Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1

2

3 39 pp.

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13 AMPLIFICADOR DE ÁUDIO AB JOSÉ ANTONIO CAMPOS BADIN 1 ; JAIRO LUIS STOLL 2 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -Esse trabalho tem como objetivo a montagem de um amplificador de áudio de classe AB. A busca de experiências, de conhecimento e de ideias no desenvolvimento de projetos e de soluções fez com que esse projeto fosse feito. Através do estudo do diagrama do circuito e do estudo do datasheet de alguns componentes, puderam ser realizadas algumas mudanças no circuito do equipamento. Tais alterações puderam trazer melhorias no funcionamento do circuito amplificador e do circuito de proteção contra altas temperaturas, proporcionando, dessa forma, mais segurança para o uso do equipamento. PALAVRAS-CHAVES:Projeto, Estudo, Conhecimento, Melhorias; REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: CASTRO, Vitor. Amplificadores CICLOTRON Disponível em: audiolist.org/forum/viewtopic.php?t=251&start=120 ; DatasheetCatalog. Disponível em: Acesso em: 10 ago ; Entendendo toróides. Disponível em: Acesso em: 10 ago

14 A POLÍTICA NACIONAL DAS RELAÇÕES DE CONSUMO MARIA JOSÉ CARDOZO 1 ; EMERSON APARECIDO MORETTI 2 ; CAROLINA ZANETTI LOPES 3 ; EVELYN MARA RODRIGUES 4 ; NATALI FAULIN DE NADAI 5 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 5 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -O presente trabalho tem por objetivo elucidar o tema Política Nacional das Relações de Consumo, instituída pelo Código de Defesa do Consumidor, inserida no capítulo IV, Art. 275 e 276 da Constituição Federal, para atender as necessidades dos consumidores, o respeito e a sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses econômicos, a melhoria da qualidade de vida, bem como a transparência e harmonia das relações de consumo, colocando-os em condições de igualdade perante o fornecedor. Para isso, a Política Nacional das Relações de Consumo atende os princípios do reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo - o Código visa estabelecer um equilíbrio entre o mais fraco e o mais forte, pois dizia Henry Ford, "consumidor é o elo mais fraco da economia; e nenhuma corrente pode ser mais forte que o seu elo mais fraco". Outro princípio é ação governamental no sentido de proteger efetivamente o consumidor: por iniciativa direta, pela garantia dos produtos e serviços com padrões adequados de qualidade e segurança, entre outros. Dessa forma, a Política Nacional das Relações de Consumo estabelece um rol de objetivos e princípios que devem ser seguidos, de forma efetiva, pelos consumidores, fornecedores e também pelo Estado. PALAVRAS-CHAVES:Código de Defesa do Consumidor, Políticas Públicas, Relações de Consumo, Fornecedor, Consumidor. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: BRANDÃO, Fernanda Holanda de Vasconcelos. Princípios norteadores da Política Nacional das Relações de Consumo. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIII, n. 81, out Disponível em:.acesso em: 15 ago ; BRASIL, Rebeca Ferreira. Política Nacional de Relações de Consumo: A luta secular entre o estado e o mercado. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, VIII, n. 23, nov Disponível em:. Acesso em: 15 ago ; CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.; ; 14

15 CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO. CAP VI Da Defesa do Consumidor. São Paulo, 2009.; CONSTITUIÇÃO FEDERAL. 5 ed. Ver. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.; COTRIM, Gilberto. Direito Fundamental: Instituições de direito público e privado. São Paulo: Saraiva, 2008.; SILVA, Vander Brusso da. Direito Comercial (Direito Empresarial). São Paulo: Barros, Fischer & Associados,

16 ASSÉDIO MORAL NAS RELAÇÕES DE EMPREGO MARIA JOSÉ CARDOZO 1 ; DORIVANA MARIA PAESANI SILVESTRIN 2 ; LUMA EVELIN SILVA FERREIRA 3 ; ADEMAR RAMOS GONCALVES JUNIOR 4 ; MARIA JOSÉ CARDOZO 5 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 5 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -O presente trabalho tem por objetivo elucidar o tema Assédio Moral. Ele é uma forma de opressão psicológica no ambiente de trabalho na qual a pessoa se sente constrangida e sua auto-estima é totalmente abalada, devido às humilhações em público ocasionando em depressões, envolvimento em dependências químicas, e outros transtornos psicológicos e físicos afetando a vida familiar, social e profissional do indivíduo, uma vez que ele pode ser assediado por seu superior que o julga ser incapaz de realizar as tarefas estabelecidas que, por sua vez também recebe pressões por não atingir metas quando não é o próprio assediado por seus subordinados por não aceitarem tal liderança. Essa forma de violência pode, além de todos esses problemas, gerar custos para a empresa. Além disso, o funcionário que é agredido, não rende, não produz, aumenta o absenteísmo,a rotatividade, atrapalha o fluxo das operações, pode provocar os acidentes de trabalho. Esses conflitos acontecem devido à falta de educação, das fiscalizações de órgãos competentes, do conhecimento das leis trabalhistas e civis, observando que, no ambiente de trabalho, deve prevalecer o respeito e a ética profissional em qualquer circunstância. Constata-se que o comportamento que caracteriza assédio moral, em várias oportunidades, é proveniente de pessoas de cargos elevados as quais utilizam de seu poder hierárquico para constranger colaboradores. Diante desse problema, a sociedade, as empresas e todos os seus colaboradores devem pautar por um comportamento ético e respeitoso, que claro, independe de cargos e posições de funcionários. A lei deve prever situações que devemos evitar e punir corretamente. Afinal devem lutar todos por um único objetivo de melhorias contínuas dentro das organizações na busca de treinamento e políticas gerenciais que evitem essa modalidade de conflito. PALAVRAS-CHAVES:Assédio Moral;Organizações;Ética;Ética Profissional REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: BARROS, Alice Monteiro de. O assédio sexual no Direito do Trabalho Comparado. Genesis Revista de Direito do Trabalho, v. 70, Curitiba, Genesis Editora, out. 1998, p.503. ; CONSTITUIÇÃO FEDERAL. 5. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000; CUNHA, Rosângela Pereira. Jurisprudência Comentada. O Assédio Moral na Justiça do Trabalho. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; 16

17 FILHO, Rodolfo Pamplona. Noções Conceituais sobre o Assédio Moral na Relação de Emprego. Disponível em:. Acesso em: 20 ago. 2012; FREIRE, Paula Ariane. Assédio Moral e a Saúde Mental do Trabalhador. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; GARCIA, Gustavo Felipe Barbosa. Meio Ambiente do Trabalho, Segurança e Medicina do Trabalho. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, ; HANASHIRO, Darcy Mitiko Mori; TEIXEIRA, Maria Luisa Mendes; ZACCARELI, Laura Menegon. Gestão do Fator Humano. 2. ed. São Paulo: Saraiva, ; HIRIGOYEN, Marie France. A violência perversa do cotidiano. Tradução: Maria Helen Huhner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001, p. 65. ; MASCARO Sônia A.C. Assédio Moral no Ambiente de Trabalho. Disponível em: Acesso em 15 ago ; NASCIMENTO, Amauri Mascaro. Iniciação ao Direito do Trabalho. 33. ed. São Paulo: Ltr, ; NASCIMENTO, Sônia A. C. Mascaro. Assédio moral no ambiente do trabalho. Revista LTR, São Paulo, v. 68, n. 08, p , ago ; REIS, Henrique Marcello Dos; Reis, Cláudia Nunes Pascon Dos. Direito para Administradores, Volume II. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, Vol. I. ; VALLS, Álvaro L. M. O que é ética. 9. ed. São Paulo: Brasiliense,

18 CLUSTERIZAÇÃO DE ALTA DISPONIBILIDADE E SUA UTILIDADE EM UM AMBIENTE CORPORATIVO OSVALDO D'ESTEFANO ROSICA 1 ; ANGELO TELÊMACO 2 ; GUILHERME EMILIO TREVISAN GONÇALVES 3 ; MARCOS FERNANDO C. 4 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -O projeto visa utilizar, de maneira eficiente e eficaz e com baixo custo,novos meio de processamento e disponibilidade de arquivos através da web,utilizando sistema operacional livre. Isso permitirá que se obtenha uma diminuição do tempo de processamento de uma tarefa para deixar esse serviço na web,permitindo seu acesso de qualquer ponto do planeta de uma maneira mais ágil,o que retrata o Cloud Computing, objeto de nosso trabalho. A computação em nuvem visa tanto a disponibilização de serviços para qualquer usuário, como também a diminuição dos custos com manutenção de equipamentos físicos,energia elétrica, licenças de software, e até mesmo mão de obra. PALAVRAS-CHAVES:Cluster, Alta Disponibilidade, baixo custo REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ZEM, José Luís. O impacto do serviço de NAT e Firewall no atendimento de requisições web. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; ZEM, José Luís. Uso de cluster de computadores no ambiente corporativo. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; ZEM,José Luis; BRITO, Samuel Henrique Bucke. monitoramento distribuido de clusters e grids computacionais utilizando o ganglia. Dispnível em:. Acesso em: 20 ago ; ZEM,José Luis. Um cluster de computadores de uso geral. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; PITANGA, Marcos. Computaçâo em cluster. Disponível em:. Acesso em: 20 ago ; MORIMOTO, C. E. Servidores Linux, guia prático. Porto Alegre: Sul Editores, 2008.; HOCHSTETLER, S.; BERINGER, B. Linux Clustering with CSM and GPFS. IBM International Technical Support Organization, 2004.; KANT, K.; SAHOO, A. Clustered DBMS scalability under unified ethernet fabric, IEEE, p

19 CONSTRUÇÃO DE UM ARCADE PARA JOGOS DE LUTA HELDER BOCCALETTI 1 ; DIEGO XAVIER POLATI NOFFS 2 ; DOUGLAS FERNANDES LEITE 3 ; TIAGO RODRIGUES DE LUCENA 4 ; TÚLIO MARIANO DE OLIVEIRA 5 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 5 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -Este projeto tem como objetivo utilizar peças de computador e componentes eletrônicos dos caça-níqueis provindos de doações à FATEC-TA para a confecção de um fliperama para jogos, contendo monitor, caixa externa, computador, e botões de ação operando e configurados, com o intuito de hospedar jogos de luta dos próprios alunos da FATEC ou outros jogos disponíveis na internet e reaproveitar as peças que seriam perdidas e descartadas dos caça-níqueis. PALAVRAS-CHAVES:Arcade; Jogos; Fliperama; REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: DESCONHECIDO. Super Tutorial - Montando um Arcade com Pc Dentro. Disponível em:. Acesso em: 29 ago ; DESCONHECIDO. Como montar um Arcade Stick. Disponível em:. Acesso em: 29 ago ; CAPUSKI, Rodrigo. Como montar seu fliperama em casa, passo-a-passo. Disponível em:. Acesso em: 29 ago ; 19

20 ENERGIA NUCLEAR E INDÚSTRIA RICARDO COURA OLIVEIRA 1 ; LEONEL SOARES DE SOUZA 2 ;MARCELO SIMONETTI 3 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Professor - RESUMO -O mundo atravessa uma crise energética. O aumento da população mundial (atualmente acima de sete bilhões de pessoas) provoca uma crescente demanda de energia; fato que tem levado o homem avaliar cuidadosamente as formas de produção. Através da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), o Governo Federal iniciou em 2010 a concepção do novo Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que será instalado no Município de Iperó, estado de São Paulo, em área adjacente ao Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo. Para abrigar o reator, a CNEN criará em parceria com o Governo do Estado de São Paulo um novo instituto de pesquisas, destinado à formação de pesquisadores e engenheiros especializados em tecnologia nuclear. O objetivo desse trabalho é destacar a instalação de um reator nuclear na região para a produção de radioisótopos com consequência direta no segmento dos ensaios não destrutivos, onde se destaca a gamagrafia, ensaio que garante para os componentes inspecionados a qualidade requerida, atestando ausência de defeitos que comprometam desempenho. Usado para inspeção, sobretudo de juntas soldadas, principalmente nas indústrias de petróleo, petroquímica e nuclear, o método da gamagrafia é referenciado pelos códigos de fabricação de peças e estruturas de responsabilidade, para determinação da eficiência da base de cálculo pela engenharia. PALAVRAS-CHAVES:tecnologia, gamagrafia, indústria REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ANDREUCCI, R. - Radiografia Industrial. Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos; São Paulo, 2010.; SANCHEZ, W. Ensaios não destrutivos pela técnica dos raios X e raios gama. Informação IEA n. 29,

21 ESTUDO DO MOVIMENTO NA CURVA CICLOIDE: A PROPRIEDADE BRAQUISTÓCRONA OTÁVIO DOS SANTOS GAIJUTIS 1 ; FELIPE SIQUEIRA CARVALHO SILVA 2 ; ANDERSON LUIZ DE SOUZA 3 ; LAURO FERNANDO DE MELO 4 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -Dentre todas as curvas possíveis que determinam a trajetória entre dois pontos em um plano vertical, qual é aquela em que uma partícula, sob a ação da gravidade, desprezando-se o atrito, fará o percurso do ponto mais alto para o ponto mais baixo em um tempo mínimo? Inicialmente, pode-se pensar que a reta, função que estabelece a menor trajetória entre dois pontos, é a resposta para esta questão. Entretanto, em 1696, os irmãos Johann e Jakob Bernoulli, num esforço que deu início ao cálculo variacional, comprovaram que a trajetória mais rápida é determinada pelo arco formado a partir do movimento de um ponto numa circunferência quando esta rola ao longo de uma superfície, a chamada de CICLOIDE. O nome dado a esta característica é BRAQUISTÓCRONA, palavra que vem do grego e significa Caminho do tempo mais curto. Este trabalho tem por objetivo desenvolver um uma experiência na qual possamos evidenciar que esta curva é a de menor tempo em comparação com outras curvas. Será construído um mecanismo manipulável no qual se poderá formar diversos caminhos a desejo do visitante, que, dessa forma, irá participar diretamente da experiência ajustando funções Com essa experiência, queremos mostrar que é possível estudar o movimento de uma forma mais agradável e expandir este modo de estudo para outras áreas do conhecimento. PALAVRAS-CHAVES:Cicloide, Braquistócrona, Movimento, Estudo Experimental REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: JUNIOR, J. R. A. de Souza. Calculo Variacional e o Problema da Braquistócrona. Dissertação de Mestrado, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estatual Paulista, 2010; CAETANO, Wellington de Lima. Queda em curva de menor tempo e tempo independente da altura Braquistócrona e Tautócrona. Relatório da Disciplina Tópicos de Ensino de Física I. UNICAMP, 2008; MIORIM, M. A. Introdução à história da educação matemática. São Paulo: Atual,

22 ESTUDO DO MOVIMENTO NA CURVA CICLOIDE: A PROPRIEDADE TAUTÓCRONA ANDERSON LUIZ DE SOUZA 1 ; FELIPE SIQUEIRA CARVALHO SILVA 2 ; PEDRO SERGIO ROSA 3 ; OTAVIO DOS SANTOS GAIJUTIS 4 ; LAURO FERNANDO DE MELO 5 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 5 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -A CICLOIDE é uma curva formada pelo movimento de um ponto em uma circunferência que rola ao longo de uma superfície.esta curva foi motivo de estudo por diversos ramos da ciência por apresentar várias propriedades peculiares como, por exemplo, a propriedade Tautócrona, segundo a qual, desprezando-se o atrito, ao deslocar-se sobre uma cicloide invertida, independentemente da sua posição inicial, um objeto sempre leva o mesmo tempo para atingir o ponto de mínimo da trajetória descrita por esta função. Este projeto tem por objetivo construir um aparato experimental a partir do qual o aluno possa vivenciar a propriedade tautócrona de uma maneira lúdica e intuitiva. O aparato experimental foi idealizado para se executado em duas etapas: a primeira etapa tem como objetivo principal provocar a curiosidade do aluno, para tanto uma curva cicloide invertida será seccionada em duas partes iguais; essas duas secções serão dispostas lado a lado e servirão como pistas por meio das quais os alunos serão incentivados apostar corridas entre diferentes objetos (esferas, carrinhos de brinquedo e etc). Numa segunda etapa, as duas secções serão unidas formando uma cicloide completa, neste momento evidenciaremos que os resultados anteriores estão associados as características da curva que estamos estudando formalizando-se, assim, o conceito da curva cicloide, sua propriedade tautocrona, ressaltando algumas importantes aplicações, como a construção de relógios de pêndulo. PALAVRAS-CHAVES:Cicloide, Tautócrona, Movimento, Melhoria do Ensino. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: BOYER, C. B. Tópicos de história da matemática para uso em sala de aula: Cálculo. São Paulo: Atual, ; CAETANO, Wellington de Lima. Queda em curva de menor tempo e tempo independente da altura Braquistócrona e Tautócrona. Relatório da Disciplina Tópicos de Ensino de Física I. UNICAMP, ; FLORES, Ana Paula Ximenes. Calculo Variacional: aspectos teóricos e aplicações. Dissertação de Mestrado, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estatual Paulista,

23 ÉTICA E ÉTICA PROFISSIONAL MARIA JOSÉ CARDOZO 1 ; NATACHA PASSARELI PASCHOAL 2 ; FRANCINE LEOPOLDINO RAMOS 3 ; ISABELA BELLAZ ULIANA 4 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão Empresarial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -O presente trabalho tem por objetivo elucidar o tema Ética e Ética nas Organizações. Apresenta-se Ética como uma das dimensões essenciais da experiência humana, na qual conceituamos como sendo a vontade de educar a razão conduzindo comportamento. Os autores clássicos definiam ética como a virtude, para a realização da ordem na vida do Estado. O termo tem origem na palavra grega ethos, que significa costume e, por isso, a ética foi definida, com frequência, como a teoria dos costumes. Da antiguidade até nossos dias, o termo se transformou, bem como a sociedade, assim ser ético, é um comportamento que deve ser construído por todos os colaboradores observando Missão, Valores e Visão das empresas. O Código de Ética Profissional surge como um norteador do comportamento organizacional, sendo na atualidade baseando-se nos costumes e na cultura de cada sociedade. A cultura influencia nossos olhares diante do comportamento. Devemos adotar procedimentos e princípios apropriados para avaliar decisões e ações de um ponto de vista ético e para adotar comportamentos éticos na vida diária. As empresas e a sociedade esperam de nós profissionais uma qualidade ética das decisões. Asssim, é possível melhorar nossas ações tornando-as mais éticas, para melhorar nosso próprio comportamento e atitude a fim de buscar um real equilíbrio contribuindo em atividades que promovam o bem-estar e o progresso das organizações e da sociedade. PALAVRAS-CHAVES:Ética;Profissionalismo;Costumes REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ARISTÓTELES. A Ética. Bauru: Edipro, ARRUDA, Maria Cecilia Coutinho de, WHITAKER, M. C. e RAMOS. J.M. Fundamentos da ética empresarial e econômica. São Paulo: Atlas, ARRUDA, Maria Cecilia Coutinho de. Código de ética: Um instrumento que adiciona valor. São Paulo: Negócio Editora, ASHLEY, Patricia. Responsabilidade Social nos Negócios. Saraiva, São Paulo, CHAMON e AMURRIO. Responsabilidad Social de la organización. Disponível em:. Acesso em: 19 nov CORTINA, Adela. O fazer ético: Guia para a educação moral. São Paulo: Moderna, CROZIER, Michel. El papel de la ética en las ciencias organizacionales. Disponível em:. Acesso em: 20 nov DAL PAI, Leocir. Pesquisa sobre a influência dos consumidores frente a responsabilidade social empresarial. Niterói: Universo, DINIZ, Debora; GUILHEM, Dirce. O que é bioética: uma cartografia de valores. São Paulo: Brasiliense,

24 FLEXIBILIZAÇÃO DE INFRAESTRUTURA EDUCACIONAL UTILIZANDO RESULTADOS DE PESQUISAS ENVOLVENDO CONCEITOS DE SUSTENTABILIDADE DIRECIONADOS À REDUÇÃO DO DESCARTE DE LIXO ELETRÔNICO PROVENIENTES DA DESMONTAGEM DE CAÇA-NÍQUEIS ANTONIO CESAR SILVA SACCO 1 ; FERNANDA PEREIRA 2 ; ISAC BRUNO ALEIXO PEREIRA 3 ; DJEIZON DE ALMEIDA BARROS 4 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -Este trabalho tem como objetivo apresentar as vantagens e melhorias obtidas na infraestrutura educacional da FATEC - Tatuí, utilizando de resultados obtidos em pesquisas relacionadas à sustentabilidade com foco na redução do descarte de materiais eletrônicos provenientes do Projeto Caça-Níqueis, desenvolvido pela instituição. A flexibilidade alcançada abrange não só os resultados obtidos em pesquisas independentes voltadas à construção de caixas acústicas utilizando materiais e componentes acústicos, mas também o aproveitamento de materiais e amplificadores de áudio originários do Projeto Caça-Níqueis. A pesquisa permitiu que fossem observadas melhorias a baixo custo em relação aos recursos didáticos oferecidos aos docentes da instituição. PALAVRAS-CHAVES:Sonorização de Ambiente; Logística Reversa; Flexibilização de Infraestrutura didática. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: FERNANDES, J. C. Projeto Acústico de Ambientes. 7o. Brazilian Conference on Dynamics, Control and Their Applications. UNESP - Prudente de Moraes ; MEC. Escola do Amapá desenvolve projeto de sonorização com apoio do PDDE. Portal MEC, Disponível em:. Acesso em: 11 ago 2012.; ROCHA, L. Z. Estudo e análise da acústica de ambientes submetidos a sistemas de áudio. Porto Alegre: 2004.; SOARES, A. Sonorização de ambientes - Parte IX Disponível em:. Acesso em: 11 ago ; RAMIRES, F. Coeficiente de Espelhamento Sonoro de Painéis Perfurados. Universidade Estadual de Campinas

25 NOVA PROPOSTA PARA CONECTOR RJ45 OSVALDO D'ESTEFANO ROSICA 1 ; JOAO AUGUSTO MACIEL DE CAMPOS 2 ; CLEBER GALVAO FRANCA 3 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -De acordo com Kurose, a internet é a rede de computadores que atua mundialmente e que possibilita a interconexão de milhões de equipamentos de computação, dentre eles os computadores pessoais, smartphones, tablets, câmeras web, Tvs, eletrodomésticos, automóveis. Um cabo de par trançado, também conhecido como UTP, é formado por um conjunto de oito fios trançados em pares (quatro pares). Somente dois pares são utilizados para a comunicação entre o computador e um hub ou switch, sendo que um par envia os dados de uma máquina para os hub ou switch e outro par permite que essa mesma máquina receba os dados do hub ou switch. Para que esses cabos possam ser conectados aos computadores e aos hubs e switchs foi estabelecido pela norma EIA/TIA com a norma 568 um tipo de conector que recebeu a designação RJ45.Comer(pag. 11) O conector RJ45 permite que o cabo de par trançado seja inserido em seu interior e, desse modo, possa ser conectado aos equipamentos de transmissão de dados, sejam computadores, máquinas CNC, hubs, switchs, dentre outros. Hoje, a ligação do cabo UTP ao conector RJ45, demanda grande atenção por parte do operador, pois o descasque de cada fio deve ser feito em medida justa que permita sua introdução no conector RJ45.A não observância dessa medida, seja por descuido ou imperícia acarreta desperdício de tempo e material do cabo, pois será necessário novo corte para ajuste da medida correta necessária. Esse projeto visa a propor modificações na constituição do conector RJ45, o que irá simplificar o manuseio da união do cabo UTP com o conector RJ45, permitindo que o trabalho seja feito de forma mais simplificado, não necessitando de mão de obra muito especializada e diminuindo, assim, o tempo necessário de sua confecção. PALAVRAS-CHAVES:RJ45,Cabo UTP, Conector REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: COMER, D. E. Interligação de Redes com TCP/IP. Elsevier, 2006.; KUROSE, J. F.; ROSS, K. W. Redes de Computadores e a Internet. Pearson Addison Wesley, São Paulo, 2006.; MARIN, P. S. Cabeamento Estruturado-Desvendando cada passo: do projeto à instalação. Érica,

26 26

27 27

28 PESQUISA, PROJETO E CONSTRUÇÃO DE CAIXAS ACÚSTICAS PARA USO EDUCACIONAL APLICANDO CONCEITOS DE SUSTENTABILIDADE DIRECIONADOS À REDUÇÃO DO DESCARTE DE LIXO ELETRÔNICO. ANTONIO CESAR SILVA SACCO 1 ; FERNANDA PEREIRA 2 ; ISAC BRUNO ALEIXO PEREIRA 3 ; DJEIZON DE ALMEIDA BARROS 4 ; MOACIR TOMAZELA 5 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - 5 Aluno do Curso de Gestão da Tecnologia da informação- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -Este trabalho tem como objetivo apresentar o processo de pesquisa, projeto e construção de caixas acústicas para uso nas dependências da FATEC - Tatuí, aplicando conceitos de sustentabilidade por meio da utilização de materiais provenientes do Projeto Caça-Níqueis desenvolvido pela instituição. A pesquisa abrangeu a tecnologia aplicada aos diversos tipos de caixas acústicas e permitiu a adoção de um modelo adequado, em função da sua simplicidade, para uso em salas de aula e auditórios da instituição. A utilização dos componentes e materiais provenientes da desmontagem das máquinas de jogos ilícitos, além de incrementar a baixo custo a infraestrutura para atividade fim da FATEC - Tatuí, também permite reduzir o impacto ambiental, minimizando a quantidade de lixo eletrônico descartado. PALAVRAS-CHAVES:Caixa acústica; Logística Reversa; Meio Ambiente. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: CALVÃO, A. M. O Lixo Computacional na Sociedade Contemporânea. I ENINED - Encontro Nacional de Informática e Educação, UFF - Universidade Federal Fluminense, Disponível em:. Acesso em: 12 ago 2012.; FERREIRA, D. D. C.; DA SILVA, J. B.; DA SILVA G. J. C. Reciclagem do e-lixo (ou lixo eletro-eletrônico). V CONNEPI Disponível em:. Acesso em: 12 ago 2012.; VALENTIM, J. A. SISTEMA DE SOM. SILVA, M. R. J. D. e AZEVEDO, T. C. M. D. SENAI 2003.; VASSALLO, F. R. Manual de Caixas Acústicas e Alto-Falantes. HEMUS,

29 PLANO INCLINADO AUTOMATIZADO ANDERSON LUIZ DE SOUZA 1 ; MAXMILIANO CRISPIM VIEIRA JR 2 ; PEDRO SERGIO ROSA 3 ; OTAVIO DOS SANTOS GAIJUTIS 4 ; 1 Professor - 2 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 3 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - 4 Aluno do Curso de Automação Industrial- Fatec/Tatuí - SP - RESUMO -RESUMO O plano inclinado, exemplo de máquina simples, foi utilizado por Galileu Galilei para o estudo da lei dos corpos em queda livre, que diz que todos os corpos de mesma matéria mas com pesos diferentes e jogados da mesma altura caem com a mesma aceleração, pois o efeito gravitacional é igual para todos, desde que no vácuo. Este trabalho visa automatizar um plano inclinado, para que o experimento feito por Galileu ganhe vida nos tempos modernos, facilitando o estudo da matemática, além de possibilitar a alteração dos ângulos do plano e da precisão dos números obtidos, devido ao motor de passo que movimenta o fuso e o controle de dados via sensores e software. PALAVRAS-CHAVES:Plano Inclinado, Lei dos corpos em queda livre, Galileu Galilei, Automatização. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: GALILEI, Galileu. Duas novas ciências. São Paulo: Nova Stella Editorial ; STRATHERN, Paul. Galileu e o sistema solar em 90 minutos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor ; CREASE, Robert P. Os dez mais belos experimentos científicos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014.

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

Modelagem de processos; Implantação de Software; Desenvolvimento de software

Modelagem de processos; Implantação de Software; Desenvolvimento de software ELABORAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA O CONTROLE DE PRESENÇA E CERTIFICAÇÃO DO SIMPÓSIO DE TECNOLOGIA DA FATEC-TATUÍ. PARTE I: INFLUÊNCIA DA METODOLOGIA NA IMPLANTAÇÃO ANTONIO CÉSAR SILVA SACCO 1,

Leia mais

ÉTICA EMPRESARIAL e RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: CONCEITUAÇÃO, ANÁLISES E APLICAÇÕES.

ÉTICA EMPRESARIAL e RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: CONCEITUAÇÃO, ANÁLISES E APLICAÇÕES. ÉTICA EMPRESARIAL e RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: CONCEITUAÇÃO, ANÁLISES E APLICAÇÕES. 1ª etapa: Aprofundamento teórico: é a fase da revisão de literatura. Nela os pesquisadores (alunos e docentes)

Leia mais

Tema: As vantagens de implantar uma rede estruturada em ambiente corporativo.

Tema: As vantagens de implantar uma rede estruturada em ambiente corporativo. 1 TEMA Assunto: Redes de computadores. Tema: As vantagens de implantar uma rede estruturada em ambiente corporativo. 2 PROBLEMA Problema: Qual a importância de criar uma rede estruturada em instituições

Leia mais

Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). DOCENTE PROFESSOR CELSO CANDIDO Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Conhecimentos: o Web Designer; o Arquitetura de Máquina; o Implementação

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid)

Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Tipos de Sistemas Distribuídos (Cluster e Grid) Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 Componente Curricular: TECNOLOGIA DE GESTÃO EM ADMINISTRAÇÃO Código: ADM-151 CH Total: 60 HRS. Pré-requisito: --- Período

Leia mais

A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA

A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE COLHEITA FLORESTAL MECANIZADA Edna Ap Esquinelato da Silva 1 Eliete Santana 1 Elton Dias da Paz 1 Priscila Alves da Silva 1 RESUMO Colheita Floresta é o processo

Leia mais

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 05 ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 26 à 30 1 AULA 05 DESAFIOS GERENCIAIS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Autor(es) BARBARA STEFANI RANIERI. Orientador(es) LUIZ EDUARDO GALVÃO MARTINS, ANDERSON BELGAMO. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1.

Autor(es) BARBARA STEFANI RANIERI. Orientador(es) LUIZ EDUARDO GALVÃO MARTINS, ANDERSON BELGAMO. Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ. 1. 19 Congresso de Iniciação Científica ESPECIFICAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE UMA FERRAMENTA AUTOMATIZADA DE APOIO AO GERSE: GUIA DE ELICITAÇÃO DE REQUISITOS PARA SISTEMAS EMBARCADOS Autor(es) BARBARA STEFANI

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

Modalidade educação a distância - 2ª edição

Modalidade educação a distância - 2ª edição Modalidade educação a distância - 2ª edição OBJETIVOS: Propiciar aos participantes o desenvolvimento das seguintes competências: Pensar estrategicamente o uso da gestão por processos; Estruturar projetos

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics

Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics Engineers Prefácio O Engenheiro 2020 Como será ou deveria

Leia mais

EDUCAÇÃO CORPORATIVA EM EAD: Benefícios da modalidade e-learning.

EDUCAÇÃO CORPORATIVA EM EAD: Benefícios da modalidade e-learning. EDUCAÇÃO CORPORATIVA EM EAD: Benefícios da modalidade e-learning. Autor(a): Gliner Dias Alencar Coautor(es): Joaquim Nogueira Ferraz Filho, Marcelo Ferreira de Lima, Lucas Correia de Andrade, Alessandra

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software FARMAINFOR - GERENCIAMENTO DA FARMACIA PATRÍCIA LIMA 1, ALEXANDRE ALMEIDA, 2, LAÉCIO 3, OTAVIO 4,, PEDRO HENRIQUE 5, DAIRO 6,EDUARDO RADICHHI 7 LUA

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior Janaína Batista da Silva Larissa Horrara de Almeida Leonardo Lopes Liliana Oliveira Palhares da Silva Luciana

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO Eva Karolina Pereira Santos Isabela Almeida Valadares Marina Santos Silva Pedro Henrique Branco de Oliveira

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

TI Verde: Sustentabilidade na área da tecnologia da informação TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TI Verde: Sustentabilidade na área da tecnologia da informação TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Flávio Luiz de Azevedo BRAYNER Paulo Gustavo Sabino RAMOS Patrícia Verônica de Azevedo BRAYNER Resumo: Atualmente a Tecnologia da Informação

Leia mais

FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE CONSELHEIRO LAFAIETE MANUAL DO ALUNO. Gestão Estratégica de Pessoas e Inovação Tecnológica

FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE CONSELHEIRO LAFAIETE MANUAL DO ALUNO. Gestão Estratégica de Pessoas e Inovação Tecnológica FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE CONSELHEIRO LAFAIETE MANUAL DO ALUNO Gestão Estratégica de Pessoas e Inovação Tecnológica CONSELHEIRO LAFAIETE 13 APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Nome do curso:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE 2009 SUMÁRIO 1. JUSTIFICATICA... 3 2. OBJETIVO... 3 3. REQUISITOS

Leia mais

04/04/2014. Antes de 1940

04/04/2014. Antes de 1940 Prof. William Costa Rodrigues Eng. Agrônomo Um Sistema de Informação Gerenciais é um instrumento administrativo que contribui efetivamente para a otimização das comunicações e do processo decisório nas

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

3. Processos, o que é isto? Encontramos vários conceitos de processos, conforme observarmos abaixo:

3. Processos, o que é isto? Encontramos vários conceitos de processos, conforme observarmos abaixo: Perguntas e respostas sobre gestão por processos 1. Gestão por processos, por que usar? Num mundo globalizado com mercado extremamente competitivo, onde o cliente se encontra cada vez mais exigente e conhecedor

Leia mais

Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense

Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense Gerência da tutoria - o diferencial em uma plataforma on-line Luiz Valter Brand Gomes* Rosângela Lopes Lima* Filipe Ancelmo Saramago* Rodrigo Telles Costa* Instituto de Computação Universidade Federal

Leia mais

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000)

MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) MÓDULO 14 Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9000) Ao longo do tempo as organizações sempre buscaram, ainda que empiricamente, caminhos para sua sobrevivência, manutenção e crescimento no mercado competitivo.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Redes de Computadores MISSÃO DO CURSO Com a modernização tecnológica e com o surgimento destes novos serviços e produtos, fica clara a necessidade de profissionais

Leia mais

Melhorias da Infraestrutura

Melhorias da Infraestrutura Melhorias da Infraestrutura Refino Papel e Celulose Energia Fóssil Processos Químicos Processos Industriais Conversão De Resíduos Em Energia www.azz.com/wsi Fornecedora de soluções e serviços completos

Leia mais

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide - SEPesq UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide 1. Introdução Diego Augusto de Jesus Pacheco Giovani Geremia Segundo Vargas (2012) é perceptível que uma

Leia mais

Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar?

Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar? Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 03/04/2015 Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar? Paulo Fernando Martins Kreppel Analista de Sistemas

Leia mais

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3 1 DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS Maio/2005 216-TC-C3 José Antonio Gameiro Salles UNISUAM / CCET / Desenv. de Softwares & UNISUAM/LAPEAD - antoniosalles@gmail.com

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ÉTICA PROFISSIONAL

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ÉTICA PROFISSIONAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ÉTICA PROFISSIONAL Código: CTB-467 Pré-requisito: ----------.Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo

Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo GAZETA DO POVO Presidente da AFESBJ Frei Guido Moacir Scheidt

Leia mais

Plano de Curso de Montador e Reparador Computadores

Plano de Curso de Montador e Reparador Computadores Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação de Apoio a Escola Técnica Plano de Curso de Montador e Reparador Computadores Título do Curso Montador e Reparador

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

APLICAÇÕES DA CIÊNCIA NUCLEAR E O ENSINO DE DISCIPLINAS

APLICAÇÕES DA CIÊNCIA NUCLEAR E O ENSINO DE DISCIPLINAS APLICAÇÕES DA CIÊNCIA NUCLEAR E O ENSINO DE DISCIPLINAS 1 INTRODUÇÃO Wellington Antonio Soares soaresw@cdtn.br Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN Centro

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008.

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008. CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS RECONHECIDO conforme PORTARIA nº 295, de 25 de Junho de 2008. Título: Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Turno: Noturno

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MISSÃO DO CURSO A concepção do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas está alinhada a essas novas demandas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

Leia mais

Sumário. Introdução... Diagnóstico... Objetivo: 100% de Aprovação... A Conquista...

Sumário. Introdução... Diagnóstico... Objetivo: 100% de Aprovação... A Conquista... Créditos Gilson Ribeiro Gomes Economista Jonatas Costa Monte Alto Administrador de Empresas Felipe Augusto da Silva Mendes - Psicólogo Bruna Albuquerque Graduanda em Administração de Empresas Sumário Introdução...

Leia mais

FACULDADE KENNEDY BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE KENNEDY BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE KENNEDY BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO A Faculdade Kennedy busca sempre melhorar a qualidade, oferecendo serviços informatizados e uma equipe de profissionais preparada para responder

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO

PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - IFCH DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO ECONÔMICO DEPE CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL - CTAE

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Redes de Computadores Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo ou quaisquer

Leia mais

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA Constata-se que o novo arranjo da economia mundial provocado pelo processo de globalização tem afetado as empresas a fim de disponibilizar

Leia mais

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de um projeto (técnico, científico, empresarial). Tem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE DISCIPLINA DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE DISCIPLINA DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO E DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO - NADEP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL SÃO

Leia mais

Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo

Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo Esta obra é uma realização da Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus - AFESBJ / FAE Business School e da Editora Gazeta do Povo GAZETA DO POVO Presidente da AFESBJ Frei Guido Moacir Scheidt

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Resumo O projeto tem como objetivo principal promover a inclusão digital dos softwares

Leia mais

AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE DE SAÚDE

AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE DE SAÚDE MOVE 2015 AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE DE SAÚDE II CONGRESSO TODOS JUNTOS CONTRA O CANCER MOVE 2015 PRINCIPAIS MENSAGENS 01 AVALIAÇÃO É FUNDAMENTAL PARA GARANTIR A QUALIFICAÇÃO DOS PROCESSOS DE EDUCAÇÃO

Leia mais

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO 1 A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² Bruna Barçante¹ Aylla Barbosa Ribeiro¹ Fernanda Teixeira Ferreira Leite¹

Leia mais

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. André Luiz Perin 2 Semestre de 2012 Pastoral Universitária e Escolar Núcleo de Artes e Cultura 1 Palavra da FACET Prof. Carlos Eduardo Santi Diretor

Leia mais

A importância da Educação para competitividade da Indústria

A importância da Educação para competitividade da Indústria A importância da Educação para competitividade da Indústria Educação para o trabalho não tem sido tradicionalmente colocado na pauta da sociedade brasileira, mas hoje é essencial; Ênfase no Direito à Educação

Leia mais

Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues.

Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues. Lider coach: Uma nova abordagem para a gestão de pessoas. Orlando Rodrigues. Ao longo da historia da Administração, desde seus primórdios, a partir dos trabalhos de Taylor e Fayol, muito se pensou em termos

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO E SUPERVISÃO VIA WEB

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO E SUPERVISÃO VIA WEB UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA COM ÊNFASE EM AUTOMAÇÃO FABIANNA STUMPF TONIN GUILHERME FRANCESCON CITTOLIN VINICIUS DE SOUZA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

NOTÍCIAS DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE CONSELHEIRO LAFAIETE CES-CL RÁPIDAS DO CES

NOTÍCIAS DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE CONSELHEIRO LAFAIETE CES-CL RÁPIDAS DO CES NOTÍCIAS DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE CONSELHEIRO LAFAIETE CES-CL RÁPIDAS DO CES Os 365 exemplares de livros adquiridos pelo CES-CL para o curso de Engenharia Elétrica já foram entregues e estão passando

Leia mais

Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo ou quaisquer partes do documento, em

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICA EM NÍVEL MÉDIO

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMAÇÃO PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociedade da informação 30 h. Módulo II Teoria das organizações 30 h

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMAÇÃO PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociedade da informação 30 h. Módulo II Teoria das organizações 30 h CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMAÇÃO PROGRAMA GERAL Módulos Disciplinas Carga Horária Módulo I Sociedade da informação 30 h Módulo II Teoria das organizações 30 h Módulo III Redes sociais

Leia mais

Análise do Ambiente estudo aprofundado

Análise do Ambiente estudo aprofundado Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3 Etapa 4 Etapa 5 Disciplina Gestão Estratégica e Serviços 7º Período Administração 2013/2 Análise do Ambiente estudo aprofundado Agenda: ANÁLISE DO AMBIENTE Fundamentos Ambientes

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing Apresentação Em uma economia globalizada e extremamente competitiva, torna-se cada vez mais imprescindível a visão estratégica

Leia mais

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico José Carlos Coelho Saraiva 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Terceira aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com Maio -2013 Governança

Leia mais

Capacitando Profissionais

Capacitando Profissionais Capacitando Profissionais 2014 Setup Treinamentos & Soluções em TI www.setuptreinamentos.com APRE SENTA ÇÃ O A atual realidade do mercado de trabalho, que cada dia intensifica a busca por mão-de-obra qualificada,

Leia mais

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação 1. Público Alvo Este curso de Pós-Graduação Lato Sensu é destinado principalmente a alunos graduados em cursos da área de Educação (Pedagogia

Leia mais

TÍTULO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CONTROLE PATRIMONIAL (SCP) PARA O CORPO DE BOMBEIRO DE MATO GROSSO DO SUL(MS)

TÍTULO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CONTROLE PATRIMONIAL (SCP) PARA O CORPO DE BOMBEIRO DE MATO GROSSO DO SUL(MS) TÍTULO: IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CONTROLE PATRIMONIAL (SCP) PARA O CORPO DE BOMBEIRO DE MATO GROSSO DO SUL(MS) CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas:

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Pré-requisitos: Ter cursado a disciplina Administração I.

Pré-requisitos: Ter cursado a disciplina Administração I. Nome do centro: 1. Identificação Nome do curso: Ciências da Computação Nome e cód. Disciplina: Administração II Número de créditos: 04 Carga horária teórica: 32 h Carga horária prática: 28 h Carga horária

Leia mais

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N Dan Vesset Vice-presidente de Programa, Business Analytics P r át i cas recomendadas para uma estr a t ég i a d e B u s i n e s s I n teligence e An a l yt i c s

Leia mais

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Nicia Cristina Rocha Riccio nicia@ufba.br Introdução Com o advento das tecnologias de informação e comunicação (TICs) a Educação a Distância (EAD) ganha

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Gestão de Pessoas Código: ENGP - 599 Pré-requisito: -----

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL MENDONÇA, Ana Maria Gonçalves Duarte. Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: Ana.duartemendonca@gmail.com RESUMO

Leia mais

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA INED INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROJETO EDUCATIVO MAIA PROJETO EDUCATIVO I. Apresentação do INED O Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED) é uma escola secundária a funcionar desde

Leia mais

CoNaIISI 2014 2º Congresso Nacional de Engenharia Informática / Sistemas de Informação

CoNaIISI 2014 2º Congresso Nacional de Engenharia Informática / Sistemas de Informação CoNaIISI 2014 2º Congresso Nacional de Engenharia Informática / Sistemas de Informação San Luis, 13 y 14 de Novembro de 2014 CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS O CoNaIISI é organizado pela rede de

Leia mais

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1, Tiago Piperno Bonetti 1, Ricardo Germano 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

Capítulo PLANEJAMENTO MARIA DE FÁTIMA DA COSTA ALMEIDA

Capítulo PLANEJAMENTO MARIA DE FÁTIMA DA COSTA ALMEIDA Capítulo 1 PLANEJAMENTO MARIA DE FÁTIMA DA COSTA ALMEIDA Boas práticas de laboratório Maria de Fátima da Costa Almeida Doutora em Fisiologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e mestre em

Leia mais