itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter parceiro dos sectores de cadastro e de florestas do país.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter parceiro dos sectores de cadastro e de florestas do país."

Transcrição

1 itc newsletter N o. 3, Julho 2012 itc newsletter Caros leitores, Estamos de volta com a 3 a edição do newsletter da itc. Esta e as próximas edições do nosso newsletter, vão partilhar os resultados alcançados com a implementação de projectos comunitários financiados pela itc. Editorial por Paulo Mole (Sócio-KPMG) Os resultados apresentados nesta edição reflectem a contribuição da itc no estabelecimento de um sistema de administração e gestão de terras eficientes em Moçambique. Esta contribuição é abordada resumidamente com relação aos aspectos sobre o futuro da itc (depois de 2014), tal como em referência ao potencial papel da itc como parceiro dos sectores de cadastro e de florestas do país. A procura de serviços da itc pelas comunidades rurais, e a dinâmica actual de desenvolvimento do país continuam a trazer para a itc desafios inerentes a promoção de sinergias com diferentes instituições. Fazemos particular referência, as instituições que promovem o desenvolvmento económico local, e a promoção de parcerias entre as comunidades e investidores, como forma de elevar o nível de vida das nossas comunidades. Assim, convidamos a todos leitores a acompanharem a conquista dos nossos desafios, através deste canal de comunicação. Nesta edição, aproveitamos para anunciar que a itc já está na internet, através da página: Boa leitura. N o. 3, Julho, 2012 Destaques: DUAT concedidos para agricultores em Gaza Capacitação de Provedores de Serviço da itc Delimitação de terras e mitigação de conflitos Breves itc na VII reunião sobre terras e florestas da DNTF itc - Junto das comunidades rurais para assegurar a posse de terra e promover o desenvolvimento VIII Reunião do CNA da itc: Futuro da itc no centro das atenções A itc realizou nos dias 11 á 13 de Junho de 2012, a 8ª Reunião do Comité Nacional de Acompanhamento (CNA) da itc. O CNA é um órgão de apoio da itc, que é composta pelos representantes dos doadores, Ministério da Agricultura, Sociedade Cívil, a União dos Camponeses, o Fórum Mulher, e implementadores (KPMG, NRI e CTV). Para além de aprovar os relatórios e planos de actividades, este órgão discutiu durante o encontro aspectos estratégicos ligados ao futuro da itc, depois de 2014 e a estratégia de saída da itc para as províncias de Nampula, Niassa e Zambézia. Momentos da VIII reunião do CNA

2 itc newsletter N o.3, Julho 2012 Direitos de terra concedidos: para os agricultores em Gaza Como resultado das grandes pressões de acesso a terra na província de Gaza, a itc foi solicitada a intervir na demarcação de terras de 15 (quinze) Associações agrícolas no distrito de Guijá. A intervenção consistiu em (i) divulgar a legislação sobre terras, (ii) legalização e registo de associações agrícolas; (iii) capacitação de membros das associações em associativismo e gestão e planificação de negócios. Esta intervenção da itc beneficiou cerca de 624 (405 mulheres) membros das associações agrícolas. Uma das associações beneficiárias dos fundos da itc foi a Associação Agrícola de Nhatine, da qual foram atribuídos direitos para explorar 100 hectares de terra. O DUAT, que foi entregue pelo Director Nacional de Terras e Florestas, do MINAG, Dr. Dinis Lissave, em finais do mês de Junho de 2012, contribuiu para aumentar o esforço da equipa da itc em alcançar as metas relativas aos DUATs emitidos. Resultados da itc até Junho de 2012 Membros da Associação de Nhatine exibindo o DUAT Resultados (certidões oficiosas e DUATs emitidos) até Junho de 2012 itc com mais delimitações e demarcações em curso A nova abordagem de intervenção da itc, associado a divulgação das oportunidades e resultados da itc a nível dos beneficiários e instituições parceiras, têm criado demanda pelos serviços da itc. Esta demanda resultou em projectos com actividades relaccionadas a processos de delimitação e demarcação de terras nas comunidades. Os resultados esperados pelos, projectos em curso, são apresentados na tabela ao lado. Resultados esperados pelos projectos em curso no ano

3 itc newsletter N o. 3, Julho 2011 Capacitação de Provedores de Serviço da itc: para maior impacto nas comunidades Os provedores de serviço são uma peça fundamental para a implementação das actividades da itc. Os provedores de serviço são responsáveis por fazer chegar aos beneficiários da itc, os diferentes produtos oferecidos pela itc, que estão inclusos nos processos de delimitação/demarcação de terras comunitárias, capacitações referentes a gestão da terra e recursos naturais, e a legalização de Organizações Comunitárias de Base. Capacitação de Provedores de Serviço sobre Orçamentação e Monitoria & Avaliação Pemba, Cabo Delgado Os desafios da itc para fase de extensão ( ) passam por criar maior impacto das suas actividades a nível das comunidades beneficiárias, ao mesmo tempo que se deve compilar lições sobre processos ligados a actividades de demarcação e delimitação de terras comunitárias. Este exercício, vai exigir da equipa e dos provedores de serviço da itc, uma maior consistência na abordagem de intervenção, e monitoria participativa das actividades dos projectos financiados. Recentemente, a itc iniciou capacitações á provedores de serviço sobre a nova abordagem da itc e seus procedimentos, incluindo novos processos participativos de monitoria e avaliação, que são baseados em colheita de lições aprendidas de actividades chaves dos processos de demarcação e delimitação de terras comunitárias. Durante a fase de extensão, a itc prevê continuar com a capacitação de provedores de serviço em diversas matérias que solidificam a intervenção da itc na gestão de terras, com especial enfoque para Género e Diversidade (G&D), Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e Monitoria e Avaliação (M&A). Breves itc já está em Sofala e Tete No âmbito da extensão concedida pelos doadores até 2014, a itc, expandiu as suas actividades para as províncias de Sofala (geridos a partir de Manica) e Tete. Nestas províncias, a itc já conta com órgãos de apoio (Comités Provinciais de Acompanhamento), estabelecidos após a apresentação da iniciativa as suas Excelências Governadores da Província de Sofala e Tete. Tete já tem o escritório em funcionamento. itc na VII reunião Nacional sobre terras e florestas No encontro, que decorreu nos dias 5 e 6 de Julho do corrente ano, no distrito de Gondola, província de Manica, o representante do DFID, Emídio de Oliveira, fez uma apresentação sucinta, no âmbito do futuro da itc, sobre os vários modelos institucionais que podem ser definidos para a futura itc. A participação da itc foi igualmente marcada quando, o director Nacional, Dínis Lissave, referenciou a itc como um potencial parceiro dos SPFFB e SPGC, para a capacitação de CGRN e delimitação de terras comunitárias. 3

4 itc newsletter N o. 3, Julho 2012 Delimitação de terras: base para mitigar conflitos entre comunidades e investidores: o caso das comunidades no distrito de Mecuburi, Nampula O distrito de Mecuburi, concretamente no posto administrativo de Namina, foi abrangido por um gigantesco projecto de plantação florestal denominado por Lúrio Green Resources, destinado ao sequestro de carbono atmosférico e ao desenvolvimento de projectos de energia renovável, bem como a produção de produtos florestais, numa área total de 90,444 hectares. Devido a elevada dimensão da área requerida pelo investidor e fracas consultas comunitárias, as comunidades abrangidas pelo projecto entraram numa situação de pânico, receando perder as suas áreas de produção, e criando-se assim condições para conflitos. Como forma de mitigar conflitos, a itc foi chamda a intervir, e financiou a delimitação de terras de 7 (sete) comunidades (total de 30,656 hectares), que foram complementadas com as seguintes actividades: (i) preparação social, divulgação da legislação (de terras e florestas); (iii) criação e capacitação de Comités de Gestão de Recursos Naturais (CGRN). A assimilação de alguns aspectos da legislação sobre terras e floresta, pela comunidade e pelo operador (Lúrio Green Resources), permitiu abertura para iniciar o processo de dialógo e negociação. Esta negociação teve como base a harmonização (participativa), entre os planos de maneio da Lúrio Green Resources, e os planos de desenvolvimento das comunidades (Agendas), elaborados durante a preparação social. Como resultado da negociação, foi possível restruturar o zoneamento das áreas, com base nas agendas comunitárias. Esta restruturação implicou, de forma participativa, a identificação de novas áreas para establecimento das plantações florestais, deixando para as comunidades as áreas potenciais para a produção agrícola e criação de gado. A resolução de conflitos permitiu igualmente abertura para realização de alguns acordos, para melhorar a vida das comunidades, como por exemplo o comprometimento da Lúrio Green Resources na introdução de tecnologias melhoradas de produção de culturas de rendimento, e facilitação para acesso ao mercado às comunidades. Estes acordos foram assinados depois das comunidades receberem as suas respectivas certidões oficiosas. Muitas outras oportunidades são esperadas com esta positiva relacção entre as comunidades e a Lúrio Green Resources, que podem ter impacto na gestão de recursos naturais e estimular a partilha de beneficíos e responsabildades, provenintes do negócios do sequestro de carbono. Oportunidades para itc O sucesso da mitigação do conflito acima descrito, através da intervenção da itc, suscitou mais demanda para delimitação de terras, das comunidades vizinhas. Em resposta, a itc está avaliar propostas de projecto, que devem incluir actividade de delimitação de mais seis (6) comunidades. Estudos de caso Encontro com membros da comunidade visita de monitoria da itc Discussão sobre o mapa da comunidade durante a preparação social Membro da comunidade exibindo a Certidão oficiosa e DUAT

5 itc newsletter N o. 3, Julho 2011 Mapeamento de direitos de terra das comunidades: O uso de técnologias de informação geográfica na delimitação de terras Opinião Existem várias fontes de informação que descrevem a aplicabilidade de fotografias aéreas, mapas, imagens satélites de alta resolução, e ferramentas como GIS (Geographical Information System) na elaboração de mapas participativos durante a fase de diagnósticos rural participativo nas comunidades. Em Moçambique estas tecnologias estão a ser aplicadas em vários sectores chaves de desenvolvimento rural. Como exemplo, no sector de terras (nos Municipios), através do apoio da HTSPE, com financiamento da Millennium Challenge Account (MCA), nas províncias de Nampula, Niassa e Zambézia, estão a ser demarcados talhões, com recurso a imagens satélites de alta resolução. Com estas tecnologias disponíves, surge a oportunidade de massificar a sua utilização em processos de delimitação de terras comunitárias, como forma de contribuir para um sistema de administração de terras modernizado e eficiente. O uso de imagens satélites e de ferramentas como o GIS e Google Earth, podem ter aplicabilidade nas seguintes fases do processo de delimitação de terras: (i) preparação social complementando os mapas produzidos pelas comunidades durante o DRP; (ii) identificação de limites e georeferenciamento, e (iii) zonemaneto complementando os mapas dos diferentes tipos de uso de terra elaborados pela comunidade. Contudo, os desafios para a sua aplicação incluem, de entre vários: (i) transferência de tecnologia; (ii) capacitação de provedores de serviço e facilitadores comunitários; (iii) planificação e implementação participativa, com envolvimento do sector de Cadastro....em imagem! Limites da comunidade de Phandagoma (província de Manica): vista em imagem satélite da Google Earth A transferência de conhecimento e técnologia de mapeamento, pode facilitar o processo de delimitação de terras e também pode elevar o capacidade das comunidades rurais na gestão da terra e de recursos naturais. Apresentação pública dos membros dos Comités de Gestão dos Recursos Naturais a comunidade Gunhe, Mossurize província de Manica A restauração dos nossos ecossistemas começa pela produção de plantas, que podem ser uma alternativa de geração de renda para as comunidades rurais. 5

6 itc newsletter N o.3, Julho 2012 Perfil da comunidade 2º Congresso: distrito de Sanga, Niassa A comunidade de 2 Congresso está situada no posto administrativo de Matchedje no distrito de Sanga, província de Niassa. Vivem nesta comunidade cerca de 1318 pessoas dos quais 671 são mulheres e a principal actividade é agricultura. A comunidade 2º Congresso, faz parte das cinco (5) comunidades dentro da área do programa Chipange Chetu, na província de Niassa. A comunidade beneficiou de fundos da itc para delimitar cerca de 72,000 hectares de terra da comunidade. A actividade de delimitação incluiu a divulgação da legislação de terra e florestas, a criação e capacitação de um CGRN, e treinamento de 10 membros da comunidade como guias turistícos. A criação do CGRN permitiu a canalização ás comunidades, das taxas pagas pelo operador, pela exploração turística. Com a actividade de delimitação de terras da comunidade, surgiram oportunidades de sinergias e parcerias, como forma de fortificar a comunidade na gestão da sua terra e seus recursos naturais. Um exemplo prático de sinergia foi com a WWF/CARE no projecto Rovuma Landscape, que promoveu a agricultura de conservação na comunidade. A comunidade está ciente que os recursos naturais existentes são uma oportunidade para seu próprio desenvolvimento. A comunidade 2º Congresso reforçou o conhecimento dos seus limites, através da delimitação das suas terras, e conhecem bem os seus recursos naturais, que consideram a sua riqueza (Chipande Chetu). itc Manica/Sofala Rua da Zâmbia, N o o Andar Chimoio, Manica Tel/Fax: itc - Cabo Delgado Bairro do cimento Rua da 1o de Maio, N o Pemba, Cabo Delgado Tel/Fax: itc - Gaza Av. Samora Machel Bairro 2 Cidade, 1º Andar, Flat 2 Xai-Xai, Gaza Tel/Fax: itc - Niassa Av. Filipe Samuel Magaia, N o o Andar-D/Edificio Girassol Lichinga, Niassa Tel/Fax: /54 itc - Nampula Bairro dos Limoeiros Rua da Beira, N o. 4 Nampula, Nampula Tel/Fax: /87 itc - Tete Av. Keneth Kaunda, N o. 22 Tete Tel: Fax: itc - Zambézia Av. Samora Machel, N o. 173/B Quelimane, Zambézia Tel: Fax: Para comentários e opiniões sobre o newsletter, escreva para qualquer dos endereços/contactos mencionados ou contacte directamente os escritórios da itc Contribuições: Mussa Chovieque Gestor Nampula Nelson Jackson Gestor Niassa Paulo Macoo Gestor Gaza Produção e Revisão: José Monteiro Gestor de Conhecimento Julho, 2012 Moçambique 6

itc newsletter Editorial por Paulo Mole (Sócio-KPMG) itc - MCA: depois de dois anos de actividades N o. 2, OUTUbro, 2011 Destaques: Breves

itc newsletter Editorial por Paulo Mole (Sócio-KPMG) itc - MCA: depois de dois anos de actividades N o. 2, OUTUbro, 2011 Destaques: Breves itc newsletter Caros leitores, Editorial por Paulo Mole (Sócio-KPMG) Esta é a segunda edição do Newsletter da itc. Desta vez, trazemos aos nossos leitores, os resultados e impactos das nossas intervenções

Leia mais

Manual de Monitoria e Avaliação

Manual de Monitoria e Avaliação Cabo Delgado Gaza Manica e Sofala Nampula Niassa Tete Zambézia Rua 1 Maio, N o 1355 Av. Samora Machel, Rua da Zâmbia, N 453 Rua da Beira N 4, Bairros Av. Filipe S. Magaia Av. Keneth Kaunda, Av. Samora

Leia mais

itc - Iniciativa para Terras Comunitárias Experiências da itc no processo de delimitação e demarcação de terras comunitárias

itc - Iniciativa para Terras Comunitárias Experiências da itc no processo de delimitação e demarcação de terras comunitárias itc - Iniciativa para Terras Comunitárias Experiências da itc no processo de delimitação e demarcação de terras comunitárias Reunião da DNTF sobre Delimitações em Nampula Este relatório contém 21 páginas

Leia mais

Relatório Temático da Delimitação de Terras Comunitárias. Almeida Sitoe, Carla Braga, Eunice Cavane, Laura German. Maputo, Abril 2014 CEAGRE UEM FAEF

Relatório Temático da Delimitação de Terras Comunitárias. Almeida Sitoe, Carla Braga, Eunice Cavane, Laura German. Maputo, Abril 2014 CEAGRE UEM FAEF Sistematização das Experiências Da Iniciativa para Terras Comunitárias na Delimitação e Demarcação de Terras Comunitárias e Parcerias no Âmbito da Implementação da Lei de Terras Relatório Temático da Delimitação

Leia mais

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento

A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais para o Desenvolvimento REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO ESTATAL Direcção Nacional de Promoção do Desenvolvimento Rural A Estrategia de Desenvolvimento Rural e o Programa de Promoção do Uso dos Recursos Naturais

Leia mais

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA Programa de Cooperação Trilateral para o Desenvolvimento Agrário do Corredor de Nacala (ProSAVANA) Comunicado de imprensa sobre a Auscultação Pública à volta da versão inicial do Plano Director do ProSAVANA

Leia mais

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique

Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique Termos de Referência para Análise das Plataformas das Organizações da Sociedade Civil que trabalham na gestão de recursos naturais em Moçambique I. Introdução Nos últimos anos, uma das principais apostas

Leia mais

DOCUMENTO DE APRESENTAÇÃO NA REUNIÃO NACIONAL SOBRE DELIMITAÇÃO DE TERRAS COMUNITÁRIAS

DOCUMENTO DE APRESENTAÇÃO NA REUNIÃO NACIONAL SOBRE DELIMITAÇÃO DE TERRAS COMUNITÁRIAS DOCUMENTO DE APRESENTAÇÃO NA REUNIÃO NACIONAL SOBRE DELIMITAÇÃO DE TERRAS COMUNITÁRIAS Maputo, Março de 2010 1 Documento para a ser apresentado na reunião da DNTF 1. Introdução Moçambique é um dos bons

Leia mais

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO NO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE ABRIL, 2015 Estrutura da Apresentação 2 I. Papel do CEPAGRI II. III. IV.

Leia mais

L ATITUDE PEMBA O MAR NO HORIZONTE

L ATITUDE PEMBA O MAR NO HORIZONTE L ATITUDE PEMBA O MAR NO HORIZONTE TANZÂNIA Mocimboa da Praia MALAWI Lichinga NIASSA CABO DELGADO NAMPULA Pemba Nacala TETE TETE ZAMBEZIA PEMBA MANICA SOFALA Quelimane CHIMOIO BEIRA para Hararre GAZA INHAMBANE

Leia mais

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE

OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE OPORTUNIDADES DO AGRONEGÓCIO EM MOÇAMBIQUE 1 O CEPAGRI (1-3) 2 Criado através do Decreto nº 20/2006 de 29 de Junho como instituição subordinada ao Ministério da Agricultura Criado com objectivo de: Estimular

Leia mais

PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU

PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU PROMOVENDO CIDADANIA PARA A MUDANÇA - PROCIMU A IBIS Moçambique é uma Organização Não Governamental Dinamarquesa, com sede em Maputo que trabalha em Moçambique desde 1976. As áreas temáticas actuais da

Leia mais

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 1 Rainha Juga, beneficiaria de uma campanha de cirurgia do Hospital Central da Beira ao distrito de Gorongosa 2 Moçambique

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVOSoja

BOLETIM INFORMATIVOSoja BOLETIM INFORMATIVOSoja Ed. No 03 Bimensal / Maio-Junho 2011 Director: Luís Pereira Editor: Belchion Lucas MOLUMBO, NOVO QUARTEL GENERAL DA SOJA O P o s t o Administrativo de Molumbo, distrito de Milange,

Leia mais

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010

Apresentação Do Banco. Setembro de 2010 Apresentação Do Banco Setembro de 2010 Conteúdos Onde estamos Missão Valores Accionistas Nosso mercado Responsabilidade social Factos Contactos Onde estamos Onde Estamos O Banco Terra está representado,

Leia mais

Audiência Parlamentar Internacional em Moçambique Maputo, 19 de Setembro de 2009 1. ELECTRIFICAÇÃO RURAL EM MOÇAMBIQUE Moçambique é rico em recursos energéticos, como é o caso da energia hidroeléctrica,

Leia mais

Bilene, Manica e Mogovolas

Bilene, Manica e Mogovolas CONTRIBUIÇÃO DO FDD NO FOMENTO DO EMPREGO RURAL- Criando Postos de Trabalho Através do Empreendedorismo A experiência dos Distritos de Bilene, Manica e Mogovolas Apresentado por André Calengo (Lexterra,

Leia mais

Relatório Preliminar

Relatório Preliminar REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA DIRECÇÃO NACIONAL DE TERRAS E FLORESTAS Estudo do impacto do Diploma Ministerial n 93/2005 de 4 de Maio sobre os mecanismos que regulam a canalização dos

Leia mais

Direcção do Registo Académico

Direcção do Registo Académico Direcção do Registo Académico EDITAL DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES PARA OS INGRESSOS DO ANO LECTIVO DE 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Direcção do Registo Académico (DRA) da Universidade Eduardo Mondlane (UEM),

Leia mais

1.1. Antecedentes do Estudo

1.1. Antecedentes do Estudo CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1.1. Antecedentes do Estudo 1.1.1. Antecedentes do Estudo A estrutura básica do Programa de Cooperação Triangular para o Desenvolvimento Agrícola da Savana Tropical em Moçambique

Leia mais

Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012

Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Plano de Comercialização Agrícola para 2011 e 2012 1 Estrutura de apresentação Objectivo do Plano Caracterização geral da comercialização agrícola Principais Intervenientes

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL Relatório dos seminários de definição das prioridades do GEF 5 para Moçambique 1. INTRODUÇÃO Moçambique beneficiou- se dos fundos

Leia mais

SPEED Bridge Program Africa LEAD II

SPEED Bridge Program Africa LEAD II SPEED Bridge Program Africa LEAD II Revisão Técnica do Quadro Legal de Terras Position Title: - ESPECIALISTA EM POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DE TERRAS - JURISTA, E ESPECIALISTA EM LEGISLAÇÃO SOBRE TERRAS Período

Leia mais

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique

Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Oportunidades de Investimento no Sector Agrario em Mocambique Apresentado pelo Director do Centro de Promoção da Agricultura Abdul Cesar Mussuale Turino, Fevereiro 2012 Estrutura de Apresentacao I. Informacao

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS DIRECÇÃO NACIONAL DE PLANIFICAÇÃO E ORÇAMENTO ORÇAMENTO CIDADÃO 5ᵃ Edição ORÇAMENTO CIDADÃO 2016 Visão: Assegurar a participação do Cidadão em

Leia mais

TREDD. Testando Opções e Arranjos Institucionais Eficientes para a Promoção da Extracção Sustentável da Energia de Biomassa Carvão Vegetal em Sofala

TREDD. Testando Opções e Arranjos Institucionais Eficientes para a Promoção da Extracção Sustentável da Energia de Biomassa Carvão Vegetal em Sofala TREDD Testando Opções e Arranjos Institucionais Eficientes para a Promoção da Extracção Sustentável da Energia de Biomassa Carvão Vegetal em Sofala As causas do desmatamento e degradação florestal são

Leia mais

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE

MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE MEDICUS MUNDI EM MOÇAMBIQUE A NOSSA PROPOSTA: CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: VAMOS TORNÁ-LOS REALIDADE Cuidados de Saúde Primários em Moçambique Já foi há mais de 30 anos que o sonho de Saúde para todos

Leia mais

PERFIL E TAREFAS DO ASSISTENTE PROVINCIAL DE ADMINSTRAÇÃO E PROGRAMAS DA ECOSIDA

PERFIL E TAREFAS DO ASSISTENTE PROVINCIAL DE ADMINSTRAÇÃO E PROGRAMAS DA ECOSIDA PERFIL E TAREFAS DO ASSISTENTE PROVINCIAL DE ADMINSTRAÇÃO E PROGRAMAS DA ECOSIDA 1. PERFIL 1.1. Nome do Posto: Assistente Provincial de Administração, Finanças e Programas 1.2. Regime de Trabalho: Tempo

Leia mais

Capítulo 15. Impactos Cumulativos

Capítulo 15. Impactos Cumulativos Capítulo 15 Impactos Cumulativos ÍNDICE 15 IMPACTOS CUMULATIVOS 15-1 15.1 INTRODUÇÃO 15-1 15.1.1 Limitações e Mitigação 15-1 15.1.2 Recursos e Receptores Potenciais 15-3 15.2 IMPACTO CUMULATIVO DA ZONA

Leia mais

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura?

A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? A expansão dos recursos naturais de Moçambique Quais são os Potenciais Impactos na Competitividade da Agricultura? Outubro 2014 A agricultura é um importante contribuinte para a economia de Moçambique

Leia mais

Fórum da Conectividade Rural

Fórum da Conectividade Rural FUNDO DO SERVIÇO DE ACESSO UNIVERSAL (FSAU) Fórum da Conectividade Rural O Fundo do Serviço de Acesso Universal e o seu papel na promoção de parcerias Público- Privadas para a conectividade rural Apresentado

Leia mais

O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE

O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE O PAPEL DOS FORNECEDORES PRIVADOS DE ÁGUA EM MOÇAMBIQUE Suzana Saranga Loforte Gestora de Recursos Hídricos & Meio Ambiente Direcção Nacional de Águas Ministério das Obras Públicas e Habitação de Moçambique

Leia mais

República de Moçambique Ministério das Obras Públicas e Habitação. ABASTECIMENTO DE ÁGUA NAS PRINCIPAIS CIDADES Projectos e Cooperação

República de Moçambique Ministério das Obras Públicas e Habitação. ABASTECIMENTO DE ÁGUA NAS PRINCIPAIS CIDADES Projectos e Cooperação República de Moçambique Ministério das Obras Públicas e Habitação ABASTECIMENTO DE ÁGUA NAS PRINCIPAIS CIDADES Projectos e Cooperação Pedro Paulino Maio 2013 CONTEÚDO 1. CONTEXTO INSTITUCIONAL: Quadro

Leia mais

2007 Licenciatura em Relações Internacionais e Diplomacia pelo Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI) Maputo Moçambique.

2007 Licenciatura em Relações Internacionais e Diplomacia pelo Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI) Maputo Moçambique. CURRICULUM VITAE CHAGAS LEVENE Escritório Residência Estudos e Pesquisas Aplicadas, Lda Travessa da Azurara n o 11 Bairro da Sommerschield Tel/fax (+258) 21 485383 Cell: (+258) 82 6255794 clevene@kula.co.mz

Leia mais

COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS

COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE GOVERNO DA PROVÍNCIA DO NIASSA COMÉRCIO, COMO CATALISADOR DE SERVIÇOS O orador: Horácio Deusdado Gervásio Linaula (Director Provincial) ESTRUTURA No âmbito desta Conferência Sobre

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EDITAL 2016 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRÍCULA PARA O ANO ACADÉMICO 2016

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EDITAL 2016 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRÍCULA PARA O ANO ACADÉMICO 2016 ENSINO ONLINE. ENSINO COM FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EDITAL 2016 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRÍCULA PARA O ANO ACADÉMICO 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O INSTITUTO SUPERIOR DE

Leia mais

Reconhecer Direitos sobre os Recursos Naturais em Moçambique

Reconhecer Direitos sobre os Recursos Naturais em Moçambique Reconhecer Direitos sobre os Recursos Naturais em Moçambique Documento de trabalho para Rights and Resources Initiative Janeiro 2010 Paul De Wit Simon Norfolk The Rights and Resources Initiative A Iniciativa

Leia mais

Jovens empreendedores lançam-se num novo desafio

Jovens empreendedores lançam-se num novo desafio Edição de Fevereiro de 2010 Jovens empreendedores lançam-se num novo desafio Os seis jovens integrados no programa de empreendedorismo a decorrer já há dois anos no complexo agro-industrial de Matama lançaram

Leia mais

STEPS FORWARD: LINKING AGRICULTURE TO NUTRITION IN MOZAMBIQUE

STEPS FORWARD: LINKING AGRICULTURE TO NUTRITION IN MOZAMBIQUE STEPS FORWARD: LINKING AGRICULTURE TO NUTRITION IN MOZAMBIQUE Hosted by Abt Associates Reduzir a desnutrição crónica em Moçambique: contexto internacional e assistência dos parceiros de desenvolvimento

Leia mais

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025

5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 5 de Março de 2015 Quente-Quente No. 1025 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura - Direcção

Leia mais

EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA EMBAIXADA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA FUNDO ESPECIAL DE AUTO-AJUDA DO EMBAIXADOR DOS E.U.A. Ajudando as Comunidades a Ajudar-se a Si Próprias Caro Candidato ao Fundo de Auto-Ajuda: Obrigado pelo seu

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Social

Programa de Desenvolvimento Social Programa de Desenvolvimento Social Introdução A Portucel Moçambique assumiu um compromisso com o governo moçambicano de investir 40 milhões de dólares norte-americanos para a melhoria das condições de

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS I. Introdução TERMOS DE REFERÊNCIA PARA O POSTO DE CONSELHEIRO EM GESTÃO DE FINANÇAS PUBLICAS O melhoramento da prestação de serviços públicos constitui uma das principais prioridades do Governo da Província

Leia mais

Delegação da União Europeia em Moçambique

Delegação da União Europeia em Moçambique REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E COOPERAÇÃO GABINETE DO ORDENADOR NACIONAL PARA A COOPERAÇÃO MOÇAMBIQUE / UE Delegação da União Europeia em Moçambique REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

Leia mais

Síntese. IV Conferência de Maneio Comunitário de Recursos Naturais

Síntese. IV Conferência de Maneio Comunitário de Recursos Naturais REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA DIRECÇÃO NACIONAL DE TERRAS E FLORESTAS Síntese IV Conferência de Maneio Comunitário de Recursos Naturais Maputo, 30 de Abril de 2011 Realizou-se entre

Leia mais

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF)

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF) UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE FACULDADE DE AGRONOMIA E ENGENHARIA FLORESTAL (FAEF) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL (DEF) MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL (MICOA) CENTRO TERRA VIVA

Leia mais

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013

PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ENERGIA DIRECÇÃO DE ESTUDOS E PLANIFICA ÇÃO PROPOSTA DO PLANO ECONÓMICO E SOCIAL PARA 2013 Nampula, 16 de Agosto de 2012 MINISTÉRIO DA ENERGIA 1 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SÍNTESE DA 15 a SESSÃO PLENÁRIA DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO Maputo, Abril de 2014 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO... 3 II. TEMAS APRESENTADOS...

Leia mais

Apresentado por: Miquelina Menezes Maputo, 17 de Novembro de 2011

Apresentado por: Miquelina Menezes Maputo, 17 de Novembro de 2011 Energia Para Moçambique Análise do potencial do país no âmbito da geração de energias renováveis e revisão dos projectos de energia solar, eólica, hídrica, biomassa e biodiesel Apresentado por: Miquelina

Leia mais

MOÇAMBIQUE. Principais Resultados

MOÇAMBIQUE. Principais Resultados MOÇAMBIQUE Inquérito Nacional de Prevalência, Riscos Comportamentais e Informação sobre o HIV e SIDA em Moçambique (INSIDA 2009) Principais Resultados O Inquérito Nacional de Prevalência, Riscos Comportamentais

Leia mais

Internet Como um Serviço Essencial

Internet Como um Serviço Essencial Internet Como um Serviço Essencial [O Desenvolvimento da Banda Larga e o Crescimento da Economia Digital ] 20 de Nov de 2015 americo@incm Pontos de Apresentação 1. Banda larga em Moçambique; 2. Como desenvolver

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL DIRECÇÃO NACIONAL DE GESTÃO AMBIENTAL Relatório sobre a divulgação do Decreto de REDD+ a nível dos Governos Provinciais Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L ÉPOCA ÚNICA. Preâmbulo

UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L ÉPOCA ÚNICA. Preâmbulo UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L EXAMES DE ADMISSÃO À UNIVERSIDADE LÚRIO ANO LECTIVO 2015 ÉPOCA ÚNICA Preâmbulo A Universidade Lúrio (UniLúrio) é uma universidade pública de âmbito nacional com sede na Cidade

Leia mais

Direitos das Comunidades Realidade ou retórica

Direitos das Comunidades Realidade ou retórica Direitos das Comunidades Realidade ou retórica Síntese das conclusões e r ecomendações principais da consulta na Zona Nor te (Cabo Delgado, Niassa e Nampula) Zona Centro (Manica, Sofala, Zambézia e Tete)

Leia mais

Diversificação e articulação da base produtiva e comercial em Moçambique

Diversificação e articulação da base produtiva e comercial em Moçambique Diversificação e articulação da base produtiva e comercial em Moçambique "Tendências do Investimento Privado em Moçambique: questões para reflexão" Nelsa Massingue da Costa Maputo, Setembro 2013 TENDÊNCIAS

Leia mais

PROGRAMA DO: Governo da República Federativa do Brasil (Ministério das Cidades Ministério do Meio Ambiente)

PROGRAMA DO: Governo da República Federativa do Brasil (Ministério das Cidades Ministério do Meio Ambiente) PROGRAMA DO: Governo da República Federativa do Brasil (Ministério das Cidades Ministério do Meio Ambiente) COM APOIO DO: Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-HABITAT) e o Programa

Leia mais

AGRITEC ID - EMRC International Business Forum 2011

AGRITEC ID - EMRC International Business Forum 2011 AGRITEC ID - EMRC International Business Forum 2011 Lisboa, Portugal 20 21 de Janeiro de 2011 Contribuição do Comité Nacional para Promoção da Mulher Rural, no Trabalho com as Comuinidades Rurais em Angola

Leia mais

UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L ÉPOCA ÚNICA. Preâmbulo

UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L ÉPOCA ÚNICA. Preâmbulo Visto O Magnífico Reitor Prof. Dr. Francisco Noa UNIVERSIDADE LÚRIO E D I T A L EXAMES DE ADMISSÃO À UNIVERSIDADE LÚRIO ANO LECTIVO 2016 ÉPOCA ÚNICA Preâmbulo A Universidade Lúrio (UniLúrio) é uma universidade

Leia mais

Estratégia de parceria global da IBIS 2012. Estratégia de parceria global da IBIS

Estratégia de parceria global da IBIS 2012. Estratégia de parceria global da IBIS Estratégia de parceria global da IBIS Aprovada pelo conselho da IBIS, Agosto de 2008 1 Introdução A Visão da IBIS 2012 realça a importância de estabelecer parcerias com diferentes tipos de organizações

Leia mais

Projecto TERRA GCP/ANG/045/SPA

Projecto TERRA GCP/ANG/045/SPA Projecto TERRA Apoio às Instituições Governamentais para o Melhoramento da Gestão da Posse e Administração da Terra e outros Recursos Naturais nas províncias do Huambo e Bié GCP/ANG/045/SPA O Projecto

Leia mais

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020

28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 28 de Janeiro de 2015 Quente-Quente No. 1020 Informação Semanal de Mercados Agrícolas no País, Região e Mundo Publicação do Sistema de Informação de Mercados Agrícolas (SIMA) Ministério da Agricultura

Leia mais

MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR. Nível Hierárquico UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Circulação Geográfica

MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR. Nível Hierárquico UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Circulação Geográfica MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR SEXO: 73% dos leitores são homens e 27% são mulheres IDADE: O escalão etário mais significativo é dos 25 aos 44 anos com 59% UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Publicação

Leia mais

Projeto Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para a Redução da Pobreza no Brasil

Projeto Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para a Redução da Pobreza no Brasil CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ELABORAÇÃO, E IMPLEMENTAÇÃO DE UM PLANO DE COMUNICAÇÃO PARA O PROJETO AGRICULTURA DE BAIXO CARBONO E DESMATAMENTO EVITADO PARA A REDUÇÃO DE POBREZA NO BRASIL. País - Brasil Projeto

Leia mais

REDD Sul-Sul. Uma iniciativa Brasil-Moçambique para Desmatamento Zero com Relevância Pan-Africana

REDD Sul-Sul. Uma iniciativa Brasil-Moçambique para Desmatamento Zero com Relevância Pan-Africana REDD Sul-Sul Uma iniciativa Brasil-Moçambique para Desmatamento Zero com Relevância Pan-Africana 6 de Novembro de 2009 a 31 de Agosto de 2012 Relatório Final Isilda Nhantumbo Agradecimentos ao Governo

Leia mais

MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005

MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005 MOÇAMBIQUE ACTUALIZAÇÃO DE SEGURANÇA ALIMENTAR Janeiro 2005 TIPO DE ALERTA: NORMAL VIGILÂNCIA AVISO EMERGÊNCIA CONTEÚDO Perspectiva sobre Riscos... 2 Precipitação e implicações... 2 Análise de Mercados...

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES FORMULÁRIO DE CANDIDATURA À REDE DE CONSULTORES da empresa da pessoa de contacto Data: Detalhes de contacto País: Data de preenchimento: Telefone: Fax: e-mail: Caixa Postal: 1. CONSULTORES Os consultores

Leia mais

A sessão da manhã compreendeu 4 apresentações nomeadamente:

A sessão da manhã compreendeu 4 apresentações nomeadamente: Síntese do Mini-simpósio Sobre Agricultura de Conservação IIAM/MSU/Plataforma de Investigação/ ONGs convidadas Recinto do IIAM, 11 de Fevereiro de 2011 Preparada por: Eng Helder Gemo IWMI/MozAKSS Aos 11

Leia mais

Id: 41322 (27 years)

Id: 41322 (27 years) Ver foto Id: 41322 (27 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Masculino Data de nascimento: 08/07/1988 País: Mozambique, Região: Nampula, Cidade: Nampula Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO: Tipo de trabalho:

Leia mais

As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural

As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO ESTATAL Direcção Nacional de Promoção do Desenvolvimento Rural As Comunidades Locais e a Delimitação no contexto da Estratégia de Desenvolvimento Rural

Leia mais

Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa

Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa Propriedade Intelectual nos Países de língua Portuguesa Politicas de Saúde e AIDS Moçambique Eusébio Chaquisse, MD, MIH Universidade Lúrio - Nampula Introdução: Moçambique possui uma população 20 milhões

Leia mais

Cofinanciado pela Comissão Europeia

Cofinanciado pela Comissão Europeia Cofinanciado pela Comissão Europeia A NOVA PAC Em vigor a partir de janeiro 2015 Mais direcionado e flexível que nunca Maior escolha de regimes e medidas opcionais Transferências entre pilares Alguns dos

Leia mais

REGULAMENTO. Prémio de Excelência Empresarial. Página: 1 de 5

REGULAMENTO. Prémio de Excelência Empresarial. Página: 1 de 5 O. T. M. Prémio de Excelência Empresarial REGULAMENTO A ECoSIDA - Associação dos Empresários contra HIV e SIDA, Tuberculose e Malária é uma organização não governamental da CTA (Confederação das Associações

Leia mais

1. Introdução. 2. Objetivo geral. Av. Acordos de Lusaka, 2115 C.P. 2020 Maputo Telefone: 21466407, 21466244, 21465299 Fax: 21465849 1

1. Introdução. 2. Objetivo geral. Av. Acordos de Lusaka, 2115 C.P. 2020 Maputo Telefone: 21466407, 21466244, 21465299 Fax: 21465849 1 REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL Direcção Nacional de Gestão Ambiental Projecto de REDD+ Termos de Referência Consultoria para Avaliação Ambiental e Social Estratégica

Leia mais

Sua Excelência Embaixadora da Finlândia;

Sua Excelência Embaixadora da Finlândia; República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional Gabinete do Ministro DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E

Leia mais

Id: 40267 (42 years)

Id: 40267 (42 years) Foto não disponível Id: 40267 (42 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Masculino Data de nascimento: 25/06/1973 País: Mozambique, Região: Niassa, Cidade: Lichinga Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO:

Leia mais

0. Breve historial da Organização:

0. Breve historial da Organização: 0. Breve historial da Organização: A Associação dos Jovens e Amigos de Govuro (AJOAGO) foi fundada em Janeiro de 2001 no Distrito de Govuro e registada sob o número 2-F-2/L Q1 com data 18/06/2004 na Conservatória

Leia mais

Reforma institucional do Secretariado da SADC

Reforma institucional do Secretariado da SADC Reforma institucional do Secretariado da SADC Ganhamos este prémio e queremos mostrar que podemos ainda mais construirmos sobre este sucesso para alcançarmos maiores benefícios para a região da SADC e

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

7/1/14. Conteúdos da Apresentação

7/1/14. Conteúdos da Apresentação Conteúdos da Apresentação República de Moçambique Ministério da Agricultura Ins:tuto do Algodão de Moçambique XII Reunião do SEACF A. Banze IAM Agronomist Maputo, 7-8 de Junho de 04 Piloto de Seguro Agrário

Leia mais

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 1 Índice: I Enquadramento II Eixos de Intervenção Estratégica III Proposta de Orçamento IV Candidaturas a Programas de Apoio 2 I Enquadramento Estratégico

Leia mais

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO

XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO XX CONGRESSO ENGENHARIA 2020 UMA ESTRATÉGIA PARA PORTUGAL 17 a 19 de outubro de 2014 ALFÂNDEGA DO PORTO Desenvolvimento Rural, Agricultura, Florestas e Sustentabilidade 17 de outubro de 2014 / GPP Eduardo

Leia mais

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil Nome do Processo de Seleção: Consultor Bioma Mata Atlântica da Cooperação Técnica BR-X1028 O Ministério da Agricultura,

Leia mais

Maneio Comunitários dos Recursos Naturais e Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas Florestais

Maneio Comunitários dos Recursos Naturais e Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas Florestais Maneio Comunitários dos Recursos Naturais e Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas Florestais Artigo de discussão Autores: Nazira Dista e Bruno A. Nhancale Maputo, 2009 1 Tabela de Conteúdo 1. Introdução...3

Leia mais

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos - Criação e Estruturação da Moratória da Soja - Realizações da Moratória da Soja - A Prorrogação da Moratória - Ações Prioritárias Relatório Apresentado pelo

Leia mais

Universidade Católica de Moçambique

Universidade Católica de Moçambique Universidade Católica de Moçambique INSCRIÇÕES PARA NOVOS INGRESSOS ANO ACADÉMICO 2015 Processo de Inscrição Os interessados deverão candidatar-se a uma única Faculdade/ Extensão. Só irão frequentar os

Leia mais

Implementação do Redd+ no corredor da Beira abrangendo as províncias de manica, sofala e Zambézia

Implementação do Redd+ no corredor da Beira abrangendo as províncias de manica, sofala e Zambézia Implementação do Redd+ no corredor da Beira abrangendo as províncias de manica, sofala e Zambézia primeiro encontro de planificação do projecto: 5 e 6 de novembro 2012 Isilda Nhantumbo, Romana Rombe e

Leia mais

República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estrutura de Comunicação (MEGCIP)

República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estrutura de Comunicação (MEGCIP) República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estrutura de Comunicação (MEGCIP) Síntese da II Reunião do Comité Directivo do Projecto MEGCIP Data:

Leia mais

Direcção do Registo Académico

Direcção do Registo Académico 1 Direcção do Registo Académico EDITAL MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES PARA OS NOVOS INGRESSOS ANO LECTIVO DE 2016 1. Introdução A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) informa ao público que a matrícula para os

Leia mais

A perspectiva bilateral de coordenação/mobiliza. o/mobilização o dos intervenientes externos. Ferruccio Vio

A perspectiva bilateral de coordenação/mobiliza. o/mobilização o dos intervenientes externos. Ferruccio Vio A perspectiva bilateral de coordenação/mobiliza o/mobilização o dos intervenientes externos Ferruccio Vio Estudo de caso: Moçambique 1 Moçambique ambique: Apoio dos doadores e Recursos Humanos Diferentes

Leia mais

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org WG11036 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org ANÚNCIO E CONVITE PARA APRESENTAÇÃO

Leia mais

Elaboração de Planos Estratégicos gerais de Formação de quadros de funcionarios municipais

Elaboração de Planos Estratégicos gerais de Formação de quadros de funcionarios municipais TERMOS DE REFERÊNCIA Elaboração de Planos Estratégicos gerais de Formação de quadros de funcionarios municipais 1. ANTECEDENTES A Fundação IEPALA tem assinado com a Agencia Espanhola de Cooperação Internacional

Leia mais

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO

OBJETIVO GERAL DA FUNÇÃO PROGRAMA DE COOPERAÇÃO EM MOÇAMBIQUE FUNÇÃO: Técnico de Capacitação Institucional (TCI) LOCALIZAÇÃO: Moçambique, Província de Nampula DURAÇÃO: 17 meses (datas prováveis: 1 de agosto de 2015 a 31 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX 1 MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO INSTITUTO PARA A PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES - IPEX MOÇAMBIQUE Informação Geral IPEX Instituto para a Promoção de Exportações POTENCIAIS SECTORES DE EXPORTAÇÃO Por Provincia

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE O ESTADO DE AVANÇO FINANCEIRO E DAS ACTIVIDADES ATÉ 31.12.2012

RELATÓRIO SOBRE O ESTADO DE AVANÇO FINANCEIRO E DAS ACTIVIDADES ATÉ 31.12.2012 PROGRAMA DE APOIO À DESCENTRALIZAÇÃO E AO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO LOCAL (PADDEL) NA PROVÍNCIA DE SOFALA (MOÇAMBIQUE) AID 8417 RELATÓRIO SOBRE O ESTADO DE AVANÇO FINANCEIRO E DAS ACTIVIDADES ATÉ 31.12.2012

Leia mais

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012

Padrão de Príncipes, Critérios e Indicadores para Florestas Modelo. Rede Ibero-Americana de Florestas Modelo 2012 Meta superior (RIABM 2011): A Floresta Modelo é um processo em que grupos que representam uma diversidade de atores trabalham juntos para uma visão comum de desenvolvimento sustentável em um território

Leia mais

Plano de Atividades 2014. www.andonicanela.com

Plano de Atividades 2014. www.andonicanela.com Plano de Atividades 2014 (Revisão) www.andonicanela.com PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2014 REVISTO INTRODUÇÃO e VERTENTE ESTRATÉGICA A LPN como a mais antiga e mais consistente organização não governamental

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA DIRECÇÃO GERAL EDITAL 2015 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRICULAS PARA O ANO ACADÉMICO 2015

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA DIRECÇÃO GERAL EDITAL 2015 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRICULAS PARA O ANO ACADÉMICO 2015 INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA DIRECÇÃO GERAL EDITAL 2015 PROCESSO DE INSCRIÇÃO E MATRICULAS PARA O ANO ACADÉMICO 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. O INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO

Leia mais

Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009

Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009 Previsão Climática para o Período Outubro-2008 a Março-2009 Na elaboração desta previsão climática sazonal tomou-se em consideração a interação do sistema Oceano-Atmosfera e suas implicações para o clima

Leia mais