Manual de Instruções. Termorresistências e Termopares. Modelos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Instruções. Termorresistências e Termopares. Modelos"

Transcrição

1 Manual de Instruções Termorresistências e Termopares Modelos

2 Manual de Instruções Modelos TR e TC Páginas /2012 GB/D/F/E

3 Índice Índice 1. Instruções de segurança Montagem Recomendação especial sobre fios Armazenagem Manutenção e consertos / reparos Conexões com cabo Conexões elétricas Observações /2009 GB/D/F/E WIKA Manual de Instruções termorresistências e termopares 3

4 1. Instruções de segurança / 2. Montagem 1. Instruções de segurança Ao montar, e ao iniciar a operar esses instrumentos é importante observar as precauções e regulamentos de segurança nacionais respectivos em vigência (ex.: portaria INMETRO para áreas classificadas). 2. Montagem Garanta a correta seleção dos instrumentos / poços de proteção com relação à pressão e temperatura máximas. Ferimentos graves e/ou danos podem ocorrer se os regulamentos relevantes não forem observados. Somente pessoas qualificadas e autorizadas podem instalar e manusear esses instrumentos. O sensor deve ser montado de tal forma que a temperatura operacional admissível (ambiente, meio) não seja excedida, não só em termos de temperatura do ambiente e do meio, mas também em relação a exposição externas de calor seja por convecção ou radiação. A linha de processo / instalação deve estar desligada antes da montagem do sensor! A conexão elétrica deve ser realizada em conformidade com designações de conexões / pinos de sensores mostrados nos diagramas a seguir / WIKA - Manual de Instruções termorresistências e termopares

5 3. Recomendação especial sobre fios Conexões com Cabo 3. Conselho especial sobre fios Danos em cabos e fios, bem como pontos de conexão devem ser evitados; Caso necessário, os pontos de conexão com emenda devem ser protegidos com conectores ou algum tipo de terminal de ligação / passagem. A capacitância e indutância internas devem ser consideradas. 4. Armazenagem Os instrumentos de medição devem ser protegidos de umidade e pó. Temperatura de armazenagem: C (para dispositivos sem transmissor de temperatura integrado ao termoelemento) Encontre a temperatura de armazenagem dos sensores com transmissor integrado no manual do modelo de transmissor de temperatura correspondente. 5. Manutenção e consertos / reparos Os instrumentos não exigem manutenção ou reparos periódicos, caso necessário, os reparos somente devem ser realizados pelo fabricante ou pessoa autorizada. Resíduos do processo que serão expostos com os instrumentos desmontados podem ser perigosos ou tóxicos. Isso deve ser considerado ao manusear e armazenar os instrumentos. 6. Conexões com Cabo Ao montar o prensa cabo com certos cabos, a classe de proteção pode não ser cumprida, se desvios das condições de teste do padrão original forem muito grandes (ex., o cabo não é... WIKA Manual de Instruções termorresistências e termopares 5

6 6. Conexões com cabo / 7. Conexões elétricas... circular, o cabo está torcido, o cabo é muito flexível, ex., dureza longitudinal ou transversal não suficiente, cabo com uma rugosidade de superfície diferente, etc). Requisitos para cumprir a classe de proteção Utilize somente prensa cabos dentro da faixa de fixação indicada pelo fabricante (diâmetro do cabo adequado à prensa cabos); Utilize somente cabos com dimensões circulares (se necessário, um pouco ovais); Evitar abertura / fechamento repetido dos prensa cabos, pois este poderá ter um efeito prejudicial na classe de proteção; Para cabos que deformam a temperatura ambiente, a conexão do cabo com o prensa-cabo deve ser totalmente apertada. Observação A classe de proteção não é válida com cabos trançados externamente. (revestido de com aço galvanizado, cobre estanhado, aço inoxidável); As vedações devem ser verificadas para sinais de fragilidade e, se necessário, substituídas. 7. Conexões elétricas Termopares com bloco de ligação Termopar simples Termopar duplo A codificação de cor no pólo positivo do instrumento está relacionada à polaridade e ao terminal de conexão / WIKA - Manual de Instruções termorresistências e termopares

7 7. Conexões elétricas Termorresistências com bloco de ligação 1 x Pt100, 2 fios 1 x Pt100, 3 fios 1 x Pt100, 4 fios 1 x Pt100, 3 fios 2 x Pt100, 3 fios 2 x Pt100, 4 fios WIKA Manual de Instruções termorresistências e termopares 7

8 7. Conexões elétricas Termorresistências com conexão de cabo ou conector Cabo Conector lemosa, (macho) no cabo Conector macho de ligação, encaixado no cabo a 1 x Pt100, 2 fios 1 x Pt100, 3 fios 1 x Pt100, 4 fios 2 x Pt100, 2 fios 2 x Pt100, 3 fios / WIKA - Manual de Instruções termorresistências e termopares

9 7. Conexões elétricas Termopares com conexão de cabo ou conector Cabo Conector lemosa, (macho) no cabo Conector (macho) de ligação, no cabo (conexão de plugue roscado) Codificação de cor dos fios veja tabela Termopar simples Termopar duplo Conectores compensado Terminal Positivo e negativo estão indicados no corpo do conector. Dois conectores são usados com sensor duplo. Código de cores para cabos e terminais Tipo de Sensor Norma Terminal positivo Terminal Negativo K ANSI MC 96.1 J ANSI MC 96.1 E ANSI MC 96.1 Roxo T ANSI MC 96.1 Azul N ANSI MC 96.1 Laranja WIKA Manual de Instruções termorresistências e termopares 9

10 8. Observações 8. Observações Para equipamentos a serem utilizados em áreas classificadas, veja as instruções de operação apropriadas. Os modelos TR30, TR70 e TR75 têm suas próprias instruções operacionais. Os modelos TC10 e TR10 possuem certificação INMETRO NCC 5737/09X / WIKA - Manual de Instruções termorresistências e termopares

11 WIKA Global Europa Alemanha WIKA Alexander Wiegand GmbH & Co. KG Klingenberg Telefone: (+49) Áustria WIKA Messgerätevertrieb Ursula Wiegand GmbH & Co. KG Telefone: (+43) Benelux WIKA Benelux Telefone: (+31) Bulgaria WIKA Bulgária EOOD Telefone: (+359) Croácia WIKA Croatia d.o.o., Zagreb-Luko Telefone: (+385) Espanha Instrumentos WIKA, S.A. Telefone: (+34) Finlândia WIKA Finland Oy, Helsinque Telefone: (+358) França WIKA Instruments s.a.r.l. Telefone: (+33) Itália WIKA Italiana SRL Telefone: (+39) Polônia WIKA Polska S.A. Telefone: (+48) Reino Unido WIKA Instruments Ltd Telefone: (+44) (0) Romênia WIKA Instruments Romania S.R.L. Telefone: (+40) Rússia ZAO WIKA Mera, Moscow Telefone: (+7) Sérvia WIKA Merna Tehnika d.o.o. Telefone: (+381) Suíça Manometer AG, 6285 Hitzkirch Telefone: (+41) Turquia WIKA Alexander Wiegand GmbH & Co. KG Maltepe - Istanbul Telefone: (+90) 216/ Ucrânia WIKA Pribor GmbH, Donetsk Telefone: (+38) América do Norte Canadá WIKA Instruments Ltd. Telefone: (+1) EUA WIKA Instrument Corporation Telefone: (+1) México Instrumentos WIKA Mexico S.A.de C.V Telefone: (+52) WIKA Manual de Instruções termorresistências e termopares 11

12 WIKA Global América do Sul Argentina WIKA Argentina S.A., Buenos Aires Telefone: (+54) Brasil WIKA do Brasil Ind. e Com. Ltda. Telefone: (+55) África / Oriente Médio África do Sul WIKA Instruments (Pty.) Ltd. Telefone: (+27) Egito WIKA Alexander Wiegand GmbH & Co. KG Telefone: (+20) Emirados Árabes Unidos WIKA Middle East FZE, Jebel Ali, Dubai Telefone: (+971) Ásia Casaquistão TOO WIKA Kazakhstan Telefone: (+7) China WIKA International Trading (Shanghai) Co., Ltd. Telefone: (+86) Direitos reservados para alterações técnicas Cingapura WIKA Instrumentation Pte. Ltd. Telefone: (+65) Coréia WIKA Korea Ltd., Seoul Telefone: (+82) Índia WIKA Instruments India Pvt. Ltd. Telefone: (+91) Japão WIKA Japan K. K., Tokyo Telefone: (+81) Malásia WIKA Instrumentation (M) Sdn. Bhd. Telefone: (+03) Taiwan WIKA Instrumentation Taiwan Ltd. Telefone: (+886) Austrália Austrália WIKA Australia Pty. Ltd. Telefone: (+61) Nova Zelândia Process Instruments Limited Telefone: (+64) WIKA DO BRASIL Indústria e Comércio Ltda. Polígono Industrial, Iperó SP - Brasil Telefone: (+55) / WIKA - Manual de Instruções termorresistências e termopares

Termômetros Bimetálicos

Termômetros Bimetálicos Manual de Instruções Termômetros Bimetálicos também conforme diretiva 94/9/EG (ATEX) Exemplos Manual de Instruções de Termômetros bimetálicos Página 3-29 Índice Índice 1. Informações gerais 4 2. Transporte

Leia mais

Transmissor de Temperatura Modelo T32.10/11/30

Transmissor de Temperatura Modelo T32.10/11/30 Manual de Instruções Transmissor de Temperatura Modelo T32.10/11/30 Ano de Produção 2009 2010 2011 Versão montagem em cabeçote Modelo T32.10/11 Versão montagem em trilho Modelo T32.30 Manual de Instruções

Leia mais

Transmissor de pressão submersível, modelo LS-10

Transmissor de pressão submersível, modelo LS-10 Manual de instruções Transmissor de pressão submersível, modelo LS-10 PT Transmissor de pressão submersível, modelo LS-10 PT Instruções de operação modelo LS-10 Página 3-16 2013 WIKA Alexander Wiegand

Leia mais

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos Manual de Instruções oços de roteção Exemplos Manual de Instruções de oços de roteção ágina 3-11 2 Índice Índice 1. Instruções de segurança 4 2. Descrição 4 3. Condições de instalação e instalação 5 4.

Leia mais

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado Medição eletrônica de pressão Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado WIKA folha de dados PE 81.45 Aplicações

Leia mais

TC501 componentes. Cabeçote de conexão tipo B

TC501 componentes. Cabeçote de conexão tipo B TE 65.30 Termopares Modelo reto com inserto de medição substituível Medição Eletrônica de Temperatura para medição de gás de combustão Modelo TC 501 Aplicações - altos fornos, aquecedores de ar - processos

Leia mais

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp Selos diafragma Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp WIKA folha de dados DS 99.41 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0008X

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0008X Pagina 1/7 Solicitante / Endereço: Applicant / Address Solicitante / Dirección WIKA do Brasil Indústria e Comércio Ltda. Av Úrsula Wiegand, 03, Iperó SP Brasil - CEP 18560-000 CNPJ: 61.128.500/0001-06

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA

TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC 60 TORRE LUMINOSA COMPACTA TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida para ser a melhor opção em custo/benefício, a Torre Luminosa Compacta - TLC-60 combina tecnologia e performance na medida ideal

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 Selo diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 WIKA Folha técnica DS 99.27 Outras aprovações veja página 3 Aplicações Indústria de processos químicos

Leia mais

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada Selos diafragma Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada WIKA folha de dados DS 99.40 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Termopares TE 65.10. com poço Modelo TC 200. Medição Eletrônica de Temperatura

Termopares TE 65.10. com poço Modelo TC 200. Medição Eletrônica de Temperatura TE 65.10 Termopares com poço Modelo TC 200 Medição Eletrônica de Temperatura Serviços planejados - Construção de máquinas, plantas e tanques - Geração de energia - Indústria química - Indústria alimentícia

Leia mais

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0015X

CERTIFICADO DE CONFORMIDADE. N : 11-IEx-0015X Pagina 1/5 Solicitante / Endereço: Applicant / Address Solicitante / Dirección Produto / Modelo / Marca / Código de barras: Product / Model / Trademark / Bar Code Producto / Modelo / Marca / Codigo de

Leia mais

CERTIFICADO. WIKA Alexander Wiegand SE & Co. KG

CERTIFICADO. WIKA Alexander Wiegand SE & Co. KG CERTIFICADO Certifica que a empresa com as unidades relacionadas no anexo implementou e mantém um Sistema de Gestão da Qualidade. : Desenvolvimento, produção, calibração e venda de instrumentos de medição

Leia mais

V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V

V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V Medição Elétrica de Temperatura V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V Folha de dados WIKA TE 65.59 Aplicações Indústrias Químicas Aplicações com vapor super aquecido Refinarias Fornos

Leia mais

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família.

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família. CONHEÇA A ADT A empresa que protege seus bens e sua família. NOSSA EMPRESA MAIOR EMPRESA ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E INCÊNDIO A ADT pertence à Tyco, a maior empresa de segurança e incêndio do mundo, com

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/11/10 05/12/10 05/01/11 05/02/11 05/03/11 05/04/11 05/05/11 05/06/11 05/07/11 05/08/11 05/09/11 05/10/11 05/11/11 05/12/11 05/01/12 05/02/12 05/03/12

Leia mais

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5

TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 TAPETE DE SEGURANÇA SMS 4 / SMS 5 A-0082-09B_CAT_tapeteseguranca_ACE_01.indd 1 02.12.09 11:13:57 Tapetes de Segurança - SMS 4 / SMS 5 Tapetes de segurança são utilizados para a proteção humana na máquina

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/07/11 02/08/11 30/08/11 27/09/11 25/10/11 22/11/11 20/12/11 17/01/12 14/02/12 13/03/12 10/04/12 08/05/12 05/06/12 03/07/12 31/07/12 28/08/12 25/09/12

Leia mais

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão

CHAVES DE FIM DE CURSO. Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão CHAVES DE FIM DE CURSO Linha Pesada 441, 461 e 500 Linha à Prova de Explosão Índice Importância das Normas Técnicas página 3 Produtos Especiais página 4 Chaves de Emergência Linha 500 página 5 Chaves de

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V****

Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V**** Instruções de segurança VEGADIS DIS81.MEIA/V**** NCC 14.02856 Ex d IIC T6 Gb (-40 C Tamb +60 C) 0044 Document ID: 47913 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 3 4 Condições de utilização...

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Transmissor de pressão submersível, modelo LH-10

Transmissor de pressão submersível, modelo LH-10 Manual de instruções Transmissor de pressão submersível, modelo LH-10 PT Transmissor de pressão submersível, modelo LH-10 PT Instruções de operação modelo LH-10 Página 3-16 2013 WIKA Alexander Wiegand

Leia mais

Guia de montagem. Ventilação externa. para VEGABAR. Document ID: 35621

Guia de montagem. Ventilação externa. para VEGABAR. Document ID: 35621 Guia de montagem Ventilação externa para VEGABAR Document ID: 35621 Índice Índice 1 Para sua segurança 1.1 Pessoal autorizado... 3 1.2 Utilização conforme a finalidade... 3 1.3 Instruções gerais de segurança...

Leia mais

Máquinas. Placas Vibratórias com Direção Única 54 110 kg APF 1033/1240/1250/1850. www.ammann-group.com

Máquinas. Placas Vibratórias com Direção Única 54 110 kg APF 1033/1240/1250/1850. www.ammann-group.com Máquinas Placas Vibratórias com Direção Única 54 110 kg APF 1033/1240/1250/1850 www.ammann-group.com Fácil Transporte Trabalho sem esforço O modelo APF 1033 é a unidade mais leve dentro desta gama, sendo

Leia mais

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX)

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) Manual de instruções Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) II 2 GD c TX Modelo 732.51.100 conforme ATEX Modelo 732.14.100 conforme ATEX Manual de instruções, modelo 7 conforme ATEX ágina

Leia mais

Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F*****

Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F***** Instruções de segurança VEGADIF DF65.D******- Z/H/P/F***** NCC 13.02323 X Ex d ia IIC T6...T1 Ga/Gb 0044 Document ID: 47487 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 3 4 Condições de utilização...

Leia mais

Terminador de barramento de campo

Terminador de barramento de campo Terminador de barramento de campo Manual de instruções Additional languages www.stahl-ex.com Índice 1 Informações Gerais...3 1.1 Fabricante...3 1.2 Informações relativas ao manual de instruções...3 1.3

Leia mais

Termorresistências e termopares Intrinsecamente seguro, Ex i

Termorresistências e termopares Intrinsecamente seguro, Ex i Instruções de operação Termorresistências e termopares Intrinsecamente seguro, Ex i 11-IEx-0008X Modelos Instruções de operação para modelos TR e TC, Ex i Página 3-37 Further languages can be found at

Leia mais

Medição de vazão. Aplicações. Características especiais. Descrição

Medição de vazão. Aplicações. Características especiais. Descrição Medição de vazão Bocal de vazão para instalação interna na tubulação, modelo FLC-FN-PIP Bocal de vazão para montagem entre flanges, modelo FLC-FN-FLN WIKA folha de dados FL 10.03 Aplicações Geração de

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO PARA FERRO DE SOLDA MODELO DK-191. julho 2009

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO PARA FERRO DE SOLDA MODELO DK-191. julho 2009 DEKEL MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMÔMETRO PARA FERRO DE SOLDA MODELO DK-191 julho 2009 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento 1. INTRODUÇÃO O DK-191

Leia mais

Transmissor de temperatura, modelo T12

Transmissor de temperatura, modelo T12 Instruções de operação Transmissor de temperatura, modelo T12 11-iEx-0015X Versão para montagem em cabeçote, modelo T12.10 Versão para montagem em trilho, modelo T12.30 Instruções de operação modelo T12

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

SITRANS LVL200H.ME****A****

SITRANS LVL200H.ME****A**** Vibrating Switches SITRANS LVL200H.ME****A**** NCC 14.03368 X Ex d IIC T6 Ga/Gb, Gb Instruções de segurança 0044 Índice 1 Validade... 3 2 Geral... 3 3 Dados técnicos... 4 4 Condições de utilização... 4

Leia mais

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART IP2030-PT-BR/QS, Rev AA Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART Guia de início rápido de instalação ADVERTÊNCIA Podem ocorrer mortes ou ferimentos graves se estas instruções de instalação

Leia mais

MU IV. Cabeçote de soldagem aberto para solda de tubo/tubo, tubo/conexões, etc. THE ART OF WELDING

MU IV. Cabeçote de soldagem aberto para solda de tubo/tubo, tubo/conexões, etc. THE ART OF WELDING MU IV TIG - Com ou sem metal de adição, AV C, OSC Cabeçote de soldagem aberto para solda de tubo/tubo, tubo/conexões, etc. THE ART OF WELDING Especificações técnicas Comprimento do cabo: 9 m E * sob encomenda

Leia mais

Manual de instruções Módulo eletrônico VEGAMIP Série 60 - Unidade emissora VEGAMIP Série 60 - Unidade receptora. Document ID: 37349

Manual de instruções Módulo eletrônico VEGAMIP Série 60 - Unidade emissora VEGAMIP Série 60 - Unidade receptora. Document ID: 37349 Manual de instruções Módulo eletrônico VEGAMIP Série 60 - Unidade emissora VEGAMIP Série 60 - Unidade receptora Document ID: 37349 Índice Índice 1 Sobre o presente documento 1.1 Função..................................

Leia mais

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01

FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA CWF24-01 FONTE DE ALIMENTAÇÃO CHAVEADA (Input: 85 ~ 264 Vac / 120 ~ 370 Vdc) (Output: 24 Vdc / 1 A) CWF24-01 Fonte de Alimentação Chaveada Manual do usuário MAN-PT-DE-CWF24-01-01.00_14 Introdução Obrigado por

Leia mais

Keysight U1177A Adaptador de Infravermelho (IR) para Bluetooth. Folha de Dados

Keysight U1177A Adaptador de Infravermelho (IR) para Bluetooth. Folha de Dados Keysight U1177A Adaptador de Infravermelho (IR) para Bluetooth Folha de Dados Apresentação O adaptador de infravermelho (IR) para Bluetooth U1177A da Keysight é uma solução para conectividade remota wireless

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

Instruções de operação E-10, E-11. Transmissor de pressão

Instruções de operação E-10, E-11. Transmissor de pressão Instruções de operação E-10, E-11 Transmissor de pressão WIKA DO BRASIL Indústria e Comércio Ltda. Av. Ursula Wiegand, 03 Polígono Industrial 18560-000 Iperó - SP / Brasil Tel. +49 9372 132-0 Fax +55 15

Leia mais

1.a. Atividades principais a companhia manufatura e comercializa aparelhos domésticos e produtos relacionados.

1.a. Atividades principais a companhia manufatura e comercializa aparelhos domésticos e produtos relacionados. Whirlpool Corporation 1. Principais Características Matriz: Whirlpool Corporation Localização: Benton Harbor, Michigan, Estados Unidos Ano de fundação: 1911 Internet: www.whirlpoolcorp.com Faturamento

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 Perfil elaborado en octubre de 2008 TRATAMIENTO ARANCELARIO E IMPOSITIVO 1) IMPUESTOS Y TASAS: 1.1) ARANCELES DE IMPORTACIÓN

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T

CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR PARA TERMOPAR TRM-270T. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-270T, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

FECHADURA SOLENOIDE FAIL SECURE COM CHAVE

FECHADURA SOLENOIDE FAIL SECURE COM CHAVE FECHADURA SOLENOIDE FAIL SECURE COM CHAVE VERSÃO DO MANUAL 2.1 de 04/02/2014 8037 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 3. Especificações Técnicas... 4 4. Características Gerais...

Leia mais

Vedação de entrada de eletrofusão UPP

Vedação de entrada de eletrofusão UPP Vedação de entrada de eletrofusão UPP Guia de instalação Franklin Fueling Systems 3760 Marsh Rd. Madison, WI 53718 USA Tel: +1 608 838 8786 800 225 9787 Fax:+1 608 838 6433 www.franklinfueling.com Segurança

Leia mais

Instruções de operação Sonda de nível intrinsecamente segura, modelo IL-10

Instruções de operação Sonda de nível intrinsecamente segura, modelo IL-10 Instruções de operação Sonda de nível intrinsecamente segura, modelo IL-10 Somente para os instrumentos com a marcação seguinte: BVS 10 ATEX E 126 X IECEx BVS 10.0077X EN Instruções de operação modelo

Leia mais

Informação de produto. Transmissor de pressão do processo VEGABAR 14, 17

Informação de produto. Transmissor de pressão do processo VEGABAR 14, 17 Informação de produto Transmissor de pressão do processo VEGABAR 4, 7 Índice Índice Princípio de medição...................................................................................... Vista sinóptica

Leia mais

Panorama Mundial (2013)

Panorama Mundial (2013) Panorama Mundial (2013) Produção mundial alcançou US$ 444 bilhões em 2013; Mesmo com os efeitos da crise internacional, registra 85% de crescimento desde 2004, a uma taxa média de 7% ao ano; 54% da produção

Leia mais

Manual de instruções. Luminária LED série 6039 > 6039

Manual de instruções. Luminária LED série 6039 > 6039 Manual de instruções Luminária LED série > Informações Gerais Índice 1 Informações Gerais...2 2 Explicação dos símbolos...3 3 Instruções gerais de segurança...3 4 Utilização prevista...4 5 Dados técnicos...4

Leia mais

Características & Interligação. Módulo APGV. Módulo Ponte Graetz com Ventilação Forçada. Revisão 00 de 13/05/10

Características & Interligação. Módulo APGV. Módulo Ponte Graetz com Ventilação Forçada. Revisão 00 de 13/05/10 Características & Interligação Módulo APGV Módulo Ponte Graetz com Ventilação Forçada Revisão 00 de 13/05/10 Direitos Reservados à Todas as informações contidas neste manual são de uso exclusivo da Equipamentos

Leia mais

Manual do Usuário - NKPROX

Manual do Usuário - NKPROX Manual do Usuário NKPROX Manual do Usuário - NKPROX Neokoros TI - Biometric Technology Índice 1 - Apresentação e Características Gerais...3 2 - Placa BMC - Especificações...4 2.1 - Conectores (pinagem

Leia mais

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção Medição elétrica de temperatura Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção WIKA folha de dados TE 60.08 outras aprovações veja página 8 Aplicações Para montagem direta em processo Fabricante

Leia mais

SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO

SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO SPOT RGB MANUAL DE OPERAÇÃO INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Este equipamento foi desenvolvido para uso interno. Mantenha-o protegido contra umidade, respingos ou excesso de poeira e calor. Para prevenir fogo ou

Leia mais

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos OPTIPROBE Ficha de dados técnicos O indicador de caudal de baixo custo Instalação fácil Medidas exatas e estáveis Qualidade KROHNE KROHNE ÍNDICE DE OPTIPROBE 1 Características do Produto 3 1.1 O indicador

Leia mais

Procedimentos de montagem e instalação

Procedimentos de montagem e instalação Procedimentos de montagem e instalação das cápsulas filtrantes Pall Supracap 100 1. Introdução Os procedimentos abaixo devem ser seguidos para a instalação das cápsulas Pall Supracap 100. As instruções

Leia mais

Cisco Systems Incorporation

Cisco Systems Incorporation Cisco Systems Incorporation 1. Principais Características Matriz: Cisco Systems Inc. Localização: São José, Califórnia, Estados Unidos Ano de fundação: 1984 Internet: www.cisco.com Faturamento (2000):

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Política de Privacidade. 1. Que tipos de dados serão processados e quem terá acesso aos meus dados?

Política de Privacidade. 1. Que tipos de dados serão processados e quem terá acesso aos meus dados? Ao criar um perfil, está a fornecer dados pessoais. Política de Privacidade 1. Que tipos de dados serão processados e quem terá acesso aos meus dados? 1.1 Os dados que submeter através da plataforma de

Leia mais

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Limitador de temperatura Ampla faixa de alimentação Aquecimento dinâmico Economia de energia elétrica Compacto Aquecedor para aplicação em invólucros de pequeno

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS Manual de montagem Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS Última atualização: V1.20150220 30322575-02-PT Leia e respeite este manual de instruções. Guarde este manual de instruções para

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais

Passagens para Cabos e Tubos

Passagens para Cabos e Tubos Passagens para Cabos e Tubos Petróleo e Gás Proteção Certificada O sistema de vedação Roxtec foi testado e aprovado para uso em construções onshore e offshore, para proteger pessoas e investimentos. As

Leia mais

GE Oil & Gas BR200/BR400. Relés Amplificadores de Volume de Alta Capacidade Masoneilan* Manual de Instruções

GE Oil & Gas BR200/BR400. Relés Amplificadores de Volume de Alta Capacidade Masoneilan* Manual de Instruções GE Oil & Gas BR200/BR400 Relés Amplificadores de Volume de Alta Capacidade Masoneilan* Manual de Instruções Descrição do Produto Masoneilan BR400 e BR200 da GE são amplificadores de volume de alta capacidade

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Suprimentos 1. Cartuchos de toner. Imprimindo. Usando cores. Manuseio de papel. Manutenção. Solução de problemas. Administração.

Suprimentos 1. Cartuchos de toner. Imprimindo. Usando cores. Manuseio de papel. Manutenção. Solução de problemas. Administração. Cartuchos de toner Suprimentos 1 Aviso: Não toque no rolo do cartucho de toner, localizado sob a tampa. Tampa Sua impressora utiliza quatro cartuchos de toner separados, um para cada cor: ciano, amarelo,

Leia mais

ED150mm f2.0. PT Instruções

ED150mm f2.0. PT Instruções ED150mm f2.0 PT Instruções Para Clientes na Europa A marca «CE» indica que este produto está em conformidade com as regulamentações Europeias de segurança, saúde, protecção ambiental e do consumidor. Os

Leia mais

Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2

Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2 Extrato para o manual de instruções OCP 0007 Telefone para atmosferas explosivas tipo ExResistTel IP2 Visão externa da parte superior do telefone Normas aplicadas (extrato) ABNT NBR IEC 60079-0 ABNT NBR

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

Vedações para Passagem de Cabos We Seal Your World

Vedações para Passagem de Cabos We Seal Your World Telecom Vedações para Passagem de Cabos We Seal Your World Tranqüilidade Segurança e confiabilidade são pontos cruciais para maximizar o período de operação de qualquer tipo de rede de telecomunicações,

Leia mais

Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63

Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63 Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63 Document ID: 31595 1 Índice Índice 1 Sobre o presente documento 1.1 Função.................................. 3 1.2 Grupo-alvo................................

Leia mais

Termorresistências e termopares Versões intrinsecamente seguras, Ex i

Termorresistências e termopares Versões intrinsecamente seguras, Ex i Instruções de operação Termorresistências e termopares Versões intrinsecamente seguras, Ex i TÜV 10 ATEX 555793 X IECEx TUN10.0002 X 11-IEx-0008X Exemplos Instruções de operação para modelos TR e TC, Ex

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio AGENDA HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

ST90 / ST90A PT10. Transmissor e Sensor de Temperatura

ST90 / ST90A PT10. Transmissor e Sensor de Temperatura ST90 / ST90A PT0 Transmissor e Sensor de Temperatura ST90A PT0 Características Descrição Transmisssor de Temperatura - Ideal para diversos ambientes Industriais e aplicações sanitárias. - Cabeçote em Nylon

Leia mais

Série PC EMIC. Prensas de Compressão para Laboratório

Série PC EMIC. Prensas de Compressão para Laboratório Série PC EMIC Prensas de Compressão para Laboratório 2 Tome uma Decisão Segura Desempenho e Aceitação no Mercado As tradicionais Prensas de Compressão da EMIC são as mais requisitadas pelos laboratórios

Leia mais

Meter run Modelo FLC-MR

Meter run Modelo FLC-MR Medição de vazão Meter run Modelo FLC-MR WIKA folha de dados FL 10.02 Aplicações Geração de energia Produção de óleo e refino Tratamento e distribuição de água Processamento e transmissão de gases Indústria

Leia mais

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL Eletroímã VERSÃO DO MANUAL 1.1 de 25/04/2013 3045 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 2.1. FECHBEM SUPER FS 150 e FS 200... 3 2.2. AUTOMAG F300 E F600... 4 3. Especificações Técnicas...

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas Porto, 28 de Janeiro de 2014 Índice 1. Enquadramento 2. A aicep Portugal Global 3. Produtos e serviços AICEP Enquadramento Enquadramento

Leia mais

Gerador portátil para soldagem orbital de tubos

Gerador portátil para soldagem orbital de tubos P4 TIG - Com ou sem metal de adição Gerador portátil para soldagem orbital de tubos THE ART OF WELDING P4 Gerador portátil para soldagem orbital de tubos Características Gerais Programa de controle por

Leia mais

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Tecnologia de calibração Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Folha de dados WIKA CT 82.01 Aplicações Prestadores de serviços de calibração e testes Laboratórios de medição e controle Indústria (laboratório,

Leia mais

"Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein)

Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade. (Adaptado livremente de A. Einstein) Fácil assim. 12345 "Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein) 12345 Tudo é mais fácil com Lenze. O forte dinamismo dos tempos atuais o coloca em confronto

Leia mais

RPM International Inc. Instruções da linha direta

RPM International Inc. Instruções da linha direta RPM International Inc. Instruções da linha direta Embora, em geral, os problemas de conformidade possam ser solucionados a nível local, a linha direta da RPM International Inc. ( RPM ) oferece outro modo

Leia mais

Máquinas. Placas Vibratórias Hidrostáticas 367 747 kg APH 5020/6020/1000 TC. www.ammann-group.com

Máquinas. Placas Vibratórias Hidrostáticas 367 747 kg APH 5020/6020/1000 TC. www.ammann-group.com Máquinas Placas Vibratórias Hidrostáticas 367 747 kg APH 5020/6020/1000 TC www.ammann-group.com 2 Compactação potente Desempenho de compactação convincente Compactação de alto desempenho, operação conveniente,

Leia mais

Termopares Convencionais I

Termopares Convencionais I Termopares Convencionais I Introdução Definimos Termopares como sensores de medição de temperatura que são constituídos por dois condutores metálicos e distintos, puros ou homogêneos. Em uma de suas extremidades

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Março/2013 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População ocupada 06. PIB Mundial 07. PIB per capita Mundial 08. Exportação Mundial

Leia mais

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto)

Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Leitor ATG25A-CT (Cabo Preto) Esse leitor é para ser usado conectado à uma controladora através das interfaces Wiegand, Abatrack, RS232 ou RS485. Ao colocar-se o tag ativo dentro do seu limite de leitura,

Leia mais

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto. Este manual traz

Leia mais

INTRODUÇÃO. Objetivo:

INTRODUÇÃO. Objetivo: INTRODUÇÃO Objetivo: Este manual tem como finalidade orientar e informar o usuário quanto a uma correta aplicação, operação e manutenção do instrumento. As diferenças entre os modelos do FORNERO KAL e

Leia mais