A - Codificação e discriminação da aplicação e fonte de recursos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A - Codificação e discriminação da aplicação e fonte de recursos"

Transcrição

1 A - Codificação e discriminação da aplicação e fonte de recursos APLICAÇÕES DA RECEITA DESCRIÇÃO 01 Pessoal e Encargos Sociais 03 Outras Despesas Correntes 04 Despesas de Capital 08 Orçamento Participativo 09 Inativos e Pensionistas à Cargo do Município 15 Serviço da Dívida 14 Reserva de Contingência FONTES DE RECURSOS DESCRIÇÃO Ordinários do Tesouro 05 Transferências Constitucionais - Educação 06 Receitas Próprias de Entidades e Órgãos Autônomos 07 Saldo Positivo das Empresas 20 Parceria Público Privada(*) 30 Captação de Vinculados 40 Captação de Vinculados - Assistência 50 Captação de Vinculados - Saúde 60 Captação de Vinculados - Educação 70 Contribuições Previdenciárias 80 Financiamentos (*) Informações contidas no PPAG B - Codificação e discriminação das fontes de recursos GRUPOS DAS FONTES DE DESCRIÇÕES RECURSOS 1 do Exercício Corrente 2 de Exercícios Anteriores

2 C - Discriminação das fontes de recursos da PBH vinculadas às fontes e destinação de recursos do /TCE MG DESCRIÇÕES PBH ORÇAMENTO PROPOSTA - Ordinários Ordinários do Tesouro Ordinários do Tesouro 01 Rec. de Impostos e de transferências de impostos vinculados á Educação 02 Receitas de Impostos e de Transferências de impostos vinculados á Saúde 13 Serviços Educacionais 16 Contribuição de Intervenção Domínio Econômico - CIDE 17 Contribuição Custeio Serviço de Iluminação Pública - COSIP 57 Multas de Trânsito 92 Alienação de Bens 75 Transferências Orçamentárias Diretas 76 Aplicação Cota Parte Compensação Financeira de Minerais xx Aplicação do ICMS Ecológico 77 Aplicação dos de Arrecadação de Água/Esgoto 93 Outras Receitas não Primárias 01 Financiamento 80 -Financiamentos 90 Operações de Crédito Internas Externo 02 Financiamento 91 Operações de Crédito Externas Interno 03 Transferência da União 40 - Captação de 29 Transferências de do Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS) 04 Transferência do Estado Vinculados - Assistência 42 Transferências de Convênios Vinculados à Assistência Social 56 Transferências de do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS)

3 DESCRIÇÕES PBH ORÇAMENTO PROPOSTA 50 - Captação de Vinculados - Saúde 78 Transferências de Instituições Privadas - Assistência 79 Outras Transferências dos Estados 80 Transferências de Pessoas Físicas 12 Serviços de Saúde 23 Transferências de Convênios Vinculados á Saúde 48 Transferências de do SUS para Atenção Básica 49 Transferências de do SUS para Atenção de Média e Alta complexidade Ambulatorial e Hospitalar 50 Transferências de do SUS para Vigilância em Saúde 51 Transferências de do SUS para Assistência Farmacêutica 52 Transferências de do SUS para Gestão do SUS 60 - Captação de Vinculados - Educação 53 Transferências de do SUS para Investimentos na Rede de Serviços de Saúde 54 Outras Transferências de do SUS 55 Transferências de do Fundo Estadual de Saúde 22 Transferências de Convênios Vinculados à Educação 43 Transferências de do FNDE Referentes ao Programa Dinheiro Direto na Escola(PDDE) 43 Transferências de do FNDE Referentes ao Programa Dinheiro Direto na Escola(PDDE) 44 Transferências de do FNDE Referentes ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)

4 DESCRIÇÕES PBH ORÇAMENTO PROPOSTA 45 Transferências de do FNDE Referentes ao Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE) 05 Transferências Constitucionais - Educação 06 Receita Própria de Entidades e Órgãos Autônomos 07 Saldo Positivo das Empresas 08 Outras Transferências de Instituições 09 Rendimentos de Aplicações Financeiras/Co nvênios 30 - Captação de Vinculados 05 - Transferências Constitucionais - Educação 06 - Receita Própria de Entidades e Órgãos Autônomos 07 Saldo Positivo das Empresas 46 Outras Transferências de do FNDE 47 Transferência do Salário-Educação 79 Outras Transferências dos Estados 24 Transferências de Convênios Não Relacionados à Educação, à Saúde nem à Assistência Social 79 Transferências dos Estados 81 Transferências dos Municípios 82 Transferências do Exterior 83 Transferências da União 80 Transferências de Pessoas Físicas 78 Transferências de Instituições Privadas 18 Transferências do FUNDEB para Aplicação na Remuneração dos Profissionais do Magistério em Efetivo Exercício na Educação Básica 19 Transferências do FUNDEB para Aplicação em Outras Despesas da Educação Básica 84 Receita Própria de Entidades e Órgãos 84 Receita Própria de Entidades e Órgãos Incorporada à fonte captação de recursos vinculados Incorporada à fonte original de captação de recursos vinculados 30,40, 50 e 60.

5 DESCRIÇÕES PBH ORÇAMENTO PROPOSTA 10 Geração Direta de Receita de Serviços de Saúde 70 - Contribuições Previdenciárias Contribuições 11 Previdenciárias do Servidor Transferências 12 Orçamentárias Diretas Aplicação Cota Parte 13 Compensação Financeira de Minerais Aplicação Cota Parte 14 Contribuição Interv. Domínio Econômico CIDE Aplicação do 15 ICMS Ecológico Aplicação dos de 16 Alienação de Bens Incorporada à fonte captação de recursos vinculados saúde Contribuição para o Regime Próprio de Previdência Social RPPS ( patronal, servidores e compensação financeira) 58 Contribuição para a Assistência à Saúde dos Servidores: patronal, dos Servidores, dos Prestadores de Serviços Contratados Incorporada à fonte Contribuições previdenciárias - 70

6 DESCRIÇÕES PBH ORÇAMENTO PROPOSTA 17 Aplicação dos do Salário Educação 18 Aplicação dos de Arrecadação de Água/Esgoto 19 Contribuição Previdenciária Patronal Incorporada á fonte Contribuições previdenciárias - 70 D Exemplicações: 1. Como classificar na despesa o detalhamento recursos ordinários para serviços de terceiros - pessoa jurídica? FONTE (Aplicação): 03 OUTRAS DESPESAS CORRENTES FONTE DETALHE: RECURSOS ORDINÁRIOS DO TESOURO DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: Ordinários RESUMO DA CODIFICAÇÃO:

7 2. Como classificar na despesa o detalhamento de recurso Salário Educação para obras em unidade escolares? FONTE (Aplicação): 04 DESPESA DE CAPITAL FONTE DETALHE: 60 CAPTAÇÃO DE RECURSOS VINCULADOS - EDUCAÇÃO DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: 47 Salário Educação RESUMO DA CODIFICAÇÃO: Como classificar na despesa o detalhamento de recurso serviço de saúde para contratação de mão de obra? FONTE (Aplicação): 03 OUTRAS DESPESAS CORRENTES FONTE DETALHE: 50 CAPTAÇÃO DE RECURSOS VINCULADOS - SAÚDE DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: 12 Serviço de Saúde RESUMO DA CODIFICAÇÃO:

8 4. Como classificar na despesa o detalhamento de recursos operações de crédito internas para financiamento de obras do Orçamento Participativo? FONTE (Aplicação): 08 ORÇAMENTO PARTICIPATIVO FONTE DETALHE: 80 FINANCIAMENTOS DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: 90 Operações de Crédito Internas RESUMO DA CODIFICAÇÃO: Como classificar na despesa o detalhamento de recursos transferências de pessoas jurídicas para promoção de eventos culturais? FONTE (Aplicação): 03 OUTRAS DESPESAS CORRENTES FONTE DETALHE: 30 CAPTAÇÃO DE RECURSOS VINCULADOS DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: 78 Transferências Instituições Privadas RESUMO DA CODIFICAÇÃO:

9 6. Como classificar na despesa o detalhamento de recursos receita própria de entidades autárquicas e fundacionais para pagamento de diárias de servidores? FONTE (Aplicação): 03 OUTRAS DESPESAS CORRENTES FONTE DETALHE: 06 RECEITA PRÓPRIA DE ENTIDADES E ÓRGÃOS AUTÔNOMOS DETALHAMENTO DA FONTE E DESTINAÇÃO DE RECURSOS: 84 Receita Própria de Entidades e Órgãos RESUMO DA CODIFICAÇÃO:

Pará Governo Municipal de Marabá ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 Receitas por fonte de recurso

Pará Governo Municipal de Marabá ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 Receitas por fonte de recurso ORÇAMENTO PROGRAMA PARA 2015 - Consolidado Página : 001 1112.02.00.00.00 Imposto sobre a Propriedade Predial Territorial Urbana PMM 010100-Impostos 4.478.307,22 4.478.307,22 SDU 010100-Impostos 1.263,19

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA DECTRETO N. 17.49 DE 17 DE JANEIRO DE 213. Estabelece o Desdobramento das Receitas Previstas para 213 em Metas Mensais e Bimestrais de Arrecadação e o Cronograma

Leia mais

Comparativo Receita Orçada / Arrecadada

Comparativo Receita Orçada / Arrecadada Comparativo Receita Orçada / 1000000000 RECEITAS CORRENTES 2.559.915.741,00 2.315.164.067,05 244.751.673,95 1100000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 653.441.115,00 532.491.940,91 120.949.174,09 1110000000 IMPOSTOS

Leia mais

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo RECEITA ESTIMADA E DESPESA FIXADA - EDUCAÇÃO APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo IPTU 134.000,00 IRRF

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO Rua Professora Maria Coeli Franco, 13 - CNPJ nº 18.602.037/0001-55 CEP: 38.800-000

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO Rua Professora Maria Coeli Franco, 13 - CNPJ nº 18.602.037/0001-55 CEP: 38.800-000 PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GOTARDO Rua Professora Maria Coeli Franco, 13 - CNPJ nº 18.602.037/0001-55 CEP: 38.800-000 LEI N 2.076, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. ESTABELECE PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA, ESTIMANDO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

Adendo III - Portaria S0F nº 008 - Anexo 2 - Receita - Lei 4.320/64 - Orçamento - Programa (Consolidado) Pág. 1

Adendo III - Portaria S0F nº 008 - Anexo 2 - Receita - Lei 4.320/64 - Orçamento - Programa (Consolidado) Pág. 1 Pág. 1 1 Receitas Correntes 9. 072. 858, 00 1.1 Receita Tributária 80. 891, 00 1.1.1 Impostos 76. 203, 00 1.1.1.2 Impostos s/ Patrimônio e Renda 70. 722, 00 1.1.1.2.02 I.P.T.U. 8. 279, 00 1.1.1.2.02.00

Leia mais

Anexo 10 - Lei 4320. Comparativo da Receita Orçada com a Arrecadada

Anexo 10 - Lei 4320. Comparativo da Receita Orçada com a Arrecadada Comparativo da Receita com a Página: 1 RECEITAS CORRENTES 674.366.087,90 666.554.556,93 7.811.530,97 RECEITA TRIBUTARIA 500.00 1.034.446,27 534.446,27 TAXAS 500.00 1.034.446,27 534.446,27 TAXA PELA PRESTAÇÃO

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO. 01 100 Recursos Ordinários de Contrapartida de Convênios e Operações de Crédito

ESPECIFICAÇÃO. 01 100 Recursos Ordinários de Contrapartida de Convênios e Operações de Crédito ANEXO II - A CLASSIFICAÇÃO DAS FONTES DE RECURSOS ANO 2012 E 2013-2014 ORDENADO ANO 2012 00 100 Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro 00 300 Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro 01 100

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS - DMU DESTINAÇÃO DA RECEITA PÚBLICA - APLICÁVEL PARA O EXERCÍCIO DE 2012 CODIFICAÇÃO UTILIZADA PARA CONTROLE DAS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Macaíba

Prefeitura Municipal de Macaíba 1 RECEITAS CORRENTES 92.602.900 1.1 RECEITA TRIBUTÁRIA 6.727.548 1.1.1 IMPOSTOS 5.974.129 1.1.1.2 IMP. SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 3.224.960 1.1.1.2.02 IMP. S/PROP. TERR. PRED. URBANA - IPTU 1.079.975

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO : PCP 06/00076210 UNIDADE : Município de BALNEÁRIO CAMBORIÚ RESPONSÁVEL : Sr. RUBENS SPERNAU - Prefeito

Leia mais

PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº

PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº PREFEITURA MUNIC DE URANIA AVENIDA BRASIL Nº 390 46611117/0001-02 Montante da Receita Prevista para o Exercício Desdobrada por Classificação Econômica Orçamento Programa Anexo X - Exercício de 2011 Código

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Salinas. Exercício. Detalhamento da Receita com Destinação de Recurso

Prefeitura Municipal de Santa Cruz de Salinas. Exercício. Detalhamento da Receita com Destinação de Recurso Detalha da Receita com Destinação de Recurso 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 9.720.720.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 122.300.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e

Leia mais

SITUAÇÃO FINANCEIRA DO MUNICÍPIO DE PEDRO LEOPOLDO 20/05/2016

SITUAÇÃO FINANCEIRA DO MUNICÍPIO DE PEDRO LEOPOLDO 20/05/2016 SITUAÇÃO FINANCEIRA DO MUNICÍPIO DE PEDRO LEOPOLDO 20/05/2016 1 ARRECADAÇÃO DA RECEITA EM RELAÇÃO À INFLAÇÃO EXERCÍCIO ANTERIOR EVOLUÇÃO DA RECEITA CORRENTE 30 EVOLUÇÃO DA RECEITA CORRENTE ANO VARIAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IRACEMA - RR

PREFEITURA MUNICIPAL DE IRACEMA - RR Página: 1 Órgão: 01 - CÂMARA MUNICIPAL DE IRACEMA Unidade: 01 - CÂMARA MUNICIPAL DE IRACEMA 324.000,00 TOTAL UNIDADE 324.000,00 TOTAL ÓRGÃO 324.000,00 Página: 2 Órgão: 02 - GABINETE DO PREFEITO Unidade:

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Contadoria Geral do Estado

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Contadoria Geral do Estado 11120431 Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre os Rendimentos do Trabalho 00 2.885.556.099,44 11120434 Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre outros Rendimentos 00 205.497.947,46 11120501 Cota-Parte

Leia mais

ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS ORÇAMENTO 2011 CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS

ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS ORÇAMENTO 2011 CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS ANEXO X - DEMONSTRATIVO II RECEITA E DESPESA DO PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE PETRÓPOLIS 1000.00.00.00 RECEITAS CORRENTES... 0,00 Despesa Corrente 13.758.004,00 Pessoal e Encargos... 8.830.977,00

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul

Estado de Mato Grosso do Sul 24/05/13 1 1000.00.00 RECEITAS CORRENTES 21.194.95 1.529.041,57 5.634.996,55 15.559.953,45 1100.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 620.00 25.976,03 122.642,49 497.357,51 1110.00.00 IMPOSTOS 590.00 25.976,03 113.194,62

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO PCP 08/00199278 UNIDADE Município de Joinville RESPONSÁVEL Sr. Marco Antonio Tebaldi - Prefeito Municipal

Leia mais

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 31/12/2005 16:20:56 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 437.605,02

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a

Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a 31/03/2005 31/12/2005 10:44:16 ORCAMENTARIAS 1 Receitas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS CORAÇÕES - MG RUA CEL. ALFREDO SILVA JUNQUEIRA, 57 - CENTRO CNPJ: 17.955.535/0001-19 Telefone: 35 3691-1033

PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS CORAÇÕES - MG RUA CEL. ALFREDO SILVA JUNQUEIRA, 57 - CENTRO CNPJ: 17.955.535/0001-19 Telefone: 35 3691-1033 Página: 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS CORAÇÕES - 2014 CAMARA MUNICIPAL DE TRÊS CORAÇÕES - 2014 INSTITUTO DE PREVIDENCIA MUNICIPAL DE TRES CORACOES - IPRECOR - 2014 Descrição Arrecadada no Mês Arrecadada

Leia mais

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO.

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO. Diário Oficial Ano: 2 Edição: 231 Páginas: 40 Atos Oficiais Decreto - Nº 0532/2014 Portaria - Nº 0054/2014 Contas Públicas Balanço Orçamentário - BALANÇO Índice do diário Atos Oficiais Decreto Nº 0532/2014

Leia mais

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS: Repartição das responsabilidades entre União, Estados e Municípios; Vinculação de impostos; Definição de Manutenção e Desenvolvimento do

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Pagina 1/6 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 5.554.843,81 55.865.864,51 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 596.903,38 5.277.172,60 1.1.1.0.00.00.00.00

Leia mais

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006

Agosto/2006 a Agosto/2006 ANEXO 2, DA LEI 4.320/64 RECEITA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - EXERCÍCIO DE 2006 Página 1 de 6 RECEITA SEGUNDO AS S S - EXERCÍCIO DE 2006 1.0.0.0.00.00.00.00.00 CORRENTES 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.1.2.00.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE

Leia mais

Betha Sistemas. Exercício de 2008. Diferenças Para Menos. Títulos Orçada Arrecadada Para mais

Betha Sistemas. Exercício de 2008. Diferenças Para Menos. Títulos Orçada Arrecadada Para mais RECEITAS 7.755.352,00 9.068.424,29 1.699.148,82 386.076,53 RECEITAS CORRENTES 7.046.205,00 7.954.527,74 1.088.160,33 179.837,59 RECEITA TRIBUTARIA 439.958,00 838.479,87 410.757,10 12.235,23 IMPOSTOS 367.368,00

Leia mais

Prefeitura Municipal de Assis Exercicio de 2014 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Categoria Codigo Especificacao Desdobramento

Prefeitura Municipal de Assis Exercicio de 2014 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Categoria Codigo Especificacao Desdobramento 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 231.952.000,00 1100.00.00.00.00 Receita Tributaria 40.032.042,00 1110.00.00.00.00 Impostos 38.751.000,00 1112.00.00.00.00 Impostos sobre o Patrimonio e a Renda 24.911.000,00

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO - ES CONSOLIDADO ESPÍRITO SANTO 27.165.638/0001-39 ANEXO II - RESUMO GERAL DA RECEITA BALANÇO - EXERCÍCIO DE 2007

PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO - ES CONSOLIDADO ESPÍRITO SANTO 27.165.638/0001-39 ANEXO II - RESUMO GERAL DA RECEITA BALANÇO - EXERCÍCIO DE 2007 410000000000 RECEITAS CORRENTES 43.842.239,37 411000000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 3.735.656,71 411100000000 IMPOSTOS 2.210.207,53 411120000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 1.019.173,13 411120200000

Leia mais

Balancete Financeiro - RECEITA

Balancete Financeiro - RECEITA Balancete Financeiro Página(s): 1/7 1.0.0.0.00.00.00.00 S RECEITAS CORRENTES 5.369.532,33 28.582.400,90 1.1.0.0.00.00.00.00 S RECEITA TRIBUTÁRIA 268.258,88 1.463.893,35 1.1.1.0.00.00.00.00 S IMPOSTOS 264.355,85

Leia mais

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES TESOURO OUTRAS FONTES T O T A L ----------------------------------------------------------------------------------------------------- CÓDIGO E S P E C I F I C A Ç Ã O RECURSOS OUTROS TOTAL RECURSOS OUTROS

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 38.921.000,00 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 3.226.000,00 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.1.2.00.00.00.00 Impostos sobre o Patrimonio e a Renda 1.1.1.2.02.00.00.00

Leia mais

Comparativo da Receita Orçada com a Realizada

Comparativo da Receita Orçada com a Realizada RECURSOS ORDINÁRIOS 19.329.913.000,00 20.856.749.535,68 1.526.836.535,68 10000000 RECEITAS CORRENTES 18.324.050.000,00 20.113.598.589,39 1.789.548.589,39 11000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 11.910.090.000,00 13.360.706.017,65

Leia mais

Prefeitura Municipal de Divinésia Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Período: 01/05/2008 a 31/05/2008 16/03/2009 10:06:54

Prefeitura Municipal de Divinésia Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Período: 01/05/2008 a 31/05/2008 16/03/2009 10:06:54 Prefeitura Municipal de Divinésia Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 588.534,39 2.898.882,62 11 Receita Tributária 7.837,79 33.154,82 111 Impostos 7.837,79 30.983,62

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS FUNDEB ESTADUAL - ATUAÇÃO DO CRC-GO SEGUNDA OFICINA DO FUNDED MINISTÉRIO PUBLICO GOIÁS ABRIL 2009

PRESTAÇÃO DE CONTAS FUNDEB ESTADUAL - ATUAÇÃO DO CRC-GO SEGUNDA OFICINA DO FUNDED MINISTÉRIO PUBLICO GOIÁS ABRIL 2009 PRESTAÇÃO DE CONTAS FUNDEB ESTADUAL - ATUAÇÃO DO CRC-GO SEGUNDA OFICINA DO FUNDED MINISTÉRIO PUBLICO GOIÁS ABRIL 2009 Palestrante: HENRIQUE RICARDO BATISTA Vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ Data: 19/03/10 SIM- AM SISTEMA DE INFORMAÇÕES MUNICIPAIS- ACOMPANHAMENTO MENSAL Hora: 14:40:39

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ Data: 19/03/10 SIM- AM SISTEMA DE INFORMAÇÕES MUNICIPAIS- ACOMPANHAMENTO MENSAL Hora: 14:40:39 1.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 14.033.075,00 13.097.929,05 935.145,95 1.1.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 1.1.10.00.00.00.00 IMPOSTOS 1.1.12.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 1.1.12.02.00.00.00

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Demonstrativo da Natureza da Receita

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Demonstrativo da Natureza da Receita 10000000 - Receitas Correntes 2.522.649 11000000 - Receita Tributária 1.189.311 11100000 - Impostos 1.146.680 11120000 - Impostos sobre o Patrimônio e a Renda - IRPF e IRPJ 137.496 11120400 - Imposto sobre

Leia mais

MUNICIPIO DE MIMOSO DO SUL PREFEITURA E FMS ESPIRITO SANTO 27.174.119/0001-37 BALANCETE ANALÍTICO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA JULHO DE 2014 Arrecadação

MUNICIPIO DE MIMOSO DO SUL PREFEITURA E FMS ESPIRITO SANTO 27.174.119/0001-37 BALANCETE ANALÍTICO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA JULHO DE 2014 Arrecadação 11120200000 - IMPOSTO SOBRE A PROPRIEDADE PREDIAL E TERRITORIAL URBANA 320.000,00 37.605,75 336.345,12 16.345,12 11120431000 - IMPOSTO DE RENDA RETIDO NAS FONTES SOBRE OS REND. DO TRABALHO 143.000,00 71.571,96

Leia mais

ANEXO I NATUREZA DA RECEITA

ANEXO I NATUREZA DA RECEITA ANEXOS ANEXO I NATUREZA DA RECEITA 1000.00.00 RECEITAS CORRENTES 1100.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1110.00.00 IMPOSTOS 1112.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 1112.04.00 Imposto sobre a Renda e Proventos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE P P A PLANO PLURIANUAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE P P A PLANO PLURIANUAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR SEVERIANO P P A PLANO PLURIANUAL QUADRIÊNIO 2014 a 2017 ADMINISTRAÇÃO: Carlos Alberto Jacome de Aquino Prefeito Municipal Prefeitura Municipal

Leia mais

Fundo Especiais. Fundos Especiais. Fundos Especiais Lei Federal nº 4.320/64. Fundo Municipal de Educação e FUNDEB

Fundo Especiais. Fundos Especiais. Fundos Especiais Lei Federal nº 4.320/64. Fundo Municipal de Educação e FUNDEB Fundo Especiais Fundo Municipal de Educação e FUNDEB Facilitador : Toribio Nogueira de Carvalho Contador, Pós-Graduado em Contabilidade Pública Fundos Especiais Organização e estrutura de mecanismo financeiro,

Leia mais

CLASSIFICADOR DE RECEITA E DESPESA

CLASSIFICADOR DE RECEITA E DESPESA CLASSIFICADOR DE RECEITA E DESPESA Exercício 2015 Gerado em Agosto/2015 CLASSIFICAÇÃO QUANTO A NATUREZA DA RECEITA CLASSIFICAÇÕES DA RECEITA As Receitas Públicas são classificadas sob diversos aspectos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE GUABIRABA PE Palácio Municipal Dr. Franklin Farias Neves

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE GUABIRABA PE Palácio Municipal Dr. Franklin Farias Neves L E I N º 2 7 6 / 2 0 1 3..... ( L O A ) EMENTA: Dispõe sobre o Orçamento Fiscal do Município da Barra de Guabiraba, para o exercício financeiro de 2014 e da outras providencias. O PREFEITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

Prestação de Contas. Prefeitura Municipal. Monte Santo de Minas. com. Saúde Pública. Janeiro a Dezembro de 2012

Prestação de Contas. Prefeitura Municipal. Monte Santo de Minas. com. Saúde Pública. Janeiro a Dezembro de 2012 Prestação de Contas da Prefeitura Municipal de Monte Santo de Minas com Saúde Pública... Janeiro a Dezembro de 2012 1 DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS ARRECADADAS VALORES GERAIS ACUMULADOS DEMONSTRATIVOS DAS

Leia mais

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 15 REPÚBLICA F Novembro EDERATIVA DO BRASIL PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O SECRETÁRIO-ADJUNTO DO TESOURO NACIONAL, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria nº 403, 2 zembro 2005, do

Leia mais

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO

6,37 0,01 6,36 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO 111110100000 CAIXA 6,37 0,01 6,36 111120200000 BANCO DO BRASIL S/A 551.959,49 2.074.160,73 1.471.280,76 1.154.839,46 111120300000 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 51.738,32 22.836,64 11.427,71 40.329,39 111129900000

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana do Deserto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/05/2005 a

Prefeitura Municipal de Santana do Deserto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/05/2005 a Prefeitura Municipal de Santana do Deserto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/05/2005 a 31/05/2005 31/12/2005 11:10:54 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes

Leia mais

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo O Financiamento da Saúde, de acordo com a Constituição Federal de 1988, é responsabilidade das três esferas de Governo, com

Leia mais

PORTO ALEGRE DIÁRIO OFICIAL EXECUTIVO 2ª EDIÇÃO 2ª EDIÇÃO DE 29/12/06 LEIS E DECRETOS

PORTO ALEGRE DIÁRIO OFICIAL EXECUTIVO 2ª EDIÇÃO 2ª EDIÇÃO DE 29/12/06 LEIS E DECRETOS DIÁRIO OFICIAL DE PORTO ALEGRE Edição 2934 Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006 2ª EDIÇÃO 1 DIÁRIO OFICIAL PORTO ALEGRE de divulgação Oficial do Município Ano XI Edição 2934 Sexta-feira, 29 de Dezembro

Leia mais

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MODELO / SUGESTÃO PARA O RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS METAS DO TERCEIRO

Leia mais

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual)

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual) ANEXO I DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DOS RECURSOS RECEBIDOS Código Receita Ingressos 00 RECURSOS DO TESOURO (PESSOAL) 00 RECURSOS DO TESOURO (CUSTEIO E INVESTIMENTOS) 10 RECURSOS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Vitória

Prefeitura Municipal de Santa Vitória Estado de Minas Gerais 000 - CONSOLIDADO Período: 01-02-2015 a 28-02-2015 01021 25-03-2015 10:43:32 1.0.0.0.00.00.00 Receitas Correntes 104.781.529,32 7.967.161,22 17.057.545,28 1.1.0.0.00.00.00 Receita

Leia mais

Prefeitura Municipal de Martinópole Liberação de Recursos da União - Lei 9452/97 Período: (01/04/2013 a 30/04/2013)

Prefeitura Municipal de Martinópole Liberação de Recursos da União - Lei 9452/97 Período: (01/04/2013 a 30/04/2013) 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINOPOLE 01040001 01/04/2013 Or. 1721.22.30.00.00 Cota-parte Royalties - Compensação Financeira pela Produção SECRETARIA de Petróleo DO TESOURO - Lei nº NACIONAL 7.990/89 1.015,77

Leia mais

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA ANEXO II VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS QDCC_Sistn A planilha abaixo ilustra a aplicação da metodologia simplificada descrita no item 10 da Nota Técnica nº 4/2015/CCONF/SUCON/STN/MFDF ao Plano de

Leia mais

Linha de Financiamento do BNDES para Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos - BNDES PMAT e BNDES PMAT

Linha de Financiamento do BNDES para Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos - BNDES PMAT e BNDES PMAT Linha de Financiamento do BNDES para Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos - BNDES PMAT e BNDES PMAT Automático BNDES PMAT Apresentação do Programa O que é o

Leia mais

Atos Financeiros. PREFEITURA DE OUROLÂNDIA/BA www.sitiosoficiais.org/ba/prefeitura/ourolandia. PREFEITURA MUNICIPAL DE OUROLÂNDIA Orçamento 2013

Atos Financeiros. PREFEITURA DE OUROLÂNDIA/BA www.sitiosoficiais.org/ba/prefeitura/ourolandia. PREFEITURA MUNICIPAL DE OUROLÂNDIA Orçamento 2013 4 03 DE SETEMBRO DE 2013 Atos Financeiros Anexo III - Demonstrativo da Receita Segundo sua Natureza e Fonte de Recursos (Anexo 02, Lei Nº 4.320/64) CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO FNT OPTATIVO SUBALÍNEA ALÍNEA RUBRICA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO PRETO DA EVA

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO PRETO DA EVA Orçamentária 1.0.0.0.00.00.00.00 Receitas Correntes 40.562.400,00 3.803.739,20 18.795.3,86 0,00 21.767.296,14 1.1.0.0.00.00.00.00 Receita Tributaria 1.897.000,00 40.411,53 394.202,91 0,00 1.502.797,09

Leia mais

CAPÍTULO I Da Receita

CAPÍTULO I Da Receita ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SALVADOR DO TOCANTINS SERIEDADE E TRABALHO Adm.: 2005/2008 Av. Afonso Pena, s/n Centro CEP. 77.368-000 Fone (63) 3396-1122 São Salvador do Tocantins TO.

Leia mais

Execucao dos Orcamentos (Art.2o, Inciso XII) - Receitas Realizadas. Codigo Descricao Bimestre Bimestre

Execucao dos Orcamentos (Art.2o, Inciso XII) - Receitas Realizadas. Codigo Descricao Bimestre Bimestre 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.142.667,56 6.041.042,82 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 65.007,91 368.480,79 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 40.647,97 303.303,40 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

ESTADO DA BAHIA MUNICIPIO DE TANHACU Setorial. Exercício de 2014. Programação Financeira. Dezembro / 2014. Receita Corrente 26.838.239.

ESTADO DA BAHIA MUNICIPIO DE TANHACU Setorial. Exercício de 2014. Programação Financeira. Dezembro / 2014. Receita Corrente 26.838.239. Receita Corrente 26.838.239.597,10 Outras Receitas Correntes 511.893,69 Indenizações e Restituições 34.521,97 INDENIZACOES POR DANOS CAUSADOS AO PATRIMONIO 15.831,69 OUTRAS INDENIZACOES 5.340,08 OUTRAS

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

Art. 2º) A peça orçamentária e parte integrante desta resolução.

Art. 2º) A peça orçamentária e parte integrante desta resolução. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO CONTESTADO FUnC RESOLUÇÃO 01/2010 FUnC Dispõe sobre o orçamento 2010 da FUnC. O Presidente da Fundação Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art.

Leia mais

Cidades Metropolitanas: Estrutura Fiscal e Capacidade de Financiamento de Investimentos

Cidades Metropolitanas: Estrutura Fiscal e Capacidade de Financiamento de Investimentos Cidades Metropolitanas: Estrutura Fiscal e Capacidade de Financiamento de Investimentos Planejamento Urbano O orçamento importa! O Planejamento está subordinado ao orçamento? Restrições orçamentárias ou

Leia mais

MACAPÁ-AP MARÇO/2012

MACAPÁ-AP MARÇO/2012 MACAPÁ-AP MARÇO/2012 O Orçamento Geral da União OGU, foi aprovado pelo Congresso Nacional através da Lei nº 12.595, de 19 de janeiro de 2012, com a finalidade de estima a receita e fixa a despesa para

Leia mais

Natureza Código Especificação Desdobramento Fonte Da Receita

Natureza Código Especificação Desdobramento Fonte Da Receita Estado do Paraná Receita Segundo as s Folha: 1 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 2.574.264,10 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 149.757,54 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 138.373,14 1.1.1.2.00.00.00.00

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTELO CONSOLIDADO ESPÍRITO SANTO 27.165

MUNICÍPIO DE CASTELO CONSOLIDADO ESPÍRITO SANTO 27.165 001 - CÂMARA MUNICIPAL DE CASTELO 001 - CÂMARA MUNICIPAL DE CASTELO 01 Legislativa 1.776.613,21 1.776.613,21 01031 Ação Legislativa 1.776.613,21 1.776.613,21 010310001 APOIO ADMINISTRATIVO DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO

MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO RGF - ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") MUNICIPIO DE ARAPOTI - PODER EXECUTIVO Prefeitura Municipal de Arapoti DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL JANEIRO/2015 A DEZEMBRO/2015 DESPESA COM PESSOAL

Leia mais

COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS. Fernando Carlos Almeida

COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS. Fernando Carlos Almeida COMPETÊNCIAS E DESAFIOS DO SECRETÁRIO DE FINANÇAS Fernando Carlos Almeida A QUESTÃO Quais os compromissos do Secretário Municipal de Finanças com a gestão financeira moderna e responsável, com a execução

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE PÚBLICA EXERCÍCIO DE 2014

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE PÚBLICA EXERCÍCIO DE 2014 NOTAS EXPLICATIVAS 1. DIVULGAÇÃO DE POLÍTICAS CONTÁBEIS Políticas contábeis são os princípios, bases, convenções, regras e procedimentos específicos aplicados pela entidade na elaboração e na apresentação

Leia mais

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015

TOTAL DA RECEITA 15.584.747,69 16.454.110,58 21.194.672,38 21.322.200,00 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 CÓDIGO DESCRIÇÃO 2012 2013 2014 2015 Arrecadado Arrecadado Arrecadado Reestimado 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 17.205.072,84 17.394.971,22 19.064.900,71 23.820.05 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA

Leia mais

Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA

Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA Poder Executivo Prefeitura de Manaus 2621 - RECEITA PREVISTA PARA O EXERCÍCIO DE 2014 - CONSOLIDADA Código Especificação Alíneas Espécies Categoria Econômica Subalíneas Rubricas Origem 1000.00.00.00 RECEITAS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Laranjal Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a 31/03/2005

Prefeitura Municipal de Laranjal Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a 31/03/2005 Prefeitura Municipal de Laranjal Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a 31/03/2005 31/12/2005 16:56:41 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 398.650,84

Leia mais

Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde

Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde Demonstrativo da Receita Líquida de Impostos e das Despesas Próprias com Educação e Saúde Valores até Setembro/2015 GOVERNADOR DO ESTADO João Raimundo Colombo SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA Antonio Marcos

Leia mais

MANUAL PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA PDDE

MANUAL PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA PDDE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Diretoria de Educação Básica - DIEB Gerência de Administração Escolar - GEADE Programa Dinheiro Direto na Escola - PDDE Rua Antônio Luz, 111-5º

Leia mais

Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a. Otica do PCASP 2013. (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III)

Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a. Otica do PCASP 2013. (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III) Procedimentos Contábeis Específicos do RPPS sob a Otica do PCASP 2013 (Procedimentos baseados no MCASP, Parte III) Lourenço de Wallau Contribuição Patronal a) Empenho no ente patrocinador na natureza de

Leia mais

Balancete de Despesa a

Balancete de Despesa a Págin 1 de 7 3001 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SERV.PÚBLICOS BOM 3001.04 ADMINISTRAÇÃO 3001.04122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 3001.041220094 MANUT. REVITALIZAÇÃO DO BOMPREVI 3001.0412200941.059 REEQUIPAMENTO DA UNIDADE

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO Despesas de fundos próprios: Saldo da gerência anterior: Dotações orçamentais (OE): Execução orçamental - Fundos próprios: Correntes: De dotações orçamentais (OE) 79.410,36 79.410,36 De receitas próprias:

Leia mais

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Por Otoni Gonçalves Guimarães Natal- RN, 18 de junho de 2015 1 DESAFIO Equilíbrio Financeiro e Atuarial Pressuposto Básico Existência de recursos (ativos) suficientes

Leia mais

SÚMULA: Aprova o Quadro de Detalhamento da Despesa - QDD para o exercício financeiro de 2013 e estabelece as Fontes de Recursos.

SÚMULA: Aprova o Quadro de Detalhamento da Despesa - QDD para o exercício financeiro de 2013 e estabelece as Fontes de Recursos. DECRETO Nº 6 DE 2 JANEIRO DE 2013 SÚMULA: Aprova o Quadro de Detalhamento da Despesa - QDD para o exercício financeiro de 2013 e estabelece as Fontes de Recursos. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE LONDRINA, ESTADO

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014 Solicitação de Trabalho nº 252/2014 CONOF Solicitante: Deputado Pauderney Avelino ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014 ASPECTOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS SOBRE A INCLUSÃO DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR COMO DESPESA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

COMPOSIÇÃO DO ATIVO REAL DO FUNDO - FEVEREIRO DE 2009

COMPOSIÇÃO DO ATIVO REAL DO FUNDO - FEVEREIRO DE 2009 I COMPOSIÇÃO DO ATIVO O Ativo Real corresponde ao somatório dos valores do Ativo Financeiro mais o Ativo Não-Financeiro, evidenciando as alterações patrimoniais ocorridas durante o exercício. COMPOSIÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIOLANDIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIOLANDIA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIOLANDIA Praca Antonio Levino, 470 45162864/0001-48 Montante da Receita Prevista para o Exercício Desdobrada por Classificação Econômica Orçamento Programa Anexo X - Exercício

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA E DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PL. Professor: Flávio GEORGE Rocha

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA E DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PL. Professor: Flávio GEORGE Rocha DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA E DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PL Professor: Flávio GEORGE Rocha Novembro/2015 Graduação em Ciências Contábeis (2000) Especialista em Auditoria e Perícia Contábil Professor

Leia mais

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral

BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral BALANÇO GERAL ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Controladoria Geral do Estado Contabilidade Geral GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Rosalba Ciarlini Rosado CONTROLADORIA

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 039/2014

ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 039/2014 Conteúdo 1. Objetivo...2 2. Procedimento...2 A. Abertura da Despesa Centralizadora x Executora(s): validação do orçamento registrado na unidade centralizadora e nas unidades executoras....2 I. Verificar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana

Prefeitura Municipal de Santana Segunda 30 de janeiro de 2012 Prefeitura Municipal de Santana 6 Bimestre e 3 de 2011 http://www.tribunanet.com.br/?tipo=1&gs=2&cidade=20&anos=&imagefield.x=51&imagefield.y=17 Prefeitura Municipal de Santana

Leia mais

RESUMO GERAL DA RECEITA Orçamento da Seguridade Social 2016

RESUMO GERAL DA RECEITA Orçamento da Seguridade Social 2016 10000000000000 RECEITAS CORRENTES 12000000000000 RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 12100000000000 CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS 12102900000000 CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME PRÓPRIO 12102907000000 CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

ATIVO Notas 2009 2008

ATIVO Notas 2009 2008 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2009 2008 CIRCULANTE Caixa e bancos 20.723 188.196 Contas a receber 4 903.098 806.697 Outras contas a receber 5 121.908 115.578 Estoques 11.805 7.673

Leia mais

LEI Nº 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964

LEI Nº 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964 LEI Nº 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964 Estatui Normas Gerais de Direito Financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Faço saber

Leia mais

Estado de Pernambuco Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 2, da Lei 4.

Estado de Pernambuco Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Salgueiro Exercicio de 2011 - Anexo 2, da Lei 4. Estado de Pernambuco Receita Segundo as s Economicas Folha: 1 1000.00.00.00.00 Receitas Correntes 65.766.322,65 1100.00.00.00.00 Receita Tributaria 15.455.558,48 1110.00.00.00.00 Impostos 14.920.440,00

Leia mais

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal após a Lei 11638/07 Quando informado o registro: as instituições sujeitas

Leia mais

ANEXO I. Inciso I - Despesas com Pessoal e Encargos

ANEXO I. Inciso I - Despesas com Pessoal e Encargos ANEXO I Sigla: STJ Nome de Órgão: Superior Tribunal de Justiça Autoridade Máxima: Presidente do Superior Tribunal de Justiça Responsável pela informação: Coordenadoria de Orçamento e Finanças Mês de Referência

Leia mais

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93 PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Maio/2013 a Abril/2014 - Consolidado RGF - Anexo I (LRF, art. 55, inciso I alinea

Leia mais

Prefeitura Municipal de Rio Preto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005

Prefeitura Municipal de Rio Preto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 Prefeitura Municipal de Rio Preto Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 31/12/2005 16:45:38 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 384.742,29

Leia mais

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Julho de 2012 - Anexo 2, da Lei 4.

Parana Receita Segundo as Categorias Economicas Folha: 1 Prefeitura Municipal de Bocaiuva do Sul Julho de 2012 - Anexo 2, da Lei 4. Parana Receita Segundo as s Economicas Folha: 1 1000.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 2.043.055,21 1100.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 93.250,61 1110.00.00.00.00 IMPOSTOS 82.212,62 1112.00.00.00.00 IMPOSTOS

Leia mais

COMUNICADO MODIFICAÇÕES NO PLANO DE CONTAS SIGAP

COMUNICADO MODIFICAÇÕES NO PLANO DE CONTAS SIGAP Porto Velho, Março 2007. COMUNICADO MODIFICAÇÕES NO PLANO DE CONTAS SIGAP Com o objetivo de manter a uniformização do Plano de Contas dos órgãos e entidades municipais, o qual é parte integrante do Sistema

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santa Monica

Prefeitura Municipal de Santa Monica 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 12.351.545,11 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 201.621,69 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 180.714,32 1.1.1.2.02.01.00.00 IPTU DO EXERCICIO CORRENTE AO QUINTO EXERCICIO

Leia mais

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant ANEXO II - A CLASSIFICAÇÃO DAS S DE RECURSOS (ordenada Siplan) 00 (1) 100 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro 300 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro - exerc ant 01 (1) 100

Leia mais