Boletim XXIX SUMÁRIO. Nº 138 Janeiro/Fevereiro Carta Europeia do Coração. Notícias do C.N.C.D.C.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim XXIX SUMÁRIO. Nº 138 Janeiro/Fevereiro 2008. Carta Europeia do Coração. Notícias do C.N.C.D.C."

Transcrição

1 SUMÁRIO Boletim Nº 138 Janeiro/Fevereiro 2008 Carta Europeia do Coração Notícias do C.N.C.D.C. Estado Actual dos Grupos de Estudo e Núcleos Profissionais da SPC Planos de Acção de Grupos de Estudo para o Biénio Eleição do Secretariado do Grupo de Estudo de Cardiologia Nuclear e Ressonância Magnética XXIX Congresso Português de Cardiologia Programa Sinóptico do XXIX Congresso Português de Cardiologia Programa do Curso de Ecocardiografia nas Cardiopatia Congénitas do Recém-Nascido ao Adulto Programa da Reunião Anual do Grupo de Estudo de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção 15 Reuniões Nacionais e Internacionais 17 Admissão de Novos Sócios Quotas Programa da 1ª Reunião Conjunta do Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular e do Núcleo de Nutrição em Cardiologia VIVER O CORAÇÃO XXIX Congresso Português de CARDIOLOGIA TIVOLI MARINOTEL - VILAMOURA 20 A 23 DE ABRIL DE 2008

2 O texto integral da Carta Europeia do Coração foi publicado no Boletim de Julho-Agosto de 2007 e encontra-se disponível em

3 Carta Europeia do Coração Carta Europeia do Coração No último dia de Janeiro, a Direcção da Sociedade Portuguesa de Cardiologia enviou para a Sociedade Europeia de Cardiologia o primeiro relatório respeitante à divulgação, em Portugal, da Carta Europeia para a Saúde do Coração, que se transcreve: Report on the campaign to raise awareness about the European Heart Health Charter (EHHC). The Portuguese Society of Cardiology (PSC) decided to organize this campaign into three phases: 1. The launch of the EHHC in the week before World Heart Day (30/9/2007); 2. Publicity campaign in December 2008, the final month of the Portuguese presidency of the European Union; 3. Activities to be held from January onwards, as and when necessary to raise awareness about the Charter. This first report concerns phases 1 and 2 Phase 1 A) The Portuguese version of the EHHC was posted on the PSC website and, subsequently, on the website of the Ministry of Health s high Commissioner for Cardiovascular Diseases. B) Press releases were sent out to the Lusa press agency on 24 th and 25 th September. Results a) A ten-minute radio interview about the Charter given by the PSC President to Antena 1 - a leading national radio station - which was broadcast on the 27 th of September and repeated on the 29 th. b) On 28 th September, a one-minute phone interview given to Radio Renascença, a national radio station with the highest listener ratings. On 28 th September, a one-minute phone interview given to Radio Clube Português, one of the leading national news radio station. C) Press Conference at the PSC Heart House on 26 th September given by the President and Vice-President João Morais, during which journalists received the Preamble to the Charter and a symbolic relay baton containing the main sentence of the Charter s message - every child born in the new millennium has the right to live until the age of at least 65 without suffering from avoidable cardiovascular disease. Results a) Reports in the 4 leading national daily newspaper - Jornal de Notícias, Correio da Manhã, Diário de Notícias and Público - as well as in 8 other national and regional newspaper on 27 th September - estimated readers - 640,000. D) A special supplement on Heart Failure - estimated number of readers - 260,000 - was published jointly by two newspapers - Jornal de Notícias and Diário de Notícias - on the 30th of September, the World Heart Day. Although the subject was Heart Failure, the importance of CVD in Europe was mentioned. Phase 2 A) The Society published the Charter in booklet form and send it to 12,000 doctors - cardiologists, internists, neurologists and general practitioners - as well as to the directors of 350 National Health Service Centres. B) Several meetings occurred also during December. a) Meeting with the Minister of Health to present the charter. b) Meeting with High Commissioner to gain political support for the objectives of the Charter c) Media conference at Heart House in the presence of the High Commissioner. During the conference, the high Commissioner announced that the EU Council of Ministers had approved the principles of the charter three days previously. d) Meeting with the President of the Parliamentary Health committee, who subsequently posted the Charter on the parliamentary website. Furthermore we also arranged to present the Charter to the Committee and discuss the political implications with representatives of each party. e) Following the mentioned in point d), the President of the Parliamentary Health Committee spoke about the charter for around five minutes on a weekly political programme on Antena 1. f) Around a week later, she appeared on TV where she introduced the Charter and emphasised the need to provide political support for its principles. g) We have also arranged with the President of the Episcopal Conference to authorise placing copies of the Preamble to the Charter at church doors around the country where people will be able to pick it up and take it away to read. C) Finally we have enlisted the support of a major coffee producer and distributor, which has printed and distributed 8,000,000 sugar packets with the main sentence of the Charter on one side. Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

4 Registos Nacionais Notícias do C.N.C.D.C. Actividade dos Registos Os Registos Nacionais encontram-se numa fase de alguma reflexão, procurando encontrar as soluções necessárias a um desejado impulso de renovação. No presente, três registos estão em curso, com algumas dificuldades próprias, requerendo soluções também elas próprias. Síndromas Coronárias Agudas - A jóia da coroa da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, engloba mais de 26 mil doentes e recebeu o contributo de 44 centros, 21 dos quais recolheram mais de 80% dos doentes. Com base na sua informação, cerca de uma centena de trabalhos científicos foram apresentados em reuniões científicas em Portugal e mais de três dezenas nas mais importantes reuniões internacionais na Europa e Estados Unidos da América. Participação ao longo do tempo número de anos ( ) Número de centros Número de registos 6 anos 15 (34.1%) (61.4%) 5 anos 6 (13.7%) 5215 (19.7%) 4 anos 3 (6.8%) 1838 (7.0%) <4 anos 20 (45.4%) 3168 (11.9%) Conhecemos a realidade e a sua evolução ao longo dos últimos seis anos e estamos em condições de a analisar. Refrescar este registo está na ordem do dia, colocando-se alguns desafios no imediato. Evoluir para um sistema electrónico, via web, a que todos possam aderir. Melhorar a informação que recolhe, actualizando-o de acordo com o estado da arte neste domínio. Iniciar um processo de auditoria e controle externo de qualidade. São três aspectos essenciais nos quais vamos trabalhar, em conjunto com o Grupo de Estudos de Cuidados Intensivos Cardíacos. Cardiologia de Intervenção - Com a responsabilidade de já ter sido o registo mais activo no âmbito dos países membros da Sociedade Europeia de Cardiologia, frequentemente usado como exemplo na Europa, este registo está numa fase de re- -organização. Temos hoje de reconhecer que a migração de dados de forma directa para a Sociedade Europeia de Cardiologia, sem passar pelo C.N.C.D.C., representou um rude golpe neste registo. Com esta iniciativa, aparentemente louvável, perdemos todo o controle da informação e a Cardiologia Portuguesa viu-se privada dos seus dados. A par deste problema a diversidade de sistemas e bases de dados que cada centro utiliza levou a que se criasse um factor acrescido de desestabilização do registo, agravando a situação já de si agonizante. A realização recente de um encontro promovido pelo Grupo de Estudos de Cardiologia de Intervenção, no qual participaram a maioria dos centros, veio dar um alento e uma esperança de reactivação deste importante registo. Algumas medidas foram estabelecidas, partindo da vontade de todos em reactivar este registo, continuando a vê-lo como uma peça de grande utilidade para a organização da Cardiologia Nacional. O C.N.C.D.C. volta a assumir o papel central na recolha da informação, evitando-se a migração de dados de forma directa para a Sociedade Europeia. Ao C.N.C.D.C. cabe criar as condições logísticas e o suporte técnico indispensável à recepção da informação, aceitando a diversidade de sistemas que os centros utilizam. É vontade do Grupo de Estudos e dos centros envolvidos, dar os passos necessários a que este registo possa vir a ser considerado, pelas autoridades, como um registo obrigatório. Angina de peito estável - Iniciado no decurso de 2007 o registo está claramente atrasado no recrutamento de doentes. Por razões mal esclarecidas é notória a incapacidade dos centros em incluir doentes ao ritmo esperado, talvez reflectindo a menor atenção que os centros votam a esta entidade clínica, em oposição ao crescente interesse que a doença coronária aguda tem vindo a registar. À Coordenação deste registo vai caber a responsabilidade de definir o seu futuro, reflectindo sobre os números do recrutamento. Actividade do C.N.C.D.C. A Direcção da S.P.C. decidiu que estaríamos em altura de rever os regulamentos do C.N.C.D.C., quer na sua vertente administrativa, quer na sua relação com os centros e investigadores, redefinindo as regras a que todos se deverão submeter. As normas para a consulta às bases de dados; para a preparação de manuscritos para publicação; a metodologia para a elaboração de propostas de análise científica, a estrutura de coordenação de um registo; são alguns dos temas a melhorar. Em próximo número do Boletim espero poder divulgar os novos documentos, os quais estarão em lugar de destaque no portal da Sociedade. João Morais Coordenador do CNCDC 4 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

5 Grupos de Estudo, Núcleos Profissionais e APAPE Estado Actual dos Grupos de Estudo e Núcleos Profissionais da SPC O empenho e dinamismo demonstrado na execução dos planos de acção estabelecidos são já visíveis na maioria dos Grupos de Estudo (GE) e Núcleos da SPC. Entretanto, a Direcção da SPC debateu a situação dos Grupos sem secretariado eleito, tendo decidido pela inactivação do GE de Epidemiologia e Prevenção Cardiovascular e do GE de Informática em Cardiologia. O GE de Cardiologia Nuclear e Ressonância Magnética elegeu o seu secretariado a 14 de Fevereiro. Com a colaboração dos GE, tem sido feito um esforço para que a actividade dos mesmos, nomeadamente no que concerne a realização de reuniões científicas, decorra de forma concertada com a Direcção, passando a coordenação dessa actividade pelo núcleo e delegação do Norte da SPC. A lista das reuniões científicas já aprovadas, incluindo data e local, é apresentada na tabela seguinte: Plano de Reuniões Reunião do Grupo de Estudos de Hipertensão Pulmonar Reunião do Grupo de Estudos de Hemodinâmica e Cardiologia Data Local 24 Novembro 2007 Grande Hotel do Luso 25 Janeiro 2008 Hotel Villa Rica, Lisboa 1 e 2 Fevereiro 2008 Guimarães 9 Fevereiro 2008 Hotel Lusitano, Golegã 15 e 16 Fevereiro 2008 Penha Longa Hotel & de Intervenção com Coordenadores de Unidades de Cardiologia Reunião do Grupo de Estudos de Fisiopatologia do Esforço e Reabilitação Cardíaca Reunião do Grupo de Estudos de Cardiologia Geriátrica Reunião da Associação Portuguesa de Arritmologia, Pacing e Electrofisiologia Reunião do Grupo de Estudo de Cardiopatias Congénitas no Golf Resort 1 e 15 Março 2008 Adolescente e Adulto Auditório da Casa do Coração SPC 1ª Reunião Conjunta do Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular e do Núcleo de Nutrição em Cardiologia 8 e 9 Março 2008 Grande Hotel da Curia 14 e 15 Março 2008 Lisboa Prevenção Cardiovascular e alimentação. Dos conceitos à Prática Clínica Reunião anual do Grupo de Estudos de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção Reunião Anual do Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular 24 e 25 Maio 2008 Risco Cardiovascular. Uma Abordagem Global Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

6 Grupos de Estudo, Núcleos Profissionais e APAPE Planos de Acção de Grupos de Estudo para o Biénio Miguel Sousa Uva (coordenador) Adelino Leite-Moreira (vogal) Nuno Gonçalo Banazol (vogal) Plano de Acção Biénio O principal eixo de acção do Grupo de Estudo de Cirurgia Cardíaca para o actual biénio concentra-se na preparação do XXIX Congresso Português de Cardiologia e do congresso do ano seguinte. Com efeito, é durante o Congresso anual da nossa Sociedade que se encontra reunido o maior número de cardiologistas, mas também médicos de diversas especialidades e clínicos gerais ligados directa ou indirectamente à cardiologia. É portanto o local privilegiado para dar a conhecer, a todos aqueles que lidam com doenças do coração, o que mudou e o que há de novo em cirurgia cardíaca. Para cumprir este objectivo, o GE de Cirurgia Cardíaca propôs à comissão científica do XXIX Congresso a realização de três mesas redondas : Avanços nas Doenças Valvulares, Tratamento Não Farmacológico da Insuficiência Cardíaca e Doenças Congénitas da Aorta. Foi também proposta a realização de uma conferência intitulada: Tratamento da estenose aórtica por via trans-apical e uma controvérsia sobre o Timing da Cirurgia na Regurgitação Mitral Grave Assintomática. Uma das acções que julgamos prioritárias e que vamos propor, é a realização, durante o Congresso, de um inquérito sobre as principais questões relacionadas com a cirurgia cardíaca que os participantes gostariam de ver abordadas no futuro. O segundo eixo de acção do GE de Cirurgia Cardíaca é o lançamento do site do Grupo de estudos na página web da Sociedade Portuguesa de Cardiologia O objectivo principal é a divulgação do estado actual da Cirurgia Cardíaca. Para este efeito é necessário um esforço concertado da SPC para dinamizar a sua página web tornando-a mais atractiva e actualizada à semelhança do que é feito pela Sociedade Europeia de Cardiologia. Numa primeira fase o nosso objectivo é a definição de conteúdos e a escolha de um web editor, o que deve ser realizado até à data do Congresso, sendo o passo seguinte a disponibilização de links aos sites mais frequentemente consultados na área da cirurgia cardíaca e especialidades que lhe estão ligadas. Ulteriormente pretende-se divulgar e comentar os trabalhos de maior interesse apresentados em Congressos ou revistas internacionais que nos pareçam de interesse um pouco à semelhança de um journal club. In fine, o critério de sucesso será não apenas a qualidade científica do conteúdo mas sobretudo a interactividade alcançada. ou Cirúrgicos, facilitando a sua reunião, a elaboração de projectos comuns de trabalho, de intercâmbio de rotinas e de informações. Carlos Aguiar (coordenador) Cristina Gavina (vogal) José Ferreira dos Santos (vogal) Plano de Acção Biénio De acordo com o Regulamento próprio, o Grupo de Estudo de Cuidados Intensivos Cardíacos (GECIC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) destina-se a juntar todos os interessados em Cuidados Intensivos Cardíacos Médicos Assim, estabelecemos como prioridades no plano de acção para o biénio : Promover e organizar uma reunião anual do GECIC com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento do conhecimento em áreas tão complexas como as síndromes coronárias agudas, a insuficiência cardíaca aguda, as perturbações malignas do ritmo cardíaco, a embolia pulmonar e outras; a melhoria do resultado do tratamento destas condições passa por uma abordagem transversal dos problemas, razão para que a reunião anual conte com a colaboração de outros Grupos de Estudo da SPC. 6 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

7 Grupos de Estudo, Núcleos Profissionais e APAPE Impulsionar o Registo Nacional de SCA, instrumento que tem permitido caracterizar a apresentação clínica, a abordagem terapêutica e o prognóstico de todo o espectro de SCA em Portugal, assim como avaliar a aplicação das Recomendações clínicas para as SCA, monitorizar as variações temporais nas características clínicas, tratamento e prognóstico e avaliar o impacto da implementação de medidas específicas para a melhoria da qualidade dos cuidados. O Registo Nacional de SCA tem sido ainda um importante motor de divulgação internacional da actividade científica cardiológica portuguesa. O GECIC promoverá a revisão da informação colhida, ajustando-a aos padrões definidos pela Coordenação Nacional para as Doenças Cardiovasculares e pela European Society of Cardiology e levando em conta a necessidade de conferir ao Registo a possibilidade de ser um instrumento eficiente de controlo da qualidade dos cuidados prestados nas SCA. O GECIC colaborará com o Centro Nacional de Colheita de Dados em Cardiologia para (1) a criação de uma plataforma informática que possa ser utilizada por todos os centros interessados e que comunique automaticamente com o Registo Nacional de SCA e com os sistemas de informação da European Society of Cardiology e (2) a iniciação de um processo de controlo da qualidade dos dados do Registo. O GECIC publicará em 2008 os resultados actualizados do Registo Nacional de SCA e incentivará os investigadores deste Registo a publicarem os resultados de trabalhos por eles realizados neste âmbito e apresentados em reuniões nacionais e internacionais. Outros objectivos definidos no plano de acção para o biénio : Incentivar os membros do GECIC a solicitarem a acreditação em Cuidados Intensivos Cardíacos, certificada pela European Society of Cardiology e pelo European Board for the Speciality of Cardiology. Participar em acções científicas da Sociedade Portuguesa de Cardiologia e colaborar com a Comissão Científica do Congresso Português de Cardiologia, propondo temas para o programa científico destes encontros. Dinamizar o portal do GECIC, divulgando as actividades do GECIC. Carlos Perdigão (coordenador) Evangelista Rocha (vogal) Pedro von Haffe (vogal) Plano de Acção Biénio O Secretariado do Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular (GERVC) foi eleito na Assembleia Geral realizada em 23 de Abril de 2007, em Vilamoura, durante o XXVIII Congresso Português de Cardiologia, ficando constituído pelos Prof. Carlos Perdigão (Coordenador), Prof. Pedro von Haffe e Prof. Evangelista Rocha. Considera o Secretariado do GERVC que a sua acção se deverá continuar a desenvolver na linha já traçada pelo anterior Secretariado: acções de formação na área dos factores de risco, tendo como público alvo todos os colegas que trabalham nesta área, em particular os médicos de família; apoio e implementação de projectos de investigação na área dos factores de risco; acções concertadas com outros grupos que trabalhem nesta área, em particular o recém criado Núcleo de Nutrição em Cardiologia da Sociedade Portuguesa de Cardiologia; apoio e desenvolvimento do projecto da Revista Factores de Risco, que foi lançada no biénio anterior, com assinalável êxito. Nas acções de formação, o GERVC irá realizar uma reunião anual dedicada a uma temática na área dos factores de risco, em breve apresentando o programa da próxima reunião. A saúde cardiovascular da mulher será também uma das preocupações do GERVC, que apoiará o Programa BemMeQuero, da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, nas acções que entretanto forem concertadas. Em colaboração com o Núcleo de Nutrição em Cardiologia, irá o GERVC promover uma reunião, em Março de 2008, sobre uma temática que envolve os projectos de acção de ambos os grupos. Em relação à Revista Factores de Risco, o GERVC tem vindo a apoiar a sua viabilidade económica, a assegurar o seu nível científico e pedagógico e a torná-la num instrumento ímpar na luta contra as doenças cardiovasculares em Portugal. O GERVC acolherá com agrado propostas de acção que lhe venham a ser apresentados por sócios ou outros interessados na área dos factores de risco. Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

8 Grupos de Estudo, Núcleos Profissionais e APAPE mosaico de pessoas e profissões visando um objectivo comum, a Prevenção e a Saúde Cardiovascular. Carlos Lopes (coordenador) Rosa Coutinho (vogal) Sílvia Santos (vogal) Sónia Magalhães (vogal) Nelson Tavares (vogal) Plano de Acção Biénio Conscientes da importância crescente dos Cardiopneumologistas na actual Cardiologia e na Cardiologia do futuro, suportada cada vez mais pela tecnologia, que permite um diagnóstico cada vez mais fiável e precoce, e um follow-up da eficácia da terapêutica médica e/ou cirúrgica cada vez mais apertado; Conscientes do valor da SPC na Sociedade Portuguesa, apraz-nos realçar a existência do NTC, e, pensamos que pela abrangência multi-disciplinar da actual Cardiologia, com uma crescente vertente Tecnológica, integramos de pleno direito esta Sociedade Cardiológica, que se revela um verdadeiro Estabelecemos assim como plano de acção para o Biénio o seguinte: 1 - Identificação de áreas prioritárias de intervenção. Visando uma maior divulgação do NTC e uma maior participação no seio da SPC. 2 - Congresso Português de Cardiologia. Colaboração com a organização do CPC na escolha de programa científico relacionado com a temática do NTC. 3 - Micro-site. Actualização e dinamização do micro-site da SPC. 4 - Acreditação Europeia. Promover e incentivar a acreditação Europeia dos Cardiopneumologistas. 5 - Integração na Sociedade Europeia de Cardiologia. Sensibilização da SPC com vista à integração dos Cardiopneumologistas na ESC. 6 Recrutamento de novos membros. Sensibilização dos Cardiopneumologistas para a importância da SPC e do NTC. 7 Interacções. Interacção com outros Núcleos e Grupos de Estudo sempre que se revele útil e/ou solicitado. Eleição do Secretariado do Grupo de Estudo de Cardiologia Nuclear e Ressonância Magnética A 14 de Fevereiro de 2008, na sede da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, reuniu-se em Assembleia o Grupo de Estudo de Cardiologia Nuclear e Ressonância Magnética, para a eleição do Secretariado para o Biénio Por unanimidade foram eleitos: Profª Doutora Maria João Vidigal Ferreira (coordenadora) Profª Doutora Conceição Azevedo Coutinho (vogal) Dr. Francisco Ramos (vogal) 8 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

9 XXIX Congresso Português de Cardiologia XXIX Congresso Português de Cardiologia VIVER O CORAÇÃO XXIX Congresso Português de CARDIOLOGIA TIVOLI MARINOTEL - VILAMOURA 20 A 23 DE ABRIL DE 2008 Na última edição do boletim, ao dar-vos notícias sobre os trabalhos de preparação do congresso, manifestei a minha incerteza quanto ao empenho da Cardiologia Portuguesa no Congresso e referi que isto seria avaliado pelo número e qualidade das comunicações que seriam submetidas. Neste momento, devo manifestar a minha grande satisfação pelas 510 comunicações que foram submetidas e que superaram em cerca de 10% o número do XXVIII Congresso, demonstrando grande vitalidade por parte dos Serviços Hospitalares. Quanto à qualidade verifico que o nível científico foi genericamente muito satisfatório, tendo a comissão científica rejeitado apenas cerca de 50 trabalhos, por terem obtido uma classificação inferior a 4.5/10. Nos 4 dias do congresso, vamos ter 30 mesas de comunicações orais onde serão apresentados 180 trabalhos, referentes aos resumos melhor classificados em cada temática. Os restantes trabalhos serão apresentados sob a forma de cartaz e também serão objecto de discussão moderada. Tenho o prazer de enviar para publicação neste número do Boletim o programa sinóptico preliminar, para que possam aquilatar a progressão do trabalho da Comissão Científica, para que comecem a conhecer o programa e a sentir a dificuldade de escolher as sessões em que desejam participar devido à diversidade das sessões propostas e à sua elevada qualidade. Não estou ainda em condições de revelar os nomes dos moderadores e prelectores convidados, com a excepção dos conferencistas de que já vos dei conhecimento no Boletim anterior, porque o processo dos convites ainda está a decorrer. Contudo, já vos posso confirmar que a maior parte dos palestrantes e moderadores convidados responderam positivamente. Logo que os convites estiverem terminados, o que espero venha a acontecer no final de Fevereiro, publicaremos o programa no microsite do Congresso para que todos os sócios e colegas interessados o possam consultar e organizar a sua participação no congresso, conjugando-a com a actividade clínica dos serviços. Sinto que estão criadas as condições para termos mais um excelente Congresso do ponto de vista científico e social. Espero por todos em Vilamoura, onde terei o grande prazer de vos dar formalmente as boas-vindas na Sessão de Abertura, prevista para as 17:30h do domingo, 20 de Abril. Embora o congresso tenha a sua abertura oficial nesse momento, conto com muitos de vós antes, nos 5 cursos pré-congresso programados para sábado (19 de Abril) e a partir da manhã de domingo, para a primeira ronda de comunicações orais e para os simpósios satélites da indústria, que se desenrolarão no período da manhã e no início da tarde com temas de grande actualidade. Até Vilamoura! Miguel Mendes Presidente da Comissão Cientifica do XXIX Congresso Português de Cardiologia Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

10 XXIX Congresso Português de Cardiologia Programa sinóptico do XXIX Congresso Português de Cardiologia 20 Abril Domingo 08h30 10h h00 11h00 11h00 12h30 SS 1 Novartis 11h30 13h00 SS 2 Bayer / BI 13h00 14h30 AT 1 SanofiAventis / / BMS AT 2 Hemoportugal 14h30 16h00 SS 3 SanofiAventis 15h00 16h30 SS4 Servier 16h30 17h30 17h30 19h30 CERIMÓNIA DE ABERTURA 21 Abril Segunda 08h00 09h h00 10h30 EAM com Supra ST 24 horas Dispositivos Arritmias Simpósio Luso-Espanhol 09h30 10h30 Regurgitação mitral Morte Súbita Desporto Tetralogia Fallot GUIDELINES PREV 10h30 11h30 11h30 13h00 Tratamento não farmacológico Insuficiência Cardíaca Controvérsias Síndromes Coron. Agudas Novas direcções no tratamento da Aterosclerose Stem Cells Fibrilhação auricular HTA Refractária Ventrículo Direito Técnicos 1 GUIDELINES VALV 13h00 14h30 AT 3 Merck 14h30 16h00 European Heart Health Charter Ecocardiografia Avançada Revascularização EAM Supra ST Fármacos Anti Xa Estenose Aórtica Enfermagem 1 Prevenção Criança Brugada Assinto Adolescente GUIDELINES HTA 16h00 17h00 17h00 18h30 SS 5 MSD 17h30 19h00 SS 6 AstraZeneca 18h00 19h30 SS 7 Pfizer 10 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

11 XXIX Congresso Português de Cardiologia 22 Abril Terça 08h00 09h h00 10h30 Estratificação Risco Disrítmico SCA sem ST Cardiologia Intervenção 09h30 10h30 HTP GUIDELINES VALV 10h30 11h30 11h30 13h00 AngioTC cardíaca Risco Cardiovascular Residual Simpósio Luso-Brasileiro RMN Miocárdio DES-ICP primária Coração Direito Resistência Antiagregantes Doenças Congénitas Aorta Enfermagem 2 GUIDELINES HTA 13h00 14h30 AT 4 SanofiAventis 14h30 16h00 Gestão em Saúde O que necessitamos saber? Simpósios Presidentes MCH Cateter Swan Ganz Teses de Doutoramento Técnicos 2 GUIDELINES PREV 16h00 17h00 17h00 18h30 SS 8 Pfizer 17h30 19h00 SS 9 Novartis 18h00 19h30 SS 10 MSD / Schering Plough 23 Abril Quarta 08h00 09h30 PRÉMIO JOVEM INVESTIGADOR h00 10h30 Cardiopatia Isquémica: Novas Técnicas de Imagem Bolsa João Porto Péptidos Natriuréticos PRÉMIO MELHOR COMUNICAÇÃO ORAL 09h30 10h30 Doença Coronária Crónica Técnicos 3 Enfermagem 3 10h30 11h30 11h30 12h00 12h00 13h00 Questões Práticas Arritmias Avanços Valvulopatias Choque cardiogénico Revasc Completa após ICP 1º 13h00 14h00 GUIDELINES Highlights 14h00 15h30 CERIMÓNIA DE ABERTURA MESA-REDONDA MINI MESA-REDONDA ALMOÇO DE TRABALHO CONFERÊNCIA CONTROVÉRSIA COMUNICAÇÃO ORAL SIMPÓSIO-SATÉLITE INTERVALO GUIDELINES VIVER O CORAÇÃO XXIX Congresso Português de CARDIOLOGIA TIVOLI MARINOTEL - VILAMOURA 20 A 23 DE ABRIL DE 2008 Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

12 XXIX Congresso Português de Cardiologia XXIX Congresso Português de Cardiologia 1. Conferências (confirmadas) Resistência aos fármacos antiplaquetares: um diagnóstico clínico? Raffaele De Caterina (Itália) Choque cardiogénico no enfarte agudo do miocárdio Judith Hochman (EUA) Fibrilhação auricular: resultados e impacto epidemiológico a longo prazo Carlo Pappone (Itália) Fármacos anti-xa na SCA: uma mudança no paradigma Jean Pierre Bassand (França) Células estaminais: um conceito promissor não confirmado na clínica? Francisco Fernandez Avillés (Espanha) Ressonância magnética no diagnóstico diferencial das miocardiopatias João Lima (EUA) Tratamento da estenose aórtica por via trans-apical Volkmar Falk (Alemanha) É tempo de olhar para a direita: avaliação ecocardiográfica do coração direito Petros Nihoyannopoulos (UK) Prevenção cardiovascular na criança e no adolescente António José Guerra (H. S. João, Porto) O que é necessário fazer para reduzir a morte súbita na actividade desportiva? António Pellicia (Itália) O adulto com Tetralogia de Fallot: o que o cardiologista deve saber Fernando Maymone Martins 2. Controvérsias Monitorização hemodinâmica em cuidados intensivos cardíacos: o fim do reinado do cateter de Swan-Ganz? Revascularização completa após PCI primária: antes ou após a alta? Padrão Brugada assintomático: deve propor-se estudo electrofisiológico? O DES é a primeira escolha na angioplastia primária? Regurgitação mitral grave assintomática intervir cedo ou tarde? O génio a sair da lâmpada: os péptidos natriuréticos são cruciais no seguimento do doente com IC 3. Mesas redondas Enfarte agudo do miocárdio com elevação do ST: as primeiras 24 horas Problemáticas da revascularização após enfarte com supradesnivelamento do ST Síndrome coronária aguda sem elevação do ST Controvérsias terapêuticas nas síndromes coronárias agudas Doença coronária crónica Cardiologia de intervenção Avanços no diagnóstico e tratamento das doenças valvulares Doenças congénitas da aorta O ventrículo direito Desafios na abordagem da hipertensão arterial pulmonar Programas de gestão da insuficiência cardíaca Tratamento não farmacológico da insuficiência cardíaca Fibrilhação auricular e insuficiência cardíaca: "uma ligação perigosa" Estratificação de risco disrítmico Questões práticas em arritmologia Dispositivos médicos no tratamento de perturbações do ritmo temas em debate Ecocardiografia avançada. O estado da arte Aplicações actuais da angio TC cardíaca Cardiopatia isquémica Novas técnicas de imagem Novas direcções no tratamento da aterosclerose Reduzir o risco cardiovascular residual: para além do colesterol LDL... HTA refractária European Heart Health Charter transformar uma declaração num plano de acção. Gestão em Saúde Investigação nas faculdades de medicina portuguesas 12 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

13 Reuniões CURSO DE ECOCARDIOGRAFIA NAS CARDIOPATIAS CONGÉNITAS DO RECÉM-NASCIDO AO ADULTO 1 e 15 de Março de 2008 Casa do Coração (Lisboa) Módulo 1 (1 de Março de 2008) Ecocardiografia neonatal e pediátrica Destinado a Pediatras e Cardiologistas Pediátricos, Internos de Pediatria e Cardiologia Pediátrica, e Técnicos Cardiopneumologistas Manhã Princípios da ecografia e aquisição de imagem Morfologia do coração normal Correlação anátomo-ecográfica Avaliação hemodinâmica - shunts, função ventricular, débito cardíaco, pressões Shunts esquerdo-direitos Lesões esquerdas obstructivas Lesões do coração direito Cardiopatias cianóticas Anomalias do arco aórtico Tarde Lesões cardíacas de doenças pediátricas Echo-cases Módulo 2 (15 de Março de 2008) Ecocardiografia na criança, adolescente e adulto Destinado a Pediatras e Cardiologistas Pediátricos, Internos de Pediatria e Cardiologia Pediátrica, e Técnicos Cardiopneumologistas Manhã Perspectiva da cardiopatias congénitas mais frequentes nos diferentes grupos etários Metodologia geral da avaliação ecocardiográfica de um doente com cardiopatia congénita Alterações minor, variantes do normal, erros mais frequentes Shunts simples (CIA, CIV, PCA) Defeitos do septo aurículo-ventricular Obstáculos ventriculares esquerdos Obstáculos ventriculares direitos Tetralogia de Fallot Tarde Cardiopatias complexas Hipertensão pulmonar (síndroma de Eisenmenger) Papel da ecocardiografia no tratamento das cardiopatias congénitas (encerramento de shunts intracardíacos e avaliação perioperatória) Echo-cases Inscrição: 50 euros/módulo Contactos: SPC - Campo Grande 28, 13º Lisboa Tel: Fax: Sessões de «Echo-cases» (para apresentação de imagens de casos interessantes e didácticos do ponto de vista ecocardiográfico, acompanhados de uma pequena história clínica) - no caso de pretender trazer algum caso agradecemos que envie o respectivo resumo para os contactos acima indicados até dia 23/2 (para o Módulo 1) ou até dia 8/3 (para o Módulo 2). Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

14 Reuniões 1ª REUNIÃO CONJUNTA DO GRUPO DE ESTUDO DE RISCO CARDIOVASCULAR E DO NÚCLEO DE NUTRIÇÃO EM CARDIOLOGIA Prevenção cardiovascular e alimentação. Dos conceitos à prática clínica Coordenadores: Carlos Perdigão Carla Lopes 8 e 9 de Março de 2008 Grande Hotel da Curia Sábado, 8 de Março de :30h - 11:00h Abertura Carlos Perdigão e Carla Lopes 1º workshop: Alimentação e doença coronária Moderadores: Evangelista Rocha e Elisabete Ramos 1 - A inflamação no processo aterosclerótico 2 - Os ácidos gordos n-3 em cardiologia 3 - A carga glicémica e as dietas hiperproteicas em cardiologia 4 - Alimentos funcionais na prevenção e tratamento de doença cardiovascular. Recomendações Discussão Relatores 11:30h - 13:00h 2º workshop: Doença renal crónica, alimentação e prevenção cardiovascular Moderadores: José Vinhas e Flora Correia 1 - Os factores de risco cardiovascular na doença renal crónica 2 - O papel da alimentação na doença renal crónica (15 minutos) 3 - Alimentação e prevenção da doença renal. Na HTA. Na diabetes 4 - A alimentação no doente hemodialisado (15 minutos) Discussão Relatores 14:30h - 16:00h 3º workshop: Alimentação e diabetes Moderadores: Isabel do Carmo e Pedro von Haffe 1 - O papel da alimentação na síndrome metabólica 2 - Alimentação, obesidade e diabetes 3 - Alimentos funcionais e diabetes 4 - Diabetes, alimentação e prevenção cardiovascular Discussão Relatores 16:30h - 18:00h 3º workshop: Actividade física e alimentação na prevenção e tratamento da doença cardiovascular Moderadores: Cassiano Abreu Lima e João Breda 1 - O ambiente obesogénico 2 - A actividade física na prevenção e tratamento da doença cardiovascular 3 - Esteróis vegetais e metabolismo lipídico 4 - Recomendações individuais versus populacionais Discussão Relatores Domingo, 9 de Março de :30h - 10:30h Reunião de cada workshop para discutir e preparar o texto dos relatores. 10:30h - 11:30h Reunião plenária com apresentação das conclusões dos relatores de cada workshop. Encerramento 14 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

15 Reuniões Reunião Anual do Grupo de Estudo de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção Sociedade Portuguesa de Cardiologia Lisboa, 14 e 15 de Março de 2008 Hotel VIP Grand Lisboa Av. 5 de Outubro (antigo edifício da RTP) PROGRAMA PROVISÓRIO Dia 14 de Março, SEXTA-FEIRA 16:00 Abertura 16:00 às 18:00 Mesa Redonda: Intervenção Extracardíaca - Estado da Arte Intervenção na Doença vascular periférica Intervenção na Doença Carotídea Intervenção nas Doença da aorta Intervenção combinada Dia 15 de Março, SÁBADO 09:00 às 10:15 Mesa Redonda: Intervenção em cardiopatias valvulares e congénitas e na prevenção de tromboembolismo Implantação percutânea de válvulas aórtica e pulmonar Correcção percutânea da insuficiência mitral Encerramento percutâneo de FOP e CIA Oclusão de apêndice auricular 10:15 às 10:45 Intervalo para o café 10:45 às 11:30 CONFERÊNCIA: Excelência em Cardiologia de Intervenção - o que falta no nosso País? 11:30 às 13:00 Mesa redonda - Síndromes Coronárias Agudas com e sem Supra de ST Angioplastia primária. Sempre melhor? (muito idoso, coronária direita, tardia) Stents no EAM - DES ou BMS Revasculaização do vaso alvo ou completa em PCI Primária 13:00 às 15:00 Almoço 15:00 às 16:30 Mesa Redonda - Novos desafios na Cardiologia de Intervenção Perspectivas sobre novos stents Antiagregação - Resistência aos AAP. Novos AAP Oclusões totais: via ortógrada ou retrógrada? Trombose de DES - Problema do stent / Problema do operador? 16:45 às 17:15 CONFERÊNCIA: Custos Materiais em Cardiologia de Intervenção. Vale a pena restringir? 17:15 às 18:15 Controvérsia Stents com fármaco sempre Stents com fármaco, nunca mais 18:15 às 18:30 Sessão de encerramento Direcção do GEHCI 20:00 Jantar convívio Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

16 Reuniões CICLO DE FORMAÇÃO AVANÇADA EM CARDIOLOGIA CASA DO CORAÇÃO 22/23 FEVEREIRO 2OO8 DOENÇA CARDÍACA AVANÇADA: O DILEMA DA REABILITAÇÃO VERSUS PALIAÇÃO 22 FEVEREIRO 2OO8, 6ª FEIRA 23 FEVEREIRO 2OO8, SÁBADO 15:OO 15:15 15:15 15:45 15:45 16:15 16: O 17:OO 17:45 Introdução ao tema da reunião Hugo Madeira CONFERÊNCIA Terapêutica de reabilitação cardiovascular: Dificuldades, papel actual e potencialidades Ana Abreu CONFERÊNCIA Terapêutica paliativa em medicina: Problemas médicos, éticos, económicos e sociais Victor Gil PERÍODO DE DISCUSSÃO Café PAINEL Doença cardíaca avançada complicada por co-morbilidades: Qual a melhor abordagem terapêutica a) Insuficiência renal e anemia Cândida Fonseca b) Insuficiência respiratória João Cardoso O9:OO 11:OO 11:OO 11:3O 11:3O 12:OO 12:OO 12:3O 12:3O MESA REDONDA Possibilidades terapêuticas na insuficiência cardíaca grave Moderadora Fátima Ceia a) Terapêutica farmacológica J. Silva Cardoso b) Ressincronização cardíaca João de Sousa c) Reabilitação cardíaca Miguel Mendes d) Transplantação cardíaca Maria José Rebocho Café CONFERÊNCIA Importância do acompanhamento psicológico na doença cardíaca avançada: Papel paliativo e de reabilitação Nélia Rebelo CONFERÊNCIA O que fazer em Portugal para melhorar a terapêutica da doença cardíaca avançada? Ricardo Seabra-Gomes Encerramento Hugo Madeira 17:45 18:OO 18:O5 18:3O DISCUSSÃO CONFERÊNCIA Doença coronária sem possibilidade de intervenção: que intervenções? José Baptista 18:3O Encerramento 16 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

17 Reuniões Nacionais e Internacionais Reuniões Nacionais promovidas pela SPC / Janeiro / 2008 Casa do Coração, Lisboa 1-2 Fevereiro / 2008 Guimarães 9 / Fevereiro / 2008 Hotel Lusitano, Golegã / Fevereiro / 2008 Penha Longa Hotel & Golf Resort, Sintra / Fevereiro / 2008 Casa do Coração, Lisboa 1 e 15 / Março / 2008 Auditório da Casa do Coração, SPC, Lisboa 8-9 / Março / 2008 Grande Hotel da Cúria / Março / 2008 Hotel VIP Grand Lisboa, Lisboa 4-5 / Abril / 2008 Casa do Coração, Lisboa / Abril / 2008 Tivoli Marinotel, Vilamoura / Maio / 2008 Ciclo de Formação Avançada em Cardiologia 1ª Reunião: Fibrilhação Auricular e Síncope: duas ameaças para a vida Informações Adicionais: Tel.: /30 Reunião do Grupo de Estudos de Fisiopatologia do Esforço e Reabilitação Cardíaca Informações Adicionais: Tel.: / Reunião do Grupo de Estudos de Cardiologia Geriátrica Informações Adicionais: Tel.: / Lisbon Arrhythmia Meeting Informações Adicionais: Tel.: / Ciclo de Formação Avançada em Cardiologia 2ª Reunião: Doença Cardíaca Avançada: O dilema da reabilitação versus paliação Informações Adicionais: Tel.: /30 Reunião do Grupo de Estudo de Cardiopatias Congénitas no Adolescente e no Adulto Informações Adicionais: Tel.: / ª Reunião Conjunta do Grupo de Estudo de Risco Cardiovascular e do Núcleo de Nutrição em Cardiologia Prevenção Cardiovascular e Alimentação. Dos conceitos à Prática Clínica Informações Adicionais: Tel.: / Reunião Anual do Grupo de Estudos de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção Informações Adicionais: Tel.: / Ciclo de Formação Avançada em Cardiologia 3ª Reunião: Tratamento da Síndrome Coronária Aguda: é impossível melhorar? Informações Adicionais: Tel.: /30 XXIX Congresso Português de Cardiologia Informações Adicionais: Tel.: / Reunião Anual do Grupo de Estudos de Risco Cardiovascular Risco cardiovascular. Uma Abordagem Global Informações Adicionais: Tel.: / Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

18 Reuniões Nacionais e Internacionais Reuniões Nacionais patrocinadas pela SPC / Janeiro / 2008 Hotel Penha Longa, Sintra 8 / Fevereiro / 2008 Culturgest, Lisboa / Fevereiro / 2008 Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Lisboa 23 / Fevereiro / 2008 Hotel VIP Arts, Lisboa 29 Fevereiro - 1 Março / 2008 Centro Cultural Vila Flor, Guimarães / Abril / 2008 Le Meridien Park Atlantic, Porto 8-9 / Maio / 2008 Grande Hotel do Luso, Luso 6th International Symposium Acute Cardiac Care Informações Adicionais: Factor Chave Tel.: Fax: Controvérsias Dilemas e Debates Informações Adicionais: Merck Sharp & Dohme Tel.: Fax: XIX Curso de Ecocardiografia 2008 II Curso de Imagiologia Cardíaca para Clínicos 2008 Informações Adicionais: Gabinete de Formação Contínua, Instituto de Formação Avançada da FML Contacto: Dora Ramos Tel.: Fax: Ecocardiografia Aplicada aos Cuidados Intensivos e Emergência: Avanços e Desafios Informações Adicionais: Tel. e Fax: VII Jornadas de Cardiologia de Guimarães XIV Jornadas de Cardiologa do Minho Informações Adicionais: Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar Alto Ave Unidade de Guimarães Tel.: Fax: XIV Curso Pós-Graduado de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo V Curso de Alimentação e Nutrição Clínica II Curso de Sexolologia Clínica Informações Adicionais: Serviço de Endocrinologia Faculdade de Medicina do Porto Tlm Fax: VIII Jornadas Científicas da FPC-DC Informações Adicionais: Fundação Portuguesa de Cardiologia, Delegação do Centro Tel.: Fax: Tlm: /6 Reuniões Nacionais Outras reuniões / Fevereiro / 2008 Tivoli Marinotel, Vilamoura 2º Congresso Português de Hipertensão Informações Adicionais: Tel Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

19 Reuniões Nacionais e Internacionais Reuniões Internacionais / Janeiro / 2008 Palais de Congres Paris, Paris, França XVIIIes Journées Européennes de la Société Française de Cardiologie Informações Adicionais: / Fevereiro / 2008 Davos, Suíça 6-8 / Março / 2008 Praga, República Checa / Março / 2008 Singapura 29 / Março - 1 / Abril / 2008 Chicago, EUA / Abril 2008 Palais de Congres, Parc Chanot Marselha, França 14 th International Postgraduate Course on Advances in Cardiac Ultrasound Informações Adicionais: 2 nd International Conference on Hypertension, Lipids, Diabetes and Stroke Prevention Informações Adicionais: Fax: th Annual Meeting of the Asian Society for Cardiovascular Surgery Informações Adicionais: American College of Cardiology 57 th Annual Scientific Session (The scientific session will include the 3 rd Annual Innovation in Intervention: i2 Summit) Informações adicionais: 4 th Annual Congress of the European Cardiac Arrhythmia Society Informações Adicionais: / Abril 2008 Istambul, Turquia 30 /Abril - 3 /Maio 2008 Kos Island, Grécia 1-3 / Maio / 2008, Palais des Congrés de Paris, Paris, França / Maio / 2008 San Diego Convention Center, San Diego, California 77 th Congress of the European Atherosclerosis Society Data limite para a submissão de comunicações: 15 de Outubro de 2007 Informações Adicionais: World Society of Cardio-Thoracic Surgeons Informações Adicionais: EuroPrevent 2008 Informações Adicionais: Website: 88 th Annual Meeting of the American Association for Thoracic Surgery Informações Adicionais: / Maio / 2008 Centre de Convencions Internacional de Barcelona (CCIB), Barcelona, Espanha EuroPCR 2008 Informações Adicionais: / Maio / 2008 La Rural (Exhibition Centre), Buenos Aires, Argentina XVI World Congress of Cardiology Informações Adicionais: Boletim Nº138 Janeiro/Fevereiro

20 Reuniões Nacionais e Internacionais / Junho / 2008 Milão, Itália / Junho / 2008 Berlim, Alemanha / Junho / 2008 Nice Acropolis Convention, Nice, França 3-6 / Julho / 2008 Berlim, Alemanha 9-11 / Julho / 2008 Seattle, EUA / Julho / 2008 West-German Heart Center, Essen 30 / Agosto - 3 / Setembro / 2008 Munique, Alemanha / Setembro / 2008 Centro de Congressos, Lisboa / Outubro / 2008 Veneza, Itália Heart Failure 2008 Informações Adicionais: 22 nd Scientific Meeting of the International Society of Hypertension and 18 th Meeting of the European Society of Hypertension Informações Adicionais: Fax: Cardiostim 2008 Informações Adicionais: website: World Congress on Controversies in Cardiovascular Diseases: Diagnosis, Treatment and Interventions (C-Care) Informações Adicionais: - www. comtecmed.com 3 rd International Symposium on Integrated Biomarkers in Cardiovascular Diseases Informações Adicionais: International Symposium ESSEN-MAYO meets BNK Informações adicionais: wwwww.mayo-essen.de Congresso Europeu de Cardiologia 2008 Informações Adicionais: 22 nd Annual Meeting of the European Association for Cardio-Thoracic Surgery Informações Adicionais: 7 th International Symposium on Multiple Risk Factors in Cardiovascular Diseases Informações Adicionais: / Junho / 2009 Boston, E.U.A XV International Symposium on Atherosclerosis Informações Adicionais: Congresso Europeu de Cardiologia de Agosto a 3 de Setembro 2008, Munique, Alemanha Mais informações em: 20 Sociedade Portuguesa de CARDIOLOGIA

Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009.

Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009. Relatório do Núcleo de Nutrição em Cardiologia (NNC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), referente ao biénio 2007/2009. O Secretariado do NNC para o biénio 2007/2009, eleito em 23 de Abril de

Leia mais

LISBON ARRHYTHMIA MEETING, 2009 Hotel Mirage, Cascais, 20 e 21 de Fevereiro de 2009

LISBON ARRHYTHMIA MEETING, 2009 Hotel Mirage, Cascais, 20 e 21 de Fevereiro de 2009 Programa Preliminar LISBON ARRHYTHMIA MEETING, 2009 Hotel Mirage, Cascais, 20 e 21 de Fevereiro de 2009 6ª FEIRA 20 de Fevereiro SALA 1 6ª FEIRA 20 de Fevereiro SALA 2 09.15 09.30 Introdução à Reunião

Leia mais

Programa. Sexta-Feira, dia 19/11/2010 - Sala 1

Programa. Sexta-Feira, dia 19/11/2010 - Sala 1 Reunião Conjunta da Sociedade Portuguesa de Cardiologia e Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos O Coração no Doente Crítico Hotel dos Templários, Tomar 19 e 20 de Novembro de 2010 Programa 14:00

Leia mais

SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE

SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE Nome Completo: Lino Manuel Martins Gonçalves. Local e Data de Nascimento: Loulé - Portugal, 23 de Setembro de 1960. Estado civil: Casado Nacionalidade: Portuguesa Morada: Rua

Leia mais

XVII PROGRAMA CIENTÍFICO. 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto. Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual

XVII PROGRAMA CIENTÍFICO. 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto. Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual XVII Jornadas Regionais PC A melhor prática clínica para o médico atual 10 e 11. outubro. 2014 Casa do Médico, Porto Presidente de Honra: Prof. Doutor João Barreto Presidente: Dr. José Canas da Silva Secretário

Leia mais

Insuficiência Cardíaca Aguda e Síndrome Coronária Aguda. Dois Espectros da Mesma Doença

Insuficiência Cardíaca Aguda e Síndrome Coronária Aguda. Dois Espectros da Mesma Doença Insuficiência Cardíaca Aguda e Síndrome Coronária Aguda Dois Espectros da Mesma Doença Carlos Aguiar Reunião Conjunta dos Grupos de Estudo de Insuficiência Cardíaca e Cuidados Intensivos Cardíacos Lisboa,

Leia mais

24 de outubro de 2012

24 de outubro de 2012 V JORNADAS CIENTÍFICAS 24 de outubro de 2012 AUDITÓRIO 3 Faculdade de Ciências Médicas Universidade Nova de Lisboa Destinatários: -3º e 4º anos dos Cursos de Licenciatura -Cursos de Pós-Licenciatura -Cursos

Leia mais

O PAPEL DA ENFERMAGEM NA REABILITAÇÃO CARDIACA RAQUEL BOLAS

O PAPEL DA ENFERMAGEM NA REABILITAÇÃO CARDIACA RAQUEL BOLAS O PAPEL DA ENFERMAGEM NA REABILITAÇÃO CARDIACA RAQUEL BOLAS Ericeira, 11 de Fevereiro 2011 DEFINIÇÃO De acordo com a OMS (2003), a Reabilitação Cardíaca é um conjunto De acordo com a OMS (2003), a Reabilitação

Leia mais

INTERVALO E VISITA À EXPOSIÇÃO PARALELA - TEMA LIVRE PÔSTER GRUPO I

INTERVALO E VISITA À EXPOSIÇÃO PARALELA - TEMA LIVRE PÔSTER GRUPO I XXII CONGRESSO NACIONAL DO DEPARTAMENTO DE ERGOMETRIA, EXERCÍCIO, REABILITAÇÃO CARDIOVASCULAR, CARDIOLOGIA NUCLEAR E CARDIOLOGIA DO ESPORTE. PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA QUINTA-FEIRA 29 DE OUTUBRO DE 2015 07:30H

Leia mais

Reunião Anual Hotel Sana Malhoa Lisboa, 29 e 30 de Outubro de 2010

Reunião Anual Hotel Sana Malhoa Lisboa, 29 e 30 de Outubro de 2010 Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 Reunião Anual Hotel Sana Malhoa Lisboa, 29 e 30 de Outubro de 2010 9:30h - Abertura do Secretariado 10:30h - Mesa-redonda: Imagiologia na Insuficiência Cardíaca Cândida

Leia mais

Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo

Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo Dia 11 de setembro Serviço de Cirurgia - Reunião, um Dia um Tema: Reconstrução da Parede Abdominal: Do Caos ao Controlo 9:30 09:40 Boas Vindas 9:40-10:00 Abdómen aberto: indicações e desafios (Laurentina

Leia mais

na Prevenção das Doenças Cardiovasculares 21 MARÇO AUDITÓRIO DA ESTeSL, LISBOA ORGANIZAÇÃO

na Prevenção das Doenças Cardiovasculares 21 MARÇO AUDITÓRIO DA ESTeSL, LISBOA ORGANIZAÇÃO ORGANIZAÇÃO Programa: 9:00 - Abertura do congresso Custódio César e Lino Mendes 9:15-10:00 - Obesidade, resistência à insulina e disfunção endotelial Sérgio Veloso 10:00-10:45 Papel da dieta na prevenção

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) Alexandra Gaudêncio Morada Rua 10 de Junho, Azerveira, 2100-407 Coruche Telemóvel 939591551 Correio electrónico catia.agi@gmail.com Nacionalidade

Leia mais

Ano 3 n.º 12 3º trimestre 2007

Ano 3 n.º 12 3º trimestre 2007 editorial A. Sérgio Miguel Espero que todos os Colegas tenham tido um bom regresso ao trabalho, após umas férias repousantes e retemperadoras. Gostaria de destacar, neste Editorial, o nosso próximo Colóquio

Leia mais

Secretariado e Inscrições. Celebrando o

Secretariado e Inscrições. Celebrando o Celebrando o Secretariado e Inscrições www.osteogeneseimperfeita.tecnovisao.com ou a.p.osteogeneseimperfeita@gmail.com Dia Internacional Osteogénese Imperfeita (International wishbone Day) Rua Cooperativa

Leia mais

cardiologia do centro

cardiologia do centro jornadas de cardiologia do centro 22.. 24 OUTUBRO HOTEL VILLA BATALHA PROGRAMA ORGANIZAÇÃO AGÊNCIA OFICIAL ACMCC Associação de Cardiologia Médico-Cirúrgica do Centro Miraflores Office Center Avenida das

Leia mais

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha

PROGRAMA CIENTÍFICO. 25 e 26 fevereiro 2016. Centro de Congressos de Lisboa. Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha Presidente Prof. Doutor A. Pacheco Palha Secretários Gerais Dr. José Canas da Silva e Dr. Rui Cernadas Homenagem Nacional: Prof. Doutor A. Pacheco Palha 25 e 26 fevereiro 2016 Centro de Congressos de Lisboa

Leia mais

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal

Participar em estudos de investigação científica é contribuir para o conhecimento e melhoria dos serviços de saúde em Portugal FO L H E TO F EC H A D O : FO R M ATO D L ( 2 2 0 x 1 1 0 m m ) FO L H E TO : C A PA Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Leia mais

08h30-08h45 Analise das novas diretrizes de CRM da ESC 2014. Indicaçao e procedimento na CRM em pacientes com FE diminuída

08h30-08h45 Analise das novas diretrizes de CRM da ESC 2014. Indicaçao e procedimento na CRM em pacientes com FE diminuída PROGRAMA CIENTÍFICO Quinta-feira 13 de agosto de 2015 SALA A MESA REDONDA - DAC CRÔNICA Analise das novas diretrizes de CRM da ESC 2014 Indicaçao e procedimento na CRM em pacientes com FE diminuída Quando

Leia mais

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA Sábado 07 de Dezembro de 2013 09:00 10:30 Sessão 4 Novas Estratégias Para Prevenção

Leia mais

(Re) Adaptação de Vida dos Doentes após Enfarte Agudo do Miocárdio

(Re) Adaptação de Vida dos Doentes após Enfarte Agudo do Miocárdio VIII Jornadas Transfronteiriças Luso-Espanholas de Medicina Interna Elvas, 16 e 17 de Março de 2012 (Re) Adaptação de Vida dos Doentes após Enfarte Agudo do Miocárdio Patrícia Coelho, Msc, PhD Student

Leia mais

Congresso de Pneumologia do Norte

Congresso de Pneumologia do Norte Congresso de Pneumologia do Norte Sheraton Porto Hotel PORTO, 2 a 4 de Março de 2011 Segundo Anúncio Patrocínio Científico: COMISSÃO ORGANIZADORA Presidente Bárbara Parente Secretária Geral Anabela Marinho

Leia mais

8º CONGRESSO PORTUGUÊS DE HIPERTENSÃO 8 I N T E R N AT I O N A L M E E T I N G O N H Y P E R T E N S I O N

8º CONGRESSO PORTUGUÊS DE HIPERTENSÃO 8 I N T E R N AT I O N A L M E E T I N G O N H Y P E R T E N S I O N 8º CONGRESSO PORTUGUÊS DE HIPERTENSÃO e Risco Cardiovascular Global t h 8 I N T E R N AT I O N A L M E E T I N G O N H Y P E R T E N S I O N a n d G l o b a l C a r d i o v a s c u l a r R i s k 20 a 23

Leia mais

Boletim SUMÁRIO. Nº 117 Novembro 2005. Abertura da Sociedade Portuguesa de Cardiologia à Sociedade Civil

Boletim SUMÁRIO. Nº 117 Novembro 2005. Abertura da Sociedade Portuguesa de Cardiologia à Sociedade Civil Boletim Nº 117 Novembro 2005 SUMÁRIO Abertura da Sociedade Portuguesa de Cardiologia à Sociedade Civil Sociedade Portuguesa de Cardiologia Renova Imagem Institucional Secretário-Geral XXVII Congresso Português

Leia mais

Hospitais da Universidade de Coimbra Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central

Hospitais da Universidade de Coimbra Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Hospitais da Universidade de Coimbra Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Curso Gestão para executivos hospitalares - Uma questão de competitividade Hospitais

Leia mais

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR

COORDENADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR PROCAPE / - CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ANO: 0 HORÁRIO: 07:30 HS. ( em ponto) COORNADOR: PROF. LUIZ F. SALAZAR DISCIPLINA: SEMIOLOGIA CARDIOVASCULAR 07.0 ª A ANAMNESE EM CARDIOLOGIA SINTOMAS Dr.Luiz

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG DEPARTAMENTO DE CIRURGIA

FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG DEPARTAMENTO DE CIRURGIA 1 FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG DEPARTAMENTO DE CIRURGIA Av. Prof. Alfredo Balena 190-2 0 andar Caixa postal 340 - CEP 30130-100 031-3409-9759 e 3409-9760 cirurgia@medicina.ufmg.br CIR TÓPICOS CLÍNICA

Leia mais

Secção de Cardiologia Pediátrica

Secção de Cardiologia Pediátrica Secção de Cardiologia Pediátrica CURSO DE VERAO PARA INTERNOS RELATORIO Curso de Verão para Internos a cargo da Secção de Cardiologia Pediatrica incluído âmbito do programa da Direcção da SPP 1 Ficha técnica

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS

PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS FARMACÊUTICOS 1. Introdução O papel do farmacêutico, em particular no contexto da Farmácia Comunitária tem vindo a evoluir no sentido de uma maior intervenção do Farmacêutico

Leia mais

Plano de Actividades Grupo de Apoio à Pediatria APCP

Plano de Actividades Grupo de Apoio à Pediatria APCP 1. REUNIÕES O Grupo de Apoio à Pediatria da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, desde o inicio da sua constituição, reúne presencialmente ou por Skype/ Email para que as decisões sejam de consenso.

Leia mais

PROGRAMA JORNADAS BIOMÉRIEUX. Lisboa Porto

PROGRAMA JORNADAS BIOMÉRIEUX. Lisboa Porto PROGRAMA JORNADAS BIOMÉRIEUX Lisboa Porto Jornadas biomérieux 2010 Dando continuidade a uma iniciativa que colocamos ao seu dispor desde 1995, temos o prazer de lhe dar a conhecer o programa de acções

Leia mais

4ª Edição-Gestão de enfermagem em unidades de saúde

4ª Edição-Gestão de enfermagem em unidades de saúde 4ª Edição-Gestão de enfermagem em unidades de saúde 00. Fundamentação do curso A gestão é uma área de intervenção da enfermagem com uma grande importância estratégica e primordial para a qualidade dos

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS ASSOCIAÇÃO DOS BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS 2003 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2003 A Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, doravante denominada

Leia mais

NEWSLETTER Nº 2 ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS

NEWSLETTER Nº 2 ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS NEWSLETTER Nº 2 Manteve-se o NEDR em actividade durante os últimos 2 anos. Das suas actividades se reporta resumidamente nesta 2ª Newsletter. Queremos com esta pequena informação estimular uma maior adesão

Leia mais

25 a 28 HIPERTENSÃO PROGRAMA PROVISÓRIO CONGRESSO PORTUGUÊS DE FEVEREIRO 2016. www.sphta.org.pt E RISCO CARDIOVASCULAR GLOBAL

25 a 28 HIPERTENSÃO PROGRAMA PROVISÓRIO CONGRESSO PORTUGUÊS DE FEVEREIRO 2016. www.sphta.org.pt E RISCO CARDIOVASCULAR GLOBAL CONGRESSO 25 a 28 FEVEREIRO 2016 Tivoli Marina Vilamoura - Algarve SOCIEDA PORTUGUESA Portuguese Society of Hypertension www.sphta.org.pt PROGRAMA PROVISÓRIO 25 QUINTA-FEIRA THURSDAY 13:00 ABERTURA DO

Leia mais

CONGRESSO PORTUGUÊS DE

CONGRESSO PORTUGUÊS DE CONGRESSO PORTUGUÊS DE PROGRAMA PRELIMINAR 26 QUINTA-FEIRA 14:00 ABERTURA DO SECRETARIADO 14:00 16:30 e Inauguração da Exposição Técnica e Científica MINI-CONFERÊNCIAS CURSO DE PÓS-GRADUÇÃO EM HTA SESSÃO

Leia mais

I - EXERCISE IS MEDICINETM

I - EXERCISE IS MEDICINETM I EXERCISE IS MEDICINETM Objectivo Generalização da inclusão do aconselhamento para a actividade física no âmbito do plano terapêutico para a prevenção e o tratamento de doenças, e referenciação quando

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 2015/2016

PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 2015/2016 PÓS-GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA NO ENVELHECIMENTO ESTESL/APF 015/016 Dias Horas MÓDULO I Funcionalidade e Envelhecimento I PROFESSOR Horas 6ªf 7 Mar 17h-1h Introdução à Gerontologia; Princípios Fundamentais

Leia mais

HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016

HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016 HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA EM 2016 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Início 2 de Fevereiro

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

Gestão da Comunicação e Informação Médica

Gestão da Comunicação e Informação Médica 1º Curso de Pós Graduação Executiva em Gestão da Comunicação e Informação Médica 2010-2011 MÓDULO I Clínica para não Clínicos 32h presenciais + 16h formação à distância Ver um doente Meios Complementares

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês

Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês Coordenação Dr. Fernando Ganem Doutor pela Faculdade de Medicina da USP Diretor do Serviço de Pronto-Atendimento do Hospital Sírio-Libanês Prof. Dr. Augusto Scalabrini Neto Professor Associado pela Faculdade

Leia mais

Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças:

Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças: Das conclusões da 10.ª Assembleia de Crianças: Ouvir as crianças lutar pelo fim da escravatura de crianças no mundo 41.ª ASSEMBLEIA-GERAL Braga, 28 de Março de 2015 Relatório de Atividades - 2014 INTRODUÇÃO

Leia mais

www.sohcierj.org.br Prezados Colega,

www.sohcierj.org.br Prezados Colega, www.sohcierj.org.br Prezados Colega, Está se aproximando a data do 13º Simpósio de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista da Sociedade de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Estado do Rio

Leia mais

Curso de Revisão para Enfermagem em Intervenção Cardiovascular 2012

Curso de Revisão para Enfermagem em Intervenção Cardiovascular 2012 Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista Hospital São Paulo Hospital do Rim e Hipertensão UNIFESP - EPM Curso de Revisão para Enfermagem em Intervenção Cardiovascular 2012 Eduardo Rodrigues

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

CUIDADOS NACIONAL CONGRESSO CONTINUADOS 2 º. 25 e 26. Nov. 2011 PROGRAMA CIENTÍFICO. Dr. Manuel Lemos. Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa

CUIDADOS NACIONAL CONGRESSO CONTINUADOS 2 º. 25 e 26. Nov. 2011 PROGRAMA CIENTÍFICO. Dr. Manuel Lemos. Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa 2 º CONGRESSO NACIONAL CUIDADOS CONTINUADOS Presidente de Honra Dr. Manuel Lemos Presidente do Congresso Dr. Manuel Caldas de Almeida 25 e 26. Nov. 2011 Faculdade de Medicina Dentária, Lisboa PROGRAMA

Leia mais

Gestão da Comunicação e Informação Médica

Gestão da Comunicação e Informação Médica 1º Curso de Pós Graduação Executiva em Gestão da Comunicação e Informação Médica 2011 50h presenciais + 50h formação à distância MÓDULO I Clínica para não Clínicos 8h presenciais + 12h formação à distância

Leia mais

Lesão coronária tardia após cirurgia de switch arterial na transposição de grandes artérias

Lesão coronária tardia após cirurgia de switch arterial na transposição de grandes artérias Lesão coronária tardia após cirurgia de switch arterial na transposição de grandes artérias F.X.Valente 1, C. Trigo 2, J.D.F. Martins 2, I. Freitas 2, F. Paramés 2, M. António 2, L. Bakero 3, J. Fragata

Leia mais

Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio

Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio Programa de Formação do Internato Complementar de Medicina Interna aprovado pelo Colégio 1 Duração do internato 60 meses. 2 Definição e âmbito: 2.1 A Medicina Interna ocupa-se da prevenção, diagnóstico

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM RESSONÂNCIA E TOMOGRAFIA CARDIOVASCULAR Coordenadores: Drs. Clerio Azevedo e Marcelo Hadlich 1. Objetivos do Programa Proporcionar, aos pós-graduandos, formação especializada

Leia mais

PÔSTERES DIA 13/11/2015-08:00 ÀS 12:00 TÍTULO

PÔSTERES DIA 13/11/2015-08:00 ÀS 12:00 TÍTULO 1 PÔSTERES DIA 13/11/2015-08:00 ÀS 12:00 A CIRCULAÇÃO EXTRACORPOREA NA CIRURGIA CARDÍACA BRASILEIRA: HISTÓRICO, AVANÇOS E DESAFIOS. 2 A DISSECÇÃO AÓRTICA E O TRATAMENTO ENDOVASCULAR 3 A IMPORTÂNCIA DA

Leia mais

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia HOSPITAL SÃO FRANCISCO RIBEIRÃO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO PROGRAMA TEÓRICO E PRÁTICO PARA ESTÁGIO EM CARDIOLOGIA 2014 Credenciado e reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia Início 28 de Fevereiro

Leia mais

EDITAL DE TEMAS LIVRES I ENCONTRO DAS LIGAS ACADÊMICAS DE CARDIOLOGIA DO CENTRO-OESTE

EDITAL DE TEMAS LIVRES I ENCONTRO DAS LIGAS ACADÊMICAS DE CARDIOLOGIA DO CENTRO-OESTE EDITAL DE TEMAS LIVRES I ENCONTRO DAS LIGAS ACADÊMICAS DE CARDIOLOGIA DO CENTRO-OESTE 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Poderão ser inscritos no I Encontro das Ligas Acadêmicas de Cardiologia do Centro-Oeste,

Leia mais

4, 5 e 6/Novembro/2010 Curia Palace Hotel Curia, Portugal

4, 5 e 6/Novembro/2010 Curia Palace Hotel Curia, Portugal 4, 5 e 6/Novembro/2010 Curia Palace Hotel Curia, Portugal Objectivo: O Congresso de Inovação na Construção Sustentável (CINCOS 10), é um evento organizado pela Plataforma para a Construção Sustentável,

Leia mais

Reunião de Outono do Grupo de Estudo da Insulinorresistência da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo

Reunião de Outono do Grupo de Estudo da Insulinorresistência da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo Reunião de Outono do Grupo de Estudo da Insulinorresistência da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo Dia: 28 de Novembro de 2015 Local: Porto, Fundação Cupertino de Miranda Tema:

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA PLANO DE COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO Deliverable 4 Fase 2 Novembro 2008 1 P á g i n a Índice 1. Objectivos... 3 2. Públicos-alvo... 4 3. Estratégia de Comunicação... 5 3.1

Leia mais

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOMES Raquel Alexandra de Jesus Gil Martins Brízida Castro DATA DE NASCIMENTO 13 de Setembro de 1968 NACIONALIDADE Portuguesa Estado Civil Casada raquelalexandraster@gmail.com;

Leia mais

TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro -

TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro - III Congresso Científico AEFFUL TERAPIAS AVANÇADAS: UMA REALIDADE FARMACÊUTICA? - Desafios do Presente e Perspectivas para o Futuro - 24 e 25 de Novembro de 2011 (Programa Provisório) Coordenação Científica:

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Número da Ação (Para

Leia mais

Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego (AVESTGL)

Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego (AVESTGL) Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego AVESTGL (Em fase de Publicação em DR) ESTATUTOS Capítulo I (Constituição e fins) Artigo 1º 1. É constituída uma associação

Leia mais

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf A crescente relevância que as áreas do planeamento e controlo de gestão têm assumido na gestão das organizações

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL

REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL pag 1 de 11 REGULAMENTO INTERNO A - Sócios Efectivos 1. A inscrição de um novo sócio deve ser precedida de uma proposta de admissão que será entregue

Leia mais

Programa Eleitoral para a SPP 2103-2016

Programa Eleitoral para a SPP 2103-2016 Programa Eleitoral para a SPP 2103-2016 My Heart Leaps Up My heart leaps up when I behold A rainbow in the sky: So was it when my life began; So is it now I am a man; So be it when I shall grow old, Or

Leia mais

SInASE <> Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues

SInASE <<TITULO APRESENTAÇÃO>> Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues Lisboa 28 28 de Junho 2011 Museu do Oriente Qualidade Risco em Saúde Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues 1º Estudo Nacional 11,1% admissões

Leia mais

Comissão Científica Ana Plácido Estevão Pape Fátima Fernandes Manuela Crespo Paulo Pedro Paulo Jorge Ribeiro

Comissão Científica Ana Plácido Estevão Pape Fátima Fernandes Manuela Crespo Paulo Pedro Paulo Jorge Ribeiro Comissão Organizadora Adalberto Campos Fernandes Presidente Faustino Ferreira Costa Martins Carlos Gasparinho Estevão Pape Manuela Crespo Estela Mateus Jorge Narciso Comissão Científica Ana Plácido Estevão

Leia mais

XXII Curso Pós Graduado de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo. Centro de Congressos do Hotel Porto Palácio, Porto. 10 a 12 de Março de 2016

XXII Curso Pós Graduado de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo. Centro de Congressos do Hotel Porto Palácio, Porto. 10 a 12 de Março de 2016 XXII Curso Pós Graduado de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo Centro de Congressos do Hotel Porto Palácio, Porto 10 a 12 de Março de 2016 Presidente de Honra: Prof. Doutor José Luís Medina Dia 10 de

Leia mais

Conferência Espaço de Arquitectura 2010

Conferência Espaço de Arquitectura 2010 Nota Introdutória: O tema da reabilitação urbana é um dos tópicos centrais da análise actual sobre Planeamento e Urbanismo e uma janela aberta para encontrar soluções na recuperação dos centros históricos

Leia mais

MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA: O ESTADO DA ARTE Maria Ana Pires (Porto)

MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA: O ESTADO DA ARTE Maria Ana Pires (Porto) SEXTA-FEIRA DIA 28/03/2014 VI ENCONTRO DE ANESTESIA PEDIÁTRICA - SALA ARIANE 08,30h - ABERTURA 09,00h - A ANESTESIA PEDIÁTRICA EM AMBULATÓRIO Fernanda Barros (Porto) MEIOS AUXILIARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA:

Leia mais

Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia

Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia Congresso Novas Fronteiras em Cardiologia Detecção precoce de cardiotoxicidade em Oncologia Andreia Magalhães Fevereiro/2013 Cardiotoxicidade Lesão cardíaca induzida por fármacos utilizados no tratamento

Leia mais

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 ORPHANET-Portugal: Jorge Sequeiros (coordenador nacional) Jorge Pinto Basto (project manager) Sandra Peixoto (information scientist) 26 abril 2012

Leia mais

Miocardiopatia Hipertrófica: Casuística da ULS da Guarda. Anexo 1: Tabela 1- Distribuição da população de doentes identificada com o

Miocardiopatia Hipertrófica: Casuística da ULS da Guarda. Anexo 1: Tabela 1- Distribuição da população de doentes identificada com o ANEXOS INDÍCE DE ANEXOS ANEXOS Anexo 1: Tabela 1- Distribuição da população de doentes identificada com o código diagnóstico do ICD-9...pág.3 Anexo 2: Questionário aplicado aos doentes com MCH..pág.3 Anexo

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P.

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. PRESS RELEASE Lançamento do MAPA DE BOAS PRÁTICAS DE ACOLHIMENTO E INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES EM PORTUGAL,

Leia mais

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização

Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização Regulamento do Colégio de Especialidade de Gestão, Direcção e Fiscalização de Obras ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objecto Artigo 2.º Princípios Artigo 3.º Finalidades Artigo 4.º Atribuições

Leia mais

SOCIEDADE PORTUGUESA DE NEURORRADIOLOGIA - CONGRESSO 2012

SOCIEDADE PORTUGUESA DE NEURORRADIOLOGIA - CONGRESSO 2012 SOCIEDADE PORTUGUESA DE NEURORRADIOLOGIA - CONGRESSO 2012 PROGRAMA PROVISÓRIO Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, aos Jardins do Palácio de Cristal Porto Sexta, 25 de maio de 2012

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE SAÚDE FAMILIAR

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE SAÚDE FAMILIAR Curso Coordenação CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DE SAÚDE FAMILIAR ESEnfCVPOA Manuela Ferreira Código: 7236 Descrição Objetivos Atualmente a especialização e a gestão da formação constituem medidas

Leia mais

Relatório de Gestão. Instituto Português de Corporate Governance

Relatório de Gestão. Instituto Português de Corporate Governance Actividades realizadas no exercício de : Publicação do Livro Corporate Governance - Reflexões I da Comissão Jurídica; Contratação de Jurista para Secretário-Executivo do IPCG, com funções de assistência

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

ALCOFORADO, MARIANA SANTOS RUA MALANGE 126, 3º ESQ, 2775 238 PAREDE, PORTUGAL Telemóvel: 911 019 015 marianalcoforado@hotmail.com

ALCOFORADO, MARIANA SANTOS RUA MALANGE 126, 3º ESQ, 2775 238 PAREDE, PORTUGAL Telemóvel: 911 019 015 marianalcoforado@hotmail.com MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Telefone Correio electrónico Nacionalidade Naturalidade Data de nascimento Número do B.I. Carta(s) de condução EMPREGO PRETENDIDO/ÁREA

Leia mais

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO

A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO A CONTRATUALIZAÇÃO INTERNA FIGUEIRA DA FOZ HOTEL EUROSTARS OASIS PLAZA 19 DE SETEMBRO MODERAÇÃO PEDRO BEJA AFONSO Para além de Presidente do Conselho de Administração do Hospital Distrital da Figueira

Leia mais

Cristina Paula Barbosa Arteiro Romero Antelo

Cristina Paula Barbosa Arteiro Romero Antelo - A informação introduzida nas fichas individuais é da inteira responsabilidade do autor - Cristina Paula Barbosa Arteiro Romero Antelo Assistente convidada a 50% Habilitações Académicas Formação Pré-Graduada

Leia mais

07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS

07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS 07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS 07h00 07h55 Credenciamento Programação Dia 7 de Maio de 2010 - sexta-feira Boas Vindas e Introdução Rogério Sarmento-Leite (RS),

Leia mais

Conversas de Fim de Tarde

Conversas de Fim de Tarde Conversas de Fim de Tarde Promoção da Cultura de Segurança do Doente na Prestação dos Cuidados de Saúde Segurança, Qualidade e Sustentabilidade 10 maio 2013 Texto: Carlos Gamito carlos.gamito@iol.pt Fotografia:

Leia mais

Participou em 20 cursos de actualização e formação contínua e Reuniões Científicas entre 1995 e 2007, em Portugal e no estrangeiro.

Participou em 20 cursos de actualização e formação contínua e Reuniões Científicas entre 1995 e 2007, em Portugal e no estrangeiro. RESUMO DE DADOS CURRICULARES 1. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Filipa Fernandes Soares Franco Borges de Lemos Nome profissional: Filipa Soares Franco Nascida a 31 de Agosto de 1973 Nacionalidade Portuguesa

Leia mais

RAZÃO COMPETÊNC CIÊNCIA. 29-30.abril.2015. auditorio DO ISMAI PROGRAMA

RAZÃO COMPETÊNC CIÊNCIA. 29-30.abril.2015. auditorio DO ISMAI PROGRAMA CIÊNCIA IA COMPETÊNC RAZÃO 29-30.abril.2015 auditorio DO ISMAI PROGRAMA 29.04. PROGRAMA 9:00 CERIMÓNIA DE ABERTURA Dr. José Azevedo Presidente da Direção da Maiêutica Prof. Doutor Domingos Oliveira Silva

Leia mais

Conferência Internacional

Conferência Internacional Lisboa, 18, 19 e 20 NOV. 2010 combaterpobreza@iscsp.utl.pt ORGANIZAÇÃO APRESENTAÇÃO CONSELHO CIENTÍFICO COMISSÃO ORGANIZADORA ENQUADRAMENTO LOCAL ANTEVISÃO DO PROGRAMA CONVITE À APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 0 9 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2009, desenvolverá as suas acções em três vertentes fundamentais: a Internacionalização através do

Leia mais

Prótese Valvular Aórtica

Prótese Valvular Aórtica Aquilo que o cardiologista clínico deve saber sobre Intervenção não coronária- Quando e Como Prótese Valvular Aórtica Algarve, Abril 2014 Daniel Caeiro Centro Hospitalar Gaia/Espinho História natural da

Leia mais

Sugestões para o rol. Núcleo Amil de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Suzana Alves da Silva Maria Elisa Cabanelas Pazos

Sugestões para o rol. Núcleo Amil de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Suzana Alves da Silva Maria Elisa Cabanelas Pazos Sugestões para o rol Núcleo Amil de Avaliação de Tecnologias em Saúde Suzana Alves da Silva Maria Elisa Cabanelas Pazos S Procedimentos selecionados Cardiologia AngioTC de coronárias Escore de cálcio Cintilografia

Leia mais

Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica

Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica Ordem dos Médicos Porto, 4 a 6 de Junho de 2015 Dia 4 (5ªfeira) 08.00 Abertura do secretariado 09.00-10.40h Alimentação e a promoção da saúde Moderação:

Leia mais

Curriculum Vitae. Filipa Alexandra dos Santos Bexiga

Curriculum Vitae. Filipa Alexandra dos Santos Bexiga Filipa Alexandra dos Santos Bexiga Fevereiro de 2011 Índice Formação académica e profissional... 4 Formação académica.... 4 Formação profissional..... 4 Actividade docente e profissional..5 Instituto de

Leia mais

FORMAÇÃO CONTÍNUA 2011

FORMAÇÃO CONTÍNUA 2011 FORMAÇÃO CONTÍNUA 2011 1º Trimestre Secção Regional de Lisboa Ordem dos FARMACêuticos NOTA DE BOAS-VINDAS Mensagem da Direcção da Secção Regional de Lisboa Caro(a) Colega, É com especial entusiasmo que

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 (4ª Reunião Extraordinária 03/ Março / 2015) De acordo com a deliberação nº2 do Conselho de Gestão, de 28 de outubro de 2010, o Conselho Técnico-Científico da ESSA

Leia mais

11-12, Maio de 2012 Monte da Quinta Suites

11-12, Maio de 2012 Monte da Quinta Suites PROGRAMA PRELIMINAR 11-12, Maio de 2012 Monte da Quinta Suites Quinta do Lago, Algarve Comissão Organizadora: Secção do Ombro e Cotovelo da SPOT Coordenador: Carlos Amaral Vogais: Horácio Sousa Pedro Costa

Leia mais

Dossier de Apresentação

Dossier de Apresentação www.impactus.org Dossier de Apresentação II Conferência Anual Revista Im))pactus Comunicar a Gestão através dos Relatórios de Contas e de Sustentabilidade Apresentação do estudo O que valorizam os media

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular)

Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular) Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular) O Instituto Português de Malacologia (IPM) e o Marine and Environmental Sciences

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 204 Nos termos da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro SECÇÃO DE APOIO E DE COORDENAÇÃO GERAL (Capitulo III do Regulamento da Organização dos Serviços)

Leia mais

Psicologia da saúde em Portugal (II)

Psicologia da saúde em Portugal (II) NOTAS DIDÁCTICAS Psicologia da saúde em Portugal (II) JOSÉ A. CARVALHO TEIXEIRA (*) Em continuidade com o referido em artigo anteriormente publicado (Carvalho Teixeira, Cima & Santa Cruz, 1999) pretende-se

Leia mais