MANUAL PARA REFERÊNCIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL PARA REFERÊNCIAS"

Transcrição

1 MANUAL PARA REFERÊNCIAS De acordo com a NBR 6023 da ABNT/ago Elaborado por Maria Regina Trevizan Baccarelli Bibliotecária CRB-8/7149 Jaguariúna 2009

2 SUMÁRIO 1 REFERÊNCIAS Conceito Regras Gerais de Apresentação Formas de Entrada Livros Livros em Meio Eletrônico Capítulos de Livros Capítulos de Livros em Meio Eletrônico Publicação Periódica Como um Todo Artigos de Periódicos Artigos de Periódicos Eletrônicos Artigos da Internet Eventos (Congresso, Encontro, Simpósio, etc.) Evento (Congresso, Encontro, Simpósio,etc.) em Meio Eletrônico Trabalho Apresentado em Evento Trabalho Apresentado em Evento em Meio Eletrônico Imagem em Movimento (Vídeo, Filmes, DVD) Teses, Dissertações e Monografias Apud (Citado por, Conforme, Segundo) Data Algumas Considerações em Referências Referências on-line... 15

3 3 1 REFERÊNCIAS 1.1 Conceito As Referências são o conjunto de informações que permitem identificar as publicações citadas no trabalho. Elas devem ser relacionadas em lista própria após o texto da pesquisa, e devem incluir todas as fontes efetivamente utilizadas para a elaboração do trabalho. (FRANÇA, 2003). Os trabalhos de graduação [e pós-graduação] devem, necessariamente, trazer listados todos os documentos pesquisados pelo autor. As referências bibliográficas referem-se às fontes efetivamente citadas no corpo da pesquisa com o intuito de fortalecer a(s) idéia(s) do autor. Já a bibliografia, refere-se a todas as fontes consultadas, mesmo as que não foram citadas, mas que permitem ao leitor aprofundar-se no(s) assunto(s) abordado(s) no trabalho. (FACULDADES NETWORK, 2002 apud SANTOS, 2005, p. 3). A norma que rege as Referências é a NBR 6023 revisada em agosto de Existem vários tipos de referências, textuais impressos ou eletrônicos, cd-rom, vídeo, música etc. A NBR 6023 traz a forma correta de descrevê-las, porém neste manual, apresentamos somente as mais comuns nos trabalhos acadêmicos. 1.2 Regras Gerais de Apresentação As referências podem ser apresentadas em notas de rodapé (excepcionalmente), ao final do texto ou capítulo, antecedendo resumos, ou em lista própria. Nestes casos, devem ser digitadas em espaçamento simples, em ordem alfabética pela forma de entrada, separadas entre si por espaço duplo e devem ser alinhadas a esquerda da página.

4 Formas de Entrada As formas de entrada caracterizam a forma como se apresenta inicialmente a referência, ou como encabeça uma referência, determinando sua localização. (FRANÇA, 2003, p. 130). Os tipos de entrada são autores pessoais, entidades coletivas, congressos, conferências, simpósios etc, e entrada por título. Autores pessoais iniciam-se pelo último sobrenome do autor (exceto para sobrenomes compostos) em maiúsculas, seguido dos prenomes, da forma como constam no documento. Aconselha-se adotar um padrão de apresentação na lista de referência, ou todos os prenomes abreviados ou todos por extenso. Exemplos MAGILL, RICHARD A. SCHMIDT, R. Entrada por sobrenome simples CASTELO BRANCO, Camilo. SANCHES GAMBOA, S. A. Entrada por sobrenome composto PRADO JUNIOR, B. RODRIGUES NETO, Cláudio. Entrada por sobrenome composto PEREIRA, E. W.; TEIXEIRA, Z. A. NOGUEIRA, Neide; ABREU, Ana Rosa. Entrada com dois autores BANDY, W. D.; IRION, J. M.; BRIGGLER, M. BRANCH, J. D.; PATE, R. R.; BOURQUE, S. P. Entrada com três autores BURNER, Bárbara B. et al. TANI, Go et al. Entrada com mais de três autores

5 5 PEREZ GALLARDO, Jorge Sérgio LOPEZ AGUILERA, P. Entrada com sobrenomes em espanhol Entidades coletivas referem-se a obras de instituições, organizações, empresas, comitês, comissões entre outros responsáveis por publicações em que não se distingue autoria pessoal. (ABNT, 2002d). Exemplos (FRANÇA, 2003, p. 133) BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Federal de Educação. MINAS GERAIS. Secretaria do Estado da Educação. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Biblioteca universitária. BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Congressos, conferências, simpósios, seminários etc, são encontros científicos e incluem-se as informações, nome do evento, número, ano e local de realização. Exemplos CONGRESSO CIENTÍFICO LATINO-AMERICANO DA FIEP-UNIMEP, 2., 2002, Piracicaba. ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO FÍSICA, 4., 2001, Cascavel. SIMPÓSIO DE FISIOTERAPIA, 3., 2003, Espírito Santo do Pinhal. CONFERÊNCIA INTERNACIONAL QUALIDADE DE VIDA NO ENVELHECIMENTO, 1., 2002, Manaus. EXPOEPI - MOSTRA NACIONAL DE EXPERIÊNCIAS BEM-SUCEDIDAS EM EPIDEMIOLOGIA, PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS, 3., 2004, Brasília.

6 6 Entrada pelo título, sempre ocorre em casos anônimos, ou de autoria não assinada, ou seja, se desconhece o autor. Neste caso, a entrada é feita pelo título e a primeira palavra significativa do texto deve vir em maiúscula. Exemplos O JARDIM das rosas. NUTRIENT requirements of swine. Como foi dito anteriormente, existem vários tipos de referências e para todas, a norma tem a forma correta de apresentação. A seguir alguns exemplos dos casos mais comuns entre os trabalhos acadêmicos Livros AUTOR(es) do livro. Título do livro. edição acima da primeira 2. ed.. Local de publicação: Editora, ano. KISHIMOTO, T. M. O jogo e a educação infantil. São Paulo: Pioneira, MATTOS, M. G.; NEIRA, M. G. Educação física infantil: inter-relações movimento, leitura e escrita. São Paulo: Phorte, TANI, G. et al. Educação física escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EPU/USP, KISHIMOTO, T. M. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 3. ed. São Paulo: Cortez, SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO. Jogos cooperativos: um exercício de convivência. São Paulo: [s.n.], Livros em Meio Eletrônico

7 7 AUTOR(es) do livro. Título do livro. Fonte (se houver). Notas (CD-ROM, DVD). AUTOR(es) do livro. Título do livro. Fonte (se houver). Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia mês abreviado. Ano. KOOGAN, André; HOUAISS, Antonio (Ed.). Enciclopédia e dicionário digital 98. São Paulo: Delta/Estadão, CD-ROM. SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Entendendo o meio ambiente. São Paulo, Disponível em: <http://www.bdt.org.br/sma/entendendo/atual.htm>. Acesso em: 8 mar Capítulos de Livros AUTOR(es) do Capítulo. Título do Capítulo. In: AUTOR(es) do livro. Título do livro. edição acima da 1ª 2. ed. Tradutor (se houver). Local de publicação: Editora, ano. ARCHER, E. R. O mito da motivação. In: BERGAMINI, C. W.; CODA, R. Psicodinâmica da vida organizacional. São Paulo: Pioneira, p CARNIO, M. S.; COUTO, M. I. V.; LICHTIG, I. Linguagem e surdez. In: LACERDA, C. B. F. et al. (Org.). Fonoaudiologia: surdez e abordagem bilíngüe. São Paulo: Plexus, Capítulos de Livros em Meio Eletrônico AUTOR(es) do Capítulo. Título do Capítulo. AUTOR(es) do livro. Título do livro. Fonte (se houver). Notas (CD-ROM, DVD). AUTOR(es) do Capítulo. Título do Capítulo. AUTOR(es) do livro. Título do livro. Fonte (se houver). Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia mês abreviado. Ano.

8 8 GHAROTE, M. L. Yoga aplicada: da teoria a prática. Tradução e adaptação de Marcos Rojo. Disponível em: <http://www.phorte.com/informa/mat08.asp>. Acesso em: 26 fev Publicação Periódica Como um Todo TÍTULO DA REVISTA. Local de publicação: Editora, ano-. (o - significa que não finalizou a assinatura). BOLETIM GEOGRÁFICO. Rio de Janeiro: IBGE, Trimestral. REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, Trimestral. Absorveu Boletim Geográfico, do IBGE. Índice acumulado, ISSN X Artigos de Periódicos AUTOR do artigo. Título do artigo. Nome da revista, Local de publicação, volume (v.), numero (n.), página inicial e página final do artigo p.00-00, período (jan./fev.). ano. VALLENTINI, N. C. A influência de uma intervenção motora no desempenho motor e na percepção de competências de crianças com atrasos motores. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, v. 16, n. 1, p , jan./jun Artigos de Periódicos Eletrônicos AUTOR do artigo. Titulo do artigo. Nome da revista, Local de publicação, volume (v.), numero (n.), página inicial e pagina final do artigo p.00-00, período

9 9 (jan./fev.). ano. Disponível em: <http://www.site.com.br>. Acesso em: 00 jan CARNETHON, M. R. et al. A Longitudinal Study of Physical Activity and Heart Rate Recovery: CARDIA, Medicine and Science in Sports and Exercise, v. 37, n. 4, p , apr Disponivel em: <http://server01.bc.unicamp.br/per_eletronico/frameset.htm>. Acesso em: 17 mai Artigos da Internet AUTOR(es) do artigo. Título do artigo. ano (se houver). Disponível em: <http://www.site.com.br>. Acesso em: 00 jan Quando não houver um título específico no site, colocar o nome do site. PEDRINELLI, Verena Junghähnel. A atividade física adaptada no continente sulamericano. Disponível em: <http:://www.rc.unesp.br/ib/efisica/sobama/sobamaorg/atividadefisica.pdf>. Acesso em: 17 maio Evento (Congresso, Encontro, Simpósio, etc.) NOME DO EVENTO, número, ano, local do evento. Tipo de material... (anais, coletâneas, cadernos, proceedings) Local de publicação: editora, ano de publicação. CONGRESSO CIENTÍFICO LATINO-AMERICANO DA FIEP-UNIMEP, 2., 2002, Piracicaba. Coletâneas... Piracicaba: UNIMEP, ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO FÍSICA, 4., 2001, Marechal Cândido Rondon-PR. Anais... Cascavel: EDUNIOESTE, SIMPÓSIO DE FISIOTERAPIA, 3., 2003, Espírito Santo do Pinhal. Anais... Espírito Santo do Pinhal: CREUPI, 2003.

10 Evento (Congresso, Encontro, Simpósio, etc.) em meio Eletrônico NOME DO EVENTO, número, ano, local do evento. Tipo de material... (anais, cadernos, proceedings) Local de publicação: editora, ano de publicação. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia mês ano. CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPE, 4., 1996, Recife. Anais eletrônicos... Recife: UFPE, Disponível em: <http://www.propesq.ufpe.br/anais/anais.htm>. Acesso em: 21 jan Trabalho Apresentado em Evento AUTOR(es) do Capítulo. Título do Capítulo. In: NOME DO EVENTO, número, ano, local do evento. Tipo de material... (anais, cadernos, proceedings) Local de publicação: editora, ano de publicação. ALMEIDA, M. C. R. Os exercícios físicos e a saúde na terceira idade. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL QUALIDADE DE VIDA NO ENVELHECIMENTO, 1., 2002, Manaus. Anais... Manaus: UFAM/FEF, p Trabalho Apresentado em Evento em Meio Eletrônico AUTOR(es) do Capítulo. Título do Capítulo. NOME DO EVENTO, número, ano, local do evento. Tipo de material... (anais, cadernos, proceedings) Local de publicação: editora, ano de publicação. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia mês ano. SILVA, R. N.; OLIVEIRA, R. Os limites pedagógicos do paradigma da qualidade total na educação. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA DA UFPE, 4., 1996,

11 11 Recife. Anais eletrônicos... Recife: UFPE, Disponível em: <http://www.propesq.ufpe.br/anais/anais.htm>. Acesso em: 21 jan Imagem em Movimento (Vídeos, Filmes, DVD) Título do documento. Direção: Nome. Produção: nome. Local: produtora, ano. Especificação (videocassete, bobina, DVD etc). OS PERIGOS do uso de tóxicos. Produção de Jorge Ramos de Andrade. Coordenação de Maria Izabel Azevedo. São Paulo: CERAVI, videocassete (30 min), VHS, son., color. CENTRAL do Brasil. Direção: Walter Salles Junior. Produção: Martire de Clermont- Tonnerre e Arthur Cohn. Interpretes: Fernanda Montenegro; Marilia Pêra; Vinicius de Oliveira; Sonia Lira; Othon Bastos; Matheus Nachtergale e outros. Roteiro: Marcos Bernstein, João Emanuel Carneiro e Walter Salles Junior. [S.l.]: Le Studio Canal; Riofilme; MACT Productions, bobina cinematográfica (106 min.), son., color., 35 mm Teses, Dissertações e Monografias AUTOR. Título da tese ou dissertação ou monografia. Ano de defesa. Número de folhas (00 f.). tipo de documento (Tese ou Dissertação ou Trabalho de Conclusão de Curso). Grau e área de concentração (Mestrado em...), (Doutorado em...)- atenção para o traço. Nome da universidade (por extenso). Nome da Faculdade (por extenso), Local, ano. PASETTO, S. C. Os efeitos da utilização de dicas visuais no processo ensinoaprendizagem de habilidades motoras de aprendizes surdos f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SILVA, L. F. A trajetória da educação física nas primeiras series do ensino fundamental na rede publica do Estado de São Paulo: entre o proposto e o alcançado f. Tese (Doutorado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

12 Apud (Citado por, Conforme, Segundo) Essa expressão é comumente utilizada no texto, mas sua referência também deve constar na lista de referências. A mesma regra é utilizada para qualquer tipo de material (livro, artigo, tese etc). E deve ser da seguinte forma: AUTOR(es) do documento citado. Título do documento citado. edição acima da primeira (2.ed.) do livro citado. Local de publicação: Editora, ano. do documento citado apud AUTOR(es) do documento. Título do documento. edição acima da primeira (2. ed.). Local de publicação: Editora, ano. OLSON, D. R. From utterance to text: the bias of language in speech and writing. Harvard Educational Review. v. 47, n. 3, p , 1977 apud SMITH, F. Compreendendo a leitura: uma análise psicolingüística da leitura e do aprender a ler. 2. ed. rev. Porto Alegre: Artes Médicas, SMITH, F. Compreendendo a leitura: uma análise psicolingüística da leitura e do aprender a ler. 2. ed. rev. Porto Alegre: Artes Médicas, Data A data de publicação é um elemento essencial da referência de uma obra e a NBR-6023 recomenda não deixar nenhuma referência sem data. França (2003, p. 136) diz: Esta data, de publicação, preferencialmente, pode ser também a de copyright (registro dos direitos autorais), da impressão, da apresentação, nos casos de trabalhos acadêmicos. No entanto, se nenhuma estiver disponível, registra-se uma data aproximada entre colchetes como veremos adiante. [1971 ou 1972] um ou outro ano [1969?] data provável [1973] data certa, não indicada no item [entre 1906 e 1912] use intervalos menores de 20 anos [ca. 1960] data aproximada

13 13 [197-] década certa [197-?] década provável [18--] século certo [18--?] século provável FINE, R. Psicologia del jugador de ajedrez. Barcelona: Ediciones Martinez Roca, [1974]. DICIONÁRIO Geral das Ciências Humanas. Direção de G. Thines e Agnes Lempereur. Lisboa: Edições 70, [1984?]. acrescida do copyright (c2000). Para obras que contém somente a data de copyright, registra-se a data CORREIA, L. A.; RAHM, H. J. Solução para farmacodependentes: uma experiência terapêutica. São Paulo: Edições Loyola, c1987. Os meses devem ser indicados de forma abreviada, no idioma original da publicação, conforme a Tabela de Abreviaturas dos Meses da NBR Anexo A (normativo) Abreviatura dos meses PORTUGUÊS ESPANHOL ITALIANO janeiro jan. Enero enero gennaio genn. fevereiro fev Febrero feb. febbraio febbr. março mar. Marzo marzo marzo mar. abril abr. Abril abr. aprile apr. maio maio Mayo mayo maggio magg. junho jun. Junio jun. giugno Giugno julho jul. Julio jul. giuglio Luglio agosto ago. Agosto agosto agosto ag. setembro set. Septiembre sept. settembre sett. outubro out. Octubre oct. ottobre ott. novembro nov. Noviembre nov. novembre nov. dezembro dez. Diciembre dic. dicembre Dic FRANCES INGLÊS ALEMÃO janvier janv. January jan. januar jan. février fevr. February feb. februar feb. mars mars March mar. märz März

14 14 avril avril April apr. april apr. mai mai May may mai mai. juin juin. June june juni Juni juillet juil. July july juli Juli aoüt aoüt August aug. augus aug. septembre sept. September sept. september sept. octobre oct. October otc. oktober okt. novembre nov. November nov. november nov. décembre dec. December dec. dezember dez. Figura 1 - Tabela de Abreviaturas dos Meses da NBR CARNETHON, M. R. et al. A Longitudinal Study of Physical Activity and Heart Rate Recovery: CARDIA, Medicine and Science in Sports and Exercise, v. 37, n. 4, p , apr Se a publicação indicar, em lugar de meses, as estações do ano ou as divisões do ano em trimestres, semestres etc., transcrevem-se os primeiros tais como figuram no documento e abreviam-se os últimos. (ABNT, 2002d, p. 18). MANSILLA, H. C. F. La controversia entre universalismo y particularismo en la filosofia de La cultura. Revista Latinoamericana de Filosofia, Buenos Aires, v. 24, n. 2, primavera, FIGUEIREDO, E. Canadá e Antilhas: línguas populares, oralidade e literatura. Gragoatá, Niterói, n. 1, p , 2. sem Algumas Considerações em Referências Os autores devem ser separados por ponto e vírgula, e os nomes abreviados devem conter ponto. Devem começar pelo último sobrenome, seguido do prenome, exceto para nomes espanhóis, onde a entrada é pelo penúltimo sobrenome. Quando o autor for repetido na seqüência da referência (por exemplo dois livros de um mesmo autor), não é necessário repetir, coloca-se um espaço tracejado (sublinear) da seguinte forma:. (equivalente a seis espaços e ponto final). O mesmo deve ser adotado para capítulos de livros, quando o autor do capítulo for o mesmo do livro. Neste caso, o tracejado irá em substituição ao autor do livro.

15 15 Exemplo CARNIO, M. S.; COUTO, M. I. V.; LICHTIG, I. Linguagem e surdez. In:. (Org.). Fonoaudiologia: surdez e abordagem bilíngüe. São Paulo: Plexus, Quando houver Editor, Organizador, Coordenador..., estes entrarão como autores, seguidos dos elementos complementares da seguinte forma: (Org.), (Coord.), (Ed.), antes do título do livro. O destaque sempre será no título do livro, ou da revista, NUNCA no título do capítulo ou artigo. Esse destaque pode ser negrito ou itálico. A edição deve ser colocada sempre a partir da segunda edição e abreviada da seguinte forma: 2.ed., quando houver complemento deve ser colocado também abreviado: 2. ed. rev., 2. ed. rev. e atual., 2. ed. rev. e aum. Quando for primeira edição não precisa ser colocada na referência. Não há necessidade de colocar o estado junto com a cidade no Local de publicação. Somente em casos homônimos (cidades com mesmo nome em estados diferentes). Também não há necessidade de colocar a palavra editora, no local da Editora, pois está implícito. Somente colocar se fizer parte do nome, como por exemplo: Editora da Unicamp. Elementos complementares como total de páginas do livro, coleção, etc., devem ser colocados no final da referência, após o ano, na seqüência: 000 p. (Coleção...). 1.4 Referências on-line O site Mecanismo On-Line para referência, consiste em um programa que gera a referência bibliográfica automaticamente.

16 16

Marilene Girello. Manual de orientação na elaboração das Referências

Marilene Girello. Manual de orientação na elaboração das Referências Compilação e organização de Marilene Girello Bibliotecária Crb/8-6159 Manual de orientação na elaboração das Referências (Baseado na NBR 6023 de agosto de 2002, da ABNT) PIRACICABA 2004 APRESENTAÇÃO O

Leia mais

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS ROSY MARA OLIVEIRA (ORG.) Colaboração: Dirlhê Maria Lima Pereira Bibliotecária FUPAC Itabirito Tutorial: Formatando um Trabalho Científico no Word (anexo) de: Paulo Henrique Marques Professor de Informática

Leia mais

FACULDADE MAX PLANCK NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

FACULDADE MAX PLANCK NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS FACULDADE MAX PLANCK NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Indaiatuba 2015 FACULDADE MAX PLANCK NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Manual para a elaboração de trabalhos acadêmicos

Leia mais

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído.

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. REFERÊNCIAS Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. A Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece as diretrizes que devem

Leia mais

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS UNIPAC ROSY MARA OLIVEIRA (ORG.) Colaboração: Dirlhê Maria Lima Pereira Bibliotecária FUPAC Itabirito Tutorial: Formatando um Trabalho Científico no Word (anexo) de: Paulo Henrique Marques Professor de

Leia mais

MANUAL PARA CITAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS

MANUAL PARA CITAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS MANUAL PARA CITAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS De acordo com a NBR 10520 da ABNT/set. 2002 Elaborado por Maria Regina Trevizan Baccarelli Bibliotecária CRB-8/7149 Jaguariúna 2009 SUMÁRIO 1 CITAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS...

Leia mais

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2012 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS

UNIPAC Universidade Presidente Antônio Carlos REDE DE BIBLIOTECAS UNIPAC ROSY MARA OLIVEIRA (ORG.) Colaboração: Dirlhê Maria Lima Pereira Bibliotecária FUPAC Itabirito Tutorial: Formatando um Trabalho Científico no Word (anexo) de: Paulo Henrique Marques Professor de

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA SANTO ANDRÉ 2011 PREFACIO Este manual foi elaborado buscando atender as necessidades normativas dos alunos na elaboração de referências seguindo as normas vigentes da

Leia mais

COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Série: 3º ANO ENSINO MÉDIO MATERIAL COMPLEMENTAR COMO ELABORAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO São Paulo 2012 1 1. APRESENTAÇÃO GRÁFICA: Todo trabalho escolar deve conter impressão de boa qualidade,

Leia mais

COMO ELABORAR REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1

COMO ELABORAR REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1 8 COMO ELABORAR REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1 8.1 INTRODUÇÃO A NBR 6023:2000 da ABNT, baseada nas normas ISO 690:1987 e ISO 690/2:1997, que substitui a norma anterior NBR 6023:1989, trata da normatização

Leia mais

Apresentação. Trabalhos acadêmicos Apresentação (NBR 14724)

Apresentação. Trabalhos acadêmicos Apresentação (NBR 14724) Apresentação A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) apresenta seu Manual para elaboração de Trabalhos Acadêmicos: Tese, Dissertação e Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação (TCC) e de Especialização

Leia mais

Normas da ABNT para referências bibliográficas

Normas da ABNT para referências bibliográficas 1) Grifos Normas da ABNT para referências bibliográficas " " (aspas): apenas para metáforas, transcrições e CITAÇÕES; negrito: somente para títulos de capítulos, tópicos, tabelas e gráficos; sublinhado:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC. MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC: TESES, DISSERTAÇÕES, MONOGRAFIAS E TCCs

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC. MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC: TESES, DISSERTAÇÕES, MONOGRAFIAS E TCCs UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UDESC: TESES, DISSERTAÇÕES, MONOGRAFIAS E TCCs UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC MANUAL PARA

Leia mais

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002 METODOLOGIA CIENTÍFICA APLICADA A ANÁLISE AMBIENTAL PROJETO DE PESQUISA ELABORAÇÃO MONOGRAFIA DE CITAÇÕES REFERÊNCIAS NO TEXTO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ESTRUTURA DO DOCUMENTO 1 Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Leia mais

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e COMO FAZER O RELATÓRIO DE ESTÁGIO APRESENTAÇÃO Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio feitos pelos alunos do Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo, de acordo com

Leia mais

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002 s Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permitem sua identificação individual. (ABNT, 2002, p. 2). NBR 6023:2002 Apresentação das referências Alinhadas somente à

Leia mais

Guia para elaboração de Referências:

Guia para elaboração de Referências: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2010 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

Referências bibliográficas NBR 6023/2002

Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Muitas são as pessoas que nos procuram para esclarecer dúvidas ou mesmo sobre a forma correta de organizar as referências. Por isso elaboramos este manual resumido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA NORMATIZAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA NORMATIZAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA NORMATIZAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Juiz de Fora 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 1 2 ESTRUTURA

Leia mais

www.manera.feis.unesp.br Referências NBR 6023 - ABNT/2002

www.manera.feis.unesp.br Referências NBR 6023 - ABNT/2002 1 O que é referência Referências NBR 6023 - ABNT/2002 Conjunto de elementos descritivos que permite a identificação de publicações, no todo ou em parte. A referência é constituída de elementos essenciais

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS PRESIDENTE EPITÁCIO CNPJ 10.882.594/0001-65 Al. José Ramos Júnior, 27-50, Jardim Tropical Presidente Epitácio

Leia mais

NORMAS DA ABNT. [Normas Técnicas]

NORMAS DA ABNT. [Normas Técnicas] NORMAS DA ABNT. [Normas Técnicas] 3. ESTRUTURA DO TRABALHO Estrutura do trabalho científico e acadêmico. 1.1 CAPA: é a proteção externa do trabalho, normalmente padronizada pelos curso. 1.2 FOLHA DE ROSTO:

Leia mais

TRABALHO DE GRADUAÇÃO

TRABALHO DE GRADUAÇÃO TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS PARA REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/2002 NORMAS PARA CITAÇÕES ABNT NBR 10520/2002 2 REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/AGO/2002 PARA LIVROS O último sobrenome do autor com todas as letras

Leia mais

MANUAL DE NORMALIZAÇÃO

MANUAL DE NORMALIZAÇÃO MANUAL DE NORMALIZAÇÃO CONSELHEIRO LAFAIETE - MG 2014 APRESENTAÇÃO A pesquisa científica realizada no âmbito das Instituições de Ensino Superior pelo docente ou discente, precisa ser formatada, de maneira

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 1 SUMÁRIO 1 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS...3 1.1 Referências...3 1.1.2 Regras gerais...3 1.2 Como elaborar referências...4 1.2.1 Autores...4 1.2.2 Título...6 1.2.3 Edição...6 1.2.4 Local...6 1.2.5 Editora...7

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos FACULDADE SÃO FRANCISCO DE ASSIS BIBLIOTECA Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos Porto Alegre 2008 Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação

Leia mais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos

Normalização de Trabalhos Acadêmicos I Semana Nacional do Livro e da Biblioteca UFMS de 21 a 25 de outubro de 2013 Normalização de Trabalhos Acadêmicos Alison Souza Bibliotecário IFMS - CRB1: 2722 biblioteca.pp@ifms.edu.br Importância Padronização;

Leia mais

Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette

Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil Aula No 5 MORE Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette Mecanismo online para referências Mecanismo On-line

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA / TECNOLÓGICA

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA / TECNOLÓGICA CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA E PESQUISA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA / TECNOLÓGICA Os professores e alunos participantes do Programa de Iniciação

Leia mais

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Caro Aluno, Você produzirá, de acordo com as Normas da Educação a Distância, um Artigo Científico como Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, para cumprimento dos requisitos necessários à aprovação nos

Leia mais

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com).

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com). Envio de trabalhos 1.1. Serão aceitos trabalhos na área de Filosofia, de alunos vinculados a cursos de graduação (não necessariamente em Filosofia). Aceitaremos também contribuições de pós-graduandos e

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS. FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS. FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FAIBI Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga Ibitinga/ SP 2010 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 REGRAS GERAIS... 3 2.1 DAS FINALIDADES... 3 2.2

Leia mais

Guia para apresentação de trabalhos monográficos da Faculdade de Odontologia da UFG

Guia para apresentação de trabalhos monográficos da Faculdade de Odontologia da UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ODONTOLOGIA COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO Guia para apresentação de trabalhos monográficos da Faculdade de Odontologia da UFG LÉLIA WANDERLEY DE CAMPOS Goiânia

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO

NORMAS DE PUBLICAÇÃO NORMAS DE PUBLICAÇÃO NORMA PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO Resumos: O texto do resumo, para qualquer modalidade de participação, deverá ser apresentado de acordo com a seguinte configuração: TÍTULO: centralizado,

Leia mais

NORMATIZAÇÃO CIENTÍFICA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA

NORMATIZAÇÃO CIENTÍFICA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA 1 NORMATIZAÇÃO CIENTÍFICA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA Nome completo G Pedagogia FAFIUV Prof(ª) Orientador(a): Titulação e Nome Completo RESUMO: Apresentar resumo

Leia mais

Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura

Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura (ISSN:1679-9887) www.psicanaliseebarroco.pro.br INSTRUÇÕES AOS AUTORES Apresentação A revista Psicanálise & Barroco, do Núcleo de Estudos e

Leia mais

COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO

COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO RESUMOS Os resumos em língua portuguesa e em língua estrangeira devem conter no mínimo 200 e no máximo 500 palavras. PALAVRAS-CHAVE Devem ser usadas

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço completo dos autores e de uma declaração de que o trabalho

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS IMPORTANTE: Informamos

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DOS ALUNOS DA FCC DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT

GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DOS ALUNOS DA FCC DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT 1 GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DOS ALUNOS DA FCC DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT Elaboração Teresinha Teterycz (Bibliotecária CRB/9 1171) CURITIBA 2013 2 M294 Teterycz,

Leia mais

Instruções para Publicação

Instruções para Publicação Instruções para Publicação 1. Finalidade Divulgar assuntos de interesse da área farmacêutica pertinentes das atividades técnicas e/ou científicas realizadas no ambiente de trabalho. 2. Regulamento O boletim

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI 1 GENERALIDADES 1.1 A Dissertação Trabalho que apresenta o

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NA REVISTA VOZES DOS VALES DA UFVJM - MG - BRASIL

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NA REVISTA VOZES DOS VALES DA UFVJM - MG - BRASIL - 1 - Ministério da Educação Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM Minas Gerais Brasil Revista Vozes dos Vales: Publicações Acadêmicas Reg.: 120.2.095 2011 UFVJM ISSN: 2238-6424

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS, MONOGRAFIAS DE GRADUAÇÃO, MONOGRAFIAS DE PÓS-GRADUAÇÃO,

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS A Revista Ius Gentium é uma publicação anual do Curso de Direito (graduação e pós-graduação) da Faculdade Internacional de Curitiba, que visa: propiciar à comunidade

Leia mais

BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PRÓ-SABER ISEPS MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PRÓ-SABER ISEPS MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BIBLIOTECA DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PRÓ-SABER ISEPS MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Baseado na NBR 6023 de 2002. Maria Delcina Feitosa Maria Deuzimar Feitosa Fevereiro/2008 2 SUMÁRIO

Leia mais

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA - ACIP FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA - ACIP FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP NORMAS ABNT NBR6023/2002 Elaboração de Referências REFERÊNCIA É o conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual, bem como a recuperação

Leia mais

Escola SENAI Jose Polizotto. Biblioteca - Escola SENAI Jose Polizotto. Manual para elaboração de trabalhos. acadêmicos

Escola SENAI Jose Polizotto. Biblioteca - Escola SENAI Jose Polizotto. Manual para elaboração de trabalhos. acadêmicos Escola SENAI Jose Polizotto Biblioteca - Escola SENAI Jose Polizotto Manual para elaboração de trabalhos acadêmicos Marília 2008 Biblioteca - Escola SENAI José Polizotto Manual para elaboração de trabalhos

Leia mais

D O N D O M Ê N I C O

D O N D O M Ê N I C O Profa. Me. ELIZA HELENA ERCOLIN¹ Profa. Dra. IVANI RIBEIRO DA SILVA² MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS GUARUJÁ 2013 OS TRABALHOS ACADÊMICOS REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO. Este manual objetiva

Leia mais

MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO. O artigo deverá apresentar a seguinte formatação:

MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO. O artigo deverá apresentar a seguinte formatação: MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO 1 FORMATAÇÃO O artigo deverá apresentar a seguinte formatação: Extensão do artigo: mínimo 10 e no máximo 20 páginas. Formato do arquivo: Word (doc ou docx). Papel:

Leia mais

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO Todas as contribuições destinadas à Revista Interface Tecnológica devem estar rigorosamente baseadas nas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA NORMAS GERAIS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA E ARTIGOS CIENTÍFICOS E TRABALHOS ACADÊMICOS Este material foi produzido pelas professoras

Leia mais

FACULDADES IESGO LICENCIATURAS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DAS FACULDADES IESGO

FACULDADES IESGO LICENCIATURAS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DAS FACULDADES IESGO FACULDADES IESGO LICENCIATURAS MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DAS FACULDADES IESGO FORMOSA GO 2013 SUMÁRIO 1. DEFINIÇÕES... 3 2. ESTRUTURA... 4 3. CONCEITOS... 5 4. APRESENTAÇÃO

Leia mais

COMO FAZER REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS?

COMO FAZER REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS? COMO FAZER REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS? as referências bibliográficas devem ser apresentadas conforme a norma NBR 6023/2002 (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002) 5 ; referência bibliográfica,

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DE MONOGRAFIAS PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE HISTÓRIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DE MONOGRAFIAS PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Formação de Professores Departamento de Ciências Humanas NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DE MONOGRAFIAS PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE HISTÓRIA São Gonçalo

Leia mais

Elaboração de Referências

Elaboração de Referências Universidade Estadual Paulista Biblioteca Elaboração de Referências Segundo ABNT/NBR 6023: 2002 2012 Sumário dos slides 2 Diferença Referências x Bibliografia Consultada 3 Algumas dicas e detalhes comuns

Leia mais

Normas para elaboração de trabalhos escolares

Normas para elaboração de trabalhos escolares Normas para elaboração de trabalhos escolares Ensino Fundamental 8 os e 9 os anos Ensino Médio fevereiro/2012 O que é um trabalho escolar? É uma atividade relacionada a um tema ou assunto sobre o conteúdo

Leia mais

Manual de normalização para trabalhos acadêmicos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Manual de normalização para trabalhos acadêmicos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado de Minas Gerais. Manual de normalização para trabalhos acadêmicos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado de Minas Gerais. Trabalhos acadêmicos Os trabalhos acadêmicos são todos aqueles produzidos pela comunidade

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT Pindamonhangaba - SP 2014 Como fazer referências e citações Neste manual você poderá aprender a fazer as citações

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS PARA A REVISTA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS PARA A REVISTA 87 NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS PARA A REVISTA 88-1 NORMAS EDITORIAIS 1 Esta AESA. 2 Os Editorial e da Instituição. 2 AVALIAÇÃO DOS ARTIGOS 1 Os artigos submetidos à Revista serão encaminhados ao

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação A Revista Educação e Emancipação (ISSN 1677-6097) do Programa de Pós- Graduação em Educação (PPGE) da Universidade

Leia mais

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL Nome do autor principal (sigla da instituição a que pertence, entre parênteses)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO TÉCNICAS DE PESQUISA EM ECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO TÉCNICAS DE PESQUISA EM ECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO TÉCNICAS DE PESQUISA EM ECONOMIA Padronização de Projeto de Monografia e de Monografia 1- Apresentação As informações abaixo visam

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS F A C UL DA DE DE P R E S I DE N T E V E N C E S L A U REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS APRESENTAÇÃO GRÁFICA - CONFIGURAÇÃO DAS MARGENS Ir ao menu Arquivo, escolher a opção Configurar

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - UNIFECAP MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: SEGUNDO A NBR6023/2002

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - UNIFECAP MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: SEGUNDO A NBR6023/2002 CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES PENTEADO - UNIFECAP MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: SEGUNDO A NBR6023/2002 Organização: Gisele Ferreira de Brito Bibliotecária Revisão: Vania M. Picanço

Leia mais

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE REVISTA PROPAGARE A Revista PROPAGARE, publicação da Faculdade Campo Real, criada em 2010, é dirigida à comunidade científica. A PROPAGARE reúne, debate coopera e propaga conhecimento para o progresso

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PONTA GROSSA 2011 LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Leia mais

CAPA elemento obrigatório.

CAPA elemento obrigatório. CAPA elemento obrigatório. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NOME DO SETOR DO CURSO NOME DO DEPARTAMENTO OU COORDENAÇÃO NOME DO CURSO Nome da Instituição, do Setor, do Departamento e do Curso. Fonte

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DO RESUMO SIMPLES TÍTULO DO TRABALHO (Caixa Alta, fonte Arial 14, negrito, centralizado. Deixar duas linhas em branco antes de iniciar o título e duas linhas após).

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS GOVERNADOR VALADARES COORDENAÇÃO DO ENSINO MÉDIO - CEM

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (FTA) VITÓRIA DA CONQUISTA BA 2009

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS

FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS A NBR 6023:2002 firma os elementos que compõem as referências, fixa a ordem dos elementos, orienta e prepara o material utilizado para a produção de documentos. Esta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO LONDRINA 2009 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA DO ARTIGO CIENTÍFICO...01 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...01

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ESTUDOS 1º EDITAL DE CHAMAMENTO DE TRABALHOS PARA A REVISTA JURÍDICA DA PROCURADORIA-GERAL DO DISTRITO FEDERAL PERÍODO DE ENVIO

Leia mais

TÍTULO DO PROJETO [colocar o título em caixa alta, Arial 14, centralizado, em negrito]

TÍTULO DO PROJETO [colocar o título em caixa alta, Arial 14, centralizado, em negrito] UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES CURSO DE PEDAGOGIA [Arial 12] NOME COMPLETO DO ALUNO [obs: nome completo em caixa alta, centralizado, sem negrito, Arial 12]

Leia mais

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Biblioteca Normas para elaboração do TCC O que é um Trabalho de Conclusão de Curso? O TCC, é um trabalho acadêmico feito sob a coordenação

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

NORMAS PARA PRODUÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO IFB

NORMAS PARA PRODUÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO IFB NORMAS PARA PRODUÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DO IFB Nome do Autor Instituição Local de Trabalho E-mail do autor Resumo O resumo deve conter as principais informações

Leia mais

Arquivos Históricos, CLE/UNICAMP

Arquivos Históricos, CLE/UNICAMP Universidade Estadual de Campinas Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência Seção de Arquivos Históricos em História da Ciência Fundo: Michel Maurice Debrun Grupo: Hemeroteca Michel Maurice

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA INSTITUTO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO TEOLÓGICA- IFETE-CURSOS LIVRES Rua João Dias de Carvalho, 78. Alto da Expectativa. Sobral/CE CEP: 62041-570 Fone: (88)3611-3160/(88)3611-7630 acadêmico@ifete.com.br / academico2@ifete.com.br

Leia mais

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências Manuais de Normalização SIB/UnP Referências CONCEITO As referências reúnem informações que identificam os documentos citados e consultados pelo autor na construção do texto.são padronizadas de acordo com

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DE ACORDO COM A NBR 6022 DA ABNT/MAIO 2003 Elaborado por Maria Regina Trevizan Baccarelli Bibliotecária CRB-8/7149 Jaguariúna 2009 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHO ACADÊMICO

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHO ACADÊMICO Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Arquitetura Biblioteca NORMALIZAÇÃO DE TRABALHO ACADÊMICO Elaborado pela Biblioteca da Escola de Arquitetura da UFMG Belo Horizonte Escola de Arquitetura

Leia mais

Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação & Informação: para o(s) autor(es)

Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação & Informação: para o(s) autor(es) UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO REVISTA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO Guia de orientações para publicar artigo na revista Comunicação

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Guia para os autores

Guia para os autores Guia para os autores CALENDÁRIO 15/ Outubro / 2015: Envio dos artigos completos com imagens, carta de direitos de autoria pelas imagens e comprovante de pagamento da inscrição. Outubro / Novembro /2015:

Leia mais

BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA FACULDADE DE MEDICINA DO VALE DO AÇO

BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA FACULDADE DE MEDICINA DO VALE DO AÇO BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA FACULDADE DE MEDICINA DO VALE DO AÇO IPATINGA 2008 MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA FACULDADE DE MEDICINA DO VALE DO AÇO Organizado

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT. Elaboração Teresinha Teterycz (Bibliotecária CRB/9 1171)

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT. Elaboração Teresinha Teterycz (Bibliotecária CRB/9 1171) GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DE ACORDO COM AS NORMAS DA ABNT Elaboração Teresinha Teterycz (Bibliotecária CRB/9 1171) CURITIBA 2011 F143 FACULDADE TEOLÓGICA DA ASSEMBLÉIA

Leia mais

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA CURITIBA 2012 SUMÁRIO 1. ESTRUTURA DA MONOGRAFIA...03 1.1. Elementos pré-textuais...03

Leia mais

MODELOS LIVRO SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo, se houver. Número da edição. Local: Editora, ano de publicação.

MODELOS LIVRO SOBRENOME, Nome. Título em negrito: subtítulo, se houver. Número da edição. Local: Editora, ano de publicação. 18 REFERÊNCIAS Devem ser inclusos os documentos efetivamente consultados e mencionados no texto do trabalho. As referências deverão ser alinhadas à margem esquerda, transcritas em espacejamento simples,

Leia mais

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A 1 ARTIGO É o trabalho acadêmico que apresenta resultado de uma pesquisa, submetido ao exame de um corpo Editorial, que analisa as informações, os métodos

Leia mais

REVISTA REAMEC Revista da Rede Amazônica de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática

REVISTA REAMEC Revista da Rede Amazônica de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA REDE AMAZÔNICA DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS

Leia mais

Regra Geral de Autoria: Existem 3 formas de entrada de autoria: pessoal, institucional e por evento.

Regra Geral de Autoria: Existem 3 formas de entrada de autoria: pessoal, institucional e por evento. Referências Bibliográficas As informações a seguir foram resumidas do livro Normalização de Trabalhos Acadêmicos, de autoria de Dely Bezerra de Miranda Santos, publicado em 2003 pela EDUR e à venda na

Leia mais

AU A L U A A 6 REDAÇÃ Ç O C IENTÍFICA

AU A L U A A 6 REDAÇÃ Ç O C IENTÍFICA REDAÇÃO CIENTÍFICA AULA 6 Conteúdo principal para uma dissertação Elementos pré-textuais; Elementos textuais; Elementos pós-textuais. Elementos pré-textuais de uma dissertação Capa; Folha de rosto; Ficha

Leia mais