Inst. Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba Inst. Superior de Educação de Ituiutaba

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inst. Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba Inst. Superior de Educação de Ituiutaba"

Transcrição

1 Inst. Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba Inst. Superior de Educação de Ituiutaba COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO Especialização - Lato sensu NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO Para normatizar as diferentes etapas do desenvolvimento de um Trabalho de Pós-Graduação foi elaborado a presente Normatização do Trabalho de Pós-Graduação - TPG. CAPÍTULO I Da Conceituação e dos Objetivos Art. 1 O Trabalho de Pós-Graduação (TPG), é o resultado de uma pesquisa sobre quaisquer áreas relacionadas com os programas das disciplinas ministradas no curso, que o estudante deve apresentar à Coordenação de Pós-Graduação do Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba (ISEPI, e do Instituto Superior de Educação de Ituiutaba (ISEDI), Unidades Acadêmicas da Fundação Educacional de Ituiutaba (FEIT), Campus Associado à Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG, para obter Certificado de Curso de Pós-graduação e tem por objetivos: I - proporcionar ao estudante um aperfeiçoamento em metodologia científica; II - despertar ou desenvolver aptidão para pesquisa. CAPÍTULO II Da natureza e da forma do TPG Art. 2 O TPG ou Monografia, de acordo com sua natureza pode ser classificada em uma das categorias: I - pesquisa Bibliográfica; II - pesquisa de Campo. Art. 3 Na forma de monografia tem que ser apresentada à Banca Examinadora, constituída por três docentes, sendo o Orientador e mais dois docentes convidados pela Coordenação da Pós- Graduação. Art. 4 Na forma de artigo deve ser feito somente por alunos que já tenham apresentado monografia na graduação ou pós-graduação, devendo observar:

2 I - a monografia deverá seguir as normas dos Institutos ISEPI/ISEDI; II - o artigo, as normas da revista em que será publicado. Parágrafo Único - Só será aceito o artigo que tiver o aceite da revista onde será publicado e encaminhado à Coordenação de Pós-Graduação. Art. 5 A nota mínima para a aprovação da monografia é 70,0 (setenta). CAPÍTULO III Da Coordenação de Pós-Graduação Art. 6 A Coordenação de Pós-Graduação deverá disponibilizar professores orientadores para os alunos. Art. 7 Cabe a coordenação juntamente com a Direção do Instituto, deferir ou não o requerimento, quando o aluno não apresentar a monografia no tempo determinado. Art. 8 Ao aluno é garantida a orientação para o desenvolvimento da monografia. Art. 9 Após o recebimento da monografia a coordenação deverá constituir a banca, marcar o dia da apresentação disponibilizando sala e recursos que serão usados no momento da apresentação. Art. 10 Após a apresentação da monografia, a Coordenação deverá entregar ao aluno o certificado de aprovação. CAPÍTULO IV Da Orientação Art. 11 A orientação será exercida por um professor do curso ou da Instituição quando o número de professor do curso for insuficiente. Parágrafo Único - O professor será designado Orientador. Art. 12 Não será permitido a figura do Co-orientador, devendo a orientação e o desenvolvimento da monografia ser de responsabilidade do Orientador. CAPÍTULO V Da Apresentação do Trabalho Art. 13 A monografia, digitada na forma final e sem capa, será entregue à Coordenação de Pós- Graduação com visto do Orientador. Art. 14 A monografia deverá ser apresentada até o término de 2 (dois) anos após o início do curso. Art. 15 Só será aceita apresentação fora do prazo, com justificativa, por requerimento escrito feito à Coordenação da Pós-Graduação.

3 CAPÍTULO VI Da Reprovação Art. 16 O aluno que ficar reprovado em monografia terá um prazo de 90 dias para apresentar um novo trabalho. Art. 17 O aluno que tiver sua monografia reprovada por haver usado cópia, não poderá fazer uso da mesma, devendo apresentar uma nova monografia que será entregue à Coordenação do Curso que constituirá banca para nova apresentação. Parágrafo único - Fica proibida nestes casos a continuidade de orientação com o mesmo professor. CAPÍTULO VII Das Disposições Gerais Art. 18 Tanto o Orientador como o orientando tem o direito de desistir do Trabalho em qualquer momento: Parágrafo Único - o pedido de desistência será encaminhado à coordenação, com exposição de motivos, a qual se reserva o direito de aceitá-lo ou não. Art. 19 A Coordenação do Curso examinará o processo sob aspecto formal e, estando satisfeitas as exigências das normas e feitas as correções sugeridas pela Banca examinadora, exigirá: I Uma cópia definitiva para a Biblioteca (EM CD PADRONIZADA); II - Uma cópia definitiva para o Orientador (EM ESPIRAL). Art. 20 Este Regulamento poderá ser modificado a critério do Conselho Superior de Ensino desta Instituição. Art. 21 Os casos omissos deverão ser encaminhados à Coordenação do Curso para apreciação. Art. 22 Este Regulamento entrará em vigor a partir de sua aprovação pelo Conselho Superior do ISEPI/ISEDI. Ituiutaba, 20 Julho de 2011 Profa. Lêda Franco Martins Andrade Coordernadora da Pós-graduação Prof. Saulo de Moraes Garcia Junior Presidente do Conselho Superior

4 ELABORAÇÃO - REDAÇÃO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO Obedecer à encadernação final na folha tamanho A4. Tipo de letra: Arial e tamanho 12 para o texto. Preparo dos originais 1. Margens: As margens da monografia deverão ser: 3,0 cm do lado superior; 2,5 cm do lado inferior; 3,0 cm do lado esquerdo; 2,0 cm do lado direito. Para tanto o texto deverá ser digitado em espaço entre linhas 1,5 cm. As margens devem ser alinhadas, não utilizar barras, travessões ou outros sinais gráficos para esta finalidade. Em páginas iniciais de cada capítulo deve-se iniciar a digitação na primeira linha colocando o subtítulo, em seguida dar 3 espaços (enter) e iniciar o corpo do texto. Partes que compõem a Monografia: -Capa (Anexo 1) -Cabeçalho, 14 (enter) espaço do final do cabeçalho até o título; -Título, 7 (enter) espaço do título para o nome do aluno (não tem espaço entre o nome do aluno e a formação acadêmica); -Formação acadêmica - 16 (enter) espaço da formação acadêmica até a cidade (Ituiutaba), modelo anexo 1 e anexo 2; - Página de rosto (Anexo 2); - Oferecimentos (opcional); - Agradecimentos (opcional); - Índice ou Sumário (o sumário é mais detalhado); - Índice de Tabelas e Figuras; - Resumo; - Introdução. OBS.: Ao fazer a Introdução, no final dela colocar a Justificativa (Justificar o porquê da realização deste trabalho); - Objetivo pode ser dividido em: Geral ou Específicos (quando houver necessidade) não é obrigatório; - Revisão Bibliográfica; - Material e Métodos ou Desenvolvimento do Trabalho; - Resultado e Discussão (caso utilizar desenvolvimento do trabalho já está inserido); - Conclusão(ões); - Referências Bibliográficas (seguir normas vigentes da ABNT); - Anexos (caso necessário). Numeração das Páginas: -A partir da página de rosto, até a última página antes da introdução, deve-se numerar com algarismos romanos em minúsculo (ex: i, ii, iii, iv).

5 -As demais páginas a partir da introdução, inclusive aquelas do anexo (se houver) devem ser numeradas com algarismos arábicos (iniciar com a página 1 na introdução). -A numeração deve ser colocada no canto direito inferior, obedecendo-se à margem direita. Capa anexo 1 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUIUTABA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE ITUIUTABA Curso de Especialização Nome do seu Curso de Pós-graduação Titulo da Monografia Nome do Aluno Ituiutaba/Ano

6 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUIUTABA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS INSTITUTO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE ITUIUTABA Curso de Especialização em TÍTULO DO TRABALHO Nome do Aluno Formação do Aluno

7 Ituiutaba-MG mês/ano FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUIUTABA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS INSTITUTO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE ITUIUTABA Curso de Especialização em TÍTULO DO TRABALHO Nome do Aluno Nome do Professor Orientador Monografia apresentada e aprovada pela Banca Examinadora como exigência final do Curso de Pós- Graduação em, para obtenção do Certificado de Especialista. Ituiutaba-MG mês/ano

8 Capa para o CD Medidas 12 x 12 cm UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUIUTABA INSTITUTO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE ITUIUTABA 11çç CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO Lato sensu Nome Curso Titulo da Monografia Nome do aluno Ituiutaba/Ano

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA CampusdeIlhaSolteira Licenciatura em Física 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DO CAMPUS DE ILHA SOLTEIRA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relativas ao Trabalho de Curso do currículo

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE DIREITO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE DIREITO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REDAÇÃO DO REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIO DA UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO RERRATIFICADO EM REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO DE ENSINO DIDÁTICO, REALIZADA AOS 16 DE MARÇO DE 2012: ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO

Leia mais

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB

PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UPE/UFPB NORMA PAPGEF UPE/UFPB N 002/2015 DISPÕE SOBRE A NORMATIZAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E TESES NO PAPGEF UPE/UFPB. Art. 1. Os concluintes

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. TITULO I Da Natureza, dos Fins e da Aprovação dos Cursos

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. TITULO I Da Natureza, dos Fins e da Aprovação dos Cursos REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU TITULO I Da Natureza, dos Fins e da Aprovação dos Cursos CAPÍTULO I Da Natureza e dos Fins dos Cursos Art. 1º Os cursos de pós-graduação Lato sensu

Leia mais

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC

MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart Biblioteca da Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart MANUAL PARA NORMATIZAÇÃO - TCC São Paulo, 2014 ii FORMATO DO TCC Tamanho do papel: A4 (21 cm 29,7 cm);

Leia mais

Normalização de trabalhos Acadêmicos. ABNT NBR 14724-2011 -Informação e documentação - Trabalhos Acadêmicos-

Normalização de trabalhos Acadêmicos. ABNT NBR 14724-2011 -Informação e documentação - Trabalhos Acadêmicos- Normalização de trabalhos Acadêmicos ABNT NBR 14724-2011 -Informação e documentação - Trabalhos Acadêmicos- Esta norma específica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses,

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM III Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Nos termos da Lei nº 11.892 de 29/12/2008, a Escola Técnica da UFRGS passa a ter nova denominação. REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO O Curso Técnico

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC)

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) RIO DE JANEIRO 2009 2 APRESENTAÇÃO Estas diretrizes têm por objetivo padronizar a apresentação dos Trabalhos

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO Normatiza as atividades relacionadas à monografia da pós-graduação lato sensu do CEFET-SP. Art. 1º. Os objetivos da monografia

Leia mais

A estrutura de um trabalho, de acordo com a ABNT/NBR-14724, compreende três elementos: Pré textuais, Textuais Pós textuais.

A estrutura de um trabalho, de acordo com a ABNT/NBR-14724, compreende três elementos: Pré textuais, Textuais Pós textuais. APRESENTAÇÃO Para ficar claro, é necessário fazer distinções entre padrões e normas, já que normas da ABNT são constituídas de regras a serem seguidas, objetivando a qualidade em produções científicas,

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM IV Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso. Das Disposições Preliminares

Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso. Das Disposições Preliminares Regulamento Trabalho de Conclusão de Curso Das Disposições Preliminares Art. 1. Respaldado pelo disposto nos termos do parágrafo terceiro do Artigo 65 do Regimento Unificado da Associação Educativa Evangélica

Leia mais

GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD

GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PARA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD Estabelece regras para a correção do trabalho de conclusão de curso, requisito para a obtenção do certificado

Leia mais

RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR

RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR Aprova o Regulamento dos Trabalhos de Conclusão dos Cursos de Licenciatura do IFPI. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO TCC CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPUS URUGUAIANA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO EM NEUROCIÊNCIA APLICADA À EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas

CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA / LICENCIATURA Trabalho de Conclusão de Curso / Regulamento e Normativas Capítulo I DA CONCEITUAÇÃO E DOS OBJETIVOS ARTIGO 1º O Trabalho de conclusão do Curso (TCC) é componente

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO CAMPUS UBERABA - MG NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO UBERABA-MG 2010 SUMÁRIO

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO EMPRESARIAL PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e análise de práticas de gestão em empresas de médio porte. OBS: O Projeto deverá ser

Leia mais

As partes que compõem o trabalho acadêmico são:

As partes que compõem o trabalho acadêmico são: APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Picos, 2009 Apresentação O conhecimento científico tem como princípio fundamental a objetividade, tendo como premissa a sua legitimidade junto à comunidade científica.

Leia mais

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO 1. VERSÃO FINAL O original da versão final da Dissertação deverá ser entregue pelo aluno a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

Roteiro de Normas Técnicas para apresentação de trabalhos acadêmicos, dissertações, teses e monografias Rede Gonzaga de Ensino Superior

Roteiro de Normas Técnicas para apresentação de trabalhos acadêmicos, dissertações, teses e monografias Rede Gonzaga de Ensino Superior Objetivo: As normas da ABNT tem o objetivo de facilitar e determinar um padrão nos trabalhos, facilitando assim a avaliação das escolas e universidades, dentro de um mesmo parâmetro de apresentação. Elas

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA Normas para a elaboração do Relatório de Estágio Profissionalizante do curso de MESTRADO EM AGRO-PECUÁRIA 1 O relatório de Estágio Profissionalizante

Leia mais

ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003

ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003 FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DOM BOSCO CORNÉLIO PROCÓPIO - PR ASPECTOS NORMATIVOS E TIPOGRÁFICOS DO ARTIGO CIENTÍFICO baseados na NBR 6022, 2003 1 INTRODUÇÃO As orientações aqui apresentadas são baseadas

Leia mais

II Fórum de acessibilidade e II Seminário de ações afirmativas, diversidade e inclusão. OS TRABALHOS DEVERÃO SEGUIR A SEGUINTE FORMATAÇÃO:

II Fórum de acessibilidade e II Seminário de ações afirmativas, diversidade e inclusão. OS TRABALHOS DEVERÃO SEGUIR A SEGUINTE FORMATAÇÃO: II Fórum de acessibilidade e II Seminário de ações afirmativas, diversidade e inclusão. OS TRABALHOS DEVERÃO SEGUIR A SEGUINTE FORMATAÇÃO: I - RESUMO EXPANDIDO: Modalidade: Destinada a alunos de graduação,

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS JUNHO/2011 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É essencial o uso de normas técnicas para uma boa apresentação e compreensão da leitura de um trabalho acadêmico-científico.

Leia mais

CRITÉRIOS PARA ACEITAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BOTUCATU

CRITÉRIOS PARA ACEITAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BOTUCATU CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA CRITÉRIOS PARA ACEITAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BOTUCATU (Versão Professor) Botucatu - SP Junho 2015 SUMÁRIO

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIENCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO ATIVIDADE PRÁTICA- ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROTEIRO

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015 RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 001/2015 Aprovar ad referendum do Conselho Universitário- CONSUN, o Regulamento para a Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade do Contestado - UnC. A Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO O DE CURSO PARA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO O DE CURSO PARA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO O DE CURSO PARA PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD O Conselho de Administração, Ensino, Pesquisa e Extensão Consaepe, considerando as suas atribuições RESOLVE

Leia mais

Normas do relatório de estágio do curso Técnico Integrado em Agropecuária

Normas do relatório de estágio do curso Técnico Integrado em Agropecuária Normas do relatório de estágio do curso Técnico Integrado em Agropecuária O estágio supervisionado é obrigatório e propicia a complementação do ensino e da aprendizagem, constituindo-se em instrumento

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES)

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) SANTA MARIA - RS 2014 1 REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO FACULDADE METODISTA

Leia mais

III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins. Rumo a Produção Científica. Contábil Estudantil

III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins. Rumo a Produção Científica. Contábil Estudantil III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins Rumo a Produção Científica Contábil Estudantil Concurso de artigos sobre Tópicos Contemporâneos da Ciência Contábil. Os dez primeiros

Leia mais

- O banner deverá ser confeccionado pelos autores, apenas se o trabalho submetido obteve o parecer de aceite para apresentação em painel.

- O banner deverá ser confeccionado pelos autores, apenas se o trabalho submetido obteve o parecer de aceite para apresentação em painel. Normas de apresentação em Painel e Comunicação Oral para o 1º Encontro Nacional de Ensino Superior Policial Militar A Formação do Oficial PM na Pós-Modernidade. 1. Normas para apresentação em Painel (Banner)

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Título I Das Disposições Preliminares Art. 1º Este Regulamento normatiza as atividades relativas ao Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SAÚDE COLETIVA MESTRADO E DOUTORADO TÍTULO I. Introdução

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SAÚDE COLETIVA MESTRADO E DOUTORADO TÍTULO I. Introdução REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SAÚDE COLETIVA MESTRADO E DOUTORADO TÍTULO I Introdução Art. 1. Este regimento estabelece as atribuições, responsabilidades e normas específicas

Leia mais

Ciclo de Estudos Contábeis de Curitiba CECOC 2º Prêmio Científico Cecoc

Ciclo de Estudos Contábeis de Curitiba CECOC 2º Prêmio Científico Cecoc DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO PARA O PRÊMIO CIENTÍFICO CECOC Art. 1º- O Prêmio instituído pelo CECOC será denominado Prêmio Científico Cecoc. Art. 2º- O concurso está aberto a alunos (graduação,

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Programa de Pós-graduação em Biofotônica Aplicada às Ciências da Saúde Universidade Nove de Julho - UNINOVE Normas para Redação de Dissertações/Teses 1. Estrutura A estrutura de uma dissertação, tese ou

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO

RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS RECOMENDAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES REVISADO EM SETEMBRO DE 2011 DE ACORDO COM RESOLUÇÃO

Leia mais

NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA

NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA NORMALIZAÇÃO PARA RELATÓRIOS TÉCNICOS VERSÃO RESUMIDA PADRÃO CESBOC ABNT 2015 O QUE É ABNT? Fundada em 1940, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Órgão responsável pela normalização técnica

Leia mais

EDITAL PIBITI CNPq 001/2015 PERÍODO 2015/2016

EDITAL PIBITI CNPq 001/2015 PERÍODO 2015/2016 EDITAL PIBITI CNPq 001/2015 PERÍODO 2015/2016 O Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, juntamente com o Comitê Institucional Interno, divulgam as informações para o processo de seleção no

Leia mais

Art. 6º A inscrição deverá ser realizada de acordo com a ficha constante no anexo I, desta Lei.

Art. 6º A inscrição deverá ser realizada de acordo com a ficha constante no anexo I, desta Lei. LEI Nº 1.947, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015. Autoriza o Poder Executivo a premiar os Profissionais da Educação Básica, na categoria de Gestor e Professor, da Rede Municipal de Ensino, que obtiverem experiências

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA A Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Araguaia, considera o Estágio Supervisionado como um período de aprendizagem

Leia mais

PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROCESSO

PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROCESSO MANUAL DE NORMAS TÉCNICAS 1 PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROCESSO PENAL IBCCRIM-COIMBRA, REALIZADO PELO INSTITUTO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS CRIMINAIS (IBCCRIM)

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO Curso de Engenharia mecânica Bacharelado TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - REGULAMENTO FACULDADE DE TALENTOS HUMANOS - FACTHUS CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA - BACHARELADO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO

Leia mais

CONSULTIME GESTÃO DE ENSINO ADRIANA SARTÓRIO RICCO. NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (Monografias e Trabalhos para Disciplinas)

CONSULTIME GESTÃO DE ENSINO ADRIANA SARTÓRIO RICCO. NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (Monografias e Trabalhos para Disciplinas) CONSULTIME GESTÃO DE ENSINO Faculdade de Ciências e Educação do Espírito Santo UNIVES Faculdade de Educação de Vitória - AUFES Professora Organizadora: ADRIANA SARTÓRIO RICCO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE

Leia mais

TÍTULO DA OFICINA/MINICURSO EM NEGRITO CAIXA ALTA CENTRALIZADO FONTE TIMES NEW ROMAN 12 RESUMO

TÍTULO DA OFICINA/MINICURSO EM NEGRITO CAIXA ALTA CENTRALIZADO FONTE TIMES NEW ROMAN 12 RESUMO TÍTULO DA OFICINA/MINICURSO EM NEGRITO CAIXA ALTA CENTRALIZADO FONTE TIMES NEW ROMAN 12 Nome completo do autor com sobrenome em CAIXA ALTA Nome completo do coautor com sobrenome em CAIXA ALTA RESUMO Identifique

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO VI SENPEX NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Período de submissão: 10/07/2015 10/09/2015. 1. O VI do UNIBAVE: Ciência e tecnologia para promoção da educação e da vida", a ser realizado

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos 2011 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com NBR

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA / UESC

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA / UESC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA / UESC CAPÍTULO I Disposições gerais Art. 1º. O presente regulamento tem por objetivo normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) - EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO O Trabalho de Conclusão de Curso é componente curricular obrigatório, enriquecedor e implementador do perfil do formando. É concebido

Leia mais

PIM V. Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM V. Projeto Integrado Multidisciplinar PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar PIM V - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Propor a aplicação dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas do semestre no funcionamento dos sistemas de Saúde

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS GOVERNADOR VALADARES COORDENAÇÃO DO ENSINO MÉDIO - CEM

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS Estas regras são aplicadas a todos os Trabalhos acadêmicos ou similares (trabalho de conclusão de curso (TCC), trabalho de graduação interdisciplinar,

Leia mais

Diretrizes para Apresentação de Dissertações. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Mestrado Acadêmico

Diretrizes para Apresentação de Dissertações. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Mestrado Acadêmico 1 Diretrizes para Apresentação de Dissertações Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Mestrado Acadêmico Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP 2 2014 Diretor Adjunto de Pós-Graduação

Leia mais

REGULAMENTO E PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NA PÓS-GRADUAÇÃO Para turmas iniciadas em 2013.

REGULAMENTO E PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NA PÓS-GRADUAÇÃO Para turmas iniciadas em 2013. REGULAMENTO E PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NA PÓS-GRADUAÇÃO Para turmas iniciadas em 2013 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE BIRIGUI (TCC FACULDADE BIRIGUI)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE BIRIGUI (TCC FACULDADE BIRIGUI) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FACULDADE BIRIGUI (TCC FACULDADE BIRIGUI) FUNDAMENTO: O Trabalho de Conclusão de Curso é componente obrigatório da grade

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Curso de Psicologia COREU

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Curso de Psicologia COREU VII SEMANA DA DIVERSIDADE TEMA: PSICOLOGIA, LIBERDADE, ÉTICA 23ª Jornada da Clinica de Psicologia 8ª Jornada da Ênfase Psicologia Organizações e Sociedade 2ª Jornada da Rede Psi EDITAL PARA SELEÇÃO DE

Leia mais

FACULDADE PRUDENTE DE MORAES BACHARELADO EM JORNALISMO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL

FACULDADE PRUDENTE DE MORAES BACHARELADO EM JORNALISMO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL 1 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL ITU/SP 2013 2 CAPÍTULO I Do Conceito Artito 1

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Normatização nº 01/2010 - CCEF ESTABELECE NORMAS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC - DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PALMAS TO, NOVEMBRO 2015 A disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, na Faculdade Católica do Tocantins, está organizada

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 031, de 14 de abril de 2.005.

RESOLUÇÃO nº 031, de 14 de abril de 2.005. UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE Av. Castelo Branco, 170 - CEP 88 509 900 Lages SC - Cx.P. 525 - Fone (49) 251 1022 - Fax (49) 251 1051 home-page: http:/www.uniplac.net e-mail: uniplac@uniplac.net

Leia mais

2. MATRÍCULA NO MÓDULO DE ORIENTAÇÃO

2. MATRÍCULA NO MÓDULO DE ORIENTAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZACAO EM GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EM ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA A Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL EDITAL N.º 22/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À PUBLICAÇÃO DE LIVROS

Leia mais

FACULDADE DE ESTUDOS AVANÇADOS DO PARÁ FORUM MULTIDISCIPLINAR DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS

FACULDADE DE ESTUDOS AVANÇADOS DO PARÁ FORUM MULTIDISCIPLINAR DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS FACULDADE DE ESTUDOS AVANÇADOS DO PARÁ FORUM MULTIDISCIPLINAR DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS A Faculdade de Estudos Avançados do Pará FEAPA, através de seu corpo

Leia mais

I Concurso Nacional de Monografias Funenseg/SulAmérica. Regulamento I Concurso Nacional de Monografias Funenseg/SulAmérica

I Concurso Nacional de Monografias Funenseg/SulAmérica. Regulamento I Concurso Nacional de Monografias Funenseg/SulAmérica Regulamento I Concurso Nacional de Monografias Funenseg/SulAmérica A Escola Nacional de Seguros Funenseg, em conjunto com a SulAmérica Seguros, com o intuito de desenvolver e promover o conhecimento do

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO 1 Anexo I da Resolução do Conselho Superior nº 46/2011, de 13/09/2011. REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REGIMENTO DOS CURSOS

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE QUALIFICAÇÃO E TESE

MANUAL DE ELABORAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE QUALIFICAÇÃO E TESE UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE MANUAL DE ELABORAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE QUALIFICAÇÃO E

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2005 São Carlos 2010 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com a

Leia mais

FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS LICENCIATURA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS LICENCIATURA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS LICENCIATURA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Guarapuava - 2013 I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este Regulamento estabelece as regras

Leia mais

PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 90/2015 DE 08 DE SETEMBRO DE 2015. Regulamenta os trabalhos de graduação dos cursos superiores da Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente. O diretor da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Institui o Regulamento de Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) do Curso de Direito da Celer Faculdades

Leia mais

2. - Os cursos objetos deste Artigo são destinados a portadores de diploma de nível superior, devidamente reconhecido ou revalidado.

2. - Os cursos objetos deste Artigo são destinados a portadores de diploma de nível superior, devidamente reconhecido ou revalidado. R E S O L U Ç Ã O N. 83/2011 - CONSUN APROVA A ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO N. 26/2010 - CONSUN QUE ESTABELECE AS NORMAS PARA A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA PUCPR. (*) O Presidente do Conselho Universitário no

Leia mais

UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves. Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico

UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves. Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico UNESP Faculdade de Odontologia de Araraquara Biblioteca Professora Maria Dilma de Oliveira Gonçalves Ana Cristina Jorge Diretrizes para elaboração de Memorial Acadêmico Araraquara 2014 2 MEMORIAL ACADÊMICO

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES ASSOCIADAS DE ENSINO FAE.

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES ASSOCIADAS DE ENSINO FAE. REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES ASSOCIADAS DE ENSINO FAE. CAPÍTULO I Dos Objetivos e Prazos Artigo 1º Os Cursos Acadêmicos de Pós-Graduação stricto

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS DE PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Marechal Cândido Rondon PR 2013 SUMÁRIO 1. CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS DOS ARTIGOS...3 1.1 Formato...3 1.2 Ciclo de vida...3 1.3 Características técnicas

Leia mais

CAPÍTULO II DOS PRÉ-REQUISITOS DA DISCIPLINA CCG 110094 (TCC)

CAPÍTULO II DOS PRÉ-REQUISITOS DA DISCIPLINA CCG 110094 (TCC) 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Campus Universitário - Trindade - Caixa Postal 476 CEP 88010-910 - Florianópolis - Santa Catarina Centro Sócio-Econômico TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID RESOLUÇÃO 01/2008/CEFID

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID RESOLUÇÃO 01/2008/CEFID UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID RESOLUÇÃO 01/2008/CEFID Fixa normas para Elaboração, Qualificação e Apresentação dos Trabalhos de Conclusão

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO DE CONCLUSÃO DE CURSO. FORMATO ARTIGO CIENTÍFICO (com base na ABNT NBR 6022)

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO DE CONCLUSÃO DE CURSO. FORMATO ARTIGO CIENTÍFICO (com base na ABNT NBR 6022) UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE BACHARELADO EM ENFERMAGEM Coordenação do TCC de Enfermagem BACHARELADO EM FISIOTERAPIA Coordenação do TCC de Fisioterapia NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO ACADÊMICO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Desenvolvimento Pessoal Gerência de Desenvolvimento

Leia mais

Profª PEDRA SANTANA ALVES Reitora

Profª PEDRA SANTANA ALVES Reitora 0 PORTARIA Nº 11/11 APROVA AD REFERENDUM O REGULAMENTO PARA PROJETO FINAL DOS CURSOS DE ENGENHARIA DA UNERJ. A Reitora do Centro Universitário de Jaraguá do Sul UNERJ, e Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TÍTULO I DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TÍTULO I DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TÍTULO I DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO CAPÍTULO I Das disposições preliminares, das finalidades e dos objetivos. Das disposições preliminares Art. 1º. A Faculdade

Leia mais

COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Série: 3º ANO ENSINO MÉDIO MATERIAL COMPLEMENTAR COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO São Paulo 2012 1 1. APRESENTAÇÃO GRÁFICA: Todo trabalho escolar deve conter impressão de boa qualidade,

Leia mais

Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância

Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância Regulamento Específico para os Estágios Supervisionados do Curso de Licenciatura em Geografia a Distância As disciplinas Estágio Supervisionado I e II, devendo perfazer o total de 200 (duzentas) horas

Leia mais

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Sociais Aplicadas Curso de Ciências Contábeis

Universidade Comunitária da Região de Chapecó Área de Ciências Sociais Aplicadas Curso de Ciências Contábeis Curso de Ciências Contábeis DISCIPLINA: Trabalho de Conclusão de Curso I PERÍODO: 7º - MATRIZ CURRICULAR: 321 SEMESTRE/ANO: 2º/2014 PROCEDIMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DA DISCIPLINA Apresentação dos temas

Leia mais

REGULAMENTO DE TCC 2012

REGULAMENTO DE TCC 2012 REGULAMENTO DE TCC 2012 REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente regulamento normatiza o processo de elaboração, defesa e julgamento de Trabalho

Leia mais

EDITORAÇÃO. Iniciação à Pesquisa em Química

EDITORAÇÃO. Iniciação à Pesquisa em Química EDITORAÇÃO Iniciação à Pesquisa em Química Módulo V 20/05/2004 Prof JulioTrevas 1 Programação 1.Apresentação Gráfica 2.Elementos Textuais e Não Textuais 3.Citações 4.Referências 2 Apresentação Gráfica

Leia mais

MARIA BERNADETE MIRANDA

MARIA BERNADETE MIRANDA MARIA BERNADETE MIRANDA Trabalhos Acadêmicos segundo a ABNT-NBR 14724:2002 NORMALIZAÇÃO DOCUMENTÁRIA! Referências! Citações em documentos! Trabalhos Acadêmicos ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS!

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Capítulo I Disposições Preliminares

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Capítulo I Disposições Preliminares REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Capítulo I Disposições Preliminares Art. 1º O presente regulamento estabelece as normas para a efetivação do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UFV/CRP

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UFV/CRP UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS UFV DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO PARA O TRABALHO

Leia mais

Pós-Graduação em Engenharia de Materiais - POSMAT NORMAS DOS TRABALHOS ESCRITOS

Pós-Graduação em Engenharia de Materiais - POSMAT NORMAS DOS TRABALHOS ESCRITOS CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Pós-Graduação em Engenharia de Materiais - POSMAT NORMAS DOS TRABALHOS ESCRITOS FORMATAÇÃO I. Deve-se manter, ao longo de todo o documento, a mesma

Leia mais

MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA

MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA 1 OBJETIVO Padronização e estruturação das normas técnicas, deveres e direitos das partes envolvidas e diretrizes do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO DE CONCLUSÃO DE CURSO (PCC) CAPÍTULO I Da natureza e finalidade. Capítulo II

REGULAMENTO DO PROJETO DE CONCLUSÃO DE CURSO (PCC) CAPÍTULO I Da natureza e finalidade. Capítulo II FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUIUTABA ISEPI INSTITUTO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA DE ITUIUTABA ISEDI INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE ITUIUTABA UNIDADE ASSOCIADA À UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Leia mais

REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO

REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - O

Leia mais

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU FMN Curso de Pedagogia Coordenação de Pedagogia EDITAL DE ARTIGO DE CONCLUSÃO DE CURSO N 001/2015.2

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU FMN Curso de Pedagogia Coordenação de Pedagogia EDITAL DE ARTIGO DE CONCLUSÃO DE CURSO N 001/2015.2 FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU FMN Curso de Pedagogia Coordenação de Pedagogia EDITAL DE ARTIGO DE CONCLUSÃO DE CURSO N 001/2015.2 A Coordenação do curso de Pedagogia, da Faculdade Maurício de Nassau - FMN,

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) GARÇA 2011 INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso é um componente curricular obrigatório para os cursos de Graduação, assim sendo a Direção da Faculdade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 205 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 205 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 205 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais