Lovemarks e as estratégias de fidelização da marca Sucos do Bem. 1 Lovemarks and the strategies of brand loyalty from Sucos do Bem.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lovemarks e as estratégias de fidelização da marca Sucos do Bem. 1 Lovemarks and the strategies of brand loyalty from Sucos do Bem."

Transcrição

1 Lovemarks e as estratégias de fidelização da marca Sucos do Bem. 1 Lovemarks and the strategies of brand loyalty from Sucos do Bem. Cinthia Genguini Pós-Graduanda UTP-PR - i Daniele Ukachenski - Pós-Graduanda UTP-PR - ii Débora Braga Schwarz Pós-Graduanda UTP-PR - iii Felipe Russi Cordeiro Pós-Graduando UTP-PR - iv Lucina R.Viana - Doutoranda UTP-PR v Randy Rachwal Mestre UTP-PR vi Resumo: Este artigo se propõe a analisar a construção de uma lovemark por meio da ótica de seu posicionamento estratégico, identidade visual e comunicação através do site institucional da empresa e da página institucional da marca na plataforma social Facebook. O objeto da pesquisa é a marca de bebidas Do bem. Parte-se de uma breve levantamento da presença da marca nas plataformas mencionadas, relatos de um consumidor impactado pelas estratégias utilizadas e de revisão bibliográfica sobre o tema. Conclui-se que através do posicionamento e escolhas estratégicas da empresa que a marca Do bem tem as características necessárias para ser considerada uma lovemark. Palavras Chave: Comunicação, lovemarks, mídia social, estratégia; fidelização. Abstract: This article aims to analyze the construction of a lovemark through the lens of its strategic positioning, branding and communication through the company website and corporate brand page on Facebook social platform. The object of research is the brand of drinks Sucos do bem. It starts with a brief survey of brand presence on the platforms mentioned reports of a consumer impacted by the strategies used and reviewed the literature on the subject. We conclude that by positioning and strategic choices that the company's brand of Sucos do bem has the core characteristics to be considered a lovemark. 1 Artigo desenvolvido inicialmente em junho de 2011, para a disciplina de Metodologia Científica, do MBA em Gestão da Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet COMDPI, e adaptada para este congresso a partir das conclusões estabelecidas.

2 Palavras Chave: Communication, Lovemarks, social media, strategy, loyalty. Objetivos e metodologia: Este trabalho tem como objeto de pesquisa entender a estratégia de posicionamento da marca de bebidas Do bem 2, através da análise de sua comunicação digital e posicionamento estratégico, identidade visual e linguagem utilizadas na comunicação digital da marca, com enfoque no site da empresa e no perfil institucional da marca na plataforma Facebook. A partir desses pontos, pretendemos entender se a marca pesquisada possui as características de uma lovemark apontadas por Roberts (2005) como sendo: mistério, sensualidade e intimidade, justificando a categorização da marca como uma marca do coração, quando este as define como uma marca que possui a característica se evocar a fidelidade além da razão e são consideradas pelos consumidores sua propriedade, suas marcas do coração (ROBERTS, 2005, p. 66). Partimos de um breve levantamento da presença da empresa na internet, destrinchadas a partir das conversas entre a marca e seus consumidores, com especial foco no diálogo entre a marca e um integrante da equipe que aqui desenvolve este artigo 3. São utilizadas também informações adquiridas através de s trocados com os responsáveis pela empresa. Identificaremos quais as formas de captação desses escudeiros, ou fãs, os quais fogem à média e são levados pela paixão, criatividade e por uma noção de dever (MCCONNELL & HUBA, 2008, p. 3). A partir do relato da experiência pessoal de um consumidor impactado pela estratégia de comunicação da empresa, explicaremos o efeito que lovemarks possuem nesses nos consumidores fiéis à marca. Esta análise será feita com base em um referencial teórico e será ilustrado com base em um relato de experiência de um consumidor que por recomendar com gosto a sua empresa para amigos, parentes e colegas de trabalho (HUBA & MCCONNELL, 2005), hoje pode ser categorizado como evangelista da Do bem. 2 A grafia correta do nome da marca é do bem com as iniciais em letras minúsculas. Para facilitar a leitura, optamos pela grafia Do bem entre aspas para o nome da marca estudada, recurso este que será utilizado no restante do artigo. 3 O consumidor que relata sua experiência é o acadêmico Felipe Russi Cordeiro, co-autor deste artigo.

3 A empresa A empresa Do bem foi idealizada em 2006, no Rio de Janeiro, pelo administrador de empresas Marcos Leta Leoni 4. Em 2007 a marca ganhou visibilidade e deu início ao crescimento de suas operações. Com o ingresso na rede de supermercados Zona Sul, localizada no Rio de Janeiro, as bebidas Do bem passaram por um teste cego, onde diversas marcas de sucos foram provadas por um grupo de consumidores, sem que eles tivessem conhecimento da marca, e os mesmos deveriam escolher o melhor. Dos dois diretores e três consumidores que experimentaram as bebidas na ocasião, quatro preferiram as Do bem. Com a estratégia de diferenciação de produto tomada pela empresa, a comunicação visual não poderia seguir a mesma linha de outras marcas e sim apresentar algo que transmitisse os ideais da empresa. O bom design exige que se pense em todas as atividades do cliente, abrangendo a aquisição, uso e descarte, e assim, ao invés de frutas fotomanipuladas, personagens simpáticos e divertidos aliados à muita cor, ilustram o conceito de saudável e acessível, tornando alguns clientes verdadeiros fãs Do bem. O fator de fixação diz que há maneiras específicas de fazer com que uma mensagem contagiante se torne inesquecível existem alterações relativamente simples na apresentação e na estruturação das informações que causam uma grande diferença na intensidade de seu impacto. (GLADWELLl, 2000, p. 31) As embalagens da Do bem possuem um grande fator de fixação devido à sua identidade visual despretensiosa e simplificada. Além das suas informações estarem dispostas de uma maneira mais direta e com uma linguagem coloquial, mais próxima da realidade do consumidor, a estratégia de merchandising, uma prática muito utilizada pelas empresas para atrair novos consumidores para sua marca, induz a experimentação de novos produtos, em vez de continuar a usar sua marca preferida (KOTLER & KELLER, 2006). A estratégia de promoção da empresa se absteve dos meios de massa e deram foco à promoção em pontos de vendas e relacionamento com o consumidor. As embalagens são feitas com uma linguagem íntima, que aproxima o consumidor do produto, e faz parte da estratégia de linguagem utilizada, evidenciando mais uma característica para a Do bem ser considerada uma lovemark. Precisamos de emoções, revelações e 4 As informações sobre o histórico da empresa foram extraídas do site

4 grandes gestos em nossos relacionamentos, mas também precisamos de proximidade, confiança e (isso mesmo) intimidade (ROBERTS, 2005, p. 129). Por exemplo a frase vai com tudo, no lugar de fure aqui para indicar o local de abertura da embalagem. Ponto de partida: A experiência de impacto da marca em seus consumidores. Partimos do pressuposto que a marca de bebidas Do bem é uma lovemark, pois é capaz de evocar a fidelidade além da razão (ROBERTS, 2005), ao avaliar o relato de um consumidor que ao ser impactado de maneira positiva pela marca, transformou-se em consumidor defensor da mesma, propagando seus valores, divulgando seus produtos e incentivando a experimentação dos produtos por terceiros. Ele entrou em contato com a marca e seus produtos pela primeira vez a partir da recomendação de um amigo, que já possuía características de evangelizador da marca, mas que não possuía nenhuma relação direta com a empresa ou com suas estratégias promocionais. Através desse vídeo postado por um amigo no Facebook, o consumidor entrou em contato pela primeira vez com a marca Do bem. O vídeo, postado originalmente na plataforma de vídeos Vimeo, possuía cenas lúdicas de um instrumento musical feito de alimentos sendo tocando em cima de uma escrivaninha. Do personagem protagonista do vídeo, só aparecem as mãos, e a direção de arte induz o observador a concluir que a mesa pertence a um jovem, devido aos outros itens ali contidos, como um computador da marca Apple, brinquedos, canetas, post-its e vídeo games. A avaliação do consumidor impactado propõe que a forma com a qual o vídeo fora construído, utilizando a técnica stop motion 5, combinado com a música popular tecnobrega 6, foram os atributos que mais chamaram atenção e o fizeram compartilhar o conteúdo. O vídeo é assinado pela marca Do bem com uma imagem do produto e o slogan Bebidas verdadeiras. Sem adição de açúcar. Sem adição de água. Sem adição de conservantes 7. 5 Stop Motion é a técnica de animação na qual o animador trabalha fotografando objetos, fotograma por fotograma, ou seja, quadro a quadro. 6 Tecnobrega é um gênero musical popular surgido no estado do Pará, no início dos anos 2000, que mistura o brega com música eletrônica. 7

5 Do bem nas plataformas de rede social: uma relação de amor com os clientes Clientes se apaixonam pela marca e passam a defendê-la e divulgá-la em toda a sua rede online de contatos, como algo a ser seguido. Dessa forma, a empresa utiliza as plataformas digitais e suas tecnologias em prol do fortalecimento da marca e por consequência, aumento das vendas. Tendo em vista que o agente de mudança não é a tecnologia em si, e sim os usos e as construções de sentido ao redor dela (HINE, 2005), manifestações de afeto são feitas através de plataformas de redes sociais, gerando um exército em prol da marca que se tornou uma lovemark. Após o primeiro contato com a marca através do vídeo, o consumidor impactado foi conhecer mais sobre a marca através do site da empresa 8. Através do site, pode perceber a proposta e os produtos da Do bem. O consumidor relata que a primeira impressão foi muito positiva, gerando o interesse pela compra mesmo sem saber de pontos de venda disponíveis locais 9. O segundo contato com a marca foi em um ponto de venda, uma cafeteria de nicho em um bairro nobre de Curitiba, onde experimentou o produto pela primeira vez em sua embalagem para consumo individual, de 200ml. O terceiro contato foi na plataforma Facebook, quando em seus feeds identificou que 2 amigos haviam curtido a página institucional da marca. Neste momento, fez o mesmo e passou a receber com frequência as notícias sobre a empresa, seus produtos e seu crescimento. Foram meses até encontrar o produto na gôndola de uma rede de mercados. Ficou tão surpreso quando finalmente encontrou o produto que, ao retornar para casa, postou no mural da marca no Facebook pela primeira vez, agradecendo a novidade e informando que agora ele podia comprar os produtos para consumo diário. A resposta foi muito rápida, no mesmo dia, conforme figura abaixo. 8 Site da empresa: 9 Nota: o consumidor reside em Curitba e a marca é do Rio de Janeiro. A distribuição local, no momento do primeiro contato, era nula ou praticamente inexistente.

6 Figura 1 - Primeira Interação cliente e marca Nota-se que ao interagir com a marca, o consumidor gerou uma informação pertinente para outra usuária da rede, que faz um comentário positivo sobre a notícia. Um consumidor impactou outro, portanto, agiu como uma mídia social. Neste caso, dentro de um canal promovido pela própria marca. Se o objetivo é buscar informações do que leva um consumidor a se deixar influenciar através da comunicação em plataformas de redes sociais e meios eletrônicos, e a permitir que a emoção faça parte do processo de decisão, a Do bem está sendo bem sucedida em recrutar consumidores ativistas, já que as lovemarks são criadas por conexões emocionais com os consumidores que extrapolam os argumentos e benefícios racionais. (ROBERTS, 2005, p. 105). Essa relação com a marca atrai amor e respeito, o que gera uma fidelidade além da razão, o que é algo difícil e almejado em um mundo globalizado, onde as opções são diversas e a experiência com outras marcas é fácil e gostosa para os consumidores. Após sua primeira compra nos mercados, o consumidor impactado começou a interagir mais com a marca através do Facebook. Também indicou a marca e os produtos para amigos, inclusive incentivando a degustação dos produtos. O cuidado da marca com sua comunicação visual, a linguagem nas embalagens e no ambiente digital o encantaram. A cada novo contato, mais próximo o consumidor se sentia da marca. Participou então de um concurso cultural, conforme apontado na figura 3, interagiu com outros usuários (Error! Reference source not found., questionou a empresa sobre a falta de produto na gôndola (Error! Reference source not found. e debateu temas como obesidade infantil (Error! Reference source not found..

7 Figura 2 - Sugestão da marca Figura 3 - Concurso Cultural Figura 4 - Interação com Usuários

8 Figura 5 - Figura 6 - Figura 7 -Debate Figura 8 - Falta de Produtos Do bem como Lovemark Levando-se em conta que as lovemarks tem características de evocar fidelidade, sendo consideradas pelo seus consumidores sua propriedade marca do coração (ROBERTS, 2005, p. 66), e que os consumidores buscam marcas que preencham seus desejos, onde os estímulos emocionais são auxiliadores na tomada de decisão de compra, deixando de ser objetos que satisfazem apenas as necessidades reais e passando a serem produtos que preenchem os desejos mais profundos dos consumidores, onde a satisfação do cliente se mede na quantidade de amor que ele coloca na marca que utiliza. Ainda segundo Roberts, as empresas com grande sucesso possuíam diferenciais como o mistério na forma de comunicar, através da exploração de sonhos e de grandes histórias, a sensualidade através do estímulo da audição, visão, olfato

9 ou paladar, e traziam ainda intimidade ao relacionamento empresa x cliente, criando um compromisso, gerando empatia ou ainda gerando a paixão pela marca. Sem dúvida aí estavam os segredos das lovermarks (ROBERTS, 2005). Dessa forma, podemos reconhecer que grande parte das atitudes da empresa Do bem se enquadram nestes diferenciais. Através de resultados da pesquisa, interação de consumidor e empresa e s trocados observamos que o relacionamento, característica de uma lovemark, é uma das grandes preocupações da empresa, diferente de marcas (não consideradas lovemarks) que apenas sedem informação ao consumidor. Amor diz respeito a ação. Diz respeito a criar um relacionamento expressivo. É um processo constante de se manter em contato, trabalhar com os consumidores, entendê-los, conviver com ele. (ROBERTS, 2005, p. 74) E a Do bem trabalha muito bem esse contato próximo e ágil através das plataformas sociais na internet. Ao observarmos o site da empresa Do bem esta atitude fica clara em vários momentos, principalmente em seus textos, que são escritos com proximidade de quem lê, como se explicassem pessoalmente e com palavras serenas cada um de seus passos. Palavras como paixão, jeitinho, e a frase a gente não se incomodaria em receber junto uma torta de banana com granola, ou um delicioso brownie de chocolate 10, citada na página Fale com a Gente (para os clientes que mandam perguntas) ilustram essa linguagem próxima. Percebe-se que essa forma de escrever os textos aproximam ainda mais os clientes da marca e fazem com que o relacionamento entre empresa e cliente torne-se mais próximo de uma amizade do que de uma instituição. Nesta mesma página, a empresa Do bem diz que decidiram que a Do Bem seria uma empresa mais direta, sem s automáticos, telefones digitais e pessoas virtuais. 11. Esse posicionamento faz com que o cliente que busca uma informação ou uma resposta se imagine conversando com pessoas que poderiam ser donos, gerentes, equipe/parceiros e não apenas com pessoas treinadas a dar determinadas respostas em telemarketing ou então respostas de serviço de atendimento ao cliente, comumente utilizadas em empresas. Segundo informações do site institucional, a empresa diz responder a qualquer pergunta dentro de 24h. Nossa equipe fez o teste da veracidade desta informação. Enviamos um

10 para empresa com algumas questões e tivemos o resultado positivo com as respostas em menos de 12h, isso nos permite dar credibilidade as informações colocadas no site. Ainda na página Fale com a Gente, a empresa se coloca a disposição através de , telefone, carta (remetendo a idéia de que alguns clientes gostam de entrar em contato a moda antiga ) e mídias sociais onde convidam o cliente a fazer parte da nossa família 24h por dia e 7 dias por semana 12. Seguimos para a característica de proximidade, que além de identificada na ação de relacionamento, pode ser percebida em frases e na história da empresa, onde o site descreve seu fundador como um homem que cansado de seu trabalho chato resolveu investir em bebidas saudáveis, buscou respostas no Google e enquadrou sua gravata. Fatalmente qualquer possível cliente da empresa e até mesmo pessoas que não são clientes se identificam com algo de sua história. Quando a empresa relata que o fundador enquadrou sua gravata literalmente, ela sugere aos clientes que façam o mesmo com algo que não gostem e perguntam aos mesmos a propósito para que serve uma gravata? Dê sua idéia mandando um pra 13. Isso faz com que o cliente se ponha por um momento no lugar do fundador da empresa e se imagine fazendo o mesmo. Esta proximidade pode ser visualizada também no relatado trocado com a empresa quando perguntamos sobre o crescimento da empresa de 2007 a 2011, para podermos avaliar a ascensão obtida através das ações e posicionamento, e obtivemos a seguinte resposta: Infelizmente não podemos passar esta informação, tratamos as questões financeiras só internamente. Não fique chateado com a gente, tá?. Segundo o de resposta da empresa, quando perguntamos sobre que tipo de cliente se enquadra em seu publico-alvo, vegetaríamos, vegans ou extremistas, a empresa declarou seus consumidores como pessoas de espírito jovem que dão valor à saúde e ao corpo. As lovemarks sabem como explorar e valorizar suas histórias. Elas sabem que as histórias são contadas por pessoas. (ROBERTS, 2005, p. 90) 12 Frase utilizada pela empresa no site 13 Frase utilizada pela empresa no site

11 Dados o posicionamento e a interação da empresa Do bem com seus consumidores podemos crer que a marca causa em seu consumidor um alto grau de pertencimento, ou seja, essa marca é do consumidor e ele não a troca por nenhuma outra. As lovermarks são propriedades de quem as ama. Simples assim. Mas logo que o ponto de vista do consumidor entra em foco (em vez de simplesmente o da marca) algo fica muito claro. Algumas pessoas de fato levam muito a sério seu amor pela marca (ROBERTS, 2005, p. 70) Esses consumidores que declaram seu amor pela marca são chamados de Inspiradores, e as empresas devem ajudá-los a impulsionar a marca. Considerações Finais: Tomando com base que a empresa Do Bem consegue transmitir mistério, sensualidade e intimidade (ROBERTS, 2005, p. 75) ao consumidor, obtêm um relacionamento de intimidade e não apenas um relacionamento comercial, é possível levar em conta a teoria cognitivista que implica no indivíduo influenciado por fatores cognitivos, percebemos que os esforços comunicacionais da empresa são facilmente assimilados pelo público-alvo da marca que além de consumir, compartilham suas experiências sensoriais, interagem com a marca, catalisam a informação e mobilização de compra de outros consumidores, fazendo valer a condição de fã produzindo conteúdo e colaborando com a difusão da marca apenas pelo conceito de paixão pela mesma. Tornar-se um lovemark não é simplesmente uma decisão estratégica. É uma decisão de objetivo e de existência da marca, caso contrário, será apenas mais uma ação de marketing, para ganhar market share. Após a análise profunda do seu posicionamento, identidade visual e comunicação através do site institucional e do perfil na plataforma Facebook, conclui-se que a Do Bem pode ser considerada uma lovemark.

12 Referências Bibliográficas GLADWELLl, M. (2000). O ponto da virada. Rio de Janeiro: Sextante. HINE, C. (2005). Virtual Methods. Palgrave USA. HUBA, J., & MCCONNELL, B. (2005). Buzzmarketing - criando clientes evangelistas. São Paulo : M.Book. JENKINS, H. (2006). Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph. KOTLER, P., & KELLER, K. L. (2006). Administração de Marketing. Prentice Hall Brasil : Rio de Janeiro. MCCONNELL, B., & HUBA, J. (2008 ). Citizen Marketers - Clientes Armados e Organizados. São Paulo : MBooks. ROBERTS, K. (2005). Lovemarks. São Paulo: MBooks. i Pós-graduanda em Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet da Universidade Tuiuti do Paraná. Bacharel em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela UTP PR. ii Pós-graduanda em Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet da Universidade Tuiuti do Paraná. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Universidade Tuiuti do Paraná e Especialização em Marketing pela FAE. iii Pós-graduanda em Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet da Universidade Tuiuti do Paraná. Formada em Design com habilitação em Moda UTP PR. iv Pós-graduando em Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet da Universidade Tuiuti do Paraná. Bacharel em Administração de Empresas com ênfase em Marketing pela Boston University School of Management e Especialização em Gestão Comercial pela FGV. v Doutoranda em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná, com, com pesquisa em andamento sobre práticas de representação e identificação nas plataformas de redes sociais online. Mestre em Comunicação e Linguagens pela UTP PR e Especialização em Marketing e Comunicação Integrada pela FGV. vi Mestre em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná. Professor Adjunto da UTP e Coordenador do MBA em gestão da Comunicação Online, Marketing Digital e Publicidade na Internet COMDPI.

PALAVRAS-CHAVE: Planejamento digital, Comunicação Digital, Campanha on-line, ONG.

PALAVRAS-CHAVE: Planejamento digital, Comunicação Digital, Campanha on-line, ONG. Planejamento Digital Associação Bezerra de Menezes Experimente Doar ¹ Danielle DORNELLES 2 Daniela NATHALI 3 Gustavo SILVA 4 Karina PÂMELA 5 Larissa MACEDO 6 Nivea ALVES 7 Thais BISPO 8 Janaíra FRANÇA

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD o seu Site e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Conteúdo Introdução Escrever bem é um misto entre arte e ciência Seus conhecimentos geram mais clientes Dicas práticas Faça

Leia mais

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES CONTEÚDOS ANTES DE INICIAR A SUA AVENTURA NAS REDES, TENHA EM CONTA AS SEGUINTES DICAS: Atribua a administração de cada canal e/ou estratégia a alguém que faça parte da sua empresa; Dê formação à sua equipa

Leia mais

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL Victor Nassar 1 O advento da internet e o consequente aumento da participação do consumidor nos websites, representou uma transformação

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS

COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS SUMÁRIO >> O que é branding? 3 >> A experiência do cliente com sua marca no processo de vendas 7 >> Tenha um design agradável que reflita a personalidade

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES

PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES Dhiego da Silva Saraiva, Larissa Crepaldi Trindade Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, Faculdade de Comunicação Social,

Leia mais

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL!

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL! O guia completo para uma presença online IMBATÍVEL! Sumário Introdução 3 Capítulo 1 - Produção de Conteúdo: Por que e Como produzir 5 Capítulo 2 - Distribuição e Divulgação 8 Capítulo 3 - Monitoramento

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

Uma Publicação Grupo IPub. Guia. redes sociais para clínica de estética. Guia de redes sociais para clínica de estética

Uma Publicação Grupo IPub. Guia. redes sociais para clínica de estética. Guia de redes sociais para clínica de estética Uma Publicação Grupo IPub Guia redes sociais para clínica de estética Guia de redes sociais para clínica de estética Conteúdo 1. Introdução 2. A força das redes sociais para clínica de estética 3. As redes

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

A importância de personalizar a sua loja virtual

A importância de personalizar a sua loja virtual A importância de personalizar a sua loja virtual Ter uma loja virtual de sucesso é o sonho de muitos empresários que avançam por esse nicho econômico. Porém, como as lojas virtuais são mais baratas e mais

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Fernando FRESINGHELI 2 Aline FABIANO 3 Lucas VELASQUE 4 Rayan MAGALHÃES 5 Ivana CAVALCANTE

Leia mais

A geolocalização e sorteios em sites de compras coletivas. 1. Geolocalization and promotion on collective purchase websites.

A geolocalização e sorteios em sites de compras coletivas. 1. Geolocalization and promotion on collective purchase websites. A geolocalização e sorteios em sites de compras coletivas. 1 Geolocalization and promotion on collective purchase websites. Amanda de Oliveira Pós-Graduanda UTP-PR - amandalocona@yahoo.com.br i Marcelo

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

Bruno RODRIGUES 2 Irene do CARMO 3 Fernanda BIZARRIA 4 Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, MG

Bruno RODRIGUES 2 Irene do CARMO 3 Fernanda BIZARRIA 4 Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, MG O PAPEL DO EVENTO RED BULL SOAPBOX RACE NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DE MARCA DA RED BULL 1 Bruno RODRIGUES 2 Irene do CARMO 3 Fernanda BIZARRIA 4 Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, MG RESUMO O presente

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Interagindo com a Webcore 1

Interagindo com a Webcore 1 Interagindo com a Webcore 1 Fernando de França LOPES 1 André Gaspar dos SANTOS 2 Carolina Olivieri da Silva FABOSSI 3 Daniel de Souza CORREA 4 Laís Akemi YOKOHAMA 5 Paula Renata Camargo de JESUS 6 Universidade

Leia mais

Proposta de valor. Transforme seu simples estabelecimento numa Flagship Store, adquirindo a

Proposta de valor. Transforme seu simples estabelecimento numa Flagship Store, adquirindo a Transforme seu simples estabelecimento numa Flagship Store, adquirindo a * 25 livros digitais sobre Economia Criativa. * 50 vídeos com diferentes profissionais no formato de 5 minutos sobre os mais distintos

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes FLORIANÓPOLIS 2014 2 RESUMO: O projeto apresentado é resultado

Leia mais

Interatividade UniNorte 1

Interatividade UniNorte 1 Interatividade UniNorte 1 Anne Caroline BARROS 2 Francisco BARBOZA 3 Heverton PAULA 4 Igor SANTOS 5 Eudóxia Pereira da SILVA 6 Márcio Alexandre dos Santos SILVA 7 Centro Universitário do Norte (UniNorte),

Leia mais

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto Cases Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto ContaAzul O ContaAzul é um sistema de gestão empresarial para micro e pequenas empresas. O objetivo é ajudá-las a crescer de forma

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente

10 Coisas Simples Que Você Pode. Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente 10 Coisas Simples Que Você Pode Fazer Agora Para Gerar Tráfego e Leads Gratuitamente Geração de tráfego e converter os leads resultantes em vendas é o último desafio para qualquer comerciante ou empreendedor,

Leia mais

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing

Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente. para qualquer nível de profissional de marketing 3 Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing Elementos essenciais para criar a Jornada do Cliente para qualquer nível de profissional de marketing

Leia mais

O Amor. No Centro de Curitiba 1. Melvin QUARESMA 2 Leandro TAQUES 3 Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR

O Amor. No Centro de Curitiba 1. Melvin QUARESMA 2 Leandro TAQUES 3 Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR RESUMO O Amor. No Centro de Curitiba 1 Melvin QUARESMA 2 Leandro TAQUES 3 Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR O trabalho discorre sobre a fotografia intitulada O amor. No centro de

Leia mais

Surpresas do Cotidiano: Campanha para a Loja Virtual Surpreenda

Surpresas do Cotidiano: Campanha para a Loja Virtual Surpreenda Surpresas do Cotidiano: Campanha para a Loja Virtual Surpreenda Rita Carla da Conceição SILVA 1 Adriely Cristiny de Lima CUNHA 2 Rafael Duarte SILVA 3 Paula Apolinário ZAGUI 4 Universidade Do Estado do

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

QuEm SomoS missão 5 DESIGN & ComuNICação PublICIDaDE EvENtoS PromoçõES WEb

QuEm SomoS missão 5 DESIGN & ComuNICação PublICIDaDE EvENtoS PromoçõES WEb QUEM SOMOS MISSÃO DESIGN & Comunicação Publicidade Eventos Promoções Web 5 9 11 13 15 17 Quem Somos 5 Somos uma agência de Design e Comunicação, criada para disponibilizar um vasto leque de soluções na

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

tudo o que você precisa saber

tudo o que você precisa saber tudo o que você precisa saber Introdução 03 Qual a diferença do marketing tradicional para o digital 07 Por que sua clínica precisa de Marketing Digital 10 O que pode ou não ser feito no Marketing Médico

Leia mais

Tec Triade. Brasil. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz.

Tec Triade. Brasil. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz. Seu porta-voz na sociedade digital. Em um universo sem limites, sua marca precisa de uma comunicação sem limites. Precisa de um porta-voz. A é uma agência de Comunicação Integrada, com uma equipe especialista

Leia mais

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO.

TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MEIOS DE COMUNICAÇÃO DIGITAIS E A REVOLUÇÃO NA DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO. CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO SAIR DO LUGAR-COMUM PÃO DE AÇÚCAR UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO Só em São Paulo, a associação que reúne os supermercados tem mais de 50 empresas cadastradas. As lojas se espalham com um volume impressionante.

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL?

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? Por que oferecer um atendimento multicanal? Este livro reúne em uma única fonte dicas para inovar na experiência com clientes, de um jeito simples e prático;

Leia mais

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas 1 Sumário I II V Porque monitorar? O que monitorar? Onde monitorar? Como engajar? 2 Por que Monitorar? 3 I II V Nas mídias sociais

Leia mais

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS Entenda a importância da utilização das Redes Sociais para a sua pequena empresa e conheça os fundamentos necessários para obter resultados positivos com a sociabilidade.

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

FACEBOOK MARKETING: UMA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS EM RELAÇÃO AO PROCESSO COMUNICATIVO COMO MÍDIA NA REDE SOCIAL

FACEBOOK MARKETING: UMA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS EM RELAÇÃO AO PROCESSO COMUNICATIVO COMO MÍDIA NA REDE SOCIAL FACEBOOK MARKETING: UMA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS EM RELAÇÃO AO PROCESSO COMUNICATIVO COMO MÍDIA NA REDE SOCIAL Carolina Reine de Paiva Clemente carolreine@gmail.com Claudia Bordin Rodrigues

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória.

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Projeto Leve Amor Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Vitória - ES RESUMO Exposição de conteúdo referente a idealização de um projeto

Leia mais

REDES SOCIAIS: ferramenta de recrutamento

REDES SOCIAIS: ferramenta de recrutamento REDES SOCIAIS: ferramenta de recrutamento Daniela Partzsch Köpp 1 Adair Mendes De Paula 2 Juliano Regiani Olbrzymek 3 Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Graduação Tecnológica em Gestão de

Leia mais

BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS. copyright

BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS. copyright BUILDING BRANDS TRANS FORMING BUSINESS copyright QUEM SOMOS? 30 anos de mercado Metodologia proprietária 02 parceiros internacionais Abordagem integrada 04 unidades de negócio Equipe multidisciplinar 150

Leia mais

Estratégias de marketing digital como diferencial competitivo para pequenas empresas

Estratégias de marketing digital como diferencial competitivo para pequenas empresas IX WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 15 e 16 de outubro de 2014 Estratégias Globais e Sistemas Produtivos Brasileiros ISSN: 2175-1897 Estratégias de marketing digital

Leia mais

Inspire Inove Faça Diferente

Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Se eu tivesse um único dolar investiria em propaganda. - Henry Ford (Fundador da Motor Ford) As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer

Leia mais

10 regras para construir uma comunidade no Facebook

10 regras para construir uma comunidade no Facebook Livro branco 10 regras para construir uma comunidade no Facebook 07/2014 www.kontestapp.com Introdução Ter muitos fãs é bom, melhor ainda é fidelizá-los! Facebook tem mais de 1,23 bilhão de usuários mensais

Leia mais

PLATAFORMA DE REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA DE ENSINO A DISTÂNCIA

PLATAFORMA DE REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA DE ENSINO A DISTÂNCIA Congresso de Métodos Numéricos em Engenharia 2015 Lisboa, 29 de Junho a 2 de Julho, 2015 APMTAC, Portugal, 2015 PLATAFORMA DE REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA DE ENSINO A DISTÂNCIA Thiago M. R. Dias 1, Elton

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Apresentamos a. A sua Agência de Multissoluções. Olá, muito prazer :)

Apresentamos a. A sua Agência de Multissoluções. Olá, muito prazer :) Apresentamos a A sua Agência de Multissoluções Olá, muito prazer :) Razão de ser e estarmos Apresentamos uma oportunidade real de seu negócio vingar e prosperar na internet, com planejamento, criatividade,

Leia mais

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO MARKETING EM REDES SOCIAIS Bruna Karine Ribeiro Simão Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus Nova Andradina bruna_simao@hotmail.com Rodrigo Silva Duran Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus

Leia mais

Livraria Cultura para ver, ouvir e sentir 1

Livraria Cultura para ver, ouvir e sentir 1 Livraria Cultura para ver, ouvir e sentir 1 Larissa OLIVEIRA 2 Júlia MARTINS 3 Aline LEONARDI 4 Regiane OLIVEIRA 5 Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP RESUMO A Livraria Cultura

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH

CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH CONSTRUINDO UM JOGO EDUCATIVO UTILIZANDO O SOFTWARE DE AUTORIA ADOBE FLASH Francielly Falcão da Silva¹, Samuel Carlos Romeiro Azevedo Souto², Mariel José Pimentel de Andrade³ e Alberto Einstein Pereira

Leia mais

Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas

Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas Dicas fantásticas de marketing para micro e pequenas empresas SUMáriO >> Introdução 3 >> Como o marketing pode alavancar as vendas da sua empresa 6 >> Dicas campeãs de marketing para seu negócio 9 >> Não

Leia mais

O MUNDO ENCANTADO DO TELE CIRCO: gerando aprendizagem

O MUNDO ENCANTADO DO TELE CIRCO: gerando aprendizagem O MUNDO ENCANTADO DO TELE CIRCO: gerando aprendizagem Autores: AZENILDA DE PAULA CABRAL e IVANISE MARIA BOMFIM SOARES Nem sempre a aprendizagem está diretamente ligada ao ensino. É possível ensinar e não

Leia mais

criar colaborar comunicar Tecnologia para Crescer

criar colaborar comunicar Tecnologia para Crescer Tecnologia para Crescer Com o crescimento da banda larga e smartphones/ tablets, conteúdos têm sido criados e consumidos em uma taxa alarmante. Atualmente, a definição de conteúdo mudou e não se trata

Leia mais

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS)

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS) 1 MARKETING NAS REDES SOCIAIS Angela de Souza Brasil (Docente Esp. Faculdades Integradas de Três Carlos Henrique Cangussu Daniel Barbosa Maia Elisandra Inês Peirot Schneider Marcelo Da Silva Sivestre Tiago

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Marketing no Facebook Marketing de conteúdo e engajamento na rede Marketing de conteúdo no Facebook Tipos de conteúdo Edge Rank e os fatores de engajamento Facebook Ads

Leia mais

Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1. Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2

Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1. Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2 Pesquisa Mercadológica - IBIZA Laboratório Fotográfico 1 Bruno Miers Machioni Cristiano Calil Rede Henrique Campelo Justus 2 Luiz Guilherme Sella Ribas 3 Orientador: Profº Sérgio Menezes 4 Universidade

Leia mais

Então desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto ao rumo da felicidade.

Então desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto ao rumo da felicidade. Dente Conheça a GP Dente Como dizia o grande poeta Carlos Drummond de Andrade: Então desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto ao rumo da felicidade.

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Como utilizar as Redes Sociais para construir meu Negócio

Como utilizar as Redes Sociais para construir meu Negócio Como utilizar as Redes Sociais para construir meu Negócio 1 Número de Usuários na América Latina Total Curtir 62,614 Total de Engajamento 109.565 Usuarios por País Vizualizações 344,218 Inscrições 2,385

Leia mais

ESTRATÉGIA DE VISUAL MERCHANDISING PARA UMA BUTIQUE DE MODA FEMININA

ESTRATÉGIA DE VISUAL MERCHANDISING PARA UMA BUTIQUE DE MODA FEMININA ESTRATÉGIA DE VISUAL MERCHANDISING PARA UMA BUTIQUE DE MODA FEMININA VISUAL MERCHANDISING ESTRATEGY IN A FEMININE FASHION SHOP CARLA HIDALGO CAPELASSI 1 RESUMO O principal objetivo deste artigo é descrever

Leia mais

Guia Completo. Modelos de Posts para seu Blog

Guia Completo. Modelos de Posts para seu Blog 45 Guia Completo Modelos de Posts para seu Blog O que tem neste Guia? Nesse ebook Exclusivo, você vai conhecer 45 Modelos diferentes com ideias geniais para você criar os seus posts! 1. Lista Top 10 2.

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Eixo Tecnológico: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL

Eixo Tecnológico: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares Eixo Tecnológico: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL CAPÍTULO 3 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Leia mais

SUMÁRIO. SUMÁRIO... 2 INTRODUÇÃO...4 1. CONCEITOS BÁSICOS... 8 O que são Pins?... 9. O que são painéis?... 11. Como funciona o feed?...

SUMÁRIO. SUMÁRIO... 2 INTRODUÇÃO...4 1. CONCEITOS BÁSICOS... 8 O que são Pins?... 9. O que são painéis?... 11. Como funciona o feed?... 1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 INTRODUÇÃO...4 1. CONCEITOS BÁSICOS... 8 O que são Pins?... 9 O que são painéis?... 11 Como funciona o feed?... 12 2. CONFIGURANDO SUA CONTA... 13 Criando seu perfil... 14 Personalizando

Leia mais

SE EU TIVESSE UM ÚNICO DÓLAR, INVESTIRIA EM PROPAGANDA. Henry Ford

SE EU TIVESSE UM ÚNICO DÓLAR, INVESTIRIA EM PROPAGANDA. Henry Ford SE EU TIVESSE UM ÚNICO DÓLAR, INVESTIRIA EM PROPAGANDA. Henry Ford Olá, somos a Ondesign umaagência de m arke t ing dig it al + de 5 anos de e xp e riência QUEM SOMOS 01 EQUIPE Designers, programadores,

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1

Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1 Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1 Amanda DIAS 2 Ana Carolina SACCOMANN 3 Beatriz REBELO 4 Bruna CLARA 5 Isabela SANTOS 6 Nathalia COBRA 7 Antonio

Leia mais

você é o que você COMPARTILHA! jornalista Carlos Eduardo Xavier

você é o que você COMPARTILHA! jornalista Carlos Eduardo Xavier você é o que você COMPARTILHA! jornalista Carlos Eduardo Xavier você é o que você COMPARTILHA! x x x x x histórico das redes sociais características dos usuários as mídias sociais mais usadas configurações

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PLANO DE COMUNICAÇÃO, PROGRAMAÇÃO PARALELA E SERVIÇOS. Comunicação Eventos Paralelos Espaços Diferenciados.

PLANO ESTRATÉGICO PLANO DE COMUNICAÇÃO, PROGRAMAÇÃO PARALELA E SERVIÇOS. Comunicação Eventos Paralelos Espaços Diferenciados. PLANO ESTRATÉGICO Comunicação Eventos Paralelos Espaços Diferenciados PLANO DE Serviços COMUNICAÇÃO, PROGRAMAÇÃO PARALELA E SERVIÇOS Prezado Expositor, É com muita satisfação que apresentamos o plano estratégico

Leia mais

VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter

VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter VOCÊ SABE O QUE É E-MAIL MARKETING? [[ ][ Aprenda como funciona e quais resultados você pode obter Vivemos a era do conteúdo na Internet. Um e-mail com o conteúdo certo, distribuído às pessoas certas é

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

Uma empresa Do Bem estudo de caso da sucos Do Bem

Uma empresa Do Bem estudo de caso da sucos Do Bem Uma empresa Do Bem estudo de caso da sucos Do Bem Material desenvolvido pela coordenação do curso de Marketing e Propaganda, sob a orientação do professor Msc Luiz Carlos Santi, em setembro de 2010. material

Leia mais

MARKETING ONLINE PARA EMPRESAS LOCAIS

MARKETING ONLINE PARA EMPRESAS LOCAIS MARKETING ONLINE PARA EMPRESAS LOCAIS SUMÁRIO 1 2 3 4 5 6 7 8 Otimize seu site para busca local Faça o requerimento da listagem de sua empresa no Google e Bing. Insira ou configure sua listagem nos principais

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Mídias sociais para Pequenas e Médias. Empresas. Foto: Corbis

Mídias sociais para Pequenas e Médias. Empresas. Foto: Corbis Mídias sociais para Pequenas e Médias Empresas. Foto: Corbis PIONEIRISMO E REFERÊNCIA EM TODO BRASIL Com atuação no mercado de marketing e social media desde 2009 nas áreas de Consultoria e Treinamento,

Leia mais

1 Seminário FEAC 2014 Gestão no Terceiro setor 22 de maio

1 Seminário FEAC 2014 Gestão no Terceiro setor 22 de maio 1 Seminário FEAC 2014 Gestão no Terceiro setor 22 de maio Gestão de comunicação e marketing Lisa Gunn Diretora de Comunicação e Mobilização Greenpeace Brasil O Greenpeace é uma organização independente

Leia mais

+++ Marketing Estratégico. Antônio Inácio Ribeiro. AIRibeiro. Para consultórios dentários. Administrador de Empresas. Especialista em Marketing

+++ Marketing Estratégico. Antônio Inácio Ribeiro. AIRibeiro. Para consultórios dentários. Administrador de Empresas. Especialista em Marketing Marketing Estratégico +++ Antônio Inácio Ribeiro Administrador de Empresas Especialista em Marketing MBA em Marketing - FGV Professor do MBA da SLM Marketing Estratégico +++ Agradecimentos Ao convite do

Leia mais

personal cool brand anouk pappers & maarten schäfer

personal cool brand anouk pappers & maarten schäfer personal cool brand Os holandeses Anouk Pappers e Maarten Schäfer, da CoolBrands, trabalham há 12 anos fazendo storytelling para marcas, que se trata de extrair histórias sobre elas por meio de conversas

Leia mais

A Redcube. Há 10 anos, somos engajados em planejar, criar e produzir comunicação

A Redcube. Há 10 anos, somos engajados em planejar, criar e produzir comunicação A Redcube Há 10 anos, somos engajados em planejar, criar e produzir comunicação Sobre a Agência Gostamos de fazer propaganda. Seja na web, na TV, no celular, na revista ou juntando tudo pra contar uma

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA Dizem por aí que o camaleão é sinônimo de pessoa que vive trocando de opinião. A gente aposta que não. Resultado de milhares de anos de evolução, sua capacidade

Leia mais