ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS"

Transcrição

1 ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS

2 ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS Somos a Eikon Sistemas de Eneria, uma empresa com foco na inovação e qualidade de seus produtos, além da expertise no desenvolvimento de soluções para seus clientes. Estamos situados em Jarauá do Sul/Santa Catarina, município reconhecido pela rande expressão no cenário industrial brasileiro, arantindo soluções facilitadas em loística e neociações. Além de transformadores para indústrias, prestadores de serviço e comércio, estamos presentes em vários momentos do cotidiano. Com foco no desenvolvimento de soluções para a área elétrica, contamos com abordaens inovadoras, fazendo com que se desenvolva cada vez mais a qualidade e otimização dos recursos eneréticos, o que complementa a estão moderna e dinâmica da empresa, que entrea com prazo, flexibilidade e qualidade a melhor solução para cada cliente. Para cada transformador que produzimos, uma solução eficiente. Aqui, na Eikon, todo o processo é acompanhado por profissionais qualificados, oferecendo equipamentos adequados e processos padronizados, arantindo a qualidade dos produtos para que eles atendam todas os requisitos. Com soluções adequadas e que prezam pela sustentabilidade ambiental, social e humana, a EIKON está junto com você, fornecendo Eneria em todos os momentos. 2

3 3

4 TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS Aplicação: Transformadores com características padronizadas para uso eral. Dimensionais Características Técnicas: Tensões: primárias e secundárias reliáveis padronizadas, ou conforme exiências requeridas pela aplicação; Isolação: a seco, com verniz e resina; Grau de proteção: abertos - IP00, com abinete metálico - IP23 ou IP54; Liação: terminais de conexão de fácil acesso; Tensão de isolação: 0,6 kv; Frequência: 60 Hz; Classe de temperatura: B C; Elevação de temperatura: 80 C; Temperatura ambiente: até 40 C; Dissipação do calor: mediante resfriamento natural; Desempenho: apresentam baixas perdas; Limite de sobre tensão: 5% acima do especificado; Identificados com número de série e testados individualmente; Outros parâmetros de projeto podem ser considerados quando a aplicação assim exiir. Mecânicos: Potência IP00 VA A L P Dimensões em milímetros. 4

5 TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS Aplicação: A função dos transformadores trifásicos é elevar ou baixar a tensão, de acordo com as exiências da cara; A cara fica eletricamente isolada da rede concessionária; Indicado para alimentar equipamentos mais sensíveis que precisam ser proteidos da rede elétrica. Características Técnicas: Isolação: a seco, com verniz e resina; Grau de proteção: abertos - IP00, com abinete metálico IP23 ou IP54; Liação padrão: primário em delta e secundário em estrela, com neutro acessível; Tensão de isolação: 0,6 kv; Nível de isolamento: 2,5 kv; Frequência: 60 Hz; Classe de temperatura: F C; Elevação de temperatura: 105 C; Temperatura ambiente: até 40 C; Dissipação do calor: mediante resfriamento natural, equipados com protetores térmicos nas bobinas; Desempenho: apresentam baixas perdas; Limite de sobre tensão: 5% acima do especificado; Identificados com número de série e testados individualmente; Outros parâmetros de projeto podem ser considerados quando a aplicação assim exiir. Dimensionais mecânicos: Potência IP00 IP23 K kva A L P A L P aprox , , Dimensões em milímetros. Opcionais: Cubículo de proteção IP23 e IP54; Rodas bidirecionais lisas; Blindaem eletrostática; Enrolamentos em cobre. 5

6 AUTOTRANSFORMADORES TRIFÁSICOS Aplicação: Adequar as tensões de linha de acordo com as exiências das máquinas ou instalações a serem alimentadas; Ótima relação custo benefício: compactos e indicados quando a instalação não requer isolamento entre primário e secundário. Dimensionais Mecânicos: Potência IP00 IP23 K kva A L P A L P aprox Características Técnicas: Isolação: a seco, com verniz e resina; Grau de proteção: abertos - IP00, com abinete metálico - IP23 ou IP54; Liação: terminais de conexão de fácil acesso, com neutro acessível para aterramento; Tensão de isolação: 0,6 kv; Nível de isolamento: 2,5 kv; Frequência: 60 Hz; Classe de temperatura: F C; Elevação de temperatura: 105 C; Temperatura ambiente: até 40 C; Dissipação do calor: mediante resfriamento natural, equipados com protetores térmicos nas bobinas; Desempenho: apresentam baixas perdas; Limite de sobre tensão: 5% acima do especificado; Identificados com número de série e testados individualmente; Outros parâmetros de projeto podem ser considerados quando a aplicação assim exiir. Opcionais: 7, , Dimensões em milímetros. Cubículo de proteção IP23 e IP54; Rodas bidirecionais lisas; Enrolamentos em cobre. 6

7 AUTOTRANSFORMADORES TRIFÁSICOS DE PARTIDA DE MOTORES Aplicação: Estes modelos de autotransformadores são utilizados em partida de motores que fazem uso de chave compensadora. Características Técnicas: Tensões padrões: V; Tap s: 65 e 80% da tensão; Partidas/hora: 5 ou 10 em intervalos iuais; Duração da partida: leve - 10 ou 15s ou pesada 45s; Isolação: a seco, com verniz e resina; Grau de proteção: abertos - IP00; Liação: terminais de conexão de fácil acesso; Tensão de isolação: 0,6 kv; Nível de Isolamento: 2,5 kv; Frequência: 60 Hz; Classe de temperatura: F C; Elevação de temperatura: 105 C; Temperatura ambiente: até 40 C; Dissipação do calor: mediante resfriamento natural, equipados com protetores térmicos nas bobinas; Desempenho: apresentam baixas perdas; Limite de sobre tensão: 5% acima do especificado; Identificados com número de série e testados individualmente; Outros parâmetros de projeto podem ser considerados quando a aplicação assim exiir. Dimensionais Mecânicos: Potência IP00 K CV A L P aprox Dimensões em milímetros. Opcionais: Cubículo de proteção IP23 e IP54; Rodas bidirecionais lisas; Enrolamentos em cobre. 7

8 REATÂNCIAS Aplicação: Utilizado como filtro de harmônicas em bancos de capacitores, conversores, retificadores, inversores de frequência, entre outros; Podem ser utilizadas na entrada ou saída dos equipamentos alimentados, de acordo com o projeto. Características Técnicas: Isolação: a seco, com verniz e resina; Grau de proteção: abertos - IP00, com abinete metálico - IP23 ou IP54; Liação: terminais de conexão de fácil acesso; Tensão de isolação: 0,6 kv; Nível de isolamento: 2,5 kv; Frequência: 60 Hz; Classe de temperatura: F C; Elevação de temperatura: 105 C; Temperatura ambiente: até 40 C; Dissipação do calor: mediante resfriamento natural, equipados com protetores térmicos nas bobinas; Desempenho: apresentam baixas perdas; Limite de sobre tensão: 5% acima do especificado; Identificados com número de série e testados individualmente; Outros parâmetros de projeto podem ser considerados quando a aplicação assim exiir. Dimensionais Mecânicos: Reatância de entrada (4% queda) IP00 Reatância de saída (2% queda) IP00 A mh A B C mh A B C 10 2, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , Dimensões em milímetros. Opcionais: Cubículo de proteção IP23 e IP54; Rodas bidirecionais lisas; Enrolamentos em cobre. 8

9 GRAU DE PROTEÇÃO Especificação dos Invólucros 1º alarismo característico: o inresso de corpos sólidos estranhos e contra acesso a partes periosas 2º alarismo característico: penetração de líquidos Letra adicional (opcional) Indicação relativa à proteção dos equipamentos Indicação relativa à proteção das pessoas Indicação relativa à proteção dos equipamentos Indicação relativa à proteção das pessoas contra acesso às partes periosas 0 Não proteido Não proteido 0 Não proteido A acesso com o dorso da mão (usada em proteções do tipo IP 0X) 1 corpos sólidos superiores a 50 mm Ø 50 mm Proteção contra acesso com o dorso da mão Ø 50 mm 100 mm 1 quedas verticais de otas d áua B C acesso com o dedo (usada em proteções tipo IP 0X e IP 1X) acesso com ferramenta (usada em proteções do tipo IP 0X, IP 1X e IP 2X) 2 3 corpos sólidos superiores a 12,5 mm corpos sólidos superiores a 2,5 mm Ø 12,5 mm Ø 2,5 mm Proteção contra acesso com o dedo Proteção contra acesso com ferramenta 100 mm Ø 12 mm 80 mm Ø 2,5 mm Ø 35 mm 100 mm quedas de otas d áua até 15º da vertical chuva até 60 da vertical projeções d áua de qualquer direção D acesso com fio (usada em proteções do tipo IP 0X, IP 1X, IP 2X e IP 3X) * A ser utilizada quando: A proteção efetiva contra contato com partes periosas é superior àquela indicada pelo primeiro alarismo característico, ou quando apenas a proteção contra o contato com partes periosas for indicada (primeiro alarismo substituído por X ). 4 corpos sólidos superiores a 1 mm Ø 1,0 mm 5 jatos d áua (de baixa pressão) de qualquer direção Letra suplementar (opcional) Informações suplementares 5 6 poeira (admite-se inresso limitado, sem formação de depósitos nocivos) Proteção total contra penetração de poeira Proteção contra acesso com fio 100 mm Ø 1,0 mm Ø 35 mm 100 mm jatos d áua assimiláveis a vaas ou ondas do mar Proteção temporária contra os efeitos da imersão (imersão entre 15 cm e 1 m) os efeitos da submersão (imersão prolonada sob pressão) H M S W Equipamento de alta tensão Ensaiado contra efeitos nocivos do inresso de áua com aparelhos em movimento Ensaiado contra efeitos nocivos do inresso de áua em condições estacionárias Indicado para uso em condições atmosféricas especificadas 9

10 CARACTERÍSTICAS Especificação de Transformadores: Opcionais: Potência em VA ou kva; Tensões do primário e secundário em V; Frequência em 50 ou 60 Hz; Enrolamento em cobre ou alumínio; Grau de proteção de IP00 a IP54; Classe de temperatura B (130 C), F (155 C) ou H (180 C); Elevação de temperatura A (55 C), B (80 C), F (105 C) ou H (130 C); Isolamento a seco, através do processo de imprenação em verniz a vácuo; Classe de isolação 0,6 ou 1,2 kv conforme IEC e 1,1 kv conforme IEC ; Núcleo constituído em chapa de aço-silício GO (rão orientado) ou GNO (rão não orientado). Cubículo de proteção IP23 e IP54; Rodas biredicionais lisas; Blindaem eletrostática; Enrolamentos em cobre. Informações Essenciais Primário em triânulo Primário em estrela Secundário em ziue-zaue 0 Dd 0 0 Yy 0 0 Dz Dy 1 1 Yd 1 1 Yz Dy 5 5 Yd 5 5 Yz Dd 6 Yy 6 Dz 6 H Dy 7 7 Yd 7 7 Yz Dy Yd Yz

11 CARACTERÍSTICAS Equivalência entre Séries Métricas e AWG em Função da Corrente Série métrica PVC 70 C NBR 6148 Série AWG/MCM PVC 60 C NBR EB 98 mm 2 Ampères AWG/MCM mm 2 aprox. Ampères 1,5 15,5 14 2,1 15 2, , , , / / / /

12 ENERGIA EM TODOS OS MOMENTOS Eikon Sistemas de Eneria LTDA Jarauá do Sul / Santa Catarina

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Transformadores Secos Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net WEG: Sinônimo de Inovação e Qualidade O Grupo WEG possui 49 anos de experiência no mercado, sendo hoje o maior

Leia mais

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA

TRANSFORMADORES MOLDADOS EM RESINA MODELO TAM TRANSFORMADORES - TIPO TAM Os transformadores a seco moldados em resina epóxi são indicados para operar em locais que exigem segurança, os materiais utilizados em sua construção são de difícil

Leia mais

PÓLUX. Transformadores a Seco de Baixa Tensão 1 PÓLUX TRANSFORMADORES LOGOMARCA OFICIAL CORES DA LOGOMARCA TRANSFORMADORES

PÓLUX. Transformadores a Seco de Baixa Tensão 1 PÓLUX TRANSFORMADORES LOGOMARCA OFICIAL CORES DA LOGOMARCA TRANSFORMADORES LOGOMR OIIL LOGOMR OIIL TRNSORMORS ORS LOGOMR TRNSORMORS MYK: 0/99/9-0 RG: //6 Pantone - - Sherwin Willians - SW 667 - Renner - -7 Sunset Skyline Transformadores a Seco ORS LOGOMR de aixa Tensão MYK: 0/99/9-0

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

Transformadores trifásicos

Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Por que precisamos usar transformadores trifásicos Os sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica

Leia mais

Eletrodutos de PVC Rígido Tipo Rosqueável

Eletrodutos de PVC Rígido Tipo Rosqueável Barramentos de Cobre Medida Peso Amperagem /8 x 1/16 0,15kg 5 1/2 x 1/16 0,180kg 45 /8 x 1/8 0,269kg 7 1/2 x 1/8 0,58kg 97 5/8 x 1/8 0,448kg 122 /4 x 1/8 0,57kg 146 1 x 1/8 0,717kg 195 1.1/4 x 1/8 0,896kg

Leia mais

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas Motores Automação Energia Tintas www.weg.net Em um Transformador Seco WEG, há mais de 40 anos de experiência na fabricação de motores elétricos, mais de 25 anos na fabricação de transformadores e toda

Leia mais

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva Com a linha Geafol, obteve-se um transformador com excelentes características elétricas, mecânicas e térmicas que, adicionalmente, ainda é ecológico. São produzidos sob certificação DQS, ISO 9001 e ISO

Leia mais

Instalações Elétricas Industriais

Instalações Elétricas Industriais Instalações Elétricas Industriais ENG 1480 Professor: Rodrigo Mendonça de Carvalho Instalações Elétricas Industriais CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO Flexibilidade: admitir mudanças nas localizações dos equipamentos,

Leia mais

Transformador a seco Resi R

Transformador a seco Resi R Transformador Resi a seco R APLICAÇÃO A utilização de materiais isolantes de alta qualidade e um adequado projeto estrutural e construtivo da parte ativa, tornam os transformadores a seco de distribuição

Leia mais

Capítulo I. Princípios básicos de transformadores de potência. Manutenção de transformadores. Novo!

Capítulo I. Princípios básicos de transformadores de potência. Manutenção de transformadores. Novo! 52 Capítulo I Princípios básicos de transformadores de potência Por Marcelo Paulino* Em 1885, George Westinghouse Jr. compra os direitos da patente de Goulard-Gibbs para construir transformadores de corrente

Leia mais

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. 1 2 ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. A energia é o núcleo dos acontecimentos,

Leia mais

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200

LINHA Bt200. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt200 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2400mm., Largura: 600/700/800mm., Profundidade: 600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 2,65mm. (12MSG),

Leia mais

GEAFOL - Transformadores a seco de 75 a 25.000 kva. Transformadores encapsulados em resina. Power Transmission and Distribution

GEAFOL - Transformadores a seco de 75 a 25.000 kva. Transformadores encapsulados em resina. Power Transmission and Distribution GEAFOL - Transformadores a seco de 5 a 5.000 kva Transformadores encapsulados em resina Power Transmission and Distribution Aplicações e Características Transformadores a seco Geafol de 5 a 5.000 kva Confiabilidade

Leia mais

Projeto de pequenos transformadores

Projeto de pequenos transformadores Projeto de pequenos transformadores Um transformador é uma máquina elétrica estática, cuja principal função é transferir energia elétrica de um circuito para outro. Os transformadores podem ser elevadores,

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Sumário Tecnoloia dos Capacitores...4 Linha de Produtos...5 UCW - Unidade Capacitiva Monofásica...6

Leia mais

Questão 3: Três capacitores são associados em paralelo. Sabendo-se que suas capacitâncias são 50μF,100μF e 200μF, o resultado da associação é:

Questão 3: Três capacitores são associados em paralelo. Sabendo-se que suas capacitâncias são 50μF,100μF e 200μF, o resultado da associação é: Questão 1: A tensão E no circuito abaixo vale: a) 0,5 V b) 1,0 V c) 2,0 V d) 5,0 V e) 10,0 V Questão 2: A resistência equivalente entre os pontos A e B na associação abaixo é de: a) 5 Ohms b) 10 Ohms c)

Leia mais

TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA

TEMA DA AULA PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA TEMA DA AULA TRANSFORMADORES DE INSTRUMENTOS PROFESSOR: RONIMACK TRAJANO DE SOUZA MEDIÇÃO DE GRANDEZAS ELÉTRICAS Por que medir grandezas elétricas? Quais grandezas elétricas precisamos medir? Como medir

Leia mais

www.isoquip.com.br TABELAS E DIMENSIONAMENTOS (FIOS E CABOS)

www.isoquip.com.br TABELAS E DIMENSIONAMENTOS (FIOS E CABOS) www.isoquip.com.br TABELAS E DIMENSIONAMENTOS (FIOS E CABOS) TABELA COMPARATIVA DE CAPACIDADE DE CONDUÇO DE CORRENTE ENTRE A ESCALA AWG/MCM X ESCALA MÉTRICA PVC 60C EB - ABNT PVC / 70C NBR-6148 ABNT AWG

Leia mais

ÃO AO CURSO LEGENDA WS 01 S 01 ENGENHARIA ELÉTRICA. Valor: 1,0. 1 a QUESTÃO. Tomada de 350 W. Luminária de 250 W monofásica. Interruptor simples

ÃO AO CURSO LEGENDA WS 01 S 01 ENGENHARIA ELÉTRICA. Valor: 1,0. 1 a QUESTÃO. Tomada de 350 W. Luminária de 250 W monofásica. Interruptor simples CONCURSO DE ADMISSÃ ÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO ENGENHARIA ELÉTRICA CADERNO DE QUESTÕES 2009 1 a QUESTÃO Valor: 1,0 3m 02 g 3m 3m 4m 3m e 6m 4m 6m 6m d 4m 4m 02 02 02 4m 02 S g f 4m S S f e 4m c S d WS ab

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net Tecnologia para minimizar o consumo das indústrias. Sustentabilidade para maximizar a qualidade de vida das pessoas. O sol é uma

Leia mais

CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT

CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT CAPACITORES IMPREGNADOS X CAPACITORES IMERSOS (PPM) EM BT 1 - Objetivos: Este trabalho tem por objetivo apresentar as principais características técnicas dos capacitores convencionais do tipo imerso em

Leia mais

6. EXECUÇÃO DO PROJETO ELÉTRICO EM MÉDIA TENSÃO 6.1 DIMENSIONAMENTO DO TRANSFORMADOR

6. EXECUÇÃO DO PROJETO ELÉTRICO EM MÉDIA TENSÃO 6.1 DIMENSIONAMENTO DO TRANSFORMADOR 6. EXECUÇÃO DO PROJETO ELÉTRICO EM MÉDIA TENSÃO 6.1 DIMENSIONAMENTO DO TRANSFORMADOR Basicamente o transformador da subestação é dimensionado pela demanda da empresa no qual será instalado, porém este

Leia mais

3. Determinação dos condutores (CCMs, QDL, QGF, circuitos terminais, etc.);

3. Determinação dos condutores (CCMs, QDL, QGF, circuitos terminais, etc.); Instalações Elétricas Industriais Professor:Fábio Bertequini Leão Programa de Ensino ELE 1093 1 - Elementos de Projeto Formulação de um Projeto Elétrico Roteiro para elaboração de um Projeto Elétrico Industrial:

Leia mais

Eng. Everton Moraes. Transformadores

Eng. Everton Moraes. Transformadores Eng. Everton Moraes Eng. Everton Moraes Transformadores 1 Transformadores Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Máquinas Elétricas... 3 1.1. Magnetismo... 3 1.2. Eletromagnetismo... 5 1.3. Solenóide... 5 2. Transformadores

Leia mais

Revisão de Fontes Lineares

Revisão de Fontes Lineares Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Projeto de Fontes Chaveadas Revisão de Fontes Lineares Projeto de Magnéticos Projeto Térmico PCBs

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Energia Automação Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Energia Automação Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Eneria Automação Tintas www.we.net Correção do Fator de Potência Os capacitores para correção de fator de potência WEG, são desenvolvidos a base de filme

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18

PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 27 PROVA ESPECÍFICA Cargo 18 QUESTÃO 41 De acordo com a NBR 5410, em algumas situações é recomendada a omissão da proteção contra sobrecargas. Dentre estas situações estão, EXCETO: a) Circuitos de comando.

Leia mais

ENGEMATEC CAPACITORES

ENGEMATEC CAPACITORES ENGEMATEC CAPACITORES CORREÇÃO DO FATOR DE POTÊNCIA Confiança e economia na qualidade da energia. Equipamentos Elétricos e Elêtronicos de Potência Ltda 2 MODELOS DOS CAPACITORES TRIFÁSICOS PADRONIZADOS

Leia mais

TRANSFORMADORES DE MEDIDA

TRANSFORMADORES DE MEDIDA TRANSFORMADORES DE MEDIDA Transformadores de tensão MT e de 60 kv Características e ensaios Elaboração: DNT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-02-13 Edição: 2ª. Substitui a edição de Outubro

Leia mais

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA EQUIPAMENTO AGRÍCOLA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Aproveite a força do seu trator! Práticos, versáteis e seguros, os equipamentos com alternadores da linha Agribam, do grupo Bambozzi, são ideais para propriedades

Leia mais

São componentes formados por espiras de fio esmaltado numa forma dentro da qual pode ou não existir um núcleo de material ferroso.

São componentes formados por espiras de fio esmaltado numa forma dentro da qual pode ou não existir um núcleo de material ferroso. Luciano de Abreu São componentes formados por espiras de fio esmaltado numa forma dentro da qual pode ou não existir um núcleo de material ferroso. É um dispositivo elétrico passivo que armazena energia

Leia mais

SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMASE ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0064 TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

MMW01 e PFW01 Multimedidor de grandezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia

MMW01 e PFW01 Multimedidor de grandezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia MMW01 e PFW01 Multimedidor de randezas elétricas e Controlador automático do fator de potencia Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net MMW01 e PFW01 MMW01 - Multimedidor de

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

Tabelas de Dimensionamento

Tabelas de Dimensionamento Com o objetivo de oferecer um instrumento prático para auxiliar no trabalho de projetistas, instaladores e demais envolvidos com a seleção e dimensionamento dos em uma instalação elétrica de baixa tensão,

Leia mais

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Turbogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Turboeradores Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Turboeradores Desenvolvidos para aplicações em Pequenas Centrais Termoelétricas (PCT), os turboeradores WEG possuem uma

Leia mais

26/08/2012 1 Agosto/2012

26/08/2012 1 Agosto/2012 26/08/2012 1 Agosto/2012 Motores Elétricos 26/08/2012 2 MOTORES ELÉTRICOS Corrente Pulsante Corrente Alternada Corrente Contínua MOTOR DE PASSO (Step Motor ) RELUT. VARIÁVEL IMÃ PERMANENTE HÍBRIDO MOTOR

Leia mais

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência 2 Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência A Família PS 6000 é o mais recente sistema de solda por resistência

Leia mais

Prof. Cecil M. Fragoso Março de 1993

Prof. Cecil M. Fragoso Março de 1993 Transformadores Teoria e Projeto Apostila original por Prof. Cecil. Fragoso arço de 993 Reedição por Gabriel Gutierrez P. oares Revisão por anoel B. oares aio de 00 Transformadores - Conceito O transformador

Leia mais

DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS:

DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS: DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS: Chamamos de dimensionamento técnico de um circuito à aplicação dos diversos itens da NBR 5410 relativos à escolha

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Corrente Contínua

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Corrente Contínua Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Os motores de corrente contínua WEG são concebidos com as mais modernas tecnoloias de projeto, resultando em máquinas compactas e com

Leia mais

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2 ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA - Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral Lista de Exercícios 2 1. Condutores e Dispositivos de Proteção 2. Fornecimento

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Atualização das informações. Nome dos grupos

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. Atualização das informações. Nome dos grupos Instalação de Banco de Capacitores em Baixa Tensão Processo Realizar Novas Ligações Atividade Executar Ligações BT Código Edição Data SM04.14-01.008 2ª Folha 1 DE 9 26/10/2009 HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES

Leia mais

Capítulo V. Transformadores de aterramento Parte I Paulo Fernandes Costa* Aterramento do neutro

Capítulo V. Transformadores de aterramento Parte I Paulo Fernandes Costa* Aterramento do neutro 60 Capítulo V Transformadores de aterramento Parte I Paulo Fernandes Costa* Os transformadores de aterramento são aplicados em muitas situações onde o arranjo do sistema elétrico exige que seja criado

Leia mais

Soluções para Energia Eólica

Soluções para Energia Eólica Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Soluções para Eneria Eólica Soluções para Eneria Eólica A experiência da WEG no fornecimento de soluções elétricas para as mais variadas aplicações

Leia mais

Como reduzir sua conta de energia elétrica

Como reduzir sua conta de energia elétrica Como reduzir sua conta de energia elétrica Com REDULIGHT você tem energia de melhor qualidade e economiza até 25% na conta Saiba como O que é e como funciona o filtro REDULIGHT O Redulight é um Filtro

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO ENGENHARIA ELÉTRICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO ENGENHARIA ELÉTRICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO ENGENHARIA ELÉTRICA CADERNO DE QUESTÕES 2014 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 A figura acima apresenta o circuito equivalente monofásico de um motor de indução trifásico

Leia mais

Instalações de média tensão ABNT NBR 14039

Instalações de média tensão ABNT NBR 14039 52 Instalações de média tensão ABNT NBR 14039 Capítulo IV Seleção e instalação de componentes Parte 1 Por Marcus Possi* O foco deste artigo é o Capítulo 6 da norma ABNT NBR 14039 Instalações elétricas

Leia mais

Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Hidrogeradores. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Hidroeradores Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Hidroeradores Desenvolvidos para aplicações em pequenas centrais hidrelétricas (PCH), os hidroeradores WEG possuem uma

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Capítulo 4 Parte 2 Condutores elétricos: 1. semestre de 2011 Abraham Ortega Número de condutores isolados no interior de um eletroduto Eletroduto é um elemento de linha elétrica fechada,

Leia mais

Transformador. Índice. Estrutura

Transformador. Índice. Estrutura Transformador Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Um transformador ou trafo é um dispositivo destinado a transmitir energia elétrica ou potência elétrica de um circuito a outro, transformando tensões,

Leia mais

Tipos de linhas. Sumário Linhas Elétricas Dimensionamento. Aspectos Gerais Características Tipos de Linhas

Tipos de linhas. Sumário Linhas Elétricas Dimensionamento. Aspectos Gerais Características Tipos de Linhas Tipos de linhas Sumário Aspectos Gerais Características Tipos de Linhas Instalação dos condutores Aspectos Gerais Características Tipos de Linhas Os cabos multipolares só deve conter os condutores de um

Leia mais

TERMOS PRINCIPAIS UTILIZADOS EM TRANSFORMADORES

TERMOS PRINCIPAIS UTILIZADOS EM TRANSFORMADORES TRANSFORMADOR MONOFÁSICO: São transformadores que possuem apenas um conjunto de bobinas de Alta e Baixa tensão colocado sobre um núcleo. 1 TRANSFORMADOR TRIFÁSICO: São transformadores que possuem três

Leia mais

Transformadores Para Instrumentos. Prof. Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng.

Transformadores Para Instrumentos. Prof. Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng. Transformadores Para Instrumentos Prof. Carlos Roberto da Silva Filho, M. Eng. Sumário 1. Tipos de Transformadores. 2. Transformadores de Corrente - TCs. 3. Transformadores de Potencial TPs. 4. Ligação

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Refrigerados por manto d água

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores de Indução Trifásicos Refrigerados por manto d água Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Motores de Indução Trifásicos Refrierados por manto d áua www.we.net Motores de Indução Trifásicos Refrierados por manto d áua Os motores WGM,

Leia mais

INFORMAÇÕES TÉCNICAS 1) PRINCÍPIO DE OPERAÇÃO

INFORMAÇÕES TÉCNICAS 1) PRINCÍPIO DE OPERAÇÃO Esta seção de informações técnicas contém uma completa descrição de operação das válvulas, tipos disponíveis, terminologia das partes das válvulas, bobinas e informações sobre vazão. ) PRINCÍPIO DE OPERAÇÃO

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Alternadores Síncronos Linha AN10. Novo Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Alternadores Síncronos Linha AN10 Novo Alternadores Síncronos Linha AN10 Os alternadores da linha AN10 foram desenvolvidos para aplicação em

Leia mais

Cap.6 Transformadores para Instrumentos. TP Transformador de Potencial. TC Transformador de Corrente

Cap.6 Transformadores para Instrumentos. TP Transformador de Potencial. TC Transformador de Corrente Universidade Federal de Itajubá UNIFEI Cap.6 Transformadores para Instrumentos. TP Transformador de Potencial. TC Transformador de Corrente Prof. Dr. Fernando Nunes Belchior fnbelchior@hotmail.com fnbelchior@unifei.edu.br

Leia mais

Polaridade e relação em transformadores de potência

Polaridade e relação em transformadores de potência 68 Capítulo V Polaridade e relação em transformadores de potência Por Marcelo Paulino* O objetivo deste capítulo é apresentar os conceitos de polaridade e defasamento angular de transformadores e as metodologias

Leia mais

Instituição Escola Técnica Sandra Silva. Direção Sandra Silva. Título do Trabalho Fonte de Alimentação. Áreas Eletrônica

Instituição Escola Técnica Sandra Silva. Direção Sandra Silva. Título do Trabalho Fonte de Alimentação. Áreas Eletrônica Instituição Escola Técnica Sandra Silva Direção Sandra Silva Título do Trabalho Fonte de Alimentação Áreas Eletrônica Coordenador Geral Carlos Augusto Gomes Neves Professores Orientadores Chrystian Pereira

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA MEMORIAL DESCRITIVO E JUSTIFICATIVO DE CÁLCULO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM MÉDIA TENSÃO 13.8KV CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA RUA OSVALDO PRIMO CAXILÉ, S/N ITAPIPOCA - CE 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

TRANSFORMADORES MEDIÇÃO DA RELAÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO

TRANSFORMADORES MEDIÇÃO DA RELAÇÃO DE TRANSFORMAÇÃO L 5 - Circuitos létricos TRASFORMADORS MDÇÃO DA RLAÇÃO D TRASFORMAÇÃO "ão se pode ensinar alguma coisa a alguém, pode-se apenas auxiliar a descobrir por si mesmo. Galileu Galilei RSMO O objetivo deste

Leia mais

Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição. Professor Jorge Alexandre A. Fotius

Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição. Professor Jorge Alexandre A. Fotius Aula 08 Instalações Elétricas de Distribuição Professor Jorge Alexandre A. Fotius Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Redes Aéreas Em áreas urbanas com baixa densidade

Leia mais

AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA

AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA AULA 02 REVISÃO DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS TRANSFORMADORES DE MEDIDAS DISJUNTORES DE POTÊNCIA ENE095 Proteção de Sistemas Elétricos de Potência Prof. Luís Henrique Lopes Lima 1 TRANSFORMADORES DE MEDIDAS

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

CABOS ISOLADOS / COBERTOS DE BAIXA TENSÃO (até 1kV) Nota: Sob consulta, os cabos Forex, Flexonax, Forenax, Forefix podem ser fornecidos com armadura Fio e Cabo WPP Cordão FOREPLAST (300 V) Os fios WPP

Leia mais

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas Empresa 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

ENE065 Instalações Elétricas I

ENE065 Instalações Elétricas I 14/05/2012 ENE065 Instalações Elétricas I Prof.: Ivo Chaves da Silva Junior ivo.junior@ufjf.edu.br Dimensionamento dos Condutores FASE Ampacidade Queda de Tensão Seção Mínima Dimensionamento dos Condutores

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Geração de Energia. Usinas Hidrelétricas - UHE

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Geração de Energia. Usinas Hidrelétricas - UHE Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Soluções em Geração de Eneria Usinas Hidrelétricas - UHE www.we.net Interação total de equipamentos e reduzido tempo de instalação e start-up?

Leia mais

TRANSFORMADORES PARA MEDIÇÃO E PROTEÇÃO ELÉTRICA TP, TC E CONJUNTOS DE MEDIÇÃO. TRANSFORMADORES DE FORÇA A SECO DE BAIXA TENSÃO.

TRANSFORMADORES PARA MEDIÇÃO E PROTEÇÃO ELÉTRICA TP, TC E CONJUNTOS DE MEDIÇÃO. TRANSFORMADORES DE FORÇA A SECO DE BAIXA TENSÃO. TRNSFORMDORES PR MEDIÇÃO E PROTEÇÃO ELÉTRIC TP, TC E CONJUNTOS DE MEDIÇÃO. TRNSFORMDORES DE FORÇ SECO DE BIX TENSÃO. MIS LT TECNOLOGI EM TRNSFORMDORES Brasformer Produtos Elétricos Ltda. teve início em

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Avaliação do Sistema de Transformação em Subestações e Painéis de Média Tensão - Operação, Manutenção e Ensaios Eng. Marcelo Paulino Subestações

Leia mais

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Solução Integrada para Instalações em Alvenaria O kit de entrada em média tensão VBWK

Leia mais

Soluções WEG para Energia Eólica

Soluções WEG para Energia Eólica Motores Eneria Automação Tintas Soluções WEG para Eneria Eólica www.we.net Soluções WEG para Eneria Eólica A experiência da WEG no fornecimento de soluções elétricas para as mais variadas aplicações industriais

Leia mais

Medidas de mitigação de harmônicos

Medidas de mitigação de harmônicos 38 Apoio Harmônicos provocados por eletroeletrônicos Capítulo XII Medidas de mitigação de harmônicos Igor Amariz Pires* A maneira mais comum de mitigar harmônicos é por meio da utilização de filtros. O

Leia mais

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão Transformando energia em soluções Motores de Alta Tensão Motores de alta tensão A WEG desenvolveu em conjunto com consultoria internacional especializada uma linha de motores de carcaça de ferro fundido

Leia mais

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas Manobra e Proteção de Motores Elétricos Motores Automação Eneria Tintas Destinadas à manobra e proteção de motores elétricos trifásicos e monofásicos. De acordo com a aplicação a WEG disponibiliza uma

Leia mais

Figura 8.1 Representação esquemática de um transformador.

Figura 8.1 Representação esquemática de um transformador. CAPÍTULO 8 TRANSFORMADORES ELÉTRICOS 8.1 CONCEITO O transformador, representado esquematicamente na Figura 8.1, é um aparelho estático que transporta energia elétrica, por indução eletromagnética, do primário

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico.

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial Motor Elétrico Módulo I Já se foi o tempo em que só simpatia garantia bons resultados em vendas.

Leia mais

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga.

V6 Características. A função de compensação de escorregamento permite uma operação estável mesmo com flutação de carga. IBD# D-F-2-H-KSN-BR V6 Características Alta Performance [Alto torque de partida com 150% ou mais] Com um sistema simplificado de controle vetorial e função de controle de torque automático oferece uma

Leia mais

Resimold Resiglas. Transformadores a seco potências até 25 MVA classe de tensão até 36,2 kv Transformadores de distribuição

Resimold Resiglas. Transformadores a seco potências até 25 MVA classe de tensão até 36,2 kv Transformadores de distribuição Resimold Resiglas Transformadores a seco potências até 25 MVA classe de tensão até 36,2 kv Transformadores de distribuição PM102242 Make the most of your energy 246830 Resimold Resiglas PT G54ro.indd 1

Leia mais

Em termos de estrutura, um transformador é composto essencialmente pelas seguintes partes:

Em termos de estrutura, um transformador é composto essencialmente pelas seguintes partes: ransformadores são equipamentos utilizados na transformação de valores de tensão e corrente, além de serem usados na modificação de impedâncias em circuitos eléctricos. Inventado em 1831 por Michael Faraday,

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

PARALELO DE TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS

PARALELO DE TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS PARALELO DE TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS Quando temos por exemplo um transformador ligado a um barramento que alimenta um receptor de 50 KVA, se este receptor aumentar a procura de potência para 100KVA,

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO OBRA: SUBESTAÇÃO 500KVA PROPRIETÁRIO: TRT TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO 12ºREGIÃO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. EMERSON CESAR PADOIN PADOIN ENGENHARIA E PROJETOS LTDA MEMORIAL

Leia mais

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO ELETRIFICADOR DE CERCA EC- rural MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO Esta página foi intencionalmente deixada em branco. CUIDADOS NA INSTALAÇÃO

Leia mais

CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE CORRENTE 1/40

CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE CORRENTE 1/40 1/40 Os valores de capaci dade de condução de correntes constantes das tabelas a seguir, foram calculados de acordo com os critérios estabelecidos pela NBR 11301. Para os cálculos foram consideradas aterradas

Leia mais

INDUTOR DE BLOQUEIO TRIFÁSICO PARA BANCO DE CAPACITORES

INDUTOR DE BLOQUEIO TRIFÁSICO PARA BANCO DE CAPACITORES INDUTOR DE BLOQUEIO TRIFÁSICO PARA BANCO DE CAPACITORES A Energia Elétrica vem se tornando, cada vez mais, um bem muito importante para a Indústria e, sua utilização eficiente deve ser um objetivo importante.

Leia mais

Sistemas de Força Motriz

Sistemas de Força Motriz Sistemas de Força Motriz Introdução; Os Dados de Placa; Rendimentos e Perdas; Motor de Alto Rendimento; Partidas de Motores; Técnicas de Variação de Velocidade; Exemplos; Dicas CONSUMO DE ENERGIA POR RAMO

Leia mais

LABORATÓRIO INTEGRADO III

LABORATÓRIO INTEGRADO III FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO INTEGRADO III Experiência 02: TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS - FUNCIONAMENTO Prof. Norberto Augusto Júnior I) OBJETIVOS: Estudar

Leia mais

Disciplina: Eletrificação Rural

Disciplina: Eletrificação Rural UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS RIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA Disciplina: Eletrificação Rural Unidade 6 Condutores elétricos - dimensionamento e instalação.

Leia mais

Disjuntores-Motor BDM-G. Dados Técnicos Características Gerais. Posições das teclas

Disjuntores-Motor BDM-G. Dados Técnicos Características Gerais. Posições das teclas Disjuntores-Motor BDM-G Generalidade: O disjuntor-motor BDM-G,Tripolar, são termomagnéticos compactos e limitadores de corrente. Ideal para o comando e a proteção dos motores. Possuem alta capacidade de

Leia mais

Válvula Direcional 2/2 vias Série 95000

Válvula Direcional 2/2 vias Série 95000 Válvula Direcional / vias Série 95000 Atuação: Eletromagnética Válvulas Poppet Operadas Diretamente por Solenóide Conexão G /4, G / ou /4 NPT Atuação a partir de 0 bar Rápida comutação Adequada para atuar

Leia mais

Redes de Distribuição Áreas Urbanas - RDAU

Redes de Distribuição Áreas Urbanas - RDAU Redes de Distribuição Áreas Urbanas - RDAU Normas CEMIG ND2.1 - Instalações Básicas de Redes de Distribuição Áreas Urbanas ND3.1 - Projetos de Redes de Distribuição Aéreas Urbanas RDU Rede de Distribuição

Leia mais

para cargas críticas.

para cargas críticas. 50 anos NO-BREAKS & ESTABILIZADORES DE TENSÃO Soluções em sistemas de pura ENERGIA para cargas críticas. www.amplimag.com.br EMPRESA Amplimag Controles Eletrônicos Ltda. Empresa 100% Nacional, desde 1962

Leia mais

BAIXA TENSÃO Uso Geral

BAIXA TENSÃO Uso Geral Dimensionamento OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONA- MENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS: Chamamos de dimensionamento técnico de um circuito à aplicação dos diversos itens da NBR 5410/2004 relativos à escolha

Leia mais

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos.

Figura 7.1 Fluxo de energia em motores elétricos. CAPÍTULO 7 MOTORES DE INDUÇÃO 7.1 INTRODUÇÃO ÀS MÁQUINAS ELÉTRICAS As máquinas elétricas podem ser classificadas em dois grupos: a) geradores, que transformam energia mecânica oriunda de uma fonte externa

Leia mais

Imprimir. Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los

Imprimir. Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los 1/ 9 Imprimir PROJETOS / Energia 20/08/2012 10:20:00 Influência das Harmônicas na Alimentação de Dispositivos Eletrônicos: Efeitos, e como eliminá-los Na primeira parte deste artigo vimos que a energia

Leia mais

1.1- DIVISÃO DOS TRANSFORMADORES

1.1- DIVISÃO DOS TRANSFORMADORES Quanto a Finalidade: TRANSFORMADORES 1.1- DIVISÃO DOS TRANSFORMADORES a)transformadores de Corrente; b)transformadores de Potencial; c)transformadores de Distribuição; d)transformadores de Força. Quanto

Leia mais

INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW09 ACIMA DE 500 HP 380-480V 500-600V 660-690V

INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW09 ACIMA DE 500 HP 380-480V 500-600V 660-690V INVERSOR DE FREQÜÊNCIA CFW09 ACIMA DE 500 HP 380-480V 500-600V 660-690V Adendo ao Manual do Usuário ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 2 2. LINHA CFW-09 ACIMA DE 500 HP... 3 3. INSTALAÇÃO MECÂNICA... 7 4. INSTALAÇÃO

Leia mais