DIÁRIO OFICIAL DE CONTAGEM - MG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIÁRIO OFICIAL DE CONTAGEM - MG"

Transcrição

1 Diário Oficial de Contagem-Ano 25 Edição 3795 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 1 de 122 Atos do Executivo DECRETO nº 637, de 28 de janeiro de Regulamenta a Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002, assegura às pessoas transexuais e travestis a identificação pelo nome social no âmbito da Administração Pública do Poder Executivo e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais e CONSIDERANDO o teor do art. 5, 9º, da Lei Orgânica do Município de Contagem de 1990; CONSIDERANDO o teor da Lei Municipal n 3.506, de 10 de janeiro de 2002, que "estabelece penalidades aos estabelecimentos que discriminam pessoas em virtude de sua orientação sexual"; DECRETA: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º Este decreto regulamenta a Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002 e assegura às pessoas transexuais e travestis a identificação pelo nome social no âmbito da Administração Pública do Poder Executivo do município de Contagem. Parágrafo único. Este decreto tem alcance em todos os órgãos da Administração Pública Municipal direta e indireta do Poder Executivo. Art.2º Os agentes públicos deverão observar o disposto neste decreto no relacionamento com os administrados e no exercício de suas atribuições. Art.3º Para os fins específicos deste decreto, considera-se: I - Discriminação, coação e atentado contra os direitos da pessoa declaradamente LGBT, os seguintes atos, desde que comprovadamente praticados em razão da orientação sexual da vítima: a) Constrangimento: a ação de ordem física, psicológica ou moral que, por qualquer meio, reduza a capacidade de alguém fazer o que a lei lhe permite, ou a fazer o que ela não manda, praticada em logradouro público, estabelecimento público ou estabelecimento aberto ao público, inclusive o de propriedade de ente privado; b) Proibição de ingresso ou permanência: a proibição de ingresso ou permanência em logradouro público, estabelecimento público ou estabelecimento aberto ao público, inclusive o de propriedade de ente privado; c) Preterimento quanto à ocupação e/ou imposição de pagamento de mais de uma unidade, nos casos de hotéis, motéis e similares: os atos desta natureza praticados em logradouro público, estabelecimento público ou estabelecimento aberto ao público, inclusive o de propriedade de ente privado; d) Atendimento diferenciado: tratamento diferenciado em relação que envolva a aquisição, a locação, o arrendamento ou o empréstimo de bem móvel ou imóvel, para qualquer finalidade; e) cobrança extra para o ingresso ou permanência: os atos desta natureza praticados em logradouro público, estabelecimento público ou estabelecimento aberto ao público, inclusive o de propriedade de ente privado; II - Nome social: o nome público e notório pelo qual as pessoas travestis e transexuais se identificam e são reconhecidas socialmente; III - Identidade de gênero: a construção subjetiva individual, que perpassa dimensão do autorreconhecimento, sendo o gênero com o qual as pessoas se identificam e se reconhecem socialmente, que pode ou não corresponder ao gênero atribuído no nascimento. 1º Os agentes públicos municipais que, no efetivo exercício de suas atividades, praticarem atos previstos no inciso I deste artigo, ficam sujeitos, no que couber, às sanções previstas na Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002, artigo 4º, independente das sanções civis e penais cabíveis, definidas em normas específicas. 2º O poder público municipal penalizará, nos limites de sua competência, todo estabelecimento comercial, industrial, entidades, representações, associações, sociedades civis ou de prestações de serviços, pela prática dos atos de discriminação previstos neste decreto, quando praticados por seus proprietários ou prepostos, independente das sanções civis e penais cabíveis, definidas em normas específicas. CAPÍTULO II DA GARANTIA DA UTILIZAÇÃO DO NOME SOCIAL Art.4º Fica assegurado às pessoas transexuais e travestis, que solicitarem, o direito de utilização de seu respectivo nome social, nos termos e condições dispostas neste decreto. Parágrafo único. Sem prejuízo do disposto no caput deste artigo, fica assegurado às pessoas transexuais e travestis, que solicitarem, o direito ao tratamento oral, exclusivamente, pelo nome social no trato social. Art.5º Os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal direta e indireta do Poder Executivo deverão observar o nome social utilizado pelas pessoas transexuais e travestis, quando do atendimento destas no serviço público, expedindo resoluções e outros instrumentos normativos, quando necessários ao adequado atendimento à disposições de programas e projetos públicos. Parágrafo único. Em conformidade ao disposto no art. 112, XI, da Lei nº 2.160, de 20 de dezembro de 1990, é dever dos agentes públicos municipais respeitar o nome social das pessoas que se considerem transexuais ou travestis, evitando, no trato social, a utilização do respectivo nome civil. Art.6º Dar-se-á preferência e precedência ao nome social, salvo quando a lei exigir a utilização do nome civil, para fins de preservação da segurança jurídica de procedimentos administrativos, em especial, processos seletivos e concursos públicos. Parágrafo único. Serão aplicadas penalidades aos infratores que discriminarem pessoas em virtude de sua orientação sexual, nos termos da Lei 3.506/2002. Seção I Da Garantia aos Agentes Públicos

2 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 2 de 122 Art.7º Fica assegurada aos agentes públicos a utilização, mediante requerimento, do nome social em documentos de identificação funcional e em comunicações internas de uso social no âmbito da Administração Pública do Poder Executivo, sendo respeitada, em todos os casos, a identificação destes pela matrícula respectiva. 1º A opção de que trata o caput deste artigo deverá ser exercida junto às unidades de gestão de pessoal dos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal direta e indireta, por escrito, mediante o preenchimento e assinatura de requerimento próprio, conforme modelo próprio estabelecido em instrução normativa respectiva. 2º Os documentos de identificação pessoal e funcional, bem como aqueles de comunicação interna, adotarão o nome social para se referirem ou se reportarem àqueles que fizerem a opção de que trata o caput deste artigo, devendo constar obrigatoriamente o número de matrícula. 3º As unidades de gestão de pessoal competentes farão constar dos assentamentos funcionais a opção de que trata o caput deste artigo, registrando o nome social, sem prejuízo da manutenção do nome civil nesses assentamentos, garantindo, em instrumentos internos de identificação, o uso do nome social e, na manutenção do registro administrativo, a vinculação entre o nome social e a identificação civil. 4º Sempre que possível, as certidões e outros documentos para fins probatórios serão expedidos com a menção ao nome social, seguida do nome civil que conste dos assentamentos funcionais, observados os demais requisitos legais e regulamentares. 5º Sem prejuízo do disposto no 4º deste artigo e no artigo 6º deste decreto, sempre que cabível, àqueles optantes na forma do caput deste artigo, nos atos e processos administrativos, a seu respeito, publicados na imprensa oficial do município, far-se-ão constar o nome social, seguido do nome civil, entre parêntesis e do número da matrícula. Seção II Da Garantia aos Cidadãos nas Relações com o Poder Público Art.8º Os munícipes e demais cidadãos que se considerem transexuais ou travestis, em seu relacionamento com a Administração Pública direta e indireta no âmbito do Poder Executivo, poderão se identificar conjuntamente por seus nomes social e civil quando seja necessário o preenchimento de fichas cadastrais, formulários, prontuários e documentos congêneres, sendo-lhes assegurado, no que couber, o disposto no artigo 7º deste decreto. 1º A pessoa transexual ou travesti poderá a qualquer tempo requerer a inclusão do nome social nos registros dos sistemas de informação, cadastros, fichas, requerimentos, formulários, prontuários e congêneres. 2º A pessoa transexual ou travesti interessada indicará, no momento do preenchimento do cadastro ou ao se apresentar para o atendimento, o nome social que corresponda à forma pela qual se reconheça, é identificada, reconhecida e denominada na forma do artigo 3º, II, deste decreto. Seção III Da Defesa dos Direitos Humanos LGBT Art.9º Todos os cidadãos podem comunicar às autoridades públicas municipais as infrações contra os direitos da pessoa declaradamente LGBT. 1º Recebida a comunicação referida no caput deste artigo, por fato sujeito às sanções previstas na Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002, por autoridades públicas municipais diferentes daquela referida no 2º deste artigo, será ela inicialmente encaminhada à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, ou à autoridade policial competente, quando sua natureza assim o exigir. 2º Perante a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, poderão ser diretamente comunicados, por qualquer cidadão ou pessoa jurídica, fatos sujeitos às sanções previstas na Lei nº3.506, de 10 de janeiro de º Recebida comunicação na forma dos parágrafos 1º e 2º deste artigo, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, nos termos do art. 7º, da Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002, promoverá sua apuração preliminar, observados os procedimentos seguintes: I - a Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania designará à Gerência de Diversidade Sexual ou, sempre que considerar necessário, à Comissão Preliminar de Apuração composta por 3 (três) cidadãos de reputação ilibada, competência para a promoção da devida apuração dos fatos; II - os agentes públicos designados, que serão designados pelo Secretário de Direitos Humanos e Cidadania, oferecerão cópia da comunicação ao suposto infrator, com o prazo de 15 (quinze) dias para apresentar defesa escrita e provas; III - apresentada a defesa, os agentes públicos designados procederão as diligências e a instrução probatória que entenderem necessárias, findas as quais proferirão parecer conclusivo dos fatos no prazo de trinta 30 (trinta) dias; IV - em caso de se decidir pelo reconhecimento dos fundamentos dispostos no inciso I do artigo 3º, deste decreto, os agentes públicos designados procederão ao disposto no inciso V deste parágrafo; em caso contrário farão comunicar ao Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania as razões de seu desconhecimento; V - concluída a tramitação no âmbito da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, será o parecer acompanhado da especificação dos fatos que constituam os fundamentos de sua conclusão, comunicando imediatamente: a) à Controladoria Geral do Município, observado o teor do artigo 20 da Lei Complementar n.º 142, de 29 de maio de 2013, quando os fatos relatados se fizerem sujeitos às sanções previstas na Lei nº 3.506, de 10 de janeiro de 2002, artigo 4º, e praticados na forma do artigo 3º, 1º deste decreto; b) à autoridade policial competente e/ou órgão do Ministério Público sempre que os fatos relatados envolvam atos de violência ou outras formas de discriminação ou preconceito, cuja natureza configure infrações civis ou penais. 4º A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania acompanhará o andamento de todas as fases dos processos administrativos respectivos. 5º Ao suposto infrator é assegurado o direito à ampla defesa e ao contraditório. 6º A punição aplicada e sua graduação serão fixadas em decisão fundamentada, tendo em vista a gravidade da infração, sua repercussão social e reincidência do infrator. CAPÍTULO III DAS DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS E FINAIS Art.10 No prazo de 180 (cento e oitenta) dias contados da publicação deste decreto, a Secretaria Municipal de Administração, observado o disposto no artigo 23, II, da Lei Complementar nº 142, de 29 de maio de 2013, fará assegurar a utilização do nome social pelos agentes públicos optantes na forma do artigo 7º deste decreto, nas seguintes situações: I - Cadastro de dados e informações de uso social; II - Comunicações internas de uso social; III - Endereço de correio eletrônico; Diário Oficial do Município de Contagem Órgãos dos Poderes Executivo e Legislativo Prefeito Municipal: Carlos Magno de Moura Soares Projeto editorial e produção: Jornalistas: Diúde Campos, Carolina Melo Cunha, Noême Ramos e Vanessa Trotta Diagramação:Ademir Oliveira, Caio Junqueira e Inês Guerra Distribuição: Protocolo Geral ( ) Prefeitura Municipal de Contagem: Praça Presidente Tancredo Neves, 200, bairro Camilo Alves - MG CEP / Telefone: (31) Assinatura Digital: Inês Guerra - Matricula: ASSINATURA DIGITAL

3 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 3 de 122 IV - Identificação funcional de uso interno do órgão (crachá); V - Lista de ramais do órgão; e VI - Nome de usuário em sistemas de informática. Parágrafo único. Atendendo ao disposto nos artigos 7º e 8º deste decreto, todos os órgãos e entidades da Administração Pública direta e indireta do Poder Executivo, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, promoverão as necessárias adaptações nos procedimentos internos, normas, sistemas de informação, cadastros, programas, projetos, ações, serviços, fichas, requerimentos, formulários, prontuários e congêneres para que estejam aptos ao registro do nome social. Art.11 Das decisões proferidas pela Controladoria Geral do Município, far-se-á comunicação ao Conselho Municipal dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais Conselho Municipal LGBT, que deverá comunicar ao Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos de Minas Gerais CONEDH/MG, nos termos do Decreto Estadual n.º , 10 de dezembro de Art.12 Os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal direta e indireta deverão capacitar seus servidores e demais agentes públicos para o cumprimento deste decreto. Parágrafo único. A Administração Pública Municipal manterá programas educativos de combate a homofobia, de promoção da cidadania, dos direitos humanos, e do respeito à diversidade e às individualidades. Art.13 Os casos omissos serão resolvidos pelo Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. Art.14 Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Palácio do Registro, em Contagem, 28 de janeiro de CARLOS MAGNO MOURA SOARES Prefeito de Contagem LETÍCIA DA PENHA GUIMARÃES Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania ERICO NOGUEIRA DE SOUSA Secretário Adjunto de Direitos Humanos e Cidadania Secretaria Municipal de Fazenda ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais I - COMPARATIVOS janeiro/2014 a dezembro/2014 janeiro/2015 a dezembro/2015 R$ % R$ % Receita Corrente Líquida do Município , , Despesa Total com Pessoal ,13 51, ,30 48,73 Limite 90% ( 1º, inciso II, art. 59) ,52 48, ,78 48,60 Limite Prudencial 95% (Parágrafo único, art. 22) ,88 51, ,83 51,30 Limite Legal (art. 20) ,24 54, ,87 54,00 Excesso a Regularizar (art. 20) 2 - Despesa Líquida Inativos e Pensionistas do RPPS Total das Despesas 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite Legal Excesso a Regularizar 3 - Dívida Consolidada Saldo Devedor ,05 49, ,85 61,07 Limite 90% ( 1º, inciso III, art. 59) Limite Legal Excesso a Regularizar 4 - Dívida Consolidada Líquida Saldo Devedor ,63 34, ,92 49,09 Limite Legal ,10 120, ,94 120,00 Excesso a Regularizar 5 - Dívida Mobiliária Saldo Devedor 0,00 0,00 0,00 0,00-1-

4 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 4 de 122 ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Limite 90% ( 1º, inciso III, art. 59) Limite Legal Excesso a Regularizar I - COMPARATIVOS janeiro/2014 a dezembro/2014 janeiro/2015 a dezembro/2015 R$ % R$ % 6 - Concessões de Garantias Saldo Devedor 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite 90% ( 1º, inciso III, art. 59) ,66 19, ,32 19,80 Limite Legal ,28 22, ,02 22,00 Excesso a Regularizar 7 - Operações de Crédito (exceto ARO) Realizado nesse Exercício ,80 0, ,32 1,52 Limite 90% ( 1º, inciso III, art. 59) ,93 14, ,23 14,40 Limite Legal ,48 16, ,92 16,00 Excesso a Regularizar 8 - Antecipação de Receita Orçamentária (ARO) Realizadas nesse Exercício 0,00 0,00 0,00 0,00 Limite Legal ,27 7, ,78 7,00 Excesso a Regularizar -2-

5 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 5 de 122 ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 III - DEMONSTRATIVOS a serem informados em 31/12/2015 Do Executivo (- RPPS) Previdência Assistência à Saúde 1 - Disponibilidades Financeiras em 31/12/2015 R$ R$ R$ Caixa ,65 0,00 0,00 Bancos - Recursos Não Vinculados ,52 17,63 0,00 Bancos - Recursos Vinculados , ,83 0,00 Aplicações Financeiras - Recursos Não Vinculados ,18 458,22 0,00 Aplicações Financeiras - Recursos Vinculados , ,63 0,00 (-)Deduções: Subtotal , ,31 0,00 Valores compromissados até 31/12/ , ,67 0,00 Total de Disponibilidades (A) , ,64 0,00 Inscrição de Restos a Pagar Não Processados (B) , ,24 0,00 Total das Disponibilidades Líquidas antes da Inscrição de Restos a Pagar Não Processados (C = Subtotal - B) , ,07 0,00 Do Executivo (- RPPS) Previdência Assistência à Saúde 2 - Incrições de Restos a Pagar R$ R$ R$ a - Processados , ,34 0,00 b - Não Processados , ,24 0,00 Total das Inscrições (a + b) , ,58 0,00 c - RP Vinculados , ,58 0,00 d - RP Não Vinculados ,88 0,00 0,00 Total das Inscrições (c + d) , ,58 0,00 e - Despesas não inscritas por falta de disponibilidade de caixa, cujos empenhos foram cancelados Disponibilidades Financeiras Líquidas antes da Inscrição de Restos a Pagar Não Processados 0,00 0,00 0, , ,07 0, Serviços de Terceiros (art. 72 L. C. 101/00) R$ % RCL Exercício Atual 0,00 0, Operações de Crédito por Antecipação de Receita Orçamentária (art. 38, II - L. C. 101/00): Data da Data da Liquidação Liquidado no Saldo a ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07: Operações de Crédito por Antecipação de Receita Orçamentária (art. 38, II - L. C. 101/00): Contratação Valor Contratado Principal Juros Encargos Exercício Pagar No último ano de mandato do Prefeito Municipal, houve contratação de OPERAÇÃO DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DE RECEITA ORÇAMENTÁRIA? (art. 38, IV, b - L.C. 101/00 ( ) Sim ( X ) Não NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

6 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 6 de 122 Anexo 3 ( 2º, art. 18 e art L.C. 101/00) DESPESA TOTAL COM PESSOAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL JAN/15 FEV/15 MAR/15 ABR/15 SUBTOTAL DESPESA TOTAL Vencimentos e Vantagens , , , , ,66 Inativos , , , , ,07 Pensionistas , , , , ,32 Salário Família 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Subsídio do Prefeito , , , , ,00 Subsídio do Vice-Prefeito , , , , ,21 Subsídio Secret. Munic , , , , ,01 Obrigações Patronais , , , , ,44 Repasse Patronal ao RPPS , , , , ,93 Sentenças Judic. de Pessoal 6.943, , , , ,04 Outras Desp. de Pessoal , , , , ,31 Despesas de Exercícios Anteriores Correspondente ao período de apuração/móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Competência de período anterior ao da apuração /móvel ,58 0,00 0,00 0, ,58 TOTAL , , , , ,57 (-)EXCLUSÕES Indenização por demissão , , , , ,85 Incentivos à Demissão Voluntária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Sentenças Judiciárias Anteriores 6.943, , , , ,04 Inativos e Pensionistas com Fonte de Custeio Própria , , , , ,41 Correspondente ao período de apuração/móvel Competência de período anterior ao da apuração /móvel ,58 0,00 0,00 0, ,58 TOTAL , , , , ,88 DESPESA TOTAL C/ PESSOAL , , , , ,69 Anexo 3 ( 2º, art. 18 e art L.C. 101/00) DESPESA TOTAL COM PESSOAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL MAI/15 JUN/15 JUL/15 AGO/15 SUBTOTAL DESPESA TOTAL Vencimentos e Vantagens , , , , ,89 Inativos , , , , ,60 Pensionistas , , , , ,95 Salário Família 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Subsídio do Prefeito , , , , ,00 Subsídio do Vice-Prefeito , , , , ,00 Subsídio Secret. Munic , , , , ,23 Obrigações Patronais , , , , ,86 Repasse Patronal ao RPPS , , , , ,59 Sentenças Judic. de Pessoal , ,58 0, , ,67 Outras Desp. de Pessoal , , , , ,99 Despesas de Exercícios Anteriores Correspondente ao período de apuração/móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Competência de período anterior ao da apuração /móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , , ,78 (-)EXCLUSÕES Indenização por Demissão , , , , ,13 Incentivos à Demissão Voluntária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Sentenças Judiciárias Anteriores , ,58 0, , ,67 Inativos e Pensionistas com Fonte de Custeio Própria , , , , ,03 Correspondente ao período de apuração/móvel Competência de período anterior ao da apuração /móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , , ,83 DESPESA TOTAL C/ PESSOAL , , , , ,

7 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 7 de 122 Anexo 3 ( 2º, art. 18 e art L.C. 101/00) DESPESA TOTAL COM PESSOAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL SET/15 OUT/15 NOV/15 DESPESA TOTAL MÊS BASE DEZ/15 SUBTOTAL Valores em Reais Vencimentos e Vantagens , , , , , ,78 Inativos , , , , , ,03 Pensionistas , , , , , ,52 Salário Família 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Subsídio do Prefeito , , , , , ,00 Subsídio do Vice-Prefeito , , , , , ,21 Subsídio Secret. Munic , , , , , ,69 Obrigações Patronais , , , , , ,30 Repasse Patronal ao RPPS , , , , , ,54 Sentenças Judic. de Pessoal 7.230, , , , , ,96 Outras Desp. de Pessoal , , , , , ,24 Despesas de Exercícios Anteriores 0,00 Correspondente ao período de apuração/móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Competência de período anterior ao da apuração /móvel TOTAL 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,58 TOTAL , , , , , ,85 (-)EXCLUSÕES Indenização por Demissão , , , , , ,46 Incentivos à Demissão Voluntária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Sentenças Judiciárias Anteriores 7.230, , , , , ,96 Inativos e Pensionistas com Fonte de Custeio Própria , , , , , ,89 Correspondente ao período de apuração/móvel 0,00 Competência de período anterior ao da apuração /móvel 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,58 TOTAL , , , , , ,89 DESPESA TOTAL C/ PESSOAL , , , , , ,96 Anexo 3 ( 2º, art. 18 e art L.C. 101/00) DESPESA TOTAL COM PESSOAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Quadrimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 1 O campo 'Despesa Total com Pessoal' da tela 'Medidas a Adotar' e do 'Anexo 1' é calculado da seguinte forma: - Datas-bases 30.04, e/ou 31.08: campos 'Total' do quadro 'Despesa Total' - (Inativos + Pensionistas + Indenização por Demissão + Incentivos à Demissão Voluntária + Sentenças Judiciárias Anteriores + Competência de período anterior ao da apuração / móvel); - Data-base 31.12: campos 'Total' do quadro 'Despesa Total' - (Inativos + Pensionistas + Indenização por Demissão + Incentivos à Demissão Voluntária + Sentenças Judiciárias Anteriores + Competência de período anterior ao da apuração / móvel + Correspondente ao período de apuração/móvel); 2 Nas linhas 'TOTAL' e 'Despesa Total com Pessoal' não são deduzidos os valores da linha 'Correspondente ao Período de apuração/móvel' NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

8 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 8 de 122 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL JAN/15 FEV/15 MAR/15 ABR/15 SUBTOTAL RECEITAS CORRENTES Rec. Tributária , , , , ,09 Rec. de Contribuições , , , , ,98 Rec. Patrimoniais , , , , ,14 Rec. Industriais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. Agropecuárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. de Serviços , , , , ,67 Transf. Correntes , , , , ,76 Cota Parte do FPM , , , , ,41 Cota Parte do ICMS , , , , ,96 Cota Parte do IPVA , , , , ,02 Cota Parte do IPI , , , , ,70 Transf. do FUNDEB , , , , ,14 Convênios , , ,72 63, ,07 Outras Transferências , , , , ,46 Demais Rec. Correntes , , , , ,23 (-) Deduções da Receita Corrente 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (-) Deduções de Receitas para Formação do FUNDEB , , , , ,53 SOMA , , , , ,34 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL JAN/15 FEV/15 MAR/15 ABR/15 SUBTOTAL (-) EXCLUSÕES Contr. Servidores à Prev. Própria , , , , ,38 Compens. entre Reg. de Prev , ,90 0, , ,79 Contr. Patronal à Prev. Própria Transf. Intragovernamentais Fundações Autarquias Empr. Públ. Depend. Demais Entidades Outras Duplicidades 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 SOMA , , , , ,17 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA , , , , ,

9 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 9 de 122 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL MAI/15 JUN/15 JUL/15 AGO/15 SUBTOTAL RECEITAS CORRENTES Rec. Tributárias , , , , ,08 Rec. de Contribuições , , , , ,03 Rec. Patrimoniais , , , , ,44 Rec. Industriais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. Agropecuárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. de Serviços , , , , ,25 Transf. Correntes , , , , ,65 Cota Parte do FPM , , , , ,77 Cota Parte do ICMS , , , , ,18 Cota Parte do IPVA , , , , ,23 Cota Parte do IPI , , , , ,38 Transf. do FUNDEB , , , , ,28 Convênios , , , , ,55 Outras Transferências , , , , ,26 Demais Rec. Correntes , , , , ,41 (-) Deduções da Receita Corrente 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (-) Deduções de Receitas para Formação do FUNDEB , , , , ,55 SOMA , , , , ,31 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em reais MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL MAI/15 JUN/15 JUL/15 AGO/15 SUBTOTAL (-) EXCLUSÕES Contr. Servidores à Prev. Própria , , , , ,03 Compens. entre Reg. de Prev. 0,00 0,00 0, , ,11 Contr. Patronal à Prev. Própria Transf. Intragovernamentais Fundações Autarquias Empr. Públ. Depend. Demais Entidades Outras Duplicidades 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 SOMA , , , , ,14 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA , , , , ,

10 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 10 de 122 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL SET/15 OUT/15 NOV/15 DEZ/15 SUBTOTAL TOTAL RECEITAS CORRENTES Valores em reais Previsão para o exercício Rec. Tributárias , , , , , , ,47 Rec. de Contribuições , , , , , ,50 ( ,50) Rec. Patrimoniais , , , , , ,27 ( ,27) Rec. Industriais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. Agropecuárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Rec. de Serviços , , , , , , ,79 Transf. Correntes , , , , , , ,02 Cota Parte do FPM , , , , , , ,42 Cota Parte do ICMS , , , , , , ,01 Cota Parte do IPVA , , , , , ,17 ( ,17) Cota Parte do IPI , , , , , , ,93 Transf. do FUNDEB , , , , , , ,36 Convênios , , , , , , ,39 Outras Transferências , , , , , , ,08 Demais Rec. Correntes , , , , , , ,08 (-) Deduções da Receita Corrente 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (-) Deduções de Receitas para Formação do FUNDEB , , , , , , ,60 SOMA , , , , , , ,99 Anexo 5 (inciso IV, art. 2º e inciso I, art L.C. 101/00 RECEITA CORRENTE LÍQUIDA, CONSOLIDADA POR CATEGORIA ECONÔMICA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 MESES DO EXERCÍCIO MÓVEL SET/15 OUT/15 NOV/15 DEZ/15 SUBTOTAL TOTAL (-) EXCLUSÕES Contr. Servidores à Prev. Própria , , , , , ,15 Compens. entre Reg. de Prev , , , , , ,58 Contr. Patronal à Prev. Própria Transf. Intragovernamentais Fundações Autarquias Empr. Públ. Depend. Demais Entidades Outras Duplicidades 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 SOMA , , , , , ,73 Valores em reais Previsão para o exercício RECEITA CORRENTE LÍQUIDA , , , , , ,2 8 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

11 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 11 de 122 ANEXO 6 (incisos I e II, alíneas a e b, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 RECEITAS RECEITAS CORRENTES (A) Previsão Anual 6o Bimestre Até o Bimestre Inicial Atualizada Prevista Realizada Prevista Realizada Valores em Reais A Realizar , , , , , , ,59 Tributárias , , , , , , ,47 Impostos , , , , , , ,38 IPTU , , , , , , ,26 ISSQN , , , , , , ,05 ITBI , , , , , , ,36 IRRF , , , , , ,29 (26.021,29) Taxas , , , , , ,91 ( ,91) Contribuições de Melhoria 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Contribuições , , , , , ,50 ( ,50) Patrimoniais , , , , , ,27 ( ,27) Industriais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Agropecuárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Serviços , , , , , , ,79 Transferências Correntes , , , , , , ,02 Convênios , , , , , , ,39 Outras Receitas Correntes , , , , , , ,08 Deduções da Receita Corrente 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITAS DE CAPITAL (B) , , , , , , ,60 Operações de Crédito , , , , , , ,87 Refinanciamento da Dívida 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outras Operações de Crédito , , , , , , ,87 Alienação de Bens , , , , , ,20 ( ,20) ANEXO 6 (incisos I e II, alíneas a e b, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Previsão Anual 6o Bimestre Até o Bimestre RECEITAS A Realizar Inicial Atualizada Prevista Realizada Prevista Realizada Amortização de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Capital , , , , , , ,59 Convênios , , , , , , ,58 Outras Receitas de Capital 0,00 0,00 0, ,26 0, ,66 ( ,66) Deduções da Receita de Capital 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (-) DEDUÇÕES PARA FORMAÇÃO DO FUNDEB , , , , , , ,60 (C) REC. INTRA-ORÇAMENTÁRIAS , , , , , , ,07 (D) RECEITA TOTAL (A + B , ,00 C + D) , , , , ,66 Dotação Anual 6o Bimestre Até o Bimestre DESPESAS A Empenhar Inicial Atualizada Empenhada Liquidada Empenhada Liquidada DESPESAS CORRENTES (E) , , , , , , ,89 Pessoal/Encargos Sociais , , , , , , ,18 Juros/Encargos da Dívida Interna , , , , , ,87 0,00 Juros/Encargos da Dívida Externa 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outras Despesas Correntes , , , , , , ,71 DESPESAS DE CAPITAL (F) , , , , , , ,94 Investimentos , , , , , , ,

12 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 12 de 122 ANEXO 6 (incisos I e II, alíneas a e b, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 DESPESAS Dotação Anual 6o Bimestre Até o Bimestre Inicial Atualizada Empenhada Liquidada Empenhada Liquidada A Empenhar Inversões Financeiras 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Amortização da Dívida Interna , , , , , , ,00 Amortização da Dívida Externa 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Amortização - Refinanciamento da Dívida Mobiliária Outras Despesas de Capital 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESP. INTRA-ORÇAMENTÁRIAS , , , , , , ,39 (G) RESERVA DE CONTINGÊNCIA (H) ,00 221,36 RESERVA DO RPPS (I) , ,00 DESP. TOTAL (E + F + G , ,00 + H + I) * , , , , ,22 * Os valores das anulações de empenhos somente estão deduzidas no campo DESPESA TOTAL (E + F + G + H + I) da coluna Empenhada no bimestre e em todos os campos da coluna Empenhada - Até o Bimestre. ANEXO 6 (incisos I e II, alíneas a e b, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Destinação da Reserva de Contingência e/ou Reserva do RPPS Número do ato Data do Ato Descrição da destinação da reserva de contingência e/ou reserva do RPPS /11/2015 Despesas correntes 6o Bimestre Até o Bimestre SUPERÁVIT DÉFICIT SUPERÁVIT DÉFICIT Receita Realizada - Despesa Empenhada ,90 ( ,08) Receita Realizada - Despesa Liquidada ( ,81) ,31 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

13 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 13 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO SUBFUNÇÃO DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre 03 - Essencial à Justiça , , , , , , , Administração Representação Judicial e Extrajudicial Administração Geral Planejamento e Orçamento Administração Geral Administração Financeira Controle Interno Normatização e Fiscalização , , , , , , , , , , , , ,04 0, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Tecnologia da Informação Formação de Recursos Humanos Administração de Receitas Administração de Concessões , ,12 0, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO 06 - Segurança Pública 07 - Relações Exteriores 08 - Assistência Social SUBFUNÇÃO Comunicação Social Informação e Inteligência Relações de Trabalho DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , , , , ,00 0,00 0, ,34 1,00 1,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1, , , , , , , ,82 Administração , ,44 Geral , , , , ,02 Defesa Civil , ,20 0, , , , ,80 Informação e Inteligência , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Direitos Individuais, Coletivos e Difusos , ,00 0, , , , ,00 Cooperação Internacional Administração Geral Assistência ao Idoso Assistência à Criança e ao Adolescente , ,00 0, ,00 0, ,00 0, , ,00 0, ,00 0, ,00 0, , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , , , , , , , ,

14 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 14 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO 10 - Saúde SUBFUNÇÃO Assistência Comunitária Alimentação e Nutrição Empregabilida de Administração Geral Administração de Concessões DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Atenção Básica , , , , , , ,88 Assistência Hospitalar e Ambulatorial Suporte Profilático e Terapêutico Vigilância Epidemiológica , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, , , , , , , ,54 Defesa Sanitária , ,00 0, , , ,00 0,00 Animal 11 - Trabalho , , , , , , ,15 Administração Geral , , , , , ,46 13,00 Empregabilida de , , , , , , ,73 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES Prefeitura Municipal FUNÇÃO 12 - Educação SUBFUNÇÃO Fomento ao Trabalho Administração Geral Tecnologia da Informação Formação de Recursos Humanos Administração de Concessões DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , ,42 0, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,34 5,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Ensino Fundamental , , , , , , ,05 Ensino Médio 5,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Educação Infantil , , , , , , ,06 Educação de Jovens e , ,95 0, ,20 0, , ,75 Adultos Educação Especial , , , , , , , Direitos da Cidadania , , , , , , ,56 Administração Geral , ,73 122, , , , ,62 Assistência ao Idoso , , , ,75 0, , ,

15 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 15 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO 15 - Urbanismo 16 - Habitação 17 - Saneamento SUBFUNÇÃO DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre Assistência ao Portador de , , , , , , ,21 Deficiência Direitos Individuais, Coletivos e Difusos , ,01 0, , , , , , , , , , , ,52 9 Administração Geral , , , , , , ,69 Direitos Individuais, Coletivos e ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Difusos Infra-Estrutura , ,21 Urbana , , , , ,68 Serviços Urbanos , ,62 0, , , , ,90 Energia Elétrica , , , , , , ,25 Habitação Urbana , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,64 Saneamento Básico Urbano , , , , , , , Gestão Ambiental , , , , , , ,00 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO SUBFUNÇÃO Administração Geral DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , ,69 Administração de Concessões 1.500,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Serviços Urbanos , , , , , , ,91 Preservação e Conservação Ambiental , , , , , , ,40 Controle Ambiental , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Recuperação de Áreas , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Degradadas Recursos Hídricos , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , Indústria , , , ,00 0, , ,00 Promoção Industrial , , , ,00 0, , ,00 Turismo 5,00 5,00 0,00 0,00 0,00 0,00 5, Energia , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Administração de Concessões , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , Desporto e Lazer , , , , , , ,69 Administração Geral Desporto de Rendimento , , , , , , , , ,00 0, ,00 0, , ,

16 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 16 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO SUBFUNÇÃO Desporto Comunitário DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , Encargos Especiais , , , , , , ,07 Defesa do Interesse Público no Processo Judiciário , , , , , , ,07 Câmara Municipal Entidades AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE DE CONTAGEM 01 - Legislativa 15 - Urbanismo 28 - Encargos Especiais Serviço da Dívida Interna , , , , , , ,00 Ação Legislativa Administração Geral Infra-Estrutura Urbana Transportes Coletivos Urbanos , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0, ,00 715,00 715,00 890, , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 Serviço da Dívida Interna , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA FUNÇÃO DES 18 - Gestão Ambiental Fundação Municipal de Parques e Areas Verdes de Contagem SUBFUNÇÃO Administração Geral Preservação e Conservação Ambiental DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , , ,86 470, , , , , , , , , , , ,28 FUNDAÇÃO DE ENSINO DE CONTAGEM-FUN EC 04 - Administração Administração Geral Formação de Recursos Humanos Direitos Individuais, Coletivos e Difusos , , , , , , , , , , , , , , , ,59 0, ,80 0, , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, Educação , , , , , , ,36 Administração , ,23 Geral , , , , ,13 Ensino Médio , ,98 0, ,09 0, , ,89 Ensino Profissional , , , , , , , Encargos Especiais , ,27 0, , , ,27 0,00 Serviço da Dívida Interna , ,27 0, , , ,27 0,

17 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 17 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES FUNÇÃO SUBFUNÇÃO Outros Encargos Especiais DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICIPÍO DE CONTAGEM - FUNDAC FUNDAÇÃO DE ASSISTENCIA 28 - Encargos MEDICA E Especiais URGENCIA DE CONTAGEM-FAM UC 13 - Cultura , , , , , , , Saúde Administração Geral Patrimônio Histórico, Artístico e Arqueológico Difusão Cultural Administração Geral Serviço da Dívida Interna , , , , , , , , ,01 0, ,68 0, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, Previdência PREVICON - Social FUNDO MUNICIPAL DE Outros Encargos Especiais Administração Geral , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,10 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES PREVIDÊNCIA SOCIAL FUNÇÃO 15 - Urbanismo INSTITUTO DE PLANEJAMENTO 17 - URBANO DO Saneamento MUNICÍPIO DE CONTAGEM 18 - Gestão Ambiental SUBFUNÇÃO Previdência do Regime Estatutário Administração Geral Ordenamento Territorial Infra-Estrutura Urbana Recuperação de Áreas Degradadas DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , , , , ,13 0, , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, ,00 5,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Preservação e Conservação Ambiental 5,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 CENTRO INDUSTRIAL DE CONTAGEM-CIN CO 22 - Indústria , , , , , , ,62 Administração Geral Promoção Industrial , , , , , , , , ,00 0,00 0,00 0,00 0, , Encargos Especiais , ,96 0, , , ,31 0,

18 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 18 de 122 ANEXO 7 (alínea c, inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDA DES CONTERRA-CIA DE HABITAÇÃO,OBR AS E SERV.DE CONTAGEM FUNÇÃO Despesas Intra-Orçamen tárias 99 - Reserva de Contingência SUBFUNÇÃO Serviço da Dívida Interna Outros Encargos Especiais Despesas DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA SALDO A EMPENHAR 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre 4.819,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0, , ,96 0, , , ,31 0,00 Intra-Orçamen , , , , , , ,39 tárias Reserva de Contingência ,00 221, Reserva do RPPS Reserva do RPPS , ,00 TOTAL , , , ,42,53 59,03,22 * Os valores das anulações de empenhos somente estão deduzidas no campo TOTAL da coluna DESPESA EMPENHADA no bimestre e em todos os campos da coluna da DESPESA EMPENHADA Até o Bimestre. NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA ANEXO 8 (inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais RECEITAS PREVISÃO INICIAL RECEITAS REALIZADAS SALDO PREVISÃO A ATUALIZADA 6º Bimestre Até o Bimestre REALIZAR I - Receita Previdenciária Receitas Correntes , , , , ,46 Contribuição do Servidor Ativo , , , , ,42 Contribuição do Servidor Inativo e Pensionista , , , , ,06 Receitas Patrimoniais , , , ,63 ( ,63) Outras Receitas Correntes , , , , ,61 Compensações Previdenciárias do RGPS para o RPPS , , , , ,42 Outras , , , ,81 ( ,81) Receitas de Capital 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Alienação de Bens 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outras Receitas de Capital 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receitas Previdenciárias Intra-Orçamentárias , , , , ,71 Deduções da Receita 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , , ,

19 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 19 de 122 ANEXO 8 (inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 DESPESAS DOTAÇÃO INICIAL DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EMPENHADAS 6º Bimestre Até o Bimestre SALDO A EMPENHAR II - Despesa Previdenciária Administração Geral , , , , ,00 Despesas Correntes , , , , ,00 Despesas de Capital , ,00 0,00 0, ,00 Previdência Social , , , , ,03 Inativos e Pensionistas , , , , ,46 Outros Benefícios Previdenciários , , , , ,73 Compensação Previdenciária do RPPS para o RGPS 0, , , ,36 (0,00) Outras Despesas Previdenciárias , , , , ,84 Reserva do RPPS , ,00 Outras Reservas 0,00 0,00 Despesas Previdenciárias Intra-Orçamentárias , ,00 0, , ,22 TOTAL (II) , ,00 ( ,54) , ,25 III - Resultado Previdenciário (I - II) ( ,00) ( ,00) ,56 ( ,92) ( ,08) * Os valores das anulações de empenhos somente estão deduzidas no campo TOTAL (II) da coluna 6º Bimestre e em todos os campos da coluna Até o Bimestre. ANEXO 8 (inciso II, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 APORTES PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS SALDO A REALIZAR 6º Bimestre Até o Bimestre IV - APORTES PARA O RPPS Plano Financeiro 0,00 0, , ,97 ( ,97) Recursos para Cobertura de Insuficiências Financeiras 0,00 0, , ,97 ( ,97) Repasse para Pagamento de Responsabilidade da Fonte Tesouro 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Recursos para Formação de Reserva 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outros Aportes para o RPPS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Plano Previdenciário 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Recursos para Cobertura de Déficit Financeiro 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outros Aportes para o RPPS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Recursos para Cobertura de Déficit Atuarial 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL 0,00 0, , ,97 ( ,97) ESPECIFICAÇÃO MÊS ANTERIOR MÊS DA DATA BASE Caixa 0,00 0,00 V - Disponibilidades Financeiras do Regime Próprio de Previdência Social Bancos , ,46 Aplic. Financeiras , ,85 TOTAL , ,31 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

20 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 20 de 122 ANEXO 9 (inciso III, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS PRIMÁRIO E NOMINAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais RESULTADO PRIMÁRIO Previsão Anual Realização Período Exerc. RECEITAS FISCAIS Atualizada 6º Bimestre Até o Bimestre 6º Bimestre Até o Bimestre Anter. Receitas Correntes , , , , , ,34 Receitas de Capital , , , , , ,04 Receitas Intra-Orçamentárias , , , , , ,08 Subtotal , , , , , ,46 (-) Deduções Receita Operações de Crédito , , , , , ,79 Rendimento de Aplicações Financeiras , , , , , ,31 Receitas de Alienações de Bens , , , , , ,50 Amortização de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Dedução para o FUNDEB , , , , , ,06 Subtotal , , , , , ,66 Total das Receitas Fiscais , , , , , ,80 ANEXO 9 (inciso III, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS PRIMÁRIO E NOMINAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 DESPESAS FISCAIS Despesas Correntes Despesas de Capital Despesas Intra-Orçamentárias Subtotal (-) Deduções Juros e Encargos da Dívida Amortização de Dívida Atualizada Dotação Anual Desp. Empenhadas Desp. Liquidadas 6º Até o 6º Até o 6º Até o Bimestre Bimestre Bimestre Bimestre Bimestre Bimestre Período Exerc. Anter , , , , 5, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , 5, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,51 Concessão de Empréstimos 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Aquis. Tít. Cap. Já Integralizado 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Subtotal Total de Despesas Fiscais , , , , , , , , , , , , 0, , , ,68 18 Os valores das Anulações de Empenhos somente estão deduzidos no campo Total de Despesas Fiscais da coluna Xº bimestre/semestre e em todos os campos da coluna Até o bimestre/semestre, ambos do campo Desp. Empenhadas. RESULTADO ( , ( , 82) ,06 38)

21 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 21 de 122 ANEXO 9 (inciso III, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS PRIMÁRIO E NOMINAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Especificação RESULTADO NOMINAL DO MUNICÍPIO (-RPPS) SALDO RESULTADO NOMINAL Exercício Anterior Bimestre Anterior Bimestre Atual 6º Bimestre Até o Bimestre (A) (B) (C) (C - B) (C - A) I - Dívida Consolidada , , ,85 (-) Disponibilidade de Caixa/Bancos , , ,67 (-) Aplicações Financeiras , , ,61 (-) Ativo Realizável , , ,07 (+) Restos a Pagar Processados , , ,42 II - Dívida Consolidada Líquida , , ,92 III - Receitas de Privatizações 0,00 0,00 0,00 IV - Passivos Reconhecidos 0,00 0,00 0,00 V - Dívida Fiscal Líquida (II + III - IV) , , , , ,29 JUSTIFICATIVAS ANEXO 9 (inciso III, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS PRIMÁRIO E NOMINAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Especificação RESULTADO NOMINAL DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SALDO RESULTADO NOMINAL Exercício Anterior Bimestre Anterior Bimestre Atual 6º Bimestre Até o Bimestre (A) (B) (C) (C - B) (C - A) I - Dívida Consolidada 0, , ,42 (-) Disponibilidade de Caixa/Bancos 0, , ,17 (-) Aplicações Financeiras 0, , ,14 (-) Ativo Realizável 0, ,01 156,90 (+) Restos a Pagar Processados 0,00 0, ,34 II - Dívida Consolidada Líquida 0,00 ( ,58) ,55 III - Passivos Reconhecidos 0,00 0,00 0,00 IV - Dívida Fiscal Líquida (II - III) 0,00 ( ,58) , , ,55 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

22 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 22 de 122 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Prefeitura Municipal ÓRGÃOS/ENTIDADES SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES EXERCÍCIO SALDO EM 31/12/2014 Valores em reais , , , , , ,02 Câmara Municipal ,43 Entidades AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE DE CONTAGEM CENTRO INDUSTRIAL DE CONTAGEM-CINCO , , , , , ,00 CONTERRA-CIA DE HABITAÇÃO,OBRAS E SERV.DE CONTAGEM ,88 FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICIPÍO DE CONTAGEM - FUNDAC FUNDAÇÃO DE ASSISTENCIA MEDICA E URGENCIA DE CONTAGEM-FAMUC FUNDAÇÃO DE ENSINO DE CONTAGEM-FUNEC Fundação Municipal de Parques e Areas Verdes de Contagem , , , , , , , , ,50 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDADES INSTITUTO DE PLANEJAMENTO URBANO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES EXERCÍCIO SALDO EM 31/12/ ,21 PREVICON - FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ,54 TOTAL ,

23 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 23 de 122 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDADES Prefeitura Municipal RP PROCESSADOS Valores em reais EXERCÍCIO VALOR CANCELADOS PAGOS A PAGAR ,73 0,00 0, , ,07 0,00 0, , ,77 0,00 0, , ,43 0,00 0, , ,84 0,00 0, , , , , ,00 Câmara Municipal ,00 0,00 0,00 0,00 Entidades AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE DE CONTAGEM CENTRO INDUSTRIAL DE CONTAGEM-CINCO ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 470, ,97 0,00 0, , ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 CONTERRA-CIA DE HABITAÇÃO,OBRAS E SERV.DE CONTAGEM FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICIPÍO DE CONTAGEM - FUNDAC FUNDAÇÃO DE ASSISTENCIA MEDICA E URGENCIA DE CONTAGEM-FAMUC FUNDAÇÃO DE ENSINO DE CONTAGEM-FUNEC ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,48 0,00 0, , ,70 0,00 0,00 668, ,82 0,00 0, , ,71 0,00 0, , ,38 0,00 0,00 241, ,20 0,00 0,00 233, ,15 0,00 0, ,15 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDADES Fundação Municipal de Parques e Areas Verdes de Contagem INSTITUTO DE PLANEJAMENTO URBANO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM PREVICON - FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RP PROCESSADOS EXERCÍCIO VALOR CANCELADOS PAGOS A PAGAR ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , ,

24 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 24 de 122 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDADES Prefeitura Municipal RP NÃO PROCESSADOS Valores em reais EXERCÍCIO VALOR CANCELADOS PAGOS A PAGAR ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,46 28,46 0,00 0, , ,78 0,00 0, , ,05 0,00 (0,00) , , , ,38 Câmara Municipal , , ,31 0,00 Entidades AUTARQUIA MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE DE CONTAGEM CENTRO INDUSTRIAL DE CONTAGEM-CINCO ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 CONTERRA-CIA DE HABITAÇÃO,OBRAS E SERV.DE CONTAGEM FUNDAÇÃO CULTURAL DO MUNICIPÍO DE CONTAGEM - FUNDAC FUNDAÇÃO DE ASSISTENCIA MEDICA E URGENCIA DE CONTAGEM-FAMUC FUNDAÇÃO DE ENSINO DE CONTAGEM-FUNEC ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, , ,04 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 ANEXO 10 (inciso V, art L.C. 101/00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ÓRGÃOS/ENTIDADES Fundação Municipal de Parques e Areas Verdes de Contagem INSTITUTO DE PLANEJAMENTO URBANO DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM PREVICON - FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RP NÃO PROCESSADOS EXERCÍCIO VALOR CANCELADOS PAGOS A PAGAR ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL , , , ,38 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

25 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 25 de 122 ANEXO 11 (inciso I, 1º, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DAS RECEITAS DE OPERAÇÕES DE CRÉDITO E DESPESAS DE CAPITAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Periodicidade indefinida Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 RECEITAS PREVISÃO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS NO EXERCÍCIO Valores em Reais SALDO A REALIZAR Receita de Operações de Crédito (A) , , ,87 DESPESAS DOTAÇÃO ATUALIZADA DESPESAS EXECUTADAS NO EXERCÍCIO LIQUIDADAS INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS SALDO A EXECUTAR Despesas de Capital , , , ,94 (-) Incentivo a Contribuinte LRF, artigo 32, 3º, inciso I (-) Incentivo Inst. Financeira LRF, artigo 32, 3º, inciso II 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESA DE CAPITAL LÍQUIDA (B) , , , ,94 APURAÇÃO DA REGRA DE OURO ( ,67) ( ,60) ( ,07) NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA ANEXO 12 (inciso II, 1º, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA PROJEÇÃO ATUARIAL DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRI0 DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Anual Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Valores em Reais ESPECIFICAÇÃO EXERCÍCIO Receitas Previdenciárias Despesas Previdenciárias Resultado Previdenciário Saldo Financeiro do Exercício , ,34 ( ,73) 0, , ,68 ( ,90) ( ,90) , ,21 ( ,33) ( ,23) , ,19 ( ,86) ( ,09) , ,49 ( ,46) ( ,55) , ,32 ( ,67) ( ,22) , ,91 ( ,09) ( ,31) , ,23 ( ,63) ( ,94) , ,73 ( ,52) ( ,46) , , ,61 ( ,85) , , ,39 ( ,46) , , ,97 ( ,49) , , ,82 ( ,67) , , ,94 ( ,73) , , ,81 ( ,92) , , ,34 ( ,58) , , ,02 ( ,56) , , ,17 ( ,39) , , ,51 ( ,88) , , ,50 ( ,38) , , ,28 ( ,10) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

26 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 26 de 122 ANEXO 12 (inciso II, 1º, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA PROJEÇÃO ATUARIAL DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRI0 DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Anual Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ESPECIFICAÇÃO EXERCÍCIO Receitas Previdenciárias Despesas Previdenciárias Resultado Previdenciário Saldo Financeiro do Exercício , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,05 ( ,31) , , ,40 ( ,55) , , ,10 ( ,37) , , ,08 ( ,22) , , ,27 ( ,78) , , ,52 ( ,59) , , ,09 ( ,20) ( ,28) , ,36 ( ,67) ( ,95) , ,45 ( ,78) ( ,73) , ,80 ( ,50) ( ,23) , ,96 ( ,83) ( ,06) , ,53 ( ,63) ( ,69) , ,00 ( ,37) ( ,06) , ,86 ( ,60) ( ,66) , ,65 ( ,32) ( ,98) , ,40 ( ,99) ( ,97) , ,46 ( ,93) ( ,90) , ,14 ( ,24) ( ,14) , ,00 ( ,63) ( ,77) , ,84 ( ,67) ( ,44) , ,34 ( ,31) ( ,75) , ,71 ( ,66) ( ,41) , ,67 ( ,49) ( ,90) , ,40 ( ,76) ( ,66) ANEXO 12 (inciso II, 1º, art L.C. 101/00) RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA PROJEÇÃO ATUARIAL DAS RECEITAS E DESPESAS DO REGIME PRÓPRI0 DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Anual Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 ESPECIFICAÇÃO EXERCÍCIO Receitas Previdenciárias Despesas Previdenciárias Resultado Previdenciário Saldo Financeiro do Exercício , ,81 ( ,65) ( ,31) , ,37 ( ,25) ( ,56) , ,45 ( ,68) ( ,24) , ,92 ( ,27) ( ,51) , ,72 ( ,41) ( ,92) , ,27 ( ,87) ( ,79) , ,43 ( ,94) ( ,73) , ,41 ( ,98) ( ,71) , ,37 ( ,90) ( ,61) , ,46 ( ,12) ( ,73) , ,41 ( ,94) ( ,67) , ,32 ( ,93) ( ,60) , ,99 ( ,67) ( ,27) , ,36 ( ,80) ( ,07) , ,85 ( ,73) ( ,80) , ,11 ( ,08) ( ,88) , ,15 ( ,53) ( ,41) , ,99 ( ,92) ( ,33) NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

27 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 27 de 122 ANEXO 14 (art. 13 L.C. 101/00) COMPARATIVO DAS METAS BIMESTRAIS DE ARRECADAÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 BIMESTRE META DE ARRECADAÇÃO RECEITA ARRECADADA DIFERENÇA Valores em Reais 1º , ,99 ( ,89) 2º , ,29 ( ,58) 3º , ,17 ( ,53) 4º , ,97 ( ,88) 5º , ,20 ( ,97) 6º , ,72 ( ,81) TOTAL , ,34 ( ,66) Observações - Caso a receita arrecadada seja inferior à meta de arrecadação, indicar as medidas adotadas de combate à evasão e à sonegação, da quantidade e valores de ações ajuizadas para cobrança da dívida ativa, bem como da evolução do montante dos créditos tributários passíveis de cobrança administrativa: A previsão de arrecadação do Município de Contagem para até o sexto bimestre de 2015 foi de R$ ,53, a receita efetivamente arrecadada foi de R$ ,42, gerando um déficit de arrecadação no valor de (-)R$ ,11.Verifica-se que a arrecadação no período alcançou 91,15%, do valor previsto. Verifica-se(anexo 6) que as Receitas Tributárias tiveram uma arrecadação de 93,40% apontando uma elevação em relação ao bimestre anterior, enquanto que as Transferências Correntes alcançaram o percentual de 88,08, também com elevação em relação ao bimestre anterior, a exemplo dos bimestres anteriores o maior déficit verifica-se nas Receitas de Capital que, com previsão de arrecadação de R$ ,83, arrecadou apenas ,48, representando esse valor apenas 70,16 do total previsto, registre-se que, no bimestre, houve significativa elevação na arrecadação das receitas de capital. O Déficit acima demonstrado entre a previsão e arrecadação de Receitas no Bimestre, bem como a queda de arrecadação em relação ao bimestre anterior, não decorrem de evasão ou sonegação fiscal, estando atrelada principalmente as transferências correntes e de capital não efetivadas conjugadas com a manutenção do momento de estagnação e queda que atravessa a economia do País. Destaque-se que, não obstante o momento recessivo da economia nacional a arrecadação municipal no sexto bimestre apresentou uma ligeira elevação em comparação com os bimestres anteriores, reflexo do esforço do município no controle de suas receitas. O Município vem se mantendo alerta no sentido de evitar a evasão e sonegação de receitas com o constante aprimoramento de seus instrumentos de controle de evasão, sonegação fiscal e cobrança da dívida, destaque-se as ações de modernização da Secretaria Adjunta da Receita Municipal, com aquisição de softwares e equipamentos de informática, visando tornar mais ágeis os procedimentos de fiscalização, controle e cobrança da dívida. Quadro Resumo da Arrecadação 6º Bimestre de2015. ANEXO 14 (art. 13 L.C. 101/00) COMPARATIVO DAS METAS BIMESTRAIS DE ARRECADAÇÃO MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Bimestral Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

28 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 28 de 122 RELATÓRIO METAS FISCAIS MUNICÍPIO: Contagem Data Base: 31/12/2015 ÓRGÃO: Poder Executivo Periodicidade: Anual Data/hora de geração do relatório: 28/01/16 07:45 Receita Total Especificação Receitas Primárias (I) Despesa Total Despesas Primárias (II) Resultado Primário (III) = (I - II) Valor Corrente Valor Constante % PIB Valor Corrente Valor Constante , , , , ,0 0 0, , ,0 0 0, , ,0 0 0, , ,0 0 0, ,0 0 % PIB Valor Corrente Valores em Reais Valor Constante % PIB ,0 0 0, , , , ,0 0 0, , , , ,0 0 0, , , , ,0 0 0, , , , , ,00 0, , ,00 0, , ,00 0,000 Resultado Nominal , ,00 0, , ,00 0, , ,00 0,000 Dívida Pública Consolidada , ,00 0, , ,00 0, , ,00 0,000 Dívida Consolidada Líquida , ,00 0, , ,00 0, , ,00 0,000 NOME CPF CRC Prefeito: CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES Contador: Luci Meireles da Silva Puddo Controle Interno: VANDERLEI DANIEL DA SILVA

29 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 29 de 122 Controladoria Municipal Portaria CGM n 001, de 27 de janeiro de Dispõe sobre a decisão do Processo Administrativo CGM nº 001/2015 e dá outras providências. O CONTROLADOR-GERAL DO MUNICÍPIO, no uso das atribuições conferidas pela Lei Complementar nº 01, de 11/06/2005, Lei Complementar nº 142, de 11/06/2005, Decreto n 089, de 29/05/2013, e Decreto nº 029, de 18/03/2013; e, considerando o disposto na Lei Federal nº 8.666, de 21/06/1993, Lei Federal nº , de 17/07/2002, Decreto nº , de 08/05/2003, Decreto nº 1.838, de 04/05/2012, e os termos da cláusula 16.2 do item XVI Das Sansões Administrativas do Edital de Licitação nº 050/2014; RESOLVE: Art. 1º. Acatar a decisão da Comissão Processante nomeada pela Portaria CGM nº 003/2015, alterada pela Portaria CGM nº 005/2015, e, mediante as razões fáticas e jurídicas apresentadas, aplicar a pena de ADVERTÊNCIA à empresa ENEIDE GUIMARÃES DE BARROS - ME, CNPJ nº /001-57, pelo inadimplemento do prazo de entrega do objeto do Processo Licitatório nº 104/2014, Pregão Eletrônico nº 011/2014, lote 01, itens 01, 04, 06, 07, 10, 11, 12 e 13. Art. 2º. Remeter os autos do processo a Comissão Permanente de Cadastro de Fornecedores da Secretaria Municipal de Administração para adoção das medidas cabíveis, nos termos do art. 19º, 2º, do Decreto 1.838, de 04/05/2012. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Palácio do Registro, em Contagem, 27 de janeiro de Vanderlei Daniel da Silva, Controlador Geral do Município Secretaria Municipal de Administração PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM Secretaria Municipal de Administração Comissão Permanente de Licitações RETIFICAÇÃO DE PUBLICAÇÃO Fica retificada a matéria publicada do Diário Oficial do Município de Contagem Edição número 3768, de 17/12/2015, a saber: ONDE SE LÊ: PROCESSO ADM. Nº. 043/2014 CREDENCIAMENTO Nº. 002/2014 RELAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E/OU JURÍDICAS CREDENCIADAS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORES E AUDITORES: De acordo com o OFÍCIO Nº. 164/2015 SEDECON, de 03/12/2015, são as seguintes pessoas físicas e/ou jurídicas inscritas no processo acima referenciado que comprovaram preencher todos os requisitos necessários ao credenciamento, com suas respectivas áreas de atuação e pontuações: Consultor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Gederson Elias Pereira Norma NBR ISO 9001: Programa 5S. PBQP-H-SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat. Gestão Integrada em duas ou três normas. Auditor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Gederson Elias Pereira. Interpretação da Norma NBR ISO Avaliação e Qualificação de Fornecedores. Ações corretivas, preventivas e ferramentas aplicáveis. Padronização de processos. Formação de RD S. Gestão de Almoxarifado. Princípios da qualidade. Programa 5S. Formação de auditores internos da Norma NBR ISO Formação de auditores internos da Norma PBQP-H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat. Interpretação da Norma PBQP -H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat As pessoas físicas e/ou jurídicas acima relacionadas, serão convocadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico SEDECON, através do Programa Pró- ISO, para assinatura do Termo de Credenciamento, conforme minuta de contrato ANEXO V, e nos termos do item 10 DA CONTRATAÇÃO, do Edital de Credenciamen-

30 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 30 de 122 to número 002/2014 Processo Administrativo número 043/2014. Contagem, 15 de dezembro de Jáder Luis Sales Júnior Comissão Permanente de Licitações. LEIA-SE: PROCESSO ADM. Nº. 043/2014 CREDENCIAMENTO Nº. 002/2014 RELAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E/OU JURÍDICAS CREDENCIADAS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORES E AUDITORES: De acordo com o OFÍCIO Nº. 164/2015 SEDECON, de 03/12/2015, são as seguintes pessoas físicas e/ou jurídicas inscritas no processo acima referenciado que comprovaram preencher todos os requisitos necessários ao credenciamento, com suas respectivas áreas de atuação e pontuações: Consultor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Gederson Elias Pereira Norma NBR ISO 9001: Programa 5S. PBQP-H-SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat. Gestão Integrada em duas ou três normas. Instrutor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Gederson Elias Pereira. Interpretação da Norma NBR ISO Avaliação e Qualificação de Fornecedores. Ações corretivas, preventivas e ferramentas aplicáveis. Padronização de processos. Formação de RD S. Gestão de Almoxarifado. Princípios da qualidade. Programa 5S. Formação de auditores internos da Norma NBR ISO Formação de auditores internos da Norma PBQP-H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat. Interpretação da Norma PBQP -H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat As pessoas físicas e/ou jurídicas acima relacionadas, serão convocadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico SEDECON, através do Programa Pró- ISO, para assinatura do Termo de Credenciamento, conforme minuta de contrato ANEXO V, e nos termos do item 10 DA CONTRATAÇÃO, do Edital de Credenciamento número 002/2014 Processo Administrativo número 043/2014. Contagem, 15 de dezembro de Jáder Luis Sales Júnior Comissão Permanente de Licitações. PREFEITURA DO MUNICIPÍO DE CONTAGEM Equipe de Pregão ERRATA DE EDITAL REFERENTE AO PRAZO DE ENTREGA PREGÃO ELETRÔNICO NÚMERO 043/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO NÚMERO 192/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO DE MOBILIÁRIO, BRINQUEDOS E EQUIPAMENTOS DIVERSOS PARA ATENDIMENTO À DEMANDA DAS UNIDADES DE EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CONTAGEM/MG. Senhores Licitantes, Ficam alteradas as condições de entrega do material referente à licitação acima referenciada constante do item 14.7, conforme abaixo: ONDE SE LÊ: 14.7 A entrega do objeto licitado deverá ser única e em até 20 (vinte) dias após a emissão da Nota de empenho, e deverá ser entregue no Almoxarifado Central da Prefeitura de Contagem, localizado no endereço: Rua Bélgica, número 20 Bairro Glória. LEIA-SE: 14.7 A entrega do objeto licitado deverá ser única e em até 20 (vinte) dias úteis após a emissão da Nota de empenho, e deverá ser entregue no Almoxarifado Central da Prefeitura de Contagem, localizado no endereço: Rua Bélgica, número 20 Bairro Glória. Contagem, 25 de janeiro de Luiz Adolfo Belém Pregoeiro SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO ADMINISTRATIVO NÚMERO 043/2014 EDITAL DE CREDENCIAMENTO NÚMERO 002/2014 EMPRESAS CREDENCIADAS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORES, AUDITORES E/OU INSTRUTORES: De acordo com o relatório enviado pela SEDECON, as Empresas QAS QUALITY ASSURANCE SERVICE LTDA. (Ernesto José Vieira) e PROQUAL PRODUTIVIDADE COM QUALI- DADE E SEGURANÇA NO TRABALHO (Josias Eduardo Rossi Ladeira) comprovaram preencher todos os requisitos necessários ao credenciamento, com suas respectivas áreas de atuação e pontuações: Consultor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Ernesto José Vieira Q.A.S Quality Assurance Service Ltda. ME Norma NBR ISO 9001 Auditor Habilitado

31 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 31 de 122 Credenciado Empresa Habilitação Ernesto José Vieira Q.A.S Quality Assurance Service Ltda. ME Auditoria Interna de 1ª Parte em Sistemas de Gestão Norma NBR ISO 9001 Instrutor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Ernesto José Vieira Q.A.S Quality Assurance Service Ltda. ME Avaliação de Custos da Qualidade Interpretação da Norma NBR ISO 9001 Formação de Auditores Internos da Norma NBR ISO Metrologia. FMEA Análise de Modos e Efeitos das Falhas.. Logística Consultor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Josias Eduardo Rossi Ladeira Norma NBR ISO 9001 Norma NBR ISO Gestão Integrada em duas ou três Normas PBQP-H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Pró-Qual Produtividade com Qualidade e Segurança no Produtividade do Habitat Trabalho. Auditores Habilitados Credenciado Empresa Habilitação Josias Eduardo Rossi Ladeira Auditoria Interna de 1ª Parte em Sistemas de Gestão Norma NBR ISO 9001 Auditoria Interna de 1ª Parte em Pró-Qual Produtividade com Qualidade e Segurança no Trabalho. duas ou três Sistemas Gestão Integrada em Normas Relação de Instrutor Habilitado Credenciado Empresa Habilitação Josias Eduardo Rossi Ladeira Interpretação da Norma NBR ISO Princípios da Qualidade Formação de Auditores Internos da Norma NBR ISO Ações corretivas, preventivas e ferramentas aplicáveis. Interpretação das Normas NBR ISO 9001, NBR 14001, e OHSAS Gestão Integrada.. Formação de Auditores Internos da Norma PBQP-H SIAC Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat.. Ferramentas da Qualidade. Princípios da Qualidade. Gerenciamento da rotina com Enfase em Lear Six Sigmas. ACV Análise do Ciclo de Vida. Gestão de Resíduos Industriais. Metodologia. CEP Controle Estatístico de Processos. Interpretação da Norma NBR ISO Interpretação da Norma OHSAS Pró-Qual Produtividade com Qualidade e Segurança no. JIT Just In Time/ KANBAN Trabalho. As empresas acima relacionadas, serão convocadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico SEDECON, através do Programa Pró-ISO, para assinatura dos Termos de Credenciamentos, conforme minuta de contrato ANEXO V, e nos termos do item 10 DA CONTRATAÇÃO, do Edital de Credenciamento número 002/2014 Processo Administrativo número 043/2014. Contagem, 28 de janeiro de Jáder Luis Sales Júnior Comissão Permanente de Licitações. COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE JULGAMENTO PROPOSTA DE PREÇOS

32 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 32 de 122 CONVITE NÚMERO 010/ PROC. ADM. NÚMERO 196/2015 Aos 28 (vinte e oito) dias do mês de janeiro de (dois mil e dezessei), às 08:00 (oito horas), reuniu-se a Comissão Permanente de Licitação designada pela Portaria SEAD número 007, de 06/05/2015, com a finalidade de julgar as propostas de preços das empresas participantes da licitação em epígrafe, cujo objeto é a CONTRATA- ÇÃO DE EMPRESA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GERENCIAMENTO, ADMINISTRAÇÃO, FISCALIZAÇÃO, EMISSÃO, FORNECIMENTO E MANUTENÇÃO DE CARTÕES DE VALE-ALIMENTAÇÃO E VALE-REFEIÇÃO, NA FORMA DE CARTÃO MAGNÉTICO, PARA OS SERVIDORES PÚBLICOS ATIVOS, EM EXERCÍCIO DE CARGO DE PROVIMENTO EFETIVO OU CONTRATADOS POR PRAZO DETERMINADO, LOTADOS NOS ÓRGÃOS ABAIXO QUALIFICADOS, COM RECARGA MENSAL DE CRÉDITOS, conforme solicitação da Secretaria Municipal de Administração SEAD. A Comissão Permanente de Licitações realizou a análise das propostas de preços apresentadas, classificando as propostas de todas as licitantes, tendo em vista que foram atendidas todas as condições do edital. A licitante CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CONTAGEM, ofertou a melhor proposta, com taxa de administração de 0,0% (zero por cento), sagrando-se vencedora do certame. CONCLUSÃO: A licitante CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CONTAGEM, é considerada classificada, apresentando o percentual de 0,0% (zero por cento), Assim sendo, a Comissão Permanente de Licitações declara a licitante CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CONTAGEM, classificada e vencedora do certame, apresentando o percentual de 0,0% (zero por cento). Abre-se o prazo recursal previsto em Lei. Nada mais havendo a registrar, lavra-se a presente ata que é assinada por todos. Jáder Luís Sales Júnior Comissão Permanente de Licitações Adriana Lúcia de Assis Souza Comissão Permanente de Licitações Ruth Domingues de Oliveira Comissão Permanente de Licitações Contagem, 26 de janeiro de MODALIDADE: Concorrência Nº 015/2015 PA: 108/2015 TIPO: Menor Preço OBJETO: contratação de empresa de engenharia, pelo regime de empreitada por preços unitários, para construção do Centro de Referência de Assistência Social CRAS, no Município de Contagem/MG. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Projeto/Atividade Projeto/Atividade: Código: Fonte: ÓRGÃO FMAS FMAS FMAS DESPACHO: Exmo. Sr. Secretário, A presente licitação foi processada e julgada com observância das exigências constantes da legislação aplicável, especialmente do disposto no artigo 43 e seguintes da Lei 8.666/93. Submetemos o presente procedimento à deliberação de V. Exa., solicitando a homologação do resultado do julgamento que reconhece como vencedora do certame a empresa LOPES & ROCHA ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA, com o valor de R$ ,23 (quinhentos e noventa mil, quinhentos e trinta reais e vinte e três centavos), ser efetivada, bem como a adjudicação do objeto para posterior contratação. JÁDER LUÍS SALES JÚNIOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES DESPACHO: Homologo o julgamento proferido pela Comissão de Licitação e adjudico o objeto a empresa LOPES & ROCHA ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA., para posterior contratação. Contagem, 26 de janeiro de RAFAEL SILVEIRA SECRETÁRIO MUNICIPAL ADJUNTO DE ADMINISTRAÇÃO. Contagem, 29 de janeiro de 2016 Regime Diferencial de Contratações Públicas - RDC PRESENCIAL Nº 003/2015 PA: 167/2015 TIPO: MAIOR DESCONTO OBJETO: Contratação de Empresa pelo regime de empreitada por preços unitários, para serviço de derivação de torres (ID CI CONTAGEM DEMETRÔ C, 138 KV derivação para Magotteaux Minas Metalúrgica, de propriedade da Cemig, para a substituição das estruturas 01A e 02A do canteiro central da Avenida General David Sarnoff, por uma estrutura 01A, nas proximidades do Shopping Itaú e do cruzamento com a Avenida Babita Camargos, Município de Contagem DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Projeto/Atividade ; Fonte: DESPACHO: Exmo. Sr. Secretário, A presente licitação foi processada e julgada com observância das exigências constantes da legislação aplicável da Lei Federal de 05 de agosto de Submetemos o presente procedimento à deliberação de V. Exa., solicitando a homologação do resultado do julgamento que reconhece como vencedora do certame a empresa SELT ENGENHARIA LTDA., com o valor de R$ ,31 (oitocentos e dezoito mil, novecentos e noventa e um mil reais e trinta e um centavos), ser efetivada, bem como a adjudicação do objeto para posterior contratação. JÁDER LUÍS SALES JÚNIOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES DESPACHO: Homologo o julgamento proferido pela Comissão de Licitação e adjudico o objeto a empresa SELT ENGENHARIA LTDA., para posterior contratação. Contagem, 29 de janeiro de 2016.

33 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 33 de 122 RAFAEL SILVEIRA SECRETÁRIO MUNICIPAL ADJUNTO DE ADMINISTRAÇÃO. PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM AVISO DE LICITAÇAÕ Concorrência Pública nº 003/2016 A Prefeitura do Município de Contagem torna público, para conhecimento dos interessados, que fará realizar licitação na seguinte modalidade: Concorrência Pública nº 003/2015 PA 007/2016, tipo técnica e preço, contratação, sob o regime de empreitada por preços unitários, de empresa de engenharia para execução de serviços técnicos de apoio ao gerenciamento, supervisão e fiscalização de obras e serviços, sob a gestão da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos SEMOBS, do Plano de Integração Intermodal de Transportes - Contagem Integrada e das demais obras componentes da carteira de trabalhos sob sua responsabilidade para o Município de Contagem/MG, com entrega dos envelopes de documentação e propostas até as 08:30 (oito horas e trinta minutos) do dia 18 (dezoito) de março de 2016 e com a abertura marcada para as 09:00 (nove horas) do dia 18 (dezoito) de março de Os interessados poderão ler e obter o texto integral do Edital e seus Anexos, inclusive projetos básico, que estarão disponíveis a partir do dia 02 (dois) de fevereiro de 2016, na Sala da Comissão Permanente de Licitações, situada Praça Presidente Tancredo neves nº 200, Bairro Camilo Alves Contagem/MG, tel.: (0**31) e , de segunda a sexta-feira, no horário de 08h00min às 12h00min e de 13h00min às 17h00min, mediante apresentação de um DVD virgem à Comissão Permanente de Licitações no endereço acima e, ainda, OBRIGATORIAMENTE, informar, por meio de carta, os seguintes dados: razão social ou denominação completa da empresa, CNPJ/MF, endereço completo, telefone, fax e nome da pessoa para contato ou através do site Jáder Luís Sales Júnior Presidente da Comissão Permanente de Licitações TERMO DE RATIFICAÇÃO Nº Projeto/Atividade Processo Administrativo Objeto Fornecedor CNPJ/CPF Valor total Data da Ratificação CONTRATAÇÃO DO AR- TISTA FELIPE ARAÚJO, ATRAVÉS DA EMPRESA RAF PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA ME, PARA APRE- SENTAÇÃO DE SHOW ARTÍSTICO NA CIDADE DE CONTAGEM-MG, DURANTE AS COMEMORAÇÕES DO DIA MUNICIPAL DA BANDA MOLE, A REALIZAR-SE NO DIA 31 DE JANEIRO DE 2016, CONFORME SO- LICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICA- RAF PRODUÇÕES ÇÃO E TRANSPARÊNCIA. ARTÍSTICAS LTDA ME / R$ ,00 29/01/ PAC 008/16 INEXIGIBILIDADE 001/16 art.25, inciso III da lei 8666/93 PAC 009/16 INEXIGIBILIDADE 002/16 art.25, inciso III da lei 8666/93 CONTRATAÇÃO DO GRUPO PIXOTE, ATRAVÉS DA EMPRESA GR SHOWS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA, PARA APRESENTAÇÃO DE SHOW ARTÍSTICO NA CIDADE DE CONTAGEM-MG, DURANTE AS COMEMORAÇÕES DO DIA MUNICIPAL DA BANDA MOLE, A REALIZAR-SE NO DIA 31 DE JANEIRO DE 2016, CONFORME SO- LICITAÇÃO DA SECRETARIA GR SHOWS MUNICIPAL DE COMUNI- PRODUÇÕES ARTÍSTI- CAÇÃO E TRANSPARÊNCIA. CAS LTDA / R$ ,00 29/01/16

34 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 34 de Aviso de Licitação Fundação de Ensino de Contagem informa data para realização do pregão presencial 001/ objeto CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIAL- IZADA EM SERVIÇOS DE DIVULGAÇÃO E PUBLICAÇÕES DE ATOS OFICIAIS DA FUNDAÇÃO DE ENSINO DE CONTAGEM, COMPREENDENDO EXPEDIENTES ADMINISTRA- TIVOS DE PESSOAL, AVISOS DE LICITAÇÃO, EXTRATOS DE CONTRATOS E TERMOS ADITIVOS, TERMOS DE RATIFICAÇÃO E OUTROS ATOS EXIGIDOS POR LEI EM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO, POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES, CONFORME CONDIÇÕES E ESPECIFICAÇÕES CONTIDAS NESTE EDITAL E SEUS ANEXOS. - data: 18 de Fevereiro de 2016 às 09h00min Local: Av. João César de Oliveira, Bairro Eldorado Contagem / MG. Edital disponível no site: Informações RAFAEL CAETANO PEIXOTO - Pregoeiro. Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade O Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antônio Carlos Xavier da Gama, torna público e faz saber que foram concedidas as seguintes Licenças Ambientais: CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL N.º042/16 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem, no uso de suas atribuições e com base no artigo 38, 1º da Lei Complementar 82/2010 c/c art. 11 da Resolução 01/2010, concede ao empreendimento TC Pneus Ltda., CNPJ: / , localizado na Avenida João César de Oliveira, Nº 3.850, Bairro Novo Progresso, Contagem, Minas Gerais, Certidão de Regularidade Ambiental Diretrizes Ambientais, com validade até 24 de janeiro 2020, para exercer atividade de comércio varejista de pneus e peças para veículos automotores, além de prestação de serviços de alinhamento, balanceamento e borracharia, conforme autos do processo administrativo nº 03A.10436/2011. Sem condicionantes. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 051/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Trimak Engenharia e Comércio Ltda., CNPJ:Nº / , localizado na Rua Para de Minas, Nº 235, Bairro Santa Edwiges, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio atacadista de outras máquinas e equipamentos não especificados anteriormente; partes e peças; aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes; aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais não especificados anteriormente, sem operador, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /99; /01; /99; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 15106/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 24/01/2020. CERTIFICADO LS Nº07/08-1 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem, no uso de suas atribuições e com base no artigo 6º, inciso II da Lei Municipal Nº de 23/12/03, e tendo em vista o previsto pelas Deliberações Normativas Nº 01/00 e Nº 08/04 do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Contagem COMAC, concede à empresa Posto Supremo Ltda., Classe 1, CNPJ: / , localizada na Avenida Princesa Izabel, Nº 320, Fazenda do Confisco, Contagem MG, Licença Sumária, com validade até 26 de janeiro de 2024, para exercer atividade de comércio varejista de combustíveis e óleo lubrificante para veículos automotores e prestação de serviços de troca de óleo e de lava-jato. Processo Administrativo Nº 8405/ A empresa deverá manter disponíveis os projetos, licenças e outros documentos exigidos por lei para fins de fiscalização. Em caso de alteração ou aumento da produção, deverá comunicar a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem para promover a sua adequação no licenciamento ambiental e, por fim, obedecer o prazo estipulado no 4º, artigo 14 da Lei complementar Nº 140/2011. Com condicionantes. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 039/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Elaine Almeida Teixeira, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Refinaria Duque de Caxias, Nº 180 / Loja, Bairro Petrolândia, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIEN- TAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios; comércio varejista de artigos de cama, mesa e banho; comércio varejista de artigos de armarinho; comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00; /03.00; /99.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 10298/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 24/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 012/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Carrefour Comércio e Industria Ltda., CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Wilson Tavares Ribeiro, Nº / Sala 02, Bairro Chácaras Reunidas Santa Terezinha, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios supermercados, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /0200, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 21749/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 07/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 046/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Embalagens Lourenço Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Humberto de Moro, Nº 391 / Loja 33, Bairro Inconfidentes, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGU- LARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de outros artigos de uso pessoal e doméstico não especificados anteriormente; comércio varejista de artigos de papelaria; comércio varejista de doces, balas, bombons e semelhantes; comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /99.00; /03.00; /04.00; /99.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 25050/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIFICADO LS Nº013/16 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem, no uso de suas atribuições e com base no artigo 6º, inciso II da Lei Municipal Nº de

35 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 35 de /12/03, e tendo em vista o previsto pelas Deliberações Normativas Nº 01/00 e Nº 08/04 do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Contagem COMAC, concede à empresa Comercial Motores Ltda. ME, Classe I, CNPJ: / , localizada na Rua Rio Verde, Nº 135, Bairro Riacho das Pedras, Contagem MG, Licença Sumária, com validade até 25 de janeiro de 2024, para exercer atividade de comércio, manutenção, e reparação de motores elétricos. Processo Administrativo Nº 7800/01-14.A empresa deverá manter disponíveis os projetos, licenças e outros documentos exigidos por lei para fins de fiscalização. Em caso de alteração ou aumento da produção, deverá comunicar a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem para promover a sua adequação no licenciamento ambiental e, por fim, obedecer o prazo estipulado no 4º, artigo 14 da Lei complementar Nº 140/2011. Com condicionantes. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 052/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Geraldo Soares de Amorim ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Bueno Brandão, Nº 143, Térreo, Loja 01, Bairro Plano Diretor de Contagem, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas e o comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios minimercados, mercearias e armazéns, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /02.01 e /00.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 22356/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 013/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Green Transportes Service Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Helena de Vasconcelos Costa, Nº 1.250, Bloco 03, Galpão A, Bairro Cincão, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de transportadora: pátio de guarda e manutenção de veículos de transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, com ou sem armazenamento de carga, com ou sem escritório, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /02.01, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 10166/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 07/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 027/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento R & S Luminosos Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida João Gomes, Nº 435, Bairro Ayrton Sena, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de fabricação de painéis e letreiros luminosos; impressão de material para uso publicitário; produção de artefatos estampados de metal; fabricação de letras, letreiros e placas de qualquer material, exceto luminosos; fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias; instalação de painéis publicitários; outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /04.00; /01.00; /01.00; /03.00; /00.00; /01.00; /99.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 21030/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 029/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Drogaria e Perfumaria Lucarmo Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Estrela Dalva, Nº 128, Loja 2, Bairro Jardim Riacho das Pedras, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICA- DO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas; comércio varejista de mercadorias em lojas de conveniência; comércio varejista de produtos farmacêuticos homeopáticos; comercio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal; atividades de profissionais da área de saúde não especificados anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /01; /02; /03; /100; /99, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 10251/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 019/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Danielle de Freitas Pereira , CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Sete, Nº 660, Bairro Conjunto Água Branca, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDA- DE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de hortifrutigranjeiros, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 05040/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 004/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Sacolão Mais Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizada na Rua Rodrigues da Cunha, Nº 914 / Loja, Bairro Ressaca, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de hortifrutigranjeiros; comércio varejista de laticínios e frios; comércio atacadista de água mineral; comércio atacadista de cerveja, chope e refrigerante; comércio atacadista de bebidas não especificadas anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00; /03; /01; /02; /99, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 07748/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 06/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 035/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Edimar José Bernardes ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Princesa Isabel, Nº 279, Bairro São Joaquim, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de hortifrutigranjeiros; comércio varejista de laticínios e frios, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00; /03.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 07895/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 034/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Nélio Silva Júnior ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Extrema, Nº 63, Bairro Guanabara, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de hortifrutigranjeiros; comércio varejista de laticínios e frios, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00; /03.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 07893/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 001/2016

36 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 36 de 122 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Adriana Aparecida Duarte Viana ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Carmelita Drumond Diniz, Nº 375 A, Bairro Parque Maracanã, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de materiais de construção em geral, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /99.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 13780/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 06/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 017/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Vanessa Rodrigues de Carvalho Eireli EPP, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Castanheira, Nº 208 / 02 andar, Bairro Arvoredo, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDA- DE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida; facção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas; confecção de roupas profissionais, exceto sob medida; fabricação de meias; fabricação de calçados de materiais não especificados anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /01.00; /03.00; /01.00; /00.00; /00.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 20344/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes.validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 044/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Fernanda Soares de Jesus ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Ipiranga, Nº 158 / Loja, Bairro Bandeirantes, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios minimercados, mercearias e armazéns minimercados, mercearias e armazéns até 3000m², padaria e confeitaria com predominância em revenda, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00; /02.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 25693/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 006/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Patologia Clínica São Marcos Ltda., CNPJ:Nº / , localizado na Rua Tiradentes, Nº 2.231, Bairro Industrial, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de laboratórios clínicos, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /02.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 12406/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 06/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 025/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Meireles Acessórios Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida Abílio Machado, Nº 4.391, Bairro Ressaca, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores; serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores; comércio varejista de tintas e materiais para pintura; comércio varejista de lubrificantes, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /03.00; /01.00; /00.00; /00.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 08235/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 003/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Patologia Clínica São Marcos Ltda., CNPJ:Nº / , localizada na Avenida Água Branca, Nº 988, Bairro Jardim Bandeirantes, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULA- RIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de laboratórios clínicos, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /02.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 12405/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL N.º033/16 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem, no uso de suas atribuições e com base no artigo 38, 1º da Lei Complementar 82/2010 c/c art. 11 da Resolução 01/2010, concede ao empreendimento Polianna Gás Ltda ME, CNPJ: / , localizado na Rua Monsenhor João Martins, Nº 1.875, Bairro Parque Novo Progresso, Contagem, Minas Gerais, Certidão de Regularidade Ambiental Diretrizes Ambientais, com validade até 10 de janeiro 2024, para exercer atividade de comércio varejista de gás, conforme autos do processo administrativo nº 03A.02165/2011. Com condicionantes. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 048/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Jomax Serviços e Peças Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Tereza Gonçalves, Nº 390, Loja 03 e 04, Bairro Inconfidentes, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULA- RIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores e serviços de instalação, manutenção e reparação de acessórios de veículos automotores, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /01.00 e /07.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 14500/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 028/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Michel Semaan Abboud Atacadista ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rodovia BR 040, Km 688, pavilhão R, box 38 e 40, Bairro Kennedy, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio atacadista de frutas, verduras, raízes, tubérculos, hortaliças e legumes frescos, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /01, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 07553/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 018/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Atual Ferramentas Mercantil e Técnica Ltda EPP, CNPJ:Nº / , localizado na Avenida José Faria da Rocha, Nº A, Bairro Eldorado, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de manutenção e reparação de máquinas ferramenta; comércio atacadista de máquinas e equipamentos para uso industriais, partes e peças, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /13.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 12973/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em

37 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 37 de /01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 008/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Acquaveras Análise de Águas e Consultoria Ambiental Ltda., CNPJ:Nº / , localizado na Avenida José Faria da Rocha, Nº 467 / Casa, Bairro Eldorado, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTI- FICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de testes e análises técnicas, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 17007/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 06/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 015/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Polo Andaimes Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Camilo Flamarion, Nº 530, Bairro Jardim Industrial, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIEN- TAL, para exercer a(s) atividade(s) de aluguel de andaimes, montagem e desmontagem de andaimes e outras estruturas temporárias; comércio varejista de ferragens e ferramentas; comércio varejista de madeira e artefatos; comércio varejista de materiais de construção não especificados anteriormente; comércio varejista de materiais de construção em geral; aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes; locação de mão-de-obra temporária, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº ; ; ; ; ; ; ; , respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 19442/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 07/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 026/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Profetas da Dança Comércio de Livros Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Joaquim Camargos, Nº 219, Galpão, Bairro Centro, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente, comércio varejista especializado de instrumentos musicais e acessórios, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /99-00; /00-00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 13201/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 047/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Argamassa Massa Forte Lta ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Rio Branco, Nº 110, Bairro Água Branca, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de preparação de massa de concreto e argamassa para construção, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /05; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 17611/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 053/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Vertica Madeiras e Materiais de Construção Ltda ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua José Rodrigues Guilherme, Nº 31 / Loja, Bairro Fonte Grande, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CER- TIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de materiais de construção em geral; comércio varejista de materiais não especificados anteriormente; comércio varejista de cal, areia, pedra britada, tijolos e telhas; comércio varejista de madeira e artefatos, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /99.00; /05.00; /04.00; /00.00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 19507/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL N.º031/16 A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Contagem, no uso de suas atribuições e com base no artigo 38, 1º da Lei Complementar 82/2010 c/c art. 11 da Resolução 01/2010, concede ao empreendimento Cascão de Minas Ltda., CNPJ: / , localizado na Avenida Rio São Francisco, Nº 400, Bairro Parque Riacho das Pedras, Contagem, Minas Gerais, Certidão de Regularidade Ambiental Diretrizes Ambientais, com validade até 10 de janeiro 2024, para exercer atividade de fabricação de massas cascão para sorvetes, conforme autos do processo administrativo nº 03A.06158/2012. Com condicionantes. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 045/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Casa de Carnes Pablo Eireli ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Dezesseis, Nº 484 / Loja 02, Bairro Morada Nova, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULARIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio varejista de carnes açougues; comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios minimercados, mercearias e armazéns; comércio varejista de bebidas, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /01; /00; /00; respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 13772/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 14/01/2020. CERTIDÃO DE REGULARIDADE AMBIENTAL Nº 021/2016 A SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE, no uso de suas atribuições, com base no Artigo 38, 1 da Lei Complementar N 082/2010 e Resolução Municipal Nº 01/2013, concede ao empreendimento Norte de Minas Comércio e Representação Eireli ME, CNPJ:Nº / , localizado na Rua Dez, Nº 247, Bairro Presidente Kennedy, Contagem, Minas Gerais, por meio do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o CERTIFICADO DE REGULA- RIDADE AMBIENTAL, para exercer a(s) atividade(s) de comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios; comércio atacadista de produtos alimentícios em geral, com atividade de fracionamento e acondicionamento associada; comércio atacadista de bebidas não especificadas anteriormente; comércio atacadista de outros equipamentos e artigos de uso pessoal e doméstico não especificados anteriormente, enquadradas na Lei Complementar nº 082, de 11 de janeiro de 2010 sob os código(s) nº /00.00; /02.00; /99.00; /99.00, respectivamente, conforme Processo Administrativo Nº 03178/ A, em conformidade com as normas ambientais vigentes. Validade da Certidão: 04(quatro) anos, com vencimento em 10/01/2020. Secretaria Municipal de Saúde

38 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 38 de 122 Extrato do Termo de Contrato nº 099/2015 PP -110/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO 264/2014, celebrado entre o MUNICÍPIO DE CONTAGEM / SMS / FMS e a empresa ATMOSFERA GESTÃO E HIGIENIZAÇÃO DE TÊXTEIS S/A. Constitui o objeto deste Contrato: Contratação de serviço de empresa para prestação de serviço de processamento e higienização de roupa hospitalar (enxoval), incluindo passação, devidamente processada em lavanderia externa da empresa contratada, com comodato de 32 balanças digitais para pesagem e 17 carrinhos para transporte de enxoval, pelo período de 12 meses, com o fornecimento de mão de obra, materiais, equipamentos e necessários á perfeita execução do objeto da pretensa contratação. Este contrato terá a vigência 12 meses a partir da data de sua assinatura. O valor total do contrato será de R$ ,00 (dois milhões, novecentos e noventa e três mil, setecentos e sessenta reais). A dotação orçamentária para o exercício de 2015, e subseqüentes, destinada ao pagamento do objeto licitado está prevista e indicada no processo pela área competente, na Dotação orçamentária: CR CR 1092; Natureza da despesa: (outros serviços de terceiros pessoa jurídica); Fonte de recursos: pab Mac. Em 30 de Julho de 2015 Aviso de Sessão O Município de Contagem, através da Secretaria Municipal de Saúde, Fundo Municipal de Saúde, informa data para a realização do Pregão Presencial 074/ cujo objeto é o REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR, VISANDO O ATENDIMENTO DA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE CONTAGEM/MG Data: 12 de fevereiro de 2016 às 09h00min Local: Av. Gal. David Sarnoff, Cidade Industrial Contagem/MG. RE- TIRADA DE EDITAL: informações: Equipe de Pregão. Márcio Eustáquio de Rezende Júnior - Pregoeiro. Em 28 de janeiro de CONVOCATÓRIA Contagem, 27 de janeiro de Convocamos Vossa Senhoria, para a Reunião Extraordinária do Conselho Municipal de Saúde de Contagem, que será realizada quinta feira, dia 04 de fevereiro de 2016, às 17h30min, no Auditório da Prefeitura Municipal de Contagem, localizado à Praça Presidente Tancredo Neves, n 200, Bairro Camilo Alves, Contagem-MG. Pauta: 1- Eleição da mesa diretora do Conselho Municipal de Saúde de Contagem CMSC, para o ano de 2016; 1.1 Eleição do formato da mesa diretora do CMSC; Presidente Vice presidente 1º. Secretário 2º. Secretário 1.2 Eleição dos membros, representantes dos segmentos, que irão compor a mesa diretora do CMSC. Atenciosamente, Rubens Macedo Gomes Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Contagem Portaria nº 7.494, de 22 de dezembro de Designa Gestores de Contratos Administrativos firmados pela Secretaria Municipal de Saúde / Fundo Municipal de Saúde. O Secretário Municipal de Saúde, no uso das atribuições e CONSIDERANDO: I o disposto no 2º do art. 5º da Instrução de Serviço nº 001, de 29 de dezembro de 2014, que define automaticamente os Gestores dos contratos, caso não tenham sido previamente indicados, bem como faculta que o Gestor automático do contrato designe outro servidor sob sua subordinação hierárquica para desempenho de tal atribuição; II que a Superintendência Administrativo-Financeira, utilizando-se da faculdade legal constante do 2º do art. 5º da Instrução de Serviço nº 001, de 29 de dezembro de 2014, designou servidores para a função de Gestores dos Contratos Administrativos firmados pela Secretaria Municipal de Saúde / Fundo Municipal de Saúde; II a necessidade de se dar transparência e publicidade aos atos administrativos, em fiel observância aos princípios que norteiam a Administração Pública; III que as ações da área da saúde municipal são desempenhadas em conjunto pela Secretaria Municipal de Saúde, que não possui estrutura operacional, e pela FA- MUC; IV que a FAMUC está vinculada à Secretaria Municipal de Saúde por força do parágrafo único do artigo 3º da Lei Complementar nº 031, de 26 de dezembro de 2006; RESOLVE: Art. 1 Designar servidores para desempenharem a função de Gestor de Contratos Administrativos firmados pela Secretaria Municipal de Saúde / Fundo Municipal de Saúde, nos moldes da designação exarada pela Superintendência Administrativo-Financeira, cuja relação segue abaixo: Nº DO CON- TRATO CONTRATADO OBJETO GESTOR DESIGNADO 190/2013 R.V. IMOLA TRANSPORTES E LOGISTICA LTDA LOGÍSTICA INTEGRADA 36/2013 DCB DISTRIBUIDORA CIRÚRGICA BRASILEIRA LTDA MATERIAL MÉDICO 146/2014 FRESENIUS KABI BRASIL LTDA SOLUÇÕES PARENTERAIS 67/ /2014 LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS E HOSPITALARES S.A. DCB DISTRIBUIDORA CIRURGICA BRASILEIRA LTDA EQUIPOS MATERIAL MÉDICO CIRÚRGICO 010/2015 BIONLINE FIOS CIRURGICOS AQUISIÇÃO DE FIOS CIRURGICOS 120/2014 CREMER S/A MATERIAL MÉDICO CIRÚRGICO 118/2014 CBS MEDICO CIENTIFICA COMERCIO E REPRE- MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR (CURATIVOS SENTAÇÃO LTDA ESPECIAIS)

39 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 39 de /2014 COSTA CAMARGO COM. DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) 58/2014 DIFARMIG LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO 128/2014 MEDWAY LOG COMERCIO E SERVIÇOS LTDA 51/2014 AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS NÃO PADRONIZA- DOS PRATA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS HOSPI- TALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) 116/2014 COLOPLAST DO BRASIL LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO 61/2014 HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA 14/2013 CENTERMIDIA PUBLICAÇÕES LTDA - ME 54/ / / /2014 ONCOVIT DISTRIBUIDORA DE MEDICAMEN- TOS LTDA DCB DISTRIBUIDORA CIRURGICA BRASILEIRA LTDA ASSERT ASSESSORIA ESPECIALIZADA EM RELAÇÕES DE TRABALHO LTDA - ME MULTICOM COMÉRCIO MÚLTIPLO DE ALI- MENTOS LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (FRASCOS E TUBOS) CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PUBLICAÇÃO DE MATÉRIAS OFICIAIS. AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR PERÍCIAS, LAUDOS TÉCNICOS, PESQUISAS DE MER- CADO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS PARA RENOVAÇÃO DE CONTRATOS CAFÉ EM PÓ 008/2015 EXATA INDÚSTRIA E COMÉRIO FONECIMENTO DE SACO DE LIXO E PAPEL TOALHA 108/2014 BH FARMA COMERCIO LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 012/2015 AGIS MEDICAL PRODUTOS HOSPITALARES AQUISIÇÃO DE FIOS CIRURGICOS 180/ / /2014 PROMEDON BELO HORIZONTE PRODUTOS MEDICO-HOSPITALARES LTDA, HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA ALTA FARMA INDÚSTRIA COMERCIO E SER- VIÇOS LTDA BASKET DESCARTÁVEL AQUISIÇÃO DE DVE, DVP E HEMOSTÁTICO AQUISIÇÃO DE TECIDO NÃO TECIDO 009/2015 PLASTICOS SANTA CLARA LTDA FORNECIMENTO DE SACO DE LIXO E PAPEL TOALHA 67/2014 MINAS CLEANER COMERCIAL EIRELE - EPP AQUISIÇÃO DE UTENSÍLIOS PARA COZINHA 57/2014 PHARMANUTRI COMERCIO DE MEDICAMEN- TOS E PRODUTOS NUTRICIONAIS LTDA 21/2015 CREMER S.A LTDA AQUISIÇÃO DA FÓRMULA INFANTIL ELEMENTAR NEOCATE AQUISIÇÃO DE KIT DE DRENAGEM E SUCÇÃO CONTINUA 182/2014 PROCIMED MATERIAL MÉDICO (DVE, DVP E HEMOSTÁTICO) 101/2014 INJEX INDÚSTRIA CIRURGICAS LTDA 15/ /2014 STARMED ARTIGOS MÉDICOS E HOSPITALA- RES TRAUMINAS DISTRIBUIDORA DE MAT. CIRURG. HOSPITALARES LTDA 256/2012 UNITOUR TURISMO UNIVERSAL LTDA 97/ /2014 SMITHS MEDICAL DO BRASIL PRODUTOS HOSPITALARES LTDA MEDICO CIENTIFICA COMERCIO E REPRESEN- TAÇÃO LTDA AQUISIÇÃO DE TIRAS REAGENTES E KIT DIAG- NÓSTICO AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTO HOSPITALAR AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR PASSAGENS AÉREAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS E/OU TERRESTRES 2ª CHAMADA PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO BANDAGEM 80/2014 COMERCIAL CIRURGICA RIOCLARENSE LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (COMPRIMIDOS) 78/2014 BOSTON SCIENTIFIC DO BRASIL LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (KIT LIGADURA ELÁSTICA)

40 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 40 de / /2014 HOSPFAR IND E COM DE PRODUTOS HOSPI- TALARES LTDA CEI COMERCIO EXPORTAÇÃO E IMP. DE MAT. MÉDICOS LTDA 115/2014 DIFARMIG LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) FRALDA INFANTIL AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR (CURATIVOS ESPECIAIS) 23/2014 COMERCIAL MANCHESTER LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 110/2014 COMERCIAL CIRÚRGICA RIOCLARENSE LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 195/2013 ELETROMEC SERVIÇOS ELETRICOS E MECANI- MANUTENÇÃO PREVENTIVA, CORRETIVA E AS- COS LTDA - ME SISTÊNCIA TÉCNICA 185/2014 MAR REPRESENTAÇÕES E COMÉRCIO LTDA 117/2014 GJO COMERCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA 114/2014 LM FARMA INDÚSTRIA E COMERCIO LTDA 147/ /2015 HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (AGENTE HE- MOSTÁTICO) AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR (CURATIVOS ESPECIAIS) AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR (CURATIVOS ESPECIAIS) SOLUÇÕES PARENTERAIS CIRURGICA DINIZ COMERCIO DE ARTIGOS DE LABORATORIOS E HOSPITALARES LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE CIRCUITOS DE CAP 50/2014 DROGAFONTE LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) 60/2014 PRATI DONADUZZI & CIA LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (FRASCOS E TUBOS) 131/2014 CINCO CONFIANÇA INDÚSTRIA E COMER- CIO LTDA AQUISIÇÃO E PADRONIZAÇÃO (MANTA TÉRMICA) 105/2014 RV COMÉRCIO DE PAPÉIS LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO 76/ / / /2014 ECOMED COMERCIO DE PRODUTOS MEDI- COS LTDA HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA PHARMANUTRI COMERCIO DE MEDICAMEN- TOS E PRODUTOS NUTRICIONAIS LTDA PHARMEDICE MANIPULAÇOES ESPECIALIZA- DAS LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (AGULHA GAUGE) AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (COMPRIMIDOS) FÓRMULA INFANTIL ELEMENTAR NEOCATE AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS MANIPULADOS 007/2015 JERBRA COMERCIAL LTDA AQUISIÇÃO DE SACO DE LIXO E PAPEL TOALHA 183/ / /2015 TECVIDA COMERCIO E DISTRIBUIÇÃO LTDA- EPP CENTERMEDI COMERCIO DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (HEMOSTÁTICO) AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (COMPRIMIDOS) CIRURGICA DINIZ COMERCIO DE ARTIGOS DE LABORATORIOS E HOSPITALARES LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE TERMOMETRO CLÁSSICO 29/2014 ARTS PEL DISTRIBUIDORA LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 133/ / / /2014 FLUKKA FARMACIA DE MANIPULAÇÃO LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS MANIPULADOS JOAO CARLOS DE AZEVEDO GROSSI CPF: ME AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO GLOBAL HOSPITALAR IMPORTAÇÃO E CO- MÉRCIO LTDA - ME HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAIS CIRÚRGICOS AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (ADESIVO CIRURGICO) 26/2014 BELCLIPS DISTRIBUIDORA LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 172/2014 CIRURGICA DIFARMIG LTDA - EPP ELETRODO

41 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 41 de /2013 MASTERMED COMERCIAL LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO, EQUIPOS 52/ /2014 CRISTÁLIA PRODUTOS QUIMICOS FARMA- CEUTICOS LTDA PHARMEDICE MANIPULAÇÕES ESPECIALIZA- DAS LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS MANIPULADOS 171/2014 NACIONAL COMERCIAL HOSPITALAR LTDA SISTEMA COLETOR E CANULA NASAL 20/2015 ML COMERCIO IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE MATERIAL MEDICO HOSPITALAR LTDA AQUISIÇÃO DE COLAR CERVICAL 121/2014 NACIONAL COMERCIAL HOSPITALAR LTDA A AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO CIRÚRGICO 53/2014 FARMACONN LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (AMPOLAS) 96/ /2014 BIOMEDICAL PRODUTOS CIENTIFICOS, MEDI- COS E HOSPITALARES LTDA PHARMANUTRI COMERCIO DE MEDICAMEN- TOS E PRODUTOS NUTRICIONAIS LTDA 59/2014 H STRATTNER E CIA LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO DIETA ENTERAL AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (INDICADOR QUÍMICO) 16/2015 INTENSIVEMED IMPORTAÇÃO E COMÉRCIO AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR 77/2014 LABORATORIOS B. BRAUN S/A AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO (AGULHA DE RAQUI) 66/2014 EDUARDO DE FARIA CHAVES - ME, AQUISIÇÃO DE UTENSÍLIOS PARA COZINHA 28/2014 GRAFICA YAGO LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 18/2015 DRAGER INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA AQUISIÇÃO DE CAL SOLDADA 17/2015 TARTANHA PROGRESS LTDA AQUISIÇÃO DE HUMIDIFICADOR DE OXIGÊNIO 012/ / /2014 ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS FENILCETONURICOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS - APAFE/MG AQUISIÇÃO DE CESTAS FENIL CAPITAL PAPELARIA E INFORMATICA LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO HOSPFAR IND. E COM. DE PRODUTOS HOSPI- TALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS EM ATENDIMENTO 22/2014 PAPELARIA AUREA LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 122/2014 GOLDEN CARE DISTRIBUIDORA LTDA - ME A AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO CIRÚRGICO 30/2014 CCL PAPELARIA E SUPRIMENTOS DE INFOR- MÁTICA LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE ESCRITÓRIO 13/2015 INTENSIVEMED IMPORTAÇÃO E COMÉRCIO AQUISIÇÃO DE COMPRESAS NEUROCIRURGICAS 102/2014 JN DIAGNÓSTICA LTDA - EPP 169/2014 MINAS DOCTOR EQUIPAMENTOS HOSPITALA- RES EIRELI - EPP CLIP DE LIGADURA AQUISIÇÃO DE TIRAS REAGENTES E KIT DIAGNÓSTI- CO PARA 62/2014 DROGAFONTE LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (FRASCOS E TUBOS) 81/ / / /2014 HOSPFAR IND E COM DE PRODUTOS HOSPI- TALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS (COMPRIMIDOS) CIRURGICA DINIZ COMERCIO DE ARTIGOS DE LABORATORIOS E HOSPITALARES LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO CITOPHARMA MANIPULAÇÃO DE MEDICA- MENTOS ESPECIAIS LTDA, COOPERATIVA DE CONSUMO DOS SERVI- DORES DO DER MG LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS MANIPULADOS AQUISIÇÃO DE UTENSÍLIOS PARA COZINHA

42 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 42 de /2014 ARP MULTIFARMA COMERCIAL LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 21/2014 ARP 21/2014 ARP HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA, COSTA CAMARGO COM. DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 21/2014 ARP FARMACONN LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 21/2014 ARP SOLUMED DISTRIBUIDORA DE MEDICAMEN- TOS E PRODUTOS PARA SAÚDE LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 24/2015 ARP STARMED ARTIGOS HOSPITALARES LTDA AQUISIÇÃO DE TUBOS E SONDAS DIVERSOS 006/2014 ARP 011/2015 ARP 21/2014 ARP STARMED ARTIGOS MEDICOS E HOSPITALA- RES LTDA BRASFILME COMÉRCIO EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA CRISTÁLIA PRODUTOS QUÍMICOS FARMACÊUTICOS LTDA AQUISIÇÃO DE TUBOS E SONDAS AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR RADIOLÓGICO AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 28/2015 ARP DIMALAB ELETRONICS DO BRASIL LTDA AQUISIÇÃO DE INSUMOS LABORATORIAIS 19/2014 ARP 012/2015 ARP OFICIAL PAPER INDÚSTRIA E COMERCIO LTDA - ME IBF INDÚSTRIA BRASILEIRA DE FILMES S/A AQUISIÇÃO DE PAPEL TOALHA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR RADIOLÓGICO 006/2015 ARP LANCE CERTO LTDA ME AQUISIÇÃO DE CAFÉ EM PÓ 13/2015 ARP ADLIN PLÁSTICOS LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR PARA EXAME GINECOLÓGICO 21/2014 ARP PRATI, DONADUZZI & CIA LTDA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 13/2014 ARP COMERCIAL VENER LTDA-EPP AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 15/2015 ARP COMERCIAL VENER AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 002/2015 ARP 21/2014 ARP NORTE DE MINAS COMÉRCIO E REPRESEN- TAÇÕES EIRELI-ME HOSPFAR IND. E COM. DE PRODUTOS HOSPI- TALARES LTDA AQUISIÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 21/2014 ARP BH FARMA COMERCIO LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 006/2014 ARP 21/2014 ARP 27/2015 ARP DCB DISTRIBUIDORA CIRURGICA BRASILEIRA LTDA UNIÃO QUIMICA FARMACEUTICA NACIONAL S/A DENTAL MED SUL ARTIGOS ODONTOLOGI- COS LTDA AQUISIÇÃO DE TUBOS E SONDAS AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS AQUISIÇÃO DE ESCOVAS DE DENTE E CREME DENTAL 20/2015 ARP PHJ COMERCIO LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 21/2014 ARP CENTERMEDI- COMERCIO DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA, AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS 16/2015 ARP 3 PODERES COMERCIAL LTDA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 25/2015 ARP DENTAL MARIA LTDA 012/2014 ARP DISTRIBUIDORA DE COMPONENTES ELETRO- NICOS E VARIEDADES LTDA - ME AQUISIÇÃO DE ESCOVAS DE DENTE E CREME DENTAL AQUISIÇÃO DE PILHAS ALCALINAS 007/2015 ARP COMERCIAL GIRASSOL - EIRELI AQUISIÇÃO DE CHÁ 26/2015 ARP ATUANTE COMERCIAL LTDA ME AQUISIÇÃO DE ESCOVAS DE DENTE E CREME DENTAL

43 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 43 de /2014 ARP 18/2015 ARP 003/2015 ARP LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MEDICOS E HOSPITALARES S.A COMERCIAL NOVA ALIANCA EMBALAGENS E DESCARTAVEIS LTDA - EPP PACKFOODS COMÉRCIO EMPACOTADORA E BENEFICIADORA LTDA 14/2015 ARP HOSPFAR IND. E COM. PROD. HOSP. LTDA 17/2015 ARP AQUISIÇÃO DE AVENTAL CIRURGICO AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA AQUISIÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTICIOS AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR PARA EXAME GINECOLÓGICO CHEMICALL PRODUTOS QUÍMICOS DE LIMPE- ZA LTDA-ME AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 008/2015 ARP LEVER COMERCIAL LTDA ME AQUISIÇÃO DE FARINHA DE AVEIA 19/2015 ARP 13/2014 ARP WOLTINE COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO LTDA-ME DISTRIBUIDORA IRMÃOS SANTANA LTDA - ME AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 21/2015 ARP COMERCIAL GIRASSOL - EIRELI AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA 005/2015 ARP ALEXANDRE H. M. CHAMONE COMÉRCIO AQUISIÇÃO DE BISCOITO 004/2015 ARP AMAZÔNIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA AQUISIÇÃO DE ARROZ 159/2012 NASCER & NASCER COMÉRCIO DE MATERIAIS DE SEGURANÇA, SERVIÇOS E LIMPEZA LTDA. -EPP PORTEIRO 52/2013 CREDICAR LOCADORA DE VEÍCULOS LTDA LOCAÇÃO DE VEÍCULOS 001/2012 TELEMAR NORTE LESTE S/A - LÍDER DO CONSÓRCIO TELEFONIA 007/2014 CREDICAR LOCADORA DE VEICULOS LTDA LOCAÇÃO DE VEÍCULOS 84/2014 POSTO BAISA LTDA FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEL 194/2012 AGILE EMPREENDIMENTOS E SERVIÇOS LTDA - EPP 197/2014 HELOISA FLAVIA FREITAS MALTA SILVA ME 288/2012 RL. ENTREGAS RÁPIDAS LTDA - EPP MOTOBOY MOTORISTAS, ( ZOONOSES, SETOR ADMINISTRA- TIVO DA SECRETÁRIA DE SAÚDE E SAMU) MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA, FORNECIMENTO DE PEÇAS E AUTO-SOCORRO 409/2012 OFFICE PRINT IMAGENS E SISTEMAS LTDA OUTSOURCING, CÓPIA E DIGITALIZAÇÃO 127/ / /2014 MBM LOCAÇÕES, SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE CERCA EM LTDA - ME CONCERTINA THUNDER INDÚSTRIA E COMERCIO DE CON- FECÇÕES LTDA - ME EXTRA FORMULARIO CONTÍNUO E IMPRES- SOS GRÁFICOS EM GERAL LTDA - EPP 158/2011 MAPFRE VERA CRUZ SEGURADORA S/A 82/2012 MAPFRE VERA CRUZ SEGURADORA S/A CONFECÇÃO DE CAMISETAS AQUISIÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO SEGURADORA PARA PRESTAR SEGURO TOTAL (AM- BULANCIA) SEGURADORA PARA PRESTAR SEGURO TOTAL AMBULÂNCIA 64/2014 ARTE ORIGINAL LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE UTENSÍLIOS PARA COZINHA 221/2013 MAPFRE SEGUROS GERAIS S.A. 261/2011 MAPFRE VERA CRUZ SEGURADORA S/A SEGURADORA PARA PRESTAR SEGURO TOTAL (AM- BULÂNCIA) SEGURADORA PARA PRESTAR SEGURO TOTAL (AM- BULANCIAS) 009/2015 ARP ANTEL PROMOÇÕES E EVENTOS LTDA AQUISIÇÃO DE AR CONDICIONADO E BEBEDOUROS 23/2014 ARP A AVANTE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA LTDA ME AQUISIÇÃO DE CAMISETA TIPO ABADA ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº:

44 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 44 de /2014 ARP UNIFORTTI COMERCIO E INDÚSTRIA LTDA - EPP AQUISIÇÃO DE CAMISETA TIPO ABADA 23/2014 ARP UNIFORMES DIAS EIRELI - EPP AQUISIÇÃO DE CAMISETA TIPO ABADA 23/2015 ARP AGIS MEDICAL PRODUTOS HOSPITALARES LTDA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO HOSPITALAR 22/2015 ARP DORMED HOSPITALAR EIRELI - EPP AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO HOSPITALAR ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: ANDERSON ALVARES GADONI CARGO: ASSESSOR DE GESTAO DISTRITO MATRÍCULA Nº: Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 15 de março de Contagem, 22 de dezembro de EVANDRO JOSÉ DA SILVA SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE PRESIDENTE DA FAMUC Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos EXTRATO DO 5º TERMO DE APOSTILA AO CONTRATO Nº 002/2015 CONCORRÊNCIA Nº015/2014 CONTRATADA: CONSÓRCIO PRO - TRANSPORTE CONTAGEM CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: ALTERAÇÃO QUALITATIVA CONCERNENTE A MODIFICAÇÃO DO PROJETO E A RESPECTIVA ADEQUAÇÃO DA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DO CONTRATO, SENDO MANTIDO O VALOR GLOBAL INICIALMENTE PACTUADO. RATIFICAÇÃO: PERMANECEM INALTERADAS E RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES NÃO ALCANÇADAS PELO PRESENTE TERMO DE APOSTILA. DATA: 04/01/2016 EXTRATO DO 8º TERMO DE APOSTILA AO CONTRATO Nº 013/2010 CONCORRÊNCIA Nº 009/2010 CONTRATADA: CARVALHO QUEIRÓZ ENGENHARIA LTDA CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: REVOGAÇÃO DO EFEITO SUSPENSIVO DO PRAZO DE VIGÊNCIA DO CONTRATO ADMINISTRATIVO ACIMA ESPECIFICADO A PARTIR DE 25/11/2015, TENDO EM VISTA À EXTINÇÃO DO MOTIVO QUE DEU ENSEJO A PARALISAÇÃO DA EXECUÇÃO DO OBJETO, CONFORME ORDEM DE REINICIO DE FOLHA , VOLUME 36. RATIFICAÇÃO: PERMANECEM INALTERADAS E RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES NÃO ALCANÇADAS PELO PRESENTE TERMO DE APOSTILA; DATA: 25/11/2015 EXTRATO DO 9º TERMO DE APOSTILA AO CONTRATO Nº 013/2010 CONCORRÊNCIA Nº 009/2010 CONTRATADA: CARVALHO QUEIRÓZ ENGENHARIA LTDA CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: READEQUAÇÃO DA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DO CONTRATO ORIGINÁRIO, EM FUNÇÃO DE NECESSIDADE DE ALTERAÇÃO DE PROJETO DE ENGENHARIA, MANTENDO O VALOR ORIGINAL DO CONTRATO, CONFORME PLANILHA ANEXA. RATIFICAÇÃO: PERMANECEM INALTERADAS E RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES NÃO ALCANÇADAS PELO PRESENTE TERMO DE APOSTILA; DATA: 30/11/2015 EXTRATO DO 10º TERMO DE APOSTILA AO CONTRATO Nº 013/2010 CONCORRÊNCIA Nº 009/2010 CONTRATADA: CARVALHO QUEIRÓZ ENGENHARIA LTDA CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: READEQUAÇÃO DA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA FINAL DO CONTRATO ORIGINÁRIO, EM FUNÇÃO DE NECESSIDADE DE ALTERAÇÃO DE PROJETO DE ENGENHA- RIA, MANTENDO O VALOR ORIGINAL DO CONTRATO, CONFORME PLANILHA ANEXA. RATIFICAÇÃO: PERMANECEM INALTERADAS E RATIFICADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS E CONDIÇÕES NÃO ALCANÇADAS PELO PRESENTE TERMO DE APOSTILA; DATA: 20/12/2015 EXTRATO DO CONTRATO Nº 001/2016 CONCORRÊNCIA Nº 012/2015 CONTRATADA: M. GIANNETTI ENGENHARIA LTDA CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA, PELO REGIME DE EMPREITADA POR PREÇOS UNITÁRIOS, PARA CONSTRUÇÃO DA COZINHA COMUNITÁRIA UNI- DADE NOVA CONTAGEM NO MUNICÍPIO DE CONTAGEM MG, CONFORME SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS E SECRETÁRIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E HABITAÇÃO. PRAZO: O PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO TOTAL DO CONTRATO SERÁ DE 06 (SEIS) MESES CONTADOS DA DATA DA EMISSÃO DA ORDEM DE SERVIÇO. VALOR: R$ ,77 (OITOCENTOS E CINCO MIL, TRINTA CINCO REAIS E SETENTA SETE CENTAVOS). DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS: CÓDIGO: ; FONTE:

45 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 45 de CÓDIGO: ; FONTE: DATA: 04/01/2016 EXTRATO DO CONTRATO Nº 002/2016 CONVITE Nº 006/2015 CONTRATADA: FORTEFIX ENGENHARIA EIRELLI CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA, PELO REGIME DE EMPREITADA POR PREÇOS UNITÁRIOS, PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS EXECUTIVOS DE INFRAESTRUTURA DE RUAS DO BAIRRO ICAIVERA NO MUNICÍPIO DE CONTAGEM MG, CONFORME SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS SEMOBS. PRAZO: O PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS LICITADOS SERÁ DE 90 (NOVENTA) DIAS CORRIDOS, CONTADOS DA PRIMEIRA ORDEM DE SERVIÇO QUE AUTORIZAR O INÍCIO DAS ATIVIDADES. VALOR: R$40.407,68 (QUARENTA MIL, QUATROCENTOS E SETE REAIS E SESSENTA OITO CENTAVOS). DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS: CÓDIGO: ; FONTE: DATA: 04/01/2016 EXTRATO DO CONTRATO Nº 003/2016 CONCORRÊNCIA Nº 016/2015 CONTRATADA: MIX CONSTRUTORA LTDA CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CONTAGEM OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA, PELO REGIME DE EMPREITADA POR PREÇOS UNITÁRIOS, PARA EXECUÇÃO DE OBRAS DE URBANIZAÇÃO EM VIAS URBANAS DA REGIONAL VARGEM DAS FLORES NO MUNICÍPIO DE CONTAGEM/MG COMPLEMENTAÇÃO DA META 4, CONFORME SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS. PRAZO: O PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO TOTAL DO CONTRATO SERÁ DE 04 (QUATRO) MESES CONTADOS DA DATA DA EMISSÃO DA ORDEM DE SERVIÇO. VALOR: R$ ,87 (UM MILHÃO, QUINHENTOS E QUATORZE MIL, TREZENTOS E OITENTA REAIS E OITENTA SETE CENTAVOS). DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS: CÓDIGO: ; FONTE: CÓDIGO: ; FONTE: DATA: 04/01/2016 Cinco CHAMADA PÚBLICA CONJUNTA Nº. 001/2016 Aos Representantes das empresas que atuam na área de inovação e tecnologia com atividade econômica estabelecida na cidade; Aos Representantes das Instituições de Ensino Superior, Tecnológico e Profissionalizante estabelecidas no município. Conforme preconizado no Art. 2º. inciso IV do Decreto Municipal nº. 595, de 23 de novembro de 2015, o Poder Executivo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, resolve: NOVAMENTE CHAMAR: Os representantes das empresas que atuam na área de inovação e tecnologia com atividade econômica estabelecida na cidade, para, no caso de haver interesse e queiram participar da composição do Comitê Gestor para a Inovação Tecnológica e Competitividade de Contagem (COGITEC) com direito a uma suplência. E os representantes das instituições de ensino superior, tecnológico e profissionalizante estabelecidas no município, para, no caso de haver interesse e queiram participar da composição do Comitê Gestor para a Inovação Tecnológica e Competitividade de Contagem (COGITEC), com direito a uma titularidade e duas suplências. O referido comitê é composto por membros do Poder Público e é órgão de participação direta da comunidade científica, acadêmica, empresarial e de outras entidades representativas, conforme disposto no Decreto de Instituição do COGITEC. Em face disso, a Administração Pública, por meio da SEDECON realizará Assembleia Geral com todos interessados representantes dos segmentos que queiram participar da composição do Comitê Gestor, por meio de manifestação pública, presencial e oficial em data e endereço que ora subscreve: Dia: 17 de fevereiro de 2016 (quarta-feira). Horário: às 9h00min. Local: Prédio Sede da SEDECON/CINCO Rua Haeckel Ben Hur Salvador, nº. 180 Bairro Cinco. Contagem, 28 de janeiro de Registre-se, publique-se. PAULO CÉSAR FUNGHI ALBERTO Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Diretor Presidente do Centro Industrial de Contagem CINCO Conparq CONPARQ EXTRATO DO QUARTO TERMO ADITIVO DO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº022/2013 CONTRATADA: CENTRAL CONSTRUÇÕES E TELEMETRIA LTDA CONTRATANTE: FUNDAÇÃO MUNICIPAL PARQUES ÁREAS VERDES DE CONTAGEM - CONPARQ Objeto: Constitui objeto do presente Termo Aditivo a prorrogação do prazo de vigência do contrato originário para execução dos serviços de fornecimento de mão de obra e materiais para manutenção preventiva e corretiva dos sistemas hidráulicos, eletrônicos e eletromecânicos de fontes, quedas d água e lagos, existentes nos espa-

46 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 46 de 122 ços públicos do Município de Contagem/MG, por mais 12 (doze) meses, a partir de 24/01/2016 e com vencimento final em 24/01/2017. Valor: R$ ,25 (Cento e noventa reais trezentos e quarenta e sete reais e vinte e cinco centavos) DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA Fonte ATO DE PROVIMENTO nº. 001/2016 CONPARQ 27 de janeiro de Aos 27 (vinte e sete) dias do mês de janeiro do ano de 2016 (dois mil e dezesseis), tomou posse na Fundação Municipal de Parques e Áreas Verdes de Contagem, Estado de Minas Gerais, a Senhora KÊNIA CRISTINA DE OLIVEIRA SANTOS, nomeada para o cargo de provimento efetivo de ADMINISTRADOR, para integrar o Quadro de Pessoal da Fundação Municipal de Parques e Áreas Verdes de Contagem, em atendimento a liminar exarada no processo judicial nº , declarando, nesta oportunidade, o compromisso de exercer com probidade, cumprindo leal e honradamente todos os deveres que lhe fora atribuído, o qual exercerá a partir daquela data, na forma da legislação vigente. PUBLIQUE-SE. José Carlos Carneiro Gomes Presidente da CONPARQ Fundação Municipal de Parques e Áreas Verdes de Contagem Famuc Aviso de Continuação de Sessão O Município de Contagem através da Secretaria Municipal de Saúde / SMS Fundo Municipal de Saúde / FMS informa aos licitantes que participaram do certame - Pregão Presencial 080/2015 Processo nº 252/ cujo objeto é REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS EM ATENDIMENTO A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CONTAGEM/MG Data: 02 de fevereiro de 2016 às 14h00min Local: Av. Gal. David Sarnoff, Cidade Industrial Contagem/MG. Informações: Élio de Siqueira Valério Pinto Pregoeiro SMS. Em 27 de Janeiro de 2016.

47 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 47 de 122 Fundac EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº002/2016 EDITAL DE SELEÇÃO ARTES VISUAIS 2016, PARA OCUPAÇÃO DAS GALERIAS DA FUNDAC A Presidente da Fundação Cultural do Município de Contagem Fundac, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, comunica a todos os interessados que estão abertas as inscrições para o processo de seleção de propostas de exposição de artes visuais para as galerias especificadas a seguir, no período de 28 de janeiro de 2016 a 14 de março de 2016, em conformidade com as condições a seguir estabelecidas: 1. DOS OBJETIVOS: 1.1. O presente Edital tem como objetivo a seleção de propostas de exposição para ocupação dos seguintes espaços: Galeria do Centro Cultural de Contagem (casa amarela), situada a Rua Dr. Cassiano, nº120, Centro, Contagem e Galeria da Prefeitura de Contagem, situada a Praça Tancredo Neves, nº200, de forma a estimular a produção das artes visuais, em âmbito regional, por meio da realização de exposições e divulgação do trabalho dos artistas, e proporcionar à sociedade eventos culturais relevantes e de boa qualidade As exposições selecionadas serão realizadas nos meses de abril, maio, junho, setembro, outubro e novembro de 2016, contemplando doze (12) mostras. 2. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 2.1. O presente concurso conta com recursos na ordem de R$ ,00 (treze mil e quinhentos reais), oriundos da dotação orçamentária 61, Nº Funcional: DA DOCUMENTAÇÃO: 3.1. Os interessados em apresentar propostas para exposições de artes visuais individual e/ou coletiva nas galerias especificadas acima deverão se inscrever mediante o envio de documentação. As propostas deverão ser apresentadas em formato impresso tamanho A4, encadernado e obrigatoriamente deverão conter, nesta ordem: Ficha de inscrição devidamente preenchida, assinada e legível; (Anexo I); Em caso de exposição de obras tridimensionais (objeto, escultura, instalação, novas mídias, etc.) é imprescindível a apresentação de projeto expográfico (organização espacial e gráfica do espaço expositivo), a partir da planta baixa da galeria escolhida (anexo II) Fotos coloridas ou cópia colorida de fotos (mínimo de cinco / máximo de dez), no tamanho de 15 cm x 21 cm, afixadas em papel, de obras de autoria do artista que sejam representativas das linguagens a serem utilizadas na exposição. No verso de cada folha das imagens deverão constar: título, data, técnica, materiais utilizados, dimensões e outras informações consideradas necessárias para melhor identificação da obra; Não serão aceitos originais para efeito de inscrição; Fotos de trabalhos experimentais (que utilizem suportes e materiais não usuais) deverão vir acompanhadas de ilustrações, esquemas e texto explicativo sobre manuseio e montagem; Os arquivos de audiovisual deverão ser enviados em CD com extensão em formato WAV ou MP3 para áudio e AVI e MPEG para vídeo; Até três peças gráficas (convites, catálogos e/ou cartazes) ou textos publicados na imprensa sobre a obra do artista; Cópia do Documento de Identidade, do CPF e do comprovante de residência recente; Planilha de utilização dos recursos da ajuda de custo para a realização da exposição; Em caso do artista nomear um representante legal para o ato de inscrição, deverão ser anexadas procuração e cópia do Documento de Identidade e do CPF do procurador; 3.2. O não cumprimento do disposto neste item 3.1 e subitens deste Edital implicará a desclassificação do artista ou grupo inscrito para o processo seletivo do Edital Artes Visuais 2016, pela Comissão de Seleção. 4. DAS INSCRIÇÕES: 4.1. As inscrições para a seleção são gratuitas e estarão abertas no período de 28 de janeiro de 2016 a 14 de março de 2016, sendo que:

48 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 48 de 122 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº002/2016 EDITAL DE SELEÇÃO ARTES VISUAIS 2016, PARA OCUPAÇÃO DAS GALERIAS DA FUNDAC A Presidente da Fundação Cultural do Município de Contagem Fundac, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, comunica a todos os interessados que estão abertas as inscrições para o processo de seleção de propostas de exposição de artes visuais para as galerias especificadas a seguir, no período de 28 de janeiro de 2016 a 14 de março de 2016, em conformidade com as condições a seguir estabelecidas: 1. DOS OBJETIVOS: 1.1. O presente Edital tem como objetivo a seleção de propostas de exposição para ocupação dos seguintes espaços: Galeria do Centro Cultural de Contagem (casa amarela), situada a Rua Dr. Cassiano, nº120, Centro, Contagem e Galeria da Prefeitura de Contagem, situada a Praça Tancredo Neves, nº200, de forma a estimular a produção das artes visuais, em âmbito regional, por meio da realização de exposições e divulgação do trabalho dos artistas, e proporcionar à sociedade eventos culturais relevantes e de boa qualidade As exposições selecionadas serão realizadas nos meses de abril, maio, junho, setembro, outubro e novembro de 2016, contemplando doze (12) mostras. 2. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 2.1. O presente concurso conta com recursos na ordem de R$ ,00 (treze mil e quinhentos reais), oriundos da dotação orçamentária 61, Nº Funcional: DA DOCUMENTAÇÃO: 3.1. Os interessados em apresentar propostas para exposições de artes visuais individual e/ou coletiva nas galerias especificadas acima deverão se inscrever mediante o envio de documentação. As propostas deverão ser apresentadas em formato impresso tamanho A4, encadernado e obrigatoriamente deverão conter, nesta ordem: Ficha de inscrição devidamente preenchida, assinada e legível; (Anexo I); Em caso de exposição de obras tridimensionais (objeto, escultura, instalação, novas mídias, etc.) é imprescindível a apresentação de projeto expográfico (organização espacial e gráfica do espaço expositivo), a partir da planta baixa da galeria escolhida (anexo II) Fotos coloridas ou cópia colorida de fotos (mínimo de cinco / máximo de dez), no tamanho de 15 cm x 21 cm, afixadas em papel, de obras de autoria do artista que sejam representativas das linguagens a serem utilizadas na exposição. No verso de cada folha das imagens deverão constar: título, data, técnica, materiais utilizados, dimensões e outras informações consideradas necessárias para melhor identificação da obra; Não serão aceitos originais para efeito de inscrição; Fotos de trabalhos experimentais (que utilizem suportes e materiais não usuais) deverão vir acompanhadas de ilustrações, esquemas e texto explicativo sobre manuseio e montagem; Os arquivos de audiovisual deverão ser enviados em CD com extensão em formato WAV ou MP3 para áudio e AVI e MPEG para vídeo; Até três peças gráficas (convites, catálogos e/ou cartazes) ou textos publicados na imprensa sobre a obra do artista; Cópia do Documento de Identidade, do CPF e do comprovante de residência recente; Planilha de utilização dos recursos da ajuda de custo para a realização da exposição; Em caso do artista nomear um representante legal para o ato de inscrição, deverão ser anexadas procuração e cópia do Documento de Identidade e do CPF do procurador; 3.2. O não cumprimento do disposto neste item 3.1 e subitens deste Edital implicará a desclassificação do artista ou grupo inscrito para o processo seletivo do Edital Artes Visuais 2016, pela Comissão de Seleção. 4. DAS INSCRIÇÕES: 4.1. As inscrições para a seleção são gratuitas e estarão abertas no período de 28 de janeiro de 2016 a 14 de março de 2016, sendo que:

49 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 49 de Somente serão aceitas inscrições de pessoas físicas diretamente responsáveis pela criação e execução de suas obras; 4.2. Poderão se inscrever brasileiros natos, naturalizados ou estrangeiros com residência no Brasil, com visto de permanência definitiva e Registro Nacional de Estrangeiros (RNE) na forma do Estatuto dos Estrangeiros (Lei Federal nº 6.815/80) Fica vedada a participação no presente processo seletivo: -Integrantes da Comissão de Seleção, bem como seus cônjuges, ascendentes, descendentes em qualquer grau e colaterais até o terceiro grau; - Os funcionários da Fundac, em cargo comissionado e efetivo, os servidores públicos cedidos por outro órgão do município e os seus representantes legais, os cônjuges, os parentes em linha reta e colateral até terceiro grau; - Entidades beneficiadas com recursos municipais oriundos de transferências correntes ou de capital e os seus representantes legais, os cônjuges, os parentes em linha reta e colateral até terceiro grau; -Pessoas que estejam com pendências financeiras junto a FUNDAC decorrente da não apresentação de prestação contas de projetos culturais ou por reprovação da mesma Os participantes menores de 18 (dezoito) anos deverão ser representados ou assistidos pelos pais ou responsáveis legais, salvo aqueles emancipados As inscrições poderão ser feitas pessoalmente pelo artista, ou por seu representante legal, ou enviadas pelos Correios, com data limite de postagem em 14 de março de As propostas entregues pessoalmente, na sede da Fundac, deverão estar contidas em envelope aberto, com a seguinte identificação: Edital Artes Visuais FUNDAC 2016 (frente) Destinatário: Projeto Tudoaver Centro Cultural de Contagem Rua Dr. Cassiano,130, Centro, Contagem MG, cep: Nome e endereço do artista ou do representante do grupo 4.6. Depois de conferida a documentação, o servidor responsável deverá preencher o recibo e, em seguida, numerar e lacrar o envelope As propostas enviadas pelos Correios, registradas e com aviso de recebimento, deverão estar contidas em envelope fechado, com a seguinte identificação: Edital Artes Visuais FUNDAC 2016 (frente) Destinatário: Projeto Tudoaver Centro Cultural de Contagem Rua Dr. Cassiano,130, Centro, Contagem MG, cep: Nome e endereço do artista ou do representante do grupo 4.8. Somente serão aceitas as propostas postadas até a data limite expressamente indicada neste Edital. Serão automaticamente excluídos os envelopes com a data da postagem posterior ao prazo estabelecido No remetente, deverá constar apenas o nome e o endereço do artista ou do representante do grupo Não serão aceitas propostas enviadas por ou fax Os materiais com má qualidade de visualização e/ou identificados incorretamente não serão avaliados, implicando a imediata desclassificação do participante A efetivação da inscrição implicará na automática e plena concordância, por parte do artista e/ou coletivo, com os termos deste Edital A Comissão Organizadora do processo de seleção será composta pela equipe do Projeto Tudoaver da Fundac, que terá as seguintes atribuições: Coordenar o recebimento das propostas; Conferir a regularidade das mesmas, bem como as informações encaminhadas, previstas neste Edital; Organizar os trabalhos da Comissão de Seleção, viabilizando a realização das reuniões necessárias; Zelar pelo cumprimento deste Edital. 5. DOS PRAZOS: 5.1. Da inscrição: de 28 de janeiro a 14 de março de Horário: de 2ª a 6ª feira, das 9 às 12h e das 13h às 17h Seleção: de 16 a 18 de março de 2016.

50 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 50 de Divulgação da seleção: a partir de 21 de março de 2016, no portal da Fundac, no portal da Prefeitura de Contagem, e por aos selecionados Retirada de propostas não-selecionadas: de 28 de março a 29 de abril de 2016, de 2ª a 6ª feira, das 9 às 12h e das 13h às 17h. 6. DA SELEÇÃO: 6.1. As propostas serão julgadas por uma Comissão de Seleção, composta por 03 (três) profissionais notoriamente reconhecidos na área das artes visuais, designados pela Fundac Os trabalhos realizados pelos membros da Comissão de Seleção durante o presente edital ensejam uma ajuda de custo, no valor correspondente a R$ 500,00 (quinhentos), para cada membro julgador Os integrantes da Comissão de Seleção poderão ser substituídos a qualquer tempo, em caso de impossibilidade de participação decorrente de caso fortuito ou de força maior, por outros profissionais igualmente idôneos A seleção da proposta não implicará a garantia de pauta. Esta somente se efetivará com a assinatura do contrato de Exposição, a ser celebrado com a FUNDAC No caso de exposição coletiva, o grupo deverá eleger um titular para a assinatura do contrato de Exposição Os selecionados ficam impedidos de modificar o projeto apresentado, salvo sob expressa autorização da Fundac, mediante justificativa Os critérios para seleção da proposta são: qualidade (1 a 5 pontos), relevância estética e conceitual (1 a 5 pontos), originalidade (1 a 5 pontos) e ineditismo em Contagem (0 a 1 ponto), adequação ao espaço físico pretendido (0 a 1 ponto). A Comissão poderá não aceitar obras que exijam cuidados especiais de segurança ou que ofereçam qualquer tipo de risco à segurança do público e/ou à integridade do espaço público que vier a abrigar a exposição Os critérios acima especificados serão objeto de avaliação em reunião da Comissão de Seleção, tendo sua fundamentação registrada em Ata Os selecionados receberão, no definido na ficha de inscrição, a lista de procedimentos para realização de exposição nas galerias. O contrato de Exposição deverá ser assinado na sede da FUNDAC O material constante das propostas selecionadas não será devolvido aos artistas As propostas não selecionadas pela Comissão de Seleção poderão ser retiradas pessoalmente ou por representante legal comprovado por meio de procuração, conforme indicado neste Edital As propostas não retiradas no prazo estipulado, terão destino conforme decisão da Equipe do Projeto Tudoaver, não cabendo à mesma a responsabilidade pela sua guarda As decisões da Comissão de Seleção não são passíveis de questionamentos ou recursos. 7. DAS EXPOSIÇÕES: 7.1. Os artistas ou coletivos selecionados comprometem-se a participar da exposição na data definida de acordo com o programa expositivo estabelecido pela Equipe do Projeto Tudoaver Cada exposição terá duração aproximada de 30 (trinta) dias corridos As obras encaminhadas para a exposição deverão estar acompanhadas de ficha técnica da obra (autor, título, data, dimensões em cm altura x largura x profundidade, técnica e material) e anotações específicas para sua conservação e manutenção durante a exposição As obras que exijam a presença do artista para sua apresentação deverão obedecer à programação estabelecida pela Equipe do Projeto Tudoaver, com todas e quaisquer despesas de deslocamento correndo por conta do artista As obras constantes da exposição não poderão ser retiradas antes do encerramento do evento. 8. DOS DIREITOS AUTORAIS, DE IMAGEM E DOS QUE LHE FOREM CONEXOS: 8.1. Os participantes são pessoalmente responsáveis pela originalidade e titularidade das obras, sendo de responsabilidade única, exclusiva e irrestrita do artista inscrito a observância e regularização de toda e qualquer questão concernente a Direitos Autorais, Conexos e de

51 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 51 de 122 Imagem relativos às obras, à exposição e à documentação encaminhada para o processo de seleção A Fundac e a Comissão de Seleção serão isentos de quaisquer responsabilidades, cível ou criminal, resultante de falsa imputação de autoria, titularidade ou originalidade das obras, eventualmente apuradas Ficam cedidos à Fundac todos os direitos de documentar e fazer uso das imagens, por meio de foto, vídeo, texto, site ou qualquer outro meio de registro e divulgação, durante todas as etapas de realização da exposição, incluindo a montagem, a exposição e a desmontagem, além de toda e qualquer programação relacionada ao evento. 9. DAS OBRIGAÇÕES (após seleção): 9.1. Da Fundac: Tornar público o resultado da seleção do presente Edital Estabelecer a programação das exposições Comunicar o resultado aos artistas e convocar os selecionados para assinatura do contrato de Exposição Disponibilizar os espaços expositivos nos devidos prazos, bem como mobiliário museográfico (conforme disponibilidade dos mesmos na Fundac) sem cobrança de taxa de concessão de direito de uso Realizar a montagem e a desmontagem da exposição, dentro de sua capacidade de assessoria técnica e nos horários de trabalho de seus funcionários Divulgar as exposições, por meio da elaboração de release, bem como das imagens cedidas pelo artista ou grupo selecionado, para os veículos de comunicação de Contagem Criar e divulgar, via Internet, o convite virtual de cada exposição Disponibilizar espaço no catálogo mensal do Projeto Tudoaver, para divulgação/registro da mostra Disponibilizar cartaz em papel, 50 x 80 cm, para identificação da mostra na galeria Repassar, no tempo previsto, a quantia destinada a ajuda de custo, efetuando as retenções tributárias e previdenciárias cabíveis à espécie Custear as despesas decorrentes do processo de seleção Do artista ou coletivo: Assinar, quando convocado pela Fundac, o contrato de Exposição, no prazo de cinco dias, sob pena de perder o direito de efetuar o contrato Havendo desistência ou descumprimento das obrigações constantes no presente Edital e no contrato, assumidas pelo artista ou representante do grupo, deverá o mesmo restituir a totalidade dos recursos financeiros recebidos de uma única vez, no momento de seu desligamento do projeto Fornecer mobiliário, equipamentos e materiais não disponíveis na Fundac, sendo de sua total responsabilidade a operacionalização e manutenção dos mesmos Caso necessário, fornecer equipe de montagem e desmontagem para a exposição fora do horário de trabalho dos funcionários da Fundac ou quando a montagem exigir mão de obra especializada ou em número maior do que o de funcionários disponíveis no Departamento de Artes Plásticas Cumprir os dias e horários estipulados para montagem e desmontagem da exposição Fornecer textos para elaboração de release e imagens para a Fundac para distribuição aos veículos de comunicação de Contagem, até 20 (vinte) dias antes da data de abertura da exposição Fornecer à Fundac a relação completa das obras a serem expostas. Essa relação, depois de conferida pelas duas partes, será rubricada, a fim de facilitar a retirada das mesmas no encerramento da exposição Cuidar do traslado das obras do local de origem até o local em que serão expostas e do seu retorno ao local de origem após o encerramento da exposição Elaborar e apresentar a planilha de utilização dos recursos da ajuda de custo para a realização da exposição. 10. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

52 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 52 de A Fundac viabilizará a inclusão da exposição no catálogo do Projeto Tudoaver Outros custos da exposição, não especificados nas obrigações das partes, estabelecidos neste Edital, correrão por conta e risco do artista ou grupo selecionado As datas das exposições poderão ser alteradas por comum acordo entre as partes ou unilateralmente, pela Fundac, por motivos de conveniência e oportunidade, mediante comunicação expressa ao artista Não serão aceitas propostas que não estejam de acordo com os termos deste Edital Aos artistas selecionados por meio deste Edital compete observar também as disposições contidas na lista de procedimentos para realização de exposições nas galerias da Fundac A Comissão de Seleção é soberana para julgar as questões de natureza artística relativas às exposições, não cabendo qualquer tipo de recurso contra suas decisões. A decisão final, sobre a conveniência de contratá-las, ou não, cabe à Fundac Será destinado uma ajuda de custo aos selecionados, a título de auxílio para a viabilização da exposição, no valor de R$1.000,00 (mil reais) para cada exposição. Esta quantia será repassada aos selecionados, artista ou representante do grupo, em uma única parcela, após colhidas todas as assinaturas do contrato da exposição Proponente, para fins deste Edital, é o artista que se interessar em se inscrever, ou o representante do grupo, no caso de proposta coletiva A Fundac fica isenta de responsabilidade por eventuais perdas ou avarias das obras constantes da exposições selecionadas neste edital. É facultativo ao artista a contratação de seguro para as mesmas Constam também deste edital, o anexo I (Ficha de inscrição) e anexo II (Plantas das galerias e mobiliário expográfico) O presente edital ficará à disposição dos interessados nos sites da Prefeitura Municipal de Contagem e da Fundac Dúvidas e informações referentes a este Edital poderão ser esclarecidas e/ou obtidas junto à Comissão Organizadora, por meio do endereço eletrônico ou pelo telefone (31) Fica eleito o Foro da Comarca de Contagem / Minas Gerais, para dirimir quaisquer dúvidas e/ou controvérsias oriundas do presente Edital, com renúncia expressa a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. Contagem, 28 de janeiro de Renata Lima Fundação Cultural do Município de Contagem Presidente ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO Concordo com os dispositivos constantes no Edital de Seleção Artes Visuais 2016 da Fundac, baseado nele, apresento minha proposta de participação para a seleção dos expositores de 2016 para ocupação das galerias: Galeria do Centro Cultural de Contagem e Galeria da Prefeitura de Contagem. Nome completo: Nome artístico:

53 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 53 de 122 Local e data de nascimento: CPF: RG [identidade]: ENDEREÇO COMPLETO: Rua/Av. : Apto./Bloco Bairro : CEP: Cidade: Telefones de contato [inclusive o ddd]: homepage : EXPOSIÇÃO [ ] INDIVIDUAL [ ] COLETIVA Linguagem [ ] CERÂMICA [ ] DESENHO [ ] ESCULTURA [ ] FOTOGRAFIA [ ] GRAVURA[ ] OBJETO [ ] PINTURA [ ] OUTRA MANIFESTAÇÃO Assinalar apenas uma opção para o mês e galeria de sua preferência. Mês preferencial para realização de sua exposição: ABRIL [ ] MAIO [ ] JUNHO [ ] SETEMBRO [ ] OUTUBRO [ ] NOVEMBRO [ ] GALERIA DA PREFEITURA GALERIA DO CENTRO CULTURAL PLANEJAMENTO DA MOSTRA Nome da exposição Quantidade de obras a serem expostas Técnica utilizada Dimensão das obras a serem expostas

54 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 54 de 122 Proposta a ser apresentada INFORMAÇÕES ADICIONAIS Breve currículo artístico Exposições Declaro conhecer e concordar com as cláusulas e condições do Edital 002/2016 Artes Visuais Fundac, que li e cumprirei integralmente, se selecionado pela Comissão Julgadora Independente do programa.

55 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 55 de 122 local, data assinatura

56 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 56 de 122

57 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 57 de 122

58 Contagem, 1 de fevereiro de 2016 Página 58 de 122

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS (a) (Últimos 12 Meses) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL. Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial Débitos Previdenciários Municípios Parcelamento Normatização INSTRUÇÃO NORMATIVA SRP 10/2005 DOU:

Leia mais

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011.

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o São estabelecidas, em cumprimento

Leia mais

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 15 REPÚBLICA F Novembro EDERATIVA DO BRASIL PORTARIA Nº 492, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O SECRETÁRIO-ADJUNTO DO TESOURO NACIONAL, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria nº 403, 2 zembro 2005, do

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 018/TCE-RO-2006

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 018/TCE-RO-2006 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 018/TCE-RO-2006 Disciplina a elaboração, guarda e remessa ao Tribunal de Contas do Estado de dados e informações, por meio eletrônico e documental, com vistas ao controle da gestão

Leia mais

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES

(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) 19.331.000,00 19.331.000,00 1.019.712,35 5,28 12.775.069,85 66,09 6.555.930,15 RECEITAS CORRENTES RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO 2014/ BIMESTRE NOVEMBRODEZEMBRO RREO ANEXO I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO : PCP 06/00076210 UNIDADE : Município de BALNEÁRIO CAMBORIÚ RESPONSÁVEL : Sr. RUBENS SPERNAU - Prefeito

Leia mais

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 Disciplina a celebração de convênios e operações de crédito com previsão de ingresso de recursos financeiros que beneficiem órgãos e entidades da Administração

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015.

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA Nº 238/GABS/SEF/SC, DE 20 DE JULHO DE 2015. Torna público o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Administração Direta e Indireta, relativo aos meses de

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro RELAÇÃO DE DOCUMENTOS INTEGRANTES DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA (CONTAS DE GOVERNO) EXERCÍCIO DE 2013 CONFORME OFÍCIO-CIRCULAR Nº 14/2014 PRS/GAP RESPONSABILIZAÇÃO CADASTROS do Prefeito

Leia mais

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1047/2012. O Prefeito do Município de Pinhalão, Estado do Paraná. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1047/2012 O Prefeito do Município de Pinhalão,. SÚMULA: Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013 e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal decreta, e eu,

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal,

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal, DECRETO N.º 060 /2013. REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE ARACATI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe

Leia mais

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário

É comum o recuo do pagamento à vista das compras em fevereiro; as famílias já não têm mais a renda de férias e décimo terceiro salário QUINTAFEIRA, 27 MARÇO 2014 à OPERAÇÕES FINANCEIRAS Uso do rotativo cartão crédito cresce 6,4% em fevereiro É um o recuo do pagamento à vista s pras em fevereiro; as famílias já não têm mais a ren férias

Leia mais

Art. 1º - Fica aprovado o Regimento Interno da Central do Sistema de Controle Interno, anexo ao presente Decreto.

Art. 1º - Fica aprovado o Regimento Interno da Central do Sistema de Controle Interno, anexo ao presente Decreto. DECRETO N.º 961/08 De 01 de julho de 2008. APROVA O REGIMENTO INTERNO DA CENTRAL DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A PREFEITA MUNICIPAL DE VALE DO SOL, no uso de suas atribuições

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 22.561, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 22.561, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE DECRETO Nº 22.561, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2012. Fixa normas para a execução orçamentária e financeira do exercício de 2012 e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO RIO GRANDE

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA INTERMINISTERIAL MP/CGU Nº 298, DE 6 DE SETEMBRO DE 2007 OS MINISTROS DE ESTADO DO PLANEJAMENTO,

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 DOU de 31.12.2012 Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.131, de 21 de fevereiro de 2011, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para

Leia mais

República Federativa do Brasil Estado do Ceará Município de Juazeiro do Norte Poder Executivo

República Federativa do Brasil Estado do Ceará Município de Juazeiro do Norte Poder Executivo LEI Nº 4311, DE 28 DE ABRIL DE 2014 Dispõe sobre a qualificação de entidades sem fins lucrativos como organizações sociais e adota outras providências O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO DO NORTE,. FAÇO

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO PCP 08/00199278 UNIDADE Município de Joinville RESPONSÁVEL Sr. Marco Antonio Tebaldi - Prefeito Municipal

Leia mais

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00

RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea a) R$ 1,00 DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO I (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESA COM PESSOAL LIQUIDADAS (a) DESPESAS EXECUTADAS (Último 1 MMoMo) INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO Secretaria Municipal de Governo e Planejamento

Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CANTAGALO Secretaria Municipal de Governo e Planejamento 1 LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL GUIA PRÁTICO PARA O CIDADÃO O que é a LRF? A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), ou Lei Complementar nº 101, é o principal instrumento regulador das contas públicas no

Leia mais

Desafios dos Novos Gestores Eleitos 2013/2016

Desafios dos Novos Gestores Eleitos 2013/2016 Desafios dos Novos Gestores Eleitos 2013/2016 Orçamento e Lei de Responsabilidade Fiscal Patrícia Sibely D Avelar Secretária Municipal de Fazenda de Lagoa Santa FORMAÇÃO Graduada em Ciência Contábeis.

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E DOS CONCEITOS NORMATIVOS

A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA APROVA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E DOS CONCEITOS NORMATIVOS ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA LEI Nº. 209/12, DE 04 DE ABRIL DE 2012. INSTITUI O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E VENCIMENTOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SÃO

Leia mais

EMENTÁRIO LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006

EMENTÁRIO LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006 LEI N.º 946, DE 20 DE JANEIRO DE 2006 (D.O.M. 20.01.2006 Nº. 1406 Ano VII) DISPÕE sobre o Plano de Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus SERVMED, institui o correspondente Fundo de Custeio

Leia mais

Fundo Especiais. Fundos Especiais. Fundos Especiais Lei Federal nº 4.320/64. Fundo Municipal de Educação e FUNDEB

Fundo Especiais. Fundos Especiais. Fundos Especiais Lei Federal nº 4.320/64. Fundo Municipal de Educação e FUNDEB Fundo Especiais Fundo Municipal de Educação e FUNDEB Facilitador : Toribio Nogueira de Carvalho Contador, Pós-Graduado em Contabilidade Pública Fundos Especiais Organização e estrutura de mecanismo financeiro,

Leia mais

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97)

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97) Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SCN Quadra 2 Projeção C, Brasília, DF CEP 70712-902 Tel.: (61) 426-8599 Fax: (61) 328-5523 cade@cade.gov.br Resolução nº 9, de 16

Leia mais

Lei Ordinária Nº 5.519 de 13/12/2005 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Lei Ordinária Nº 5.519 de 13/12/2005 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Lei Ordinária Nº 5.519 de 13/12/2005 Dispõe sobre a qualificação de entidades como organizações sociais, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PIAUÍ, FAÇO saber que o Poder Legislativo decreta

Leia mais

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS MG. SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOCIAIS

MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS MG. SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOCIAIS PORTARIA N 035, 10 DE JUNHO DE 2008 DISPÕE SOBRE O EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS DA REDE EXECUTORA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS 2.008 O Secretário Municipal de Políticas

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA DO MUNICÍPO DE URUPÁ Palácio Senador Ronaldo Aragão PROCURADORIA JURÍDICA

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA DO MUNICÍPO DE URUPÁ Palácio Senador Ronaldo Aragão PROCURADORIA JURÍDICA LEI Nº 581/2013 DE 18 DE SETEMBRO DE 2013. Dispõe sobre a criação do Programa de Gestão Financeira Escolar ESCOLA FORTE, orienta sua implantação e adota outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo

APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo RECEITA ESTIMADA E DESPESA FIXADA - EDUCAÇÃO APLICAÇÃO NA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO ART. 212 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL Impostos e Transferências considerados para o Cálculo IPTU 134.000,00 IRRF

Leia mais

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e)

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e) RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 Diretoria da Área Orçamentária e Financeira SALDO PREVISÃO RECEITAS DOTAÇÃO DESPESAS DESPESAS DESPESAS SALDO ATUALIZADA REALIZADAS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270 DECRETO Nº 13.270 Regulamenta o parcelamento e pagamento de créditos do município de Vitória e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL TOMADA DE CONTAS ESPECIAL COMPARATIVO ENTRE A IN TCU Nº 13/1996 E A IN TCU Nº 56/2007 IN TCU Nº 13/1996 IN TCU Nº 56/2007 Art. 1º Diante da omissão no dever de prestar contas, da não comprovação da Aplicação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana

Prefeitura Municipal de Santana Segunda 30 de janeiro de 2012 Prefeitura Municipal de Santana 6 Bimestre e 3 de 2011 http://www.tribunanet.com.br/?tipo=1&gs=2&cidade=20&anos=&imagefield.x=51&imagefield.y=17 Prefeitura Municipal de Santana

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA PROJETO DE LEI Nº 261/2014 Estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2015. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA,

Leia mais

LRFWeb 2015. RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas

LRFWeb 2015. RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas LRFWeb 2015 RESOLUÇÃO 193/2003 atualizada pelas Resolução 197/2004 Resolução 201/2005 Resolução 202/2005 Resolução 270/2014 Portaria Normativa 16/2004 Portaria Normativa 19/2004 Portaria Normativa 45/2004

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE CONTAS

ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE CONTAS 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº13./TCER-2004 Dispõe sobre as informações e documentos a serem encaminhados pelos gestores e demais responsáveis pela Administração Direta e Indireta do Estado e dos Municípios;

Leia mais

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628 LEI N 812 de 12 de maio de 2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a Ferramenta de Declaração Eletrônica de Serviços - DES, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPIMIRIM,,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto no artigo 29-A da Lei nº 8.229, de 07 de dezembro de

Leia mais

Lei 1308/ 2014 De 19 de agosto 2014.

Lei 1308/ 2014 De 19 de agosto 2014. Lei 1308/ 2014 De 19 de agosto 2014. Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2015 e da outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL Faço saber que a Câmara Municipal decreta e

Leia mais

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008;

considerando o Decreto nº 6.114, de 15 de maio de 2007; considerando a Portaria/MEC nº 1.084 de 02 de setembro de 2008; Dispõe sobre os critérios e valores para pagamento de Gratificações por Encargo de Cursos ou Concursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). A COORDENADORA-GERAL

Leia mais

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA

Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA Governo do Estado de Rondônia GOVERNADORIA DECTRETO N. 17.49 DE 17 DE JANEIRO DE 213. Estabelece o Desdobramento das Receitas Previstas para 213 em Metas Mensais e Bimestrais de Arrecadação e o Cronograma

Leia mais

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107

PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PUBLICADO DOC 17/11/2011, PÁG 107 PROJETO DE RESOLUÇÃO 03-00023/2011 da Mesa Diretora Institui no âmbito da Câmara Municipal de São Paulo Sistema de Consignação Facultativa em Folha de Pagamento na modalidade

Leia mais

SECRETARIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL

SECRETARIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL Resolução SEADS - 8, de 5-8-2005 Dispõe sobre as Normas Operacionais Básicas para o Projeto Ação Jovem e dá providências correlatas A Secretária Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social, com fundamento

Leia mais

RESOLUÇÃO N 007/2010 TCE

RESOLUÇÃO N 007/2010 TCE RESOLUÇÃO N 007/2010 TCE Disciplina o procedimento para concessão dos auxílios saúde e alimentação no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras providências. O TRIBUNAL

Leia mais

ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL

ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL ANEXO 1 (arts. 54 e 55 - L.C. 101/00) RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL Valores em Reais I - COMPARATIVOS maio/2014 a abril/2015 maio/2015 a abril/2016 R$ % R$ % Receita Corrente Líquida do Município 34.470.824,28

Leia mais

Da gestão, da aplicação, do controle e da fiscalização dos Fundos... 5

Da gestão, da aplicação, do controle e da fiscalização dos Fundos... 5 Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania Sedpac 2015 Apresentação Criado pela Lei nº 21.144, de 14 de janeiro de 2014, o Fundo Estadual dos Direitos do Idoso tem o objetivo

Leia mais

LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE ESTADUAL

LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE ESTADUAL LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE ESTADUAL LEI Nº 13.918, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a comunicação eletrônica entre a Secretaria da Fazenda e o sujeito passivo dos tributos estaduais, altera a Lei

Leia mais

Art. 1º. Aprovar as alterações do Estatuto da Universidade Federal de Juiz de Fora, com sede na cidade de Juiz de Fora, Estado de Minas Gerais.

Art. 1º. Aprovar as alterações do Estatuto da Universidade Federal de Juiz de Fora, com sede na cidade de Juiz de Fora, Estado de Minas Gerais. Portaria 1.105, de 28 de setembro de 1998 O Ministro de Estado da Educação e do Desporto, usando da competência que lhe foi delegada pelo Decreto 1.845, de 28 de março de 1996, e tendo em vista o Parecer

Leia mais

LEI Nº 2.581/2009. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei:

LEI Nº 2.581/2009. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: LEI Nº 2.581/2009 DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO MUNICÍPIO DE CAETÉ. O Prefeito Municipal de Caeté, Minas Gerais, faz saber que a Câmara Municipal

Leia mais

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF

MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MUNICÍPIOS COM POPULAÇÃO INFERIOR A 50.000 HABITANTES QUE OPTARAM PELA DIVULGAÇÃO SEMESTRAL DOS ANEXOS DOS ARTS. 53, 54 E 55 DA LRF MODELO / SUGESTÃO PARA O RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS METAS DO TERCEIRO

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: Dispõe sobre a utilização de recursos das exigibilidades de aplicação em crédito rural oriundos da poupança rural e dos depósitos a vista para financiamentos destinados à liquidação de dívidas de produtores

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Gabinete do Ministro

Leia mais

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N 2163/2015 Reformula o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Caixa de Assistência, Previdência e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Porciúncula CAPREM e estabelece normas

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre os parâmetros para a criação e o funcionamento dos Fundos Nacional, Estaduais e Municipais

Leia mais

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004.

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. (PUBLICADO NO DOE DE 26.04.04) Este texto não substitui o publicado no DOE Regulamenta a Lei nº 14.546, de 30 de setembro de 2003, que dispõe sobre a criação do

Leia mais

CAPÍTULO I Da Receita

CAPÍTULO I Da Receita ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SALVADOR DO TOCANTINS SERIEDADE E TRABALHO Adm.: 2005/2008 Av. Afonso Pena, s/n Centro CEP. 77.368-000 Fone (63) 3396-1122 São Salvador do Tocantins TO.

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAUCAIA

MUNICÍPIO DE CAUCAIA LEI Nº 1799, 29 DE DEZEMBRO DE 2006. Concede incentivos fiscais com redução da Alíquota de IPTU e ISSQN às empresas que venham a se instalar no Município de Caucaia e dá outras providências A PREFEITA

Leia mais

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*)

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos Regionais de Fonoaudiologia, e dá outras providências. O Conselho Federal de Fonoaudiologia-CFFa,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a

Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/03/2005 a 31/03/2005 31/12/2005 10:44:16 ORCAMENTARIAS 1 Receitas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE DE ABRIL DE 2010 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

PROJETO DE LEI Nº DE DE ABRIL DE 2010 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES PROJETO DE LEI Nº DE DE ABRIL DE 2010 DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DA LEI DO ORÇAMENTO ANUAL DE 2011 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE:

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O nº 1060/05

R E S O L U Ç Ã O nº 1060/05 TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA BAHIA R E S O L U Ç Ã O nº 1060/05 Estabelece normas para a apresentação da documentação mensal da receita e despesa e da prestação de contas anual de Prefeituras

Leia mais

Noções Administração Financeira e Orçamentária. Prof. Fernando Aprato

Noções Administração Financeira e Orçamentária. Prof. Fernando Aprato Noções Administração Financeira e Orçamentária Prof. Fernando Aprato Lei de Responsabilidade Fiscal LC 101/2000 A lei de Responsabilidade Fiscal, Lei Complementar 101, de 4 de maio de 2000, estabelece

Leia mais

Prefeitura Municipal de Guaranésia

Prefeitura Municipal de Guaranésia LEI 1.652, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2006. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE GUARANÉSIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2007. O Prefeito Municipal de Guaranésia. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. Fixa os critérios e procedimentos para a realização de concursos públicos de provas e títulos, destinados ao provimento dos cargos efetivos do

Leia mais

CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO GOIÂNIA / MAIO / 2011

CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO GOIÂNIA / MAIO / 2011 GOIÂNIA / MAIO / 2011 MARCONI FERREIRA PERILLO JÚNIOR Governador do Estado JOSÉ CARLOS SIQUEIRA Secretário de Estado-Chefe da Controladoria Geral SIMÃO CIRINEU DIAS Secretário de Estado da Fazenda ANDRÉ

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 1, DE 17 DE JANEIRO DE 2003

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 1, DE 17 DE JANEIRO DE 2003 INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 1, DE 17 DE JANEIRO DE 2003 Dispõe sobre o pagamento da contribuição social do SalárioEducação junto ao FNDE, com os benefícios fiscais, instituídos pela Lei nº 10.637/2002, de

Leia mais

Portaria nº 335, de 30 de maio de 2006 D.O.U de 31/05/2006

Portaria nº 335, de 30 de maio de 2006 D.O.U de 31/05/2006 Portaria nº 335, de 30 de maio de 2006 D.O.U de 31/05/2006 Regulamenta o Sistema de Correição do Poder Executivo Federal, de que trata o Decreto nº 5.480, de 30 de junho de 2005. O MINISTRO DE ESTADO DO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para as eleições de 2016. O Tribunal

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei Orgânica do Município, e;

O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei Orgânica do Município, e; DECRETO N.º 01/2015. Dispõe sobre o recadastramento de empresas e profissionais liberais, estabelecidos no município de Raposa - Maranhão. O PREFEITO MUNICIPAL DE RAPOSA, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 Ementa: Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro e/ou institucional junto ao CRMV-RJ. O - CRMV-RJ, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

4 - GESTÃO FINANCEIRA

4 - GESTÃO FINANCEIRA 4 - GESTÃO FINANCEIRA Nos termos do art. 103 da Lei Federal nº 4.320/64, o Balanço Financeiro demonstra a movimentação das receitas e despesas financeiras, evidenciando também operações não propriamente

Leia mais

EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 416, DE 2008 (Origem: PLS 98/2002)

EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 416, DE 2008 (Origem: PLS 98/2002) EMENDA SUBSTITUTIVA GLOBAL PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N o 416, DE 2008 (Origem: PLS 98/2002) (Apensados: PLP 130/1996; PLP 138/1996; PLP 39/1999; PLP 87/1999; PLP 21/1999; PLP 227/2001; PLP 273/2001;

Leia mais

LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo)

LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Dispõe sobre o licenciamento para o exercício de atividades econômicas e sem fins lucrativos no âmbito do

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003.

INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003. INSTRUÇÃO NORMATIVA DENATRAN Nº 01, de 09 de dezembro de 2003. Estabelece orientações e procedimentos a serem adotados na celebração de Contratos, Convênios, Termos de Cooperação, Acordos de Cooperação

Leia mais

8ª Secretaria de Controle Externo

8ª Secretaria de Controle Externo Fls. 12 À Auditora de Controle Externo, Maria Clara Seabra de Mello Costa, para proferir Orientação Técnica. Em 23 de janeiro de 2014. JOSÉ AUGUSTO MARTINS MEIRELLES FILHO Secretário da 8ª Secretaria de

Leia mais

LEI Nº. 1463, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007

LEI Nº. 1463, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007 LEI Nº. 1463, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007 Autoria: Poder Legislativo Institui e regulamenta o uso do Vale-Transporte no Município de Lucas do Rio Verde - MT. O Prefeito do Município de Lucas do Rio Verde,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 36 DO CONSELHO SUPERIOR, DE 20 DE JULHO DE 2015. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, no uso de suas atribuições

Leia mais

LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 10.727, DE 4 DE ABRIL DE 2014 Concede reajuste remuneratório, altera as leis n os 7.227/96, 8.690/03, 9.240/06, 9.303/07 e 10.202/11, e dá outras providências. O Povo do Município de Belo Horizonte,

Leia mais

Capítulo I Das Organizações Sociais. Seção I Da Qualificação

Capítulo I Das Organizações Sociais. Seção I Da Qualificação Lei n.º 9.637, de 15 de maio de 1998 Dispõe sobre a qualificação de entidades como organizações sociais, a criação do Programa Nacional de Publicização, a extinção dos órgãos e entidades que menciona e

Leia mais

172337 Transferências a Consórcios Públicos A - - -

172337 Transferências a Consórcios Públicos A - - - 17 Umuarama Ilustrado LEI Nº. 212/2011 SÚMUL: Dispõe sobre as Diretrizes para a Elaboração da Lei Orçamentária do Município de lto Paraíso para o exercício de e dá outras providências. CÂMR MUNICIPL DE

Leia mais

PORTARIA Nº1006/2009. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARA, no exercício de suas atribuições legais, e

PORTARIA Nº1006/2009. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARA, no exercício de suas atribuições legais, e PORTARIA Nº1006/2009 Estabelece procedimentos administrativos para gestão das receitas obtidas com a venda de Selos de Autenticidade Extrajudicial e para concessão de subsídios aos cartórios de Registro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA AUDIÊNCIA PÚBLICA AVALIAÇÃO DO CUMPRIMENTO DAS METAS 3º QUADRIMESTRE DE 2011 LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL DA TRANSPARÊNCIA DA GESTÃO FISCAL Art. 48. São instrumentos

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PORTARIA Nº 160, DE 5 DE MARÇO DE 2013 Dispõe sobre a habilitação das instituições privadas de ensino superior e de educação profissional técnica de nível médio e sobre a adesão das respectivas mantenedoras

Leia mais

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 (Publicada no D.O.U. de 25/11/2014) Disciplina o Processo Administrativo Previdenciário - PAP para análise e julgamento das irregularidades em Regime Próprio

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO PROCESSO Nº

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO PROCESSO Nº DESPACHO Remeto à Secretaria do CSDPU a proposta de resolução em anexo, para autuação e distribuição. Adoto como justificativa para a Resolução as considerações constantes em seu preâmbulo. Informo, ainda,

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 320, de 2 de março de 2006.

CIRCULAR SUSEP N o 320, de 2 de março de 2006. CIRCULAR SUSEP N o 320, de 2 de março de 2006. Dispõe sobre a concessão, pelas entidades abertas de previdência complementar e sociedades seguradoras de assistência financeira a participante de plano de

Leia mais

LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito Municipal, sanciono a seguinte LEI:

LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito Municipal, sanciono a seguinte LEI: LEI Nº 008/2003, DE 01 DE JULHO DE 2003. Súmula: Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o ano 2.004 e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE RESERVA, Estado do Paraná, aprovou, e eu Prefeito

Leia mais

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 31/12/2005 16:20:56 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 437.605,02

Leia mais

PROJETO LEI N 75/2015

PROJETO LEI N 75/2015 PROJETO LEI N 75/2015 Dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o Exercício Financeiro de 2015 e dá outras providências. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Ficam estabelecidas as metas,

Leia mais

Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF).

Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF). INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 974, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF). O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso das atribuições

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 28 DE JULHO DE 2015. O PLENO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso das suas atribuições legais e regimentais,

RESOLUÇÃO Nº 16, DE 28 DE JULHO DE 2015. O PLENO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso das suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO Nº 16, DE 28 DE JULHO DE 2015. ESTABELECE CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO DO AUXÍLIO-SAÚDE AOS SERVIDORES ATIVOS DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS E ADOTA PROVIDÊNCIAS CORRELATAS. O PLENO DO TRIBUNAL

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MPS SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SPPS DEPARTAMENTO DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO DRPSP COORDENAÇÃO-GERAL DE AUDITORIA, ATUÁRIA, CONTABILIDADE

Leia mais

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES O Diretor do Serviço Social do Comércio - Administração Regional no Estado do Espírito Santo - SESC-AR/ES, entidade de natureza jurídica privada, sem fins lucrativos,

Leia mais

Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009.

Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009. Lei nº 8.080, de 04 de maio de 2009. Institui o Programa de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior e Pós-Graduação no Município de Campos dos Goytacazes. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA

Leia mais

Resolução nº 102, de 15 de dezembro de 2009

Resolução nº 102, de 15 de dezembro de 2009 English Sobre o CNJ Presidência Corregedoria Atos Administrativos Ouvidoria Sistemas Programas de A a Z Mapa do Site Página Inicial Atos Administrativos Atos da Presidência Resoluções Resolução nº 102,

Leia mais

LEI Nº 3.849, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1960

LEI Nº 3.849, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1960 LEI Nº 3.849, DE 18 DE DEZEMBRO DE 1960 Federaliza a Universidade do Rio Grande do Norte, cria a Universidade de Santa Catarina e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o CONGRESSO

Leia mais

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 1.749-C DE 2011 Autoriza o Poder Executivo a criar a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares EBSERH; acrescenta dispositivos ao Decreto-Lei

Leia mais