PROJETO: Conferência Ethos 2011

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO: Conferência Ethos 2011"

Transcrição

1 Cnferência Eths 2011 PROJETO: Cnferência Eths 2011 LOCAL DE REALIZAÇÃO: FECOMÉRCIO Bela Vista Sã Paul/SP Data: dias 07, 08 e 09 de Agst de 2011 EXPECTATIVA DE PÚBLICO: 1000 pessas TEMA: Prtagnistas da Nva Ecnmia Desde 2008, Institut Eths vem desenvlvend, juntamente cm seus assciads e parceirs, uma estratégia de atuaçã invadra para prmver a cnvergência de ações em prl da cnstruçã de uma nva ecnmia inclusiva, verde e respnsável. Para a Cnferência Eths 2011, estams planejand um event que retrate essa estratégia tant na metdlgia quant n cnteúd. O tema será Prtagnistas de uma Nva Ecnmia. O bjetiv é debater e planejar iniciativas, pr mei de um diálg entre lideranças empresariais, de trabalhadres, da sciedade civil e de entidades públicas, que permitam cntribuir cm a transiçã para essa nva ecnmia. O papel d Institut Eths será prmver a cnvergência das diversas iniciativas para cnstruir um prjet nacinal de desenvlviment sustentável, prvcand, articuland, mediand e participand de um grup de rganizações e líderes que irá elabrar uma agenda de mbilizaçã e de ações cncretas em favr de uma nva ecnmia. O cnteúd será trabalhad de frma invadra durante event, tend cm base um mair prtagnism e engajament das empresas cm ações públicas que levem a desenvlviment sustentável. PATROCINADORES INSTITUCIONAIS: Cta exclusiva das empresas Alca, CPFL, Natura, Suzan, Vale e Walmart - patrcinadres d Plan Eths 10 Ans. COTAS DISPONÍVEIS: OURO: 6 ctas de 180 mil cada PRATA: 6 ctas de 80 mil cada 1

2 Cnferência Eths 2011 CONTRAPARTIDAS PATROCINADORES INSTITUCIONAIS Principais diferenciais Patrcinadres Institucinais em relaçã à categria Our: Aplicaçã da lgmarca da empresa na blsa d participante que será cnfeccinada pel Institut Eths; Númer de inscrições cncedidas para a Cnferência Eths PRÉ- Cncessã de 07 inscrições para a Cnferência Eths 2011 para participantes da empresa patrcinadra (além da cncessã de inscriçã para até dis assessres de imprensa); Cncessã de pacte especial para inscrições na Cnferência Eths 2011: A cada 10 inscrições feitas à empresa ganha 05 crtesias; Aplicaçã da lgmarca da empresa (cm hiperlink), em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, na hmepage e seções internas d htsite da Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, em n mínim 05 edições de marketing para divulgaçã da Mençã a empresa, ns press releases de divulgaçã da Cnferência Eths 2011 para jrnalistas; Exibiçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, ns lcais de expsiçã da Cnferência 2011; Mençã a nme da empresa patrcinadra durante a cerimônia de abertura; Aplicaçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, n guia d participante da Depiment de até 30 segunds d presidente a ser exibid ns mments de ambientaçã das atividades e n htsite da Cnferência 2011; Distribuiçã de brinde nã alimentícis, desde que este seja alg reutilizável; PÓS- Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni n certificad eletrônic da Institut Eths trabalhará cm as cntrapartidas cnfrme crngrama de prduçã d event; O Cmitê Executiv da Cnferência Eths 2011 fará a validaçã ds brindes sugerids pel patrcinadr. 2

3 Cnferência Eths 2011 OURO Principais diferenciais da categria Our em relaçã à categria Prata Númer de inscrições cncedidas para a Organizaçã de intervenções culturais na prgramaçã. PRÉ- Cncessã de 05 inscrições para a Cnferência Eths 2011 para participantes da empresa patrcinadra (além da cncessã de inscriçã para até dis assessres de imprensa); Cncessã de pacte especial para inscrições na Cnferência Eths 2011: A cada 10 inscrições feitas à empresa ganha 05 crtesias; Organizaçã de intervenções culturais na prgramaçã. À ser realizada pela empresa patrcinadra. (Cust de lgística e cntrataçã). Está atividade deverá ser pré-acrdada e dcumentada cm Institut Eths. Aplicaçã da lgmarca da empresa (cm hiperlink), em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, na hmepage d htsite da Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, em n mínim 05 edições de marketing para divulgaçã da Mençã a empresa, ns press releases de divulgaçã da Cnferência Eths 2011 para jrnalistas; Exibiçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, ns lcais de expsiçã da Mençã a nme da empresa patrcinadra durante a cerimônia de abertura; Aplicaçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, n guia d participante da Depiment de até 30 segunds d presidente a ser exibid ns mments de ambientaçã das atividades e n htsite da Distribuiçã de brinde nã alimentícis, desde que este seja alg reutilizável; PÓS- Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni n certificad eletrônic da Institut Eths trabalhará cm as cntrapartidas cnfrme crngrama de prduçã d event; O Cmitê rganizadr d event d Institut Eths fará a validaçã ds brindes sugerids pel patrcinadr. 3

4 Cnferência Eths 2011 CATEGORIA PRATA PRÉ- Cncessã de 03 inscrições para a Cnferência Eths 2011 para participantes da empresa patrcinadra (além da cncessã de inscriçã para até dis assessres de imprensa); Cncessã de pacte especial para inscrições na Cnferência Eths 2011: A cada 10 inscrições feitas à empresa ganha 05 crtesias; Aplicaçã da lgmarca da empresa (cm hiperlink), em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, na hmepage e seções internas d htsite da Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, em n mínim 05 edições de marketing para divulgaçã da Mençã a empresa, ns press releases de divulgaçã da Cnferência Eths 2011 para jrnalistas. Exibiçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, ns lcais de expsiçã da Mençã a nme da empresa patrcinadra durante a cerimônia de abertura; Depiment de até 30 segunds d presidente a ser exibid ns mments de ambientaçã das atividades e n htsite da Aplicaçã de lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni, n guia d participante da Distribuiçã de brinde nã alimentícis, desde que este seja alg reutilizável; PÓS- Aplicaçã da lgmarca da empresa, em tamanh prprcinal à cta de patrcíni n certificad eletrônic da Institut Eths trabalhará cm as cntrapartidas cnfrme crngrama de prduçã d event; O Cmitê rganizadr d event d Institut Eths fará a validaçã ds brindes sugerids pel patrcinadr. Patrcíni Lídia Rapuan Mandure Fne:

5 Cnferência Eths

PROPOSTA DE PATROCÍNIO

PROPOSTA DE PATROCÍNIO + PROPOSTA DE PATROCÍNIO COTAS DIAMANTE OURO PRATA BRONZE 3 cotas de 500 mil cada 4 cotas de 250 mil cada 6 cotas de 150 mil cada 6 cotas de 75 mil cada PROJETOS ENVOLVIDOS Conferência Internacional 2009

Leia mais

Cm Criar Seu Própri Empreg em Apenas 5 Passs 1 1º Pass: A IDEIA 2º Pass: O CONTACTO COM VÁRIAS INSTITUIÇÕES E ENTIDADES 3º Pass: PLANO DE NEGÓCIOS 4º Pass: CRIAÇÃO DA EMPRESA E INÍCIO DE ACTIVIDADE 5º

Leia mais

Cotas de Patrocínio EVENTO : TRADE SHARED LOCAL : MINEIRÃO BELO HORIZONTE - MG DATA : DE 11 A 20 DE DEZEMBRO DE 2015

Cotas de Patrocínio EVENTO : TRADE SHARED LOCAL : MINEIRÃO BELO HORIZONTE - MG DATA : DE 11 A 20 DE DEZEMBRO DE 2015 Ctas de Patrcíni Cnheça as mdalidades da participaçã para patrcinadres. Mais infrmações e prpstas de patrcíni devem ser tratadas cm a Prmtra e Organizadra, Vila Rey Empreendiments e Participações Ltda,

Leia mais

:: Regulamento - Congresso Regional GO/TO

:: Regulamento - Congresso Regional GO/TO :: Regulament - Cngress Reginal GO/TO Cngress Reginal de Psiclgia Etapa Reginal d VI CNP Capítul I Ds Objetivs Art. 1º - Sã bjetivs d VI COREP: a. Prmver a rganizaçã e a mbilizaçã ds psicólgs de Giás e

Leia mais

Conferência Internacional Ethos 2012. A empresa e a nova economia O que muda com a Rio+20?

Conferência Internacional Ethos 2012. A empresa e a nova economia O que muda com a Rio+20? Conferência Internacional Ethos 2012 De 11 a 13 de junho de 2012 Hotel Transamérica São Paulo (SP) A empresa e a nova economia O que muda com a Rio+20? Na Conferência Ethos 2012 iremos debater os fundamentos

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇAO DE CONTRATO DE LEILÃO DE VENDA EDITAL DE LEILÃO Nº 001 / 2002 - MAE PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

III Seminário do Agronegócio. Financiamento e Marketing 24 e 25 de novembro de 2005 Auditório da Biblioteca Central Universidade Federal de Viçosa

III Seminário do Agronegócio. Financiamento e Marketing 24 e 25 de novembro de 2005 Auditório da Biblioteca Central Universidade Federal de Viçosa III Seminári d Agrnegóci Financiament e Marketing 24 e 25 de nvembr de 2005 Auditóri da Bibliteca Central Universidade Federal de Viçsa RELATÓRIO FINAL O EVENTO O III Seminári d Agrnegóci fi realizad dias

Leia mais

Anexo II. Formulário do Programa de Apoio a Projetos- 2012/2

Anexo II. Formulário do Programa de Apoio a Projetos- 2012/2 Anex II Frmulári d Prgrama de Api a Prjets- 2012/2 Nme da Organizaçã: Assciaçã de Surf da Praia Brava Endereç: Av. Luis Biteux Piazza Bairr: Pnta das Canas Telefne: (48) 3284-3089/3284-5504 Nme d Representante

Leia mais

Prefeitura Municipal

Prefeitura Municipal Prefeitura Municipal Publicad autmaticamente n Diári de / / Divisã de Prtcl Legislativ Dê-se encaminhament regimental. Sala das Sessões, / / Presidente Curitiba, 22 de julh de 2015. MENSAGEM Nº 049 Excelentíssim

Leia mais

PASTORAL DA JUVENTUDE ARQUIDIOCESE DE LONDRINA PROJETO ESCOLA DE COORDENADORES PASSO A PASSO

PASTORAL DA JUVENTUDE ARQUIDIOCESE DE LONDRINA PROJETO ESCOLA DE COORDENADORES PASSO A PASSO PROJETO ESCOLA DE COORDENADORES PASSO A PASSO 1) Justificativa: A lharms para a realidade ds nsss grups de Pastral de Juventude, percebems a necessidade de reafirmaçã metdlógica d pnt de vista da açã eclesial.

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas

ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Modelos 3D e Vinhetas Animadas ESCOPO DETALHADO - CO 137-012 - Mdels 3D e Vinhetas Animadas Cntrataçã de prdutra para desenvlviment ds mdels 3D das marcas e das vinhetas de animaçã 3D O Cmitê Ri 2016 pretende cm este prcess seletiv

Leia mais

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO Um prject eurpeu em clabraçã cm a EHFA Eurpean Health and Fitness Assciatin, cm sede em Bruxelas Regist ds Prfissinais Intrduçã Estams numa fase em que a Tutela

Leia mais

PROGRAMAS/PROJECTOS. Indicador de Avaliaçã o. Programa /Projecto Objectivo Resultado

PROGRAMAS/PROJECTOS. Indicador de Avaliaçã o. Programa /Projecto Objectivo Resultado PROGRAMAS/PROJECTOS Prgrama /Prject Objectiv Resultad Indicadr de 1. Prgrama - Inserçã de Jvens na Vida Activa em particular s Candidats a Primeir Empreg Prmçã da inserçã de jvens n mercad de trabalh e

Leia mais

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL 1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL A 1 Crrida Nturna Unimed Cascavel é uma nva prpsta de lazer, diversã, prmçã da saúde e da qualidade de vida ds mradres de Cascavel e Regiã. O event é cmpst pr crrida,

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2015 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 2.1. Organgrama... 4 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3.

Leia mais

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região Ministéri da Justiça Departament da Plícia Federal Academia Nacinal de Plícia Secretaria Nacinal de Segurança Pública Departament de Pesquisa, Análise da Infrmaçã e Desenvlviment Humanan Orientações para

Leia mais

IV Congresso Brasileiro de RPPNs

IV Congresso Brasileiro de RPPNs Prt Alegre - RS 26 a 29 de utubr de 2011 IV Cngress Brasileir de RPPNs A cnservaçã vluntária para um Brasil sustentável Api: Organizaçã: Realizaçã: Secretaria Estadual d Mei Ambiente d Ri Grande d Sul

Leia mais

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensã Universitária e Plíticas Públicas Períd 05 a 07 de dezembr de 2007 A 10ª Jrnada

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO R.M. Infrmática Cmérci e Serviç Ltda CNPJ: 04.831.742/0001-10 Av. Rdrig Otávi, 1866, Módul 22 Distrit Industrial - Manaus - AM Tel./Fax (92) 3216-3884 http://www.amaznit.cm.br e-mail: amaznit@amaznit.cm.br

Leia mais

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal;

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal; Requeriments de Obstáculs Hipism Crss Cuntry: Requeriments Mandatóris: Tda madeira e demais prduts flrestais utilizads devem ser cmpsts de fibra reciclada (us n pós-cnsum) u vir de fntes legais e respnsáveis,

Leia mais

O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) organiza no dia 21 de agosto de 2014 o 3º Fórum CICB de Sustentabilidade, em Novo Hamburgo (RS),

O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) organiza no dia 21 de agosto de 2014 o 3º Fórum CICB de Sustentabilidade, em Novo Hamburgo (RS), O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) organiza no dia 21 de agosto de 2014 o 3º Fórum CICB de Sustentabilidade, em Novo Hamburgo (RS), na Fenac, com abrangência internacional. Será um dia

Leia mais

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 Este frmulári deve ser preenchid pr tds s aluns matriculads n Mestrad em Atençã à Saúde n an de 2013. Os dads servirã para atualizar, n Cleta Capes, as atividades

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 PDR2020 (Jvens agricultres) Página 1 de 7 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

Seção II AÇÕES DE ASSESSORAMENTO, DEFESA E GARANTIA DE DIREITOS

Seção II AÇÕES DE ASSESSORAMENTO, DEFESA E GARANTIA DE DIREITOS OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: Seçã II AÇÕES DE ASSESSORAMENTO, DEFESA E GARANTIA DE DIREITOS 1. A seçã II deverá ser preenchida após realizaçã de visita técnica; 2. Este Instrumental de Visita Técnica cntém

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

Declarar o amor faz bem. Incentivaremos os nossos ouvintes a homenagearem quem lhe faz bem em algumas datas comemorativas caracterizadas pela emoção.

Declarar o amor faz bem. Incentivaremos os nossos ouvintes a homenagearem quem lhe faz bem em algumas datas comemorativas caracterizadas pela emoção. Declare seu amr Declarar amr faz bem Incentivarems s nsss uvintes a hmenagearem quem lhe faz bem em algumas datas cmemrativas caracterizadas pela emçã. A açã Prmtres estarã na Esquina Demcrática, tradicinal

Leia mais

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização CIRCULAR Data: 2007/10/10 Númer d Prcess: DSDC/DEPEB/2007 Assunt: GESTÃO DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007 Para: Inspecçã-Geral de Educaçã Direcções Reginais de Educaçã

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

Mestre Empresário, Seja bem-vindo.

Mestre Empresário, Seja bem-vindo. Mestre Empresári, T ems uma excelente prtunidade para vcê expr prduts e serviçs de sua empresa. Além de fidelizar sua marca, aprveite para abrdar clientes em ptencial através da apresentaçã de seus diferenciais

Leia mais

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play Prgrama Agra Nós Vluntariad Jvem Namrar cm Fair Play INTRODUÇÃO A vilência na intimidade nã se circunscreve às relações cnjugais, estand presente quer nas relações de namr, quer nas relações juvenis casinais.

Leia mais

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS PROJETO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (X) PROJETO DE PESQUISA PROJETO DE EXTENSÃO Acadêmic ; Scial PROJETO DE INTERDISCIPLINARIDADE

Leia mais

Página 1 de 10 PROJETO E RELATÓRIO DE ATIVIDADES

Página 1 de 10 PROJETO E RELATÓRIO DE ATIVIDADES Página 1 de 10 PROJETO E RELATÓRIO DE ATIVIDADES Página 2 de 10 O Prjet Aliança O Prjet Aliança é uma idéia que evluiu a partir de trabalhs realizads cm pessas da cmunidade d Bairr da Serra (bairr rural

Leia mais

METAS DE COMPREENSÃO:

METAS DE COMPREENSÃO: 1. TÓPICO GERADOR: Vivend n sécul XXI e pensand n futur. 2. METAS DE COMPREENSÃO: Essa atividade deverá ter cm meta que s aluns cmpreendam: cm se cnstrói saber científic; cm as áreas d saber estã inter-relacinadas

Leia mais

EDITAL 07/2016. Contratar serviços de programação e manutenção para os Sistemas abaixo :

EDITAL 07/2016. Contratar serviços de programação e manutenção para os Sistemas abaixo : EDITAL 07/2016 1. FINALIDADE DA CONTRATAÇÃO: Cntratar serviçs de prgramaçã e manutençã para s Sistemas abaix : a) Avaliaçã Técnica d Sistema ecntracting - versã 3 d sistema ecntracting b) Realizar a manutençã

Leia mais

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem.

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem. Aluns de Pós-Graduaçã de Instituições Estrangeiras Visa apiar visitas de n máxim 30 dias, de dutrands de instituições estrangeiras, qualificads, e prcedentes de Centrs de Excelência para estudarem, pesquisarem

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da Comissão de Acompanhamento, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da Comissão de Acompanhamento, sendo composto por duas partes: DOC. CA/N/15/08 PROGRAMA OPERACIONAL ALENTEJO EIXO 2 DESENVOLVIMENTO URBANO E EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL INSTRUMENTO: MOBILIDADE TERRITORIAL O presente dcument suprta a apreciaçã d

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 DISPOSIÇÕES GERAIS A campanha d Dia Mundial de Cmbate à Plimielite (também cnhecida cm paralisia infantil), celebrad n dia 24 de utubr,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA REQUISITOS TECNICOS O Prgrama de Api as Actres Nã Estatais publica uma slicitaçã para prestaçã

Leia mais

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO

3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 3. VISÃO DE FUTURO E ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE LONGO PRAZO 47 48 3.1. VISÃO DE FUTURO DO MAIS RN PARA 2035 A classe empresarial ptiguar apresenta para a sciedade uma Visã de Futur usada e desafiadra.

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PIAUÍ. PROJETO OTIMIZAR Plano do Programa

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PIAUÍ. PROJETO OTIMIZAR Plano do Programa 1. Escp u finalidade d prjet PROJETO OTIMIZAR Plan d Prgrama O Prjet Otimizar visa aprimrar ações implantadas que têm pr bjetiv a reduçã de cnsum de materiais e criar mecanisms de avaliaçã que pssam medir

Leia mais

DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO

DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO GESTÃO Durante o evento também é realizado momentos de debate, visando disseminar as melhores práticas de gestão das empresas vencedoras dos Prêmios

Leia mais

Proposta de Patrocínio. 3ª Edição - 2008

Proposta de Patrocínio. 3ª Edição - 2008 Proposta de Patrocínio 3ª Edição - 2008 Apresentação O Prêmio MasterInstal é um realização do SINDINSTALAÇÃO - Sindicato da Indústria de instalação e da ABRINSTAL - Associação Brasileira pela Conformidade

Leia mais

Qualidade de Software 5ºSemestre

Qualidade de Software 5ºSemestre Qualidade de Sftware 5ºSemestre Aula 14 Prf. Gladimir Cerni Catarin gladimir@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Metdlgias Ágeis Metdlgias Servem para

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016 Sua hra chegu. Faça a sua jgada. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 Salvadr, nvembr de 2015. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 é uma cmpetiçã interna da Laureate

Leia mais

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação Pesquisa Oficial de Demanda Imbiliária SINDUSCON Grande Flrianóplis. NÃO ASSOCIADOS Apresentaçã O presente trabalh tem cm principais bjetivs identificar perfil d frequentadr d Salã d Imóvel, suas demandas

Leia mais

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

Da Declaração à Ação dos Vários Interessados Diretos Primeira reunião do fórum

Da Declaração à Ação dos Vários Interessados Diretos Primeira reunião do fórum Da Declaraçã à Açã ds Váris Interessads Direts Primeira reuniã d fórum Centr de Cnvenções Brasil 21 Brasília, DF, 8 e 9 de mai de 2012 AGENDA ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ESCRITÓRIO REGIONAL DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA CASES DE NEGÓCIOS REGULAMENTO

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA CASES DE NEGÓCIOS REGULAMENTO PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA CASES DE NEGÓCIOS REGULAMENTO 1. DOS OBJETIVOS E CATEGORIAS DO PRÊMIO O PRÊMIO NA CATEGORIA CASES tem cm bjetiv premiar cases de empresas que utilizam s Padrões e Sluções GS1

Leia mais

Everton Saulo Silveira

Everton Saulo Silveira Evertn Saul Silveira 2014 Curriculum Vitae Endereç: Rua Brges Hermidas, 115 Casa 09 Majr Prates E-mails: saul997@yah.cm.br, evertn.silveira@sebraemg.cm.br Celular: (38) 9109-2050 9913-8705 CPF: 053.678.036-60

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS FAFIT O significad das cisas nã está nas cisas em si, mas sim em nssa atitude em relaçã a elas. (Antine de Saint-Exupéry, 1943) CURSOS bacharelads: Administraçã Geral Ciências Cntábeis Direit Educaçã Física

Leia mais

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal;

O fornecedor deverá maximizar o uso de tintas, vernizes e adesivos a base de água ou óleo vegetal; Requeriments de Obstáculs Hipism Salts: Requeriments Mandatóris: Tda madeira e demais prduts flrestais utilizads devem ser cmpsts de fibra reciclada (us n pós-cnsum) u vir de fntes legais e respnsáveis,

Leia mais

Governação Corporativa e Mercado de Capitais

Governação Corporativa e Mercado de Capitais Gvernaçã Crprativa e Mercad de Capitais A Realidade Anglana Luanda, 4 de Dezembr de 2014 Cnferência da ABANC Assciaçã Anglana de Bancs Gvernaçã Crprativa A Realidade Anglana A Gvernaçã Crprativa diz respeit

Leia mais

Vagas de estágio Empresa: Descrição da vaga: Requisitos: Remuneração: Horário:

Vagas de estágio Empresa: Descrição da vaga: Requisitos: Remuneração: Horário: Vagas de estági Empresa: J.A Urbanism Descriçã da vaga: atuar junt a setr financeir da empresa, prestand auxíli em suas rtinas, cntas a pagar, cntas a receber e demais trâmites d setr. Requisits: cursand

Leia mais

Marco Lógico do Projeto de Saúde Bucal

Marco Lógico do Projeto de Saúde Bucal Marc Lógic d Prjet de Saúde Bucal Marc Lógic d Prjet de Saúde Bucal A) Intrduçã O Marc Lógic é um instrument gerencial utilizad na avaliaçã de prjets e prgramas sciais. É cmpst pr uma matriz na qual se

Leia mais

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 Març 2015 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT MORADA Estrada de Benfica, nº 372 - Lisba Tel./Fax. 217780073 Email funda_champagnat@maristascmpstela.rg Índice I. Intrduçã.1

Leia mais

PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA

PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA CAMINHO PARA ELABORAÇÃO DE AGENDAS EMPRESARIAIS EM ADAPTAÇÃO ÀS MUDANÇAS DO CLIMA Prpsta de Framewrk Resultad d diálg crrid em 26 de junh de 2013, n Fórum Latin-American

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

CERTIFICAÇÃO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Pól Mveleir de Arapngas PR Revisã: 00 Pól Mveleir de Arapngas PR Revisã: 01 TERMOS DE USO DO ECOSELO EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DESTE DOCUMENTO: Irineu Antni Brrasca Presidente d CETEC

Leia mais

Instruções para as apresentações científicas

Instruções para as apresentações científicas Instruções para as apresentações científicas As apresentações pderã ser realizadas na frma de PÔSTER u ORAL, dentr das especialidades dntlógicas: Ciências Básicas, Estmatlgia/Radilgia/Patlgia, Cirurgia,

Leia mais

Situação Atual da EFTP no Afeganistão

Situação Atual da EFTP no Afeganistão Data: 8 de mai de 2015 Situaçã Atual da EFTP n Afeganistã Dr. Enayatullah Mayel Diretr Executiv d Prgrama Prgrama Nacinal de Desenvlviment de Cmpetências Ministéri d Trabalh, Assunts Sciais, Mártires e

Leia mais

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios:

Requerimentos de Energia Temporária: Requerimentos Mandatórios: Requeriments de Energia Temprária: Requeriments Mandatóris: Adtar s requeriments mínims definids n Códig Básic da Iniciativa Ética Cmercial (IEC) / Ethical Trading Initative (ETI): O empreg deverá ser

Leia mais

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária Uma nva prpsta para a Agenda Ambiental Prtuária Marcs Maia Prt Gerente de Mei Ambiente O grande desafi a tratar cm as questões ambientais prtuárias é bter um resultad equilibrad que harmnize s cnflits

Leia mais

Laboratório Ibero Americano de Inovação Cidadã Convocatória de Projetos

Laboratório Ibero Americano de Inovação Cidadã Convocatória de Projetos Labratóri Iber American de Invaçã Cidadã Cnvcatória de Prjets Cnvcatória aberta para prjets de invaçã cidadã A iniciativa da Secretaria Geral Iber Americana (SEGIB) Cidadania 2.0, a Agencia Espanhla de

Leia mais

A Produção Animal Frente as Mudanças Climáticas e Tecnológicas

A Produção Animal Frente as Mudanças Climáticas e Tecnológicas A Produção Animal Frente as Mudanças Climáticas e Tecnológicas Prodigy Beach Resort & Conventions Aracaju Barra dos Coqueiros-SE, 29 de julho a 01 de agosto de 2014 www.sbz2014.org.br PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO REGULAMENTO 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O PRÊMIO NA CATEGORIA DE JORNALISMO tem cm bjetiv premiar matérias veiculadas na imprensa nacinal relativas a temas ligads

Leia mais

Um «site Internet» para aprimorar a atuação do Estado e fomentar a comercialização da madeira manejada do interior do Amazonas RESUMO EXECUTIVO

Um «site Internet» para aprimorar a atuação do Estado e fomentar a comercialização da madeira manejada do interior do Amazonas RESUMO EXECUTIVO Flresta Viva Prjet de prmçã d manej sustentável das flrestas pela prduçã e cmercializaçã da madeira n Amaznas Um «site Internet» para aprimrar a atuaçã d Estad e fmentar a cmercializaçã da madeira manejada

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS PROJETO DE REFORÇO DAS CAPACIDADES E COMPETÊNCIAS RELATIVAS A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS ILHAS Crdenadr: Parceirs: SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS Intercâmbi

Leia mais

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Prgrama Ciência sem Frnteiras, lançad n dia 26 de julh de 2011, é um prgrama d Gvern Federal que busca prmver a cnslidaçã, a expansã e a internacinalizaçã

Leia mais

ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE.

ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE. ATA DO 1º ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE TRANSPORTES, LOGÍSTICA E MOBILIDADE. As 17 e 18 dias d mês de agst de 2016, entre 08:00 e 18:00 hras, na sala 318 d prédi esclar d Centr

Leia mais

Programa Beleza Empreendedora Ciclo 2015

Programa Beleza Empreendedora Ciclo 2015 Programa Beleza Empreendedora Ciclo 2015 Proposta de Patrocínio Apresentação A ação denominada de Jornada Beleza Empreendedora, reuniu e aproximou representantes comerciais, distribuidores, lojistas, profissionais

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (Qualificação PME) Página 1 de 10. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (Qualificação PME) Página 1 de 10. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (Qualificaçã PME) Página 1 de 10 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

Proposta de Patrocínio

Proposta de Patrocínio Proposta de Patrocínio Sobre o PrêmioABT Dirigido a empresas e profissionais que praticam a excelência em atendimento e relacionamento com o cliente, o PrêmioABT tem como objetivos identificar, reconhecer

Leia mais

DE LÉS-A-LÉS, PELA CIDADANIA GLOBAL COM A EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

DE LÉS-A-LÉS, PELA CIDADANIA GLOBAL COM A EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE LÉS-A-LÉS, PELA CIDADANIA GLOBAL COM A EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO 1. INTRODUÇÃO, OU COMO SURGE A ED O cnceit de Educaçã para Desenvlviment surge n cntext ds prcesss de desclnizaçã d pós-guerra

Leia mais

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO TOP CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2015 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmi Cidadania, categria Estudante, premia trabalhs de caráter técnic u científic, referente a implementaçã

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Edital nº26/2015 PROPP/UEMS, 28 de agst de 2015. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENSINO EM SAÚDE, MESTRADO PROFISSIONAL, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

1. O Programa. 2. Conteúdo programático

1. O Programa. 2. Conteúdo programático EDITAL SENAI-UFPE-ACCENTURE-FACEPE 01/2016 O Departament Reginal d Serviç Nacinal de Aprendizagem Industrial de Pernambuc SENAI-PE, trna públic presente Edital que estabelece prcess de Seleçã e Admissã,

Leia mais

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013

Salvador, Bahia Sexta-feira 19 de Julho de 2013 Ano XCVII N o 21.187 EDITAL Nº 073/2013 Salvadr, Bahia Sexta-feira 19 de Julh de 2013 An XCVII N 21.187 EDITAL Nº 073/2013 FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA SELEÇÃO DE DIVULGADORES DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2014 DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA

Leia mais

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários.

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários. OBJETIVO Este dcument tem cm bjetiv definir as plíticas referentes à relaçã entre a Siux e seus funcináris. A Siux se reserva direit de alterar suas plíticas em funçã ds nvs cenáris da empresa sem avis

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO

CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO REALIZAÇÃO Há mais de 10 anos foi criada a ASSOCIAÇÃO PARAIBANA DA QUALIDADE que assumiu de nitivamente a coodenominação Programa Paraibano da

Leia mais

Proposta de Plano de Atividades e Orçamento

Proposta de Plano de Atividades e Orçamento Prpsta de Plan de Atividades e Orçament Mandat 2013/2014 Direçã da Assciaçã de Estudantes d Externat Frei Luís de Susa Almada, 8 de utubr de 2013 Assciaçã de Estudantes d Externat Frei Luís de Susa Prpsta

Leia mais

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Plan de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Escla Clégi Eng Juarez Wanderley Prfessr Fernand Nishimura de Aragã Disciplina Infrmática Objetivs Cnstruçã de um website pessal para publicaçã de atividades

Leia mais

APRESENTAÇÃO JUSTIFICATIVA

APRESENTAÇÃO JUSTIFICATIVA APRESENTAÇÃO O Grup Cultural Cab de Sant Agstinh - GRUCSA, cm api d Cmitê Cmunitári Cab de Frça 1 e da Assciaçã ds Mradres da Praia de Gaibu 2, realizará, n dia 03 de abril de 2015, das 20h00 às 22h30,

Leia mais

Anexo 01 - Mapeamento Documentos ISO. Mapeamento dos Documentos ISO. Pasta/ forma Sala Supervisão. Pasta documentos da ISO

Anexo 01 - Mapeamento Documentos ISO. Mapeamento dos Documentos ISO. Pasta/ forma Sala Supervisão. Pasta documentos da ISO Item 01 02 03 04 05 06 Refere a dcument PQN-02 PQN-02 07 PQN-05 08 09 10 Identificaçã Nme d registr Cntrle de emissã e distribuiçã de dcuments Matriz ds registrs da qualidade Ficha de cntrle de atualizações

Leia mais

DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS

DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS DIRETRIZES E CRITÉRIOS PARA APLICAÇÃO DOS RECURSOS Prjets n Bima Amazônia A Critéris Orientadres B C D E F Cndicinantes Mínims para Prjets Mdalidades de Aplicaçã ds Recurss Restriçã de Us ds Recurss Critéris

Leia mais

Fund Sci al Trilh da Nascente 1 Índice 2 Intrduçã... 2 3 Participante... 2 3.1 Natureza de participante... 2 3.2 Definiçã d tip de participante... 2 4 Caracterizaçã... 2 4.1 Extensã... 2 4.2 Prpriedades...

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO)

FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO) FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA 2014 O MELHOR DA MÚSICA FRANCESA (INCLUINDO O REPERTORIO FRANCÓFONO) CALENDÁRIO DO FESTIVAL DA CANÇÃO FRANCESA DA ALIANÇA FRANCESA 2014 13 de julh de 2014 Lançament e publicaçã

Leia mais

PLANO DE PARTICIPAÇÃO COMERCIAL

PLANO DE PARTICIPAÇÃO COMERCIAL PLANO DE PARTICIPAÇÃO COMERCIAL Porque participar de Feiras e Eventos? As feiras são um dos meios de maior efetividade na criação e manutenção de relações comerciais. Em uma era cada vez mais digital,

Leia mais

Principais Informações

Principais Informações Principais Infrmações Quem é Benefix Sistemas? Frmada pr ex-executivs e equipe de tecnlgia da Xerx d Brasil, que desenvlvem e suprtam sluções e estratégias invadras para setr públic, especializada dcuments

Leia mais