Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação NOTA TÉCNICA Nº 003/2015-PROINP/IFAC

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação NOTA TÉCNICA Nº 003/2015-PROINP/IFAC"

Transcrição

1 NOTA TÉCNICA Nº 003/2015-PROINP/IFAC Este documento orienta sobre a Institucionalização de Projetos de Pesquisa e Projetos de Pós-Graduação no IFAC, a entrega de Relatórios Parciais/Final e as possíveis sanções a serem aplicadas àqueles que tiverem pendências junto à PROINP. PROJETOS DE PESQUISA (COPP-DIPE-PROINP/IFAC) Passos Procedimentos 1 Preencher o Formulário para institucionalização de projetos de pesquisa e o Plano de Trabalho do projeto de pesquisa, disponíveis no link 27&Itemid=155. a) Os formulários deverão ser rigorosamente corrigidos pelo Coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão do Câmpus de origem do servidor. b) Servidores lotados na Reitoria deverão escolher um Câmpus para institucionalização de seu projeto e prestação de contas. c) Projetos aprovados em editais da PROINP/IFAC ficam automaticamente institucionalizados (a COPP vai enviar a cópia digitalizada do projeto à COPIE dos Câmpus). Os projetos de pesquisa para cadastro institucional devem ser enviados seguindo as orientações deste documento. d) Projetos aprovados em editais externos devem preencher somente o formulário para institucionalização de projetos de pesquisa. No entanto, o projeto aprovado no edital externo deve ser anexado ao formulário de institucionalização.

2 2 Entregar na Coordenação de Pesquisa, Inovação e Extensão (COPIE) do Câmpus de origem os documentos citados acima, na versão impressa e digitalizada (com assinaturas). 3 a) O Coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão do Câmpus de origem deverá enviar o Plano de Trabalho do projeto de pesquisa a um pesquisador da área, preferencialmente do IFAC, para realizar sua avaliação. b) Após realizada a avaliação, caso exista alterações sugeridas, o Coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão do Câmpus de origem deverá notificar o coordenador do projeto sobre as alterações. c) O Coordenador do projeto poderá acatar ou não as sugestões. Se aceitar, deverá enviar a versão final do Plano de Trabalho para institucionalização à COPIE. Caso não aceite, este deverá enviar uma justificativa. d) Baseado na avaliação e/ou justificativa do Coordenador do Projeto, o Coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão do Câmpus irá emitir parecer favorável ou não à institucionalização do projeto. Todos os procedimentos do passo 3 deverão ser realizados por e ocorrer em um período de até 30 (trinta) dias. 4 Após o passo anterior, a COPIE do Câmpus deverá arquivar os documentos impressos e encaminhar somente as cópias digitalizadas acompanhadas de seu parecer para institucionalização do projeto, por meio do da Coordenação de Programas de Pesquisa (COPP), 5 Após o trâmite no Câmpus, a declaração de institucionalização será emitida em um prazo de 15 (quinze) dias pela COPP.

3 6 A declaração de institucionalização será enviada pelo para o Coordenador do Projeto e a COPIE do Câmpus. Estes deverão acusar recebimento da declaração. 7 Os Coordenadores dos Projetos deverão apresentar relatório parcial (a cada 06 (seis) meses para projetos com vigência de até 1 (um) ano e a cada 12 (doze) meses para projetos com vigência superior a 1 (um) ano) e relatório final (até 30 (trinta) dias do término de execução do projeto). 8 Os relatórios deverão ser entregues na COPIE do Câmpus de origem, na versão impressa e digitalizada (com assinaturas). 9 O Coordenador de Pesquisa, Inovação e Extensão do Câmpus de origem deve avaliar os relatórios, arquivar os relatórios impressos e encaminhar somente as cópias digitalizadas, em até 05 (cinco) dias úteis, para o da Coordenação de Programas de Pesquisa (COPP), 10 Ao término da execução do projeto, o bolsista e o Coordenador farão jus ao Certificado de conclusão do projeto, que será emitido em até 30 (trinta) dias após a prestação de contas (é necessário a observação das particularidades de cada edital interno) junto à PROINP.

4 PROJETOS DE PÓS-GRADUAÇÃO (COPG-PROINP/IFAC) Passos Procedimentos 1 Preencher o Formulário para institucionalização de projetos de pósgraduação, disponível no link 66&Itemid=155. a) O formulário deverá ser rigorosamente corrigido pelo Coordenador de Pós-Graduação do Câmpus de origem do servidor antes do envio à Coordenação Geral de Pós-Graduação (COPG). b) Servidores lotados na Reitoria deverão escolher um Câmpus para institucionalização de seu projeto. c) O Projeto de pós-graduação deve ser anexado ao formulário de institucionalização. 2 Entregar na Coordenação de Pós-Graduação (COPOG) do Câmpus de origem os documentos citados acima, na versão impressa e digitalizada (com assinaturas). 3 O Coordenador de Pós-Graduação do Câmpus de origem deve arquivar os documentos impressos e encaminhar somente as cópias digitalizadas, após a correção do formulário, em até 05 (cinco) dias úteis, para o da Coordenação Geral de Pós-Graduação (COPG), 4 Após o trâmite no Câmpus, a declaração de institucionalização será emitida em um prazo de 15 (quinze) dias pela COPG. 5 A declaração de institucionalização será enviada pelo para o Coordenador do Projeto e a COPOG do Câmpus. Estes deverão acusar recebimento da declaração.

5 6 Os Coordenadores dos Projetos de Pós-Graduação deverão apresentar relatório parcial (a cada 12 (doze) meses) e relatório final (até 30 (trinta) dias após a defesa do projeto). 7 Os relatórios deverão ser entregues na COPOG do Câmpus de origem, na versão impressa e digitalizada (com assinaturas). 8 O Coordenador de Pós-Graduação do Câmpus de origem deve avaliar os relatórios, arquivar os relatórios impressos e encaminhar somente as cópias digitalizadas, em até 05 (cinco) dias úteis, para o da Coordenação Geral de Pós-Graduação (COPG), 9 Ao término da execução do projeto, o bolsista e o Coordenador farão jus ao Certificado de conclusão do projeto, que será emitido em até 30 (trinta) dias após a prestação de contas junto à PROINP. Observação 1: Documentos com erros nos formulários serão devolvidos para correção, podendo implicar em atraso na emissão da declaração de institucionalização do projeto. Observação 2: Projetos impressos enviados a esta Pró-reitora serão devolvidos ao Câmpus de origem. Observação 3: A institucionalização de projetos ocorre na forma de fluxo contínuo. PROJETOS EM EXECUÇÃO QUE AINDA NÃO FORAM INSTITUCIONALIZADOS TEM O PRAZO ATÉ O DIA 31/08/2015 PARA REGULARIZAÇÃO. APÓS ESTE PRAZO, O CADASTRO DE PROJETOS INSTITUCIONAIS SÓ SERÁ ACEITO ANTES DO INÍCIO DE SUA EXECUÇÃO. Observação 4: Coordenadores de projetos com pendências nesta Pró-Reitoria ficarão impedidos de participar de editais publicados pela PROINP/IFAC por um período de 01 (um) ano. Após este período, caso queiram participar de novos editais, deverão sanar suas pendências. O amparo para aplicação destas sanções se

6 fundamenta no Art. 31, item 3, e no Art. 29, da resolução nº 140/2013-PROINP/IFAC, e suas alterações. Observação 5: Coordenadores de projetos não-institucionalizados e/ou com pendências nesta Pró-reitoria não receberão parecer favorável ao auxílio financeiro para participação em eventos/capacitações relacionadas ao projeto, de acordo com o Art. 31, item 3, e o Art. 29, da resolução nº 140/2013-PROINP/IFAC. O prazo mínimo que o projeto deve estar institucionalizado para solicitação de auxílio financeiro junto ao setor responsável é de 30 (trinta) dias. Observação 6: As declarações de orientação de estudantes (bolsistas ou voluntários) serão emitidas pela COPIE ou COPOG dos Câmpus, conforme modelo de declaração disponibilizado pela PROINP. Demais declarações e certificados pertinentes só poderão ser emitidos pela PROINP. Observação 7: Informamos que o prazo para emissão das demais declarações solicitadas junto à PROINP é de 05 (cinco) dias úteis. Observação 8: A partir da publicação deste documento só será aceita a última versão dos formulários, disponível no site do IFAC. As normas da PROINP constantes deste documento passam a vigorar na data da sua publicação, revogando-se as NOTAS TÉCNICAS Nº 001 e 002 / 2015 (PROINP/IFAC). Rio Branco, 29 de junho de (Original assinado) DR. LUÍS PEDRO DE MELO PLESE Pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação Portaria IFAC Nº 880, de 11/08/2014

7 FLUXO PARA INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETOS JUNTO À PROINP INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETOS NA PROINP Projetos de Pesquisa Projetos de Pós-Graduação (*) Editais Internos (**) Projetos de Pesquisa Editais Externos Servidores Alunos do IFAC Preencher o Formulário de Institucionalização e o Plano de Trabalho do projeto. (*) Submeter no Sistema OCS. (**) Entregar na COPIE do Câmpus. Preencher o Formulário de Institucionalização e anexar o projeto enviado para o edital externo. Entregar na COPIE do Câmpus. Preencher o Formulário de Institucionalização e anexar o projeto de pós-graduação. Entregar na COPOG do Câmpus.

8 INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETOS JUNTO À PROINP ATRIBUIÇÕES DOS SETORES ENVOLVIDOS COPIE PROINP COPOG Receber projetos de pesquisa para institucionalização; Gestão dos editais internos de pesquisa por meio da DIPE; Receber projetos de pós-graduação para institucionalização; Avaliar, corrigir e enviar a COPP os formulários de institucionalização dos projetos (05 dias úteis); Enviar os planos de trabalho dos projetos para avaliação (30 dias); Avaliação de relatórios parciais e finais; Dar suporte à COPIE e à COPOG nos Câmpus; Emitir a declaração de institucionalização do projeto (15 dias após a chegada dos documentos no da COPP ou COPG); Avaliar, corrigir e enviar a COPG os formulários de institucionalização dos projetos (05 dias úteis); Avaliação de relatórios parciais e finais; Emissão de declaração de orientação de estudantes. Emissão do certificado de conclusão do projeto quando do término de sua execução e prestação de contas. Emissão de declaração de orientação de estudantes.

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS GUIA PREENCHIMENTO FORMULÁRIO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRENCHIMENTO DO FORMULÁRIO Com o objetivo de facilitar o preenchimento

Leia mais

RESOLUÇÃO N 17 DE 20 DE JULHO DE 2015, DA REITORA DA UFTM

RESOLUÇÃO N 17 DE 20 DE JULHO DE 2015, DA REITORA DA UFTM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO Uberaba-MG RESOLUÇÃO N 17 DE 20 DE JULHO DE 2015, DA REITORA DA UFTM Aprova a Norma Procedimental NP 50.03.015 Utilização de Serviços Gráficos.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO, DEFESA E ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DO IFES CAMPUS VITÓRIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DO IFES CAMPUS VITÓRIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS VITÓRIA Avenida Vitória, 1729 Bairro Jucutuquara 29040-780 Vitória ES 27 3331-2110 DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DO IFES CAMPUS

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO 1. DA DEFINIÇÃO a) O Trabalho de Graduação (TG) compreende o estudo de um problema em profundidade, requerendo

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Processo Universidade Federal da Bahia Coordenação de Material e Patrimônio Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Nº de folhas 1 de 5 Glossário de Termos CCF/PROAD

Leia mais

CCT Secretaria Acadêmica

CCT Secretaria Acadêmica RESOLUÇÃO CPPGEC n o 02/2012 COMISSÃO COORDENADORA DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUACÃO EM ENGENHARIA Assunto: Modificação da Resolução 02/2009: Disciplina Seminários I, II, III, IV Art. 1º - O PPGEC oferecerá

Leia mais

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE PORTARIA N.º 03/2010 Guarujá, 8 de fevereiro de 2010. Estabelece procedimentos para a realização dos Estágios obrigatórios definidos nos projetos pedagógicos dos cursos, nos termos regimentais. A Diretora

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Química Biológica do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis / CCS / UFRJ

Programa de Pós-graduação em Química Biológica do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis / CCS / UFRJ Programa de Pós-graduação em Química Biológica do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis / CCS / UFRJ EDITAL PARA INGRESSO NO PROGRAMA BOLSA NOTA 10 FAPERJ 2015/1 Informamos que abriremos inscrições

Leia mais

Manual do Trabalho de Conclusão de Curso

Manual do Trabalho de Conclusão de Curso UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DE TECNOLOGIA Departamento de Informática Curso de Engenharia de Computação/Bacharelado em Informática Coordenadoria do Trabalho de Conclusão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO CNPQ MODALIDADES: PIBIC E PIBITI / 2013 2014 EDITAL Nº 65/PROPESP/IFRO, DE 22 DE JULHO DE

Leia mais

PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC)

PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC) PROJETO DE FINAL DE CURSO (PFC) Aula inaugural 02-03-11 Prof. Paulo Borges (Coordenador da disciplina) Email: pborges@civil.cefetmg.br ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O PFC Ementa Planejamento, desenvolvimento

Leia mais

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Secretaria de Cultura Gestão 2012 2016 secult@contato.ufsc.br (48) 3721-2376 BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Em consonância com a Resolução Normativa

Leia mais

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO O DIRETOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, nomeado pela

Leia mais

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 005/2016 - PIBITI/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa e o Núcleo de Inovação

Leia mais

PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Edital FAPERJ N. o 06/2007 PROGRAMA APOIO ÀS INSTITUIÇÕES DE PESQUISA SEDIADAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia,

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO Normatiza as atividades relacionadas à monografia da pós-graduação lato sensu do CEFET-SP. Art. 1º. Os objetivos da monografia

Leia mais

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA MATRÍCULA ALUNOS INGRESSANTES PROGRAMA EM ZOOTECNIA ATENÇÃO: - O da FZEA solicita um prazo de 5 (cinco) dias úteis após a entrega da documentação da matrícula para que as informações sejam cadastradas

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO 1. DA DEFINIÇÃO a) O Trabalho de Graduação (TG) compreende o estudo de um problema em profundidade, requerendo

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL nº 01/2012

Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL nº 01/2012 Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL nº 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À PESQUISA - AÇÃO (PIBIP-AÇÃO) 2012 - PROEX/PROPEP/UFAL

Leia mais

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT Sistema de Gestão do Programa Vapt Vupt SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO HENRIQUE SANTILLO PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT Responsáveis: Ludmilla Sequeira Barbosa e Rosana

Leia mais

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos.

Fatec de São Carlos. A Faculdade de Tecnologia de São Carlos será a última parte envolvida a assinar o termo de compromisso e demais documentos. Memo 04/15 Coordenação São Carlos, 26 de Fevereiro de 2015. Orientações Gerais aos Discentes Assunto: Estágio obrigatório e não obrigatório O estágio é regulamentado pela legislação através da LEI DO ESTÁGIO

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012.

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS PARA SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (PIPECT/IFG) EDITAL Nº 001/-PROPPG,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 017/2015 CONSU/UNIFAP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 017/2015 CONSU/UNIFAP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 017/2015 CONSU/UNIFAP Regulamenta os procedimentos para o processo seletivo de remoção de servidores docentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL A Universidade Federal Fluminense (UFF), por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) e do

Leia mais

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014

EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 EDITAL PROEXT 005/2014 DE 07 DE MARÇO DE 2014 SELEÇÃO DE PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR PARA PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO CONTINUADA OFERECIDA NO ÂMBITO DO PACTO NACIONAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO.

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TECNOLÓGICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 4 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 6 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 7 CONCLUSÃO DE CURSO 7 RELATÓRIO TÉCNICO 8 AVALIAÇÃO DE

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais

Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais Universidade Federal de Uberlândia Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa Divisão de Programas Especiais Edital Nº 01/2016 - Convocação de Projetos de Pesquisa para Bolsas de Iniciação

Leia mais

CONCURSO N 10/2013 CURTA NAS TELAS 41ª Edição Processo Administrativo 001.016116.13.5 REGULAMENTO

CONCURSO N 10/2013 CURTA NAS TELAS 41ª Edição Processo Administrativo 001.016116.13.5 REGULAMENTO CONCURSO N 10/2013 CURTA NAS TELAS 41ª Edição Processo Administrativo 001.016116.13.5 REGULAMENTO A torna público que estará recebendo dos interessados em participar deste Concurso filmes de curta-metragem,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. RESOLUÇÃO Nº. 074, DE 20 DE ABRIL DE 2016. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº 43/2016

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

EDITAL Nº 78, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015

EDITAL Nº 78, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 78,

Leia mais

EDITAL FAPES Nº 003/2010

EDITAL FAPES Nº 003/2010 EDITAL FAPES Nº 003/2010 Seleção de propostas a serem apresentadas pelos Programas de Pósgraduação stricto sensu do estado do Espírito Santo, visando à concessão de quotas de bolsas para formação de recursos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas. EDITAL PRIC-IE Nº 1, de 7 de abril de 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas. EDITAL PRIC-IE Nº 1, de 7 de abril de 2015. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas EDITAL PRIC-IE Nº 1, de 7 de abril de 2015. Programa de Incentivo à Capacitação em Idioma Estrangeiro dos Servidores

Leia mais

Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO

Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO Universidade Federal da Integração Latino Americana MANUAL DO ESTAGIÁRIO MANUAL DO ESTAGIÁRIO PROGRAD - Pró-Reitoria de Graduação DEAC - Divisão de Estágios e Atividades Complementares Sumário 1. Apresentação...

Leia mais

REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU

REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU O Reitor da Universidade Vila Velha UVV torna público a todos os interessados que estão abertas, de 10 de junho de 2014

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Visita técnica é atividade complementar dos componentes curriculares dos cursos

Leia mais

Edital n.º 006/2011/PNAP/UAB/PROPESQ/REITORIA

Edital n.º 006/2011/PNAP/UAB/PROPESQ/REITORIA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA REITORIA PRÓ-REITORIA DE POS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - DIRED UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB PROGRAMA NACIONAL DE FORMAÇÃO

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 3 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 6 CONCLUSÃO DE CURSO 6 RELATÓRIO TÉCNICO 7 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação Tecnológica

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação Tecnológica EDITAL 01/2016 Propit PROGRAMA DE APOIO AO DOUTOR RECÉM-CONTRATADO A (Propit), em atenção ao Edital Nº 006/2015 da Fundação Amazônia de Amparo à Estudos e Pesquisa (FAPESPA), em parceria com a Coordenação

Leia mais

EDITAL Nº 429 de 29/07/2015

EDITAL Nº 429 de 29/07/2015 EDITAL Nº 429 de 29/07/2015 O Reitor em exercício do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, torna público o processo de seleção de invenções

Leia mais

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Pernambuco FACEPE convida as universidades públicas de Pernambuco, federais ou estaduais,

Leia mais

ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO...

ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... Suprimentos e Pág. 1 de 7 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 2 2 ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3 SIGLAS UTILIZADAS... 2 4 GLOSSÁRIO / CONCEITOS... 2 5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 2 6 CONTEÚDO... 3 7 ANEXOS...

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL. RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 1.152, de 24 de novembro de 2011.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL. RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 1.152, de 24 de novembro de 2011. RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 1.152, de 24 de novembro de 2011. Aprova o Regulamento da Comissão de Ética no Uso de Animais, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE - FACDO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE Rua Santa Cruz, 557. Centro - 77804-090

Leia mais

Regulamento dos trabalhos

Regulamento dos trabalhos Regulamento dos trabalhos (a) O autor inscrito que submeter o resumo é o responsável legal por todo seu conteúdo (incluindo área de submissão, título, nomes dos autores, instituições e outros. O 2º CIPEEX

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MODALIDADES IC/ICJR) EDITAL n 02/2012/DIPESP/IFAM-CMC/IC-ICJR

PROGRAMA INSTITUCIONAL PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE INCENTIVO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MODALIDADES IC/ICJR) EDITAL n 02/2012/DIPESP/IFAM-CMC/IC-ICJR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS DIRETORIA GERAL DO CAMPUS MANAUS CENTRO DIRETORIA DE PESQUISA E POS-GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015 EDITAL Nº 100, DE 04 DE NOVEMBRO DE 2015 O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA, no uso de suas atribuições e considerando a necessidade de qualificação dos Servidores

Leia mais

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN)

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná (IFPR),

Leia mais

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Leia mais

O Presidente do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O Presidente do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO Nº CRC-CE 0550/2010 APROVA O REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NOS CURSOS REALIZADOS PELO CRCCE O Presidente do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO CEARÁ, no exercício de suas atribuições

Leia mais

Elaboração e acompanhamento de Processos de Certificação

Elaboração e acompanhamento de Processos de Certificação Data: 06/06/2003 Sumário 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Documentos complementares 4 Definições 5 Procedimento Anexo A Formulários 1 Objetivo Este Procedimento tem como objetivo descrever a rotina aplicável à

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO SELETIVO nº. 03/2014/DEAD EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTOR A DISTÂNCIA A Reitora do Instituto Federal

Leia mais

PROF. FILINTO BASTOS

PROF. FILINTO BASTOS CONCURSO DE ARTIGOS PROF. FILINTO BASTOS EDITAL I. DISPOSIÇÕES GERAIS 1. O Concurso de Artigos Prof. Filinto Bastos, promovido pela equipe de monitoria da Unidade Damásio Educacional de Feira de Santana,

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE OCARA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE OCARA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EDITAL N. 002/2013 do Processo de seleção para Alfabetizadores e Alfabetizadores - Coordenadores de Turma do Programa Brasil Alfabetizado ABERTURA A Secretaria Municipal da Educação torna público a realização

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON CP104/13 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Aquisição de caixas (recipientes) para o HEMOSC Coordenador, situado na Av. Othon Gama D'Eça, nº 756, Centro - Florianópolis/ SC, proporcionando armazenamento de

Leia mais

1. CONCEITOS 2. DOS OBJETIVOS DA PRÉ-INCUBAÇÃO

1. CONCEITOS 2. DOS OBJETIVOS DA PRÉ-INCUBAÇÃO Instituto Federal do Espírito Santo IFES Programa de pré-incubação do Núcleo Incubador Campus Colatina e Itapina Edital de Seleção de Empreendimentos de Base Tecnológica - Nº 01/2014 Os Diretores Gerais

Leia mais

Edital Proppex n 10/2016

Edital Proppex n 10/2016 Edital Proppex n 10/2016 Bolsas de Educação BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A CONVÊNIO DE APOIO AO PROGRAMA DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO CHAMADA PARA PROJETOS DE ESTUDO VOLTADOS À PESQUISA DE GRUPOS DE PESQUISA DA

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

PORTARIA CRC-RJ Nº 093/2010

PORTARIA CRC-RJ Nº 093/2010 PORTARIA CRC-RJ Nº 093/2010 APROVA NOVO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NOS CURSOS REALIZADOS PELO CRCRJ. A PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa Chamada Pública 15/2014 Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU BAURU 2015 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 2 1.1 Conceito... 2 1.2 Definição... 2 2 PROCEDIMENTOS PARA O INÍCIO E TÉRMINO DO ESTÁGIO... 3

Leia mais

EDITAL nº 084/2013 IFMG PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS E RELATOS DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS SOBRE O PROEJA E PROEJA FIC NO ÂMBITO DO IFMG

EDITAL nº 084/2013 IFMG PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS E RELATOS DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS SOBRE O PROEJA E PROEJA FIC NO ÂMBITO DO IFMG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS REITORIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO Av. Professor Mario Werneck,

Leia mais

Roteiro para apreciação de projetos de Cursos de Extensão Universitária em parceria com Fundações

Roteiro para apreciação de projetos de Cursos de Extensão Universitária em parceria com Fundações Roteiro para apreciação de projetos de Cursos de Extensão Universitária em parceria com Fundações 1. O Coordenador concebe o projeto acadêmico do curso. 2. O Coordenador apresenta o projeto acadêmico do

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015 A Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, considerando o deliberado

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Política de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC A FACULDADE DINÂMICA prevê mecanismos efetivos de acompanhamento e de cumprimento do Trabalho de Conclusão de Curso, que no momento da construção do seu

Leia mais

DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO

DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO PROJETO ALUNO EMPREENDEDOR DOCUMENTO NORTEADOR PARA O ESTÁGIO SUPERVISIONADO São Paulo 2015 PROJETO ALUNO EMPREENDEDOR DOCUMENTO NORTEADOR

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DE UBERLÂNDIA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE CATÓLICA DE UBERLÂNDIA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE CATÓLICA DE UBERLÂNDIA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU Sobre normas gerais Art.1º- Os cursos de especialização lato sensu, oferecidos pela Faculdade Católica

Leia mais

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário.

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário. RESOLUÇÃOUnC-CONSEPE018/209 Aprova Regulamento do Programa de Monitoria, para a Universidade do Contestado UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25

Leia mais

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas.

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas. EDITAL PIBIC-EM Nº 01/2015 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de bolsista de Iniciação Científica para o Ensino Médio PIBIC-EM, sob a Coordenação

Leia mais

ESCLARECIMENTO 2. 3) Qual o prazo para a Telebrás informar a empresa sobre sua qualificação ou desqualificação?

ESCLARECIMENTO 2. 3) Qual o prazo para a Telebrás informar a empresa sobre sua qualificação ou desqualificação? ESCLARECIMENTO 2 1) De acordo com o item 1.2 do Termo de Referência 002 3800/2015, emitido no dia 05 de Junho de 2015, e publicado com o Edital de Pré Qualificação no site da Telebrás, no dia 10 de Agosto

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MONOGRAFIA / CERTIFICAÇÃO

PROCEDIMENTO DE MONOGRAFIA / CERTIFICAÇÃO COMPANHIA DOS CURSOS Página: 1 de 14 1.0 OBJETIVO A Companhia dos Cursos tem como objetivo informar o aluno sobre o trâmite de realização de monografia e de orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso.

Leia mais

EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO

EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO EDITAL ENRE1604D14S PIBID/ENSINO RELIGIOSO - UFJF PROCESSO DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS DE SUPERVISÃO A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) torna público o presente edital de seleção de professoras

Leia mais

Edital 001/ 2015 1. DO OBJETO

Edital 001/ 2015 1. DO OBJETO Edital 001/ 2015 O Coordenador do Colegiado do curso de Administração, no uso de suas atribuições previstas no decreto 85/ 2009 de 12 de novembro de 2009, no regimento interno da Faculdade de Ciências

Leia mais

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015

Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS Núcleo de Prática de Pesquisa Edital nº 017/2015 - PRORROGADO ATÉ 12/07/2015 EDITAL DE SELEÇÃO - PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICANO PARA O ENSINO

Leia mais

NORMAS PARA INSCRIÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO II SIMPÓSIO REGIONAL DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

NORMAS PARA INSCRIÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO II SIMPÓSIO REGIONAL DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS NORMAS PARA INSCRIÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NO II SIMPÓSIO REGIONAL DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS O II SIMPÓSIO REGIONAL DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS oferece somente uma possibilidade de inscrição de trabalho:

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENSINO DE FÍSICA EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na Modalidade

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação

Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação Coordenadoria de Pesquisa e Criação Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação EDITAL PROPCI-PROPG/UFBA 02/20 PRODOC-UFBA A Pró-Reitoria

Leia mais

EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO

EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas EDITAL Nº 409/14 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO Por delegação de competência do Magnífico Reitor da Universidade Federal

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

Processo. Programa de Acreditação AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular

Processo. Programa de Acreditação AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular Programa de AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular Fazer download dos formulários no portal da ABHH www.abhh.org.br 1. Solicitação da Organização para iniciar o processo

Leia mais

Exames Periódicos de Saúde

Exames Periódicos de Saúde Exames Periódicos de Saúde Neste informativo o servidor encontrará respostas para possíveis dúvidas a respeito do Exame Periódico de Saúde. Realização Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA Pró-Reitoria

Leia mais

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 Aprova normas relativas ao Sistema de Monitoramento da Política de Incentivo

Leia mais

CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO. EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015

CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO. EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015 CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Câmpus Anápolis, por meio do Departamento de Áreas

Leia mais

ESTATUTO DO GRUPO EXECUTIVO DE RECURSOS HUMANOS DO RIO DE JANEIRO

ESTATUTO DO GRUPO EXECUTIVO DE RECURSOS HUMANOS DO RIO DE JANEIRO 1. OBJETIVOS Revisão aprovada em plenário em 22 de setembro de 2011 1.1 Fomentar a troca de conhecimento, experiência e informações sobre políticas e práticas de Recursos Humanos. 1.2 Contribuir para o

Leia mais

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA

COMISSÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 Institui normas para as Atividades Complementares do Curso de Histórias - Licenciatura e Bacharelado - submetidas a partir do 1º semestre de 2014 Partindo-se

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016

EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016 EDITAL DO PROGRAMA BOLSAS IBERO-AMERICANAS SANTANDER UNIVERSIDADES 001/2016 O Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, por meio de sua Reitoria, divulga as informações para o processo de seleção

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU. FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU. FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS EDITAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO Objeto: O presente edital versa sobre os critérios de submissão de trabalho para o 10º Fórum Internacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL DE SELEÇÃO 2016 O Programa de Pós-Graduação Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade

Leia mais

EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL FAPERN/CAPES 01/2013 APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES) DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS/UFT DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO HUMANO/DDH

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS/UFT DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO HUMANO/DDH SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS/UFT DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO HUMANO/DDH EDITAL DDH/UFT N 08 / 2013 III Concurso Práticas Exitosas dos Servidores da UFT. A Diretoria

Leia mais

PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE CRIAÇÃO. Sistema de solicitação de proteção de propriedades intelectuais on-line.

PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE CRIAÇÃO. Sistema de solicitação de proteção de propriedades intelectuais on-line. PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE CRIAÇÃO Sistema de solicitação de proteção de propriedades intelectuais on-line. A Agência USP de Inovação, núcleo de inovação tecnológica da Universidade de São Paulo, lançou

Leia mais

Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura CONVOCATÓRIA PROPOSTAS PARA O FESTIVAL CIRCO DO RECIFE 2014.

Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura CONVOCATÓRIA PROPOSTAS PARA O FESTIVAL CIRCO DO RECIFE 2014. CONVOCATÓRIA PROPOSTAS PARA O FESTIVAL CIRCO DO RECIFE 2014. 1. DA FINALIDADE 1.1 Constitui objeto desta Convocatória, a habilitação e seleção de propostas de espetáculos para compor a programação do Festival

Leia mais

EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016

EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016 EDITAL Nº 10/2016/PROPPI CHAMADA BRAFITEC 2016 CHAMADA PÚBLICA INTERNA PARA ALUNOS DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO IFSC PROGRAMA CAPES BRAFITEC 2016 BRASIL-FRANÇA RETIFICADO EXECUÇÃO: MARÇO 2016 A JULHO DE

Leia mais

EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM

EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa EDITAL Nº 004/2016 - PIBIC/CNPq/UFSM A Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade Federal

Leia mais