Principais índices econômicos - CCT 2012 dos empregados de empresas Corretoras de Seguros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Principais índices econômicos - CCT 2012 dos empregados de empresas Corretoras de Seguros"

Transcrição

1 Presidente: Serafi m Gianocaro nº 948 Fevereiro 2012 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo Principais índices econômicos - CCT 2012 dos empregados de empresas Corretoras de Seguros FEMININO Inscrições para o evento do Dia Internacional da Mulher O Departamento da Mulher Securitária do Sindicato dos Securitários SP informa que as inscrições para o evento comemorativo ao Dia internacional da Mulher estarão abertas entre os dias 13 e 28 de fevereiro, exceto nos dias 20 e 21, devido ao feriado de carnaval. A equipe organizadora também informa que o número de vagas é limitado e exclusivo para associadas. As não associadas securitárias só poderão se inscrever caso haja vagas remanescentes. O tema e o local serão divulgados posteriormente. EDITORIAL LAZER Campanha salarial 2012 Em processo de negociações, Fenespic e Sindicato dos Securitários SP continuam na luta por melhores salários Reservas abertas pág. 4 Programação anual de feriados nas Colônias de Férias e Centro Campestre pág. 2 pág. 12

2 Palavra do presidente *Serafim Gianocaro Diretoria do Sindicato defende a proposta salarial dos trabalhadores securitários em meados de janeiro, a diretoria da Federação Nacional dos Securitários (Fenespic) havia rejeitado a contraproposta salarial apresentada pela Federação Nacional das empresas de Seguros Privados (Fenaseg), que não contemplava nem um pouco os anseios da categoria securitária. O mesmo ocorreu com outras contrapropostas: Distribuidoras de títulos e Valores Mobiliários e corretoras de Seguros. A Fenespic e o Sindicato dos Securitários SP seguem firmes com as propostas encaminhadas às entidades patronais. Queremos avanços nas negociações. estamos cada vez mais convictos de que a categoria é merecedora de remuneração digna e melhores condições de trabalho e vida. estas são algumas das principais bandeiras que sempre defendemos com muita determinação e sempre estarão em nossas pautas. Não podemos aceitar de jeito nenhum que as empresas do mercado de seguros fiquem com os lucros, e que o trabalhador e a sociedade fiquem com o adoecimento e o descaso. Vamos continuar dialogando com as entidades patronais e tentar avançar nas negociações. As entidades patronais não apresentaram propostas até o fechamento desta edição. No dia 23 de janeiro, foi firmada a convenção coletiva de trabalho 2012 dos empregados das empresas corretoras de Seguros. Os índices econômicos podem ser conferidos na página 4. Índice 03 PROFISSÕES Autoconfiança melhora performance no ambiente de trabalho 04 CAMPANHA SALARIAL 2012 Índices econômicos da cct de corretoras de Seguros 04 TRÂNSITO regras para transferir multas mudam em julho 05 MERCADO SBcS realiza palestra com Francisco Galiza 06 TRABALHO crescem acidentes a caminho do trabalho 08 FALECIMENTO Mercado de seguros perde dois líderes 09 CENTRO DE ESTUDOS Programação dos cursos SOCIAL Natal e ano novo nas colônias de férias 11 ESPORTE campeonato de Futebol de campo Sport LAZER calendário de feriados nas colônias de férias e centro campestre Novas reuniões serão agendadas e os trabalhadores serão informados através deste informativo e site Fiquem atentos. um outro assunto de extrema importância para nós da capital paulista são as ações na cracolândia, que ganharam amplo destaque nos meios de comunicação. Nossa posição é de que o problema seja solucionado por completo. Sabemos muito bem que o assunto é complexo e não pode ser tratado eleitoralmente por autoridades políticas. Vale lembrar que este é um caso de saúde pública, um problema de estado. O objetivo das ações é levar os usuários de drogas para os centros de atendimentos do município. No entanto, como o procedimento não pode ser compulsório, muitos acabaram se deslocando para outros bairros da cidade, apenas mudando o problema de local. A operação deve ser tratada com seriedade e trazer resultados positivos à sociedade. É o que desejamos! reprimir os usuários não é uma forma sensata de acabar com este que é um dos problemas de saúde pública mais graves e que as autoridades políticas e a sociedade brasileira devem enfrentar com dignidade e muita coragem. Serafim Gianocaro *Serafim Gianocaro é Presidente da Fenespic e do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo Diretoria do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo Presidente: Serafim Gianocaro; 1º vice-presidente: Calisto Cardoso de Brito; 2º vice-presidente: Rijosval Gama de Oliveira; 3º vice-presidente: Laércio Marini; 4º vice-presidente: Wagner Domingos da Mata; Secretário-geral: José Eduardo dos Santos ; 1º secretário: Cláudio Preto; tesoureiro: Jaime Vespúcio; 1º tesoureiro: Orlando José da Silva Filho O Securitário Jornalista responsável: Léia Hirosse, Mtb Redação: Itamar Barreto, Mtb Kelly Lubiato, Mtb Projeto gráfico e Diagramação: Correcta Comunicação; Tiragem: exemplares; Sede Social: Av. Nove de Julho, 40-8º andar Bela Vista - Tel: r. 216

3 3 PROFISSÕES Autoconfiança melhora performance no ambiente de trabalho A confiança em si mesmo é decisiva para o desempenho profissional e, consequentemente, das organizações. A autoconfiança, como é chamada, pode ser definida como a capacidade que uma pessoa tem de se sentir com recursos para executar qualquer atividade de maneira assertiva. Para isso, ela utiliza seu capital intelectual direcionado na obtenção do melhor resultado possível e se sente bem no processo. A falta de confiança retrai e isola as pessoas, impede que experimentem e arrisquem, restringe sua expansão. Quem vive com o pé atrás não vai para a frente, pois hoje, para crescer na carreira, os profissionais precisam ser confiantes, entusiasmados, abertos a novas experiências, criativos e assertivos, diz a palestrante motivacional e comportamental Leila Navarro. A confiança pode tornar as relações humanas mais abertas e cooperativas. Ou seja, as pessoas ficam mais à vontade para trocar informações. Com isso, os profissionais se sentem mais seguros para expressar as suas ideias, questionar quando não entendem alguma coisa e até admitir quando cometem erros. O resultado é que os processos fluem melhor e a empresa torna-se mais ágil e dinâmica. Especialistas apontam que em locais onde há confiança, há menos necessidade de sistemas de controle e vigilância dos funcionários, que correspondem entre 20% e 30% dos custos das empresas. A aplicabilidade da autoconfiança permite que o foco no resultado seja estabelecido e mantido, ao contrário de quando o foco está apenas no problema. Segundo o consultor e diretor executivo da SLAC (Sociedade Latino Americana de Coaching), Mike Martins, o líder que tem autoconfiança tem metas definidas e consegue enxergar com mais clareza como alcançar seus objetivos. O mercado de trabalho ainda é muito carente desses profissionais. A maioria afirma que quer ter um bom trabalho, um bom relacionamento e uma boa posição na carreira, mas é um panorama geral. Enquanto a pessoa Especialistas afirmam que funcionários autoconfiantes ficam mais à vontade para trocar informações, tirar dúvidas e admitir erros. Com isso, a rotina na empresa torna-se mais ágil e dinâmica não souber especificamente para onde está indo, não saberá aonde chegar. E a automotivação está ligada ao que nós desejamos para nós mesmos, comenta. Martins ainda afirma que a busca por autoconfiança é acessível para todas as pessoas. Hoje, com a ajuda da tecnologia, é possível conseguir livros gratuitos e visualizar palestras sobre o tema na internet sem custo. Os dois consultores garantem que a autoconfiança é um diferencial em um processo seletivo de emprego. Isso porque o responsável pelo departamento de Recursos Humanos consegue perceber se o candidato tem essa característica por meio da postura, do tom de voz, das palavras e assertividade nas respostas. A autoconfiança costuma ser muito benéfica para o profissional que a possui. Por outro lado, o excesso desse sentimen- to pode gerar problemas. Principalmente quando o profissional não leva em consideração evidências, fatos e as pessoas que estão incluídas no processo. A chance de acontecer um erro e gerar grandes perdas é alta. Ela começa a acreditar que não precisa de outras pessoas e o julgamento dela fica comprometido, avalia Martins. Ele cita como exemplo o esporte: muitos atletas se acidentam devido ao excesso de confiança. Já para Leila, é importante que o profissional que ocupe um cargo de liderança saiba inspirar confiança nos seus subordinados. Quando cria um ambiente de confiança, ele ajuda todo mundo a desenvolver a autoconfiança. Por sua vez, ele precisa ter autoconfiança para ele ter coragem de confiar nos funcionários, finaliza a consultora.

4 4 O Securitário fevereiro de 2012 CAMPANHA SALARIAL 2012 Principais índices econômicos da CCT Corretoras de Seguros Regras para Reajuste salarial: 7.50%, para todos - capital e interior Vale refeição: R$ 14,00, capital; e R$ 13,00, para interior Piso boy: R$ 640,00, capital; e R$ 625,00, interior Piso auxiliar: R$ 720,00, capital; e R$ 680,00, interior Triênio: R$ 59,70, para todos - capital e interior ECONOMIA Auxílio creche: R$ 118,80, para todos - capital e interior Município considerado capital - São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Osasco, Diadema, Guarulhos e Campinas.Demais cidades do Estado pertenceriam ao interior. A integra da CCT 2012 estará em breve à disposição dos trabalhadores no site do sindicato - Invalidez por acidente de trânsito dispara Casos de invalidez permanente entre vítimas de acidentes de trânsito se multiplicaram por quase cinco entre 2005 e 2010, passando de 31 mil para 152 mil por ano. Nos primeiros nove meses de 2011, houve novo aumento de 52%, para 166 mil, segundo números do Dpvat, seguro obrigatório pago por proprietários de automóveis. Os dados revelam que a maioria dos acidentados - mais de 70% dos casos em usava moto e está em plena idade economicamente ativa (entre 18 e 44 anos). O quadro preocupa a Previdência Social, que teme ter de arcar com os custos de uma geração de jovens aposentados por invalidez. O que mais tem crescido é a concessão de aposentadoria por invalidez devido a acidentes com motos, diz Leonardo Rolim, secretário de Políticas de Previdência. Há trabalhadores que só contribuíram [à Previdência] por cinco anos, mas que vão receber aposentadoria por invalidez pelo resto da vida. Projeções apontam que o INSS gastou R$ 8,6 bilhões com benefícios gerados por acidentes de trânsito. A cifra representa 3,1% de todas as despesas previdenciárias. Prejuízo econômico O Dpvat classifica os casos de invalidez como leves, moderados e graves. O INSS considera que há situações em que, depois de um período de tratamento, o beneficiário pode voltar a trabalhar, ainda que em outra função. Mas, segundo especialistas, crescem os casos em que o trabalhador acaba tendo de se aposentar. De 2001 a 2011, as vendas de motos quase triplicaram, chegando a 1,94 milhão no ano passado. Em 2011, as vendas de carros atingiram 2,65 milhões de unidades, pouco mais que o dobro das de O engenheiro e sociólogo Eduardo Vasconcellos diz que a explosão dos casos de invalidez gerados por acidentes com moto representa um prejuízo para os acidentados e para a economia do país. Ele diz que o cenário de acidentes com motos tende a piorar ainda mais nos próximos anos. Existe um grande desafio que é o que fazer com as motocicletas. A preocupação com o problema levou a Previdência a reivindicar participação no Contran (Conselho Nacional de Trânsito) na discussão das pautas e elaboração das políticas de trânsito. Fonte: Folha de S.Paulo TRÂNSITO transferir multas mudam em julho A partir de julho, será obrigatório o reconhecimento de firma para o motorista transferir os pontos recebidos na carteira de habilitação por causa de multas de trânsito. Hoje, basta assinar um formulário para que a pontuação emitida para o dono do carro seja assumida por outra pessoa que afirme que estava dirigindo o veículo. O principal objetivo da mudança, divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo, é fechar o cerco contra fraudes nas transferências. O motorista que atinge 20 pontos de infrações em 12 meses tem a carteira suspensa. O delegado José Sampaio Lopes Filho, da 2ª Delegacia de Crimes de Trânsito de SP, diz que só na capital cerca de 30 mil pessoas são investigadas. Além dos infratores, há quadrilhas formadas por despachantes, autoescolas, servidores. Geralmente usam carteiras de mortos, idosos, pessoas que recebem dinheiro para assumir as multas. As regras mais rígidas para a transferência de pontos são de outubro de 2010 e deveriam ter entrado em vigor no ano passado, mas o prazo foi adiado pelo Conselho Nacional de Trânsito em setembro. Quando a autenticação em cartório não for possível, será necessária a presença das duas pessoas envolvidas no órgão de trânsito. Empresas que têm veículos conduzidos por funcionários terão que autenticar em cartório a documentação em que o empregado/motorista se responsabiliza por eventuais infrações de trânsito registradas. Em SP, o serviço de reconhecimento de firma custa R$ 10. Já as cópias autenticadas saem por R$ 2,35 a página. A resolução 363 também prevê a notificação do infrator pelo Diário Oficial. Fonte: Folha de São Paulo

5 5 MERCADO SBCS realiza palestra com Francisco Galiza Crise mundial e o mercado segurador brasileiro foi o tema central discutido, no dia 11 de janeiro, na sede do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo, localizada na região central da cidade. A palestra foi ministrada pelo especialista Francisco Galiza, mestre em Economia da Fundação Getulio Vargas e catedrático pela Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP), na cadeira Ciência do Seguro, e promovida pela Sociedade Brasileira de Ciências do Seguro (SBCS). Francisco Galiza abriu a apresentação explicando as razões que culminaram na crise e os reflexos econômicos por ela causados. O objetivo da palestra foi facilitar a compreensão dos profissionais de mercado de seguros a respeito do assunto, no médio e longo prazos. Segundo o economista, apesar da crise mundial, as previsões econômicas para o setor de seguros são otimistas. A crise econômica iniciada nos EUA em 2008 estimulou as regras de solvência das seguradoras internacionais e também das brasileiras. De modo geral, as seguradoras estão lucrativas, capitalizadas e apresentam taxas de crescimento histórico. Neste período ocorreram novos investi- mentos de grupos financeiros no Brasil e oportunidades de fusões, além da realização futura de eventos como, por exemplo, a Copa do Mundo em Enfim, o efeito é compensatório. Galiza disse estar bastante otimista em relação às corretoras. Mesmo diante do aprofundamento da crise econômica que afetou diretamente a Europa e os Estados Unidos, o setor de seguros em nosso país continuará crescendo nos próximos anos. Neste sentido, há fatores que confirmam essa realidade, como a previsão de crescimento do canal pelas seguradoras, o nível profissional da categoria, a familiarização com a internet. O economista aconselha: O corretor deve investir na capacitação e no treinamento constante para aproveitar esse cenário favorável. As perspectivas para o setor brasileiro como um todo são otimistas. O cenário do Brasil no mercado internacional é positivo. E não é só para um tipo de ramo, é um otimismo generalizado, disse. Evento contou com a presença de Serafim Gianocaro, presidente da SBCS, Affonso Heleno de Oliveira Fausto, diretor da SBCS, e diversos líderes do setor. OOFrancisco Galiza, Affonso Fausto e Serafim Gianocaro OOSBCS recebe profissionais do setor para palestra BRASIL 96% rejeitam criação de novo imposto para saúde, aponta CNI A maioria da população é contra a criação de novos impostos para melhorar a saúde no Brasil. Segundo pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria), divulgada no dia 12 de janeiro, 96% dos entrevistados não querem um novo imposto para a área, apesar de 95% afirmarem acreditar que o setor precisa de investimentos. As informações são da pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira: Saúde Pública e mostram ainda que 61% dos entrevistados reprovam o sistema público de saúde brasileiro. Para 82% dos entrevistados, o governo deve acabar com a corrupção para obter mais recursos para a área. Outra solução, defendida por 53% das pessoas, é a redução de desperdícios. Somente 18% da população diz acreditar que seja necessário transferir recursos de outras áreas para o setor. De acordo com o estudo, o principal problema do sistema de saúde é a demora no atendimento, apontado por 55% dos entrevistados. Em seguida, está a falta de equipamentos e de unidades de saúde, indicado por 10% das pessoas; e a falta de médicos, indicado por 9% da população. Segundo a pesquisa, esses problemas estão ligados, pois a demora no atendimento em hospitais e postos de saúde se deve, principalmente, à falta de equipamentos e de médicos. Para a população, no entanto, é o resultado final - a demora para ser atendido - que aparece como o principal problema, explica o estudo. Para melhorar a situação, 57% dos entrevistados dizem que é preciso aumentar o número de médicos. Outros 54% afirmam que o governo deve equipar melhor os hospitais públicos e os postos de saúde. A terceira ação, assinalada por 30% dos pesquisados, é o aumento de salário para os médicos. Fonte: Folha de S.Paulo

6 6 O Securitário fevereiro de 2012 TRABALHO Crescem acidentes a caminho do trabalho Despesas do governo com essas ocorrências subiram 37% de 2009 a 2011; problema é pior em grandes cidades. Tendência vai na contramão da queda dos demais tipos de acidente de trabalho, como na empresa. A despesa da Previdência com os chamados acidentes de trajeto - aqueles sofridos a caminho do emprego ou na volta para casa, depois do expediente - subiu 37% entre 2009 e O valor saltou de R$ 850 milhões para R$ 1,16 bilhão, segundo projeção do Ministério da Previdência Social. É um custo crescente que causa preocupação. Com o número maior de veículos nos grandes centros urbanos, o deslocamento dos trabalhadores virou um inferno, afirma Remígio Todeschini, diretor de saúde ocupacional do Ministério. As empresas também amargam gastos em decorrência do maior número de acidentes de trajeto. A explosão na venda de motos e de carros e o trânsito mais intenso, principalmente nas grandes cidades, têm contribuído para o aumento desses acidentes: 173,2% entre 1996 e O percentual é mais que o dobro do aumento total de acidentes de trabalho no Brasil no mesmo período. Contramão Desde 2008, o crescimento dessas ocorrências vai na contramão da tendência de queda dos demais tipos de acidente de trabalho, como os sofridos nas empresa. Para Emerson Casali, gerente executivo de relações do trabalho da CNI (Confederação Nacional da Indústria), essa tendência está ligada ao aumento das vendas de veículos no país, especialmente motocicletas. A massificação das motos, sem dúvida, teve reflexo nas estatísticas de acidentes de trabalho e nos custos para a indústria, afirma. Dados do Ministério da Saúde mostram que, no primeiro semestre de 2011, das 72,4 mil internações de acidentados no trânsito, quase metade envolveu vítimas de acidentes com motos. Em março de 2010, Cícero Mizael da Silva, 43, estava na garupa da moto de um colega a caminho do trabalho em uma em- presa de terraplanagem quando os dois se envolveram em acidente com um carro. Ele ficou nove meses afastado do trabalho, pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), devido a uma lesão. As empresas também amargam gastos em decorrência do maior número de acidentes de trajeto. A explosão na venda de motos e de carros e o trânsito mais intenso, principalmente nas grandes cidades, têm contribuído para o aumento desses acidentes: 173,2% entre 1996 e O percentual é mais que o dobro do aumento total de acidentes de trabalho no Brasil no mesmo período. Sem alternativa Segundo a advogada Daniela Negrini, com o ritmo mais intenso de trabalho nos últimos anos, há empregados que ficam sem alternativa de transporte público. Há casos de pessoas que começam a trabalhar muito cedo ou terminam muito tarde. Acabam optando por moto ou por carro próprio. Já na avaliação do médico Zuher Handar, diretor científico da Anamt (Associação Nacional de Medicina do Trabalho), é prematuro afirmar que o aumento dos casos de acidentes de trajeto está relacionado à popularização das motocicletas. Não há trabalho científico afirmando isso, diz. De acordo com Todeschini, o Ministério da Previdência Social estuda uma forma de incluir informações mais detalhadas nas estatísticas sobre as causas dos acidentes de trajeto. Handar diz que os acidentes de trajeto podem ter apresentado crescimento porque são mais fáceis de serem notificados. Segundo ele, esses casos são registrados pelo hospital. Portanto, não há risco de a empresa deixar de notificar o acidente. Fonte: Folha

7 TRABALHO Para OIT, salário no Brasil cresceu 9,7% reais em dez anos Levantamento divulgado ontem pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostra que o Brasil, em média, teve um aumento salarial 9,7% acima da inflação, entre 2000 e Com esse resultado, o país fica na quinta posição, entre dez nações da América Latina, no ranking do relatório Panorama Laboral A Argentina foi o país da região que teve o maior ganho de rendimentos, descontando a subida dos preços, com 100% de aumento real nos salários. Em seguida, estão Chile (21,5%), Costa Rica (15,4%) e Colômbia (11,0%). Ao comentar os números brasileiros, o estudo diz que há um menor ritmo de incremento acima da inflação nos rendimentos nos últimos anos. Isso estaria relacionado com a desaceleração da economia e os fortes reajustes dos últimos anos, que diminuíram a possibilidade de obter aumentos maiores, diz o organismo multilateral. No ano passado, o Brasil teve uma menor valorização salarial que Uruguai, Chile e Paraguai, com base em dados até o terceiro trimestre. Em relação ao aumento real, ou seja, descontando a inflação, do salário mínimo entre 2000 e 2010, o Brasil também fica em quinto, entre 18 países latino-americanos. Perde para Argentina, Uruguai, Nicarágua e Honduras, segundo levantamento do relatório. Em 2011, o indicador brasileiro só cresceu mais que o do Chile e da Nicarágua, com base em dados até outubro. Apesar disso, a política de aumento salarial no Brasil foi elogiada pela OIT. O desemprego urbano na América Latina e Caribe deve fechar 2011 no nível mais baixo da série histórica, iniciada em 1990, estima a organização. A taxa projetada é de 6,8%, o que representa uma queda de 0,5 ponto percentual em comparação a Com isso, cerca de 700 mil pessoas deixam a lista de desempregados em áreas urbanas, mas cerca de 15,4 milhões ainda permanecem sem ocupação. A expectativa é que o índice de desemprego dessas regiões fique estável em O Panorama da organização multilateral também adverte sobre a persistência da informalidade e destaca que, com base em dados de 16 países, pelo menos 50% da população urbana ocupada têm emprego informal. Isso corresponde a cerca de 93 milhões de pessoas com condições laborais precárias, sem proteção social nem acesso aos direitos trabalhistas. Como a América Latina apresenta historicamente aumento de postos de trabalho precários durante crises econômicas, a OIT defende que os governos deem prioridade à economia real, dando menor foco às políticas para o sistema financeiro. Fonte: Valor Econômico ECONOMIA Idosos na força de trabalho sobem 65% em dez anos Outro recorte nos dados do Censo 2010 mostra forte tendência de envelhecimento do trabalhador brasileiro na última década. A quantidade de pessoas com mais de 60 anos que está no mercado de trabalho cresceu 65% desde O número pulou de 3,3 milhões para 5,4 milhões em O crescimento foi registrado em todas as regiões. Prova disso é que, entre os Estados que lideram o ranking, estão locais tão distantes quanto Distrito Federal (151%), Amapá (135%) e Santa Catarina (104,7%). Traduzidos na realidade, os números indicam tanto um aumento absoluto na média de idade da população quanto a disposição dos brasileiros em trabalhar por mais tempo, mesmo depois de se aposentar. As regiões Norte e Centro-Oeste, locais de forte crescimento econômico nos últimos anos e recente formalização do mercado de trabalho, concentram a maior proporção de trabalhadores acima de 60 anos na sua força de trabalho. Nessas duas regiões, quase 30% da população economicamente ativa tem mais de 60 anos. Já os Estados do Nordeste, com população mais jovem e baixa escolaridade nas gerações mais velhas, registram média menor que 25%. Pesa também o fato de a qualidade de vida do Brasil aumentar gradativamente, ajudando a elevar a expectativa de vida do brasileiro, hoje em 73,5 anos, segundo a última medição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Motivos. São dois os principais motivos que servem de estímulo para os trabalhadores com mais de 60 anos voltarem ao mercado de trabalho: complemento da renda e satisfação pessoal. A presença dos trabalhadores com mais de 60 anos no mercado também é reflexo da falta da mão de obra qualificada. Segundo o diretor de Operações da consultoria de RH Human Brasil, Fernando Montero da Costa, com o aquecimento do mercado de trabalho, as empresas estão tendo de recorrer aos profissionais mais velhos para preencher vagas de nível técnico mais alto. Existia no mercado uma onda dizendo que as pessoas mais jovens têm mais energia, disposição. Depois da crise econômica, houve uma mudança e passou-se a valorizar também a experiência, diz. Os selecionadores começaram a enxergar as pessoas mais seniores e também uma distribuição maior entre jovens e seniores nas equipes, diz Costa. O aquecimento do mercado de trabalho foi importante para compensar a queda no número de empregadores, como indica o último Censo. Enquanto no início da década 2,9% dos brasileiros empregavam outros trabalhadores, hoje esse porcentual caiu para 1,9%. Isso significa que houve maior concentração no tamanho das empresas. Fonte: O Estado de S.Paulo 7

8 8 O Securitário fevereiro de 2012 SAÚDE Principal causa da confusão mental no idoso *Arnaldo Lichtenstein Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta: - Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental? Alguns arriscam: Tumor na cabeça. Eu digo: Não. Outros apostam: Mal de Alzheimer Respondo, novamente: Não. A cada negativa a turma se espanta... E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns: diabetes descontrolado; infecção urinária; a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa. Parece brincadeira, mas não é. Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos. Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez. A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos batedeira ), angina (dor no peito), coma e até morte. Insisto: não é brincadeira. Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento. Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica. Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem. Conclusão: Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho dasreações químicas e funções de todo o seu organismo. Por isso, aqui vão dois alertas: 1. O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite. Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso! 2. Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção. É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação. Líquido neles e rápido para um serviço médico. (*) Arnaldo Lichtenstein, médico, é clínicogeral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). FALECIMENTO Mercado de seguros perde dois líderes Faleceu, no dia 19 de dezembro de 2011, em São Paulo, João Leopoldo Bracco de Lima, uma das mais destacadas personalidades do mercado de seguros brasileiro. João Leopoldo iniciou no mercado de seguros aos 17 anos na Companhia de Seguros Boa Vista, de Abrão Garfinkel, pai de Jayme Garfinkel, presidente da Porto Seguro. Depois, assumiu o Departamento de Cosseguro da Companhia Internacional de Seguros, onde logo assumiria a chefia do Departamento de Cobranças da seguradora. Em 1966, assumiu a gerência da corretora de Eurico Lindenheim. Em 1970, fundou a Libra Corretora. Sempre pioneiro, João Leopoldo foi um dos fundadores do Clube dos Corretores de Seguros, em 1972 e da APTS (Associação Paulista dos Técnicos de Seguro), e presidente do Sincor/SP em João Leopoldo Bracco de Lima também atuou como diretor da Funenseg (Escola Nacional de Seguros), cargo em que permaneceu até a sua aposentadoria, no início de Leoncio de Arruda, ex-presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor SP), da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) e da Escola Nacional de Seguros (Funenseg), faleceu na tarde do dia 29 de dezembro. Aos 56 anos, Leoncio estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde lutava contra um câncer de estômago. Um dos mais atuantes presidentes da entidade, Leoncio de Arruda esteve à frente do Sincor-SP por quatro gestões (1992/ / /07 e 2007/10). Nesse período, Leoncio modernizou o sindicato e conseguiu fazer do Sincor-SP uma dos mais atuantes e respeitadas entidades do setor de Seguros. Formado em Administração de Empresas pela Faculdade São Judas Tadeu, de São Paulo, Leoncio de Arruda presidiu também a Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg) entre 1997 e A Federação Nacional dos Securitários (Fenespic) e o Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo se solidarizam com a família e amigos destes dois grandes líderes do mercado de seguros que deixaram legados importantíssimos por meio do trabalho e muitas conquistas. João Leopoldo B. de Lima Leoncio de Arruda Fotos: Crédito Antranik

9 9 CENTRO DE ESTUDOS Cursos do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Profissional do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo Sede - Avenida Nove de Julho, 40 14º andar. Bela Vista. São Paulo. Informações pelo telefone: (11) , ramais 250 e 256, das 9h às 19h. O Centro de Estudos está em recesso e as atividades retornarão ao normal a partir do dia 18 de janeiro. De segunda à quinta-feira, período noturno - 18h30 às 20h Curso Introdução ao Seguro Curso Intermediário de Resseguros Técnico de Seguros Transportes Período: De 05 de março a 09 de abril Aos sábados, das 08h30 às 12h30 Curso Introdução ao Seguro Curso Básico de Resseguros Técnico de Seguros Transportes Período: De 03 de março a 14 de abril Subsede Santo Amaro Avenida Santo Amaro, Informações pelo telefone: (11) , ramais 250 e 256, das 9h às 19h. Curso Introdução ao Seguro Curso Básico de Resseguros Período: De 05 a 22 de março À tarde, de segunda a quinta-feira, das 15 às 17h Técnico de Seguros Transportes Técnico de Sinistro de Ramos Elementares À noite, às terças e quintas-feiras, das 19 às 21h Período: De 06 de março a 26 de abril Técnico de Seguro Automóvel Período: De 03 de março a 14 de abril Curso - Gestão de Negócios Securitários Período: De 03 de março a 19 de maio Aos sábados - das 09 às 13h Investimento (taxa única): Securitário associado e dependente - R$ 100,00. Securitário não associado - R$ 140,00. Convidados e não contribuintes - R$ 200,00 Importante: As inscrições serão recebidas no mês anterior ao período programado. Mais informações pelo telefone acima citado. Ou acesse o site Continua a promoção de desconto. O securitário que trouxer um participante para o mesmo curso programado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo ganha desconto de 25% na taxa de investimento. Ambos serão beneficiados! Cursos da parceria entre o CVG-SP e o Sindicato dos Securitários Local dos cursos: Sede - Avenida Nove de Julho, 40 14º andar. Bela Vista. Informações: (11) , com Lúcia Gomes. Técnica de Saúde e Análises de Contas Médicas Data: De 05 de março a 11 de abril, às segundas e quartasfeiras, das 18h às 20h Certificação Técnica em Liq. Reg. Sinistro de Pessoas Data: De 06 de março a 17 de maio, às terças e quintas-feiras, das 18h às 20h

10 10 O Securitário fevereiro de 2012 SOCIAL Natal na Praia Grande Setenta hóspedes participaram da confraternização de Natal realizada pela administração da Colônia de Férias dos Securitários, em Praia Grande. Houve muita diversão entre amigos e familiares e a tradicional entrega de presentes feita especialmente por um Papai Noel. No almoço de sábado foi servida uma deliciosa feijoada ao som de pagode com o Grupo Eclosão, que tocou até as 16h. Já a ceia de Natal contou com apresentação do músico Daniel Prates. Domingo a diversão continuou sob comando de Juninho da banda Macaco Prego. Ano Novo na Praia Grande No Ano Novo a colônia recebeu 163 hóspedes para concretizar mais uma vez seu objetivo: ver a queima de fogos na praia e curtir a festa que é realizada há 15 anos. Na chegada dos hóspedes, na sexta-feira, foi oferecido um coquetel de boas vindas com apresentação musical de Guto Guedes - voz e violão. No almoço de sábado foram servidos petiscos e depois uma deliciosa feijoada e, claro, ao som de muito pagode. À noite, houve um coquetel especial e muita diversão com a performance do DJ Fábio - Equipe 100 comparação, que tocou durante e após a virada do ano. No almoço de domingo, Juninho, integrante da banda Macaco Prego, finalizou a festa. Natal agitado na colônia de férias Papai Noel esteve lá para entregar presentes IBIÚNA Boi no rolete no Centro Campestre Será uma festa de arromba! Você não pode deixar de participar! Data: 09, 10 e 11 de março. Neste dia (sábado, 10/03), o Clube Campestre só estará aberto para os hóspedes ou para os sócios que fizerem reservas antecipadas para o evento. Informações: (11) , ramal 224, com Cida ou Nilza, das 13h às 18h30. PRAIA GRANDE Fim de semana com praia e sol Um novo evento será realizado nos dias 23, 24 e 25 de março na Colônia de Férias dos Securitários em Praia Grande. Será um fim de semana de praia e muito sol! Na oportunidade, será servido um saboroso churrasco e bebidas, caipirinha, batidas, cerveja, refrigerante, acompanhados de deliciosos tira-gostos. Haverá também apresentação de música ao vivo. Contamos com sua participação! Vem para a praia você também, vem! É importante lembrar que no período de 23 a 25 de março, a Colônia só estará abertas aos hóspedes ou associados que fizerem reservas antecipadas para os eventos. Para reservas e informações: (11) , ramal 224, com Cida ou Nilza, das 13h às 18h30. O O A Colônia de Férias de Caraguatatuba recebeu securitários e seus familiares para celebrarem as festas de fim de ano: Natal e Réveillon. Foi um sucesso! Atividades recreativas na Praia Grande Durante o mês de janeiro, às quintas, sextas e sábados, a Colônia dos Securitários de Praia Grande realizou diversas atividades recreativas para os hóspedes (securitários, familiares e amigos), sob a coordenação da professora de Educação Física, Luzia Alves. O objetivo é integrar todos os securitários, promovendo atividades que visem o bem-estar e saúde. Atividades para adultos na piscina Atividades para crianças no espaço infantil

11 ESPORTE Campeonato de Futebol de Campo Sport 2011 Data de encerramento: 15 de outubro. O campeonato teve inicio em 15 de maio e contou com a participação de 16 equipes. Equipe campeã: Map.F.C. Vice-campeã: Astro. 3º lugar: Amigos. 4 lugar: Solo Brasil. Artilheiro: Willian (Map. F. C). Goleiro destaque: Daniel (Map. F. C). Campeonato de Futebol de Campo Veterano 2011 Data de encerramento: dia 4 de dezembro. Teve início no dia 17 de abril e contou com a participação de 20 equipes. Equipe campeã: Revivendo. Vice-campeã: Equipe do Poder Negro. 3º lugar: Ponto de Encontro. 4º lugar: Brother s. Artilheiro: Marcelo (Poder Negro). Goleiro destaque: Maurício (Ponto de Encontro) 11 Campeonato de Futebol de Salão 2011 Data de encerramento: 26 de outubro. Inicio no dia 16 de julho e participação de 20 equipes. Equipe campeã: CVS/Defenseg. Vice-campeã: Equipe do Astro. 3º lugar: Equipe Sem Opção. 4º lugar: Só na Paz. Artilheiro: Leandro (CVS/Defenseg). Goleiro destaque: Ricardo (Equipe do Astro). Equipe campeã: Map. F. C Equipe campeã: Revivendo Equipe campeã: CVS/Defenseg Vice-campeã: Astro Vice-campeã: Equipe do Poder Negro Vice-campeã: Equipe do Astro ESPORTE º Campeonato de Futebol Society 2012 Inscrição: De 01 a 24/02 Número de equipes: 16 Taxa de arbitragem: R$ 150,00 - por fase Reunião: Dia 25/02, às 10h. Pagamento da taxa de arbitragem e retirada da ficha de inscrição. Só será confirmada a participação da equipe mediante o pagamento da taxa. Conselho arbitral: 3/03, às 10h. Discussão da forma de disputa, sorteio das chaves e jogos. Local das reuniões: Centro Esportivo e Recreativo dos Securitários, em Itaquera. Início do campeonato previsto para 10/03 3º Campeonato de Futebol Society Veterano 2012 Inscrição: De 01 a 24/02 Número de equipes: 16 Taxa de arbitragem: R$ 150,00 - por fase Reunião: Dia 26/02, às 10h. Pagamento da taxa de arbitragem e retirada da ficha de inscrição. Só será confirmada a participação da equipe mediante o pagamento da taxa. Conselho arbitral: 26/02, às 10h. Discussão da forma de disputa, sorteio das chaves e jogos. Local das reuniões: Centro Esportivo e Recreativo dos Securitários, em Itaquera. Início do campeonato previsto para 11/02 Informações na Subsede Guarulhos ou pelo telefone: (11) , com Tim.

12 Lazer LAZER Semana Santa - Páscoa (6 de Abril) Período: De 06 a 08 de abril Inscrição: De 13 de fevereiro a 12 de março Sorteio: 14 de março - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 15 de março - Praia Grande Pagamento: 19 de março Dia do Trabalho (01 de Maio) Período: De 28 de abril a 01de maio Inscrição: De 01 a 30 de março Sorteio: 03 de abril - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 04 de abril - Praia Grande Pagamento: 09 de abril Corpus Christi (7 de Junho) Período: De 07 a 10 de junho Inscrição: 16 de abril a 11 de maio Sorteio: 15 de maio - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 16 de maio - Praia Grande Pagamento: 18 de maio Revolução Constitucionalista (9 de Julho) Período: De 07 a 09 de julho Inscrição: De 14 de maio a 11 de junho Sorteio: 13 de junho - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 14 de junho - Praia Grande Pagamento: 18 de junho Independência (7 de Setembro) Período: De 07 a 09 de setembro Inscrição: De 16 de julho a 13 de agosto Sorteio: 15 de agosto - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 16 de agosto - Praia Grande Pagamento: 20 de agosto Calendário de feriados nas colônias de férias (Caraguatatuba e Praia Grande) e Centro Campestre/Pesqueiro de Ibiúna Nossa Sra. Aparecida - 12 de Outubro / Dia Nacional do Securitário Período: De 12 a 15 de outubro Inscrição: De 14 de agosto a 14 de setembro Sorteio: 18 de setembro - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 19 de setembro - Praia Grande Pagamento: 21 de setembro Finados (2 de Novembro) Período: De 02 a 04 de novembro Inscrição: De 03 de setembro a 01 de outubro Sorteio: 03 de outubro - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 04 de outubro - Praia Grande Pagamento: 08 de outubro Proclamação da República (15 de Novembro) Período: De 15 a 18 de novembro Inscrição: De 01 a 16 de outubro Sorteio: 18 de outubro - caraguatatuba/ibiúna Sorteio: 19 de outubro - Praia Grande Pagamento: 22 de outubro Natal e Ano Novo 2012 Período preferencial: De 22 de dezembro/2012 a 01 de janeiro/2013 Período somente para o Natal: De 22 a 25 de dezembro/2012 Período somente para o Ano Novo: De 29 de dezembro/2012 a 01 janeiro/2013 Inscrição (Praia Grande): De 19 de setembro a 19 de outubro/2012 Sorteio: 23 de outubro Pagamento: 25 de outubro Inscrição (Caraguatatuba e Ibiúna): De 24 de setembro a 25 de outubro/2012 Sorteio: 29/ de outubro Pagamento: 30 de outubro informações e reservas na Avenida Nove de Julho, 40 15º andar. tel.: (11) , ramais 224 e 249, com cida ou Nilza, das 13h às 18h30. s: / ENDEREÇOS DO SINDICATO DOS SECURITÁRIOS SP Site: Sede social Avenida Nove de Julho, 40 8º, 9º, 14º e 15º andares. Bela Vista. SP. cep: telefone: (11) Subsede Santos rua Almeida de Moraes, 41. Vila Matias. Santos. cep telefone: (13) Fax (13) Subsede Santo Amaro Avenida Santo Amaro, Santo Amaro. SP. cep telefone/fax (11) / Subsede de Campinas rua emilio ribas, 703. cambuí. campinas. cep telefone: (19) / Subsede São José dos Campos Av. Juscelino Kubitschek, Monte castelo. SJc. cep telefone: (12) Subsede Santo André rua cel Francisco Amaro, 34. centro. cep telefone/fax (11) / Subsede Guarulhos rua Presidente Prudente, 201. centro. Guarulhos. cep telefone: (11) Fax: (11) Subsede São José do Rio Preto rua João teixeira, 332. Santa cruz telefone: (17) cep Centro Esportivo e Recreativo dos Securitários rua ioneji Matsubayashi, 982. itaquera. cep telefone/fax (11) / Colônia de Férias dos Securitários em Praia Grande (Litoral Sul) rua rui Barbosa, 594. Boqueirão. Praia Grande. cep telefone: (13) Centro Campestre / Pesqueiro de Ibiúna estrada Vicinal do Verava, km 18. Bairro do Verava. ibiúna. cep telefone: (15) Colônia de Férias dos Securitários em Caraguatatuba (Litoral Norte) Jardim dos Sindicatos / Porto Novo Avenida José cândido cappelli, 300. cep telefone/fax: (12)

Aulas de Espanhol no Sindicato. pág. 5. SBCS realiza fórum. Atividades sociais CAMPANHA SALARIAL 2012 CURSO PROFISSÕES AGENDA

Aulas de Espanhol no Sindicato. pág. 5. SBCS realiza fórum. Atividades sociais CAMPANHA SALARIAL 2012 CURSO PROFISSÕES AGENDA Presidente: Serafi m Gianocaro www.securitariosp.org.br securitariosp@securitariosp.org.br nº 949 Março 2012 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo CAMPANHA SALARIAL 2012 Índices

Leia mais

ACOPLAN. em foco. Aprenda a ser um bom vendedor. Operadora completa 20 anos. Autoconfiança é fundamental

ACOPLAN. em foco. Aprenda a ser um bom vendedor. Operadora completa 20 anos. Autoconfiança é fundamental Informativo da Associação dos Corretores de Planos de Saúde e Odontológicos do Estado de São Paulo ACOPLAN Ano VII nº40 2012 em foco»vendas 06 Aprenda a ser um bom vendedor Conversamos com especialistas

Leia mais

DIRETO DA REDAÇÃO. VITÓRIA RESIDENCE News. Seja Bem Vindo Felipe. Novo Musicoterapeuta. Deixe-nos ajudá-lo a cuidar de quem cuidou de você

DIRETO DA REDAÇÃO. VITÓRIA RESIDENCE News. Seja Bem Vindo Felipe. Novo Musicoterapeuta. Deixe-nos ajudá-lo a cuidar de quem cuidou de você Edição: Fevereiro/ 2015 Recanto do Idoso Vitoria Residence VITÓRIA RESIDENCE News Deixe-nos ajudá-lo a cuidar de quem cuidou de você Olá amigos do Vr NEWS, DIRETO DA REDAÇÃO É com grande alegria que trazemos

Leia mais

Sindicato conquista reajuste de 8% para trabalhadores em Corretoras de Valores e Câmbio

Sindicato conquista reajuste de 8% para trabalhadores em Corretoras de Valores e Câmbio Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br Nº 985 I Maio 2015 Cerimônia de Posse da nova diretoria do Sindicato dos Securitários Páginas 08 e 09 Sindicato conquista reajuste de 8% para

Leia mais

Departamento de Atendimento

Departamento de Atendimento Departamento de Atendimento Dos 22 funcionários alocados na Sede atualmente, cinco realizaram atividades administrativas fixas, que os impediram de substituir funcionários das seccionais e subsedes, em

Leia mais

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP Pesquisa de Qualidade de Vida ACIRP Núcleo de Economia Qualidade de Vida Ribeirão Preto November 19, Resultados em : A Pesquisa de Qualidade de Vida da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto

Leia mais

Raio X da Campanha Salarial 2015

Raio X da Campanha Salarial 2015 Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br Nº 984 I Março 2015 Raio X da Campanha Salarial 2015 Campanha Salarial 2015 A Campanha Salarial 2015 tem sido vitoriosa. Obtivemos aumento

Leia mais

AMERICAN BAR. palavra do presidente

AMERICAN BAR. palavra do presidente palavra do presidente Prezado Associado, chegamos a abril, e a CHAPA INOVAR já completa 11 meses à frente da Administração de nosso Clube, e nesta edição vamos mostrar tudo que fizemos por nosso Clube,

Leia mais

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013

PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA VOL. 3, Nº 5, JUNHO DE 2013 PANORAMA EUA OBSERVATÓRIO POLÍTICO DOS ESTADOS UNIDOS INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA ESTUDOS SOBRE OS ESTADOS UNIDOS INCT-INEU ISSN 2317-7977 VOL.

Leia mais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Fonte: O Globo Data: 16/09/2015 Seção: Economia Versão: Impresso (página 25) e Online Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Retomada de cobrança

Leia mais

Sciesp. Clipping 07.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 07.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 07.06 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 BAGARAI Mercado imobiliário brasileiro deve vender ainda mais neste

Leia mais

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2014 1º fase

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2014 1º fase Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 1º fase Resumo: A pesquisa de Qualidade de Vida é organizada pela ACIRP e pela Fundace. Teve início em 2009, inspirada em outros projetos já desenvolvidos em grandes

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Dia Internacional da Mulher. Trabalhadores de seguradoras conquistam reajuste salarial de 7,40%, 8% nos vales-alimentação e refeição e piso salarial

Dia Internacional da Mulher. Trabalhadores de seguradoras conquistam reajuste salarial de 7,40%, 8% nos vales-alimentação e refeição e piso salarial Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br Nº 983 I Fevereiro 2015 Trabalhadores de seguradoras conquistam reajuste salarial de 7,40%, 8% nos vales-alimentação e refeição e piso salarial

Leia mais

seu dinheiro Consórcio ou financiamento? #103 Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel

seu dinheiro Consórcio ou financiamento? #103 Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel #103 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Saiba qual é a melhor opção na hora de comprar um automóvel Consórcio ou financiamento? Poupança com ganho real Investimento volta a superar a inflação

Leia mais

Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta

Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta Boletim 869/2015 Ano VII 09/11/2015 Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta Mais de 22 milhões de brasileiros têm empreendimentos sem empregados remunerados. Quase um milhão

Leia mais

I Fórum Políticas Públicas do Idoso"

I Fórum Políticas Públicas do Idoso I Fórum Políticas Públicas do Idoso" O idoso no mundo Em 2050, a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 30% da população mundial será de idosos; 2 bilhões dos habitantes do planeta terão mais de

Leia mais

Congresso cria Comissão Permanente de Combate à. à Violência contra as Mulheres;

Congresso cria Comissão Permanente de Combate à. à Violência contra as Mulheres; Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br securitariosp@securitariosp.org.br nº 972 Fevereiro 2014 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo CAMPANHA SALARIAL

Leia mais

O ENEM de 2014 teve 15 mil candidatos idosos inscritos, o que mostra a vontade dessa população em investir em formação superior.

O ENEM de 2014 teve 15 mil candidatos idosos inscritos, o que mostra a vontade dessa população em investir em formação superior. IDOSOS O Solidariedade, ciente da importância e do aumento população idosa no País, defende o reforço das políticas que priorizam este segmento social. Neste sentido, destaca-se a luta pela consolidação

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 ALIMENTAÇÃO. Com data-base em 1º de setembro, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (Setor de Derivados de Milho e Soja), representando

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial

O PAC e você. Saiba mais sobre o funcionamento do PAC. editorial Informativo bimestral da Fundação Itaubanco julho/agosto2003 ano1 nº2 O PAC e você Saiba mais sobre o funcionamento do PAC editorial Nesta edição, apresentamos uma matéria especial sobre o Plano de Aposentadoria

Leia mais

Transporte. Passageiros. Fretamento. Concurso. Motorista.

Transporte. Passageiros. Fretamento. Concurso. Motorista. Concurso Motorista Padrão. Autora: Rosa Maria Júlio Landin SINFRECAR Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Por Fretamento de Campinas e Região Rua Dr. Silva Mendes, nº. 266 Vila Industrial

Leia mais

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ.

CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. Ano VII Nº 37 Outubro/Dezembro 2015 CONHEÇA O NOVO CENTAURO-ON NEWS. MAIS MODERNO E VERSÁTIL, PARA VOCÊ. LEIA TAMBÉM 2015: Ano de grandes realizações Pág. 02 Seguro Vida Individual: Tranquilidade para

Leia mais

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para:

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para: PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013 Preparado com exclusividade para: Pesquisa Refeição Assert Preço Médio 2013 Introdução Objetivo Metodologia/Amostra Contexto Inflacionário Cenário Os preços das

Leia mais

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens Um país de idosos Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens A expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de 20 anos em

Leia mais

Serafim Gianocaro: 26 anos de luta em prol dos trabalhadores. Trabalhadores. aprovaram pauta de reivindicação. Securitários perdem um grande líder

Serafim Gianocaro: 26 anos de luta em prol dos trabalhadores. Trabalhadores. aprovaram pauta de reivindicação. Securitários perdem um grande líder Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br securitariosp@securitariosp.org.br nº 969 Novembro 2013 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo Serafim Gianocaro:

Leia mais

Somos uma das empresas que mais crescem no país

Somos uma das empresas que mais crescem no país ed. 3 / ano 1 / outubro 2013 J. Fonseca conquista novos segmentos Segurança em primeiro lugar Somos uma das empresas que mais crescem no país editorial Crescendo, mas sem esquecer da segurança A terceira

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SEGURANÇA DO

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores

Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores Nome: Enewsrs Data: 01/03/2011 Endereço: www.enewsrs.com.br Mídia: Newsletter/Site Magnum Investimentos promove palestra especial para as mulheres sobre bolsa de valores Evento será realizado no dia 14

Leia mais

REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO.

REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO. REGULAMENTO E QUESTIONÁRIO DE AVALIÇÃO PARA PREMIAÇÃO. A Revista Motoboy Magazine tem o prazer de realizar o Prêmio Motoboy Magazine Top Motofrete 2013, a fim de prestigiar o trabalho de empresas em prestação

Leia mais

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco 1. Emprego O Banco deverá instituir medidas que visem aumentar o número de empregados, adequando o seu quadro funcional a praça e ao

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Julho, um mês festivo

Julho, um mês festivo Nutricionista Atividade física e alimentação Alimentação e exercícios físicos equilibrados são imbatíveis quando o assunto é saúde, manutenção ou redução do peso e ganho de massa muscular. Para qualquer

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 62 Discurso na solenidade de sanção

Leia mais

Sindicato ganha ação na justiça e garante pagamento da PLR. Proposta prevê regulamentação da contribuição assistencial

Sindicato ganha ação na justiça e garante pagamento da PLR. Proposta prevê regulamentação da contribuição assistencial Presidente: Calisto Cardoso de Brito www.securitariosp.org.br nº 981 Dezembro 2014 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo Diretoria dos Securitários de São Paulo participa

Leia mais

15ª Edição 2014 Exercício 2013

15ª Edição 2014 Exercício 2013 Pesquisa de Indicadores de Gestão de Pessoas Apresentação 15ª EDIÇÃO REFERENTE A DADOS DE DEZEMBRO/2013 Primeira vez que a pesquisa é realizada com a Universidade Metodista, por meio do Grupo de Estudos

Leia mais

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na Visão das Seguradoras: Uma análise da distribuição de seguros no Brasil Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), membro do Conselho Editorial da FUNENSEG, catedrático pela ANSP e sócio da empresa "Rating

Leia mais

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das

ESECS-PJ. Estudo Socioeconômico das ESECS-PJ Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros A G O S T O / 2 0 1 3 O Estudo Socioeconômico das Empresas Corretoras de Seguros Pessoa Jurídica (ESECS-PJ) é fruto de um trabalho de

Leia mais

Chat com a Dra. Andrea Dia 09 de outubro de 2014

Chat com a Dra. Andrea Dia 09 de outubro de 2014 Chat com a Dra. Andrea Dia 09 de outubro de 2014 Tema: Direitos do Paciente Total atingido de pessoas na sala: 28 usuários Limite permitido na sala: 40 usuários Duração: 1h30 (17h às 18h30) Perguntas respondidas:

Leia mais

Destaque Setorial - Bradesco

Destaque Setorial - Bradesco Sistema de Saúde Privada 03 de junho de 2015 Sistema de saúde privado deverá ser impactado pela piora do mercado de trabalho no curto prazo Regina Helena Couto Silva Departamento de Pesquisas e Estudos

Leia mais

Água... fonte da vida!

Água... fonte da vida! Água... fonte da vida! O Projeto Saúde e Prevenção na 20ª Regional de Saúde promovido pelo CISCOPAR, CRESEMS (Conselho Regional de Secretarias Municipais de Saúde) e pela 20ª Regional de Saúde visa orientar

Leia mais

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA

Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Transcrição da Teleconferência de Resultados do 2T14 Q&A SULAMÉRICA Vamos agora iniciar a sessão de perguntas e repostas. Nossa primeira pergunta vem do Senhor do Bradesco. Por favor, você pode ir em frente.,

Leia mais

LEI Nº 12.640, DE 15 DE MAIO DE 2012.

LEI Nº 12.640, DE 15 DE MAIO DE 2012. Presidente: Serafi m Gianocaro www.securitariosp.org.br securitariosp@securitariosp.org.br nº 952 Junho 2012 Informativo mensal dirigido aos securitários do Estado de São Paulo LEI Nº 12.640, DE 15 DE

Leia mais

Cenário Macroeconômico

Cenário Macroeconômico INSTABILIDADE POLÍTICA E PIORA ECONÔMICA 24 de Março de 2015 Nas últimas semanas, a instabilidade política passou a impactar mais fortemente o risco soberano brasileiro e o Real teve forte desvalorização.

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

A agenda demográfica e de políticas públicas do Estado de São Paulo

A agenda demográfica e de políticas públicas do Estado de São Paulo A agenda demográfica e de políticas públicas do Estado de São Paulo Projeções da Fundação Seade para a trajetória até 2050 indicam que o grupo populacional com mais de 60 anos será triplicado e o com mais

Leia mais

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO ANL 2012

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO ANL 2012 JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO ANL 2012 Com a presença de mais de 100 executivos e profissionais do segmento do livro, aconteceu na capital paulista no último dia 04 de dezembro, o Jantar de Confraternização

Leia mais

DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100

DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100 VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.07.15 EDITORIA: ECONOMIA VEÍCULO: BLOG COMUNICAR DATA: 22.07.15 EDITORIA: ECONOMIA DIA DOS PAIS 2015 SERÁ DE COMPRAS À VISTA E PRESENTES COM VALOR MÉDIO DE R$ 100 22

Leia mais

A Sombra do Imposto. Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org.

A Sombra do Imposto. Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org. A Sombra do Imposto Todos pagamos altos tributos, mas não vemos o dinheiro aplicado em serviços públicos de qualidade. www.sombradoimposto.org.br Expediente A Sombra do Imposto - Cartilha produzida pela

Leia mais

FÁBRICA ABERTA. destaque pág.02. sumário PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

FÁBRICA ABERTA. destaque pág.02. sumário PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA Criando caminhos. ed. 04 - fevereiro março 2012 destaque pág.02 PROGRAMA DE PREVENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA sumário 02 03 03 04 05 07 07 07 08 Editorial Aniversariantes do Mês Dia Internacional

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO. Doravante as empresas deverão estar atentas à questão envolvendo o pagamento do adicional de

Leia mais

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA

CARLOS BARROS DE MOURA ALEX SILVA CARLOS BARROS DE MOURA Presidente e Consultor Sênior de Barros de Moura & Associados, Corretagem de Seguros Ltda. Tem mais 40 anos de experiência na indústria de seguros, como executivo de empresas seguradoras,

Leia mais

ConstruBusiness - Rumo a 2022

ConstruBusiness - Rumo a 2022 ConstruBusiness - Rumo a 2022 EXPRESS ANO 1/12 Nº44 DEZ/12 CONSTRUBUSINESS 2012 10º CONGRESSO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO Em sua 10ª edição, o Construbusiness elaborou o programa Compete Brasil, com soluções

Leia mais

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria?

Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Previdência Social: quem tem direito à aposentadoria? Quando o assunto é aposentadoria, é comum surgir à questão: como se manter financeiramente após o término da idade ativa? A Previdência Social é um

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA

REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA O Canal Futura acredita que a juventude brasileira tem um importante papel a desempenhar

Leia mais

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS

ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS PREFEITURA FAZ INFORMATIVO DA PREFEITURA DE CONTAGEM CONTAGEM - Nº 23 - JUNHO - 2010 ESPECIAL SERVIÇOS PÚBLICOS Prefeitura valoriza servidores para melhorar qualidade dos serviços Nos últimos cinco anos,

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012.

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DOS TRABALHOS NO 1 SEMESTRE DE 2012. PROJETO: 13 - VOLUNTÁRIOS PARA A COPA DO MUNDO 2014. Objetivo: Acompanhar junto ao COL/FIFA (Comitê Organizador Local da FIFA) a seleção e recrutamento dos voluntários para atuarem na Copa do Mundo 2014.

Leia mais

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação Nome: n o : Ensino: Fundamental Ano: 7 o Turma: Data: Professor(a): Maria Silvia Geografia Exercícios de recuperação 1) Para a geografia, qual é o conceito de região? 2) Entre os aspectos utilizados para

Leia mais

ICES Um Indicador de Confiança para o Setor de Seguros. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Agosto/2013

ICES Um Indicador de Confiança para o Setor de Seguros. Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Agosto/2013 ICES Um Indicador de Confiança para o Setor de Seguros Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br Agosto/2013 Sumário: 1) Desafios econômicos do setor de seguros (Brasil e Mundo) 2) Princípios sobre Modelos

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ001554/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 12/08/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR032670/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.023032/2010-49 DATA DO

Leia mais

Cartão do Cidadão: ajudar sem humilhar

Cartão do Cidadão: ajudar sem humilhar Cartão do Cidadão: ajudar sem humilhar Todos os benefícios sociais numa só conta OGoverno Federal lançou o Cartão do Cidadão, em junho de 2002, um cartão amarelo, de plástico e magnético, como os usados

Leia mais

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros!

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! Consórcio Imobiliário na prática Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! 1 Sobre a empresa A A+ Consórcios iniciou suas atividades com o objetivo de gerir

Leia mais

A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado

A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado RELATÓRIO ANUAL GERDAU 27 65 COLABORADORES A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado Ed Carlos Alves

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO

FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO Classificação: Positiva VEÍCULO: JORNAL DE HOJE DATA: 12.01.15 EDITORIA: MARCOS AURÉLIO DE SÁ Classificação: Positiva VEÍCULO:

Leia mais

NEWS. Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National.

NEWS. Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National. CENTAURO-ON Seguros para viver Ano VI N.º 33 - setembro/outurbro 2014 NEWS Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National. Leia

Leia mais

Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto

Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto 14.07.2012 Portal De Fato Xx Xx Postado em 14/07/2012-09:09 Programa Senac Gratuidade lança vagas para agosto O Programa Senac Gratuidade (PSG) disponibilizará mais de 540 bolsas de estudos integrais para

Leia mais

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht Page 1 of 7 Comunicação Social 17 de setembro de 2010 Síntese de Indicadores Sociais 2010 SIS 2010: Mulheres mais escolarizadas são mães mais tarde e têm menos filhos Embora abaixo do nível de reposição

Leia mais

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 17 outubro de 2014 Organização:

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO 11/2010

BOLETIM INFORMATIVO 11/2010 Sindicato das Secretárias e Secretários do Estado do Rio Grande do Sul SISERGS Unindo você a todos os Secretários do RS! SISERGS BOLETIM INFORMATIVO 11/2010 Dia 06 de novembro ocorreu o penúltimo treinamento

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001633/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/04/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017942/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.001682/2013-16 DATA DO

Leia mais

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil

Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Nota de Imprensa Emilio Botín: O objetivo é nos tornarmos o banco privado número um do Brasil Presidente mundial do Banco Santander apresenta em São Paulo o Plano Estratégico 2008-2010 para o A integração

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Clipping de Notícias Educacionais

Clipping de Notícias Educacionais Os resultados do Enade são utilizados pelo MEC na elaboração do Índice Geral de Cursos (IGC) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC), indicadores de qualidade de instituições de ensino e de seus cursos

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org. TELECOMUNICAÇÕES TÊM MAIOR PRODUTIVIDADE DO SETOR DE SERVIÇOS, DIZ IBGE A Pesquisa Anual de Serviços 2013, divulgada nesta quarta-feira, 23, pelo IBGE, apontou para um total de 1,2 milhão de empresas,

Leia mais

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6

JORNAL. O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 JORNAL n o 30 ano X 1 o quadrimestre de 2014 Uma Publicação da Fundação Atlântico de Seguridade Social O futuro chega rápido Atlântico registrou maior número de adesões desde sua criação. 4, 5 e 6 Comunicação

Leia mais

COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL

COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL COORDENAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS SUPERVISÃO DE SAÚDE OCUPACIONAL NORMA INTERNA NA OCORRÊNCIA DE ACIDENTE DE TRABALHO 2012 1 SUMÁRIO I Apresentação 03 II Objetivo 03 III Informações gerais 04 IV- Preenchimento

Leia mais

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015 DIÁLOGOS SOCIAIS Resumo das regras das Leis nºs 13.135/2015 (MP nº 664/2014) e 13.134/2015 (MP nº 665/2014) relativas ao Ministério da Previdência Social Junho de 2015 Diálogos Sociais I. Benefícios Relacionados

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

Regulamento da Colônia de Férias e Lazer da ASRUNESP Associação dos Servidores da Reitoria da UNESP

Regulamento da Colônia de Férias e Lazer da ASRUNESP Associação dos Servidores da Reitoria da UNESP ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA REITORIA DA UNESP Alameda Santos, 647 CEP. 01419 901 Fone Fax 3141 9410 Sede Própria Regulamento da Colônia de Férias e Lazer da ASRUNESP Associação dos Servidores da Reitoria

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE DENTISTA

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE DENTISTA DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE DENTISTA O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SESC para este processo seletivo. É de fundamental

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

Criação da Associação

Criação da Associação Primeira Edição 02/08/2013 ASPREVIC ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA PREVIC BOLETIM INFORMATIVO Nesta edição: Associe-se 2 Prestação de Contas 2 CNPJ 3 Desconto em Folha 3 Festa de final de ano 3 Site em Construção

Leia mais

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS EDITORIAL Bem vindos à nossa pesquisa. No Brasil desde 2000, a Michael Page foi a primeira consultoria internacional de recrutamento

Leia mais

TURMA 3. Os camaleões

TURMA 3. Os camaleões TURMA 3 Os camaleões Dezembro de 2013 Todos contra o bullying O Bullying é um desrespeito e temos que respeitar uns aos outros, saber lidar, respeitar as diferenças que cada um tem. As pessoas têm que

Leia mais

Uma fonte inédita de informação

Uma fonte inédita de informação Mensagem do Presidente Uma fonte inédita de informação Este trabalho, patrocinado pelo Sincor-SP, corresponde a uma expectativa do setor quanto aos dados relativos às corretoras de seguros, em um momento

Leia mais

Segunda-feira, 22 de abril de 2013

Segunda-feira, 22 de abril de 2013 Segunda-feira, 22 de abril de 2013 22/04/2013 07h00 - Atualizado em 22/04/2013 07h00 Empresários dão dicas de como empreender após a aposentadoria Professora aposentada montou empresa de reforma de calçadas.

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Data Veículo Página Tamanho Classificação 24.01.2012 DN Online Xx xx Positiva

Data Veículo Página Tamanho Classificação 24.01.2012 DN Online Xx xx Positiva 24.01.2012 DN Online Xx xx Positiva Senac promove cursos de curta duração na área de gastronomia O Senac está com matrículas abertas para cursos de curta duração na área de gastronomia. Os interessados

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015. Clipping de notícias Recife, 29 de setembro de 2015. Saindo do papel O deputado Fernando Monteiro, da bancada pernambucana do PP na Câmara federal, regressou ontem de um giro pelos canais da Transposição

Leia mais

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança nestaedição abril 2013 destaques 06 Capa De frente com o mercado de trabalho 14 MetrôRio Investindo no futuro, MetrôRio comemora 15 anos de concessão zoom 22 boa pedida 24 perto daqui 28 do bem 32 recicla

Leia mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais 1016327-7 - set/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Como driblar a crise. e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos

Como driblar a crise. e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos Como driblar a crise e obter sucesso no Gerenciamento de Projetos COMO DRIBLAR A CRISE E OBTER SUCESSO NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS Índice Introdução 03 A crise 04 Conclusão 22 Sobre a Projectlab 24 8

Leia mais