição depois do nascimento). Engordei e emagreci 110 quilos em meus 50 anos e passei 30 anos fazendo dietas. Mas não fiz mais dieta desde que meu filho se afastou, 11 anos atrás.

Leia mais

Cristina Fernandes. Manual. de Protocolo. Empresarial

Cristina Fernandes. Manual. de Protocolo. Empresarial Cristina Fernandes Manual de Protocolo Empresarial Lisboa Universidade Católica Editora 2014 Índice Prefácio de Catarina Zagalo 13 Parte I O enquadramento do protocolo 1 O protocolo 16 1.1. Definição de

Leia mais

248 249 250 251 252 253 Anexo B Textos dos alunos sobre a relação mídia sociedade 254 255 A importância da mídia para sociedade Por Aline da Silva Santos Antigamente, não tinha muitos meios de comunicação.

Leia mais

Markes Roberto Vaccaro

Markes Roberto Vaccaro Markes Roberto Vaccaro Sumário 1 - CONHECER OS SEGREDOS DO MARKETING DIGITAL... 3 2 CRIAR UM BLOG DE NICHO... 4 3 - COMEÇANDO A ESTRATÉGIA DE MARKETING... 4 4 - PRODUTOS DIGITAIS... 5 5 OPTIMIZAÇÃO DE

Leia mais

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 54 CAPA www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 CAPA 55 ENTREVISTA COM PAULO VARELA, PRESDIDENTE DA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA PORTUGAL ANGOLA O ANGOLA DEVE APOSTAR NO CAPITAL HUMANO PARA DIVERSIFICAR

Leia mais

"Brasil é um tipo de país menos centrado nos EUA"

Brasil é um tipo de país menos centrado nos EUA "Brasil é um tipo de país menos centrado nos EUA" Neill Lochery, pesquisador britânico, no seu livro Brasil: os Frutos da Guerra mostrou os resultados da sua investigação histórica de um dos períodos mais

Leia mais

Imagens de professores e alunos. Andréa Becker Narvaes

Imagens de professores e alunos. Andréa Becker Narvaes Imagens de professores e alunos Andréa Becker Narvaes Inicio este texto sem certeza de poder concluí-lo de imediato e no intuito de, ao apresentá-lo no evento, poder ouvir coisas que contribuam para continuidade

Leia mais

Entrevistado por Maria Augusta Silva. Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração.

Entrevistado por Maria Augusta Silva. Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração. ANDRÉ LETRIA Entrevistado por Maria Augusta Silva Entrevista realizada na ocasião em que recebeu o Prémio Nacional de Ilustração. Um traço sinónimo de qualidade. Desenho e cor para a infância. Aos 26 anos

Leia mais

Como será o futuro? 9º a n o do. Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio

Como será o futuro? 9º a n o do. Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio de educação ambie s e d a ntal id Ativ Como será o futuro? 9º a n o do tal n e Ensino Fundam Autora: Alessandra M. Cavichia Atanazio Tema: Problemas ambientais. Ano indicado: 9º do Ensino Fundamental.

Leia mais

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida

1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida 1.000 Receitas e Dicas Para Facilitar a Sua Vida O Que Determina o Sucesso de Uma Dieta? Você vê o bolo acima e pensa: Nunca poderei comer um doce se estiver de dieta. Esse é o principal fator que levam

Leia mais

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos

25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos 25 de Abril de 2015 Comemoração dos 41 anos da Revolução dos Cravos Intervenção da Deputada Municipal do PSD Célia Sousa Martins Senhora Presidente da Assembleia Municipal, Senhor Presidente da Câmara

Leia mais

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br Guia Prático para Encontrar o Seu Propósito de Vida www.vidadvisor.com.br "Onde os seus talentos e as necessidades do mundo se cruzam: aí está a sua vocação". Aristóteles Orientações Este é um documento

Leia mais

INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: O BINÔMIO COMPUTADOR E EDUCAÇÃO

INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: O BINÔMIO COMPUTADOR E EDUCAÇÃO INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: O BINÔMIO COMPUTADOR E EDUCAÇÃO por Wesley José Silva Setembro, 2004 A informática hoje vem sendo uma das soluções a ser implantada na didática de ensino aprendizagem, tendo como

Leia mais

Piaget diz que os seres humanos passam por uma série de mudanças previsíveis e ordenadas; Ou seja, geralmente todos os indivíduos vivenciam todos os

Piaget diz que os seres humanos passam por uma série de mudanças previsíveis e ordenadas; Ou seja, geralmente todos os indivíduos vivenciam todos os Teoria cognitivista Piaget utilizou os princípios conhecidos como o conceito da adaptação biológica para desenvolver esta teoria; Ela diz que o desenvolvimento da inteligência dos indivíduos acontece à

Leia mais