CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2009 de 09/09/2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2009 de 09/09/2009"

Transcrição

1 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2009 de 09/09/2009 O MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA ESTADO DO TOCANTINS, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no Ministério da Fazenda sob o n / , com sede a Rua 25 de Dezembro, 265, centro, nesta cidade de Araguaína TO, neste ato representada pelo seu Prefeito Municipal, o Sr. FELIX VALUAR DE SOUZA BARROS, tendo em vista o disposto na Lei n.º 2630 de 17 de julho de 2009, torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas relativas à realização de Concurso Público destinado a selecionar candidatos para os cargos público efetivos de nível fundamental, nível médio e nível superior do quadro geral de servidores. Para tanto, serão observadas as disposições constitucionais e legais referentes ao assunto, em especial o disposto na Lei Orgânica do Município de Araguaina, na Lei n.º de 20 de setembro de 1993 Regime Jurídico Único dos Servidores Público Municipais, das Autarquias e Fundações Municipais e na Lei n.º 1940/00, de 20 de setembro de 2000 Estatuto, Plano de Carreira e Remuneração do Magistério Público Municipal, bem como as normas contidas neste Edital. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAGUAÍNA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO 1.1 O concurso será regido por este Edital, de responsabilidade da Secretaria de Administração do Município, executado pela Comissão Permanente de Seleção (COPESE) da Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), obedecidas as normas deste Edital, e realizado no Estado do Tocantins, na cidade de Araguaína, conforme o cronograma de atividades abaixo: QUADRO I CRONOGRAMA 21/09/2009 a 07/10/2009 Inscrições somente pela Internet, no sitio: Ou em sala específica situada no CRAS II Centro de Referência de Assistência Social II do Município, localizado na Avenida São Francisco, nº 1347, esquina com a Rua das Palmeiras, próximo ao posto de saúde e à feira coberta do Setor Araguaína Sul, em horário de expediente (de 8h às 12h e de 14h às 18h) e em dias úteis. 09/10/2009 Último dia para pagamento da taxa de inscrição. 16/10/2009 a 21/10/2009 Prazo para apresentação dos títulos (exclusivo para os inscritos às vagas de professores) 22/10/2009 Divulgação dos locais de provas 08/11/2009 Aplicação das provas (às 08h para todos os cargos de nível fundamental e superior e às 14h para todos os cargos de nível intermediário). 09/11/2009 Divulgação dos gabaritos provisórios. 17/11/2009 Resultado provisório (data provável) 24/11/2009 Resultado final (data provável) 1.2 Os candidatos aprovados serão nomeados sob o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos do Município de Araguaína. 1.3 A jornada de trabalho ocorrerá em dois turnos, durante os períodos matutino, vespertino e noturno, de acordo com as especificidades do cargo e as necessidades do Município de Araguaína. 1.4 O concurso público visa o provimento de 311 vagas, sendo 35 para os cargos de nível fundamental, 131 para os cargos de nível intermediário e 145 para os cargos de nível superior, distribuídas conforme Anexo I. 1.5 A seleção para os cargos de que trata este Edital compreenderá o exame de conhecimentos mediante aplicação de provas objetivas, de caráter classificatório e eliminatório, elaboradas conforme o conteúdo programático constante no Anexo III deste Edital. 1.6 Os candidatos aos cargos de professores, aprovados nas provas objetivas, terão os títulos apresentados analisados com caráter classificatório, consoante se especificará no item 11 deste Edital. 1.7 Os cargos, os códigos de opção, a carga horária, a remuneração inicial, a formação mínima exigida para cada cargo, o total de vagas e vagas para portadores de deficiência, constam no Anexo I deste Edital. 1.8 A fiscalização de todos os atos do Concurso, ficará sob a responsabilidade da Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores, indicada pelo Prefeito Municipal, com membros pertencentes ou não ao Quadro de Servidores Municipais, de reconhecida idoneidade moral e, quando possível, com conhecimento das matérias a serem examinadas. 2. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA A INVESTIDURA NO CARGO 2.1 Ter sido aprovado no concurso. 2.2 Ter nacionalidade brasileira ou ser estrangeiro com permissão para trabalhar e residir no Território Nacional Os candidatos estrangeiros, legalmente habilitados, deverão apresentar o visto permanente no momento da posse Possuir idade mínima de 18 anos, na data da posse.

2 2.3. Estar em dia com as obrigações eleitorais. 2.4 Apresentar certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino. 2.5 Comprovar a titulação exigida para o cargo, conforme o Anexo I deste Edital. 2.6 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo. 2.7 Cumprir as determinações deste Edital. 2.8 Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal. 3. DA INSCRIÇÃO NO CONCURSO 3.1 A inscrição do candidato implicará o conhecimento das presentes instruções e a tácita aceitação das condições do Concurso, tais como se acham estabelecidas no Edital e nas normas legais pertinentes, bem como em eventuais aditamentos e instruções específicas para a realização do certame, acerca das quais não poderá alegar desconhecimento. 3.2 Antes de efetuar a inscrição e/ou o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá tomar conhecimento do disposto neste Edital e em seus Anexos e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. Observando a formação mínima exigida para o cargo a que deseja concorrer. 3.3 A Inscrição será realizada, exclusivamente, via internet, no endereço eletrônico no período compreendido entre as 10 horas do dia 21 de setembro de 2009 e 22 horas do dia 07 de outubro de 2009, observado o horário de Araguaína TO. 3.4 No intuito de viabilizar o acesso aos candidatos, a Prefeitura de Araguaína disponibilizará sala específica, com computadores interligados à Internet, para formalização da inscrição, na unidade do CRAS II Centro de Referência de Assistência Social II, localizado na Avenida São Francisco, nº 1347, esquina com a Rua das Palmeiras, próximo ao posto de saúde e à feira coberta do Setor Araguaína Sul, nesta urbe, respeitado o horário de funcionamento da unidade (de 8h às 12h e de 14h às 18h) e os dias úteis. 3.5 Valor da Taxa de inscrição: a) R$ 10,00 (dez reais) para os cargos de nível fundamental; b) R$ 40,00 (quarenta reais) para os cargos de nível intermediário; c) R$ 80,00 (oitenta reais) para os cargos de nível superior. 3.6 DOS PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO: O candidato deverá acessar o endereço eletrônico preencher corretamente o Requerimento de Inscrição, no qual serão exigidos os números do documento de identidade e do CPF, endereço residencial, dados para contato, cargo, dentre outras informações, todos de preenchimento obrigatório, enviar a solicitação de sua inscrição, imprimir o boleto bancário e efetuar o recolhimento da Taxa de Inscrição, impreterivelmente, até o dia 09 de outubro de 2009, independentemente de que esse dia seja feriado municipal, estadual ou federal O recolhimento da taxa realizado fora do prazo estabelecido neste Edital ou realizado por meio de pagamento agendado e não liquidado no referido prazo implicará a não efetivação da inscrição É de inteira responsabilidade do candidato guardar o comprovante de pagamento para futura conferência, em caso de necessidade. O simples comprovante de agendamento bancário não será aceito como comprovante de pagamento de inscrição No caso de candidato com necessidades especiais, este deverá, no ato da inscrição, informar se necessita de condições especiais para a realização das provas e quais condições, que serão atendidas obedecendo a critérios de viabilidade e razoabilidade No ato da inscrição, o candidato fará a opção por um dos cargos, através da escolha do código do cargo, conforme Anexo I do presente Edital. 4. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO 4.1 É vedada a inscrição extemporânea, via postal, via fax e/ou via correio eletrônico. 4.2 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá informar esta condição no formulário de inscrição do concurso, conforme item 6 (e seus subitens) deste Edital. No dia de realização das provas, levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade, e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar um acompanhante não fará as provas Não será acrescido tempo adicional para a candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas. 4.3 Não serão aceitos pedidos de alteração de opção de Cargo após a realização da inscrição. 4.4 O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo no caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração. 4.5 As informações prestadas na solicitação de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a COPESE e a Administração Pública do direito de excluir do concurso público aquele que fornecer dados comprovadamente inverídicos até o encerramento do certame, respeitados os limites contratuais, e do estágio probatório respectivamente. 4.6 Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente ao estabelecido neste Edital. 4.7 Ao se inscrever, o candidato aceita as condições ditadas no Edital do concurso e declara serem verídicas as informações prestadas. 4.8 A COPESE não se responsabiliza por solicitação de inscrição via Internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados. 4.9 O candidato que efetuar o pagamento de inscrição em mais de um cargo de mesmo nível de classificação e/ou naqueles em que as provas ocorrerão no mesmo dia e horário, será inscrito somente naquele cuja data de pagamento da inscrição seja a mais recente. As outras serão canceladas automaticamente e não haverá devolução de pagamento.

3 5. DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO 5.1 Após 3 (três) dias úteis do pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá conferir no endereço eletrônico se os dados da inscrição efetuada foram recebidos e o valor da inscrição foi pago. Esta confirmação poderá, também, ser feita diretamente no mural da Prefeitura e na unidade do CRAS II, onde ficará exposta a relação de inscritos, durante os três dias úteis subseqüentes à última data prevista para pagamento das inscrições. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com a COPESE, de segunda a sexta-feira, úteis, de 8h às 12h e de 14h às 18h (horário de Palmas), para verificar o ocorrido. 5.2 As inscrições efetuadas somente serão confirmadas após a comprovação do pagamento do valor da inscrição. 5.3 A COPESE não enviará nenhuma comunicação/cartão de confirmação para o candidato, a obtenção destas informações é de responsabilidade do candidato, através dos murais já relacionados no item 5.1 ou do endereço eletrônico 6. DOS CANDIDATOS QUE NECESSITAM DE ATENDIMENTO DIFERENCIADO 6.1 O candidato que necessitar de atendimento diferenciado deverá declarar sua condição em espaço específico do formulário de solicitação de inscrição via internet e encaminhar por fax ( ) e depois por Sedex para COPESE/CONCURSO PARA O QUADRO GERAL DE SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA-2009, Caixa Postal nº 111, CEP , Palmas-TO, o Requerimento de Atendimento Diferenciado, conforme o Anexo IV deste Edital e os documentos médicos comprobatórios da necessidade de atendimento diferenciado, até o dia 13 de outubro de O candidato poderá, ainda, entregar os documentos citados no item 6.1, até o dia 08 de outubro de 2009, de 8h às 12h e de 14h às 18h (exceto sábado, domingo e feriados), pessoalmente ou por terceiros, mediante apresentação do documento original de identidade do procurador, procuração simples e cópia legível do documento de identidade do candidato, no protocolo da Prefeitura Municipal de Araguaína, situada na Rua 25 de Dezembro, n.º 265 Centro, endereçados à Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores. 6.2 O candidato, neste caso, deverá verificar nos murais da Prefeitura Municipal de Araguaína e no endereço eletrônico a confirmação do atendimento de sua solicitação na data provável de 20 de outubro de A solicitação de condições especiais será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade. 6.4 O candidato que não enviar ou entregar os documentos conforme item 6.1 e 6.1.1, mesmo que tenha declarado no momento da inscrição, terá sua solicitação de atendimento diferenciado indeferida e não poderá impetrar recurso em favor de sua situação. 7. DAS INSCRIÇÕES PARA CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA 7.1 Em atenção ao Princípio da Razoabilidade e por analogia, do total de vagas destinadas aos cargos, 5% serão providos na forma do 2.º, do artigo 5.º, da Lei n.º 8.112/90, publicada no Diário Oficial de 12 de dezembro de 1990, e do Decreto Federal n.º 3.298/99, publicado no Diário Oficial de 21 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei nº 7.853/ Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no artigo 4.º do Decreto Federal n.º 3.298/99 e suas alterações. 7.3 As pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal nº 3.298/99, particularmente em seu art. 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, horário e local de aplicação das provas, e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos. 7.4 O candidato deverá declarar, quando da inscrição, ser portador de deficiência, especificando-a na Ficha/Formulário de Inscrição da Internet e, deverá encaminhar impreterivelmente até o dia 13 de outubro de 2009 via SEDEX, à COPESE/CONCURSO PARA MUNICÍPIO DE ARAGUAÍNA-2009, Caixa Postal nº 111, CEP , Palmas-TO, os documentos a seguir: Laudo médico original ou cópia autenticada em cartório ou pela COPESE (mediante apresentação do original), emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da deficiência e a cópia do CPF. 7.5 O candidato portador de deficiência poderá, ainda, entregar os documentos citados no item 7.4.1, até o dia 13 de outubro de 2009, de 8h às 12h e de 14h às 18h horas, pessoalmente ou por terceiros, mediante apresentação do documento original de identidade do procurador, procuração simples e cópia legível do documento de identidade do candidato, no protocolo da Prefeitura Municipal de Araguaina, situada na Rua 25 de Dezembro, n.º 265 Centro, endereçados à Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores. 7.6 O candidato portador de deficiência poderá requerer, na forma do item 6 (e seus subitens) deste Edital, atendimento especial, no ato da inscrição, para o dia de realização das provas, indicando as condições de que necessita para a realização destas, conforme previsto no artigo 40, parágrafos 1.º e 2.º, do Decreto n.º 3.298/99 e suas alterações. 7.7 O candidato portador de deficiência que não realizar a inscrição conforme instruções constantes neste Edital, não poderá impetrar recurso em favor de sua situação. 7.8 O candidato que, no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência, se classificado no concurso, figurará em lista específica e também na listagem de classificação geral dos candidatos ao cargo de sua opção e, posteriormente, se convocado, deverá submeterse à perícia médica promovida por Junta Médica designada pelo Município de Araguaína para esse fim, que terá decisão terminativa sobre a sua qualificação como portador de deficiência ou não e sobre o grau de deficiência, com a finalidade de verificar se a deficiência da qual é portador realmente o habilita a concorrer às vagas reservadas para candidatos em tais condições. 7.9 Os candidatos deverão comparecer à perícia médica, munidos de laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), conforme especificado no Decreto n.º 3.298/99 e suas alterações, bem como à provável causa da deficiência A não-observância do disposto no subitem 7.9, a reprovação na perícia médica ou o não comparecimento à perícia acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.

4 7.11 A análise dos aspectos relativos ao potencial de trabalho do candidato portador de deficiência obedecerá ao disposto nos art. 43 e 44 do Decreto nº 3.298/ Será eliminado da lista de deficientes o candidato cuja deficiência assinalada, na ficha de inscrição, não se constate, devendo o mesmo constar apenas na lista de classificação geral e do respectivo cargo As vagas definidas que não forem providas por falta de candidatos portadores de deficiência, por reprovação no concurso ou na perícia médica serão preenchidas pelos demais candidatos, com estrita observância à ordem classificatória A não observância, pelo candidato, de qualquer das disposições deste Edital implicará a perda do direito a ser nomeado para as vagas reservadas a deficientes O laudo médico apresentado terá validade somente para este Concurso Público e não será devolvido A relação dos candidatos que tiveram a inscrição deferida para concorrer na condição de portadores de deficiência será divulgada na Internet, no endereço eletrônico na ocasião da divulgação dos locais e horário de realização das provas, bem como no mural da prefeitura e do CRAS II Centro de Referência de Assitência Social O candidato que não enviar ou entregar os documentos conforme item 7.4, e 7.5, mesmo que tenha declarado no momento da inscrição, terá sua solicitação de inscrição para as vagas de portador de deficiência indeferida, será inscrito para concorrer as vagas de ampla concorrência e não poderá impetrar recurso em favor de sua situação Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser argüida para justificar a concessão de aposentadoria. 8. DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS 8.1 A aplicação das provas será realizada conforme datas e horários apresentados no quadro abaixo: QUADRO II - DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS Data Horário de início Duração da prova Cargo 08/11/ h00 4 horas Todos os Cargos de Nível Superior e Nível Fundamental 08/11/ h00 4 horas Todos os Cargos de Nível Intermediário 8.2 As Provas Objetivas para todos os cargos serão realizadas no Estado do Tocantins, na cidade de Araguaína. Os locais de aplicação das provas serão divulgados conforme cronograma disposto na Tabela I do item As Provas Objetivas para os cargos cuja escolaridade exigida é Nível Fundamental e os cargos cuja escolaridade exigida é Nível Superior serão aplicadas no mesmo dia e no mesmo horário. 8.4 Ao candidato só será permitida a realização das provas na respectiva data, horário e local constante nas listas afixadas nos quadros de avisos da Prefeitura de Araguaína e/ou divulgado no endereço eletrônico 8.5 Os eventuais erros de digitação verificados na confirmação da inscrição do candidato quanto a nome, número de documento de identidade, sexo, data de nascimento, etc. deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas em ata de sala e é de responsabilidade do candidato solicitar ao fiscal de sala a alteração. 8.6 Somente será admitida a entrada na sala de provas do candidato que estiver portando documento de identidade original que bem o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por força de Lei Federal, valem como documento de identidade, como por exemplo, as da OAB, CREA, CRC etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/97) A Carteira Nacional de Habilitação, citada no item anterior, somente será aceita dentro do prazo de validade ou até 30 dias após a data de validade Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato. 8.7 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há no máximo 30 (dias) dias, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio. 8.8 Não haverá segunda chamada ou repetição de prova. 8.9 O candidato não poderá alegar desconhecimentos quaisquer sobre a realização da prova como justificativa de sua ausência O não comparecimento às provas, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará em sua eliminação no Concurso Público A COPESE, objetivando garantir a lisura e a idoneidade do Concurso Público bem como sua autenticidade, poderá solicitar aos candidatos, quando da aplicação das provas, a autenticação digital em Cartão de Identificação Nas Provas Objetivas, o candidato deverá assinalar as respostas na Folha de Respostas Personalizada, que será o único documento válido para a correção da prova. O preenchimento da Folha de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do Caderno de Questões. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato Os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na Folha de Respostas serão de inteira responsabilidade do candidato O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu início, munido somente de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, do boleto bancário com o comprovante de pagamento da taxa de inscrição e do documento de identidade original. Não será permitido o uso de lápis, lapiseira/grafite e/ou borracha durante a realização das provas.

5 8.14 Durante a realização das provas, não será permitida nenhuma espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, apontamentos, apostilas, réguas, calculadoras, manuais, dicionários, impressos, anotações ou qualquer material semelhante O Município de Araguaína e a UFT/COPESE não se responsabilizarão por perda ou extravio de documentos ou objetos ocorridos no local de realização das provas, nem por danos neles causados O candidato, ao terminar a prova, entregará ao fiscal, juntamente com a Folha de Respostas, o Caderno de Questões, não sendo permitido ao candidato em hipótese alguma levar o mesmo No dia da realização das provas, na hipótese de o nome do candidato não constar nas listagens oficiais relativas aos locais de prova estabelecidos no Edital de Convocação, a UFT/COPESE procederá a inclusão do candidato, mediante a apresentação do comprovante de confirmação da inscrição ou do boleto bancário com comprovação de pagamento, com o preenchimento de formulário específico A inclusão de que trata o item 8.17 será realizada de forma condicional, e será analisada pela UFT/COPESE, na fase do Julgamento das Provas Objetivas, com o intuito de se verificar a pertinência da referida inscrição Constatada a improcedência da inscrição de que trata o item 8.17, a mesma será automaticamente cancelada sem direito à reclamação, independentemente de qualquer formalidade, considerados nulos todos os atos dela decorrentes Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em virtude de afastamento do candidato da sala de prova. 9. DA ELIMINAÇÃO DO CANDIDATO 9.1 Será eliminado do concurso e não terá sua prova corrigida o candidato que: a) for surpreendido dando ou recebendo auxílio para a execução das provas; b) utilizar-se de livros, máquinas de calcular ou equipamento similar, dicionário, notas ou impressos que não forem expressamente permitidos ou que se comunicar com outro candidato; c) durante a realização das provas, for surpreendido portando (mesmo que desligado) aparelhos eletrônicos, tais como bip, telefone celular, relógio de qualquer espécie, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, pen drive, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro, controle de portão eletrônico, etc., bem como quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro etc., e ainda lápis, lapiseira/grafite, borracha, óculos de sol (exceto com comprovação de prescrição médica), carteira de dinheiro e armas; d) faltar com o devido respeito para com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, com as autoridades presentes ou com os demais candidatos; e) fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição ou em qualquer outro meio, que não os permitidos; f) não entregar o material das provas ao término do tempo destinado para a sua realização; g) afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento de fiscal; h) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a folha de respostas; i) ausentar-se do local de provas antes de decorrida 2 (duas) horas do início das provas; j) descumprir as instruções contidas no caderno de provas e na folha de respostas; k) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido; l) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do concurso público; m) não permitir a coleta de sua assinatura; n) for surpreendido portando caneta fabricada em material não-transparente; o) for surpreendido portando anotações em papéis, que não os permitidos; p) for surpreendido portando qualquer tipo de arma e/ou se negar a entregar a arma à Coordenação; q) não permitir ser submetido ao detector de metal; r) se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o candidato se utilizado de processos ilícitos. 9.2 Motivará a eliminação do candidato do concurso público, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, a burla ou a tentativa de burla a quaisquer das normas definidas neste Edital ou a outros relativos ao Concurso, nos comunicados, nas Instruções ao Candidato ou nas Instruções constantes da prova, bem como ao tratamento incorreto e descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas. 10. DAS PROVAS: 10.1 O Concurso constará de uma única etapa para todos os cargos, a exceção dos cargos de professores onde haverá avaliação dos títulos da forma especificada no próximo tópico, com a realização de provas objetivas de Conhecimentos Básicos e Específicos, de caráter eliminatório e classificatório, de: Língua Portuguesa (para todos os cargos), Matemática (somente para os cargos de nível fundamental e nível intermediário I), Conhecimentos Regionais (para todos os cargos), Noções de Informática (para os cargos de nível intermediário II e nível superior) e de Conhecimentos Específicos (somente para os cargos de nível superior), distribuídos conforme o quadro abaixo:

6 QUADRO III DO NÚMERO DE QUESTÕES E DO VALOR DAS QUESTÕES DAS PROVAS NÍVEL FUNDAMENTAL E NÍVEL INTERMEDIÁRIO I Prova Número de Questões Valor de Cada Questão Total de Pontos Língua Portuguesa 15 1 ponto 15 pontos Matemática 10 1 ponto 10 pontos Conhecimentos Regionais 15 2 pontos 30 pontos Total de questões Pontuação máxima NÍVEL INTERMEDIÁRIO II 40 questões 55 pontos Prova Número de Questões Valor de Cada Questão Total de Pontos Língua Portuguesa 15 1 ponto 15 pontos Noções de Informática 10 1 ponto 10 pontos Conhecimentos Regionais 15 2 pontos 30 pontos NÍVEL SUPERIOR Total de questões Pontuação máxima 40 questões 55 pontos Prova Número de Questões Valor de Cada Questão Total de Pontos Língua Portuguesa 10 1 ponto 10 pontos Conhecimentos Regionais 10 1 ponto 10 pontos Noções de Informática 05 1 ponto 05 pontos Conhecimentos Específicos 15 2 pontos 30 pontos Total de questões Pontuação máxima 40 questões 55 pontos 10.2 As provas objetivas versarão sobre os conteúdos programáticos constantes no Anexo III deste edital e serão corrigidas por processamento eletrônico Cada questão da prova objetiva terá valor em conformidade com o Quadro III, e terá o formato de múltipla escolha, com quatro alternativas, das quais apenas 1 (uma) será correta O candidato deverá assinalar suas respostas na Folha de Respostas Personalizada, que será o único documento válido para a correção da prova. O preenchimento da Folha de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do Caderno de Provas Em hipótese alguma, haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato Os eventuais prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na Folha de Respostas serão de inteira responsabilidade do candidato O candidato deverá marcar nas provas objetivas, para cada questão, somente uma das opções (alternativas) de respostas, sendo atribuída nota zero à questão com mais de uma opção marcada, sem opção marcada ou, ainda, com emenda ou rasura, ainda que legível. 11. DA AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS 11.1 A avaliação dos títulos terá caráter classificatório Estará sujeito a avaliação de títulos apenas o candidato que optar por um dos seguintes cargos: de Professor - Nível II/ Educação Infantil e Ensino Fundamental (1 ao 5 Ano), Professor - Nível II / Educação Física, Professor - Nível II / Matemática, Professor - Nível II / Pedagogia, Professor - Nível II / Português-Inglês, Professor - Nível II / Para Programas Educacionais, que deverá entregálos entre os dias 16 e 21 de outubro de 2009 no protocolo da Prefeitura Municipal de Araguaina, situada na Rua 25 de Dezembro, n.º Centro, e endereçado à Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores, de 8h às 12h e de 14h às 18h horas, em dias úteis, pessoalmente ou por terceiros (neste último deverá ser observado o disposto no item 11.13); 11.3 Os títulos deverão ser devidamente comprovados e exclusivamente relacionados à respectiva área de atuação Apenas os candidatos aprovados nas provas objetivas terão os seus títulos analisados e avaliados A avaliação de títulos valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a este valor O candidato deverá apresentar os títulos organizados em forma de apostila, contendo: Capa com o nome, o número de inscrição do candidato e o cargo a que irá concorrer; Índice dos títulos apresentados; Cópias dos títulos autenticadas em cartório Somente serão aceitos os títulos a seguir indicados, expedidos até a data da entrega prevista no item 11.2, aos quais será atribuída a pontuação máxima conforme quadro abaixo:

7 QUADRO IV - ATRIBUIÇÕES DE PONTOS PARA A AVALIAÇÃO DE TÍTULOS Alínea Títulos Pontuação A B C D Diploma registrado ou certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado, na área específica da educação, acompanhado do histórico escolar. Diploma registrado ou certificado/declaração de conclusão de mestrado, na área específica da educação, acompanhado do histórico escolar. Certificado ou declaração de conclusão de curso de pós-graduação, na área específica da educação, com carga horária mínima de 360 horas, acompanhado do histórico escolar. Exercício de atividade profissional exclusivamente na docência em sala de aula na Administração Pública ou na iniciativa privada, em cargo de professor. Total Máximo de Pontos Máximo de Pontos 3 pontos 3 pontos 2 pontos 2 pontos 1 pontos 1 pontos 0,5 pontos por ano completo 4 pontos 10 pontos As titulações definidas nas alíneas A, B e C do item serão valoradas uma única vez, independentemente de o candidato ter mais de um título de cada alínea O candidato que não entregar os títulos no prazo, no horário e no local estabelecido no Edital receberá nota zero Não serão aceitos títulos encaminhados via postal, via fax e/ou via correio eletrônico, como também documentos ilegíveis Os documentos apresentados não serão devolvidos nem serão fornecidas cópias destes títulos No ato da entrega dos títulos, o candidato deverá preencher formulário, em duas vias, que lhe será fornecido a título de protocolo, no qual indicará a quantidade e os títulos apresentados, sendo este o único documento apto a comprovar a respectiva entrega Não serão recebidos documentos originais Para efeito de pontuação, não serão consideradas cópias não autenticadas em cartório ou documentos gerados por via eletrônica que não estejam acompanhados com o respectivo mecanismo de autenticação A entrega dos títulos poderá ser efetuada por procurador, mediante apresentação do documento original de identidade do procurador, procuração simples e cópia legível do documento de identidade do candidato Serão de responsabilidade do candidato as informações prestadas por seu procurador na entrega dos títulos, bem como a entrega dos títulos na data prevista no Edital de convocação para esta etapa, arcando o candidato com as conseqüências de eventuais erros de seu representante. 12. DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À COMPROVAÇÃO DOS TÍTULOS 12.1 Para comprovação da conclusão do curso de pós-graduação em nível de doutorado ou de mestrado, diploma, devidamente registrado, expedido por instituição reconhecida pelo MEC ou certificado/ declaração de conclusão de curso de doutorado ou mestrado, expedido por instituição reconhecida pelo MEC, acompanhado do histórico escolar do candidato, no qual conste o número de créditos obtidos, as áreas em que foi aprovado e as respectivas menções, o resultado dos exames e do julgamento da tese ou da dissertação Para o curso de doutorado ou de mestrado concluído no exterior, será aceito apenas o diploma, desde que revalidado por instituição de ensino superior no Brasil Para o título relacionado na alínea "C" do quadro de títulos, comprovar, por meio de certificado, que o curso de especialização foi realizado de acordo com a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional ou de acordo com as normas do Conselho Nacional de Educação - CNE ou do extinto Conselho Federal de Educação - CFE Caso o certificado não comprove que o curso de especialização foi realizado de acordo com o solicitado no subitem anterior, deverá ser anexada declaração da instituição, atestando que o curso atende às normas da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, do CNE ou está de acordo com as normas do extinto CFE Do certificado/declaração deverá constar a carga horária mínima de 360 horas Do histórico escolar deverão constar as disciplinas cursadas, os nomes dos professores e suas titulações, a carga horária e a menção obtida Para os títulos relacionados na alínea "D" do quadro de títulos, o candidato deverá atender a uma das seguintes opções: a) para exercício de atividade em empresa/instituição privada: cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) contendo a página de identificação do trabalhador e a página em que conste o registro do cargo de professor e que informe o período (com início e fim, se for o caso), acrescida de declaração do empregador, comprovando o exercício da docência em sala de aula; b) para exercício de atividade em instituição pública: declaração/certidão de tempo de serviço que informe o período (com início e fim, se for o caso), que comprove o exercício da docência em sala de aula A declaração/certidão mencionada na opção "b" do subitem anterior deverá ser emitida por órgão de pessoal ou de recursos humanos. Não havendo órgão de pessoal ou de recursos humanos, a autoridade responsável pela emissão do documento deverá declarar/ certificar também essa inexistência Para efeito de pontuação da alínea "D" do quadro de títulos, não será considerada fração de ano nem sobreposição de tempo O tempo de estágio, de monitoria, de bolsa de estudo ou de trabalho voluntário não será computado como experiência profissional Para efeito de pontuação da alínea "D" do quadro de títulos, somente será considerada a experiência após a conclusão do curso de nível superior, devendo o candidato enviar o respectivo diploma de conclusão Todo documento apresentado para fins de comprovação de exercício profissional deverá conter o período de início e término do trabalho realizado, bem como a jornada de trabalho Diploma ou certificado expedido por instituições estrangeiras será aceito, desde que revalidado por instituição de ensino superior no Brasil.

8 12.14 Todo documento expedido em língua estrangeira somente será considerado se traduzido para a Língua Portuguesa, por tradutor juramentado Os pontos que excederem o valor máximo em cada alínea do Quadro de Atribuição de Pontos para a Avaliação de Títulos, bem como os que excederem o limite de pontos estipulados no subitem , serão desconsiderados. 13. DA CLASSIFICAÇÃO DOS CANDIDATOS 13.1 O valor de cada questão objetiva, atribuída com base na correspondente marcação na Folha de Respostas, será: (um) ponto (ponto positivo) multiplicado pelo valor de cada questão (conforme Quadro III), caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial da prova; (zero) ponto, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial da prova A nota de cada prova objetiva (disciplina) será a resultante da soma algébrica dos valores atribuídos ao conjunto de itens (questões objetivas) que a compõem. E a nota geral da prova objetiva será o somatório destas 13.3 Para todos os cargos, a exceção dos candidatos para os cargos Professor Nível II / Educação Infantil e Ensino Fundamental (1 ao 5 Ano), Professor - Nível II / Educação Física, Professor - Nível II / Matemática, Professor - Nível II / Pedagogia, Professor - Nível II / Português-Inglês, Professor - Nível II / Para Programas Educacionais, a Nota Final dos candidatos será igual a soma do total de pontos obtidos na Prova Objetiva, obedecidos aos critérios estabelecidos no item 10(e seus subitens) deste Edital A Nota Final dos candidatos para os cargos Professor Nível II / Educação Infantil e Ensino Fundamental (1 ao 5 Ano), Professor - Nível II / Educação Física, Professor - Nível II / Matemática, Professor - Nível II / Pedagogia, Professor - Nível II / Português-Inglês, Professor Nível II / Para Programas Educacionais será o somatório das notas alcançadas na prova objetiva e a pontuação dos títulos Será reprovado e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir: a) obtiver nota inferior a 05 (cinco) pontos, na prova de Língua Portuguesa (para todos os cargos); b) obtiver nota inferior a 03 (três) pontos, na prova de Matemática (para os cargos de nível fundamental e de nível intermediário I); c) obtiver nota inferior a 10 (dez) pontos, na prova de Conhecimentos Regionais (para os cargos de nível: intermediário I e intermediário II); d) obtiver nota inferior a 06 (seis) pontos, na prova de Conhecimentos Regionais (para o cargo de nível fundamental); e) obtiver nota inferior a 04 (quatro) pontos, na prova de Conhecimentos Regionais (para os cargos de nível superior), ou na prova de Noções de Informática (para os cargos de nível intermediário II); f) obtiver nota igual a 00 (zero) pontos, na prova de Noções de Informática (para os cargos de nível superior); g) obtiver nota inferior a 10 (dez) pontos, na prova de Conhecimentos Específicos (para os cargos de nível superior). h) Faltar ou deixar de fazer qualquer prova do Processo Seletivo O candidato eliminado na forma do subitem 13.5 deste Edital não terá classificação alguma no concurso público Os candidatos habilitados serão classificados em ordem decrescente da nota final, em listas de classificação para cada cargo Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem portadores de deficiência, se não eliminados no concurso, terão seus nomes publicados em lista à parte Em caso de empate na nota final no concurso, terá preferência o candidato que, na ordem a seguir, sucessivamente: a) tiver idade igual ou superior a sessenta anos, até o último dia de inscrição neste concurso, conforme artigo 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso; b) obtiver o maior número de pontos na Prova de Conhecimentos Específicos (para os cargos de nível superior), ou de Conhecimentos Regionais (para os cargos de nível fundamental, de nível intermediário I e de nível intermediário II); c) obtiver o maior número de pontos na Prova de Língua Portuguesa; d) obtiver o maior número de pontos na avaliação de títulos, quando for o caso; e) Persistindo o empate, terá preferência o candidato mais idoso. 14. DOS RECURSOS 14.1 Será admitido recurso quanto às questões das provas e gabaritos preliminares O prazo para interposição de recurso será de 2 (dois) dias úteis após a divulgação dos gabaritos preliminares, a ocorrer consoante cronograma previsto no item Admitir-se-á um único recurso por candidato, para cada questão, devidamente fundamentado, sendo desconsiderado recurso de igual teor Os candidatos poderão, ainda, solicitar revisão dos pontos da avaliação de títulos, dirigida à Banca Examinadora, no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis, contados da publicação do resultado provisório Todos os recursos ou pedidos de revisão serão analisados e as alterações de gabarito e de pontuação de títulos serão divulgadas no endereço eletrônico Os recursos ou pedidos de revisão deverão ser digitados (conforme modelo a ser publicado no endereço eletrônico e entregues na COPESE ou na Prefeitura Municipal de Araguaína, de 8h às 12h e de 14h às 18h, conforme endereços abaixo, de acordo com o prazo estipulado nos itens e 14.3 : a) COPESE: Quadra 103 Sul Rua SO-03 Número 09, Palmas TO; b) No Departamento de Protocolo da Prefeitura Municipal de Araguaína, Rua 25 de dezembro, n.º 263 Centro, na cidade de Araguaína/TO, Cep.: , e endereçado à Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores Não será aceito recurso via fax, correio eletrônico ou, ainda, fora do prazo Relativo ao gabarito provisório, deverão ser observados os seguintes pontos:

9 14.8 Se do exame de recursos resultarem anulação de item integrante de prova, a pontuação correspondente a esse item será atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido Se houver alteração, por força de impugnações, de gabarito oficial preliminar de item integrante de prova, essa alteração valerá para todos os candidatos, independentemente de terem recorrido Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de revisão de recursos ou recurso de gabarito oficial definitivo Recursos cujo teor desrespeite a banca serão preliminarmente indeferidos Não serão aceitos recursos relativos ao preenchimento incompleto, equivocado ou incorreto da Folha de Respostas das provas Os resultados dos recursos quanto às questões das provas e gabaritos preliminares serão divulgados na data provável de 13 de novembro de 2009 no endereço eletrônico Não serão encaminhadas respostas individuais aos candidatos As decisões deferidas dos pedidos de revisão dos pontos da avaliação de títulos serão divulgadas, coletivamente, quando da divulgação dos resultados finais Os recursos interpostos em desacordo com as especificações contidas neste Edital não serão avaliados. 15. DA NOMEAÇÃO E DA POSSE 15.1 O candidato aprovado e classificado no concurso público, na forma estabelecida neste Edital, será nomeado, obedecida à ordem de classificação, no cargo para o qual foi habilitado, mediante portaria expedida pelo Prefeito de Araguaína, publicada no Diário Oficial do Estado do Tocantins Além dos requisitos já estabelecidos no item 2 (e seus subitens) deste Edital, o candidato aprovado, para ser empossado no cargo, não poderá ter sido demitido do Serviço Público Municipal, enquanto ocupante de cargo efetivo ou em comissão, nos últimos 5 (cinco) anos, contados da data da publicação do ato penalizador, decorrente da seguinte infração: valer-se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem Não poderá retornar ao Serviço Público Municipal o servidor que foi demitido ou o servidor que foi destituído do cargo em comissão nas seguintes hipóteses: a) prática de crime contra a administração pública; b) improbidade administrativa; c) aplicação irregular de dinheiro público; d) lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio municipal Somente poderá ser empossado o candidato aprovado que for julgado apto física e mentalmente, pela Junta Médica da Prefeitura Municipal de Araguaína, para o exercício do cargo, incluindo os candidatos portadores de deficiência O candidato nomeado será convocado para a posse, que deverá ocorrer no prazo improrrogável de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato de sua nomeação A nomeação dos candidatos ocorrerá dentro do limite de vagas estabelecidas no Anexo I deste Edital, ressalvada a hipótese de ampliação do número de vagas e autorização para provimento pelos órgãos competentes. 16. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 16.1 A legislação com vigência após a data de publicação deste Edital, bem como as alterações em dispositivos constitucionais, legais e normativos a ela posteriores não serão objeto de avaliação nas provas do Concurso Todos os cálculos descritos neste Edital serão realizados com duas casas decimais, arredondando-se para cima sempre que a terceira casa decimal for maior ou igual a cinco O Concurso Público terá validade de 1 (um) ano, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do Município de Araguaína, 16.4 É de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes a este concurso público no Diário Oficial do Estado, os quais também serão afixados nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Araguaína - TO e no site: Serão publicados no Diário Oficial do Estado apenas os resultados dos candidatos que lograrem classificação no Concurso Não haverá justificativa para o não-cumprimento dos prazos determinados, nem serão aceitos documentos após as datas estabelecidas Não serão fornecidos atestados, declarações, certificados ou certidões relativos à habilitação, classificação, ou nota de candidatos, valendo para tal fim a publicação do resultado final e homologação em órgão de divulgação oficial A qualquer tempo poder-se-á anular a inscrição, prova ou tornar sem efeito a nomeação do candidato, desde que verificadas falsidades ou inexatidões de declarações ou informações prestadas pelo candidato ou irregularidades na inscrição, nas provas ou nos documentos É de responsabilidade do candidato, manter seu endereço e telefone atualizados, até que se expire o prazo de validade do Concurso, para viabilizar os contatos necessários, sob pena de quando for nomeado, perder o prazo para tomar posse, caso não seja localizado A Fundação Universidade Federal do Tocantins e o Município de Araguaína não se responsabilizam por eventuais prejuízos ao candidato decorrentes de: a) endereço não atualizado; b) endereço de difícil acesso; c) correspondência devolvida pela ECT por razões diversas de fornecimento e/ou endereço errado do candidato; d) correspondência recebida por terceiros.

10 16.11 Durante o período de validade do concurso, o Município de Araguaína reserva-se o direito de proceder às nomeações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e até o número de vagas definidas neste Edital Havendo desistência de candidatos convocados para a nomeação, o Município de Araguaína procederá, durante o prazo de validade do concurso, a tantas convocações quantas forem necessárias para o provimento das vagas oferecidas neste Edital, seguindo rigorosamente a ordem de classificação estabelecida no Edital de homologação A jornada de trabalho será de acordo com o descriminado no Anexo I, podendo ser cumprida nos horários diurno e noturno (a critério do Município de Araguaína) As despesas com a documentação, exames médicos ou quaisquer outros gastos decorrentes com a participação de candidatos ao concurso, correrão exclusivamente por conta dos candidatos A posse nos cargos fica condicionada à aprovação em inspeção médica a ser realizada pelo Município de Araguaína e ao atendimento das condições constitucionais e legais. Para a posse, serão exigidos todos os documentos declarados pelo candidato no ato de inscrição, que comprovem o preenchimento dos requisitos previstos no Anexo I deste Edital. Exigir-se-á, também, declaração de bens e valores e de não ter vínculo empregatício com o serviço público, salvo dentro do permissivo constitucional, com a opção de vencimentos, se couber Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, até a data da convocação dos candidatos para as provas correspondentes, circunstância que será mencionada em Edital ou aviso a ser publicado Os casos omissos e situações não previstas no presente Edital serão avaliados e resolvidos pela UFT/COPESE e Município de Araguaína TO, através Comissão do Concurso Público Municipal do Quadro Geral de Servidores. Araguaína-TO, 09 de setembro de Félix Valuar de Sousa Barros Prefeito Municipal

11 ANEXO I CARGOS, CÓDIGO, CARGA HORÁRIA, VENCIMENTOS BÁSICOS, FORMAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA E NÚMERO DE VAGAS NÍVEL FUNDAMENTAL Cargos Código Carga Horária Semanal Remuneração Inicial (R$) Formação Mínima Exigida Distribuição das vagas para Ampla Concorrência Distribuição das vagas para Portadores de Deficiência N Total de Vagas Borracheiro I ARFU01 40 horas 502,20 Ensino Fundamental Completo Borracheiro II ARFU02 40 horas 542,38 Ensino Fundamental Completo Lavador ARFU03 40 horas 465,00 Ensino Fundamental Completo Lubrificador I ARFU04 40 horas 502,20 Ensino Fundamental Completo Merendeira ARFU05 40 horas 465,00 Motorista I ARFU06 40 horas 737,90 Operador I ARFU07 40 horas 737,90 Operador II ARFU08 40 horas 796,93 Operador III ARFU09 40 horas 860,68 Ensino Fundamental Completo e experiência Profissional comprovada de 12 meses na área. Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação, Categoria C Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação, Categoria C Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação, Categoria C Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação, Categoria C T O T A L NÍVEL INTERMEDIÁRIO I Cargos Código Carga Horária Semanal Remuneração Inicial (R$) Ajudante de Eletricista ARIN10 40 horas 502,20 Apontador ARIN11 40 horas 585,77 Formação Mínima Exigida Distribuição das vagas para Ampla Concorrência Distribuição das vagas para Portadores de Deficiência N Total de Vagas 04-04

12 Carpinteiro ARIN12 40 horas 632,63 Eletricista CC III ARIN13 40 horas 860,68 Eletricista CA II ARIN14 40 horas 796,93 Eletricista Predial - Baixa Tensão ARIN15 40 horas 860,68 Encanador ARIN16 40 horas 632,63 Ferramenteiro ARIN17 40 horas 632,63 Mecânico Leve I ARIN18 40 horas 737,90 Motorista ARIN19 40 horas 737,90 Pedreiro I ARIN20 40 horas 632,63 Pintor ARIN21 40 horas 860,68 Serralheiro ARIN22 40 horas 632,63 Soldador II ARIN23 40 horas 796,93 da Educação (MEC), Acrescido de curso técnico em eletricidade de autos. da Educação (MEC), Acrescido de curso técnico em eletricidade predial de baixa tensão. da Educação (MEC), Acrescido de curso técnico em eletricidade predial de baixa tensão. da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação, Categoria A/D T O T A L 34-34

13 NÍVEL INTERMEDIÁRIO II Cargos Código Carga Horária Semanal Remuneração Inicial (R$) Agente Administrativo Educacional ARIT24 40 horas 632,63 Agente de Arrecadação ARIT25 40 horas 632,63 Assistente Técnico Administrativo ARIT26 40 horas 632,63 Auxiliar de Odontologia ARIT27 40 horas 632,63 Fiscal de Postura ARIT28 40 horas 632,63 Fiscal Sanitário ARIT29 40 horas 632,63 Técnico de Controle Interno ARIT30 40 horas 860,68 Técnico em enfermagem ARIT31 40 horas 860,68 Técnico em Segurança e Higiene no Trabalho ARIT32 40 horas 860,68 Formação Mínima Exigida grau), acrescido de curso técnico em Auxiliar de Consultório Dentário, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. grau) profissionalizante em contabilidade ou de curso de nível médio (antigo segundo grau) acrescido de curso técnico em contabilidade, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). grau), acrescido de curso técnico em Enfermagem, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. grau) profissionalizante na área ou de curso de nível médio (antigo segundo grau) acrescido de curso técnico na área, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Distribuição das vagas para Ampla Concorrência Distribuição das vagas para Portadores de Deficiência N Total de Vagas T O T A L

14 NÍVEL SUPERIOR Cargos Código Carga Horária Semanal Remuneração Inicial (R$) Analista de Controle Interno ARSU33 40 horas 1506,16 Analista em Tecnologia da Informação ARSU34 40 horas 1506,16 Assistente Social ARSU35 40 horas 1506,16 Biblioteconomista ARSU36 40 horas 1506,16 Engenheiro Civil ARSU37 40 horas 1506,16 Engenheiro Eletricista ARSU38 40 horas 1506,16 Engenheiro em Segurança do Trabalho ARSU39 40 horas 1506,16 Engenheiro Mecânico ARSU40 40 horas 1506,16 Fonoaudiólogo ARSU41 40 horas 1506,16 Formação Mínima Exigida Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Administração ou Ciências Contábeis ou Direito ou Economia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (Quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior, em nível de graduação na área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (Quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia ou Arquitetura e Urbanismo com pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho ou curso superior em Engenharia de Segurança do Trabalho, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Fonoaudiologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Distribuição das vagas para Ampla Concorrência Distribuição das vagas para Portadores de Deficiência N Total de Vagas

15 Nutricionista ARSU42 40 horas 1506,16 Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental (1 ao 5 Ano) Professor - Nível II / Educação Física ARSU43 40 horas 1587,20 ARSU44 40 horas 1587,20 Professor - Nível II / Matemática ARSU45 40 horas 1587,20 Professor - Nível II / Pedagogia ARSU46 40 horas 1587,20 Professor - Nível II / Português- Inglês Professor - Para programas Educacionais ARSU47 40 horas 1587,20 ARSU48 40 horas 1587,20 Psicólogo ARSU49 40 horas 1506,16 conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Nutrição, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Pedagogia com habilitação em Docência e/ou Normal Superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior (licenciatura) em Educação Física, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior (licenciatura) em Matemática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em pedagogia com habilitação em inspeção escolar, coordenação, supervisão e orientação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e experiência de no mínimo 02 anos de docência. Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior (licenciatura) em Letras (Português/Inglês), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior (licenciatura) em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente (quando houver). Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no conselho competente T O T A L

16 ANEXO II RESPONSABILIDADES E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS 1. RESPONSABILIDADES (PARA TODOS OS CARGOS) Pelo serviço executado. Pelo material de consumo, equipamentos e material permanente a sua disposição. Pela colaboração no estabelecimento e manutenção de um clima organizacional saudável. Por servir ao público com ética e presteza. Pela higiene no ambiente de trabalho e uso dos equipamentos de proteção individual. 2. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS 2.1 CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL BORRACHEIRO I Conserto e manutenção de pneus dos caminhões e veículos leves; BORRACHEIRO II Conserto e manutenção de pneus dos caminhões e veículos leves; LAVADOR Limpeza e higienização das máquinas, equipamentos, caminhões e veículos leves; LUBRIFICADOR I Lubrificar máquinas, tratores, equipamentos e caminhões; MERENDEIRA Executar tarefas correspondentes ao preparo e à distribuição de refeições, selecionando os ingredientes necessários para atender aos cardápios estabelecidos; MOTORISTA I Dirigir veículos; Realizar a manutenção dos veículos; Auxiliar em carga e descarga; Informar ao superior qualquer ocorrência com o veículo, respeitados os regulamentos do serviço; OPERADOR I Operar todo tipo de máquinas; Realizar pequenos reparos, quando necessário; Zelar pela sua limpeza e manutenção, respeitados os regulamentos do serviço; Operar tratores de pneus e rolo compactador;

17 2.1.8 OPERADOR II Operar todo tipo de máquinas (a exemplo de pá carregadeira e trator de esteira); Realizar pequenos reparos, quando necessário; Zelar pela sua limpeza e manutenção, respeitados os regulamentos do serviço; OPERADOR III Operar todo tipo de máquinas (moto-niveladora, escavadeira, retro-escavadeira); Realizar pequenos reparos, quando necessário; Zelar pela sua limpeza e manutenção, respeitados os regulamentos do serviço; 2.2 CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO AGENTE ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL Auxiliar o professor nas turmas da Educação Infantil de 0 a 04 anos e nas salas com alunos de necessidades especiais, visando melhor aproveitamento; AGENTE DE ARRECADAÇÃO Operar terminais de computador inserindo e extraindo informações e dados em meio magnético/eletrônico ou impresso, para orientação e esclarecimentos aos contribuintes, no âmbito de sua competência; Executar atividades relativas ao lançamento e arrecadação dos tributos mobiliários e imobiliários, mantendo atualizados os cadastros respectivos; Analisar, informar, despachar, emitir parecer e executar expedientes referentes a lançamentos, cobrança de tributos, certidões e outros documentos fiscais; Executar atividades técnico-administrativas, apurando, emitindo, registrando, informando e lançando dados relativos às áreas de atuação do órgão; Participar do planejamento e da execução de programas de aperfeiçoamento e capacitação na sua área de atuação, propondo e opinando sobre o aprimoramento das rotinas de trabalho; Elaborar relatórios dos procedimentos e rotinas de serviço dentro de sua área de atuação; Executar tarefas de ordem orçamentária e financeira, colaborando com a sistematização de informações necessárias ao encerramento do exercício financeiro; Colaborar na prestação de informações contábeis ao Tribunal de Contas do Tocantins e aos órgãos do Poder Judiciário; Prestar informações sobre a legislação tributária municipal, orientando os contribuintes sobre sua correta aplicação; Prestar apoio às atividades de fiscalização; Exercer outras tarefas relacionadas ao seu campo de atuação, mediante designação de seus superiores AJUDANTE DE ELETRICISTA Auxiliar na instalação e manutenção da parte elétrica das escolas, creches e logradouros públicos; APONTADOR Fiscalizar a entrega e retirada de materiais nas obras; ASSISTENTE TÉCNICO ADMINISTRATIVO Prestar assistência à unidade de atuação, emitindo pareceres e executando tarefas relacionadas à rotina administrativa, incluídas as atividades que exijam atendimento, digitação, arquivos, emissão de boletos e recebimento de denúncias, além de realizar serviços básicos de informática.

18 2.2.6 AUXILIAR DE ODONTOLOGIA Proceder à desinfecção e esterilização de materiais e instrumentos utilizados; Sob supervisão do cirurgião dentista ou do TSB, realizar procedimentos educativos e preventivos aos usuários, individuais ou coletivos, como evidenciação de placa bacteriana, escovação supervisionada, orientações de escovação, uso de fio dental; Preparar e organizar o instrumental e materiais (sugador, espelho, sonda, etc.) necessários para o trabalho; Instrumentalizar o cirurgião dentista ou TSB durante a realização de procedimentos clínicos (trabalho a quatro mãos); Agendar o paciente e orientá-lo ao retorno e à preservação do tratamento; CARPINTEIRO Executa os serviços de madeiramento de telhados e manutenção dos móveis das escolas creches e logradouros públicos; ELETRICISTA CA II Instalação e manutenção da parte elétrica das escolas, creches e logradouros públicos; ELETRICISTA CC III Fazer a manutenção da parte elétrica das maquinas e equipamentos; Instalação e manutenção da parte elétrica das escolas, creches e logradouros públicos; ELETRICISTA PREDIAL - BAIXA TENSÃO Instalação e manutenção da parte elétrica das escolas, creches e logradouros públicos; ENCANADOR Instalação e manutenção da parte hidráulica das escolas, creches e logradouros públicos; FERRAMENTEIRO Controlar entrada e saída de ferramentas usadas na limpeza urbana e manutenção de ruas e avenidas; FISCAL DE POSTURA Atender a denúncias; Fiscalizar feiras livres, perturbação do sossego público, invasões e desocupações, construção irregular, muros e calçadas, água servida, entulho, galhadas, extintor de incêndio, alvará vencido; Realizar ronda noturna; Vistoriar para a concessão do Alvará de Licença de funcionamento, localização, construção, demolição, habite-se, averbação, corte de asfalto, recadastramento de imóvel urbano, horário específico; Intimar a construção irregular, muros e calçadas, água servida, entulho, galhadas, extintor de incêndio, alvará vencido; Embargar e interditar; Lavrar o Auto de Infração; Apreender mercadorias; FISCAL SANITÁRIO

19 Efetuar a fiscalização e orientação sanitária, autuar e aplicar as medidas administrativas cabíveis pelas infrações previstas no Código Sanitário Municipal; MECÂNICO LEVE I Fazer manutenção em caminhões e tratores de pneus; MOTORISTA Dirigir veículos; Realizar a manutenção dos veículos; Auxiliar em carga e descarga; Informar ao superior qualquer ocorrência com o veículo, respeitados os regulamentos do serviço; PEDREIRO I Executar os serviços de reforma, ampliação e construção em escolas, creches e prédios municipais; PINTOR Executar os serviços de pintura nas escolas, creches e prédios municipais; SERRALHEIRO Fabricação e concertos das grades, portões, janelas e portas; SOLDADOR II Executar os serviços de solda em maquinas e equipamentos; TÉCNICO DE CONTROLE INTERNO Executar atividades de apoio ao acompanhamento, controle e fiscalização da legalidade, eficácia e eficiência da gestão contábil, orçamentária, financeira, patrimonial, de pessoal e administrativa nos órgãos do Poder Executivo, respeitados os regulamentos do serviço; TÉCNICO EM ENFERMAGEM Realizar tarefas relacionadas à rotina administrativa da Atenção Básica; Receber e distribuir documentos e correspondências; Zelar por materiais, máquinas, equipamentos, instrumentos e ferramentas sob sua responsabilidade; Requisitar material e controlar o armazenamento, quando necessário; Ajudar, sob orientação específica, nas campanhas; Manter a perfeita organização dos armários e dependências; Organizar materiais e procedimentos relativos aos programas: Pré-natal, Planejamento Familiar, puericultura, Aconselhamento, Climatério, Teste do Pezinho, Tabagismo, HIPERDIA, PCCU e Mama, DST/ HIV/ AIDS, entre outros; TÉCNICO EM SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO Planejar, coordenar e executar ações de segurança e higiene no trabalho; Implantar medidas de prevenção da área;

20 Supervisionar os ambientes de trabalho e treinar usuários do serviço, respeitados os regulamentos do serviço; 2.3 CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ANALISTA DE CONTROLE INTERNO Acompanhamento, controle e fiscalização da legalidade, eficácia e eficiência da gestão contábil, orçamentária, financeira, patrimonial, de pessoal e administrativa nos órgãos do Poder Executivo, respeitados os regulamentos do serviço; ANALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Atividades administrativas e técnicas relacionadas ao desenvolvimento, gerência, administração, implantação e manutenção de redes e de conjunto de componentes físicos de um computador ou de seus periféricos, respeitados os regulamentos do serviço. Atividades administrativas e técnicas relacionadas ao desenvolvimento, à implantação e à manutenção de sistemas, projetos e desenvolvimento de programas de computador, planejamento de hipertextos, respeitados os regulamentos do serviço; ASSISTENTE SOCIAL Elaborar, orientar, executar e avaliar políticas sociais junto a órgãos de administração pública; Avaliar Planos e projetos que sejam do âmbito de atuação do Serviço Social; Planejar, acompanhar e executar as atividades relacionadas à Assistência Social na área educacional; BIBLIOTECONOMISTA Planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades técnicas e administrativas relacionadas à biblioteconomia e ao controle das Bibliotecas, respeitados os regulamentos do serviço; ENGENHEIRO CIVIL Planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades técnicas e administrativas da Engenharia Civil assegurando o cumprimento legal de normas e padrões técnicos respeitados os regulamentos do serviço; ENGENHEIRO ELETRICISTA Planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades técnicas e administrativas da Engenharia Elétrica, utilizando-se das aplicações da ciência e tecnologia para o desenvolvimento da área de atuação, respeitados os regulamentos do serviço; ENGENHEIRO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades técnicas e administrativas da área de segurança do trabalho, com vistas à implementação de ações preventivas e corretivas para garantir a segurança do trabalho e o cumprimento das normas, respeitados os regulamentos do serviço; ENGENHEIRO MECÂNICO Planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades técnicas e administrativas da Engenharia Mecânica utilizando-se das aplicações da ciência e tecnologia para o desenvolvimento da área de atuação, respeitados os regulamentos do serviço; FONOAUDIÓLOGO

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC A Prefeitura Municipal de Caruaru/PE divulga a realização do CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS para o provimento dos cargos de Professor

Leia mais

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Cardiologia 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Edital de Abertura de Inscrições O IBEPEGE Instituto Brasileiro de Estudo e Pesquisa em Gastroenterologia e outras Especialidades

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris Hospital Stella Maris, torna público que no período de

Leia mais

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira.

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira. A Divisão de Ensino do Hospital Ana Costa S. A. realizará Processo Público de Seleção de candidatos para Estágio Médico, para o ano de 2013, nas seguintes áreas: Especialidade Nº de vagas Pré-requisito

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA Página - 1 - de 7 CENTRO DE ESTUDOS DR.CERVANTES CAPOROSSI COREME DO HOSPITAL SANTA ROSA

Leia mais

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL. Dia 08 Sexta-feira Início das Inscrições pela Internet (http://www.copese.uft.edu.br/) a partir das 10 horas

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL. Dia 08 Sexta-feira Início das Inscrições pela Internet (http://www.copese.uft.edu.br/) a partir das 10 horas 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS-TO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DO QUADRO GERAL NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO,

Leia mais

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI/TO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA NÍVEL MÉDIO E NÍVEL SUPERIOR

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO convoca os candidatos inscritos no Concurso Público

Leia mais

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009 Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional Edital nº 001 /2009 Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos Técnico de Nível Médio em Agronegócios

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Vale ressaltar ainda que os cursos do PEP são gratuitos, o que facilita e amplia o acesso dos candidatos selecionados.

Vale ressaltar ainda que os cursos do PEP são gratuitos, o que facilita e amplia o acesso dos candidatos selecionados. APRESENTAÇÃO O Programa de Educação Profissional de Minas Gerais (PEP) é a ousada resposta do Governo Mineiro ao desafio de atender à crescente demanda dos nossos jovens por mais e melhores oportunidades

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO Nº 03/2015 CONCESSÃO DE BOLSA-ESTÁGIO A Fundação Educacional São Carlos FESC torna pública,

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 1 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 José Carlos A. Amaral, Prefeito de Três Passos em exercício, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 Por ordem do Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal - CERSP da Prefeitura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Nº 001/2015 A Comissão Organizadora do Processo Seletivo, designada através da Portaria nº 096/2015, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014 Por ordem do Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal - CERSP da Prefeitura

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2012 de 04/04/2012

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2012 de 04/04/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2012 de 04/04/2012 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO TOCANTINS (MPE/TO), nos termos da Constituição

Leia mais

EDITAL Nº 028/2009-PRORH CONCURSO PÚBLICO

EDITAL Nº 028/2009-PRORH CONCURSO PÚBLICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 028/2009-PRORH CONCURSO PÚBLICO A Pró-Reitora de Recursos H umanos da Universidade Federal de Juiz

Leia mais

EDITAL Nº 084, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Quadro 01 Distribuição de Cargos e quantidade de vagas. Nº de Vaga s. Requisitos para investidura no Cargo

EDITAL Nº 084, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Quadro 01 Distribuição de Cargos e quantidade de vagas. Nº de Vaga s. Requisitos para investidura no Cargo SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Publicado no D.O.U. em 8/03/014, Seção 3, página 8 EDITAL Nº 084, DE 7 DE MARÇO DE 014 O DIRETOR GERAL

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016

FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016 FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA M U R I A É MG EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O ANO LETIVO DE 2016 A Diretora da FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARCELINA - FASM,

Leia mais

Nº de Vagas Oferecidas. Otorrinolaringologia 1 3 Médico com diploma devidamente reconhecido

Nº de Vagas Oferecidas. Otorrinolaringologia 1 3 Médico com diploma devidamente reconhecido 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO PARA CURSO DA PÓS GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA EM OTORRINOLARINGOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO PARA O ANO LETIVO DE 2013. A Magnífica Reitora da Universidade

Leia mais

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL

QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS-TO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA SAÚDE NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL MÉDIO E NÍVEL

Leia mais

Aplicação das provas (as 08h para todos os cargos de nível fundamental e superior e as 15h para todos os cargos de nível intermediário).

Aplicação das provas (as 08h para todos os cargos de nível fundamental e superior e as 15h para todos os cargos de nível intermediário). 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS/UFT CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE TÉCNICO ADMINISTRATIVO NÍVEL FUNDAMENTAL, INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 27/2009 de 27/04/2009

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ EDITAL FMJ- 073/2006, de 27/11/2006 CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2007 O Prof. Dr. NELSON LOURENÇO MAIA FILHO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Autarquia municipal de Jundiaí, Estado de São

Leia mais

EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado

EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ UNIFEI Reitoria EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado O Reitor da Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI, no uso de suas atribuições e nos termos da

Leia mais

FACULDADE DE ANICUNS EDITAL 2016/1 PROCESSO SELETIVO DE 2016

FACULDADE DE ANICUNS EDITAL 2016/1 PROCESSO SELETIVO DE 2016 2 1 FACULDADE DE ANICUNS EDITAL 2016/1 PROCESSO SELETIVO DE 2016 A Faculdade de Anicuns, torna público que realizará o processo seletivo para ingresso nos seus cursos de graduação no primeiro semestre

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 068/2012-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (A DISTÂNCIA)

Leia mais

EDITAL Nº 084, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Quadro 01 Distribuição de Cargos e quantidade de vagas. Nº de Vaga s. Requisitos para investidura no Cargo

EDITAL Nº 084, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Quadro 01 Distribuição de Cargos e quantidade de vagas. Nº de Vaga s. Requisitos para investidura no Cargo SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Publicado no D.O.U. em 8/03/014, Seção 3, página 8 (Link para o D.O.U.) EDITAL Nº 084, DE 7 DE MARÇO

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE O Complexo Hospitalar Ouro Verde - CHOV torna público que realizará processo seletivo para preenchimento de vagas de médicos residentes de 1º ano (R-1), de seu programa de residência em MEDICINA DE FAMÍLIA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA PARA O CARGO DE AUDITOR DE CONTROLE

Leia mais

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR VERÃO 2015 1 Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE PORTO NACIONAL - IESPEN CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE PESSOAL ADMINISTRATIVO EDITAL N o 1 DO CONCURSO PÚBLICO 1/2006 IESPEN, DE 29 DE MAIO DE 2006 EDITAL

Leia mais

EDITAL 001/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO INTERNO DE REMOÇÃO

EDITAL 001/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO INTERNO DE REMOÇÃO EDITAL 001/2014 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO INTERNO DE REMOÇÃO A Prefeitura Municipal da Serra, usando de suas atribuições legais por meio das Secretarias de Saúde e de Administração

Leia mais

EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1.

EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1. EDITAL N 75, DE 8 DE JULHO DE 2015. Processo Seletivo 2016.1. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 A Profa. Ms. Lizika Goldchleger, Gerente Executiva da Faculdade Cultura Inglesa, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER que o Processo Seletivo para o

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO 1º SEMESTRE DE

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO 1º SEMESTRE DE FACULDADE DO FUTURO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DO 1º SEMESTRE DE 2016 O Diretor da Faculdade do Futuro, Flávio José Ribeiro de Almeida, torna público o presente EDITAL que regerá o Processo Seletivo do

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS O Diretor Geral da Faculdade ISAEBRASIL, credenciada pela Portaria MEC n. 439 de 29 de abril de 2015, por sua Comissão de Vestibular, instituída em caráter permanente pela Portaria ISAE n.º 02/2015 de

Leia mais

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital.

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital. FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI Edital Nº 01/ 2015 Processo Seletivo 2016 Ingressantes para o Curso Superior de Redes de Computadores. A Superintendência da FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE

Leia mais

Estadual 2015. Edital de Convocação para o Exame de Qualificação do Vestibular

Estadual 2015. Edital de Convocação para o Exame de Qualificação do Vestibular Edital de Convocação para o Exame de Qualificação do Vestibular Estadual 2015 A Universidade do Estado do Rio de Janeiro torna público o presente Edital, com normas, rotinas e procedimentos relativos ao

Leia mais

1 DA CONVOCAÇÃO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO

1 DA CONVOCAÇÃO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS (ANTAQ) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS,

Leia mais

FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1

FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1 FACULDADE ARI DE SÁ EDITAL Nº 2, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015, PROCESSO SELETIVO 2016.1 Em conformidade com as Portarias do MEC nº 1.120 de 16/07/1999 e nº 391 de 07/02/2002 e da Portaria nº 1449 de 23/12/1999

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL nº 005/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE A Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão,

Leia mais

EDITAL Nº 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NO MUNICÍPIO DE MIRAGUAÍ

EDITAL Nº 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NO MUNICÍPIO DE MIRAGUAÍ EDITAL Nº 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NO MUNICÍPIO DE MIRAGUAÍ O Município de Miraguaí - RS, torna público a abertura de inscrições para Processo Seletivo

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM AVALIAÇÃO E SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CEBRASPE) PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE COORDENADORES PEDAGÓGICOS ESTADUAIS PARA AVALIAÇÃO DAS REDAÇÕES DO ENEM 2014 REGULAMENTO

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana São Carlos, credenciada pela Portaria Ministerial 062 de 22/01/2010, publicada em

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014

EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014 EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014 Inscrições: 14 de outubro a 14 de novembro de 2013 Informações: Centro de Estudos do Hospital Socor Tel.: (31) 3330.3093

Leia mais

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição.

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Edital Nº 03/2014/CCV Regulamenta o Teste de Nível das Casas de Cultura Estrangeira, para o período 2014.2. A Presidente da Coordenadoria de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014

PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO EDITAL DE ABERTURA Nº 001/2014 1.APRESENTAÇÃO O Governo do Estado do Amapá por meio da Escola de Administração Pública - EAP, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

2. Dos Cursos da FASF, Códigos, Turnos, Duração, Vagas, Número de Alunos por Turma, Prazo de Integralização e Atos de Legalização

2. Dos Cursos da FASF, Códigos, Turnos, Duração, Vagas, Número de Alunos por Turma, Prazo de Integralização e Atos de Legalização EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DO ALTO SÃO FRANCISCO, TURMAS DE AGOSTO 2015. A Diretora da Faculdade de Filosofia,

Leia mais

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA UNIÃO METROPOLITANA PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL 01/2015

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições para o processo seletivo de TUTORIA (A Distância) para

Leia mais

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE ENFERMAGEM DE NATAL DA UFRN PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO TÉCNICO EM PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE Edital Nº 003/ 2015 A Escola

Leia mais

16/01/15 horário 8:30 observando-se o horário do Maranhão (NÃO HÁ

16/01/15 horário 8:30 observando-se o horário do Maranhão (NÃO HÁ EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DA CLÍNICA OTHOS Inscrições para preenchimento de vagas nos programas de Especialização Médica em Otorrinolaringologia

Leia mais

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br.

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br. São Paulo, 01 de novembro de 2013. Instituto Brasileiro de Controle do Câncer - IBCC Edital Imagem 2013 O Centro de Estudos Prof. Dr. Sampaio Góes Junior do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer torna

Leia mais

EDITAL Nº 21/2013. 1.1- Profissional/Carga Horária/Número de Vagas/Requisitos para a contração /Vencimentos. n.º de Vagas. Reserva Vagas PNE *

EDITAL Nº 21/2013. 1.1- Profissional/Carga Horária/Número de Vagas/Requisitos para a contração /Vencimentos. n.º de Vagas. Reserva Vagas PNE * EDITAL Nº 21/2013 RICARDO PINHEIRO SANTANA, Prefeito do Município de Assis, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO o presente Edital de Abertura do Concurso Público nº 01/2013 para preenchimento

Leia mais

EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PORTO NACIONAL / COPESE CONCURSO PÚBLICO - QUADRO DE SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO 2015 QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL

EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PORTO NACIONAL / COPESE CONCURSO PÚBLICO - QUADRO DE SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO 2015 QUADRO I - CRONOGRAMA GERAL EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PORTO NACIONAL / COPESE CONCURSO PÚBLICO - QUADRO DE SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO 2015 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O MUNICÍPIO DE PORTO NACIONAL ESTADO DO TOCANTINS,

Leia mais

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012 ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012 O Prefeito Municipal de Jacareacanga, no uso de suas atribuições, torna pública a realização

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Vagas para ingresso nos Cursos Superiores Tecnológicos Primeiro Semestre de 2010

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Vagas para ingresso nos Cursos Superiores Tecnológicos Primeiro Semestre de 2010 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO Vagas para ingresso nos Cursos Superiores Tecnológicos Primeiro Semestre de 2010 O Diretor-Geral da Faculdade de Tecnologia Termomecanica, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA EDITAL Nº 26 / 2014 O Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, no uso de suas atribuições, estabelecida nos termos da instrução

Leia mais

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br EDITAL 021/2015 DE 15 DE OUTUBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde FAPEC torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para

Leia mais

EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES

EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES EDITAL 010/2014 DE 25 DE AGOSTO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.1, para os cursos de Bacharelado em

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 O Diretor da NOVA FACULDADE, Pablo Fernandes Bittencourt, faz saber aos interessados que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do 1º Semestre

Leia mais

11.1 interessado que já tenha concluído um dos programas de aprimoramento;

11.1 interessado que já tenha concluído um dos programas de aprimoramento; EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA PARA O ANO DE 2009 DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO -

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH

PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AUXILIAR II / AUXILIAR DE TRANSPORTE II/ MOTOBOY EDITAL DRH Nº 17/2014 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS divulga e estabelece

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ ASSESSOR JURIDICO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N. 001/2013 A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ, ESTADO DO RONDÔNIA,

Leia mais

EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES

EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES EDITAL 014/2014 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.1 - ENGENHARIA CIVIL E VAGAS REMANESCENTES A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS MUNICÍPIO DE BORBA PREFEITURA MUNICIPAL DE BORBA CONCURSO PÚBLICO Edital n 001/2014

ESTADO DO AMAZONAS MUNICÍPIO DE BORBA PREFEITURA MUNICIPAL DE BORBA CONCURSO PÚBLICO Edital n 001/2014 O Prefeito Municipal de Borba, Estado do Amazonas, no uso de suas atribuições e com fundamento no artigo 37, inciso II da Constituição Federal Brasileira de 1988, torna pública a abertura do Concurso Público

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA De ordem do Magnífico Reitor do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, Dr. Nelson Teixeira, torno público que as provas do Processo Seletivo Classificatório

Leia mais

EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PALMAS / COPESE CONCURSO PÚBLICO PARA PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE PALMAS-TO 2015 QUADRO I CRONOGRAMA GERAL

EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PALMAS / COPESE CONCURSO PÚBLICO PARA PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE PALMAS-TO 2015 QUADRO I CRONOGRAMA GERAL EDITAL N 001/2015 MUNICÍPIO DE PALMAS / COPESE CONCURSO PÚBLICO PARA PROCURADOR DO MUNICÍPIO DE PALMAS-TO 2015 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O MUNICÍPIO DE PALMAS ESTADO DO TOCANTINS, pessoa jurídica

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE CONCURSOS PÚBLICOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Os concursos para seleção de candidatos aos cargos públicos dos órgãos de administração direta e indireta, da Prefeitura

Leia mais

Faculdade Politécnica de Uberlândia EDITAL DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR PARA O 2º SEMESTRE DE 2011

Faculdade Politécnica de Uberlândia EDITAL DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR PARA O 2º SEMESTRE DE 2011 Faculdade Politécnica de Uberlândia EDITAL DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR PARA O 2º SEMESTRE DE 2011 O Diretor Acadêmico da Faculdade Politécnica de Uberlândia, no uso de suas atribuições Regimentais

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 Por ordem do Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal - CERSP da Prefeitura

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N

DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR EDITAL N 01/2010 de 13/10/2010 A DEFENSORIA PÚBLICA GERAL DO ESTADO DO

Leia mais

EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES

EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES EDITAL 09/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 VAGAS REMANESCENTES A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.2 Vagas remanescentes,

Leia mais

EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2

EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 EDITAL 05/2015 DE 16 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2015.2 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2015.2, para os cursos de Bacharelado em Administração,

Leia mais

EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM

EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM GOVERNO DO ESTADO DO AMAZOANS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO (SEDUC) AVALIAÇÃO PARA PROGRESSÃO HORIZONTAL DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DO AMAZONAS EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM A SECRETARIA

Leia mais

Edital 003/2015 Processo Seletivo Processo Seletivo /2016.1 Provas/Matrícula

Edital 003/2015 Processo Seletivo Processo Seletivo /2016.1 Provas/Matrícula Edital 003/2015 Processo Seletivo Processo Seletivo /2016.1 Provas/Matrícula A Faculdade de Quatro Marcos FQM, localizada no Município de São José dos Quatro Marcos - MT, autorizada através da Portaria

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2016

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2016 1. DA ABERTURA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2016 O Diretor da Faculdade de Engenharia de Sorocaba FACENS, mantida pela Associação Cultural de

Leia mais

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES

EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 I DA DENOMINAÇÃO E RESPECTIVAS HABILITAÇÕES EDITAL 012/2015 DE 18 DE AGOSTO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdade Maria Milza FAMAM torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para os cursos de Bacharelado em

Leia mais

Guia do Vestibular / Manual do Candidato Processo Seletivo- Agendado 2014.2 Provas/Matrícula

Guia do Vestibular / Manual do Candidato Processo Seletivo- Agendado 2014.2 Provas/Matrícula Guia do Vestibular / Manual do Candidato Processo Seletivo- Agendado 2014.2 Provas/Matrícula A Faculdade do Vale do Itapecuru FAI, localizada no Município de Caxias/MA, credenciada através da Portaria

Leia mais

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013 - Prodin DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS divulga e estabelece normas específicas para a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. EDITAL Nº 003 de 14 de julho de 2006.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. EDITAL Nº 003 de 14 de julho de 2006. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ EDITAL Nº 003 de 14 de julho de 2006. O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ, no uso das atribuições que o cargo lhe confere e de acordo com o que

Leia mais

Instituto Suel Abujamra

Instituto Suel Abujamra Instituto Suel Abujamra Seleção de Candidatos para 1º ano de Residência Médica em Oftalmologia - 2015 Edital de Abertura de Inscrições O Instituto Suel Abujamra torna público a realização do processo seletivo

Leia mais

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014.

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DE SISTEMAS PRODUTIVOS DA UEMS

Leia mais

FACULDADE FIPECAFI PROCESSO SELETIVO 2016

FACULDADE FIPECAFI PROCESSO SELETIVO 2016 FACULDADE FIPECAFI PROCESSO SELETIVO 2016 O Diretor Geral da Faculdade FIPECAFI (doravante também designada Instituição ), no uso de suas atribuições legais e com base na ata de reunião que foi aprovada

Leia mais

CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR

CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL PARA ABERTURA DE INSCRIÇÕES E REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES, PELO CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA CIEE, PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ESTÁGIO DA COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL EDITAL Nº 02/2014 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE COORDENADORES DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, QUE ATENDERÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE PIRPIRI EDITAL Nº 002/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE PIRPIRI EDITAL Nº 002/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPIRI EDITAL Nº 002/2014 A Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio da Secretaria de Educação Municipal, faz saber aos interessados que fará realizar as inscrições para o processo

Leia mais