ENGAJAMENTO DO CONSUMIDOR EM UMA COMUNIDADE VIRTUAL DE MARCA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENGAJAMENTO DO CONSUMIDOR EM UMA COMUNIDADE VIRTUAL DE MARCA"

Transcrição

1 No atual contexto competitivo, é possível dizer que as marcas desempenham papel fundamental na plena existência das organizações, pois dão suporte às decisões de compras, potencializam percepção de valor, sustentam relacionamentos e, consequentemente, proporcionam melhores margens. Apesar de diversos estudos abordando os conceitos de marca, não é possível estabelecer uma única definição sobre o tema de maneira que contemple uma dimensão funcional, como a de identificação entre concorrentes (KOTLER, KELLER, 2006), e uma dimensão simbólica que a indica como uma composição de símbolos e significados que induzem a percepção de valor (ZEITHAML, 1988; VAN GELDER, 2005). A partir dessa premissa, é possível dizer que as marcas são percebidas de maneira subjetiva e ímpar na vida de cada consumidor, exigindo, assim, um grande esforço para a gestão de posicionamento e proposições de valor (MARTINS, 2000). Para o devido entendimento da definição de valor de marca ou brand equity, Aaker (1996) sugere que a considere como um conjunto de ativos e passivos ligados a uma marca que permite aumentar e diminuir o valor dos produtos oferecidos, seja para a empresa, seja para o consumidor. Por meio dessa visão, pode-se dizer que o conceito tem origem na economia e que indica uma lógica interna voltada para a utilidade de produto, ou seja, o consumidor paga uma determinada quantia para obter o que deseja (PRADO, 2008). Segundo Lencastre (2005), uma segunda abordagem observada na literatura, indica o valor de marca relacionado à percepção e preferências dos consumidores. Essa definição corrobora a visão de Batey (2010) sobre o tema, uma vez que, para o autor, os consumidores compram mais que produtos e serviços, compram as marcas e suas promessas. Ainda, Kotler e Keller (2012) definem brand equity como um importante ativo intangível que representa valor psicológico e financeiro para a empresa. Dessa forma, a marca apresenta-se como um valioso recurso de geração e captura de valor para os diversos públicos da empresa, demandando, assim, cuidados em sua gestão. Para que seja possível a construção e manutenção da marca na mente dos consumidores, o branding apresenta-se como uma importante ferramenta colaborativa dos tradicionais programas de marketing. Segundo Keller e Machado (2006, p.30), branding significa dotar um produto ou serviço de brand equity. Durante o processo de definição estratégica, todas as escolhas para a criação e gerenciamento de ofertas devem transcender a própria oferta para que seja possível criar vínculos mais fortes com os consumidores (KELLER, MACHADO, 2006). De acordo com Aaker (1996, p. 51), marcas bem gerenciadas são aquelas que criam identidade por meio da formação de uma personalidade e relacionamento com os consumidores. Assim, as organizações devem procurar estabelecer marcas que inspirem confiança e que tenham vínculo emocional com os desejos e aspirações de seus clientes (ROBERTS, 2004). O marketing de relacionamento corresponde a todas as atividades de marketing que busquem estabelecer, desenvolver e manter relações duradouras de consumo (MORGAN, HUNT, 2011). Indo além de uma visão internalizada do compromisso da criação de valor, McKenna (1991, p. 69) propõe que todo o processo de relacionamento gerado pelos programas de marketing da organização seja baseado na integração do consumidor com a empresa. Ou seja, há necessidade da participação do consumidor no processo de criação de valor para as partes envolvidas, pois, somente através dessa troca, a marca é construída em bases consistentes.

2 Dentro do contexto de relacionamento e branding, o termo engajamento aparece de maneira frequente, seja em conferências, livros, artigos ou mesmo discussões de mercado (APPEAULBAUM, 2001). O ponto central em todas essas situações é que o engajamento pode ser considerado como um fator de criação e manutenção de relacionamento entre as empresas e respectivos clientes, além de uma fonte consistente de vantagem competitiva (SEDLEY, 2008). De acordo com Bowden (2009), o conceito de engajamento do consumidor é originário das teorias de marketing de serviços e, dada sua natureza interativa e dinâmica, seu entendimento é essencial para a criação de valor e desenvolvimento de negócios. A partir de uma perspectiva baseada na lógica dominante de serviços (S-D), Vargo (2009) refere-se à noção de engajamento por meio da co-criação de valor por parte dos consumidores nos processos de interação com as marcas, fazendo, assim, um contraponto ao conceito tradicional de lógica dominante de produto (G-D). Dessa forma, pode-se dizer que os ambientes onde as trocas ocorrem, proprietários ou criados por consumidores, devem ser observados de maneira criteriosa para que seja gerado valor de forma mútua e, consequentemente, os objetivos em questão sejam maximizados e alcançados. Especificamente para ambientes online, Mollen e Wilson (2010) definem engajamento de marca como o comprometimento afetivo e cognitivo que se tem com o relacionamento com uma marca personificada por meio de um website, tendo este a finalidade de comunicar suas proposições de valor. O conceito caracteriza as dimensões cognitivas envolvidas no processo de relacionamento, sendo elas a percepção do indivíduo quanto a valor instrumental, de utilidade e relevância, e a de valor experimental, sendo o alinhamento emocional do indivíduo com as narrativas propostas na comunidade virtual em questão. Ainda segundo os autores, quando se discute engajamento de marca, é preciso atentar para a diferença com o termo envolvimento. Segundo eles, o engajamento vai além do mero envolvimento, uma vez que, para engajar, seja necessária uma experiência interativa com a marca e que o indivíduo tenha o valor instrumental e experimental ativados em suas interações. Essa perspectiva é consistente quanto ao alinhamento com o conceito proposto por Vargo (2009), na qual há ênfase para a interatividade e experiência do consumidor no processo de relacionamento com a marca. Nas últimas décadas, o crescimento e desenvolvimento da internet como meio de comunicação proporcionou o encontro virtual de indivíduos com interesses em comum, culminando em novas formas de interação e geração de valor (THOMSEN, et. al., 1998). Com o surgimento desses ambientes, os consumidores cada vez mais se tornaram importantes agentes no processo de relacionamento, tendo, por diversas vezes, seus feedbacks e considerações observadas em tempo real (HOFFMAN, NOVAK, 1996; PRAHALAD, RAMASWAMY, 2004). Como exemplos de ferramentas de comunicação e interação virtual, podem ser consideradas as redes sociais, fóruns, blogs, s, websites e chats (DE VALCK et. al., 2009). Em todos os casos, as funcionalidades das plataformas permitem que as marcas e consumidores interajam e participem de maneira a criar e co-criar valor para ambas as partes. De acordo com Kotler e Keller (2012), as comunidades virtuais são uma poderosa ferramenta de construção de brand equity, pois resulta em uma base maior de clientes fiéis e comprometidos. Como composição de uma comunidade de marca, os autores identificam três características básicas:

3 1. Uma consciência de espécie ou senso de conexão para com a marca, a empresa, o produto ou outros membros da comunidade; 2. Rituais, histórias e tradições compartilhadas que ajudam a transmitir o significado da comunidade; 3. Uma responsabilidade ou um dever moral compartilhado tanto à comunidade como um todo quanto a seus membros individuais. Segundo Batista (2011), as organizações estão fazendo uso das redes sociais virtuais como ferramenta de relacionamento de maneira que contribua na construção de suas marcas. No entanto, o estudo limita-se a verificação do uso das ferramentas, além de não aprofundar a observação a partir da lógica de interação e co-criação de valor pela perspectiva do engajamento e não somente de envolvimento. Assim, o presente projeto de pesquisa propõe que seja estudada de maneira aprofundada a relação entre as ações de marketing de uma empresa em uma comunidade virtual de marca e o engajamento dos consumidores participantes. Posto isto, o problema do presente trabalho é o seguinte: as ações propostas pela empresa Brasil através da rede social Facebook estão gerando engajamento de sua base de consumidores? O objetivo deste trabalho é identificar se as ações realizadas pela empresa estão gerando engajamento de sua base de consumidores na rede social Facebook. De acordo com o site a página no Facebook da empresa Brasil é a sexta maior comunidade virtual de marca no Brasil e a maior da categoria de cosméticos e higiene. A empresa cadastrou-se oficialmente na rede social em 2010 e, até o momento, possui mais de 6 milhões de fãs que recebem diariamente dicas e notícias relacionadas a beleza. A coleta de dados será realizada por meio de uma amostragem não probabilística, com seleção intencional, a partir dos membros integrantes da comunidade virtual de marca na rede social Facebook da empresa Brasil. A metodologia utilizada será exploratória de cunho qualitativo, sendo a netnografia a técnica de coleta de dados a ser adotada. Para Kozinets (2010), esse método também conhecido como etnografia na internet é uma adaptação das técnicas de pesquisa etnográfica para o estudo de culturas e comunidades de comunicação mediadas por computadores, ou seja, comunidades virtuais. Para isso, ainda segundo o autor, deve-se atender aos procedimentos para formatação da pesquisa. A primeira etapa corresponde à entrada cultural, onde o pesquisador elabora suas questões e aprender sobre a comunidade e seus participantes, a segunda etapa refere-se a observação e coleta de interações. Na terceira etapa, o pesquisador deve rever as anotações feitas e realizar a interpretação das informações coletadas, e, na quarta etapa, deve garantir a ética da pesquisa e manter a confidencialidade dos participantes. Por fim, a última etapa está relacionada a divulgação dos resultados e feedback do grupo pesquisado. Como complemento do processo de análise das informações coletadas no Facebook da empresa, será utilizada a técnica de análise de conteúdo para que a pesquisa tenha melhores resultados. De acordo com Bardin (2007), a análise de conteúdo é um conjunto de técnicas de análise das comunicações visando obter, por procedimentos sistêmicos e 3

4 objetivos de descrição de conteúdo das mensagens, indicadores (quantitativos ou não) que permitem a inferência de conhecimentos relativos às condições de produção / recepção (variáveis inferidas) dessas mensagens.

5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS APPEULBAUM, A. The constant consumer. Gallup Management Journal Disponível em <http://gmj.gallup.com/content/745/constant-customer.aspx>. Acesso em 29/03/2013. BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4.ed., Lisboa: Edições 70, BATEY, Mark. O significado da marca: como as marcas ganham vida na mente dos consumidores. Rio de Janeiro: Best Business, BATISTA, F.P.S. Gestão de marcas por meio das redes sociais: um estudo de caso sobre a utilização do Facebook.Sâo Paulo Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - Programa de Pós-Graduação em Administração, Departamento de Administração, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. BOWDEN, JLH. The process of customer engagement: a conceptual framework. Journal of Marketing Theory and Practice 2009a;17(1): DE VALCK, K., VAN BRUGGEN, G., WIERENGA, B. Virtual communities: a marketing perspective. Decision Support Systems 2009;47: HOFFMAN, D.L, NOVAK, T.P. Marketing in hypermedia computer-mediated environments: conceptual foundations. Journal of Marketing 1996;60: HOLLEBEEK, L.D. Demystifying customer brand engagement: exploring the loyalty nexus. Journal of Marketing Management 2011;27(7/8): KELLER, K. L.; MACHADO, M. Gestão estratégica de marcas. São Paulo: Pearson Prentice Hall, KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de marketing.14.ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, KOZINETS, R. Nethnography: doing ethnographic research online. London: Sage, LENCASTRE, P. O livro da marca. Lisboa: Publicações Dom Quixote, MCKENNA, R. Acesso total: o novo conceito de marketing de atendimento. Rio de Janeiro: Campus, MOLLEN, A., WILSON, H. Engagement, telepresence and interactivity in online consumer experience: reconciling scholastic and managerial perspectives. Journal of Business Research 2010;63: MORGAN, R. M.; HUNT, S. D. The commitment-trust theory of relationship marketing. Journal of Marketing. v58, n.3, 07/

6 PÁGINA DO SOCIALBAKERS. Disponível em <www.socialbakers.com>.acesso em 12/06/2013. PRAHALAD, CK., RAMASWAMY V. Co-creation experiences: the next practice in value creation. Journal of Interactive Marketing 2004b;18(3):5 14. SEDLEY, R. Six theses on digital customer engagement in a troubled economy. Disponível em <http://richard-sedley.iuplog.com/default.asp?item=298747>. Acesso em 29/03/2013. THOMSEN, S.R, STRAUBHRR, J.D., BOLVARD, D.M. Ethnomethodology and the study of online communities: exploring the cyber streets. Information Research 1998;4(1). Disponível em <http://informationr.net/ir/4-1/paper50.html?ref=benimshopum.com>. Acesso em 30/03/2013. VAN GELDER, S. Global brand strategy: unlocking brand potential across countries, cultures and markets. London: Kogan Page Limited, VARGO, S. L. Toward a transcending conceptualization of relationship: a service-dominant logic perspective. The Journal of Business and Industrial Marketing 2009;24(5/6): ZEITHAML, V.A. Consumer perception of price, quality and value: a means-end model and synthesis and evidence. Journal of Marketing. v.52. July, 1998.

O que são Comunidades Online

O que são Comunidades Online O que são Comunidades Online e quais são as oportunidades para Pesquisa de Mercado No mundo atual, os consumidores estão mais empoderados para tomar as suas decisões em sua jornada para satisfazer seus

Leia mais

com níveis ótimos de Brand Equity, os interesses organizacionais são compatíveis com as expectativas dos consumidores.

com níveis ótimos de Brand Equity, os interesses organizacionais são compatíveis com as expectativas dos consumidores. Brand Equity O conceito de Brand Equity surgiu na década de 1980. Este conceito contribuiu muito para o aumento da importância da marca na estratégia de marketing das empresas, embora devemos ressaltar

Leia mais

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 Análise de Tendências e Inovação Estratégica Levar o aluno a compreender os conceitos e as ferramentas de inteligência preditiva e inovação estratégica. Analisar dentro

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

VIRTUAL BRAND COMMUNITIES AND ENGAGEMENT CREATION AN

VIRTUAL BRAND COMMUNITIES AND ENGAGEMENT CREATION AN VIRTUAL BRAND COMMUNITIES AND ENGAGEMENT CREATION AN QUALITATIVE APPROACH Wilian R. Feitosa (Escola de administração de empresas de São Paulo Fundação Getulio Vargas) - wrfeitosa@hotmail.com Carlos Eduardo

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 1 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Administração

Leia mais

ARTIGO _ ORIGINAL ORIGINAL ARTICLE. Wilian Ramalho Feitosa 1 Delane Botelho 2 Carlos Eduardo Lourenço 3. Abstract. Resumo

ARTIGO _ ORIGINAL ORIGINAL ARTICLE. Wilian Ramalho Feitosa 1 Delane Botelho 2 Carlos Eduardo Lourenço 3. Abstract. Resumo Página828 Rev. Elet. Gestão e Serviços V.5, n.1, Jan./Jun. 2014 ARTIGO _ ORIGINAL ORIGINAL ARTICLE Comunidades virtuais de marca de produtos de consumo e criação de engajamento: uma investigação qualitativa

Leia mais

"O valor emocional das marcas."

O valor emocional das marcas. DOMINGO, FEVEREIRO 24, 2008 "O valor emocional das marcas." Por Thales Brandão Atualmente as empresas estão buscando cada vez mais gerir suas marcas com conjunto de valores completamente diferentes dos

Leia mais

Presença Online. Lucina R. Viana. Fundamentos para Internet. Lucina R. Viana

Presença Online. Lucina R. Viana. Fundamentos para Internet. Lucina R. Viana Presença Online ! 11 de junho Aula 1 Presença Online! Apresentação da estrutura do Plano de presença! Teoria e Detalhamento da metodologia de trabalho (netnografia)! 12 de junho Aula 2 Presença Online!

Leia mais

A Comunicação Mercadológica como Fator de Vantagem Competitiva Empresarial 1

A Comunicação Mercadológica como Fator de Vantagem Competitiva Empresarial 1 A Comunicação Mercadológica como Fator de Vantagem Competitiva Empresarial 1 Tiago Miranda RIBEIRO 2 Kenney Alves LIBERATO 3 Thays Regina Rodrigues PINHO 4 PALAVRAS-CHAVE: comunicação; marketing; estratégia.

Leia mais

Sumário Executivo. Objetivos

Sumário Executivo. Objetivos Brasil Sumário Executivo As mídias sociais estão se tornando uma parte central de como os consumidores descobrem e avaliam informações. Quando os Mass Affluent se relacionam com instituições financeiras

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS A INFLUÊNCIA DA SEGMENTAÇÃO DE MERCADO NO POSICIONAMENTO E NO BRAND EQUITY DE MARCAS E PRODUTOS Rubens Gomes Gonçalves (FAFE/USCS) * Resumo Muitos autores têm se dedicado a escrever artigos sobre uma das

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Inscrições Abertas: Início das aulas: 28/03/2016 Término das aulas: 10/12/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às 22h30 Semanal Quarta-Feira

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

04/09/2014. Parte 10 GESTÃO EMPRESARIAL. Administração de marketing. Objetivos de aprendizagem. Conteúdo

04/09/2014. Parte 10 GESTÃO EMPRESARIAL. Administração de marketing. Objetivos de aprendizagem. Conteúdo Parte 10 GESTÃO EMPRESARIAL Administração de marketing Profº Adm.Cláudio Fernandes, Ph.D Ph.D em Business Administration - EUA www.claudiofernandes.com.br 1 Conteúdo Objetivos de aprendizagem Administração

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte II) Flávio I. Callegari www.flaviocallegari.pro.br O perfil do profissional

Leia mais

gestão de mercados business to business

gestão de mercados business to business gestão de mercados business to business 2009 DA COMMODITY À CAPTURA DE VALOR Na teoria e na vida, FDC Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das vinte melhores escolas de negócios do mundo. A Fundação Dom Cabral

Leia mais

A PERCEPÇÃO. Cassio Sclovsky Grinberg. 1. Introdução:

A PERCEPÇÃO. Cassio Sclovsky Grinberg. 1. Introdução: A PERCEPÇÃO Cassio Sclovsky Grinberg 1. Introdução: A literatura da área de Comportamento do Consumidor sugere percepção como sendo um ponto fundamental no estudo e entendimento dos processos psicológicos

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ALMEIDA, F. C.; SIQUEIRA, J. O.; ONUSIC, L. M. Data Mining no contexto de Customer Relationship Management. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 12, n. 2, p.

Leia mais

Gestão do conhecimento Wikipédia, a enciclopédia livre

Gestão do conhecimento Wikipédia, a enciclopédia livre Página 1 de 5 Gestão do conhecimento Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A Gestão do Conhecimento, do inglês KM - Knowledge Management, é uma disciplina que tem suscitado cada vez mais atenção nas

Leia mais

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso

Leia mais

Questões abordadas - Brand

Questões abordadas - Brand AULA 9 Marketing Questões abordadas - Brand O que é uma marca e como funciona o branding? O que é brand equity? Como o brand equity é construído, avaliado e gerenciado? Quais são as decisões mais importantes

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA MÓDULO 11 MODELOS DE AVALIAÇÃO DE MARCA

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA MÓDULO 11 MODELOS DE AVALIAÇÃO DE MARCA ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA MÓDULO 11 MODELOS DE AVALIAÇÃO DE MARCA Índice 1. Modelos de avaliação de marca...3 1.1. Resumo... 3 1.2. Palavras-chave... 3 2. Introdução...3 3. O conceito de marca...4 4.

Leia mais

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados:

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados: I IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso Bacharelado em Administração Disciplina GADM11 - Fundamentos de Marketing Pré-Requisitos: Não há Professor Marcos Severo II EMENTA Período 5º CH. Semanal 04h/a Ano/Sem

Leia mais

Social Business. Uma metodologia para desenvolvimento de estratégias de negócios com o apoio das redes sociais. Estratégia Mídias Sociais.

Social Business. Uma metodologia para desenvolvimento de estratégias de negócios com o apoio das redes sociais. Estratégia Mídias Sociais. Social Business Uma metodologia para desenvolvimento de estratégias de negócios com o apoio das redes sociais. Setembro 2011 www.elife.com.br twitter.com/elife_br Índice M.A.P.A: Monitorar... Pag. 02 M.A.P.A:

Leia mais

Indicadores Estratégicos em uma Seguradora Setembro/2001 Francisco Galiza, Mestre em Economia (FGV)

Indicadores Estratégicos em uma Seguradora Setembro/2001 Francisco Galiza, Mestre em Economia (FGV) Indicadores Estratégicos em uma Seguradora Setembro/2001 Francisco Galiza, Mestre em Economia (FGV) De um modo geral, o mercado segurador brasileiro tem oferecido novas possibilidades de negócios mas,

Leia mais

GESTÃO DE MARCAS - ESTUDO MULTI-CASO EM EMPRESAS DA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

GESTÃO DE MARCAS - ESTUDO MULTI-CASO EM EMPRESAS DA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS GESTÃO DE MARCAS - ESTUDO MULTI-CASO EM EMPRESAS DA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS Angela Cristina Marqui (UFSCar/DEP) acmarqui@usp.br Mário Otávio Batalha (UFSCar/DEP) dmob@power.ufscar.br Flavio Torres Urdan

Leia mais

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA João Antonio Jardim Silveira 1 Amilto Muller ¹ Luciano Fagundes da Silva ¹ Luis Rodrigo Freitas ¹ Marines Costa ¹ RESUMO O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Design Disruptivo a serviço de um mundo melhor v

Design Disruptivo a serviço de um mundo melhor v Design Disruptivo a serviço de um mundo melhor v Design como ferramenta de negócios ! CONFIDENTIAL MATERIAL CONFIDENCIAL WARNING* * Este material contido em nossa apresentação e qualquer material ou *

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

ENGAJAMENTO DO CONSUMIDOR: REVISÃO TEÓRICA DO ANTECEDENTES

ENGAJAMENTO DO CONSUMIDOR: REVISÃO TEÓRICA DO ANTECEDENTES ENGAJAMENTO DO CONSUMIDOR: REVISÃO TEÓRICA DO ANTECEDENTES CONCEITO E SEUS DOI: 10.5700/rege497 ARTIGO MARKETING Guilherme dos Santos Marra Mestre em Administração e Negócios pelo Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity Desenvolvimento de Marcas Fortes Criação de Brand Equity 1. O que é brand equity? Equity significa valor/patrimônio. Brand equity = valor da marca/patrimônio de marca. A American Marketing Association

Leia mais

Estratégia de Orientação para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração

Estratégia de Orientação para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração Estratégia de para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração Miguel Rivera PERES JÚNIOR 1 ; Jordan Assis REIS 2 1 Professor do IFMG Campus Formiga. Rua Padre Alberico, s/n. Formiga,MG

Leia mais

Medição da qualidade da informação: um experimento na pesquisa em bases de dados científicas

Medição da qualidade da informação: um experimento na pesquisa em bases de dados científicas Medição da qualidade da informação: um experimento na pesquisa em bases de dados científicas Fábio Favaretto (PUCPR) fabio.favaretto@pucpr.br Rosana Adami Mattioda (PUCPR) mattioda@brturbo.com Resumo O

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

A importância do branding

A importância do branding A importância do branding Reflexões para o gerenciamento de marcas em instituições de ensino Profª Ligia Rizzo Branding? Branding não é marca Não é propaganda Mas é sentimento E quantos sentimentos carregamos

Leia mais

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031 INSTITUTO UNIFICADO DE ENSINO SUPERIOR OBJETIVO - IUESO PLANO DE ENSINO CURSO: Administração PROF. Luis Guilherme Magalhães SÉRIE: 7º e 8º Período TURNO: Matutino DISCIPLINA: Gestão Mercadológica CARGA

Leia mais

Avaliação de Marca. Uma ferramenta estratégica e versátil para os negócios. Creating and managing brand value

Avaliação de Marca. Uma ferramenta estratégica e versátil para os negócios. Creating and managing brand value Avaliação de Marca Uma ferramenta estratégica e versátil para os negócios Creating and managing brand value TM Interbrand Pg. 2 Avaliação de Marca Uma ferramenta estratégica e versátil para os negócios

Leia mais

Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL

Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL Conteúdo Programático Módulo 3 Primeiros Passos do Planejamento Como identificar norteadores estratégicos Como definir seus objetivos quantitativos

Leia mais

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações Comunidades de Prática Experiências e Contribuições da Tecnologia para a Educação Profissional Lane Primo Senac Ceará 2012 Sumário 1. Introdução 2. Conceitos 3. Metodologia 4. Resultados 5. Considerações

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: Marketing Aplicado aos Negócios Código: Série: 3ª Série Obrigatória ( x ) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 80 horas Período Letivo: 2015 Obs: Objetivo Geral: Apresentar

Leia mais

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS?

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? COM SOCIAL MEDIA RESEARCH VOCÊ PODE UMA NOVA METODOLOGIA QUE PARTE DO CRUZAMENTO ENTRE AS MELHORES

Leia mais

MBA em Estratégias e Ciências do Consumo

MBA em Estratégias e Ciências do Consumo MBA em Estratégias e Consumer Business Management Início em 28 de setembro de 2015 Aulas as segunda e quarta, das 19h às 22h Valor do curso: R$ 21.600,00 À vista com desconto: R$ 20.520,00 Consultar planos

Leia mais

Gestão de Marketing e Ética Empresarial

Gestão de Marketing e Ética Empresarial Escola de Economia e Gestão Gestão de Marketing e Ética Empresarial Reconhecer e explicar os conceitos pilares do marketing e seu ambiente; Reconhecer a estratégia de marketing e aplicar os principais

Leia mais

OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG

OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG 1 OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG Camila Alves Teles 1 Maria Solange dos Santos 2 Rodrigo Honório Silva 3 Romenique José Avelar 4 Myriam Angélica Dornelas 5 RESUMO O presente

Leia mais

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário Plano de Negócios Plano de Negócios Sumário Introdução... 3 Plano de Negócios... 3 Etapas do Plano de Negócio... 3 Fase 1... 3 Fase 2... 8 Orientação para entrega da Atividade de Avaliação... 12 Referências

Leia mais

BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS. copyright

BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS. copyright BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS copyright QUEM SOMOS? 30 anos de mercado Metodologia proprietária 02 parceiros internacionais Abordagem integrada 04 unidades de negócio Equipe multidisciplinar 150

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG Caroline Passatore¹, Dayvid de Oliveira¹, Gustavo Nunes Bolina¹, Gabriela Ribeiro¹, Júlio César Benfenatti Ferreira² 1

Leia mais

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade

REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade REDES SOCIAIS: Oportunidade de diálogo com a comunidade Prof. Thiago Costa facebook.com/thicosta @thicosta thicosta@gmail.com www.profthiagocosta.wordpress.com www.evcom.com.br QUEM É O NOVO LEITOR? Online

Leia mais

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS Business-to-Business À primeira vista, a conexão entre mídias sociais e empresas que fazem negócios com outras empresas (Business-to-Business) não

Leia mais

Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto Resumo A autora apresenta neste artigo uma revisão crítica de algumas perspectivas sobre o valor da marca, sublinhando o contributo

Leia mais

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES:

DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: DISCIPLINAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: A Teoria das Organizações em seu contexto histórico. Conceitos fundamentais. Abordagens contemporâneas da teoria e temas emergentes. Balanço crítico. Fornecer aos mestrandos

Leia mais

COMMUNITY MANAGER CERTIFICAÇÃO LISBOA E PORTO: 3 DE FEVEREIRO DE 2015 A 7 DE JULHO DE 2015 LISBOA: 18 DE SETEMBRO DE 2015 A 15 ABRIL DE 2016

COMMUNITY MANAGER CERTIFICAÇÃO LISBOA E PORTO: 3 DE FEVEREIRO DE 2015 A 7 DE JULHO DE 2015 LISBOA: 18 DE SETEMBRO DE 2015 A 15 ABRIL DE 2016 COMMUNITY MANAGER CERTIFICAÇÃO LISBOA E PORTO: 3 DE FEVEREIRO DE 2015 A 7 DE JULHO DE 2015 LISBOA: 18 DE SETEMBRO DE 2015 A 15 ABRIL DE 2016 18 DIAS / 90 HORAS MAXIMIZAR A SUA COMUNIDADE E ANIMAR EM COERÊNCIA

Leia mais

CGBA Certificate in Global Business Administration

CGBA Certificate in Global Business Administration CGBA Certificate in Global Business Administration Desafios Internacionais, Líderes Globais O CERTIFICATE IN GLOBAL BUSINESS ADMINISTRATION O Certificate in Global Business Administration (CGBA), criado

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani CRM - Conceitos O CRM Customer Relationship Management Gestão do com o cliente é, em termos simples, uma estratégia de Marketing baseada no relacionamento

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

Curso de Jornalismo Disciplina: Ascom Prof.: Luciana Souza Reino

Curso de Jornalismo Disciplina: Ascom Prof.: Luciana Souza Reino Curso de Jornalismo Disciplina: Ascom Prof.: Luciana Souza Reino Texto extraído da Monografia COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA NO REPOSICIONAMENTO DA MARCA VALE de Aline Roque Heiss

Leia mais

MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO

MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO MBA EM GESTÃO COMERCIAL E INTELIGÊNCIA DE MERCADO O programa irá desenvolver no aluno competências sobre planejamento e força de Vendas, bem como habilidades para liderar, trabalhar em equipe, negociar

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE *

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE * AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO ONLINE * DILMEIRE SANT ANNA RAMOS VOSGERAU ** m 2003, com a publicação do livro Educação online, o professor Marco Silva conseguiu, com muita pertinência, recolher

Leia mais

Popularidade das Marcas e Interação no Facebook

Popularidade das Marcas e Interação no Facebook Popularidade das Marcas e Interação no Facebook Resumo: Estudo Empírico com as 100 Marcas mais Populares no Facebook Brasil Autoria: Eros Viggiano de Souza, Marlusa Gosling A partir de uma amostra com

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

A NETNOGRAFIA COMO METODOLOGIA DE PESQUISA: UM RECURSO POSSÍVEL

A NETNOGRAFIA COMO METODOLOGIA DE PESQUISA: UM RECURSO POSSÍVEL A NETNOGRAFIA COMO METODOLOGIA DE PESQUISA: UM RECURSO POSSÍVEL Ana Paula Rodrigues Ferro (USCS/UNR/FACON) * Muitas vezes, as coisas que me pareceram verdadeiras quando comecei a concebê-las, tornaram-se

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA MARCA E DO SABOR NA PREFERÊNCIA DE CONSUMO DE PIZZA

A INFLUÊNCIA DA MARCA E DO SABOR NA PREFERÊNCIA DE CONSUMO DE PIZZA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS SOCIAIS FATECS CURSO: ADMINISTRAÇÃO LINHA DE PESQUISA: COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR ÁREA: MARKETING NATHALIA GOMES SOARES 2080164/4 A INFLUÊNCIA DA MARCA E DO SABOR NA

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING Sumário Parte um Conceitos e tarefas da administração de marketing CAPITULO I MARKETING PARA 0 SÉCULO XXI A importância do marketing O escopo do marketing 0 que é marketing? Troca e transações A que se

Leia mais

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Prof Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefet.br Prof Dr. Antonio Carlos de Francisco (UTFPR) acfrancisco@pg.cefetpr.br

Leia mais

DIMENSÕES DO MARKETING VIRTUAL APLICADO ÀS REDES SOCIAIS:

DIMENSÕES DO MARKETING VIRTUAL APLICADO ÀS REDES SOCIAIS: DIMENSÕES DO MARKETING VIRTUAL APLICADO ÀS REDES SOCIAIS: Daniel do Vale Nunes Orientador: Anderson Miranda APRESENTAÇÃO Objetivos; Metodologia; Justificativa; Apresentação dos capítulos; Conclusão. OBJETIVOS

Leia mais

MBA Executivo em Marketing Digital

MBA Executivo em Marketing Digital ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Marketing Digital www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente A Importância do Marketing nos Serviços da Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente Hellen Souza¹ Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS RESUMO Este artigo aborda a importância

Leia mais

Renata Rodrigues Daher Paulo Ana Maria Malik

Renata Rodrigues Daher Paulo Ana Maria Malik O Facebook como mídia de comunicação em saúde: identificando o perfil dos usuários que declaram intenção de se cadastrar como doadores de medula óssea Renata Rodrigues Daher Paulo Ana Maria Malik INTRODUÇÃO

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

De olho na parceria com o consumidor: análise do negócio participativo da Threadless 1

De olho na parceria com o consumidor: análise do negócio participativo da Threadless 1 De olho na parceria com o consumidor: análise do negócio participativo da Threadless 1 Ana Carolina Ferreira de Souza 2 Resumo Este artigo apresenta o modelo de negócio participativo da Threadless, uma

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS

MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS MBA EM GESTÃO DO MARKETING ESTRATÉGICO - EMENTAS Branding Corporativo O que é Branding. O que é uma marca. História da Marcas. Naming. Arquitetura de Marcas. Tipos de Marcas. Brand Equity. Gestão de Marcas/Branding.

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Fundamentos

Gerenciamento de Projetos Fundamentos Gerenciamento de Fundamentos MBA EM GESTÃO DE PROJETOS - EMENTAS Definição de Projeto. Contexto e Evolução do Gerenciamento de. Areas de conhecimento e os processos de gerenciamento do PMI - PMBoK. Ciclo

Leia mais

www.coachnetwork.com.br

www.coachnetwork.com.br www.coachnetwork.com.br (55) 3333-3033 Seja um mestre na arte de liderar pessoas e inspirá-las rumo ao sucesso. OBJETIVOS Oferecer uma ampla gama de conhecimentos para estruturar metodologias de sucesso

Leia mais

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial

O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial O poder da presença O valor empresarial da colaboração presencial Sumário executivo À medida que as organizações competem e crescem em uma economia global dinâmica, um novo conjunto de pontos cruciais

Leia mais

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Também faz parte, como pesquisador, do Grupo de Pesquisa em Interações, Tecnologias Digitais e Sociedade. Desenvolve pesquisas sobre Realidade Aumentada, Mídias Digitais

Leia mais

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados

Comunicação e Reputação. 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados Comunicação e Reputação 10 dicas para manter o alinhamento e assegurar resultados 1 Introdução Ao contrário do que alguns podem pensar, reputação não é apenas um atributo ou juízo moral aplicado às empresas.

Leia mais

A Attuare Consultoria amplia o portfólio de serviços, por meio da consolidação de parcerias; a fim de atender às principais demandas de sua empresa.

A Attuare Consultoria amplia o portfólio de serviços, por meio da consolidação de parcerias; a fim de atender às principais demandas de sua empresa. A Attuare Consultoria é uma consultoria em gestão empresarial, especializada em soluções estratégicas para a construção de organizações perenes, competitivas e de sucesso. A Attuare Consultoria amplia

Leia mais

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA Habilidades Computacionais 32 h/a Oferece ao administrador uma visão sobre as potencialidades da tecnologia

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Sistemas de Canais Sistemas de Informação

Sistemas de Canais Sistemas de Informação É necessário o entendimento de como os produtos chegam aos clientes, o que ocorre por meio de uma série de entidades de Marketing conhecidas como canais. Os Sistemas de Canais são todos os sistemas envolvidos

Leia mais

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013

OBSERV ATÓRIO. mcf*(penso) março/abril 2013 OBSERV ATÓRIO Em um momento onde as marcas tentam explorar novas possibilidades para atrair a atenção de seus clientes, as plataformas digitais começam a ganhar força e a chamar atenção dos especialistas

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ

ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ ESTRATÉGIA DE DIFERENCIAÇÃO APLICADA AO PONTO DE VENDA E SEU IMPACTO NA PERCEPÇÃO DA MARCA: ESTUDO DE CASO DE UM GRUPO DE MODA DO PARANÁ DIFFERENTIATION STRATEGY APPLIED TO THE POINT OF SALE AND ITS IMPACT

Leia mais

O Papel do RI na Criação e Preservação de Valor. Seminário / Workshop Novembro de 2015

O Papel do RI na Criação e Preservação de Valor. Seminário / Workshop Novembro de 2015 O Papel do RI na Criação e Preservação de Valor Seminário / Workshop Novembro de 2015 PROGRAMA Abertura e boas vindas 9:00 Painel 1: Introdução ao conceitos de value 9:10 Coffee Break 10:30 Painel 2: As

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Marketing Digital com Martha Gabriel Estratégias aplicadas para resultados em mídias sociais

Marketing Digital com Martha Gabriel Estratégias aplicadas para resultados em mídias sociais Programa de Extensão Marketing Digital com Martha Gabriel Estratégias aplicadas para resultados em mídias sociais Apresentação Atenta aos movimentos do mercado e ao cenário competitivo vivenciado pelas

Leia mais

ÁREA TEMÁTICA: MARKETING

ÁREA TEMÁTICA: MARKETING RBGN REVISTA BRASILEIRA DE GESTÃO DE NEGÓCIOS ISSN 1806-4892 FECAP ÁREA TEMÁTICA: MARKETING Proposta de um Modelo Conceitual de Valor de Marca na Nova Lógica de Serviços The Proposal of a Conceptual Model

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL

ÊNFASE EM GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente

Leia mais