LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL. Conselho do Patrimônio Imobiliário. Imóvel rural localizado no Bairro Anta Magra Barra do Chapéu-SP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL. Conselho do Patrimônio Imobiliário. Imóvel rural localizado no Bairro Anta Magra Barra do Chapéu-SP"

Transcrição

1 LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Imóvel rural localizado no Bairro Anta Magra Barra do Chapéu-SP Conselho do Patrimônio Imobiliário

2 2 FICHA CADASTRAL DO IMÓVEL 1. VALOR TOTAL DO IMÓVEL (R$): VALOR TOTAL DO IMÓVEL: R$ ,00 2. CPOS PROCESSO: 0380/2008 Pasta A 162 SEP PROCESSO: 2827/ LOCALIZAÇÃO: ENDEREÇO: ANTA MAGRA BAIRRO: ANTA MAGRA MUNICÍPIO: BARRA DO CHAPÉU TRANSCRIÇÃO: 337 EMITENTE: CRI APIAI 4. CROQUI DE LOCALIZAÇÃO: 5. FOTOGRAFIA: - FORMATO DO TERRENO: POLÍGONO REGULAR: POLÍGONO IRREGULAR: 6. CARACTERÍSTICAS DO TERRENO: ÁREA: TOPO GRAFIA: 7,65688 ha FRENTE PRINCIPAL/SECUNDÁRIA PLANO: ACLIVE: DECLIVE: ACIDENTADO: SUPERFÍCIE DO SOLO: SECO: ÚMIDO: ALAGADIÇO: 7. BENFEITORIAS EXISTENTES: PADRÃO CONSTR.: NÃO HÁ ÁREA (m 2 ): IDADE ESTIMADA: VOCAÇÃO DE USO: ESTADO DE CONSERVAÇÃO: BOM: REGULAR: RUIM: 8. SITUAÇÃO DO IMÓVEL: OCUPADO: DESOCUPADO: OCUPANTE: DESCONHECIDO CONTATO: Pedro A. de Oliveira (15)

3 3 ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO DO SOLICITANTE 2. FINALIDADE DO LAUDO 3. OBJETIVO DA AVALIAÇÃO 4. CARACTERIZAÇÃO DO IMÓVEL AVALIANDO 4.1. DOCUMENTAÇÃO 4.2. LOCALIZAÇÃO 4.3. CARACTERIZAÇÃO DA REGIÃO 4.4. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL 5. DIAGNÓSTICO DE MERCADO 6. ESPECIFICAÇÃO DA REAVALIAÇÃO 7. DETERMINAÇÃO DO VALOR DE MERCADO TERRENO 7.1. CÁLCULO DO VALOR DO TERRENO 7.2. CÁLCULO DO VALOR DA BENFEITORIA 7.3. CÁLCULO DO VALOR DO VALOR TOTAL 8. ENCERRAMENTO 9. ANEXOS 9.1. PRESSUPOSTOS 9.2. METODOLOGIA 9.3. RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 9.4. TABELA DE HOMOGENIZAÇÃO E PESQUISA IMOBILIARIA 9.5. DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA

4 4 1. IDENTIFICAÇÃO DO SOLICITANTE O presente Laudo de Reavaliação foi elaborado por solicitação do Conselho do Patrimônio Imobiliário. 2. FINALIDADE DO LAUDO A finalidade do laudo é determinar o valor de mercado do imóvel objeto da avaliação. 3. OBJETIVO DA AVALIAÇÃO O objetivo do Laudo de avaliação é a determinação do valor de mercado com base em pesquisas no mercado imobiliário da região geoeconômica do imóvel avaliando, apresentando como conclusão a convicção do valor de mercado após tratamento dos dados coletados. 4. CARACTERIZAÇÃO DO IMÓVEL AVALIANDO 4.1. DOCUMENTAÇÃO Imóvel adquirido pela Fazenda do Estado de São Paulo mediante carta de adjudicação de 29 de maio de 1.931, passada pelo Tabelião do 1º Ofício João Arthur Law, devidamente assinado pelo MM Juiz de Direito Dr. Aurélio da Fonseca Passos. Imóvel com transcrição sob nº 337 do Cartório do Registro de Imóveis de Apiaí- SP LOCALIZAÇÃO Principal acesso ao imóvel: Estrada sem pavimentação que liga Barra do Chapéu ao Bairro rural de Anta Magra (4km) ; Acesso em terra de 5km após o Bairro Anta Magra; Imóvel rural rodeado principlamente por terras em Pinus e mata nativa. Coordenadas Geograficas colhidas na região 24 31'17.8" S, 49 03'10.5" O, em area mostrada pelo Sr. Pedro.

5 VISTORIA A vistoria fora realizada na data do dia 6 de fevereiro de 2013, onde se localizou áreas que podem ser o avaliando, fomos acompanhados por um morador local, Sr. Pedro Antonio de Oliveira, que passou as informações sobre as possíveis áreas. Constatou-se que existem varias áreas rurais de pequeno porte com plantações de Pinus, mas sem apresentarem cercas de divisa, ficando as mesmas marcadas por diferenças nas plantações e pequenas trilhas e carreadores. Primeiro foi-se até o município de Apiaí no Cartório de Registro de Imóveis, onde o Sr. Elcio nos comunicou a dificuldade de localização das referidas áreas. Depois se procurou o Eng. Civil Mario Emirandetti, no mesmo município, que tem feito os Cadastros de Imóveis Rurais para o INCRA, sem sucesso para as áreas. Foi-se até o município de Barra do Chapéu, onde na Prefeitura, em contato com o Sr. Dilsinho (t: ) encontrou-se o Sr. Pedro, que nos levou as prováveis áreas CARACTERÍSTICAS DA REGIÃO Trata-se de região rural de Barra do Chapéu-SP, no Bairro denominado Anta Magra, local caracterizado pela maioria das propriedades não possuírem registro dos imóveis, ocupando as áreas por contratos de compra e venda de longa data, mas sem regularização DESCRIÇÃO DO IMÓVEL IMÓVEL: Um quinhão de terras contendo três alqueires cento e sessenta e quatro milésimos de alqueire situado no imóvel Anta Magra, deste município, compreendido pelas seguintes divisas principia no marco vinte e dois e segue dividindo com Pacífico das Chagas rumo sul e distância de cento e noventa metros até o marco vinte e seis e segue rumo este e distância de trezentos e dez metros dividindo com Benvindo Velloso até o marco trinta e seis e segue dividindo com a primeira gleba de Manoel Chagas com rumo de 20º30 distância de duzentos e dez metros até o marco cincoenta e segue dividindo com Firmiana Velloso rumo oeste e distância de trezentos e sessenta e cinco metros até o marco vinte e dois onde principiou. 5. DIAGNÓSTICO DE MERCADO Na região do bairro Anta Magra, a exploração principal é por agricultura familiar em pequenas propriedades com extração de resina de pinus. Outro aspecto que contribui para o valor das propriedades é sua documentação e exata demarcação. Isto explica o valor dos imóveis e sua baixa liquidez.

6 6 6. ESPECIFICAÇÃO DA AVALIAÇÃO A NBR :2011, em seu item 9 Especificação das avaliações, apresenta a seguinte redação: A especificação de uma avaliação está relacionada tanto com o empenho do engenheiro de avaliações, como com o mercado e as informações que possam ser dele extraídas. O estabelecimento inicial pelo contratante do grau de fundamentação desejado tem por objetivo a determinação do empenho no trabalho avaliatório, mas não representa garantia de alcance de graus elevados de fundamentação. Quanto ao grau de precisão, este depende exclusivamente das características do mercado e da amostra coletada e, por isso, não é passível de fixação a priori. Em função das particularidades do imóvel avaliando e do comportamento do mercado imobiliário da região, e em conformidade com a NBR :2011, item Tabela 4 e Tabela 5, o presente laudo de reavaliação possui Grau de Fundamentação I e Grau de Precisão III. 7. DETERMINAÇÃO DO VALOR DE MERCADO DO IMÓVEL 7.1. CÁLCULO DO VALOR DO TERRENO Para o presente trabalho adotou-se o Método Comparativo Direto de Dados de Mercado para o cálculo do valor do terreno. A descrição do Método encontra-se no Anexo 9.2 item 1.2. Verificou-se que as características que influenciaram na composição do valor unitário do imóvel na região do avaliando foram as seguintes: Fator Oferta: Para os comparativos ofertados, aplicamos o fator 0,90; a fim de compensar a super estimativa / elasticidade da oferta. Construções: Para os comparativos com construções, as mesmas foram deduzidas conforme Estudos Valores de Edificações Imóveis Urbanos 2002, considerando classificação, estado de conservação e idade aparente.

7 7 Em levantamento de dados junto ao mercado imobiliário, obtiveram-se elementos, cujos dados de análise constam na planilha juntada ao presente laudo como anexo. Após tratamento dos dados, obteve-se o seguinte VALOR UNITÁRIO para o terreno: VALOR UNITÁRIO TERRENO = R$ 2.271,41/ ha VALOR TOTAL TERRENO = VALOR UNIT. x ÁREA VALOR TOTAL TERRENO = R$ 2.271,41/ ha x 7,65688 ha VALOR TOTAL TERRENO = R$ , CALCULO VALOR DA BENFEITORIA Conforme vistoria no local as construções foram avaliadas baseadas no estudo Valores de Edificações de Imóveis Urbanos , editada pelo a Associação Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia IBAPE/SP e atualizado em novembro/2006 e fevereiro/2007. As áreas e medidas foram informadas pelo solicitante Os valores unitários das benfeitorias foram extraídos do estudo publicado pelo IBAPE SP, com base em índices publicados pela PINI relativos ao padrão construtivo R 8 N CUB utilizando-se a tabela de conversão de VALORES DE EDIFICAÇÕES DE IMÓVEIS URBANOS : VALOR BENFEITORIA : Unitário CUB R$/m2 x Área Construída (m2) x Coeficiente Padrão Construtivo x Fator Depreciação. Quadro Resumo dos Valores VALOR TOTAL BENFEITORIA = NÃO HÁ

8 8 7.3 VALOR TOTAL DO IMÓVEL VALOR TOTAL TERRENO = R$ ,91 VALOR BENFEITORIA = NÃO HÁ VALOR IMÓVEL = VALOR TERRENO + VALOR BENFEITORIA VALOR IMÓVEL = R$ ,91 ARREDONDAMENTO VALOR IMÓVEL = R$ ,00 Estaremos aplicando o Campo de arbítrio definido em 3.8 da ABNT NBR :2001 é o intervalo com amplitude de 15%, para menos, em torno da estimativa de tendência central utilizada na avaliação, devido a inexistência de especificação dos limites exatos do terreno avaliando, conforme comentário abaixo. Assim o valor para venda é o seguinte: VALOR IMÓVEL = VALOR TERRENO * 0,85 VALOR IMÓVEL = R$ ,91 * 0,85 VALOR IMÓVEL = R$ ,13 OBS: Caso o imóvel for localizado e demarcado, desconsidera-se o Campo de arbítrio. CONCLUSÃO Com base no presente trabalho, arredondando-se até o limite de 1%, conforme item item a, da NBR /2001, temos o seguinte valor:

9 9 V DO IMÓVEL = R$ ,00 (Quatorze mil e oitocentos reais) Data-base: Fevereiro/2013 * COMENTÁRIO: A região rural e urbana de Barra do Chapéu-SP, é caracterizada por a maioria das propriedades não possuírem registro de imóvel, ocupando as áreas por contratos de compra e venda de longa data, mas sem a devida regularização. Além disso, a exploração principal é agricultura familiar em pequenas propriedades com extração de resina de pinus. Isto explica, em parte, o valor dos imóveis e sua baixa liquidez. O imóvel avaliando em questão teve como data de sua adjudicação 28 de maio de 1.935; em praticamente 68 anos não foi realizada a posse efetiva da área pelo Estado, o que provavelmente numa região sem regularização facilitou a sua ocupação. Através de busca cartorária dos confrontantes, topógrafo local e busca dos descendentes dos confrontantes da época chegamos ao local. Mesmo encontrando marcos topográficos novos e antigos com a ajuda dos ocupantes não tivemos condições para definir com exatidão a área avalianda, com o auxílio de novo levantamento provavelmente haveria melhor definição. Desta forma, não se pode afirmar se um ou ambos os confrontantes invadem a área avalianda de propriedade da Fazenda do Estado. Como descrito anteriormente, a falta de registros de imóveis, pode ser um motivador ao próprio ocupante da área a adquiri-la novamente e regularizá-la. Pela situação local dificilmente o imóvel será comercializado de outra forma.

10 10 8. ENCERRAMENTO Encerra-se o presente trabalho composto por 10 (dez) folhas, todas impressas de anverso, sendo esta folha datada e assinada pelos autores do presente trabalho, e as demais rubricadas. Adotando-se até o limite de 1%, conforme NBR :2001, tem-se o seguinte valor: Valor do imóvel, arredondado: R$ ,00 (Quatorze mil e oitocentos reais) Referência: fevereiro/2013 São Paulo, 15 de março de Luís Fernando Pagliusi Engenheiro Agrônomo CREA Responsável técnico pelo trabalho Laércio Paulino Simões Engenheiro Sanitarista CREA Coordenador dos trabalhos São parte integrante do presente trabalho os seguintes anexos: 9.1. PRESSUPOSTOS 9.2. METODOLOGIA 9.3. RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 9.4. TABELA DE HOMOGENIZAÇÃO E PESQUISA IMOBILIARIA 9.5. DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA

11 ANEXO 9.3 RELATÓRIO FOTOGRÁFICO 11 FOTOGRAFIA 1: Imagem do Google da região do imóvel

12 12 FOTOGRAFIA 2: Via de acesso ao imóvel sem pavimentação pelo Bairro Anta Magra FOTOGRAFIA 3: Ao fundo a área avalianda com mata nativa.

13 13 FOTOGRAFIA 4: Área com mata ao fundo é a possível avalianda. FOTOGRAFIA 5 : Outra vista da área avalianda ao fundo com mata nativa Rua Tangará, 70 Vila Mariana São Paulo, SP T Fax cpos.sp.gov.br

14 14 ANEXO 9.4 TABELA DE HOMOGENEIZAÇÃO E PESQUISA IMOBILIÁRIA

15 15 ANEXO 9.5 DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL. Conselho do Patrimônio Imobiliário

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL. Conselho do Patrimônio Imobiliário LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Imóvel rural denominado Barra do Rio dos Lobos localizado no Distrito de Lagoinha Barra do Chapéu-SP Conselho do Patrimônio Imobiliário Rua Tangará, 70 Vila Mariana

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Avenida Rui Barbosa Lima, nº 1.791 Vila Ortiz Pirajuí/SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 49.454545 S 22.006543 FICHA CADASTRAL DO IMÓVEL

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Rua Dr. Gerônimo Monteiro Lopes, 373, 383, 389 e 393 (Antiga Rua Projetada, 5 Lotes 230, 231 e 232) Vila São Francisco Registro / SP Conselho do Patrimônio Imobiliário 1. VALOR

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Imóvel rural denominado Fazenda Cerrado Distrito de Domélia Agudos-SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 49.245816

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO. Rua Riachuelo, 547. Pirassununga/SP. Conselho do Patrimônio Imobiliário. Coordenada Geográfica: 21 59 31,2 S, 47 25 39,8 W

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO. Rua Riachuelo, 547. Pirassununga/SP. Conselho do Patrimônio Imobiliário. Coordenada Geográfica: 21 59 31,2 S, 47 25 39,8 W LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Rua Riachuelo, 547 Pirassununga/SP Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenada Geográfica: 21 59 31,2 S, 47 25 39,8 W 2 FICHA CADASTRAL DO IMÓVEL 1. VALOR TOTAL DO IMÓVEL (R$):

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Rua Pernambuco, s/nº Lote 11 quadra O Jardim Pacaembu São Carlos/SP Conselho do Patrimônio Imobiliário COORDENADAS GEOGRÁFICAS: S 22.04565º W 47.894178º FICHA CADASTRAL

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Rua Ceará, nº 2855 São Joaquim da Barra/SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 47.872444 S 20.585111 2 FICHA CADASTRAL DO IMÓVEL 1. VALOR

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP. CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP. CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO Avenida Bandeirantes nº 1.705 Vila Isabel Ribeirão Preto/SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário Coordenadas Geográfica: W 47.840000 S 21.178888 2 de 11 FICHA CADASTRAL DO

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL CPOS 0380/2008 pasta A 58 LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Av. Pres. Castelo Branco, Lotes 21 e 23 Quadra 3 Vila Balneária Bairro Jardim Real Praia Grande SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL CPOS 0380/2008 A 109 CPI CPI 2843/2009 LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Av. São Paulo x Av. Atlântica - Lotes 19 e 20 Quadra 6 Bairro Vila Atlântica Mongaguá SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL 1 LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Lotes 13 e 14 Quadra B Prolongamento da Rua Monsenhor Seckler (Loteamento não implantado) Bairro Vila Oceanópolis Mongaguá SP CPI Conselho do Patrimônio Imobiliário

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO N.º / 2014

LAUDO DE AVALIAÇÃO N.º / 2014 LAUDO DE AVALIAÇÃO N.º / 2014 Em atendimento à solicitação da...delegou-se ao engenheiro..., CREA- MG:.../D a incumbência de proceder a avaliação dos imóveis localizados na Rua Frei Orlando nº 360 e nº

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL. Referente a Móveis, Utensílios, Itens de. Informática, Veículos, Máquinas e. Equipamentos, de propriedade da empresa

LAUDO DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL. Referente a Móveis, Utensílios, Itens de. Informática, Veículos, Máquinas e. Equipamentos, de propriedade da empresa LAUDO DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL Referente a Móveis, Utensílios, Itens de Informática, Veículos, Máquinas e Equipamentos, de propriedade da empresa NITRIFLEX S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO, localizados na cidade

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Folha 1 01. IMÓVEL. 01.1. TIPO DO BEM: Terreno

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Folha 1 01. IMÓVEL. 01.1. TIPO DO BEM: Terreno Folha 1 01. IMÓVEL LAUDO DE AVALIAÇÃO 01.1. TIPO DO BEM: Terreno 01.2. ENDEREÇO COMPLETO: Condomínio Paraiso dos Lagos, QR- 01, Lote 88, Guarajuba Camaçari BA. 01.3. DOCUMENTAÇÃO: Registro de Imóveis,

Leia mais

Exmo(a). Sr(a). Dr(a). Juiz(a) de Direito da 5ª Vara Cível da Comarca de Guarulhos/SP. Processo nº 0050640-49.2002.8.26.0224 (Ordem 4062/2002)

Exmo(a). Sr(a). Dr(a). Juiz(a) de Direito da 5ª Vara Cível da Comarca de Guarulhos/SP. Processo nº 0050640-49.2002.8.26.0224 (Ordem 4062/2002) Exmo(a). Sr(a). Dr(a). Juiz(a) de Direito da 5ª Vara Cível da Comarca de Guarulhos/SP Processo nº 0050640-49.2002.8.26.0224 (Ordem 4062/2002) Wagner Gerson Costa, engenheiro civil, perito judicial nomeado

Leia mais

OBJETO: Valorização Imobiliária decorrente de pavimentação Zona Urbana de Santa Cruz do Sul - RS

OBJETO: Valorização Imobiliária decorrente de pavimentação Zona Urbana de Santa Cruz do Sul - RS SOLICITANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA CRUZ DO SUL OBJETO: Valorização Imobiliária decorrente de pavimentação Zona Urbana de Santa Cruz do Sul - RS 1. OBJETIVO E FINALIDADE DO PARECER Este laudo de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO - MDA INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO MARANHÃO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO - MDA INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO MARANHÃO AVISO DE EDITAL O SUPERINTENDENTE REGIONAL DO INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA INCRA, no Estado do Maranhão, com base na Lei n. 4.504, de 30.11.64, artigo 2º e 2º, alínea a e 17, alínea

Leia mais

PARECER TÉCNICO DE AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA

PARECER TÉCNICO DE AVALIAÇÃO MERCADOLÓGICA fls. 127 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUÍZ DE DIREITO DA 3ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE GUARUJÁ/SP. Processo : 1009914-96.2014.8.26.0223 Cartório : 3º Vara Cível Requerente : Carlos Novaes Guimaraes Requerido

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CORNÉLIO PROCÓPIO-PR Autos nº. 0002843-32.2013.8.16.0075 CLAUDIO TROMBINI BERNARDO, brasileiro, casado, portador da cédula de identidade

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 071/2014. Associação Brasileira de Geradores de Energia - ABRAGE AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

CONTRIBUIÇÕES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 071/2014. Associação Brasileira de Geradores de Energia - ABRAGE AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL CONTRIBUIÇÕES À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 071/2014 Associação Brasileira de Geradores de Energia - ABRAGE AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: Processo: 48500.003798/2014-41 - Definição

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO/PRAÇA

EDITAL DE LEILÃO/PRAÇA EDITAL DE LEILÃO/PRAÇA PROCESSO: AUTOS Nº. 660-66.2004.811.0100 CÓDIGO: 3187 NÚMERO/ANO: 30/2004 TIPO DE AÇÃO: EXECUÇÃO FISCAL EXEQUENTE(S): FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL EXECUTADO(A)(S): SUPERMERCADO MORANDINI

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Conforme projeto zona beneficiada (anexo 02). Conforme projeto pavimentação planimétrico (anexo 03).

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Conforme projeto zona beneficiada (anexo 02). Conforme projeto pavimentação planimétrico (anexo 03). LAUDO DE AVALIAÇÃO 1.0 - OBJETO Constitui-se objeto da presente avaliação, a determinação de valores dos terrenos frontais à Rua XV de Novembro, que receberam melhoria na sua estrutura, com pavimentação

Leia mais

IBAPE XXII UPAV / XIII COBREAP FORTALEZA/CE ABRIL/2006 A VISTORIA DO IMÓVEL EM FACE DA NOVA NORMA PARA AVALIAÇÃO DE BENS, NBR 14653

IBAPE XXII UPAV / XIII COBREAP FORTALEZA/CE ABRIL/2006 A VISTORIA DO IMÓVEL EM FACE DA NOVA NORMA PARA AVALIAÇÃO DE BENS, NBR 14653 IBAPE XXII UPAV / XIII COBREAP FORTALEZA/CE ABRIL/2006 A VISTORIA DO IMÓVEL EM FACE DA NOVA NORMA PARA AVALIAÇÃO DE BENS, NBR 14653 Almeida, Carlos Augusto de (A) ; Soares, Carlos Alberto Pereira (B) (A)

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. São Paulo, 07 de julho de 2.010. Consulente: Beatriz Batista Valchi

LAUDO DE AVALIAÇÃO. São Paulo, 07 de julho de 2.010. Consulente: Beatriz Batista Valchi São Paulo, 07 de julho de 2.010 Consulente: Beatriz Batista Valchi Gilberto Lobo de Campos, engenheiro, CREA 65.440- /D, tendo sido consultado para quantificar o valor de mercado do imóvel a ser alienado

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO LAUDO Nº 68509 JANEIRO/2015 CAMINHO DAS TARTARUGAS, 186-94 - EDIF SAN MARINO DO COND. COSTÃO DAS TARTARUGAS - PRAIA DA ENSEADA - GUARUJÁ - SP N.º LAUDO : 68509 : ENDEREÇO : Caminho

Leia mais

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 ANÁLISE COMPARATIVA DOS USOS DO SOLO UTILIZANDO IMAGENS ORBITAIS COM DIFERENTES RESOLUÇÕES ESPACIAIS. JUSSARA D'AMBROSIO

Leia mais

ANEXO II LAUDO DE AVALIAÇÃO

ANEXO II LAUDO DE AVALIAÇÃO ANEXO II LAUDO DE AVALIAÇÃO 1. OBJETIVO E FINALIDADE DO PARECER Este laudo de avaliação tem o objetivo único de estimar a valorização imobiliária decorrente das obras públicas de pavimentação a serem realizadas

Leia mais

Manual para Empreendimentos (Compilação das NT.DTE.004 a 009)

Manual para Empreendimentos (Compilação das NT.DTE.004 a 009) Manual para Empreendimentos (Compilação das NT.DTE.004 a 009) Revisão de 06/03/2014 Companhia de Saneamento Ambiental de Atibaia Diretoria Técnica Gerência de Engenharia Página1 Este Manual objetiva reunir

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO PROPOSTA Nº 45970 LAUDO Nº 65497 FEVEREIRO/2014 RUA EMILIO QUINALHA, S/N - LADO ÍMPAR - MARISTELA - LARANJAL PAULISTA - SP N.º PROPOSTA : 45970 N.º LAUDO : 65497 SOLICITANTE

Leia mais

ABNT Parte 1-14653 PRINCIPAIS ALTERAÇÕES. Palestra - Osório Gatto

ABNT Parte 1-14653 PRINCIPAIS ALTERAÇÕES. Palestra - Osório Gatto ABNT Parte 1-14653 PRINCIPAIS ALTERAÇÕES Seminário IBAPE 12/06/2015 Palestra - Osório Gatto ABNT Parte 1-14653 Estrutura apresentação Histórico e principais propostas no novo texto normativo Novos Conceitos

Leia mais

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO

LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO LAUDO TÉCNICO DE AVALIAÇÃO PROPRIETÁRIO PRESUMIDO: Não encontrado Dr. Guilherme NÚMERO DO LOTE: 120 NOME DA PROPRIEDADE: Lote MUNICÍPIO: Ilhéus/ BA DATA: 17 de outubro de 2013 APRESENTAÇÃO NÚMERO DA PROPRIEDADE:

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2015 (Do Sr. Hugo Leal)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2015 (Do Sr. Hugo Leal) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº, DE 2015 (Do Sr. Hugo Leal) Solicita ao Ministério da Previdência Social, no âmbito da competência do INSS Instituto Nacional do Seguro Social, que se manifeste sobre as providências

Leia mais

Análise do Laudo de Avaliação do Ed. Santa Clara

Análise do Laudo de Avaliação do Ed. Santa Clara Análise do Laudo de Avaliação do Ed. Santa Clara Objeto da análise: Laudo de Avaliação n 0 7128.7128.632314/2012.01.01.01 SEQ.002 Autor do laudo: Eng. Denis Francisco Lunardi. Solicitante do laudo: Caixa

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC

PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC PODER JUDICIÁRIO ESTADO DE SANTA CATARINA COMARCA DE PORTO UNIÃO 1ª VARA CÍVEL Rua Voluntários da Pátria, nº. 365, CEP 89.400-000 Porto União/SC EDITAL DE LEILÃO Pelo presente, se faz saber a todos o quanto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SONDAGEM, ELABORAÇÃO DO PROJETO DE FUNDAÇÃO E DO PROJETO IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE INICIAÇÃO AO

TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SONDAGEM, ELABORAÇÃO DO PROJETO DE FUNDAÇÃO E DO PROJETO IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE INICIAÇÃO AO TERMO DE REFERÊNCIA VISANDO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE SONDAGEM, ELABORAÇÃO DO PROJETO DE FUNDAÇÃO E DO PROJETO IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE CIE -TIPOLOGIA M3R40 1 SIGLAS E DEFINIÇÕES ABNT

Leia mais

PORTARIA INTERSETORIAL SDM/FATMA Nº 01, de 05/11/2002

PORTARIA INTERSETORIAL SDM/FATMA Nº 01, de 05/11/2002 PORTARIA INTERSETORIAL SDM/FATMA Nº 01, de 05/11/2002 "Estabelece que a exploração e a supressão de produtos florestais nativos em qualquer modalidade, no Estado de Santa Catarina, dependem da emissão,

Leia mais

CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS TERRENOS URBANOS E RURAIS

CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS TERRENOS URBANOS E RURAIS CRECI: F 20730 I CNAI: 07290 CORRETOR E AVALIADO R DE IMÓVEIS AVALlAÇAO DE UM TERRENO RURAL A pedido do TRIBUNAL DE JUSTiÇA DO ESTAD~ DO PARANÁ PODER JUDICIARIO, Comarca de Rebouças - Pro Secretaria Unica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UFPB CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA Departamento de Solos e Engenharia Rural - DSER. Prof. Dr. Guttemberg Silvino

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UFPB CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA Departamento de Solos e Engenharia Rural - DSER. Prof. Dr. Guttemberg Silvino UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UFPB CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA Departamento de Solos e Engenharia Rural - DSER Prof. Dr. Guttemberg Silvino Considerações Iniciais Todo mapa/carta/planta é uma representação

Leia mais

ISF 224: PROJETO DE DESAPROPRIAÇÃO

ISF 224: PROJETO DE DESAPROPRIAÇÃO ISF 224: PROJETO DE DESAPROPRIAÇÃO 1. OBJETIVO Estabelecer a orientação a adotar na elaboração do Projeto de Desapropriação nos Projetos de Engenharia Ferroviária. 2. FASES DO PROJETO Será elaborado em

Leia mais

L A U D O D E A V A L I A Ç Ã O. N o 15.854.064/0412 OBJETO: ENDEREÇO: RUA VOLUNTARIOS DA PATRIA, ÁREA CONSTRUÍDA: 2.061,96 M²

L A U D O D E A V A L I A Ç Ã O. N o 15.854.064/0412 OBJETO: ENDEREÇO: RUA VOLUNTARIOS DA PATRIA, ÁREA CONSTRUÍDA: 2.061,96 M² L A U D O D E A V A L I A Ç Ã O N o 15.854.064/0412 SOLICITANTE: BB PROGRESSIVO II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII OBJETO: ENDEREÇO: RUA VOLUNTARIOS DA PATRIA, 1.769 (OBS.: NO CARNÊ CONSTA COMO

Leia mais

MINERAÇÃO - RECUPERAÇÃO DE ÁREA. Modelo de termo compromisso de ajustamento de conduta

MINERAÇÃO - RECUPERAÇÃO DE ÁREA. Modelo de termo compromisso de ajustamento de conduta MINERAÇÃO - RECUPERAÇÃO DE ÁREA Modelo de termo compromisso de ajustamento de conduta TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA: Processo Judicial n AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

Garbulho Peritagens Judiciais

Garbulho Peritagens Judiciais L a u d o d e A v a l i a ç ã o Solicitante: Sicredi União Centro Norte Paulista Araraquara SP. Natalino Garbulho Júnior Inscrito no C.R.C. sob nº 1SP181480-O Rua Teodolina Modena Cocca nº 85 ap. 171 Vila

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro Processo nº.: E-12/0/2014 Autuação: 18/02/2014 Concessionária: PROLAGOS Assunto: Investimentos - Projeto de Rede Distribuição de Água de Nova Iguaba e Coqueiros Etapa - 2, Município de Iguaba Grande -

Leia mais

Portaria n.º 172, de 24 de abril de 2014.

Portaria n.º 172, de 24 de abril de 2014. Portaria n.º 172, de 24 de abril de 2014. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições constitucionais previstas no Art. 71, inciso IV, da Constituição do Estado de Mato Grosso,

Leia mais

EDUARDO DEGHIARA ENGENHARIA D E

EDUARDO DEGHIARA ENGENHARIA D E QUADRO RESUMO DE CAPA L A U D O D E A V A L I A Ç Ã O CLIENTES Organização Educacional Expoente Ltda. CNPJ: 80.531.015 / 0001-15 Ane Class Participações e Adm. De Bens Ltda. CNPJ: 06.216.633 / 0001-18

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO Prefeitura Municipal de Sumidouro Gabinete do Prefeito

ESTADO DO RIO DE JANEIRO Prefeitura Municipal de Sumidouro Gabinete do Prefeito LEI MUNICIPAL Nº 845, DE 17/12/2007 (Revogada pela Lei Municipal nº 1.027, de 18.06.2012). O Prefeito Municipal de Sumidouro. Faço saber que a Câmara Municipal de Sumidouro aprovou e eu sanciono a seguinte

Leia mais

Direito Previdenciário Maratona INSS. Prof. Carlos Mendonça

Direito Previdenciário Maratona INSS. Prof. Carlos Mendonça Direito Previdenciário Maratona INSS Prof. Carlos Mendonça Salário Família Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória,

Leia mais

LEILÃO DO(S) BEM(NS) PENHORADOS DE MECANO FABRIL LTDA NOS AUTOS DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 0024212-11.1998.8.26. CDA

LEILÃO DO(S) BEM(NS) PENHORADOS DE MECANO FABRIL LTDA NOS AUTOS DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 0024212-11.1998.8.26. CDA LEILÃO DO(S) BEM(NS) PENHORADOS DE MECANO FABRIL LTDA NOS AUTOS DE EXECUÇÃO FISCAL Nº 0024212-11.1998.8.26.0405 (Ordem: 6753/1998) QUE LHE MOVE A FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO. CDA nº 740201314 dele conhecimento

Leia mais

BR 116/RS Gestão Ambiental. Oficina para Capacitação em Gestão Ambiental

BR 116/RS Gestão Ambiental. Oficina para Capacitação em Gestão Ambiental BR 116/RS Gestão Ambiental Programa de Apoio às Prefeituras Municipais Oficina para Capacitação em Gestão Ambiental Novo Código Florestal Inovações e aspectos práticos STE Serviços Técnicos de Engenharia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS UNIDADE DE AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO DE AUDITORIA 3.2.2/2015/AUDIN Dirigente: Magnífico Reitor Mauro Augusto Burkert Del Pino Unidades Auditadas: Pró-Reitoria Administrativa PRA e Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento PROPLAN.

Leia mais

NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA

NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA NATUREZA DO TRABALHO : PERÍCIA DE ENGENHARIA O USO DE ORTOIMAGENS EM PERÍCIAS DE ENGENHARIA Resumo Em lides que envolvem a apuração de áreas e divisas de imóveis, as atividades de conferência normalmente

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO - UNIDADES ISOLADAS - LAUDO N O 174-12 CROQUI DE LOCALIZAÇÃO. Rua Eduardo Morini Bortoloti FOTOGRAFIA DE FACHADA DO IMÓVEL

LAUDO DE AVALIAÇÃO - UNIDADES ISOLADAS - LAUDO N O 174-12 CROQUI DE LOCALIZAÇÃO. Rua Eduardo Morini Bortoloti FOTOGRAFIA DE FACHADA DO IMÓVEL Crédito Imobiliário LAUDO DE AVALIAÇÃO UNIDADES ISOLADAS LAUDO N O 17412 CROQUI DE LOCALIZAÇÃO Rua Eduardo Morini Bortoloti Rua Antonio Mendes Gonçalves ENDEREÇO: RUA EDUARDO MORINI BORTOLOTI, 1764, VILA

Leia mais

II os lotes poderão se escolhidos pelos interessados segundo a Planta Geral e de Zoneamento do LIC-SUL;

II os lotes poderão se escolhidos pelos interessados segundo a Planta Geral e de Zoneamento do LIC-SUL; LEI Nº1508/2011 DATA: 14 de julho de 2011. SÚMULA: Cria o Loteamento Industrial, Comercial e de Prestadores de Serviços Sul de Sinop LIC/SUL regulamenta e autoriza a doação com encargos de lotes para fins

Leia mais

www.bidtotal.com.br/hastapublica e/ou auditório da HASTA PÚBLICA, situado a

www.bidtotal.com.br/hastapublica e/ou auditório da HASTA PÚBLICA, situado a requeridos Luiz Alberto Gomez e Luiza Emília Bocchi Gomez expedido nos autos da ação de Restauração de Autos, Processo. Nº 0002503-79.2007.8.26.0347 (ordem nº 443/2007), que Suely Aparecida de Angelis

Leia mais

DEPRECIAÇÃO DE EDIFICAÇÕES JOSÉ TARCISIO DOUBEK LOPES ENG. CIVIL

DEPRECIAÇÃO DE EDIFICAÇÕES JOSÉ TARCISIO DOUBEK LOPES ENG. CIVIL DEPRECIAÇÃO DE EDIFICAÇÕES JOSÉ TARCISIO DOUBEK LOPES ENG. CIVIL Os conceitos e opiniões apresentados nesta atividade são de responsabilidade exclusiva do palestrante. O Congresso não se responsabiliza

Leia mais

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010

Segurança do trânsito 9. Velocidade e distância de parada Fevereiro 2010 9. Velocidade e distância de parada Aula Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Ilustração do Manual de Direção Defensiva do DENATRAN A velocidade é um dos maiores fatores de risco

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO FOLHA RESUMO

LAUDO DE AVALIAÇÃO FOLHA RESUMO Nº da solicitação: LAUDO DE AVALIAÇÃO FOLHA RESUMO Polux Consultoria Ltda Solicitante: RIO PREVIDÊNCIA Objetivo da avaliação: Definição do valor de mercado para venda e locação do imóvel Endereço do Imóvel:

Leia mais

SPU 25/2/2003 ON-GEADE-004 ASSUNTO: AVALIAÇÃO TÉCNICA DE BENS IMÓVEIS DA UNIÃO OU DE SEU INTERESSE FUNDAMENTAÇÃO LEGAL:

SPU 25/2/2003 ON-GEADE-004 ASSUNTO: AVALIAÇÃO TÉCNICA DE BENS IMÓVEIS DA UNIÃO OU DE SEU INTERESSE FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: 25/2/2003 ON-GEADE-004 ASSUNTO: AVALIAÇÃO TÉCNICA DE BENS IMÓVEIS DA UNIÃO OU DE SEU INTERESSE MP FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: ART. 67 DO DECRETO LEI Nº 9.760, DE 5 DE SETEMBRO DE 1946 SPU SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2

Leia mais

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG

IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG IBAPE - XII COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS, BELO HORIZONTE/MG AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS EM CONJUNTO HABITACIONAL, HORIZONTAL, DESCARACTERIZADO DEVIDO AS INTERVENÇÕES SOFRIDAS

Leia mais

CIRCULAR N o 62, DE 18 DE OUTUBRO DE 2004 (publicada no D.O.U. de 20/10/2004)

CIRCULAR N o 62, DE 18 DE OUTUBRO DE 2004 (publicada no D.O.U. de 20/10/2004) MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DE COMÉRCIO EXTERIOR CIRCULAR N o 62, DE 18 DE OUTUBRO DE 2004 (publicada no D.O.U. de 20/10/2004) O SECRETÁRIO DE COMÉRCIO EXTERIOR

Leia mais

Município de Venâncio Aires

Município de Venâncio Aires PROJETO DE-LEI Nº 074, DE 25 DE JUNHO DE 2014 Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a desafetar bens imóveis, alienar mediante concorrência pública, bem como doar ao Hospital São Sebastião Mártir;

Leia mais

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil.

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil. FL 46 ACTA DE / /20 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil. Acta º12 --------Aos vinte e quatro dias do mês

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Grande Escala

Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Grande Escala 1/6 Título Sistema de Informação Geográfica para Planejamento de Eletrificação Rural em Nº de Registro (Resumen) 8 Empresa o Entidad CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A CEMIG-D Autores del Trabajo Nombre País e-mail

Leia mais

Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital

Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital Universidade do Vale do Rio dos Sinos Programa de Pós-Graduação em Geologia Laboratório de Sensoriamento Remoto e Cartografia Digital Diagnóstico Ambiental do Município de São Leopoldo (Relatório da Implantação

Leia mais

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C 1 PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE C PROCESSO/ INTERESSADO 64 C-0995/09 Crea-SP Termo de Cooperação (Estudos

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DO PREGÃO AMPLO Nº 008/2010-ER05-Anatel PROCESSO Nº 53528.001004/2010 Projeto Executivo e Estudos de Adequação da nova Sala de Servidores da rede de

Leia mais

L A U D O P E R I C I A L

L A U D O P E R I C I A L 1 EXMA. Sra. Dra JUÍZA DE DIREITO DA 3ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE RIO CLARO - SP Processo :- Nº 510.01.2011.010876-5/000000-000 Registro :- Nº 1544/2011 - CARTA PRECATÓRIA Deprecante :- JUÍZO DE DIREITO

Leia mais

QUESTÃO 1 - Verificar se o raciocínio do cálculo do Fator de Agregação de Valor (FAV) está correto:

QUESTÃO 1 - Verificar se o raciocínio do cálculo do Fator de Agregação de Valor (FAV) está correto: NOTA DE ESCLARECIMENTO EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº 1/2015 CONCESSÃO FLORESTAL DE LOTE DE UNIDADES DE MANEJO FLORESTAL NA FLORESTA NACIONAL DE CAXIUANÃ, NO ESTADO DO PARÁ Resposta às perguntas recebidas pelo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BREJO SANTO PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU LEI DE ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BREJO SANTO PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU LEI DE ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BREJO SANTO PLANO DIRETOR DE DESENOLIMENTO URBANO PDDU LEI DE ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL B APRESENTAÇÃO 2 APRESENTAÇÃO B A análise das experiências em planificação no Brasil deste

Leia mais

EXMO. SR. DR. JUIZ COORDENADOR DO CENTRO DE APOIO DOS JUÍZES DA FAZENDA PÚBLICA CAJUFA

EXMO. SR. DR. JUIZ COORDENADOR DO CENTRO DE APOIO DOS JUÍZES DA FAZENDA PÚBLICA CAJUFA EXMO. SR. DR. JUIZ COORDENADOR DO CENTRO DE APOIO DOS JUÍZES DA FAZENDA PÚBLICA CAJUFA A Comissão de Peritos nomeada pela Portaria CAJUFA nº 02/2011 (Anexo I), com o objetivo de estabelecer critérios,

Leia mais

Juízo de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Ponta Grossa - PR Cartório do 2º Ofício Cível

Juízo de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Ponta Grossa - PR Cartório do 2º Ofício Cível imóvel (eis) e/ou móvel (is) de propriedade do (a) devedor (a) PAULO ROBERTO RIBEIRO (CNPJ/MF nº CPF/MF nº ). Processo nº: 0004936-88.2003.8.16.0019; Exeqüente: ESPÓLIO DE LUIZ ALBERTO RIBEIRO; Executado

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico COGAP/SEAE/MF

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico COGAP/SEAE/MF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06743/2009/RJ COGAP/SEAE/MF Em 19 de novembro de 2009. Referência: Processo n.º 18101.000688/2009-00. Assunto: Distribuição Gratuita

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. DOS LANCES Os lances poderão ser ofertados pela rede Internet, através do Portal www.hastapublica.com.br, em igualdade de condições.

EDITAL DE LEILÃO. DOS LANCES Os lances poderão ser ofertados pela rede Internet, através do Portal www.hastapublica.com.br, em igualdade de condições. EDITAL DE LEILÃO O MM. Juiz de Direito Dr. Cassio Modenesi Barbosa da 3ª Vara Cível do Foro Regional de Vila Mimosa, Comarca de Campinas/SP, na forma da lei, FAZ SABER, aos que o presente Edital virem

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N. 02/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N. 02/2015 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Praça 7 de setembro, s/n, Cidade Alta Natal/RN Fone: (84) 3616.6200 website: www.tjrn.jus.br E-mail: contratos@tjrn.jus.br

Leia mais

Vistoria Cautelar de Vizinhança. Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno

Vistoria Cautelar de Vizinhança. Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno Eng..o Civil José Fidelis Augusto Sarno Apresentação dos principais tópicos da legislação que rege a matéria; Procedimentos para a realização da Vistoria; Tópicos do Relatório; Apresentação de casos práticos

Leia mais

Sérgio Antão Paiva. Porto Alegre 20 de maio de 2011

Sérgio Antão Paiva. Porto Alegre 20 de maio de 2011 Revisão da NBR 14.653-2 Imóveis Urbanos: Inovações da Versão 2011 Sérgio Antão Paiva Porto Alegre 20 de maio de 2011 Principais alterações na NBR 14.653-2 Especificação de características qualitativas

Leia mais

ABNT NBR 14653-3 NORMA BRASILEIRA. Avaliação de bens Parte 3: Imóveis rurais. Part 3: Appraisal of rural real estate. Primeira edição 31.05.

ABNT NBR 14653-3 NORMA BRASILEIRA. Avaliação de bens Parte 3: Imóveis rurais. Part 3: Appraisal of rural real estate. Primeira edição 31.05. NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 14653-3 Primeira edição 31.05.2004 Válida a partir de 30.06.2004 Avaliação de bens Parte 3: Imóveis rurais Assets appraisal Part 3: Appraisal of rural real estate Palavra-chave:

Leia mais

LAUDE DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO PARA VENDA EM HASTA PÚBLICA

LAUDE DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO PARA VENDA EM HASTA PÚBLICA 0 Helcio Kronberg Avaliador e Leiloeiro Público Oficial R. Emiliano Perneta, 736 Centro - Curitiba/PR Fone/Fax 41 3233-1077 LAUDE DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO PARA VENDA EM HASTA PÚBLICA Processo 0033193-67.2011.8.16.0179-1ª

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA ALEXANDRE FURLAN Secretário de Estado JOSÉ EPAMINONDAS MATTOS CONCEIÇÃO Secretário

Leia mais

Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC A FACULDADE DINÂMICA prevê mecanismos efetivos de acompanhamento e de cumprimento do Trabalho de Conclusão de Curso, que no momento da construção do seu

Leia mais

PROCESSO: 0009271-72.2013.8.26.0068 CONTROLE: 887/13

PROCESSO: 0009271-72.2013.8.26.0068 CONTROLE: 887/13 EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 3 a VARA CÍVEL DE BARUERI PROCESSO: 0009271-72.2013.8.26.0068 CONTROLE: 887/13 FERNANDO FLÁVIO DE ARRUDA SIMÕES, engenheiro, perito judicial, nomeado nos autos da CARTA

Leia mais

A VALP CONSULTORIA E ENGENHARIA, inscrita no CNPJ. 10.809.814/0001-25, registrada no CREA/SP n 5062526345, tem a

A VALP CONSULTORIA E ENGENHARIA, inscrita no CNPJ. 10.809.814/0001-25, registrada no CREA/SP n 5062526345, tem a São Paulo, 17 de Fevereiro de 2014. A VALP CONSULTORIA E ENGENHARIA, inscrita no CNPJ 10.809.814/0001-25, registrada no CREA/SP n 5062526345, tem a honra de apresentar proposta de prestação de serviços

Leia mais

Documento Assinado Digitalmente

Documento Assinado Digitalmente LICENÇA DE OPERAÇÃO LO Processo n.º 1962 / 2014-DL A Fundação Estadual de Proteção Ambiental, criada pela Lei Estadual n.º 9.077, de 04/06/90, e com seus Estatutos aprovados pelo Decreto n.º 33.765, de

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão EDITAL Nº. 349/2014 - CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 27/2014 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA INSCRIÇÕES DE ESTAGIÁRIOS, PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA E PREENCHIMENTO DAS VAGAS DE ESTÁGIO NO ÂMBITO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. ( Braskem ) e POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. ( Polialden ), em atendimento ao disposto nas Instruções CVM nºs 319/99 e 358/02, vêm informar

Leia mais

Planta de decreto, planta expropriatória e planta ampliada executadas a partir do Mapa Digital da Cidade de São Paulo - MDC

Planta de decreto, planta expropriatória e planta ampliada executadas a partir do Mapa Digital da Cidade de São Paulo - MDC Planta de decreto, planta expropriatória e planta ampliada executadas a partir do Mapa Digital da Cidade de São Paulo - MDC Renata Denari Elias Engenheira Cartógrafa / Advogada Introdução Todo imóvel a

Leia mais

1ª Vara Cível da Comarca de Pontal/SP EDITAL DE LEILÃO

1ª Vara Cível da Comarca de Pontal/SP EDITAL DE LEILÃO 1ª Vara Cível da Comarca de Pontal/SP EDITAL DE LEILÃO A MM. Juíza de Direito Dra. Aline de Oliveira Machado Bonesso Pereira de Carvalho da 1ª Vara Cível da Comarca de Pontal/SP, na forma da lei, FAZ SABER,

Leia mais

ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001

ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001 ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL A presente Instrução Normativa obedece ao disposto no 3º, art. 3º do Decreto Lei nº 2.398, de 21 de dezembro de 1987, Lei nº 5.194, de 24 de dezembro

Leia mais

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP - 2009

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP - 2009 XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP - 2009 TRABALHO DE AVALIAÇÃO Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar uma análise da avaliação de áreas de imóveis

Leia mais

AP 025/2011 Contribuição AES BRASIL 1

AP 025/2011 Contribuição AES BRASIL 1 AUDIÊNCIA PÚBLICA ANEEL Nº025/2011 Contribuição da AES Brasil à Audiência Pública nº025/2011 da ANEEL, que visa obter subsídios para aprimoramento da metodologia e do procedimento de cálculo de perdas

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269.

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269. Lâmina de Informações Essenciais do Informações referentes à Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TÍTULO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - LONGO PRAZO (Título

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N. 035/2009, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009.

LEI COMPLEMENTAR N. 035/2009, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009. LEI COMPLEMENTAR N. 035/2009, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2009. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL A FAZER DOAÇÃO DE IMÓVEL A EMPRESA TOTAL SERVICE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS DARCY FREIRE, Prefeito Municipal

Leia mais

Processo nº 28609/2012. ML-46/2012 Encaminha Projeto de Lei.

Processo nº 28609/2012. ML-46/2012 Encaminha Projeto de Lei. ML-46/2012 Encaminha Projeto de Lei. Senhor Presidente: São Bernardo do Campo, 11 de dezembro de 2012. PROJETO DE LEI N.º 85/12 PROTOCOLO GERAL N.º 8.147/12 Encaminhamos a Vossa Excelência, para apreciação

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Este laudo foi impresso em: 6 de novembro de 2014 LV541-14(0)-VU-CVE-ATUALIZAÇÃO BENS NETUNO

LAUDO DE AVALIAÇÃO. Este laudo foi impresso em: 6 de novembro de 2014 LV541-14(0)-VU-CVE-ATUALIZAÇÃO BENS NETUNO LAUDO DE AVALIAÇÃO Este laudo foi impresso em: 6 de novembro de 2014 LV541-14(0)-VU-CVE-ATUALIZAÇÃO BENS NETUNO LAUDO DE AVALIAÇÃO LV541-14 GRUPO NETUNO Objetivo Finalidade Valor de Compra e Venda Valor

Leia mais

IRRIGAÇÃO. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax:

IRRIGAÇÃO. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: IRRIGAÇÃO 1. Identificação Empresa/Interessado: Endereço: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: Contato: Cargo/Função:

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR. 3.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR. 3.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente projeto básico consiste na contratação de empresa especializada para prestação de serviços, por empreitada por preço

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS LONG AND SHORT FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS LONG AND SHORT FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS LONG AND SHORT FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL VEREADOR ALFEU CÂNDIDO SANTA RITA DO PARDO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

CAMARA MUNICIPAL VEREADOR ALFEU CÂNDIDO SANTA RITA DO PARDO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL AUTÓGRAFO DE LEI N.º 019/2009. DE 30 DE NOVEMBRO DE 2009. DO PROJETO DE LEI N.º 019/2009 DE 25 DE NOVEMBRO DE 2009. A CÂMARA MUNICIPAL DE -, REGIMENTALMENTE APROVOU O PROJETO DE LEI N.º 019/2009, QUE DISPÕE

Leia mais

SEMINÁRIO DE PERÍCIAS

SEMINÁRIO DE PERÍCIAS SEMINÁRIO DE PERÍCIAS Norma de Vistoria de Vizinhança IBAPE/SP ANTONIO CARLOS DOLACIO Diretor Técnico do IBAPE/SP ABNT NBR 12722 Discriminação de serviços para construção de edifícios - Procedimento Item

Leia mais