Sistema de Rotulação. Guilhermo Reis O que significa essa frase? Se não aguenta a vara peça cacetinho!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema de Rotulação. Guilhermo Reis www.guilhermo.com. O que significa essa frase? Se não aguenta a vara peça cacetinho!"

Transcrição

1 Sistema de Rotulação Guilhermo Reis 2 O que significa essa frase? Se não aguenta a vara peça cacetinho! 1

2 3 Se não aguenta a vara peça cacetinho! No dialeto baianês : Vara: pão de sal (200g) Cacetinho: pão de sal pequeno (50g) Traduzindo: O que significa essa frase? Se não agüenta pão grande peça pão pequeno! 5 Objetivo do Sistema de Rotulação O sistema de rotulação é o componente da Arquitetura de Informação que estabelece as formas de representação, de apresentação da informação, definindo signos para cada elemento informativo. Seu desafio é criar uma linguagem clara, compreensível e sem ambigüidades. 2

3 6 O que são rótulos? Rótulo ou termo (em inglês utiliza-se a palavra label) é um símbolo lingüístico utilizado para representar um conceito. Um rótulos pode ser: Textual (ou verbal): composto por uma ou mais palavras Não textual: composto por imagens, ícones, sons ou gestos Árvore = = Rótulo textual Rótulo não textual (ícone) Conceito 7 O que são rótulos? Atribuir rótulos a conceitos é uma habilidade natural dos seres humanos. Uma língua nada mais é que um conjunto grande e complexo de rótulos. O objetivo dos rótulos é comunicar o conceito eficientemente, ou seja, comunicar sem ocupar muito espaço na página e sem demandar muito esforço cognitivo do usuário para compreendê-lo. 3

4 8 Por que você deve se importar com rótulos? Atribuir rótulos a conceitos é uma habilidade natural dos seres humanos. Uma língua nada mais é que um conjunto grande e complexo de rótulos. O objetivo dos rótulos é comunicar o conceito eficientemente, ou seja, comunicar sem ocupar muito espaço na página e sem demandar muito esforço cognitivo do usuário para compreendê-lo. É através do rótulo que o usuário quais são as informações oferecidas, que ações pode executar e como o sistema funciona. Os rótulos estão em tudo que o usuário vê na interface e até coisas que ele não vê. Em um site, por exemplo, os rótulos estão nos títulos de páginas, nos itens de menu, nas opções de navegação, nos campos de formulário, nos links dentro das páginas e nos meta-dados utilizados na indexação das páginas, as metatags title, keyword e description. 9 (junho/2008) 4

5 11 Dificuldades no projeto do Sistema de Rotulação Conseguir falar a linguagem do usuário. O usuário normalmente vive em um ambiente distante do arquiteto de informação, por isso convive com gírias, expressões técnicas e até dialetos próprios. Toda organização possui uma linguagem interna própria e muitas vezes, devido a suas políticas internas, utiliza essa linguagem para criar os rótulos do website. Porém é comum que os usuários não compreenda essa linguagem, especialmente aqueles que não vivem no ambiente interno da empresa. Superar a ausência de feedback. Numa conversa, nós seres humanos dispomos de uma infinidade de recursos comunicação e de feedback que nos auxiliam, em tempo real, a verificar se nossas mensagens estão sendo bem compreendidas (gestos, entonação de voz, perguntas, etc.). Em um website não existe esse feedback em tempo real entre o arquiteto de informação e o usuário. As formas de feedback existentes são poucas e raramente são em tempo real. Elas normalmente estão na forma de medição de acesso as páginas, s, sugestões e reclamações. 12 O site da Cartoon Network fala a linguagem dos usuários. Esse site utiliza como rótulo no menu desenhos dos seus personagens ao invés dos seus nomes. Desse modo até crianças em fase inicial de alfabetização conseguem compreender. 5

6 13 Seja consistente Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação A consistência é talvez a diretriz mais importante da Usabilidade. Ela permite que o usuário preveja o comportamento do sistema e assim facilita a sua aprendizagem. Nos rótulos existem 6 níveis de consistência que precisam ser observados: Estilo: consistência no uso de caixa-alta e caixa-baixa e da pontuação. Apresentação: consistência na aplicação de fontes, cores, tamanhos de letra e espaços em branco. Sintaxe: uniformidade na forma sintática dos rótulos( grau, número, gênero, tempo verbal, etc.). Usar, por exemplo, apenas verbos no infinitivo ou apenas substantivos. Granularidade: equalização na especificação dos rótulos evitando misturar, no mesmo nível, rótulos com significado abrangente (ex: Restaurantes) com rótulos com significado estreito (Ex: Cantinas Italianas). Audiência: não misturar rótulos para públicos diferentes. Por exemplo, não misturar termos científicos com populares. Completude: cobrir completamente o escopo definido pelos rótulos. Por exemplo, se uma interface possui os comandos frente, trás e direita automaticamente o usuário irá procurar pelo comando esquerda. 14 Inconsistência na Completude O site da Fritex, indica que o salgadinho Assado! é saudável. Isso causa a impressão, por causa da inconsistência na completude, que os demais salgadinhos não são saudáveis. (maio/2008) TÁ DIFICIL, Tá difícil Fritex é saudável ou não?,

7 15 Estreite o escopo Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Quanto mais focado um website estiver em seu público-alvo, contexto e conteúdo, mais fácil será definir seus rótulos. Problemas como homonímia e ambigüidade reduzem muito quando se estreita a abrangência do assunto. Caso o website tenha de atender vários públicos-alvos ou cobrir assuntos diferentes pode-se optar por criar sub-sites com escopo estreito. 16 O escopo muito abrangente do portal UOL dificulta a criação de um sistema de rótulos consistente e sem ambiguidades. Algumas inconsistências: Carros (plural), Cinema (singular) Blog Fotolog (separado por uma barra vertical), Tempo Trânsito Mapas (sem elemento separador) Algumas ambiguidades: Últimas Notícias e UOL News Jornais e Folha Online Classificados e Empregos Blog Fotolog e Sites Pessoais Diversão e Arte e Cinema e Televisão 7

8 A versão do UOL de 2011 estreitou o escopo ao dividir o grande menu do site em categorias. Apesar de ter um menu com mais itens que na versão de 2005, eles estão mais consistentes e menos ambíguos. 17 (outubro / 2011) 18 Evite siglas Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Siglas são abreviações para palavras usadas frequentemente. São muito comuns no vocabulário interno das organizações, mas nem sempre os usuários as conhecem. Utilize apenas siglas universalmente aceitas. Ex: AIDS, CD, TV. O que é LCD? Melhor usar Tela ou Tela de LCD 8

9 19 Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Elimine as dúvidas É comum que o usuário tenha dúvidas com os rótulos do website porque o item que procura pode estar em mais de uma categoria. Sinônimos e quase-sinônimos são tipos de rótulos que podem gerar dúvida e devem ser evitados. Evite esse tipo de dúvida criando categorias mutuamente exclusivas ou colocando links para o mesmo item em todas as categorias que geram dúvidas. Também pode ser criado um rótulo que junte dois ou mais termos quase-sinônimos. O Submarino duplica os itens de menu que podem gerar dúvidas. (dezembro/11) 9

10 Empréstimo e financiamento são termos quase sinônimos. A diferença entre eles são detalhes técnicos desconhecidos do público em geral Assim, para não gerar dúvidas, o HSBC unificou criou esses dois termos em uma única categoria. Ao clicar nessa categoria o cliente verá diversos produtos e poderá escolher o mais adequado a sua necessidade, sem ter de se preocupar em saber se é um empréstimo ou um financiamento. 21 (dezembro/11) 22 Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Explicite os itens hierarquicamente inferiores (itens filhos) Explicitar os itens filhos, ou seja, mostrar junto com a categoria alguns dos seus itens filhos é uma das melhores de apresentar uma categoria porque os itens filhos explicam, por serem exemplos, ajudam a explicar o item pai e servem de atalho para os itens acessados mais frequentemente. (dezembro/2011) dir.yahoo.com (dezembro/11) (dezembro/11) 10

11 23 Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Consulte outros sistemas de rotulação. É muito raro, para não dizer impossível, que um sistema de rotulação seja inédito, que ninguém na face da Terra em toda a história da humanidade não tenha feito nada parecido. Normalmente existe algum outro trabalho com rótulos semelhante que já desenvolvido. Ao se projetar um sistema de rotulação, busque sistemas semelhantes para observar os rótulos mais frequentes e o vocabulário utilizado com o público-alvo. Observe websites de concorrentes, websites correlatos e tesauros. 24 Websites concorrentes possuem sistema de rotulação semelhantes 11

12 25 Websites concorrentes possuem sistema de rotulação semelhantes 26 Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Utilize termos padrões A web já tem alguns padrões para os rótulos nos websites. Procure seguir esses padrões porque são familiares para a maioria dos usuários. Alguns exemplos de rótulos que já se tornaram padrão nos websites: Main, Main Page, Home, Home-Page, Página Inicial, Início Search, Find, Busca, Buscar SiteMap, Contents, Table of Contents, Index, Mapa do Site Contact, Contact Us, Contact Webmaster, FeedBack, Contate-nos, Fale Conosco, Entre em contato Help, FAQ, Frequently Asked Questions, Ajuda, Dúvidas, Tire suas Dúvidas News, What s New, Notícias, Últimas Notícias About, About us, About < company name >, Who We Are, Quem Somos, Sobre a <empresa> Shopping Cart, Carrinho de Compras 12

13 27 Termos Padrões Qual é o sabor dessa bala? 28 Termos Padrões Quando utilizar termos padrões utilize-os para embalar o conteúdo a que eles normalmente se referem de modo que o usuário não tenha surpresas. A cor verde é normalmente utilizada para embalar balas de hortelã, menta ou maça verde, mas nesse caso foi utilizada para embalar uma bala de uva indo contra o modelo mental do usuário. 13

14 29 Recomendações para o projeto do Sistema de Rotulação Padronize os sinônimos e quase sinônimos Toda língua é repleta de sinônimos ( farol e semáforo ) e quase sinônimos ( início e começo ). Um website precisa manter a consistência também no nível dos sinônimos tratando os mesmos conteúdos pelos mesmos nomes. Para padronizar e facilitar o controle dos termos sinônimos e quase sinônimos crie um arquivo de autoridade (authority file): Liste todos os rótulos do website Elimine as duplicidades Agrupe os sinônimos e quase-sinônimos Em cada grupo escolha qual é o termo preferencial Ex: { farol, semáforo } termo preferencial farol Manuais de redação e estilo de jornais, como o do Estado de S. Paulo, são exemplos de arquivos de autoridade. Para garantir a consistência entre os jornalistas, esses manuais definem como determinadas palavras devem ser escritas no jornal (Ex: online é sem hífen). 30 Sistema de Rotulação com Ícones Usando ícones como rótulos Ícones podem representar as informações da mesma maneira que os rótulos textuais. A vantagem do ícone é que uma vez foi compreendido, eles são reconhecimentos mais rapidamente que rótulos textuais porque o nosso cérebro armazena melhor imagens que textos. O problema dos ícone é que eles constituem uma língua limitada quando comparada aos rótulos textuais, assim é mais difícil aprender o que um ícone significa, ainda mais se ele representa um conceito complexo ou abstrato. 14

15 31 O que esses ícones significam? Chat Notícias Esportes Tempo Terra Mail Compras Horóscopo 32 Usando ícones como rótulos Os ícones são apresentados ao lado dos rótulos textuais no menu para ensinar o significado para os usuários novatos A barra de ferramentas é toda composta de ícones tornando-a um bom atalho para os usuários experientes. 15

16 33 Tipos de Ícones Os ícones podem ser classificados em quatro tipos conforme a relação entre as imagens e os conceitos que elas representam. A seguir está apresentada essa classificação, dos ícones mais fáceis de serem compreendidos para os mais difíceis. 1- Ícones de resemblance: representam o conceito através de uma imagem análoga e por isso são fáceis de serem compreendidos. A placa de transito Área com Desmoronamento representa o conceito como desenho de um desmoronamento. 3- Ícones simbólicos: utilizam uma imagem para representar um conceito com significado maior que a imagem em si mesma. A taça com a rachadura indica o conceito de frágil, porém frágil é um conceito maior que uma taça quebrada. 2- Ícones exemplares: representam o conceito através de um exemplo ou de uma parte do todo. Por isso sua interpretação é dependente de contexto. O garfo e a colher são uma parte do restaurante, mas são utilizados para representar o restaurante inteiro. 4- Ícones arbitrários: guardam relação arbitrária com o conceito subjacente (normalmente definida em uma norma ou convenção), portanto, a associação deve ser aprendida. Material radioativo é identificado por este símbolo porque foi definido em normas internacionais. 34 Ícones ainda podem ter uma de três formas: Tipos de Ícones Objetos concretos, do tipo resemblance Símbolos abstratos Mistos, uma combinação dos dois O ícone misto geralmente consegue ficar mais próximo do ícone de resemblance, quando utiliza as formas abstratas com significado. Eles são úteis para revelar dinamismo, sensação de movimento, idéia de ação ou processo. 16

17 35 Linguagem baseada em ícones Quando for necessário produzir uma quantidade grande de ícones, crie uma linguagem baseada em ícones. Segundo HORTON (1994) [29] esse tipo de linguagem: Reduz o esforço necessário para projetar, desenhar, testar e revisar os ícones Assegura e reforça a consistência entre os ícones Torna os ícones auto-explicativos e dedutíveis Ajuda os usuários a iniciar mais rapidamente e a dominar a interface mais cedo HORTON, W. O Livro do Ícone. Berkeley, Linguagem baseada em ícones Ex: Imagine que você precise projetar um software de desenho. Nesse software tem apenas duas ações: Desenhar Apagar E tem apenas três objetos podem ser desenhados: Círculo Quadrado Triângulo Como seriam os ícones desse software? 17

18 37 Caixa Eletrônico Alienígena DEITRICH, D. ; PATTERSON, W. ; WARNER, B. ATM Interface Redesign, cc. gatech. edu/ computing/ classes/ cs6751_ 94_ summer/ deitrich/ project. html 38 Caixa Eletrônico Alienígena DEITRICH, D. ; PATTERSON, W. ; WARNER, B. ATM Interface Redesign, cc. gatech. edu/ computing/ classes/ cs6751_ 94_ summer/ deitrich/ project. html 18

19 39 Ícones Padrão Assim como os rótulos textuais já existem alguns ícones padrões na web. Procure utilizá-los porque eles são familiares para a maioria dos usuários. Significado Ícone Exemplo Avançar Seta para frente Voltar Seta para traz Home Casinha g1.globo.com Buscar Lupa Ajuda, Dúvida Interrogação (?) Atenção Exclamação! video.globo.com Upload Seta para cima Download Seta para baixo baixaki.ig.com.br Favoritos Estrela ou coração gmail.com Som, música Notas musicais Carta Imprimir Impressora g1.globo.com Acesso Restrito, Segurança Cadeado Carrinho de compras Carrinho de supermercado 19

Sistema de Rotulação. Estabelece as formas de representação, de apresentação, da informação, definindo signos para cada elemento informativo.

Sistema de Rotulação. Estabelece as formas de representação, de apresentação, da informação, definindo signos para cada elemento informativo. Sistema de Rotulação Estabelece as formas de representação, de apresentação, da informação, definindo signos para cada elemento informativo. Porque você deve se importar com rótulosr Rótulo é uma forma

Leia mais

Arquitetura de Informação - 5

Arquitetura de Informação - 5 Arquitetura de Informação - 5 Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Objetivo do Sistema de Navegação O sistema de navegação é o componente da Arquitetura de Informação

Leia mais

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com Sistema de Navegação 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 O que é navegar? Navegar é alcançar um destino que está fora do alcance de campo de visão do ponto de partida. Para alcançar seu destino, o

Leia mais

Arquitetura de Informação - 6

Arquitetura de Informação - 6 Arquitetura de Informação - 6 Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Objetivo do Sistema de Rotulação O sistema de rotulação é o componente da Arquitetura de Informação

Leia mais

Arquitetura de Informação - 4

Arquitetura de Informação - 4 Arquitetura de Informação - 4 Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Esquemas de Organização da Informação Exata Divide a informação em categorias bem definidas e mutuamente

Leia mais

Existem 109 questões nesta pesquisa

Existem 109 questões nesta pesquisa FASE 2: ANÁLISE DO WEBSITE INSTRUÇÕES Leia atentamente todas as questões Explore o website em avaliação, procurando pelas questões propostas Depois, responda cada questão Algumas questões precisam de informações

Leia mais

Arquitetura de Informação e Usabilidade

Arquitetura de Informação e Usabilidade Arquitetura de Informação e Usabilidade Guilhermo Reis ENCOINFO Palmas / TO março/2009 Era uma vez um atendimento do Help Desk... 1 www.youtube.com/watch?v=jo3rl2kxb4g Nós somos viciados em computador

Leia mais

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua É a palavra que identifica o ser humano, é ela seu substrato que possibilitou a convivência humana

Leia mais

Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign

Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Apresentação, Fluxo de Desenvolvimento e Arquitetura da Informação Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net

Leia mais

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign

Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Webdesign Fluxo de Desenvolvimento do Webdesign Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net Tópicos da Aula 1. Design 2. Importância do

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA. @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil

SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA. @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil SCIENCEDIRECT ACRESCENTE VALOR A SUA PESQUISA @ElsevierLAS www.sciencedirect.com www.americalatina.elsevier.com/brasil O que é ScienceDirect? ScienceDirect é a base de dados de textos completos revisados

Leia mais

U NIFACS ERGONOMIA INFORMACIONAL PROFª MARIANNE HARTMANN 2006.1

U NIFACS ERGONOMIA INFORMACIONAL PROFª MARIANNE HARTMANN 2006.1 U NIFACS ERGONOMIA INFORMACIONAL PROFª MARIANNE HARTMANN 2006.1 AULA 20 PROBLEMAS DE INTERFACE 12.maio.2006 FAVOR DESLIGAR OS CELULARES usabilidade compreende a habilidade do software em permitir que o

Leia mais

Critérios. Melhores Práticas e Regras

Critérios. Melhores Práticas e Regras AULA 10 - ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO WEB Usabilidade Projetando para o usuário Os conceitos de usabilidade têm como base o desenvolvimento de projetos centrados nas necessidades reais dos usuários. Lembre-se,

Leia mais

MANUAL DE USO DO PORTAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

MANUAL DE USO DO PORTAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Listas Site de uma Escola Site de uma Escola específica Todos os Sites de Escola possuem a mesma hierarquia, porém conteúdo próprio. A imagem a seguir ilustra a hierarquia do Site da Escola EMEF OLAVO

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 Acessando endereços simultaneamente Parte 2 Um recurso interessante e extremamente útil é o de abrir várias janelas ao mesmo tempo. Em cada janela você poderá acessar um endereço diferente na

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Como acessar. Pelo portal de sua instituição de ensino. Pelo endereço personalizado (URL) Existem duas maneiras distintas de acesso:

Como acessar. Pelo portal de sua instituição de ensino. Pelo endereço personalizado (URL) Existem duas maneiras distintas de acesso: Manual de Uso Sumário Slide 4 Como acessar Slide 5 Como acessar via tablet Slide 6 Estante Slide 7 Botões da Estante Slide 8 Ajuda Slide 9 FAQ Frequently Asked Questions Slide 11 Como atualizar seus dados

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

Listas Site Secretaria Site Secretaria A imagem a seguir ilustra a diagramação do Site da Secretaria:

Listas Site Secretaria Site Secretaria A imagem a seguir ilustra a diagramação do Site da Secretaria: Listas Site Secretaria Site Secretaria A imagem a seguir ilustra a diagramação do Site da Secretaria: Figura 2: diagramação do Site da Secretaria 42ListasSecretaria - 1 - LISTAS E BIBLIOTECAS DO SITE DA

Leia mais

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Folha de dados Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Para mais informações, visite: http://www.google.com/enterprise/search/ Quais

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc Técnica SEO: Search engine Optimization "INDEXADOR" Web Software para Grandes Portais (Gera todo o conteúdo SEO - Otimizado nas buscas)

Leia mais

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web

Avaliação dos Equívocos Descritos por Nielsen em Páginas Web Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Departamento de Informática Aplicada Interação Homem-Computador INF01043 Aluno: Leonardo Garcia Fischer Cartão UFRGS: 116627 Matrícula:

Leia mais

Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado

Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado Por meio do www.webfacil.com.br qualquer usuário de informática é capaz de criar seu próprio site, no domínio que desejar, e

Leia mais

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é:

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é: 1. CONCEITO Completo, prático e rápido. Diante do aumento da complexidade da tributação e do risco fiscal, pelos desafios de conhecimento e capacitação e pela velocidade para acompanhar mudanças na legislação,

Leia mais

Manual de criação de envios no BTG360

Manual de criação de envios no BTG360 Manual de criação de envios no BTG360 Série manuais da ferramenta ALL in Mail Introdução O BTG 360 utiliza a tecnologia do behavioral targert para que você alcance resultados ainda mais assertivos com

Leia mais

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Desenvolvimento Web Usabilidade na Web aula I introdução e o design geral do site Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução A Web oferece uma enorme liberdade de escolha e movimentação Qualquer coisa

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

Criar Mensagens de Auto-Resposta

Criar Mensagens de Auto-Resposta Guia rápido sobre... Criar Mensagens de Auto-Resposta Neste guia... Aprenda a configurar suas auto-respostas para que funcionem em piloto automático. Deixe o GetResponse enviar suas campanhas, mensagens

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

A importância da arquitetura da Informação no desenho de websites

A importância da arquitetura da Informação no desenho de websites A importância da arquitetura da Informação no desenho de websites 2008 Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 Enquanto isso no caixa eletrônico... 1 3 De volta para casa... flickr.com/photos/lukeamotion/2142857770

Leia mais

Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls

Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls Boletim de Guia para os Pais das Escolas Públicas Elementar de Central Falls O objetivo principal do cartão de relatório elementar é comunicar o progresso do aluno para os pais, alunos e outros funcionários

Leia mais

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br Apresentando o GNOME Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br O que é o GNOME? GNOME é um ambiente desktop - a interface gráfica de usuário que roda sobre um sistema operacional - composta inteiramente

Leia mais

Introdução ao EBSCOhost 2.0

Introdução ao EBSCOhost 2.0 Introdução ao EBSCOhost 2.0 Tutorial support.ebsco.com O que é? O EBSCO Host é um poderoso sistema de referência on-line acessível através da Internet, e oferece uma variedade de bases de dados de texto

Leia mais

Sistema de Organização. Determina o agrupamento e a categorização do conteúdo informacional.

Sistema de Organização. Determina o agrupamento e a categorização do conteúdo informacional. Sistema de Organização Determina o agrupamento e a categorização do conteúdo informacional. Onde é mais rápido r encontrar uma palavra? É uma fato simples que quando você tem uma certa quantidade de coisas,

Leia mais

MANUAL E DICAS ASSISTENTE VIRTUAL (AV) ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 POR

MANUAL E DICAS ASSISTENTE VIRTUAL (AV) ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 POR MANUAL E DICAS DO ASSISTENTE VIRTUAL (AV) POR ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 ÍNDICE Introdução...3 Requisitos e Restrições do Assistente...3 Diferenças da Versão

Leia mais

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha.

O Portal da Prefeitura de Assunção foi construído levando em conta: Livre acesso sem necessidade de cadastro prévio ou senha. Prefeitura Municipal de Assunção MANUAL PRÁTICO DE NAVEGAÇÃO APRESENTAÇÃO Este é o Manual de Navegação da Prefeitura Municipal da cidade de Assunção - PB. Tem linguagem simples e é ilustrado para que você,

Leia mais

Interface Homem- Computador

Interface Homem- Computador Interface Homem- Computador (IHC) Profª. Leticia Lopes Leite Software Educacional I Interface Deve ser entendida como sendo a parte de um sistema computacional com a qual uma pessoa entra em contato física,

Leia mais

Construção Páginas de Internet

Construção Páginas de Internet Construção Páginas de Internet Definir um Site no Frontpage Objectivos da sessão: No final da sessão os formandos deverão ser capazes de: Saber o que são os metadados do Frontpage; Distinguir entre Sites

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Período de pesquisa: 03/11/2004 a 30/12/2004 Abril 2005 1/13 Índice Página 1.0 INTRODUÇÃO...03 2.0 Análise das respostas de múltipla escolha...04 3.0

Leia mais

Pró-Reitoria de Educação a Distância. Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos

Pró-Reitoria de Educação a Distância. Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos Pró-Reitoria de Educação a Distância Manual do Ambiente Virtual de Aprendizagem para alunos Como acessar o ambiente 1. Entre no Ambiente Virtual de Aprendizagem localizado na página principal do Portal

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Gestão da Tecnologia da Informação 3ª Série Programação para Web A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL

APOSTILA LINUX EDUCACIONAL MUNICÍPIO DE NOVO HAMBURGO DIRETORIA DE INCLUSÃO DIGITAL DIRETORIA DE GOVERNO ELETRÔNICO APOSTILA LINUX EDUCACIONAL (Conteúdo fornecido pelo Ministério da Educação e pela Pró-Reitoria de Extensão da UNEB)

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 - Área de trabalho e personalizando o sistema... 3 A área de trabalho... 3 Partes da área de trabalho.... 4 O Menu Iniciar:...

Leia mais

Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu.

Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu. Podemos também definir o conteúdo dos menus da página inicial. Clique em Menus, Main Menu. Como padrão será mostrado o Menu Home. Ao clicar em Home, podemos definir como deverão ser mostrados os conteúdos

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador Sistemas de Informação Prof. Anderson D. Moura Um programa de computador é composto por uma seqüência de instruções, que é interpretada e executada por um processador ou por uma máquina virtual. Em um

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL.

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. Um gráfico no Excel é uma representação gráfica dos números de sua planilha - números transformados em imagens. O Excel examina um grupo de células que tenham sido selecionadas.

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo

ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 experts em Gestão de Conteúdo ez Flow Guia do Usuário versão 1.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4. Entrando em contato com a ez... 4 1.5. Direitos autorais e marcas

Leia mais

2009 Guilhermo Reis www.guilhermo.com. www.youtube.com/watch?v=jo3rl2kxb4g

2009 Guilhermo Reis www.guilhermo.com. www.youtube.com/watch?v=jo3rl2kxb4g Arquitetura de Informação e Usabilidade 2009 Guilhermo Reis www.guilhermo.com Guilhermo Reis Impacta São Paulo março/2009 Mais um atendimento do Help Desk... www.youtube.com/watch?v=jo3rl2kxb4g 1 Nós somos

Leia mais

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller 1 Introdução O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência da Avaliação com o Usuário e da

Leia mais

Manual do Usuário Publicador

Manual do Usuário Publicador Manual do Usuário Publicador Portal STN SERPRO Superintendência de Desenvolvimento SUPDE Setor de Desenvolvimento de Sítios e Portais DEDS2 Versão 1.1 Fevereiro 2014 Sumário Sobre o Manual... 3 Objetivo...

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET Profª Danielle Casillo SUMÁRIO O que é Internet Conceitos básicos de internet

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO 10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO UMA DAS GRANDES FUNÇÕES DA TECNOLOGIA É A DE FACILITAR A VIDA DO HOMEM, SEJA NA VIDA PESSOAL OU CORPORATIVA. ATRAVÉS DELA, ELE CONSEGUE

Leia mais

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução 1 Ivan Ferrer Maia Pós-Graduação em Multimeios / Unicamp Disciplina Multimeios e Educação Prof. Dr. José Armando Valente Avaliação Do Site EducaRede Introdução A quantidade de Websites encontrada no universo

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

Arquitetura de Informação

Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Arquitetura de Informação? Ferramentas para Web Design 2 Arquitetura de Informação (AI): É a arte de expressar

Leia mais

Interface com o Usuário

Interface com o Usuário Interface com o Usuário Trabalho da disciplina optativa Computação Gráfica III 1/7 A Interface com o usuário A Interface com o Usuário é uma parte fundamental de um software; é a parte do sistema visível

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar Muitos empresários e profissionais liberais gostariam de estar na Internet, mas, na maioria dos casos, não sabem muito bem por que e nem mesmo sabem a diferença

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

Fundamentos de design

Fundamentos de design Fundamentos de design gordongroup Sobre o gordongroup gordongroup é uma agência de marketing e comunicação de tempo integral e de balcão único, que oferece um conjunto exclusivo de serviços criativos,

Leia mais

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE VIANA DO CASTELO-SERVIÇO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL UFCD 0152 Estrutura de um sítio

Leia mais

GERENCIAMENTO DO CONTEÚDO INFORMATIVO Utilizando O Sistema Web Contábil IDEAL. Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil.

GERENCIAMENTO DO CONTEÚDO INFORMATIVO Utilizando O Sistema Web Contábil IDEAL. Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil. GERENCIAMENTO DO CONTEÚDO INFORMATIVO Utilizando O Sistema Web Contábil 2010 IDEAL Última Atualização: 01/2010 Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil.com Módulo Calendário.:. Aba

Leia mais

Web Design. Prof. Felippe

Web Design. Prof. Felippe Web Design Prof. Felippe 2015 Sobre a disciplina Fornecer ao aluno subsídios para o projeto e desenvolvimento de interfaces de sistemas Web eficientes, amigáveis e intuitivas. Conceitos fundamentais sobre

Leia mais

Derwent Innovations Index

Derwent Innovations Index Derwent Innovations Index DERWENT INNOVATIONS INDEX Cartão de referência rápida ISI Web of Knowledge SM O Derwent Innovations Index é uma ferramenta poderosa de pesquisa de patentes, que combina Derwent

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Prof. Felippe Scheidt IFPR Campus Foz do Iguaçu 2014/2 Objetivo. O objetivo da disciplina é conhecer os princípios da programação de

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online

Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online Capítulo 9 Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online 9.1 Introdução a Internet A palavra Internet é o resultado da junção dos termos inter (internacional) e net (rede), e é o nome da grande rede mundial

Leia mais

4.1. TRABALHAR COM O CALENDÁRIO

4.1. TRABALHAR COM O CALENDÁRIO Calendário 2Calendário 14 INTRODUÇÃO O Calendário é uma grande ferramenta do Outlook que se pode usar como livro de reuniões para escalonar eventos, aperceber-se de datas importantes e gerir a lista de

Leia mais

Soluções para Automatizar. o atendimento e ter eficiência na central

Soluções para Automatizar. o atendimento e ter eficiência na central Soluções para Automatizar o atendimento e ter eficiência na central Soluções para Automatizar o atendimento e ter eficiência na central Automatizar o atendimento ao cliente significa redução de custos,

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda)

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Sumário Introdução...3 Entrar (Login)...3 Página Inicial (Home Page)...4 Ajuda...5 Conversação (Chat)...6 Mensagens Registradas...7 Registros...8

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Versão 1.0 18/01/2013 Sempre consulte por atualizações deste manual em nossa página. O Cotação Web está em constante desenvolvimento, podendo ter novas funcionalidades adicionadas

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Procedimentos Ly n ns O Rei dos Blogs Crescendo empreendedores Sumário Propósito... 3 Estrutura do Manual... 4 1. Iniciando... 5 1.1. O que é o Portal LyonBlogs... 5 1.2. Qual é o Objetivo...

Leia mais

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK APRENDA AS ÚLTIMAS DICAS E TRUQUES SOBRE COMO DAR UM TAPA 3.0 NA SUA LOJA VIRTUAL. www.rakutencommerce.com.br E-BOOK propósito desse ebook é muito simples: ajudar o varejista on-line a dar um tapa 3.0

Leia mais

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível SIEP / RENAPI Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Setembro de 2009 Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Cuidados em geral Separar adequadamente

Leia mais

Novell Teaming 2.0. Novell. 29 de julho de 2009. Início Rápido. Iniciando o Novell Teaming. Conhecendo a interface do Novell Teaming e seus recursos

Novell Teaming 2.0. Novell. 29 de julho de 2009. Início Rápido. Iniciando o Novell Teaming. Conhecendo a interface do Novell Teaming e seus recursos Novell Teaming 2.0 29 de julho de 2009 Novell Início Rápido Quando você começa a usar o Novell Teaming, a primeira coisa a se fazer é configurar sua área de trabalho pessoal e criar uma área de trabalho

Leia mais

Outlook 2003. Apresentação

Outlook 2003. Apresentação Outlook 2003 Apresentação O Microsoft Office Outlook 2003 é um programa de comunicação e gerenciador de informações pessoais que fornece um local unificado para o gerenciamento de e-mails, calendários,

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet WEB Usabilidade WEB usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet no design de produtos e de software tradicionais, usuários pagam antes e experimentam a usabilidade depois na WEB experimentam

Leia mais

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.

Cetac - Centro de Ensino e Treinamento em Anatomia e Cirurgia Veterinária Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com. Manual Técnico do Sistema Administrativo do site Cetacvet.com.br SÃO PAULO - SP SUMÁRIO Introdução... 3 Autenticação no sistema administrativo... 4 Apresentação do sistema administrativo... 5 Gerenciamento

Leia mais

Sumário. Vipexpress Plataforma web para intermediação de vendas online entre usuários

Sumário. Vipexpress Plataforma web para intermediação de vendas online entre usuários Sumário... 1 Sobre o Vipexpress... 2 Vantagens do Marketplace... 2 Funcionalidades destaques da plataforma... 2 Categorias... 2 Anúncios... 3 Módulo de pedidos do administrador... 3 A combinar com o vendedor...

Leia mais

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo

VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo VPAT (Voluntary Product Accessibility Template, Modelo de Acessibilidade de Produto) do eportfolio da Desire2Learn Maio de 2013 Conteúdo Introdução Recursos de acessibilidade principais Navegação usando

Leia mais