DESDOBRAMENTOS RECENTES DA SEGURANÇA CIBERNÉTICA E AS SUAS IMPLICAÇÕES PARA AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: STRATFOR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESDOBRAMENTOS RECENTES DA SEGURANÇA CIBERNÉTICA E AS SUAS IMPLICAÇÕES PARA AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: STRATFOR"

Transcrição

1 DESDOBRAMENTOS RECENTES DA SEGURANÇA CIBERNÉTICA E AS SUAS IMPLICAÇÕES PARA AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: STRATFOR VERSUS ANONYMOUS. Recent developments of Cybersecurity and its implications to international relations: Stratfor versus Anonymous. Bernardo Wahl Gonçalves de Araújo Jorge 1 Em dezembro de 2011, o movimento hacker Anonymous reivindicou o roubo de dados pessoais, incluindo números de cartões de crédito, de cerca de clientes da empresa de consultoria e análise de inteligência Stratfor sigla de Strategic Forecasting, ou previsão estratégica (DILANIAN, 2012). George Friedman, proprietário da empresa, afirmou que o ataque foi designado para silenciar a Stratfor, através da destruição dos seus dados e website (FRIEDMAN, 2012). Nos próximos parágrafos será esboçado um breve panorama das relações internacionais nos últimos anos, para que então o tema possa ser devidamente enquadrado. Em 2002, Joseph S. Nye descreveu a distribuição do poderio entre as nações como um complexo jogo de xadrez tridimensional (NYE, 2002: 80). O tabuleiro de cima representava o poderio militar, o qual era preponderantemente unipolar, isto é, estava concentrado em um único polo; no caso, os Estados Unidos. O tabuleiro do meio representava o poderio econômico, o qual era multipolar, quer dizer, distribuido entre 1 Mestre em Estudos de Paz, Defesa e Segurança Internacional ("Pró-Defesa" - iniciativa do Ministério da Defesa e da CAPES) pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da UNESP, UNICAMP e PUC-SP ("San Tiago Dantas" - iniciativa da CAPES). Professor convidado da disciplina de Segurança Internacional do curso de Pós-Graduação lato sensu Política e Relações Internacionais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Docente do Curso de Relações Internacionais das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

2 diversos polos de poder: os Estados Unidos, a Europa e o Japão com uma probabilidade grande da China se transformar em um ator principal, o que de fato aconteceu. O tabuleiro de baixo representava o domínio das relações transnacionais, as quais ultrapassavam as fronteiras nacionais e fugiam do controle governamental. Este último tabuleiro incluia atores não-estatais dos mais diversos tipos: de banqueiros a hackers, passando por terroristas. Mais recentemente, o estudioso supracitado atualizou suas reflexões sobre o poder no livro The Future of Power (2011). Entre outras idéias apresentadas, Nye identifica duas mudanças em seu objeto de estudo, alterações que estão acontecendo neste século XXI: a transição do poder no caso, para a Ásia e a difusão do poder mais especificamente, o poder cibernético, que se difunde para atores outros que o Estado-nação. A primeira modificação é um evento histórico já conhecido (isto é, houve outras transições de poder, do Reino Unido aos Estados Unidos, por exemplo), mas a segunda transformação é um processo novo. A dificuldade para todos os Estados na atual era da informação global é que muitos eventos estão acontecendo fora do controle estatal, inclusive dos Estados mais poderosos (NYE, 2011: 113). Dessa forma, agora talvez seja a ocasião adequada para atualizar o complexo jogo de xadrez tridimensional mencionado anteriormente. Cabe aqui apresentarmos o conceito de guerra cibernética, definida como uma ação hostil no ciberespaço, cujos efeitos ampliam ou são equivalentes a uma enorme violência física (NYE, 2012). A mudança mais marcante se dá no âmbito do terceiro nível. Muito embora as dimensões militar, econômica e transnacional continuem, a revolução da informação vem deixando o cenário mais complexo. O espaço cibernético é cada vez mais relevante, e isto traz implicações à política internacional. Refletindo sobre a segurança cibernética, Misha Glenny pensa o ciberespaço como uma partida de xadrez heptadimensional, na qual nunca pode se ter certeza de quem é o oponente (GLENNY, 2011: 19). Do tabuleiro de xadrez tridimensional para o tabuleiro heptadimensional, nota-se que as relações internacionais ficaram mais intricadas, em grande parte devido ao ciberespaço. Este é o momento para retomarmos o caso do Stratfor e o Anonymous. O que cada um destes atores representa e quais as possíveis implicações do incidente em Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

3 questão para as relações internacionais contemporâneas? Com o fim da Guerra Fria e o início do fenômeno da globalização, através da multiplicação da democracia liberal, a capacidade de inteligência dos Estados, antes voltada a outras ameaças estatais, as ameaças tradicionais no conflito entre capitalismo e socialismo passou a ser direcionada à inteligência econômica. A Stratfor deve ser vista neste quadro. É possível afirmar que a empresa inovou, ao levar a alguns internautas, através dos boletins informativos gratuitos, um tipo de conhecimento antes reservado apenas ao Estado ou a grandes organizações: o conhecimento e os insights decorrentes da análise de inteligência. O Anonymous, por sua vez, pode ser visto como uma idéia, acoplada a um conjunto de práticas sociais e técnicas. É algo difuso e sem uma liderança central, um movimento de protesto que inspira ação dentro e fora da internet, contestando o abuso de poder dos governos e das corporações, buscando promover a transparência na política e nos negócios. Muitas vezes, porém, o Anonymous pode ultrapassar as fronteiras do protesto legítimo, o que acaba levando a percepções ligeiramente distorcidas sobre o fenômeno. Uma delas é a do governo dos Estados Unidos, mais especificamente na figura do general Keith Alexander, reponsável pela direção da National Security Agency (NSA) e pela chefia do Comando Cibernético (o órgão militar norte-americano encarregado das operações no ciberespaço), o qual passou a perceber o Anonymous como uma ameaça à segurança nacional norte-americana (BENKLER, 2012). E, afinal, o que está em disputa? Trata-se de uma versão atualizada do grande jogo das relações internacionais, agora no ciberespaço, e não necessariamente envolvendo Estados de forma direta. Nesses termos, o grande jogo compreende novos atores entre eles Stratfor e Anonymous que não são grandes como Estados, mas podem gerar algum impacto nas relações internacionais, pelo menos no domínio cibernético. A Stratfor tem uma linha de raciocínio específica, um tipo de pensamento que visa a formar opiniões e influenciar decisões. Porém, os dados pessoais de seus clientes não estavam criptografados, o mínimo que se esperava de uma empresa que atua na área de segurança. O Anonymous, astuto como todo hacker, aproveitou-se desta Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

4 falha. Glenny afirma que são três as principais ameaças da internet, sendo que cada uma delas se manifesta de diferentes maneiras. A primeira ameaça é o crime cibernético; a segunda, a espionagem industrial eletrônica e; a terceira, a guerra cibernética (GLENNY, 2011: 234). Dois atores sempre estão presentes em todo este espectro de ameaças: o espião (ou, de maneira mais abrangente, a agência de inteligência, e aqui, a Stratfor) e o hacker (no caso descrito, o Anonymous). Cabe mais uma vez retomar Nye para elucidar a questão. No mundo real, vencer a geografia, projetar poder por terra, mar, ar e espaço cósmico exige capacidade de projeção estratégica que apenas os Estados têm. No mundo virtual, entretanto, é tudo mais fácil, quer dizer, é muito mais econômico e breve conduzir bits e bytes através das redes de computadores do que mover porta-aviões pelos oceanos ou aviões de bombardeio pelos ares. A problemática é a seguinte: os impedimentos para se acessar o espaço cibernético são muito pequenos. Dessa forma, grupamentos não estatais e Estados menores têm a possibilidade de assumir um papel relevante, a um custo extremamente baixo. Já os Estados mais desenvolvidos, por dependerem de sistemas cibernéticos complexos para as suas ações militares e econômicas (vale lembrar da guerra centrada em rede network-centric warfare), encontram-se mais vulneráveis. O espaço cibernético, além de um manancial de recursos, acaba se transformando também em uma fonte de insegurança para os países ricos (NYE, 2012). Após os eventos de onze de setembro de 2001, Thomas Barnett (2003) ofereceu uma explicação sobre a ligação entre a globalização e o fenômeno do terrorismo. Conforme defendeu Barnett, os atentados contra os Estados Unidos desvendaram a nova realidade geopolítica emergente na época, o chamado novo mapa do Pentágono, no qual a principal linha divisória internacional era aquela que separava o mundo em um núcleo funcional (composto por países desenvolvidos e conectados à globalização, os quais acreditavam na modernidade ) e em uma lacuna não integrativa (formada por países que rejeitavam a globalização, desconectados, em grande parte os chamados Estados fracassados ou falidos ). Então, naquele momento, as ameaças viriam dos desconectados. Atualmente, conforme os Estados menos desenvolvidos se conectam, as ameaças cibernéticas podem aumentar, pois os computadores dos países Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

5 menos desenvolvidos estariam mais suscetíveis à vírus, malwares e à se tornarem escravos de botnets (robot networks) para, por exemplo, ataques distribuidos de negação de serviço (DDOS). Em suma observa-se, basicamente, dois fenômenos. O primeiro fenômeno é o poder que grupos não-estatais e pequenos Estados podem obter no espaço cibernético, e a relativa insegurança dos países desenvolvidos, cujas infra-estruturas dependem do ciberespaço. O segundo fenômeno é o processo de conexão à internet dos países antes não conectados, processo este que, em vez de trazer mais segurança (tomando como ponto de partida a rationale de Barnett), paradoxalmente pode trazer ainda mais insegurança, pelo menos na percepção dos Estados mais desenvolvidos. Finalmente, é possível ligar um fenômeno ao outro: a conexão dos países menos desenvolvidos poderia dar mais capacidade de poder cibernético aos pequenos Estados e aos grupos não-estatais. No mundo real, os Estados possuem quase que o monopólio sobre o uso legítimo da força. No mundo virtual, não necessariamente, e daí a importância do exame mais refletido sobre o incidente entre Stratfor e Anonymous e o processo de conexão à internet de Estados antes desconectados. Todos eles são pequenos atores que podem gerar impacto considerável nas relações internacionais. REFERÊNCIAS BARNETT, Thomas P. M. The Pentagon s New Map. Esquire, March 1, Disponível em: < MAR_WARPRIMER>. Acesso em 22 abr BENKLER, Yochai. Hacks of Valor: Why Anonymous is not a Threat to National Security. Foreign Affairs, April 4, Disponível em: < Acesso em 22 abr Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

6 DILANIAN, Ken. Hackers reveal personal data of 860,000 Stratfor subscribers. Los Angeles Times, January 4, Disponível em: < Acesso em 22 abr FRIEDMAN, George. The Hack on Stratfor. Stratfor Geopolitical Weekly, January 11, Disponível em: < Acesso em 22 abr GLENNY, Misha. Mercado Sombrio: O Cibercrime e Você. São Paulo: Companhia das Letras, NYE, Joseph. Guerra e paz no ciberespaço. O Estado de S. Paulo, 15 abr. 2012, Internacional, p. A22. Disponível em: < Acesso em 22 abr The Future of Power. New York: Public Affairs, O Paradoxo do Poder Americano. Por que a única superpotência do mundo não pode prosseguir isolada. São Paulo: Editora UNESP, Artigo recebido dia 22 de abril de Aprovado em 15 de junho de Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

7 RESUMO Este texto trata do incidente envolvendo a empresa Stratfor e o grupo hacker Anonymous, um episódio de segurança cibernética, tendo como objetivo refletir sobre as implicações do espaço cibernético para as relações internacionais. PALAVRAS-CHAVE Segurança cibernética, relações internacionais, poder. ABSTRACT This paper deals with the incident involving the company Stratfor and the hacker group Anonymous, an episode of cybersecurity, aiming to reflect on the implications of cyberspace for international relations. KEYWORDS Cybersecurity, international relations, power. Revista Conjuntura Austral ISSN: Vol. 3, nº. 12 Jun.Jul

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES EDITAL Nº 036/2012 Chamada para Publicação Revista Brasileira de Pós-Graduação RBPG Edição Temática: A pós-graduação e o desenvolvimento

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Diretoria de Programas e Bolsas no País - DPB

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Diretoria de Programas e Bolsas no País - DPB Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Diretoria de Programas e Bolsas no País - DPB EDITAL Nº 019/2010/CAPES Chamada para Publicação Revista Brasileira de Pós-Graduação RBPG

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

Um mercado de oportunidades

Um mercado de oportunidades Um mercado de oportunidades Como grandes, pequenas e médias empresas se comunicam? Quem são os principais interlocutores e como procurá-los? Como desenvolver uma grande campanha e inovar a imagem de uma

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - CONSULTORIA DE CURTO PRAZO NACIONAL

TERMO DE REFERÊNCIA - CONSULTORIA DE CURTO PRAZO NACIONAL TERMO DE REFERÊNCIA - CONSULTORIA DE CURTO PRAZO NACIONAL Função no Projeto: Nosso número: 031.2013 Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação) DADOS DA CONSULTORIA

Leia mais

Novas Dimensões da "Segurança Internacional"

Novas Dimensões da Segurança Internacional Novas Dimensões da "Segurança Internacional" Luciano Martins Texto disponível em www.iea.usp.br/artigos As opiniões aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor, não refletindo necessariamente

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

Defesa Cibernética entra em nova fase O Sistema Militar de Defesa Cibernética protege e explora um setor em constante mudança

Defesa Cibernética entra em nova fase O Sistema Militar de Defesa Cibernética protege e explora um setor em constante mudança Defesa Cibernética entra em nova fase O Sistema Militar de Defesa Cibernética protege e explora um setor em constante mudança Brasília (DF) O Exército Brasileiro ativou dois núcleos de Defesa Cibernética,

Leia mais

I. INTRODUÇÃO. 1. Questões de Defesa e Segurança em Geografia?

I. INTRODUÇÃO. 1. Questões de Defesa e Segurança em Geografia? I. INTRODUÇÃO O fim da Ordem Bipolar, a partir do esfacelamento do Bloco Soviético em 1991, e o avanço do processo de globalização 1 pareciam conduzir o sistema internacional em direção à construção de

Leia mais

NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 16

NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 16 NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 16 2 o. Semestre de 2006 DISCIPLINA CÓDIGO / TURMA HZ942/A NOME Relações Internacionais PRÉ-REQUISITOS HZ341/ AA200 CARGA

Leia mais

Resumo das características e funções do Serviço de Inteligência e a diferença entre Investigação e Inteligência Policial.

Resumo das características e funções do Serviço de Inteligência e a diferença entre Investigação e Inteligência Policial. Resumo das características e funções do Serviço de Inteligência e a diferença entre Investigação e Inteligência Policial. Resumo Rafael Normando Miranda Acadêmico de Direito Centro Universitário do Norte

Leia mais

GEOGRAFIA: UM MUNDO EM REDE

GEOGRAFIA: UM MUNDO EM REDE GEOGRAFIA: UM MUNDO EM REDE Serão analisadas as marcas do ser humano nas paisagens e suas ações como fatores significativos de mudanças nas dinâmicas naturais, possibilitando refletir sobre a era industrial

Leia mais

Sobrevivendo na selva da Internet: como fazer uma comunicação poderosa na Web e proteger a reputação de sua empresa

Sobrevivendo na selva da Internet: como fazer uma comunicação poderosa na Web e proteger a reputação de sua empresa RESENHA Sobrevivendo na selva da Internet: como fazer uma comunicação poderosa na Web e proteger a reputação de sua empresa Cristina Benedeti Guilhem RESUMO: Apresenta resenha do livro Sobrevivendo na

Leia mais

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI GEOGRAFIA Valéria/Fábio 8º UNIDADE VI 01. "Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que algo, de fato, 'DEU ERRADO' na União Soviética. Não havia nenhuma semelhança entre o processo de emancipação socialista

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da TOTVS referente aos resultados do 2T14. Estão presentes os senhores Alexandre Mafra, Vice-Presidente Executivo e Financeiro e Vice-Presidente de

Leia mais

Questionário de cibersegurança

Questionário de cibersegurança Nº respostas = 68 «Workshop ''Cibersegurança: aspetos económicos''» 3 Serviços prestados pelos respondentes 2 2 A introdução da diretiva SRI implica custos acrescidos? 7 6 5 4 3 2 Sim Não NS/NR Custos

Leia mais

FUTEBOL BRASILEIRO, DE CULTURA POPULAR À ESPETÁCULO GLOBAL: UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

FUTEBOL BRASILEIRO, DE CULTURA POPULAR À ESPETÁCULO GLOBAL: UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES Niterói RJ: ANINTER-SH/ PPGSD-UFF, 03 a 06 de Setembro de 2012, ISSN 2316-266X FUTEBOL BRASILEIRO, DE CULTURA POPULAR À ESPETÁCULO GLOBAL:

Leia mais

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística?

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? Universidade de São Paulo benjamin@usp.br Synergies-Brésil O Sr. foi o representante da Letras junto à CAPES. O Sr. poderia explicar qual

Leia mais

Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza

Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza Disciplina de Geografia Área de ciências humanas Nova ordem mundial Mundo multipolar Prof. Rafael Souza Porto Alegre 2014 Com o final da União Soviética, a queda do Muro de Berlim, sabemos que apenas um

Leia mais

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Colégio Salesiano São José 8º ano Geografia Professor: Juliano Mudanças no Espaço Geográfico Como ocorrem essas mudanças: Formas; Funções; Fluxos; Modos

Leia mais

XADREZ NAS ESCOLAS E PARA TODOS

XADREZ NAS ESCOLAS E PARA TODOS XADREZ NAS ESCOLAS E PARA TODOS Douglas Silva Fonseca Universidade federal do Tocantins douglasfonseca@uft.edu.br Resumo: O presente trabalho descreve a divulgação do Xadrez Escolar no Estado do Tocantins,

Leia mais

GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA

GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA www.uniube.brpropepmestradorevista GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA SILVA, Eduardo Alex Carvalho Ribeiroi Lívia Rodrigues Acadêmico do Curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas do Centro Federal

Leia mais

BTS Viewer Control. Solução em Acesso Remoto

BTS Viewer Control. Solução em Acesso Remoto BTS Viewer Control Solução em Acesso Remoto Quem somos A BTS IT Solutions é uma empresa brasileira, sediada em Conselheiro Lafaiete - MG, atua como provedor de aplicações desde 2008, possui clientes no

Leia mais

Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas

Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas Margarida M. Krohling Kunsch Introdução No âmbito de uma sociedade cada vez mais complexa, reserva-se à comunicação um papel de crescente

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O economista Otaviano Canuto discute os obstáculos estruturais que atrasam a inovação na economia brasileira, e aponta possíveis soluções.

Leia mais

HISTORIOGRAFIA LINGUÍSTICA: PRINCÍPIOS CONCEPÇÕES Cléria Maria Machado Marcondes¹, Ana Maria Barba de Lima¹

HISTORIOGRAFIA LINGUÍSTICA: PRINCÍPIOS CONCEPÇÕES Cléria Maria Machado Marcondes¹, Ana Maria Barba de Lima¹ Revista da Universidade Ibirapuera - - Universidade Ibirapuera São Paulo, v. 6, p. 52-56, jul/dez. 2013 HISTORIOGRAFIA LINGUÍSTICA: PRINCÍPIOS CONCEPÇÕES Cléria Maria Machado Marcondes¹, Ana Maria Barba

Leia mais

NSA e CIA mantiveram na capital equipe para coleta de dados filtrados de satélite Por Roberto Kaz e José Casado

NSA e CIA mantiveram na capital equipe para coleta de dados filtrados de satélite Por Roberto Kaz e José Casado NSA e CIA mantiveram na capital equipe para coleta de dados filtrados de satélite Por Roberto Kaz e José Casado Funcionou em Brasília, pelo menos até 2002, uma das estações de espionagem nas quais agentes

Leia mais

Revista Especial de Educação Física Edição Digital v. 3, n. 1, novembro 2006.

Revista Especial de Educação Física Edição Digital v. 3, n. 1, novembro 2006. UM ENSAIO SOBRE A DEMOCRATIZAÇÃO DA GESTÃO NO COTIDIANO ESCOLAR: A CONEXÃO QUE FALTA. Noádia Munhoz Pereira Discente do Programa de Mestrado em Educação PPGE/FACED/UFU - noadia1@yahoo.com.br Resumo O presente

Leia mais

DEMOCRACIA. O desafio democrático e a integração econômica. Síntese das conferências e discussões da sexta-feira, 19 de setembro de 1997

DEMOCRACIA. O desafio democrático e a integração econômica. Síntese das conferências e discussões da sexta-feira, 19 de setembro de 1997 DEMOCRACIA O desafio democrático e a integração econômica Síntese das conferências e discussões da sexta-feira, 19 de setembro de 1997 Presidente: Sr. Isidro Muñoz Rivera Presidente do Congresso do Estado

Leia mais

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países.

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. 21/10/2014 Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. O NASCIMENTO DA DISCIPLINA: Ratzel, no contexto

Leia mais

*C38FEB74* PROJETO DE LEI

*C38FEB74* PROJETO DE LEI ** PROJETO DE LEI Altera a Lei nº 12.850, de 2 de agosto de 2013, e a Lei nº 10.446, de 8 de maio de 2002, para dispor sobre organizações terroristas. O CONGRESSO NACIONAL decreta: alterações: Art. 1º

Leia mais

Prof. Nilo Jeronimo Vieira General Coordinator. www.nrifatec.wordpress.com

Prof. Nilo Jeronimo Vieira General Coordinator. www.nrifatec.wordpress.com Prof. Nilo Jeronimo Vieira General Coordinator 1 Agradecimentos! 2 As Relações Internacionais. O profissional de Relações Internacionais. O mercado de Trabalho. As Relações Internacionais e o Ensino Superior.

Leia mais

Revista de História ISSN: 0034-8309 revistahistoria@usp.br Universidade de São Paulo Brasil

Revista de História ISSN: 0034-8309 revistahistoria@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Revista de História ISSN: 0034-8309 revistahistoria@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Queler, Jefferson José DÁVILA, JERRY. HOTEL TRÓPICO: O BRASIL E O DESAFIO DA DESCOLONIZAÇÃO AFRICANA (1950-1980

Leia mais

EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE Tatiana Feitosa de Britto 1 A Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) tem como tema o futuro que queremos, proporcionando uma oportunidade

Leia mais

1 Um guia para este livro

1 Um guia para este livro PARTE 1 A estrutura A Parte I constitui-se de uma estrutura para o procedimento da pesquisa qualitativa e para a compreensão dos capítulos posteriores. O Capítulo 1 serve como um guia para o livro, apresentando

Leia mais

Margarida Maria Krohling Kunsch, entrevistada desta edição da Revista Comunicação & Informação, é uma das principais pesquisadoras

Margarida Maria Krohling Kunsch, entrevistada desta edição da Revista Comunicação & Informação, é uma das principais pesquisadoras Entrevista Margarida Kunsch Margarida Maria Krohling Kunsch, entrevistada desta edição da Revista Comunicação & Informação, é uma das principais pesquisadoras no campo das relações públicas e da comunicação

Leia mais

UNASUL convida Guiana para integrar-se ao Conselho de Defesa*

UNASUL convida Guiana para integrar-se ao Conselho de Defesa* UNASUL convida Guiana para integrar-se ao Conselho de Defesa* Brasília - O Secretário-Geral da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), Ernesto Samper Pizano, convidou o presidente da Guiana, David Granger,

Leia mais

As manifestações de junho e a política no Br asil contemporâneo: um convite ao debate

As manifestações de junho e a política no Br asil contemporâneo: um convite ao debate As manifestações de junho e a política no Br asil contemporâneo: um convite ao debate 372 Marco Antonio dos Santos Teixeira é doutorando em Sociologia pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade

Leia mais

Capitalismo na China é negócio de Estado e no Brasil é negócio de governo*

Capitalismo na China é negócio de Estado e no Brasil é negócio de governo* Capitalismo na China é negócio de Estado e no Brasil é negócio de governo* Carlos Sidnei Coutinho** Cenário Mundial na primeira década do século XXI Os Estados soberanos se destacam como garantidores,

Leia mais

A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente.

A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente. SUMÁRIO EXECUTIVO. Bolha chinesa ainda pode cair mais 10%; Uma guerra monetária; FED não irá subir os juros; BCB terá que subir ainda a SELIC. A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente. O mundo

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

RECURSOS DIDÁTICOS E SUA UTILIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA

RECURSOS DIDÁTICOS E SUA UTILIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA RECURSOS DIDÁTICOS E SUA UTILIZAÇÃO NO ENSINO DE MATEMÁTICA Resumo: Com o enfoque na metodologia de resolução de problemas, nós, bolsistas do PIBID Matemática da UFPR, elaboramos algumas atividades destinadas

Leia mais

O ATO DE ESTUDAR 1. (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.)

O ATO DE ESTUDAR 1. (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.) O ATO DE ESTUDAR 1 (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.) Paulo Freire, educador da atualidade, aponta a necessidade de se fazer uma prévia reflexão sobre o sentido do estudo. Segundo suas palavras:

Leia mais

Planejamento Estratégico AESABESP 2009/ 2012. OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público

Planejamento Estratégico AESABESP 2009/ 2012. OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público Planejamento Estratégico 2009/ 2012 OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público Definição OSCIP é uma qualificação decorrente da lei 9.790 de 23/03/99. São organizações da sociedade civil

Leia mais

Palavras-chave: mídia, sociedade de cultura, meios de comunicação de massa.

Palavras-chave: mídia, sociedade de cultura, meios de comunicação de massa. MÍDIA, IDENTIDADE CULTURAL E SOCIEDADE Viviane L Martins Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP Resumo Este artigo visa uma breve análise sobre o modo como a mídia interage com a sociedade de cultura.

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 12 O BRASIL NEOLIBERAL E OS DESAFIOS PARA O SÉCULO XXI Como pode cair no enem A desconcentração industrial verificada no Brasil, na última década, decorre, entre outros fatores,

Leia mais

S e g u r a n ç a. d a. I n f o r m a ç ã o 2007

S e g u r a n ç a. d a. I n f o r m a ç ã o 2007 S e g u r a n ç a d a I n f o r m a ç ã o 2007 Uma corrente não é mais forte do que seu elo mais fraco. Tem medo de ataques? Tranque sua rede numa sala!. Só gerenciamos aquilo que medimos, só medimos aquilo

Leia mais

CRITICA A ATUAL CONJECTURA DOS DIREITOS HUMANOS E INSERÇÃO DO IMIGRANTE DENTRO DO ESPAÇO PÚBLICO BRASILEIRO 1

CRITICA A ATUAL CONJECTURA DOS DIREITOS HUMANOS E INSERÇÃO DO IMIGRANTE DENTRO DO ESPAÇO PÚBLICO BRASILEIRO 1 CRITICA A ATUAL CONJECTURA DOS DIREITOS HUMANOS E INSERÇÃO DO IMIGRANTE DENTRO DO ESPAÇO PÚBLICO BRASILEIRO 1 Tiago Baptistela 2 Hermes Dode 3 Giuliana Redin 4 RESUMO O sistema brasileiro de migrações

Leia mais

ESTADOS UNIDOS versus ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS: UMA RELAÇÃO DE FORÇA, PODER E INTERESSE

ESTADOS UNIDOS versus ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS: UMA RELAÇÃO DE FORÇA, PODER E INTERESSE ESTADOS UNIDOS versus ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS: UMA RELAÇÃO DE FORÇA, PODER E INTERESSE Micheli Lima de Fontes, 5º período A Organização das Nações Unidas (ONU) foi criada baseada na jusfilosofia

Leia mais

Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais

Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Análise Segurança / Desenvolvimento Vinícius Alvarenga 29 de outubro de 2004 1 Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Análise

Leia mais

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Segurança da Informação Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Cenário Atual Era da Informação e da Globalização: Avanços da Tecnologia da Informação; Avanços

Leia mais

Os BRICS no capitalismo transnacional

Os BRICS no capitalismo transnacional Os BRICS no capitalismo transnacional William Robinson O s BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) são países considerados, pelos sistemas mundiais e por vários analistas, como estados ou

Leia mais

FALANDO A SUA LÍNGUA.

FALANDO A SUA LÍNGUA. A ÚNICA COLEÇÃO DE PORTUGUÊS COM CONTEÚDO DIGITAL E A ÚNICA APROVADA PELO MEC SEM RESSALVAS. PORTUGUÊS PNLD 2015 FALANDO A SUA LÍNGUA. Conectad@ com o seu mundo. MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA LEYA

Leia mais

Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016

Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016 Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016 1. Introdução... 3 1.1. Orientações Gerais... 3 2. Principais Objetivos... 4 3. Direcionadores Estratégicos... 4 4. Ações realizadas...

Leia mais

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE Adriele Albertina da Silva Universidade Federal de Pernambuco, adrielealbertina18@gmail.com Nathali Gomes

Leia mais

Políticas Públicas de Fomento ao Cooperativismo *

Políticas Públicas de Fomento ao Cooperativismo * Políticas Públicas de Fomento ao Cooperativismo * Introdução Euclides André Mance México, DF, 19/10/2007 No desenvolvimento do tema desta mesa, trataremos de três aspectos, a saber: a) de que cooperativismo

Leia mais

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Domingues, Petrônio TELLES, Edward.

Leia mais

1. Introdução. 1.1 Contextualização do problema e questão-problema

1. Introdução. 1.1 Contextualização do problema e questão-problema 1. Introdução 1.1 Contextualização do problema e questão-problema A indústria de seguros no mundo é considerada uma das mais importantes tanto do ponto de vista econômico como do ponto de vista social.

Leia mais

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL Gabriel Weiss Maciel Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Henrique Cabral Faraco Universidade do Estado de Santa Catarina,

Leia mais

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN e Responsabilidades do interesse público em relação aos Direitos Humanos e Valores Democráticos Terça feira, 24 de junho de 2014 09:00 a 09:30 ICANN

Leia mais

WWW.ULIGUE.CZ.CC COMO O NSA RETÉM INFORMAÇÕES

WWW.ULIGUE.CZ.CC COMO O NSA RETÉM INFORMAÇÕES Há pouco tempo, um ex-espião especialista do NSA (National Security Agency), Edward Snowden, divulgou algumas atividades cibernéticas que envolviam quebra de sigilo. O mundo ficou estarrecido com a invasão

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Princesa Isabel de Educação e Cultura UF: SP ASSUNTO: Consulta sobre validade dos diplomas de mestrado

Leia mais

O CASO A GUERRA DO CONTESTADO

O CASO A GUERRA DO CONTESTADO O CASO A GUERRA DO CONTESTADO Logo no início do século XX pairava no ar um clima de instabilidade na região sul do país, devido às diferenças entre grupos sociais, as quais se acentuaram e geraram um conflito

Leia mais

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05 - Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 67 02/09/05 a 08/09/05 Lula faz um balanço da política externa O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço de sua política externa na cerimônia

Leia mais

Termo de Referência para contratação de consultor na modalidade Produto

Termo de Referência para contratação de consultor na modalidade Produto TÍTULO DO PROJETO: Consolidação da capacidade institucional com vistas a melhoria dos processos de monitoramento e avaliação dos programas de fomento voltados para a Educação Básica e para o Ensino Superior.

Leia mais

podres mecanismo de seleção no acesso às escolas municipais de alto prestígio da cidade do Rio de Janeiro (CHAMARELLI, 2007a). Vale destacar que um

podres mecanismo de seleção no acesso às escolas municipais de alto prestígio da cidade do Rio de Janeiro (CHAMARELLI, 2007a). Vale destacar que um 1. Introdução Tomo consciência de mim, originalmente, através do outro: deles recebo a palavra, a forma e o tom que servirão à formação original da representação que terei de mim mesmo. (BAKHTIN, 1992,

Leia mais

Projeto Mancala. Objetivo. Objetivo linguístico. Etapas e duração. Procedimentos. Aula 1

Projeto Mancala. Objetivo. Objetivo linguístico. Etapas e duração. Procedimentos. Aula 1 Projeto Mancala Objetivo Aprender sobre jogos de Mancala. Os Mancalas constituem uma família de jogos africanos em que o tabuleiro consiste de duas, três ou quatro fileiras de buracos, nos quais são distribuídas

Leia mais

SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga

SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga 24.11.2006 SEMINÁRIO 'AS NOVAS FRONTEIRAS E A EUROPA DO FUTURO' (24.11.2006) Braga 'A EUROPA DO FUTURO NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS' A Europa cada vez é mais requisitada no mundo em todos os domínios: cooperação

Leia mais

Sample text here. O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade

Sample text here. O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade Apresentação cedida, organizada e editada pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila Objetivo:

Leia mais

Workshop Cooperação Internacional e rede de cidades

Workshop Cooperação Internacional e rede de cidades Workshop Cooperação Internacional e rede de cidades Vicente Trevas, Vice-Presidente da RIAD e Subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República do Brasil. Inicialmente, gostaria de colocar algumas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Questões Objetivas

LÍNGUA PORTUGUESA. Questões Objetivas TEXTO 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 LÍNGUA PORTUGUESA Questões Objetivas AS QUESTÕES DE 1 A 4 REFEREM-SE AO TEXTO 1. O Google não quer que você veja isto aqui Quartéis, fronteiras, zonas de guerra; conheça os

Leia mais

Direito a inclusão digital Nelson Joaquim

Direito a inclusão digital Nelson Joaquim 1 Direito a inclusão digital Nelson Joaquim Vivemos num mundo globalizado, numa sociedade da informação e do conhecimento. A inclusão digital faz parte do direito à educação, até porque as novas tecnologias

Leia mais

Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013

Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013 Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013 RELATÓRIO CIBERAMEAÇAS B2B 2O13 Lisboa, 18 de Dezembro de 2013 O uso alargado

Leia mais

Desafios para a gestão escolar com o uso de novas tecnologias Mariluci Alves Martino

Desafios para a gestão escolar com o uso de novas tecnologias Mariluci Alves Martino Desafios para a gestão escolar com o uso de novas tecnologias Mariluci Alves Martino A escola e a gestão do conhecimento Entender as instituições educacionais pressupõe compreendê-las e colocá-las em relação

Leia mais

As relações Rússia e China na primeira década do século XXI 1

As relações Rússia e China na primeira década do século XXI 1 Universidade do Vale do Itajaí Curso de Relações Internacionais LARI Laboratório de Análise de Relações Internacionais Região de Monitoramento: Rússia LARI Fact Sheet Agosto/Setembro de 2010 As relações

Leia mais

DDoS: como funciona um ataque distribuído por negação de serviço

DDoS: como funciona um ataque distribuído por negação de serviço DDoS: como funciona um ataque distribuído por negação de serviço Entenda como aconteceu a queda dos servidores dos sites do governo brasileiro Por Fabio Jordão em 24 de Junho de 2011 Está repercutindo

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Recursos Humanos 2ª Série Processos Gerenciais A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por

Leia mais

Análise de Conjuntura

Análise de Conjuntura Câmara dos Deputados Consultoria Legislativa Análise de Conjuntura Boletim periódico da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados Os textos são da exclusiva responsabilidade de seus autores. O boletim

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA DA ORDEM PÚBLICA 1

ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA DA ORDEM PÚBLICA 1 1 ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA DA ORDEM PÚBLICA 1 Jacqueline Muniz Domício Proença Júnior Grupo de Estudos Estratégicos - GEE/COPPE-UFRJ Restaurar a ordem pública nas grandes cidades é um desafio planetário.

Leia mais

LISTA 5A. Conceitos importantes: 1) Determinantes da produção e da produtividade de um país 2) Financiamento do investimento: poupança

LISTA 5A. Conceitos importantes: 1) Determinantes da produção e da produtividade de um país 2) Financiamento do investimento: poupança LISTA 5A Conceitos importantes: 1) Determinantes da produção e da produtividade de um país 2) Financiamento do investimento: poupança 3) Poupança, crescimento econômico e sistema financeiro 4) Mercado

Leia mais

Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China

Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China Análise Segurança Cândida Cavanelas Mares 22 de junho de 2006 Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da

Leia mais

OBJETIVO DO COMPONENTE CURRICULAR: Dar ao aluno uma visão sobre segurança e auditoria de sistemas, includindo estudo

OBJETIVO DO COMPONENTE CURRICULAR: Dar ao aluno uma visão sobre segurança e auditoria de sistemas, includindo estudo Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

GEOPOLÍTICA PORTUGUESA DO SÉC. XXI: PERSPECTIVA E PROSPECTIVA

GEOPOLÍTICA PORTUGUESA DO SÉC. XXI: PERSPECTIVA E PROSPECTIVA Maria Sousa Galito Abril 2014 GEOPOLÍTICA PORTUGUESA DO SÉC. XXI: PERSPECTIVA E PROSPECTIVA Índice da Apresentação Objectivos Gerais e Contexto da Investigação Justificação da Relevância e Actualidade

Leia mais

macros & micros 5 pontos sobre o Mercado de Luxo no Brasil

macros & micros 5 pontos sobre o Mercado de Luxo no Brasil macros & micros 5 pontos sobre o Mercado de Luxo no Brasil Brasil Ostentação: o consumidor brasileiro de luxo ainda está na fase de deslumbramento A característica principal em nosso país é de um consumidor

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 66/2013 Aprova o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, na categoria Especialização, denominado

Leia mais

1) a) Caracterize a Nova Ordem Econômica Mundial;

1) a) Caracterize a Nova Ordem Econômica Mundial; 1) a) Caracterize a Nova Ordem Econômica Mundial; A Nova Ordem Econômica Mundial insere-se no período do Capitalismo Financeiro e a doutrina econômica vigente é o Neoliberalismo. Essa Nova Ordem caracteriza-se

Leia mais

QUALIDADE. Avaliação positiva

QUALIDADE. Avaliação positiva EXPEDIENTE 06 QUALIDADE Ter um modelo de processos bem definido não é uma tarefa simples. Uma certificação ou avaliação que garanta a qualidade deles, menos ainda. O custo para obtê-las é alto, fato que

Leia mais

ATORES DA LICITAÇÃO POR SRP E IMPLICAÇÕES DO NOVO REGULAMENTO Nº 7.892/2013

ATORES DA LICITAÇÃO POR SRP E IMPLICAÇÕES DO NOVO REGULAMENTO Nº 7.892/2013 1 ATORES DA LICITAÇÃO POR SRP E IMPLICAÇÕES DO NOVO REGULAMENTO Nº 7.892/2013 Por: Flavia Daniel Vianna Advogada especialista e instrutora na área das licitações e contratos administrativos. Pós-graduada

Leia mais

HIERARCHY IN INTERNATIONAL RELATIONS 1

HIERARCHY IN INTERNATIONAL RELATIONS 1 .. RESENHA Bookreview HIERARCHY IN INTERNATIONAL RELATIONS 1 Gustavo Resende Mendonça 2 A anarquia é um dos conceitos centrais da disciplina de Relações Internacionais. Mesmo diante do grande debate teórico

Leia mais

FACCAMP - FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS

FACCAMP - FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS FACCAMP - FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS 1. Nome do Curso e Área do Conhecimento Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Índice. Sumário Executivo 2. Índice de Tabelas e Gráficos 5. Introdução 12. Argentina 17. Brasil 31. Chile 45. Colômbia 58. México 72.

Índice. Sumário Executivo 2. Índice de Tabelas e Gráficos 5. Introdução 12. Argentina 17. Brasil 31. Chile 45. Colômbia 58. México 72. Índice Sumário Executivo 2 Índice de Tabelas e Gráficos Introdução 12 Argentina 17 Brasil 31 Chile 4 Colômbia 8 México 72 Conclusão 86 Notas Metodológicas 96 É proibida a reprodução parcial ou total de

Leia mais

Rádio Escola Uma experiência de form(ação) de professores e alunos da educação básica

Rádio Escola Uma experiência de form(ação) de professores e alunos da educação básica Rádio Escola Uma experiência de form(ação) de professores e alunos da educação básica José Ruy Henderson Filho 1 Resumo Este trabalho apresenta relato de experiência da formação do Projeto Rádio Escola,

Leia mais

TEXTO 1 1. CONJUNTURA BRASILEIRA. 1.1. As Transformações Recentes

TEXTO 1 1. CONJUNTURA BRASILEIRA. 1.1. As Transformações Recentes TEXTO 1 1. CONJUNTURA BRASILEIRA 1.1. As Transformações Recentes O Brasil, do ponto de vista econômico e social, vem sofrendo uma constante mutação em seus principais indicadores básicos como: população;

Leia mais

RELACAO DE PROJETOS VINCULADOS A LINHA ESTUDOS CULTURAIS E COMUNICACAO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS.

RELACAO DE PROJETOS VINCULADOS A LINHA ESTUDOS CULTURAIS E COMUNICACAO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS. RELACAO DE PROJETOS VINCULADOS A LINHA ESTUDOS CULTURAIS E COMUNICACAO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS SOCIAIS. SERGIO LUIZ PEREIRA DA SILVA Memória, identidade e cultura visual: a construção da identidade

Leia mais

DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil RESUMO

DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil RESUMO 1 DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil Willian Dela Rosa Canha FAFIJAN Jaiane Aparecida Pereira FAFIJAN/UEM RESUMO O presente estudo tem por objetivo

Leia mais

O público e o privado em Hannah Arendt A condição Humana

O público e o privado em Hannah Arendt A condição Humana O público e o privado em Hannah Arendt A condição Humana Hannah Arendt na obra A condição Humana trata especificamente da questão do público e do privado. 1) Designa três condições/atividades humanas fundamentais:

Leia mais

Um estudo sobre a segurança e a defesa do espaço cibernético

Um estudo sobre a segurança e a defesa do espaço cibernético Um estudo sobre a segurança e a defesa do espaço cibernético Com o advento da internet, parte da humanidade se viu inserida na sociedade da informação. Várias informações geradas e armazenadas em diferentes

Leia mais

6.1 A Simulação Empresarial tem utilização em larga escala nos cursos de Administração, em seus diversos níveis de ensino no Brasil?

6.1 A Simulação Empresarial tem utilização em larga escala nos cursos de Administração, em seus diversos níveis de ensino no Brasil? 195 6 Discussão Neste capítulo, são discutidos os resultados apresentados nas suas unidades de pesquisa e a relação existente entre cada uma dessas unidades. Assim, este capítulo traz subsídios para a

Leia mais

Defesa Cibernética: Aspectos Conceituais e Práticos Painel Terrorismo; Ilícitos Transnacionais e a Defesa Cibernética - Principais ameaças

Defesa Cibernética: Aspectos Conceituais e Práticos Painel Terrorismo; Ilícitos Transnacionais e a Defesa Cibernética - Principais ameaças Defesa Cibernética: Aspectos Conceituais e Práticos Painel Terrorismo; Ilícitos Transnacionais e a Defesa Cibernética - Principais ameaças terroristas - Tráfico de pessoas, armas e drogas - Defesa Cibernética

Leia mais