o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual"

Transcrição

1 o GUIA definitivo do Microempreendedor Individual

2 sumário >> Introdução... 3 >> Você sabe o que é MEI?... 5 >> Quais as vantagens em ser um MEI? >> Quais as responsabilidades do MEI? >> Como funciona a tributação para quem é MEI? >> Até quando posso ser MEI >> Conclusão >> Sobre o TagPlus

3

4 Introdução Cabelereiro, manicure, artesão, sapateiro, costureira, tatuador, eletricista e fotógrafo: você consegue adivinhar o que essas profissões têm em comum? Na maioria das vezes, esses profissionais, junto a tantos outros, não são empregados e sim autônomos ou seja, trabalham por conta própria, em suas casas, em pequenos estabelecimentos informais como carrinhos de lanche ou barraquinhas ou prestando serviços em outras residências. Trabalhar dessa forma pode trazer muitos benefícios, pois possibilita flexibilidade na rotina de trabalho e o aumento dos ganhos já que o profissional pode prestar serviços a vários clientes. Porém, traz um problema significativo: a ausência de garantias trabalhistas. Estando na informalidade, sem carteira assinada nem empresa constituída, o trabalhador acaba ficando a mercê de todo tipo de contratempo. Sem cobertura previdenciária, uma doença ou uma gravidez se tornam bem mais difíceis e a aposentadoria, um sonho distante. Foi pensando nesses trabalhadores-empreendedores que o Governo Federal instituiu uma figura jurídica especial na categoria de micro e pequenas empresas: o Microempreendedor Individual. 4

5

6 Você sabe o que é MEI? O Microempreendedor Individual (MEI) é um trabalhador que atua por conta própria e que, ao optar pela formalização, se constitui como pessoa jurídica. O MEI foi instituído pela Lei 128/2008, que entrou em vigor em julho de 2009, como forma de estimular a formalização dos trabalhadores autônomos, que costumam trabalhar sem nenhuma garantia social, como aposentadoria, auxílio-doença, saláriomaternidade e outros. A principal característica do MEI é ser uma microempresa individual: o trabalhador optante do MEI não pode ter sócios no negócio, ao contrário das outras modalidades de empresas, que não possuem essa limitação. Em contrapartida, o Microempreendedor Individual pode contar com até um ajudante que receba salário mínimo ou o piso de sua categoria. Ao optar pela formalização, o trabalhador autônomo que exerce atividade compatível com o MEI passa a possuir o CNPJ e a poder emitir a nota fiscal, o que amplia a gama de fornecedores e clientes com os quais este profissional pode negociar. O MEI também tem acesso a diversos benefícios previdenciários, como a aposentadoria por idade ou por invalidez, o auxílio-reclusão, o salário-maternidade, o auxíliodoença e a pensão por morte, entre outros benefícios disponíveis para contribuintes do INSS. 6

7 Você sabe o que é MEI? O melhor é que o acesso a estes benefícios todos é simples: se o trabalhador tiver todas as características exigidas para que se enquadre no MEI, basta fazer o cadastro no Portal do Empreendedor e aguardar a finalização do processo de registro da microempresa. A tributação também é simplificada e o MEI paga todos os impostos via boleto bancário e em uma taxa única, que varia de R$ 37,20 a R$ 42,20, dependendo da natureza da atividade realizada. É a simplicidade necessessária para atrair quem sempre ouviu falar sobre a complexidade da carga tributária brasileira e achava que era impossível abrir uma empresa. Como, por exemplo, a trabalhadora que, dentro da própria casa, faz bolos, tortas e outros doces para vender. Para essa senhora que sempre trabalhou por conta própria, sem direito à licença quando doente e sem nem poder sonhar com a aposentadoria, o MEI é uma ótima alternativa de regularizar a sua atividade profissional. Além disso, a possibilidade de emitir nota fiscal amplia a gama de clientes que ela pode atender - como buffets, lanchonetes e padarias, por exemplo. E assim como ela, diversos outros trabalhadores podem se beneficiar desse dispositivo: pedreiros, costureiras, donos de barraca de churrasquinho ou lanche, jardineiros, montadores de móveis, eletricistas, entre outros que sonham em abrir o primeiro negócio. 7

8 Você sabe o que é MEI? Quem pode se inscrever? Para ser um Microempreendedor Individual, o trabalhador precisa cumprir alguns requisitos: 1. Exercer uma atividade permitida ao MEI. Estas atividades estão descritas no Anexo XIII da Resolução n 94 do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), disponível no site da Receita Federal e no Portal do Empreendedor; 2. Faturar até 60 mil reais por ano ou 5 mil reais por mês; 3. Precisa se apresentar como uma empresa individual ou seja, sem sócios; 4. O microempresário não pode ter outra empresa em seu nome nem participar como sócio qualquer associação comercial; 5. Pode ter, no máximo, um funcionário contratado e que ganhe até o salário mínimo, ou o piso da categoria. 8

9 Você sabe o que é MEI? Como é feita a inscrição? Efetuar o registro como Microempreendedor Individual é muito simples e só exige que você tome alguns cuidados. Na maioria dos casos você mesmo pode fazê-lo, através do Portal do Empreendedor do Governo Federal, sem a necessidade de recorrer a um contador. Para ajudar, fizemos esse passo a passo: 1. Para começar, verifique se a sua atividade está prevista entre as atividades permitidas ao MEI. A descrição de cada atividade está no Anexo XIII da Resolução n 94 do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), disponível no site da Receita Federal e no Portal do Empreendedor. Para não ter problemas futuros, registre-se estritamente para a atividade que você realmente vai exercer. 2. Procure a prefeitura de sua cidade para conhecer as exigências locais para o desempenho da atividade. Em alguns casos pode ser necessário uma adequação. Um exemplo é para você lidar com comida e/ou bebida: a maioria das prefeituras exige um alvará sanitário, bem como instalações adequadas ao fornecimento de alimentação, que serão fiscalizadas regularmente. 9

10 Você sabe o que é MEI? Na maioria dos casos, se a empresa for funcionar em um espaço próprio, será necessário um alvará de funcionamento. Informe-se sobre todas as exigências para não ter problemas depois. 3. Faça o registro no Portal do Empreendedor. Atenção: o registro do MEI é feito exclusivamente por esse Portal, de forma gratuita, então fique atento e dispense os intermediários. Para registro, os documentos necessários são o RG, o CPF, um comprovante de endereço e título de eleitor ou o número da última Declaração de Imposto de Renda, caso tenha sido declarante nos dois anos anteriores. 4. Após finalizar o registro da empresa no Portal do Empreendedor, providencie a impressão do Certificado de Condição de MEI (CCMEI), que é emitido no próprio Portal do Empreendedor, e do cartão do CNPJ, que deve ser impresso a partir do site da Receita Federal. Esses são os documentos que comprovam a existência da MEI, já que esta modalidade de empresa não possui o contrato social. 10

11

12 Quais as vantagens em ser um MEI? Ao se formalizar como um Micro Empreendedor Individual você passa a ter um CNPJ, e se torna pessoa jurídica. Essa característica lhe permite diversificar os fornecedores e eliminar os intermediários, já que a maioria destes estabelecimentos exige empresa constituída para vender no atacado. Comprar a preço de atacado permite uma economia que favorece a formação de um preço mais competitivo. Como pode emitir nota fiscal, aumentam as possibilidades em relação à clientela, que podem ser também outras pessoas jurídicas. Retomando o exemplo da senhora que faz bolos e tortas: ela pode passar a fornecer seus produtos a buffets, restaurantes e lanchonetes, estabelecimentos que precisam da nota fiscal para comprovar a compra de insumos em geral. Além disso, o fato de emitir notas fiscais permite que você participe de licitações e negocie com o setor público, que pode ser um excelente cliente. Muitos municípios tem mecanismos de incentivo aos microempreendedores - por lei, uma parte dos produtos da merenda escolar precisa ser comprada de pequenos empreendedores da região (esse é só um exemplo). Esse é um importante nicho de mercado que só pode ser explorado por empresários formalizados. 12

13 Quais as vantagens em ser um MEI? Outra vantagem é o acesso a contas bancárias para pessoas jurídicas, que possibilitam que você utilize máquinas de cartões de crédito e débito para o recebimento dos pagamentos - praticamente um imperativo hoje em dia. O CNPJ também lhe possibilita o acesso a linhas de crédito voltadas especialmente a microempreendedores. Uma característica particular do MEI o torna especialmente atraente a pequenos empreendedores e profissionais que trabalham por conta própria: por ser uma pessoa jurídica especial, voltada a pequenos negócios, representados por uma só pessoa, o MEI permite acesso a benefícios previdenciários voltados a pessoas físicas, como o auxílio-doença, o salário-maternidade e a aposentadoria por idade ou invalidez, entre outros. 13

14

15 Quais as responsabilidades do MEI? A modalidade Microempreendedor Individual permite a abertura rápida de sua microempresa pela internet, mas o empreendedor precisa estar atento a algumas obrigações que precisam ser observadas, principalmente quanto a liberação do local de funcionamento pelas autoridades municipais. Após a inscrição no Portal do Empreededor, o empresário obtém, no mesmo site, a Inscrição Estadual, a Inscrição Municipal, o registro na Junta Comercial do Estado e o Alvará Provisório, de validade de 180 dias. De posse desse alvará provisório ele deve, então, regularizar a situação junto à prefeitura de seu município, para obter a Licença de Funcionamento, o alvará sanitário e/ou outras licenças específicas, de acordo com sua atividade. Fique atento a esse prazo, pois muitos municípios cobram que a situação seja regularizada dentro dos 180 dias de validade do alvará provisório, sob pena do cancelamento de sua inscrição como MEI. Como muitas dessas licenças e alvarás só são liberadas após fiscalizações ao estabelecimento, o ideal é que os pedidos sejam feitos o quanto antes. 15

16 Quais as responsabilidades do MEI? O Microempreendedor Individual precisa elaborar mensalmente o Relatório Mensal de Receitas Brutas, onde descreverá, de forma simples, todas as receitas adquiridas com a venda e prestação de serviços a pessoas físicas e jurídicas. O modelo do relatório está disponível no Portal do Empreendedor. Anualmente, é necessária a submissão da Declaração anual do MEI junto à Receita Federal. A declaração é enviada pela internet, e a sua entrega acontece, geralmente, de janeiro a maio do período subsequente, ou seja, de janeiro a maio de 2015 você declarará os seus ganhos como MEI em 2014) por exemplo. 16

17

18 Como funciona a tributação para quem é MEI? A tributação para quem é MEI é bastante simplificada. O Microempreendedor precisa pagar, mensalmente, um valor fixo, de acordo com a natureza da atividade que exerce. Três impostos compõe a tributação do MEI: o INSS, o ISS e o ICMS. 1. Atividades ligadas ao comércio pagam INSS e ICMS (R$ 37,20 valor atualizado em janeiro de 2014); 2. Atividades ligadas a prestação de serviços pagam INSS e ISS (R$ 41,20); 3. Atividades mistas, que englobam comércio e prestação de serviços, pagam INSS, ICMS e ISS (R$ 42,20). O pagamento dos tributos é realizado via DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), que pode ser impresso a partir do Portal do Empreendedor e pago em qualquer agência bancária ou em casas lotéricas. Alguns municípios, como em São Paulo, o boleto é enviado diretamente ao MEI, no endereço cadastrado. Por isso é importante manter os dados da empresa sempre atualizados. 18

19

20 Até quando posso ser MEI Enquanto a receita bruta do micro empreendimento não passar de 60 mil reais por ano ou de 5 mil reais por mês e todas as outras características sejam mantidas um único dono, atividade permitida, um único funcionário e um único estabelecimento - a empresa continua enquadrada no MEI. Porém, caso a receita ultrapasse o teto definido por lei, a empresa abra uma filial ou precise contratar novos funcionários, por exemplo, ocorre o desenquadramento. Neste caso, será preciso optar pelo Simples Nacional, se a atividade realizada for permitida para essa modalidade. O desenquadramento deve ser feito no site da Receita Federal. 20

21

22 Conclusão A opção pela formalização da atividade profissional através do MEI o Microempreendedor Individual é a oportunidade para muitas pessoas que estavam à margem do mercado de trabalho, sem nenhuma garantia trabalhista. Esta pode ser uma ótima opção para iniciar a sua carreira como empreendedor. Com processo de abertura facilitado, realizado pela internet, e tributação simplificada, o MEI vale a pena pois possibilita que o empresário profissionalize e expanda seu negócio, mesmo que isso custe, futuramente, seu desenquadramento do MEI. Mas esse é mesmo o propósito do programa - e o seu maior trunfo: sem nenhum cunho assistencialista, possibilita que potenciais empreendedores tirem suas empresas do papel, dinamizando a economia e trazendo crescimento ao país. Se você também sonha com o negócio próprio, o MEI é a sua oportunidade de concretizá-lo. 22

23 Somos uma empresa especialista em tecnologia da informação, automação comercial e marketing. Além de todo o apoio na área de tecnologia fiscal da empresa, nosso principal serviço é o Sistema Online de Gestão Comercial TagPlus, criado justamente para ser uma forma eficaz, rápida, centralizada e de fácil uso para gestão de micro, pequenas e médias empresas. Contando com módulos desde Controle de Entrada de Mercadorias à Emissão de Notas Eletrônicas de Serviço, o TagPlus tem um ótimo custo benefício para empresas que não pretendem gastar uma enorme quantia em softwares que não atendem às necessidades. Além disso, atualizações e suporte são gratuitos. Nossos atendentes poderão auxiliá-lo via acesso remoto, , telefone e chat. Por fim, é importante pontuar que nosso sistema encontra-se completamente adaptado às exigências do novo cenário trazido pela implementação da nota fiscal eletrônica ao consumidor. Para mais informações, acesse nosso site. 23

24 Acesse tagplus.com.br

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual

Apresentação. Torne-se um Empreendedor Individual e traga para o seu negócio todos os benefícios da formalização. Guia do Empreendedor Individual Apresentação Muitos brasileiros trabalham informalmente por conta própria, ou seja, não têm nenhum tipo de registro. E por isso ficam sem acesso a diversos benefícios, como a Previdência Social, cursos

Leia mais

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação.

Você vai aprender como atualmente, no Brasil, é fácil e rápido resolver essa situação. APRESENTAÇÃO O objetivo do e-book COMO REGULARIZAR SEU NEGÓCIO DE DOCES é ajudar você que está começando ou que já tem o seu pequeno negócio de doces, mas ainda trabalha na informalidade. Você vai aprender

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO Orientador Empresarial Microempreendedor Individual-Formalização-Setor de Serviços-Crescimento SETOR DE SERVIÇOS É CAMPEÃO EM

Leia mais

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009

MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 MATERIAL EXTRAIDO DA REVISTA SEMANA COAD Nº 19 PG. 285 / 2009 Informativo 19 - Página 285 - Ano 2009 ORIENTAÇÃO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Opção pelo SIMEI Conheça as condições para recolhimento

Leia mais

MEI Microempreendedor Individual. O que é?

MEI Microempreendedor Individual. O que é? Secretaria Municipal do Trabalho e Renda Microempreendedor Individual MEI MEI Microempreendedor Individual. O que é? É a pessoa que possui seu próprio negócio, sem a ajuda de sócios, com faturamento de

Leia mais

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas A I U G OLE R T N TO O N C E DE AM R R O U D T DE FA N O E D RE E P L M A E L U A D I U DO V N I IND ÇÃO A A RA D A A L IC DEC MPLIF SI BRASÍLIA 2010 Ficha Técnica Copyright 2010 by Sebrae - Serviço Brasileiro

Leia mais

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR)

O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) O que muda com a Lei Geral (para maiores informações acessar WWW.LEIGERAL.COM.BR) Pontos Lei Geral Como é hoje 1 Alcance da Lei A lei do Simples está voltada para os tributos federais. Os sistemas de tributação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS EIRELI X MEI ALUNA: Karen Lorena Guzmán Rodriguez 3º ano de Ciências Contábeis 2012 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LTDA DEFINIÇÃO A Definição do Empresário Individual

Leia mais

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social Florianópolis - SC 27 de outubro de 2014 A INFORMALIDADE NO BRASIL A INFORMALIDADE Pesquisa ECINF IBGE Pertencem ao setor

Leia mais

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano;

Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? Faturar até R$ 36 mil por ano; cultura 1. Quais as condições necessárias para que eu me cadastre como empreendedor individual? 2. Faturar até R$ 36 mil por ano; Não participar de outra empresa, como sócio ou titular; Trabalhar sozinho

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica A REFORMULAÇÃO DO FÓRUM PERMANENTE DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E

Leia mais

em nome próprio, responde com a totalidade de seu patrimônio e é apenas equiparado a pessoa jurídica.

em nome próprio, responde com a totalidade de seu patrimônio e é apenas equiparado a pessoa jurídica. EIRELI A EIRELI é uma empresa individual de responsabilidade limitada. Com a publicação da Lei nº 12.441 de 11 de julho de 2011, foi alterado o Código Civil, com a finalidade de autorizar a criação das

Leia mais

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários Microempreendedor Individual Aspectos Tributários SILAS SANTIAGO Vitória, 28 de julho de 2009. Gestão do Simples Nacional Gestão do Simples Nacional Comitê-Gestor do Simples Nacional (CGSN) órgão colegiado

Leia mais

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade

Palestra Ana Afonso Formalização da atividade Bem-Vindos! APRESENTAÇÃO Ana Afonso organizadora profissional em São Paulo atua desde 2006 realizando serviços de organização de espaços, gestão de residências, treinamento de funcionários domésticos,

Leia mais

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO

TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO TÍTULO: MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - A IMPORTÂNCIA DA FORMALIZAÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS CONTÁBEIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE RIO CLARO AUTOR(ES):

Leia mais

Sistema Serviço de Valet

Sistema Serviço de Valet Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Página 1 Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Versão 1.0.0 Sistema Serviço de Valet Manual do Usuário Página 2 Índice 1. Informações gerais... 3 2. Passo-a-passo...

Leia mais

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP)

CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) CARTILHA TIRA - DÚVIDAS (Elaborada por Bel Contabilidade Eireli EPP) Edição 2013 01) O que é Microempreendedor Individual - MEI? Considera-se Microempreendedor Individual - MEI o empresário individual

Leia mais

MODIFICAÇÕES DO NACIONAL

MODIFICAÇÕES DO NACIONAL Fecomércio MG Jurídico MODIFICAÇÕES DO NACIONAL Outubro de 2014 www.fecomerciomg.org.br S umário O que é o Simples Nacional... 3 Quem pode optar pelo Simples Nacional... 4 Modificações...5 Principais modificações

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I COORDENADORIA de PLANEJAMENTO e DESENVOLVIMENTO URBANO SUPERVISÃO TÉCNICA de LICENCIAMENTO - SUSL MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL M E I Esta palestra é baseada nos sites: PMSP/SEMEI e no PORTAL do EMPREENDEDOR

Leia mais

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual

EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual EI, você aí! Conheça os tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do Empreendedor Individual SEBRAE-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São

Leia mais

ROTINAS PREVIDENCIÁRIAS INTRODUÇÃO AO CNPJ E CEI

ROTINAS PREVIDENCIÁRIAS INTRODUÇÃO AO CNPJ E CEI UNIDADE 1 C ROTINAS PREVIDENCIÁRIAS MÓDULO 1. CADASTRO INTRODUÇÃO AO CNPJ E CEI versão 1.0 dezembro/2010 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Ao final desta Unidade, você será capaz de: 1. Definir o que é cadastro; 2.

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1. NOÇÕES GERAIS MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1.1. O que é Micro Empreendedor Individual? É o contribuinte que tenha auferido receita bruta no ano calendário

Leia mais

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI

MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1. NOÇÕES GERAIS MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI 1.1. O que é Micro Empreendedor Individual? É o contribuinte que tenha auferido receita bruta no ano calendário

Leia mais

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br

www.icert.com.br / www.gestortotal.com.br Empreendedorismo Pequeno empreendedor: Saiba como começar sua empresa 1. Como financiar um negócio 2. O MEI Microempreendedor Individual 3. Benefícios em formalizar sua empresa 4. Local para se formalizar

Leia mais

Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica

Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica Las PYMES y los pequeños y medianos despachos profesionales como motor de crecimiento en Latinoamérica O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual

Leia mais

Palestrante Profº. Affonso d Anzicourt Professor e Palestrante da Escola Nacional de Seguros, Contador, Perito Judicial Federal por Nomeação,

Palestrante Profº. Affonso d Anzicourt Professor e Palestrante da Escola Nacional de Seguros, Contador, Perito Judicial Federal por Nomeação, 1 Palestrante Profº. Affonso d Anzicourt Professor e Palestrante da Escola Nacional de Seguros, Contador, Perito Judicial Federal por Nomeação, Advogado Especializado em Direito Tributário e Societário.

Leia mais

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI?

1. Qual o significado da sigla MEI? 2. Qual é a definição de MEI? 3. Quem pode se enquadrar como MEI? FAQ -MEI 1. Qual o significado da sigla MEI? R: MEI é a sigla utilizada para Micro Empreendedor Individual 2. Qual é a definição de MEI? R: O MEI é o empresário individual a que se refere o art. 966 do

Leia mais

DJAZIL. Os avanços do Sped Fiscal e a adequação do empresário. Fiscalização INFORMATIVO. Entenda a Desoneração da Folha de Pagamento

DJAZIL. Os avanços do Sped Fiscal e a adequação do empresário. Fiscalização INFORMATIVO. Entenda a Desoneração da Folha de Pagamento INFORMATIVO Pode Confiar SETEMBRO/ OUTUBRO DJAZIL Informativo Djazil N 160-Ano XIII Fiscalização Os avanços do Sped Fiscal e a adequação do empresário Entenda a Desoneração da Folha de Pagamento Melhoria

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

EM PONTOS: vale a pena planejar

EM PONTOS: vale a pena planejar NO NEGÓCIO TEXTO DE MARCELO CASAGRANDE 5 EM PONTOS: vale a pena planejar A Gestão&Negócios reuniu cinco importantes motivos pelos quais o planejamento financeiro é fundamental para uma empresa. Saber o

Leia mais

7 Mitos Sobre Legalização de Negócios Digitais Desvendados

7 Mitos Sobre Legalização de Negócios Digitais Desvendados v1.0 7 Mitos Sobre Legalização de Negócios Digitais Desvendados (O #4 é o mais controverso) enotas.com.br - seu negócio digital legalizado sem esforço Autores Christophe Trevisani Chavey christophe@enotas.com.br

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010

VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 VIDEOCONFERÊNCIA AÇÕES DO ESTADO PERANTE O MEI 20/04/2010 1 MEI-MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMBASAMENTO LEGAL: MEI - é o empresário individual definido no art. 966 do Código Civil - Lei 10.406/2002; Art.18-A,

Leia mais

- PRONATEC Seguro Desemprego (Ministério do Trabalho e Emprego);

- PRONATEC Seguro Desemprego (Ministério do Trabalho e Emprego); Orientações de pacutação Prefeitura/MDS PRONATEC O que é o PRONATEC? Informamos que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC)

Leia mais

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8 Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 O QUE É GISSONLINE?... 6 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 6 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

1. Fluxo de documentação

1. Fluxo de documentação 1. Fluxo de documentação É de fundamental importância o envio de toda documentação financeira para atender as exigências impostas pelo fisco e evitar problemas futuros à empresa. Prazo de envio: É ideal

Leia mais

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial.

Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos anos. O que existe é um déficit atuarial. PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O SABESPREV MAIS. 1. A Sabesprev está em dificuldades financeiras? Não. A Sabesprev tem dinheiro em caixa suficiente para garantir o pagamento aos beneficiários pelos próximos

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

CARTILHA. Previdência. Complementar NOVA TRIBUTAÇÃO. www.sulamericaonline.com.br

CARTILHA. Previdência. Complementar NOVA TRIBUTAÇÃO. www.sulamericaonline.com.br CARTILHA Previdência Complementar NOVA TRIBUTAÇÃO www.sulamericaonline.com.br Índice 1. Os Planos de Previdência Complementar e o Novo Regime Tributário 4 2. Tratamento Tributário Básico 5 3. Características

Leia mais

Perguntas frequentes

Perguntas frequentes Perguntas frequentes 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra podem ser adquiridas a qualquer momento

Leia mais

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009.

FORMALIZAÇÃO formalização será feita pela internet no endereço no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br, a partir de 01/07/2009. M.E.I. (Micro empreendedor Individual) Lei Complementar numero 128 de 19 de dezembro de 2008. Considera-se MEI o empresário individual a que se refere o art. 966 da Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002

Leia mais

ASSISTENTE CONTÁBIL AULA 02

ASSISTENTE CONTÁBIL AULA 02 ASSISTENTE CONTÁBIL AULA 02 Frame 57 - São chamadas de Pessoas Físicas apenas aquelas pessoas que possuem conta em banco. (FALSO) Frame 189 - É o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas. Frame 58 - CPF

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o(a) candidato(a) encontra-se inserido, incluindo documentação do candidato, sendo

Leia mais

SIMPLES NACIONAL. Panorama para 2010

SIMPLES NACIONAL. Panorama para 2010 SIMPLES NACIONAL Panorama para 2010 SILAS SANTIAGO Rio de Janeiro, 14 de janeiro de 2010. Fundamentação legal Histórico: Fundamentação legal Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte

Leia mais

Como abrir. uma Empresa? Passo-a-passo para tirar as ideias do papel

Como abrir. uma Empresa? Passo-a-passo para tirar as ideias do papel Como abrir uma Empresa? Passo-a-passo para tirar as ideias do papel índice 03 Introdução 05 07 Capítulo 1 Características do empreendedor de sucesso Capítulo 2 Planejamento eficiente 10 Capítulo 3 Como

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPÁ ESTADO DA BAHIA C.N.P.J. 13.694.658/0001-92

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRIPÁ ESTADO DA BAHIA C.N.P.J. 13.694.658/0001-92 Decreto n 015/2015 Piripá, 19 de maio de 2015. Regulamenta o gerenciamento da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços - NFS-e Sped, sua escrituração, a emissão de guia de recolhimento do Imposto sobre Serviços

Leia mais

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO Abrir uma empresa As três formas jurídicas mais utilizadas são as Empresas de Sociedade Simples, Sociedade Empresária e Empresário Individual, é nelas que eu vou me basear para mostrar os procedimentos

Leia mais

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa

Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa Legislação Básica da Micro e Pequena Empresa A Constituição Federal e o Estatuto Os artigos 146, 170, 179 da Constituição de 1988 contêm os marcos legais que fundamentam as medidas e ações de apoio às

Leia mais

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628 LEI N 812 de 12 de maio de 2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a Ferramenta de Declaração Eletrônica de Serviços - DES, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPIMIRIM,,

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa

MANUAL DO PGMEI. 1 Introdução. 1.1 Apresentação do Programa PGMEI PGMEI Pág. 1 MANUAL DO PGMEI 1 Introdução 1.1 Apresentação do Programa O Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (PGMEI) é um sistema

Leia mais

VANTAGENS DA NFC-e PARA O CONTRIBUINTE

VANTAGENS DA NFC-e PARA O CONTRIBUINTE Divulgação INTRODUÇÃO A NFC-e é um documento eletrônico (arquivo de computador) que substituirá as notas fiscais de venda a consumidor, modelo 2 e o cupom fiscal emitido por ECF com grandes vantagens para

Leia mais

VENDAS DIRETAS Fortaleza - CE 2013

VENDAS DIRETAS Fortaleza - CE 2013 VENDAS DIRETAS Fortaleza - CE 2013 2013. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará - SEBRAE/CE. Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo

Leia mais

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS

ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS ASPECTOS JURÍDICOS ESSENCIAIS PARA LOJAS VIRTUAIS Introdução Defina o tipo de empresa Capítulo 1 Registre a sua marca e o seu domínio Capítulo 2 Prepare-se para os impostos Capítulo 3 O direito do e-consumidor

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES CONSÓRCIO DE IMÓVEIS EMBRACON

GUIA DE ORIENTAÇÕES CONSÓRCIO DE IMÓVEIS EMBRACON GUIA DE ORIENTAÇÕES CONSÓRCIO DE IMÓVEIS EMBRACON Estimado Consorciado de imóvel, Parabéns! Você fez um excelente investimento! É um privilégio para nós, tê-lo como nosso cliente! É a oportunidade de juntos,

Leia mais

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >>

CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> CONHEÇA A NOSSA EMPRESA >> Para se candidatar a Vaga de Promotor(a) iremos dividir por etapas a apresentação e o treinamento: Primeira Etapa: 1. Apresentação da Empresa e seus Canais de Vendas 2. Apresentação

Leia mais

PARCERIA COMERCIAL 1

PARCERIA COMERCIAL 1 PARCERIA COMERCIAL 1 1. POLÍTICA COMERCIAL Seja um parceiro da TECNO SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA e ofereça ao mercado o JPONTO5 para a informatização de controle de cartão ponto de colaboradores. O programa

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14

ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14 ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA RECEITA 28576_ ATUALIZADO EM 01.07.14 DECRETO Nº 35.123/14, DE 27.06.14 PUBLICADO NO DOE DE 28.06.14 DECRETO Nº 28.576, DE 14 DE SETEMBRO DE 2007. PUBLICADO NO

Leia mais

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 Regulamenta a Lei Complementar nº. 92/07 de 13 de Dezembro de 2007, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) - que altera o sistema

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e)

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) Diretoria Geral de Tributos Biguaçu, Janeiro de 2012 INTRODUÇÃO

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012.

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. DECRETO N 1427/2012 Regulamenta a Lei municipal nº 8748/2010, que institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências.

Leia mais

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR

MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR MODELO DE ATUAÇÃO DO INTEGRADOR SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. OBJETIVO DO MANUAL... 3 2. QUEM É CONSIDERADO INTEGRADOR?... 3 3. QUAIS PROCESSOS SERÃO ALTERADOS?... 4 3.1» COMISSÃO... 4 3.2» NOVO CHECKLIST ON-LINE...

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado

Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado Universidade Estadual de Maringá Comissão Central do Vestibular Unificado VESTIBULAR DE INVERNO/2011 Home CVU Home UEM O Sistema de Cotas Sociais, forma de ingresso aos cursos de graduação da UEM, é destinado

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 069 de 08 de maio de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Cria o Programa de Incentivo Municipal

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal,

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal, DECRETO N.º 060 /2013. REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE ARACATI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe

Leia mais

GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1

GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1 GUIA PARA NOVOS NO ELO7: MEIOS DE PAGAMENTO 1 ÍNDICE 1. Meios de Pagamento disponíveis 1.1 Notificação de Pagamento 03 03 2. Moip 2.1 Benefícios 2.2 Como criar uma conta no Moip 2.2.1. Verificação da conta

Leia mais

Manual de Abertura da Franquia

Manual de Abertura da Franquia Versão 2 Manual de Abertura da Franquia www.autobrasilfranquias.com.br Procedimentos para Abertura de Unidade CONSIDERAÇÕES INICIAIS Aproveitamos esta oportunidade para desejar a você as mais sinceras

Leia mais

Manual. Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI

Manual. Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI Manual Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual DASN - SIMEI Sumário DASN-SIMEI 1. Definições...2 2. Acesso à Declaração...3 3. Apresentação do Programa...3 4. Requisitos Tecnológicos...4

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 1. PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES 2 2. MODALIDADE PARA USO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 2 3. ETAPAS PARA UTILIZAÇÃO DO CRÉDITO 2 4. DOCUMENTOS PARA PESQUISA

Leia mais

CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012. Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI.

CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012. Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI. CIRCULAR SUACIEF nº 013/2012 Em 11 de abril de 2012 Assunto Sobre a autorização de impressão de NF para Micro Empreendedor Individual - MEI. Senhor Inspetor, Em reunião da qual participei hoje e onde estavam

Leia mais

ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS

ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS ANEXO IV ROL DE DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS CANDIDATOS OPTANTES PELAS CATEGORIAS DE CONCORRÊNCIA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS. ESSA DOCUMENTAÇÃO DEVERÁ SER APRESENTADA PARA A REALIZAÇÃO

Leia mais

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham!

2ª Etapa 2009 a 2011. EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! 2ª Etapa 2009 a 2011 EI - Empreendedor Individual Profissionalizar para prosperar. Aqui, todos ganham! Benefícios para o Setor de Agenciamento de Viagens Com a Lei Complementar 128/08 - que alterou o Estatuto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO DECRETO MUNICIPAL Nº 1388/2011 Data: 27 de outubro de 2011 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - NF-E NO MUNICÍPIO DE ITAPOÁ. ERVINO SPERANDIO, Prefeito Municipal de Itapoá (SC),

Leia mais

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO

COMO ABRIR SEU NEGÓCIO COMO ABRIR SEU NEGÓCIO 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Reflexão Qual o principal motivo para buscar a formalização de seu negócio? É importante lembrarmos que: Para desenvolver suas

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO)

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO) COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 08/2015 EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA (ACESSIBILIDADE E DIAGRAMAÇÃO) Tipo: Melhor Técnica O Instituto Brasileiro de Administração Municipal - IBAM, associação

Leia mais

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014.

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014. Fortalecimiento del diálogo y de la cooperación entre la Unión Europea (UE) y América Latina y el Caribe (ALC) para el establecimiento de modelos de gestión sobre migración y políticas de desarrollo www.migracion-ue-alc.eu

Leia mais

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e?

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Oportunidade de regularização para os empreendedores individuais, desde a vendedora de cosméticos, da carrocinha de cachorro-quente ao pipoqueiro. 2 Empresas em geral Microempresas

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas NFC-e NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRÔNICA Perguntas e Respostas Versão 1.1 Atualizada em 03/2016 SUMÁRIO I) INFORMAÇÕES INICIAIS... 3 1. O que é a Nota Fiscal De Consumidor Eletrônica - NFC-e?... 3 2.

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 24.02.2016

C L I P P I N G DATA: 24.02.2016 C L I P P I N G DATA: 24.02.2016 Presidente do TST defende regulamentação da terceirização O novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho, defendeu nesta terça-feira

Leia mais

IRPF IR2012. Chegou a hora de declarar o. Especial

IRPF IR2012. Chegou a hora de declarar o. Especial Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência - Março de 2012 Especial IRPF 2012 Chegou a hora de declarar o IR2012 >> Fique por dentro >> Onde informar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRO - PR SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS DEPARTAMENTO DE ARRECADAÇÃO E CONTROLE FINANCEIRO DECLARAÇÃO DE MICROEMPRESA MUNICIPAL - DMM (vide instruções no verso/anexo

Leia mais

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal.

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. Para que serve o Cadastro Único? O Cadastro Único serve para que as famílias de baixa renda possam participar

Leia mais

Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário.

Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário. Utilização do FGTS Passo a passo para utilização do FGTS no seu contrato de financiamento imobiliário. Itaú Crédito Imobiliário Em caso de dúvidas ou para obter mais informações, você tem à disposição

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

Boletos registrados e o fim dos boletos sem registro COBRE. fácil online

Boletos registrados e o fim dos boletos sem registro COBRE. fácil online Boletos registrados e o fim dos boletos sem registro COBRE Introdução O comunicado número 015/2015 da FEBRABAN vem deixando muitos empresários e prestadores de serviços de cabelo em pé, literalmente. E

Leia mais

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual

EI, VOCÊ AÍ! Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor Individual EI, VOCÊ AÍ! Regularize a situação da sua empresa com as dicas do Sebrae-SP e aproveite todos os benefícios da formalização. Tributos, taxas e contribuições de responsabilidade do MEI - Microempreendedor

Leia mais

Como consultar o histórico de pagamentos

Como consultar o histórico de pagamentos Histórico de Pagamentos Como consultar o histórico de pagamentos O histórico de pagamentos registra todos os pagamentos feitos no estabelecimento para todos os tipos de vendas. Pode ser considerado uma

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS Gabinete do Prefeito PROJETO DE LEI Nº 15 DE 22 DE JANEIRO DE 2010. Altera a Lei nº 1.943, de 10 de dezembro de 1979, para conceder isenção da Taxa de Fiscalização de Atividades (TFA); a Lei nº 5.252, de 20 de dezembro de

Leia mais

http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334

http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334 http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=95334 (Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara') Agência Câmara Tel. (61) 3216.1851/3216.1852 Fax. (61) 3216.1856

Leia mais

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial

IRPF IR2013. Chegou a hora de declarar o. Especial Boletim Informativo dirigido a participantes de planos de previdência da Bradesco Vida e Previdência Março de 2013 Especial IRPF 2013 Chegou a hora de declarar o IR2013 >> Fique por dentro >> Onde informar

Leia mais