Patologias periodontais pouco frequentes O que fazer?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Patologias periodontais pouco frequentes O que fazer?"

Transcrição

1 Patologias periodontais pouco frequentes O que fazer? Pedro Lopes Costa, DDS, MSc Assistente convidado Periodontologia F.M.D.U.L.; Mestre em Peridontologia; Pós-Graduado em Periodontologia e Implantes

2

3 Aumento de volume gengival (AVG) associado à toma de medicação Gengivites hormonais Gengivite descamativa Doenças periodontais necrosantes

4

5 Causa principal: Bactérias

6 Doença periodontal Doença de causa multifactorial. Ambiente Hospedeiro Microorganismos Offenbacher,1996

7 Aumento de volume gengival (AVG) associado à toma de medicação

8 Aumento de volume gengival (AVG) associado à toma de medicação MEDICAÇÃO SISTÉMICA Anti-hipertensores Imunossupressores Antiepiléticos

9 Mecanismo de acção Todos os grupos de fármacos que induzem aumento volume gengival alteram o metabolismo do cálcio, influenciando o fluxo de Ca2+/Na+ através da membrana celular Nery PM. et al. (1995

10 Mecanismo de acção Redução da produção de colagenases ou produção colagenases inactivas aumento da matriz extracelular acumulação colagénio nos tecidos Nery PM. et al. (1995

11 Mecanismo de acção Aumento da matriz extra-celular Aumento do Volume Gengival Nery PM. et al. (1995

12 Quadro clínico (Manifestações semelhantes para todos os fármacos) Alteração textura, consistência e cor da gengiva Não há AVG em áreas desdentadas. Só afecta a gengiva Inicia-se nos sectores anteriores em interproximal, desenvolve-se a partir do sulco gengival. Nery PM. et al. (1995); Fardal & Lygre 201

13 O que fazer?

14 Tratamento Instrução e motivação higiénica Destartarização e remoção de todos os factores retentores de placa Alisamento radicular Encaminhamento para Periodontologista Nery PM. et al. (1995); Fardal & Lygre 201

15 Tratamento pelo periodontologista Antes Após tratamento

16 Tratamento de suporte em Higiene Oral Consultas de 3 em 3 meses Instrução higiénica Controlo de placa Destartarização e Alisamento se necessário Nery PM. et al. (1995); Fardal & Lygre 201

17 Gengivites hormonais

18 Gengivites hormonais São provocadas pela alteração dos níveis de estrogénio e progesterona no sangue ao longo da vida Mariotti A. 199

19 Gengivites hormonais Situações associadas a gengivites hormonais: Puberdade Ciclo menstrual Gravidez Anti-conceptivos orais Menopausa Mariotti A. 199

20 Mecanismo de acção Î percentual P. intermedia Edema fisiológico Relaxamento das fibras de colagénio Aumento da queratinização Vasodilatação Mariotti A. 199

21 Quadro clínico Inflamação intensa Edema exuberante Hemorragia Aumento de volume gengival Excepto Menopausa Descamação epitelial Mariotti A. 199

22 O que fazer?

23 Tratamento Gengivite ou aumento gengival Instrução e motivação higiénica Destartarização e remoção de todos os factores retentores de placa Alisamento radicular Manutenção 3 em 3 meses Toma Anti-conceptivos caso não responda tratamento consultar médico assistente

24 Tratamento Granuloma piogénico (associado gravidez) Encaminhar para Periodontologista Após tratamento Manutenção 3 em 3 meses

25 Gengivites descamativas

26 Gengivite descamativa Gengivite não associada à placa bacteriana; Pode existir uma gengivite associada à placa sobreposta. Manifestação na cavidade oral de uma doença sistémica. Penfigóide Al-Abeedi F et al. 201

27 Gengivite descamativa Patologias sistémicas associadas às gengivites descamativas: - Líquen plano oral - Penfigóide - Pênfigo vulgar -... Penfigóide Al-Abeedi F et al. 201

28 Líquen plano oral Manifestações intra-orais: Manifestações extra-orais: Lesões reticulares Lesões em placa Pápulas Lesões atróficas Lesões em pápula

29 Penfigóide (Penfigóide membranoso mucoso benigno) Manifestações intra-orais: Manifestações extra-orais: Lesão atrófica Lesão bulhosa Sinal Nicholsky Lesão ocular Lesão ulcerativa

30 Pênfigo vulgar Manifestações intra-orais: Manifestações extra-orais: Lesão atrófica Sinal Nicholsky Erosões Lesão ulcerativa

31 Quadro clínico - Eritema gengival - Lesões atróficas/erosivas/ulcerativas da mucosa - Lesões bolhosos dificilmente visíveis - Dor - Sensação de queimadura - Intolerância aos alimentos ácidos e condimentados Al-Abeedi F et al. 201

32 O que fazer?

33 Tratamento Instrução e motivação higiénica (escovagem suave) Destartarização e polimento (tratamento o menos invasivo possível) Encaminhar para Dermatologista e Periodontologista

34 Tratamento de suporte periodontal Após controlo da doença muco-cutânea Manutenção de 3 em 3 meses

35 Doenças periodontais necrosantes

36 Doenças periodontais necrosantes Gengivite Ulcerativa Necrosante (GUN) Periodontite Ulcerativa Necrosante (PUN) Estomatite Ulcerativa Necrosante Mesma patologia, mas em diferentes fases de evolução Noma? Armitage e cols. 1999

37 Factores predisponentes Stress físico e psicológico (militares e estudantes) Subnutrição Doentes imunocomprometidos Hábitos tabágicos Má higiene oral Armitage e cols. 1999

38 Quadro clínico Principais características dor gengival necrose das papilas interdentárias (úlceras interproximais - crateras interproximais papila invertida) hemorragia. Corbet 2004

39 Quadro clínico Características nem sempre presentes pseudomembrana a cobrir as lesões hálito fétido febre e mal estar adenopatias cadeia ganglionar sub-mandibular. Corbet 2004

40 Evolução das lesões ulcerativas Iniciam-se Na ponta das papilas, normalmente na mandíbula. Estendem-se Para a gengiva marginal. Gengiva vestibular mais afectada do que lingual ou palatina Entre a margem da lesão da necrose e o tecido gengival saudável existe um eritema linear. Corbet 2004

41 O que fazer?

42 Tratamento 1. Tratamento da fase aguda 2. Tratamento suporte

43 Corbet 2004 Tratamento - fase aguda Controlar a dor (Analgésicos) Destartarização ultra-sónica com mínimo de pressão Encaminhar para Periodontologista

44 Cuidados de higiene oral evitar escovar a zona das úlceras atrasa a cicatrização controlo químico da placa bacteriana Bochecha com clorohexidina a 0.2%, 2x/dia 14 dias Gjermo 1974 Bochechar com água oxigenada diluída em partes iguais em água MacPhee & Cowley 1981 Corbet 2004

45 Tratamento suporte Consultas de manutenção com intervalos curtos 3 em 3 meses Corbet 2004

46 CONCLUSÕES ESTAR ALERTA... Conhecer as características das diferentes patologias pouco frequentes Resolver a queixa e explicar a patologia Encaminhar Acompanhar tratamento de suporte

47 Obrigado!

Doença Periodontal na Infância

Doença Periodontal na Infância Universidade de São Paulo Faculdade de Odontologia Doença Periodontal na Infância Profa. Dra. Ana Estela Haddad Camilla V. Galatti / Dr. Cássio Alencar Doença periodontal é uma afecção da fase adulta?

Leia mais

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DAS DOENÇAS PERIODONTAIS PERIODONTIA

PREVENÇÃO E TRATAMENTO DAS DOENÇAS PERIODONTAIS PERIODONTIA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DAS DOENÇAS PERIODONTAIS Cirurgiã-Dentista CONCEITO: PERIODONTIA Especialidade Odontológica que estuda os tecidos normais e as doenças do sistema de implantação e sustentação dos

Leia mais

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência

A gengivite é uma inflamação das gengivas provocada por acumulação de placa bacteriana e tártaro como consequência Periodontologia É a disciplina da medicina dentária que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças das gengivas e das estruturas de suporte dos dentes. A inflamação e o sangramento das

Leia mais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida. Fundamentação Teórica: Odontologia geriátrica

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida. Fundamentação Teórica: Odontologia geriátrica CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida : Maria Angela M. Mimura As alterações e patologias apresentadas no caso de Dona Margarida são diversas e de etiologias diferentes, portanto serão tratadas por itens de modo

Leia mais

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO EM PERIODONTIA 1 - DIAGNÓSTICO 2 - TRATAMENTO PERIODONTAL 3 - ACOMPANHAMENTO

PROTOCOLO DE ATENDIMENTO EM PERIODONTIA 1 - DIAGNÓSTICO 2 - TRATAMENTO PERIODONTAL 3 - ACOMPANHAMENTO PROTOCOLO DE ATENDIMENTO EM PERIODONTIA 1 - DIAGNÓSTICO 2 - TRATAMENTO PERIODONTAL 3 - ACOMPANHAMENTO 1. DIAGNÓSTICO 1.1- ANAMNESE 1.2- EXAMES COMPLEMENTARES 1.3- AVALIAÇÕES CLÍNICA 1.1. ANAMNESE História

Leia mais

Doença Periodontal Orientações para manter uma boca saudável Anatomia Estrutura saudável Gengivas A A figura mostra as gengivas de uma pessoa que tenha a constituição clara. As pessoas de pele escura têm

Leia mais

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA Cirurgia Oral A Cirurgia Oral é uma especialidade da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de patologias dos tecidos moles e tecidos duros

Leia mais

Gengivite Ulcerativa Necrosante: diagnóstico, tratamento e caso clínico

Gengivite Ulcerativa Necrosante: diagnóstico, tratamento e caso clínico Gengivite Ulcerativa Necrosante: diagnóstico, tratamento e caso clínico 116 Introdução A Gengivite Ulcerativa Necrosante (GUN) é uma infecção gengival oportunista de origem bacteriana. De acordo com a

Leia mais

AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS

AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS Curso: Odontologia 5º Período Disciplina: Patologia Oral e Maxilofacial DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS

Leia mais

Regeneração Membranas de Colagénio

Regeneração Membranas de Colagénio Regeneração Membranas de Colagénio Membrana Dentária Colagénio A Membrana Dentária GT-Medical é fabricada com Atelo-colagénio de tipo I, sem ligações cruzadas adicionais e com uma matriz semi-translúcida,

Leia mais

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO EXAME CLÍNICO DA DOENÇA PERIODONTAL DIAGNÓSTICO PERIODONTAL CONSISTE O DIAGNÓSTICO NA ANÁLISE DO PERIODONTAL HISTÓRICO DO CASO, NA AVALIAÇÃO DOS SINAIS CLÍNICOS E SINTOMAS, COMO TAMBÉM DOS RESULTADOS DE

Leia mais

Visto PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 33. Com relação à mucosa em torno de dentes e de implantes, é correto afirmar que

Visto PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 33. Com relação à mucosa em torno de dentes e de implantes, é correto afirmar que CONCURSO DE ADMISSÃO 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 31. A principal função do periodonto é inserir o dente no tecido ósseo dos maxilares e manter a integridade da

Leia mais

SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER

SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER Girlene E.P.Villa. Especialista em Periodontia, Mestre e Doutora pela FORP-USP Lorene Pereira de Queiroz Casali CD SAÚDE PERIODONTAL NAS FASES DA VIDA DA MULHER As variações hormonais alem de afetarem

Leia mais

DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS

DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS Curso: Graduação em Odontologia 4º e 5º Períodos Disciplina: Patologia Oral DOENÇAS AUTO-IMUNES MUCOCUTÂNEAS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 DOENÇAS AUTO-IMUNES

Leia mais

dossier Saúde Oral Sénior Sorriso sem idade Próteses removíveis

dossier Saúde Oral Sénior Sorriso sem idade Próteses removíveis dossier Saúde Oral Sénior Sorriso sem idade Se nos primórdios da vida o Homem era um ser pequeno, com os membros encurvados e os dentes cariados, com a vida a terminar precocemente por volta dos vinte

Leia mais

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( )

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( ) 01. CONSULTA Consulta (exame clínico) 39,00 Consulta (exame clínico "Check-up" sem tratamentos) 29,00 02. MEDICINA DENTÁRIA PREVENTIVA Aplicação tópica de fluor c/ moldeiras 10,00 Selante de fissuras p/dente

Leia mais

Urgência x Emergência

Urgência x Emergência Urgências e Emergências Ambulatoriais em Odontologia Prof. ANDRÉ VIANA - UNIFOR ESPECIALISTA EM ONCOLOGIA FIC MESTRE EM FARMACOLOGIA - FACULDADE DE MEDICINA UFC DOUTORANDO EM FARMACOLOGIA - FACULDADE DE

Leia mais

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000.

Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. [fesehf/cabecalho.htm] Circular 0160/2000 São Paulo, 18 de Maio de 2000. Plano de Saúde Assunto: Rol de Procedimentos Odontológicos para Plano de Saúde Prezado (a) Senhor (a), A Agência Nacional de Saúde

Leia mais

Anatomia do Periodonto. Por Carlos Marcelo da Silva Figueredo,, DDS, MDSc,, PhD cmfigueredo@hotmail.com www.periodontiamedica.com

Anatomia do Periodonto. Por Carlos Marcelo da Silva Figueredo,, DDS, MDSc,, PhD cmfigueredo@hotmail.com www.periodontiamedica.com Anatomia do Periodonto Por Carlos Marcelo da Silva Figueredo,, DDS, MDSc,, PhD cmfigueredo@hotmail.com Periodonto Normal Anatomia macroscópica Anatomia microscópica Anatomia macroscópica Gengiva Ligamento

Leia mais

Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10

Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Bucal CID 10 K00 - Distúrbios do Desenvolvimento e da Erupção Dos Dentes K00.0 - Anodontia K00.1 - Dentes Supranumerários

Leia mais

2 Este Caderno contém uma proposta de Redação e trinta questões de múltipla escolha

2 Este Caderno contém uma proposta de Redação e trinta questões de múltipla escolha CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva MESTRADO EM ODONTOLOGIA INSTRUÇÕES 1 Na parte inferior desta capa, escreva seu nome completo, em letra de forma e assine no local

Leia mais

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA PERIODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITO: Biossegurança e Orientação Profissional Odontológica; Diagnóstico por Imagem I; Patologia Buço Denta. 2. EMENTA: O aluno

Leia mais

A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 295/08 CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: a regionalização dos serviços de saúde no Sistema Único de Saúde conforme PDR/RS; a

Leia mais

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos.

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos. Plano Odontologico CONHEÇA O SEU PLANO O plano oferecido pela sua Empresa junto à Prodent possui ampla cobertura nas principais especialidades odontológicas, para que você e seus dependentes possam cuidar

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ESTUDAR COM ATENÇÃO AMPLIAR AS IMAGENS PARA OBSERVAR OS DETALHES O periodonto (peri= em redor de; odontos = dente) compreende a gengiva, o ligamento periodontal,

Leia mais

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO

RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DO MEDICAMENTO 1.NOME DO MEDICAMENTO Corsodyl Dental 2 mg/ml solução para lavagem da boca 2.COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA Cada mililitro de Corsodyl Dental solução para

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

dossier Alimentação e dentição Relação amor-ódio Os inimigos

dossier Alimentação e dentição Relação amor-ódio Os inimigos Alimentação e dentição Relação amor-ódio A dieta e a nutrição têm um papel essencial no desenvolvimento e manutenção da integridade de tecidos orais e dentários. Até que ponto pode a alimentação influenciar

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil 1 DIAGNÓSTICO 1.1 Consulta Clínico 1.2 Consulta Especialista 1.3 Condicionamento em Odontologia para crianças

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Periogard 0,2 % solução bucal Cloro-hexidina, gluconato Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode

Leia mais

Doenças gengivais induzidas por placa

Doenças gengivais induzidas por placa Doenças gengivais induzidas por placa Definição Inflamação dos tecidos gengivais sem afetar irreversivelmente o aparato de inserção Classificação (AAP 1999) Doenças Gengivais Induzidas por placa Não

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 P L A N O D E C U R S O

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 P L A N O D E C U R S O FACULDADE INDEPENDENE DO NORDESE CURSO ODONOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: HISOLOGIA BUCO-DENAL Código:ODO

Leia mais

Odontologia 1. A expressão pesquisa envolvendo seres humanos, de acordo com a Resolução CNS nº196/96, diz respeito a: a. Toda pesquisa realizada direta ou indiretamente com seres humanos; b. Toda pesquisa

Leia mais

Sistema Digestório - Boca, Faringe e Esôfago

Sistema Digestório - Boca, Faringe e Esôfago Sistema Digestório - Boca, Faringe e Esôfago Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional III juliana.pinheiro@kroton.com.br O Sistema Digestório consiste em um tubo que se inicia na boca e termina no

Leia mais

I. DOS PRÉ-REQUISITOS.

I. DOS PRÉ-REQUISITOS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UFSM FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA INTEGRADA

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PERIODONTISTA

ADMINISTRAÇÃO PERIODONTISTA ADMINISTRAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001 /2006 QUESTÃO 01 A cárie ainda é a principal doença bucal que acomete a população brasileira. Em relação à cárie, pode-se observar

Leia mais

MANIFESTAÇÕES BUCAIS DAS LEUCEMIAS AGUDAS NA INFÂNCIA ORAL MANIFESTATIONS OF ACUTE LEUKEMIA IN CHILDREN

MANIFESTAÇÕES BUCAIS DAS LEUCEMIAS AGUDAS NA INFÂNCIA ORAL MANIFESTATIONS OF ACUTE LEUKEMIA IN CHILDREN Arq bras odontol 2008; 4(1): 40-54 ISSN 1808-2998 MANIFESTAÇÕES BUCAIS DAS LEUCEMIAS AGUDAS NA INFÂNCIA ORAL MANIFESTATIONS OF ACUTE LEUKEMIA IN CHILDREN Fernanda Medeiros Carneiro 1, Luis Cândido Pinto

Leia mais

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL E MAXILOFACIAL Graduação em Odontologia - 5º Período PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 GRANULOMA

Leia mais

Cuidados dentários em cães e gatos

Cuidados dentários em cães e gatos Anátomo-Fisiologia Estrutura do dente (fig. 1) Cuidados dentários em cães e gatos Externamente divide-se em duas áreas: coroa (superfície para fora da junção com a margem gengival) e a raiz (porção para

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS

CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA CLASSIFICAÇÃO E EPIDEMIOLOGIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS Parte II Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com

Leia mais

VETSET HOSPITAL VETERINÁRIO DOENÇA PERIODONTAL

VETSET HOSPITAL VETERINÁRIO DOENÇA PERIODONTAL VETSET HOSPITAL VETERINÁRIO DOENÇA PERIODONTAL É a doença da cavidade oral que ocorre com maior frequência no cão e no gato. É uma infeção que afeta os dentes e os seus tecidos de suporte (periodonto).

Leia mais

COBERTURA DA APÓLICE BRADESCO DENTAL SPG 5 A 49 VIDAS

COBERTURA DA APÓLICE BRADESCO DENTAL SPG 5 A 49 VIDAS ANS BRADESCO DENTAL DIAGNÓSTICO CONSULTA INICIAL EXAME HISTOPATOLÓGICO URGÊNCIA/EMERGÊNCIA COLAGEM DE FRAGMENTOS CURATIVO E/OU SUTURA EM CASO DE HEMORRAGIA BUCAL/LABIAL CURATIVO EM CASO DE ODONTALGIA AGUDA

Leia mais

ASSESSORARTE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS

ASSESSORARTE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS ASSESSORARTE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS Prefeitura Municipal de Alumínio Concurso Público 001/2006 8 Dentista Instruções: Não abra o caderno de prova antes de receber autorização do fiscal; Este caderno de

Leia mais

Introdução. Doenças periodontais

Introdução. Doenças periodontais Introdução 1 O objeto de estudo da periodontia são os tecidos que suportam os dentes, o periodonto. Fazem parte do periodonto os tecidos que circundam os dentes e os fixam na maxila e na mandíbula (lat.:

Leia mais

. Classificação Internacional de Doenças CID 10 Capítulo XI - Doenças do Aparelho Digestivo (K00-K93)... 1

. Classificação Internacional de Doenças CID 10 Capítulo XI - Doenças do Aparelho Digestivo (K00-K93)... 1 Sumário. Classificação Internacional de Doenças CID 10 Capítulo XI - Doenças do Aparelho Digestivo (K00-K93)... 1 K00. Distúrbios do desenvolvimento e da erupção dos dentes... 1 K01. Dentes inclusos e

Leia mais

PATOGÊNESE DA DOENÇA PERIODONTAL

PATOGÊNESE DA DOENÇA PERIODONTAL 1 PATOGÊNESE DA DOENÇA PERIODONTAL Introdução: As reações inflamatórias e imunológicas à placa bacteriana representam as características predominantes da gengivite e da periodontite. A reação inflamatória

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS Ana Maria Piovesan Frade Cyro Antunes Zucarino Denise Pittigliani Lopes Maria de Fátima Alexandre Gomes

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS Ana Maria Piovesan Frade Cyro Antunes Zucarino Denise Pittigliani Lopes Maria de Fátima Alexandre Gomes AGRADECIMENTOS ESPECIAIS Ana Maria Piovesan Frade Cyro Antunes Zucarino Denise Pittigliani Lopes Maria de Fátima Alexandre Gomes QUESTÃO 1 O tecido formado por células alongadas, com capacidade de contração

Leia mais

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Programa O curso de pós-graduação em periodontologia da MD Formação em parceria com a Clínica Gingiva de Madrid destina-se a todos os Médicos Dentistas

Leia mais

Descartáveis sim mas com saúde

Descartáveis sim mas com saúde Descartáveis sim mas com saúde A primeira dentição perde-se pelo caminho, mas isso não é desculpa para ignorarmos a sua importância. É na infância que se estabelecem comportamentos, que se definem prioridades,

Leia mais

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Preparo de uma região para cirurgia FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Clinica Integrada II 3º Período Diurno Professores: Carmen Lucia Mueller Storrer Eli Luis Namba Fernando

Leia mais

São causas de mau hálito:

São causas de mau hálito: É possível que eu tenha mau hálito e não saiba? Sim. As pessoas que têm um mau hálito constante, por fadiga olfatória, não percebem o seu próprio hálito. Somente as pessoas que têm períodos de halitose

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

DOS TECIDOS BUCAIS. Periodontopatias. Pulpopatias. Periapicopatias TIPOS: -INCIPIENTE -CRÔNICA -HIPERPLÁSICA. Causada pelo biofilme bacteriano

DOS TECIDOS BUCAIS. Periodontopatias. Pulpopatias. Periapicopatias TIPOS: -INCIPIENTE -CRÔNICA -HIPERPLÁSICA. Causada pelo biofilme bacteriano LESÕES INFLAMATÓRIAS DOS TECIDOS BUCAIS PERIODONTOPATIAS PERIODONTOPATIAS DOENÇAS DO PERIODONTO Periodontopatias Pulpopatias Periapicopatias Inflamação limitada aos tecidos moles que circundam os dentes(tec.peridentais).

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO EMPREGO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica. Flexão do substantivo (gênero masculino e

Leia mais

Bruna Liliana Leite Freitas. Efeito da terapia periodontal, quando realizada durante a gravidez, na incidência de partos pré-termo

Bruna Liliana Leite Freitas. Efeito da terapia periodontal, quando realizada durante a gravidez, na incidência de partos pré-termo Bruna Liliana Leite Freitas Efeito da terapia periodontal, quando realizada durante a gravidez, na incidência de partos pré-termo Universidade Fernando Pessoa Porto, 2011 Bruna Liliana Leite Freitas Efeito

Leia mais

BRONZE R$ R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00

BRONZE R$ R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00 TABELA DE REEMBOLSO BRONZE R$ Consulta Inicial: Exame clínico e plano de R$ 11,40 tratamento. Exame histopatológico R$ 50,00 Urgência / Emergência Curativo em caso de hemorragia bucal R$ 37,80 Curativo

Leia mais

ANEXO DA RESOLUÇÃO NORMATIVA N.ºxxx Rol de Procedimentos Odontológicos

ANEXO DA RESOLUÇÃO NORMATIVA N.ºxxx Rol de Procedimentos Odontológicos ANEXO DA RESOLUÇÃO NORMATIVA N.ºxxx Rol de Procedimentos Odontológicos Classificam-se como procedimentos de DIAGNÓSTICO: I Consulta inicial II Exame histopatológico III Exame de glicemia consiste em anamnese,

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DO PARANÁ PROMOÇÃO POR COMPETÊNCIAS E HABILIDADES 2012 TÉCNICO DE SAÚDE PÚBLICA ASSISTÊNCIA TÉCNICA DE HIGIENE DENTAL (TSPB02) PROVA

Leia mais

Curso de Atualização Clínica para CD da Estratégia Saúde da Família. Urgências Pulpares. Fábio de Almeida Gomes Universidade de Fortaleza

Curso de Atualização Clínica para CD da Estratégia Saúde da Família. Urgências Pulpares. Fábio de Almeida Gomes Universidade de Fortaleza Curso de Atualização Clínica para CD da Estratégia Saúde da Família Urgências Pulpares Fábio de Almeida Gomes Universidade de Fortaleza Diagnóstico Anamnese Paciente deve ser motivado a relatar a história

Leia mais

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide Lipodistrofia Ginóide Estria Discromia Distúrbios inestéticos O termo "celulite" foi primeiro usado na década de 1920, para descrever uma alteração estética da superfície cutânea (ROSSI & VERGNANINI, 2000)

Leia mais

ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante

ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante 1 Conteúdo Conselho consultivo de especialistas Hugo Roberto Lewgoy, DDS, MSc, PhD, Departamento de Biomateriais. Universidade Bandeirante de São

Leia mais

Um conceito inovador em saúde oral

Um conceito inovador em saúde oral Um conceito inovador em saúde oral Cera Bio-adesiva Barras Palatáveis não é ANTIBACTERIANO, mas sim ANTIPLACA O Dental-B contém RF2, um composto antiplaca que aborda a higiene oral de um modo completamente

Leia mais

Aumento de Volume Gengival induzido por Fármacos

Aumento de Volume Gengival induzido por Fármacos FACULDADE DE MEDICINA DENTÁRIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO Aumento de Volume Gengival induzido por Fármacos Lília Pires Castelo Branco Porto, 2010 Título: Aumento de Volume Gengival induzido por fármacos

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (DÉCIMA REVISÃO - CID-10)

CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (DÉCIMA REVISÃO - CID-10) CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE (DÉCIMA REVISÃO - CID-10) DOENÇAS DA CAVIDADE ORAL, DAS GLÂNDULAS SALIVARES E DOS MAXILARES K00 Distúrbios do desenvolvimento

Leia mais

Microbiologia e Patogênese da Doença Periodontal

Microbiologia e Patogênese da Doença Periodontal INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA Microbiologia e Patogênese da Doença Periodontal Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2012 PATOGÊNESE

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU- USP

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU- USP PARECER CONSUBSTANCIADO DO CEP DADOS DO PROJETO DE PESQUISA Título da Pesquisa: TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA NO TRATAMENTO DA DOENÇA PERIODONTAL EM PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN Pesquisador: Carla

Leia mais

Prezado (a) candidato (a) Coloque seu número de inscrição e nome no quadro abaixo: Nº de Inscrição Nome LÍNGUA PORTUGUESA.

Prezado (a) candidato (a) Coloque seu número de inscrição e nome no quadro abaixo: Nº de Inscrição Nome LÍNGUA PORTUGUESA. [ Caderno 06 ] PBH Área da Saúde Prezado (a) candidato (a) Coloque seu número de inscrição e nome no quadro abaixo: Nº de Inscrição Nome LÍNGUA PORTUGUESA Um Novo Código para um Novo Tempo Roberto Luiz

Leia mais

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS

SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS SAÚDE ORAL DAS PESSOAS IDOSAS Saúde Oral das Pessoas Idosas A saúde oral é considerada como uma parte integrante da saúde geral. As doenças da boca e dos dentes têm consequências negativas na qualidade

Leia mais

http://www.endo-e.com/images/diagnostico/diagnostico.htm

http://www.endo-e.com/images/diagnostico/diagnostico.htm Page 1 of 23 Diagnóstico em Endodontia - endo-e Página Principal O diagnóstico é de fundamental importância em endodontia para determinação do tratamento a ser realizado, sendo definido como a arte de

Leia mais

Índice EQUILIUBRIO HIDROELECTOLITICO E ÁCIDO BASE. Unidade I Princípios Básicos, 2. 1 Revisão do Equilíbrio Hidroelectrolítico, 3

Índice EQUILIUBRIO HIDROELECTOLITICO E ÁCIDO BASE. Unidade I Princípios Básicos, 2. 1 Revisão do Equilíbrio Hidroelectrolítico, 3 Índice EQUILIUBRIO HIDROELECTOLITICO E ÁCIDO BASE Unidade I Princípios Básicos, 2 1 Revisão do Equilíbrio Hidroelectrolítico, 3 Composição dos Fluidos Corporais, 3 Água, 3 Solutos, 4 Espaços dos Fluidos,

Leia mais

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990 Mau Hálito Todas as pessoas têm mau hálito? Se considerássemos o hálito desagradável ao acordar, praticamente 100% da população seria portadora de halitose. Por isso, o hálito da manhã é considerado fisiológico.

Leia mais

A placa dental. 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de 10/11/2008. A placa dental como um biofilme. A placa dental como um biofilme

A placa dental. 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de 10/11/2008. A placa dental como um biofilme. A placa dental como um biofilme 1 ª Jornada Nacional para Técnicos e Auxiliares de Odontologia A placa dental como um biofilme Biofilme Comunidade microbiana relativamente indefinida associada à superfície de qualquer material duro não-descamativo

Leia mais

1 g. de Ulcerase pomada contém 0,6 unidades de colagenase clostridiopeptidase A e enzimas acompanhantes. Excipientes, ver secção 6.1.

1 g. de Ulcerase pomada contém 0,6 unidades de colagenase clostridiopeptidase A e enzimas acompanhantes. Excipientes, ver secção 6.1. Resumo das características do medicamento 1. DENOMINAÇÃO DO MEDICAMENTO Ulcerase 0,6 U/g, Pomada 2. COMPOSIÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA 1 g. de Ulcerase pomada contém 0,6 unidades de colagenase clostridiopeptidase

Leia mais

CAVIDADE BUCAL. Anatomia Aplicada à Odontologia. Prof. Peter Reher, CD, CD, MSc, MSc, PhD PhD

CAVIDADE BUCAL. Anatomia Aplicada à Odontologia. Prof. Peter Reher, CD, CD, MSc, MSc, PhD PhD CAVIDADE BUCAL Anatomia Aplicada à Odontologia CAVIDADE BUCAL Dr. Peter Reher, CD, CD, MSc, PhD PhD Especialista e Mestre em Cirurgia Bucomaxilofacial - UFPel-RS Doutor (PhD) em Cirurgia Maxilofacial -

Leia mais

Módulo de Higiene e Prevenção Oral

Módulo de Higiene e Prevenção Oral 1 de 5 16/04/2013 11:16 Módulo de Higiene e Prevenção Oral Actos Médicos Gratuitos Actos Médicos Gratuitos Consulta de Medicina Dentária / Exame Clínico Consulta urgência Consulta de Reavaliação e/ou Revisão

Leia mais

Air-Lift é diferente porque é mais eficaz

Air-Lift é diferente porque é mais eficaz Hálito naturalmente fresco Air-Lift é uma gama de produtos desenvolvidos para combater o mau hálito. Formulada tendo como base o azeite extra virgem e outros óleos mediterrânicos, Air-Lift atua nos Compostos

Leia mais

Amenorreia Ausência do fluxo menstrual.

Amenorreia Ausência do fluxo menstrual. AAcne Doença da pele típica da adolescência, caracterizada por uma inflamação crónica das glândulas sebáceas, com formação de espinhas e borbulhas, especialmente no rosto e nas costas. Adolescência ou

Leia mais

Alterações da polpa, do periápice e do periodonto

Alterações da polpa, do periápice e do periodonto Disciplina: Patologia Oral Alterações da polpa, do periápice e do periodonto Parte 2 Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2º Semestre - 2012 ALTERAÇÕES DA POLPA, DO PERIÁPICE E DO PERIODONTO PATOLOGIA

Leia mais

Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com

Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com MAU HÁLITO Segundo pesquisa realizada pelo Prof. Daniel Van Steemberg (1999), juntamente com uma equipe de gastroenterologistas, otorrinolaringologistas, psiquiatras e periodontistas da Universidade de

Leia mais

GRUPO 2 1) Calor, rubor, tumor e dor são os sinais cardinais clássicos da inflamação aguda. Qual o quinto sinal? Escolha a afirmação correta: a)

GRUPO 2 1) Calor, rubor, tumor e dor são os sinais cardinais clássicos da inflamação aguda. Qual o quinto sinal? Escolha a afirmação correta: a) GRUPO 2 1) Calor, rubor, tumor e dor são os sinais cardinais clássicos da inflamação aguda. Qual o quinto sinal? Escolha a afirmação correta: a) Diminuição de tamanho b) Perda de estrutura c) Perda de

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS OBJETIVO Este manual foi elaborado para orientar o usuário quanto ao preenchimento das fichas de Coleta de Dados Simplificados (CDS). Esse documento visa descrever

Leia mais

ANATOMIA DO PERIODONTO

ANATOMIA DO PERIODONTO INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA ANATOMIA DO PERIODONTO Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2012 PERIODONTO DE SUSTENTAÇÃO Ligamento

Leia mais

COMO PREVENIR E COMBATER O MAU HÁLITO E OS PROBLEMAS DENTÁRIOS DO MEU CÃO E GATO?

COMO PREVENIR E COMBATER O MAU HÁLITO E OS PROBLEMAS DENTÁRIOS DO MEU CÃO E GATO? Clínica Veterinária de Mangualde Dr. Benigno Rodrigues Dra. Sandra Oliveira COMO PREVENIR E COMBATER O MAU HÁLITO E OS PROBLEMAS DENTÁRIOS DO MEU CÃO E GATO? Sabia que as infecções da boca e dos dentes

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

III curso intensivo em periodontologia

III curso intensivo em periodontologia Porto, Dezembro 2011 / Março 2012 III curso intensivo em periodontologia Com a colaboração da Inscrições abertas III curso intensivo em periodontologia Lugar de realização Centro de Estudos do Amial Clínica

Leia mais

REAÇÕES TECIDUAIS ÀS FORÇAS ORTODÔNTICAS

REAÇÕES TECIDUAIS ÀS FORÇAS ORTODÔNTICAS REAÇÕES TECIDUAIS ÀS FORÇAS S DENTES ORTODONTIA FORÇA MOVIMENTO -Inicialmente,na Era Cristã, preconizava-se pressões digitais nos dentes mal posicionados visando melhorar a harmonia dos arcos dentários.

Leia mais

REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS

REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS REDE NACIONAL DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS Orientações de Abordagem em Cuidados Continuados Integrados ÚLCERAS DE PRESSÃO PREVENÇÃO Outubro 2007 1 INDICE p. 0 Introdução 2 1 Definição de Úlceras

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37. Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37. Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 37 QUESTÃO 17 Em relação à resina composta para restaurações indiretas, é CORRETO afirmar: a) Sua composição química é bem diferente das resinas compostas de uso

Leia mais

DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES

DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES GARCIA, Claudia Zeferino JÚNIOR, José Maria Fernandes ALMEIDA, Marcio Fernando SIMAS, Rafael de Carvalho GIMENEZ, Tiago Favaro BERMEJO, Vanessa Justiniano Discentes do curso

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR

DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR PREFEITURA DE BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE GERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DE SAÚDE BUCAL NA REDE DE SERVIÇOS DA SMSA DOCUMENTO AUXILIAR COORDENAÇÃO TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL

Leia mais

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia Diagnóstico - Primeira Consulta Consulta Inicial: É a primeira consulta feita com o cirurgião-dentista, com o objetivo de diagnosticar as patologias presentes e estabelecer o tratamento a ser feito. Exame

Leia mais

Tabela Protocolada. TABELA DE PREÇOS PLANO BELLEFORM Valor Valor

Tabela Protocolada. TABELA DE PREÇOS PLANO BELLEFORM Valor Valor TABELA DE PREÇOS PLANO BELLEFORM Valor Valor 0. DIAGNÓSTICO ORAL Exame inicial oral e diagnóstico 0,00 Consulta urgência (fora do horário de funcionamento da clínica) 20,00 RADIOGRAFIAS Radiografia periapical

Leia mais

Você sabe o que é cárie?

Você sabe o que é cárie? Clínica Geral Você sabe o que é cárie? Todo mundo acredita que a cárie é uma espécie de bichinho que vai comendo o dente! Mas na verdade, chamamos de cárie a deterioração do dente que é causada pelas bactérias

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE PÓS- GRADUAÇÃO IBPG Curso de Especialização em Ortodontia

INSTITUTO BRASILEIRO DE PÓS- GRADUAÇÃO IBPG Curso de Especialização em Ortodontia 1 INSTITUTO BRASILEIRO DE PÓS- GRADUAÇÃO IBPG Curso de Especialização em Ortodontia TRATAMENTO ORTODÔNTICO EM PACIENTES ADULTOS COM PROBLEMAS PERIODONTAIS DANIELE LACERDA Brasília 2 2010 DANIELE LACERDA

Leia mais

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial 81000421 Radiografia periapical CIRURGIA Planilha1 DIAGNÓSTICO 81000065 Consulta odontológica inicial 81000111 Diagnóstico anatomopatológico em citologia esfoliativa na região buco-maxilo-facial 81000138

Leia mais