EDITORIAL. A criação do mercado único no sector segurador, direito português desde 1994, veio abrir um novo espaço à concorrência,

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITORIAL. A criação do mercado único no sector segurador, direito português desde 1994, veio abrir um novo espaço à concorrência,"

Transcrição

1 NÚMERO 9 NEWS OUTUBRO Generali Líder na Satisfação pelo Segundo Ano Consecutivo 3 Lançamento Seguro ITO 4 Campanha Seguro ITO Generali PME Actividades Industriais e Transformadoras 5 Lançamento Acidentes Pessoais Valor Fixo 6 Encontro Agentes Principais Generali 7 6ª Reunião Generali SIVA Workshop Saúde 8 Taxas de Rentabilidade UNIREV e PPR Campanha Telefónica de Acompanhamento 9 Formação de Corretores em Mogliano MDS Visita Sede da Generali Employee Benefits 10 Espaço Agente 11 Viagem Israel e Jordânia 16 Espaço Corretor 17 Regata Generali Primeira Reunião da Comissão de Acompanhamento 18 Patrocínio 24 Horas BTT Coruche Patrocínio Ducati e Moto GP 19 Torneio de Golfe Clube ISCTE Evento Embaixada de Itália 20 Generali Solidário Propriedade GENERALI - Companhia de Seguros Direcção e Redacção GENERALI - Companhia de Seguros Produção Gráfica Laranja Mecânica Publicidade Tiragem 1500 exemplares DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EDITORIAL Inovação e pioneirismo - factores importantes para uma justa e correcta gestão de sinistros A criação do mercado único no sector segurador, consagrado no direito português desde 1994, veio abrir um novo espaço à concorrência, tendo-se traduzido numa maior e mais complexa oferta de produtos e serviços com grande diversidade de coberturas, exclusões e demais condições contratuais, com maior ou menor grau de explicitação nas apólices, relativamente às quais se têm introduzido mais regras de transparência nas relações pré e pós-contratuais. Tratou-se, na realidade, de capital importância no âmbito das relações com o consumidor o nosso cliente. Com efeito, a importância da informação do consumidor no novo quadro da actividade seguradora tornou imprescindível a regulamentação da mesma nas suas diversas vertentes, designadamente nos aspectos do regime contratual que se encontram associados àquela informação, com o estabelecimento de correspondência inequívoca de conceitos e disciplina de actuação dos diversos intervenientes no mercado. Nos chamados riscos de massa assistiu-se, entre uma panóplia de outras medidas estruturantes da actividade, ao reforço dos mecanismos de protecção de tomadores de seguro, segurados e lesados numa lógica de solidariedade colectiva e de consciência e responsabilização social, por se tratarem da parte mais débil da relação contratual do seguro, através de sucessivas aproximações às realidades mais avançadas no âmbito da União Europeia DESTAQUES Imagem VIAGEM ISRAEL JORDÂNIA CONCURSO PRODUÇÃO 2009 mediante instrumentos como a uniformização do dever de informação prévia, o dever especial de esclarecimento, a disciplina relativa ao prémio do seguro, à mobilidade na contratação tanto interna como para além fronteiras do Estado Português, à figura da representação aparente na celebração do contrato e à sua validade sem observância de forma especial e aos seguros de responsabilidade civil frequentemente associados ao incremento dos seguros obrigatórios. Tudo isto, levando sempre em conta o papel social incontornável da indústria de seguros de forma a evitar ónus desproporcionados e não competitivos. A ordem deixou de ser interna e passamos para o plano internacional, tanto quanto aos contratos de seguro como às práticas dos seguradores que não devem nem podem ser descuradas. É pois neste contexto exigente de transformação de mercado e de mentalidades que temos desenvolvido a actividade, baseada numa forte componente de inovação e, com alguma imodéstia, até de pioneirismo, numa perspectiva de bem servir os nossos clientes com resultados económico-financeiros saudáveis, consolidando uma clara posição como operador de referência neste sector de tão elevada complexidade. Foi esse, afinal, o voto de confiança que os nossos clientes nos voltaram a dar pelo segundo ano consecutivo e que nós, diria, como equipa do Leão, nos comprometemos a honrar através do trabalho de todos os dias. José Passos de Sousa Director Gestão de Sinistros 2 Segundo ano consecutivo líder na satisfação do cliente de seguros

2 PRÉMIO 2 Pelo segundo ano consecutivo a Generali é líder na Satisfação do Cliente de Seguros em Portugal O empenho, dedicação e atenção que a Generali e os seus profissionais dedicam a todos os seus clientes, voltou uma vez mais a ser reconhecido com a atribuição do 1º Lugar no Índice Nacional de Satisfação do Cliente de Seguros. Na 11ª Edição do estudo ECSI (European Consumer Satisfaction Índex) a Generali voltou a repetir a proeza alcançada no ano anterior, revalidando com mérito e profissionalismo o 1º lugar na Satisfação do Cliente de Seguros em Portugal. A Generali apresenta valores significativamente superiores aos do conjunto dos seguros em todas as variáveis. Destacam-se os índices de Qualidade Apercebida e de Gestão de Reclamações por serem aqueles onde a diferença face ao sector é mais expressiva. A Generali obteve ainda a pontuação mais elevada nas variáveis Satisfação, Imagem e Expectativas. Esta foi a segunda vez que a Generali participou no estudo ECSI elaborado pelo Instituto Superior de Estatística Cerimónia de entrega dos prémios ECSI 2008 Os clientes mais felizes estão na Companhia do Leão Estudo ECSI Índice Nacional de Satisfação do Cliente. 1.º Lugar em Qualidade Apercebida, Satisfação, Imagem, Expectativas e Gestão de Reclamações. Estudo independente que compara as seguradoras a operar em Portugal, realizado por IPQ e Universidade Nova com o apoio da APS - Associação Portuguesa de Seguradoras. Divulgado em Julho de Generali. Pelo segundo ano consecutivo 1.º lugar no Índice de Satisfação do Cliente de Seguros. No ano passado, participámos pela primeira vez no Índice Nacional de Satisfação do Cliente. E este ano, vencemos outra vez. Obrigado pela sua demonstração de carinho e por nos ajudar a perseguir sempre o nosso maior objectivo: a sua satisfação. e Gestão da Informação da Universidade Nova de Lisboa (ISEGI-UNL) em parceria com o Instituto Português da Qualidade (IPQ) e a Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ), que contou, pelo segundo ano consecutivo, com o apoio da Associação Portuguesa de Seguradoras (APS) comprovando que a obtenção do 1º lugar não foi um mero acaso mas sim o resultado de muito empenho e forte aposta na qualidade do serviço prestado aos seus clientes. Este resultado vem reforçar a convicção que ao apostar na Qualidade a Generali está no caminho certo. A Generali continuará a investir na prestação de serviço, ciente que só com um esforço permanente e melhoria contínua, poderá consolidar estes resultados e manter a liderança na Satisfação do Cliente de Seguros em Portugal. A Generali não poderia deixar de reconhecer o empenho e contributo de todos os seus profissionais na revalidação do Prémio, e como tal lançou uma Campanha de Comunicação com presença na Rádio, Imprensa e nos materiais de apoio à venda presentes nos escritórios da rede.

3 Generali lança seguro para automóveis citadinos SMALL IS BEAUTIFUL QUER DIZER ITO É BONITO LANÇAMENTO A Generali lançou no início do mês de Abril o Seguro ITO, o primeiro seguro exclusivo, concebido especificamente para automóveis citadinos. O carro citadino é uma das principais opções dos consumidores europeus para fazerem face às características de vida presentes nas cidades, que exigem veículos de dimensões mais reduzidas, mais económicos, ecológicos e sobretudo com maior versatilidade e facilidade de circulação no tráfego das grandes cidades. É uma atitude de consumo inteligente, precursora da opção futura pelo carro eléctrico. O Seguro ITO é caracterizado pela sua estrutura modular, que possibilita 3 opções distintas de coberturas e capitais, oferecendo ao cliente a possibilidade de optar pelas coberturas que considere adequadas às características destes automóveis e às suas necessidades. Foi com base nas premissas referidas anteriormente que a Generali tomou a decisão de se posicionar para um segmento em forte expansão e com características únicas. O lançamento do seguro ITO foi acompanhado por uma campanha de comunicação a nível nacional, que visou principalmente alcançar a divulgação do lançamento deste novo produto, aumentar a notoriedade da marca e ao mesmo tempo passar uma imagem de qualidade, confiança, segurança e fiabilidade. Valores que se encontram intrínsecos à Marca Generali.

4 LANÇAMENTO O seguro Generali para automóveis citadinos Quem vende mais é Bon e ganha este automóvel! Para além da campanha de comunicação lançada para clientes, a Generali desenvolveu também uma campanha de vendas para todos os Mediadores afectos à Direcção Comercial Rede de Agentes. A campanha decorre de 1 de Abril a 31 de Dezembro de 2010, para participar basta obter uma produção mínima de 20 apólices Generali Ito e 100 apólices Generali +Auto. O vencedor receberá um magnifico Fiat 500 com decoração Generali. Generali reformula Plano PME Comércio e Serviços e lança PME ACTIVIDADES INDUSTRIAIS E TRANSFORMADORAS Seis meses após o lançamento do Generali PME Comércio e Serviços, a Generali lança agora um novo plano para PME direccionado para as Actividades Industriais e Transformadoras. Tendo em vista uma melhoria continua da competitividade e das soluções direccionadas para as Pequenas e Médias Empresas, a Generali reformulou o produto Generali PME Comércio e Serviços, introduzindo novos benefícios para os segurados e complementarmente alargou a oferta, às actividades Têxtil, Cerâmica, Metalúrgica e Trabalhos que concorrem para a Construção Civil, desenvolvendo o Generali PME Actividades Industriais e Transformadoras. Seguindo a mesma estrutura do Plano PME Comércio e Serviços, o Plano PME Actividades Industriais e Transformadoras apresenta duas linhas de protecção, a Linha de Protecção Base e a Linha de Protecção Complementar. A Linha de Protecção Base foi construída com o intuito de salvaguardar as necessidades das Pequenas e Médias Empresas que desenvolvem a sua actividade nos sectores da Indústria e actividades transformadoras, através dos seguros de Acidentes de Trabalho, Indústria, Responsabilidade Civil e Transportes. À Linha de Protecção Base pode ser ainda incrementada um conjunto de opções complementares, que podem ser seleccionadas em função das necessidades empresariais e da respectiva actividade. Com a subscrição dos produtos que compõem a Linha de Protecção Base, os clientes usufruem de descontos de 10% em todos os seguros que compõem esta Linha de protecção e ainda 5% nos produtos +Vida e +Auto e de 10% no Generali +Saúde, que fazem parte da Linha de Protecção Complementar. Reúna os seus seguros num plano único em vantagens. GENERALI PME Actividades Industriais e Transformadoras

5 Lançamento do Seguro ACIDENTES PESSOAIS VALOR FIXO A Generali acaba de reforçar as suas soluções no ramo de Acidentes, através do lançamento do novo seguro Acidentes Pessoais Valor Fixo. O seguro de Acidentes Pessoais Valor Fixo da Generali foi desenvolvido para responder às mais diversas necessidades dos nossos clientes independentemente da profissão ou actividade que exerçam. Trata-se de uma solução de fácil subscrição, composta por quatro planos de aceitação imediata que conferem total segurança e protecção. Com a criação deste novo seguro a Generali posiciona-se no mercado de Acidentes Pessoais com uma oferta diferenciadora, óptima relação qualidade/preço e de fácil subscrição. Os quatro planos que compõem o seguro permitem ao cliente, de forma simples e sem exclusões, optar pela solução que mais se adequa às suas necessidades. LANÇAMENTO 5 COBERTURAS I BASE II AVANÇADO III COMPLETO IV TOTAL Morte ou invalidez permanente Despesas de tratamento e repatriamento Incapacidade temporária absoluta em caso de internamento hospitalar N/A N/A Prémio Anual Aceitação Imediata Para nós a sua segurança está primeiro. ACIDENTES PESSOAIS Valor Fixo

6 ACONTECIMENTO ENCONTRO DE AGENTES PRINCIPAIS GENERALI 2010 A primeira reunião da Rede de Agentes Principais Generali deste ano reuniu, nos dias 19 e 20 de Março, no Hotel Villa Batalha, cerca de uma centena de Agentes com vista à abordagem de vários temas relevantes e fundamentais para a persecução dos objectivos traçados, dos quais destacamos: apresentação dos resultados de 2009, plano estratégico para 2010, lançamento do novo Seguro Automóvel ITO e auscultação das necessidades dos nossos Agentes Principais. Como habitualmente, o Presidente e Representante Legal do Grupo Generali em Portugal, José Alves, acolheu os participantes, cabendo, ao Administrador Delegado e Director Geral, Santi Cianci, a apresentação dos resultados do exercício de 2009 e do plano estratégico para Santi Cianci iniciou o seu discurso, agradecendo a toda a rede o trabalho e empenho demonstrado que permitiram à Companhia alcançar óptimos resultados no ano transacto. Destacou designadamente a manutenção dos rácios de sinistralidade a níveis razoáveis, a contenção de custos e a forte aposta na melhoria contínua de processos e eficiência na gestão do serviço prestado, que permitiram à Generali terminar o exercício de 2009 com um resultado líquido positivo de 11.1 milhões de Euros, duplicando o lucro obtido em Por seu turno, o Director Comercial da Rede de Agentes, Rogério Dias, abordou os resultados obtidos pela rede comercial relativamente a 2009, apontando de seguida várias metas a atingir e as novas soluções da companhia adaptadas ao mercado, das quais destacou o lançamento do novo Seguro Automóvel ITO, o Cartão Generali, a criação do site do Agente e o Plano PME Actividades Industriais e Transformadoras. Orlando Cardoso, Director Comercial Vida, salientou o crescimento da facturação, com principal destaque para os resultados obtidos nos produtos Saúde e Acidentes Pessoais. Posteriormente abordou também a facturação obtida no Ramo Vida e as alterações decorrentes da entrada em vigor do novo Decreto Lei 222/2009 de 11 de Setembro. A ordem de trabalhos do primeiro dia de reunião foi selada, por Conceição Tomás, Directora de Marketing, com a revelação dos nomes dos vencedores para a viagem a Israel e Jordânia, entretanto realizado e de que temos reportagem mais adiante, bem como do anúncio do novo Concurso de Produção 2010 uma magnífica viagem a Moçambique. Animação O primeiro dia da Reunião de Agentes Generali terminou com o excelente e ousado humor de Pedro Ribeiro. Com um toque de sarcasmo e alegorias, proporcionou aos convidados umas boas gargalhadas, terminando o dia num ambiente de óptima disposição. O segundo dia da ordem de trabalhos decorreu a um ritmo menos intenso mas bastante produtivo. Foram formados grupos de trabalho de forma a permitir auscultar junto dos Agentes, quais as suas necessidades, possíveis problemas e sugestões.

7 6ª REUNIÃO GENERALI - SIVA VIDA GENERALI Realizou-se no passado dia 10 de Março, a sexta edição da Reunião Comercial Generali/Siva, no Hotel Sofitel. Num ambiente agradável e descontraído, face aos resultados obtidos no ano de 2009, o evento contou com a presença de cerca de 60 pessoas que fortemente contribuíram para os resultados alcançados. Mais uma vez e mantendo os objectivos de crescimento propostos, as vendas do Seguro Automóvel, registaram um crescimento superior a 23%, o que demonstra a elevada qualidade do produto e capacidade comercial dos intervenientes. Após as apresentações, procedeu-se à entrega dos prémios de Melhor Vendedor, Melhor Concessionário, Melhor Gestor de Negócio e, por fim, o Melhor Vendedor por Grupo de Concessionários. O prémio para o Melhor Vendedor de 2010 será uma magnífica viagem para duas pessoas a Roma. Melhor Vendedor Luís Santos Melhor Vendedor Audi Rui Araújo Melhor Vendedor VW e Skoda Sónia Santos Melhor Vendedor Global Car Lucília Gigante Melhor Concessionário SOAUTO Loures Melhor Gestor de Negócio Anabela Alves Generali organiza junto dos seus Mediadores WORKSHOPS DE SAÚDE Na companhia do leão. Com o objectivo de incrementar o volume de vendas e facultar aos Mediadores Generali um amplo conhecimento do seguro +Saúde, a Generali efectuou cinco workshops em vários pontos do país, que permitiram aos Mediadores convidados, através de uma mais próxima, abrangente e esclarecedora abordagem, compreender o universo da saúde em Portugal bem como a forma como as modalidades oferecidas podem interagir com as necessidades dos clientes. Os wokshops realizados em Braga, Porto, Aveiro, Lisboa e Leiria contaram com a colaboração e intervenção da Direcção Técnica de Saúde e Direcção Comercial Rede de Agentes. GENERALI +Saúde Um seguro bem afinado.

8 VIDA GENERALI Generali atribui taxa de 4, 25% ao UNIREV e 4% ao PPR em 2009 Mantendo as rentabilidades oferecidas à nossa carteira de segurados no ano de 2008, a Generali em 2009 atribuiu uma taxa de 4, 25% ao UNIREV e 4% ao PPR. Os Planos Poupança da Generali são produtos tradicionais, com uma rentabilidade mínima garantida de 3% a que acresce anualmente a participação nos resultados. Na média dos últimos três anos o PPR da Generali, a Prémios Únicos, teve a melhor rendibilidade do mercado: 4.34% (dados divulgados no site do ISP). Os resultados obtidos vêm demonstrar que as soluções de poupança e capitalização da Generali são certamente uma boa opção. 6 5 UNIREV PPR 4 3 5,50% 4,75% 5,25% 5,25% 5,25% 5,25% 4,25% 4% 4,25% 4% Campanha Telefónica de Acompanhamento AVISOS DE PAGAMENTO AUTOMÓVEL A Generali lançou no início do mês de Maio, a campanha telefónica de acompanhamento dos Avisos de Pagamento Automóvel, reforçando assim a sua estratégia assente na qualidade do serviço prestado. A importância de fidelizar clientes e diminuir a rotatividade da carteira automóvel, num mercado que insiste em perseguir uma política de preços irracional, é fundamental para que a Generali consiga alcançar excelentes resultados num dos principais ramos de negócio da sua actividade. A qualidade do serviço prestado que caracteriza não só a Generali como também os seus Mediadores é um factor preponderante e decisivo para o sucesso da campanha.

9 Workshop Corretores na GGIA em Mogliano, Veneza VIDA GENERALI Dando continuação ao Plano de Acção em curso e considerando a importância do canal de corretagem no seu negócio e modelo de distribuição, a Generali Portugal proporcionou a 8 dos principais corretores do mercado português um Workshop na GGIA - Generali Group Innovation Academy, localizada na sua Sede para Itália em Mogliano, Veneza. Neste Workshop, que decorreu entre os dias 18 e 21 do passado mês de Maio, foram dedicadas diversas horas a acções de formação em sala, onde foi possível dar a conhecer melhor a realidade internacional do Grupo Generali, trocar experiências e ideias sobre os diversos temas abordados, bem como reunir no mesmo local e durante alguns dias as pessoas que normalmente participam activamente, de ambos os lados, na construção de algumas das soluções que apresentamos em conjunto no mercado português. No primeiro dia, o grupo de formandos constituído por 11 pessoas foi recebido pelas colegas responsáveis pelas áreas de Educação/Formação e Inovação da GGIA, que nos falaram da sua organização, politicas de formação e inovação e principais projectos em curso no Grupo. O segundo dia começou com uma visita guiada ao edifício Sede, onde trabalham diariamente cerca de pessoas, seguindose as diversas apresentações de cariz técnico onde foram abordados diversos temas, dos quais se destacam o modelo de construção de um Programa Internacional na Generali, as energias renováveis na área de Property, tipologia de obras, coberturas e casos práticos em Engeneering, assim como algumas soluções e análise do mercado italiano de PME e Energia. Nesta acção de formação tivemos o privilégio de poder contar com a presença e o precioso contributo de vários colegas da Generali Global de Londres, cuja equipa foi liderada pelo seu principal responsável Dr. Mássimo Orsini, e de colegas da Generali Itália, sedeados em Mogliano, em Trieste e também em Milão, responsáveis pelas mais diversas áreas no que respeita a Subscrição, Formação e Gestão de Sinistros. Como não poderia deixar de ser, visitámos a única e bela cidade de Veneza num giro nocturno com jantar no ímpar Danieli e numa visita guiada pelos principais locais de interesse. Houve ainda uma tarde para desfrutar e sentir o fervilhar das ruas de Veneza, além das compras prometidas. 9 MDS de visita à sede da Generali Employee Benefits Soluções para empresas e benefícios sociais No início do mês de Junho a Generali organizou e acompanhou 4 quadros da MDS Corretor de Seguros, S.A. a uma acção de formação ministrada pelo GEB Generali Employee Benefits, com sede em Bruxelas. O intuito foi dar a conhecer os produtos e soluções disponibilizados e como este projecto de sucesso se encontra estruturado. Todas as áreas fundamentais em que assenta a acção do GEB foram abordadas: Multinational Pooling, Reinsurance to Captive, Mobile Benefits, Business Intelligence e Pension Solutions. As características específicas do GEB, tanto a nível técnico como comercial, foram igualmente abordadas e realçadas no âmbito de cada um dos tópicos acima referidos, tendo sido apresentadas como efectivas mais-valias que distinguem o GEB da sua concorrência e que são na sua essência a verdadeira razão de ser do sucesso da network. A MDS e a Generali Portugal partilham a visão de que este tipo de soluções específicas pode constituir um importante factor de diferenciação junto do mercado, nomeadamente ao nível das multinacionais portuguesas, pelo que a presente acção de formação surgiu como uma etapa natural nesse processo. A referida acção coincidiu com um período particularmente feliz para o GEB, que acabara de ver confirmada a sua ascensão a líder de mercado, ou seja, no seu 44º ano de existência tornou-se a maior network mundial de Employee Benefits.

10 ESPAÇO AGENTE ENTREVISTA A RUI JORGE NETO RIBEIRO - SEGUROFFICE 10 Gen. - Quando é que iniciou a sua actividade na área seguradora? Iniciei a actividade em Março de 1989, como Técnico Comercial numa Companhia de Seguros que era, na altura, uma referência no mercado português.em Janeiro de 2003 abandonei esse projecto e dediquei-me à Mediação de Seguros através da Seguroffice, Lda - Sociedade de Mediação que foi criada em colaboração com outros sócios. Gen. - Como surgiu a ideia de ser Agente de Seguros? Como foi o seu percurso profissional até chegar a Agente Principal Generali? O trabalho que desenvolvia como Técnico Comercial já não me motivava e o desejo de criar uma Sociedade de Mediação de Seguros começou a tornar-se cada vez mais num objectivo que viria a tornar-se realidade em Em 2005/2006 a estrutura da Seguroffice sofreu alterações e passei juntamente com a minha esposa a ser únicos sócios da empresa. Aproveitamos o processo de reestruturação que a Seguroffice estava a ser alvo para associar a nossa marca à imagem da companhia. Rapidamente percebemos que ao criar uma parceria com a Generali estaríamos numa posição muito mais confortável para encarar o nosso negócio com um dinamismo diferente daquele que estávamos habituados. E foi assim que, em 2006 nos tornamos Agente Principal da Generali. Gen. - Como encara as novas tecnologias? Em que é que podem servir os Agentes e Clientes? A utilização das novas tecnologias que temos ao nosso dispor, já se tornaram parte intrínseca do nosso dia-a-dia, pelo que é muito difícil trabalhar quando essas ferramentas estão indisponíveis. Poder emitir, cobrar, abrir processos de sinistro, imprimir recibos de indemnização, entre outras funcionalidades, é fundamental para prestar um serviço de excelência aos nossos Clientes. Porém, entendo que a nível informativo deveríamos ter mais autonomias de forma a prestarmos um serviço cada vez mais ágil e eficiente aos nossos clientes. Gen. - De que forma caracteriza o suporte da Generali à sua rede de mediação? O que mais lhe agrada na sua relação comercial com a Generali? É bastante confortável para um Mediador saber que se tiver necessidade de ultrapassar algumas questões, tanto a nível técnico como comercial, tem sempre uma porta aberta e meios de contactos disponíveis. Na Generali há um fácil acesso aos órgãos de poder de decisão, o que se torna uma vantagem inigualável quando comparado com outras Congéneres. É uma relação honesta, que se vai construindo olhos nos olhos. Gen. - Tem algum produto Generali de eleição? Porquê? Nos Ramos Não Vida o Generali Casa é, sem dúvida, um produto excelente e de referência no mercado segurador. Nos Ramos Vida, o Unirev continua a ser um produto de capitalização fantástico, pois continua a oferecer as melhores taxas do mercado. Gen. - A Generali foi considerada pelo 2.º ano consecutivo a seguradora com os clientes mais satisfeitos do mercado. Já sentiu que a actuação profissional da Seguroffice tenha sido decisiva para o bem-estar de clientes? Um dos defeitos/qualidade que me tem acompanhado ao longo da vida é a tentativa pessoal de ser perfeccionista. É óbvio que este meu desejo se transpõe para a nossa actividade diária, e quando a nossa postura é profissional, torna-se sempre uma mais valia para o Cliente. O resultado final é, sempre, a satisfação dos Clientes. Gen. - Em Maio participou na viagem de vencedores do concurso de produção anual a Israel e Jordânia. Como vê estes incentivos e que balanço faz desta viagem? Viajar é sempre bom, e se for na companhia da Generali é óptimo. Este tipo de incentivos promove o convívio entre Agentes de todo o País, com experiências completamente diferentes das nossas, o que torna a viagem ainda mais enriquecedora. Gostei imenso desta viagem, pois estivemos em locais carregados de simbolismos históricos e que conhecia apenas dos livros. Gen. - Nesta viagem foi distinguido com o prémio Melhor Agente, do concurso de produção O que sentiu ao recebe-lo? Foi a surpresa total! Não estava mesmo à espera. É muito estimulante sermos distinguidos com este prémio, pois significa que o trabalho de um ano, tanto da parte da Seguroffice e da equipa da Generali que nos concedeu as condições necessárias para ganhar negócios, teve a qualidade necessária para essa distinção. Gen. - Como avalia o seu desempenho no último ano? Quais são os principais desafios da Seguroffice para os próximos anos? O ano de 2009 foi sem dúvida o nosso melhor ano. Considero que é o resultado da nossa tentativa de sermos profissionais no que fazemos. Não obstante às dificuldades que surgem diariamente, tivemos capacidade para ultrapassar os obstáculos e apresentar resultados muito satisfatórios. O objectivo dos próximos anos passa por consolidar a nossa carteira, crescer de forma sustentável, reforçar os recursos humanos para podermos continuar a prestar o melhor serviço aos nossos Clientes e obviamente continuar a merecer a confiança da Generali como o nosso parceiro estratégico de referência. Gen. - Qual a mensagem que gostaria de deixar para os Agentes Generali? A nossa expressão no mercado em que nos inserimos, será tanto maior quanto maior for a Generali, razão pela qual devemos aproveitar as oportunidades que são colocadas à nossa disposição para crescermos e ajudarmos a Generali a crescer. Não temos dúvidas de que a Generali vai continuar a crescer em Portugal. Cabenos a nós decidir se queremos fazer parte desse crescimento. Na nossa perspectiva, crescer não é levar ao limite, ou esgotar as nossas autonomias em todos os contratos que fazemos, mas sim gerir correctamente as capacidades que temos. Nome Rui Jorge Neto Ribeiro Idade 43 Naturalidade Lousã Tempos Livres Mototurismo e Internet Prato Preferido Pataniscas de Bacalhau com Arroz de Tomate Bebida de Eleição Água e... depende do Prato Generali numa palavra Solidez

11 Concurso de Produção - 7 a 16 de Maio 2010 Jordânia Israel Na rota dos trilhos ancestrais. O grupo no deserto de Wadi Rum

12 VIDA GENERALI 12 Israel e Jordânia foram os destinos escolhidos pela Generali para premiar os Mediadores vencedores do Concurso de Produção 2009, e como as imagens atestam, a viagem permitiu conhecer e explorar alguns dos locais mais emblemáticos da Terra Santa e do Médio Oriente. Os vencedores chegaram no dia 7 de Maio à capital de Israel - Tel Aviv com um programa de actividade bastante diversificado. Visita aos locais emblemáticos de Jerusalém Nos primeiros dias em Jerusalém, o grupo fez uma visita genérica à cidade que incluiu paragens obrigatórias em locais emblemáticos como: Monte das Oliveiras, Monte Sião com Cenáculo, Muro das Lamentações, Via Dolorosa, Santo Sepulcro, Museu de Israel, Knesset (o Parlamento), Menorah (o Candelabro) e ao novo museu de Yad Vashem (o Museu do Holocausto). Já em Eliat, no Sul de Israel, um passeio de cruzeiro pelas águas quentes e límpidas do Mar Vermelho marcou o quarto dia de viagem. O grupo aproveitou este esplêndido passeio em alto mar para relaxar e gozar de momentos bem dispostos com um mergulho no mar.

13 VIDA GENERALI 13 Cruzeiro pelas águas do Mar Vermelho O grupo no deserto de Wadi Rum

14 VIDA GENERALI 14 Momento de descanso na tenda Beduína No dia seguinte o grupo rumou com destino à fronteira com a Jordânia, com passagem por Aqaba e visita panorâmica desta cidade balnear. À chegada ao deserto de Wadi Rum, aguardava pelos participantes um magnífico passeio em jeep. Depois de um almoço proporcionado numa tenda beduína, o grupo prosseguiu viagem para o Mar Morto, bastante popular pelos famosos tratamentos à base de lama ou sais, onde houve tempo para relaxar e desfrutar o local. No sexto dia, teve lugar o Jantar Generali, em que os participantes trajaram a preceito para uma noite repleta de boa disposição, com um show de Belly Dance (dança do ventre) e DJ para animar a festa. A viagem ficou ainda marcada pela visita a Petra - uma das Sete Maravilhas do Mundo, e à cidade de Amman. De regresso a Lisboa e ao Porto a opinião era unânime: uma viagem magnífica! O prazer de boiar no Mar Morto

15 VIDA GENERALI 15 O Grupo nas ruinas de Petra O adeus à Jordânia e a uma magnífica viagem

16 ESPAÇO CORRETOR 16 À conversa com Fernando Rego F. REGO CORRETORES DE SEGUROS A missão da F. Rego é estar onde quer que os nossos clientes estejam. Fundada em Vila Nova de Gaia, há 31 anos, a F. REGO Corretores de Seguros assume-se como um importante parceiro da GENERALI na área de Corretagem. Compete a Fernando Rego, Presidente do Conselho de Administração, juntamente com mais três administradores, gerir este projecto ao qual apelida de familiar, mas que aos longo dos tempos foi evoluindo, tornando-se num dos grupos de corretores portugueses com maior expressão a nível nacional e líder em alguns sectores de mercado. Actualmente a F. REGO, integra o Grupo F. REGO Corretores de Seguros, com um efectivo de 40 colaboradores, onde são desenvolvidas, de forma directa, as actividades de Consultoria e Corretagem de Seguros através de duas sociedades de corretagem F. REGO e SÁ PEREIRA DO LAGO e duas sociedades de mediação Cliff e Segurtex. Dada a sua dimensão e abrangência nacional, o Grupo F. REGO, dispõe actualmente de escritórios nas cidades de Vila Nova de Gaia, Coimbra, Lisboa e Valongo. A relação entre a F. REGO e a GENERALI, tal como nos confidenciou Fernando Rego, teve inicio há vários anos e cresceu através de um conjunto de sucessivas boas experiências que permitiram cimentar o que é hoje uma relação sólida e transparente. Esta relação duradoura, que de acordo com Fernando Rego, sempre se pautou por valores de respeito e cordialidade, foi fundamental para o crescimento da sua actividade de corretagem. Fernando Rego enaltece ainda a boa capacidade de resposta, facilidade de acesso e diálogo proporcionado pela administração da Generali, que nem sempre é visível em outras congéneres a operar no mercado português. Temos a Generali como um parceiro estratégico para continuar a prestar um serviço de excelência aos clientes que depositam em nós os seus interesses. Com um volume de prémios de cerca de 30 milhões de euros alcançado em 2009, a F. REGO encontra-se especialmente vocacionada para o segmento Corporate. Actualmente este segmento representa já mais de 80% do seu volume de negócios. De olhos postos no futuro, Fernando Rego ambiciona a médio prazo colocar a F. REGO no Top Ten de corretores a nível nacional onde actualmente ocupa a 13.ª posição. A consagração deste objectivo poderá ser alcançada por via do crescimento orgânico ou por intermédio de aquisições de carteiras de seguros. Para Fernando Rego, os recursos humanos são outro dos pontos-chave da consolidação da F. REGO no mercado. Embora com uma equipa relativamente jovem, contamos com elementos muitos experientes, extremamente agressivos e empenhados em criar valor para a empresa e para o cliente. Pautando-se pela transparência e ambição, a F. REGO Corretores, tem vindo a alargar a prestação dos seus serviços a novas áreas de negócios e novos mercados, nomeadamente através do estabelecimento de parcerias com players internacionais, como companhias de seguros alemãs, belgas, inglesas e espanholas, bem como com corretores. Não obstante as dificuldades que o mercado segurador atravessa, Fernando Rego tem uma perspectiva optimista do futuro, adiantando que em 2010 já concretizou negócios relevantes para o crescimento da carteira da F. REGO. Fernando Rego, conclui com a convicção que a máxima da F. REGO é estar onde quer que os nossos clientes estejam e nesta missão realça o contributo dos seus parceiros, nomeadamente da GENERALI! F. Rego em breves números: Volume de Prémios: 30 Milhões Nº de Colaboradores: 40

17 REGATA GENERALI Associação Naval de Lisboa organiza mais uma edição da Regata - Troféu Generali. A Generali e a sua forte ligação ao mar e aos desportos náuticos voltaram a ficar marcados em mais uma magnífica edição da regata Troféu Generali. A prova realizou-se no passado dia 19 de Junho, no campo de regatas do Estuário do Tejo e Baia de Cascais. As condições climatéricas favoráveis e o bom ambiente vivido no evento, foi propício à realização de mais uma prova a nível nacional que contou com a presença de tripulações muito competitivas e que proporcionaram a todos os espectadores e participantes grandes momentos de emoção. Enquanto patrocinador oficial da prova, a marca Generali coloriu não só a zona portuária e ponto central do evento, como também todas as embarcações em competição. A Generali é actualmente o mais antigo patrocinador da Associação Naval de Lisboa e esperamos que esta relação duradoura se mantenha por muitos e longos anos. VIDA GENERALI 17 Primeira reunião da Comissão de Acompanhamento do Fundo de Pensões Generali CCT e do Fundo de Pensões Generali Contribuição Definitiva Decorreu no dia 17 de Maio, a primeira reunião da Comissão de Acompanhamento do Fundo de Pensões Generali CCT e do Fundo de Pensões Generali Contribuição Definitiva. Estiveram presentes, os membros da Comissão de Acompanhamento, Giampiero Prester, Rui Varela e José Romão como membro da entidade gestora, bem como Bernardete Mendes como representante dos participantes e beneficiários do Fundo de Pensões Generali CCT e Pedro Passos que representa os participantes e beneficiários do Fundo de Pensões Generali Contribuição Definitiva.

18 VIDA GENERALI Generali a Seguradora Oficial das 24H BTT Coruche Realizou-se pelo segundo ano consecutivo, nos dias 10 e 11 de Abril, mais uma edição das 24H BTT Coruche. A edição de 2010 ficou marcada pelo patrocínio da Generali enquanto Seguradora Oficial da prova. O ambiente esteve ao rubro, tanto pelos atletas presentes, cerca de 800 participantes, como pelo cenário criado no ponto central da prova, a Praça de Toiros de Coruche. A presença em massa do público em geral e dos mais aficionados pela modalidade, marcou o entusiasmo e boa disposição sempre presente no evento, nunca deixando de apoiar os atletas em todo o percurso da prova. Esta prova ficará na memória de todos pelos excelentes trilhos, condições e animação criadas para os participantes e público. Generali Continua a Acelerar no CAMPEONATO DO MUNDO DE MOTO GP Pelo segundo ano consecutivo a Generali é a patrocinadora oficial da equipa Ducati e dos seus pilotos Casey Stoner e Nicky Hayden. A presença do famoso leão alado, logótipo da Generali, irá figurar em ambas as motas como forma de representação do patrocínio oficial. Para além da presença da marca Generali na equipa Ducati e nas suas motos Desmosedici GP9, o logótipo da Generali irá também estar presente em vários circuitos do Campeonato do Mundo com principal destaque para a última prova que encerra o campeonato, o Grande prémio Generali de la Comunitat Valenciana. O patrocínio acordado durante três épocas, permitirá à Generali aumentar a notoriedade e visibilidade da marca a nível internacional. Esperamos que a presença do leão alado nas motos da Ducati dê asas aos pilotos Casey Stoner e Nicky Hayden para mais um campeonato que se prevê cheio de emoção e velocidade.

19 Generali patrocina 2º TORNEIO DE GOLF DO CLUBE ISCTE VIDA GENERALI Realizou-se no passado dia 19 de Junho, no Clube de Golfe do Montado a segunda edição do Torneio de Golfe do Clube ISCTE. A prova contou com a presença de cerca de 80 jogadores e uma forte afluência de apreciadores da modalidade. Entre os colaboradores da Generali destacamos a participação de Bessa Gomes e Hélder Nogueira. Na qualidade de parceiro do Clube ISC- TE a Generali participou na cerimónia de entrega de prémios, mediante a oferta de dois Cartões ProDenti. A Generali pretende com esta acção fomentar a criação de iniciativas relacionadas com a educação e desporto saudável. 19 GENERALI PORTUGAL FESTEJA DIA DE ITÁLIA No dia 2 de Junho as portas do edifício da Embaixada de Itália, no Largo Conde Pombeiro, em Lisboa, abriram-se para receber os convidados das festividades do Dia de Itália, em Portugal. A Generali com profundas raízes italianas não deixou de marcar preseça nesta data tão importante e fez-se acompanhar por alguns dos seus Mediadores e colaboradores. Pelos vários espaços do recinto a Generali deu as boas-vindas aos presentes mediante a colocação de suportes de comunicação e distribuição de merchandising. No dia de Itália a Generali endereçou uma mensagem de calorosas felicitações e sinceros votos de progresso e prosperidade à República Italiana.

20 VIDA GENERALI Generali Solidário 2010 A Garra do Leão Solidário! 20 No dia 25 de Setembro de 2010, a Generali realizou a segunda edição do Generali Solidário. Construir o jardim interior e exterior, decorar e colorir os espaços do primeiro Lar Residencial especifico para doentes com Alzheimer em Portugal, foram algumas das actividades que a equipa Generali promoveu em conjunto com a Alzheimer Portugal. A acção de voluntariado, contou com o empenho e garra solidária de cerca de 150 colaboradores da Generali e com equipas de profissionais especializados, que com uma enorme determinação abraçaram esta grande causa de responsabilidade social. Equipamento único no país, esta unidade residencial visa proporcionar um acolhimento digno e contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com doença de Alzheimer, cujas necessidades específicas são difíceis de atender em lares convencionais. Ao dispor dos utentes vão estar as valências de Centro de Dia, Serviço Domiciliário e Lar Residencial, dando resposta a 77 pessoas, das quais 30 em Lar. No final do dia, o sentimento de todos os voluntários era unânime, apesar das adversidades e trabalho árduo, permaneceu uma enorme alegria e recompensa pelo trabalho realizado. Um grande projecto, por uma causa ainda maior, que exigiu o empenho, determinação e trabalho de equipa de todos os participantes.

7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS. Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações. 15 de Outubro de 2010

7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS. Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações. 15 de Outubro de 2010 7º CONGRESSO NACIONAL DOS CORRETORES E AGENTES DE SEGUROS Feira Internacional de Lisboa Parque das Nações 15 de Outubro de 2010 Sessão Solene de Abertura Gostaria de começar por felicitar a APROSE pela

Leia mais

Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas

Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas Introdução à Responsabilidade Social das Pequenas e Médias Empresas Este guia foi produzido como parte da Campanha de Consciencialização Pan-Europeia sobre RSE, uma iniciativa da Comissão Europeia, Directoria

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo

Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Entrevista ao Engº José Carlos Ramos, Director de Franchising da Explicolândia Centros de Estudo Criada em Setembro de 2005 em Sacavém, a Explicolândia Centros de Estudo tem sido ao longo dos anos, uma

Leia mais

Índice. Pág *09 Como participar. Pág *10 Calendário. Pág *11 Os resultados. Pág *12 Júri. Pág *13 Regulamento

Índice. Pág *09 Como participar. Pág *10 Calendário. Pág *11 Os resultados. Pág *12 Júri. Pág *13 Regulamento Índice Pág *09 Como participar Pág *10 Calendário Pág *11 Os resultados Pág *12 Júri Pág *13 Regulamento Pág *01 Introdução Pág *02 Um programa alargado de intervenção Pág *05 Viver de Consciência Leve

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público.

O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público. 7ª edição Prémio Boas Práticas no Sector Público O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público. Aconselhamos a sua leitura antes de iniciar o processo

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

Espírito de Natal inspirou jantar da rede

Espírito de Natal inspirou jantar da rede Espírito de Natal inspirou jantar da rede Foram cerca de 110 os colaboradores presentes no mais recente Jantar de Natal ComprarCasa, um evento decorrido no passado dia 18 de Dezembro, no Hotel Olissippo

Leia mais

Introdução. O Júri seleccionará cinco organizações para cada uma das seguintes categorias:

Introdução. O Júri seleccionará cinco organizações para cada uma das seguintes categorias: REGULAMENTO Introdução O Prémio Healthy Workplaces - Locais de Trabalho Saudáveis pretende reconhecer e distinguir as organizações portuguesas com contributos notáveis e inovadores para a segurança, o

Leia mais

II Fórum do sector segurador e de fundos de pensões. Lisboa, 7 de Março de 2007. Novas regras de solvência Implementação e gestão de risco

II Fórum do sector segurador e de fundos de pensões. Lisboa, 7 de Março de 2007. Novas regras de solvência Implementação e gestão de risco II Fórum do sector segurador e de fundos de pensões Lisboa, 7 de Março de 2007 Novas regras de solvência Implementação e gestão de risco Foi com todo o gosto, e também com enorme interesse, que aceitei

Leia mais

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 10 de Maio de 2006 Minhas Senhoras e meus Senhores, 1. Em nome do Senhor Secretário de Estado Adjunto, da Indústria

Leia mais

intra Perfil do Gestor

intra Perfil do Gestor Perfil do Gestor 35 Entrevista Dinah J. Kamiske, Autoeuropa A internacionalização economia obriga as empresas a tornarem-se mais competitivas. Entrevista de José Branco Dados publicados recentemente prevêem

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS

PHC Mensagens SMS CS PHC Mensagens SMS CS O potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC O envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo. Uma comunicação com sucesso: ganhos de tempo e de dinheiro

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR +

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + Ponta Delgada, 28 de Abril de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional

Leia mais

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Em primeiro lugar gostaria de expressar o meu agradecimento

Leia mais

Ficha Técnica. Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões. Título Fundos de Pensões. Edição Instituto de Seguros de Portugal

Ficha Técnica. Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões. Título Fundos de Pensões. Edição Instituto de Seguros de Portugal Ficha Técnica Colecção Guia de Seguros e Fundos de Pensões Título Fundos de Pensões Edição Instituto de Seguros de Portugal Coordenação editorial Direcção de Comunicação e Relações com os Consumidores

Leia mais

Reúna os seus seguros num plano único em vantagens.

Reúna os seus seguros num plano único em vantagens. Reúna os seus seguros num plano único em vantagens. GENERALI PME COMÉRCIO E SERVIÇOS A protecção do seu negócio. GENERALI PME COMÉRCIO E SERVIÇOS Junte num único plano, toda a protecção. E beneficie de

Leia mais

Acordo de Voluntariado (minuta)

Acordo de Voluntariado (minuta) Acordo de Voluntariado (minuta) Considerando que: a) O IMC é o organismo do Ministério da Cultura responsável pela definição de uma política museológica nacional e pela concretização de um conjunto de

Leia mais

A ALD Automotive no mundo

A ALD Automotive no mundo DOSSIER DE IMPRENSA A ALD Automotive no mundo A ALD Automotive é uma empresa de Aluguer Operacional e Gestão de Frotas que integra o Grupo Société Générale, um dos grupos líderes em serviços financeiros

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

19 / 20 MARÇO/ 2011 DE ALMODÔVAR

19 / 20 MARÇO/ 2011 DE ALMODÔVAR 4 VOLTA ª 19 / 20 MARÇO/ 2011 AO CONCELHO DE ALMODÔVAR Henrique Revés Empresário - 41 anos Neste período que atravessamos, só com muito trabalho, dedicação e empenho é que conseguimos manter a dinâmica

Leia mais

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas GUIA DO VOLUNTÁRIO Sociedade Central de Cervejas ÍNDICE 1. A RESPONSABILIDADE SOCIAL NA SCC: O NOSSO COMPROMISSO... 3 2. O NOSSO COMPROMISSO COM O VOLUNTARIADO... 4 2.1 A ESTRUTURAÇÃO DO VOLUNTARIADO EMPRESARIAL...

Leia mais

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHC Mensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS CS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

SAÚDEGLOBAL. AON Portugal

SAÚDEGLOBAL. AON Portugal SAÚDEGLOBAL AON Portugal Breve Apresentação do Negócio DADOS DE CARACTERIZAÇÃO Designação Comercial Saúdeglobal N.º Colaboradores N.º de Estabelecimentos Dispersão Geográfica Nacional Facturação em 2010

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 2011/07/07 NOTA: No caso de imprimir este documento, o mesmo passa automaticamente a Cópia Não Controlada ; a sua utilização implica a confirmação prévia de que corresponde à

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE ACTIVIDADES E CONTAS DE 2010 Relatório de Actividades e Contas do Grupo Regional do Norte 2010 ÍNDICE 1. Introdução 2. Funcionamento do Grupo Regional do Norte 2.1. Período de funcionamento

Leia mais

Descubra A NOSSA AMBIÇÃO HÁ MAIS DE 25 ANOS: MUDAR A IMAGEM DOS SEGUROS. A RSE, um compromisso e actuação. Os nossos colaboradores

Descubra A NOSSA AMBIÇÃO HÁ MAIS DE 25 ANOS: MUDAR A IMAGEM DOS SEGUROS. A RSE, um compromisso e actuação. Os nossos colaboradores Descubra A NOSSA AMBIÇÃO HÁ MAIS DE 25 ANOS: MUDAR A IMAGEM DOS SEGUROS APRIL, um grupo sólido Grupo Internacional de Serviços de Seguro Bruno ROUSSET Presidente, CEO e fundador do grupo APRIL 6 Cotada

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

COMUNICAR A TRANSPORTES METROPOLITANOS DO PORTO

COMUNICAR A TRANSPORTES METROPOLITANOS DO PORTO ENQUADRAMENTO A INTEGRAÇÃO DA METRO DO PORTO E DA STCP E A PERSPECTIVA DE PRIVATIZAÇÃO COMUNICAR A TRANSPORTES METROPOLITANOS DO PORTO ANÁLISE OBJECTIVOS MENSAGENS-CHAVE ACÇÕES A DESENVOLVER ENQUADRAMENTO

Leia mais

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS O PROJECTO COMO NASCEU O CARTÃO SOLIDÁRIO O projecto Cartão Solidário nasceu da vontade de responder de forma contínua e sustentável às necessidades das Instituições

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 A aposta no apoio à internacionalização tem sido um dos propósitos da AIDA que, ao longo dos anos, tem vindo a realizar diversas acções direccionadas para

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA MINI Luanda 6ª Edição MBA EM UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA GESTÃO MINI MBA EM GESTÃO Um programa conciso e único Na linha das anteriores edições, merecedoras de Novas

Leia mais

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR Prioridades Estratégicas Indústria Portuguesa Agro-Alimentar Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares XI LEGISLATURA 2009-2013 XVIII

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

Apoiar Business Angels é apoiar o empreendedorismo Segunda, 17 Março 2014 12:03

Apoiar Business Angels é apoiar o empreendedorismo Segunda, 17 Março 2014 12:03 Os Business Angels são, geralmente, os primeiros investidores que o empreendedor conhece e, por isso, o seu papel é crucial nas primeiras etapas da empresa. Este é um negócio de alto risco, já que muitas

Leia mais

Quatro start-ups portuguesas ganham 400 mil e candidatam-se a um prémio de mais 600 mil

Quatro start-ups portuguesas ganham 400 mil e candidatam-se a um prémio de mais 600 mil Fase Final da IUL MIT Portugal Caixa Capital Competition Quatro start-ups portuguesas ganham 400 mil e candidatam-se a um prémio de mais 600 mil ISCTE-IUL, MIT Portugal e Caixa Capital revelaram as quatro

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

mais PAIXÃO mais ACÇÃO mais ENERGIA mais VANTAGENS mais ACP

mais PAIXÃO mais ACÇÃO mais ENERGIA mais VANTAGENS mais ACP PAIXÃO mais ACÇÃO mais ENERGIA mais VANTAGENS mais ACP VOTE CARLOS BARBOSA 2011/2015 ÓRGÃOS SOCIAIS DIRECÇÃO PRESIDENTE Carlos de Alpoim Vieira Barbosa, sócio 14294 Miguel António Igrejas Horta e Costa

Leia mais

Pequenas e médias empresas:

Pequenas e médias empresas: Pequenas e médias empresas: Promovendo ligações empresariais efectivas entre as grandes e as pequenas e médias empresas para o desenvolvimento de Moçambique Comunicação de Sua Excelência Armando Emílio

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

- A supervisão da conduta de mercado no sector segurador: metodologias de trabalho e avaliação de resultados

- A supervisão da conduta de mercado no sector segurador: metodologias de trabalho e avaliação de resultados Boas práticas no sector segurador - A supervisão da conduta de mercado no sector segurador: metodologias de trabalho e avaliação de resultados Eduardo Farinha Pereira eduardo.pereira@isp.pt Sumário Enquadramento

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

aedição de 2001 da PME Excelência

aedição de 2001 da PME Excelência 26 PME Excelência com mais qualidade Criado com o objectivo de distinguir as PME que apresentem em cada ano os melhores desempenhos económico-financeiros e de gestão, o Estatuto PME Excelência tem associado

Leia mais

Condeixa Aqua Clube. Proposta de patrocínio

Condeixa Aqua Clube. Proposta de patrocínio Condeixa Aqua Clube Proposta de patrocínio Indice 1. Apresentação do Clube 3 2. Modalidades.... 4 3. Corpos Sociais..... 5 4. Técnicos 6 5. Atletas... 7 6. Instalações. 8 7. Estatutos e Regulamentos......

Leia mais

5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS. Ficha Técnica. Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel

5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS. Ficha Técnica. Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel 5ª EDIÇÃO MARÇO 2015 NEWSLETTER MCS Ficha Técnica Direcção Geral: José Prata Coordenação: Sázia Bachu e Suzete Machel 1 Reunião de Quadros Kruger Park / 2015: Mensagem Dr. Fernando Dias Nogueira Presidente

Leia mais

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar

Serviços. Conquistar. quando identificou a oportunidade de negócio que constituía a Internet enquanto meio para agilizar Serviços Conquistar um lugar à mesa nas reservas on-line Até há bem pouco tempo Portugal não contava com um serviço especializado para reservar mesas em restaurantes através da Internet. Este ano ganhou

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

PORTUGAL NA LINHA DA FRENTE

PORTUGAL NA LINHA DA FRENTE Care Europ Assistance News n. 24 novembro 2012 PORTUGAL NA LINHA DA FRENTE Nesta edição, vá pelos seus dedos e saiba como a Europ Assistance Portugal se tem distinguido, pela mão de Manrico Iachia, a nível

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

Mónica Montenegro António Jorge Costa

Mónica Montenegro António Jorge Costa Mónica Montenegro António Jorge Costa INTRODUÇÃO... 4 REFERÊNCIAS... 5 1. ENQUADRAMENTO... 8 1.1 O sector do comércio em Portugal... 8 2. QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E MELHORES PRÁTICAS NO COMÉRCIO... 15

Leia mais

Estudo de Caso nº 7. 2. Práticas de Responsabilidade Empresarial Tópicos Principais Área(s) Global(ais) de Enquadramento das Boas Práticas de RSE:

Estudo de Caso nº 7. 2. Práticas de Responsabilidade Empresarial Tópicos Principais Área(s) Global(ais) de Enquadramento das Boas Práticas de RSE: 1. Identificação da Empresa Nome da Empresa: Estudo de Caso nº 7 Triip Ltd. Sector de Actividade: Gráfica Actividade Principal: Impressão e design Cidade/País: Tartu, Estónia Ano de Fundação: 1993 Implantação

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência

Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência Ccent.44/2005 MDS/UNIBROKER/BECIM Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência [alínea b) do n.º 1 do artigo 35.º da Lei n.º 18/2003, de 11 de Junho] 12/09/2005 1 DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO PROCESSO

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais

INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA Empresas INOVAÇÃO PRODUTOS DIMENSÃO MERCADO PRODUÇÃO MARKETING GESTÃO LIDERANÇA FINANCIAMENTO RH COMPETÊNCIAS Empreendedorismo VISÃO ESTRUTURADA

Leia mais

Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009

Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009 Comunicado de Imprensa PRÉMIOS RH 2009 Os Prémios RH são o reconhecimento público do mérito dos profissionais da Gestão de Recursos Humanos que se distinguem nas suas várias dimensões. É crescente o prestígio

Leia mais

Seminário de apresentação da Rede Gestus

Seminário de apresentação da Rede Gestus Seminário de apresentação da Rede Gestus Rede Gestus O LOGOTIPO Rede Gestus Internacionalização Zona 4 Gestus Compras Cartão ECOTUR Portal Gestus Cartão Gestus Contact Center CRM Zona 4 O LOGOTIPO Características:

Leia mais

LIBERTY ENFERMEIROS MANUAL PRÁTICO

LIBERTY ENFERMEIROS MANUAL PRÁTICO LIBERTY ENFERMEIROS MANUAL PRÁTICO NA LIBERTY SER ENFERMEIRO É UMA VANTAGEM! DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS Fazemos nossas as suas exigências de Inovação! Planos da Solução Liberty Protecção Total Protecção

Leia mais

Plano de Comunicação para o QCA III. Relatório de Execução de 2002

Plano de Comunicação para o QCA III. Relatório de Execução de 2002 Plano de Comunicação para o QCA III Relatório de Execução de 2002 Após o período de lançamento do QCA III o ano de 2002 foi de consolidação dos projectos iniciados e de apresentação dos primeiros resultados.

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

A ENERGIA QUE FAZ SENTIDO RGIA AMBIENTE TECNOLOGIA INOVAÇÃO FUTU VA ÇÃO FUTURO RESPONSABILIDADE RESPEITO ABILIDADE RESPEITO FUTURO ENERGIA AMBIE

A ENERGIA QUE FAZ SENTIDO RGIA AMBIENTE TECNOLOGIA INOVAÇÃO FUTU VA ÇÃO FUTURO RESPONSABILIDADE RESPEITO ABILIDADE RESPEITO FUTURO ENERGIA AMBIE A ENERGIA QUE FAZ SENTIDO RGIA AMBIENTE TECNOLOGIA INOVAÇÃO FUTU VA ÇÃO FUTURO RESPONSABILIDADE RESPEITO ABILIDADE RESPEITO FUTURO ENERGIA AMBIE A Energia Que Faz Sentido QUEM SOMOS Somos uma Empresa vocacionada

Leia mais

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005 Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Senhor Presidente da ALRAA Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões

capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões 147 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões 7.1 Considerações gerais Com vista a fomentar e facilitar

Leia mais

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema PHC Dashboard CS Um novo nível de gestão A gestão da informação empresarial de forma sintética, visual e abrangente, possibilitando uma tomada de decisão mais rápida, correcta e precisa. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2014 MISSÃO 2014 Renovar a imagem da associação Melhorar a qualidade dos serviços prestados Restabelecer as ações de carácter cultural, desportivo e recreativo Promover

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema

PHC Dashboard CS. Diversidade de análises de dados pré-configuradas. Representação gráfica da informação do sistema PHC Dashboard CS Um novo nível de gestão A gestão da informação empresarial de forma sintética, visual e abrangente, possibilitando uma tomada de decisão mais rápida, correcta e precisa. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DEPENDENTES DA DGPC ACORDO INSTITUIÇÃO / VOLUNTÁRIO (MINUTA) VOLUNTARIADO NOS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DA DGPC Acordo de Voluntariado

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO RELATÓRIO E CONTAS BBVA BOLSA EURO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro semestre de 20, foi a subida das taxas do

Leia mais

Nota introdutória. PME em Números 1 IAPMEI ICEP

Nota introdutória. PME em Números 1 IAPMEI ICEP PME em Números PME em Números 1 Nota introdutória De acordo com o disposto na definição europeia 1, são classificadas como PME as empresas com menos de 250 trabalhadores cujo volume de negócios anual não

Leia mais

Aluguer Operacional e Gestão de Frotas

Aluguer Operacional e Gestão de Frotas the world leading fleet and vehicle management company LeasePlan Portugal Lagoas Park - Edifício 6-2740-244 Porto Salvo Ed. Cristal Douro - R. do Campo Alegre, nº 830 - sala 35-4150-171 Porto Tel.: 707

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323 Portugal tem futuro! Liderar com responsabilidade Introdução: A ACEGE em parceria com a CIP e o IAPMEI está a desenvolver o programa Liderar com Responsabilidade, que quer potenciar a acção dos líderes

Leia mais

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Lic. Marketing e Publicidade Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Trabalho realizado por: Maria Marques, 7005 Docente: Dr. Fernando Gaspar SANTARÉM Licenciatura em Marketing & Publicidade 1 de 10 2007/2008

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

GROUPAMA SEGUROS, SA RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

GROUPAMA SEGUROS, SA RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO GROUPAMA SEGUROS, SA RELATÓRIO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EXERCÍCIO DE 2008 ECONOMIA PORTUGUESA A economia portuguesa tem observado fracos crescimentos do Produto Interno Bruto, tendo atingido um valor

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento e Competitividade da sua Empresa

Apoio ao Desenvolvimento e Competitividade da sua Empresa Apoio ao Desenvolvimento e Competitividade da sua Empresa A Fine Solutions propõe uma oferta integrada de serviços em 3 grandes áreas: Competitividade Optimização de custos Desenvolvimento de Negócios,

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

1) Breve apresentação do AEV 2011

1) Breve apresentação do AEV 2011 1) Breve apresentação do AEV 2011 O Ano Europeu do Voluntariado 2011 constitui, ao mesmo tempo, uma celebração e um desafio: É uma celebração do compromisso de 94 milhões de voluntários europeus que, nos

Leia mais

VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL. Associação Interprofissional. para a. Promoção dos Vinhos de Portugal

VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL. Associação Interprofissional. para a. Promoção dos Vinhos de Portugal VINIPORTUGAL Plano Estratégico 2012 / 2014 VINIPORTUGAL Associação Interprofissional para a Promoção dos Vinhos de Portugal I - PLANO ESTRATÉGICO (CORPORATE BUSINESS PLAN) Desenvolver e executar estratégias

Leia mais

Seminário Inverno demográfico - o problema. Que respostas?, Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Seminário Inverno demográfico - o problema. Que respostas?, Associação Portuguesa de Famílias Numerosas Seminário Inverno demográfico - o problema. Que respostas?, Associação Portuguesa de Famílias Numerosas Painel: Desafio Demográfico na Europa (11h45-13h00) Auditório da Assembleia da República, Lisboa,

Leia mais

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Conferência "Compromisso Cívico para a Inclusão" Santarém, 14 de Abril

Leia mais

Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor

Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor Sociedade da Informação coloca novos desafios ao consumidor Lisboa, 20 de Junho Comércio electrónico, segurança dos dados pessoais, regulação e mecanismos de protecção foram alguns dos temas discutidos

Leia mais

ANA AEROPORTOS DE PORTUGAL, SA

ANA AEROPORTOS DE PORTUGAL, SA ANA AEROPORTOS DE PORTUGAL, SA 8º CICLO DE SEMINÁRIOS TRANSPORTES & NEGÓCIOS O PAPEL DO SISTEMA AEROPORTUÁRIO NAS SOLUÇÕES LOGÍSTICAS Outubro 2006 Preâmbulo Atendendo ao modelo económico de desenvolvimento

Leia mais

Road Show Nacional e Prémio Nacional de Segurança Rodoviária. 24 de Setembro a 23 de Dezembro 2003

Road Show Nacional e Prémio Nacional de Segurança Rodoviária. 24 de Setembro a 23 de Dezembro 2003 Road Show Nacional e Prémio Nacional de Segurança Rodoviária 24 de Setembro a 23 de Dezembro 2003 1. Cidadania Empresarial A previsão do aumento de 40% no tráfego rodoviário nos próximos dez anos, exige

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Exposição de motivos Tendo em consideração que a Administração Pública tem como objectivo fundamental

Leia mais