A importância da TI no suporte à organização de eventos.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A importância da TI no suporte à organização de eventos."

Transcrição

1 A importância da TI no suporte à organização de eventos. Luciana Fonseca da Cruz 1 Resumo. A Tecnologia da Informação (TI) é um facilitador das atividades e processos organizacionais de desenvolvimento de software,(requisitos, projeto, implementação). Uma coleção de sistemas de computação usados por uma organização, baseada na Web (a TI) permite que empresas obtenham, vantagem corporativa. Na organização de eventos, a TI dá suporte aos cinco objetivos comerciais: melhorar a tomada de decisão, aumentar a produtividade, aprimorar o relacionamento com os clientes, desenvolver novas aplicações estratégicas e reduzir de custos. As grandes empresas públicas e privada utilizam TI em praticamente todos os setores, independentemente da área funcional Palavras Chaves: TI, Organização, Evento. Abstract. Information Technology (IT) is a easyer of activities and organizational processes of software development (requirements, design, implementation). A collection of computer systems used by an organization, Web-based (IT) enables companies to obtain, corporateadvantage.organizing events IT supports the five business objectives: to improve decision making, productivity, improve customer relationships, developing new strategic applications, reducingcosts. Large public and private companies use IT in virtually all sectors regardless of functional area. Web-based. Keywords: IT, Organization, Event. 1 Instituto Superior de Tecnologia em Ciência da Computação / TCC Sorrento 1. Introdução Neste artigo serão apresentados as características que um sistema de suporte à eventos deve apresentar para que a máxima eficiência seja atingida. Será demonstrado que a construção de sistemas de informação que apoiam processos empresariais, ultrapassam os limites

2 funcionais, sendo necessário adequar os processos empresariais a uma coleção de vários pacotes funcionais exclusivos. Em algumas áreas pode ser solução,por exemplo, integrar um software de organização de evento, produção e contabilidade se todos forem provenientes do mesmo fornecedor de software. Entretanto, misturar pacotes existentes de vários fornecedores pode não ser prático ou eficiente. Serão abordados elementos do suporte logístico a eventos, posicionando os sistemas de TI neste contexto. Construir aplicações que possam cruzar facilmente as fronteiras funcionais e alcançar bancos de dados separados normalmente requer novas abordagens. E durante muito tempo, a maioria das aplicações de TI foram desenvolvidas em áreas funcionais independentes uma das outras. Conforme a complexibilidade dos sistemas crescem, aumentam também os defeitos encontrados nestes. Sejam defeitos, causados por erros técnicos ou problemas decorrentes de especificação incorretas do negócio, estes descompassos fazem com que a área de desenvolvimento de software perca credibilidade e sofra com o aumento do custo de seus projetos. Neste cenário, torna-se necessário a existência de algum tipo de iniciativa que vise mitigar os defeitos. Assim aquisição do software de prateleira na forma de módulos baseados em componentes, reduz custos, tempo de desenvolvimento e erros na linha de código. Pois, a TI tende a reduzir tempo necessário para concluir qualquer etapa no processo de tomada de decisão. Não existe praticamente nenhum emprego profissional hoje em dia que não exija conhecimentos de computadores e aptidões para a produtividade pessoal. E não existem setores que não utilizem a tecnologia dos computadores para uma forma de vantagem competitiva. A estrutura do hardware do computador tem impactos profundos sobre as pessoas e nas empresas. O sucesso pessoal e corporativo pode residir no conhecimento da estrutura do hardware e um compromisso em saber para onde essa estrutura está caminhando e que oprtunidade as inovações poderão trazer. Como as inovações podem ocorrer muito rapidamente, são difícies as decisões sobre o hardware no nível individual e organizacional. Muitas novidades para diferentes classes de computadores surgem, em momentos diferentes e os gerentes precisam determinar quando os sistemas legados de hardware antigo ainda tem função produtiva na arquitetura de SI, ou quando devem ser substituídos.

3 2. Ferramenta O computador se consolidou como uma ferramenta de provisão de serviços de toda ordem no século XX. Com o passar dos anos tornou-se comum a utilização de redes de computadores, conectando diversas máquinas, cada uma com seu repositório específico, formando todo um agregado de serviços e informações. A computação em rede se mostrou um eficaz instrumento no suporte logístico, provendo as mais diversas informações, em todas as etapas do processo. A organização de eventos é um caso específico de processo logístico. Com os sistemas em rede foi possível conectar clientes aos parceiros de negócio, facilitando a captura de requisitos e contribuindo para o principal objetivo de um sistema computacional: a satisfação dos anseios do cliente. A organização de eventos nos dias atuais assumiram grande complexidade, tornando praticamente indispensável o suporte de produtos de TI, na sua realização. Logo o computador se tornou uma ferramenta eficaz suportando novas maneiras de realizar negócios. Com a TI e a computação em rede, a organização de evento foi bastante beneficiada.conceitos de serviços aos clientes ao suporte de parceiros de negócios, captura de atributos, entender os anseios do consumidor são necessários na organização de qualquer evento e levados em consideração pela TI. A logística tratando de atividades complexas e de grande importância como: emissão de pedidos, de compras de recebimento e expedição de mercadorias o torna mais eficiente. Logística na TI é visto como estratégia competitiva, justificando não somente pelas oportunidades dos custos envolvidos. Uma metodologia que consegue planejar, implementar e controlar de maneira eficaz o fluxo de produtos, serviços e informações. São exemplos de processos de TI que abrangem várias atividades principais e de suporte na cadeia de valor. Todas as atividades relacionadas, podem ser suportadas (pela TI) pelos sistemas de informação que auxiliam nas decisões, uma grande quantidade de aplicativos de software comercial de organização de evento. Assim o suporte da TI na organização do evento é primordial, funciona integrando sistemas.

4 3. Integração de sistemas diversos Para a consolidação da importância do suporte de TI à realização de eventos, ferramentas de desenvolvimento também estão disponíveis para construir aplicações personalizadas em uma área funcional específica. Alguns fornecedores de software se especializam em um ou algumas áreas ou em alguma atividade empresarial. Entretanto, a execução de muitas tarefas em organização requer interações e troca de informações entre diferentes departamentos. Isso pode ser difícil de fazer se não houver compatibilidade de hardware e software. Por esta razão, a integração de softaware é requisito fundamental. Implementado numa arquitetura Web, usando tecnologias comerciais adotadas no mercado. A XML (extensible Markup Language) também é usada para integrar sistemas de parceiros comerciais. É uma linguagem conhecida como XML (Raisinghani,2002; Linthicum,2000) versão simplificada de uma linguagem de descrição de dados geral chamada SGML (Standard Generalized Markup Language). A XML é usada para melhorar a compatibilidade entre os sistemas diferentes dos parceiros comerciais definindo o significado dos dados nos documentos empresariais considerada "extensível" porque os símbolos de marcação são ilimitados e autodefiníveis. Esse novo padrão é promovido como nova plataforma para B2B(E-commerce em que os vendedores e os compradores são empresas) A XML difere de HTML - a finalidade da HTML é ajudar a construir páginas Web e exibir dados nessas páginas. A XML descreve dados e informações, ela não diz como os dados serão exibidos. A XML pode ser usada para enviar mensagens complexas que incluem diferentes arquivos. Pode ser lida e entendida facilmente pelas pessoas usando navegadores comuns. Integração de operações de front-office e back-office É mais fácil integrar as operações de front-office entre si próprias e back-office (backoffice está associado aos departamentos administrativos de uma empresa, departamentos que mantêm nenhum ou muito pouco contato com os clientes front-office ou linha de frente são atividades de uma empresa que tem alto contato com o cliente, as empresas de prestação de serviços tem o nível de contato com o cliente bem alto, mas isso não quer dizer não existam atividades ocorrendo longe dos olhos do cliente, entre si próprias. (King, 2000, p. 13)

5 Vários fornecedores oferecem algumas soluções de integração. Por exemplo a Oracle Corp.,continuamente faz expansão do de seu softawere de front-office, o que oferece a capacidade de conectar operações de back-office com ele. Para tal utiliza novos métodos de integração centrada no processo ( Soluções de integração de sistemas projetadas, desenvolvidas e gerenciadas por um ponto de vista do processo de negócios.) Um exemplo é o produto 9i da Oracle, oferece não só integração interna de back-office e front-office, mas também integração com parceiros comerciais. Principais capacidades: Vendas de campo on-line - aplicação de gerenciamento de clientes baseadas na Web. Contratos de serviço - gerenciamento de contratos e opções de serviço com ERP. Vendas e marketing móveis - groupware sem fio para conectar diferentes grupos de gestão. Pacote de call center e telefonia - centro de atendimmento baseado na Web. Comércio pela internet - unidade de recebimento de pedidos e pagamento interconectada com aplicações de back-office ERP.Está intimamente ligada com o call center para processamento de pedidos. Inteligência comercial - identificação de clientes mais valiosos, análise do motivo da saída de clientes e avaliação da precisão da projeção de vendas. Figura 1. Auditoria

6 4. Integração de Sistemas A integração dos sistemas de informação derruba barreiras entre várias unidades corporativas, a integração reduz a duplicidade do trabalho. Um dos principais fatores para a integração, com parceiros comerciais, é o acordo sobre padrões apropriados.(consenso sobre padrões). Integração de sistemas podem ser construidas em empresas pequeninas. Em grandes corporações. Em multinacionais, a integração é mais trabalhosa. O suporte da TI na organização de evento funciona integrando Sistemas, trazendo inúmeros benefícios: Reduzindo estoques; Reduzindo pessoal; Aumentando a produtividade; Melhorando o gerenciamento de eventos; Redução de custos de aquisição; Redução de custos de logística; Melhoria no cumprimento de prazos; Visibilidade das informações; Flexibilidade; Processos novos e aprimorados.

7 4.1. ERP A integração de Sistemas pode ser interna e externa. Integração de Sistemas Internas: "Se refere à integração dentro de uma empresa entre aplicações e / ou entre aplicações e banco de dados". Por exemplo, a organização de eventos pode integrar controle de estoque com um Sistema de pedidos ou um pacote de CRM (Gerenciamento do relacionamento com o cliente, esforço em nível empresarial para conquistar e manter clientes apoiado na TI) com o banco de dados dos clientes. O CRM (Customer Relationship Management) é o método que reconhece os clientes como a base da empresa.está ciente que o sucesso depende de gerenciar corretamente as relações com os clientes. O CRM é uma estratégia de negócio para selecionar e gerenciar clientes a fim de otimizar, gerar valor a longo prazo. Integração de Sistemas Externas: Se refere à integração das aplicações e / ou bancos de dados entre parceiros comerciais. Por exemplo, integração de cadeia de fornecimento externa em sistemas de desenvolvimento de organização de eventos, permitindo aos fornecedores acessar a intranet de um cliente, baixar especificações de produtos, ver videos e outros processos. A integração externa é necessária para Sistemas de Gerenciamento de relações de parceria PRM (Gerenciamento de relações com parceiros, esforços para ampliar o gerenciamento do relacionamento com cliente nas relações com os parceiros comerciais.) O PRM (Partner Relationship Management) conecta a empresa com seus parceiros comerciais usando tecnologia da Web para distribuir e gerenciar informações de modo seguro. Suas funções específicas são: Perfis de parceiros; Comunicação entre os parceiros; Gerenciamento de indicação de clientes;

8 Distribuição de informação direcionadas; Conexão com a empresa estendida; Planejamento de parceiros; Alertas de e Web; Mensagens; Lista de preços. Figura 2. ERP

9 ERP ( Enterprise Resource Planning )- Sistema Integrado de Gestão. É o mais completo softaware integrado de gestão, o ERP. O principal é o SAP R/3 (da SAP AG corp ) esse pacote de software altamente integrado contém mais de setenta módulos de atividades comerciais O SAP R/3 é um sistema que oferece um conjunto de módulos com diversas aplicações de negócio. Os módulos são integrados e contém a maior parte das funcionalidades necessárias às grandes corporações, incluindo manufatura, finanças, vendas e distribuição e recursos humanos. Cada módulo é responsável por mais de 1000 processos de negócio, cada um deles baseado em práticas consagradas. A configurabilidade do sistema é tornada possível por 8000 tabelas que administram desde a estrutura corporativa até a "política de desconto oferecida aos clientes". A Oracle Computer Associates e a Peoplesoft, também fabricam produtos similares incluindo módulo Web. O ERP é um "investimento", favorece a disciplina em torno dos processos empresariais, viabilizando o suporte a TI. Todavia pode ser extremamente complexo de implementar. As vezes é necessário trocar processos já existentes para que se adaptem ao ERP. Uma maneira "econômica" de uma empresa implementar o ERP é alugar Sistemas de ERP de um provedor de serviços de aplicação (ASP). Uma grande vantagem do "aluguell", é que mesmo uma pequena empresa pode usufruir o ERP ao invés de comprar um pacote ERP inteiro, poderá ser alugado só módulos relevantes e existe também a opção de personalizar o ERP de acordo com a necessidade da empresa.

10 Figura 3. SAP/R3

11 5. Método novo de integração Web services é a integração de sistemas.aplicações precisam ser integradas com banco de dados e com outras aplicações. Usuários precisam interagir com dados para conduzir análises e quase sempre qualquer sistema novo precisa ser integrado com os antigos. O crescimento das atividades B2B e e-business requerem a integração de aplicação e banco de dados dos parceiros de negócio (integraçãoexterna) Web services têm um grande potencial porque eles podem ser usados numa variedade de de ambientes: intranet, extranet configurada para os parceiros de negócio (podem ser escritos usando uma enorme variedade deferramentasdedesenvolvimento). A Web services permitem à Web tornar-se uma plataforma para a aplicação de serviços de negócio como componentes em aplicações de TI. Por exemplo, autenticação de usuários, conversão monetária, e arranjo de eventos são componentes de muitos processos de negócio ou aplicativos, tais como pedidos em comércio eletrônico ou outros sistemas. A idéia de obter serviços elementares e juntá-los para criar novos aplicativos não é nova.está é a abordagem de desenvolvimento baseado em componentes. O problema é a que as abordagena anteriores eram incômodas e caras. De acordo com Tabor(2002), tecnologias existentes de integração de componentes apresentavam problemas com a formatação de dados,transmissão de dados, interoperabilidade, inflexibilidade (elas eram específicas de uma plataforma) e segurança. Web services oferecem um método novo de integração. Além disso, processos de negócios que são compostos de Web services são muito mais fáceis de adaptar às necessidades de alterações de clientes em clima de negócio que são locais, ou emaplicativos comprados (Seybold,2002).

12 6. Conclusão A TI é importante e necessária, suportando todos os setores da organização independente de sua área funcional. Com o avanço da computação cliente servidor em todo o ambito da empresa, um novo desafio aparece: controlar não somente a organização em tempo real, mas todos os principais processos empresariais com uma só arquitetura de softaware (o ERP), melhorando a organização de qualquer tipo de evento, trazendo mais organização produtividade e logo a satisfação do cliente.existem outros métodos, a escolha do ERP não é obrigatória. O ERP exige que os processos empresariais corporativos sejam aderentes do software. Como alternativa para o ERP, podem ser escolhidos sistemas mais sofisticados do mercado. Podem também, usar seus próprios sistemas e integrá-los.apesar de não ser simples implementar, o método, é eficaz, principalmente se for utilizado componentes. Qualquer que seja o método utilizado, integrar sistemas de informação ajuda a reduzir o custo, aumentar a produtividade dos funcionários, facilitar o compartilhamento, colaboração e a comunicação de informações, que são essenciais para agradar ao cliente. Em uma escala mais ampla, está diretamente ligada a melhoria de qualidade de vida. Devido o aumento na eficiência organizacional, resultando a expansão do local de trabalho, logo mais tempo de lazer e descanso para os trabalhadores. Muitos fatores influenciam a migração de sistemas entre diferentes tecnologias, mas alguns pontos são comuns independentemente das tecnologias envolvidas é importante observar a experiência da equipe, treinar a equipe que vai manter o sistema após a migração nas novas tecnologias e envolvê-los desde op início do projeto, mesmo que num primeiro momento, seja para fazer partes periféricas e não tão críticas do sistema. Ensinar a equipe por meio da prática, observação e repetição é uma das melhores ferramentas para a migração de sucesso. Definir uma arquitetura é uma boa estratégia para compatibilizar a migração e a velocidade de desenvolvimento com as necessidades de negácios e estratégias de venda da empresa são essenciais e alguns cuidados devem ser tomados: Nunca pare de usar o sistema legado antes de o sistema novo ter todas as funções necessárias para a empresa e algumas das funções desejáveis mais importantes;

13 É mais importante tre um novo sistema estável e confiável do que finaliz -lo rapidamente; Poderá ser necessário precisar alterar a arquitetura algumas vezes para chegar ao ponto ideal, portanto, antes de começar a migração faça alguns protótipos testando a união das tecnologias que serão usadas; Caso a empresa não tenha um expert em uma área crítica da tecnologia para o novo sistema, pode ser mais barato e rápido contratar um consultor especializado na área do que aprender sobre ela; Se um consultor for contratado, peça explicação sobre o que ele está fazendo e por que, pois isto poderá ser útil no futuro e esta informação pode evitar tomar decisões que prejudiquem o sistema ou a arquitetura dele; Humildade,assuma que não sabe tudo! Teste o que está fazendo, verifique, valide com o cliente ou departamento adequado e, se necessário, refaça o que precisar. Com a evolução da TI, novas técnicas e melhores práticas estão surgindo e se consolidando todos os dias. O normal e o esperado é que os sistemas se tornem obsoletos, e a TI permite que nos preparemos para isso de forma prática e eficiente. Suportando exigências de um negócio ágil, oferecendo grande redução de custos de adiministração e operação, o que explica sua aplicação na organização de eventos e em todas as áreas funcionais. Muitas empresas desenvolvem seus próprios sistemas personalizados que lidam com procedimentos padrão para executar atividades de processamento/ operacionais. Esses procedimentos são bastante semelhantes, independente da empresa que o esteja realizando.portanto, a tendência hoje é comprar aplicações funcionais comerciais e exclusivas ou alugá-las de provedores de serviços de aplicação ou Aplication Service Proviters (ASP). Quanto menor a organização, mais atraentes são essas opções. Existem vários produtos comerciais disponíveis para auxiliar cada uma das principais áreas funcionais em empresas ou em uma indústria. Vários fornecedores oferecem pacotes empresariais completos. A arquitetura WebSphere da IBM é outro produto de softaware de integração que inclui infra-estrutura de front-office, de back-office e de apoio.

14 Nos últimos anos, companhias como Novell, Zend Tecnologies, XenSource e a própria Microsoft têm trabalhado em colaboração para melhorar a conexão entre pessoas, redes e ambientes de tecnologia. Este trabalho mundial tem foco em aumentar o retorno dos clientes sobre os investimentos em TI e, ao mesmo tempo, reduzir os custos relacionados a integração de sistemas diversos. Estas empresas comprometeram-se em criar especificações que incluam serviços Web, formatos abertos de documentos, virtualização e tecnologias anti-spam. Nos próximos anos haverá uma grande mudança no ambiente tecnológico e que tanto o software de código aberto quanto outras tecnologias crescerão juntas e de forma complementar (Roberto Prado - Gerente de estratégia de mercado da Microsoft Brasil.)

15 7. Referências PETERS, James; PEDRYCZ, Witold. Engenharia de Software: Teoria e Prática.3ed. Rio de Janeiro:Campus,2001. PRESSMAN, Roger. Engenharia de Softaware. 6ed. São Paulo: Mc Graw Hill, TURBAN, Efraim. Adiministração de Tecnologia da Informação, Ed. campus 4ª Edição São Paulo, wedler_reg.html, Fevereiro wedler_reg.html, Fevereiro Fevereiro Março Março Abril Wolrd Wide Web Consortium / Abril 2010.

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I:

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I: Unidade: Sistemas Integrados Unidade I: 0 Unidade: Sistemas Integrados De Sistemas Funcionais a Sistemas Integrados Segundo Turban, Rainer Jr., Potter (2005, p. 302), a tecnologia de sistemas de informação

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 6 ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 11 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Os SIs têm o objetivo de automatizar os diversos processos empresariais, visando aumentar o controle e a produtividade, bem

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 09 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: você tem uma?

Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: você tem uma? Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: Agenda para gestão da Informação Página Conteúdo 2 Introdução 3 A necessidade de informações confiáveis 5 Uma nova abordagem a agenda para gestão

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes O que é ERP? ERP é a sigla de Enterprise Resourse Planning (Planejamento dos Recursos Empresariais). Trata-se de uma técnica moderna de gestão empresarial pela qual todas as informações de todas as áreas

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÕES Um Sistema de Informação não precisa ter essencialmente

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação Janniele Aparecida Como uma empresa consegue administrar toda a informação presente nesses sistemas? Não fica caro manter tantos sistemas diferentes? Como os

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação DCC133 Introdução à Sistemas de Informação TÓPICO 2 E-business global e colaboração Prof. Tarcísio de Souza Lima OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Enterprise Resouce Planning ERP O ERP, Sistema de Planejamento de Recursos

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

Fundamentos do Comércio Eletrônico

Fundamentos do Comércio Eletrônico Administração e Finanças Uniban Notas de Aula Comércio (e-commerce) Prof. Amorim Fundamentos do Comércio Comércio Mais do que a mera compra e venda de produtos on-line. Engloba o processo on-line inteiro:

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Internet promoveu: Transformação Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é o E- Business

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Software Corporativo ERP ProdelExpress Diante da nossa ampla experiência como fornecedor de tecnologia, a PRODEL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO oferece aos seus clientes

Leia mais

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização 1 Tipos de SI Depende do tipo de apoio a ser oferecido Deve-se levar em consideração: Usuários operações (entrada +processamento + saída) destino

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Enterprise Resource Planning 1 Agenda Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais

Leia mais

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização

Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Virtualização Microsoft: Da Estação de Trabalho ao Data Center Estudo de Caso de Solução de Cliente Fabricante Reduz os Custos, Melhora o Serviço e Dinamiza o Gerenciamento com a Virtualização Visão Geral

Leia mais

Sistemas Integrados ASI - II

Sistemas Integrados ASI - II Sistemas Integrados ASI - II SISTEMAS INTEGRADOS Uma organização de grande porte tem muitos tipos diferentes de Sistemas de Informação que apóiam diferentes funções, níveis organizacionais e processos

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012

Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012 Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012 Publicado: 3 de Novembro de 2011 Direitos autorais Este documento foi desenvolvido antes da fabricação do produto, portanto

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Destaques Aproveite o insight de negócios ao enriquecer as mensagens de forma dinâmica com dados de aplicativos, bancos de dados e arquivos.

Destaques Aproveite o insight de negócios ao enriquecer as mensagens de forma dinâmica com dados de aplicativos, bancos de dados e arquivos. Melhore a agilidade de negócios com o Message Broker Melhore a flexibilidade e conectividade enquanto controla os custos e aumenta a satisfação do cliente Destaques Aproveite o insight de negócios ao enriquecer

Leia mais

INDICE 3.APLICAÇÕES QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS COM O USO DO SAXES

INDICE 3.APLICAÇÕES QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS COM O USO DO SAXES w w w. i d e a l o g i c. c o m. b r INDICE 1.APRESENTAÇÃO 2.ESPECIFICAÇÃO DOS RECURSOS DO SOFTWARE SAXES 2.1. Funcionalidades comuns a outras ferramentas similares 2.2. Funcionalidades próprias do software

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF GESTÃO Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) Informação e Decisões Gerir envolve tomar muitas e frequentes decisões Para decidir com eficácia

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas de Informação Prof. Gerson gerson.prando@fatec.sp.gov.br Evolução dos SI OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1 Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados slide 1 Objetivos de estudo Como os sistemas integrados ajudam as empresas a conquistar a excelência operacional?

Leia mais

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai

Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug and play options, integrating systems Opções de plug and play, integrando sistemas Flavio de Nadai Plug & Play Options Integrating Systems Flávio De Nadai Desenvolvimento de Negócios Utilities & Telecom

Leia mais

Progen: SAP Business All-in-One traz precisão total nas informações

Progen: SAP Business All-in-One traz precisão total nas informações Picture Credit Customer Name, City, State/Country. Used with permission. Progen: SAP Business All-in-One traz precisão total nas informações Geral Executiva Nome da Progen Indústria Engineering Produtos

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 11 Sistemas de E-business Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative Commons

Leia mais

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada

Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Insight completo sobre IDG/Oracle Relatório de pesquisa de SOA Ferramentas unificadas de SOA alinham negócios e TI IDG Research aponta grandes ganhos potenciais a partir de uma solução integrada Alinhamento

Leia mais

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec Teoria geral do Sistemas O Sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes

Leia mais

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One.

Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Bem-vindo à apresentação do SAP Business One. Neste tópico, responderemos à pergunta: O que é o Business One? Definiremos o SAP Business One e discutiremos as opções e as plataformas disponíveis para executar

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br Maio -2013 Bibliografia básica LAUDON,

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

Plataforma Sharp OSA VAÇÃO

Plataforma Sharp OSA VAÇÃO Plataforma Sharp OSA VAÇÃO A plataforma Sharp OSA abre sua MFP para se tornar um portal personalizado, localizado estrategicamente dentro do seu negócio. Associado a um amplo potencial de desenvolvimento

Leia mais

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de ERP Enterprise Resource Planning Pacote de ferramentas que integram toda a empresa, a grande vantagem é que os dados

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning. Sistemas Integrados de Gestão

ERP Enterprise Resource Planning. Sistemas Integrados de Gestão ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão ERP O que é S.I. com módulos integrados que dão suporte a diversas áreas operacionais Ex. vendas, gestão de materiais, produção, contabilidade,

Leia mais

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Fonte: Tipos de Sistemas de Informação (Laudon, 2003). Fonte: Tipos de Sistemas

Leia mais

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs

Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs Por Edilberto Souza Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs Agenda Introdução a alguns conceitos de ERP; Noções sobre o mercado de ERP; Arquitetura do Microsiga Protheus; Visão geral do ambiente

Leia mais

Evolução dos sistemas ERP nas empresas

Evolução dos sistemas ERP nas empresas Evolução dos sistemas ERP nas empresas Aloísio André dos Santos (ITA) aloisio@mec.ita.br João Murta Alves (ITA) murta@mec.ita.br Resumo Os sistemas ERP são considerados uma evolução dos sistemas de administração

Leia mais

Desenvolvido para promover o crescimento

Desenvolvido para promover o crescimento Visão geral da solução SAP Soluções SAP para pequenas e médias empresas Soluções SAP para pequenas e médias empresas Feito para atender às suas necessidades Desenvolvido para promover o crescimento de

Leia mais

IBM Software. Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011

IBM Software. Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011 IBM Software Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011 2 Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Destaques Amplie os serviços de negócios

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

Sistema IBM PureApplication

Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistemas de plataforma de aplicativos com conhecimento integrado 2 Sistema IBM PureApplication A TI está vindo para o centro estratégico dos negócios

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI 19/04 Recursos e Tecnologias dos Sistemas de Informação Turma: 01º semestre

Leia mais

AULA 07. Tecnologia hoje nas empresas. Prof. André Luiz Silva de Moraes

AULA 07. Tecnologia hoje nas empresas. Prof. André Luiz Silva de Moraes 1 AULA 07 Tecnologia hoje nas empresas 2 Função de um gerente? Tomar decisões e definir políticas baseadas na informação a partir de dados gerados no seu trabalho diário Problema? Quantidade de dados Solução?

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM

Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Acelere o valor da computação em nuvem com a IBM Obtenha soluções em nuvem comprovadas para as suas prioridades mais urgentes Destaques da solução Saiba sobre os benefícios mais comuns de implementações

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação José Celso Freire Junior Engenheiro Eletricista (UFRJ) Mestre em Sistemas Digitais (USP) Doutor em Engenharia de Software (Universit(

Leia mais

Como posso permitir um acesso conveniente e seguro ao Microsoft SharePoint?

Como posso permitir um acesso conveniente e seguro ao Microsoft SharePoint? RESUMO DA SOLUÇÃO Solução de segurança do SharePoint da CA Technologies Como posso permitir um acesso conveniente e seguro ao Microsoft SharePoint? agility made possible A solução de segurança do SharePoint

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA

INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA INFRAESTRUTURA PARA INOVAÇÃO BPM e SOA Palestrante: Eduardo José Ribeiro de Castro, MSc. eduardo@quaddract.com.br 25/08/2009 1 Objetivo Geral APL Brasília Capital Digital Desenvolver entre as empresas

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Prof a.:lillian Alvares Fóruns óu s/ Listas de discussão Espaços para discutir, homogeneizar e compartilhar informações, idéias

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 01 Negócios e Tecnologia da Informação Objetivos da Aprendizagem Discutir as pressões corporativas e as reações que

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA Descrição da(s) atividade(s): Indicar qual software integrado de gestão e/ou ferramenta

Leia mais

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma 1 Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de negócios: de recursos

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais