Lei /10/2013 Mais Médicos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lei 12.871 22/10/2013 Mais Médicos"

Transcrição

1

2 Lei /10/2013 Mais Médicos Institui o Programa Mais Médicos, faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa prevê: Ampliação e Melhoria da Infraestrutura Formação para o SUS Provimento Emergencial Ampliação da Oferta na Graduação e Residência Médica Mudança no Eixo dos Locais de Formação Reorientação da Formação Editais de Chamadas Nacional e Internacional Cooperação internacional 2

3 Cenário Motivador: 22 estados abaixo da média nacional Brasil: 1,83 médicos/mil hab. Fonte: Dados Primários, Conselho Federal de Medicina 2013 População, IBGE 2013.

4 Brasil sairá de 374 mil para 600 mil médicos até ,5 mil novas vagas de graduação até ,4 mil novas vagas de residência para formação de especialistas Atingindo a meta de 2,7 médicos por mil habitantes Interiorização da formação Formação pautada nas necessidades de saúde

5 Cenário atual do Projeto Mais Médicos médicos para a Atenção Básica Cerca de 50 milhões de pessoas beneficiadas* Mudar mapa Médicos por UF *Considerando o atendimento de, em média, pessoas /equipe

6 Cenário atual do Projeto Mais Médicos 1,86 médicos/mil hab médicos cubanos médicos brasileiros médicos formados no exterior

7 Pesquisa dos resultados e impactos do programa

8 Satisfação do usuário. 95% dos entrevistados estavam muito satisfeitos ou satisfeitos com a atuação do médico 87% dos entrevistados deram notas de 8 a 10 para o Programa Mais Médicos 8

9 Para 74% dos entrevistados, o Programa está melhor do que a expectativa 74% MELHOR DO QUE ESPERAVA 19% IGUAL AO QUE ESPERAVA 2% ESTÁ PIOR DO QUE ESPERAVA 5% NS/NR Pergunta: na sua opinião, até o momento o Mais Médicos, está melhor do que esperava, igual ao que esperava, pior do que esperava ou nenhuma das alternativas? 9

10 Avaliação do atendimento Muito Melhor / Melhor Igual Pior / Muito Pior NS /NR

11 Novo edital: Expansão do programa em até municípios Destes, 424 ainda não possuem médicos do Mais Médicos 18 novos municípios no CE Perfil: 20% de população em extrema pobreza, IDH baixo/muito baixo, Semiárido, Norte com escassez, Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Ribeira Regiões de alta vulnerabilidade de capitais, região metropolitanas e G100 Municípios que participam do Provab Área de atuação de Distrito Sanitário Especial Indígena Municípios com cobertura da Atenção Básica abaixo do necessário

12 Novo edital: Expansão do programa em até municípios Vagas avaliadas segundo regiões prioritárias, parâmetros de necessidade da população, cobertura da Atenção Básica e capacidade instalada das unidades básicas de saúde Gestores desses municípios deverão confirmar participação e solicitar novas vagas no sistema do Programa (de 16 a 28/1)

13 Novos editais Lançamento de editais a cada trimestre ofertando as vagas em aberto; Editais poderão contemplar vagas em municípios que hoje não conseguem aderir pela capacidade instalada;

14 Incorporação do PROVAB vagas do PROVAB, Cadastradas no SCNES; População terá a segurança da continuidade no atendimento; Dar oportunidade ao médico do PROVAB que deseja continuar na mesma UBS (por até 3 anos); Ampliar os perfis de médicos no Programa: recémformados; médicos de família e comunidade; e aqueles que decidirem permanecer na Atenção Básica.

15 Prioridade para médicos formados no Brasil Médicos com CRM Brasil Brasileiros formados no exterior Estrangeiros Cooperação OPAS Médico poderá optar pelos benefícios do Mais Médicos ou 10% de pontuação no concurso da residência; Cada profissional poderá optar por até 4 municípios na inscrição; Aqueles que não ficarem em nenhum dos municípios escolhidos terão outras 2 oportunidades para escolher as vagas remanescentes; Médicos que já atuam na Atenção Básica só poderão ingressar no Programa em municípios com maior vulnerabilidade

16 Etapas de Adesão dos novos Municípios Inscrição no SGP Confirmação dos Dados Confirmação das vagas Solicitação de novas vagas Termo de Compromisso

17 Cronograma para inscrição CRM Brasil Publicação do Edital Escolha de vagas disponíveis Inscrição de médicos brasileiros e confirmação dos municípios Apresentação nos municípios 2ª. chamada brasileiros Início das atividades para 1ª e 2ª chamada 3ª chamada brasileiros Início das atividades para 3ª chamada

18 Validação da Transferência (CRM Brasil) Os gestores dos municípios que possuem médicos do Provab devem estar atentos ao Cronograma; Esses gestores deverão validar a TRANSFERÊNCIA dos médicos do PROVAB para o Mais Médicos no período de 30/01 a 02/02.

19 Validação dos Médicos (CRM Brasil) Os gestores devem validar a apresentação dos médicos CRM Brasil nas três chamadas possíveis: 1ª chamada: 11 a 20 de fevereiro; 2ª chamada: 26 e 27 de fevereiro; 3ª chamada: 23 a 27 de março.

20 Homologação dos Médicos (CRM Brasil) Os gestores devem homologar a apresentação dos médicos CRM Brasil nas três chamadas possíveis. A homologação acontece com o inicio das atividades no município: Homologação 1 e 2ª Chamadas CRM Brasil: 09/03 a 10/03 Homologação 3ª Chamada CRM Brasil: 06/04 a 09/04

21 Próximas fases: brasileiros formados no exterior, estrangeiros e cooperados Após a alocação dos candidatos brasileiros, caso haja vagas desocupadas, será aberto período de inscrições para brasileiros formados fora do Brasil Período: 10 a 20 de abril Persistindo vagas, serão abertas inscrições para estrangeiros formados no exterior. Período: 5 a 15 de maio Módulo de acolhimento para médicos intercambistas: 8 a 26 de junho

22 Cronograma para inscrição brasileiros formados no exterior e estrangeiros Escolha de vagas disponíveis Inscrição de médicos brasileiros formados no exterior Chamada para estrangeiros Escolha de vagas disponíveis Módulo de acolhimento e avaliação Início das atividades nos municípios

23 Responsabilidades do MS Projeto Mais Médicos: Pagamento da Bolsa formação. Pagamento de ajuda de custo para instalação. Deslocamento do médico intercambista até o município de atuação. Especialização e Tutoria. PROVAB: Pagamento da Bolsa Formação. 10% de Bonificação na Residência Médica para concluintes. Especialização e Tutoria.

24 Integração ensino e serviço Todos os participantes do Mais Médicos cursam especialização em Atenção Básica e têm o acompanhamento de tutores e supervisores Em todo país, 72 Instituições de ensino realizam a tutoria e supervisão dos médicos participantes no país 32 horas para oferta assistencial na UBS/USF e 08 horas para ofertas educacionais semanais; tutor vinculado a instituições de ensino supervisores de universidades públicas, hospitais de ensino, escolas de saúde ou programas de residência médica médicos

25 Responsabilidades dos Municípios Mais Médicos: Auxílio Alimentação: Obrigatório, valor entre R$ 500,00 e R$ 700,00 ou in natura. Auxílio Moradia: Obrigatório, conforme Portaria 30/2013, valor entre R$ 500,00 e R$ 2.500,00. Transporte: Em caso de difícil acesso as ações na Unidade Básica de Saúde. PROVAB: Auxílio Alimentação: Opcional. Transporte: Em caso de difícil acesso as ações na Unidade Básica de Saúde.

26 Responsabilidades Municípios Receber o médico participante independente da modalidade escolhida (PROVAB ou Mais Médicos); Cadastrar o médico participante no SCNES em um prazo máximo de 30 dias; Inserir o médico participante dos Programas, no prazo máximo de 60 (sessenta) dias, em equipes de Saúde da Família (PROVAB) ou nos arranjos de equipe previstos na PNAB (Mais Médicos); Manter, durante a execução dos Programas, as equipes de atenção básica atualmente constituídas.

27 Responsabilidades Municípios Não substituir médicos que já componham as equipes de atenção básica pelos médicos participantes dos Programas, exceto nos casos previstos no termo de adesão; Priorizar a alocação dos médicos participantes dos Programas nas equipes de atenção básica sem profissionais médicos; Alocar prioritariamente os médicos em equipes que atendam populações que dependam exclusivamente da atenção do SUS e/ou atendam populações vulneráveis e historicamente excluídas, tais como, Ribeirinhas, Fluviais, Quilombolas, Assentados e Indígenas;

28 Responsabilidades Municípios Garantir a alimentação, pelo médico, do Sistema de Informação da Atenção Básica SISAB e e-sus Mais Médicos ou e-sus AB; Acompanhar o cumprimento da carga horária, atividades previstas nos programas e avaliar o desempenho dos médicos para fins de certificação das atividades de ensino-serviço; Confirmar a veracidade dos registros de produção do médico participante no SGP (importadas da alimentação do e-sus) para fins de validação da bolsa;

29 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

30 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

31 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

32 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

33 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

34 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

35 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

36 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

37 Passo a passo de Adesão de novos Municípios

38 Passo a passo Municípios com Adesão

39 Passo a passo Municípios com Adesão

40 Situação adesão novo edital em 22/01 às 18h Total Aderido Novos 18 7 Ativos 99 42

41 Roteiro Possibilidade de Adesão para município não elegível neste edital Descreva o cenário situacional da atenção básica no seu município: qual a necessidade atual, se possui áreas ou comunidades vulneráveis (comunidade ribeirinha, quilombola, assentamento) Qual a oferta de cobertura da atenção básica e número de equipe de saúde da família existente A estrutura física e capacidade instalada das Unidades Básicas de Saúde prevista para o possível recebimento de médicos do PMM Um planejamento de como garantirá a inserção de novos médicos, bem como um plano de expansão da cobertura da atenção básica Envie o oficio digitalizado como anexo para o endereço de com o titulo MUNICIPIOS NÃO ELEGIVEIS EDITAL 01/2015 e encaminhe o oficio original para o endereço do DEPREPS/SGTES/MS, Esplanada dos Ministérios, Bloco "G", Edifício-Sede, 7º andar, Sala 752, CEP , Brasília-DF, com a indicação "MUNICIPIOS NÃO ELEGIVEIS EDITAL 01/2015" na frente do envelope

42 OBRIGADA! Mais informações: Ouvidoria do SUS: 136 opção 8

43

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab

Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab Dúvidas sobre ampliação do Mais Médicos e incorporação do Provab 1. Quais são as principais novidades desse edital? A partir de agora, os profissionais que estão no Provab poderão ingressar no Mais Médicos

Leia mais

Evidências da necessidade de mais médicos. Conjuntura de regulação incipiente do Estado brasileiro com base constitucional regulatória.

Evidências da necessidade de mais médicos. Conjuntura de regulação incipiente do Estado brasileiro com base constitucional regulatória. Evidências da necessidade de mais médicos para o Brasil Conjuntura de regulação incipiente do Estado brasileiro com base constitucional regulatória. Contexto nacional de queda geral do desemprego e formalização

Leia mais

Ao município participante do PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL

Ao município participante do PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL Ao município participante do PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL O seu município aderiu ao Programa Mais Médicos do Governo Federal e receberá profissionais para melhorar e expandir o atendimento na atenção

Leia mais

O DILEMA DOS GESTORES O DESAFIO DA GESTÃO

O DILEMA DOS GESTORES O DESAFIO DA GESTÃO 1 O DILEMA DOS GESTORES NECESSIDADES CRESCENTES RECURSOS LIMITADOS O DESAFIO DA GESTÃO SITUAÇÃO DE SAÚDE DA POPULAÇÃO Condições crônicas MODELO DE ATENÇÃO Condições agudas 3 Um sistema formador complexo

Leia mais

CIT 24 DE Setembro de 2015

CIT 24 DE Setembro de 2015 CIT 24 DE Setembro de 2015 Brasil sairá de 374 mil para 600 mil médicos até 2026 AAngindo a meta de 2,7 médicos por mil habitantes Ø 11,5 mil novas vagas de graduação até 2017 Ø 12,4 mil novas vagas de

Leia mais

FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014

FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014 FAQ EDITAL PROVAB - JANEIRO 2014 1. O que é o Provab e qual o perfil de profissional que costuma se inscrever no programa? O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) é uma iniciativa

Leia mais

Perguntas e respostas programa 'Mais Médicos'

Perguntas e respostas programa 'Mais Médicos' Perguntas e respostas programa 'Mais Médicos' 1. Recebi médicos do Programa Mais Médicos. Qual próximo passo? O gestor tem que entrar no sistema - SGP e confirma se quer o profissional médico, colocar

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA OS GESTORES MUNICIPAIS

ORIENTAÇÃO PARA OS GESTORES MUNICIPAIS ORIENTAÇÃO PARA OS GESTORES MUNICIPAIS Os médicos participantes do Projeto Mais Médicos para o Brasil são profissionais que atuarão nos serviços de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir

Leia mais

CIT 29 de OUTUBRO de 2015

CIT 29 de OUTUBRO de 2015 CIT 29 de OUTUBRO de 2015 APRESENTAÇÃO Situação e resultados do chamamento em curso Mais Médicos Residência Plano Nacional de Formação de Preceptores Vencimento do prazo de 3 anos dos médicos que iniciaram

Leia mais

Mais Médicos para o Brasil

Mais Médicos para o Brasil Mais Médicos para o Brasil EIXOS Ampliação e Melhoria da Infraestrutura Formação para o SUS Ampliação da Oferta na Graduação e Residência Médica Mudança no Eixo dos Locais de Formação Reorientação da Formação

Leia mais

OFICINA PROVAB Fortaleza 16 de 17 de maio

OFICINA PROVAB Fortaleza 16 de 17 de maio OFICINA PROVAB Fortaleza 16 de 17 de maio Propostas formuladas nas rodadas de discussão tarde de 16/05 e na manhã de 17/05. Digitação idêntica às inscrições nos post it. Temas: Remanejamento, Supervisão,

Leia mais

O e-sus AB no Ceará. COSEMS - Fortaleza 08 de maio de 2015

O e-sus AB no Ceará. COSEMS - Fortaleza 08 de maio de 2015 O e-sus AB no Ceará COSEMS - Fortaleza 08 de maio de 2015 e-saúde e o SUS Reestruturação dos sistemas de informação em saúde do MS em busca de um SUS eletrônico: Cartão Nacional de Saúde e-sus Hospitalar

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL Nº 2, DE 15 DE JANEIRO DE 2015

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL Nº 2, DE 15 DE JANEIRO DE 2015 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE EDITAL Nº 2, DE 15 DE JANEIRO DE 2015 ADESÃO DE MÉDICOS AOS PROGRAMAS DE PROVISÃO DE MÉDICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE - PROJETO

Leia mais

38 São Paulo, 125 (144) quinta-feira, 6 de agosto de 2015

38 São Paulo, 125 (144) quinta-feira, 6 de agosto de 2015 38 São Paulo, 125 (144) quinta-feira, 6 de agosto de 2015 Resolução SE 37, de 5-8-2015 Estabelece critérios e procedimentos para a implementação do processo de atendimento à demanda escolar do Ensino Médio

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DOS MACROPROCESSOS BÁSICOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

ORGANIZAÇÃO DOS MACROPROCESSOS BÁSICOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE Fortaleza Maio, 2013 SAÚDE 1 ORGANIZAÇÃO DOS MACROPROCESSOS BÁSICOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE OFICINA 3 CADASTRO FAMILIAR E DIAGNÓSTICO LOCAL MANAUS - Julho, 2013 1 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Secretário

Leia mais

Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas

Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas I Fórum Internacional sobre Cobertura e Sistemas Universais em Saúde Profissionais da Saúde e provimento em áreas remotas Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Planejamento

Leia mais

1ª Audiência Pública Comissão Mista da Medida Provisória n 621/2013. Mozart Sales 03/09/2013

1ª Audiência Pública Comissão Mista da Medida Provisória n 621/2013. Mozart Sales 03/09/2013 1ª Audiência Pública Comissão Mista da Medida Provisória n 621/2013 Mozart Sales 03/09/2013 1 Brasil, 2000 e 2010: Distribuição do nº de ocupados em saúde no trabalho principal da semana de referência,

Leia mais

II ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

II ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL Ministério da Saúde II ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL APLICAÇÃO DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO, DESAFIOS E POSSIBILIDADES Brasília, 25 de setembro de

Leia mais

Documento de Orientação para as Comissões de Coordenação Estadual

Documento de Orientação para as Comissões de Coordenação Estadual Documento de Orientação para as Comissões de Coordenação Estadual Os médicos participantes do Projeto Mais Médicos para o Brasil são profissionais que atuarão nos serviços de Atenção Básica do Sistema

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 15 DE JANEIRO DE 2015

EDITAL Nº 02, DE 15 DE JANEIRO DE 2015 Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde EDITAL Nº 02, DE 15 DE JANEIRO DE 2015 ADESÃO DE MÉDICOS AOS PROGRAMAS DE PROVISÃO DE MÉDICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE PROJETO

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família com Ênfase na Implantação das Linhas de Cuidado. Edital de Seleção

Curso de Especialização em Saúde da Família com Ênfase na Implantação das Linhas de Cuidado. Edital de Seleção UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS DEPARTAMENTO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE Curso de Especialização em Saúde da Família com Ênfase na Implantação das Linhas de Cuidado APRESENTAÇÃO Edital

Leia mais

Expansão de vagas de medicina

Expansão de vagas de medicina Expansão de vagas de medicina Lei 12.871/2013 ins$tui o Chamamento Público prévio a autorização de funcionamento de curso de medicina Edital nº 03/2013 Chamamento Público para implantação de curso de medicina

Leia mais

A gestão regionalizada das Redes de Atenção Luís s Carlos Casarin Ministério da Saúde Secretaria de Atenção àsaúde -SAS

A gestão regionalizada das Redes de Atenção Luís s Carlos Casarin Ministério da Saúde Secretaria de Atenção àsaúde -SAS A gestão regionalizada das Redes de Atenção Luís s Carlos Casarin Ministério da Saúde Secretaria de Atenção àsaúde -SAS DESAFIO DESAFIO Extensão: 8.547.403,5 Km² (dimensão continental) População: 190.732.694

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 Inscrição e Seleção de Alunos Bolsistas e voluntários para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/GraduaSUS A Direção Geral da Faculdade Unigran Capital,

Leia mais

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR - PNHOSP

POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR - PNHOSP POLITICA NACIONAL DE ATENÇÃO HOSPITALAR - PNHOSP Macro estratégias Discussão, pactuação tripartite, e publicação de portaria da Politica Nacional de Atenção Hospitalar/PNHOSP no SUS, estabelecendo as diretrizes

Leia mais

Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social - FNHIS -

Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social - FNHIS - MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Habitação Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social - FNHIS - Programa: Habitação de Interesse Social Ação: Apoio à elaboração de Planos Habitacionais

Leia mais

ID:1858 MAIS MÉDICOS E MAIS COBERTURA? EFEITOS INICIAS DO PROJETO MAIS MÉDICOS NA COBERTURA DA ATENÇÃO BÁSICA NO BRASIL.

ID:1858 MAIS MÉDICOS E MAIS COBERTURA? EFEITOS INICIAS DO PROJETO MAIS MÉDICOS NA COBERTURA DA ATENÇÃO BÁSICA NO BRASIL. ID:1858 MAIS MÉDICOS E MAIS COBERTURA? EFEITOS INICIAS DO PROJETO MAIS MÉDICOS NA COBERTURA DA ATENÇÃO BÁSICA NO BRASIL. Araújo Leônidas, Florentino Júnio; Iturri de La Mata, José Antonio; Queiroga de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Secretaria-Executiva. Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria-Executiva Diretoria de Projetos Internacionais - DPI CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR MODALIDADE: Produto TERMO DE REFERÊNCIA Projeto Agência: PNUD

Leia mais

Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013

Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013 Comissão Geral - Plenário da Câmara dos Deputados 04.09.2013 1 2 Brasil precisa de médicos Médicos/mil habitantes Brasil 1,8 Argentina 3,2 Uruguai 3,7 Portugal 3,9 Espanha 4 Reino Unido 2,7 Austrália 3

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL. EDITAL N. 02 de 26 de abril de 2007.

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL. EDITAL N. 02 de 26 de abril de 2007. MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL N. 02 de 26 de abril de 2007. PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES NA EDUCAÇÃO ESPECIAL I. OBJETIVO GERAL A União Federal, representada

Leia mais

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 SELEÇÃO DE PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR PARA PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO CONTINUADA OFERECIDA NO ÂMBITO DO PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO.

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 43/2014, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 43/2014, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

Sistema Único de Saúde (SUS)

Sistema Único de Saúde (SUS) 1 Sistema Único de Saúde (SUS) O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que assumiu o desafio de ter um sistema universal, público e gratuito de Saúde A dimensão do SUS A dimensão

Leia mais

CADERNO DE NORMAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - PICDTI/PRPPG/UFPR

CADERNO DE NORMAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - PICDTI/PRPPG/UFPR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Rua Dr. Faivre, 405Ed. D. Pedro II 1.º andar - Centro 80060-140 - Curitiba - PR Tel.: (41) 3360-5332 Fax:

Leia mais

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR

Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL SECRETARIA DE NAVEGAÇÃO AÉREA CIVIL Programa de Treinamento de Profissionais de Aeroportos TREINAR EDITAL Nº 04/2016 SENAV/SAC-PR A Secretaria de Navegação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE EDITAL Nº 22/2016 Proaes DAE PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL BOLSA Pró-Inclusão 2016

Leia mais

NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014. Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores,

NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014. Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores, NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014 Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores, Nos dias 3 e 4 deste mês participamos de reunião com a coordenação nacional

Leia mais

EDITAL N 05/2015 ESPP/SESA/IEP DO HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS/MS

EDITAL N 05/2015 ESPP/SESA/IEP DO HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS/MS EDITAL N 05/2015 ESPP/SESA/IEP DO HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS/MS PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE POLÍTICAS DE SAÚDE INFORMADAS POR EVIDÊNCIAS ESPIE Macrorregião Leste

Leia mais

1ª CONFERÊNCIA NACIONAL SOBRE MIGRAÇÕES E REFÚGIO. Maio 2014 - São Paulo, Brasil PASSO A PASSO PARA CONFERÊNCIAS LIVRES COMIGRAR

1ª CONFERÊNCIA NACIONAL SOBRE MIGRAÇÕES E REFÚGIO. Maio 2014 - São Paulo, Brasil PASSO A PASSO PARA CONFERÊNCIAS LIVRES COMIGRAR 1ª CONFERÊNCIA NACIONAL SOBRE MIGRAÇÕES E REFÚGIO Maio 2014 - São Paulo, Brasil PASSO A PASSO PARA CONFERÊNCIAS LIVRES MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA José Eduardo Cardozo SECRETARIA EXECUTIVA Márcia Pelegrini

Leia mais

Data de Aprovação: 17/04/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 01

Data de Aprovação: 17/04/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 01 13/213- CONSUP 17/4/13 Pág. 1 de 18 TEMA: INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI N 1 DO INSTITUTO INSTRUÇÃO NORMATIVA PRONATEC/IFPI Nº 1 ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS REFERENTES ÀS ATIVIDADES ACADÊMICAS E DO SISTEMA

Leia mais

NOTA TÉCNICA PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO e-sus AB Outubro/2014

NOTA TÉCNICA PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO e-sus AB Outubro/2014 NOTA TÉCNICA PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO e-sus AB Outubro/2014 Recomendações do TelessaúdeRS/UFRGS e SES-RS sobre o uso do SIA, SIAB e/ou SISAB durante o processo de implantação do e-sus AB Atualmente,

Leia mais

Los cambios en el modelo de formación médica de Brasil: Estrategias para proveer y fijar médicos en zonas desfavorecidas y remotas

Los cambios en el modelo de formación médica de Brasil: Estrategias para proveer y fijar médicos en zonas desfavorecidas y remotas Organização Panamericana de Saúde Universidade Estadual do Amazonas Ministério da Saúde do Brasil Seminário: La misión social de la educación médica para alcanzar la equidad en salud Manaus, 10 de setembro

Leia mais

Edital para Seleção de Preceptores

Edital para Seleção de Preceptores Edital para Seleção de Preceptores Centro Colaborador: Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP Processo Seletivo para o Curso de Aperfeiçoamento Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática

Leia mais

COREME / UNIFAP EDITAL DE CONCURSO A P R E S E N T A Ç Ã O

COREME / UNIFAP EDITAL DE CONCURSO A P R E S E N T A Ç Ã O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME / UNIFAP EDITAL DE CONCURSO A P R E S E N T A Ç Ã O Este Edital tem por finalidade apresentar as normas

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETO Nº 1950-R de 24 DE OUTUBRO de 2007. Regulamenta a Lei Nº 8263, de 25/01/2006 publicada no Diário Oficial do Estado em 26/01/06, alterada pela Lei n o 8642, publicada no Diário Oficial do Estado

Leia mais

EDITAL MESTRADO 2016

EDITAL MESTRADO 2016 EDITAL MESTRADO 2016 Edital do Exame de Seleção para ingresso no Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Espírito Santo. A Coordenação

Leia mais

ANEXO 2 - Financiamento de bolsas de residentes de programas de residência em área profissional da saúde pelo Ministério da Educação.

ANEXO 2 - Financiamento de bolsas de residentes de programas de residência em área profissional da saúde pelo Ministério da Educação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DIRETORIA DE HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS FEDERAIS E RESIDÊNCIAS EM SAÚDE COORDENAÇÃO GERAL DE RESIDÊNCIAS EM SAÚDE Esplanada dos Ministérios - Bloco

Leia mais

CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES 2015/2º SEM.

CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES 2015/2º SEM. CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES 2015/2º SEM. ATIVIDADES DATAS Publicação do Edital 29 de agosto de 2015 Período de inscrições de 31 de agosto a 29 de setembro de 2015 Período de realização

Leia mais

EDITAL N 01/2014/PPO/UFV SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA REFERENTE À AÇÃO 20RJ DO MEC

EDITAL N 01/2014/PPO/UFV SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA REFERENTE À AÇÃO 20RJ DO MEC EDITAL N 01/2014/PPO/UFV SELEÇÃO DE PROJETOS PARA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA REFERENTE À AÇÃO 20RJ DO MEC O Presidente do Comitê Gestor Institucional de Formação Inicial e Continuada

Leia mais

ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr)

ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr) Rio de Janeiro, 25 de janeiro de 2016. ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr) EDITAL PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A Escola Nacional de Saúde

Leia mais

NOTA TÉCNICA 06 /2014

NOTA TÉCNICA 06 /2014 NOTA TÉCNICA 06 /2014 Redefinição do arranjo organizacional da(s) Equipe(s) de Saúde da Família Ribeirinha (ESFR) e Equipes de Saúde da Família Fluviais (ESFF) para os municípios da Amazônia Legal e Pantanal

Leia mais

Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios

Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios Análise crítica do programa Mais Médicos: perspectivas e desafios Modelo de Regionalização de Saúde no Ceará População Estado do Ceará - 8.530.058 habitantes Modelo de reorganização de saúde: 4 Macrorregiões

Leia mais

DECRETO Nº 018/2014. O Prefeito Municipal de Indianópolis, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e:

DECRETO Nº 018/2014. O Prefeito Municipal de Indianópolis, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e: DECRETO Nº 018/2014 Dispõe sobre o pagamento dos recursos pecuniários e demais obrigações assumidas com o Projeto Mais Médicos para o Brasil, no âmbito do Município de Indianópolis Estado do Paraná e dá

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 15 DE JANEIRO DE 2015. ADESÃO DE MUNICÍPIOS AOS PROGRAMAS DE PROVISÃO DE MÉDICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

EDITAL Nº 01, DE 15 DE JANEIRO DE 2015. ADESÃO DE MUNICÍPIOS AOS PROGRAMAS DE PROVISÃO DE MÉDICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde EDITAL Nº 01, DE 15 DE JANEIRO DE 2015. ADESÃO DE MUNICÍPIOS AOS PROGRAMAS DE PROVISÃO DE MÉDICOS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE O MINISTÉRIO

Leia mais

CONFERÊNCIA MUNDIAL DE SAÚDE RURAL

CONFERÊNCIA MUNDIAL DE SAÚDE RURAL CONFERÊNCIA MUNDIAL DE SAÚDE RURAL Brasília, 04 de abril de 2014 1 DIÁLOGO ENTRE POLÍTICAS PÚBLICAS Mundo da Formação: - Mudança Quanti: Novas Vagas - Mudança Quali: Valorização APS/ABS e MFC/MGFC - Organização

Leia mais

PORTARIA Nº- 3.088, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011

PORTARIA Nº- 3.088, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 PORTARIA Nº- 3.088, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas,

Leia mais

CURSISTAS A ESCOLA E A CIDADE: EDUCAÇÃO INTEGRAL

CURSISTAS A ESCOLA E A CIDADE: EDUCAÇÃO INTEGRAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS DEPARTAMENTO DE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO EDITAL ESTABELECE NORMAS DO PROCESSO SELETIVO DE

Leia mais

Provimento Emergencial

Provimento Emergencial Ampliação e Melhoria da Infraestrutura Provimento Emergencial Formação para o SUS VÍDEO Ampliação e Melhoria da Infraestrutura Recursos aprovados para 26.00 mil obras de construção, ampliação e reforma

Leia mais

II Edital de municípios para implantação de cursos de Medicina Programa Mais Médicos

II Edital de municípios para implantação de cursos de Medicina Programa Mais Médicos II Edital de municípios para implantação de cursos de Medicina Programa Mais Médicos Brasília, 02 de abril de 2015 Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior Ministério da Educação Lei nº

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA DE ORIENTADOR DE ESTUDO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA EDITAL SME Nº 001/2015

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA DE ORIENTADOR DE ESTUDO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA EDITAL SME Nº 001/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA DE ORIENTADOR DE ESTUDO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA EDITAL SME Nº 001/2015 Abre as inscrições para PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNA DE ORIENTADOR DE ESTUDO

Leia mais

Dispõe sobre a implementação do Projeto Mais Médicos para o Brasil.

Dispõe sobre a implementação do Projeto Mais Médicos para o Brasil. MINISTÉRIO DA SAÚDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA INTERMINISTERIAL MS/MEC Nº 1.369, DE 8 DE JULHO DE 2013 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, 9 jul. 2013. Seção I, p. 49-52 Dispõe

Leia mais

NOTA TÉCNICA 55 2011

NOTA TÉCNICA 55 2011 Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com transtornos mentais e com necessidades decorrentes do uso prejudicial de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do SUS. Minuta de portaria: Institui a Rede

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015. Edital 02/2014

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015. Edital 02/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG EM MARÇO DE 2015 Edital 02/2014 A Coordenação dos Programas de Residência Médica e o Pró-Reitor de Pós-Graduação

Leia mais

Atenção Básica agora é Prioridade!

Atenção Básica agora é Prioridade! Atenção Básica agora é Prioridade! Hêider A. Pinto 1 Rodolfo S. Koerner 2 Diego C. A. Silva 3 Em apenas 10 meses de Governo Dilma Rousseff já podemos afirmar que a Atenção Básica entrou na agenda central

Leia mais

Laboratório de Inovação em Atenção Domiciliar Instruções para inscrição de experiências

Laboratório de Inovação em Atenção Domiciliar Instruções para inscrição de experiências Laboratório de Inovação em Atenção Domiciliar Instruções para inscrição de experiências O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação de Atenção Domiciliar/DAB/SAS/MS, com a cooperação técnica da OPAS/OMS

Leia mais

DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO

DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PROJETO ALUNO EMPREENDEDOR DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO São Paulo 2015 PROJETO ALUNO EMPREENDEDOR DOCUMENTO NORTEADOR

Leia mais

NOTA TÉCNICA 23 2013 Programa Mais Médicos

NOTA TÉCNICA 23 2013 Programa Mais Médicos NOTA TÉCNICA 23 2013 Programa Mais Médicos Atualizada em 22/07/2013, após a publicação da Portaria Interministerial 1493 e Editais 40 e 41, em 18 de julho de 2013. 1 1. INTRODUÇÃO Em 08 de julho de 2013,

Leia mais

EDITAL PROGRAD nº 21, de 27 de abril de 2015 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA

EDITAL PROGRAD nº 21, de 27 de abril de 2015 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA EDITAL PROGRAD nº 21, de 27 de abril de 2015 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), no uso de

Leia mais

EDITAL PROPPEX N 17/2015

EDITAL PROPPEX N 17/2015 EDITAL PROPPEX N 17/2015 ESTABELECE CRITÉRIOS DE SELEÇÃO ÀS VAGAS PARA O CURSO DE EXTENSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRANTE DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL/LICENCIATURA

Leia mais

PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015

PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015 PORTARIA Nº 27, DE 14 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre a adesão de instituições de ensino e programas de residência ao Projeto Mais Médicos para o Brasil enquanto das instituições supervisoras. O SECRETÁRIO

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES - Edital Nº 32, de 24 de julho de 2014 - RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE BOLSAS DE RESIDÊNCIA

Leia mais

PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE

PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE NOTA TÉCNICA 16/2011 PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Brasília, 23 de maio de 2011. PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE 1. INTRODUÇÃO: O Programa Academia da Saúde foi instituído no âmbito do Sistema Único de Saúde através

Leia mais

Secretaria de Estado da Educação - SEDUC

Secretaria de Estado da Educação - SEDUC Secretaria de Estado da Educação - SEDUC PORTARIA SEDUC Nº 195/2016 Estabelece normas e procedimentos para o processo de matrícula na Rede Estadual de Ensino / SEE para o ano letivo de 2016, e dá outras

Leia mais

Modalidade Semipresencial Edital Simplificado de Abertura nº 02/2016

Modalidade Semipresencial Edital Simplificado de Abertura nº 02/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (FIOCRUZ) Inscrição de discentes para o Curso de Especialização em Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação na Educação em Saúde

Leia mais

ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr) EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTORES

ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr) EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTORES Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 206 ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA (com ênfase nas equipes do Consultório na Rua ecr) EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTORES R E T I F I C A Ç Ã O D O

Leia mais

EDITAL CEPeD/UNIFAFIBE Nº01/2015:PESQUISADORES FUNADESP.

EDITAL CEPeD/UNIFAFIBE Nº01/2015:PESQUISADORES FUNADESP. EDITAL CEPeD/UNIFAFIBE Nº01/2015:PESQUISADORES FUNADESP. CHAMADA PARA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS DE PESQUISA DO CEPeD/UNIFAFIBE A SEREM APOIADOS COM BOLSAS DA FUNADESP Estão abertas 4 (quatro) vagas para

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PUBLICA COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 02/2013

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PUBLICA COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 02/2013 GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PUBLICA COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 02/2013 DOE 12.981 DE 29.06.2013 Regulamenta o Processo Seletivo para ingresso

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA Documento Orientador - RENAFORM 2014 (Anexo 2 do Ofício Circular nº. 07/2014 DPECHUC/SECADI/MEC,

Leia mais

PARECER Nº, DE 2016. Relator: Senador WALDEMIR MOKA I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2016. Relator: Senador WALDEMIR MOKA I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2016 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 266, de 2014, do Senador Vital do Rêgo, que altera a Lei nº 12.871, de 22 de outubro de

Leia mais

O Plano Juventude Viva no seu Município

O Plano Juventude Viva no seu Município O Plano Juventude Viva no seu Município 1 APRESENTAÇÃO O Plano Juventude Viva é uma nova iniciativa do Governo Federal para ampliar direitos e prevenir a violência que atinge de forma preocupante a nossa

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.369, DE 8 DE JULHO DE 2013

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.369, DE 8 DE JULHO DE 2013 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 1.369, DE 8 DE JULHO DE 2013 Dispõe sobre a implementação

Leia mais

A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso. Fabio Ribas Recife, março de 2012

A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso. Fabio Ribas Recife, março de 2012 A importância do diagnóstico municipal e do planejamento para a atuação dos Conselhos dos Direitos do Idoso Fabio Ribas Recife, março de 2012 Uma pauta para nosso diálogo: 1)Desafios para o fortalecimento

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 522, DE 2014

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 522, DE 2014 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 522, DE 2014 Redação do vencido, para o turno suplementar, do Substitutivo do Senado ao Projeto de Lei da Câmara nº 90, de 2013 (nº 757, de 2011, na Casa de origem). A Comissão

Leia mais

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO CENTRO DE EDUACAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS

Leia mais

NOTA TÉCNICA 07 /2014

NOTA TÉCNICA 07 /2014 NOTA TÉCNICA 07 /2014 Institui o incentivo financeiro de custeio destinado aos núcleos de Telessaúde do Programa de Requalificação de Unidades Básicas de Saúde, Componente de Informatização e Telessaúde

Leia mais

Política Nacional de Atenção Básica. Situação e Perspectivas

Política Nacional de Atenção Básica. Situação e Perspectivas Política Nacional de Atenção Básica Situação e Perspectivas A Atenção Básica nas Redes de Atenção A Atenção Básica caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO SELETIVO nº33/2014/dead/2014/dead EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR ORIENTADOR DEAD RETIFICADO A Reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC), no uso

Leia mais

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7983 gabinete.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação Pacto Nacional pela Saúde Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Conheça mais: Programa Mais Médicos Faltam médicos no Brasil De 2003 a 2011, o número de postos

Leia mais

EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015 EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015 O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA, no uso de suas atribuições e considerando a necessidade de qualificação dos Servidores

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE EDITAL Nº 08/2014 - PROCESSO SELETIVO PARA CONSULTORES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE EDITAL Nº 08/2014 - PROCESSO SELETIVO PARA CONSULTORES ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE EDITAL Nº 08/2014 - PROCESSO SELETIVO PARA CONSULTORES PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORES PARA A EXECUÇÃO DO PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

Edital UAB-UFABC Nº 002/2016

Edital UAB-UFABC Nº 002/2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Núcleo de Tecnologias Educacionais Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7646 cursos.nte@ufabc.edu.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO

Leia mais

Entenda o Programa Fome Zero

Entenda o Programa Fome Zero Entenda o Programa Fome Zero 1. O que é o Programa Fome Zero? O Programa Fome Zero é um conjunto de ações que estão sendo implantadas gradativamente pelo Governo Federal. O objetivo é promover ações para

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 Define as diretrizes de organização e funcionamento

Leia mais

Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território

Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território HÊIDER AURÉLIO PINTO Diretor do Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Rio de Janeiro, agosto de

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS MINISTÉRIO DA JUSTIÇA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL EDITAL Nº 4, DE 09 DE FEVEREIRO

Leia mais

Brasil precisa de médicos

Brasil precisa de médicos 1 Brasil precisa de médicos Médicos/mil habitantes Brasil 1,8 Argentina Uruguai Portugal Espanha Reino Unido Austrália Itália Alemanha 3,2 3,7 3,9 4 2,7 3 3,5 3,6 2 A meta de 2,7 médicos por mil habitantes,

Leia mais

Núcleos de Tecnologia Educacional NTE/NTM Caracterização e Critérios para Criação e Implantação

Núcleos de Tecnologia Educacional NTE/NTM Caracterização e Critérios para Criação e Implantação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância - SEED Diretoria de Infraestrutura em Tecnologia Educacional DITEC Esplanada dos Ministérios, Bloco L, 1º Andar, Sala 119 70047-900 Brasília/DF

Leia mais

Cadastro de Oferta Plataforma Arouca

Cadastro de Oferta Plataforma Arouca Cadastro de Oferta Plataforma Arouca Sumário 1 Introdução... 2 1.1 Pré-requisito... 2 2 Estrutura de informação para cadastro de ofertas... 3 3 Cadastramento de ofertas educacionais... 4 3.1 Cadastro de

Leia mais