IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Anel de Fixação Série RFN 8006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Anel de Fixação Série RFN 8006"

Transcrição

1 Para conexões eixo-cubo extremamente tensionadas a união por encolhimento é insuperável. Nenhum outro tipo de fixação pode oferecer qualidades semelhantes, no que diz respeito à resistência à fadiga sob tensões torsionais alternadas. As conexões por interferência direta do eixo no cubo e vice-versa - sem a utilização de algum elemento intermediário - raramente são utilizadas pelo seu alto custo, produção e manutenção dispendiosas. O elemento de fixação RFN 8006 é um elemento totalmente especial que elimina vários problemas, tais como necessidades de cálculos complexos, tolerâncias de usinagem extremamente rigorosas, problemas de montagem e desmontagem das peças, necessidade de intercambiabilidade, ajustagem, centragem, etc. Fig. 1 - Elemento de fixação RFN 8006 Aplicações múltiplas dos elementos de fixação RFN 8006, devido à grande variedade de tamanhos, de possibilidade de montagem e com parafusos de aperto de alta qualidade. Transmissão de torques elevados quando os elementos são aplicados em série. A elevação do torque ocorre em forma geométrica, conforme tabela 4 da pág. 6 Confiabilidade e garantia dos elementos, proporcionadas por valores estipulados neste catálogo. Os resultados máximos podem ser atingidos de maneira uniforme, não importando que as forças transmitidas sejam de maneira irregular, com interrupções ou reversões, uma vez que os parâmetros indicados nas respectivas tabelas sejam respeitados. Fabricação simples pois a usinagem das peças (eixo e cubo) que serão fixadas pelo elemento de fixação RFN 8006 é bastante simples, com tolerâncias bem amplas e isenta de rasgos. Ajuste fácil pois o elemento de fixação RFN 8006 compensa as diferenças dimensionais das tolerâncias. Regulagem simples do elemento de fixação RFN 8006 que, por sua simplicidade construtiva, permite ser facilmente montado e regulado, além da possibilidade de ser fixado em qualquer posição. Montagem hermética pois como em todas as conexões por encolhimento o elemento de fixação RFN 8006 não possui folgas e, devido à sua montagem hermética, impede a penetração e a passagem de gases e líquidos. Utilização ilimitada pois onde sempre foi utilizada a fixação por interferência, chavetas, estrias, pinos, etc. como por exemplo em engrenagens, rodas dentadas, alavancas, polias, volantes, excêntricos, acoplamentos, redutores, flanges, rodas, hélices, etc. agora pode ser utilizado o elemento de fixação RFN 8006, com muito mais eficiências e economia. Evita desalinhamento pois a união com os elementos de fixação RFN como em qualquer outra ligação por encolhimento - é absolutamente sem folgas. Alta resistência contra tensões Montagem e desmontagem fáceis pois o eixo e o cubo não possuem rasgos. pois consiste em uma operação simples. Ao se soltar os parafusos, o cubo e o eixo ficam livres. Livre de desgaste pois o elemento de fixação RFN 8006 trabalha sem partes móveis. Ele poderá frequentemente ser solto e fixado e não irá desgastarse. 1

2 Dimensões Sf W D d L1 B I DN TABELA 1 Fig. 2 d x D Medidas principais PA Torque Força axial W Mt Pax eixo cubo B L1 Ft p o (válido para p 100N/mm2) Nº elementos p p mm mm mm2 N N Nm kn mm N/mm2 kg Massa aprox. 6x9 4,5 3, ,16 0, , x10 4,5 3, ,94 0, , x11 4,5 3, ,84 0, , x12 4,5 3, ,7 1, , x13 4,5 3, , , x15 4,5 3, , , x16 4,5 3, ,8 1, , x18 6,3 5, ,6 2, , x19 6,3 5, , , x20 6,3 5, ,5 3, , x21 6,3 5, ,9 3, , x22 6,3 5, ,4 3, , x24 6,3 5, , , x25 6,3 5, , x26 6,3 5, , , x28 6,3 5, , , x30 6,3 5, , x32 6,3 5, , , x35 6,3 5, ,012 32x36 6,3 5, , ,01 35x , ,017 36x , ,02 38x , ,021 40x45 8 6, , ,023 42x48 8 6, , ,028 45x , , ,042 48x , , ,045 50x , , ,047 55x , , ,05 56x ,067 2

3 d x D Medidas principais PA Torque Força axial W Mt Pax eixo cubo B L1 Ft p o (válido para p 100N/mm2) Nº elementos p p mm mm mm2 N N Nm kn mm N/mm2 kg Massa aprox. 60x , ,072 63x , ,077 65x , ,079 70x ,111 71x , ,113 75x , ,12 80x ,188 85x ,2 90x ,216 95x , x ,38 110x ,41 120x , x , x ,91 150x , x , , x ,5 180x ,58 190x ,68 200x ,32 210x ,45 220x ,49 230x ,38 240x ,52 250x ,68 260x ,82 270x ,94 280x ,27 290x ,5 300x ,74 320x ,9 340x ,5 360x ,2 380x ,8 400x ,5 420x ,1 440x ,7 460x ,4 480x x ,6 3

4 Exemplos de aplicações Fig. 4 Uma bucha distanciadora os anéis proporciona um amplo apoio. Fig. 5 Fixação pelo eixo O cubo é montado com 2 anéis. Fig. 6 O cubo é montado com 2 anéis em série. A flange de aperto fica embutida no cubo. Fig. 7 Fixação pelo eixo O cubo é montado com 1 elemento. Fig. 8, fixação dupla Com este arranjo, 4 elementos podem transmitir 300% do torque nominal incorreto Fig. 9 Utiliza-se este recurso quando não há acesso pela direita. correto Fig. 10 O xterno não está totalmente em contato com a parede do furo do cubo. Ao ser submetido a grandes forças, o anel deformará, interferindo na fixação. Fig. 11 Neste caso, o xterno está completamente apoiado no rebaixo do cubo. A força de fixação é efetivamente transformada em pressão radial. 4

5 Instruções de montagem e desmontagem Distância do centro dos parafusos: I = D dg (parafusos fixados no cubo) Distância do centro dos parafusos: I = d dg (parafusos fixados no eixo) CARACTERÍSTICAS Médio a baixo torque Baixo tempo de instalação Aplicação economicamente vantajosa MONTAGEM Limpe cuidadosamente as superfícies de contato do eixo e do cubo, e aplique um leve filme de óleo lubrificante. Inserir o anel no alojamento do cubo e em seguida o eixo. Aperte gradualmente e em sequência cruzada todos os parafusos conforme o torque de aperto MA indicado na tabela (este torque deve ser realizado em pelo menos três etapas, sendo: 1ª etapa com 1/3 do torque MA, 2ª etapa: 2/3 do torque MA e finalmente com o torque MA). Os valores Mt e Pax indicados na tabela são válidos somente para as condições aqui definidas. Nunca use lubrificantes com bissulfeto de molibdênio (Molykote), aditivos de alta pressão ou graxas. Estas substâncias notadamente reduzem o coeficiente de atrito. DESMONTAGEM Ao afrouxar os parafusos o anel RFN 8006 será liberado e as partes fixas estarão livres. Em casos de maior resistência, leves batidas no cubo auxiliam na desmontagem. PA = nº de parafusos. Fs p o = conforme tabela Espessura da flange Sf = dg. 1,3 (parafusos classe 8.8) Espessura da flange Sf = dg. 1,8 (parafusos classe 12.9) 5

6 TABELA 2 dg ,9 MA Fs MA Fs MA Fs M4 2, , , M5 6, , M (M7) M (M9) M M M M M M Tolerâncias e acabamento superficial: Um bom acabamento superficial por máquina ferramenta é suficiente. Rugosidade máxima recomendada: Rt máx. = 6 µm (Ra 1 µm Rz 5 µm) Tolerâncias máximas recomendadas: TABELA 3 d Elemento Eixo Cubo até 38 E7/f7 h6 H7 acima de 38 E8/e8 h8 H8 Mt transmissível: TABELA 4 2 jogos - M tot = 1,55. M 3 jogos - M tot = 1,85. M 4 jogos - M tot = M Cálculo do diâmetro externo mínimo do cubo (DN): D = diâmetro externo do anel RFN 8006 C = fator de forma do cubo (C = 0,8) P = pressão do contato cubo s 0,2 = limite de escoamento do material do cubo 6

Sumário. ANÉIS DE FIXAÇÃO RFN 7013 - Instruções de montagem e desmontagem...14

Sumário. ANÉIS DE FIXAÇÃO RFN 7013 - Instruções de montagem e desmontagem...14 ELEMENTOS DE FIXAÇÃO CATÁLOGO 2 Tel.: (011) 5180-1777 - Fax:(011) 5181-1777 Este catálogo apresenta nossa linha básica de elementos de fixação eixo-cubo. A pedido podemos fornecer outros dois catálogos:

Leia mais

- Índice. - Indicações de segurança - Símbolos de segurança e de aviso - Vistas do limitator de torque (variantes)

- Índice. - Indicações de segurança - Símbolos de segurança e de aviso - Vistas do limitator de torque (variantes) Ler atentamente e respeitar o manual de operação. A inobservância pode causar avarias de funcionamento ou a falha do limitador de torque, bem como os danos associados. Índice Página 1: Página 2: Página

Leia mais

Manual de montagem e operação para EAS -dutytorque Tipo 404_. 400 Tamanho 2 9

Manual de montagem e operação para EAS -dutytorque Tipo 404_. 400 Tamanho 2 9 Ler atentamente e respeitar o manual de operação. A inobservância pode causar avarias de funcionamento ou a falha do limitador de torque, bem como os danos associados. Índice Página 1: - Índice - Símbolos

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em - Refrigeração, Ventilação e Ar condicionado

Curso Superior de Tecnologia em - Refrigeração, Ventilação e Ar condicionado Curso Superior de Tecnologia em - Refrigeração, Ventilação e Ar condicionado Disciplina: ELEMENTOS DE MÁQUINAS Professor Me. Claudemir Claudino Alves PARAFUSOS - Entre os elementos de união desmontáveis,

Leia mais

Acoplamento Altamente Elástico

Acoplamento Altamente Elástico Acoplamento Altamente Elástico Spxpt 04/02 GENERALIDADES Acoplamentos altamente elásticos Speflex modelos SPA e SPG O acoplamento VULKAN SPEFLEX é constituído de um elemento altamente elástico em borracha

Leia mais

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba

Elementos de máquina. Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase. Diego Rafael Alba E Curso de Tecnologia em Mecatrônica 6º fase Diego Rafael Alba 1 Mancais De modo geral, os elementos de apoio consistem em acessórios para o bom funcionamento de máquinas. Desde quando o homem passou a

Leia mais

aos elementos de transmissão

aos elementos de transmissão A U A UL LA Introdução aos elementos de transmissão Introdução Um motorista viajava numa estrada e não viu a luz vermelha que, de repente, apareceu no painel. Mais alguns metros, o carro parou. O motorista,

Leia mais

MANUTENÇÃO EM MANCAIS E ROLAMENTOS Atrito É o contato existente entre duas superfícies sólidas que executam movimentos relativos. O atrito provoca calor e desgaste entre as partes móveis. O atrito depende

Leia mais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais

Selecione o tipo de rolamento e configuração. Limitações dimensionais Seleção do 2. Seleção do Os s e de estão disponíveis numa variedade de tipos, formas e dimensões. Quando se faz a correta seleção do para a sua aplicação, é importante considerar diversos fatores, e analisar

Leia mais

MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção.

MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção. MANCAIS DE ROLAMENTOS. 1. Introdução 2- Classificação. 3. Designação de rolamentos. 4. Defeitos comuns dos rolamentos. 5. Critérios de seleção. Os mancais em geral têm como finalidade servir de apóio às

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AD, consiste em dois flanges simétricos inteiramente usinados, pinos de aço com superfícies retificadas e buchas amortecedoras de borracha nitrílica à prova

Leia mais

Seção 12 Conjunto do motor

Seção 12 Conjunto do motor Seção 12 Conjunto do motor Página CONJUNTO DO MOTOR... 164 Instalação do virabrequim... 164 Instale o pistão e a biela... 164 Instalação do eixo de cames... 164 Instalação da bomba de óleo... 165 Instalação

Leia mais

s Especiais Transmissões por ues Correntes C Ferramentas de versais Correias Sincronizadoras Buchas e Cubos Rodas

s Especiais Transmissões por ues Correntes C Ferramentas de versais Correias Sincronizadoras Buchas e Cubos Rodas rreias speciais Transmissões por Correntes Ferramentas iversais Correias Sincronizadoras uchas e Cubos Rodas rramentas de manutenção Correias Poleias Acoplamentos bos Rodas Dentadas Correias speciais Transmissões

Leia mais

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice Índice 1.Características Gerais... 2 2.Seleção do Tamanho do Acoplamento... 2 2.1- Dimensionamento dos acoplamentos Henflex HXP para regime de funcionamento contínuo... 2 2.2 Seleção do Acoplamento...

Leia mais

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação A U A UL LA Acoplamento Introdução Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, percebeu um estranho ruído na roda. Preocupada, procurou um mecânico. Ao analisar o problema, o mecânico concluiu que

Leia mais

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW Desmontagem e dicas da caixa VW Vamos apresentar nessa reportagem as características, dicas de manutenção, desmontagem e montagem da caixa de câmbio MQ200, que em suas várias aplicações, equipa a maioria

Leia mais

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA 80-40 / 2. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA 80-40 / 2. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação Manual Técnico e Curvas Características Nº A1150.0P/3 Bomba Centrífuga para Uso Geral 1. Aplicação A bomba é indicada para o bombeamento de líquidos limpos ou turvos e encontra aplicação preferencial em

Leia mais

Fábrica de Mancais Curitiba Ltda

Fábrica de Mancais Curitiba Ltda Caixas SNH e SN30 Fábrica de Mancais Curitiba Ltda SNH As caixas de rolamentos com base SNH foram projetadas para possibilitar maior flexibilidade na escolha do rolamento, vedação e lubrificação. Foram

Leia mais

Travas e vedantes químicos

Travas e vedantes químicos A U A UL LA Travas e vedantes químicos O mecânico de manutenção de uma empresa de caminhões tentava eliminar, de todas as formas, um vazamento de óleo que persistia na conexão de um manômetro de um sistema

Leia mais

GSR-R. Tipo separado de guia linear (radial) modelo GSR-R

GSR-R. Tipo separado de guia linear (radial) modelo GSR-R Tipo separado de guia linear (radial) modelo Trilho com cremalheira Recirculador Raspador Bloco Diagrama de Seleção A Posições de montagem Opcionais Codificação Precauções de uso Acessórios para lubrificação

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Curso de Engenharia de Produção Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Mancais: São elementos de máquinas que suportam eixo girante, deslizante ou oscilante. São classificados em mancais de: Deslizamento

Leia mais

Acoplamentos de conexão HyCon, HyLoc e HyGrip

Acoplamentos de conexão HyCon, HyLoc e HyGrip Acoplamentos de conexão HyCon, HyLoc e HyGrip Voith Turbo Safeset Somos experts em limitação de torque e acoplamentos de conexão na Voith Turbo. A Voith Turbo, especialista em sistemas de transmissão hidrodinâmica,

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Buchas Guias Mancais de Deslizamento e Rolamento Buchas Redução de Atrito Anel metálico entre eixos e rodas Eixo desliza dentro da bucha, deve-se utilizar lubrificação.

Leia mais

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Junho/2015 INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Reparo do Gancho do Regulador 7139 754G AGORA DISPONÍVEL PARA VENDA AVULSA PRODUTO: 410.97.54 PRODUTO: 410.97.54 Alteração: Além da venda no reparo 410.59.19,

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Manual de Montagem, Operação e Manutenção Quinta-roda JSK 38C JSK 38G Índice Página 1 Aplicação e modelos 4 1.1 Aplicação 4 1.2 Dimensionamento 4 1.3 Segurança 4 Português 2 Montagem 5 2.1 Especificações

Leia mais

RADEX -N Instruções de Operação/Montagem

RADEX -N Instruções de Operação/Montagem 1 de 28 Acoplamento de lâminas NN, NANA 1 à 4, NENA 1 e 2, NENE 1 NNZ, NNW De acordo com padrão 94/9/EC (ATEX 95) para furos acabados, furos guia e acoplamentos sem furo. modelo NN modelo NANA 1 modelo

Leia mais

Caixas SNH. www.fcm.ind.br VE-001-SNH. Copyright FCM 2001

Caixas SNH. www.fcm.ind.br VE-001-SNH. Copyright FCM 2001 Catálogo Eletrônico VE-001-SNH www.fcm.ind.br Caixas SNH Copyright FCM 2001 O conteúdo deste catálogo é de propriedade da empresa FCM - Fábrica de Mancais Curitiba Ltda., sendo proibida a reprodução parcial

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. The High Performance Company

McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. The High Performance Company McCannalok VÁLVULA BORBOLETA DE ALTO DESEMPENHO MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO The High Performance Company Índice do Conteúdo Informações de Segurança - Definição de Termos... 1 Introdução... 1 Instalação...

Leia mais

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens A UU L AL A Um conjunto de engrenagens cônicas pertencente a uma máquina começou a apresentar ruídos estranhos. O operador da máquina ficou

Leia mais

Manual de Instruções e Operação Moinhos USI-180

Manual de Instruções e Operação Moinhos USI-180 USIFER A Solução em Moagem Indústria Metalúrgica Ltda. Rua Vêneto, n 969 Bairro Nova Vicenza CEP 95180-000 Farroupilha RS Fones: (54) 3222 5194 Vendas (54) 3261 7356 Fábrica e-mail: usifermoinhos@usifermoinhos.com.br

Leia mais

Chaves e soquetes. Ajuste fixo: eixos cônicos. Chaves de gancho série HN da SKF. O raio exato da chave reduz o risco de danos à porca

Chaves e soquetes. Ajuste fixo: eixos cônicos. Chaves de gancho série HN da SKF. O raio exato da chave reduz o risco de danos à porca Chaves e soquetes Chaves e soquetes Ajuste fixo: eixos cônicos Os rolamentos montados em eixos cônicos obtêm o ajuste fixo quando atingem o local certo de fixação no eixo cônico. Deve-se tomar muito cuidado

Leia mais

Torques de 17 a 3500 Nm PREESFUNDIDO GGR AÇO GGR FUNDIDO GGS PRECISÃO. ago/13

Torques de 17 a 3500 Nm PREESFUNDIDO GGR AÇO GGR FUNDIDO GGS PRECISÃO. ago/13 s de 17 a 3500 PREESFUNDIDO GGR AÇO GGR FUNDIDO GGS PRECISÃO ago/13 GGR AÇO Acoplamento recomendado para altos torques, rotações ou grandes vibrações. De construção 100% usinada, garante precisão de alinhamento

Leia mais

Redutores à prova de explosão Séries R..7, F..7, K..7, S..7, Spiroplan W 11/2002 1055 5382 / BP

Redutores à prova de explosão Séries R..7, F..7, K..7, S..7, Spiroplan W 11/2002 1055 5382 / BP Redutores à prova de explosão Séries R..7, F..7, K..7, S..7, Spiroplan W 04/2000 Edição 11/2002 Instruções de Operação 1055 5382 / BP SEW-EURODRIVE Índice 1 Notas importantes... 5 2 Indicações de segurança...

Leia mais

Polias, Correias e Transmissão de Potência

Polias, Correias e Transmissão de Potência Polias, Correias e Transmissão de Potência Blog Fatos Matemáticos Prof. Paulo Sérgio Costa Lino Maio de 2013 Introdução Figura 1: Esquema de duas polias acopladas através de uma correia As polias são peças

Leia mais

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação.

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação. INTRODUÇÃO RYLBRUN é a tubulação flexível, fabricada a base de materiais de alta qualidade e resistência, e cujas características construtivas, fazem dela a tubulação ideal para a instalação de bombas

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 10 Verificação e Ajuste da Folga Axial dos Compressores Parafuso 11/02 Tipos de compressores: OS.53 / OS.70 / OS.74 HS.53 / HS.64 / HS.74 HSKC 64 / HSKC 74 Sumário Página 1 Introdução

Leia mais

Fuso de esferas de precisão/eixo estriado

Fuso de esferas de precisão/eixo estriado 58-2BR s BNS-A, BNS, NS-A e NS Vedação Anel externo Placa para calços Vedação Castanha do eixo estriado Eixo Vedação Colar Placa para calços Vedação Bujão terminal Esfera Anel externo Castanha do fuso

Leia mais

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW

IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW IMETEX - SISTEMAS DE FIXAÇÃO - Flange de Fixação Série STW As flanges de fixação STW pertencem às uniões por meio de pressão, com a finalidade de unir cubos com eixos lisos. Este tipo de união transmite

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

SOQUETES E ACESSÓRIOS

SOQUETES E ACESSÓRIOS SOQUETES E ACESSÓRIOS Os soquetes são ferramentas manuais destinadas ao aperto e desaperto de porcas ou parafusos, conjugados com um acessório. Os soquetes e acessórios Belzer são forjados em aço cromo-vanádio,

Leia mais

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967 Instruções complementares Centragem para VEGAFLEX Série 80 Document ID: 44967 Índice Índice 1 Descrição do produto 1.1 Vista geral... 3 1.2 Centragens... 3 2 Montagem 2.1 Informações gerais... 10 2.2 Estrelas

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos ACRIFLEX AG são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência

Leia mais

FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO:

FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO: FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO: 1 - EMBREAGEM 2 - CÂMBIO 3 - DIFERENCIAL 4 - REDUÇÃO FINAL Luiz Atilio Padovan Prof. Eng. Agrônomo 1 EMBREAGEM LOCALIZAÇÃO 1 EMBREAGEM LOCALIZAÇÃO 1 EMBREAGEM LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

Manual de Manutenção 10ª Edição

Manual de Manutenção 10ª Edição Manual de Manutenção 10ª Edição Nosso Freio, Sua Segurança Falar da história da Master é resgatar uma trajetória de sucessos. Em 1986, quando foi fundada a partir de uma joint-venture entre Randon e Rockwell

Leia mais

Máquina de Costura Reta e Ziguezague

Máquina de Costura Reta e Ziguezague Manual de Instruções Máquina de Costura Reta e Ziguezague 0U7 0U8 Marca Registrada de "The Singer Company Limited Copyright 00 The Singer Company Direitos mundialmente reservados. P/N 666-00 Índice. Aplicação

Leia mais

A Empresa. A Filosofia Tec Tor

A Empresa. A Filosofia Tec Tor A Empresa A Filosofia Tec Tor Desde sua fundação em Setembro de 1986, a Tec Tor vem ao longo de sua existência, desenvolvendo projetos no ramo de equipamentos voltados à transmissão e controle de força

Leia mais

ACOPLAMENTOS DE TAMBOR

ACOPLAMENTOS DE TAMBOR ACOPLAMENTOS DE TAMBOR T H E O R I G I N A L Série ÍNDICE Aplicação 3-4 Projeto e características 5 Seleção de tamanho 6-7 Tabela de dimensões dos 8 Conexão do acoplamento / tambor do cabo 9 Conexões do

Leia mais

www.reinhausen.com Eixo de transmissão Instruções de serviço BA 042/07

www.reinhausen.com Eixo de transmissão Instruções de serviço BA 042/07 www.reinhausen.com Eixo de transmissão Instruções de serviço BA 042/07 NOTA! O produto pode ter sido modificado depois de este documento ter sido enviado para impressão. Reservamo-nos expressamente o direito

Leia mais

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. VÁLVULAS GUILHOTINA VGU-08

FKB INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA. VÁLVULAS GUILHOTINA VGU-08 Descrição Geral As Válvulas Guilhotinas FKB modelo VGU-08 tem a função de controle e/ou bloqueio na vazão de fluídos, do qual foram desenvolvidos conforme norma MSS-SP81 e com design Robusto, tem como

Leia mais

Resistência dos Materiais

Resistência dos Materiais Aula 6 Estudo de Torção, Transmissão de Potência e Torque Aula 6 Definição de Torque Torque é o momento que tende a torcer a peça em torno de seu eixo longitudinal. Seu efeito é de interesse principal

Leia mais

Preparativos Antes da Montagem

Preparativos Antes da Montagem Preparativos Antes da Montagem Manter o local da montagem seco e livre de poeira. Observar a limpeza do eixo, alojamento e das ferramentas. Organizar a área de trabalho. Selecionar as ferramentas adequadas

Leia mais

Classificação e Características dos Rolamentos

Classificação e Características dos Rolamentos Classificação e Características dos 1. Classificação e Características dos 1.1 dos rolamentos A maioria dos rolamentos é constituída de anéis com pistas (um anel e um anel ), corpos rolantes (tanto esferas

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

UNIÕES DE ACOPLAMENTO

UNIÕES DE ACOPLAMENTO UNIÕES DE ACOPLAMENTO Cat 012 - Out 2015 1 / 11 "GIFLEX" GE-T A aplicação industrial de acoplamentos elásticos tem por objectivo absorver ou atenuar eventuais irregularidades de rotação originadas pelo

Leia mais

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br

Mancais. TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas. Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Mancais TECNÓLOGO EM MECATRÔNICA Elementos de Máquinas Professor: André Kühl andre.kuhl@ifsc.edu.br Introdução à Mancais O mancal pode ser definido como suporte ou guia em que se apóia o eixo; No ponto

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSWV 80 MAX/AD - MSWV 80 MAX/425 - WWV 80 G/425 2 ESTÁGIOS - 175 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSWV 80 MAX/AD - MSWV 80 MAX/425 - WWV 80 G/425 2 ESTÁGIOS - 175 psig CT 2 MSWV 80 MAX/AD MSWV 80 MAX/425 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSWV 80 MAX/AD MSWV 80 MAX/425 2 ESTÁGIOS 175 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO MAIO/20 WAYNE: INÍCIO DE FABRICAÇÃO AGOSTO/20 CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

Rosqueadeiras. Manual de Instruções

Rosqueadeiras. Manual de Instruções Manual de Instruções 2 NOMAQ Roscar/Cortar/Escarear Modelos para tubos de ½ a 6 Modelo NQ-R2 NQ-R2A NQ-R4 NQ-R6 Roscas Tubos 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2, 2.1/2, 4 2.1/2, 4, 5, 6 Roscas

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Introdução Padronização e Definições Tipos e Usos de Parafusoso Introdução Elementos de fixação: Importância Por que estudar elementos de fixação. Papel em projetos

Leia mais

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

Acoplamentos elásticos. eflex. www.aciobras.com.br

Acoplamentos elásticos. eflex. www.aciobras.com.br Acoplamentos elásticos eflex www.aciobras.com.br Os acoplamentos elásticos EFLEX com garras, tipos EA, GA e HA, são utilizados na ligação de eixos rotativos, com desalinhamentos normalmente inevitáveis,

Leia mais

Industry. SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação

Industry. SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação Industry SNC: Linha de mancais bipartidos para sua aplicação ÍndicePágina Geral Prefácio 2 O conceito dos mancais de rolamento SNR 3 Princípios de desenvolvimento 5 Detalhes estruturais 6 Denominações

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Página 1 de 9 Informativo nº 9 VENTILADOR DE MESA 30cm VENTNK1200 ASSUNTO: Lançamento. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Alimentação: Cor: Potência do aparelho: Consumo de energia: Característica diferencial: Período

Leia mais

Vedação => TC. Vedação => TA. Vedação => TG. Vedação => TS

Vedação => TC. Vedação => TA. Vedação => TG. Vedação => TS Montagem das caixas SNHL Vedação => TC Vedação => TA Vedação => TG Vedação => TS Burger S/A Industria e Comércio Técnica/di 15/05/2009 66 Vedação TC Vedadores de Feltro TC Os vedadores são constituídos

Leia mais

BATEDEIRA PLANETÁRIA BP-18 BP-30. Manual de Instrução e Termo de Garantia. (0-XX-54) 2101 3400 www.gastromaq.com.br - gastromaq@gastromaq.com.

BATEDEIRA PLANETÁRIA BP-18 BP-30. Manual de Instrução e Termo de Garantia. (0-XX-54) 2101 3400 www.gastromaq.com.br - gastromaq@gastromaq.com. Agosto 2011 BATEDEIRA PLANETÁRIA BP-18 BP-0 (0-XX-54) 2101 400 www.gastromaq.com.br - gastromaq@gastromaq.com.br Manual de Instrução e Termo de Garantia Gastromaq Indústria de Equipamentos para Aliementação

Leia mais

Conselhos práticos para a oficina. Parafusos da cabeça do motor e montagem da cabeça do motor. Conselhos e informações para a prática n.

Conselhos práticos para a oficina. Parafusos da cabeça do motor e montagem da cabeça do motor. Conselhos e informações para a prática n. Conselhos práticos para a oficina Parafusos da cabeça do motor e montagem da cabeça do motor Conselhos e informações para a prática n.º 2 Parafusos da cabeça do motor ligação potente para uma vedação

Leia mais

ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA ELEMENTOS DE MÁQUINAS

ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA ELEMENTOS DE MÁQUINAS ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA ELEMENTOS DE MÁQUINAS 1-1 - ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA ELEMENTOS DE MÁQUINAS 2 PETROBRAS Petróleo Brasileiro S.A. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei

Leia mais

Rolamento Autocompensador de Rolos Esféricos SÉRIE EA

Rolamento Autocompensador de Rolos Esféricos SÉRIE EA Rolamento Autocompensador de Rolos Esféricos SÉRIE EA Rolamento autocompensador de rolos esféricos de alta performance com maior capacidade de carga Rolamento Autocompensador de Rolos Esféricos SÉRIE EA

Leia mais

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR

VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR VENTILADORES AXIAIS AC / B/ AL AFR ÍNDICE CONTEÚDO Pág Nº Generalidades sobre ventiladores 4 Generalidades sobre as curvas características 5 Ventiladores AFR 5 Nomenclatura 6 Seleção 7 Dimensões AFR /

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB ÍNDICE DETALHES TÉCNICOS, INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA... 01 MONTAGEM MOTOR E ROTAÇÃO DA MÁQUINA... 02 LUBRIFICAÇÃO...

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AC é composto por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas fixadas aos cubos através de um flange aparafusado.

Leia mais

rimetal máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário Máquinas para Baterias

rimetal máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário Máquinas para Baterias máquina codificadora a laser Modelo: TRCL Manual do Usuário ÍNDICE INTRODUÇÃO Apresentação Dados Técnicos Cuidados Segurança Limpeza 2 3 4 5 6 MANUTENÇÃO Instruções Manutenção Preventiva REGULAGEM E AJUSTES

Leia mais

TÉCNICO EM MECÂNICA NOME: Nº INSC.: PRRH. Pró-Reitoria de Recursos Humanos

TÉCNICO EM MECÂNICA NOME: Nº INSC.: PRRH. Pró-Reitoria de Recursos Humanos TÉNIO M MÂNI NOM: Nº INS.: PRRH Pró-Reitoria de Recursos Humanos Para a usinagem de uma engrenagem de 55 dentes, de módulo 2 mm, foi utilizada uma barra de seção circular de 5". onsiderando a necessidade

Leia mais

Dimensões 01深溝玉.indd 138 01深溝玉.indd 138 2007/08/22 16:27:39 2007/08/22 16:27:39

Dimensões 01深溝玉.indd 138 01深溝玉.indd 138 2007/08/22 16:27:39 2007/08/22 16:27:39 Dimensões Rolamento Fixo de Esferas Precisão Página 52 Folga interna Página 64 Dimensões de anel de retenção Página 45 Devido à sua versatilidade, o Rolamento Fixo de Esferas de Uma Carreira é o tipo

Leia mais

HYVA HIDRÁULICOS RECOMENDAÇÕES

HYVA HIDRÁULICOS RECOMENDAÇÕES Orientação de confecção de cardans Produto Objetivo Aplicação Eixos cardans para acionamento da bomba hidráulica na tomada de força. Orientar a confecção de cardans e determinar alguns parâmetros importantes

Leia mais

DISTRIBUIDORA DE PEÇAS VOLVO SCANIA IVECO. Rolamentos Causas e Soluções

DISTRIBUIDORA DE PEÇAS VOLVO SCANIA IVECO. Rolamentos Causas e Soluções Rolamentos e Oxidação e corrosão A superfície se torna parcial ou totalmente oxidada e ocasionalmente o óxido também se apresenta ao longo das linhas dos passos dos corpos rolantes. Condições inadequadas

Leia mais

Portaria n.º 347, de 11 de julho de 2013. CONSULTA PÚBLICA

Portaria n.º 347, de 11 de julho de 2013. CONSULTA PÚBLICA Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 347, de 11 de julho de 2013. CONSULTA

Leia mais

7 Projeto e Indicações de Operação

7 Projeto e Indicações de Operação Lubrificantes.1 Lubrificantes Informação geral Tabela de lubrificante Símbolos da tabela de lubrificantes A menos que um acordo especial seja feito, a SEW-EURODRIVE fornece os acionamentos com preenchimento

Leia mais

Parafusos do cubo R10 Parafusos da tampa TAMANHO. Tamanho Torque de aperto

Parafusos do cubo R10 Parafusos da tampa TAMANHO. Tamanho Torque de aperto Acoplamento Falk Wrapflex Instalação e manutenção Tipos R10, R31, R35 Tamanhos 2 a 80 (Pág. 1 de 8) TIPO R10 TIPO R35 1 Montagem dos cubos BE Cubos R10 ESPAÇAMENTO TIPO R31 Cubos do eixo R31/R35 (R31)

Leia mais

M Questões Corte / Torção Questões de Testes e Provas Corte Puro Torção Pura. 4 cordões de solda a = 4 mm; l =160 mm. 60 k N

M Questões Corte / Torção Questões de Testes e Provas Corte Puro Torção Pura. 4 cordões de solda a = 4 mm; l =160 mm. 60 k N M Questões orte / Torção Questões de Testes e rovas orte uro Torção ura 8 parafusos Φ = 10 mm cordões de solda a = mm; l =160 mm 160 00 60 k N (1) ROV 003-01 O duto esquematizado é fabricado em chapa de

Leia mais

Redutores e Motorredutores de Velocidade

Redutores e Motorredutores de Velocidade Redutores e Motorredutores de Velocidade Equipamentos Agrícolas Sistemas de Irrigação Acionamentos Industriais Índice Dados necessários para selecionar um redutor... Informações Gerais... Linha CR - 1

Leia mais

Instruções para o Motorista

Instruções para o Motorista Eaton Fuller Heavy Duty Transmissions Instruções para o Motorista Fuller Heavy Duty Transmissions FTS- XX108LL Abril 2009 CUIDADOS Leia completamente as instruções para o motorista antes de operar a transmissão.

Leia mais

Henfel Industria Metalúrgica Ltda Av. Major Hilário Tavares Pinheiro, 3447 Parque Industrial Carlos Tonani Fone: (16) 3209-3422 Fax: (16) 3202-3563

Henfel Industria Metalúrgica Ltda Av. Major Hilário Tavares Pinheiro, 3447 Parque Industrial Carlos Tonani Fone: (16) 3209-3422 Fax: (16) 3202-3563 ACOPLAMENTO HIDRODINÂMICO HENFLUID- MODELOS HLE & HFF (FLUIDO- ÓLEO) MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO Edição 15.0 Português- 03-2008 Henfel Industria Metalúrgica Ltda Av. Major Hilário Tavares

Leia mais

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO

TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO TM-IC TM-Z TM-IT TRANSPALETES MANUAIS MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO CATÁLOGO PEÇAS DE REPOSIÇÃO Prezado Cliente, Você acaba de adquirir o Transpalete Hidráulico Manual (Linha TM)PALETRANS, um equipamento

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO

PROCEDIMENTO DE MONTAGEM PASSO A PASSO 3189P RETENTOR APLICADO NO CUBO DE RODA TRASEIRO DO EIXO MÉRITOR 1) Após desmontagem e limpeza do cubo, verificar o estado do alojamento do mesmo. 5) O retentor deverá ser aplicado até o encosto final

Leia mais

Prática de Oficina Processos de Fabricação

Prática de Oficina Processos de Fabricação Prática de Oficina Processos de Fabricação Filipi Damasceno Vianna Porto Alegre, 24 de junho de 2002. Sumário Introdução 3 1 Torno Mecânico Horizontal Comum 4 1.1 Campo de Aplicação..............................

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

BoWex Instruções de Operação/Montagem

BoWex Instruções de Operação/Montagem 401 PT 1 de 19 Acoplamento de Engrenagens com Dentes Curvos Modelos: No. 001 Acoplamento Bowex JR, No. 002 Acoplamento Bowex JRM, No. 003 Acoplamento Bowex M e M...C No. 006 I e suas combinações design

Leia mais

Transmissão FSO 1305. Manual de Serviços

Transmissão FSO 1305. Manual de Serviços Transmissão FSO 1305 Manual de Serviços Índice Introdução...4 Designações e especificações...5 Lubrificação...6 Operação...7 Fluxo de potência...8 Aplicação de colas e selantes...9 Recomendações de torque...10

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE CATRACA 1/2" MXT-0511 07 01 05 1100 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol

Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol Rolamentos e Serviços para o Mercado de Açúcar e Etanol Rolamentos para Todas as Necessidades da Sua Usina A Solução Perfeita para Qualquer Aplicação Com suas duas fortes marcas, INA e FAG, a qualidade

Leia mais

Manual Dana de Montagem de Eixos Diferenciais você Linha Direta Dana Canal On-Line Equipes de Promoção e Assistência Técnica

Manual Dana de Montagem de Eixos Diferenciais você Linha Direta Dana Canal On-Line Equipes de Promoção e Assistência Técnica Como já é tradição no mercado, a Dana apresenta mais uma novidade que vai facilitar muito a vida dos profissionais que trabalham na reparação de sistemas de transmissão. É a nova edição do Manual Dana

Leia mais

7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 NX-4 FALCON

7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 NX-4 FALCON NX-4 FALCON 7. CABEÇOTE/VÁLVULAS INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 7-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 7-3 COMPRESSÃO DO CILINDRO 7-4 REMOÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE 7-5 DESMONTAGEM DA TAMPA DO 7-6 CABEÇOTE REMOÇÃO DA ÁRVORE DE

Leia mais

Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços

Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços Aros e Rodas Manual de Segurança e Serviços ÍNDICE SEÇÃO PÁGINAS I Apresentação 1 II Nota Especial aos Clientes / Alertas e Cuidados 2 III Procedimentos de Segurança para Manusear Aros e Rodas 3 IV Nomes

Leia mais

Buchas. Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se. Bucha

Buchas. Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se. Bucha A U A UL LA Buchas Introdução Não se sabe quem inventou a roda. Supõe-se que a primeira roda tenha sido um tronco cortado em sentido transversal. Com a invenção da roda, surgiu, logo depois, o eixo. O

Leia mais

VENTILADORES CENTRÍFUGOS TIPO SIROCCO TDA/TSA

VENTILADORES CENTRÍFUGOS TIPO SIROCCO TDA/TSA VENTILADORES CENTRÍFUGOS TIPO SIROCCO TDA/TSA ÍNDICE CONTEÚDO Pág Nº Generalidades sobre ventiladores 4 Generalidades sobre as curvas características Nomenclatura e terminologia 6 Níveis sonoros 7 Características

Leia mais