Desenvolvimento Ágil. O Manifesto para o Desenvolvimento de Software Ágil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento Ágil. O Manifesto para o Desenvolvimento de Software Ágil"

Transcrição

1 Desenvolvimento Ágil Engenharia de Software Profa. Rosângela Penteado Aula de 24/8/ O Manifesto para o Desenvolvimento de Software Ágil Nós estamos descobrindo melhores maneiras de desenvolver software fazendo dessa forma e ajudando os outros a fazerem. Por meio desse trabalho nós chegamos nos seguintes valores: Indivíduos e interações acima de processos e ferramentas Trabalhar o software acima de documentação compreensiva Colaboração do Cliente acima de negociação de contrato Responder a modificações acima de seguir um plano Ou seja, enquanto os valores estão nos itens à direita, nós valorizamos os itens à esquerda. Kent Beck et al 2

2 O que é Agilidade? Efetiva (rápida e adaptativa) resposta a mudanças Efetiva comunicação entre todos os stakeholders Trazer o cliente para dentro da equipe Oraganizar uma equipe de forma que ela esteja em sintonia (tenha o controle) com o trabalho executado Suprindo Entrega de software -> rápida e incremental 3 Processo Ágil É dirigido pelas descrições do cliente sobre o que ele deseja (cenários) Reconhece que planos são de curto prazo Desenvolve software iterativamente com grande ênfase em atividades de construção Libera vários incrementos de software Adapta-se à medida que as mudanças ocorrem 4

3 Extreme Programming (XP) É o processo ágil mais amplamente usado, proposto originalmente por Kent Beck Planejamento XP Começa com a criação de histórias do usuário A equipe ágil tem acesso cada história e atribui um custo As histórias são agrupadas para formar um incremento liberável Assume-se um compromisso para uma data de entrega Após o primeiro incremento a velocidade do projeto éusada para ajudar a definir as datas subsequentes de liberação dos outros incrementos 5 Extreme Programming (XP) XP - Projeto Segue o princípio KIS ( mantenha a simplicidade keep it simple ) Encoraja o uso dos cartões CRC (Class-Responsibility-Colaboration) (Cap. 8) Para reduzir a dificuldade dos problemas de projeto, sugere a criação das soluções de ponta (spike solutions) um protótipo operacional de projeto Encoraja refatoração um refinamento iterativo do projeto interno do programa XP - Codificação Recomenda a construção de uma unidade de teste para ser colocada em um repositório antes que a codificação comece Encoraja programação aos pares XP - Teste Todas as unidades de teste são executadas diariamente Testes de Aceitação são definidos pelo cliente e executados para mostrar a funcionalidade que o cliente espera encontrar 6

4 Extreme Programming (XP) user st ories Histórias do usuário valores values critérios accept de ance testet de est aceitação crit eria Plano it erat de ion iteração plan Projeto simple simples design CRC cards Projeto spike Solução solut Spike ions prototypes protótipos Planejamento refact oring Codificação Teste pair Programação aos pares programming Versão Release software increment Incremento project de velocity software computed velocidade calcula do projeto Teste unit de t est unidade contintegração inuous intcontínua egrat ion accept Teste de ance aceitação t est ing 7 Desenvolvimento Adaptativo de Software - Adaptive Development Software (ADS) Originalmente proposto por Jim Highsmith ASD características Planejamento dirigido a Missão (Mission-driven) Foco baseado em Componente Usa time-boxing (Cap. 24) Consideração explícita dos riscos Enfatizaa colaboração para a coleta de requisitos Enfatiza aprendizado por meio do processo 8

5 Desenvolvimento Adaptativo de Software Planejamento adapt iveadaptativo cycle planning de ciclo declaração uses mission da missão st at ement restrições project de constraints projeto basic requirement s requisitos básicos t ime-boxed release plan Plano de entrega limitado a tempo especulação Requirement Obtenção de requsitos s gat hering JAD mini-specs miniespecificações colaboração Versão aprendizado Release incremento de software software increment ajustes para os adjustments ciclos for subsequent cycles subseqüentes Componentes implementados/testados/ componentsimplemented/tested focusgroupsforfeedback foco nos grupos de feedback formal revisões t echnical técnicas formais reviews Pós-conclusão postmortems 9 Método De Desenvolvimento Dinâmicode Sistemas Dynamic Systems Development Method (DSDM) Promovido pelo DSDM Consortium (www.dsdm.org) DSDM características Similar ao XP e/ou ASD em vários pontos Guiado por Nove princípios Imperativo o envolvimento ativo do cliente. A equipe DSDM deve ter o poder de tomar decisões. O foco é na liberação frequente de produtos. O ajuste fino aos propósitos do negócio é o critério essencial para a aceitação dos liberáveis. O desenvolvimento iterativo e incremental é necessário para convergir para uma solução bem ajustada do negócio. Todas as mudanças durante o desenvolvimento são reversíveis. Os marcos de avaliação (baselines) dos Requisitos são de alto nível. Teste é integrado ao longo de todo ciclo de vida. 10

6 Dynamic Systems Development Method DSDM Life Cycle (with permission of the DSDM consortium) 11 Scrum Originalmente proposto por Schwaber e Beedle Scrum características: O Desenvolvimento é particionado em partições Teste e documentação são realizados à medida que o produto é construído O trabalho ocorre em sprints e é derivado a partir de um backlog dos requisitos existentes As Reuniões são muito curtas e muitas vezes conduzidas sem coordenadores demos são liberados aos clientes de acordo com o intervalo de tempo estabelecido 12

7 Scrum Scrum Process Flow (used with permission) 13 Crystal Proposto por Cockburn e Highsmith Crystal características: Corresponde a uma família de modelos de processos que permite operação estratégica baseada nas características do problema Comunicação Cara-a-Cara é encorajada Sugere o uso de workshops de reflexão para rever hábitos de trabalho da equipe 14

8 Desenvolvimento Guiado por Características Feature Driven Development (FDD) Originalmente proposto por Peter Coad et al FDD características: A ênfase é na definição das características (features) uma característica é uma função valorizada pelo cliente que pode ser implementada em duas semanas ou menos. Usa um gabarito para definir uma característica <action> the <result> <by for of to> a(n) <object> É criada uma lista de características e é conduzido um plano por característica O projeto e a construção se fundem no FDD 15 Feature Driven Development Desenvol ver um Modelo Global Construir uma lista de Características Planejar por Características Projetar por Características Construir por Características (mais uma forma que conteúdo) Um modelo de objetos notas Uma lista de características agrupadas em conjuntos e áreas de assuntos Um plano de desenvolvimento proprietários de Classe Proprietários de Conjunto de Características Reprinted with permission of Peter Coad 16

9 Modelagem Ágil Originalmente proposta por Scott Ambler Sugere um conjunto de princípios de modelagem ágil Modele com uma finalidade ter meta específica antes de criar o modelo Use vários modelos Viajar leve conserve somente o que é importante. Conteúdo é mais importante que a representação Conheça os modelos e as ferramentas que você usa para criá-los Adapte localmente modelagem deve ser adaptada às necessidades da equipe 17

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Desenvolvimento Ágil Modelos Ágeis Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga 2º Semestre / 2011 Extreme Programming (XP); DAS (Desenvolvimento Adaptativo de Software)

Leia mais

Comparativo entre Processos Ágeis. Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br

Comparativo entre Processos Ágeis. Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br Comparativo entre Processos Ágeis Daniel Ferreira dfs3@cin.ufpe.br O que discutiremos: Histórico Os Princípios Ágeis Comparação Do ponto de vista incremental Do ponto de vista funcional Vantagens e Desvantagens

Leia mais

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org

Engenharia de Software I. Aula 15: Metodologias Ágeis. Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Engenharia de Software I Aula 15: Metodologias Ágeis Prof. Márcio D. Puntel marcio@puntel.org Março - 2008 Antes... Manifesto Mudança de contratos Foco nas premissas... 2 Algumas metodologias Extreme Programming

Leia mais

Com metodologias de desenvolvimento

Com metodologias de desenvolvimento Sociedade demanda grande quantidade de sistemas/aplicações software complexo, sistemas distribuídos, heterogêneos requisitos mutantes (todo ano, todo mês, todo dia) Mas, infelizmente, não há gente suficiente

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 5 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 5-05/05/2006 1 Dúvidas da aula passada RUP (Rational Unified Process) é uma ferramenta ou um processo? Resposta: os dois. O

Leia mais

Ágil. Rápido. Métodos Ágeis em Engenharia de Software. Introdução. Thiago do Nascimento Ferreira. Introdução. Introdução. Introdução.

Ágil. Rápido. Métodos Ágeis em Engenharia de Software. Introdução. Thiago do Nascimento Ferreira. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução Métodos Ágeis em Engenharia de Software Thiago do Nascimento Ferreira Desenvolvimento de software é imprevisível e complicado; Empresas operam em ambiente global com mudanças rápidas; Reconhecer

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2015 Desenvolvimento Rápido de Software 2 1 Para quê o Desenvolvimento Rápido de Software? Os negócios

Leia mais

Metodologias Ágeis de Desenvolvimento de Software

Metodologias Ágeis de Desenvolvimento de Software "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software de Desenvolvimento de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Manifesto Ágil - Princípios

Manifesto Ágil - Princípios Manifesto Ágil - Princípios Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas. Software funcionando é mais importante do que documentação completa e detalhada. Colaboração com o

Leia mais

Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software

Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Conteúdo Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Engenharia de Software Profa. Elisa Yumi Nakagawa 2. Semestre 2005 Material inicialmente elaborado por André Figueiredo e mantido por pesquisadores

Leia mais

METODOLOGIA ÁGIL. Lílian Simão Oliveira

METODOLOGIA ÁGIL. Lílian Simão Oliveira METODOLOGIA ÁGIL Lílian Simão Oliveira Fonte: Pressman, 2004 Aulas Prof. Auxiliadora Freire e Sabrina Schürhaus Alexandre Amorin Por quê???? Principais Causas Uso das Funcionalidades Processos empírico

Leia mais

development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE

development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE development Teresa Maciel DEINFO/UFRPE Prazos curtos Baixo custo Agregação ao negócio Fidelidade do cliente Competitividade Sobrevivência Cenário 2000 35% dos projetos apresentam sucesso 31% dos projetos

Leia mais

MANIFESTO ÁGIL. Esses conceitos aproximam-se melhor com a forma que pequenas e médias organizações trabalham e respondem à mudanças.

MANIFESTO ÁGIL. Esses conceitos aproximam-se melhor com a forma que pequenas e médias organizações trabalham e respondem à mudanças. METODOLOGIAS ÁGEIS SURGIMENTO As metodologias ágeis surgiram em resposta ao problema dos atrasos no desenvolvimento de software e aos cancelamentos, devido ao fato dos sistemas demorarem muito tempo para

Leia mais

Desenvolvimento Ágil de Software

Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento Ágil de Software Métodos ágeis (Sommerville) As empresas operam em um ambiente global, com mudanças rápidas. Softwares fazem parte de quase todas as operações de negócios. O desenvolvimento

Leia mais

Daniel Wildt -dwildt@gmail.com

Daniel Wildt -dwildt@gmail.com Metodologias Ágeis e Software Livre Daniel Wildt -dwildt@gmail.com Bacharel em Informática (PUCRS) Professor Universitário (FACENSA) Mais de 10 anos de experiência em Desenvolvimento de Software, hoje

Leia mais

Gestão de Projectos. Processos e Aproximações de Desenvolvimento de Projectos. Informáticos. Selecção da Aproximação de Projectos

Gestão de Projectos. Processos e Aproximações de Desenvolvimento de Projectos. Informáticos. Selecção da Aproximação de Projectos Gestão de Projectos Informáticos Processos e Aproximações de Desenvolvimento de Projectos Informáticos Prof. Alberto Silva & Dra. RosárioBernardo Departamento de Engenharia Informática Selecção da Aproximação

Leia mais

Análise de Sistemas Unidade III A Engenharia de Software Desenvolvimento Ágil

Análise de Sistemas Unidade III A Engenharia de Software Desenvolvimento Ágil Análise de Sistemas Unidade III A Engenharia de Software Desenvolvimento Ágil franciscogerson10@gmail.com Conteúdo Programático Introdução O que é um processo ágil A política de desenvolvimento ágil Fatores

Leia mais

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga

DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil. Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga DISCIPLINA ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processo Unificado e Desenvolvimento Ágil Profª Esp.: Maysa de Moura Gonzaga 2º Semestre / 2011 O Processo Unificado dos autores Ivar Jacobson, Grady Booch e James

Leia mais

Prof. Me. Marcos Echevarria

Prof. Me. Marcos Echevarria Prof. Me. Marcos Echevarria Nas décadas de 80 e 90 a visão geral sobre a melhor maneira de desenvolver software era seguir um cuidadoso planejamento para garantir uma boa qualidade; Esse cenário era aplicável

Leia mais

Programação Extrema. Luis Fernando Machado. Engenharia de Software

Programação Extrema. Luis Fernando Machado. Engenharia de Software Programação Extrema Luis Fernando Machado Engenharia de Software Desenvolvimento Ágil Programação Extrema, ou Extreme Programming (XP) é um modelo de desenvolvimento ágil. Desenvolvimento ágil foi criado

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1 1 GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM AGÊNCIAS WEB BASEADO NO PMI E METODOLOGIAS ÁGEIS 1 Peter Rizzon 2 Resumo: Com a crescente demanda no desenvolvimento de softwares baseados na plataforma web, as empresas

Leia mais

Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Metodologias Ágeis

Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Metodologias Ágeis Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Metodologias Ágeis Eduardo dos Santos Gonçalves 1, Heitor Boeira dos Reis Filho 1 1 Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) Av. Itacolomi, 3.600 Bairro São

Leia mais

Manifesto Ágil - Princípios

Manifesto Ágil - Princípios USP UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO Métodos Ágeis Alunos: Rogério Guaraci dos Santos - rgsantos@ime.usp.br Giulian Dalton Luz - gdaltonl@ime.usp.br Manifesto Ágil - Princípios Indivíduos e interações

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS PROCESSOS DOS MÉTODOS ÁGEIS: XP, SCRUM, FDD E ASD EM RELAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO ITERATIVO INCREMENTAL

COMPARAÇÃO ENTRE OS PROCESSOS DOS MÉTODOS ÁGEIS: XP, SCRUM, FDD E ASD EM RELAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO ITERATIVO INCREMENTAL COMPARAÇÃO ENTRE OS PROCESSOS DOS MÉTODOS ÁGEIS:, SCRUM, E ASD EM RELAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO ITERATIVO INCREMENTAL COMPARISON BETWEEN THE PROCESSES OF METHODS ÁGEIS:, SCRUM, AND ASD WITH RESPECT TO THE

Leia mais

Requisitos para Gestão de Requisitos no Desenvolvimento de Software que Utilizam Prática Ágeis

Requisitos para Gestão de Requisitos no Desenvolvimento de Software que Utilizam Prática Ágeis Requisitos para Gestão de Requisitos no Desenvolvimento de Software que Utilizam Prática Ágeis Abstract. Resumo. 1. Introdução Vinicius A. C. de Abreu 1 Departamento de Ciência da Computação - DCC Universidade

Leia mais

Desenvolvimento Ágil de Software com Programação extrema (XP) Ricardo Argenton Ramos

Desenvolvimento Ágil de Software com Programação extrema (XP) Ricardo Argenton Ramos Desenvolvimento Ágil de Software com Programação extrema (XP) Ricardo Argenton Ramos Novos ventos no mundo do Desenvolvimento de Software Sociedade demanda grande quantidade de sistemas/aplicações software

Leia mais

Metodologias Ágeis. Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente. Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697

Metodologias Ágeis. Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente. Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697 Metodologias Ágeis Gerenciando e Desenvolvendo Projetos de forma eficiente Gabriel Verta 0767948 Rafael Reimberg 0767701 Vinicius Quaiato - 0767697 Introdução Ao longo dos anos a indústria de desenvolvimento

Leia mais

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP Conceitos RUP RUP, abreviação de Rational Unified Process (ou Processo Unificado da Rational), é um processo de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation(a qual foi incorporada pela

Leia mais

Levantamento de requisitos no desenvolvimento ágil de software

Levantamento de requisitos no desenvolvimento ágil de software Levantamento de requisitos no desenvolvimento ágil de software Ricardo Augusto Ribeiro de Mendonça Coordenação de Pós-Graduação Lato Sensu Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás) Goiânia

Leia mais

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Disciplina: Engenharia de Software Tópico: Metodologias Ágeis Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br O que é agilidade? Agilidade: Rapidez,

Leia mais

Ideal para que tipo de empresa (equipe): pequena, média, grande? Em software onde os requisitos não são conhecidos é recomendado o uso do XP? Por quê?

Ideal para que tipo de empresa (equipe): pequena, média, grande? Em software onde os requisitos não são conhecidos é recomendado o uso do XP? Por quê? Significado de XP? Extreme Programming (Programação Extrema). Ideal para que tipo de empresa (equipe): pequena, média, grande? Pequenas e Médias. Em software onde os requisitos não são conhecidos é recomendado

Leia mais

O Processo Unificado

O Processo Unificado UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA O Processo Unificado 879SCC Projeto e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Metodologias Ágeis. Aécio Costa

Metodologias Ágeis. Aécio Costa Metodologias Ágeis Aécio Costa Metodologias Ágeis Problema: Processo de desenvolvimento de Software Imprevisível e complicado. Empírico: Aceita imprevisibilidade, porém tem mecanismos de ação corretiva.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013

LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013 LISTA DE EXERCÍCIOS METODOLOGIAS ÁGEIS ENGENHARIA DE SOFTWARE 10/08/2013 Disciplina: Professor: Engenharia de Software Edison Andrade Martins Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Área: Metodologias

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP FACULDADE DE TECNOLOGIA - FT GUSTAVO ARCERITO MARIVALDO FELIPE DE MELO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP FACULDADE DE TECNOLOGIA - FT GUSTAVO ARCERITO MARIVALDO FELIPE DE MELO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP FACULDADE DE TECNOLOGIA - FT GUSTAVO ARCERITO MARIVALDO FELIPE DE MELO Análise da Metodologia Ágil SCRUM no desenvolvimento de software para o agronegócio Limeira

Leia mais

RESUMO PARA O EXAME PSM I

RESUMO PARA O EXAME PSM I RESUMO PARA O EXAME PSM I Escrito por: Larah Vidotti Blog técnico: Linkedin: http://br.linkedin.com/in/larahvidotti MSN: larah_bit@hotmail.com Referências:... 2 O Scrum... 2 Papéis... 3 Product Owner (PO)...

Leia mais

PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis

PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis PGP - Aula T 4 Modelos Ágeis 5 - Outubro - 2015 Carlos Duarte, FCUL, Departamento de Informática Revisão dos principais modelos tradicionais Modelo em cascata Communication project initiation requirement

Leia mais

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM)

Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Programação Extrema Manifesto Ágil e as Metodologias Ágeis (XP e SCRUM) Prof. Mauro Lopes Programação Extrema Prof. Mauro Lopes 1-31 45 Manifesto Ágil Formação da Aliança Ágil Manifesto Ágil: Propósito

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas CMP1141 Processo e qualidade de software I Prof. Me. Elias Ferreira Sala: 210 F Quarta-Feira:

Leia mais

SCRUM Gerência de Projetos Ágil. Prof. Elias Ferreira

SCRUM Gerência de Projetos Ágil. Prof. Elias Ferreira SCRUM Gerência de Projetos Ágil Prof. Elias Ferreira Métodos Ágeis + SCRUM + Introdução ao extreme Programming (XP) Manifesto Ágil Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o

Leia mais

ESTUDO E APLICAÇÃO DE MODELOS ÁGEIS

ESTUDO E APLICAÇÃO DE MODELOS ÁGEIS UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (BACHARELADO) RARUANA MACEDO DE FREITAS ESTUDO E APLICAÇÃO DE MODELOS ÁGEIS LAGES (SC)

Leia mais

A PRIMMER possui casos importantes nesta área. Venha compartilhar conosco desta experiência magnífica no mundo das metodologias ágeis.

A PRIMMER possui casos importantes nesta área. Venha compartilhar conosco desta experiência magnífica no mundo das metodologias ágeis. METODOLOGIAS ÁGEIS Boas Práticas para o Gerenciamento de Projetos de TI utilizando métodos ágeis baseados em SCRUM e XP etc. DIFERENCIAIS Avaliação prévia das necessidades de cada participante para customização

Leia mais

MARIANA DE AZEVEDO SANTOS

MARIANA DE AZEVEDO SANTOS MARIANA DE AZEVEDO SANTOS AGILE UBPM FOR SCRUM: Modelo de Aprimoramento do Gerenciamento e Desenvolvimento Ágil Baseado na Percepção de Valor do Usuário LAVRAS-MG 2011 MARIANA DE AZEVEDO SANTOS AGILE UBPM

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SIG Aula N : 11 Tema: Como desenvolver e

Leia mais

Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis. Implementing CMMi using a Combination of Agile Method

Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis. Implementing CMMi using a Combination of Agile Method Implementando CMMi utilizando uma combinação de Métodos Ágeis Implementing CMMi using a Combination of Agile Method Rhavy Maia Guedes IN1149 Qualidade, Processo e Gestão de Software Agenda 2 Introdução

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS METODOLOGIAS ÁGEIS XP E SCRUM PARA O DESENVOLVIMENTO RÁPIDO DE APLICAÇÕES

UTILIZAÇÃO DAS METODOLOGIAS ÁGEIS XP E SCRUM PARA O DESENVOLVIMENTO RÁPIDO DE APLICAÇÕES UTILIZAÇÃO DAS METODOLOGIAS ÁGEIS XP E SCRUM PARA O DESENVOLVIMENTO RÁPIDO DE APLICAÇÕES Marcelo Augusto Lima Painka¹, Késsia Rita da Costa Marchi¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil

Leia mais

Prof. Luiz A. Nascimento. As práticas denominadas ágeis vêm sendo cada vez mais utilizadas na gerência de projetos de software.

Prof. Luiz A. Nascimento. As práticas denominadas ágeis vêm sendo cada vez mais utilizadas na gerência de projetos de software. Prof. Luiz A. Nascimento As práticas denominadas ágeis vêm sendo cada vez mais utilizadas na gerência de projetos de software. Porque metodologias ágeis? A história dos fracassos no desenvolvimento de

Leia mais

Scrum How it works. Há quatro grupos com papéis bem definidos:

Scrum How it works. Há quatro grupos com papéis bem definidos: Scrum É um processo de desenvolvimento iterativo e incremental. É utilizado quando não se consegue predizer tudo o que irá ocorrer. Em geral, utiliza-se em projetos complexos, de difícil abordagem pela

Leia mais

A utilização do Scrum em um sistema web: um estudo de caso

A utilização do Scrum em um sistema web: um estudo de caso ISSN 23162872 T.I.S. São Carlos, v. 1, n. 1, p. 7681, jul. 2012 Tecnologias, Infraestrutura e Software A utilização do Scrum em um sistema web: um estudo de caso Flávia dos Santos Zenaro Abstract: This

Leia mais

Uma Investigação inicial da Atividade de Engenharia de Requisitos em Processos Ágeis

Uma Investigação inicial da Atividade de Engenharia de Requisitos em Processos Ágeis Uma Investigação inicial da Atividade de Engenharia de Requisitos em Processos Ágeis André Abe Vicente 1 1 Instituto de Ciências Matemáticas e Computação Universidade de São Paulo (USP) Caixa Postal 668

Leia mais

Modelagem em Desenvolvimento Ágil de Software: uma revisão da literatura

Modelagem em Desenvolvimento Ágil de Software: uma revisão da literatura Modelagem em Desenvolvimento Ágil de Software: uma revisão da literatura Fernando Mognon 1 Orientador: Paulo C. Stadzisz 1 1 Departamento Acadêmico de Informática - Programa de Pós-Graduação em Computação

Leia mais

INTRODUÇÃO A PROJETOS

INTRODUÇÃO A PROJETOS INTRODUÇÃO A PROJETOS Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br GESTÃO DE PROJETOS Gestão Ágil de projetos Gestão de projetos com PMBOK GESTÃO ÁGIL DE PROJETOS GESTÃO ÁGIL

Leia mais

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática. Pós-graduação em Ciência da Computação

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática. Pós-graduação em Ciência da Computação Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Pós-graduação em Ciência da Computação ENGENHARIA DE REQUISITOS NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ÁGIL Gustavo Henrique de Carvalho Costa MONOGRAFIA

Leia mais

2012. Quinta Conferência de Qualidade de Software ASR Consultoria

2012. Quinta Conferência de Qualidade de Software ASR Consultoria 1 Visão CMMI do Ágil 2 Visão CMMI do Ágil 3 Visão Ágil do CMMI 4 Visão Ágil do CMMI 5 Visão Ágil do CMMI 6 Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver

Leia mais

Introdução à Revisão Sistemática da Literatura. Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei

Introdução à Revisão Sistemática da Literatura. Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei Introdução à Revisão Sistemática da Literatura Fernando Kenji Kamei @fkenjikamei Quais são as razões para conduzirmos uma Revisão da Literatura? Algumas possíveis razões... Delimitar o problema de pesquisa;

Leia mais

Scrum. Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE

Scrum. Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE Scrum Introdução UFRPE-DEINFO BSI-FÁBRICA DE SOFTWARE scrum Ken Schwaber - Jeff Sutherland http://www.scrumalliance.org/ Scrum Uma forma ágil de gerenciar projetos. Uma abordagem baseada em equipes autoorganizadas.

Leia mais

SCRUM. Ricardo Coelho

SCRUM. Ricardo Coelho SCRUM Ricardo Coelho AGILE 2 Scrum Scrum- ban ( ) Kanban AGILE ( ) Extreme Programming Lean 3 Scrum Scrum- ban ( ) Kanban AGILE ( ) Extreme Programming Lean ADAPTIVE vs. PREDICTIVE 4 Scrum Scrum- ban (

Leia mais

Uma Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Projetos Baseados em Extreme Programming

Uma Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Projetos Baseados em Extreme Programming UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE INFORMÁTICA Uma Ferramenta para Gerenciamento de Requisitos em Projetos Baseados em Extreme Programming Pablo Dall'Oglio

Leia mais

Resumo artigo Agile Modeling- Overview

Resumo artigo Agile Modeling- Overview Universidade Federal de Santa Catarina Centro Tecnológico Disciplina: Projetos I Aluno: Diogo Ludvig 0313812-7 Resumo artigo Agile Modeling- Overview Este trabalho se refere ao resumo do artigo Agile Modeling,

Leia mais

Aplicando Scrum no. Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza

Aplicando Scrum no. Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Aplicando Scrum no Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Licença para uso e

Leia mais

Metodologias Ágeis Um overview sobre FDD, MSF, SCRUM e XP

Metodologias Ágeis Um overview sobre FDD, MSF, SCRUM e XP Metodologias Ágeis Um overview sobre FDD, MSF, SCRUM e XP Márcio Daniel Puntel (marciopuntel@yahoo.com.br) é acadêmico de Sistemas de Informação na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), Campus Cachoeira

Leia mais

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 Introdução ao RUP Rational Unified Process por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 1 Contexto Não é suficiente apenas a presença de desenvolvedores altamente treinados: Precisamos de uma linguagem para a

Leia mais

Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR

Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR SCIENTIA PLENA VOL 6, NUM 3 2010 www.scientiaplena.org.br Uma análise das Metodologias Ágeis FDD e Scrum sob a Perspectiva do Modelo de Qualidade MPS.BR F. G. Silva; S. C. P. Hoentsch, L. Silva Departamento

Leia mais

Aula 2 Introdução ao Scrum

Aula 2 Introdução ao Scrum Curso Preparatório para a certificação Scrum Fundamentals Certified (SFC ) da ScrumStudy www.scrumstudy.com Aula 2 Introdução ao Scrum www.sitecampus.com.br - Cadastre-se gratuitamente para acessar ao

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Disciplina: INF5008 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 8. Metodologias

Leia mais

APLICAÇÃO DE SCRUM NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA O PROGRAMA DE MONITORAMENTO DO CLIMA ESPACIAL (INPE) - ESTUDO DE CASO. André A.

APLICAÇÃO DE SCRUM NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA O PROGRAMA DE MONITORAMENTO DO CLIMA ESPACIAL (INPE) - ESTUDO DE CASO. André A. APLICAÇÃO DE SCRUM NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PARA O PROGRAMA DE MONITORAMENTO DO CLIMA ESPACIAL (INPE) - ESTUDO DE CASO André A. de Souza Ivo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Brasil,

Leia mais

Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI)

Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI) 1 Benefícios das metodologias ágeis no gerenciamento de projetos de Tecnologia da Informação (TI) Greick Roger de Carvalho Lima - greickroger@yahoo.com.br MBA Governança nas Tecnologias da Informação Instituto

Leia mais

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com

Wesley Torres Galindo. wesleygalindo@gmail.com Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com Wesley Galindo Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Mestrado em Engenharia de Software Engenheiro de Software Professor Faculdade Escritor Osman

Leia mais

Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD

Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD Gestão Ágil de Projetos com Scrum e FDD Por Manoel Pimentel Medeiros É Engenheiro de Software, com 15 anos na área de TI, atualmente trabalha como Agile Coach para importantes empresas da área de serviços,

Leia mais

Extreme Programming (XP)

Extreme Programming (XP) Métodos ágeis Autor: Versão: 24/07/2003 Versão original 25/07/2003 Revisão da Introdução e início do XP 27/07/2003 Texto sobre XP 28/07/2003 Texto sobre SCRUM 29/07/2003 Texto sobre Crystal 31/07/2003

Leia mais

Desenvolvimento ágil de software

Desenvolvimento ágil de software Desenvolvimento ágil de software Desenvolvimento ágil de software (do inglês Agile software development) ou Método ágil é um conjunto de metodologias de desenvolvimento de software. O desenvolvimento ágil,

Leia mais

ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. contato@alinebrake.com.br. fs_moreira@yahoo.com.br. contato@marcelobrake.com.

ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. contato@alinebrake.com.br. fs_moreira@yahoo.com.br. contato@marcelobrake.com. ESTUDO DE CASO: SCRUM E PMBOK UNIDOS NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS (CASE STUDY: SCRUM AND PMBOK - STATES IN PROJECT MANAGEMENT) Aline Maria Sabião Brake 1, Fabrício Moreira 2, Marcelo Divaldo Brake 3, João

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA NA IMPLANTAÇÃO DE UM MÉTODO ÁGIL EM UMA EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

RELATO DE EXPERIÊNCIA NA IMPLANTAÇÃO DE UM MÉTODO ÁGIL EM UMA EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Universidade Federal de Lavras CRISTIANE DOS SANTOS COELHO RELATO DE EXPERIÊNCIA NA IMPLANTAÇÃO DE UM MÉTODO ÁGIL EM UMA EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE LAVRAS-MG 2011 CRISTIANE DOS SANTOS COELHO

Leia mais

RESUMO: APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO ESTUDO DE CASO:

RESUMO: APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO ESTUDO DE CASO: MÉTRICAS PARA ESTIMATIVA DE SOFTWARES EM QUE SE APLICAM METODOLOGIA ÁGIL Juliana Cotta Ferreira RESUMO: A engenharia de software discute-se muito sobre métricas, devido à sua importância para acompanhar

Leia mais

Modelos de Processo (métodos)

Modelos de Processo (métodos) Modelos de Processo (métodos) Um modelo de processo ou método define um conjunto de atividades específicas. Principais modelos: Cascata (Waterfall) Espiral (Spiral) Evolutivo Incremental Processo Unificado

Leia mais

Tópicos. Métodos Ágeis. Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Referências Bibliográficas.

Tópicos. Métodos Ágeis. Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Referências Bibliográficas. Métodos Ágeis Edes Garcia da Costa Filho edes_filho@dc.ufscar.br 1 Tópicos Histórico; Valores; Métodos Ágeis x Modelos Tradicionais; Exemplo: Extreme Programming (XP). Referências Bibliográficas. 2 Histórico

Leia mais

Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis. OWASP Education Project. The OWASP Foundation http://www.owasp.org

Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis. OWASP Education Project. The OWASP Foundation http://www.owasp.org Os Desafios da Segurança no Desenvolvimento com Métodos Ágeis Education Project Rafael Dreher Porto Alegre Chapter - Co-founder Security Consultant @ Dell dreher@owasp.org Copyright 2007 The Foundation

Leia mais

PAULO ROBERTO MALLMANN UM MODELO ABSTRATO DE GERÊNCIA DE SOFTWARE PARA METODOLOGIAS ÁGEIS

PAULO ROBERTO MALLMANN UM MODELO ABSTRATO DE GERÊNCIA DE SOFTWARE PARA METODOLOGIAS ÁGEIS UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS - UNISINOS UNIDADE ACADÊMICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA INTERDISCIPLINAR DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA NÍVEL MESTRADO PAULO ROBERTO MALLMANN UM

Leia mais

XI Workshop Anual do MPS (WAMPS 2015) - Contratações públicas usando métodos ágeis: riscos e controles

XI Workshop Anual do MPS (WAMPS 2015) - Contratações públicas usando métodos ágeis: riscos e controles XI Workshop Anual do MPS (WAMPS 2015) - Contratações públicas usando métodos ágeis: riscos e controles Renato Braga, CISA, CIA, CGAP, CCSA, CRMA, CCI Curitiba, 04 de dezembro de 2015 O bom negócio só é

Leia mais

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI

Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Desafios no Uso do Scrum em Ambientes CMMI Teresa Maria de Medeiros Maciel UFRPE/INES/UFPE tmmaciel@gmail.com Base de conhecimento disponível Maior controle ISO9001 MPS BR Padronização processual

Leia mais

Unified Process e MSF

Unified Process e MSF Unified Process e MSF Engenharia de Software 2005/06 EST, Setúbal Metodologias de Desenvolvimento de Software Agenda Metodologia PREDITIVAS (tradicionais) UP MSF Metodologias Adaptativas(Ageis) XP Scrum

Leia mais

Gerenciamento Ágil de Projetos

Gerenciamento Ágil de Projetos Gerenciamento Ágil de Projetos Autor: Vitor Massari Atuando desde 1998 na área de projetos de TI. Sócio-diretor da Hiflex Consultoria. Autor do primeiro livro em Português voltado para a certificação PMI-ACP

Leia mais

A necessidade de ser ágil

A necessidade de ser ágil Agilidade Nesta seção você encontra artigos voltados para as práticas e métodos ágeis. A necessidade de ser ágil Uma análise crítica sobre nove métodos ágeis Alexandre José Henrique de Oliveira Luna ajhol@cin.ufpe.br

Leia mais

Wesley Torres Galindo

Wesley Torres Galindo Qualidade, Processos e Gestão de Software Professores: Alexandre Vasconcelos e Hermano Moura Wesley Torres Galindo wesleygalindo@gmail.com User Story To Do Doing Done O que é? Como Surgiu? Estrutura Apresentar

Leia mais

Questões Gerais e Modelos de Ciclo de Vida

Questões Gerais e Modelos de Ciclo de Vida Questões Gerais e Modelos de Ciclo de Vida 41 Existem vários modelos de desenvolvimento de software, cada um com suas particularidades. A respeito desse assunto, assinale a opção correta. A) No modelo

Leia mais

Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP

Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP Gestão Ágil de Projetos e a certificação PMI-ACP Apresentação Roberto Gil Espinha Mais de 15 anos de experiência em Projetos Bacharel em Administração de Empresas pela UNIVILLE Pós-Graduado em Gestão Empresarial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. Guilherme Schoepping

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. Guilherme Schoepping UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Guilherme Schoepping UM ESTUDO EXPLORATÓRIO A PARTIR DE UM FRAMEWORK PARA SELEÇÃO DE PRÁTICAS ÁGEIS Documento submetido

Leia mais

extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia Ágil Partes do XP Communication (comunicação) 1. Valores do XP

extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia Ágil Partes do XP Communication (comunicação) 1. Valores do XP extreme Programming extreme Programming (XP) Metodologia ágil para equipes pequenas a médias desenvolvendo software com requesitos vagos ou que mudam freqüentemente. [Beck 2000] Em XP, codificação é principal

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Metodologias para Desenvolvimento de Software XP e SCRUM Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Agenda Desenvolvimento Ágil de Software

Leia mais

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br

Uma introdução ao SCRUM. Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Uma introdução ao SCRUM Evandro João Agnes evandroagnes@yahoo.com.br Agenda Projetos de Software O que é Scrum Scrum framework Estrutura do Scrum Sprints Ferramentas Projetos de software Chaos Report Standish

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 06 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 27 de Setembro de 2013. Revisão aula anterior Desenvolvimento Ágil de Software Desenvolvimento e entrega

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Conceitos e Metodologias para Desenvolvimento de Software Cascata, Prototipação, Espiral e RUP Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br

Leia mais

Ferramenta para gestão ágil

Ferramenta para gestão ágil Ferramenta para gestão ágil de projetos de software Robson Ricardo Giacomozzi Orientador: Everaldo Artur Grahl Agenda Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento Resultados e discussões

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO LATU SENSU EM ENGENHARIA DE SISTEMAS JALERSON RAPOSO FERREIRA DE LIMA METODOLOGIAS ÁGEIS

ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO LATU SENSU EM ENGENHARIA DE SISTEMAS JALERSON RAPOSO FERREIRA DE LIMA METODOLOGIAS ÁGEIS ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO LATU SENSU EM ENGENHARIA DE SISTEMAS JALERSON RAPOSO FERREIRA DE LIMA METODOLOGIAS ÁGEIS NATAL RN 2010 JALERSON RAPOSO FERREIRA DE LIMA METODOLOGIAS ÁGEIS Monografia

Leia mais

SCRUM e Requisitos Ágeis

SCRUM e Requisitos Ágeis SCRUM e Requisitos Ágeis Régis Simão /44 Agenda Métodos Ágeis SCRUM Modelo de Negócio Definição do Produto Planejamento e Execução de uma Release 2 /44 Agenda Métodos Ágeis SCRUM Modelo de Negócio Definição

Leia mais

Como uma resposta às crescentes. Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software

Como uma resposta às crescentes. Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Métodos Ágeis de Desenvolvimento de Software Marisa Villas Boas Dias Como uma resposta às crescentes pressões por inovação em prazos cada vez mais reduzidos, às necessidades de constantes mudanças de requisitos

Leia mais

Agilidade -foco no. por Yóris Linhares

Agilidade -foco no. por Yóris Linhares Agilidade -foco no conhecimento por Yóris Linhares Era uma vez em um reino distante onde se desenvolvia software... Todas as necessidades dos clientes eram conhecidas no início do desenvolvimento A equipe

Leia mais

MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK. Cesar Eduardo Freitas Italo Alves

MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK. Cesar Eduardo Freitas Italo Alves MSF- MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK Cesar Eduardo Freitas Italo Alves A ORIGEM DO MSF (MICROSOFT SOLUTIONS FRAMEWORK) Baseado na experiência da empresa na construção de softwares como Office e Windows e

Leia mais

MODELO DE PROCESSO PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE SOFTWARE COM BASE EM METODOLOGIAS ÁGEIS

MODELO DE PROCESSO PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE SOFTWARE COM BASE EM METODOLOGIAS ÁGEIS MODELO DE PROCESSO PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE SOFTWARE COM BASE EM METODOLOGIAS ÁGEIS MIRILIAN CARLA ARAUJO CORILLO 1, ANDREA PADOVAN JUBILEU 2. 1 Tecnóloga em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais