Jingle para o Curso de Midialogia. Relatório de Atividade do Projeto de Desenvolvimento. Augusto Pinatto Marcondes RA:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Jingle para o Curso de Midialogia. Relatório de Atividade do Projeto de Desenvolvimento. Augusto Pinatto Marcondes RA: 072826"

Transcrição

1 Jingle para o Curso de Midialogia Relatório de Atividade do Projeto de Desenvolvimento Augusto Pinatto Marcondes RA: UNICAMP Universidade Estadual de Campinas 2007 Comunicação Social Midialogia

2 Introdução: O projeto inicial de produção de um Jingle para o curso de Midialogia visava criar uma trilha sonora através da qual pudesse ser explicitado ao público jovem, possíveis alunos do curso, as informações do curso, assim como uma breve descrição das atividades realizadas ao longo do curso. Para que o projeto ocorresse de forma interessante em termos de conteúdo e objetividade, desenvolvi uma pesquisa¹ prévia ao projeto, levantando dados sobre a preferência musical dos alunos da Midialogia 2007, os quais foram tidos como modelo sócio-cultural que definisse, em linhas gerais, o perfil dos futuros alunos do curso. Durante a pesquisa, fiz a leitura de um artigo sobre a trajetória da publicidade no rádio brasileiro, A propaganda no rádio brasileiro: os gêneros propagandísticos radiofônicos e seus formatos (Makovics, 2004). Esse artigo² possibilitou entender³ a força dos jingles e spots publicitários na formação de opinião do ouvinte. Após definidos os estilos da preferência da classe (Rock, MPB e Alternativo), foi preciso criar um texto narrativo para a explanação do curso. Juntamente com o texto, uma trilha sonora que abrangesse os ritmos eleitos. Alguns músicos participaram do processo, ensaiando a parte musical e a narração. Para a gravação do jingle pronto, foi preciso alugar um estúdio profissional num horário disponível a todos. Após a gravação, a finalização do material e gravação do CD com a música. De certa forma, o processo de produção deste material, foi interessante por lidar com minhas três áreas de maior interesse: música, publicidade e midialogia. Todas as etapas da produção foram elaboradas e gerenciadas de acordo com o cronograma, o que foi importante para o bom andamento do trabalho. Ao curso de Midialogia resta agora seguir com mais trabalhos enfocando uma maior difusão dos objetivos do curso e da importância do profissional midiálogo no mercado, para um desenvolvimento da cultura audiovisual no Brasil. (¹) vide pesquisa completa no apêndice (²) vide artigo completo no anexo (³) vide relatório de leitura completa no apêndice

3 Resultados do Projeto: Logo no início do processo, na pesquisa prévia a respeito dos estilos, uma grande vitória foi perceber que o perfil dos alunos de Midialogia é dos mais variados. De preferencias musicais das mais diversas, o desafio em fazer um jingle que se encaixasse com os estilos musicais dos alunos foi ficando cada vez mais difícil. De início, percebi que o nome Midialogia não soava tão sonoro, o que poderia impedir a inteligibilidade do jingle, tornando o material um tanto quanto jocoso. Não há nada de errado com o termo em si, porém pela sua recém inserção no vocabulário, a palavra cantada poderia soar como pedância ou arrogância, fatores não condizentes com o formato jingle. Dessa forma, caracterizei a trilha sonora por uma chamada mais musical com texto falado, do que cantado. Durante a produção em si, a criação do texto narrativo me fez pensar nas possibilidades que o profissional de midialogia pode atingir em sua carreira. Essa reflexão serviu para a elaboração de uma narração mais discursiva e objetiva que da criação de um texto lírico que poderia confundir o ouvinte. O arranjo dos instrumentos fluiu de forma natural entre os músicos, permitindo que a gravação fosse feita de forma rápida e de qualidade. Por não haver mais um refrão, fiz o uso de um solo de guitarra como caracterizador da música. A introdução da música leva um formato marcante e pode ser considerada como o chamado de atenção do ouvinte. A narração se fez de forma natural também, sendo feita por mim mesmo. Por conhecer o texto, pude dar uma entonação mais direcionada a trechos de maior relevância ao conteúdo. A utilização do equipamento descrito no projeto também foi feito sem maiores problemas, podendo ser considerado como 100% de aproveitamento do tempo. As técnicas utilizadas para a mixagem e a masterização seguiram os padrões de jingles radiofônicos, nos quais a trilha sonora é colocada com volume bem abaixo do vocal, permitindo que a fala esteja em primeiríssimo plano. A finalização do material foi feita logo após as gravações, uma vez que a gravação foi feita de forma rápida e permitiu que utilizássemos o horário reservado no estúdio para a mixagem e masterização do material. Após o processo de produção todo completo, a trilha foi disponibilizada ao acesso de todos os alunos e do professor através do site TelEduc, na pasta Portifólio Indiviual de Augusto P. Marcondes.

4 Pontos Negativos: A parte mais complicada do desenvolvimento do jingle, foi perceber que a palavra Midialogia não caberia em um contexto musical, fazendo com que o processo inicial alterasse um pouco seu destino e se tornar algo mais próximo de um spot publicitário, no qual é possível identificar mais elementos narrativos que cantados. Outra parte complicada foi a de reunir todos os músicos em um mesmo horário no estúdio. As relações entre os músicos e a produção requer muita paciência e dedicação. Mas de toda forma, os músicos se dispuseram a realizar o trabalho com profissionalismo. Um pequeno detalhe que pode ser considerado como fator negativo, foi o período de greve no qual a faculdade entrou no mês de junho. Apesar do contato através da internet, o distanciamento do professor com o projeto, pode ter prejudicado o aperfeiçoamento do trabalho. Pontos Positivos: Os pontos mais positivos foram a criação do texto, em que pude expor (e refletir) as minhas idéias a respeito do curso. Este ponto é fundamental para a credibilidade do jingle, pois a formação de opinião deve surgir de dentro para fora, de maneira centrífuga (Makovics, 2004), na qual o interlocutor deve sentir a precisão das informações sem que haja duvidas do assunto tratado. Outro fator positivo foi a fluidez com a qual as gravações foram feitas. A equipe de músicos que fizeram parte do projeto tinha muita interação e já tinha tocado muitas vezes juntos. Isso permitiu que o estúdio não fosse ocupado muito tempo, o que diminui os custos iniciais do projeto. Conclusões: O processo todo, desde a pré-produção à postagem do material pronto, foi muito tranqüilo e permitiu que o trabalho tivesse um caráter científico bem interessante. Tanto sob uma análise mercadológica, como uma análise educacional, a produção deste jingle ou spot, como vimos o posterior direcionamento do trabalho serviu como experiência sobre o funcionamento da área de produção cultural. Os custos com imprevistos, ligações telefônicas, refeições e muitas outras pequenas coisas, devem ter maior atenção num próximo trabalho. Da mesma maneira, o viés crítico de um trabalho que será veiculado na mídia (como é o caso do jingle, por exemplo) deve se ater não só a informações e disposição de frases, ou a ritmos e melodias arranjadas, mas a um estudo mais elaborado sobre o público alvo.

5 Talvez caiba aqui minha grande satisfação com relação a todos que contribuíram para que o projeto fosse realizado. De certa forma, a participação dos músicos, do técnico do estúdio, dos alunos que fizeram parte da pesquisa inicial, do professor que me orientou durante as etapas do processo, etc... A relação criada com os participantes do trabalho, é comparada a uma roda dentada de uma engrenagem muito maior que depende da capacidade de cada peça. Por fim, o trabalho desenvolvido neste primeiro semestre, concluído com a produção deste jingle, encerra uma série de projetos envolvendo o curso de Midialogia, a Publicidade e a Música. Mas por outro lado, estes feitos são convites a mim e a todos os interessados a continuar com o trabalho de divulgação do curso e de suas aplicações no mercado da comunicação social. Referências Bibliográficas: MAKOVICS, Nahara C. A propaganda no rádio brasileiro: Os gêneros propaganísticos radiofônicos e seus formatos. Santa Catarina: UFSC, 2004 Apêndice: No site do TelEduc: Projeto de Pesquisa As Preferências Musicais dos Alunos da Midalogia 2007 <http://webensino.unicamp.br:8080/cursos/diretorio/portfolio_31233_323_16//artigo%20_as %20prefer%eancias%20musicais%20dos%20alunos%20de%20Midialogia%202007_.doc> Relatório de Leitura de Tese <http://webensino.unicamp.br:8080/cursos/diretorio/portfolio_31233_245_16//relat%f3rio% 20FINAL.doc> Anexo: Artigo: "A propaganda no rádio brasileiro: os gêneros propagandísticos radiofônicos e seus formatos de Nahara Cristine Makovics. %E1dio%20brasileiro.doc>

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO

A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO Universidade Estadual de Campinas Fernanda Resende Serradourada A PUBLICIDADE DE FESTAS: RELATÓRIO DE PROJETO DE DESENVOLVIMENTO INTRODUÇÃO: O Projeto de Desenvolvimento realizado por mim visava à confecção

Leia mais

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Introdução Como foi explicitado no Projeto de Desenvolvimento de Produto, a minha intenção

Leia mais

Relatório de Projeto de Desenvolvimento de Videoclipe

Relatório de Projeto de Desenvolvimento de Videoclipe Relatório de Projeto de Desenvolvimento de Videoclipe Ana Carolina Abreu de Campos Universidade Estadual de Campinas UNICAMP 1 1 Introdução Um dia, um de meus amigos teve a brilhante idéia de fazer um

Leia mais

Cartão-virtual no programa Flash Marusha Loraine Marcello Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Cartão-virtual no programa Flash Marusha Loraine Marcello Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Cartão-virtual no programa Flash Marusha Loraine Marcello Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Introdução: A globalização e a aceleração das atividades humanas, principalmente promovidas pelo computador,

Leia mais

Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música

Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música Andréia Veber Rede Pública Estadual de Ensino de Santa Catarina andreiaveber@uol.com.br Viviane Beineke Universidade do Estado

Leia mais

5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet

5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet 5 Dicas Testadas para Você Produzir Mais na Era da Internet Uma das verdades absolutas sobre Produtividade que você precisa saber antes de seguir é entender que se ocupar não é produzir. Não sei se é o

Leia mais

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XIX Prêmio Expocom 2012 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XIX Prêmio Expocom 2012 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Jingle Compartilhe o Bem, doe sangue. 1 Laís MELO 2 Caleb ORTIZ 3 Neuma OLIVEIRA 4 Hugor Felipe IORAS 5 Janaina BRITO 6 Meronilce REIS 7 Railton MARREIRA 8 Rosana ROSA 9 Ilmar JÚNIOR 10 Professor Santiago

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.radiomisturebaonline.com.br

APRESENTAÇÃO. www.radiomisturebaonline.com.br APRESENTAÇÃO www.radiomisturebaonline.com.br O que é a rádio MISTUREBA on-line? A rádio MISTUREBA on-line é voltada para divulgação sócio-cultural, musical e esportiva. cultural. A rádio MISTUREBA on-line

Leia mais

Objetivo: O I FESTIVAL VIOLA ENCENA DE UBERABA visa incentivar a atual produção

Objetivo: O I FESTIVAL VIOLA ENCENA DE UBERABA visa incentivar a atual produção REGULAMENTO Objetivo: O I FESTIVAL VIOLA ENCENA DE UBERABA visa incentivar a atual produção musical independente executada com a Viola de dez cordas. O objetivo principal é integrar o meio artístico e

Leia mais

(PI): 01 - O 01 (A1):

(PI): 01 - O 01 (A1): Tema do Projeto: Composição Musical em Banda Pop/Rock em contexto extracurricular Que aprendizagens e motivações são desenvolvidas no projeto de composição de canções a partir de sequências harmónicas

Leia mais

Sebastiana Benedita Coelho de Moraes COUTEIRO; Marília ALVARES. Escola de Música e Artes Cênicas da UFG sabahmoraes@gmail.com

Sebastiana Benedita Coelho de Moraes COUTEIRO; Marília ALVARES. Escola de Música e Artes Cênicas da UFG sabahmoraes@gmail.com O ENSINO DO CANTO POPULAR BRASILEIRO Abordagem Didática: técnica vocal Sebastiana Benedita Coelho de Moraes COUTEIRO; Marília ALVARES. Escola de Música e Artes Cênicas da UFG sabahmoraes@gmail.com INTRODUÇÃO

Leia mais

Título do Case: Mudança Cultural com Treinamento e Acompanhamento da Implantação do Programa 5S. Categoria: Projeto Externo

Título do Case: Mudança Cultural com Treinamento e Acompanhamento da Implantação do Programa 5S. Categoria: Projeto Externo Título do Case: Mudança Cultural com Treinamento e Acompanhamento da Implantação do Programa 5S. Categoria: Projeto Externo Resumo: O Programa 5S se baseia em cinco sensos com a finalidade de garantir

Leia mais

Alexandre Bortoletto ÂNCORAS MUSICAIS. São Paulo

Alexandre Bortoletto ÂNCORAS MUSICAIS. São Paulo Alexandre Bortoletto ÂNCORAS MUSICAIS São Paulo 2001 2 Alexandre Bortoletto ÂNCORAS MUSICAIS Artigo publicado nas mídias brasileiras entre jornais, revistas e internet sobre o tópico âncoras com abordagem

Leia mais

Pedro de Almeida CANTO 2 Universidade Federal do maranhão

Pedro de Almeida CANTO 2 Universidade Federal do maranhão Conexão Brasil: presença de educação com música através da radiodifusão e formação de rede 1 Pedro de Almeida CANTO 2 Universidade Federal do maranhão RESUMO Contextualiza a educação dentro da história

Leia mais

Jingle CCPA Colégio de Ciências Pura e Aplicada 1

Jingle CCPA Colégio de Ciências Pura e Aplicada 1 Jingle CCPA Colégio de Ciências Pura e Aplicada 1 Flávio Costa de MENDONÇA 2 Danilo Santos NASCIMENTO 3 Carla Thaiane Guimarães de ARAÚJO 4 Gabriel de Góis PAULA 5 Marlyana Dias NASCIMENTO 6 Mário Cesar

Leia mais

Criação de um site sobre Comunicação

Criação de um site sobre Comunicação Luciano Conceição Martins Criação de um site sobre Comunicação UNICAMP Universidade Estadual de Campinas Introdução: Um site é um conjunto de arquivos feitos através de códigos de programação. E, estes

Leia mais

ANÁLISE DA POSTURA DE UMA PROFESSORA PARTICIPANTE DE UM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA

ANÁLISE DA POSTURA DE UMA PROFESSORA PARTICIPANTE DE UM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN ANÁLISE DA POSTURA DE UMA PROFESSORA PARTICIPANTE DE UM CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA

Leia mais

Marcos de Aprendizagem Música. Eixo Competência Conteúdos Habilidades

Marcos de Aprendizagem Música. Eixo Competência Conteúdos Habilidades Apreciação e Percepção Musical Alcance progressivo do desenvolvimento auditivo musical, rítmico, melódico, harmônico e tímbrico e a memória musical nos processos de apreciação e percepção. Som e suas propriedades

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Jingle Sabores do Brasil para a marca Chocolates Brasil Cacau 1

Jingle Sabores do Brasil para a marca Chocolates Brasil Cacau 1 Jingle Sabores do Brasil para a marca Chocolates Brasil Cacau 1 Simone MARIANO 2 Sheilla REIS 3 Mariana BRASIL 4 Mariane FREITAS 5 Amanda CARVALHO 6 Jéssica SANTOS 7 Suelen VALENTE 8 Universidade Católica

Leia mais

4. Conceito de Paralisia Cerebral construído pelos Professores

4. Conceito de Paralisia Cerebral construído pelos Professores 4. Conceito de Paralisia Cerebral construído pelos Professores Como descrevemos no capitulo II, a Paralisia Cerebral é uma lesão neurológica que ocorre num período em que o cérebro ainda não completou

Leia mais

O uso de tecnologia digital na educação musical

O uso de tecnologia digital na educação musical O uso de tecnologia digital na educação musical Rafael Salgado Ribeiro PETE Educação com Tecnologia salgaado@gmail.com Comunicação Oral Introdução O presente trabalho visa a apresentar algumas possibilidades

Leia mais

TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO. por William Paiva

TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO. por William Paiva TÉCNICAS DE GRAVAÇÃO por William Paiva CRIAR / PRODUZIR CRIAR / PRODUZIR ÁUDIO CRIAR / PRODUZIR ÁUDIO SPOT / JINGLE / VINHETA / TRILHA / ESPERA DE CHAMADA / ETC... CRIAR / PRODUZIR ÁUDIO SPOT / JINGLE

Leia mais

Trabalho para Comunicação Categoria: Relato de experiência

Trabalho para Comunicação Categoria: Relato de experiência AULA EM GRUPO: TOCANDO E CANTANDO EM UM CORAL INFANTO-JUVENIL Shirley Cristina Gonçalves profshirleymusica@yahoo.com.br Universidade Federal de Uberlândia Departamento de Música e Artes Cênicas Trabalho

Leia mais

Programa Sonora Eletrônica 1. Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS

Programa Sonora Eletrônica 1. Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS Programa Sonora Eletrônica 1 Márcio Farias de MELLO 2 Raquel RECUERO 3 Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, RS RESUMO O uso e a produção áudio-visual no jornalismo hoje, não depende mais exclusivamente

Leia mais

A inserção do Youtube na aula de piano: um relato de experiência

A inserção do Youtube na aula de piano: um relato de experiência XVII ENCONTRO NACIONAL DA ABEM DIVERSIDADE MUSICAL E COMPROMISSO SOCIAL O PAPEL DA EDUCAÇÃO MUSICAL SÃO PAULO, 08 A 11 DE OUTUBRO DE 2008 IMPRIMIR FECHAR A inserção do Youtube na aula de piano: um relato

Leia mais

Construção musical através de um software de gravação. João Paulo Putini. Universidade Estadual de Campinas

Construção musical através de um software de gravação. João Paulo Putini. Universidade Estadual de Campinas Construção musical através de um software de gravação João Paulo Putini Universidade Estadual de Campinas INTRODUÇÃO O produto que havia sido proposto no projeto de desenvolvimento foi um CD contendo de

Leia mais

Aprender a Distância na Previdência

Aprender a Distância na Previdência Relatório de Encerramento Aprender a Distância na Previdência (ADP-001-09) Brasília, 05 de março de 2009. 1 1. Identificação: Curso: Aprender a distância na Previdência Descrição do curso: Módulo introdutório

Leia mais

Plano de Patrocínio MÚSICA DOC PRONAC 10 0394

Plano de Patrocínio MÚSICA DOC PRONAC 10 0394 Plano de Patrocínio PRONAC 10 0394 Resumo Executivo Os 30 programetes semanais do projeto Música Doc apresentarão entrevistas, cenas de ensaios, produção e shows. Serão 26 minutos de conteúdo artístico

Leia mais

DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 2 LIMITAÇÕES E EXCEÇÕES DA LEI

DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 2 LIMITAÇÕES E EXCEÇÕES DA LEI DIREITOS AUTORAIS E ACESSO À CULTURA São Paulo, agosto de 2008 MESA 2 LIMITAÇÕES E EXCEÇÕES DA LEI O SR. GUILHERME CARBONI (Instituto de Direito do Comércio Internacional e Desenvolvimento): Gostaria de

Leia mais

Spot Casas Bahia Os Namorados 1

Spot Casas Bahia Os Namorados 1 Spot Casas Bahia Os Namorados 1 Anna Carolina M. do AMARAL 2 Carlos Rafael CABRAL 3 Gabriel GARCIA 4 João Paulo ANDREAZZA 5 Josiane Aparecida PAUVELS 6 Priscila Vanessa NONES 7 Rosana BALDO 8 Deivi Eduardo

Leia mais

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos

Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos Estimulando expectativas de futuro em adolescentes através de jogos dramáticos CHARLIZE NAIANA GRIEBLER EVANDIR BUENO BARASUOL Sociedade Educacional Três de Maio Três de Maio, Rio Grande do Sul, Brasil

Leia mais

Flyer de Divulgação da Banda Beatrice

Flyer de Divulgação da Banda Beatrice UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Comunicação Social Hab. Midialogia Disciplina: CS101 Métodos e Técnicas de Pesquisa em Midialogia Prof. José A. Valente Aluna: Bruna Luiza Bellico Neves RA: 095606 Flyer

Leia mais

Consumidor e produtor devem estar

Consumidor e produtor devem estar A produção científica tem um produtor e um consumidor e, evidentemente, todo produtor é também um consumidor: quanto melhor consumidor ele for, melhor será como produtor. Há pesquisas em psicologia que

Leia mais

Ana Beatriz Bronzoni

Ana Beatriz Bronzoni Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal de Viçosa Viçosa (MG) - CEP 36570-000 CNPJ: 07.245.367/0001-14 Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Universidade Federal

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 Campinas, 14 de fevereiro de 2016 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2016 Considerações iniciais A Estat Júnior - Consultoria

Leia mais

Jingle Amigo Animal1. Aline Armond dos Santos2 Alana Schramm3 Ana Carolina Vedovato4 Kimberly Suzan Tavares5 Hilton Castelo6

Jingle Amigo Animal1. Aline Armond dos Santos2 Alana Schramm3 Ana Carolina Vedovato4 Kimberly Suzan Tavares5 Hilton Castelo6 RESUMO Jingle Amigo Animal1 Aline Armond dos Santos2 Alana Schramm3 Ana Carolina Vedovato4 Kimberly Suzan Tavares5 Hilton Castelo6 Universidade Positivo, Curitiba, PR O presente artigo tem por objetivo

Leia mais

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE 51 MÚSICA POPULAR BRASILEIRA E O ENSINO DE FLAUTA DOCE Prof a. Dr a. Ana Paula Peters UNESPAR/EMBAP anapaula.peters@gmail.com Para comentar a relação que estabeleço entre música popular brasileira e o

Leia mais

Análise: Desemprego Jovem e medidas de apoio IEFP. Análise: Desemprego Jovem e Medidas de Apoio IEFP

Análise: Desemprego Jovem e medidas de apoio IEFP. Análise: Desemprego Jovem e Medidas de Apoio IEFP Análise: Desemprego Jovem e Medidas de Apoio IEFP Análise: Desemprego Jovem e Medidas de Apoio IEFP Com o número de jovens desempregados a não apresentar melhorias significativas, torna-se importante perceber

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA Anilda Costa Alves Jamile Alves da Silva Leônidas José da Silva Jr Universidade Estadual da Paraíba anildauepb@gmail.com milygta10@hotmail.com

Leia mais

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos.

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos. Entrevista A2 1. Onde iniciaste o teu percurso na vida associativa? R.: Em Viana, convidaram-me para fazer parte do grupo de teatro, faltava uma pessoa para integrar o elenco. Mas em que associação? Na

Leia mais

Cultura Juvenil e as influências musicais: pensando a música afro-brasileira e a sua utilização entre os jovens na escola

Cultura Juvenil e as influências musicais: pensando a música afro-brasileira e a sua utilização entre os jovens na escola Cultura Juvenil e as influências musicais: pensando a música afro-brasileira e a sua utilização entre os jovens na escola Patrícia Cristina de Aragão Araújo 1 Thaís de Oliveira e Silva 2 A escola existe

Leia mais

Edital de Candidatura

Edital de Candidatura PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL N.º 01/2014 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2014 Considerações iniciais A Estat Júnior - Estudos Aplicados à Estatística Consultoria

Leia mais

JUVENTUDE E TRABALHO: DESAFIOS PARA AS POLITICAS PÚBLICAS NO MARANHÃO

JUVENTUDE E TRABALHO: DESAFIOS PARA AS POLITICAS PÚBLICAS NO MARANHÃO JUVENTUDE E TRABALHO: DESAFIOS PARA AS POLITICAS PÚBLICAS NO MARANHÃO JONATHAN ROCHA GUIMARÃES Avaliar a Política de Trabalho e juventude torna-se de extrema importância na medida em que representa um

Leia mais

Versão Oficial. Locutor - A Rádio Nacional apresenta ESTUDIO F, Momentos Musicais da Funarte. Apresentação de Paulo César Soares

Versão Oficial. Locutor - A Rádio Nacional apresenta ESTUDIO F, Momentos Musicais da Funarte. Apresentação de Paulo César Soares 1 Versão Oficial Sueli Costa EF98 E S T Ú D I O F - programa número 98 Á U D I O T E X T O Música-tema entra e fica em BG; Locutor - A Rádio Nacional apresenta ESTUDIO F, Momentos Musicais da Funarte Apresentação

Leia mais

Análise spot publicitário

Análise spot publicitário Análise spot publicitário Trabalho Realizado por: Carlos Nunes carlosmmnunes@gmail.com Nº 20240 Para a disciplina: Multimédia Scriptwriting Leccionada por: Profª Joana Carvalho Porto, 13 de Abril de 2011

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: rádio; publicidade; Tip Top; comunicação; Apuana.

PALAVRAS-CHAVE: rádio; publicidade; Tip Top; comunicação; Apuana. RESUMO Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação Jingle da Agência Apuana Tip Top 1 Camila Sales 2 Fabia Lucia 3 Juliana Lopes 4 Kelly Fajin 5 Priscilla Fernandes 6 Tamires

Leia mais

Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA

Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA Dúvidas Frequentes FOTOGRAFIA 01) Como devo escolher um fotógrafo? Lembrando que é um momento único e especial e que esse momento se eternizara por muitos anos e deve gerar lembranças agradáveis com belas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA 1ª Avaliação do Curso de Especialização em Projetos e Obras Públicas de Edificações do Programa

Leia mais

TEMAS AMBIENTAIS NA INTERNET

TEMAS AMBIENTAIS NA INTERNET ATAS - Seminário Ensinar com Pesquisa (Ensinar, Pesquisar e Aprender) - ANO V 1 TEMAS AMBIENTAIS NA INTERNET Ana C. B. da Silva 1, Natália F. da Silva², Maria R. D. Kawamura 3 1 Instituto de Física/Ensino/USP,

Leia mais

Dicas para Liderar com alta performance

Dicas para Liderar com alta performance Walbron Siqueira 5 Dicas para Liderar com alta performance Faça da melhoria contínua um hábito e seja o protagonista de sua carreira Sobre o autor Walbron Siqueira é bancário, especialista em gestão de

Leia mais

Título: Formação e Condições de Trabalho do Professor Municipal da Região Sul do Brasil: implicações com a qualidade da educação

Título: Formação e Condições de Trabalho do Professor Municipal da Região Sul do Brasil: implicações com a qualidade da educação Título: Formação e Condições de Trabalho do Professor Municipal da Região Sul do Brasil: implicações com a qualidade da educação Magda Vianna de Souza 1 Marta Sisson de Castro 11 Palavras-chave: ensino

Leia mais

O TRABALHO DOCENTE NUM PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: CONTRADIÇÕES E PERSPECTIVAS

O TRABALHO DOCENTE NUM PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: CONTRADIÇÕES E PERSPECTIVAS O TRABALHO DOCENTE NUM PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: CONTRADIÇÕES E PERSPECTIVAS Daiana Rodrigues dos Santos Prado¹; Francine de Paulo Martins² Estudante do Curso de Pedagogia; e-mail:

Leia mais

Guerra dos Mundos em São Luís 1

Guerra dos Mundos em São Luís 1 Guerra dos Mundos em São Luís 1 Ana Paula Silva de SOUSA 2 Dara de Sousa SANTOS 3 Silvanir Fernandes da SIVA 4 Polyana AMORIM 5 Universidade Federal do Maranhão, MA RESUMO O documentário Guerra dos Mundos

Leia mais

9. A realidade da inclusão

9. A realidade da inclusão 9. A realidade da inclusão A filosofia da inclusão ainda está muito aquém de ser posta em prática da forma como realmente se espera. Para que se tenha uma escola para todos, temos que conceber professores

Leia mais

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso

Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Sua Tríplice de um Curso de Sucesso Um guia para identificar a sua grande idéia para um curso on-line Todo curso on-line de sucesso começa como uma idéia... Existem muitas formas de se identificar idéias

Leia mais

ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS.

ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS. ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS Calendário 2010 1. OBJETO O presente Regulamento estabelece normas

Leia mais

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC.

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC. 1 O ensino de música extracurricular na Escola Técnica Federal em Florianópolis/SC: relato de experiência sobre uma oficina de improvisação musical realizada Maycon José de Souza 1 Universidade do Estado

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Rede Salesiana de Escolas. Entusiasmo diante da vida. PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Escola: Nossa Senhora Auxiliadora Níveis de Ensino: Fundamental II Coordenação Pedagógica: Maria das Graças L. N. Ferreira

Leia mais

2º FESTIVAL VIDA NOVA DA MÚSICA CATÓLICA 2011 REGULAMENTO DO FESTIVAL

2º FESTIVAL VIDA NOVA DA MÚSICA CATÓLICA 2011 REGULAMENTO DO FESTIVAL 2º FESTIVAL VIDA NOVA DA MÚSICA CATÓLICA 2011 REGULAMENTO DO FESTIVAL 1 OBJETIVO 1.1 O 2º FESTIVAL VIDA NOVA DA MÚSICA CATÓLICA, denominado neste como Festival, é promovido pela COMUNIDADE CATÓLICA VIDA

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

SLOGAN E INTERAÇÃO DE TEMPO, SUJEITO E ESPAÇO: UM ESTUDO DE CASO DO GUARANÁ ANTÁRTICA

SLOGAN E INTERAÇÃO DE TEMPO, SUJEITO E ESPAÇO: UM ESTUDO DE CASO DO GUARANÁ ANTÁRTICA 1 SLOGAN E INTERAÇÃO DE TEMPO, SUJEITO E ESPAÇO: UM ESTUDO DE CASO DO GUARANÁ ANTÁRTICA Bruna Carreira Barcaroli Jéssica Gonçalves Evangelista¹ Orientadora: Profª. Drª. Sheila F. P. de Oliveira Resumo:

Leia mais

EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA

EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( x ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA EVENTOS COMO FORMA DE MEMÓRIA Apresentador 1 Merylin Ricieli

Leia mais

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS Mais informações: Site PIBID: http://www.pibid.ufrn.br/ Site LEM/UFRN: http://www.ccet.ufrn.br/matematica/lemufrn/index.html E-mail do LEM/UFRN: lem2009ufrn@yahoo.com.br

Leia mais

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 )

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) Tendo iniciado no presente ano lectivo 2005/2006 o funcionamento da plataforma Moodle na Universidade Aberta, considerou-se

Leia mais

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL UHE FOZ DO RIO CLARO

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL UHE FOZ DO RIO CLARO PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL UHE FOZ DO RIO CLARO RELATÓRIO SEMESTRAL JULHO 2008 Execução: Consiliu Meio Ambiente & Projetos CREA PR 12.212/F Equipe Técnica COORDENADOR GERAL ENGº CIVIL CESAR MENEZES

Leia mais

DUAS RUAS. Maria Ferreira, 12º D3

DUAS RUAS. Maria Ferreira, 12º D3 DUAS RUAS Maria Ferreira, 12º D3 Trabalho elaborado para a disciplina de Projecto e Tecnologias Vídeo, leccionada pelo prof. Roberto Esteves RESUMO: Apresentação descritiva de todo o processo de pré-produção,

Leia mais

Resultado da Avaliação das Disciplinas

Resultado da Avaliação das Disciplinas Avaliação Curso Direito Imobiliário Registral Aplicado aos Bens Públicos DISCIPLINAS: 1- Propriedade e demais direitos reais 2- Modos de aquisição e perda da propriedade e demais direitos reais CARGA HORÁRIA:

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V

REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V edilbertodonsantos@gmail.com Vocês já ouviram alguém dizer que polícia é igual criança, quando está perto incomoda e quando está longe faz falta?

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

Projeto de Música Pop e Rock

Projeto de Música Pop e Rock Projeto de Música Pop e Rock Docentes: Ângelo Cunha Paulo Bispo Teresa Laranjeira Externato Marista de Lisboa Introdução A Música é única para os seres humanos e como as outras artes, é tão básico como

Leia mais

CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 ANÁLISE DO PORTAL. educarede.org.br

CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 ANÁLISE DO PORTAL. educarede.org.br CARLOS RENATO PARAIZO RA 974808 www.educarede.com.br - 1 ANÁLISE DO PORTAL educarede.org.br Trabalho apresentado como aproveitamento da disciplina AM540 Multimeios e Educação, sob orientação do Prof. Dr.

Leia mais

DIVERSAMENTE. Projeto de gravação de cd, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura

DIVERSAMENTE. Projeto de gravação de cd, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura DIVERSAMENTE Projeto de gravação de cd, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura SOBRE O AUTOR: Paulo Lobão, cantor e compositor, nasceu na cidade de Belo Horizonte, iniciou os seus estudos musicais

Leia mais

RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES

RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES RELATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO: SITE DIVULGANDO OS FILMES REALIZADOS PELA 6ª TURMA DE MIDIALOGIA João Baptista Alves Boccaletto Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Comunicação

Leia mais

Relatório Abril 2016

Relatório Abril 2016 Relatório Abril 2016 Dados Gerais Data 30 e 31 de Março de 2016. Local Hotel Boulevard Plaza - Av. Getúlio Vargas, 1640 - Funcionários - Belo Horizonte - MG. Público Alvo Analistas das Superintendências

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Recursos Humanos 2ª Série Processos Gerenciais A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF) GT 09 RESUMO

Leia mais

Capítulo 15: TÉCNICAS PARA UMA ENTREVISTA DE TRABALHO

Capítulo 15: TÉCNICAS PARA UMA ENTREVISTA DE TRABALHO Capítulo 15: TÉCNICAS PARA UMA ENTREVISTA DE TRABALHO 15.1 Como se Preparar para as Entrevistas É absolutamente essencial treinar-se para as entrevistas. Se você não praticar, poderá cometer todos os tipos

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011 CENTRO HISTÓRICO EMBRAER Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira São José dos Campos SP Abril de 2011 Apresentação e Formação Acadêmica Meu nome é Eustáquio, estou com sessenta anos, nasci em Minas Gerais,

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCHLADLEMPLIC04 OBSERVAÇÃO EM SALA DE AULA E/LE Bruna Mikaele Siquiera (1) María del Pilar Roca (3) Centro de Ciências Humanas, Artes e Letras/ Departamento de Letras Estrangeiras Modernas RESUMO Esse

Leia mais

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 Comentário geral: As provas apresentaram grau de dificuldade médio. Não houve uma preocupação da banca em aprofundar os conceitos ou dificultar a interpretação

Leia mais

O ciclo dos produtos de moda

O ciclo dos produtos de moda O ciclo dos produtos de moda Documentário Thaísa Fortuni Edição Brasileira 2016 1.Apresentação 2. Objetivo 3. Justificativa 4. Público-alvo 5. Metodologia 6. Panorama geral 7. Direção de projeto 8. Elenco

Leia mais

Das disciplinas ao estágio: percepções dos alunos sobre essa relação

Das disciplinas ao estágio: percepções dos alunos sobre essa relação Das disciplinas ao estágio: percepções dos alunos sobre essa relação Alexandra Aguirre Resumo: O trabalho baseia-se na entrevista com alunos de jornalismo sobre o tópico: quais disciplinas contribuem para

Leia mais

Cuidado com o Patrimônio Público 1

Cuidado com o Patrimônio Público 1 Cuidado com o Patrimônio Público 1 Glen Hudson de CASTRO 2 Carla EPFÂNIO 3 Guilherme PAOLIELO 4 Rafael DINIZ 5 Renato VILLAÇA 6 Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG RESUMO Este trabalho

Leia mais

POR QUE FAZER ENGENHARIA FÍSICA NO BRASIL? QUEM ESTÁ CURSANDO ENGENHARIA FÍSICA NA UFSCAR?

POR QUE FAZER ENGENHARIA FÍSICA NO BRASIL? QUEM ESTÁ CURSANDO ENGENHARIA FÍSICA NA UFSCAR? POR QUE FAZER ENGENHARIA FÍSICA NO BRASIL? QUEM ESTÁ CURSANDO ENGENHARIA FÍSICA NA UFSCAR? Póvoa, J. M, Ducinei Garcia Departamento de Física - Universidade Federal de São Carlos Via Washington Luiz, Km

Leia mais

Introdução. São João del Rei 10 de Janeiro de 2012 Página 1

Introdução. São João del Rei 10 de Janeiro de 2012 Página 1 Introdução Este relatório tem como objetivo mostrar e registrar as atividades realizadas por mim, Julio Cesar Bertolotti, bolsista do PIBID Física da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), desde

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; RESOLUÇÃO N.º 03/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

11 Como Estruturar um Recital e seu Programa - Conteúdo

11 Como Estruturar um Recital e seu Programa - Conteúdo Introdução e Definição do Programa Material Preparando-se para o Recital Durante o Recital Após o Recital Montagem de Espetáculos Escolares Cenário próxima Introdução e Definição do Programa de um Recital

Leia mais

O USO DA MÍDIA RÁDIO ESCOLA COMO INSTRUMENTO DE INSERÇÃO SOCIAL

O USO DA MÍDIA RÁDIO ESCOLA COMO INSTRUMENTO DE INSERÇÃO SOCIAL O USO DA MÍDIA RÁDIO ESCOLA COMO INSTRUMENTO DE INSERÇÃO SOCIAL Agnaldo dos Santos Silva 1 (ESCOLA MUNICIPAL MÁRIO TRINDADE CRUZ) 1. INTRODUÇÃO O avanço das tecnologias da informação e da comunicação vem

Leia mais

3.2 MATERIAL DIDÁTICO

3.2 MATERIAL DIDÁTICO A comparação do presencial e do virtual: um estudo de diferentes metodologias e suas implicações na EAD André Garcia Corrêa andregcorrea@gmail.com Universidade Federal de São Carlos Resumo. O presente

Leia mais

O remédio musical. Gian Daher Berselli Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

O remédio musical. Gian Daher Berselli Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) O remédio musical Gian Daher Berselli Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) Resumo: Esse artigo tem o intuito de identificar as diferentes reações e utilizações da musica como método terapêutico

Leia mais

A PRÁTICA DA PERCUSSÃO EM CONJUNTO NA ESCOLA ESTADUAL JUSCELINO KUBITSCHEK DE UBERLÂNDIA-MG: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

A PRÁTICA DA PERCUSSÃO EM CONJUNTO NA ESCOLA ESTADUAL JUSCELINO KUBITSCHEK DE UBERLÂNDIA-MG: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 A PRÁTICA DA PERCUSSÃO EM CONJUNTO NA ESCOLA ESTADUAL JUSCELINO KUBITSCHEK DE UBERLÂNDIA-MG: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 - Introdução Comunicação Relato de Experiência Lilia Neves Gonçalves José Aparecido

Leia mais

1.2 Este Concurso tem como finalidade comemorar o aniversário de Belo Horizonte e divulgar a história e a cultura do município.

1.2 Este Concurso tem como finalidade comemorar o aniversário de Belo Horizonte e divulgar a história e a cultura do município. Concurso Cultural Aniversário de Belo Horizonte REGULAMENTO 1. DO CONCURSO 1.1 O Concurso Cultural Aniversário de Belo Horizonte será promovido pela Fundação TV Minas Cultural e Educativa Rede Minas, (

Leia mais

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO Rebeca Vieira de Queiroz Almeida Faculdade Saberes Introdução O presente texto é um relato da experiência do desenvolvimento do projeto

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

PALAVRAS CHAVE: Jornalismo. Projeto de Extensão. Programa Ade!. Interatividade.

PALAVRAS CHAVE: Jornalismo. Projeto de Extensão. Programa Ade!. Interatividade. 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais