TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Cadastro Técnico Programa de Vendas em Balcão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Cadastro Técnico Programa de Vendas em Balcão"

Transcrição

1 (*) CADASTRO TÉCNICO PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO CADASTRO TÉCNICO PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO 1. Nome Completo I DENTI FICAÇÃO 2. Inscrição Estadual 3. CNPJ/CPF 4. Endereço Completo 5. Cidade 6. UF 7. CEP 8. (DDD) Telefone(s) 9. Fax/ 10. Em caso de microempresa, informar o nome e CPF dos Sócios Proprietários 11. Atividade Principal: ATI VIDADES 12. Avicultura Plantel n.º de cabeças: 13. Suinocultura Plantel n.º de cabeças: 14. Bovinocultura Plantel a) Corte n.º de cabeças: b) Leite n.º de cabeças: 15. Caprinocultura Plantel n.º de cabeças: 16. Ovinocultura Plantel n.º de cabeças: 17. Bubalinocultura (búfalos) Plantel n.º de cabeças: 18. Coturnicultura (codornas) Plantel n.º de cabeças: 19. Escala de Produção/Mês (Agroindústria) Principais Produtos (no caso de Agroindústria) 20. Produto a ser Adquirido (Criador/Agroindústria/Entidade) 21. Consumo Mensal (kg) 22. Intenção de Compra (kg) PERFIL DO BENEFICIÁRIO 23. Atividade 23.1 Criador 23.2 Agroindústria Integrado. Qual Empresa? Independente Cadastrado no Pronaf N.º e Validade da DAP, se cadastrado no Pronaf (Anexar): 24. Renda Familiar Mensal: R$ 25. Renda Mensal Oriunda da Atividade: R$ 26. Propriedade Própria Arrendada Posse Meeiro Assentado Imóvel Alugado Até 100 ha De 101 a 200 ha Maior que 201 ha 27. Localização Área Rural Área Urbana 28. N.º de Pessoas Envolvidas na Atividade 29. N.º do Cadastro Ambiental Rural (CAR), (Art. 29 da Lei N.º de 25/5/2012) 29.1 Coordenadas Geográficas (graus, minutos e segundos) da Propriedade Latitude: º Longitude: º DECLARAÇÃO Declaro, perante a Conab, serem verdadeiras as informações acima, ser criador/agroindústria de pequeno porte, não estar enquadrado(a) no Cadastro de Compradores de Produtos dos Estoques Governamentais, não transacionar com produtos daquela empresa nas bolsas de mercadorias e outras congêneres e nem exercer atividade comercial de produtos que fazem parte do Programa de Vendas em Balcão. Declaro, ainda, concordar que a Conab, a seu critério, procederá à fiscalização in loco, em minha propriedade, com o objetivo de averiguar as informações prestadas neste Cadastro Técnico, bem como de verificar a destinação do produto adquirido. 30. Nome do Declarante (no caso de microempresa ou entidade, informar o cargo) 31. Carteira de Identidade N.º/Órgão Emissor/UF 32. Local e Data 33. Assinatura do Declarante /018 1

2 CADASTRO TÉCNICO PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO (Continuação) 34. Nome da Entidade CERTI FICAÇÃO PELA ENTI DADE DE CLASSE 35. Nome do Responsável 36. Função/Cargo 37. Local e Data 38. Responsável pela Entidade (Assinatura e Carimbo) AFERIÇÃO DO CONSUM O MENSAL 39. Produto 40. Segmento 41. Plantel (A) 42. Índice (B) 43. Consumo (A x B) AGROINDÚSTRIAS 44. Produto 45. Destinação 46. Capacidade Prod. (A) 47. Índice (B) 48. Consumo (A x B) LIMITE MÁXIMO PARA VENDA 49. Produto 50. Kg/Mês 51. Local e Data 52. Responsável pela Coleta dos Dados (Assinatura e Carimbo) CONFIRM AÇÃO PELA CONAB 53. Gerente da Unidade (Assinatura e Carimbo) 54. Superintendente Regional (Assinatura e Carimbo) /018 2

3 Campos e Descrição: INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO 1. Informar o nome completo do criador de pequeno porte. No caso de agroindústria de pequeno porte, discriminar a razão social comprovar documentalmente, inclusive com documentos relativos a competência legal de posse do empreendimento: próprio ou contrato de cessão anexando cópia. 2. Informar o N.º da Inscrição Estadual, quando se tratar de agroindústria comprovar documentalmente, anexando cópia ou preencher isento, quando for o caso. 3. Informar o N.º do CNPJ no caso de agroindústria. Informar o CPF quando for criador comprovar documentalmente, anexando cópia. 4. Informar o endereço completo do empreendimento do criador/agroindústria comprovar documentalmente, anexando cópia. 5. Informar o nome da cidade onde se localiza o empreendimento do criador/agroindústria. 6. Informar a Unidade da Federação onde se localiza o empreendimento do criador/agroindústria. 7. Informar o CEP de localização do empreendimento. 8. Informar o N.º do telefone (com DDD) instalado no empreendimento e o N.º do telefone (com DDD) de maior contato do seu principal responsável. 9. Informar o N.º do Fax instalado no empreendimento ou o Informar o(s) nome(s) e o CPF do(s) respectivo(s) sócio(s) do empreendimento, quando for o caso, em se tratando de agroindústria comprovar documentalmente, anexando cópia. 11. Informar qual o principal ramo de atividade do empreendimento sob a ótica do Programa de Vendas em Balcão (aquele que demanda maior volume do produto a ser adquirido). 12., 13., 14., 15., 16., 17. e 18. Marcar se o seu segmento é avicultura, suinocultura, bovinocultura, caprinocultura, ovinocultura, bubalinocultura (búfalos) ou coturnicultura (cordornas) , 13.1., 14.1., 15.1., 16.1., e Informar o correspondente plantel (n.º de cabeças) no caso do segmento avicultura, suinocultura, bovinocultura, caprinocultura, ovinocultura, bubalinocultura ou coturnicultura. 14. a) e b) Marcar se o tipo de atividade consiste em bovinocultura de corte ou bovinocultura de leite. 19. Informar qual o volume mensal produzido pela agroindústria (produto final/acabado) Informar quais os principais produtos utilizados como insumos no caso de agroindústria. 20. Informar qual o produto pretendido pelo criador ou agroindústria. 3

4 21. Informar qual a demanda mensal (kg) estimada, de acordo com a sua escala de produção. OBS.: Comunicar que tal informação estará sujeita à confirmação por entidade de classe ou Emater, e mesmo pela Conab, in loco, se for necessário. 22. Informar o volume do produto (observar campo 20) a ser demandado mensalmente. Em hipótese nenhuma poderá ser superior à sua demanda mensal estimada (observar campo 21), ainda que inferior ao limite máximo permitido pelo Programa. 23. Identificação da atividade do beneficiário Marcar se o beneficiário é criador e se o mesmo encontra-se integrado a alguma empresa (Ex.: frigorífico, abatedouro, usina de leite ou laticínio, etc.) ou se é independente. Marcar, de qualquer forma, se for filiado ao Pronaf. Nesse caso, informar o número e a data de validade da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), anexar cópia do correspondente documento Marcar se o beneficiário é agroindústria. 24. Informar a renda familiar mensal do criador de pequeno porte. 25. Informar a receita bruta mensal (rendimentos) oriunda da principal atividade (em conformidade com o campo 11). 26. Marcar a atual condição da propriedade do criador de pequeno porte ou da estrutura física da agroindústria; ou se é assentado (no caso do criador) do Programa de Reforma Agrária e indicar o tamanho da propriedade. 27. Marcar se tal propriedade ou estrutura se encontra localizada em área urbana ou rural. 28. Informar o N.º de pessoas envolvidas na execução da atividade principal do criador ou da agroindústria, inclusive o proprietário, sócios e familiares. 29. Informar o N.º do Cadastro Ambiental Rural (CAR), conforme determina o Art. 29 da Lei N.º , de 25/05/ Informar as coordenadas geográficas (graus, minutos e segundos) da propriedade. 30. Informar o nome completo do declarante. O declarante terá que ser, necessariamente, o próprio criador. No seu impedimento, com apresentação de documento comprobatório, poderá ser aceita declaração da esposa ou de um dos filhos maiores de idade. Quando se tratar de agroindústria, no impedimento do principal dirigente, com a apresentação de documento comprobatório, poderá ser aceita declaração de um dos sócios ou Diretor/Gerente. 31. Informar o N.º do documento de identidade do declarante, juntamente com o órgão emissor/uf. 32. Informar o local (nome do município e Unidade da Federação) e a data em que foi realizado o cadastramento. 33. Campo destinado à assinatura do declarante (igual à assinatura aposta em seu documento de identidade), a qual deverá ser aferida pelo empregado da Conab encarregado do preenchimento do presente cadastro, dando veracidade às suas informações. 4

5 34. Informar o nome da entidade de classe que deverá ratificar os dados constantes do cadastramento no que concerne aos aspectos específicos do empreendimento. Ex.: plantel, consumo mensal (escala de produção), produto demandado, volume, etc. Tal ratificação não eximirá a Conab de coletar informações adicionais, bem como confirmar as informações prestadas em conjunto com organismos federais, estaduais e municipais afins, a exemplo da Emater, no sentido de dar a segurança requerida ao cadastramento. O objetivo é evitar desvios de propósitos na execução do Programa de Vendas em Balcão. Ressalta-se que, nos casos em que o adquirente não se encontrar vinculado a um órgão de classe, excepcionalmente deverá ter o seu cadastro ratificado por outro órgão representativo ou de afinidade com a sua classe (Ex.: sindicatos rurais, associações, cooperativas e federações) ou de apoio e extensão rural (Ex.: Emater e secretarias de agricultura). 35. Informar o nome do responsável pelo órgão de classe que procedeu com a ratificação dos dados prestados pelo criador ou agroindústria. 36. Informar qual a função/cargo do responsável pela ratificação dos dados prestados pelo criador ou agroindústria. 37. Informar o local (nome do município e Unidade da Federação) de domicílio do órgão ratificador/uf e a data em que os dados foram ratificados. 38. Campo destinado à assinatura do responsável pelo órgão (sobre carimbo), dando veracidade aos dados ratificados. 39. Informar o(s) produto(s) de consumo do criador. Vide campo Informar para qual(is) segmento(s) se destina(m) o(s) produto(s) demandado(s). Vide campos 12., 13., 14., 15., 16., 17. e Informar o plantel correspondente ao segmento informado. Vide campos 12.1., 13.1., 14.1., 15.1, 16.1., e Índice estimado de consumo do produto a ser demandado. Fixado pela Dirab/Supab. 43. Consumo máximo de cada produto, de acordo com o plantel e o índice estimado. Resultado da fórmula: plantel x índice. 44. Informar o(s) produto(s) de consumo da agroindústria. Vide campo Informar qual(is) a(s) destinação(ões) do(s) produto(s) demandado(s) pela agroindústria. 46. Informar a capacidade/escala de produção da agroindústria/mês (volume mensal produzido do produto final/acabado). Vide campo Índice estimado de consumo do produto demandado. Fixado pela Supab. 48. Consumo máximo de cada produto, de acordo com a capacidade de produção e o índice estimado. Resultado da fórmula: capacidade de produção x índice estimado. 49. Informar qual(is) o(s) produto(s) que poderá(ão) ser adquirido(s). 5

6 50. Informar, após análise/aferição do consumo, qual(is) o(s) volume(s) máximo(s) permitido(s) para venda do(s) correspondente(s) produto(s). 51. Informar o local (nome do município e Unidade da Federação) e a data da confirmação do cadastro e a conseqüente integração do criador/agroindústria no Programa de Vendas em Balcão. 52. Campo destinado à assinatura da entidade de classe responsável pela análise da documentação apresentada e confirmação das informações requeridas. 53. Campo destinado à assinatura do Gerente da Conab (sobre carimbo) responsável pelo recebimento do cadastro e análise da documentação apresentada. 54. Campo destinado à assinatura do Superintendente Regional da Conab (sobre carimbo) encarregada do processo de cadastramento e integração do criador/agroindústria no Programa de Vendas em Balcão. NOTA: O preposto (federação de agricultura e pecuária, sindicato rural e associação de classe da categoria ou similar) dos beneficiários (criador rural e agroindústria de pequeno porte) somente poderá retirar o produto em nome dos mesmos, após o cadastramento individual destes e a correspondente habilitação pela Conab. 6

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL/VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Sistema de Cadastro Técnico/Programa de Vendas em Balcão

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL/VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Sistema de Cadastro Técnico/Programa de Vendas em Balcão (*) SISTEMA DE CADASTRO TÉCNICO PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO 1. Nome Completo IDENTIFICAÇÃO 2. Inscrição Estadual 3. CNPJ/CPF 4. Endereço Completo 5. Cidade 6. UF 7. CEP 8. Telefone 9. Fax/E-mail 10. Em

Leia mais

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL/VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Sistema de Cadastro Técnico/Programa de Vendas em Balcão

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL/VENDAS EM BALCÃO Documento 1 Sistema de Cadastro Técnico/Programa de Vendas em Balcão (*) SISTEMA DE CADASTRO TÉCNICO PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO 1. Nome Completo IDENTIFICAÇÃO 2. Inscrição Estadual 3. CNPJ/CPF 4. Endereço Completo 5. Cidade 6. UF 7. CEP 8. Telefone 9. Fax/E-mail 10. Em

Leia mais

COMUNICADO DIRAB/SUOPE/GEOPE N.º 234, DE 23/7/09. A : TODAS AS SUREGs, SUFIN E BOLSAS DE MERCADORIAS, SPA, CNB E ANBM.

COMUNICADO DIRAB/SUOPE/GEOPE N.º 234, DE 23/7/09. A : TODAS AS SUREGs, SUFIN E BOLSAS DE MERCADORIAS, SPA, CNB E ANBM. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais

PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO Página: 1/1. CAPÍTULO I GENERALIDADES... 1/2 - Finalidade - Aplicação - Objetivos - Definições - Nota Técnica - Clientes

PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO Página: 1/1. CAPÍTULO I GENERALIDADES... 1/2 - Finalidade - Aplicação - Objetivos - Definições - Nota Técnica - Clientes SISTEMA DE ABASTECIMENTO Código: 40.202 PROGRAMA DE VENDAS EM BALCÃO Página: 1/1 ÍNDICE PÁGINA V - Resolução Colegiada Nº 14, de 22/07/2002 VI - Modelo de DANFE/NFe CAPÍTULO I GENERALIDADES... 1/2 I II

Leia mais

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL VENDAS EM BALCÃO

TÍTULO 22 PROGRAMA DE ABASTECIMENTO SOCIAL VENDAS EM BALCÃO (*) 1) JUSTIFICATIVA: Com o Programa de Vendas em Balcão, o governo permite, de forma efetiva, que os compradores de pequeno porte tenham acesso aos estoques oficiais em igualdade de condições àquelas

Leia mais

AVISO DE VENDA DE MILHO EM GRÃOS VEP Nº 005/11

AVISO DE VENDA DE MILHO EM GRÃOS VEP Nº 005/11 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais

Compra e Venda da Produção da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar

Compra e Venda da Produção da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Compra e Venda da Produção da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Hilda Lorena Freitas Agente PNAE/REBRAE Cecane/UNB A partir da Lei n. 11.947/2009 Art. 14. Do total dos recursos financeiros

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PROJETO VOLUNTÁRIOS BB - EDIÇÃO 2013

PLANO DE TRABALHO PROJETO VOLUNTÁRIOS BB - EDIÇÃO 2013 PLANO DE TRABALHO PROJETO VOLUNTÁRIOS BB - EDIÇÃO 2013 1. DADOS CADASTRAIS DATA : o 1.1. Projeto Título: Período de realização: Local de desenvolvimento do trabalho/ município/uf: 1 Recursos FBB (R$):

Leia mais

AVISO DE VENDA DE MILHO EM GRÃOS VEP Nº 029/07

AVISO DE VENDA DE MILHO EM GRÃOS VEP Nº 029/07 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB DIRETORIA DE GESTÃO DE ESTOQUES - DIGES SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES - SUOPE GERÊNCIA DE COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 A Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa acredita que, ao conceder uma bolsa de estudo, está investindo no aluno, na família e no

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP) DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro:

Leia mais

TÍTULO 30 COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA CDS

TÍTULO 30 COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA CDS (*) 1) FINALIDADE: Aquisição de alimentos de organizações fornecedoras constituídas por público descrito no parágrafo 2º, item 4, Art. 3º da Lei Nº 11.326/2006, com vistas à doação para organizações constituídas

Leia mais

Preencher em letra de FORMA com caneta esferográfica azul ou preta; Rubricar as primeiras folhas, datar e assinar em local próprio a última.

Preencher em letra de FORMA com caneta esferográfica azul ou preta; Rubricar as primeiras folhas, datar e assinar em local próprio a última. INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO Preencher em letra de FORMA com caneta esferográfica azul ou preta; Rubricar as primeiras folhas, datar e assinar em local próprio a última FOTO 3X4 1 DADOS PESSOAIS Nome

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 2- Contrato Social e seus aditivos E CNPJ (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 3- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para

Leia mais

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 329/11

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 329/11 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais

AQUISIÇÃO GOVERNO FEDERAL AGF 2011 - TRIGO

AQUISIÇÃO GOVERNO FEDERAL AGF 2011 - TRIGO O QUE É A AGF? É a aquisição direta de produto constante da pauta da Política de Garantia de Preço Mínimo pelo Governo Federal. QUANDO É REALIZADA? Quando o preço de mercado estiver abaixo do Preço Mínimo

Leia mais

COMUNICADO DIRAB/DIAFI Nº 192, DE 30 DE AGOSTO DE 2013. A: SUREGs AL, BA/SE, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SUFIS, SUGOF, SUOPE, SUOFI e SUTIN.

COMUNICADO DIRAB/DIAFI Nº 192, DE 30 DE AGOSTO DE 2013. A: SUREGs AL, BA/SE, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SUFIS, SUGOF, SUOPE, SUOFI e SUTIN. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab DIRETORIA ADMINISTRATIVA, FINANCEIRA E FISCALIZAÇÃO Diafi

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Agrário - SDA Av. Bezerra de Menezes, 1820 - São Gerardo Fone (85) 3101.8047 www.sda.ce.gov.br

Secretaria de Desenvolvimento Agrário - SDA Av. Bezerra de Menezes, 1820 - São Gerardo Fone (85) 3101.8047 www.sda.ce.gov.br Secretaria de Desenvolvimento Agrário - SDA Av. Bezerra de Menezes, 1820 - São Gerardo Fone (85) 3101.8047 www.sda.ce.gov.br Sumário Apresentação Sistema do PNAE 1. Criando longin e senha 2. Acessando

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO:

INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO: INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ISENÇÃO/REDUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - VESTIBULAR FATEC 1º SEM/2016 PRÉ-REQUISITOS PARA CONCESSÃO ISENÇÃO: TER CONCLUÍDO INTEGRALMENTE, OU ESTAR CONCLUINDO EM 2015, O ENSINO

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mapa Companhia Nacional de Abastecimento Conab 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mapa Companhia Nacional de Abastecimento Conab 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014. 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014. 1ª Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, no âmbito do PAA, para suplementação alimentar de grupos populacionais

Leia mais

ANEXO I. DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA BRUTA FAMILIAR MENSAL (cópia)

ANEXO I. DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA BRUTA FAMILIAR MENSAL (cópia) ANEXO I DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA BRUTA FAMILIAR MENSAL (cópia) 1) Declaração de participação na política de cotas, assinada pelo candidato (obrigatório) 2) Termo de responsabilidade, assinada

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos desta IES para bolsas de estudo e bolsas de pesquisa, instituída pela lei complementar nº. 281/05, que regulamenta

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010

EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 EDITAL DO PROCESSO DE VAGAS REMANESCENTES DO PROUNI 2010 O Diretor Acadêmico da FACINTER Faculdade Internacional de Curitiba e FATEC INTERNACIONAL Faculdade de Tecnologia Internacional, no uso de suas

Leia mais

Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE ANEXO I (MODELO) NOME DA PREFEITURA (papel timbrado) TERMO DE ANUÊNCIA

Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE ANEXO I (MODELO) NOME DA PREFEITURA (papel timbrado) TERMO DE ANUÊNCIA ANEXO I (MODELO) NOME DA PREFEITURA (papel timbrado) TERMO DE ANUÊNCIA Eu,..., nacionalidade..., portador do CPF nº..., Carteira de Identidade nº..., expedida por..., residente e domiciliado na cidade...,

Leia mais

AQUISIÇÃO GOVERNO FEDERAL AGF 2011 - ARROZ

AQUISIÇÃO GOVERNO FEDERAL AGF 2011 - ARROZ O QUE É A AGF? É a aquisição direta de produto constante da pauta da Política de Garantia de Preço Mínimo pelo Governo Federal. QUANDO É REALIZADA? Quando o preço de mercado estiver abaixo do Preço Mínimo

Leia mais

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos.

CHECKLIST DO ANEXO II EDITAL 02/2015 Para qual membro do grupo familiar e em que situação? Todas as pessoas do grupo familiar a partir de 18 anos. Confira se reuniu todos os documentos de acordo com o Anexo II 1. ( ) 2. ( ) Documento Documento de identidade (RG) Cadastro de Pessoa Física (CPF) 3. ( ) Certidão de nascimento 4. ( ) Certidão de óbito

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009

REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009 REGULAMENTO PARA SUBVENÇÃO DIRETA AOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NA REGIÃO NORDESTE, EXCLUSIVAMENTE NA SAFRA 2008/2009 1. DO OBJETIVO. Estabelecer, exclusivamente para a safra 2008/2009, as condições

Leia mais

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 383/11

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 383/11 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO DE FRANQUEADOS

QUESTIONÁRIO DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO DE FRANQUEADOS QUESTIONÁRIO DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO DE FRANQUEADOS Por favor, preencha este questionário para fazer parte de nosso processo de seleção. Caso o envie por fax ou e-mail, favor também mandar o original via correios.

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1.526/15.

LEI MUNICIPAL Nº 1.526/15. LEI MUNICIPAL Nº 1.526/15. Este ato esteve fixado no painel de publicação no podo de 22/09/2015 a 22/10/2015. Graziele Natividade Mat. 610 Responsável. Disciplina a concessão do Alvará de Localização Provisório

Leia mais

14º CONVITE. Polos. Polo Sede Teófilo Otoni

14º CONVITE. Polos. Polo Sede Teófilo Otoni 14º CONVITE O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS CONVIDA, nos termos do Edital nº 181/2015 de 21 de agosto de 2015, referente a seleção simplificada de "Tutor

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: COLÉGIO COR JESU AV. L2 SUL /SGAS 615 - BRASÍLIA/DF

Leia mais

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2

EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO EDITAL Nº 004/2013 PARA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR 2013/2 O substituto

Leia mais

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 371/11

AVISO DE VENDA DE CAFÉ EM GRÃOS Nº 371/11 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕ E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕ COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015.

Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015. Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015. EDITAL DA SEGUNDA CHAMANDA DAS VAGAS REMANESCENTES DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO CULTURAL. O Diretor Executivo

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina PROEX - Pró-Reitoria de Extensão

Universidade Estadual de Londrina PROEX - Pró-Reitoria de Extensão PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 023/2008 A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

ANEXO (Portaria Interministerial MCT/MDIC nº 291, de 07.05.2008)

ANEXO (Portaria Interministerial MCT/MDIC nº 291, de 07.05.2008) ANEXO (Portaria Interministerial MCT/MDIC nº 291, de 07.05.2008) ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PROJETO LEI Nº 11.484/2007 CAPÍTULO II PATVD I INTRODUÇÃO O presente roteiro orienta a elaboração

Leia mais

Revogada pela Resolução ANP nº 20, de 18.6.2009 DOU 19.6.2009 Efeitos a partir de 19.6.2009.

Revogada pela Resolução ANP nº 20, de 18.6.2009 DOU 19.6.2009 Efeitos a partir de 19.6.2009. AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS PORTARIA ANP Nº 127, DE 30.7.1999 - DOU 2.8.1999 - REPUBLICADA DOU 30.9.1999 E 28.4.2000 Estabelece a regulamentação para a atividade de coleta

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1 Manual do Usuário Pré-Cadastro de Participantes 08.11.2004 Versão 1.1 Índice 1. Introdução ao Pré-Cadastro...3 1.1. Pré-Cadastro de pessoa Física...3 1.1.1. Termo...3 1.1.2. Dados de identificação...4

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato (a) ou pelo (a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada ao Núcleo de Apoio

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB PROCEDIMENTOS PARA OPERACIONALIZAÇÃO DA COMPRA DE SOJA EM GRÃOS DO PRODUTOR RURAL PELA CONAB E O PAGAMENTO EM SEMENTE CERTIFICADA -C1 E CERTIFICADA- C2, E S1 e S2 1. A CONAB/DIGES/SUOPE DIVULGA PARA A

Leia mais

EDITAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Nº 01/2012. Seção 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Nº 01/2012. Seção 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Nº 01/2012 O Diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano IF Baiano de Teixeira de Freitas, criado pela Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008,

Leia mais

ANEXO III.A. FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo

ANEXO III.A. FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo ANEXO III.A FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo 1.1 Registro do Produto 1.2 Cadastramento do Produto 1.3 Alteração 1.4 Revalidação 1.5 Cancelamento 1.6

Leia mais

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA

PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SELEÇÃO 2016 ESTUDANTES CONVOCADOS PARA A ENTREVISTA A Divisão de Programas Sociais da PROAES divulga a relação dos estudantes convocados para o processo de entrevista.

Leia mais

PROJETO NEGÓCIO A NEGÓCIO SEBRAE/PE EXECUÇÃO PELO NECTAR (NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES)

PROJETO NEGÓCIO A NEGÓCIO SEBRAE/PE EXECUÇÃO PELO NECTAR (NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES) PROJETO NEGÓCIO A NEGÓCIO SEBRAE/PE EXECUÇÃO PELO NECTAR (NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES) 1 Por meio deste documento apresentamos o projeto Negócio a Negócio do Sebrae Pernambuco

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

BANCO DA AMAZÔNIA. Seminário FNO-ITINERANTE 2012. São Gabriel da Cachoeira (AM). 24/04/2012

BANCO DA AMAZÔNIA. Seminário FNO-ITINERANTE 2012. São Gabriel da Cachoeira (AM). 24/04/2012 BANCO DA AMAZÔNIA Seminário FNO-ITINERANTE 2012 São Gabriel da Cachoeira (AM). 24/04/2012 Município de São Gabriel da Cachoeira - AM Principais Destaques. Considerado um ponto estratégico pelo país e,

Leia mais

Esta versão não substitui a publicada no DOU INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 30 DE SETEMBRO DE 2005

Esta versão não substitui a publicada no DOU INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 30 DE SETEMBRO DE 2005 Esta versão não substitui a publicada no DOU INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 30 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre os critérios e procedimentos relativos ao enquadramento de projetos de produção de biodiesel

Leia mais

AVISO DE LEILÃO DE PRÊMIO PARA O ESCOAMENTO DE MILHO EM GRÃOS PEP Nº 180/10

AVISO DE LEILÃO DE PRÊMIO PARA O ESCOAMENTO DE MILHO EM GRÃOS PEP Nº 180/10 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado VESTIBULAR DE INVERNO/2011 Home CVU Home UEM O Sistema de Cotas Sociais, forma de ingresso aos cursos de graduação da UEM, é destinado

Leia mais

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05

CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA CNPJ 20.961.629/0001-05 CONTRATO CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA FÍSICA 1 - DADOS DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Nº Cooperativa PAC 4031 00 Nome CECM DOS COLABORADORES CVRD LTDA 2 - DADOS PESSOAIS Nome 1 titular CNPJ 20.961.629/0001-05

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015 O MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA, através da Secretaria Municipal de Habitação, torna público aos interessados que realizará cadastro e seleção de famílias para o PROGRAMA MINHA

Leia mais

2. DADOS CADASTRAIS RESPONSÁVEL TÉCNICO

2. DADOS CADASTRAIS RESPONSÁVEL TÉCNICO SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL Estrada do Santo Antônio nº5323 Bairro Triângulo Fone: 069 3216-1074 Cep: 76.805-810 Porto Velho-RO e-mail: divpesca@sedam.ro.gov.br CADASTRO SIMPLIFICADO

Leia mais

CNPJ: 45.029.303/0001-75 Mês/Ano: OUTUBRO/2010 Página: 01 Ficha 01 - Dados Iniciais

CNPJ: 45.029.303/0001-75 Mês/Ano: OUTUBRO/2010 Página: 01 Ficha 01 - Dados Iniciais CNPJ: 45.029.303/0001-75 Mês/Ano: OUTUBRO/2010 Página: 01 Ficha 01 - Dados Iniciais CNPJ: 45.029.303/0001-75 Situação: Normal eríodo: 01/10/2010 a 31/10/2010 Mês/Ano de Apuração: OUT/2010 Demonstrativo

Leia mais

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO REITORIA EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário EDITAL CONCURSO: PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA 2016 O Secretário da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, torna público que, por um período de 45 (quarenta e cinco) dias, compreendido e entre 29 de março de

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. 2. ACESSANDO E UTILIZANDO O SISTEMA 2.1. Acessando. Sumário

1. APRESENTAÇÃO. 2. ACESSANDO E UTILIZANDO O SISTEMA 2.1. Acessando. Sumário 1 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. ACESSANDO E UTILIZANDO O SISTEMA... 2 2.1. ACESSANDO... 2 2.2. UTILIZANDO... 5 2.2.1 EMPRESA... 6 2.2.2 FINANCEIRO E CONTÁBIL... 7 2.2.3 AMBIENTAL... 8 2.2.4 SOCIAL...

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional), pelo e-mail:

Leia mais

AVISO DE LEILÃO DE PRÊMIO PARA ESCOAMENTO DE VINHOS A GRANEL E/OU ENVASADO PEP N.º 256/08

AVISO DE LEILÃO DE PRÊMIO PARA ESCOAMENTO DE VINHOS A GRANEL E/OU ENVASADO PEP N.º 256/08 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO - MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - Conab DIRETORIA DE GESTÃO DE ESTOQUES - Diges SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES - Suope GERÊNCIA DE COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

ANEXO II. RESOLUÇÃO/CD/FNDE Nº 028, de 14 DE JULHO DE 2005.

ANEXO II. RESOLUÇÃO/CD/FNDE Nº 028, de 14 DE JULHO DE 2005. ANEXO II RESOLUÇÃO/CD/FNDE Nº 028, de 14 DE JULHO DE 2005. CAMPOS DOS CADASTROS DO SISTEMA BRASIL ALFABETIZADO SBA REFERENTES A ALFABETIZANDOS, ALFABETIZADORES, TURMAS E COORDENADORES DE TURMAS 1 - que

Leia mais

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 02 / 2015

Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM. Edital Nº 02 / 2015 Programa de Assistência Estudantil da UFPR- PROBEM Edital Nº 02 / 2015 Processo Seletivo do PROBEM (Programa de Benefícios Econômicos para a Manutenção dos Estudantes de Graduação e Ensino Profissionalizante)

Leia mais

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7 8. Clique e veja o compromisso do dia. Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA à SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

AGÊNCIA PREFIXO CLIENTE: CNPJ:

AGÊNCIA PREFIXO CLIENTE: CNPJ: CARTA REMESSA PARA CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA ASSOCIADO, VOCÊ TEM ATENDIMENTO PREFERENCIAL NO BB. APRESENTE ESSE FORMULÁRIO PREENCHIDO E ANEXE OS DOCUMENTOS ABAIXO. GARANTIMOS MAIOR RAPIDEZ NA ABERTURA

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FINANCIAMENTO Ficha de Cadastro devidamente preenchida. Cópia do RG e CPF. Quando for casado, de ambos. (Frente e verso do mesmo lado da folha) Cópia da carteira de trabalho.

Leia mais

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Página 1 de 5 Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos

Leia mais

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO.

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. Acrescentado pelo Decreto 24.441 de 14 de agosto de 2008. Publicado no DOE de 14.08.2008 Convênio ICMS nº 143/02 e

Leia mais

POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS POLÍTICA DE INCENTIVO NO ÂMBITO DO PROGRAMA NACIONAL DE HIV/AIDS E OUTRAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS INSTRUMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE ONG/OSC 2009 CAMPO GRANDE MS JUNLHO DE 2009 PREFEITURA

Leia mais

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE _ (nome da empresa), CNPJ-MF n.º, sediada (endereço completo), telefone (xx) xxxx-xxxx, email: xxxxxxx@xxxxx.com.br, tendo examinado

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o(a) candidato(a) encontra-se inserido, incluindo documentação do candidato, sendo

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.397. III - sistema de posicionamento global, conhecido por GPS; IV - identificação das causas das perdas nos empreendimentos;

CIRCULAR Nº 3.397. III - sistema de posicionamento global, conhecido por GPS; IV - identificação das causas das perdas nos empreendimentos; CIRCULAR Nº 3.397 Dispõe sobre certificação de profissionais para realizar comprovação de perdas no âmbito do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) MCR 16-4. A Diretoria Colegiada do

Leia mais

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO

EDITAL Nº 2/2015 TÍTULO I DO PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 2/2015 O Diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital contendo as normas referentes ao Processo Seletivo para o

Leia mais

Agricultura Familiar

Agricultura Familiar DA UNIDADE EXECUTORA: N ºINEP: OFÍCIO N.: / 20 LOCAL E DATA:, / / Senhor (a) Gestor(a), Encaminhamos, em anexo, a V.S.ª, a prestação de conta desta Unidade, referente aos a Repasses/20, no valor total

Leia mais

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos.

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos. 1 Segue abaixo os modelos sugestivos das seguintes declarações: 1. Declaração de desempregado; 2. Declaração que não exerce atividade remunerada, ou do lar; 3. Declaração sobre recebimento de pensão alimentícia

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAD Nº 26 DE 24 DE ABRIL DE 2015 SEGUNDA CHAMADA DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR PEDAGOGIA EaD JAPORÃ (VESTIBULAR EaD-2014)

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAD Nº 26 DE 24 DE ABRIL DE 2015 SEGUNDA CHAMADA DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR PEDAGOGIA EaD JAPORÃ (VESTIBULAR EaD-2014) EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAD Nº 26 DE 24 DE ABRIL DE 2015 SEGUNDA CHAMADA DO PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR PEDAGOGIA EaD JAPORÃ (VESTIBULAR EaD-2014) A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO, da Fundação Universidade

Leia mais

FVA - FACULDADE DO VALE DO ARARANGUÁ PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU COMISSÃO TÉCNICA UNIEDU/FVA

FVA - FACULDADE DO VALE DO ARARANGUÁ PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU COMISSÃO TÉCNICA UNIEDU/FVA FVA - FACULDADE DO VALE DO ARARANGUÁ PROGRAMA DE BOLSAS UNIVERSITÁRIAS DE SANTA CATARINA UNIEDU COMISSÃO TÉCNICA UNIEDU/FVA EDITAL 02/2015 - CADASTRO GERAL E ATUALIZAÇÃO DOS DADOS NO PROGRAMA UNIEDU Estabelece

Leia mais

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*)

RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) RESOLUÇÃO CFFa nº 446, de 26 de abril de 2014 (*) Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos Regionais de Fonoaudiologia, e dá outras providências. O Conselho Federal de Fonoaudiologia-CFFa,

Leia mais

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE CULTURA CENTRO DE CULTURAS POPULARES E IDENTITÁRIAS FUNDO DE CULTURA Nº. PROTOCOLO (Uso exclusivo da SECULT) FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS 2012

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS ANEXO COMPLEMENTAR II EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE

Leia mais

CIRCULAR N 3.172. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012.

CIRCULAR N 3.172. Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012. CIRCULAR N 3.172 Documento normativo revogado pela Circular nº 3.611 de 31/10/2012. Estabelece procedimentos relativamente ao exercício de cargos em órgãos estatutários de instituições financeiras e demais

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA

FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA Código do Distribuidor (uso interno): FICHA CADASTRAL DE CLIENTE PESSOA FÍSICA Código do Cliente (uso interno): Parte I Dados do Titular (1) Nome do Investidor: Data de Nascimento: Nacionalidade: Local

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015.

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PREG Nº 01, DE 06 DE JANEIRO DE 2015. A CHEFE DA COORDENADORIA DE APOIO À FORMAÇÃO DE PROFESSORES, no exercício do cargo de Pró-reitora de Ensino de Graduação da Fundação Universidade

Leia mais

Estado: CEP: Fone: Fax: CONTA PARA PAGAMENTO Banco: Agência: Conta Corrente: REPRESENTANTE CREDENCIADO (PREENCHIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL)

Estado: CEP: Fone: Fax: CONTA PARA PAGAMENTO Banco: Agência: Conta Corrente: REPRESENTANTE CREDENCIADO (PREENCHIMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL) EMPRESA INTERESSADA Nome/Razão Social: Nome Fantasia: E-mail: E-mail vendas: Site na web: N.º INSCRIÇÃO CNPJ: Estadual: Junta Comercial: Municipal: ENDEREÇO Endereço: Nº: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Fone:

Leia mais

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, na fase de comprovação de informações. O

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA ALEXANDRE FURLAN Secretário de Estado JOSÉ EPAMINONDAS MATTOS CONCEIÇÃO Secretário

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO de PORTALEGRE

INSTITUTO POLITÉCNICO de PORTALEGRE INSTITUTO POLITÉCNICO de PORTALEGRE Boletim de Candidatura a Bolsa de Estudo ANO LECTIVO 200 / 200 N.º de Processo FOTO (Obrigatório Colar) 1 Nome: Sexo: Estado Civil: Data de Nascimento: / / B.I.: de

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014

ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014 ANEXO 1- Formulário de Solicitação para o PROGRAMA DE BOLSAS ACADÊMICAS DE INCLUSÃO SOCIAL ( ) Fiz inscrição para o PACE/2014 2.0 DADOS PESSOAIS: 2.1 Câmpus 2.2 n de matrícula 2.3 Curso 2.4Período/Série

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente Divisão de Florestas - DIFLO

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente Divisão de Florestas - DIFLO RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSARIOS AO CADASTRAMENTO DE PESSOAS JURIDICAS CONSUMIDORAS DE PRODUTOS E SUBPRODUTOS FLORESTAIS 1. Requerimento Atividade Florestal RAF ( anexo); 2. Formulário de cadastro pessoa

Leia mais

Portaria nº 118-N / 97, de 15 de outubro de 1997

Portaria nº 118-N / 97, de 15 de outubro de 1997 Pág. 1 de 8 MINISTÉRIO DO MEITO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS Portaria nº 118-N / 97, de 15 de outubro de

Leia mais

Lista de documentos e Informações

Lista de documentos e Informações Lista de documentos e Informações No ato da inscrição, a apresentação de documentos ou informações falsas, implicará na eliminação do candidato, sujeitando-o às penalidades previstas no Art.299 do Código

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Pessoa Jurídica Requerimento composto de 05 páginas: 1. página 01: IDENTIFICAÇÃO E DO FORNECEDOR; 2. página 02: ENQUADRAMENTO NA CATEGORIA; 3. página 03 e 04: RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante PROGRAMA DE APOIO AO ESTUDANTE CARENTE DO ITES REQUERIMENTO E QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROCESSO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO 2016 Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante Nome: Curso: Data:

Leia mais

Modalidade Aquisição de Sementes. Título 86 do MOC CONAB

Modalidade Aquisição de Sementes. Título 86 do MOC CONAB Modalidade Aquisição de Sementes Título 86 do MOC CONAB Brasília, janeiro de 2015 - Decreto nº 8.293, de 12 de agosto de 2014: Cria a Modalidade Aquisição de Sementes - Resolução Grupo Gestor do PAA nº

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias) PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 ) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro: CEP: Município: Telefone: Celular: e-mail: Contato

Leia mais

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO Nome da Empesa: CNPJ: Contato: Telefone: Relação de Documentos para Análise Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO 1 Ficha cadastral e Autorização de Consulta de Restritivos assinada (Anexo); 2

Leia mais

COMUNICADO DIRAB/SUOPE/GEOPE N.º 411, DE 4/12/09. A : TODAS AS SUREGs, SUFIN E BOLSAS DE MERCADORIAS, SPA, CNB E ANBM.

COMUNICADO DIRAB/SUOPE/GEOPE N.º 411, DE 4/12/09. A : TODAS AS SUREGs, SUFIN E BOLSAS DE MERCADORIAS, SPA, CNB E ANBM. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO Conab DIRETORIA DE OPERAÇÕES E ABASTECIMENTO Dirab SUPERINTENDÊNCIA DE OPERAÇÕES COMERCIAIS Suope GERÊNCIA DE

Leia mais