relatório anual annual report

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "relatório anual annual report"

Transcrição

1 relatório anual annual report

2

3 relatório anual annual report

4 sumário summary

5 4. carta da diretoria 8. resultados highlights LETTER FROM THE EXECUTIVE BOARD 10. carta econômica ECONOMICS LETTER 18. um ano de grandes realizações 24. por áreas by areas A YEAR OF GREAT ACHIEVEMENTS 34. modal e a sociedade Modal and society

6 CARTA da diretoria LETTER FROM THE EXECUTIVE BOARD Em 2013, a expectativa é de grandes oportunidades de investimento. O País tem experimentado anos de baixo crescimento, o que abre uma janela de possibilidades para o ano que se inicia.

7 O ano de 2013 verá um Modal renovado e preparado para apresentar excelentes resultados depois de concluir um amplo e criterioso processo de reposicionamento estratégico. Como resultado de um ano marcante, o volume de ativos sob gestão praticamente dobrou, de R$ 3,7 bilhões para R$ 6,7 bilhões. O crescimento veio de áreas diversas, como o Private Equity, Wealth Management e os fundos multimercados. De uma forma mais ampla, o crescimento veio da percepção dos sócios de que o Modal podia avançar em direção a novas conquistas, a novos mercados e a novas áreas. O Modal sempre foi reconhecido por seu relacionamento de excelência com as empresas médias e como importante parceiro em soluções criativas e customizadas. É algo que nos orgulha e do qual não abriremos mão. Ainda assim, entendemos que era possível ampliar o universo de atuação. De imediato, concentramos parte de nossos esforços em operações mais associadas a bancos de investimento, tais como assessoria financeira, mercado de capitais, securitização de operações imobiliárias, gestão de recursos líquidos e ilíquidos. Serviços que, há anos, oferecíamos, mas que não eram o nosso grande foco. Assim, a ideia era reforçar o conceito de que o Modal atua como um banco completo: da estruturação de operações à concessão de crédito e à gestão de recursos. Decidimos investir em novos talentos, o que elevou em 40% o quadro de funcionários. No início de 2012, transferimos a gestão da nossa Tesouraria proprietária para o Modal Asset Management, fruto da convicção de que a melhor forma de atender aos clientes é estar integralmente alinhado com seus objetivos. A estrutura criada permitia não apenas ter um grau máximo de alinhamento de propósitos, mas também promover uma In 2012, Modal took important strategic decisions in order to reposition itself within the Brazilian financial industry. As a result of a landmark year, the volume of assets under management nearly doubled, from R$ 3.7 billion to R$ 6.7 billion. Reflecting the diversification of activities of the Banco Modal, the growth came from several areas, such as Private Equity, Wealth Management, and hedge funds. Modal has always been recognized for its excellent business relationship with mid-sized companies and as an important partner in creative and customized solutions. However, we have never limited our operation to this market niche and, actually, we decided to expand the scope of our operations in 2012, reinforcing Modal as a full investment bank: from transaction structuring to credit granting and asset management. Currently we provide all investment banking services such as financial advisory, capital markets, securitization of real estate transactions, management of liquid and illiquid assets, etc. In order to provide the best service, we invested in new talents, thereby increasing our workforce by 40%. In early 2012 we transferred the management of our proprietary trading desk to Modal Asset Management, a consequence of the conviction that the best way to serve customers is to be fully aligned with 4 /// 5

8 maior sinergia entre as áreas de pesquisa e gestão, pois esta última passava a focar em uma única mesa de operações. Os resultados de toda essa Assessoramos a maior operação de fusão e aquisição do varejo no Brasil, a venda da Leader Magazine para o BTG Pactual. Fortalecemos nossa posição como um dos cinco maiores gestores de private equity do País. Criamos dois fundos de Real Estate com patrimônios somados de R$ 350 milhões. Passamos a enxergar o longo prazo como um aliado. As parcerias sólidas estabelecidas pela Modal Administração de Patrimônio e pela Área de Corporate revelaram que nossos clientes requeriam tratamento inteligente, customizado e completo atendendo-os em todas as suas demandas. A visão é de que é preciso pensar o agora pensando no futuro. Outro fato marcante foi a renovação de nossa marca. Depois de 16 anos, o Modal entendeu que era necessário remodelar sua imagem, de forma a adequá-la a um grupo igualmente redesenhado. O resultado proporcionou imensa satisfação diante do reconhecimento geral de que o novo Modal encontrou sua mais legítima expressão na marca que agora ostenta. Em 2013, a expectativa é de grandes oportunidades de investimento. O País tem experimentado anos de baixo crescimento, o que abre uma janela de possibilidades para o ano que se inicia. Neste novo cenário econômico, de juros baixos, cresce a demanda por produtos e de maior rentabilidade. Estamos preparados para os como a elaboração de fundos customizados, a busca por novas fronteiras de investimento, a contratação de especialistas seniores em suas áreas, ampliação da sede de São Paulo e do Rio de Janeiro e a expansão consistente para as demais cidades do Brasil. O Modal desempenha papel fundamental junto a médias empresas no Brasil, especialmente ao atuar em um mercado no qual nem todos os bancos trabalham com tanta dedicação. Não é por ampliar sua área de ação que o Modal anos. As parcerias estratégicas com empresas de médio porte seguem como prioridade, sempre de forma a proporcionar soluções exclusivas e potencializar seu crescimento. Ao contar com uma das do mercado, ágil e objetiva, estamos sempre em busca das opções mais consistentes de investimento. Com o foco voltado para o cliente, agindo de forma transparente e ética, estamos certos de alcançar resultados ainda melhores nos próximos anos. Hoje, plantase a semente do amanhã no Modal. Em 16 anos de história, estamos renovados, aquecidos e preparados para anos de trabalho dedicado e para novas conquistas. O ano de 2012 trouxe a marca é consolidar o novo Modal com o qual todos sonhamos e que, para nossa satisfação, se torna realidade a cada dia diante de nossos olhos. É este mesmo olhar que oferecemos agora a todos com a edição do Relatório Anual 2012/2013.

9 In 2013, the expectation is of great investment opportunities. The Country has been experiencing years of low growth, opening a window of opportunities for the coming year. their goals. The resulting structure not only allowed us to have a maximum degree of alignment, but also promoted a greater synergy among the research and management areas, because the latter was starting to focus on a single trading desk. The outcomes of all these changes were felt already in We advised the largest operation of merger and acquisition of retail in Brazil, namely the sale of Leader Magazine to BTG Pactual. We have strengthened our position as one of the five largest managers of private equity funds in Brazil. We created two Real Estate Funds with assets amounting to R$ 350 million. The strong partnerships established by Modal Asset Management and the Corporate Area have revealed that our customers required a smart, customized and comprehensive handling in order to satisfy them in all their demands. The notion is that we need to think of now by thinking ahead. Another pivotal event was our brand renovation. After 16 years, Modal understood that it was necessary to reshape its image in order to adapt it to an equally redesigned group. The outcome gave immense satisfaction and the general recognition that the new Modal found its expression in the more legitimate brand now bore. In 2013, the expectation is of great investment opportunities. The Country has been experiencing years of low growth, opening a window of opportunities for the coming year. In this new economic environment of low interest rates, the demand for more sophisticated financial products and increased profitability grows. We are prepared for the challenges that will be posed, such as developing customized funds, seeking new investment frontiers, contracting senior experts in their fields, expanding São Paulo and Rio de Janeiro registered offices and consistently branching out to other cities in Brazil. Modal plays a key role alongside midsized companies in Brazil, especially as it operates in a market in which not all banks work with such dedication. It is not for the fact that Modal has enlarged its operation area that it will cease to remain true to whom has trusted its team for many years. Strategic partnerships with mid-sized companies continue as a priority, always to provide unique solutions and leverage their growth. As we have one of the most skilled, agile and straight-to-the-point teams in the market, we are always in search of more consistent investment opportunities. As a customer-oriented company, acting transparently and ethically, we are sure to achieve even better results in the coming years. Today, we sow the seed of tomorrow in Modal. In 16 years of history, we are renovated, warmed up and ready for years of dedicated work and for new accomplishments brought the renovated brand. The challenge now is to consolidate the new Modal of which we all dream and that, to our satisfaction, becomes reality every day before our eyes. It is with this same look that we now provide everybody with the 2012/2013 Annual Report. 6 /// 7

10 estrutura societária ownership structure PESSOAS FÍSICAS individuals BANCO MODAL MODAL PARTICIPAÇÕES MODAL ASSET MANAGEMENT MODAL ASSESSORIA FINANCEIRA MODAL ADMINISTRADORA DE RECURSOS* * As áreas Modal Administração de Patrimônio (MAP) e Private Equity estão ligadas diretamente à Modal Administradora de Recursos. Modal Wealth Management (MAP) and Private Equity are directly linked to Modal Administradora de Recursos. 8 /// 9

11 resultados highlights

12 Banco Modal S.A. e empresas controladas (CONEF) Banco Modal S.A. and consolidated financial statements BALANÇOS PATRIMONIAIS / BALANCE ASSETS em milhares de reais / in thousand of reais ATIVO / Assets ATIVO CIRCULANTE / current Assets Disponibilidades / Cash and cash equivalents Caixa / Cash Reservas livres / Free reserves Disponibilidades em moeda estrangeira / Cash and cash equivalents in foreign currency Aplicações interfinanceiras de liquidez / Interbank investments Aplicações no mercado aberto / Open market investments Aplicações em depósitos interfinanceiros / Interbank deposits Títulos e valores mobiliários e instrumentos financeiros derivativos / Marketable securities and derivatives financial instruments Carteira própria / Own portfolio Vinculados a compromissos de recompra / Subject to repurchase agreements Vinculados à prestação de garantia / Subject to guarantees Instrumentos financeiros derivativos / Derivative financial instruments Relações interfinanceiras / Interbank transactions Pagamentos e recebimentos a liquidar / Receivables and payables pending settlement 1 Créditos vinculados - depósitos no Banco Central / Restricted receivables - deposits with Central Bank of Brazil Correspondentes no País / Correspondents 3 5 Operações de crédito / Credit operations Setor privado / Private sector Empréstimos e títulos descontados / Loans and discounted securities Financiamento / Financing Operações de crédito vinculadas a cessão / Assignment related credit operations (-) Provisão para créditos de liquidação duvidosa / (-) Allowances for loan losses (5.141) (2.240) Outros créditos / Open market funding Carteira de câmbio / Foreign Exchange portfolio Rendas a receber / Income receivables Negociação e intermediação de valores / Securities trading and brokerage Diversos / Sundry (-) Provisão para créditos de liquidação duvidosa / (-) Allowances for loan losses (411) (230) Outros valores e bens / Other assets Despesas antecipadas / Prepaid expenses REALIZÁVEL A LONGO PRAZO / CURRENT LIABILITIES Títulos e valores mobiliários e instrumentos financeiros derivativos / Marketable securities and derivatives financial instruments Carteira própria / Own portfolio Instrumentos financeiros derivativos / Derivative financial instruments Operações de crédito - setor privado / Credit operations - private sector Empréstimos e títulos descontados / Loans and discounted securities Outros créditos - diversos / Sundry PERMANENTE / PERMANENT ASSETS Investimentos / Investments Demais investimentos / Other investments Imobilizado de uso / Property and equipment in use Diferido / Deferred 128 Intangível / Intangible assets TOTAL DO ATIVO / TOTAL ASSETS

13 BALANÇOS PATRIMONIAIS / BALANCE ASSETS continuação / continued em milhares de reais / in thousand of reais PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO / LIABILITIES AND SHAREHOLDERS EQUITY PASSIVO CIRCULANTE / CURRENT LIABILITIES Depósitos / Deposits Depósitos à vista / Demand Deposits Depósitos interfinanceiros / Interbank Deposits Depósitos a prazo / Time Deposits Outros depósitos / Other Deposits 20 Captações no mercado aberto / Open market funding Carteira própria / Own portfolio Recurso de Aceite e Emissão de Títulos / Fund from securities issued and accepted Letras de Crédito Imobiliário - LCI / Real Estate Letters of Credit -LCI Letras de Crédito Agronegócio - LCA / Agribusiness Letters of Credit - LCA Relações interfinanceiras / Interbank Transactions Serviços de compensação de cheques e outros papéis / Agribusiness Letters of Credit - LCA Relações de interdependência / Interdepartmental accounts Recursos em trânsito de terceiros / Third-party funds in transit Obrigações por empréstimos / Borrowings Empréstimos no exterior / Foreign borrowings Instrumentos financeiros derivativos / Derivative financial instruments Outras obrigações / Other liabilities Cobrança e arrecadação de tributos / Collection of taxes and mandatory contributions Sociais e estatutárias / Social and statutory Fiscais e previdenciárias / Tax and social security Negociação e intermediação de valores / Security trading and brokerage Dívidas subordinadas / Subordinated debts Diversas / Others EXIGÍVEL A LONGO PRAZO / LONG-TERM LIABILITIES Depósitos a prazo / Time deposits Instrumentos financeiros derivativos / Derivative financial instruments Outras obrigações / Other liabilities Fiscais e previdenciárias / Tax and social security Dívidas subordinadas / Subordinated debts Diversas / Others PATRIMÔNIO LIQUIDO / SHAREHOLDERS EQUITY Capital / Capital De domiciliados no País / Local residents Aumento de capital / Capital increase Reservas de lucros / Revenue reserves Ajuste ao valor de mercado - TVM e derivativos / Adjustment to market value - securities an derivatives TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO / TOTAL LIABILITY AND SHAREHOLDERS EQUITY

14 Banco Modal S.A. e empresas controladas (CONEF) Banco Modal S.A. and consolidated financial statements em milhares de reais, exceto o lucro líquido por ação / in thousand of reais, except per share information Demonstração do Resultado consolidado (conef) / INCOME STATEMENTS consolidated Receitas da intermediação financeira / Financial income Operações de crédito / Loans Operações de venda ou de transferência de ativos financeiros / Sale or transfer of financial assets Resultado de operações com títulos e valores mobiliários / Marketable securities Resultado com instrumentos financeiros derivativos / Derivate financial instruments Rendas de operações de câmbio / Foreing exchange Despesas da intermediação financeira / Financial expenses ( ) ( ) Captação no mercado / Funding operations (81.358) ( ) Operações de empréstimos e repasses / Borrowings and onlendings (8.013) (14.129) Operações de venda ou de transferência de ativos financeiros / Sale or transfer of financial assets (13.864) Reversão / (constituição) de provisão para créditos de liquidação duvidosa / Reversal / (recognition) allowance for loan losses (3.179) Resultado bruto da intermediação financeira / Gross financial income Outras receitas (despesas) operacionais / Other operating income (expenses) Receitas de prestação de serviços / Income from services rendered Despesas de pessoal / Personnel expenses (27.158) (24.387) Outras despesas administrativas / Other administrative expenses (28.391) (28.218) Despesas tributárias / Tax expenses (5.201) (3.188) Outras receitas operacionais / Other operating income Outras despesas operacionais / Other operating expenses (192) (841) Resultado operacional / Operating income Resultado não-operacional / Non-operating income (33) (137) Resultado antes da tributação sobre o lucro e participações / Income before taxes and profit sharing Imposto de renda e contribuição social / Income and social contribution taxes (6.604) (21.082) Provisão para imposto de renda / Provision for income tax (5.195) (4.625) Provisão para contribuição social / Provision for social contribution tax (2.315) (2.635) Ativo fiscal diferido / Deferred tax assets 906 (13.822) Participação nos lucros / Profit sharing (10.930) (4.295) Participações dos sócios minoritários / Interests of minority shareholders (20.833) (1.912) Lucro líquido do exercício / Net income for the year Juros sobre o capital próprio / Interest on equity (14.100) (12.600) LUCRO LÍQUIDO POR AÇÃO - R$ / Earnings per share - R$ 602, ,33

15 Carteira de Crédito em R$ milhões Loan Portfolio in milion of reais Dez Dec Qualidade da Carteira de Crédito Credit Portfolio Ratings in millions AA A 22,1% 56,7% B 9,9% C 7,8% Dez 2012 Dec 2012 D-H 3,5% Índice Eficiência Operacional * Efficiency Ratio % 64% Dez Dec % Índice de Basiléia Basel Index % 18% Dez Dec % Receita de Prestação de Serviço (R$ milhão) Income from Services (in million of reais) ,08 24,74 Dez Dec ,33 Patrimônio Líquido dos Fundos Geridos e Administrados em R$ milhões Net Asset Value of Funds Managed and Administered in millions of reais Dez Dec * estes valores foram obtidos pela soma de despesa de pessoal, despesas administrativas e a despesa tributária dividida pela soma do resultado da intermediação financeira, despesas operacionais e outras receitas. These coefficients were obtained as follows: the sum of personal expenses, other administrative expenses and tax expenses divided by the sum of gross profit from financial intermediation and other operations income and expenses.

16 CARTA ECONÔMICA ECONOMICS LETTER Felipe Tâmega O ano de 2012 foi marcado por ampla sincronização das políticas monetárias ao redor do mundo. Na China, houve dois cortes de juros e dois cortes de compulsórios, mas o relaxamento monetário se manteve aquém do esperado pelo mercado. No Japão, verificaram-se expansões sucessivas no balanço do Banco Central daquele país. Na Europa, 2012 teve início sob o efeito do primeiro programa de injeção de liquidez (LTRO1), de dezembro de 2011, o qual foi sucedido por uma nova rodada de injeção de liquidez no final de fevereiro (LTRO2). Tais programas foram importantes para reduzir o contágio entre as crises bancárias e soberanas na região, ainda que tenha sido necessário o anúncio pelo Banco Central Europeu de um programa adicional de suporte aos mercados (conhecido como OMT) para que o risco de ruptura na Zona do Euro se esvaísse. Nos EUA, houve muitas mudanças na política monetária. Primeiro, a extensão (até o final de 2012) do programa de troca de títulos públicos do balanço do FED, que elevou o duration de seu portfólio. A intenção era reduzir as taxas longas, gerando ainda mais relaxamento monetário. Entretanto, antes mesmo que tal programa terminasse, anunciou-se a recompra de títulos públicos e privados (MBS), de forma a injetar liquidez adicional no sistema financeiro. Houve ainda mudanças relevantes na comunicação do Banco Central americano, notadamente na adoção de metas para a inflação e para o desemprego. A partir de agora, a política monetária se manterá frouxa até o desemprego atingir 6,5% (o índice era de 7,7% em novembro de 2012) e a expectativa de inflação atingir 2,5% (o índice CPI americano se encontra em 1,8% em novembro de 2012). No Brasil, experimentamos um agressivo processo de queda da taxa básica de juros, a qual

17 O ano de 2012 foi marcado por ampla sincronização das políticas monetárias ao redor do mundo saw a rather large synchronization of monetary policies around the world. se reduziu de 12,5% ao ano em meados de 2011 para o nível atual de 7,25% ao ano. A sinalização do Banco Central hoje é de manutenção da taxa básica Selic por um longo período. Tal flexibilização da política monetária foi amplificada por liberações pontuais de depósitos compulsórios, injetando-se liquidez no sistema financeiro brasileiro. Entretanto, a política de redução dos spreads bancários parece ter sido contraproducente, já que se vivencia um movimento de diminuição da concessão de crédito das instituições privadas. Para contrabalançar tal efeito negativo sobre a atividade, ECONOMICS LETTER 2012 saw a rather large synchronization of monetary policies around the world. In China, there were two interest rate cuts and two reserve requirement cuts, but the monetary easing ended up falling short of market s expectation. In Japan, we had successive expansions in the Bank of Japan s balance sheet. In Europe, we started 2012 under the effect of the first liquidity injection program (LTRO1 - Long-Term Refinancing Operation 1), launched in December 2011, which was followed by another round of liquidity injection in late February (LTRO2 - Long-Term Refinancing Operation 2). Such programs were important in reducing the contagion between sovereign and banking crises in the region, but it was necessary that the European Central Bank announced an additional market support program (known as OMT) so that the risk of collapse in the Euro Zone could vanish. In the U.S. there were many changes in monetary policy. At first, we had the extension (until late 2012) of FED s Operation Twist, thereby increasing the duration of its portfolio. The intention was to reduce long-term rates, creating further monetary easing. However, even before such program ended, it was announced another buy-back program of government bonds and private securities (MBS) that will inject additional liquidity into the financial system. There were also significant changes in the Federal Reserve s communication, especially in regard to the adoption of inflation and unemployment targets. From now on, the monetary policy will remain loose until unemployment rates reach 6.5% (7.7% in November 2012) and the expected inflation reaches 2.5% (the U.S. CPI index is 1.8 % in November 2012). In Brazil, we have experienced an aggressive process of declining basic interest rates, which declined from 12.5% a year in mid-2011 to the current level of 7.25% yearly. The Central Bank signaling today is to maintain the SELIC [Special System for Settlement and Custody] basic rate for an extended period. Such monetary policy easing was amplified by occasional releases of reserve requirements by injecting liquidity into the financial system in Brazil. However, the policy of reduction of bank spreads appears to have been counterproductive, since we have experienced a movement of decreased credit supply by private institutions. To counteract such negative effect on the activity, the government had to increase the government credit supply, through official banking institutions (mainly Caixa Econômica Federal [Federal Government Savings Bank] and Banco do Brasil [Bank of Brazil]) and BNDES [Brazilian Development Bank]. In fact, the government has been very aggressive in extending credit to fund investments, having implemented a reduction in Long-Term Interest Rate (TJLP) (which is a reference for all BNDES operations), and has provided significant additional reductions in interest rates charged by BNDES in various types of credit offered by the institution. In short, all the major countries/ regions, to a greater or lesser extent, 10 /// 11

18 No Brasil, muitas desonerações foram oferecidas a setores chave da economia nacional, o que levou a uma redução significativa do superávit primário em 2012 que deve perdurar em o governo precisou aumentar a concessão de crédito público, via instituições bancárias oficiais (principalmente a Caixa Econômica e o Banco do Brasil) ou via BNDES. De fato, o governo se revela agressivo na oferta de crédito para alavancar o investimento, tendo implementado uma redução da TJLP (que baliza todas as operações do BNDES) e tendo oferecido reduções adicionais significativas nas taxas de juros cobradas pelo BNDES em diversas modalidades de crédito da instituição. Em suma, todos os principais países e regiões, em maior ou menor grau, relaxaram a política monetária em A sincronização da política monetária no mundo foi em grande parte resultado de uma desaceleração também sincronizada da atividade global. A atividade global, de fato, surpreendeu negativamente em Na China, os três primeiros trimestres de 2012 foram de decepção com a atividade econômica. Inicialmente atribuiu-se tal desaceleração a fatores pontuais, mas logo se viu que a economia desaquecia de forma mais abrangente. A explicação parece residir no ciclo político e no seu efeito sobre os investimentos, que permanecem como principal vetor do crescimento chinês. Por viver em regime totalitário, a China experimenta um ciclo político inverso ao de uma democracia, com os investimentos se acelerando no início dos governos e praticamente desaparecendo nos períodos finais. Os governantes necessitam que os investimentos maturem dentro de seus mandatos de forma a que o desempenho econômico de suas localidades alavanque suas carreiras políticas dentro do establishment do Partido Comunista Chinês. O ano de 2012 foi, assim, negativamente impactado pela desaceleração nos investimentos, já que houve troca tanto dos governos regionais quanto do governo central. Com o início dos mandatos dos novos governantes, uma série de projetos de investimentos foram divulgados e já se constata alguma aceleração na margem destes mesmos investimentos, notadamente em infraestrutura. No Japão, o ano também foi de decepção. Esperava-se que a base mais fraca de 2011 e o efeito positivo da reconstrução da região atingida pelo tsunami (que resultou num acidente nuclear) resultassem em crescimento mais robusto em O cenário não se confirmou, e o ano deve registrar crescimento de apenas 1,4%. De fato, houve expansão robusta apenas no primeiro trimestre e uma nítida desaceleração desde então. Na Europa, o desaquecimento parece ter atingido o núcleo do continente. A despeito da crise europeia, a Alemanha registrava dados de atividade expressivos. Tal quadro se alterou a partir de meados de Nos EUA, também houve decepção com a atividade econômica, depois de um início de ano bastante animador. De todas as surpresas negativas da atividade econômica, nenhuma parece ter sido tão drástica quanto a surpresa com relação ao crescimento brasileiro. Segundo a Pesquisa Focus, do Banco Central do Brasil, no início de 2012, o mercado esperava um crescimento de 3,4% para o ano

19 de 2012, mas devemos fechar o ano com crescimento pífio de cerca de 1%. Houve um choque negativo importante no início do ano no PIB agrícola, resultado de efeitos climáticos adversos principalmente no sul do País. Entretanto, não se pode atribuir a surpresa negativa simplesmente a esse choque agrícola, já que até mesmo o PIB de serviços, que crescia de forma consistente e constante, mostrou alguma fraqueza. Isso sem falar no setor industrial, que parece sofrer de uma série de problemas, como, por exemplo, a perda de produtividade (resultado do aumento expressivo do custo unitário do trabalho). A despeito da sincronização da política monetária em escala mundial, algumas diferenças entre as políticas econômicas no mundo ficam cada vez mais claras, sugerindo trajetórias diversas de crescimento e inflação já em A principal diferença se percebe na política fiscal. Há países e regiões que aplicam neste momento políticas de austeridade fiscal, há os que já expandem seus gastos e há os que ainda não decidiram que caminho adotar. No campo da austeridade, destaca-se a Europa, onde todos os países, em maior ou menor grau, experimentam eased their monetary policy in This synchronization of monetary policy in the world was largely a result of a synchronized slowdown in global activity. The global activity, in fact, surprised negatively in In China, the first three quarters of 2012 were disappointing. Initially, the poor economic performance was attributed to one-off factors, but soon the economy cooled down more broadly. The explanation for this fact seems to have lain in the political cycle and its effect on investments, which remain the main driver of Chinese growth. As it is a totalitarian regime, China experiences a different political cycle compared to a democracy, with accelerating investments in the first half of new governments terms which virtually disappear in the second half of their terms. This is because the government officials need that investments mature within the duration of their terms so that the economic performance of their localities can leverage their political careers within the Chinese Communist Party establishment was thus negatively impacted by the slowdown in investments, since there was a political transition in local, regional and central governments. With the beginning of the terms of office of the new government officials, we have had a number of investment projects being announced and we already see some acceleration in the investment margin, especially in infrastructure. In Japan, the year was also a disappointment. It was expected that the weaker base of 2011 and the positive effect of the reconstruction of the region affected by the tsunami (which had resulted in a nuclear accident) would generate a more robust growth in 2012, but the year should close with a growth of 1.4% only. In fact, the country registered robust growth only in the first quarter, and a sharp slowdown thereafter. In Europe, the downturn seems to have reached the European core. Despite the European crisis, Germany has been reporting robust activity data, but such a scenario started to change in mid In the U.S., there was also disappointment in economic activity after a very encouraging start of the year. However, all negative surprises in economic activity performance around the world were eclipsed by what happened in Brazil. According to market consensus (based on the Focus Report elaborated by the Brazilian Central Bank), in early 2012, the market expected a growth of 3.4% in 2012, but it is likely that the growth rate will not surpass 1%. We had a major negative shock earlier this year in agricultural GDP, a result of adverse climatic effects in the South region. However, one cannot attribute the negative surprise simply to that agricultural shock, since even services GDP, which has been 12 /// 13

20 políticas fiscais contracionistas. No campo expansionista, destacam-se China e Brasil. Tanto o governo central chinês quanto várias de suas localidades apresentaram importantes planos de investimento que requererão mais gastos fiscais, tais como sugeridos pela decisão de elevar a meta de déficit do governo central para No Brasil, muitas desonerações foram oferecidas a setores chave da economia nacional, o que levou a uma redução significativa do superávit primário em 2012 que deve perdurar em O Japão em breve se juntará a Brasil e China no grupo dos países com políticas fiscais expansionistas. Basta que a promessa de campanha de seu novo primeiro ministro se concretize. No meio do caminho se encontram os EUA. A indecisão sobre o rumo a tomar está consubstanciada no Abismo Fiscal, conjunção de diversos programas fiscais de estímulo que expiravam no primeiro dia de janeiro de 2013 num ambiente em que a dívida pública deve atingir seu nível máximo determinado pelo congresso já no final de Em dezembro, houve apenas uma solução parcial e grande parte do problema foi simplesmente postergado para a segunda quinzena de fevereiro. Espera-se, assim, que a resolução final do impasse político com relação à política fiscal resulte em alguma contração fiscal, mas não se sabe ainda o tamanho de tal contração. Esse pano de fundo nos sugere algumas linhas gerais para o cenário econômico em Os principais riscos do cenário econômico de 2012 estão se dissipando. A desaceleração econômica na China aparentemente foi revertida e o risco de desintegração da Zona do Euro parece ter ficado para trás depois das diversas intervenções do Banco Central Europeu. Falta resolver o Abismo Fiscal americano. Caso haja uma solução definitiva para o problema, que não engendre uma contração muito forte de sua economia, a incerteza global terá diminuído bastante, oferecendo grau maior de previsibilidade macroeconômica. Dessa forma, nosso cenário contempla expansão maior da economia chinesa em 2013, entre 8% e 8,5%, puxada pelo aumento do investimento ora em curso. Tal aceleração econômica ajudará a amenizar o desaquecimento econômico da Europa, principalmente pelo efeito do comércio exterior sobre a região. Somente um crescimento mais robusto na China é capaz de evitar uma recessão disseminada na Europa. Nos EUA, o cenário se revela binário por conta do Abismo Fiscal. A retomada do crescimento na China e o afastamento do risco de recessão disseminada na Europa farão com que as perspectivas econômicas americanas dependam somente de seus vetores domésticos. Sob este ponto de vista, o cenário base com que se trabalha para 2013 contempla uma solução do impasse político que resulta num efeito moderado sobre o PIB americano, já que a contração fiscal seria aplicada gradativamente ao longo de vários anos. Neste contexto, uma expansão fiscal no Japão poderia gerar algum crescimento na economia daquela nação, desde que não haja aumento excessivo das taxas longas no país por conta de um aumento do temor em relação à trajetória da Dívida/PIB. Por fim, espera-se uma aceleração do crescimento brasileiro. Algo que deve se situar levemente acima de 3%, numa conjuntura de inflação persistentemente elevada, por volta de 6%. Para que tal crescimento se verifique, é

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES Senhores Acionistas: Após sofrer o impacto causado pela desvalorização da moeda brasileira no início de 1999, a economia do País, de um modo geral, mostrou resultados bastante positivos no encerramento

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

Brazil and Latin America Economic Outlook

Brazil and Latin America Economic Outlook Brazil and Latin America Economic Outlook Minister Paulo Bernardo Washington, 13 de maio de 2009 Apresentação Impactos da Crise Econômica Situação Econômica Brasileira Ações Contra-Cíclicas Previsões para

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014 Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta Novembro de 2014 OFERTA VOLUNTÁRIA DE PERMUTA DE AÇÕES No dia 30 de outubro realizamos o leilão da oferta voluntária. A adesão dos minoritários do Santander

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 67/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline 26-0 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Curso de Finanças Corporativas Prof. Edson Pamplona (www.iem.efei.br/edson) CAPÍTULO 27 Administração de Capital de Giro

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

Enhancing opportunities

Enhancing opportunities www.pwc.com/pt Enhancing opportunities Tourism, Hospitality and Leisure in Portugal and Cape Verde 2 PwC Qualquer que seja o seu posicionamento e objectivos no sector do Turismo e Lazer, estamos habilitados

Leia mais

A utilização do Project Finance como Instrumento de Financiamento no Setor de Infraestrutura no Brasil no período de 1999 a 2009.

A utilização do Project Finance como Instrumento de Financiamento no Setor de Infraestrutura no Brasil no período de 1999 a 2009. Ana Lucia Bodas da Costa A utilização do Project Finance como Instrumento de Financiamento no Setor de Infraestrutura no Brasil no período de 1999 a 2009. Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com

UBIQUITOUS COLLABORATION. http://www.trprocess.com UBIQUITOUS COLLABORATION http://www.trprocess.com Our Company TR PROCESS SMART PROCESS EXPERTS A expressão Smart Process Application, como utilizamos hoje, foi definida e utilizada em seus relatórios pelos

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dayves Pereira Fernandes de Souza Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL?

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? Doing Business in Brazil: Pathways to Success, Innovation and Access under the Legal Framework Keynote Speaker: Mr. José Ricardo de Bastos Martins Partner of Peixoto

Leia mais

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name Subject: The finance source/ new application/ project submission form All questions must be answered in details to receive an informed response. All information & data are to be provided directly by the

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM. Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 61/2013. TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple

WWW.ADINOEL.COM. Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 61/2013. TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple TEXTO In Ten Years of Bolsa Família, Federal Expenses with Assistance Triple In the ten years of the Bolsa Familia program, completed on Sunday, the biggest change in the federal government's budget was

Leia mais

O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior

O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior 7º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento São Paulo, 14 de maio 2013 Daniel Celeghin, Sócio Resumo 1. Quem somos 2. Perspectiva ex-brasil : cinco fatores

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP)

Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) Preço de Transferência Fund Tranfer Pricing (FTP) 1º Congresso Internacional de Gestão de Riscos 19 a 21 de outubro de 2001 FEBRABAN Agenda Objetivo Visão Geral Análise e Validação Áreas Contexto do Processo

Leia mais

SÃO PAULO 916.321.967-00 CLÓVIS AUGUSTO MANFIO 063.986.528-35

SÃO PAULO 916.321.967-00 CLÓVIS AUGUSTO MANFIO 063.986.528-35 Corporate Legal Name ALARM-TEK ELETRONICA LTDA Trade Name ALARMTEK Address Calçada das Anêmonas, nº. 42 District Centro Comercial - Alphaville Zip Code 6453-5 Telephones 11 4191-7256 Corporate Tax Registration

Leia mais

Interface between IP limitations and contracts

Interface between IP limitations and contracts Interface between IP limitations and contracts Global Congress on Intellectual Property and the Public Interest Copyright Exceptions Workshop December 16, 9-12:30 Denis Borges Barbosa The issue Clause

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 1 Semestre de 2013

RELEASE DE RESULTADOS 1 Semestre de 2013 RELEASE DE RESULTADOS 1 Semestre de 2013 1 RELEASE DE RESULTADOS 1 Semestre de 2013 MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO O BANCO PAULISTA anuncia seus resultados do 1S13. O BANCO PAULISTA é reconhecido pela sua prestação

Leia mais

Nele, retomaremos as técnicas e estratégias de resolução de questões de interpretação de texto descritas e estudadas anteriormente.

Nele, retomaremos as técnicas e estratégias de resolução de questões de interpretação de texto descritas e estudadas anteriormente. Introdução Almiro Lara* Neste capítulo trabalharemos a resolução de questões de interpretação de texto de uma recente prova para o cargo de Analista e Inspetor da Comissão de Valores Mobiliários, a CVM.

Leia mais

Tax. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved.

Tax. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Tax Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Our services The team is fully qualified to meet its clients demands in all areas of tax law. Mattos Filho Tax Practice

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

ATUADORES e TRAVAS TECNOLOGIA EUROPÉIA DRIFT BRASIL CATÁLOGO DE PEÇAS REPOSIÇÃO AUTOMOTIVA 2014 / 2015

ATUADORES e TRAVAS TECNOLOGIA EUROPÉIA DRIFT BRASIL CATÁLOGO DE PEÇAS REPOSIÇÃO AUTOMOTIVA 2014 / 2015 ATUADORES e TRAVAS 2015 TECNOLOGIA EUROPÉIA DRIFT BRASIL Atuante no setor de mobilidade, orientando-se pela tecnologia, inovação e sustentabilidade, a Drift Brasil desenvolve soluções para o segmento automotivo

Leia mais

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results Conference Call 2Q13 and 1H13 Results 2 Performance in the Negócios Internacionais Negócios domestic Nacionais and USA,Europa e international markets Exportações Márcio Utsch Net Revenue 3 Net revenue

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego)

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego) A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL Encerramento de sociedades (consequente desemprego) Empresas com encomendas rentáveis que não podem satisfazer Linhas

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42.

Basiléia. Patrimônio Líquido 6.368 5.927 5.117. Jun/09 Jun/10 Jun/11 Jun/12 Jun/13. Captações (líquidas de compulsório) 58.406 52.950 42. Avenida Paulista, 2.100 - São Paulo - SP CNPJ 58.160.7890001-28 Se escolher navegar os mares do sistema bancário, construa seu banco como construiria seu barco: sólido para enfrentar, com segurança, qualquer

Leia mais

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Adcley Souza (adcley.souza@hotmail.com) Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric

Leia mais

Release de Resultado 2T14

Release de Resultado 2T14 BANCO BMG ANUNCIA SEUS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO 2T14 São Paulo, 07 de agosto de 2014 O Banco BMG S.A. e suas controladas ( BMG ou Banco ) divulgam seus resultados consolidados referentes ao período encerrado

Leia mais

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved.

Capital Markets. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Capital Markets Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. All rights reserved. Our services Best Law Firm in Latin America by Chambers & Partners Awards 2015 Mattos Filho s Capital Market

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA BALANCED SCORECARD: Uma ferramenta de gestão estratégica para empresa do ramo de consultoria contábil com foco

Leia mais

Research Institute: Experience of Surviving Transferring Knowledge to Society

Research Institute: Experience of Surviving Transferring Knowledge to Society Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa http://www.inesc-id.pt Research Institute: Experience of Surviving Transferring Knowledge to Society Leonel

Leia mais

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3 VISÃO GERAL - 2T5 Histórico 99 Início das operações como banco múltiplo 2002 Agência em Nassau 2005 Corretora em Nova York 2009 Início da parceria estratégica com o Banco do Brasil 205 BV Promotora (Consignado

Leia mais

Definição de competitividade

Definição de competitividade TRIBUTAÇÃO E COMPETITIVIDADE VII Jornadas do IPCA 25.11.2006 Claudia Dias Soares Universidade Católica Portuguesa Definição de competitividade EC 2004: a sustained rise in the standards of living of a

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL Results 08/15/2011 SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON SOYA CORN BIODIESEL VEGETAL OIL ETHANOL BRAZILIAN BIODIESEL MARKET 2005 2007 Blend: up to 2% 1st Sem/08 Blend: min. 2% Jul/08 Jun/09 Blend: min.

Leia mais

Contexto Setorial Economic and industry environment

Contexto Setorial Economic and industry environment 22 Contexto Setorial Economic and industry environment Relatório Anual 2009 Annual Report 23 Fortaleza Recife Brasília Salvador Belo Horizonte São Paulo Rio de Janeiro Porto Alegre 24 A crise econômica

Leia mais

Visão. O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada. do Desenvolvimento. nº 96 29 jul 2011

Visão. O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada. do Desenvolvimento. nº 96 29 jul 2011 Visão do Desenvolvimento nº 96 29 jul 2011 O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada Por Fernando Puga e Gilberto Borça Jr. Economistas da APE BNDES vem auxiliando

Leia mais

MARFRIG GLOBAL FOODS S.A. PUBLIC COMPANY Taxpayer ID (CNPJ/MF): 03.853.896/0001-40 State Registry (NIRE): 35.216.957.541 NOTICE TO THE MARKET

MARFRIG GLOBAL FOODS S.A. PUBLIC COMPANY Taxpayer ID (CNPJ/MF): 03.853.896/0001-40 State Registry (NIRE): 35.216.957.541 NOTICE TO THE MARKET MARFRIG GLOBAL FOODS S.A. PUBLIC COMPANY Taxpayer ID (CNPJ/MF): 03.853.896/0001-40 State Registry (NIRE): 35.216.957.541 NOTICE TO THE MARKET MARFRIG GLOBAL FOODS S.A. ( Company or Marfrig ), pursuant

Leia mais

Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento

Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento Cate Ambrose Presidente e Diretora Executiva Latin American Private Equity & Venture Capital Association Congresso da Anjos do Brasil 2013 LAVCA

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro Pedro Silva Ferreira Diretor do Departamento de Contabilidade e Controlo do Banco de Portugal 7 outubro 0 Lisboa XIII Conferência sobre

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

BANCO DO BRASIL AMERICAS

BANCO DO BRASIL AMERICAS BANCO DO BRASIL AMERICAS Seminário BACCF Como Ingressar no Mercado Norte-Americano Agenda Processo de Internacionalização do BB Conectividade Brasil / Florida Apresentação Geral BB AMERICAS 2 Banco do

Leia mais

News on Banks capital ratios. Instruction no. 28/2011, of the Bank of Portugal

News on Banks capital ratios. Instruction no. 28/2011, of the Bank of Portugal Novidades relativas rácios de capital de instituições de crédito Instrução n.º 28/2011 do Banco de Portugal Na sequência da recente subida das taxas de juros de depósitos oferecidas pelas instituições

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados 1º Trimestre, 2014 Aviso Importante: esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PREVISÃO DA VULNERABILIDADE FINANCEIRA NO SETOR SEM FINS LUCRATIVOS João Pedro Pereira da Silva UNIVERSIDADE DOS AÇORES

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando

A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando INFORMATIVO n.º 42 NOVEMBRO de 2015 A despeito dos diversos estímulos monetários e fiscais, economia chinesa segue desacelerando Fabiana D Atri - Economista Coordenadora do Departamento de Pesquisas e

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Helena McDonnell e Magda Gabriel Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Cambridge Institute Página 1 Especialistas em Consultoria

Leia mais

Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels

Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels Caixa Capital FCR Caixa Empreender+ e os Business Angels José Pedro Alenquer 18 Fevereiro 2014 0 Caixa Geral de Depósitos Benchmark Operator in the Portuguese Financial System PE & V C Investment Banking

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

O COMÉRCIO INTERNACIONAL COMO FONTE GERADORA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO PAÍS

O COMÉRCIO INTERNACIONAL COMO FONTE GERADORA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO PAÍS O COMÉRCIO INTERNACIONAL COMO FONTE GERADORA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO PAÍS RIGHETTI, Renato César. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais -FAEG renato_righetti@hotmail.com

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS

RELEASE DE RESULTADOS RELEASE DE RESULTADOS BANCO PAULISTA SOCOPA Corretora Resultados 4 Trimestre de 2011 1 O BANCO PAULISTA e a SOCOPA - CORRETORA PAULISTA anunciam os resultados do quarto trimestre de 2011. O BANCO PAULISTA

Leia mais

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Informativo para a Imprensa São Paulo (SP), 21 de fevereiro de 2013. BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Crédito cresce 25% no ano e atinge participação de mercado histórica

Leia mais

Gestão de Propriedade Intelectual aplicada ao Desenvolvimento de Inovações e Aceleração de Empresas de Base Tecnológica

Gestão de Propriedade Intelectual aplicada ao Desenvolvimento de Inovações e Aceleração de Empresas de Base Tecnológica Gestão de Propriedade Intelectual aplicada ao Desenvolvimento de Inovações e Aceleração de Empresas de Base Tecnológica Resumo As experiências vivenciadas pela equipe da Accelera IP evidenciam a dificuldade

Leia mais

Public Transport in Numbers

Public Transport in Numbers Nino Aquino ninoaquino@sinergiaestudos.com.br Sinergia Estudos e Projetos Ltda www.sinergiaestudos.com.br September 2009 Demand in bus systems Urban Bus Systems Main State Capitals* Passengers per month

Leia mais

ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL

ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL UniCEUB Centro Universitário de Brasília Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento Programa de Mestrado em Direito ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL BRASÍLIA -

Leia mais

Services IMPORT ON BEHALF OF THIRD PARTY IMPORT EXPORT UNDER ORDER IMPORT INTERNATIONAL CONSULTING AND CUSTOMIZED PROJECTS

Services IMPORT ON BEHALF OF THIRD PARTY IMPORT EXPORT UNDER ORDER IMPORT INTERNATIONAL CONSULTING AND CUSTOMIZED PROJECTS Services IMPORT IMPORT ON BEHALF OF THIRD PARTY UNDER ORDER IMPORT EXPORT INTERNATIONAL CONSULTING AND CUSTOMIZED PROJECTS OUTSOURCING, PROCUREMENT, PURCHASING AGENT, Import: 7 TRADEX is updated to current

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 29 de Outubro de 2010 CENÁRIO DO SETOR 2 Cenário PRÓXIMA SAFRA NÚMEROS DE SOJA Em R$ / ton¹ 218 346 305 367 297 254 285 300 183 67 99 45 108 144 110 100 408 393 403 394

Leia mais

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53

Banco Caterpillar S.A. Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Rua Alexandre Dumas, 1711 - Edifício Birmann 11-9º andar Setor 2 - São Paulo - SP CNPJ: 02.658.435/0001-53 Balanço Patrimonial - Conglomerado Prudencial em 30 de Junho ATIVO 2014 CIRCULANTE 1.893.224 Disponibilidades

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência de Resultados 4T08 Sexta-feira, 13 de Março de 2009 Horário: 12h00 (Brasil) 11h00 (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688-6301 Código: B2W 1 Considerações

Leia mais

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt JOSE GABRIEL REGO jgrego@netcabo.pt Resumo My main objective is to develop my career in order to deepen the experience I accumulated over the years based in the development of practical and theoretical

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

Perspectivas da Economia Brasileira

Perspectivas da Economia Brasileira Perspectivas da Economia Brasileira Márcio Holland Secretário de Política Econômica Ministério da Fazenda Caxias do Sul, RG 03 de dezembro de 2012 1 O Cenário Internacional Economias avançadas: baixo crescimento

Leia mais