A Gestão do Conhecimento para o sucesso no atendimento ao cliente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Gestão do Conhecimento para o sucesso no atendimento ao cliente"

Transcrição

1 A Gestão do Conhecimento para o sucesso no atendimento ao cliente É um fato. Se você não oferecer a seus clientes ou funcionários a opção de auto-atendimento na web, você já ficou para trás. Os benefícios dessa mudança podem ser substanciais, desde que o mundo baseado na web funciona 24x7x365 e oferece oportunidades ilimitadas para a interação com cliente. Mas é também o caso de que satisfazer plenamente as demandas de informação e serviços pode ser desafiador, e cria uma mentalidade de "resposta imediata". A solução para este problema reside na implantação de uma iniciativa de Gestão do Conhecimento. Usar tecnologias direcionadas para isso permite às organizações que seus clientes obtenham informações apenas procurando por ela, satisfazendo suas próprias exigências em questões de prazos de solução. Como os clientes e usuários finais podem responder a muitas de suas próprias perguntas através do self-service na web, agentes de serviço e suporte ao cliente podem dedicar mais tempo e recursos para lidar com questões complexas. Em um ambiente corporativo, soluções de Gestão de Conhecimento tornam possível fornecer conhecimentos de especialistas a todos os departamentos e locais geográficos dentro de uma organização. As soluções também ajudam a atenuar os efeitos da rotatividade de pessoal, já que torna o conhecimento acessível a todos durante todo o tempo. Finalmente, as soluções de Gestão do Conhecimento fornecem as mais atualizadas respostas e informações em toda a empresa, porque a partilha e a replicação do conhecimento garantem que todos os conhecimentos capturados estejam atualizados e disponíveis. A iniciativa de implementação de uma solução de Gestão do Conhecimento exige que uma organização reconheça que o conhecimento é amplo e distribuído de forma desigual nas mentes de seus funcionários, e enterrados em documentos, s, FAQs, manuais e outros recursos de informação. O principal obstáculo à implementação de uma solução de Gestão do Conhecimento reside nas mudanças culturais necessárias para que ela realmente gere resultados, ou seja, de que o conhecimento deve ser explicitamente capturado, compartilhado e utilizado, proporcionando o melhor benefício possível. Assim a Gestão do Conhecimento é tanto uma questão de mentalidade, quanto uma questão de ferramentas e afins. Sem uma gestão adequada, treinamento e um esforço para tornar o conhecimento tecnológico implícito em explícito, a Gestão do Conhecimento será ineficaz. Mas as empresas podem evitar essas armadilhas com sucesso, escolhendo as pessoas, processos e tecnologia certas. A melhor garantia de uma implementação bem sucedida reside na parceria com um fornecedor de Gestão do Conhecimento, que oferece a combinação certa de metodologias e ferramentas para atender às necessidades.isso inclui softwares que podem capturar e organizar elementos de conhecimento, juntamente com o apoio necessário e treinamento para assegurar um lançamento bem sucedido de soluções de Gestão do Conhecimento dentro de uma organização. Este white paper discute a natureza e os benefícios da Gestão do Conhecimento, e explica o que está envolvido na implementação de soluções para este fim, com objetivo de atendimento ao cliente. Introdução É muito claro que os modelos de negócios de hoje dependem muito da maximização do uso de recursos, eliminando redundância e automatizando os processos para atender os objetivos de

2 negócio. Além disso, é também claro que o e-business tornou-se uma parte essencial da equação. Um dos truísmos deste modelo, na verdade, é que a competição está a apenas um 'clique' de distância. A justaposição dessas forças traz aos executivos de negócios a conclusão de que deve-se mover para uma estratégia eficaz de auto-serviço baseado na web, que aumente a satisfação do cliente, melhorando simultaneamente a eficiência da empresa. A chave para isso é o uso eficaz da informação. Mas a informação, ou seja, a mera acumulação de dados tem por si só, tem pouco significado, a menos que possam ser recolhidos, estruturados, organizados e disponibilizados como conhecimento. A utilização efetiva do conhecimento é um ingrediente essencial em todas as organizações de sucesso, não importa o que as empresas são ou quais serviços oferecem. Segundo o Gartner, "Com o advento do e-business e o surgimento de uma economia do conhecimento verdadeiro, a Gestão do Conhecimento aparece novamente nas telas de radar das corporações. Uma gestão efetiva do conhecimento melhora os produtos, a velocidade de implantação, aumenta as vendas, melhora os lucros e gera clientes satisfeitos. Mas usar corretamente o conhecimento em uma organização requer um entendimento de que a mera disponibilidade de informações simples e desconexas não é conhecimento e não pode tratar adequadamente essas necessidades da empresa. Com isso em mente, o tema deste artigo é uma discussão sobre a utilização da Gestão de Conhecimento para melhorar a satisfação do cliente e reduzir os custos de suporte através do atendimento eficaz ao cliente. Serviço ao cliente, tal como definido neste artigo, inclui suporte ao cliente, suporte técnico e suporte ao produto. Por que as empresas implantam soluções de Gestão do Conhecimento para o aumento na satisfação do cliente? Há uma série de questões que são cada vez mais evidentes para os executivos de negócios, motivando-os a considerar a Gestão do Conhecimento para atender às metas de satisfação dos clientes da empresa. É evidente que a satisfação do cliente atinge muitas áreas da empresa, incluindo a qualidade dos produtos, adequação de preço, garantia, prazo de entrega, etc, mas uma área-chave de satisfação do cliente ocorre quando o ele tem um problema ou uma questão que precisa ser respondida. Muitas pessoas pensam que o problema do cliente é um desastre, ou pior, que não é importante! Empresas de sucesso, no entanto, reconhecem que um problema do cliente pode ser uma oportunidade para cimentar uma relação duradoura com o mesmo, cuidando do problema de forma rápida e eficiente, com bom humor e preocupação real para gerar satisfação. Mas isso não pode ser feito facilmente sem soluções Gestão de Conhecimento. Questões críticas enfrentadas pelas Organizações de Serviços ao Cliente Serviços ao cliente encabeçam a lista de preocupações das organizações à medida que as dificuldades com as vastas implicações dos novos modelos de e-business afetam seus resultados. Entre essas preocupações, as seguintes têm ligações diretas com a Gestão do Conhecimento: 1. Fatores econômicos - Devido à necessidade de otimização contínua dos custos, incluindo corte no Centro de Suporte, empresas de hoje precisam oferecer alternativas de baixo custo para o atendimento de suporte ao cliente.

3 2. Expectativas elevadas - Os clientes de hoje estão cada vez mais condicionados a esperar um atendimento de alto nível ou podem facilmente mudar para o concorrente. 3. Caro e complexo - O custo e a complexidade da manutenção de um nível eficaz de satisfação do consumidor cresce em proporção dramática com o tamanho e sofisticação da base de clientes. 4. Desafios significativos - Há verdadeiros desafios para a manutenção de um elevado nível de satisfação do cliente, incluindo: Aumento do volume de chamados causa atrasos e afastam clientes: Quando a competição nunca é mais do que um clique de mouse ou um telefonema de distância, os clientes frustrados podem e normalmente vão a outros lugares para satisfazer as suas necessidades. Relação dos clientes com os agentes: A dificuldade em manter uma relação de qualidade dos agentes do contact center com os clientes é agravada pela aumento rápido da quantidade de clientes. Em um ambiente de negócios em que o acesso à Internet pode multiplicar esse número por várias ordens de magnitude, simplesmente não é possível manter relações tradicionais agente-cliente. Desenvolver agentes experientes e eficazes leva tempo e dinheiro: o desenvolvimento dos recursos humanos importantes para ter sucesso no atendimento ao cliente requer um investimento. As pessoas boas são muitas vezes difíceis de encontrar e as organizações podem ser duramente pressionadas a encontrar e desenvolver pessoal de suporte suficiente, e cultivar os seus conhecimentos. Volume de negócios e mudanças de emprego podem significar a perda do conhecimento: Se o conhecimento conseguido através de muito esforço sobre questões de suporte permanece bloqueado na cabeças dos agentes, ele sai pela porta junto com os mesmos. Organizações que investem pesado no desenvolvimento de serviços e dos profissionais de suporte podem facilmente perder seus investimentos quando os agentes saem ou entram em outras posições. Novos agentes necessitam de treinamento intensivo para se tornarem produtivos: agentes iniciantes têm de aprender e dominar uma grande quantidade de informações, enquanto desenvolvem habilidades de comunicações e relacionamento. Leva tempo e esforço para que o serviço de um agente de suporte chegue ao seu auge, apesar de a despesa decorrente desse processo impactar diretamente os resultados da organização. Chamados idênticos devem ser investigados e respondidos várias vezes: Quando o conhecimento não é compartilhado, os agentes duplicam os esforços na investigação, quando respondem às mesmas perguntas. Isso provoca um desperdício de esforços e recursos. Informação acessível a alguns agentes pode não estar acessíveis a todos os agentes: Nas organizações tradicionais de trabalho intensivo de suporte, as especializações crescem com o tempo e estão relacionadas à habilidade e ao conhecimento empregado na resolução de problemas. Alguns agentes sabem mais que outros e podem, portanto, lidar com uma gama maior de consultas. Isto leva a um serviço inconsistente e insatisfatório para os clientes.

4 Gestão do Conhecimento é a solução As soluções de Gestão do Conhecimento tornam o amplo e implícito conhecimento corporativo no mais explícito possível. Ela permite às empresas organizar, pesquisar, utilizar e adaptar qualquer organismo explícito do conhecimento em resposta às mutantes circunstâncias, e tecnologias dos clientes. Tudo isso pode fazer uma enorme diferença na resolução dos problemas descritos anteriormente, como segue: A proporção de agentes de suporte a clientes pode ser controlado e a interação pode ser mais eficiente: Uma Gestão do Conhecimento eficaz ajuda a resolver ocorrências mais rapidamente, enquanto que os aspectos de auto-atendimento reduzem o número de chamados recebidos. Isso permite que a organização de serviços e os agentes de suporte se concentrem nos chamados mais complexos e acelerem escalações e também a resolução. O Aumento do volume de chamados pode ser tratado através do auto-atendimento na web: Oferecer aos seus clientes, parceiros e usuários finais acesso ao serviço de self-service permite que os consumidores de conhecimento lidem com muitas das suas próprias consultas. Além disso, inicia-se a conveniência do acesso 24x7x365 à informação. Segundo o Gartner, mais de 90% das interações com os clientes do serviço de informações e transações remotas são automatizadas. Além disso, o custo das operações de serviço na web é muito menor do que uma interação tradicional pelo telefone. O Gartner afirma que um atendimento pelo telefone custa cerca de 5,50 dólares, enquanto uma operação de auto-serviço web é estimado em 24 centavos. Experiência pode ser compartilhada: Uma solução de gestão do conhecimento não só capta uma expertise escassa, como compartilha este conhecimento com todos os especialistas de suporte de forma uniforme. Assim, as organizações podem aproveitar seus conhecimentos e torná-lo muito mais ampla e consistente à disposição dos seus clientes, parceiros, ou os usuários finais. Volume de negócios e mudanças de emprego não inviabilizam o sistema: Uma capacidade essencial das soluções de Gestão do Conhecimento é capturar o conhecimento e torná-lo acessível a todos os serviços e agentes de suporte. Assim, o conhecimento não fica com aqueles que o detêm ou o descobrem, e sim torna-o um ativo organizacional disponível a todos os que dele necessitam. Isso resolve dois problemas essenciais: o desafio de tornar o trabalho mais eficaz e satisfatório para que as pessoas-chave permaneçam na empresa e combate o problema de como manter o conhecimento na empresa no caso de uma pessoachave sair. O tempo de formação de um agente até se tornar produtivo é reduzido: A formação de agentes de serviços de suporte com a utilização eficaz de uma solução de Gestão do Conhecimento, torna-o muito mais rapidamente produtivos. Uma vez que os agentes sabem como usar suas soluções de Gestão do Conhecimento, eles se tornam muito mais eficientes e se tornam prontos para lidar de forma coerente e precisa com as consultas dos clientes que possam surgir. Consultas idênticas podem ser respondidas a partir de soluções já descobertas: Depois que o conhecimento é capturado, ele é rapidamente acessível em uma solução de Gestão de Conhecimento, que é facilmente acessível a todos agentes. Assim, quando uma questão é pesquisada e atendida, os benefícios desse trabalho estão disponíveis para quem precisa acessar a essas informações. O resultado é o aumento da produtividade, permitindo que os agentes tenham mais tempo para lidar com novas consultas e aumenta a satisfação dos clientes.

5 A informação é acessível a todos os agentes: Pelo fato de o conhecimento capturado em uma solução ser acessível a todos os agentes, eles individualmente podem alcançar o mesmo nível de conhecimentos, baseado na experiência e conhecimento dos outros. Mecanismos de alto nível, e integrados para a replicação em toda a empresa, permitem que agentes em escritórios remotos tenham acesso às mesmas informações de agentes na sede da organização - garantindo consistência e acertos. Papel da Gestão do Conhecimento na Central de Atendimento Muitas vezes surge a questão: o que vem primeiro lugar, a base de conhecimento ou os múltiplos canais de serviços (ou seja, , chat, etc)? Será que a base de conhecimento depende dos canais ou os canais contam com a base de conhecimento? Depois de muito debate e análise, fica claro que a base de conhecimento é a espinha dorsal da central de atendimento multicanal. Todos os canais, incluindo e chat, devem utilizar a base de conhecimento como fonte de informação para comunicação entre os usuários-finais com o centro de suporte, seja através do auto-atendimento na web ou do agente de suporte assistido. Tim Hickernell, diretor sênior do programa de estratégias de serviço de colaboração via web do grupo META, resume a importância deste debate, afirmando que "as organizações com múltiplos canais de serviço têm de evoluir para uma estratégia multicanal de acesso e inclusão de conteúdo à base de conhecimento, ou estará arriscado a afastar os clientes com um serviço inconsistente. Fornecer a clientes uma experiência consistente em todos os canais de atendimento e pontos de interação pode reduzir a redundância na execução do processo." Aplicação da Gestão do Conhecimento A Gestão do Conhecimento representa tanto uma atividade ("algo que você faz"), como também é um sistema ou tecnologia. É por isso que vale a pena explorar o que está envolvido na implementação da Gestão do Conhecimento, ou colocá-la mais formalmente, em capturar o conhecimento existente dentro de uma organização e, em seguida adaptar esse conhecimento durante a captura de novos conhecimentos daqui para frente. Uma vez que esse conhecimento é capturado, os profissionais de Gestão de Conhecimento podem aplicar os processos de análise e organização, atribuindo relacionamentos e listas de prioridades entre perguntas e respostas. Para começar, implementar um sistema de Gestão do Conhecimento dentro de uma organização significa analisar as suas fontes atuais de conhecimento. Isso inclui não apenas a captura das informações úteis independentemente de onde estejam, mas também requer a análise dos registros de chamados, odo s de clientes, e outras fontes de interação com o mesmo, compreendendo não apenas quais são as respostas, mas quais perguntas têm aquelas respostas como necessárias. As fases da Gestão do Conhecimento que requerem um esforço na captura do conhecimento e nas atividades relacionadas com a conclusão de cada fase são: Documentação do conhecimento: Analise todas as possíveis fontes de conhecimento organizacional para construir uma taxonomia dos tipos de conhecimento, e decida atributos e valores que devem ser associados a cada tipo (vamos chamar uma instância de algum tipo de conhecimento - um item específico de conhecimento - um elemento de conhecimento). Em seguida, examine todas as fontes possíveis para descobrir elementos de conhecimento existentes e tornar possível a descoberta de elementos de novos conhecimentos.

6 Compartilhamento do conhecimento: Comece por registrar todos os elementos do conhecimento conhecidos a partir de documentos, comunicações e entrevistas com especialistas no assunto. Analise os conteúdos para classificar os elementos do conhecimento, por tipo, e para estabelecer uma hierarquia entre os tipos ou organização. Finalmente, simbolize os elementos de conhecimento e hierarquize a informação para torná-los pesquisáveis através de palavra-chave, ou relações com um ou mais problemas citados. Em cada passo, inclua formulários para obter o feedback dos usuários do sistema de Gestão de Conhecimento, sobre elementos de conhecimento, a organização desses elementos, o sistema de pesquisa e recuperação, e relevância dos elementos. Aplicação do conhecimento: é onde os agentes de suporte ao cliente interagem com a base de conhecimento para localizar e utilizar conhecimentos relevantes. Nesta fase é fundamental refinar o conteúdo dos elementos de conhecimento e adaptar a estrutura da base de conhecimento em resposta a essa interação. A capacidade de fazer e sugerir relações entre os problemas e soluções é suficientemente poderoso para mobilizar um comprometimento entre o pessoal de suporte e profissionais de gestão do conhecimento, quando virem que um sistema dinâmico pode melhorar os resultados da pesquisa, da produtividade dos agentes e da satisfação do cliente. Em geral, e no contexto dos sistemas de atendimento ao cliente com base em centros de atendimento ao cliente, a Gestão do Conhecimento engloba uma vasta gama de capacidades necessárias para logicamente capturar, organizar, partilhar e utilizar os elementos do conhecimento, a fim de reconhecer os problemas e sugerir possíveis soluções para as consultas dos clientes. As seguintes funções são cruciais para uma implementação bem sucedida de Gestão de Conhecimento. A soluções para esse fim devem apresentar as seguintes funcionalidades: Capturar e organizar de elementos do conhecimento para a identificação e classificação de relevância. No início da implementação de um sistema de Gestão do Conhecimento, conhecimentos existentes devem ser capturados, e como o sistema é utilizado ao longo do tempo, novos conhecimentos devem ser acrescentados conforme necessário e também capturados, organizados e classificados por relevância. Disponibilizar o conteúdo da base de conhecimento para consultas recebidas, estabelecendo relação entre a busca e a relevância das possíveis respostas em relação ao termo utilizado. O sistema de Gestão do Conhecimento deve permitir analisar o conteúdo semântico lexiconical e de consultas analisando qualquer conexão relacionamento existente entre a busca e os elementos do conhecimento. Maximizar a re-utilização de elementos de conhecimento qualquer pergunta relevante é representada em um sistema de Gestão de Conhecimento assim que ela ocorre, gerando um elemento de conhecimento que será considerado cada vez que ocorrer uma consulta similar. Representar qualquer fluxo de trabalho ou processo organizacional com as suas próprias fontes de aplicações específicas do conhecimento dentro do sistema de Gestão do Conhecimento - assim, os profissionais de RH podem ter acesso aos conhecimentos de RH, profissionais de TI a conhecimentos de TI, e assim por diante. Solicitar feedback contínuo sobre a aplicação de elementos do conhecimento existentes, incluindo novas situações, novos problemas e novos cenários. Isso permite que o número de relações entre os elementos cresçam, e explica como a organização e a classificação por relevância pode melhorar com o tempo, aumentando o valor da base de conhecimento em si. A experiência tem demonstrado que a implementação de uma solução de Gestão do Conhecimento é possível e desejável. Normalmente, é possível realizar uma implementação

7 padrão inicial no prazo de trinta dias úteis. Dentro desse prazo, os usuários são capazes de demonstrar o sucesso da instalação, preencher, e utilizar um sistema modesto de base conhecimento para resolver problemas de suporte ou serviço dentro de uma área de problema bem definida. Esta aplicação inicial permite às organizações compreender os processos e metodologias necessárias para realizar um projeto bem sucedido de Gestão do Conhecimento e pode fornecer uma poderosa demonstração das capacidades de um sistema para este fim, dentro da organização do usuário. O fornecedor correto também pode fornecer todo o gerenciamento de projeto necessário, a engenharia de sistemas, a consultoria técnica de Gestão do Conhecimento, o treinamento e o suporte necessários para obter os resultados almejados a partir de uma implantação inicial. Benefícios e retorno do investimento da Gestão do Conhecimento Dado o grau certo de investimento em sistemas e tecnologias de Gestão do Conhecimento e o nível correto de comprometimento organizacional para a sua implantação, conservação e uso regular, os seguintes benefícios são alcançados: Re-utilização de elementos de conhecimento existentes evita custos recorrentes relacionadas com a investigação de soluções para chamados repetidos. Disponibilidade dos elementos de conhecimento ao pessoal de suporte, parceiros e clientes melhora a experiência de atendimento ao cliente e a velocidade da resolução do problema. Organizações de suporte podem entregar respostas mais rápidas e precisas às perguntas. Seja a partir de um suporte de auto-atendimento ou de um chamado de serviço assistido, a satisfação do cliente aumenta quando os problemas são resolvidos rapidamente. Resolução mais rápida de chamados ao suporte significa melhora na produtividade dos funcionários de suporte: as organizações de suporte podem atender a mais incidentes (particularmente quando o self-service funciona para consultas de problemas comuns), e o pessoal de suporte pode se concentrar em ajudar os clientes com problemas mais graves ou dúvidas. Com o uso de uma base de conhecimento ao longo do tempo, feedbacks constantes de seus usuários ajudam a melhorar o sistema de ranking de relevância, identificar soluções de melhoria e estabelecer a aplicabilidade das soluções conhecidas para todos os problemas relacionados. Isso aumenta o valor e a utilidade do conhecimento da base de conhecimento. Como os sistemas de Gestão do Conhecimento podem capturar e gerenciar o conhecimento de praticamente qualquer assunto, as organizações podem utilizar os seus sistemas de Gestão do Conhecimento para lidar com problemas de uma ampla gama de temas e funções de trabalho. Isso permite que a base de conhecimentos se torne um verdadeiro repositório coletivo de sabedoria organizacional. Como o volume de chamados pode aumentar dramaticamente com pouco ou nenhum aumento no custo de pessoal de suporte, e os conhecimentos mais requisitados ficam disponíveis on-line 24x7x365, as organizações que implantam sistemas de Gestão de Conhecimento se tornam muito mais competitivas do que aquelas que não. Elas podem oferecer mais serviços com mais freqüência pelo mesmo preço que as organizações que ainda dependem de pessoas para atender ao telefone 8 ou 12 horas por dia.

8 Ao fazer o conhecimento e os dados dos clientes facilmente acessíveis, o representante de atendimento pode ainda utilizar as ferramentas de Gestão do Conhecimento para iniciar receitas de venda cruzada e oportunidades de vendas com seus clientes, criando lucro, tornando o centro de contato um centro de crescimento e não um centro de custo. De acordo com o Gartner, as fusões entre o serviço ao cliente e vendas e marketing, estão ocorrendo com maior freqüência entre as empresas dos Estados Unidos. O Gartner estima que, até 2007, 40% dos call centers terão um impacto significativo sobre as receitas de uma empresa. O uso adequado de um sistema de Gestão do Conhecimento para suportar até os chamados mais difíceis, garante que as respostas baseadas no compartilhamento do conhecimento sejam disponíveis mais rapidamente, e sejam muito mais propensos a serem corretas. O payback de um investimento com sistemas e tecnologias de Gestão de Conhecimento vão além de controlar os custos de escalada no suporte. Eles também implicam em aumento na satisfação do cliente, na capacidade de captura de conhecimentos, resolução de problemas de todos os tipos e uma crescente capacidade de reconhecer e lidar com problemas de uma organização,não importando onde e como eles ocorrem. Como resultado, a implantação e o uso adequado dos sistemas e ferramentas de Gestão do Conhecimento prometem um retorno substancial do investimento (ROI). Não só as organizações podem fazer mais com os mesmos ou menos recursos, mas eles também podem oferecer uma melhor qualidade de serviço aos seus clientes. Algumas das principais métricas para determinar o sucesso de uma iniciativa de Gestão do Conhecimento incluem a Resolução no Primeiro Contato (FCR), desvio de chamada para o auto-atendimento na web, diminuição do tempo para lidar com chamados e menor duração da formação do agente. Por fim, o sucesso do conhecimento disponível ao cliente pode ser medida pela redução de custos dentro do centro de suporte, a geração de receita através de vendas cruzadas e novas vendas e um aumento na satisfação e lealdade do cliente..

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar especial gestão Padrão exclusivo para sua empresa nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. A frase consagrada de Albert Einstein não poderia ser mais clara: quer

Leia mais

AGILIDADE ORGANIZACIONAL

AGILIDADE ORGANIZACIONAL PMI PULSO DA PROFISSÃO RELATÓRIO DETALHADO AGILIDADE ORGANIZACIONAL Destaques do Estudo O lento crescimento econômico e as prioridades mutantes do mercado global criaram um ambiente de negócios complexo

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Relação entre as organizações cristãs e as igrejas locais

Relação entre as organizações cristãs e as igrejas locais Seção Relação entre as organizações cristãs e as Conforme discutido na Seção 1, as desempenham um papel na proclamação e na demonstração do evangelho. Entretanto, com muita freqüência, o papel da igreja

Leia mais

Três caminhos para melhores processos decisórios: O que você deve saber Agora Sumário executivo

Três caminhos para melhores processos decisórios: O que você deve saber Agora Sumário executivo Três caminhos para melhores processos decisórios: O que você deve saber Agora Technology Evaluation Centers Três caminhos para melhores processos decisórios: O que você deve saber Agora Todos os dias,

Leia mais

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento Eficiência no em clínicas e hospitais ÍNDICE 3 - Introdução 4 - O que os clientes esperam de um bom 6-5 dicas para gerar eficiência no -EBOOK- Produzido por CM Tecnologia 11 - Conclusão 12 - Sobre a CM

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente

Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente Engajamento com o Cliente Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Informativo Torne cada interação relevante e envolvente Aumente o valor do ciclo de vida de cada cliente Gerenciamento do ciclo de vida

Leia mais

NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS

NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS NOVAS HABILIDADES PARA O DEPARTAMENTO DE TI ORIENTADO A SERVIÇOS Ser o líder de TI de uma empresa pode ser uma situação bem parecida com estar em uma plataforma de petróleo em chamas. O departamento de

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani BI Business Intelligence A inteligência Empresarial, ou Business Intelligence, é um termo do Gartner Group. O conceito surgiu na década de 80 e descreve

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento de acesso orientado a conteúdo da CA para SharePoint

RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento de acesso orientado a conteúdo da CA para SharePoint RESUMO DA SOLUÇÃO Gerenciamento de acesso orientado a conteúdo da CA para SharePoint Posso possibilitar o negócio e, ao mesmo tempo, proteger o conteúdo confidencial com o Microsoft SharePoint? agility

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N Robert Young Gerente de pesquisas de software para gerenciamento de sistemas empresariais C o m o r e p e n s a r o gerenciamento de ativo s d e T I n a e ra da "Internet

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira

CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS. Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa. Ricardo Pereira CERTIFICAÇÃO ISO PARA EMPRESÁRIOS Um guia fácil para preparar e certificar sua empresa Ricardo Pereira Antes de começar por Ricardo Pereira Trabalhando na Templum Consultoria eu tive a rara oportunidade

Leia mais

NORMA ISO 14004. Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio

NORMA ISO 14004. Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio Página 1 NORMA ISO 14004 Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio (votação 10/02/96. Rev.1) 0. INTRODUÇÃO 0.1 Resumo geral 0.2 Benefícios de se ter um Sistema

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das Partes Interessadas e da Integração

Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das Partes Interessadas e da Integração Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das

Leia mais

O GERENTE DE PROJETOS

O GERENTE DE PROJETOS O GERENTE DE PROJETOS INTRODUÇÃO Autor: Danubio Borba, PMP Vamos discutir a importância das pessoas envolvidas em um projeto. São elas, e não os procedimentos ou técnicas, as peças fundamentais para se

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília AVALIAÇÃO DA ADOÇÃO DE BPM NO BRASIL: ERROS, APRENDIZADOS E BOAS PRÁTICAS Leandro Jesus INVESTIR EM PROCESSOS:

Leia mais

No capítulo 3 estão concentrados todos os assuntos relacionados à metodologia utilizada nesse trabalho de pesquisa. Ou seja, tipo de pesquisa, método

No capítulo 3 estão concentrados todos os assuntos relacionados à metodologia utilizada nesse trabalho de pesquisa. Ou seja, tipo de pesquisa, método 14 1 Introdução Este estudo visa identificar os atributos e seus respectivos níveis mais importantes na definição da contratação de serviços de consultoria estratégica pelas operadoras de telecomunicações.

Leia mais

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky

Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky Programa de assistência técnica alargada da Kaspersky NÍVEIS MSA ENTERPRISE E MSA BUSINESS Reduza os impactos financeiros e operacionais negativos das interrupções Preserve a imagem da sua marca e os níveis

Leia mais

ANEXO II DOS TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO II DOS TERMOS DE REFERÊNCIA ANEXO II DOS TERMOS DE REFERÊNCIA GLOSSÁRIO DE TERMOS DO MARCO ANALÍTICO Avaliação de Projetos de Cooperação Sul-Sul: exercício fundamental que pretende (i ) aferir a eficácia, a eficiência e o potencial

Leia mais

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso

Programa de Gestão de Fornecedores. da White Martins. Sua chave para o sucesso Programa de Gestão de Fornecedores da White Martins Sua chave para o sucesso Quem Somos A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais

Leia mais

Não está gostando do jogo? Mude-o!

Não está gostando do jogo? Mude-o! WHITE PAPER Não está gostando do jogo? Mude-o! Entenda o mercado de Provedores de Serviços e descubra novas maneiras de aumentar os lucros, reduzir os custos, lançar novos serviços e muito mais; com informações

Leia mais

PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL. Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03

PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL. Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03 PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL Diretrizes e Estratégias para Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03 RELATÓRIO TÉCNICO CONCLUSIVO

Leia mais

processos de qualidade como um todo. Este conceito, muitas vezes como parte de uma iniciativa mais ampla "gestão enxuta", muitas organizações abraçam

processos de qualidade como um todo. Este conceito, muitas vezes como parte de uma iniciativa mais ampla gestão enxuta, muitas organizações abraçam 2 1 FILOSOFIA KAIZEN Segundo IMAI, MASAAKI (1996) KAIZEN é uma palavra japonesa que traduzida significa melhoria continua, que colabora em melhorias sequenciais na empresa como um todo, envolvendo todos

Leia mais

ebook Tratamento das Reclamações dos Clientes nas Organizações

ebook Tratamento das Reclamações dos Clientes nas Organizações ebook Tratamento das Reclamações dos Clientes nas Organizações ParasalvaroeBookemseucomputador,aproxime o mouse do quadrado vermelho clique no ícone 0 INTRODUÇÃO 1 OBJETIVO PROGRAMA 2 REFERÊNCIAS NORMATIVAS

Leia mais

É recomendável ordenar e responder apenas àquelas perguntas que podem efetivamente contribuir para um aprofundamento da análise da organização.

É recomendável ordenar e responder apenas àquelas perguntas que podem efetivamente contribuir para um aprofundamento da análise da organização. Roteiro de Apoio Análise da Sustentabilidade Institucional Antonio Luiz de Paula e Silva alpsilva@fonte.org.br 1 O presente documento apresenta uma série de perguntas para ajudar no levantamento de dados

Leia mais

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO 1 ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO CELINA APARECIDA ALMEIDA PEREIRA ABAR Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Brasil abarcaap@pucsp.br - VIRTUAL EDUCA 2003-1 INTRODUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAPID APPLICATION DEVELOPMENT Disciplina: Modelagem a Programação Orientada a Objetos

Leia mais

Indicadores de Desempenho Conteúdo

Indicadores de Desempenho Conteúdo Indicadores de Desempenho Conteúdo Importância da avaliação para a sobrevivência e sustentabilidade da organização O uso de indicadores como ferramentas básicas para a gestão da organização Indicadores

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O especialista em inovação Bruno Moreira analisa as dificuldades que impedem um maior nível de colaboração por parte das empresas brasileiras

Leia mais

Como Identificar e Definir os Processos da sua Empresa

Como Identificar e Definir os Processos da sua Empresa Como Identificar e Definir os Processos da sua Empresa Mapeamento e Padronização de Processos Organizacionais Mateus Pizetta Aline Milani Todos os Direitos Reservados 2014 Introdução: Este material foi

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

BSC Balance Score Card

BSC Balance Score Card BSC (Balance Score Card) BSC Balance Score Card Prof. Gerson gerson.prando@fatec.sp.gov.br Uma das metodologias mais visadas na atualidade éobalanced ScoreCard, criada no início da década de 90 por Robert

Leia mais

Análise Preditiva de Vantagem Comercial

Análise Preditiva de Vantagem Comercial PESQUISA TDWI PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2014 RESUMO EXECUTIVO RELATÓRIO DE MELHORES PRÁTICAS TDWI Análise Preditiva de Vantagem Comercial Por Fern Halper tdwi.org RESUMO EXECUTIVO Análise Preditiva de Vantagem

Leia mais

3 Gerenciamento de Projetos

3 Gerenciamento de Projetos 34 3 Gerenciamento de Projetos Neste capítulo, será abordado o tema de gerenciamento de projetos, iniciando na seção 3.1 um estudo de bibliografia sobre a definição do tema e a origem deste estudo. Na

Leia mais

Estudo de Caso 2 O CASO HIME. Introdução

Estudo de Caso 2 O CASO HIME. Introdução Estudo de Caso 2 O CASO HIME Introdução Empresa de Tecnologia Localizada no Rio de Janeiro, A Hime Informática se destaca pelo enorme sucesso obtido pelo o Hime System, o primeiro software do mercado a

Leia mais

10 Análise dos recursos internos

10 Análise dos recursos internos 177 10 Análise dos recursos internos Essa seção do trabalho tem como objetivo fazer a análise dos recursos internos das duas empresas pesquisadas, Globo e Vivo. Como referencial teórico será utilizado

Leia mais

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas 10 Minutos sobre práticas de gestão de projetos Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas Destaques Os CEOs de setores que enfrentam mudanças bruscas exigem inovação

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

Módulo 5. Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios

Módulo 5. Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios Módulo 5 Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios Implementando BSC para um negócio específico O BSC é uma estrutura para desenvolvimento

Leia mais

Eleve a experiência do consumidor: como criar uma situação de win-win entre a TI e seus usuários

Eleve a experiência do consumidor: como criar uma situação de win-win entre a TI e seus usuários Eleve a experiência : como criar uma situação de win-win entre a TI e seus usuários Introdução Soluções da CA Por que é necessário melhorar a experiência dos usuários com os serviços de TI? A consumerização

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Organizações Nenhuma organização existe

Leia mais

Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG

Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG Análise SWOT seguindo a metodologia do BMG Análise SWOT (abreviatura das palavras em inglês Strong, Weakness, Opportunities e Threats) é uma análise ambiental que consiste em levantar pontos internos e

Leia mais

A MOTIVAÇÃO INFLUENCIA NO DESEMPENHO DAS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES? INFLUENCE MOTIVATION PERFORMANCE OF PERSONS IN ORGANIZATIONS?

A MOTIVAÇÃO INFLUENCIA NO DESEMPENHO DAS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES? INFLUENCE MOTIVATION PERFORMANCE OF PERSONS IN ORGANIZATIONS? A MOTIVAÇÃO INFLUENCIA NO DESEMPENHO DAS PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES? INFLUENCE MOTIVATION PERFORMANCE OF PERSONS IN ORGANIZATIONS? Ana Carolina Gimenes Figueiredo Graduanda em Administração - Universidade

Leia mais

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados

Metadados. 1. Introdução. 2. O que são Metadados? 3. O Valor dos Metadados 1. Introdução O governo é um dos maiores detentores de recursos da informação. Consequentemente, tem sido o responsável por assegurar que tais recursos estejam agregando valor para os cidadãos, as empresas,

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA Elaine Schweitzer Graduanda do Curso de Hotelaria Faculdades Integradas ASSESC RESUMO Em tempos de globalização, a troca de informações

Leia mais

Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos. White Paper

Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos. White Paper Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos White Paper TenStep 2007 Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos Não há nenhuma duvida

Leia mais

Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de projetos em pequenas empresas

Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de projetos em pequenas empresas Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão de Projetos Aperfeiçoamento/GPPP1301 T132 09 de outubro de 2013 Um passo inicial para aplicação do gerenciamento de s em pequenas empresas Heinrich

Leia mais

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3

Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 Como identificar, vender e comercializar com os prospectos de pequenas empresas Parte 3/3 A pequena empresa é um mercado massivo em importante crescimento, que alcançou uma maturidade em termos de oportunidade

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução aos Processos de Software: modelos e ciclo de vida de software Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

3 Qualidade de Software

3 Qualidade de Software 3 Qualidade de Software Este capítulo tem como objetivo esclarecer conceitos relacionados à qualidade de software; conceitos estes muito importantes para o entendimento do presente trabalho, cujo objetivo

Leia mais

Substituia comunicações caras e ineficientes por métodos de entrega alternativos

Substituia comunicações caras e ineficientes por métodos de entrega alternativos Engajamento com o Cliente Interação com o cliente e envio de comunicações Gerenciamento de Comunicações com os Clientes Soluções para possibilitar relacionamentos duradouros com clientes Substituia comunicações

Leia mais

Programa. Erro Zero Atraso Zero

Programa. Erro Zero Atraso Zero Programa Erro Zero Atraso Zero Introdução O caso de sucesso da Fatto Soluções Contábeis em parceria com o Nibo A Fatto iniciou suas atividades em 2012 e, desde o início, tinha como objetivo oferecer um

Leia mais

.:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais. Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br

.:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais. Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br .:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br Definições Treinamento e Qualificação: não dependem de políticas de Educação Corporativa,

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011)

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) 1 ERA DOS TALENTOS SEGUNDO PETER DRUCKER, O PAI DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA, ESTAMOS NO INÍCIO DA ERA DOS TALENTOS. FORÇA FÍSICA,

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com 1. Introdução Após décadas de incontáveis promessas sobre como aumentar à produtividade e qualidade de software,

Leia mais

Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos

Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos Por Allan J. Albrecht Proc. Joint SHARE/GUIDE/IBM Application Development Symposium (October, 1979), 83-92 IBM Corporation, White Plains, New York

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com SUMÁRIO Introdução... 4 Nuvem pública: quando ela é ideal... 9 Nuvem privada: quando utilizá-la... 12 Alternativas de sistemas

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Em vigor a partir de 01/04/2016 RINA Via Corsica 12 16128 Genova - Itália tel. +39 010 53851 fax +39 010 5351000 website : www.rina.org Normas

Leia mais

Remuneração e Avaliação de Desempenho

Remuneração e Avaliação de Desempenho Remuneração e Avaliação de Desempenho Objetivo Apresentar estratégias e etapas para implantação de um Modelo de Avaliação de Desempenho e sua correlação com os programas de remuneração fixa. Programação

Leia mais

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO A onda de modernização no ambiente econômico mundial, e no brasileiro em particular tem, aparentemente, criado diversos problemas gerenciais para as empresas em geral, independente

Leia mais

MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução

MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução MELHORIA DA QUALIDADE e MASP (Prof. José Carlos de Toledo GEPEQ/DEP-UFSCar) 1. Introdução A Melhoria da Qualidade é uma atividade que deve estar presente nas rotinas de toda a empresa. Isto significa que

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com Empreendedorismo Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre

Leia mais

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - CAMPUS DE PARNAÍBA CURSO: Técnico em Informática DISCIPLINA: Empreendedorismo PROFESSORA: CAROLINE PINTO GUEDES FERREIRA ELEMENTOS DO PLANO

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

Análise de Sistemas. Contextualização. O Sucesso. Aula 4. Instrumentalização. Aula 4. Prof. Emerson Klisiewicz. Clientes satisfeitos

Análise de Sistemas. Contextualização. O Sucesso. Aula 4. Instrumentalização. Aula 4. Prof. Emerson Klisiewicz. Clientes satisfeitos Análise de Sistemas Aula 4 Contextualização Prof. Emerson Klisiewicz Aula 4 Gerenciamento de Requisitos Refinamento de Requisitos Aprovação de Requisitos Matriz de Rastreabilidade O Sucesso Clientes satisfeitos

Leia mais

Qualidade no Atendimento ao Cliente uma ferramenta de Fidelização. Gilson de Souza Lima

Qualidade no Atendimento ao Cliente uma ferramenta de Fidelização. Gilson de Souza Lima Qualidade no Atendimento ao Cliente uma ferramenta de Fidelização Gilson de Souza Lima USUÁRIOS X CONSUMIDORES X CLIENTES USUÁRIOS Tratam-se das pessoas cujo contato com o produto é acidental. CONSUMIDORES

Leia mais

Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido

Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido Folheto do produto Genesys Chat Preenchendo a lacuna entre o autoatendimento e o atendimento assistido Hoje os clientes querem e esperam opções de autoatendimento quando participam de vendas on-line e

Leia mais

Gerenciamento inteligente de dados

Gerenciamento inteligente de dados Gerenciamento inteligente de dados Sanjeet Singh Grupo de produtos de armazenamento de dados da Dell ÍNDICE Índice RESUMO EXECUTIVO... 3 O GERENCIAMENTO DE DADOS DE HOJE... 3 VISÃO DA DELL: IDM... 4 OBJETIVOS

Leia mais

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW Ciclo de Vida Aula 2 Revisão 1 Processo de Desenvolvimento de Software 1 O Processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades, parcialmente ordenadas, com a finalidade de obter um produto

Leia mais

BSC - Como expressar a performance do secretariado no painel de indicadores corporativos

BSC - Como expressar a performance do secretariado no painel de indicadores corporativos BSC - Como expressar a performance do secretariado no painel de indicadores corporativos Apresentação do Instrutor André Luis Regazzini, CSO, CISA, CISM, CGEIT Sócio IPLC do Brasil Ltda. albregazzini@iplc.com.br

Leia mais

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas 14.1. Treinamento é investimento O subsistema de desenvolver pessoas é uma das áreas estratégicas do Gerenciamento de Pessoas, entretanto em algumas organizações

Leia mais

TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE

TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE Apresentação A Academia de Lideranças tem foco prático no desenvolvimento das competências essenciais dos líderes de pessoas, processos e metas. As competências técnicas e

Leia mais

O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados

O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados O Cisco IBSG prevê o surgimento de mercados globais conectados Como as empresas podem usar a nuvem para se adaptar e prosperar em um mercado financeiro em rápida mudança Por Sherwin Uretsky, Aron Dutta

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Outras concentram-se em mercados específicos, tais como de produtos agrícolas, médicos e farmacêuticos ou automotivos;

Outras concentram-se em mercados específicos, tais como de produtos agrícolas, médicos e farmacêuticos ou automotivos; Diferentes empresas de pesquisa oferecem diferentes habilidades, experiências e instalações. Por essa razão, não existe uma única empresa que seja a mais apropriada para todos os tipos de problemas de

Leia mais

CRM. Customer Relationship Management

CRM. Customer Relationship Management CRM Customer Relationship Management CRM Uma estratégia de negócio para gerenciar e otimizar o relacionamento com o cliente a longo prazo Mercado CRM Uma ferramenta de CRM é um conjunto de processos e

Leia mais

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão Desenvolve Minas Modelo de Excelência da Gestão O que é o MEG? O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) possibilita a avaliação do grau de maturidade da gestão, pontuando processos gerenciais e resultados

Leia mais

As sete principais práticas recomendadas para a continuidade dos serviços de TI

As sete principais práticas recomendadas para a continuidade dos serviços de TI As sete principais práticas recomendadas para a continuidade dos serviços de TI A quem se destina este documento Líderes organizacionais que influenciam e tomam decisões sobre práticas de continuidade

Leia mais

ISO 14004:2004. ISO14004 uma diretriz. Os princípios-chave ISO14004. Os princípios-chave

ISO 14004:2004. ISO14004 uma diretriz. Os princípios-chave ISO14004. Os princípios-chave ISO14004 uma diretriz ISO 14004:2004 Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio Prof.Dr.Daniel Bertoli Gonçalves FACENS 1 Seu propósito geral é auxiliar as

Leia mais

A APAE E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA

A APAE E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA A APAE E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA - APRESENTAÇÃO 1- COMO SURGIU A IDÉIA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA? 2- O QUE SIGNIFICA INCLUSÃO ESCOLAR? 3- QUAIS AS LEIS QUE GARANTEM A EDUCAÇÃO INCLUSIVA? 4- O QUE É UMA ESCOLA

Leia mais

Custos de Telecomunicações - Uma Gestão Administrativa

Custos de Telecomunicações - Uma Gestão Administrativa Custos de Telecomunicações - Uma Gestão Administrativa Este tutorial se propõe a mostrar a importância de uma gestão administrativa acoplada a área de telecomunicações para uma gestão de custos eficiente.

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg Valores & Princípios Grupo Freudenberg C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o Nossos Princípios & Conduta e Comportamento 3 Os Nossos Princípios e o documento de

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Gestão de Pessoas. É bem mais fácil quando você conhece profundamente seus colaboradores

Gestão de Pessoas. É bem mais fácil quando você conhece profundamente seus colaboradores Gestão de Pessoas É bem mais fácil quando você conhece profundamente seus colaboradores 1 Gestão de Pessoas Acalme-se. Já não é necessário comer um quilo de sal pra conhecer profundamente as pessoas com

Leia mais

3ª EDIÇÃO. Agenda. 22 de Setembro 2015. Hotel Grand Mercure São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br

3ª EDIÇÃO. Agenda. 22 de Setembro 2015. Hotel Grand Mercure São Paulo, SP. Realização: www.corpbusiness.com.br Agenda 3ª EDIÇÃO 22 de Setembro 2015 Hotel Grand Mercure São Paulo, SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Gold Patrocínio Bronze Apoio Realização: APRESENTAÇÃO O E-LEARNING COMO FERRAMENTA

Leia mais

GLOSSÁRIO. Este glossário tem como objetivo de esclarecer todos o termos a comunidade acadêmica, referentes a CPA:

GLOSSÁRIO. Este glossário tem como objetivo de esclarecer todos o termos a comunidade acadêmica, referentes a CPA: GLOSSÁRIO Este glossário tem como objetivo de esclarecer todos o termos a comunidade acadêmica, referentes a CPA: ACG Avaliação dos Cursos de Graduação Avaliar Significa atribuir valor a alguma coisa AVALIES

Leia mais

NORMA ISO 14004. Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio

NORMA ISO 14004. Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio NORMA ISO 14004 Sistemas de Gestão Ambiental, Diretrizes Gerais, Princípios, Sistema e Técnicas de Apoio São Paulo, 10 de Março de 2003 Índice 0 INTRODUÇÃO...4 0.1 ASPECTOS GERAIS...4 0.2 BENEFÍCIOS DE

Leia mais