PARCEIROS LOCAIS DA COTRI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARCEIROS LOCAIS DA COTRI"

Transcrição

1 PARCEIROS LOCAIS DA COTRI PLAN IT AZ Amplify Me Australia AMSTAR Mexico Binti Safaris Kenya Capela Training England and Wales CEATM Slovenia, Croatia, Bosnia, Serbia, Montenegro, Kosovo, Macedonia China Ready Consulting Belgium, the Netherlands, Luxembourg Digital Innovation Asia Thailand, Laos, Cambodia, Vietnam, Myanmar HoteliTour France, Tunisia, Morocco Jin Journeys Peru Marlin Productions Mauritius PLAN IT AZ, LLC. United States of America Riordan s Travel Republic of Ireland, Northern Ireland Rossetto Solutions Italy, San Marino, Vatican Strathearn Green Scotland ToolBox Finland, Baltic States, European part of Russia Vation Ltd. New Zealand Edeluc Portugal, Angola, Mozambique, Cape Verde Membros de: Em parceria com:

2 Novos Turistas Chineses Em 2013, a China teve destaque no turismo mundial e tornou-se o país com maior número de turistas no estrangeiro, ultrapassando a Alemanha e os Estados Unidos da América, quer relativamente a viagens como duração das estadias. Mas não é apenas o número de turistas Chineses que está a aumentar; a crescente importância das viagens auto-organizadas está a proporcionar aos produtos de nicho e aos destinos menos conhecidos a oportunidade de atrair visitantes chineses mais ricos e sofisticados. Os Novos Turistas Chineses são um tipo de turistas que viaja, maioritariamente, para o estrangeiro e que se estão a expandir e a crescer rapidamente. Estes turistas estão dispostos a gastar mais se obtiverem serviços de qualidade e que transmitam confiança, obedecendo às especificidades dos costumes, valores e exigências Chinesas. Portanto, tornase cada vez mais importante, para todos os tipos de entidades ligadas ao turismo internacional, a melhoria e adaptação dos produtos e serviços oferecidos ao cliente Chinês, melhorando a imagem da empresa, instituição ou destino como uma que, utilizando a designação em inglês, é Welcoming Chinese, e assim aumentando a sua visibilidade no mercado do turismo Chinês. Como o podem ajudar os Chinese Tourists Welcoming - Serviços de Qualidade? A nível individual: O Programa de Formação Chinese Tourists Welcoming Está preparado para os turistas internacionais Chineses? oferece um profundo conhecimento sobre o turismo Chinês para o estrangeiro, premiando os participantes bem sucedidos nesta formação com o estatuto e certificado de Chinese Tourists Welcoming Quality Host. A nível empresarial ou institucional: O Chinese Tourists Welcoming Quality Label comunica e partilha no mercado Chinês que o seu negócio adaptou os seus serviços e oferta, aumentando assim a visibilidade e reconhecimento junto dos operadores turísticos, agências de viagens e turistas Chineses. Atrair Turistas Chineses Adaptar a Oferta Aumentar o Reconhecimento Ganhar visibilidade A nível de destinos: O Chinese Tourists Welcoming Destination Label coloca um destino ou região no mapa como um local de acolhimento para visitantes chineses. Os membros da Rede: Chinese Tourists Welcoming Destination network recebem atenção e reconhecimento crescentes e mais visitantes provenientes da China.

3 Os seus benefícios Os serviços da COTRI oferecem: Diferenciação Chinese Tourists Welcoming Trainings and Quality Labels Formações e Certificados de Qualidade Os Novos Turistas Chineses criam uma oportunidade para oferecer serviços especializados e produtos de nicho numa grande variedade de destinos. Pessoas, empresas, instituições e destinos têm de aprender como recebê-los e mostrar ao mercado Chinês a sua preparação e prontidão. A COTRI desenvolveu ferramentas para aumentar o conhecimento e a habilidade de as empresas se adaptarem, através de formações específicas, e para ganharem visibilidade através dos certificados obtidas, sob a rubrica de Chinese Tourists Welcoming (CTW). Estes são: Através do conhecimento e experiência no turismo Chinês no estrangeiro e com as ferramentas específicas de marketing para abordar determinados grupos-alvo de consumidores chineses Será entregue um certificado, reconhecido pelas autoridades oficiais Chinesas, e que poderá ainda ser exposto no seu estabelecimento. Visibilidade e Reconhecimento da marca Comunicando a capacidade adquirida e a prontidão para receber clientes Chineses, através da utilização dos certificados CTW Beneficiando das ferramentas de promoção da COTRI, como o website em língua chinesa e dos canais de social media na China Conhecimento Acesso permanente e actualizado a relevantes informações e dados qualitativos e quantitativos sobre o turismo chinês no estrangeiro CTW Quality Host O Programa de Formação CTW fornece, individualmente, uma profunda visão sobre o desenvolvimento, expectativas e necessidades dos turistas Chineses no estrangeiro. O programa de formação CTW é realizado pela COTRI, e pode ser online ou presencial. Os participantes que sejam bem sucedidos durante a formação adquirem o estatuto de Chinese Tourists Welcoming Quality Host. CTW Quality Label O CTW Quality Label permite que as empresas de qualquer dimensão façam uma introspecção, através da Auto-Análise dos seus produtos e serviços actuais e sobre a sua adequação para os turistas Chineses. Com o apoio da COTRI far-se-á, subsequentemente, o desenvolvimento de um Plano de Acção em 8 pontos para uma melhoria dos mesmos. Este certificado assegura maior aceitação e credibilidade no mercado Chinês. CTW Destination Label O CTW Destination Label oferece a cidades ou regiões a oportunidade de se posicionarem como Chinese Tourists Welcoming, através da participação na Rede Chinese Tourists Welcoming de Destinos, que está representado em feiras Chinesas, trocando experiências de boas práticas e aumentando a sua visibilidade para os operadores turísticos e agências de viagens na China.

4 Programa de Formação Chinese Tourists Welcoming Está Preparado para os Turistas Chineses? O programa de formação Chinese Tourists Welcoming Está preparado para os Turistas Chineses? é regularmente actualizado e tem sido leccionado pela COTRI desde 2009 e com elevada taxa de sucesso. Concede aos participantes dos sectores de viagens, turismo, hotelaria, retalho e restauração os conhecimentos necessários sobre a forma de atendimento dos visitantes Chineses, de acordo com as suas expectativas, preferências e necessidades. Os participantes bem sucedidos recebem o estatuto e certificado de Chinese Tourists Welcoming Quality Host. TORNE-SE NUM ESPECIALISTA EM TURISMO CHINÊS Programa de Formação Chinese Welcoming Tourists Está Preparado para os Turistas Internacionais Chineses? Formação Online Instituto do Turismo Chinês no Estrangeiro Formação em 6 módulos, cada um consiste em: - Pack de Estudo - Transferência da Teoria para a Prática - Guias de Revisão - Testes de Auto-Avaliação Teste de Avaliação Formação Presencial Workshop organizado pelo parceiro local da COTRI em diferentes localizações em todo o mundo 2 dias de Workshop: Formação em 6 módulos, cada um consiste em: - Apresentações da COTRI pelo Formador - Actividades em grupo - Debates e trocas de ideias Teste de Avaliação Certificado Chinese Tourists Welcoming Quality Host A formação é dada pela COTRI, permitindo aos participantes de qualquer parte do mundo a completar este curso sobre como melhor compreender, atrair e tratar os viajantes Chineses. Inclui também uma visão global sobre a actual situação do turismo Chinês no estrangeiro, perspectivas sobre os motivos e consequências da motivação, comportamento e expectativas dos turistas Chineses, um guia sobre a melhor forma de adaptação e comercialização dos produtos e apresentação dos serviços ao mercado do turismo Chinês e ferramentas de comunicação que se adaptem ao gosto Chinês. Adicionalmente, para cada módulo é apresentado um filme de introdução, casos práticos, perguntas de introspecção e são ainda fornecidos textos de apoio adicionais. Os resultados positivos de um exame composto por questões de escolha múltipla e uma pequena dissertação levam à obtenção do certificado de Chinese Tourism Welcoming Quality Host (Anfitriões Qualificados no Acolhimento de Turistas Chineses). Os participantes com este certificado vão ter o seu nome, contactos e associação empresarial no site de língua Chinesa do qual a COTRI tem parceria, WelcomingChineseTourists.cn, e que tem também o apoio dos social media nas actividades de marketing na China. O CTW Quality Host tem agora qualificações para liderar o processo para a empresa/organização em que está inserido adquirir o Chinese Tourism Welcoming Quality Label (Certificado de Qualidade no Acolhimento de Turistas Chineses).

5 Chinese Tourists Welcoming Quality Label O primeiro certificado a nível mundial dedicado à melhoria dos serviços para os Turistas Chineses no estrangeiro. Identifica a sua empresa ou organização, independentemente do tamanho, como fornecedora de serviços de alta qualidade para visitantes Chineses. Ajuda a ganhar visibilidade através dos sites de língua Chinesa com os quais a COTRI tem parceria, WelcomingChineseTourists.cn, e ainda pelos canais de social media Chineses, comunicação e serviços de relações públicas da COTRI. PROVE QUE A SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA PARA CLIENTES CHINESES - PASSO 1 Programa de Formação Chinese Tourstist Welcoming Programme - Está preparado para os Turistas Internacionais Chineses? realizado por, pelo menos, um membro da empresa (depende da dimensão) Formação Online Instituto do Turismo Chinês no Estrangeiro Chinese Welcoming Tourists Quality Host Formação Presencial Workshop organizado pelo parceiro local da COTRI em diferentes localizações em todo o mundo PASSO 2 Inquéritos para o Certificado de Qualidade devidamente preenchidos pela empresa ou instituição Auto-Análise e Plano de Acção em 8 Pontos Análise pela equipa de especialistas da COTRI Satisfatório Insatisfatório - Feedback & sugestões para melhoria - Submeter novamente no prazo de 30 dias Chinese Welcoming Tourists Quality Label As empresas ou instituições interessadas em obter CTW Quality Label são submetidos a um conjunto de inquéritos, nos quais fornecem informações detalhadas da sua Auto-Análise e o Plano de Acção em 8 pontos para o mercado Chinês. Os inquéritos aplicados vão ser submetidos a uma cuidadosa e rigorosa avaliação pelos especialistas da COTRI do Turismo Chinês no estrangeiro e, se necessário, será dada posteriormente uma resposta com sugestões de melhoria. As empresas e instituições que forem bem sucedidas serão premiadas com os Certificados Chinese Tourists Welcoming Quality. Os seus benefícios Diferenciação O Chinese Tourists Welcoming Quality Label tem a duração de dois anos para todo o marketing e comunicação Serão emitidos Certificados físicos e electrónicos pela COTRI. Visibilidade e Reconhecimento da Marca Página completa do perfil (inclui tradução gratuita) no site de língua Chinesa da COTRI, WelcomingChineseTourists.cn Promoção e divulgação adicionais nos canais de social media Chineses, comunicação e serviços de relações públicas da COTRI. Conhecimento Dois anos acesso gratuito à biblioteca onlinechinatourismfacts.com Este certificado pode ser renovado através de uma apresentação actualizada da Auto-Análise e do Plano de Acção em 8 pontos.

6 Chinese Tourists Welcoming Destination Label Um novo serviço de avaliação de qualidade, desenvolvido pela COTRI, para apoiar os destinos ou regiões e os seus parceiros de serviços de turismo a lidarem com os visitantes Chineses. Integra participantes do programa de formação para Quality Host (Anfitriões de Qualidade), do sector privado, e do Quality Label (Certificado de Qualidade) juntamente com o trabalho do departamento de marketing do destino em questão. Destination Marketing Organisations (DMO) (Organizações de Marketing do Destino) desses destinos ou regiões vão fazer parte da Rede CTW de Destinos (rede de destinos de acolhimento de turistas Chineses) para assinalar o seu compromisso para com os turistas da China em todo o destino. COLOQUE A SUA CIDADE/REGIÃO NO MAPA DOS VIAJANTES CHINESES Requerimento enviado por Destination Management Organization (DMO) Organizações de Marketing do Destino Compromisso na aquisição das qualificações necessárias até ao final do primeiro ano Por 10,000 camas de hotel ou Por 10,000 camas de hotel 10 CTW Quality Hosts 1 CTW Quality Label Chinese Tourists Welcoming Destination Label Os seus benefícios Diferenciação O Chinese Tourists Welcoming Destination Label tem a duração de 1 ano para todo o marketing e comunicação Serão emitidos Certificados físicos e electrónicos pela COTRI Membro na CTW Destination Network (rede CTW de Destinos). Visibilidade e Reconhecimento da Marca Membro na rede CTW de Destinos Chinese Tourists Welcoming Destination Network Para se tornar membro da Rede CTW de Destinos (CTW Destination Network), uma empresa ou instituição tem de se comprometer que, por cada camas de hotel, irá adquirir um CTW Quality Label ou 10 CTW Quality Host, antes do final do primeiro ano como membro desta rede. Nos anos seguintes, por cada renovação anual deste certificaso, o destino ou região tem de se comprometer a adquirir, pelo menos, mais um CTW Quality Label ou outros 10 CTW Quality Host. Página completa do perfil (inclui tradução gratuita) no site de língua Chinesa da COTRI, WelcomingChineseTourists.cn Promoção e divulgação adicionais nos canais de social media Chineses, comunicação e serviços de relações públicas da COTRI. Representação gratuita dos membros da CTW Destination Network em três feiras de turismo na China por ano. Participação de dois representantes na conferência anual da CTW Destination Network. Conhecimento Acesso gratuito à biblioteca online ChinaTourismFacts.com (no valor de 270 Euros).

7 COTRI China Outbound Tourism Research Institute é líder mundial. A COTRI é um instituto de pesquisa independente que fornece informação, formação, avaliação de qualidade, pesquisa e consultoria do mercado do turismo Chinês no estrangeiro. A COTRI é uma instituição privada independente registada na Alemanha. Para além da sede em Heide (Alemanha), existem outras três filiais na China (Pequim, Xangai e Cantão) e ainda parceiros (COTRI Country Partners) distribuídos em 27 países. A COTRI foi fundada em 2004, pelo Professor Dr. Wolfgang Georg Arlt, o seu actual director, perito em sinologia e no turismo e um investigador com mais de 30 anos de trabalho e experiência académica no turismo Chinês. Com os vastos conhecimentos científicos, culturais e industriais, a COTRI coopera com a maior parte das instituições e empresas, públicas e privadas, líderes no sector do Turismo na China e em todo o mundo. A COTRI é a pioneira do prestigioso Chinese Tourism Welcoming Award (prémio de Acolhimento de Turistas Chineses), apresentado desde 2004 a empresas e instituições como forma de reconhecimento da excepcional prática em lidar com turistas Chineses no estrangeiro. A COTRI atribuiu à EDELUC, já em 2009, o prémio de reconhecimento, CTW Award, pelo trabalho desenvolvido do turismo Chinês no estrangeiro, nomeadamente pela organização, em Novembro de 2008, dos Eventos de Promoção do Destino Portugal em Pequim e em Xangai. Desde 2014 que a EDELUC é a representante COTRI em Portugal. COTRI é membro da PATA Pacific Asia Travel Association e da ETOA European Tour Operator Association. COTRI apoia empresas e instituições por todo o mundo para negócios de sucesso e clientes Chineses satisfeitos.

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa Turismo de Portugal, IP Agenda do Evento Apoio O COTRI

Leia mais

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa Turismo de Portugal, IP Agenda do Evento Apoio O COTRI

Leia mais

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional

Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação. Informação Adicional Açores no Mercado do Turismo Chinês Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Fundação Jardim José do Canto Agenda do Evento Apoio OCOTRI é um instituto de pesquisa independente

Leia mais

EDUCAÇÃO. Base para o desenvolvimento

EDUCAÇÃO. Base para o desenvolvimento EDUCAÇÃO Base para o desenvolvimento 1 Por que investir em educação? 2 Por que investir em educação? 1. Acesso à cidadania. 2. Aumento da renda pessoal (prêmio salarial): 10% por um ano a mais de escolaridade.

Leia mais

DESPESA EM I&D E Nº DE INVESTIGADORES EM 2007 EM PORTUGAL

DESPESA EM I&D E Nº DE INVESTIGADORES EM 2007 EM PORTUGAL DESPESA EM I&D E Nº DE INVESTIGADORES EM 2007 EM PORTUGAL Súmula dos dados provisórios do Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional, IPCTN, 2007 I DESPESA 1. Despesa em I&D nacional total

Leia mais

Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006

Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006 Curso e Learning Sistema de Gestão de Segurança da Informação Interpretação da norma NBR ISO/IEC 2700:2006 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

EDUCAÇÃO. Base do Desenvolvimento Sustentável

EDUCAÇÃO. Base do Desenvolvimento Sustentável EDUCAÇÃO Base do Desenvolvimento Sustentável 1 Por que investir em educação? 2 Por que investir em educação? 1. Acesso à cidadania. 2. Aumento da renda pessoal (prêmio salarial): 10% por um ano a mais

Leia mais

TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia

TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia istockphoto Conteúdo Caro leitor, Sobre o projecto... 2 Criando uma base de conhecimento para as regiões de convergência da Europa...

Leia mais

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique Consolidar o Futuro Abreu Advogados Ferreira Rocha & Associados 2012 PORTUGAL

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE AGÊNCIAS DE VIAGENS E TRANSPORTES PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Agências de Viagens e Transportes Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE

Leia mais

Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA

Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA BTN - Bienal de Turismo de Natureza 2014 Aljezur, 27 e 28 de setembro de 2014 http://btn2014.talkb2b.net INTRODUÇÃO A Enterprise Europe

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Certificação de Sistemas de Gestão ACIF_SGS Funchal, 4 de Junho de 2008 Sumário 1. Certificação de Sistemas de Gestão Qualidade (ISO 9001:2000); 2. Certificação de Sistemas de Gestão Ambiental (ISO 14001:2004);

Leia mais

http://www.amoportugal.org/

http://www.amoportugal.org/ OBJETIVOS A promoção de eventos de âmbito nacional com recurso à mobilização de Voluntários e ao envolvimento de parcerias públicas e privadas gratuitas. O desenvolvimento da cooperação e da solidariedade

Leia mais

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME

NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME NewVision Enquadramento do projecto de Qualificação e Internacionalização de PME 15.06.2010 Institucional \ Breve Introdução A NEWVISION é uma empresa Portuguesa de base tecnológica, que tem como objectivo

Leia mais

A evolução no setor da hotelaria e turismo. Qual é o espaço para os websites dos hotéis

A evolução no setor da hotelaria e turismo. Qual é o espaço para os websites dos hotéis ÍNDICE Introdução A evolução no setor da hotelaria e turismo Qual é o espaço para os websites dos hotéis Como garantir que o consumidor irá visitar o website de um hotel As vantages que um bom website

Leia mais

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Manila, 18 a 22 de Março de 2013 1 Enquadramento: No âmbito do Acordo de Parceiros celebrado entre a AICEP e o GPEARI (Ministério

Leia mais

Mónica Montenegro António Jorge Costa

Mónica Montenegro António Jorge Costa Mónica Montenegro António Jorge Costa INTRODUÇÃO... 4 REFERÊNCIAS... 5 1. ENQUADRAMENTO... 8 1.1 O sector do comércio em Portugal... 8 2. QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E MELHORES PRÁTICAS NO COMÉRCIO... 15

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Q: Preciso contratar um numero de empregados para solicitar o visto E2? R: Não, o Visto E2 não requer um numero de empregados como o Visto Eb5.

Q: Preciso contratar um numero de empregados para solicitar o visto E2? R: Não, o Visto E2 não requer um numero de empregados como o Visto Eb5. RE: Visto E1 O E2 Visto E1 O E2 Q :Preciso contratar um advogado para solicitar o Visto E2? R: Sim, o visto E2 requer o conhecimento especializado da legislacao migratória e a experiência de um advogado

Leia mais

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One

SAP Customer Success Story Turismo Hotel Urbano. Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Hotel Urbano automatiza controle financeiro e internaliza contabilidade com SAP Business One Geral Executiva Nome da Hotel Urbano Indústria Turismo Produtos e Serviços Comercialização online de pacotes

Leia mais

A Missão da CCILC. Desenvolvimento de redes de contactos de negócio entre Portugal, a China, a Europa e os Países de Língua Portuguesa

A Missão da CCILC. Desenvolvimento de redes de contactos de negócio entre Portugal, a China, a Europa e os Países de Língua Portuguesa A CCILC Criada em 1978, foi a primeira instituição que, de um modo sistemático, auxiliou ao desenvolvimento do relacionamento económico e comercial entre Portugal e a China. Conta com associados e parceiros

Leia mais

Indíce. Gráfico XII: Comparação da situação das sub-acções com o período homólogo de 2008

Indíce. Gráfico XII: Comparação da situação das sub-acções com o período homólogo de 2008 Indíce 1. Característica básica...1 Gráfico I: Distribuição em sexo Gráfico II: Distribuição em cidadãos e turistas Gráfico III: Distribuição em idade Gráfico IV: Distribuição dos turistas 2. Resultado

Leia mais

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à 1. Amostra 2. Caracterização das viagens profissionais 3. Política de viagens

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

Plano Estratégico Nacional do Turismo. Desafios do Turismo Sustentável do PATES

Plano Estratégico Nacional do Turismo. Desafios do Turismo Sustentável do PATES Ferramentas para a Sustentabilidade do Turismo Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural Castro Verde, 7 Março 2012 Teresa Bártolo 2012 Sustentare Todos os direitos reservados www.sustentare.pt 2 Turismo

Leia mais

Empreender em Portugal: Rumo a um Empreendedorismo Sustentado

Empreender em Portugal: Rumo a um Empreendedorismo Sustentado Empreender em Portugal: Rumo a um Empreendedorismo Sustentado Patrícia Jardim da Palma Professora Universitária no ISCSP Coordenadora do Hélios Directora do INTEC ppalma@iscsp.utl.pt Agenda O empreendedorismo

Leia mais

Bem-vindos à Conferência de Imprensa da EMO. Dr. Wolfram von Fritsch Presidente do Conselho de Administração. 24 de Maio de 2011 no Porto.

Bem-vindos à Conferência de Imprensa da EMO. Dr. Wolfram von Fritsch Presidente do Conselho de Administração. 24 de Maio de 2011 no Porto. Bem-vindos à Conferência de Imprensa da EMO Dr. Wolfram von Fritsch Presidente do Conselho de Administração 24 de Maio de 2011 no Porto Seite 1 Feiras no mix dos meios de comunicação Global Fairs Global

Leia mais

Passar do Porquê para o Como : Recomendando Estratégias para permitir Negócios Inclusivos em Moçambique (e Zimbábwè)

Passar do Porquê para o Como : Recomendando Estratégias para permitir Negócios Inclusivos em Moçambique (e Zimbábwè) Passar do Porquê para o Como : Recomendando Estratégias para permitir Negócios Inclusivos em Moçambique (e Zimbábwè) SNV Moçambiquee SNV Zimbábwè, Maputo, 27 de Outubrode 2011 Albania Bangladesh Benin

Leia mais

Agenda. O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta

Agenda. O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta Agenda O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta O Diagnóstico Turismo marítimo e costeiro Náutica de Recreio 60 Turismo Maritimo e Costeiro 123 Nautica

Leia mais

Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos.

Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Marketing e Comunicação para Bibliotecas Atendendo ao crescente

Leia mais

Estrutura da Apresentação

Estrutura da Apresentação The importance of Information and Communication Technologies for the development of Portuguese Wine Routes 21st 23rd JUNE OPORTO Estrutura da Apresentação 2. Tecnologias de Informação e Comunicação no

Leia mais

CHINA Apresentação de Casos de Sucesso

CHINA Apresentação de Casos de Sucesso CHINA Apresentação de Casos de Sucesso Parceiro e membro da IMCN: KK Yeung Management MERCAL CONSULTING GROUP A Member of IMCN- International Management Consultancies Network ÍNDICE DA APRESENTAÇÃO 1.

Leia mais

Universidade Nova de Lisboa Ano Lectivo 2006/2007. João Amador Seminário de Economia Europeia. Economia Portuguesa e Europeia. Exame de 1 a época

Universidade Nova de Lisboa Ano Lectivo 2006/2007. João Amador Seminário de Economia Europeia. Economia Portuguesa e Europeia. Exame de 1 a época Universidade Nova de Lisboa Ano Lectivo 2006/2007 FaculdadedeEconomia João Salgueiro João Amador Seminário de Economia Europeia Economia Portuguesa e Europeia Exame de 1 a época 5 de Janeiro de 2007 Atenção:

Leia mais

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL 21º Congresso Quantificar o Futuro Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL Programa Data Hora Actividade 23/Nov. 11:30 Inauguração Oficial Innovation Lounge Visita efectuada ao Venture Lounge por Sua

Leia mais

RESUMO DAS PRINCIPAIS QUESTÕES PARA

RESUMO DAS PRINCIPAIS QUESTÕES PARA A implementação de políticas de apoio a crianças e jovens pertencentes a minorias étnicas que têm o inglês como língua adicional (incluindo a avaliação do impacto de igualdade) Ministério da Educação Janeiro

Leia mais

Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas

Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO SEMINÁRIO QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Um sistema de observação de qualidade: as TIC nas empresas Nuno Rodrigues Observatório da Sociedade

Leia mais

O turismo de negócios

O turismo de negócios A metodologia Delphi aplicada à Investigação do Turismo de Negócios na Região Centro de Portugal Jorge Humberto Soares Marques jorgemarques_18@hotmail.com O turismo de negócios Perspectivas e definições

Leia mais

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas)

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Capítulo I // Disposições Gerais As presentes normas têm como finalidade estabelecer as regras a que devem obedecer a admissão de novos associados da

Leia mais

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004)

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) por António Jorge Costa, Presidente do Instituto de Planeamento

Leia mais

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros.

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros. .1 Spicaros é o resultado de 30 anos de trabalho de uma equipa global, constituída por profissionais altamente qualificados em distintos sectores de negócio. Aliando uma quantidade ímpar de conhecimentos,

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

PANORAMA DO MERCADO Asiático

PANORAMA DO MERCADO Asiático Boletim PANORAMA DO MERCADO Asiático Edição nº 1 Julho/2015 Coordenação Geral de Mercados Americanos/Asiático - CGMA Diretoria de Mercados Internacionais - DMINT Apresentação A série Boletim Panorama dos

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

COMÉRCIO ELECTRÓNICO INTERNACIONAL

COMÉRCIO ELECTRÓNICO INTERNACIONAL COMÉRCIO ELECTRÓNICO INTERNACIONAL Alexandre Nilo Fonseca Presidente - ACEPI Associação da Economia Digital Conferência AIMinho Marketing Internacional Dezembro 2014 ACEPI: Áreas de Actuação NOVA ÁREA

Leia mais

Associação KNX Portugal

Associação KNX Portugal Associação KNX Portugal Organização KNX e rede de parceiros KNX Association International Page No. 3 Associações Nacionais: Membros Membros KNX Nacionais: Fabricantes: Empresas fabricantes ou representantes

Leia mais

Paisagem Cultural. Jacumã/PB

Paisagem Cultural. Jacumã/PB Paisagem Cultural Jacumã/PB São Francisco do Sul/SC Museu do Mar São Francisco do Sul/SC ações/ action Ampliação dos Tombamentos e constituição de uma Rede de Proteção do Patrimônio Estudos em andamento

Leia mais

POR ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALENTEJO

POR ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALENTEJO POR ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL DA REGIÃO DO ALENTEJO ACÇÃO-TIPO: 2.3.1 ACÇÕES DE FORMAÇÃO NA ROTA DA QUALIFICAÇÃO VALORIZAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NO SECTOR AGRO-ALIMENTAR E TURÍSTICO CURSO N..ºº 11 TTÉCNI

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China 2ª Edição Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário, mas pode ser uma realidade para os que

Leia mais

www.finaccount.com Vales Simplificados Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação

www.finaccount.com Vales Simplificados Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação www.finaccount.com Vales Simplificados Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação Índice 1. Vale Empreendedorismo 3 2. Vale Inovação 5 3. Vale Internacionalização 8 2 1 VALE EMPREENDEDORISMO

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO

FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO FORMAÇÃO EM GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS NOS SECTORES HOTELEIRO E TURÍSTICO (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Março/Abril 2004) por António Jorge Costa, Presidente do Instituto de Planeamento

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

SciELO e o aperfeiçoamento da qualidade dos periódicos científicos brasileiros

SciELO e o aperfeiçoamento da qualidade dos periódicos científicos brasileiros SciELO e o aperfeiçoamento da qualidade dos periódicos científicos brasileiros Fabiana Montanari Lapido Projeto SciELO FAPESP, CNPq, BIREME, FapUNIFESP Informação Conhecimento científico pesquisa científica

Leia mais

MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural

MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural I Seminário sobre Turismo Rural e Natureza Diferenciar o Produto, Qualificar a Oferta, Internacionalizar o Sector MODELOS INTEGRADOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA OFERTA: a Central de Reservas Portugal Rural TÂNIA

Leia mais

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo www.pwc.pt Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo 16 Cláudia Coelho Diretora Sustainable Business Solutions da Turismo é um setor estratégico para a economia e sociedade nacional o que se reflete

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro

Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro NEWS RELEASE Travelport adquire Hotelzon para liderar crescimento no segmento hoteleiro Langley, Reino Unido, 12 de junho de 2014: A Travelport, empresa líder no segmento de comércio de viagens, que oferece

Leia mais

A Internet nas nossas vidas

A Internet nas nossas vidas Economia Digital A Internet nas nossas vidas Nos últimos anos a internet revolucionou a forma como trabalhamos, comunicamos e até escolhemos produtos e serviços Economia Digital Consumidores e a Internet

Leia mais

CREBi Media Kit. Site CREBI Conforme relatórios de visitas emtidos em dezembro de 2008, temos os seguintes dados médios:

CREBi Media Kit. Site CREBI Conforme relatórios de visitas emtidos em dezembro de 2008, temos os seguintes dados médios: CREBi Media Kit Atualmente, somos a mais representativa mídia eletrônica do setor de jóias e afins e também já superamos em muito as maiores médias de outras categorias de mídia. O CREBi oferece três canais

Leia mais

Sobre este inquérito. Sobre a sua organização

Sobre este inquérito. Sobre a sua organização Sobre este inquérito Por toda a União Europeia, diferentes organizações proporcionam acesso e formação sobre Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), juntamente com outros serviços para grupos

Leia mais

Desafios Institucionais do Brasil: A Qualidade da Educação

Desafios Institucionais do Brasil: A Qualidade da Educação Desafios Institucionais do Brasil: A Qualidade da Educação André Portela Souza EESP/FGV Rio de Janeiro 13 de maio de 2011 Estrutura da Apresentação 1. Porque Educação? Educação e Crescimento 2. Educação

Leia mais

Health Management Future

Health Management Future 2012 Health Management Future COM O PATROCÍNIO DE O grupo BIAL tem como missão desenvolver, encontrar e fornecer novas soluções terapêuticas na área da Saúde. Fundado em 1924, ao longo dos anos BIAL conquistou

Leia mais

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Coimbra, 18 de Março de 2004 As métricas O Projecto TIM, globalmente,

Leia mais

Mercados informação de negócios

Mercados informação de negócios Mercados informação de negócios Grécia Oportunidades e Dificuldades do Mercado Março 2011 Índice 1. Oportunidades 3 1.1. Comércio 3 1.2. Investimento de Portugal na Grécia 3 1.3. Investimento da Grécia

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 0 9 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2009, desenvolverá as suas acções em três vertentes fundamentais: a Internacionalização através do

Leia mais

PROJETO DE PARECER. PT Unida na diversidade PT. Parlamento Europeu 2014/0094(COD) 24.6.2015. da Comissão dos Transportes e do Turismo

PROJETO DE PARECER. PT Unida na diversidade PT. Parlamento Europeu 2014/0094(COD) 24.6.2015. da Comissão dos Transportes e do Turismo Parlamento Europeu 2014-2019 Comissão dos Transportes e do Turismo 2014/0094(COD) 24.6.2015 PROJETO DE PARECER da Comissão dos Transportes e do Turismo dirigido à Comissão das Liberdades Cívicas, da Justiça

Leia mais

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro Relatório de atividades do IPAM- Aveiro 2013 2014 Índice INTRODUÇÃO... 4 1. Grau de cumprimento do plano estratégico e do plano anual e dos respetivos objetivos... 5 Enquadramento: plano e objetivos...

Leia mais

magazine business HOTELS & TRAVEL Distributions

magazine business HOTELS & TRAVEL Distributions magazine HOTELS & TRAVEL Distributions 2 magazine O QUE FAZEMOS WHAT WE DO Somos uma empresa jovem e dinâmica com larga experiência na componente comercial através da execução de funções de gestão, em

Leia mais

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz E F P D E G PALOP Eduardo Cruz Formedia edcruz@formedia.pt 312 Experiências de formação presencial e à distância de empresários e gestores nos PALOP Desde 2001, a Formedia Instituto Europeu de Formação

Leia mais

A excelência é o nosso objectivo. E o seu?

A excelência é o nosso objectivo. E o seu? A excelência é o nosso objectivo. E o seu? Quem somos A experiência ao serviço do seu negócio A actuar no mercado desde 1977, a Petrochem Produtos Químicos de Portugal especializou-se no fabrico de soluções

Leia mais

Declaração de Privacidade Online da Opinião do Cliente

Declaração de Privacidade Online da Opinião do Cliente Declaração de Privacidade Online da Opinião do Cliente 1. Declaração geral: A Ford Lusitana S.A. e a Ford Motor Company (doravante apenas Ford ) respeitam a sua privacidade e estão empenhadas em protegê-la.

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014

www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014 www.fiveleafsystem.com APRESENTAÇÃO DO PROJECTO 2013 2014 O QUE É O FIVE-LEAF SYSTEM O Five-Leaf System é um sistema dinâmico de avaliação da performance ecológica do sector turístico, que em cinco níveis

Leia mais

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004)

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) por Mónica Montenegro, Coordenadora da área de Recursos Humanos do MBA em Hotelaria e

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 3 O ano de 2013 ficará assinalado pela comemoração dos 30 anos da TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, ao serviço dos seus Associados e do Turismo.

Leia mais

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study APCER Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Sumário País Portugal Sector Serviços Perfil do Cliente

Leia mais

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco Revolução digital Neste curso serão abordadas as melhores práticas a adoptar, da estratégia à gestão de risco, perante os desafios dos diferentes meios digitais. Porquê participar neste curso? O impacto

Leia mais

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL CB RICHARD ELLIS PORTUGAL Apresentação da Empresa 2011 Índice Página 1. CB Richard Ellis 3 2. CB Richard Ellis no Mundo 4 3. CB Richard Ellis na Região EMEA 7 4. O Grupo CBRE Portugal 8 5. Prémios Internacionais

Leia mais

Campanha Multimédia de Promoção e Educação

Campanha Multimédia de Promoção e Educação Campanha Multimédia de Promoção e Educação O seguinte é uma campanha anual de promoção usando variedade de táticas para alcançar grandes grupos de dentistas através de técnicas sofisticadas de publicidade,

Leia mais

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA A Rota Vicentina (RV) é uma rota pedestre ao longo do Sw de Portugal que pretende afirmar esta região enquanto destino internacional de turismo de natureza,

Leia mais

A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos

A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos A Norma Brasileira e o Gerenciamento de Projetos Realidade Operacional e Gerencial do Poder Judiciário de Mato Grosso Na estrutura organizacional, existe a COPLAN que apoia administrativamente e oferece

Leia mais

Fonte: http://www.mckinsey.com

Fonte: http://www.mckinsey.com 30000000 70000000 Fonte: http://www.mckinsey.com 700000 1400000 Fonte: http://www.mckinsey.com 22000 43000 Fonte: http://www.mckinsey.com Fonte: http://www.mckinsey.com Disponível em: http://www.gs1.org/healthcare/mckinsey

Leia mais

Introdução. A Indústria e Ambiente é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental.

Introdução. A Indústria e Ambiente é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental. Introdução A Indústria e é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental. Qualidade, fiabilidade e actualidade dos conteúdos, são características que lhe conferem um lugar de destaque

Leia mais

Conteúdos. março2015 Newsletter http://www.ind-ecoefficiency.eu

Conteúdos. março2015 Newsletter http://www.ind-ecoefficiency.eu março2015 Newsletter http://www.ind-ecoefficiency.eu 6th Issue Caro leitor O projeto INDECO está em breve a chegar à sua conclusão bem-sucedida, termina em abril de 2015. Os parceiros do projeto estarão

Leia mais

Aumente o seu negócio e faça crescer o seu lucro com o Programa de Parceiros APC

Aumente o seu negócio e faça crescer o seu lucro com o Programa de Parceiros APC Aumente o seu negócio e faça crescer o seu lucro com o Programa de Parceiros APC Desenhado em função do seu negócio e concebido para ajudá-lo a ser competitivo num mercado em transformação De que necessita

Leia mais

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas GUIA DO VOLUNTÁRIO Sociedade Central de Cervejas ÍNDICE 1. A RESPONSABILIDADE SOCIAL NA SCC: O NOSSO COMPROMISSO... 3 2. O NOSSO COMPROMISSO COM O VOLUNTARIADO... 4 2.1 A ESTRUTURAÇÃO DO VOLUNTARIADO EMPRESARIAL...

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2012. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 1º Trimestre 2012. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

Gestão do Desempenho Forecasting. Tomada de decisão. Profissional. Professional. Previsão. A qualificação de negócios profissionais.

Gestão do Desempenho Forecasting. Tomada de decisão. Profissional. Professional. Previsão. A qualificação de negócios profissionais. Professional Profissional Tomada de decisão Gestão do Desempenho Forecasting Previsão A qualificação de negócios profissionais globais O CIMA é a escolha dos empregadores no recrutamento de líderes de

Leia mais

20000 Lead Implementer

20000 Lead Implementer ANSI Accredited Program BEHAVIOUR ISO Lead PARA IMPLEMENTAR E GERIR SISTEMAS DE GESTÃO DE SERVIÇOS (SGS) BASEADOS NA NORMA ISO Sobre o curso Este curso intensivo com duração de cinco dias, permite aos

Leia mais

2. O Comitê adotou o projeto de ordem do dia que figura no documento PC-58/09 Rev. 1.

2. O Comitê adotou o projeto de ordem do dia que figura no documento PC-58/09 Rev. 1. PC 60/10 24 março 2010 Original: inglês P Decisões e Resoluções adotadas pelo Comitê de Promoção em sua 17 a reunião 1. O Comitê de Promoção, presidido pelo Sr. Mick Wheeler, de Papua-Nova Guiné, reuniu-se

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Dossier de Imprensa. rumbo

Dossier de Imprensa. rumbo Dossier de Imprensa rumbo Janeiro 2012 Rumbo, líder em viagens online A empresa é participada em 50% pela Telefónica e pela Orizonia. Criada no ano 2000, e desde o seu inicio que a inovação tecnológica

Leia mais

20000 Lead Auditor. Certified. ANSI Accredited Program. Bringing value to you! FORMAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS

20000 Lead Auditor. Certified. ANSI Accredited Program. Bringing value to you! FORMAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS ANSI Accredited Program BEHAVIOUR ISO Lead Auditor AUDITAR SISTEMAS DE GESTÃO DA SERVIÇOS (SGS) BASEADOS NA NORMA ISO Sobre o curso Este curso intensivo com duração de cinco dias, permite aos participantes

Leia mais

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos 2012 1 2 Sobre a COSEC O que é o Seguro de Créditos

Leia mais