Relatório de RSC 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de RSC 2014"

Transcrição

1 Relatório de RSC 2014

2 Relatório de RSC Sobre este Relatório 008 Carta do Presidente e CEO 014 Nossa Abordagem 024 Nossa Governança 032 Nossa Aquisição 034 Nossos Empregados 038 Saúde e Segurança 042 Meio Ambiente 050 Nossas Comunidades 060 Índice GRI 071 Informações de Contato

3 A Yamana é uma empresa produtora de ouro com sede no Canadá. Tem significativa produção de ouro e áreas para produção deste metal em estágio de desenvolvimento, além de áreas em pesquisa e direitos no Brasil, Argentina, Chile, México e Canadá. O plano da Yamana é continuar a crescer a partir desta base, por meio da expansão e aumento da produção das minas em funcionamento, do desenvolvimento de novas minas, de avanços nas áreas em pesquisa e permanecendo atenta a outras oportunidades de consolidação de operações com ouro, com foco primário nas Américas. Yamana Gold Relatório de RSC

4 Nossos esforços em relação com à comunidade são guiados por quatro pilares: desenvolvimento local, qualidade de vida, educação e cultura.

5

6 Sobre este Relatório Este relatório de 2014 é o nosso sétimo sobre Responsabilidade Social Corporativa (RSC). É publicado conforme os padrões determinados pela versão 3.1 das diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI). A GRI (www.globalreporting.org) é uma organização global multissetorial que fornece diretrizes a um modelo de relatório a fim de garantir transparência, confiabilidade e responsabilidade. Ela promove relatórios que indicam um equilíbrio entre dados econômicos, sociais e ambientais e fornece às partes interessadas uma estrutura de comparação de aplicação geral para a análise e compreensão das informações divulgadas. Embora a Yamana prepare relatórios anuais de sustentabilidade desde 2006, os relatórios anteriores a 2008 se baseavam em indicadores quantitativos do Balanço Social do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas e no Instituto Ethos de Responsabilidade Social. O relatório deste ano aborda indicadores compatíveis com a aplicação nível B da GRI, e o Suplemento do Setor de Metais e Mineração. Para examinar os indicadores relatados, consulte o Índice GRI na página 60. Publicado em português, espanhol, inglês e francês, este relatório contém dados e informações referentes ao desempenho da Yamana para o ano que se encerrou em 31 de dezembro de 2014, em nossas minas e projetos na Argentina, Brasil, Canadá, Chile e México. Nós publicamos nossos relatórios de RSC anualmente. As informações deste relatório foram compiladas a partir dos dados coletados por controles internos préestabelecidos, assim como de entrevistas com a gerência da Yamana. Os indicadores de mão de obra e gases de efeito estufa incluem nossa sede corporativa. Para indicadores ambientais, baseamos nossos cálculos no consumo dividido pela produção de onças equivalentes de ouro (gold equivalent ounces, GEO). Para informações adicionais, entre em contato conosco em: Todos os valores reportados neste relatório são expressos em dólares americanos, exceto se indicados de outra forma. 004 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

7 Responsável perante as partes interessadas Missão Extrair metais preciosos de modo lucrativo e responsável Visão Ser o líder reconhecido na mineração de metais preciosos Nossas partes interessadas determinam a relevância Este relatório tem seis seções: Nossa Abordagem, Nossa governança, nossos empregados, Saúde e segurança, Meio ambiente e Nossas comunidades. O relatório aborda indicadores econômicos, ambientais e sociais que as partes interessadas consideram importantes; isto é, informações utilizadas para avaliar nossa companhia. As partes interessadas da Yamana incluem acionistas, fundos de investimento, funcionários, terceiros, fornecedores, membros da comunidade local, órgãos regulamentadores, organizações governamentais e não governamentais. Estamos comprometidos em envolver as partes interessadas de forma consistente e efetiva por meio de apresentações ao investidor, esforços de relacionamento de comunidade, reuniões com grupos de negócios locais e funcionários públicos, além de diversas formas de comunicação com funcionários. A cada ano, fazemos uma consulta com todas as partes interessadas para compreender melhor suas prioridades no que se refere a como operar e agir como empresa. Como resultado dessas consultas, este relatório inclui informações sobre: preservação do meio ambiente e, em especial, nossos esforços para gerir de modo responsável o consumo de água; interação com as comunidades das quaís participamos, incluindo nossos programas e investimentos socioeconômicos; compromisso com saúde e segurança, e gestão de riscos para nossos colaboradores, operações e comunidades; relacionamento com os funcionários. Yamana Gold Relatório de RSC

8 Para o Relatório de Sustentabilidade de 2014, fizemos uma nova consulta às partes interessadas para identificar os principais temas do nosso negócio e definir a Matriz de materialidade. O processo foi implantado por meio de um questionário on-line extraído da base das diretrizes da GRI. As seguintes partes interessadas foram consultadas: Executivos da Companhia; Nossos empregados; Governo; Membros das comunidades vizinhas às nossas operações; Representantes do terceiro setor. Resultados da matriz Estes são os temas considerados mais importantes: Desempenho ambiental Água: descobrir ações para reduzir e otimizar o consumo de água da empresa; Preservação do meio ambiente: identificar ações de otimização do uso de recursos naturais e promover consciência ambiental. Desempenho econômico Transparência e ética: detectar ações para garantir gestão transparente e alinhada aos valores da Empresa e às melhores práticas no setor. Desempenho social Saúde e segurança: encontrar processos, planos e atividades de gestão de saúde e segurança da Yamana Gold para garantir um ambiente de trabalho adequado aos funcionários. Interação com comunidades e assistência social: obter informações sobre os programas socioeconômicos implementados pela Empresa, e sobre o apoio às comunidades no entorno das operações. 006 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

9

10 Carta do Presidente e CEO Nestes doze anos desde a formação da empresa, estamos satisfeitos com o nosso êxito em desenvolver uma companhia de mineração de ouro sustentável e dominante. Da nossa ótica, somos o líder do setor. No entanto, reconhecemos que a mineração responsável é essencial para o nosso sucesso como mineradora e para a liderança no setor de mineração de ouro. Estamos especialmente satisfeitos com a melhoria contínua obtida em saúde, segurança, meio ambiente e relações comunitárias nesses 12 anos, e continuamos comprometidos com aprimoramento constante e desempenho de alta qualidade no futuro. Sobre nossos esforços no ano passado, caracterizamos 2014 como um ano de contínua flutuação e incertezas para os preços de metais preciosos e para o nosso segmento de mercado no geral. Em meio a este cenário, colocamos a Yamana em uma melhor posição para o sucesso que está por vir. Enxugamos a nossa estrutura organizacional. Tornamos a administração mais eficiente. Estabelecemos presença no Canadá com a aquisição e subsequente integração de um portfólio canadense de alta qualidade. Mantivemos o foco em nosso portfólio principal de ativos básicos e em planos avançados para recuperar valor de nosso portfólio secundário. Continuamos a equilibrar o crescimento da produção com contenção de custos. Destacamos esses eventos de 2014 para contextualizar o que acreditamos ser relevante. Fizemos tudo isso ao mesmo tempo em que continuávamos a enfatizar a importância de honrar o nosso compromisso com a mineração responsável. No relatório de 2013, abordamos elementos que considerávamos inaceitáveis em um registro de segurança. Ficamos contentes em mencionar a melhora significativa que obtivemos em nosso desempenho em 2014 nas diversas métricas de saúde e segurança. Estamos empenhados em colocar em prática as lições que aprendemos nos anos anteriores para garantir a implementação de sistemas, procedimentos e oportunidades de treinamento que protejam melhor nossos funcionários e fornecedores. Os esforços de todos na Yamana contribuíram para a redução da nossa taxa de acidentes pessoais com afastamento, que agora se encontra aproximadamente 25 por cento abaixo da nossa meta. Esse resultado impressionante, junto com outras melhorias em saúde 008 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

11 Nosso ano em retrospectiva e segurança abordadas neste relatório, reflete o compromisso e dedicação contínuos de todos na Yamana em priorizar sua própria saúde e segurança e a de seus colegas. No geral, atingimos os objetivos a que nos propusemos como parte do nosso programa de responsabilidade social corporativa (RSC). Além de nosso melhor desempenho em saúde e segurança, também queremos destacar alguns de nossos esforços em relação a nossos funcionários, ao meio ambiente e às comunidades em que atuamos. Continuamos a trabalhar com nossas comunidades locais para garantir que elas sejam capazes de compartilhar os benefícios econômicos gerados por nossas operações. Mantemos o percentual da força de trabalho proveniente das comunidades locais em aproximadamente 75 por cento. Fomos capazes de aumentar o percentual de compras de fornecedores locais dentro de um raio de 100 km das nossas operações. Iniciamos a implementação e treinamento referentes ao nosso Código de Conduta para Fornecedores como parte dos esforços para garantir que os fornecedores locais compreendam e possam satisfazer aos requisitos para participar de nossa cadeia de suprimento. Progredimos também nos esforços em conservação ambiental durante o ano. Na mina de Mercedes, obtivemos a certificação de conformidade total com o Código Internacional de Gestão de Cianeto. Isso significa que 100% das operações do nosso portfólio principal em que é usado cianeto de sódio estão agora certificadas quanto à conformidade total. Continuamos nossos esforços em monitorar e gerenciar o uso dos recursos naturais e, em vista disso, conseguimos reduzir nosso consumo de diesel e eletricidade por onça produzida. elevamos a importância dos esforços de RSC em nossa estrutura organizacional criando o cargo de Vice-presidente Sênior de saúde, segurança e desenvolvimento sustentável, e contratamos um profissional experiente e preparado para essa função. Essa nova função será responsável pela supervisão, desenvolvimento estratégico, transferência e gestão dos esforços da Yamana em saúde, segurança, meio ambiente e comunidade. Eu gostaria de agradecer a todos os funcionários, fornecedores e partes interessadas da Yamana por seus esforços durante este último ano. A dedicação e paixão de nossos colaboradores é a chave do sucesso que conseguimos como empresa. Eu quero reconhecer, mais uma vez, as contribuições de nossas comunidades locais, governos e outras partes interessadas. Estabelecer relacionamentos e trabalhar duro para preservá-los também é um dos segredos do sucesso da Yamana. Os esforços coletivos de todos os envolvidos garantem que a Yamana persiga seus objetivos de crescimento ao passo que mantém o compromisso de responsabilidade social como parte central do modo como operamos. PETER MARRONE PRESIDENTE E CEO Mais impressionante do que os nossos resultados em 2014 é nosso objetivo de melhorar ainda mais o nosso desempenho nos próximos anos. Com esse fim, Yamana Gold Relatório de RSC

12 Desempenho de 2014 OBJETIVOS 2014 STATUS COMENTÁRIO Implementar o Sistema de Gestão de Aprendizado em todos os países onde operamos Realizado Processo concluído em agosto de Reduzir os índices de acidentes em no mínimo 15% Realizado Redução geral de 25%. Conseguir a recomendação para que a mina Mercedes seja certificada pelo Código Internacional de Gestão de Cianeto Realizado A mina em Mercedes, em dezembro de 2014, obteve a certificação de conformidade total com o Código Internacional de Gestão de Cianeto. Melhorar a gestão de estéreis ao estabelecer novas diretrizes de gerenciamento que reduzam impactos e potenciais passivos. Realizado Houve progresso substancial nos procedimentos operacionais e no controle da empresa, incluindo, entre outros, melhorias no monitoramento geotécnico e ambiental, processo de inspeção, programas de manutenção e protocolos de resposta de emergência. Implementar o Programa de Voluntariado da Yamana em todas as unidades da empresa. Realizado O Programa de Voluntariado foi implementado em todas as minas na Argentina, Brasil, Chile e México. Implementar o Código de Conduta para Fornecedores. Em andamento O Código de Conduta foi escrito, ajustado e distribuído para todos os fornecedores externos na Yamana em A implantação do programa e o respectivo aprendizado dos fornecedores estão em andamento; o programa online totalmente automatizado será implementado em 2015 em todas as áreas operacionais. 010 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

13 Objetivos para 2015 Nossos objetivos de RSC para o próximo ano refletem nosso compromisso atual com nossos funcionários, criando uma cultura de segurança, reduzindo nosso impacto ambiental, e investindo nas comunidades nas quais operamos: Reduzir a frequência de acidentes pessoais com afastamento em 15% Melhorar a eficiência energética em nossas operações por meio de programas e projetos dedicados e inovadores. Incentivar a participação de voluntários entre os funcionários por intermédio do Programa de Voluntariado da Yamana, elevando as taxas de participação em até 10% em todas as regiões. Criar e implementar um processo de avaliação em toda empresa para nossos investimentos na comunidade, estimando o impacto geradospor nossos programas sociais. Concluir e automatizar o treinamento no Código de Conduta para fornecedores, criando um processo anual para conclusão. Obter a adesão média de 90% ao Sistema Yamana de Gestão Yamana Gold Relatório de RSC

14 Os dez valores centrais da Yamana Perseverança Espírito empreendedor Transparência Responsabilidade Cuidado e Respeito 012 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

15 Honestidade Excelência Operacional Ambiente de trabalho seguro Integridade Movido pela excelência Yamana Gold Relatório de RSC

16 Nossa Abordagem Comprometidos com a RSC A Yamana está comprometida em realizar seus negócios de acordo com as normas e regulamentos em todas as jurisdições e com os nossos altos padrões de conduta ética. Nossos valores fundamentais determinam o modo como fazemos negócios e nos ajudam a cumprir nossos compromissos com nossos colaboradores, mercado e comunidades em que operamos. Na Yamana, os programas e princípios de saúde, segurança, meio ambiente e relação com a comunidade estão integrados a tudo que fazemos. Reconhecemos a importância de esforçar-nos a atingir e superar nossos objetivos de responsabilidade social corporativa, e o papel integral que nossos esforços exercem na geração de valor para nossas partes interessadas. Algumas das maneiras como criamos oportunidades econômicas e contribuímos com a sustentabilidade geral da comunidade incluem: apoio ao empreendedorismo local, compra de bens e serviços de fornecedores locais, criação de oportunidades de trabalho e desenvolvimento de infraestrutura, bem como o pagamento de taxas e royalties ao governo. Valor econômico gerado e distribuído US$ 4,4 milhões em investimentos diretos na comunidade US$ 10,5 milhões em doações e patrocínios US$ 165 milhões em impostos e pagamentos de royalties a governos locais* US$ 142,9 milhões em dividendos a acionistas. *Houve uma redução de impostos pagos em 2014 de aproximadamente US$ 25 milhões em virtude da restituição de impostos pagos em 2013 Embora 2014 tenha sido um ano de contínua flutuação e desafios para a indústria de mineração de ouro, fizemos progresso em deixar nossa empresa em uma posição melhor para o sucesso futuro. Durante 2014, reduzimos nossa estrutura de custos, mantivemos nosso foco em ativos básicos, reestruturamos e fortalecemos nossa equipe de gestão, tudo isso sem afetar nosso compromisso contínuo em manter práticas comerciais sustentáveis. Como sempre, continuamos comprometidos com o bem estar de nossos funcionários e das comunidades em que atuamos, e continuaremos a trabalhar para propiciar o ambiente mais seguro e benéfico possível. 014 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

17 Os destaques do programa corporativo de responsabilidade social de 2014 da Yamana Indicada como uma das 50 principais empresas com responsabilidade social elencadas pela publicação McLean s Magazine citando nosso Programa de Desenvolvimento do Fornecedor e, em especial, nossas Reuniões Cidadãs Classificada entre os 50 Melhores Cidadãos Corporativos da revista Corporate Knights no Canadá Implementou o Human Track, um sistema de identificação digital personalizado, nas minas de Jacobina, El Peñón e Mercedes para melhorar a nossa capacidade de, em caso de emergência, localizar funcionários nas minas subterrâneas nessas localidades Reduziu nossa taxa de acidentes pessoais com afastamento ao patamar 25% abaixo de nosso objetivo inicial, graças ao foco contínuo na segurança dos funcionários Em Mercedes, obteve a certificação de conformidade total com o Código Internacional de Gestão de Cianeto Reduziu em todo o nosso portfólio o consumo de diesel e eletricidade por onça produzida, por meio de implementação de novas tecnologias, da modernização de controles e do aprimoramento de gestão Aumentou as compras de fornecedores em um raio de 100 km das nossas operações como resultado de nossos esforços para assegurar que os fornecedores locais compreendam nossas políticas de compras Yamana Gold Relatório de RSC

18 Vivendo nossos valores Utilizamos três ferramentas principais para atingir nosso compromisso de operar de modo responsável: o Sistema Yamana de Gestão (SYG), o Comitê Corporativo de SSMAC (Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Comunidade) e nossos Princípios de Sustentabilidade. Nossos princípios de Sustentabilidade Nos esforçamos continuamente para minimizar nosso impacto ambiental. Priorizamos o desenvolvimento de tecnologias mais limpas, mais eficientes e seguras, e trabalhamos lado a lado com nossos fornecedores para melhorar processos, produtos e serviços que maximizem a proteção ambiental Treinamos, educamos e motivamos empregados e fornecedores a serem conscientes quanto à segurança e a usarem princípios de gestão de riscos em suas rotinas diárias, além de estimulá-los a promover uma mineração responsável Revisamos regularmente nossos programas e objetivos para garantir que estejam alinhados às expectativas de nossas partes interessadas e das comunidades locais Construímos e operamos todas as nossas localidades de acordo com rigorosos padrões ambientais internacionais. SSMAC: Monitorando nosso desempenho O comitê Corporativo de SSMAC é composto por Vices Presidentes e Diretores da Yamana, e é responsável pela discussão de problemas estratégicos de SSMAC, além de desenvolver soluções para as diversas minas.. Além disso, cada uma das nossas operações possui uma comissão local de SSMAC, cujo objetivo é medir a eficiência e o desempenho dos programas de sustentabilidade da empresa. Presidida pelo gerente geral da mina, cada comissão local de SSMAC se reúne uma vez por mês. Os comitês corporativo e local de SSMAC supervisionam um processo de gestão de riscos para ajudar na mitigação e na prevenção de incidentes ambientais e de segurança, bem como evitar danos ambientais e a propriedades. As comissões locais de SSMAC revisam os riscos e processos principais, juntamente com as ações que foram tomadas para direcionar e mitigar o risco para um nível aceitável. Tais ações são então verificadas durante a auditoria corporativa e visitas técnicas. O Comitê Corporativo de SSMAC revisou e aprovou este processo, que tem sido um componente do SYG desde Para administrar os riscos relacionados à mudança no clima, foi implementado em 2014 um conjunto de padrões e procedimentos corporativos, além de programações locais. Isso incluiu esforços para reduzir nosso consumo de energia, definir técnicas de utilização de água mais eficientes e melhorar a gestão de rejeitos. Os objetivos definidos para 2015 envolvem continuar a reduzir o consumo de energia e água em nossas instalações, monitorar o nível de emissões e pesquisar os indicadores geotécnicos de segurança operacional em nossas barragens. 016 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

19 Sobre o Sistema Yamana de Gestão O Sistema Yamana de Gestão (SYG) é uma ferramenta integrada utilizada em todas as nossas operações para avaliar e gerenciar riscos, identificar requisitos legais e contratuais, definir objetivos e metas, além de incluir procedimentos para garantir a conformidade com políticas aprovadas e programas de gestão. Desenvolvido em 2006, este sistema incorpora as melhores práticas e padrões internacionais: ISO Sistema de Gestão Ambiental, OHSAS Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional, SA 8000 Responsabilidade Social: o Código Internacional de Gestão de Cianeto e a legislação local. Auditorias internas e externas são conduzidas em nossos locais para verificar a conformidade com o sistema. Também conduzimos auditorias internas em níveis corporativo e local, com verificações cruzadas indicando em 2014 uma taxa de 87,8% de aderência aos nossos padrões. Além disso, a manutenção e renovação de nossas certificações relacionadas a gestão de cianeto (ICMC), a gestão de segurança e saúde ocupacional (OHSAS 18001) e as certificações ambientais (ISO 14001) exigem que estejamos em conformidade com auditorias externas regulares. O SYG Integrado, que combina o SYG com nossos processos de manutenção e operação, realizou sua primeira auditoria corporativa interna em 2014, demonstrando um taxa de adesão de 85%. Estabelecido em 2011, esse programa busca aprimorar continuamente o desempenho de nossas operações, ao avaliá-las por produtividade e custos globais. Com base nas melhores práticas do setor, grupos de trabalho foram formados em nossas minas de Jacobina, Chapada, El Peñón, Gualcamayo e Mercedes para servir de sustentação a tais programas, melhorando a qualidade geral do processo e reduzindo os custos do negócio. Por exemplo, o uso de princípios de sustentabilidade para incrementar a produtividade e reduzir os custos resultou em economia superior a US$ 3,3 milhões por ano na mina de Jacobina. Esses resultados em Jacobina ilustram a nossa capacidade em nos concentrar em mineração responsável enquanto geramos desempenho operacional. JACOBINA: UM ESTUDO DE CASO SOBRE MELHORIAS DE PROCESSO USANDO O SYG INTEGRADO ECONOMIA ANUAL Redução na frequência do tempo de inatividade na frota de perfuração US$ Redução de custo dos materiais operacionais em resultado da maior performance US$ Diminuição do consumo de eletricidade US$ Diminuição do consumo de diesel US$ Aumento na disponibilidade física média da moagem US$ Redução dos custos com telefonia US$ Reciclonagem direta no maciço da barragem US$ Yamana Gold Relatório de RSC

20 Um produtor de ouro responsável A Yamana Gold Inc. é uma companhia de capital aberto listada na Bolsa de Valores de Toronto e na Bolsa de Valores de Nova Iorque sob os símbolos YRI e AUY, respectivamente. Com sede no Canadá, somos um produtor de ouro envolvido na mineração de ouro e em atividades relacionadas, incluindo a exploração, extração, processamento e recuperação. Possuímos importantes propriedades e terras com metais preciosos em toda a América, incluindo Argentina, Brasil, Chile, México e Canadá. A Yamana planeja continuar a se desenvolver sobre sua base de produção atual por meio de expansões de minas operacionais existentes, do desenvolvimento de novas minas e da melhoria de sua capacidade de exploração, visando outras oportunidades de consolidação de ouro com foco principal nas Américas. Produtos principais Nosso principal produto é o ouro, sendo a sua venda responsável pela maior parte das receitas. A Yamana coloca esse metal precioso nos mercados spot internacionais de commodities e não depende apenas de um comprador. Iniciamos a produção de concentrado de cobre e ouro em 2007, na mina de Chapada, o que representou significativo incremento de receitas e fluxos de caixa gerados pela nossa produção. A Yamana tem contratos com várias fundições, refinarias e empresas de comercialização de cobre para vender seu concentrado de cobre e ouro. Um operador ético Na Yamana, nosso respeito pelos direitos humanos permeia tudo que realizamos e é um princípio orientador do Sistema Yamana de Gestão. Também incorporamos os direitos humanos a nossas políticas de gestão relacionadas à Responsabilidade Social e Comunitária e às Relações com Partes Interessadas. Em 2014, formalizamos nossa política de direitos humanos e assumimos o compromisso de garantir, entre outras coisas, que: Trabalho infantil ou forçado nunca será parte de nossas atividades; Não aceitamos qualquer forma de discriminação relacionada à classe social, nacionalidade, religião, gênero, orientação sexual, filiação sindical, afiliação política, condição marital ou características físicas; Adotamos a prática de compensação justa para nossos funcionários, adequadas a cada região, como um dos fatores para a manutenção de um ambiente organizacional apropriado, retenção de profissionais e desenvolvimento socioeconômico da empresa e das comunidades nas quais operamos; Garantimos e respeitamos os direitos de livre associação e acordos coletivos, por meio de representantes designados; Nossa empresa não tem vínculo com nenhum partido político. Não utilizaremos a empresa nem seus recursos para influenciar nas escolhas individuais de nossos funcionários ou fornecedores; Respeitamos as comunidades nas quais operamos. Sempre que possível, priorizamos a contratação de residentes locais para nossas atividades e desenvolvemos programas voltados à melhoria da qualidade de vida e sustentabilidade da comunidade; Reconhecemos a organização civil como um meio de melhorar a qualidade de vida das pessoas. Permanecemos abertos a organizações não governamentais e firmaremos parcerias com comunidades para apoiar projetos alinhados com nossos programas. 018 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

21 Incluída no Jantzi Social Index A Yamana é membro do Jantzi Social Index (JSI) desde As empresas incluídas nesse índice devem demonstrar excelência amplamente fundamentada em um conjunto de critérios ambientais, sociais e de governança. A inclusão nesse índice é uma afirmação dos programas de gestão social, ambiental, de segurança e saúde da Yamana, que o JSI considera acima da média. Natureza da propriedade A Yamana continua sendo regida pela Lei das Sociedades por Ações do Canadá (Canada Business Corporations Act) de 7 de fevereiro de Alterações durante o período do relatório Durante 2014, a Yamana progrediu em seu objetivo estratégico de estabelecer uma presença canadense com a aquisição conjunta da Canadian Malartic em Quebec e de um portfólio de propriedades de exploração em Quebec e Ontário. Ademais, no final de 2014, a Yamana anunciou a criação da Brio Gold Inc. (Brio Gold), uma subsidiária que detém as operações Fazenda Brasileiro e Pilar, o projeto C1 Santa Luz e as concessões de exploração relacionadas. Valor econômico gerado e distribuído DESTAQUES FINANCEIROS Receita (milhares) US$ US$ US$ Ganhos líquidos (milhares) US$ ( ) US$ ( ) US$ Ganhos ajustados (milhares) US$ (41.532) US$ US$ Produção anual (GEO) Total de ativos (milhares) US$ US$ US$ Valor de mercado (milhares) US$ US$ US$ Yamana Gold Relatório de RSC

22 Nosso portfólio A Yamana adota a abordagem de portfólio para gerenciar nossos ativos. Essa abordagem permite minimizar os riscos para nossas partes interessadas ao equilibrar o desempenho em todo o portfólio, que é continuamente avaliado para assegurar o cumprimento do nosso compromisso para criar valor por meio do crescimento na produção e do fluxo de caixa. No final de 2014, a Yamana apresentou um portfólio principal que incluía sete operações preferenciais, um projeto em estágio de desenvolvimento, e um portfólio secundário que abrangia outras minas em produção e a Brio Gold. Nossa Atuação Canadian Malartic Canadá Chapada Brasil El Peñón Chile Gualcamayo Argentina Jacobina Brasil Mercedes México Minera Florida Chile. Cerro Moro Argentina 020 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

23 Compromissos e afiliações Canadá Câmara de Comércio Canadense (The Canadian Chamber of Commerce) Associação de mineração de Ontário (Ontario Mining Association) Associação de mineração de Quebec [Quebec Mining Association ( l Association minière du Québec )] Conselho do Canadá para as Américas (Canadian Council for the Americas) Código Internacional de Gestão de Cianeto para Fabricação, Transporte e Uso de Cianeto na Produção de Ouro (ICMC) Associação de Prospectores e Desenvolvedores do Canadá (Prospectors and Developers Association of Canada, PDAC) Conselho Mundial do Ouro Brasil Associação Brasileira dos Consumidores de Energia (ABRACE) Associação Brasileira de Cobre (SINDICEL/ABC) Câmara do Comércio Brasil-Canadá Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG) Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras Yamana Gold Relatório de RSC

24 Argentina Câmara Argentina de Empresários Mineiros (Cámara Argentina de Empresarios Mineros CAEM) Grupo de Empresas Mineradoras da República Argentina (Grupo de Empresas Mineras Exploradoras de la República Gemera) Câmara do Comércio Canadá-Argentina (Cámara de Comercio Argentino Canadiense) Chile Associação de Indústrias de Antofagasta (Asociación de Industriales de Antofagasta AIA) Câmara do Comércio Canadá-Chile (Cámara Chileno Canadiense de Comercio) Conselho de mineração chileno (Consejo Minero) Sociedade Nacional de Mineração (Sociedad Nacional de Mineria SONAMI) México Comércio Canadense no México (Cámara de Comercio del Canadá en México CanCham) Força-Tarefa de Mineração (Mining Task Force, MTF) Câmara Mexicana de Mineração (Câmara Minera de México CAMIMEX) 022 Yamana Gold Relatório de RSC 2014

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

Código de Fornecimento Responsável

Código de Fornecimento Responsável Código de Fornecimento Responsável Breve descrição A ArcelorMittal requer de seus fornecedores o cumprimento de padrões mínimos relacionados a saúde e segurança, direitos humanos, ética e meio ambiente.

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

EMPREGADOS COMUNIDADES

EMPREGADOS COMUNIDADES EMPREGADOS SAÚDE E SEGURANÇA MEIO AMBIENTE COMUNIDADES Relatório de RSC 2013 A Yamana Gold é uma mineradora de ouro de capital aberto, com sede no Canadá, cujas atividades estão relacionadas à exploração,

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

PROGRAMA COMPLIANCE VC

PROGRAMA COMPLIANCE VC Seguir as leis e regulamentos é ótimo para você e para todos. Caro Colega, É com satisfação que compartilho esta cartilha do Programa Compliance VC. Elaborado com base no nosso Código de Conduta, Valores

Leia mais

Ser sincero em sua crença de que todos devem ir para casa todos os dias com segurança e saúde - demonstre que você se importa.

Ser sincero em sua crença de que todos devem ir para casa todos os dias com segurança e saúde - demonstre que você se importa. A Liderança Faz a Diferença Guia de Gerenciamento de Riscos Fatais Introdução 2 A prevenção de doenças e acidentes ocupacionais ocorre em duas esferas de controle distintas, mas concomitantes: uma que

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL MANUAL Elaborado por Comitê de Gestão de Aprovado por Paulo Fernando G.Habitzreuter Código: MA..01 Pag.: 2/12 Sumário Pag. 1. Objetivo...

Leia mais

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02 Pagina 1/6 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA / APLICAÇÃO...3 3. REFERÊNCIAS...3 4. DEFINIÇÕES...3 5. DIRETRIZES E RESPONSABILIDADES...4 5.1 POLITICAS...4 5.2 COMPROMISSOS...4 5.3 RESPONSABILIDADES...5

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Valores Pessoas; Trabalho em Equipe; Conduta Ética; Orientação ao Cliente; Orientação a Resultados; Inovação; e Comunidade e Meio Ambiente.

Valores Pessoas; Trabalho em Equipe; Conduta Ética; Orientação ao Cliente; Orientação a Resultados; Inovação; e Comunidade e Meio Ambiente. CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL 1 INTRODUÇÃO O Código de Ética Empresarial da COELCE, apresenta os princípios direcionadores das políticas adotadas pela empresa e que norteiam as ações e relações com suas

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) Sustentabilidade POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (SMS) A CONCERT Technologies S.A. prioriza a segurança de seus Colaboradores, Fornecedores,

Leia mais

Código de prática para a gestão da segurança da informação

Código de prática para a gestão da segurança da informação Código de prática para a gestão da segurança da informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER

DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER DECLARAÇÃO DE POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS DA UNILEVER Acreditamos que as empresas só podem florescer em sociedades nas quais os direitos humanos sejam protegidos e respeitados. Reconhecemos que as empresas

Leia mais

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD O SUCESSO DA IMCD É BASEADO NO ESTABELECIMENTO DE UM AMBIENTE QUE PROMOVE A RESPONSABILIDADE, CONFIANÇA E O RESPEITO. IMCD Código de Conduta 3 1. Introdução O

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Standard Chartered Bank, Brasil Página 1 de 8 ÍNDICE I. OBJETIVO... 3 II. CICLO DE REVISÃO... 3 III. DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 IV. ESTRUTURA DE GOVERNANÇA... 4

Leia mais

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa Aécio Costa A segurança da informação é obtida a partir da implementação de um conjunto de controles adequados, incluindo políticas, processos, procedimentos, estruturas organizacionais e funções de software

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Atuação da Organização 1. Qual(is) o(s) setor(es) de atuação da empresa? (Múltipla

Leia mais

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo 06 Governança TRANSPARÊNCIA 23 Corporativa e Gestão Conselho de Administração O Conselho de Administração da Camargo Corrêa Cimentos é composto de até seis membros, sendo um presidente, três vice-presidentes

Leia mais

Visão & Valores. Código de Sustentabilidade Corporativa

Visão & Valores. Código de Sustentabilidade Corporativa Visão & Valores Código de Sustentabilidade Corporativa 1 Somos dedicados a promover a sustentabilidade e a responsabilidade social Nós reconhecemos a necessidade de harmonizar entre si os objetivos econômicos,

Leia mais

CORRELAÇÃO COM OUTRAS INICIATIVAS

CORRELAÇÃO COM OUTRAS INICIATIVAS CORRELAÇÃO COM OUTRAS INICIATIVAS do conteúdo dos Indicadores Ethos com outras iniciativas Com a evolução do movimento de responsabilidade social e sustentabilidade, muitas foram as iniciativas desenvolvidas

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão

Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Questionário de desempenho ambiental, social e de governança para as empresas participadas e investidas pelos Fundos de Pensão Introdução A consulta a seguir é um novo passo em direção às melhores práticas

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014

ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014 ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014 I. FINALIDADE A finalidade do Comitê de Auditoria da AGCO Corporation (a Empresa ) é auxiliar o Conselho Diretor (o Conselho )

Leia mais

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Princípios de Empoderamento das Mulheres. Igualdade significa Negócios. Igualdade significa negócios

Princípios de Emponderamento da Mulheres. Princípios de Empoderamento das Mulheres. Igualdade significa Negócios. Igualdade significa negócios Princípios de Emponderamento da Mulheres Princípios de Empoderamento das Mulheres Igualdade significa negócios Igualdade significa Negócios Igualdade significa Negócios da Mulheres Princípios de Emponderamento

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 Índice INTRODUÇÃO INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS DIREITOS HUMANOS E DIREITOS FUNDAMENTAIS NO TRABALHO Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Auditoria Interna do Futuro: Você está Preparado? Oswaldo Basile, CIA, CCSA. Presidente IIA Brasil

Auditoria Interna do Futuro: Você está Preparado? Oswaldo Basile, CIA, CCSA. Presidente IIA Brasil Auditoria Interna do Futuro: Você está Preparado? Oswaldo Basile, CIA, CCSA. Presidente IIA Brasil O futuro é (deveria ser) o sucesso Como estar preparado? O que você NÃO verá nesta apresentação Voltar

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

CRESCIMENTO E SUSTENTABILIDADE

CRESCIMENTO E SUSTENTABILIDADE CRESCIMENTO E SUSTENTABILIDADE Relatório de RSC 2012 A T I V A E ENVOLVIDA I O M E Foco na redução do consumo de todos os recursos naturais M B A M B Adesão às melhores práticas e políticas internacionais

Leia mais

Cidadania Global na HP

Cidadania Global na HP Cidadania Global na HP Mensagem abrangente Com o alcance global da HP, vem sua responsabilidade global. Levamos a sério nossa função como ativo econômico, intelectual e social para as Comunidades em que

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Webinar O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Juliana Scalon 4 de Setembro de 2013 Aprimore o desempenho dos fornecedores Para se sobressair no mercado atual

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE

RIO 2016 POLÍTICA DE COMPLIANCE COMITÊ ORGANIZADOR DOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 206 RIO 206 POLÍTICA DE 25/02/205 / 2 Sumário. OBJETIVO... 2 2. DEFINIÇÕES... 2 3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 5 4. DIRETRIZES... 7 4. Programa Geral de...

Leia mais

Política de Gestão de Riscos

Política de Gestão de Riscos Política de Gestão de Riscos 1 OBJETIVO Fornecer as diretrizes para a Gestão de Riscos da Fibria, assim como conceituar, detalhar e documentar as atividades a ela relacionadas. 2 ABRANGÊNCIA Abrange todas

Leia mais

Indicadores Gestão da Ética

Indicadores Gestão da Ética Indicadores Gestão da Ética Identificação Segmento: Diversos Resultados Sua Pontuação: 0 Sua Avaliação: INICIANTE Descrição: A empresa utiliza muito pouco ou praticamente nenhuma ferramenta de gestão de

Leia mais

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia.

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. Rio Grande do Sul Brasil PESSOAS E EQUIPES Equipes que

Leia mais

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa Gestão e Governança de TI e Regulamentações de Compliance Prof. Marcel Santos Silva A consiste: No sistema pelo qual as sociedades são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo o relacionamento

Leia mais

MMX - Controladas e Coligadas

MMX - Controladas e Coligadas POLITICA CORPORATIVA PC. 1.16.01 Política de Meio Ambiente Emissão: 02/10/06 1 Objetivo: Estabelecer diretrizes visando proteger os recursos naturais e o meio ambiente em todas das unidades operacionais.

Leia mais

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES

NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES NOSSOS PRINCÍPIOS ORIENTADORES Por cerca de 50 anos, a série Boletim Verde descreve como a John Deere conduz os negócios e coloca seus valores em prática. Os boletins eram guias para os julgamentos e as

Leia mais

Vivendo de acordo com nossos valores...

Vivendo de acordo com nossos valores... Vivendo de acordo com nossos valores... o jeito Kinross Nossa empresa, Kinross, é uma empresa internacional de mineração de ouro sediada no Canadá, com operações nos Estados Unidos da América, Rússia,

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Conteúdo Conteúdo O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de forma socialmente

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas.

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas. 1. OBJETIVOS Estabelecer diretrizes que norteiem as ações das Empresas Eletrobras quanto à promoção do desenvolvimento sustentável, buscando equilibrar oportunidades de negócio com responsabilidade social,

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS Os Indicadores Ethos são uma ferramenta de gestão, de uso gratuito, que visa apoiar

Leia mais

Auditoria Interna e Governança Corporativa

Auditoria Interna e Governança Corporativa Auditoria Interna e Governança Corporativa Clarissa Schüler Pereira da Silva Gerente de Auditoria Interna TUPY S.A. Programa Governança Corporativa Auditoria Interna Desafios para os profissionais de auditoria

Leia mais

Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual

Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual Código de Princípios de Negócios e Ética BTG Pactual Nossa Visão e Nossos Valores Compartilhar uma única ambição é a chave para a história de sucesso do BTG Pactual. Ela só poderá ser atingida através

Leia mais

Norma Permanente 4.1. GOVERNANÇA E GESTÃO 4.2. PRINCÍPIOS 4.3. INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO E INCENTIVADO

Norma Permanente 4.1. GOVERNANÇA E GESTÃO 4.2. PRINCÍPIOS 4.3. INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO E INCENTIVADO Resumo: Reafirma o comportamento socialmente responsável da Duratex. Índice 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA 3. DEFINIÇÕES 3.1. PARTE INTERESSADA 3.2. ENGAJAMENTO DE PARTES INTERESSADAS 3.3. IMPACTO 3.4. TEMAS

Leia mais

Performance com Propósito. A promessa da PepsiCo

Performance com Propósito. A promessa da PepsiCo Performance com Propósito A promessa da PepsiCo Performance com Propósito A promessa da PepsiCo Na PepsiCo, Performance com Propósito significa gerar crescimento sustentável através do investimento em

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler 2 Introdução A política corporativa de RH da Schindler define as estratégias relacionadas às ações para com seus colaboradores; baseia-se na Missão e nos

Leia mais

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL Shell International Limited 2010 A permissão para reproduzir qualquer parte desta publicação deve ser solicitada à Shell International Limited. Geralmente a permissão será concedida, mediante o reconhecimento

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Professor Samuel Graeff prof.samuel@uniuv.edu.br COBIT O que e? COBIT significa Control Objectives for Information and related Technology - Objetivos

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COLABORADORES Princípios éticos funcionais Emprego e Ambiente de trabalho Conflito de interesses Segredos e informações comerciais SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Leia mais

Criando Oportunidades

Criando Oportunidades Criando Oportunidades Clima, Energia & Recursos Naturais Agricultura & Desenvolvimento Rural Mercados de Trabalho & Sector Privado e Desenvolvimento Sistemas Financeiros Comércio & Integração Regional

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO 30.1. O comércio e a indústria, inclusive as empresas transnacionais,

Leia mais

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS 2003 É criada a G-COMEX ÓLEO & GÁS com o objetivo de prover soluções logísticas sob medida para o mercado de óleo, gás, energia e indústria

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1/9 Sumário 1. Introdução... 3 2. Objetivo... 3 3. Princípios... 4 4. Diretrizes... 4 4.1. Estrutura de Governança... 4 4.2. Relação com as partes interessadas...

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL Na ASBRASIL, já foram estabelecidas as direções básicas da ação empresarial, conforme estabelecido em nosso plano de negócios que deseja se consolidar em uma cultura

Leia mais

153 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

153 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 153 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA, 4 de outubro de 2013 Tema 5.2 da Agenda Provisória CE153/5 (Port.) 30 de setembro

Leia mais

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg Valores & Princípios Grupo Freudenberg C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o Nossos Princípios & Conduta e Comportamento 3 Os Nossos Princípios e o documento de

Leia mais

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual

Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Melhores Práticas para a Elaboração e Divulgação do Relatório Anual Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Edina Biava Abrasca; Marco Antonio Muzilli IBRACON;

Leia mais

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável

Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável Juliana Rehfeld Gerente Desenvolvimento Sustentável Anglo American Brasil BH, 24 de setembro de 2009 0 Visão Macro da Anglo American Sustentabilidade - Negócio,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO

CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO CÓDIGO DE ÉTICA e CONDUTA GRUPO invepar índice Apresentação Visão, Missão, Valores Objetivos Princípios Básicos Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7 Pág. 8 Abrangência / Funcionários Empresas do Grupo Sociedade / Comunidade

Leia mais

Visão Geral da Companhia 2 Colaboradores 20. Mensagem aos Acionistas 4 RSC e o Ciclo de Vida da Mineração 26

Visão Geral da Companhia 2 Colaboradores 20. Mensagem aos Acionistas 4 RSC e o Ciclo de Vida da Mineração 26 Visão Geral da Companhia 2 Colaboradores 20 Mensagem aos Acionistas 4 RSC e o Ciclo de Vida da Mineração 26 Desempenho em 2010 e Objetivos para 2011 6 Principais realizações por Mina 28 Processo de Relato

Leia mais

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente Política Global Novartis 1 de março de 2014 Versão HSE 001.V1.PT 1. Introdução Na Novartis, nossa meta é ser líder em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE).

Leia mais

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação O Valor da TI Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Código de Conduta de Fornecedor

Código de Conduta de Fornecedor Código de Conduta de Fornecedor www.odfjelldrilling.com A Odfjell Drilling e suas entidades afiliadas mundialmente estão comprometidas em manter os mais altos padrões éticos ao conduzir negócios. Como

Leia mais

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE ALCANCE: Xerox Corporation e suas subsidiárias. OBJETIVO: Este documento descreve a conduta ética que deve ser adotada durante as negociações pelos empregagos da Xerox Corporation. Todos os empregados

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014

Compliance e a Valorização da Ética. Brasília, outubro de 2014 Compliance e a Valorização da Ética Brasília, outubro de 2014 Agenda 1 O Sistema de Gestão e Desenvolvimento da Ética Compliance, Sustentabilidade e Governança 2 Corporativa 2 Agenda 1 O Sistema de Gestão

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração da NBC T 1 citada nesta Norma para NBC TG ESTRUTURA CONCEITUAL. RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.213/09 Aprova a NBC TA 320 Materialidade no Planejamento e

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001. Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Curso: Ciências Biológicas - UFAM

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001. Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Curso: Ciências Biológicas - UFAM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL: ISO 14001 Material Didático: IBB 254 Gestão Ambiental / 2015 Conceitos Gerais A gestão ambiental abrange uma vasta gama de questões, inclusive aquelas com implicações estratégicas

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00 Páginas 1/8 1. OBJETIVO O Código de Ética é um conjunto de diretrizes e regras de atuação, que define como os empregados e contratados da AQCES devem agir em diferentes situações no que diz respeito à

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO DECLARAÇÃO DE APOIO CONTÍNUO DO DIRETOR PRESIDENTE Brasília-DF, 29 de outubro de 2015 Para as partes

Leia mais

O Grupo Atlas Copco. Código de Conduta Empresarial

O Grupo Atlas Copco. Código de Conduta Empresarial O Grupo Atlas Copco Código de Conduta Empresarial Índice O Grupo Atlas Copco 1 Primeiro na Mente Primeiro na Escolha 2 Valores Fundamentais 3 Relações 4 Sociedade e o ambiente 5 Colaboradores 6 Clientes

Leia mais

AUDITORIA DE DIAGNÓSTICO

AUDITORIA DE DIAGNÓSTICO 1.1 POLíTICA AMBIENTAL 1.1 - Política Ambiental - Como está estabelecida e documentada a política e os objetivos e metas ambientais dentro da organização? - A política é apropriada à natureza e impactos

Leia mais

Controles Internos e Governança de TI. Charles Holland e Gianni Ricciardi

Controles Internos e Governança de TI. Charles Holland e Gianni Ricciardi Controles Internos e Governança de TI Para Executivos e Auditores Charles Holland e Gianni Ricciardi Alguns Desafios da Gestão da TI Viabilizar a inovação em produtos e serviços do negócio, que contem

Leia mais