Gabarito Caderno de atividades Biologia - Diversidade da Vida Volume

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gabarito Caderno de atividades Biologia - Diversidade da Vida Volume 1-2013"

Transcrição

1 Gabarito Caderno de atividades Biologia - Diversidade da Vida Volume A origem da vida na Terra 1) A 2) B 3) E 4) E 5) C 6) C 7) C 8) C 9) D 10) C 11) A 12) C 13) C 14) B 15) D 2. A evolução biológica como causa da biodiversidade 1) A 2) A 3) E 4) D 5) O antibiótico, de início, provocou a morte de algumas bactérias, mas não de todas. Aquelas que sobreviveram apresentam alguma variabilidade que lhes confere resistência ao antibiótico. Essas resistentes se reproduzem, e a população volta a crescer. O antibiótico, portanto, funcionou como agente de seleção natural: selecionando as bactérias resistentes e eliminando aquelas sensíveis. 6) A 7) A 8) A 9) a) O texto faz referência à Teoria Lamarkista. b) Segundo a teoria neodarwinista, algumas bactérias mutantes já possuíam a capacidade de resistir a agentes químicos. Assim, os antibióticos apenas promovem uma seleção de linhagens bacterianas resistentes: as formas sensíveis morrem em presença dos antibióticos, mas as formas resistentes sobrevivem e se reproduzem, com isso dando origem a descendentes igualmente resistentes. 10) a) Darwin criou a teoria da seleção natural. b) Darwin utilizou as diferenças na forma e tamanho dos bicos, ou seja, na forma de obtenção de alimentos. c) Disponibilidade de alimentos. d) A teoria sintética explicou as causas da variabilidade individual, ou seja, mostrou a importância da recombinação gênica e das mutações na geração da variabilidade individual. 11) C 12) D 13) C 14) A seleção estabilizadora manifesta-se pela ocorrência de maior taxa de mortalidade para indivíduos com pesos extremos, ou seja, fora da média. Recombinação gênica e mutação. 15) B 16) D 17) E 18) A 19) D 20) Soma: 30 21) A 22) C 23) E 24) O isolamento geográfico, com posterior ocorrência de mutações e seleção de características específicas, e a ocorrência de mutações podem provocar diferenças significativas em grupos populacionais, acarretando o isolamento reprodutivo, condição que caracteriza a formação de novas espécies. 25) a) O isolamento geográfico favorece a especiação, pois impede o fluxo gênico entre as populações. Assim, as mutações que ocorrem nas populações isoladas podem levar à diferenciação genética dessas populações, desencadeando o isolamento reprodutivo. b) O tipo de alimento atuou como fator de seleção dos pássaros com bicos que possuíam formato adequado para o alimento disponível em cada ilha. 26) a) Os comportamentos inatos são transmitidos geneticamente. Cada espécie de aranha produtora, por exemplo, produz sua teia sempre de acordo com um padrão. Suas descendentes, mesmo quando crescem separadas da genitora, fazem-no exatamente da mesma forma. b) Esses comportamentos de defesa ajudam na sobrevivência do indivíduo e, consequentemente, na transmissão de seu patrimônio genético às próximas gerações. 27) a) Variações na disponibilidade de presa selecionam o tipo de bico dos predadores, favorecendo ou prejudicando a sobrevivência e a reprodução de determinados fenótipos. 1

2 b) De acordo com o darwinismo, os indivíduos com características vantajosas sobrevivem por mais tempo, tendo mais chances de se reproduzirem e deixarem descendentes. 28) C 29) Em ordem crescente de semelhança: Gorila, com 97,7% de semelhança com o chimpanzé, e o homem, com 98,6% de semelhança. 30) As três espécies de pássaros, mesmo vivendo em simpatria, podem constituir entidades biológicas distintas em função do isolamento reprodutivo. 3. A atual diversidade biológica 1) A 2) B 3) B 4) a) A atmosfera de Marte deveria ter os gases amônia, metano, hidrogênio e vapor-d água. Esses gases, em temperaturas adequadas e na presença de descargas elétricas e radiações, poderiam reagir e formar as primeiras moléculas orgânicas e os primeiros seres vivos. b) Os representantes do Reino Monera são unicelulares e procariontes. Não apresentam envoltório nuclear, nem organoides membranosos. O único organoide citoplasmático presente é o ribossomo. Os protistas podem ser uni ou multicelulares. São eucariontes, pois apresentam o núcleo organizado, com envoltório membranoso (envoltório nuclear) e nucléolo, ribossomos e vários organoides membranosos. 5) E 6) E 7) E 8) B 9) D 10) C 11) a) A característica exclusiva de um dos reinos é a presença de células procarióticas. O único reino que possui organismos procariontes é o Monera. b1) Os reinos Monera (algumas bactérias e Cianobactérias) e Protista (algas unicelulares) têm espécies unicelulares e autotróficas. b2) Os reinos Monera (bactérias), Protista (protozoários) e Fungi (fungos) têm espécies unicelulares e heterotróficas. b3) Os reinos Protista (algas multicelulares) e Plantae (plantas) têm espécies multicelulares e autotróficas. b4) Os reinos Fungi (fungos multicelulares) e Metazoa ou Animalia (animais) têm espécies multicelulares e heterotróficas. 12) a) As células procarióticas caracterizam-se pela ausência de membrana nuclear e de organelas membranosas, enquanto as células eucarióticas, pela presença de membrana nuclear e organelas membranosas. b) As células procarióticas são encontradas apenas no Reino Monera, enquanto as células eucarióticas, nos reinos Protista, Fungi, Metazoa e Metafita. 13) Soma: 53 14) B 15) V V V F F 16) B 17) No diagrama, DEF é monofilético, BCD é polifilético e AB é parafilético. 18) As duas árvores representam relações evolutivas entre lagartos, crocodilos e aves. Em I, crocodilos e lagartos são mais próximos entre si, por compartilharem maior número de características morfológicas. Em II, aves são mais próximas de crocodilos, por apresentarem maior semelhança em nível molecular. A árvore que melhor reflete as relações de parentesco entre os grupos é a representada por II, porque as mudanças evolutivas dependem de alterações no material genético, representado pelo DNA e expresso em proteínas. Semelhanças morfológicas podem ser reflexo de processo de convergência adaptativa e não necessariamente indicam relação de parentesco. 19) A 20) A 4. Vírus: apesar de pequenos... 1) D 2) B 3) E 4) A 5) C 6) E 7) E 8) A 9) D 10) E 11) C 12) A 13) D 14) C 15) E 16) D 17) A 18) a) O HPV causa o câncer de colo de útero, pois sua incidência é maior entre as mulheres de países pobres, que têm menos acesso ao exame que permite o diagnóstico precoce. b) O método de prevenção é o uso do preservativo (camisinha), já que o vírus é transmitido através de relação sexual. 2

3 19) C 20) Estão corretas as afirmativas I, II, III. 21) A 22) B 23) C 24) a) Paciente A. Todos os ensaios com a enzima na presença dos inibidores apresentam uma concentração de produto por minuto (9-11 mm/ min) semelhante à observada com a enzima sem inibidor (10 mm/min), ou seja, os inibidores mostraram-se incapazes de inibir a atividade da enzima HIV-RT. b) O paciente C pode ser tratado com qualquer um dos inibidores, pois, na presença dos inibidores, todos os ensaios evidenciaram uma menor concentração de produto por minuto ( mm/min) em comparação com a enzima sem inibidor (8 mm/min). c) Mutações genéticas permitem a formação de enzimas virais alteradas, que não sofrem a ação dos inibidores. 25) a) O aumento da frequência dos casos de dengue ocorre nos períodos mais chuvosos, pois o acúmulo de água resulta em criadouros dos mosquitos, já que suas larvas desenvolvem-se em ambiente aquático. b) O óleo, menos denso do que a água, forma uma camada na superfície da água que dificulta a obtenção de oxigênio pelas larvas do mosquito. 5. As bactérias são campeãs da evolução 1) C 2) E 3) B 4) B 5) B 6) Bactérias quimioautotróficas ou quimiossintéticas. Esse tipo de bactéria obtém energia a partir da oxidação de substâncias inorgânicas. 7) B 8) E 9 D 10) E 11) D 12) E 13) E 14) A 15) A 16) D 17) E 18) a) As ilustrações referem-se à peste bubônica, enquanto a charge refere-se também à febre amarela. b) A frase relaciona-se à peste bubônica, pois essa doença é causada por uma bactéria transmitida através da picada da pulga do rato. 19) A 20) C 21) A sequência correta é: antibiótico mutação conjugação parede celular plasmídeo transdução transformação pelos sexuais conjugação plasmídeos 22) a) O mecanismo de recombinação é a transformação. Fragmentos do DNA da bactéria morta são absorvidos por uma bactéria viva e se recombinam com seu material genético, conferindo à bactéria receptora a característica de apresentar cápsula. b) O mecanismo é a conjugação, pois o contato permite a transferência do material genético de uma bactéria para outra. c) Os vírus bacteriófagos servem de vetores na transdução. O material genético do vírus se integra ao genoma da célula bacteriana. Assim, sequências do DNA bacteriano podem permanecer ligadas ao DNA viral e, consequentemente, serem transportadas por outra bactéria. 23) Bactéria, gráfico B; bacteriófago, gráfico A. As bactérias possuem divisão binária, por isso o crescimento populacional depende da ocorrência de ciclos reprodutivos, formando duas células no final de cada um. Os bacteriófagos infectam as bactérias e utilizam seu metabolismo para formar novos vírus. A cada ciclo lítico, um único bacteriófago gera muitos outros no interior de uma única célula. 24) B 25) A febre maculosa é causada por uma bactéria (Rickettsia rickettsii) e transmitida através de um carrapato (Amblyomma cajennense). As medidas de prevenção contra a doença incluem evitar contato com animais domésticos e usar carrapaticidas. 26) A hanseníase é causada pela bactéria Mycobacterium leprae. A transmissão ocorre pelo contato com secreções das vias aéreas de doentes não tratados. A vacina BCG pode induzir alguma proteção contra a hanseníase, pois a Mycobacterium leprae é do mesmo gênero da bactéria causadora da tuberculose, a Mycobacterium tuberculosis. 3

4 27) a) Os antibióticos mais indicados são os de número 1 e 4, pois ambos conseguiram inibir, com eficácia, o crescimento bacteriano. b) Esses antibióticos podem atuar inibindo a reprodução (através do bloqueio na síntese de DNA), o metabolismo da bactéria (através do bloqueio da síntese proteica) e até mesmo causando sua morte (através do rompimento da parede celular). 28) A 29) D 30) A resistência bacteriana ilustrada ocorre em função da variabilidade genética dos microorganismos, resultante de mutação e recombinação gênica e posterior transmissão aos descendentes. A propagação da resistência ocorre rapidamente, pois as bactérias apresentam ciclo de vida curto, através de cissiparidade com crescimento exponencial. 6. Reino protista: surgem os primeiros representantes do Eukarya 1) E 2) D 3) V V V V F 4) As palavras são: algas - vitamina c - parede celular celulose - pigmentos/substâncias de reserva. 5) D 6) A 7) Soma: 14 8) E 9) C 10) A 11) A 12) E 13) D 14) A 15) A 16) B 17) D 18) B 19) B 20) A malária e a dengue são causadas por tipos diferentes de organismos: protozoário (Plasmodium sp) e vírus (vírus da dengue), respectivamente. Por outro lado, ambas são transmitidas através da picada de insetos: Anopheles sp e Aedes aegypti, respectivamente, cuja reprodução é maior em períodos mais quentes. 21) B 22) B 23) a) A doença de Chagas é transmitida através das fezes do barbeiro, depositadas próximas ao local da picada; a doença do sono, através da picada da mosca tse-tsé (Glossina), e a leishmaniose, através da picada do mosquito Lutzomia. b) O transmissor adquire o parasita sugando o sangue de uma pessoa ou de um animal infectado. c) Conhecer o genoma desses organismos pode levar ao desenvolvimento de novas formas de tratamento ou de vacinas. 24) E 25) B 26) C 27) A 28) A 29) As informações não estão corretas, pois nenhuma das doenças é causada por mosquitos; esses atuam apenas como transmissores ou vetores dos agentes causadores: vírus, no caso da dengue e da febre amarela, ou protozoário, no caso da malária. 30) a) O combate aos mosquitos é efetivo no controle da febre amarela, da leishmaniose, da malária e da da dengue. b) De acordo com o agente causador, as doenças citadas podem ser divididas em dois grupos: Causadas por vírus: dengue e febre amarela. Causadas por protozoários: doença de Chagas, leishmaniose e malária. 31) E 32) a) rodofíceas clorofíceas feofíceas b) Para ficar exposta ao ar, essas algas precisam apresentar mecanismos que evitem a transpiraçao excessiva. 33) a) O Trypanosoma cruzi (protozoário) e o Triatoma infestans (animal) foram agrupados em um mesmo Domínio por serem organismos eucariontes. b) A patologia da doença de Chagas envolve hipertrofia e consequente insuficiência do coração, órgão responsável pelo bombeamento de sangue a todas as partes do corpo. Por isso, o Trypanosoma reduz a sobrevida do indivíduo. 4

5 34) Os esporozoítos e merozoítos são selecionados porque esses são estágios extracelulares do parasita. Nessa condição, esporozoítos e merozoítos encontram-se expostos ao sistema imune do hospedeiro, diferentemente dos estágios intracelulares. 35) a) O vetor da malária apresenta a curva de sobrevivência II, pois a taxa de mortalidade é elevada no início da vida e diminui com o tempo. b) O agente etiológico da malária é o protozoário do gênero Plasmodium, e o hospedeiro definitivo é o mosquito do gênero Anopheles. 7. Os fungos, seus benefícios e seus prejuízos 1) E 2) C 3) A 4) E 5) D 6) A 7) B 8) E 9) D 10) A 11) A 12) D 13) D 14) E 15) A 16) E 17) a) A linhagem usada é a de Saccharomyces carlsbergensis, pois índices mais baixos de CO 2 significam também menor produção de álcool. b) O argumento é válido, pois a respiração libera mais CO 2 por mol de glicose, quando comparada à fermentação alcoólica. 18) E 19) D 20) D 5

Várias classificações já foram propostas. Adotaremos a classificação proposta por Whittaker e adotada pelo naturalista sueco Lineu (1707-1778).

Várias classificações já foram propostas. Adotaremos a classificação proposta por Whittaker e adotada pelo naturalista sueco Lineu (1707-1778). NOMENCLATURA CIENTÍFICA E AS CATEGORIAS TAXONÔMICAS Nome científico de uma espécie Para escrevermos o nome científico de uma espécie, utilizamos as regras propostas por Lineu: 1. O nome deve ser escrito

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares VUNESP 2007 questões escritas www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares VUNESP 2007 questões escritas www.planetabio.com 1- O que divide os especialistas não é mais se o aquecimento global se abaterá sobre a natureza daqui a vinte ou trinta anos, mas como se pode escapar da armadilha que criamos para nós mesmos nesta esfera

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 28 REINO PROTISTA

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 28 REINO PROTISTA BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 28 REINO PROTISTA Corpúsculo basal Membrana ondulante Citoplasma núcleo flagelo Reprodução assexuada em flagelados Parasita Leishmania brasiliensis Transmissor homem Phlebotomus

Leia mais

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV.

O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. 1 PROVA DE BIOLOGIA I QUESTÃO 31 O esquema representa uma provável filogenia dos Deuterostomados. Assinale a opção que apresenta CORRETAMENTE as características I, II, III e IV. I II III IV a) Coluna vertebral

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Biodiversidade é o conjunto de diferentes formas de vida no planeta. De todos os seres vivos que constituem atualmente a biosfera, já foram identificadas cerca

Leia mais

MATÉRIA. Juliana. Fósseis / Falta de alimento / Mutações / Seleção natural / Darwin / Evolução

MATÉRIA. Juliana. Fósseis / Falta de alimento / Mutações / Seleção natural / Darwin / Evolução Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Ciências PROFESSOR(A) Juliana ANO SEMESTRE DATA 7º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Relacione as palavras do quadro abaixo com

Leia mais

P R O V A DE BIOLO G I A I I

P R O V A DE BIOLO G I A I I 10 P R O V A DE BIOLO G I A I I QUESTÃO 31 Uma criança do sexo masculino pertencente ao grupo sangüíneo AB e com síndrome de Down foi curada de uma leucemia, após receber transplante de medula óssea proveniente

Leia mais

7º ANO Ensino Fundamental

7º ANO Ensino Fundamental E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Estudante: Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek G u a r á Exercícios Rec. Semestral 2º Bimestre C I Ê N C I A S 7º ANO Ensino Fundamental Data: / / Turno:

Leia mais

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN 2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS 1. Um tipo de característica que pode ser levada em conta quando vamos trabalhar com Biologia Comparada são as características observadas

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Fonte: O Estado de S.Paulo, 10/12/ 97.

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Fonte: O Estado de S.Paulo, 10/12/ 97. CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 13. Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Uma enzima, extraída da secreção de um órgão abdominal de um cão, foi purificada, dissolvida em uma solução fisiológica com ph 8 e distribuída em seis tubos de ensaio. Nos tubos 2, 4 e 6, foi

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS BIOLOGIA PROTISTAS PROFº. LINSMAR

LISTA DE EXERCÍCIOS BIOLOGIA PROTISTAS PROFº. LINSMAR LISTA DE EXERCÍCIOS BIOLOGIA PROTISTAS PROFº. LINSMAR 1- Considere as seguintes afirmações a respeito de medidas profiláticas às doenças parasitárias: I. As verduras que são ingeridas cruas, em saladas,

Leia mais

Monera. Protista. Fungi. Plantae. Animalia. Tipo de nutrição. Exemplos. Organização celular. Reino / Critério. Autotróficos. Procariontes Unicelulares

Monera. Protista. Fungi. Plantae. Animalia. Tipo de nutrição. Exemplos. Organização celular. Reino / Critério. Autotróficos. Procariontes Unicelulares Reinos e Domínios. Em 1969 Robert Whittaker agrupou os seres vivos em 5 reinos: 1. Monera 2. Protista 3. Fungi 4. Plantae ou Metaphyta 5. Animalia ou Metazoa. Recentemente os seres vivos têm sido agrupados

Leia mais

VÍRUS (complementar o estudo com as páginas 211-213 do livro texto)

VÍRUS (complementar o estudo com as páginas 211-213 do livro texto) COLÉGIO E CURSO INTELECTUS APOSTILA NOME: MAT.: Biologia I PROFº: EDUARDO SÉRIE: TURMA: DATA: VÍRUS (complementar o estudo com as páginas 211-213 do livro texto) Os vírus são os únicos organismos acelulares,

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Aluno: Nº: Turma:

ENSINO FUNDAMENTAL. Aluno: Nº: Turma: Ensino Fundamental 9º Ano Biologia / /2013 Aluno: Nº: Turma: 01. (UNESP-SP) Os vírus são organismos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre

Leia mais

Delza - Ciências 6ª Série RECUPERAÇÂO. QUESTÃO 1 (Descritor: associar características básicas à classificação dos seres vivos.)

Delza - Ciências 6ª Série RECUPERAÇÂO. QUESTÃO 1 (Descritor: associar características básicas à classificação dos seres vivos.) Delza - Ciências 6ª Série RECUPERAÇÂO QUESTÃO 1 (Descritor: associar características básicas à classificação dos seres vivos.) Assunto: Classificação dos seres vivos Os cientistas estabeleceram um sistema

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. A Dengue é um problema sério de saúde pública, a sua eliminação depende muito da participação popular. Mas a população precisa ter conhecimento das ações de controle, realizadas

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Assunto: Organelas citoplasmáticas

Leia mais

Antigas doutrinas da Índia, da Babilônia e do Egito ensinavam que rãs, cobras e crocodilos eram gerados pelo lodo dos rios.

Antigas doutrinas da Índia, da Babilônia e do Egito ensinavam que rãs, cobras e crocodilos eram gerados pelo lodo dos rios. 1 2 Antigas doutrinas da Índia, da Babilônia e do Egito ensinavam que rãs, cobras e crocodilos eram gerados pelo lodo dos rios. Esses seres, que apareciam inexplicavelmente no lodo, eram encarados como

Leia mais

Lista de Exercícios (BIO-LEO)

Lista de Exercícios (BIO-LEO) Lista de Exercícios (BIO-LEO) 1. (Fgv 2015) As estruturas ilustram os ossos das mãos ou patas anteriores de seis espécies de mamíferos, não pertencentes obrigatoriamente ao mesmo ecossistema. V. A recombinação

Leia mais

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que Exercícios Evolução - parte 2 Professora: Ana Paula Souto Nome: n o : Turma: 1) Selecione no capítulo 7 duas características de defesa de plantas. a) DESCREVA cada característica. b) Para cada característica,

Leia mais

Biologia. Setor 1423 Móds. 03 a 06. Prof. Rafa

Biologia. Setor 1423 Móds. 03 a 06. Prof. Rafa Biologia Setor 1423 Móds. 03 a 06 Prof. Rafa PROTISTAS PROTISTAS ALGAS FOTOSSINTETIZANTES PROTOZOÁRIOS PARASITAS Protozoários (Reino Protista) Características: Estrutura Formas de vida Eucariontes Unicelulares

Leia mais

PROFESSOR: FÁBIO GIOVANNI BIOLOGIA

PROFESSOR: FÁBIO GIOVANNI BIOLOGIA PROFESSOR: FÁBIO GIOVANNI BIOLOGIA 1º) Erros podem ocorrer, embora em baixa freqüência, durante os processos de replicação, transcrição e tradução do DNA. Entretanto, as conseqüências desses erros podem

Leia mais

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue Material Complementar Tema: Discutindo a Dengue Setor de Educação de Jovens e Adultos Objetivos: o Compreender o ciclo evolutivo da Dengue. o Reconhecer diferentes formas de desenvolvimento dos organismos.

Leia mais

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO)

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO) EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO) 1- Uma das etapas do ciclo de vida é o processo da reprodução. O comportamento reprodutivo varia muito entre os seres vivos e é por meio dele que uma espécie de ser vivo

Leia mais

PROFESSOR: Leonardo Mariscal

PROFESSOR: Leonardo Mariscal PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== (Doenças) - ENEM - UFF 01-

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I Elementos básicos de formação e desenvolvimento dos seres vivos COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS Perceber e utilizar os

Leia mais

Questão 21. Questão 23. Questão 22. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 21. Questão 23. Questão 22. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 21 A recente descoberta de uma vasta região de mar descongelado no Pólo Norte é um exemplo dos efeitos do aquecimento global pelo qual passa o planeta. Alarmados com a situação, alguns países industrializados

Leia mais

BIOLOGIA. Questão 01 A B. Em relação aos desenhos acima, é CORRETO afirmar que:

BIOLOGIA. Questão 01 A B. Em relação aos desenhos acima, é CORRETO afirmar que: Questão 01 BIOLOGIA A B 2 1 5 4 C 3 Fonte: AMABIS, JM e MARTHO, G. Biologia das Células. 1 a ed. São Paulo: Moderna, 2004, p. 130-132. Em relação aos desenhos acima, é CORRETO afirmar que: 01. o desenho

Leia mais

Amebíase ou Disenteria Amebiana

Amebíase ou Disenteria Amebiana Amebíase ou Disenteria Amebiana Agente causador: Entamoeba histolytica, que vive no interior do intestino grosso, fagocitando partículas de alimento digerido e também atacando a própria mucosa intestinal.

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira ENEM. Citologia ENEM Citologia 1. (Enem 2014) Segundo a teoria evolutiva mais aceita hoje, as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de ATP em células eucariotas, assim como os cloroplastos, teriam

Leia mais

Aula 21 Protozoários parasitas

Aula 21 Protozoários parasitas Aula 21 Protozoários parasitas Os protozoários são seres unicelulares, eucariontes e podem ser parasitas ou de vida livre. As células dos protozoários executam todas as funções vitais que nos grupos animais

Leia mais

Caso tenha dúvidas entre em contato conosco através do e-mail Biologia.sem.duvidas@gmail.com ou

Caso tenha dúvidas entre em contato conosco através do e-mail Biologia.sem.duvidas@gmail.com ou Professor Fernanda & Suellen Disciplina Biologia Lista nº 2 Assuntos Biomédicas Lista ENEM complemento do projeto UERJ Caso tenha dúvidas entre em contato conosco através do e-mail Biologia.sem.duvidas@gmail.com

Leia mais

Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina

Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina Resumo O propósito deste trabalho é testar a resistência de bactérias (Escherichia

Leia mais

MicroBingo TABELA GERAL

MicroBingo TABELA GERAL MicroBingo TABELA GERAL DOENÇAS CAUSADAS POR VÍRUS Poliomielite (paralisia infantil) pelo Poliovírus. que causa esta doença é oral (boca) ou fecal (fezes) e pode contaminar quem não tomou as Gotinhas do

Leia mais

REINO N O P ROTIST S A

REINO N O P ROTIST S A REINO PROTISTA INTRODUÇÃO O termo protistaderiva do grego e significa primeiros de todos, dando a idéia de que eles teriam sido os primeiros eucariontes a surgir no curso da evolução. Reino protista Os

Leia mais

Predação, Parasitismo e Defesa em Insetos

Predação, Parasitismo e Defesa em Insetos Predação, Parasitismo e Defesa em Insetos Objetivos Instrucionais Ao final desta aula o aluno será capaz de: Identificar as diferenças entre predador/parasita/parasitóide, baseado na forma de ataque à

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia Proteínas e Núcleo Celular

Exercícios de Aprofundamento Biologia Proteínas e Núcleo Celular 1. (Fuvest 2013) Louis Pasteur realizou experimentos pioneiros em Microbiologia. Para tornar estéril um meio de cultura, o qual poderia estar contaminado com agentes causadores de doenças, Pasteur mergulhava

Leia mais

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO PROFESSORES DO POSITIVO COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA A prova da segunda fase da UFPR foi muito bem distribuída em termos de conteúdo. As questões, de forma geral, foram bem elaboradas e se caracterizaram

Leia mais

ATIVIDADES DE REVISÃO PARA AVALIAÇÃO FINAL. Professor (a): Aline Tonin Ano /Série: 7º ano Componente Curricular: Ciências 17A,17B, 17C, 17D e E.

ATIVIDADES DE REVISÃO PARA AVALIAÇÃO FINAL. Professor (a): Aline Tonin Ano /Série: 7º ano Componente Curricular: Ciências 17A,17B, 17C, 17D e E. ATIVIDADES DE REVISÃO PARA AVALIAÇÃO FINAL Professor (a): Aline Tonin Ano /Série: 7º ano Componente Curricular: Ciências Turma: 17A,17B, 17C, 17D e E. Lista dos conteúdos Características dos Seres Vivos

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS Questão 1 O exame de um epitélio e do tecido nervoso de um mesmo animal revelou que suas células apresentam diferentes características. Isso ocorre porque a) as moléculas de

Leia mais

Questão 13. Questão 15. Questão 14. Resposta. Resposta

Questão 13. Questão 15. Questão 14. Resposta. Resposta Questão 13 Ao chegar ao Pará (Belém), encontrei a cidade, antes alegre e saudável, desolada por duas epidemias: a febre amarela e a varíola. O governo tomou todas as precauções sanitárias imagináveis,

Leia mais

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Zoologia e Botânica 1. A doença de Chagas atinge milhões de brasileiros, que podem apresentar, como sintoma, problemas no miocárdio, que levam à insuficiência cardíaca. Por que, na doença de Chagas, ocorre

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia Membrana Plasmática e Fisiologia Celular

Exercícios de Aprofundamento Biologia Membrana Plasmática e Fisiologia Celular 1. (Fuvest 2015) Nas figuras abaixo, estão esquematizadas células animais imersas em soluções salinas de concentrações diferentes. O sentido das setas indica o movimento de água para dentro ou para fora

Leia mais

Exercícios de Monera e Principais Bacterioses

Exercícios de Monera e Principais Bacterioses Exercícios de Monera e Principais Bacterioses 1. (Fuvest) O organismo A é um parasita intracelular constituído por uma cápsula protéica que envolve a molécula de ácido nucléico. O organismo B tem uma membrana

Leia mais

CITOLOGIA organelas e núcleo

CITOLOGIA organelas e núcleo Biologia CITOLOGIA organelas e núcleo Professor: Fernando Stuchi Níveis de Organização do Corpo Humano Conceitos Fundamentais População - Conjunto formado pelos organismos de determinada espécie, que vivem

Leia mais

Unidade 3 Os animais invertebrados

Unidade 3 Os animais invertebrados Sugestões de atividades Unidade 3 Os animais invertebrados 7 CIÊNCIAS 1 Cnidários 1. Os cnidários podem ocorrer na natureza sob a forma de pólipos e medusas. Esses animais apresentam um tipo de célula

Leia mais

D) Presença de tubo digestivo completo em anelídeos, e incompleto em cnidários.

D) Presença de tubo digestivo completo em anelídeos, e incompleto em cnidários. QUESTÓES DE ESPECÍFICA BIOLOGIA PROFª: THAÍS ALVES/ DATA: 15/07/14 01. Critérios anatômicos, fisiológicos e embrionários servem também de base para estabelecer o grau de parentesco entre os seres e, consequentemente,

Leia mais

Vestibulando Web Page www.vestibulandoweb.com.br - SIMULADO X -

Vestibulando Web Page www.vestibulandoweb.com.br - SIMULADO X - - SIMULADO X - 01) (UFES/2008) (BIRNER, E. UZUNIAN, E. Biologia 2. 3. ed. São Paulo: Harbra, 2005, p. 297.) As figuras acima apresentam um inseto, um crustáceo e um anelídeo, respectivamente, que, apesar

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA

COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA A prova de Biologia da UFPR apresentou uma boa distribuição de conteúdos ao longo das nove questões. O grau de dificuldade variou entre questões médias e fáceis, o que está

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Equipe BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== 01- Uma mulher consulta o médico para

Leia mais

SISTEMÁTICA E TAXONOMIA CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

SISTEMÁTICA E TAXONOMIA CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS SISTEMÁTICA E TAXONOMIA CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS Sistemática ou Classificação Biológica Conceito: É ramo da Biologia que estuda a diversidade dos seres vivos. Taxonomia: nomeia e classifica os seres

Leia mais

BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES

BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES BIOFÍSICA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES DANOS RADIOINDUZIDOS NA MOLÉCULA DE DNA Por ser responsável pela codificação da estrutura molecular de todas as enzimas da células, o DNA passa a ser a molécula chave

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2009 2ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2009 2ª fase www.planetabio.com 1-O gráfico mostra os níveis de glicose medidos no sangue de duas pessoas, sendo uma saudável e outra com diabetes melito, imediatamente após uma refeição e nas cinco horas seguintes. a) Identifique a

Leia mais

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG

Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Prova do Processo Seletivo para Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate de Endemias. SEMSA - Ponte Nova MG Nome: Nota: INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA (LEIA ATENTAMENTE!) 1. A prova é individual

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS Nº 02 7º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS Nº 02 7º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: BIODIVERSIDADE, CLASSIFICAÇÃO E VÍRUS Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS Nº 02 7º ANO 1 - Entre as doenças abaixo, assinale a alternativa que contem

Leia mais

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3

GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Módulo 09 GABARITO DE BIOLOGIA FRENTE 3 Quando ocorre o fechamento dos estômatos a condução de seiva bruta fica prejudicado bem como a entrada de gás carbônico para o processo fotossintético. 02. C O deslocamento

Leia mais

BIOLOGIA BECTÉRIAS, VÍRUS E FUNGOS, PROF ESTEVAM

BIOLOGIA BECTÉRIAS, VÍRUS E FUNGOS, PROF ESTEVAM BIOLOGIA BECTÉRIAS, VÍRUS E FUNGOS, PROF ESTEVAM 1) (FUVEST 96) Cólera e meningite epidêmica são doenças relativamente comuns no Brasil. Elas são transmitidas, respectivamente, por a) bactérias, através

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL SC - SECRETARIA DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 006 2016 CADERNO DE PROVA

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL SC - SECRETARIA DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 006 2016 CADERNO DE PROVA 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL SC - SECRETARIA DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 006 2016 CADERNO DE PROVA 14 DE MAIO Das 14 às 17: 30 horas 3 horas e 30 minutos de duração 30 QUESTÕES AGENTES COMUNITÁRIOS

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA. Observe o esquema, que representa o transporte de lipoproteína LDL para dentro da célula. Receptores de LDL.

PROVA DE BIOLOGIA. Observe o esquema, que representa o transporte de lipoproteína LDL para dentro da célula. Receptores de LDL. 11 PROVA DE BIOLOGIA Q U E S T Ã O 1 6 Observe o esquema, que representa o transporte de lipoproteína LDL para dentro da célula. Partícula de LDL (Lipoproteína de baixa densidade) Receptores de LDL Endossomo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2014. Trabalho de Estudos Independentes Biologia Janeiro/2015

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2014. Trabalho de Estudos Independentes Biologia Janeiro/2015 ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2014 Trabalho de Estudos Independentes Biologia Janeiro/2015 Nome Nº Turma 2º EJA Data Nota Disciplina Biologia Prof. Marisa Medeiros Teixeira Valor 30

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota Biologia Qualidade de vida Imunidade Imunologia é o ramo que estuda as formas de combate a agentes invasores patogênicos, bem como substâncias

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas UFRGS ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas 1. (Ufrgs 2015) Analise o quadro abaixo que apresenta os componentes de uma cadeia alimentar aquática e de uma terrestre. Ecossistema aquático aguapé

Leia mais

Doenças Associadas aos Morcegos e ao Meio Ambiente. cbgitti@ufrrj.br cbgitti@yahoo.com.br

Doenças Associadas aos Morcegos e ao Meio Ambiente. cbgitti@ufrrj.br cbgitti@yahoo.com.br Doenças Associadas aos Morcegos e ao Meio Ambiente cbgitti@ufrrj.br cbgitti@yahoo.com.br Número de mordeduras por animal Ambiente Insalubre DOENÇAS VIRAIS 28 TIPOS DE VÍRUS V JÁJ REGISTRADOS EM MORCEGOS.

Leia mais

Aula IV Protozoários Zoopatogênicos

Aula IV Protozoários Zoopatogênicos ZOOLOGIA E PARASITOLOGIA Aula IV Protozoários Zoopatogênicos Professora: Luciana Alves de Sousa Doenças causadas por Protozoários Doença de Chagas Leishmaniose Malária Giardíase Amebíase Toxoplasmose Doença

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2010 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2010 1ª fase www.planetabio.com 1- O Índice de Massa Corporal (IMC) é o número obtido pela divisão da massa de um indivíduo adulto, em quilogramas, pelo quadrado da altura, medida em metros. É uma referência adotada pela Organização

Leia mais

Pré-imunização e Tratamento de Tristeza Parasitária em Bovinos Leiteiros

Pré-imunização e Tratamento de Tristeza Parasitária em Bovinos Leiteiros Pré-imunização e Tratamento de Tristeza Parasitária em Bovinos Leiteiros Laboratório de Imunovirologia Molecular DBG UFV Prof. Sérgio Oliveira de Paula Tristeza Parasitária Bovina (TPB) Enfermidade hemoparasita

Leia mais

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros

Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Biologia Professor Leandro Gurgel de Medeiros Vírus e Viroses 1. O que são Vírus? Os vírus são definidos com base em suas propriedades: São considerados entidades biológicas e não seres vivos; São parasitas

Leia mais

Representantes: algas e protozoários.

Representantes: algas e protozoários. Representantes: algas e protozoários. Euglena sp (alga) Giardia sp (protozoário) Volvox sp (alga) Do grego protos, primitivo, e zoon, animal. Grupo de organismos unicelulares heterotróficos e eucariontes

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal)

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) Thiago Campos Monteiro UFMS / CPCS Créditos: Prof a Elisângela de Souza Loureiro Tamanho das células Existem células de vários tamanhos.

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2010 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2010 1ª fase www.planetabio.com 1- Leia a notícia. Dengue tipo 4 reaparece após 25 anos A dengue é causada por quatro tipos de vírus: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. O tipo DENV-4 não era encontrado no país desde 1982, mas exames de

Leia mais

Questões comentadas ENEM 2007 Parte 1 Química, Física e Biologia

Questões comentadas ENEM 2007 Parte 1 Química, Física e Biologia Questões comentadas ENEM 2007 Parte 1 Química, Física e Biologia Caro estudante, Trazemos para você as questões das disciplinas de Química, Física e Biologia da prova do Exame Nacional do Ensino Médio

Leia mais

Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus.

Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus. SAÚDE AMBIENTAL DOENÇAS CAUSADAS PELA FALTA DE SANEAMENTO BÁSICO HEPATITE A Doença causada por vírus. Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus. Falta de higiene,

Leia mais

Reino Protista. Protozoários. rios Microalgas Macroalgas

Reino Protista. Protozoários. rios Microalgas Macroalgas Reino Protista Protozoários rios Microalgas Macroalgas I. Protozoários: rios:. Designação coletiva para unicelulares eucariontes heterótrofos (sem valor taxonômico).. Classificação conforme estrutura locomotora.

Leia mais

Biologia CITOLOGIA - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010

Biologia CITOLOGIA - UNICAMP - VESTIBULARES DE 2016-2010 1. (Unicamp 2015) O vírus Ebola foi isolado em 1976, após uma epidemia de febre hemorrágica ocorrida em vilas do noroeste do Zaire, perto do rio Ebola. Esse vírus está associado a um quadro de febre hemorrágica

Leia mais

Q U E S T Ã O 4 0 Q U E S T Ã O 4 1 PROVA DE BIOLOGIA II

Q U E S T Ã O 4 0 Q U E S T Ã O 4 1 PROVA DE BIOLOGIA II 23 PROVA DE BIOLOGIA II Q U E S T Ã O 4 0 Cientistas americanos conseguiram modificar geneticamente bichos-da-seda para fazê-los produzir teia de aranha, um material conhecido por sua resistência e elasticidade,

Leia mais

VIRUS O QUE SÃO VIRUS São as menores entidades biológicas: têm DNA e proteínas. Medem entre 15 e 300 nm. São seres acelulares: São parasitas intracelulares obrigatórios: Só se reproduzem dentro de células.

Leia mais

altura 28,58 Prof. Bruno Pires

altura 28,58 Prof. Bruno Pires Prof. Bruno Pires HERPES BUCAL Herpes simplex tipo I (DNAdf). Vias aéreas (oral e respiratória); contato pessoapessoa; contato com objetos contaminados com o vírus. Formação de bolhas e feridas no tecido

Leia mais

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA

COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD VESTIBULAR 2011 PROVA DE BIOLOGIA Questão 1: É sabido que indivíduos homozigotos recessivos para alelos mutados do gene codificador da enzima hexosaminidase desenvolvem uma doença conhecida como Tay-Sachs, e morrem antes do quarto ano

Leia mais

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA COMENTÁRIO DA PROVA A prova de Biologia da segunda fase do processo seletivo da UFPR/2014 foi elaborada com o claro objetivo de avaliar o candidato num cenário composto por diferentes graus de exigência

Leia mais

Biologia é a ciência que estuda os seres vivos (do grego - bios =vidae - logos = estudo, ou seja o estudo da vida). Debruça-se sobre o funcionamento

Biologia é a ciência que estuda os seres vivos (do grego - bios =vidae - logos = estudo, ou seja o estudo da vida). Debruça-se sobre o funcionamento 1 Biologia é a ciência que estuda os seres vivos (do grego - bios =vidae - logos = estudo, ou seja o estudo da vida). Debruça-se sobre o funcionamento dinâmico dos organismos desde uma escala molecular

Leia mais

4. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS QUESTÃO 47 até 55

4. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS QUESTÃO 47 até 55 4. CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS QUESTÃO 47 até 55 QUESTÃO - 47 A distribuição dos seres vivos em cinco Reinos (Monera, Protista, Fungi, Vegetal, Animal) foi proposta em 1969 pelo cientista norte-americano

Leia mais

BIOLOGIA. Com base nos dados apresentados na tira acima e em seus conhecimentos sobre a presença de vida na Terra, considere as afirmações abaixo.

BIOLOGIA. Com base nos dados apresentados na tira acima e em seus conhecimentos sobre a presença de vida na Terra, considere as afirmações abaixo. 01. Leia a tira abaixo. BIOLOGIA Adaptado de:. Acesso em: 17 ago. 2012. Com base nos dados apresentados na tira acima e em seus conhecimentos sobre a presença de vida na Terra,

Leia mais

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm A biodiversidade em diferentes ambientes http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm Unidade básica da vida a célula Quem foi Robert Hooke? Por volta de 1667, o cientista inglês

Leia mais

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano O termo célula foi usado pela primeira vez pelo cientista inglês Robert Hooke, em 1665. Por meio de um microscópio

Leia mais

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016 pra quem faz questão das melhores faculdades Resolvida 12/Janeiro/2016 2 a Fase 3 o Dia Biologia CPV 2F2016 a) A associação entre as duas populações de insetos (formigas e cigarrinhas) se mostra favorável

Leia mais

A descoberta da célula

A descoberta da célula A descoberta da célula O que são células? As células são a unidade fundamental da vida CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula)

Leia mais

GABARITO AULA DA CECÍLIA BIO 03 VIRUS, BACTÉRIAS, FUNGOS E PROTOZOÁRIOS. Gabarito:

GABARITO AULA DA CECÍLIA BIO 03 VIRUS, BACTÉRIAS, FUNGOS E PROTOZOÁRIOS. Gabarito: GABARITO AULA DA CECÍLIA BIO 03 VIRUS, BACTÉRIAS, FUNGOS E PROTOZOÁRIOS Gabarito: 1) a) Porque ocorre uma mudança no seu material genético, fazendo com que mude a proteína de associação do vírus tornando-o

Leia mais

Morte Celular Programada (Apoptose)

Morte Celular Programada (Apoptose) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE SETOR DE BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR Morte Celular Programada (Apoptose) Profa. Dra. Nívea Macedo APOPTOSE A morte celular desempenha

Leia mais

Alguns componentes da membrana plasmática estão representados na figura abaixo.

Alguns componentes da membrana plasmática estão representados na figura abaixo. Prova de Biologia 1 a Questão: (1,0 ponto) Alguns componentes da membrana plasmática estão representados na figura abaixo. Identifique a estrutura que está indicada pela seta e cite três atividades celulares

Leia mais

BA.28: Evolução BIOLOGIA

BA.28: Evolução BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (UFMG) Uma população de formigas foi dividida pela passagem de um rio em seu território. As duas populações formadas ficaram isoladas durante muito tempo. Reunidas em laboratório, observouse

Leia mais

CURSO BIOLOGIA PROTOZOOSES. Professor: STUART TURMAS: TODAS DATA: 23 / 04 / 2016

CURSO BIOLOGIA PROTOZOOSES. Professor: STUART TURMAS: TODAS DATA: 23 / 04 / 2016 CURSO TURMAS: TODAS Professor: STUART DATA: 23 / 04 / 2016 PROTOZOOSES 01 - (ACAFE SC/2015) Avanço no combate à doença de Chagas. Uma vacina capaz de impedir o avanço da doença de Chagas e atenuar danos

Leia mais

Biologia 1. 01 Alternativa E. 02 Alternativa D. 01 Alternativa D. 02 Alternativa E. 03 Alternativa E. 04 Alternativa A.

Biologia 1. 01 Alternativa E. 02 Alternativa D. 01 Alternativa D. 02 Alternativa E. 03 Alternativa E. 04 Alternativa A. Biologia 1 Aula 1 21 Aula 2 Aula 3 1 Aula 4 a) A "Chlamydia trachomatis" é uma bactéria, pois, como mostra a tabela, não apresenta núcleo celular organizado, porém possui DNA, RNA, membrana plasmática

Leia mais

Programação Anual. 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 6 ọ ano (Regime 9 anos) 5 ạ série (Regime 8 anos) 1. Astronomia: estudando o céu Estrelas e constelações Estudo do Universo Sistema Solar 2. Movimentos da Terra e da Lua Dia e noite Estações

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A Ensino Médio Ciências Natureza II Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Identificar a função dos órgãos do corpo humano. H30 2 Mecanismos de integração do corpo humano

Leia mais

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM TESTES 1) (Santos) Muitos antibióticos, inicialmente usados com sucesso contra bactérias patogênicas, parecem ter perdido sua eficiência. Um mesmo antibiótico, usado para

Leia mais