Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004"

Transcrição

1 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4814/ Ano Orçamento: 2004 UF: SC Nome do PT: Ampliação de Sistema de Transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações) Na Região Sul Nº do PT: K0040 UO: ELETROSUL Tipo de Obra: Linha de transmissão de energia elétrica Importância Socioeconômica: A ampliação do sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações) está a cargo da Eletrosul - Empresa Transmissora de Energia Elétrica do Sul do Brasil S/A, C.N.P.J. n / , subsidiária da Eletrobrás. Tais investimentos se destinam a conferir adequada capacidade de transformação (abaixamento e elevação de tensão) e confiabilidade ao sistema, de modo a bem atender as concessionárias de distribuição de eletricidade Celesc, Copel, Ceee e Enersul, entre outras menores, em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, dando suporte ao desenvolvimento regional e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população, em atendimento às políticas governamentais setoriais coordenadas pelo Ministério das Minas e Energia - M.M.E. - e sob a tutela normativa direta da Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel. Na Lei Orçamentária Anual - LOA - de 2004, os recursos para esses investimentos encontram-se previstos no orçamento do Ministério das Minas e Energia - M.M.E. (código do orgão: 32000, código da unidade: 32225), no plano de trabalho: 25 (função: energia).752 (subfunção: energia elétrica).0295 (programa: energia na região Sul).105K (projeto/atividade).0040(subprojeto/subatividade).

2 DADOS CADASTRAIS Projeto Básico Informações Gerais Projeto(s) Básico(s) abrange(m) toda obra? Exige licença ambiental? Possui licença ambiental? Está sujeita ao EIA (Estudo de Impacto Ambiental)? As medidas mitigadoras estabelecidas pelo EIA estão sendo implementadas tempestivamente? Foram observadas divergências significativas entre o projeto básico/executivo e a construção, gerando prejuízo técnico ou financeiro ao empreendimento? Sim /Não Sim Sim Sim Sim Sim Não Projeto Básico nº 1 Data Elaboração: 05/03/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 03/04/2003 Objeto: SE Caxias - Ampliação "A Apenas a obra será contratada. Os equipamentos foram adquiridos por licitação na modalidade pregão. A data-base é posterior à data de elaboração porque houve revisão do projeto, com aumento do valor orçado. Projeto Básico nº 2 Data Elaboração: 30/08/2002 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 30/08/2002 Objeto: Implantação do Sistema Integrado de Telecomunicações Digital da ELETROSUL. Projeto Básico nº 3 Data Elaboração: 27/02/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 27/02/2003 Objeto: SE Palhoça - Ampliação "C" SE Blumenau - Ampliação "M" Obra no sistema de turn-key (obra e equipamentos contratados integralmente). Projeto Básico nº 4 Data Elaboração: 27/03/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 27/03/2003 Objeto: Equipamentos adquiridos por pregão para instalação em Subestações da ELETROSUL.

3 Projeto Básico nº 5 Data Elaboração: 04/03/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 01/04/2003 Objeto: SE Londrina - Ampliação "C", SE Ivaiporã - Ampliação "B", SE Areia - Ampliação "I", LT Ivaiporã - Construção da LT 525 kv entre as SEs Ivaiporã (ELETROSUL) e (FURNAS). Apenas a obra foi contratada. Os equipamentos foram adquiridos em outra licitação, na modalidade pregão. A data-base é posterior à data de elaboração porque houve revisão do projeto, com aumento do valor orçado. Projeto Básico nº 6 Data Elaboração: 11/03/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 28/03/2003 Objeto: SE Itá - Ampliação "G", SE Campos Novos - Ampliação "G" Apenas a obra está contratada. Os equipamentos foram adquiridos por licitação na modalidade pregão. A data-base é posterior à data de elaboração porque houve revisão do projeto, com aumento do valor orçado. Projeto Básico nº 7 Data Elaboração: 06/03/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 03/04/2003 Objeto: SE Blumenau - Ampliação "L Apenas a obra será contratada. Os equipamentos foram adquiridos por licitação na modalidade pregão. A data-base é posterior à data de elaboração porque houve revisão do projeto, com aumento do valor orçado. Projeto Básico nº 8 Data Elaboração: 15/09/2001 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 15/09/2001 Objeto: SE Campos Novos - Ampliação "F" Obra no sistema de turn-key (obra e equipamentos contratados integralmente). Projeto Básico nº 9 Data Elaboração: 07/11/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 07/11/2003 Objeto: Implantação da SE Tapera 2-230/69 Kv, 2 x 83 MVA A concessão do serviço pertence à RGE, do Rio Grande do Sul. Esta empresa, entretanto, preferiu contratar, em leilão do qual saiu vencedora a ELETROSUL, empresa para executar a obra em contrapartida de recebimento mensal por 30 anos. A ELETROSUL, por sua vez, com base no art. 32 da lei nº 9.074/96, contratou, por dispensa de licitação, o Consórcio COTESA-TRAFO-VIGOR para executar a obra. Projeto Básico nº 10 Data Elaboração: 12/12/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 12/12/2003 Objeto: Aquisição de autotransformadores trifásicos de 150 e 75 MVA Projeto Básico nº 11 Data Elaboração: 04/09/2003 Custo da obra: R$ ,00 Data Base: 04/09/2003 Objeto: Ampliação "E" da SE Passo Fundo A concessão do serviço pertence à RGE, do Rio Grande do Sul. Por meio de Termo de Entendimento e

4 com base na Resolução ANEEL nº 489/2002, aquela empresa contratou a ELETROSUL para a execução do empreendimento. Esta, por sua vez, contratou, via concorrência, o consórcio executor da obra. Projeto Básico nº 12 Data Elaboração: 10/12/2003 Custo da obra: R$ ,18 Data Base: 10/12/2003 Objeto: Supervisão de qualidade das obras nas SEs Itá, Campos Novos, Blumenau, Ivaiporã, Areia, Londrina, Caxias e Palhoça e Linha de Transmissão em Ivaiporã (Eletrosul - Furnas) Projeto Básico nº 13 Data Elaboração: 12/01/2004 Custo da obra: R$ ,35 Data Base: 12/01/2004 Objeto: Supervisão de qualidade de projetos e inspeção em fábrica e comissionamento de ampliação de subestações autorizados pela resolução ANEEL 033/2003

5 DADOS CADASTRAIS Execução Física Dt. Vistoria: 15/04/2004 Percentual realizado: 61 Data do Início da Obra: 15/09/2002 Data Prevista para Conclusão: 17/05/2005 Situação na Data da Vistoria: Em andamento. Descrição da Execução Realizada até a Data da Vistoria: Há 17 contratos em andamento,1com 96 % executado, 4 acima de 90 %, 4 entre 65 % e 80 %, 5 entre 4 e 40 % e 3 com 0 %. Um iniciou em 2002, 13 em 2003 e 3 em Dois são de supervisão e 15 de obras. A data de início acima é a data de início da Ampliação "F" da SE Campos Novos. A data prevista para conclusão acima é a data final de vigência mais distante, dentre os contratos em andamento. Execução Financeira/Orçamentária Primeira Dotação: 01/01/2002 Valor estimado para conclusão: R$ ,39 Desembolso Origem Ano Valor Orçado Valor Liquidado Créditos Autorizados Moeda Outros , , ,00 Real Outros , , ,00 Real Outros , , ,00 Real O valor informado como liquidado para o ano de 2004 refere-se ao primeiro trimestre, conforme Programa de Investimento apresentado pela ELETROSUL. O Valor Estimado para Conclusão foi calculado somando-se os valores que faltam ser pagos com relação aos contratos em andamento fiscalizados.

6 DADOS CADASTRAIS Contratos Principais No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação 'F' da Subestação Campos Novos 525/230 kv. Data da Assinatura: 15/04/2002 Mod. Licitação: CONCORRÊNCIA SIASG: CNPJ Contratada: / Razão Social: CAMARGO CORREA EQUIP. E SISTEMAS S.A. Situação Inicial Situação Atual Vigência: 16/04/2002 a 07/11/2003 Vigência: 16/04/2002 a 07/11/2003 Valor: R$ ,14 Valor: R$ ,14 Data-Base: 15/12/2001 Data-Base: 15/12/2001 Volume do Serviço: Volume do Serviço: Custo Unitário: 0,00 R$ Custo Unitário: 0,00 R$ Nº/Data Aditivo Atual: 1 T. A. 29/05/2002 Situação do Contrato: Concluído. Data da Rescisão: Alterações do Objeto: A obra foi concluída e o objeto está em uso pela ELETROSUL conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências.

7 DADOS CADASTRAIS Contratos Secundários No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação "G" das SEs Campos Novos e Itá CNPJ Contratada: / Ltda. Razão Social: VA TECH Transmissão & Distribuição SIASG: Data-Base: 31/03/2003 Valor Atual: R$ ,60 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 27/05/2003 a 20/12/2003 A obra foi concluída conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências. No. Contrato: Objeto do Contrato: Itens 4 e 5 do Pregão Eletrosul n : 23 Seccionadores 550 kv, Abert. Vertical Simples, sem Lâmina de Terra e 1 Seccionador 550 kv, Abertura Vertical Central, com Lâmina de Terra. CNPJ Contratada: / BRASILEIRAS ELETROMETALÚRGICAS Razão Social: LORENZETTI S. A. INDÚSTRIAS SIASG: Data-Base: 27/03/2003 Valor Atual: R$ ,91 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 07/05/2003 a 04/03/2004 Os equipamentos foram entregues conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências.

8 No. Contrato: Objeto do Contrato: Fornecimento do item 7 do Pregão Eletrosul n , de 27/03/2003: 9 TPC's de 550 kv. CNPJ Contratada: / Razão Social: ARTECHE DO BRASIL LTDA. SIASG: Data-Base: 27/03/2003 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 15/05/2003 a 12/03/2004 Os equipamentos foram entregues conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências. No. Contrato: Objeto do Contrato: Fornecimento dos itens 3 e 10 do Pregão Eletrosul n , de 27/03/2003: 10 disjuntores de 550 kv e 2 disjuntores de 550 kv, com dispositivo de chaveamento sincronizado. CNPJ Contratada: / Ltda. Razão Social: VA TECH Transmissão & Distribuição SIASG: Data-Base: 27/03/2003 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 30/04/2003 a 26/02/2004 Os equipamentos foram entregues conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências. No. Contrato: Objeto do Contrato: Fornecimento do item 2 do Pregão Eletrosul n , de 27/03/2003: um banco reator de barra 550 kv/1,732 e 54,9 Mvar, com unidade reserva. CNPJ Contratada: / Razão Social: SIEMENS Ltda. SIASG: Data-Base: 27/03/2003

9 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 15/05/2003 a 12/03/2004 Os equipamentos foram entregues conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências. No. Contrato: Objeto do Contrato: Fornecimento dos itens 1, 6, 8 e 9 do Pregão Eletrosul n , de 27/03/2003: 1 autotrafo 525/230 kv-13,8 kv, 224 MVA, 33 Transf. de Corrente 550 kv, 7 Para-Raios 444 kv e 15 Para-Raios 420 kv. CNPJ Contratada: / Razão Social: ABB LTDA. SIASG: Data-Base: 27/03/2003 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Concluído. Vigência atual: 15/05/2003 a 10/03/2004 Os equipamentos foram entregues conforme prazos contratuais. Entretanto, algumas pendências como falta da entrega de documentação impedem o pagamento das parcelas finais do contrato. Isso demonstra zelo por parte da ELETROSUL, que, assim, evita que a empresa deixe de sanar as pendências. No. Contrato: Objeto do Contrato: Supervisão de qualidade das obras nas subestações de Itá, Campos Novos, Blumenau, Ivaiporã, Areia, Londrina, Caxias e Palhoça CNPJ Contratada: / Imobiliários Ltda Razão Social: Kaefe Engenharia e Empreendimentos SIASG: Data-Base: 16/02/2004 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 16/02/2004 a 31/10/2004 No Siasg, o campo PROGRAMA DE TRABALHO encontra-se em branco, falta o número da classificação funcional programática da despesa, conforme a LOA e o Siafi. Em 2004, os recursos

10 orçamentários para esse investimento estão alocados no PT nº K Ampliação do Sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações), órgão: Ministério das Minas e energia, Unidade: Empresa Transmissora de Energia Elétrica no Sul do Brasil S. A. No. Contrato: Objeto do Contrato: Supervisão de qualidade de projetos e inspeção em fabrica e comissionamento dos empreendimentos em Subestações CNPJ Contratada: / Engenharia Ltda Razão Social: Andrade & Canellas Consultoria e SIASG: Data-Base: 01/03/2004 Valor Atual: R$ ,29 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 01/03/2004 a 01/02/2005 No Siasg, o campo PROGRAMA DE TRABALHO encontra-se em branco, falta o número da classificação funcional programática da despesa, conforme a LOA e o Siafi. Em 2004, os recursos orçamentários para esse investimento estão alocados no PT nº K Ampliação do Sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações), órgão: Ministério das Minas e energia, Unidade: Empresa Transmissora de Energia Elétrica no Sul do Brasil S. A. No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação "A" da Subestação Caxias do Sul CNPJ Contratada: / Razão Social: CONSÓRCIO PROMDR SIASG: Data-Base: 04/04/2003 Valor Atual: R$ ,00 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 29/07/2003 a 23/07/2004 Empresas consorciadas: DR ENGENHARIA LTDA - CNPJ / (51 %) PROMENGE CONSTRUÇÕES CIVIS E ELÉTRICAS LTDA - CNPJ / (49 %) No. Contrato:

11 Objeto do Contrato: Aquisição de autotransformadores trifásicos de 150 e 75 MVA CNPJ Contratada: / Razão Social: ABB LTDA. SIASG: Data-Base: 10/02/2004 Valor Atual: R$ ,82 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 05/04/2004 a 31/12/2004 No Siasg, o campo PROGRAMA DE TRABALHO encontra-se em branco, falta o número da classificação funcional programática da despesa, conforme a LOA e o Siafi. Em 2004, os recursos orçamentários para esse investimento estão alocados no PT nº K Ampliação do Sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações), órgão: Ministério das Minas e energia, Unidade: Empresa Transmissora de Energia Elétrica no Sul do Brasil S. A. No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação "E" da Subestação Passo Fundo 230/138 kv CNPJ Contratada: / SIASG: Razão Social: CONSÓRCIO TRAFO - COTESA Data-Base: Valor Atual: ,00 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 21/11/2003 a 15/12/2004 Empresas consorciadas: TRAFO EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. - CNPJ / COTESA ENGENHARIA LTDA - CNPJ / VIGOR ENGENHARIA LTDA - CNPJ / No. Contrato: Objeto do Contrato: Implantação da Subestação Tapera 2-230/69 kv, 2 x 83 MVA CNPJ Contratada: / Razão Social: CONSÓRCIO COTESA - TRAFO - VIGOR SIASG: Data-Base: Valor Atual: ,00 Situação Atual: Em andamento.

12 Vigência atual: 21/11/2003 a 21/03/2005 Empresas consorciadas: TRAFO EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. - CNPJ / (74,77 %) COTESA ENGENHARIA LTDA - CNPJ / (25,23 %) No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação "B" da Subestação de Ivaiporã 500/230 kv; ampliação "C" da SE Londrina 500/230 kv; Ampliação "I" da SE Areia 500/230 kv; LT 525 kv - Ivaiporã - 3ª interligação com Furnas CNPJ Contratada: / SIASG: Razão Social: CONSÓRCIO PROMDR Data-Base: Valor Atual: ,00 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 29/07/2003 a 23/07/2004 Empresas consorciadas: DR ENGENHARIA LTDA - CNPJ / (51 %) PROMENGE CONSTRUÇÕES CIVIS E ELÉTRICAS LTDA - CNPJ / (49 %) No. Contrato: Objeto do Contrato: Ampliação "M" da Subestação Blumenau 230 kv e Ampliação "C" da Subestação Palhoça 230 kv. CNPJ Contratada: / ENGENHARIA LTDA SIASG: Razão Social: CONSÓRCIO ABB LTDA - SELT Data-Base: Valor Atual: ,00 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 15/07/2003 a 19/06/2004 Empresas consorciadas: ABB LTDA - CNPJ / SELT ENGENHARIA LTDA - CNPJ /

13 No. Contrato: Objeto do Contrato: Obras para a ampliação "L" da Subestação Blumenau 525 kv CNPJ Contratada: / SIASG: Razão Social: Eletro Comercial Santa Rita Ltda Data-Base: Valor Atual: ,88 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 22/07/2003 a 16/07/2004 Os equipamentos foram adquiridos em pregão. No. Contrato: Objeto do Contrato: Implantação do Sistema Integrado de Telecomunicação Digital da ELETROSUL CNPJ Contratada: / SIASG: Razão Social: SIEMENS LTDA. Data-Base: Valor Atual: ,31 Situação Atual: Em andamento. Vigência atual: 15/07/2003 a 17/05/2005

14 DADOS CADASTRAIS Histórico de Fiscalizações Obra já fiscalizada pelo TCU (no âmbito do Fiscobras)? Foram observados indícios de irregularidades? Não Sim Sim Não Sim Sim Processos correlatos (inclusive de interesse)

15 INDÍCIOS DE IRREGULARIDADES APONTADOS NESTA FISCALIZAÇÃO IRREGULARIDADE Nº 1 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Deficiência quanto à documentação Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Quanto aos registros referentes a esse contrato no SIASG: 1) não há registro do aviso de licitação correspondente; 2) o campo PROGRAMA DE TRABALHO encontra-se em branco. Deve ser nesse campo informado o número da classificação funcional programática da despesa ou investimento, conforme consta na Lei Orçamentária Anual - LOA e no Siafi. No presente ano, os recursos orçamentários para esse investimento estão alocados no PT nº K Ampliação do Sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações), órgão: Ministério das Minas e energia, Unidade: Empresa Transmissora de Energia Elétrica no Sul do Brasil S. A. IRREGULARIDADE Nº 2 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Deficiência quanto à documentação Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Quanto aos registros referentes a esse contrato no SIASG: 1) não há registro do aviso de licitação correspondente; 2) o campo PROGRAMA DE TRABALHO encontra-se em branco. Deve ser nesse campo informado o número da classificação funcional programática da despesa ou investimento, conforme consta na Lei Orçamentária Anual - LOA e no Siafi. No presente ano, os recursos orçamentários para esse investimento estão alocados no PT nº K Ampliação do Sistema de transmissão no Sul (38 km e reforços em 9 subestações), órgão: Ministério das Minas e energia, Unidade: Empresa Transmissora de Energia Elétrica no Sul do Brasil S. A. IRREGULARIDADE Nº 3 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Incorreções relativas à garantia do contrato Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Não foi exigida garantia para a contratação, nos termos do art. 56 da Lei nº 8.666/93. Tratou-se de uma exceção ocorrida em todos os 5 contratos assinados com base no pregão , pois a referida exigência é um procedimento comum em todas as contratações de obras de

16 vulto ou aquisição de equipamentos substancialmente onerosos pela ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 4 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Deficiência na fiscalização/supervisão da obra Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Segundo o termo de contrato, o prazo para as montagens eletromecânicas de ambas ampliações "G" (subestação Itá e Subestação Campos Novos) era de 200 dias a partir da Ordem de Serviço, a qual se deu em 27 de maio de O prazo, assim, vencia em 13/12/2003. O cronograma físico dos empreendimentos mostra que a contratada esperava concluir as montagens eletromecânicas em 180 dias e o cronograma econômico mostra que ela esperava já ter recebido o total relativo a tal serviço em, no máximo, 210 dias. Observa-se na 5ª medição que a data prevista era, realmente, o dia 13/12/2003. Entretanto, na 6ª medição, de 31/01/2004, aparecem alguns serviços relativos à montagem eletromecânica em ambas subestações com data prevista igual a 31/01/2004. Questionados, os responsáveis informaram que não era o caso de se culpar a empresa contratada, pois o serviço não foi executado antes de 13/12/2003 porque o desligamento necessário não havia sido autorizado. Admitiram, entretanto, que o caminho não deveria ter sido simplesmente alterar a data prevista, mas sim justificar o atraso. Conforme normas internas da ELETROSUL, os atrasos devem ser justificados, não havendo previsão para sumária alteração na data prevista para a conclusão de serviços. IRREGULARIDADE Nº 5 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Incorreções relativas à garantia do contrato Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Não foi exigida garantia para a contratação, nos termos do art. 56 da Lei nº 8.666/93. Tratou-se de uma exceção ocorrida em todos os 5 contratos assinados com base no pregão , pois a referida exigência é um procedimento comum em todas as contratações de obras de vulto ou aquisição de equipamentos substancialmente onerosos pela ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 6 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Incorreções relativas à garantia do contrato Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato:

17 Descrição/Fundamentação: Não foi exigida garantia para a contratação, nos termos do art. 56 da Lei nº 8.666/93. Tratou-se de uma exceção ocorrida em todos os 5 contratos assinados com base no pregão , pois a referida exigência é um procedimento comum em todas as contratações de obras de vulto ou aquisição de equipamentos substancialmente onerosos pela ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 7 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Contrato vencido com obra em andamento/ inconclusa Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: O prazo para a entrega do objeto, um Banco de Reatores de Barra 550 kv, venceu 300 após o dia 15/05/2003, ou seja, em março de A ELETROSUL informou, durante a auditoria, que houve problema na entrega do equipamento e que a contratada seria multada. Entretanto, a auditoria foi realizada em abril de 2004, e nenhum procedimento relativo à multa havia sido efetivamente tomado. IRREGULARIDADE Nº 8 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Impropriedades no processo licitatório Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: A escolha da empresa contratada para a obra objeto do contrato nº foi feita com base no art. 32 da Lei nº 9.074/95: "Art. 32 A empresa estatal que participe, na qualidade de licitante, de concorrência para concessão e permissão de serviço público, poderá, para compor sua proposta, colher preços de bens ou serviços fornecidos por terceiros e assinar pré-contratos com dispensa de licitação. 1º Os pré-contratos conterão, obrigatoriamente, cláusula resolutiva de pleno direito, sem penalidades ou indenizações, no caso de outro licitante ser declarado vencedor. 2º Declarada vencedora a proposta referida neste artigo, os contratos definitivos, firmados entre a empresa estatal e os fornecedores de bens e serviços serão, obrigatoriamente, submetidos à apreciação dos competentes órgãos de controle externo e de fiscalização específica." Embora a situação enquadre-se na hipótese legal, não consta que o contrato tenha sido enviado para a apreciação do TCU, que é o órgão que realiza o controle externo dos atos da ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 9 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Contrato vencido com obra em andamento/ inconclusa

18 Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: O prazo para a entrega do objeto, 9 Transformadores de Potencial Capacitivo 550 kv, venceu 300 dias após o dia 15/05/2003, ou seja, em março de A ELETROSUL informou, durante a auditoria, que houve problema na entrega do equipamento e que a contratada seria multada. Entretanto, a auditoria foi realizada em abril de 2004, e nenhum procedimento relativo à multa havia sido efetivamente tomado. IRREGULARIDADE Nº 10 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Incorreções relativas à garantia do contrato Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Não foi exigida garantia para a contratação, nos termos do art. 56 da Lei nº 8.666/93. Tratou-se de uma exceção ocorrida em todos os 5 contratos assinados com base no pregão , pois a referida exigência é um procedimento comum em todas as contratações de obras de vulto ou aquisição de equipamentos substancialmente onerosos pela ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 11 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Incorreções relativas à garantia do contrato Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Não foi exigida garantia para a contratação, nos termos do art. 56 da Lei nº 8.666/93. Tratou-se de uma exceção ocorrida em todos os 5 contratos assinados com base no pregão , pois a referida exigência é um procedimento comum em todas as contratações de obras de vulto ou aquisição de equipamentos substancialmente onerosos pela ELETROSUL. IRREGULARIDADE Nº 12 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Contrato vencido com obra em andamento/ inconclusa Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: O prazo para a entrega do objeto, um Autotransformador 525/230 kv, venceu 270 após o dia 15/05/2003, ou seja, em fevereiro de A ELETROSUL informou, durante a auditoria, que houve problema na entrega do equipamento e que a contratada seria multada. Entretanto, a auditoria foi realizada em abril de 2004, e nenhum procedimento relativo à multa havia sido

19 efetivamente tomado. IRREGULARIDADE Nº 13 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Impropriedades no processo licitatório Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Trata-se de impropriedade no termo de contrato, o qual não traz as penalidades cabíveis e os valores das multas, conforme previsto no art. 55, inciso VII, da Lei nº 8.666/93. O prazo para concluir os serviços e deixá-los em condição de energização é de 14 meses a partir da Ordem de Serviço, que é de 12/11/2003. Já passados 5 meses, a ELETROSUL informa que nada foi realizado, tanto físico quanto financeiro. A falta de qualquer penalidade pode vir a causar prejuízo à ELETROSUL, visto que a empresa contratada poderá atrasar a obra e também a ELETROSUL tem prazo para colocar a subestação em funcionamento. Além disso, a ELETROSUL só fará juz à receita relativa à subestação a partir do seu funcionamento. Até 30 dias após a assinatura do contrato a contratada deveria ter apresentado Cronograma Físico do empreendimento, conforme cláusula 5ª, mas ainda não o fez. Tal cronograma é importantíssimo para o desenvolvimento da obra. Além disso, como poderá a contratada cumprir os prazos do cronograma se ele ainda não existe? Em até 60 dias a partir da emissão da Ordem de Serviço, a empresa deveria ter submetido à aprovação da ELETROSUL uma extensa lista de documentos, chamada "Primeiro Lote de Documentos", conforme item 2 da parte IV do contrato. Embora tais documentos sejam importantíssimos para a administração do contrato, até o momento não foram entregues. IRREGULARIDADE Nº 14 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Deficiência de projetos Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: O contrato refere-se a duas obras, uma na Subestação Blumenau e outra na Subestação Palhoça. Embora 77,35 % do contrato já estivesse realizado à época da auditoria, nenhum projeto executivo civil e estrutural havia sido pago, com exceção dos relativos às fundações de pórticos da Subestação Palhoça, o que levava a crer não que não tinham sido apresentados tempestivamente e que, assim, a obra estava sendo executada sem respaldo nos indispensáveis projetos. Os técnicos da ELETROSUL informaram que os projetos foram todos apresentados, e as obras executadas com base neles, entretanto não haviam sido pagos ainda porque não foram cumpridas todas as formalidades exigidas pelas normas da empresa para a aceitação oficial dos projetos. IRREGULARIDADE Nº 15

20 Classificação: OUTRAS IRREGULARIDADES Tipo: Impropriedades no processo licitatório Área de Ocorrência: CONTRATO No. Contrato: Descrição/Fundamentação: Embora o Anexo de Especificações Técnicas para o Sistema de Proteção e Controle da Subestação Ivaiporã exigisse que a empresa apresentasse "uma lista detalhada das peças sobressalentes, inclusive contendo preço unitário de cada item, de modo a permitir a ELETROSUL a opção de aumentar a quantidade de algum item, à sua escolha", tal lista não foi exigida durante o processo licitatório. Exigindo-se a lista depois da licitação, a ELETROSUL corre o risco de necessitar, posteriormente, de peças extras que poderão ter seus preços fixados abusivamente. Houve recurso da empresa SIEMENS o que não foi acatado.

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SP Nome do programa de trabalho: Ampliação da Capacidade da SE Tijuco Preto (SP) - (3º Banco

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4525/2005-6 Ano Orçamento: 2005 UF: PR Nome do PT: Recuperação de Trechos Rodoviários - Divisa

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6604/2004-2 Ano Orçamento: 2004 UF: RJ Nome do PT: Construção do Centro de Desenvolvimento

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6160/2005-2 Ano Orçamento: 2005 UF: RJ Nome do PT: Aquisição de Imóvel - sede Rio de Janeiro

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6177/2005-0 Ano Orçamento: 2005 UF: RJ Nome do PT: Substituição de Grupo de Geradores de Vapor

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: DF Nome do programa de trabalho: Implantação de Sistema de Transmissão na Área de Goiás/Distrito

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: BA Nome do programa de trabalho: Construção da Barragem Poço do Magro no Estado da Bahia - No

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 8968/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: RJ Nome do PT: Substituição de Grupo de Geradores de Vapor

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6602/2004-8 Ano Orçamento: 2003 UF: SP Nome do PT: Obtenção de Próprios Nacionais Residenciais

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4096/2004-2 Ano Orçamento: 2003 UF: RJ Nome do PT: Funcionamento de Cursos de Graduação - No

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4101/2004-4 Ano Orçamento: 2002 UF: RJ Nome do PT: Manutenção de Serviços Administrativos -

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 10970/2005-9 Ano Orçamento: 2005 UF: BA Nome do PT: Implantação de Projetos de Irrigação -

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: CE Nome do programa de trabalho: Implantação, Aparelhamento e Adequação de Unidades de Saúde

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 8657/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: PI Nome do PT: CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM RANGEL REDENÇÃO DO

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6924/2004-1 Ano Orçamento: 2004 UF: AM Nome do PT: Revitalização

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MG Nome do programa de trabalho: Construção da Escola de Engenharia da UFMG no Campus da Pampulha

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 13005/2007-1

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO Relatório preliminar, sujeito a alterações pela unidade técnica (não tramitar para o relator antes da RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 000.787/2009-4 Fiscalização nº 385/2009 DA FISCALIZAÇÃO

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 15054/2007-5 Ano Orçamento: 2007 UF: RJ Nome do PT: Financiamento de Embarcações Pesqueiras

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: CE Nome do programa de trabalho: Participação da União no Capital - Companhia Docas do Ceará

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 11011/2006-1

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: SP Nome do programa de trabalho: Implantação do Gasoduto São Carlos (SP) - Congonhas (MG) de

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 10074/2004-0 Ano Orçamento: 2004 UF: PE Nome do PT: Apoio à Estruturação de Unidades de Atenção

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: RS Nome do programa de trabalho: Construção do Edifício-Sede do TRF da 4ª Região em Porto Alegre

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 12255/2005-3

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 13321/2006-3 Ano Orçamento: 2006 UF: RJ Nome do PT: Ampliação da Malha de Gasodutos na Região

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: PR Nome do programa de trabalho: Construção de Contornos Ferroviários no Corredor Mercosul -

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 003.757/2014-5 Fiscalização 88/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Despacho de 27/1/2014 do Min. Valmir Campelo (TC 001.081/2014-4)

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 10803/2006-9 Ano Orçamento: 2006 UF: RJ Nome do PT: Implantação de Unidade de Enriquecimento

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: PI Nome do programa de trabalho: Ampliação de Rede Urbana de Distribuição de Energia Elétrica

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 3065/2004-1 Ano Orçamento: 2004 UF: MS Nome do PT: CONSTRUÇÃO DA ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: RN Nome do programa de trabalho: Recuperação e Melhoramento da Infra-estrutura Portuária - Terminal

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: SC Nome do programa de trabalho: Implantação de Sistema de Transmissão no

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Recife/PE

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Recife/PE 1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO Município/UF: Recife/PE DA FISCALIZAÇÃO Objeto da fiscalização: Arena Multiuso da Copa 2014 Tipo de obra: Estádio de Futebol Período abrangido pela fiscalização: junho/2011

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: PR Nome do programa de trabalho: Modernização e Recuperação da Infra-estrutura

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6638/2005-9

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 3027/2004-0 Ano Orçamento: 2004 UF: GO Nome do PT: Apoio à Implantação e Ampliação de Sistemas

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: RJ Nome do programa de trabalho: Manutenção dos Sistemas de Controle Ambiental, de Segurança

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 11360/2005-4 Ano Orçamento: 2004 UF: RJ Nome do PT: Modernização do Centro Técnico de Atividades

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: AM Nome do programa de trabalho: Implantação do Sistema de Transmissão em Manaus (313,3 Km de

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MS Nome do programa de trabalho: Construção de Contornos Ferroviários no Corredor Sudoeste -

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 18412/2007-0 Ano Orçamento: 2007 UF: SP Nome do PT: Adequacão de Trecho Rodoviário - São Paulo

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 8478/2006-0 Ano Orçamento: 2005 UF: AP Nome do PT: Recuperação do Porto de Santana no Estado

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Fortaleza / CE

1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO ÓRGÃO / ENTIDADE FISCALIZADA. Município/UF: Fortaleza / CE 1. APRESENTAÇÃO IDENTIFICAÇÃO Município/UF: Fortaleza / CE DA FISCALIZAÇÃO Objeto da fiscalização: Veículo leve sobre trilhos (VLT)Parangaba/ Mucuripe Tipo de obra: Mobilidade Urbana Período abrangido

Leia mais

ACÓRDÃO Nº 1.081/2004 - TCU - Plenário

ACÓRDÃO Nº 1.081/2004 - TCU - Plenário ACÓRDÃO Nº 1.081/004 - TCU - Plenário 1. Processo TC-006.936/004-.. Grupo I - Classe V: Levantamento. 3. Entidade: Companhia Energética do Amazonas CEAM. 4. Interessado: Congresso Nacional. 5. Relator:

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: PR Nome do programa de trabalho: Modernização e Adequação do Sistema de Produção

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 7489/2007-8 Ano Orçamento: 2007 UF: MG Nome do PT: Recuperação de Trechos Rodoviários - Montes

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 13101/2007-8 Ano Orçamento: 2007 UF: SP Nome do PT: OBRAS RODOVIÁRIAS EMERGENCIAIS (CRÉDITO

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO ACÓRDÃO Nº 1.358/2004-TCU-Plenário 1. Processo TC 003.181/2004-0 2. Grupo: I - Classe de Assunto: V - Relatório de Levantamento de Auditoria (Fiscobras 2004). 3. Partes: 3.1.

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 2933/2004-2

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 051/2015

CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 051/2015 CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 051/2015 NOME DA INSTITUIÇÃO: Eletrosul Centrais Elétricas S.A. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: Minuta de Edital do Leilão de

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 10698/2005-3 Ano Orçamento: 2004 UF: RS Nome do PT:

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 9186/2005-2

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 6094/2004-7 Ano Orçamento: 2004 UF: RO Nome do PT: Adequação de Trechos Rodoviários na BR-364

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: TO Nome do programa de trabalho: Projeto Propertins no Estado de Tocantins - No Estado do Tocantins

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: GO Nome do programa de trabalho: Construção de Trechos Rodoviários no Corredor Araguaia-Tocantins

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/14 I-DOS CONCEITOS 1- Para os fins desta Instrução Normativa, considera-se: 1.1 - Fiscalização: a observação sistemática e periódica da execução do contrato; 1.2 - Contrato Administrativo: o ajuste que

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SC Nome do programa de trabalho: Melhoria da segurança do transporte ferroviário

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 013.687/2009-6 Fiscalização nº 173/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

VOTO. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão SRT.

VOTO. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão SRT. VOTO PROCESSOS: 48500.002320/2014-01. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão

Leia mais

Execução Financeira: Contratos e Transferência de Recursos

Execução Financeira: Contratos e Transferência de Recursos Execução Financeira: Contratos e Transferência de Recursos Grupo de informações relativo à execução financeira de cada empreendimento. No Transparência Copa 2014, se entende por execução financeira contratos

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 006.343/2008-7 Fiscalização nº 115/2008 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade - levantamento Ato originário: Acórdão 461/2008 - Plenário Objeto da fiscalização:

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4662/2004-7

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 13856/2007-4

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2004 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 4171/2004-9 Ano Orçamento: 2004 UF: PB Nome do PT: Sistema

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 5609/2005-2 Ano Orçamento: 2005 UF: BA Nome do PT: MANUTENÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA OPERACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 006.064/2009-9 Fiscalização nº 259/2009 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 345/2009 - Plenário Objeto da fiscalização: Obras de

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC nº 029.758/2010-6 Fiscalização nº 1084/2010 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 2.435/2010 - Plenário Objeto da fiscalização: Construção

Leia mais

ESCLARECIMENTO Nº 03

ESCLARECIMENTO Nº 03 PE.GCM.A.00130.2013 1/30 ESCLARECIMENTO Nº 03 FURNAS Centrais Elétricas S.A. comunica resposta ao pedido de esclarecimento sobre o Edital, efetuado por empresa interessada: 1. GERAL Entendemos que os Relés

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2007 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 9649/2007-2

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: SP Nome do programa de trabalho: Implantação do Sistema de Trens Urbanos no Estado de São Paulo

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório Sintético Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: MG Nome do programa de trabalho: Implantação do Sistema de Trens Urbanos de Belo Horizonte -

Leia mais

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição Contratos 245 Conceito A A Lei de Licitações considera contrato todo e qualquer ajuste celebrado entre órgãos ou entidades da Administração Pública e particulares, por meio do qual se estabelece acordo

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS 1. GERAL - O contrato contém todas as cláusulas essenciais e necessárias, define com precisão

Leia mais

TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99)

TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99) TERMO DE PARCERIA (Art. 9º da Lei nº 9.790, de 23.3.99, e Art. 8º do Decreto nº 3.100, de 30.6.99) TERMO DE PARCERIA QUE ENTRE SI CELEBRAM A (UNIÃO/ESTADO/MUNICÍPIO), ATRAVÉS DO (ÓRGÃO/ENTIDADE ESTATAL),

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom 1. IDENTIFICAÇÃO TC n : Órgão concedente: Objeto da outorga: Local: 2. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL a Constituição Federal, art. 21, XI; b - Lei n.º 9.472/97; c - Resolução ANATEL n.º 65/98 e 73/98; d - Lei n.º

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Comissão Permanente de Licitação CONTRATO DE FORNECIMENTO E ASSISTÊNCIA TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ E A EMPRESA

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES. e-sfinge

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES. e-sfinge e-sfinge SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO INTEGRADA DE GESTÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO ATOS JURÍDICOS 2009 1 APRESENTAÇÃO As informações contidas neste documento são amparadas por Resolução do Tribunal de Contas do

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM As empresas prestadoras de serviços (construção e/ou manutenção

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório Preliminar da Unidade Técnica ainda sem Manifestação do Ministro Relator Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: TO Nome do programa de trabalho:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR - SESu DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DAS INST. FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR -DIFES COORDENAÇÃO GERAL DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - CGPO - SIMEC - SISTEMA

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2005 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 10038/2005-2 Ano Orçamento: 2000 UF: DF Nome do PT:

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2003 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2003 UF: ES Nome do programa de trabalho: Ampliação da Capacidade de Compressão do

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DA ELETROBRÁS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE

Leia mais

MINUTA ANEXO VIII MINUTA DO CONTRATO. Pregão PRESENCIAL. Contrato de Compras

MINUTA ANEXO VIII MINUTA DO CONTRATO. Pregão PRESENCIAL. Contrato de Compras Página nº 1 de 5 ANEXO VIII DO CONTRATO Pregão PRESENCIAL Contrato de Compras CONTRATO DE COMPRA Nº /2015 QUE ENTRE SI CELEBRAM A/O SEIE/Companhia de água e esgotos da paraíba, E A EMPRESA .

Leia mais

Entraves Burocráticos: Realidade e Soluções

Entraves Burocráticos: Realidade e Soluções Entraves Burocráticos: Realidade e Soluções Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização Adalberto Santos de Vasconcelos Coordenador-Geral da Área de Infraestrutura e da Região Sudeste

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 003.762/2014-9 Fiscalização 90/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Despacho de 27/1/2014 do Min. Valmir Campelo (TC 001.081/2014-4)

Leia mais

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009.

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. Institui a Lei Geral Municipal da Microempresa, Empresa de Pequeno Porte e Microempreendedor Individual, e dá outras providências. CIRILDE MARIA BRACIAK, Prefeita

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO 1 RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO - SINTÉTICO TC 003.309/2014-2 Fiscalização 79/2014 DA FISCALIZAÇÃO Modalidade: conformidade Ato originário: Acórdão 3.143/2013 - Plenário Objeto da fiscalização: Implantação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO MUSEU DO CAFÉ Organização Social de Cultura CNPJ 02.634.914/0001-30 REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO MUSEU DO CAFÉ Organização Social de Cultura CNPJ 02.634.914/0001-30 REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO MUSEU DO CAFÉ Organização Social de Cultura CNPJ 02.634.914/0001-30 REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS Capítulo I INTRODUÇÃO Artigo 1º - O presente regulamento

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES CONTROLE INTERNO

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES CONTROLE INTERNO 01/06 1 DOS OBJETIVOS 1.1 Definir normas para elaboração dos contratos de aquisição de materiais, prestação de serviços gerais e prestação de serviços e obras de engenharia. 1.2 Normatizar os procedimentos

Leia mais

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015

Estado de São Paulo CNPJ 44.430.783/0001-19 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO Nº 037/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO DE BILAC E A EMPRESA TBJS INFORMÁTICA LTDA - ME. Aos 31 dias do mês de março de 2015, de um lado, o MUNICÍPIO DE BILAC, pessoa jurídica de

Leia mais

Submódulo 1.1 Adesão à CCEE. Módulo 6 Penalidades. Submódulo 6.1 Penalidades de medição e multas

Submódulo 1.1 Adesão à CCEE. Módulo 6 Penalidades. Submódulo 6.1 Penalidades de medição e multas Submódulo 1.1 Adesão à CCEE Módulo 6 Penalidades Submódulo 6.1 Penalidades de medição Revisão 1.0 Vigência 16/10/2012 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO 3. PREMISSAS 4. LISTA DE DOCUMENTOS 5. FLUXO DE

Leia mais

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006

Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 Relatório Sintético do Levantamento de Auditoria/ 2006 IDENTIFICAÇÃO DA OBRA Caracterização da obra Processo: 2662/2006-4 Ano Orçamento: 2006 UF: AM Nome do PT: OBRAS RODOVIARIAS EMERGENCIAIS (CREDITO

Leia mais

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO: A CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:, com sede na cidade de, Endereço, inscrita no CNPJ/MF sob o n., doravante denominada DISTRIBUIDORA, neste ato

Leia mais

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016

MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS ADMINISTRAÇÃO 2013 2016 CONTRATO Nº 038/2014 MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS O MUNICÍPIO DE CÓRREGO DO BOM JESUS, Estado de Minas Gerais, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 18.677.633/0001-02,

Leia mais